Prof. Ms. Hugo César Reis Câmara

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. Ms. Hugo César Reis Câmara"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA CRITÉRIOS COMPORTAMENTAIS UTILIZADOS POR TÉCNICOS NA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESPORTIVO DE FUTEBOLISTAS DAS CATEGORIAS DE BASE Prof. Ms. Hugo César Reis Câmara Faculdades Integradas de Patos-FIP Faculdade Natalense de Ensino e Cultura-FANEC Grupo Ciência no Futebol UFRN Natal-RN, 2009

2 INTRODUÇÃO Maior preocupação na área esportiva: Selecionar, descobrir ou revelar talentos no futebol. Motivos desta preocupação: O futebol é um esporte com recursos expressivos para: jogadores; clubes; meios de comunicação; marcas esportivas; e, patrocinadores. 2

3 Melhores salários pagos no Brasil (milhares de Reais / mês) 1º Ronaldo (Corinthians) - R$ º Adriano (Flamengo) - R$ 362 3º Nilmar (Internacional) - R$ Fonte: Revista Placar, 2009

4 Problemas na maioria dos clubes: Ausência de aspectos metodológico, sistemático e analítico para selecionar os jogadores promissores; Processos seletivos ( peneiras ou peneirões ) desenvolvidos pelos observadores técnicos ( olheiros ) resumem-se na observação do desempenho de um grupo grande de atletas em um período de tempo de alguns minutos dado a cada atleta. 4

5 Dia de Peneirão - clubes de Natal 5

6 OBJETIVOS Descrever o perfil sócio-profissional destes técnicos; Identificar e descrever as principais características e métodos comportamentais utilizados por estes técnicos; Verificar possível concordância entre os critérios comportamentais utilizados, para avaliação de futebolistas das categorias de base, por técnicos com diferentes tempos de experiência. 6

7 MATERIAL E MÉTODO Tipo de pesquisa: Pesquisa do tipo descritivo transversal, com grupo único, de campo, observacional, diagnóstico e de caráter censitário. Critérios de inclusão: Técnicos que entre os anos de 2007 e 2009 treinaram clubes de futebol em campeonatos estaduais do Rio Grande do Norte em uma das 4 (quatro) categorias de base (sub-13 ou mirim, sub-15 ou infantil, sub-17 ou juvenil e sub-20 ou juniores) do Estado. 7

8 Instrumentos: Questionário semi-estruturado, com perguntas abertas no 1º piloto e questionário estruturado, com perguntas abertas e fechadas (dicotômicas e de múltiplas escolhas com múltiplas respostas) no 2º piloto. 8

9 População e amostra: Identificados 54 técnicos, 46 entrevistados, com idades (43,4 ± 11,74 anos) e tempo de experiência (10,6 ± 8,2 anos). Entretanto, 8 técnicos não foram localizados (não-resposta), o que levou a verificar a possibilidade de considerar o estudo como censitário. Para isto foram verificadas suas respostas nos estudos piloto, e como não destoavam das respostas dos demais técnicos, pôde-se considerar este estudo como censitário. 9

10 Procedimentos de coleta de dados: Contato preliminar com os técnicos por telefone e marcação das entrevistas em locais e horários convenientes (residências, locais de trabalho e locais de estudo). Além de entrevistas nos locais dos jogos do campeonato estadual sub-15 de As entrevistas foram realizadas em dupla mista, sendo composta por um entrevistador e uma auxiliar, com exceção de uma entrevista realizada por telefone. 10

11 Instrumentos e procedimentos para análise de dados: Foram utilizados os softwares SPSS (Statistical Package for the Social Science) for Windows 11.0 e o Microsoft Excel 2007 para análise e tabulação dos dados, gerando gráficos e tabelas, gerando estatísticas descritivas com totais, percentuais, medidas de tendência central (média) e de dispersão (desviopadrão). Como o estudo é censitário, não foi necessário realizar testes estatísticos para verificar a generalização da amostra para a população. A inferência foi considerada com base nas estatísticas descritivas tabuladas em números e em percentuais e os resultados puderam, então, ser generalizados. 11

12 RESULTADOS 12

13 Perfil sócio-profissional dos técnicos entrevistados Faixa etária Escolaridade 13

14 Tempo de Experiência Tempo de permanência no clube Foi jogador futebol profissional f f% Sim 27 58,7 Não 19 41,3 TOTAL Regularização Profissional f f% Não tem 39 84,8 Provisionado 5 10,9 Graduado 2 4,3 TOTAL

15 Características avaliadas pelos técnicos entrevistados Aspectos de condição física Aspectos de habilidade Motivação f f% Sim 39 84,8 Não 7 15,2 Métodos de avaliação f f% Observação 40 87,0 Observação e Verificação de Estatura 4 8,7 Observação e Testes de Habilidade 2 4,3 15

16 Cruzamentos: critérios avaliados x tempo de experiência Tempo de experiência e condição física Tempo de experiência e motivação 16

17 Tempo de experiência e afiliação Tempo de experiência e comportamento O Psicólogo do Esporte 17

18 Tempo de experiência e habilidade (fundamentos técnicos) Tempo de experiência e visão de jogo 18

19 Tempo de experiência e aspectos táticos defensivos Tempo de experiência e aspectos táticos ofensivos 19

20 Percentuais de técnicos por tempo de experiência e métodos de avaliação 20

21 CONCLUSÕES Há características avaliadas pelos técnicos que corroboram com a literatura (velocidade e estatura) e outras que não (resistência) em uma avaliação pontual e determinante. Também há falta de sistematização e objetividade nas avaliações, as quais são na maioria das vezes subjetivas (individualizadas). Percebe-se também que há pouca qualificação dos treinadores para realizarem os processos seletivos. Então, seria necessário qualificar tais treinadores para que eles se utilizassem de testes específicos na avaliação do desempenho esportivo dos futebolistas. E com isso terem mais precisão na verificação deste desempenho, possibilitando um maior sucesso e excelência em seus processos seletivos, gerando melhores resultados em nível nacional. Para uma melhor identificação do problema referente à avaliação do desempenho esportivo nos processos seletivos, sugere-se confrontar as informações obtidas neste estudo com as observações do fenômeno in loco. Contato: 21

CRITÉRIOS COMPORTAMENTAIS UTILIZADOS POR TÉCNICOS NA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESPORTIVO DE FUTEBOLISTAS

