Formação de Gestores Escolares: PROGESTÃO on-line na Bahia Formation of Trustees: PROGESTÃO online Bahia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Formação de Gestores Escolares: PROGESTÃO on-line na Bahia Formation of Trustees: PROGESTÃO online Bahia"

Transcrição

1 Formação de Gestores Escolares: PROGESTÃO on-line na Bahia Formation of Trustees: PROGESTÃO online Bahia RESUMO Ana Celeste da Cruz David i Mestre e Doutoranda Secretaria da Educação do Estado da Bahia O presente artigo relata a experiência de tutoria no curso PROGESTÃO on-line. Projeto piloto ora em andamento, concebido pelo CONSED e realizado em parceria com o Instituto Razão Social e Secretarias de Educação. Descrevemos os fundamentos, estrutura e design do ambiente virtual de aprendizagem e relatamos o processo de implantação do projeto piloto no estado da Bahia nas escolas da rede de educação do município de Simões Filho. Apresentamos aspectos evidenciados a partir da percepção que os gestores cursista expressam sobre o curso, sua pertinência na formação profissional e as principais dificuldades enfrentadas no percurso. Conclui-se pela necessidade da utilização e disseminação das TIC, notadamente na formação dos gestores escolares, pois são eles responsáveis em, de forma coerente com a realidade escolar, gerenciar todo o processo de aquisição, compartilhamento e utilização das TIC nas escolas, a fim de criar-se e inovar-se o aprendizado, objetivando uma cultura que valorize o aprendizado continuo e trabalho em equipe. Palavras chave: Formação; Gestão Escolar; Tecnologias ABSTRACT This article reports the experience of tutoring in the course Progestão online. Pilot project now under way, designed by CONSED and held in partnership with the corporate name and Education Departments. We describe the foundations, structure and design of virtual learning environment and report the process of implementing the pilot project in the state of Bahia in schools of education in the municipality of Simões Filho. Introducing aspects evidenced from the perception that managers express course participants on the course, its relevance in the training and the main difficulties encountered in the route. The results confirmed the need for the use and dissemination of ICT, especially in the training of school managers, since they are responsible in a way consistent with the school reality, managing the whole process of acquisition, sharing and use of ICT in schools in order to create and innovate to be learning, aiming at a culture that values continuous learning and teamwork. Keywords: Training; School Management; Technology INTRODUÇÃO O presente artigo tem como ponto de partida nossa vivencia na tutoria do curso PROGESTÃO on-line e como fio condutor a descrição do projeto piloto na Bahia, a

2 reflexão sobre a práxis e a inovação que se instaura com a versão virtual do Programa de Capacitação à Distância para Gestores Escolares- PROGESTÃO. O curso PROGESTÃO on-line é uma iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Educação- CONSED desenvolvido em parceria com o Instituto Razão Social- IRS e as Secretarias de Educação dos Estados da Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Sergipe, Tocantins e Distrito Federal. O IRS exerce a função de articulador operacional e provedor de infra-estrutura tecnológica, promovendo a cooperação financeira e tecnológica envolvendo os parceiros Gerdau, IBM, Oi Futuro, Grupo Promon e Santander. O CONSED é uma associação de direito privado, sem fins lucrativos, que congrega os Secretários de Educação dos Estados e Distrito Federal (DF). Sua finalidade é promover a integração das Secretarias de Educação dos Estados e DF, visando ao desenvolvimento de uma educação de qualidade, através de mecanismos de participação na formulação, implementação e avaliação das políticas nacionais de educação, coordenação e articulação de ações de interesse comum das secretarias, promoção de intercâmbio de informações e experiências nacionais e internacionais, realização de seminários, conferências e cursos, desenvolvimento de programas e projetos comuns, articulação com instâncias do governo e da sociedade civil. Aguiar (2002, p. 5) classifica o CONSED como uma entidade de caráter singular, cujos integrantes são dirigentes do poder executivo estadual, logo, integrantes da sociedade política, mas que atuam nos moldes de uma entidade da sociedade civil. Analisando o perfil dessa entidade singular, a mesma autora identifica uma significativa transformação entre o período de 80, quando de sua criação como fórum de resistência dos titulares das Secretarias de Educação ao centralismo praticado pelo MEC e o período de 90 caracterizado como uma postura conciliatória e de parceria com o MEC e também de alinhamento com as orientações dos organismos internacionais. Mantendo esta tendência, assim, como o programa original foi elaborado de maneira consorciada contando com as parcerias da Fundação FORD e Fundação Roberto Marinho, também a versão on-line é projetada envolvendo parcerias com empresas de capital nacional e internacional. O Instituto Razão Social- IRS é mantido pelas empresas Promon e Gerdau, foi criado em 2001, com o objetivo de contribuir com os processos de ensinoaprendizagem nas redes públicas de ensino apoiando políticas públicas, programas e 2

