E-COMMERCE: UM ESTUDO SOBRE O COMPORTAMENTO DOS CONSUMIDORES DA NERDSTORE 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "E-COMMERCE: UM ESTUDO SOBRE O COMPORTAMENTO DOS CONSUMIDORES DA NERDSTORE 1"

Transcrição

1 E-COMMERCE: UM ESTUDO SOBRE O COMPORTAMENTO DOS CONSUMIDORES DA NERDSTORE 1 Carlos Amauri de SOUZA 2 Marco Antônio PINHEIRO 3 Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI Resumo Empreendedores como o portal Jovem Nerd, produzem conteúdos de interesse ao público alvo. O mesmo pode abrir uma loja virtual por ter muitos acessos. A reputação gera mídia espontânea em redes sociais a favor ou não. O Foco desta pesquisa consiste em saber se o capital social e os conteúdos gerados pelo site influenciam as pessoas a comprarem na sua loja virtual. Para atender os objetivos da pesquisa qualiquanti foi trabalhado o método survey, onde o questionário coletou dados de uma população representada pelos curtidores da fanpage do Jovem Nerd. Após a coleta, realizou-se o tratamento dos dados cruzando informações estudadas da fundamentação teórica, além de tabulações e gráficos contribuindo para um relatório, onde descobriu-se que o público do site é influenciado pelo conteúdo trabalhado no site, e que demonstram um interesse significativo em comprar na Nerdstore. Palavras-chaves E-commerce; Comportamento do Consumidor; Nichos de Mercado. Introdução O e-commerce é um dos modelos de negócios que vem crescendo vertiginosamente na internet. É a forma online de compra e venda de produtos ou serviços. A vantagem de um negócio na internet, é que ele não precisa de um espaço físico, diminuindo custos. Além disso, está aberto 24 horas por dia oferecendo o produto/serviço para um público já segmentado pela loja. Segundo dados do site E-commerce Brasil (2013), em 2008 o número de e- consumidores cresceu de 13,2 para 37,6 milhões em A estimativa de faturamento desse mercado para o ano de 2013 será de 30 bilhões. 1 Trabalho apresentado XV Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul Palhoça - SC 8 a 10/05/ Acadêmico de Publicidade e Propaganda (UNIVALI) 3 Graduação em Ciência da Computação (UNIVALI). Mestre em Engenharia de Produção (UFSC). Atualmente professor da disciplina de Comunicação Digital do Curso de Publicidade e propaganda da (UNIVALI)

2 O foco desta pesquisa é identificar os motivos que levam as pessoas a comprarem em um site de nicho, nesse caso, o público nerd. Todos esses nichos em conjunto podem constituir um mercado tão grande quanto o dos hits, se não maior. Embora nenhum dos nichos venda grandes quantidades, são tantos os produtos de nicho que, como um todo, podem compor um mercado capaz de rivalizar com o dos hits. Anderson (2006) A probabilidade de gerar mais vendas em mercado de nicho é alta devido a um conteúdo totalmente elevado e focado o que, conseqüentemente impactará muito mais o internauta fazendo com que o site tenha uma taxa de conversão (vendas) mais alta. Por meio disso, a difusão desses conteúdos em redes sociais também são um meio de influência para que o público seja atraído. O próprio site pode estar presente em redes sociais divulgando seu produto ou somente publicando conteúdos que possam vir a influenciar seu público alvo. No entanto, uma pessoa impactada gera compartilhamentos, comentários. Com isso uma rede de conteúdos criados pelo perfil oficial do site gera mídia espontânea, (Recuero, 2009). Os nichos de mercado estão cada vez mais em alta na internet. Produtores de conteúdo estão surgindo cada vez mais focados em seus públicos alvos. Com o crescimento desse mercado, chegou-se a um ponto onde a percepção de confiança dessas lojas virtuais devem ser analisadas e entender como esses sites podem influenciar na compra de um produto. Com base no problema já contextualizado, essa pesquisa tem como objetivo geral saber quais os fatores que levam o consumidor a comprar pela loja online do site Jovem Nerd. No entanto, buscou-se especificamente identificar se os conteúdos disponibilizados pelo site Jovem Nerd influenciariam na compra de um produto; categorizar os itens que geram mais interesse de compra; e descobrir qual o perfil do consumidor do Jovem Nerd. Foi definido uma populaça o de pessoas para a coleta de dados, que sa o os curtidores da Fanpage do JovemNerd no Facebook no Brasil. Para o ca lculo da amostra foi trabalhado um erro amostral de 5% e confiabilidade de 90%, sendo necessa ria uma amostra de 271 questiona rios. Foram conseguidas 330 respostas ao questiona rio aplicado. Apo s a coleta realizou-se o tratamento dos dados através da estatística

3 descritiva, os mesmos sera o demonstrados por meio de tabulaço es, gra ficos e tabelas na seque ncia deste trabalho. O tema abordado se configura como um dos principais modelos de negócios da Era Digital devido ao seu vertiginoso crescimento no país e com perspectivas muito grandes para os próximos anos. O site Nextecommerce (2013) afirma que devido ao maior número de profissionais capacitados atuando nesse mercado, chama a atenção de empresas e investidores cada vez maiores. Outro ponto é a melhora tecnológica e operacional tanto dos fornecedores quanto dos varejistas que estão entendendo cada vez mais do negócio e do mercado brasileiro de vendas online. O e-commerce está cada vez mais abrangente na internet e cada vez mais os Brasileiros estão optando por abrir um negócio online do que uma loja física devido a diminuição de custos. A vantagem de conseguir clientes é muito mais alta no mundo web. Sabendo ter planejamento de mercado, estudar e entender o seu público alvo é essencial para quem deseja trabalhar com e-commerce. A realização desse trabalho é de suma importância para o âmbito da cultura e- commerce, pois tem como objetivo investigar como um site pode influenciar nas vendas de uma loja virtual, algo que está sendo cada vez mais aprofundado por profissionais do ramo. Além da possibilidade de ser um artigo de referência a ser consultado para que futuros empreendedores que queiram abrir um negócio na internet. O trabalho encontra-se dividido na seguinte maneira, no primeiro momento, encontramse fundamentados os seguintes títulos: e-commerce, comportamento do consumidor e nichos de mercado. A seguir é mostrada a metodologia de pesquisa do trabalho, posteriormente as análises de resultados, e para finalizar o trabalho, conclui-se com as considerações finais dando um entendimento geral sobre o assunto trabalhado. Contextualizando o E-commerce no Ambiente Virtual O conceito de e-commerce para MacCulloch (2007), comércio eletrônico ou comércio virtual é um tipo de transação comercial feita por meio eletrônico, como o ato de vender, comprar ou mesmo pagar contas via internet. É, também, um dos modelos de negócios que vem crescendo vertiginosamente na internet. De acordo com o site E-commerce.org (2013) relata, o crescimento desse mercado foi de 4.400%, tendo por base o faturamento anual no Brasil que foi de 0,5