CRITÉRIOS COMPORTAMENTAIS UTILIZADOS POR TÉCNICOS NA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESPORTIVO DE FUTEBOLISTAS CRITÉRIOS COMPORTAMENTAIS UTILIZADOS POR TÉCNICOS NA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESPORTIVO DE FUTEBOLISTAS HUGO CÉSAR REIS CÂMARA JOÃO CARLOS ALCHIERI Universidade Federal do Rio Grande do Norte Natal-RN-Brasil

Leia mais

5/3/2009. Antonio Carlos Gomes, PhD

5/3/2009. Antonio Carlos Gomes, PhD Antonio Carlos Gomes, PhD Estratégias voltadas para a Formação integral do atleta 1 ? QUAIS SÃO AS ESTRATÉGIAS Ações na preparação a longo prazo 2 Fábrica? Usina? Indústria? MEDALHA OLÍMPICA? VOU SER CAMPEÃO?

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE O COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL DAS CATEGORIAS SUB-11 E SUB-13

COMPARAÇÃO ENTRE O COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL DAS CATEGORIAS SUB-11 E SUB-13 COMPARAÇÃO ENTRE O COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL DAS CATEGORIAS SUB-11 E SUB-13 Guilherme Figueiredo Machado - NUPEF/UFV Eder Gonçalves - NUPEF/UFV Israel Teoldo da Costa - NUPEF/UFV guilherme.machado19@hotmail.com.br

Leia mais

Palavras Chaves: Futebol, Comportamento Tático, Categorias de base

Palavras Chaves: Futebol, Comportamento Tático, Categorias de base 992 DIFERENÇA NA EFICIÊNCA DO COMPORTAMENTO TÁTICO ENTRE JOGADORES DE FUTEBOL DAS CATEGORIAS SUB-11 E SUB-13 Pablo Vecchi/ NUPEF-UFV Israel Teoldo/ NUPEF-UFV Mariana Lopes/ NUPEF-UFV pablo_movec@yahoo.com.br

Leia mais

SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE DEPARTAMENTOS ESPORTIVOS

SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE DEPARTAMENTOS ESPORTIVOS SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE DEPARTAMENTOS ESPORTIVOS Qual a sua ferramenta de gestão de informações? Ela lhe fornece com segurança e precisão, informações necessárias, rápidas e eficientes? Essas informações

Leia mais

3 Metodologia Tipo de pesquisa

3 Metodologia Tipo de pesquisa 3 Metodologia Este capítulo está dividido em seis seções que descrevem a metodologia empregada neste estudo. A primeira seção refere-se à classificação da pesquisa quanto ao seu tipo, em seguida são apresentados

Leia mais

V Encontro de Pesquisa em Educação Física EFEITOS DE UM PROGRAMA DE TREINAMENTO SOBRE OS COMPONENTES DE APTIDÃO FÍSICA EM ATLETAS DE FUTEBOL DE CAMPO

V Encontro de Pesquisa em Educação Física EFEITOS DE UM PROGRAMA DE TREINAMENTO SOBRE OS COMPONENTES DE APTIDÃO FÍSICA EM ATLETAS DE FUTEBOL DE CAMPO ESTUDOS E REFLEXÕES V 5 - Nº 9 PÁGS. 159 A 164 V Encontro de Pesquisa em Educação Física 2ª ª Parte ARTIGO ORIGINAL EFEITOS DE UM PROGRAMA DE TREINAMENTO SOBRE OS COMPONENTES DE APTIDÃO FÍSICA EM ATLETAS

Leia mais

ANÁLISE DOS PADRÕES DE RECUPERAÇÃO DA POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2014

ANÁLISE DOS PADRÕES DE RECUPERAÇÃO DA POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2014 ANÁLISE DOS PADRÕES DE RECUPERAÇÃO DA POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2014 Fernando Silva / NUPEF UFV Henrique Américo / NUPEF UFV Rodrigo Santos / NUPEF UFV Israel

Leia mais

EXPEDIENTE INSTITUTO FECOMÉRCIO/DF

EXPEDIENTE INSTITUTO FECOMÉRCIO/DF SUMÁRIO Expediente... 3 1. Identificação da Pesquisa... 4 2. Apresentação... 4 3. Perfil do Consumidor... 6 3.1 Faixa Etária... 6 3.2 Faixa de Renda... 7 3.3 Escolaridade... 8 3.4 Local de moradia... 9

Leia mais

AGRADECIMENTOS. Ao Prof. Doutor Manuel João Silva pela disponibilidade que sempre demonstrou em me ajudar.

AGRADECIMENTOS. Ao Prof. Doutor Manuel João Silva pela disponibilidade que sempre demonstrou em me ajudar. AGRADECIMENTOS A realização da presente monografia tem um significado especial para mim, marca o início de uma nova etapa na minha vida e coincide com o final da Licenciatura em Ciências do Desporto e

Leia mais

EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DOS JOGADORES DE FUTEBOL DE ACORDO COM O ESTATUTO POSICIONAL.

EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DOS JOGADORES DE FUTEBOL DE ACORDO COM O ESTATUTO POSICIONAL. 1117 EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DOS JOGADORES DE FUTEBOL DE ACORDO COM O ESTATUTO POSICIONAL. Elton Ribeiro Resende /NUPEF - UFV Fernanda Lobato/NUPEF - UFV Davi Correia da Silva/NUPEF UFV Israel

Leia mais

Notícias encontradas 79,3% 26/04/2016 SBT Meio Dia SBT SC 26/04/2016 Emissora: SBT SC Programa: SBT Meio Dia Real Madrid

Notícias encontradas 79,3% 26/04/2016 SBT Meio Dia SBT SC 26/04/2016 Emissora: SBT SC Programa: SBT Meio Dia Real Madrid Relatório completo Notícias encontradas Mídia Quantidade TV 1 Notícias encontradas Impresso 5 TV Impresso Web Web 23 79,3% Total Geral 29 Clipagens de Mídia TV 26/04/2016 SBT Meio Dia SBT SC 26/04/2016

Leia mais

O ANO DE NASCIMENTO DETERMINA A ESCOLHA DO ESTATUTO POSICIONAL EM JOGADORES DE FUTEBOL NAS CATEGORIAS DE BASE?