3 projetos nas áreas de formação continuada, desenvolvimento de cursos on-line, gestão de portais e articulação de investimento social privado. Firmada a parceria entre CONSED e IRS tem inicio em junho de 2010 o projeto piloto do programa PROGESTÃO On-line para testagem e validação da proposta envolvendo sete Estados e o DF, em cada um deles uma turma formada por sete escolas com três representantes de cada uma delas perfazendo um total em média de vinte e um gestores cursistas. A primeira etapa consistiu na formação do grupo de tutores, sendo um tutor de cada Estado e um tutor assistente, e mais o coordenador estadual do PROGESTÃO. Em seguida cada estado deu continuidade ao curso de acordo com suas possibilidades e planejamento próprio. Neste artigo apresentamos na primeira seção uma visão geral do programa PROGESTÃO sua estrutura curricular e metodológica. Na segunda seção descrevemos a estrutura e o design do curso PROGESTÃO On-line. Em seguida descrevemos a experiência piloto na Bahia destacando a percepção dos gestores sobre a pertinência do curso para a formação profissional. E concluímos com considerações gerais sobre a percepção da tutoria sobre a experiência. PROGESTÃO: ESTRUTURA CURRICULAR E METODOLÓGICA Originalmente o programa PROGESTÃO foi concebido para a modalidade de ensino a distância usando como recursos material impresso, vídeos e apoio tutorial, combinando estudo individual, estudo em equipe e encontros presenciais. Formação continuada e em serviço para equipes gestoras tendo como objetivo formar lideranças escolares comprometidas com a construção de um projeto de gestão democrática da escola pública, com foco no sucesso escolar dos alunos. Considerando a difícil realidade em que vive a escola pública, o programa apresenta uma estrutura curricular flexível e ampliada na tentativa de abordar a complexidade dessas questões, na maneira como de fato se concretizam no cotidiano escolar, ou seja, tomando como ponto de partida a prática de gestão realizada na escola. Aborda a escola a partir de sua organização, estrutura, papel das lideranças, ou seja, focalizando como ponto de partida atividade meio, a gestão objetiva intervir no resultado da escola, qual seja sua atividade fim o processo ensino aprendizagem. Aspectos metodológicos destacados na estrutura curricular do programa são a problematização dos temas tratados e a definição de competências profissionais a serem desenvolvidas, ou mesmo consolidadas no decorrer do programa. A estrutura curricular tem como eixo central a 3

4 construção ou revisão do projeto pedagógico da escola, por considerar ser este o instrumento teórico e metodológico que a escola elabora, de forma participativa com a finalidade de indicar a direção e o caminho a percorrer para tornar realidade sua função educativa. As temáticas dos módulos são assim distribuídas: Quadro 1 Tema e módulos do programa Módulo Tema Módulo Tema I Como articular a função social da VI Como gerenciar os recursos financeiros? escola com as especificidades e as demandas da comunidade? II Como promover, articular e envolver a ação das pessoas no processo de gestão VII Como gerenciar o espaço físico e o patrimônio da escola? escolar? III Como promover a construção coletiva VIII Como desenvolver a gestão dos do Projeto Pedagógico da Escola? IV Como promover o sucesso da aprendizagem do aluno e sua permanência na escola? V Como construir e desenvolver os princípios da convivência democrática na escola? IX X servidores da escola? Como desenvolver a avaliação institucional da escola? Como articular a gestão pedagógica da escola com as políticas públicas de educação para a melhoria do desempenho escolar? A execução do programa na rede pública de ensino no país período de 2001 a 2006 contabiliza a formação de 300 multiplicadores em 25 Estados e Distrito Federal, atingindo 120 mil gestores escolares. O programa atingiu neste período, 87% da rede estadual do país e 13% da rede municipal, o que para o CONSED representa valor pouco expressivo, considerando-se a crescente expansão da educação básica na rede municipal em termos de país (MACHADO, 2006 p, 45). Outro resultado importante é verificado através do processo de avaliação externa realizada, por solicitação do CONSED, pela Fundação Carlos Chagas, com resultados divulgados em 2008, quanto à dimensão das políticas e ações apontando a demanda pela criação de espaço virtual de aprendizagem para socialização de experiências e materiais entre os gestores. Estes dados revelam a existência de um campo aberto à ação e ampliação do programa. Este conjunto de informações culmina na concepção do curso em sua versão virtual, uma inovação no âmbito do programa, denominada PROGESTÃO On-line, em versão piloto ora em andamento. Assim, este relato se oferece como elemento de reflexão e de contribuição para o avanço e melhoria do processo da formação continuada em EAD em geral e da gestão escolar em especial. ESTRUTURA E DESIGN 4