4 bilhões em 2011 para 22,5 bilhões de reais em É a forma online de compra e venda de produtos ou serviços. A vantagem de um negócio na internet, é que ele não precisa de um espaço físico, diminuindo custos. Além disso, estão abertas 24 horas por dia oferecendo o produto/serviço para um público já segmentado pela loja. Pode-se encontrar na internet quatro classificações de transações eletrônicas segundo Fleury (2001). O B2C (negócios para consumidor) ou business to consumer, são as transações feitas através de uma pessoa jurídica (empresa, fornecedor) para uma pessoa física (consumidor). As transações realizadas entre empresas, business to business (negócio para negócio, ou B2B) compreendem outra forma de interação no mercado eletrônico. O C2B consumer to business (consumidor para negócios) compreende as transações entre uma pessoa física (consumidor) e uma pessoa jurídica (empresa). Outra transição eletrônica encontrada na internet é o C2C consumer to consumer (consumidor para consumidor) que é caracterizado pelas compras entre consumidores cadastrados em plataformas online como o Mercado Livre. As diferenças entre uma loja virtual e outra são bem diversificadas. A forma como elas interagem com seu público é o fator primordial que demonstra as suas características. Conforme diz Albertin (2001), os sistemas do e-commerce podem: conectar diretamente compradores e vendedores; apoiar troca de informações totalmente digitadas entre eles; eliminar os limites de tempo e lugar; apoiar interatividade, podendo adaptar-se dinamicamente ao comportamento do cliente; e podem ser atualizados em tempo real, mantendo-se sempre atualizados. Com o passar do tempo e a popularização da internet, as pessoas começaram a ficar mais conectadas devido às primeiras redes sociais. No começo, essas redes ainda não eram muito exploradas pela publicidade, aos poucos essa ideia foi sendo difundida e muitas empresas perceberam o aproveitamento que isso poderia contribuir para estratégias da marca (Paraiso, 2013). Grande parte do posicionamento das empresas hoje, falando na imagem dessas organizações, as referências e a fidelidade que elas podem engajar o consumidor, são devido à presença delas em redes sociais, local onde grande parte do seu público alvo encontra-se.

5 Porém, com a grande quantidade de empresas presentes hoje em comunidades virtuais, passa a ser percebida uma concorrência muito acirrada, em que essas organizações precisam se adequar e fazer com que o impacto causado pelas suas estratégias de marketing seja de grande influência para o seu cliente. Quando uma empresa consegue criar uma imagem com um conceito de alto impacto e respeito, gera um status de maior percepção para os consumidores (Paraiso, 2013). Comportamento do Consumidor O comportamento do consumidor pode nos apresentar respostas tendo como base seus motivos de busca, o que facilita muito a segmentação de produtos, segundo Torres (2009). Do ponto de vista de Limeira (2008), para o entendimento do comportamento de compra, é necessário ter dois conceitos definidos: desejo e necessidade. Limeira (2008) diz que 1º- necessidade designa um estado de care ncia, privação ou sensação de algo essencial ; 2º- desejo é um estado psicológico direcionado a obtenção de uma satisfação para si mesma, sem que seja preciso haver uma carência, que justifique o sentimento e a ação decorrentes. Os consumidores estão cada vez mais relacionando-se no mundo online com muita agilidade e as empresas estão demorando mais para adaptar-se à esse fato. Conforme o site Empreendedor online (2011) nos diz, o ano de 2010 encerrou-se com 40% das transações realizadas pela internet, 23% por Call Centers e 19% nas agências. O número de conexões via mobile cresce significativamente sendo que mais de três bilhões de compras no mundo são feitas via celular. Sabendo disso, as empresas que desejam atingir seu público alvo com uma estratégia de comunicação eficiente, deverá conhecer melhor seus hábitos na internet para que os objetivos de comunicação, relacionamento e compras seja cumprido. A internet pode ajudar muito consumidores a tomar sua decisão de compra, assim como cita o site Empreendedor online (2013) mediante a conteúdos relacionados ao produto em vista de compra, bem como comentários que possam vir a dar alguma referência positiva ou não, são fontes de informação. As redes sociais desempenham um papel muito importante nessa pesquisa feita pelo consumidor. Positividade quanto negatividade geram compartilhamentos na internet. Segundo uma pesquisa feita pelo Google (2011), a internet é uma mídia de massa no Brasil com 86 milhões de usuários o

6 que representa um percentual de 42% da população brasileira que consome algum conteúdo digital. Com isso, o aproveitamento da mídia está fragmentado: onde 76% dos internautas navegam na web assistindo TV sendo que 54% comentam na internet sobre o programa que está assistindo, ou seja, os meios se complementam; o consumo offline em horas semanais representa 16h fragmentadas em 9h assistindo TV, 4h ouvindo rádio e 3h lendo jornais/revistas, quanto ao consumo online está representado por 20h. Nichos de Mercado O Comércio eletrônico está inserido num mercado de diversos segmentos. No entanto, buscou-se entender, qual é o contexto do e-commerce em mercado de nicho. Na visão do site E-commerce.org (2013), este segmento compreende em ter o foco de seu público alvo em um mercado mais direcionado à consumidores que apresentam um perfil com características semelhantes. No entanto, o produto ou serviço a ser ofertado, representa um interesse de busca maior. Um site que tem esse foco em público mais segmentado tem a facilidade de abordar estilos de conteúdos que tenham mais impacto para os seus visitantes. Comparando ao que foi dito anteriormente, o site Empreendedor online (2013) afirma que, além disso, é necessário estar antenado e ter muito conhecimento do perfil da demanda que deseja atender. Fundamentando mais esse conceito, podemos comparar ao que o site do E- commerce.org (2013) nos diz que no mercado, os grandes varejistas têm uma forte influência de compra, devido à sua credibilidade conquistada com o tempo e também a larga escala de comercialização que lhe permite obter um custo menor podendo assim repassar para o cliente um produto com preços mais acessíveis, em contrapartida, como essas empresas possuem um público muito grande, porém, com características heterogêneas, levam mais tempo para acompanhar as tendências do mercado devido à falta de um público mais segmentado. Por outro lado, as empresas situadas nos nichos de mercado praticamente não encontram problemas com isso, pois seu público já apresenta uma personalidade mais homogênea e o site pode se comunicar com mais facilidade. Segundo Anderson (2006), a resultante ascensão da cultura de nicho transformará o panorama social. As pessoas estão formando milhares de tribos de interesse culturais, conclui-se que os internautas estão procurando interesses específicos acabando por