O ANO DE NASCIMENTO DETERMINA A ESCOLHA DO ESTATUTO POSICIONAL EM JOGADORES DE FUTEBOL NAS CATEGORIAS DE BASE? 980 O ANO DE NASCIMENTO DETERMINA A ESCOLHA DO ESTATUTO POSICIONAL EM JOGADORES DE FUTEBOL NAS CATEGORIAS DE BASE? Felipe Ruy Dambroz - NUPEF/UFV João Vítor de Assis - NUPEF/UFV Israel Teoldo da Costa

Leia mais

Passo 5 O questionário foi criado com 27 questões sendo 35 lacunas para serem preenchidas, utilizando-se uma linha temporal desde o diagnóstico da

Passo 5 O questionário foi criado com 27 questões sendo 35 lacunas para serem preenchidas, utilizando-se uma linha temporal desde o diagnóstico da 3 Método Este estudo realizou uma pesquisa do tipo descritivo tendo uma abordagem de pesquisa pré-planejada e estruturada. (MALHOTRA, 2006). A pesquisa buscou o conhecimento adquirido pela gestante analfabeta

Leia mais

Percepções e manifestações dos torcedores no Mineirão (2015)

Percepções e manifestações dos torcedores no Mineirão (2015) Percepções e manifestações dos torcedores no Mineirão (2015) Sobre o GEFuT O Grupo de Estudos sobre Futebol e Torcidas (GEFuT) da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFMG tem,

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO NO FUTEBOL: do treino ao jogo. Gibson Moreira Praça Departamento de Esportes EEFFTO/UFMG

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO NO FUTEBOL: do treino ao jogo. Gibson Moreira Praça Departamento de Esportes EEFFTO/UFMG AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO NO FUTEBOL: do treino ao jogo Gibson Moreira Praça Departamento de Esportes EEFFTO/UFMG Grupo de Estudos Interdisciplinares sobre Pequenos Jogos CECA Centro de Estudos em Cognição

Leia mais

TÉCNICO DE FUTEBOL ATLÉTICO MINEIRO (MG) Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø

TÉCNICO DE FUTEBOL ATLÉTICO MINEIRO (MG) Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø Ø ANDERSON VALIÑAS TÉCNICO DE FUTEBOL ANDERSON VALIÑAS Nacionalidade: Brasileira / Espanhola Natural: Belo Horizonte (MG) Nascido: 18/02/1974 (44 anos) Idiomas: Espanhol e Inglês. (31) 98760.5869 andersonkanela@hotmail.com

Leia mais

FUTEBOL CLUBE PORTO PALMARÉS:

FUTEBOL CLUBE PORTO PALMARÉS: FUTEBOL CLUBE PORTO PALMARÉS: 1910/1911 Taça José Monteiro da Costa; 1911/1912 Taça José Monteiro da Costa; 1913/1914 Campeonato do Porto, I Divisão 2ª Categoria; 1913/1914 Campeonato do Porto, I Divisão

Leia mais

AS MAIORES TORCIDAS DE FUTEBOL NO ABC. Pesquisa de Opinião Região do ABC/ SP - janeiro de

AS MAIORES TORCIDAS DE FUTEBOL NO ABC. Pesquisa de Opinião Região do ABC/ SP - janeiro de AS MAIORES TORCIDAS DE FUTEBOL NO ABC Região do ABC/ SP - janeiro de 2019 1 Nota metodológica METODOLOGIA I. UNIVERSO: Moradores da região do ABC com 15 anos ou mais. II. METODOLOGIA: O levantamento foi

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia de Natal 2013 IFEPD/AL

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia de Natal 2013 IFEPD/AL Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia de Natal 2013 IFEPD/AL Maceió, 11/12/2013 Sumário INTRODUÇÃO -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

CULTURA E LAZER: PRÁTICAS DE LAZER E FÍSICO- ESPORTIVAS DOS FREQUENTADORES DO SESC SP

CULTURA E LAZER: PRÁTICAS DE LAZER E FÍSICO- ESPORTIVAS DOS FREQUENTADORES DO SESC SP Survey CULTURA E LAZER: PRÁTICAS DE LAZER E FÍSICO- ESPORTIVAS DOS FREQUENTADORES DO SESC SP O Sesc - Serviço Social do Comércio - é fruto de um sólido projeto cultural e educativo. Criado pelo empresariado

Leia mais

COMPARAÇÃO DO COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL ENTRE CATEGORIAS SUB-11 E SUB-17

COMPARAÇÃO DO COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL ENTRE CATEGORIAS SUB-11 E SUB-17 COMPARAÇÃO DO COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL ENTRE CATEGORIAS SUB-11 E SUB-17 Henrique Bueno Américo / UFV Guilherme Figueiredo Machado / UFV Israel Teoldo da Costa / UFV henriquebamerico@hotmail.com

Leia mais

Processo para o ensino e desenvolvimento do futebol e futsal: ESTÁGIOS DE INICIANTES, AVANÇADOS E DE DOMÍNIO

Processo para o ensino e desenvolvimento do futebol e futsal: ESTÁGIOS DE INICIANTES, AVANÇADOS E DE DOMÍNIO Processo para o ensino e desenvolvimento do futebol e futsal: ESTÁGIOS DE INICIANTES, AVANÇADOS E DE DOMÍNIO Processo para o ensino do futebol/ futsal A metodologia para o ensino do futebol até a especialização

Leia mais

Combinação das cargas de treinamento no processo de preparação desportiva Carga ondulatória durante o processo de preparação desportiva...

Combinação das cargas de treinamento no processo de preparação desportiva Carga ondulatória durante o processo de preparação desportiva... Treinamento desportivo 13 Sumário INTRoDUÇÃO...19 1 Princípios científicos da preparação desportiva...21 preparação desportiva, leis e regras... 21 princípios pedagógicos da preparação desportiva... 21

Leia mais

Igor Melo Santos Batista

Igor Melo Santos Batista Igor Melo Santos Batista Profissional de Educação Física CREF: 2375 G/RN E mail: igormelo_@hotmail.com Telefone: + 55 (84) 98817 5561 Resumo informado pelo autor Igor Melo Santos Batista, CREF: 2375 G/RN

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DAS FINALIZAÇÕES RESULTADAS EM GOL NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SUB

CARACTERIZAÇÃO DAS FINALIZAÇÕES RESULTADAS EM GOL NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SUB CARACTERIZAÇÃO DAS FINALIZAÇÕES RESULTADAS EM GOL NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SUB 20 Alessandro Júnior Mendes Fidelis / UNILEON José Vicente García-Tormo / UNILEON Juan Carlos Morante Rábago /

Leia mais

3 Metodologia Tipo de pesquisa

3 Metodologia Tipo de pesquisa 3 Metodologia 3.1. Tipo de pesquisa Segundo Creswell (2010), a pesquisa quantitativa pode ser realizada através de um projeto de levantamento, onde é apresentada uma descrição quantitativa ou numérica

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia das Crianças 2014

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia das Crianças 2014 Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia das Crianças 2014 IFEPD/AL Maceió, 29/09/2014 Sumário 1 INTRODUÇÃO ---------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Departamento de Alto Rendimento Antonio Carlos Gomes, Ph.D

Departamento de Alto Rendimento Antonio Carlos Gomes, Ph.D ATLETISMO Departamento de Alto Rendimento Antonio Carlos Gomes, Ph.D Cultura da Sociedade Cultura Desportiva Cultura da modalidade -Atletismo- LEIS QUE REGEM O ESPORTE LEIS MODERNAS DO ESPORTE EMOÇÃO EXPERIÊNCIA

Leia mais

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III UNIDADES DE FORMAÇÃO HORAS 1. CARACTERIZAÇÃO DO JOGO 6 2. REGRAS DO JOGO E REGULAMENTOS ESPECÍFICOS 4 3. MEIOS DE ENSINO DO JOGO 20 4. COMPONENTES

Leia mais

EFEITOS DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS EM DUPLA-TAREFA SOBRE O EQUILÍBRIO E A COGNIÇÃO DE MULHERES IDOSAS

EFEITOS DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS EM DUPLA-TAREFA SOBRE O EQUILÍBRIO E A COGNIÇÃO DE MULHERES IDOSAS EFEITOS DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS EM DUPLA-TAREFA SOBRE O EQUILÍBRIO E A COGNIÇÃO DE MULHERES IDOSAS Wagner Vitória dos Santos (1); Kamila Ângela Dantas Dias (2); Giulliana Helen de Vasconcelos Gomes

Leia mais

UNIVERSIDADE DE COIMBRA

UNIVERSIDADE DE COIMBRA UNIVERSIDADE DE COIMBRA FACULDADE DE CIÊNCIAS DO DESPORTO E EDUCAÇÃO FÍSICA HABILIDADES PSICOLÓGICAS E TRAÇO DE ANSIEDADE COMPETITIVA EM ATLETAS DE FUTEBOL LUÍS JORGE PIRES PAIXÃO Coimbra, 2004 Monografia

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

LERIANE BRAGANHOLO DA SILVA

LERIANE BRAGANHOLO DA SILVA 1 LERIANE BRAGANHOLO DA SILVA COMPARAÇÃO DO PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE ADOLESCENTES PRATICANTES DE VOLEIBOL, DOS ANOS 1997 E 2009, PARTICIPANTES DO PROGRAMA ESPORTE CIDADÃO UNILEVER Artigo apresentado como

Leia mais

DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL POR ESTATUTO POSICIONAL

DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL POR ESTATUTO POSICIONAL 1104 DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL POR ESTATUTO POSICIONAL Gustavo Caetano/NUPEF - UFV Fernanda Lobato/NUPEF - UFV Felipe Moniz/NUPEF UFV Israel Teoldo/NUPEF UFV gustavohlourenco@gmail.com

Leia mais

CE071 - ANÁLISE DE REGRESSÃO LINEAR

CE071 - ANÁLISE DE REGRESSÃO LINEAR CE071 - ANÁLISE DE REGRESSÃO LINEAR 1 Parte 1 Introdução 2 Análise de Regressão Metodologia estatística aplicada na investigação e modelagem da relação entre variáveis. Mais especificamente, a análise

Leia mais

Pressupostos pedagógicos para a iniciação esportiva no handebol

Pressupostos pedagógicos para a iniciação esportiva no handebol Pressupostos pedagógicos para a iniciação esportiva no handebol A competição como parte do processo formativo do atleta Profa. Dra. Tathyane Krahenbühl FEFD/UFG EsporteLab Novas tendências do ensino dos

Leia mais

SUMÁRIO COMO A PESQUISA SE INSERE NA ÁREA DE MARKETING, 1 FORMULAÇÃO DO PROBLEMA DA PESQUISA, 17

SUMÁRIO COMO A PESQUISA SE INSERE NA ÁREA DE MARKETING, 1 FORMULAÇÃO DO PROBLEMA DA PESQUISA, 17 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 COMO A PESQUISA SE INSERE NA ÁREA DE MARKETING, 1 INTRODUÇÃO, 2 EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA PESQUISA DE MARKETING, 2 OBJETIVOS DA PESQUISA DE MARKETING, 4 DEFINIÇÃO DE PESQUISA DE MARKETING,

Leia mais

CENTRO DE PESQUISAS ECONÔMICAS CDL/ALFA PESQUISA EXPLORATÓRIA - DESTINO DA PRIMEIRA PARCELA 13º SALÁRIO DE 2010 GOIÂNIA

CENTRO DE PESQUISAS ECONÔMICAS CDL/ALFA PESQUISA EXPLORATÓRIA - DESTINO DA PRIMEIRA PARCELA 13º SALÁRIO DE 2010 GOIÂNIA CENTRO DE PESQUISAS ECONÔMICAS CDL/ALFA PESQUISA EXPLORATÓRIA - DESTINO DA PRIMEIRA PARCELA 13º SALÁRIO DE 2010 GOIÂNIA 2010 1. INTRODUÇÃO Este trabalho apresenta os resultados da pesquisa social aplicada,

Leia mais

Disciplina: OSM. Aula 7. Assunto: MÉTODOS

Disciplina: OSM. Aula 7. Assunto: MÉTODOS Disciplina: OSM Aula 7 Assunto: MÉTODOS Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração pela UEFS Contatos: E-mail: keillalopes@ig.com.br

Leia mais

Curso de Treinadores de Futebol UEFA C - Raízes / Grau I Curso Novo Regime /2016. Componente de Formação Geral Pedagogia do Desporto

Curso de Treinadores de Futebol UEFA C - Raízes / Grau I Curso Novo Regime /2016. Componente de Formação Geral Pedagogia do Desporto Curso de Treinadores de Futebol UEFA C - Raízes / Grau I Curso Novo Regime - 2015/2016 Componente de Formação Geral Pedagogia do Desporto Rui Pedro Lima Pinho Rui.pedro.pinho84@gmail.com Curso de Treinadores

Leia mais

Pesquisa de Final de Ano

Pesquisa de Final de Ano Pesquisa de Final de Ano Novembro de 2012 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos Gerais... 3 1.1 Apresentação... 3 1.2 Objetivos... 3 1.3 Metodologia... 3 1.4 Plano amostral... 3 1.5 Classificação da Amostra...