7 assim despertando insights de futuros empreendedores a abrirem um negócio pela internet produzindo conteúdos que engajem seu público alvo. Já Adolpho (2013) diz que, converter seu capital social (toda a reputação obtida a partir de seus conteúdos que venham a agregar valor ao seu público) em capital financeiro, é trabalhar com e- commerce vendendo seus produtos. Os nichos de mercado devem ser focados principalmente nos clientes, pelo ponto de vista de Brooks (1993), o diferencial de uma loja virtual está em manter o foco nas necessidades dos clientes e não somente no produto. A empresa deve saber identificar as necessidades do seu público alvo e conseguir oferecer um produto com características focadas em seus clientes. Conhecer o cliente como também atender suas necessidades específicas é crucial para um bom relacionamento contribuindo para um valor maior percebido da empresa. Com isso, a organização consegue gerar um impacto maior nos seus clientes causando assim uma possível fidelização. Se as pessoas acreditarem bastante no que você está vendendo, certamente irá fazer muitas vendas não se importando pelo preço ofertado. Certamente, vender algum produto / serviço pela internet não é tão simples como se imagina. Pelo ponto de vista de Brooks (1993), o objetivo está principalmente em construir um valor para a marca e transparecer credibilidade e confiança ao público alvo. Para sobreviver num mercado tão disputado é necessário ultrapassar a falta de confiança e convencer seus clientes que você está dizendo é verdade e mostrar que o valor dos benefícios que está oferecendo é maior do que o preço que está cobrando, Brooks (1993). Um comparativo ao que o autor citado acima nos mostrou, é que o mesmo ponto de vista por Adolpho (2013) é refletido também no ambiente online, onde a organização deve criar sua página na internet voltada especificamente ao seu público alvo aliada à redação bem escrita mostrando todos os aspectos do produto bem como textos que ajudam a reforçar o conceito do mesmo a gerar vendas, fazendo com que os objetivo de uma loja virtual seja atendida. Metodologia

8 Inicialmente este estudo pode ser caracterizado como uma pesquisa exploratória, de acordo com Gil (1991) esse tipo de estudo envolve levantamento bibliográfico em livros e artigos da internet que se relacionam com o assunto. Para Mattar (2011), a pesquisa exploratória tem como objetivo prover o pesquisador de maior conhecimento sobre o tema ou problema de pesquisa em perspectiva. Para levantamento bibliográfico foram buscados autores de referência para os conceitos de E-commerce, Comportamento do Consumidor e Mercados de Nicho. A abordagem desta pesquisa foi definida como descritiva transversal e simples. A pesquisa descritiva tem o intuito de descrever o fenômeno do E-commerce, Comportamento do Consumidor e Nichos de Mercado com base em referenciais teóricos, unindo opiniões de teóricos e estudiosos do tema, bem como pesquisas feitas nessa área. Segundo Mattar (2011), as pesquisas descritivas são procedimentos formais, bem estruturados e dirigidos para a solução de problemas ou avaliação de alternativas de curso e ação. O recorte transversal e simples, conforme relata Malhotra (2006) é um estudo no qual é extraída da população-alvo uma amostra de entrevistados e as informações são obtidas desta amostra somente uma vez. O método de análise da pesquisa será quantitativo, de acordo com Gil (1991) uma pesquisa quantitativa consiste em traduzir em números opiniões e informações para classificá-las e analisá-las. A pesquisa também terá uma abordagem qualitativa, examinando fenômenos principalmente através de palavras com foco no contexto, o significado e a dinâmica dos mesmos (Weiss, 1998). Como instrumento de coleta de dados foi utilizado um questionário com finalidade de coletar dados primários. Este questionário foi estruturado com perguntas claras e objetivas e disponibilizado através do Google Docs em vários canais sociais, primeiramente foram entrevistados 5 pessoas como um pré-teste por dois dias para identificar falhas no questionário, e posteriormente de forma oficial por uma semana. A populaça o de estudo foi representada por pessoas, que sa o os curtidores da Fanpage do JovemNerd no Facebook no Brasil. Para o ca lculo da amostra foi trabalhado um erro amostral de 5% e confiabilidade de 90%, sendo necessa ria uma amostra de 271 questiona rios. Foram conseguidas 330 respostas ao questiona rio aplicado. Apo s a coleta realizou-se a tabulação e o tratamento dos dados através da estatística descritiva, os mesmos sera o demonstrados por meio de tabulaço es, gra ficos e tabelas na seqüe ncia deste trabalho.

9 O Perfil do Consumidor que Visita o Site Jovem Nerd A pesquisa nos mostra que a grande parte dos entrevistados são homens que se encontram na faixa de 16 a 20 anos em sua grande maioria está estudando e trabalhando. Na TV possuem uma preferência maior por filmes, com 304 respostas e seriados com 300, ambos representaram 39% da questão. Observa-se então que os conteúdos abordados pelo grupo Jovem Nerd, que estão intrínsecos nos programas, Nerdplayer, Nerdoffice e principalmente no MRG, são realmente a preferência do seu público alvo. Confirma-se o que foi estudado citando o que o site E-commerce.org (2013) exemplificou que, este segmento compreende em ter o foco de seu público alvo em um mercado mais direcionado à consumidores que apresentam um perfil com características semelhantes. A pesquisa também buscou saber o interesse maior por conteúdos web. Constatou-se então que os games, tema que também é abordado pelo quadro Nerdplayer, representou o maior percentual de busca dadas pelos respondentes. Um embasamento teórico que pode exemplificar mais essa questão é o que foi estudado anteriormente em Modelos de E-commerce, onde o mais apropriado para este segmento do grupo Jovem Nerd é o B2C Business to consumer que, consiste no comércio em varejo, onde a empresa (que é inovadora) deve criar um ambiente amigável tanto na parte do layout da página como, principalmente, o próprio conteúdo para que os usuários possam consumir, passar por uma experiência nova e ter uma percepção de qualidade e confiança daquele site, conforme diz Chak (2004). Confirma-se mais uma vez então o que foi estudado, que em nichos de mercado os conteúdos abordados por um site devem ter o foco na preferência de seu público alvo, algo que o grupo Jovem Nerd vem sempre focando Adolpho (2013). Foi buscado saber também se o público participante já fez ou não compras pela internet e sua freqüência. Constatou-se que a maioria dos entrevistados respondeu que sempre faz compras. Conforme o site Empreendedor online (2011) nos diz, o ano de 2010 encerrou-se com 40% das transações realizadas pela internet, 23% por Call Centers e 19% nas agências. O número de conexões via mobile cresce significativamente sendo que mais de três bilhões de compras no mundo são feitas via celular.