Leia mais

8 às 10h - *Mesa redonda A ética e o conhecimento técnicocientífico

8 às 10h - *Mesa redonda A ética e o conhecimento técnicocientífico 5ª feira 05 de outubro 8 às 10h - *Mesa redonda A ética e o conhecimento técnicocientífico nas mídias sociais 10 às 11h - Palestra com Jorge Cajuru 11 às 12:30 Apresentação dos trabalhos científicos painel

Leia mais

Valor de Mercado dos confrontos

Valor de Mercado dos confrontos PLURI Valuation Quartas de Final da Copa Libertadores: Valor de Mercado dos confrontos PLURI Consultoria Pesquisa, Gestão e marketing Esportivo. Curitiba-PR Twitter: @pluriconsult www.facebook.com/pluriconsultoria

Leia mais

COPA DO MUNDO Dihego Pansini de Souza

COPA DO MUNDO Dihego Pansini de Souza COPA DO MUNDO 2010 Dihego Pansini de Souza O povo brasileiro é conhecido mundialmente pela sua paixão pelo futebol. Os jogadores brasileiros são cobiçados por grandes clubes e considerados os melhores

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia de Natal 2012

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia de Natal 2012 Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia de Natal 2012 IFEPD/AL Maceió, 05/12/2012 Sumário 1 INTRODUÇÃO ---------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA - Curso de Psicologia Currículo 2011/01 e 2013/01 Descrição do Curso: O Curso de Psicologia

Leia mais

TIPOS DE PESQUISA. Pesquisa Direta. Tipos de Pesquisas. Métodos de Pesquisa Direta 22/03/2014. Pesquisa de Campo (aplicada)

TIPOS DE PESQUISA. Pesquisa Direta. Tipos de Pesquisas. Métodos de Pesquisa Direta 22/03/2014. Pesquisa de Campo (aplicada) Direta TIPOS DE PESQUISA de Campo (aplicada) Prof.ª Andrea Vanzelli de Laboratório (básica) Direta Tipos de s s de Direta Descritivo Não interfere na realidade Indireta Experimental Há manipulação da realidade

Leia mais

Estatística. Professor Jair Vieira Silva Júnior.

Estatística. Professor Jair Vieira Silva Júnior. Estatística Professor Jair Vieira Silva Júnior Ementa da Disciplina Estatística descritiva; Interpretação de gráficos e tabelas; Amostras, representação de dados amostrais e medidas descritivas de uma

Leia mais

PREPARAÇÃO FÍSICA NO BASQUETEBOL

PREPARAÇÃO FÍSICA NO BASQUETEBOL PREPARAÇÃO FÍSICA NO BASQUETEBOL Prof.Dr. João Paulo Borin Conhecimento Acadêmico X Prática Desportiva UNIVERSIDADE QUADRA PESQUISADOR LABORATÓRIO TEORIA TREINADOR ATLETA PRÁTICA Ciência do Desporto Resultado

Leia mais

FILIAÇÃO / INSCRIÇÃO EM PROVAS 2017 / 2018

FILIAÇÃO / INSCRIÇÃO EM PROVAS 2017 / 2018 Comunicado Oficial N.º 2 Associação de Futebol do Algarve 6 de julho de 2017 FILIAÇÃO / INSCRIÇÃO EM PROVAS 2017 / 2018 Junto enviamos a todos os Clubes interessados os Boletins de Inscrição em Provas

Leia mais

INICIAÇÃO AO FUTEBOL. Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO:

INICIAÇÃO AO FUTEBOL. Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO: INICIAÇÃO AO FUTEBOL Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO: O jogo de futebol não é feito apenas de fundamentos (movimentos técnicos), a relação com a bola é uma das competências essênciais

Leia mais

CARACTERÍSTICAS ANTROPOMÉTRICAS E DE APTIDÃO FÍSICA DE ATLETAS DE FUTSAL FEMININO DA CIDADE DE MANAUS

CARACTERÍSTICAS ANTROPOMÉTRICAS E DE APTIDÃO FÍSICA DE ATLETAS DE FUTSAL FEMININO DA CIDADE DE MANAUS CARACTERÍSTICAS ANTROPOMÉTRICAS E DE APTIDÃO FÍSICA DE ATLETAS DE FUTSAL FEMININO DA CIDADE DE MANAUS INTRODUÇÃO RONÉLIA OLIVEIRA MELO VIANA, AGNELO WEBER DE OLIVEIRA ROCHA, UFAM UNIVERSIDADE FEDERAL DO.

Leia mais

11º Congreso Argentino y 6º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias CAPACIDADE DE SPRINTS DE FUTEBOLISTAS NA PRÉ-TEMPORADA

11º Congreso Argentino y 6º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias CAPACIDADE DE SPRINTS DE FUTEBOLISTAS NA PRÉ-TEMPORADA 11º Congreso Argentino y 6º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias CAPACIDADE DE SPRINTS DE FUTEBOLISTAS NA PRÉ-TEMPORADA André de Mello Azevedo- Universidade Federal de Santa Mariaazvdo_andre@hotmail.com

Leia mais

Os Times mais VALIOSOS da Libertadores da América

Os Times mais VALIOSOS da Libertadores da América PLURI ESPECIAL Os Times mais VALIOSOS da Libertadores da América Autor Fernando Pinto Ferreira Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte, e Pesquisa de Mercado. fernando@pluriconsultoria.com.br

Leia mais

Metodologia III METODOLOGIA. Universidade da Beira Interior 51

Metodologia III METODOLOGIA. Universidade da Beira Interior 51 III METODOLOGIA Universidade da Beira Interior 51 3.1 Instrumento a utilizar Para a realização deste trabalho de investigação vamos utilizar o método de aplicação de uma escala de auto-conceito. O instrumento

Leia mais

Pesquisa registrada para publicação:

Pesquisa registrada para publicação: Pesquisa registrada para publicação: Esta Pesquisa foi registrada em conformidade ao artigo 33 da Lei 9.504/97 e à Resolução TSE 23.190 no Tribunal Superior Eleitoral - TSE sob o número: 37.706/2010 em

Leia mais

PESQUISA REGISTRADA NO TSE PROTOCOLO Nº

PESQUISA REGISTRADA NO TSE PROTOCOLO Nº PESQUISA ELEITORAL INTENÇÃO DE VOTO SÃO JOÃO DA BARRA SETEMBRO/2012 Pesquisa Eleitoral Intenção de Voto São João da Barra/ RJ 26 e 27 de Setembro de 2012 1 2 1. COMO FOI FEITA A PESQUISA... 3 2. RESPOSTAS...

Leia mais

ÍNDICE GERAL. Índice Geral..I Índice de Tabelas...III Índice de Figuras.V Lista de Anexos.VII Abreviaturas...IX. Agradecimentos...XI Resumo..

ÍNDICE GERAL. Índice Geral..I Índice de Tabelas...III Índice de Figuras.V Lista de Anexos.VII Abreviaturas...IX. Agradecimentos...XI Resumo.. Índice Geral ÍNDICE GERAL Índice Geral..I Índice de Tabelas...III Índice de Figuras.V Lista de Anexos.VII Abreviaturas...IX Agradecimentos.....XI Resumo..1 ESTUDO 1 Controlo e qualidade dos dados na prova

Leia mais

10H00 AF Porto / AF Aveiro. 10H00 AF Braga/ AF Viana do Castelo. 15H45 Final

10H00 AF Porto / AF Aveiro. 10H00 AF Braga/ AF Viana do Castelo. 15H45 Final 10H00 AF Porto / AF Aveiro 10H00 AF Braga/ AF Viana do Castelo 15H00 Apuramento do 3 4 classificados 3º e 4º 15H45 Final IV TORNEIO DE NATAL 2014 SUB/13 MUNICIPIO DA PÓVOA DE VARZIM PROGRAMA GERAL 22.DEZ.14

Leia mais

Os 25 Jogadores mais VALIOSOS da Libertadores da América

Os 25 Jogadores mais VALIOSOS da Libertadores da América PLURI ESPECIAL Os 25 Jogadores mais VALIOSOS da Libertadores da América Autor Fernando Pinto Ferreira Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte, e Pesquisa de Mercado. fernando@pluriconsultoria.com.br

Leia mais

CAPÍTULO III METODOLOGIA

CAPÍTULO III METODOLOGIA CAPÍTULO III METODOLOGIA 3.1. Selecção Inicial da Amostra A selecção inicial da amostra foi efectuada com base na tabela classificativa da Federação Portuguesa de Rugby (FPR), relativa ao ano de 2004/2005.

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL Nº19

COMUNICADO OFICIAL Nº19 Nº19 Para conhecimento da F.P.F., Associações, Clubes, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados, comunica-se que esta Direcção deliberou o seguinte: 1.MARCAÇÃO DE JOGOS DISTRITAL :

Leia mais

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Matemática e suas Tecnologias Matemática

Atividade extra. Exercício 1. Exercício 2. Matemática e suas Tecnologias Matemática Atividade extra Exercício 1 Os dados referem-se ao numero de pessoas por casa, de domicílios localizados em uma rua, de um bairro do Rio de Janeiro. 2344534 53155 1345553 2254423 5454249 Qual é a moda

Leia mais

Os 30 TIMES mais VALIOSOS do SUL

Os 30 TIMES mais VALIOSOS do SUL PLURI ESPECIAL Os 30 TIMES mais VALIOSOS do SUL Autor Fernando Pinto Ferreira Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte, e Pesquisa de Mercado. fernando@pluriconsultoria.com.br Twitter:

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE SATISFAÇÃO COM A DEMOCRACIA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE SATISFAÇÃO COM A DEMOCRACIA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE SATISFAÇÃO COM A DEMOCRACIA SETEMBRO DE 2015 JOB1250 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O principal objetivo desse projeto é monitorar a satisfação com

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL COMUNICADO OFICIAL N.º 051 19.09.2017 -ÉPOCA 2017/2018 TAÇA DISCIPLINA - LEOPOLDO VILARINHO REGULAMENTO A Associação de Futebol de Setúbal com a finalidade de premiar o FAIR-PLAY nas suas competições,

Leia mais

PERFIL ANTROPOMETRICO E SOMATÓTIPO DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL FEMININA CATEGORIA SUB 20 CAMPEÃ MUNDIAL DE

PERFIL ANTROPOMETRICO E SOMATÓTIPO DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL FEMININA CATEGORIA SUB 20 CAMPEÃ MUNDIAL DE PERFIL ANTROPOMETRICO E SOMATÓTIPO DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL FEMININA CATEGORIA SUB 20 CAMPEÃ MUNDIAL DE 2005 Antônio Rizola Neto (1) Cristino Julio Alves da Silva Matias (2) Pablo Juan Greco (2)

Leia mais

AULA 01 Introdução. Ernesto F. L. Amaral. 09 de agosto de 2011 Avaliação de Políticas Públicas (DCP 046)

AULA 01 Introdução. Ernesto F. L. Amaral. 09 de agosto de 2011 Avaliação de Políticas Públicas (DCP 046) 1 AULA 01 Introdução Ernesto F. L. Amaral 09 de agosto de 2011 Avaliação de Políticas Públicas (DCP 046) ESTRUTURA DA AULA 2 Abordagem de pesquisa quantitativa Abordagem de pesquisa qualitativa Métodos

Leia mais

INVESTIMENTOS PÚBLICOS FEDERAIS PARA AS CATEGORIAS DE BASE DO NADO SINCRONIZADO BRASILEIRO: UMA ANÁLISE DO PERÍODO

INVESTIMENTOS PÚBLICOS FEDERAIS PARA AS CATEGORIAS DE BASE DO NADO SINCRONIZADO BRASILEIRO: UMA ANÁLISE DO PERÍODO INVESTIMENTOS PÚBLICOS FEDERAIS PARA AS CATEGORIAS DE BASE DO NADO SINCRONIZADO BRASILEIRO: UMA ANÁLISE DO PERÍODO 2013-2014 LUZ, Wallinson Ramos Sant ana da (Educação Física/UFPR) ORDONHES, Mayara Torres

Leia mais

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA. - Curso de Psicologia -

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA. - Curso de Psicologia - Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA - Curso de Psicologia - Descrição do Curso: O Curso de Psicologia oferece formação no perfil

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE NATALIDADE

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE NATALIDADE PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE NATALIDADE MARÇO DE 2018 JOB0288 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O objetivo principal da pesquisa é medir a intenção da população sobre gestação e adoção.