10 Conteúdos que Influenciam na Compra de um Produto da Nerdstore Nesta fase da pesquisa foi descoberto que 87% dos entrevistados, praticamente quase todo o universo pesquisado, responderam que consomem os conteúdos disponibilizados pelo site Jovem Nerd. E o programa identificado que possui mais preferência entre os respondentes do questionário é o Nerdcast com 266 respostas, conteúdo mais antigo do site que aborda diversos assuntos pertinentes ao estilo do perfil do público. Além disso, os demais conteúdos publicados no site foram categorizados numa ordem por preferência dos entrevistados, identificou-se que o Nerdoffice ficou em segundo com 235 respostas, 22%; em seguida, Nerdplayer, 204 votos, 19%; MRG 154 votos, 15%; o programa com uma abordagem totalmente diferente dos demais é o próximo da sequência, Cozinha de Jack com 111 votos, 11%; Colunas com 62 votos, 6%; e, por último, Contos com 21 respostas, 2%. Além da preferência dos programas postados na página, a confiabilidade percebida pelos apresentadores do Jovem Nerd foi outro fator que foi buscado saber, a pesquisa mostra que é consideravelmente alta. Conclui-se que os assuntos abordados e os argumentos dados por Allotoni e Azaghal realmente são de grande influência para o público do site. Pelo ponto de vista de Brooks (1993), o objetivo está principalmente em construir um valor para a marca e transparecer credibilidade e confiança ao público alvo. Se as pessoas acreditarem bastante no que você está falando, certamente irá fazer muitas vendas não se importando pelo preço ofertado. Vender algum produto / serviço pela internet não é tão simples como se imagina. O engajamento proporcionado pelos conteúdos do Jovem Nerd apresenta-se de forma alta, devido a significante freqüência que os usuários consomem os conteúdos do site. Foi obtido uma média de 4 a 5 visitas por semana na página. Este número de acessos justifica o que Adolpho (2013) nos mostra que todo o capital social trabalhado pela marca acaba gerando um valor percebido pelo público, o que gera uma confiança consideravelmente alta fazendo com que esses internautas se sintam motivados a comprar na loja virtual. No entanto, com o impacto causado pelos conteúdos, houve uma certa influência da página, gerando assim, uma confiança maior dos consumidores: das 301 respostas, 246 usua rios (82%) responderam que sim, ou seja, acham que o conteúdo do site Jovem

11 Nerd influenciaria na sua compra em produtos na Nerdstore, contra 55 dos internautas que responderam que não acham que o conteúdo influencia ou não sabem. Itens que Geram mais Interesse de Compra Por fim, este último objetivo específico teve como função identificar se os internautas já fizeram alguma compra na Nerdstore além de categorizar os itens que geraram mais interesse, por meio de perguntas focadas em motivos de compra percebidos pelo produto escolhido. Além disso, foi descoberto o volume de possíveis compradores que foram identificados dizendo estar interessado em comprar na Nerdstore. A primeira pergunta foi saber se o usuário já comprou algum produto da Nerdstore, o que resultou em 170 respostas (52%) dizendo que sim, ja tinham feito alguma compra na loja. Observa-se que o produto que teve mais vendas e/ou preferência de compra foi as camisetas com um percentual de 47% totalizando 143 respostas. Foi analisado qual(s) o(s) motivo(s) que levaram a comprar este produto: foi detectado primeiramente pelos 144 internautas (43%) que o visual atraente foi o motivo principal de compra; a opção remete à algum conteúdo do site Jovem Nerd encontra-se como motivo secundário pelas 113 respostas, 34%; status e valor (preço) encontram-se em seguida com 8% e 7% respectivamente; e, por último, a opção outros deixou aberto para respostas pessoais dos internautas que foram: conteúdos de seriados favoritos; assuntos de meu interesse; qualidade excepcional; e etc. Encerra-se a pesquisa questionando se os entrevistados concordam em comprar na Nerdstore. 85% concordam em comprar na loja virtual do Jovem Nerd. Pode-se confirmar diversos aspectos do que foi discutido que retrata toda a eficiência desde o valor agregado por um site de nicho até as significativas vendas realizadas pela loja virtual do Jovem Nerd. Considerações Finais

12 O mercado de nicho propõe uma forma diferenciada de relacionamento com os consumidores, devido a uma segmentação direcionada a públicos com características muito próximas. Sites que se encontram neste segmento podem proporcionar conteúdos influenciáveis e produtos que representam um alto valor percebido pelos consumidores visitantes. Por outro lado, o comportamento do consumidor é de suma importância para entender as relações com os conteúdos propostos que um site de nicho tem a oferecer. A interatividade com o usuário está sendo trabalhado cada vez mais em ambientes online com o objetivo de passar uma comunicação que possa fidelizar o consumidor, fazendo com que o mesmo se sinta convidado a voltar mais vezes à página e consumir o conteúdo publicado gerando mais vendas. Considerando esse estudo, esta pesquisa teve como objetivo principal detectar pela fanpage do Jovem Nerd no facebook, quais os fatores que levam o consumidor a comprar pela Nerdstore tendo como objetivos específicos; detectar se os conteúdos disponibilizados pelo site JovemNerd influenciam na compra de um produto; categorizar os itens que geram mais interesse de compra; descobrir qual o perfil do consumidor do Jovem Nerd. Através do método survey, o questionário foi aplicado para coletar as informações A pergunta de pesquisa foi respondida após as análises dos gráficos. Foi constatado que a influência gerada pelo grupo Jovem Nerd é de alto impacto através dos seus conteúdos interativos. A partir disso, foram detectadas diversas variáveis que contribuíram para a pesquisa. A linha de raciocínio proposta para os três objetivos específicos da pesquisa contribuiu para resultados que respondem aos objetivos da pesquisa. Identificou-se que o público é o jovem de 20 a 25 anos que estuda e trabalha e consome conteúdos na TV e na web igualmente publicados pelo Jovem Nerd, e que o site realmente influencia esse público a comprar na Nerdstore gerando um alto impacto através dos próprios apresentadores e publicações. A partir disso, descobriu-se que as camisetas vendidas representam o maior índice de compras dos consumidores devido ao seu visual atraente e também por remeter a algum conteúdo do site. Foi percebido como limitação a resistência das pessoas em responder um questionário de pesquisa científica também foi outro fator que atrasou mais a coleta dos dados.