Leia mais

Serafina Corrêa. Pesquisa C0006 Administrativa

Serafina Corrêa. Pesquisa C0006 Administrativa RELATÓRIO DE PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Serafina Corrêa Pesquisa C0006 Serafina Corrêa Página 1/1 METODOLOGIA Objetivo: Levantar junto aos eleitores da área em estudo, opiniões relacionadas a assuntos

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE SINTOMAS E FONTES DE ESTRESSE EM JOVENS ADOLESCENTES DA MODALIDADE RUGBY EM UMA COMPETIÇÃO OFICIAL

IDENTIFICAÇÃO DE SINTOMAS E FONTES DE ESTRESSE EM JOVENS ADOLESCENTES DA MODALIDADE RUGBY EM UMA COMPETIÇÃO OFICIAL IDENTIFICAÇÃO DE SINTOMAS E FONTES DE ESTRESSE EM JOVENS ADOLESCENTES DA MODALIDADE RUGBY EM UMA COMPETIÇÃO OFICIAL CAMBUSANO, Állan Cristhian Renci ¹ Bacharel em Educação Física - UNIBRASIL¹ MAIA,Juliana

Leia mais

SINTOMAS DE ESTRESSE EM ATLETAS DE VÔLEI DE PRAIA DE ALTO RENDIMENTO

SINTOMAS DE ESTRESSE EM ATLETAS DE VÔLEI DE PRAIA DE ALTO RENDIMENTO SINTOMAS DE ESTRESSE EM ATLETAS DE VÔLEI DE PRAIA DE ALTO RENDIMENTO Ellen Fernanda da Silva Ferreira / UFMT Diego Augusto Nunes Rezende / UFMT Raissa Sporl Boeck / UFMT Paulo Ricardo Martins Nunez / UFMT

Leia mais

PERCENTUAL DE GORDURA E CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO: UMA ASSOCIAÇÃO DE VARIÁVEIS DE APTIDÃO FÍSICA DE ATLETAS DE FUTEBOL

PERCENTUAL DE GORDURA E CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO: UMA ASSOCIAÇÃO DE VARIÁVEIS DE APTIDÃO FÍSICA DE ATLETAS DE FUTEBOL PERCENTUAL DE GORDURA E CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO: UMA ASSOCIAÇÃO DE VARIÁVEIS DE APTIDÃO FÍSICA DE ATLETAS DE FUTEBOL PETERSON LUIZ REGERT, CAROLINA KOEHLER, ÉBONI MARÍLIA REUTER, HILDEGARD HEDWIG POHL,

Leia mais

SISTEMATIZAÇÃO DE ENSINO DO FUTEBOL PARA CRIANÇAS DE 10 E 11 ANOS: comportamento da qualidade de realização dos princípios táticos

SISTEMATIZAÇÃO DE ENSINO DO FUTEBOL PARA CRIANÇAS DE 10 E 11 ANOS: comportamento da qualidade de realização dos princípios táticos SISTEMATIZAÇÃO DE ENSINO DO FUTEBOL PARA CRIANÇAS DE 10 E 11 ANOS: comportamento da qualidade de realização dos princípios táticos Rodrigo Leal de Queiroz Thomaz de Aquino / EEFERP-USP Mariana Alonso Marques

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DAS AÇÕES DE FINALIZAÇÃO EM JOGOS DE FUTSAL: uma análise técnico-tática

CARACTERIZAÇÃO DAS AÇÕES DE FINALIZAÇÃO EM JOGOS DE FUTSAL: uma análise técnico-tática CARACTERIZAÇÃO DAS AÇÕES DE FINALIZAÇÃO EM JOGOS DE FUTSAL: uma análise técnico-tática Alexandre Andrade Gomes / UNI-BH Leonardo Henrique Silva Fagundes / UNI-BH Pablo Ramon Coelho de Souza / UNI-BH Alessandro

Leia mais

Regulamento da Copa Natal Pré Mirim a Sênior

Regulamento da Copa Natal Pré Mirim a Sênior Regulamento da Copa Natal 2015 - Pré Mirim a Sênior DA DATA E LOCAL A Copa Natal 2015 Pré Mirim a Sênior será realizado nas dependências do GNU Piscina Externa de 50m Aquecida (localizado na Rua Quintino

Leia mais

CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I

CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA - LARM DEPARTAMENTO TÉCNICO CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 2ª DIVISÃO DE 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Disposições Preliminares: CAPÍTULO I Art.

Leia mais

RELAÇÃO ENTRE O SETOR DA QUADRA E O DESFECHO DO CONTRA-ATAQUE NO FUTSAL FEMININO DE ALTO RENDIMENTO

RELAÇÃO ENTRE O SETOR DA QUADRA E O DESFECHO DO CONTRA-ATAQUE NO FUTSAL FEMININO DE ALTO RENDIMENTO RELAÇÃO ENTRE O SETOR DA QUADRA E O DESFECHO DO CONTRA-ATAQUE NO FUTSAL FEMININO DE ALTO RENDIMENTO Loani Landin Istchuk / UEL Wilton Carlos de Santana / UEL Hélcio Rossi Gonçalves / UEL loaniistchuk@hotmail.com

Leia mais

EFEITOS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM-TREINAMENTO NO DESEMPENHO DE HABILIDADES TÉCNICAS DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-13

EFEITOS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM-TREINAMENTO NO DESEMPENHO DE HABILIDADES TÉCNICAS DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-13 EFEITOS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM-TREINAMENTO NO DESEMPENHO DE HABILIDADES TÉCNICAS DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-13 Pablo Vecchi Moreira / UFV Mariana Calábria Lopes / UFV Israel Teoldo