13 Sugere-se como estudos futuros as interações desses usuários do mercado de nicho em redes sociais através, também, de uma análise netnográfica que seria bem vinda para estudar o que os internautas estão dizendo, vivenciando cada detalhe. Estudar o comportamento do consumidor e suas características de interações é de suma importância para qualquer organização / empresa. Este estudo pode servir como contribuição para o âmbito da publicidade por se tratar da área de vendas online, onde o empreendedor, sabendo lidar com seu público alvo inseridos em um mercado de nicho, consegue criar conteúdos que engaje o consumidor fazendo com que sua loja virtual venha a gerar vendas significativas. Referências Bibliográficas ALBERTIN, Alberto Luiz. Comércio Eltrônico: modelo, aspectos e Contribuições de sua aplicação. São Paulo: Atlas, BROOKS, William T. Vendendo para Nichos de Mercado. São Paulo: Atlas, CHAK, Andrew. Como criar sites persuasivos. São Paulo: Gisélia Costa, CONRADO ADOLPHO. Sim. Nós podemos mudar o mundo. Disponível em: <http://conrado.com.br/sim-nos-podemos-mudar-o-mundo/>. Acesso em: 03 set E-COMMERCE.ORG. O E-commerce decola. Disponível em: <http://www.ecommerce.org.br/artigos/e-commerce_decola.php>. Acesso em: 14 set E-COMMERCE BRASIL (Brasil). O crescimento do E-commerce no Brasil.Disponível em: <https://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/o-crescimentodo-e-commerce-no-brasil/>. Acesso em: 03 set EMPREENDEDOR ONLINE. Marketing e varejo de nichos no mundo online. Disponível em: <http://www.empreendedoronline.net.br/marketing-e-varejo-denichos/>. Acesso em: 08 out FLEURY, André Leme. Dinâmicas organizacionais em mercados eletrônicos. São Paulo: Atlas, GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, GOOGLE. Consumo. Disponível em: <http://www.consumerbarometer.com/>. Acesso em: 06 out LIMEIRA, T. Comportamento do consumidor brasileiro. São Paulo: Saraiva, 2008.

14 MALHOTRA, Naresh K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 4ª ed.porto Alegre,RS. Bookman Companhia, MATTAR, FauzeNajib. Pesquisa de Marketing. 3º ed. São Paulo: Atlas, NEXTECOMMERCE. Perspectivas para o Ecommerce em 2013 no Brasil.Disponível em: <http://nextecommerce.com.br/perspectivas-para-o-ecommerceem-2013-no-brasil/>. Acesso em: 03 set PARAISO, Gustavo. O E-commerce nas Redes Sociais. Pernambuco: RECUERO, Raquel. Redes Sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, SCANDOLARA, Diogo. O que é E-commerce? Disponível em: <http://tudosobremarketing.wordpress.com/2009/05/14/o-que-e-e-commerce/>. Acesso em: 10 set TORRES, Cláudio. A Bíblia do Marketing Digital. São Paulo: Novatec, WEISS, Carol H. (1998), "Have we learned anything new about the use of evaluation?". American Journal of Evaluation

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO E-COMMERCE NAS PEQUENAS EMPRESAS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA

Leia mais

LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE RETORNO DAS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE MARKETING PROMOCIONAL UTILIZADAS NO MERCADO IMOBILIÁRIO REGIONAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ

LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE RETORNO DAS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE MARKETING PROMOCIONAL UTILIZADAS NO MERCADO IMOBILIÁRIO REGIONAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE RETORNO DAS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE MARKETING PROMOCIONAL UTILIZADAS NO MERCADO IMOBILIÁRIO REGIONAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ Alexandra Cardoso da Rosa Bittencourt 1 ; Rogério

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico Apostila Comércio Eletrônico e-commerce Professor: Edson Almeida Junior Material compilado por Edson Almeida Junior Disponível em http://www.edsonalmeidajunior.com.br MSN: eajr@hotmail.com E-Mail: eajr@hotmail.com

Leia mais

Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik

Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik Mestre em Design (UFPR). MBA e pós-graduação em Marketing (UFPR). Pós-graduada em Web Design (PUCPR). Graduação em Desenho Industrial (UFPR). Técnico

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

F-COMMERCE A REVOLUÇÃO DAS LOJAS VIRTUAIS NO FACEBOOK

F-COMMERCE A REVOLUÇÃO DAS LOJAS VIRTUAIS NO FACEBOOK F-COMMERCE A REVOLUÇÃO DAS LOJAS VIRTUAIS NO FACEBOOK Com o crescimento das mídias sociais, uma modalidade de vendas online que vem ganhando força é o F-commerce, termo usado para definir o comércio eletrônico

Leia mais

E-commerce 2013. @JoaoKepler. l e-commerce 2013 l

E-commerce 2013. @JoaoKepler. l e-commerce 2013 l E-commerce 2013 @JoaoKepler Showrooming OminiChannel Delivery (WebPickup e entrega) Behavior Social Media (SAC, Mkt, Metrica, monitoramento, engajamento, leeds e vendas) E-commerce o e-commerce não é mais

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

MARKETING NAS REDES SOCIAIS. Carlos Henrique Cangussu (Discente do 2º ano do curso de Administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS)

MARKETING NAS REDES SOCIAIS. Carlos Henrique Cangussu (Discente do 2º ano do curso de Administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS) 1 MARKETING NAS REDES SOCIAIS Angela de Souza Brasil (Docente Esp. Faculdades Integradas de Três Carlos Henrique Cangussu Daniel Barbosa Maia Elisandra Inês Peirot Schneider Marcelo Da Silva Sivestre Tiago

Leia mais

Marketing Digital. Prof. Rodrigo Mocellin. AV. Presidente Getúlio Vargas, 902 Rebouças - Curitiba, Paraná - 80230-030

Marketing Digital. Prof. Rodrigo Mocellin. AV. Presidente Getúlio Vargas, 902 Rebouças - Curitiba, Paraná - 80230-030 Marketing Digital Prof. Rodrigo Mocellin Pesquisa O objetivo maior do marketing é a identificação e satisfação das necessidades e desejos do cliente (KOTLER, 2000). Para identificar essas necessidades

Leia mais

E-COMMERCE: UM ESTUDO DIRIGIDO AO CONSUMO DE LIVROS E ARTIGOS TEXTUAIS PELA COMUNIDADE ACADÊMICA

E-COMMERCE: UM ESTUDO DIRIGIDO AO CONSUMO DE LIVROS E ARTIGOS TEXTUAIS PELA COMUNIDADE ACADÊMICA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 E-COMMERCE: UM ESTUDO DIRIGIDO AO CONSUMO DE LIVROS E ARTIGOS TEXTUAIS PELA COMUNIDADE ACADÊMICA Gustavo Antonie Risso 1, Marcela Bortotti Favero 2 RESUMO:

Leia mais

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo.

livrarias. No Brasil, o mercado livreiro é um dos melhores do mundo. Universidade Castelo Branco O PROCESSO DE EVOLUÇÃO DO E-COMMERCE DA SARAIVA RUAN CAÍQUE DE JESUS SIMAS Orientação: Prof.ª Carla Mota. Rio de Janeiro, jun. 2014 Introdução O comercio varejista brasileiro

Leia mais

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Apresentação @JoaoKepler O Vendedor Na Era Digital Todos nós vendemos alguma coisa. Principalmente Imagem. Processo de Vendas O processo de vendas,

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Comércio Eletrônico Um breve histórico Comércio compra, venda, troca de produtos e serviços; Incrementado pelos Fenícios, Árabes, Assírios e Babilônios uso

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Sistemas web e comércio eletrônico Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Tópicos abordados Arquitetura do e-commerce Aspectos importantes do e-commerce Modelos de negócios Identificação do modelo

Leia mais

Comércio na internet: muito mais que e-commerce

Comércio na internet: muito mais que e-commerce Comércio na internet: muito mais que e-commerce Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL

A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL 1 A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL Jaqueline Kelly Stipp 1 Jéssica Galindo de Souza 2 Luana Alves dos Santos Lemos 3 Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO Esse artigo tem como objetivo

Leia mais

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 06 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

O sucesso do comércio eletrônico depende tanto da infra-estrutura de negócio, quanto da infra-estrutura de tecnologia (Pickering, 2000).

O sucesso do comércio eletrônico depende tanto da infra-estrutura de negócio, quanto da infra-estrutura de tecnologia (Pickering, 2000). Comércio Eletrônico É a compra e a venda de informações, produtos e serviços por meio de redes de computadores. (Kalakota, 1997) É a realização de toda a cadeia de valor dos processos de negócios em um

Leia mais

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente MÍDIA KIT 2014 Índice 03 A Empresa 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente A empresa Fundada em 2007, a empresa possui uma grade anual com diversos

Leia mais

www.dinheiroganharja.com

www.dinheiroganharja.com Sumário Introdução...3 Empreendedorismo Digital...4 Trabalhar em casa ou da Onde quiser...5 Liberdade financeira...5 Como criar um blog...7 Domínio...7 Hospedagem...8 WordPress...9 Instalando a Plataforma

Leia mais

O Consumidor Digital: um Estudo do Perfil na Região de Passo Fundo/rs

O Consumidor Digital: um Estudo do Perfil na Região de Passo Fundo/rs O Consumidor Digital: um Estudo do Perfil na Região de Passo Fundo/rs Sabrina Frâncio sfrancio@imed.edu.br Pablo Guterres da Fonseca pablogf_@hotmail.com Rafael Comin rafaelcomin@seen.com.br Manuela Rosing

Leia mais

Guia definitivo da pesquisa de mercado online

Guia definitivo da pesquisa de mercado online Guia definitivo da pesquisa de mercado online Noções básicas de pesquisa de mercado e um guia para usar o Opinion Box Índice Introdução 3 1. O que é pesquisa de mercado 4 2. Como fazer uma pesquisa de

Leia mais

Comércio Eletrônico. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Comércio Eletrônico. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Comércio Eletrônico Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA João Antonio Jardim Silveira 1 Amilto Muller ¹ Luciano Fagundes da Silva ¹ Luis Rodrigo Freitas ¹ Marines Costa ¹ RESUMO O presente artigo apresenta os resultados

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 4.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 4.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 4.1 4 OBJETIVOS OBJETIVOS A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS Como a tecnologia de Internet mudou propostas de valor e modelos de negócios

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II Atividades Gerenciais de MKT Produto Testar Novos Produtos; Modificar Atuais; Eliminar; Política de Marcas; Criar Satisfação e Valor; Embalagem. 2 1 Atividades Gerenciais

Leia mais

Sociedade e Tecnologia

Sociedade e Tecnologia Unidade de Aprendizagem 15 Empresas em Rede Ao final desta aula você será capaz de inovações influenciam na competitividade das organizações, assim como compreender o papel da Inteligência Competitiva

Leia mais

Introdução. 1. O que é e-commerce?

Introdução. 1. O que é e-commerce? Introdução As vendas na internet crescem a cada dia mais no Brasil e no mundo, isto é fato. Entretanto, dominar esta ferramenta ainda pode ser um mistério tanto para micro quanto para pequenos e médios

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Twitter @MarcelAyres Linkedin Meadiciona Renata Cerqueira Diretora de Monitoramento Online. Twitter @renatacbc

Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Twitter @MarcelAyres Linkedin Meadiciona Renata Cerqueira Diretora de Monitoramento Online. Twitter @renatacbc Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Também faz parte, como pesquisador, do Grupo de Pesquisa em Interações, Tecnologias Digitais e Sociedade. Desenvolve pesquisas sobre Realidade Aumentada, Mídias Digitais

Leia mais

Americanas.com x Lojas Americanas 1

Americanas.com x Lojas Americanas 1 Americanas.com x Lojas Americanas 1 Rayra Costa da SILVA 2 Gabriela Lima RIBEIRO 3 Hugo Osvaldo ACOSTA REINALDO 4 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE RESUMO Mesmo que no site Americanas.com haja

Leia mais

Mídias Sociais em Negócios B2B. Marcelo Minutti Twitter: @mminutti

Mídias Sociais em Negócios B2B. Marcelo Minutti Twitter: @mminutti Mídias Sociais em Negócios B2B Marcelo Minutti Twitter: @mminutti Seu setor está atento as oportunidades das mídias sociais? Alguns estão! Existem muitas oportunidades para setores atentos as mídias sociais

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Estratégias de marketing digital como diferencial competitivo para pequenas empresas

Estratégias de marketing digital como diferencial competitivo para pequenas empresas IX WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 15 e 16 de outubro de 2014 Estratégias Globais e Sistemas Produtivos Brasileiros ISSN: 2175-1897 Estratégias de marketing digital