Leia mais

Pesquisar é... 16:54

Pesquisar é... 16:54 16:54 PESQUISA Pesquisar é... procurar respostas para indagações propostas. a realização concreta de uma investigação planejada, desenvolvida e redigida de acordo com as normas da metodologia consagrada

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Namorados 2012 IFEPD/AL

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Namorados 2012 IFEPD/AL Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Namorados 2012 IFEPD/AL Maceió, 06/06/2012 0 Sumário INTRODUÇÃO 2 ASPECTOS MERCADOLÓGICOS 5 PERFIL DOS ENTREVISTADOS Gráfico 01 Sexo 3 Gráfico

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JULHO DE 2017 JOB0484 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO Levantar informações sobre o cenário eleitoral de 2018, bem como

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE EXPECTATIVAS PARA 2016

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE EXPECTATIVAS PARA 2016 PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE EXPECTATIVAS PARA 2016 JANEIRO DE 2016 JOB1686 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO O objetivo desse projeto é identificar as expectativas da população para o

Leia mais

3 Dados e métodos do estudo 3.1. Objetivo da pesquisa

3 Dados e métodos do estudo 3.1. Objetivo da pesquisa 3 Dados e métodos do estudo 3.1. Objetivo da pesquisa O objetivo principal desta pesquisa é retratar e analisar, a partir de uma amostra de estudantes de administração, os valores dos jovens profissionais

Leia mais

Parte Teórica: Ministração de palestras por profissionais do esporte, na área de esporte, saúde, disciplina e convivência em grupo.

Parte Teórica: Ministração de palestras por profissionais do esporte, na área de esporte, saúde, disciplina e convivência em grupo. O Projeto A prática de qualquer atividade física, sendo bem orientada por profissionais capacitados, já deixou comprovado que melhora a saúde, ajuda no desenvolvimento escolar e aumenta a capacidade de

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE OTIMISMO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE OTIMISMO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE OTIMISMO NOVEMBRO DE 2017 JOB1039 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O objetivo principal deste estudo é avaliar o nível de otimismo do Brasileiro. Brasil.

Leia mais

Associação de Andebol da Madeira ÉPOCA 2016/2017

Associação de Andebol da Madeira ÉPOCA 2016/2017 COMUNICADO OFICIAL Nº 1 ÉPOCA 2016-2017 Distribuição: FAP e Clubes Filiados 1. DEPARTAMENTO TÉCNICO 1.1 PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES Informamos todos os clubes que relativamente aos procedimentos a ter

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA Carlos Sacadura Outubro de 2011 Possibilitar a todas as crianças do nosso distrito a oportunidade de praticar futebol como um desporto de recreação, tempo livre e formação;

Leia mais

I I EITIC. Encontro de Inovação, Tecnologia e Iniciação Científica do IFAL. Resumo Ciências Humanas

I I EITIC. Encontro de Inovação, Tecnologia e Iniciação Científica do IFAL. Resumo Ciências Humanas TÍTULO ACOMPANHAMENTO DOS ALUNOS DO IFAL CAMPUS MARECHAL DEODORO INGRESSOS NO PROGRAMA DE AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO / ANO 2013 PARA DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL E AVALIAÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES Autor: Sileide da

Leia mais

NÚCLEO DE PESQUISA E ESTATÍSTICA (NUPE)

NÚCLEO DE PESQUISA E ESTATÍSTICA (NUPE) NÚCLEO DE PESQUISA E ESTATÍSTICA (NUPE) MANUAL DE NORMAS ASSESSORIA EM PESQUISA ACADÊMICA: ASSESSORIA EM ESTATÍSTICA ASSESSORIA EM PESQUISA APLICADA Novo Hamburgo 2017 SUMÁRIO 1 ASSESSORIA EM ESTATÍSTICA...

Leia mais

CLUBE DE FUTEBOL VASCO DA GAMA PLANO ESTRUTURAL

CLUBE DE FUTEBOL VASCO DA GAMA PLANO ESTRUTURAL CLUBE DE FUTEBOL VASCO DA GAMA PLANO ESTRUTURAL 1 ÍNDICE... 0 Índice... 2 Organograma Funcional do Departamento de Futebol... 7 Organograma Funcional do Departamento Médico / Clínico... 7 ORGANOGRAMA FUNCIONAL

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA ANEXO PROGRAMAS DOS CURSOS CURTA DURAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS COM SPSS

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA ANEXO PROGRAMAS DOS CURSOS CURTA DURAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS COM SPSS ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA ANEXO PROGRAMAS DOS CURSOS CURTA DURAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS COM SPSS ANÁLISE DE DADOS COM SPSS NÍVEL I - INTRODUTÓRIO OBJETIVOS Dotar os formandos de competências que permitam

Leia mais

Metodologia da Pesquisa

Metodologia da Pesquisa Metodologia da Pesquisa Apresentação Nome Área de atuação Tema de interesse para pesquisa O SABER CIENTÍFICO O SER HUMANO TEM UMA NECESSIDADE DE CONSTRUIR SABER POR SI SÓ. O PRINCIPAL OBJETIVO DA PESQUISA

Leia mais

ANÁLISE DO CONHECIMENTO TÁTICO PROCESSUAL DE JOGADORES DE FUTEBOL SUB-13 E SUB-15. PALAVRAS CHAVE: Conhecimento Tático Processual; Avaliação; Futebol.

ANÁLISE DO CONHECIMENTO TÁTICO PROCESSUAL DE JOGADORES DE FUTEBOL SUB-13 E SUB-15. PALAVRAS CHAVE: Conhecimento Tático Processual; Avaliação; Futebol. ANÁLISE DO CONHECIMENTO TÁTICO PROCESSUAL DE JOGADORES DE FUTEBOL SUB-13 E SUB-15 Eder Gonçalves (NUPEF/UFV) Israel Teoldo da Costa (NUPEF/UFV) egoncalves.ef@hotmail.com PALAVRAS CHAVE: Conhecimento Tático

Leia mais

Avaliação Morfofuncional

Avaliação Morfofuncional Avaliação Morfofuncional Aula Inaugural Prof. Cristiano Arruda 1 Apresentação acadêmica Licenciado e Bacharel em Educação Física (UFMG) Pós-graduado em Treinamento Esportivo (UFMG) MBA em Gestão Estratégica

Leia mais