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord Pesquisa e Propagação do conhecimento: Através da Web, é possível

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

O QUE PRECISAMOS SABER PARA IMPLANTAR UM COMÉRCIO ELETRÔNICO BEM SUCEDIDO

O QUE PRECISAMOS SABER PARA IMPLANTAR UM COMÉRCIO ELETRÔNICO BEM SUCEDIDO O QUE PRECISAMOS SABER PARA IMPLANTAR UM COMÉRCIO ELETRÔNICO BEM SUCEDIDO CONCEITUAÇÃO Comércio Eletrônico (E-Commerce provém de Electronic Commerce ) - termo usado para identificar um sistema comercial

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda The global language of business O que é ecommerce? Da perspectiva de processo de negócio,

Leia mais

emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais.

emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais. Nós amamos e-commerce! f emarket Digital Sales é uma empresa de varejo online, especializada na análise, implantação, gestão e operação de lojas virtuais. Além do e-commerce full service, na emarket você

Leia mais

@JoaoKepler. Vendas 3.0

@JoaoKepler. Vendas 3.0 @JoaoKepler VENDAS 3.0 Inovação, Branding e Insights Como vender seu clube na nova era da comunicação utilizando a internet, e-mail, e redes sociais. O que vamos falar aqui hoje? O Poder da Internet, dos

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais

Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com

Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5 Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Introdução Mudança no ambiente empresarial; Ligação com o desenvolvimento de tecnologia da informação. Características

Leia mais

Conectando sonhos e negócios.

Conectando sonhos e negócios. Conectando sonhos e negócios. Quem somos Somos uma agência com sede em Porto Alegre, que tem como objetivo abraçar todos os desafios de planejamento, criação e execução de ideias daqueles que transformam

Leia mais

REDES SOCIAIS (muito mais fácil que parece)

REDES SOCIAIS (muito mais fácil que parece) REDES SOCIAIS (muito mais fácil que parece) WE THINK WEB Criamos ações e campanhas online, utilizando websites, sistemas, ações em redes sociais e ações mobile. Estamos há 12 anos conectando marcas e consumidores.

Leia mais

Comércio Eletrônico em Números

Comércio Eletrônico em Números Comércio Eletrônico em Números Evolução do E-commerce no Brasil 23 milhões é um grande número. 78 milhões 23 milhões Enorme potencial de crescimento no Brasil Mas fica pequeno se comprarmos com o número

Leia mais

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes Estudo Hábitos 2012 Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes O estudo O Estudo Hábitos é realizado anualmente pela E.life

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

13ª EDIÇÃO OUT 2013 F/RADAR PANORAMA DO BRASIL NA INTERNET

13ª EDIÇÃO OUT 2013 F/RADAR PANORAMA DO BRASIL NA INTERNET 13ª EDIÇÃO OUT 2013 F/RADAR PANORAMA DO BRASIL NA INTERNET AGENDA METODOLOGIA PANORAMA GERAL GRANDES APRENDIZADOS F/RADAR METODOLOGIA TÉCNICA Pesquisa quantitativa, com abordagem pessoal em pontos de fluxo

Leia mais

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO.

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. São Paulo - SP 2016 RENAN ROCHA ALVES - RA: 6448758 E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING

Leia mais

Especialização em Marketing Digital - NOVO

Especialização em Marketing Digital - NOVO Especialização em Marketing Digital - NOVO Apresentação Previsão de Início Agosto/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O ambiente de negócios tem sido modificado pelas Novas Tecnologias da

Leia mais

ANÁLISE DOS FATORES QUE LEVAM CIDADÃOS MARINGAENSES A UTILIZAR O SERVIÇO DE COMPRAS ONLINE DOS SUPERMERCADOS

ANÁLISE DOS FATORES QUE LEVAM CIDADÃOS MARINGAENSES A UTILIZAR O SERVIÇO DE COMPRAS ONLINE DOS SUPERMERCADOS ANÁLISE DOS FATORES QUE LEVAM CIDADÃOS MARINGAENSES A UTILIZAR O SERVIÇO DE COMPRAS ONLINE DOS SUPERMERCADOS Filipe de Carvalho Oliveira 1, Ivania Skura¹, José Renato de Paula Lamberti 2 RESUMO: O segmento

Leia mais

O Foursquare como plataforma de Mobile Marketing através do uso da sua ferramenta "Special 1

O Foursquare como plataforma de Mobile Marketing através do uso da sua ferramenta Special 1 O Foursquare como plataforma de Mobile Marketing através do uso da sua ferramenta "Special 1 Julianno do Nascimento ROLIM 2 Marco Antônio PINHEIRO 3 Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, SC. RESUMO Este

Leia mais

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce 7 dicas para melhorar a performance do seu e-commerce Índice 03 Introdução 04 A invasão mobile 07 Mídias Sociais 10 OmniChannel: Sua empresa está preparada? 12 Marketing de conteúdo para e-commerce 14

Leia mais

Inspire Inove Faça Diferente

Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Se eu tivesse um único dolar investiria em propaganda. - Henry Ford (Fundador da Motor Ford) As companhias prestam muita atenção ao custo de fazer

Leia mais

Nas áreas urbanas, 44% da população está conectada à internet. 97% das empresas e 23,8% dos domicílios brasileiros estão conectados à internet.

Nas áreas urbanas, 44% da população está conectada à internet. 97% das empresas e 23,8% dos domicílios brasileiros estão conectados à internet. Algumas pesquisa realizada recentemente, revelaram resultados surpreendentes sobre o uso da Internet nas empresas no Brasil. Neste artigo interpreta alguns dados e lhe revela as soluções que podem ajudar

Leia mais

ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO INTRODUÇÃO O PROJETO NEXTEL

ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO INTRODUÇÃO O PROJETO NEXTEL ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO A necessidade de reflexão para propostas de geração de valor, através da presença digital da marca Nextel, deu início ao processo apresentado neste caso, desenvolvido entre

Leia mais

Sobre Nós. Primeiro, pensamos em construir negócios. O seu negócio!

Sobre Nós. Primeiro, pensamos em construir negócios. O seu negócio! mistura.ws Sobre Nós Primeiro, pensamos em construir negócios. O seu negócio! Depois misturamos a melhor estratégia, design e tecnologia para oferecer excelentes resultados e garantir o seu sucesso. Somos

Leia mais

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO MARKETING EM REDES SOCIAIS Bruna Karine Ribeiro Simão Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus Nova Andradina bruna_simao@hotmail.com Rodrigo Silva Duran Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus

Leia mais

AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online?

AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online? AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online? Edgar Marcucci Reis 1 Jéssica Naiara dos Santos Batista 2 Resumo: O artigo apresenta uma visão sobre os ambientes online encontrados

Leia mais

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350 ARTESANATO BOLETIM COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento Em 2012, o faturamento foi de R$ 22,5 bilhões no Brasil, e de aproximadamente R$ 28 bilhões em 2013.

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão I

Sistemas Integrados de Gestão I Sistema Binário Faculdades Integradas Campos Salles Sistemas Integrados de Gestão I Aula - 9 Comércio Eletrônico (E-commerce) Carlos Antonio José Oliviero São Paulo - 2012 O que a Web mudou na vida das

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?...

O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?... Conteúdo do ebook O que é Black Fraude?... Como comunicar seus clientes sobre sua participação na Black Friday... Como Manter seu site seguro para a Black Friday?... Deixando sua loja virtual mais rápida

Leia mais

A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS

A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS 1 OBJETIVOS 1. Como a tecnologia de Internet mudou propostas de valor e modelos de negócios? 2. O que é comércio eletrônico?? Como esse tipo de comércio

Leia mais

24/05/2013. Comércio Eletrônico. Prof. João Artur Izzo

24/05/2013. Comércio Eletrônico. Prof. João Artur Izzo Comércio Eletrônico 1 A evolução do sistema mercadológico tem exigido das organizações grande esforço para a assimilação e utilização das tecnologias de informação referentes a comércio eletrônico, em

Leia mais

SISTEMAS PARA INTERNET

SISTEMAS PARA INTERNET Unidade II SISTEMAS PARA INTERNET E SOFTWARE LIVRE Prof. Emanuel Matos Sumário Unidade II Comércio Eletrônico Tecnologia de Comércio Eletrônico Categorias do Comércio Eletrônico M-commerce Comércio eletrônico

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP Empresa Nome fantasia: Rádio Kiss FM Razão Social: Kiss Telecomunicações LTDA. Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Campinas 107,9 MHz; Brasília 94,1 MHz CNPJ: 59.477.240/0001-24.

Leia mais

O Que Preciso para Vender pela Internet? E-Commerce

O Que Preciso para Vender pela Internet? E-Commerce Os números da INTERNET Números do Facebook Mídia Social Números do Facebook Mídia Social Números do Facebook Mídia Social Somos o 4º país do Mundo em número de usuários. Pr of. Ca rlo s No tar i Estatísticas

Leia mais

28/08/2015. e-business. Reflita...

28/08/2015. e-business. Reflita... e-business Reflita... 1 Você topa um desafio? Desafio A Universidade dos Negócios é uma empresa jovem na área de Cursos e Treinamentos, consultoria empresarial e palestras. Ela agrega, através de agenciamento,

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Relatório de Consumo de Conteúdo Profissional 2014

Relatório de Consumo de Conteúdo Profissional 2014 Relatório de Consumo de Conteúdo Profissional 2014 A ascensão dos Revolucionários de Conteúdo: uma análise minuciosa sobre os principais usuários que consomem conteúdo no LinkedIn e como os profissionais

Leia mais

ESTAMOS PREPARADOS PARA LIDAR COM O NOVO CONSUMIDOR DO E- COMMERCE E O MUNDO DIGITAL?

ESTAMOS PREPARADOS PARA LIDAR COM O NOVO CONSUMIDOR DO E- COMMERCE E O MUNDO DIGITAL? ESTAMOS PREPARADOS PARA LIDAR COM O NOVO CONSUMIDOR DO E- COMMERCE E O MUNDO DIGITAL? SANTOS, J. G. O. GRADUANDO EM ADMINISTRAÇÃO PELA FACULDADE AGES Lattes: http://lattes.cnpq.br/2990422158230715 O padrão

Leia mais

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu Desembaraço Informações da indústria como você nunca viu Introdução É uma ferramenta dominada pela geração Y, mas que foi criada pela geração X. Ela aproxima quem está longe e tem distanciado quem está

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2013 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 26 % da

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

Felipe Morais @plannerfelipe O CENÁRIO DO E-COMMERCE BRASILEIRO

Felipe Morais @plannerfelipe O CENÁRIO DO E-COMMERCE BRASILEIRO Felipe Morais @plannerfelipe O CENÁRIO DO E-COMMERCE BRASILEIRO ESPECIALISTA EM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL Autor do livro PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL (Ed. Brasport) Autor do Blog do Planejamento

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

Como gerar acesso, demanda e transformar isto em leads e negócios.

Como gerar acesso, demanda e transformar isto em leads e negócios. Como gerar acesso, demanda e transformar isto em leads e negócios. PROBLEMAS: Onde está meu público alvo? Como atrair a atenção em meio ao grande número de concorrentes? Como se diferenciar do lugar comum

Leia mais

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE White Paper com dicas essenciais para quem já trabalha ou pretende trabalhar com vídeos em lojas virtuais. 1 PORQUE USAR VÍDEOS ONLINE NO E-COMMERCE?

Leia mais

ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA

ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA W.L.MOURA 1 ; L.FILIPETTO 2 ; C.SOAVE 3 RESUMO O assunto sobre inovação

Leia mais

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual.

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. Somos uma empresa especializada em soluções voltadas ao segmento digital como: criação,

Leia mais

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB.

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. #estratégia #marketingdigital #websites Somos uma agência especializada em MARKETING DIGITAL 2007 +7 anos de experiência A Ramosdesign foi criada

Leia mais

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico.

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. TENDÊNCIAS NO COMÉRCIO ELETRÔNICO Atualmente, muitos negócios são realizados de forma eletrônica não sendo necessário sair de casa para fazer compras

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Comércio Eletrônico rveras@unip.br Aula - 04 Agenda Comércio Eletrônico 2 Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico 3 O que é o comércio eletrônico Evolução Transações convencionais

Leia mais

Pesquisa Mercadológica - IBIZA Laboratório Fotográfico 1. Bruno Miers Machioni Cristiano Calil Rede Henrique Campelo Justus 2

Pesquisa Mercadológica - IBIZA Laboratório Fotográfico 1. Bruno Miers Machioni Cristiano Calil Rede Henrique Campelo Justus 2 Pesquisa Mercadológica - IBIZA Laboratório Fotográfico 1 Bruno Miers Machioni Cristiano Calil Rede Henrique Campelo Justus 2 Luiz Guilherme Sella Ribas 3 Orientador: Profº Sérgio Menezes 4 Universidade

Leia mais