5 O conteúdo do curso foi construído tendo como referencia os textos originais do material impresso, por um comitê de trabalho formado por membros da Secretaria Executiva do CONSED e coordenadores e técnicos formadores do PROGESTÃO das secretarias estaduais e supervisão dos autores dos módulos. O comitê de trabalho organizado em grupos responsabilizava-se por cada um dos dez módulos apresentado um mapeamento geral dos conteúdos que a seguir eram repassados ao IRS para serem traduzidos na linguagem virtual de hipertexto e apresentados na tela com movimento e imagens, ou seja, a finalização do conteúdo em desenho instrucional. Na etapa seguinte o material era avaliado e validado pelo o comitê de trabalho com apoio dos autores especialistas de cada um dos temas dos módulos. Considerado satisfatório passou-se a etapa de pré- teste que antecedeu o piloto com os Estados. Cada grupo de trabalho elaborou também, para cada módulo, um plano de curso com o detalhamento das atividades individuais, atividades coletivas e de interação de cada módulo de acordo com os temas das unidades de estudo, além do planejamento de textos de apoio para aprofundamento de estudos. Este plano compõe a estrutura do curso e é disponibilizado no ambiente juntamente com uma versão em PDF do módulo de estudo. É com base neste plano e no conteúdo do curso que o tutor organiza e desenvolve seu trabalho, avaliando e adequando-o ao perfil da turma. Como estamos num curso piloto, por vezes, as atividades propostas não são pertinentes ou por serem em grande número, como no caso de fóruns em mais de uma unidade, ou, por exigirem reuniões envolvendo diferentes segmentos na escola em curto período sendo incompatível com a dinâmica dos gestores. Neste movimento o tutor realiza a mediação do processo ensino aprendizagem entre as equipes gestoras visando alcançar os objetivos definidos. O programa defende uma concepção de conhecimento como processo contínuo de construção e interação, destacando como pressupostos a autoria, a reflexão sobre a prática, o diálogo e o trabalho coletivo. E essas premissas orientam a escolha do design e das ferramentas do curso suportadas numa plataforma Websphire Portal 6 IBM. Sistema de gerenciamento de aprendizagem que permite a gestão do curso por parte dos parceiros, numa visão macro estrutural e de forma restrita por parte do tutor no âmbito de cada grupo de atuação gerando relatórios de acesso e atividades, recursos de interação, proposição de atividades e publicação de conteúdos. Este sistema comportase também como um ambiente virtual de aprendizagem na perspectiva em que se realiza como espaço fecundo de significação onde seres humanos e objetos técnicos 5

6 interagem, potencializando assim a construção de conhecimentos, logo a aprendizagem (SANTOS, 2003, p.223). O design do curso apresenta uma tela com informações gerais e um menu com as opções home, mural, curso, biblioteca, diário de bordo, atividades, fórum, fale com o tutor e relatórios. O mural é um espaço de publicação, pelo tutor, de avisos e chamadas para datas importantes para os cursistas. No espaço denominado curso se encontra as telas de conteúdo que são disponibilizadas de acordo com seqüência dos módulos e o planejamento do programa. Os módulos são divididos em unidades por onde o cursista pode navegar passando por links, realizando exercícios, leituras de hipertextos e interagindo. No final do módulo o cursista encontra um resumo com as principais idéias, referências e leituras recomendadas. Ao longo das telas o cursista é direcionado para o diário de bordo para registro de anotações de estudo, reflexões e comentários sobre o auto processo de aprendizagem, progressos e dificuldades enfrentadas. O cursista encontrará nas telas ainda a indicação para participar do fórum ou mesmo para direcionar-se a biblioteca do curso para leitura de texto especifico. Em cada módulo o tutor publica uma atividade que será realizada coletivamente pela equipe gestora da escola. Em geral são atividades que demandam a participação de segmentos da escola, consulta a documentos como o projeto político pedagógico, plano de gestão ou ainda, a elaboração de planos e projetos. Essas atividades são conceituadas e comentadas pelo tutor, e servem de base para geração de relatórios de acompanhamento e avaliação do curso. O fórum é o espaço privilegiado de interação e construção de conhecimento. Em cada módulo, seguindo o planejamento previamente definido, o tutor abre um fórum com um questionamento relevante no contexto do tema principal do módulo, procurando articular a temática ao cotidiano da escola. A ferramenta de interação fale com o tutor funciona com um chat agendado em horário de plantões definidos entre tutor e cursistas de uma ou duas vezes por semana, para esclarecimento de dúvidas e apoio ao estudo. A plataforma disponibiliza ainda a ferramenta reunião on-line, um programa que permite a comunicação síncrona de um grupo para discussões compartilhadas e cooperativas com mediação, objetivos e regras de participação previamente definidos, podendo ser usados slides e recursos áudio visuais. Por tratar-se de uma ferramenta bastante complexa exige capacidade de planejamento e gerenciamento na sua execução assim, as reuniões obedecem a plano e agendamento detalhado junto à equipe de suporte do IRS. É recomendada a realização 6

7 de três reuniões on-line durante o curso para discussão de questões referentes a planejamento, organização do processo e avaliação. Na proposta de concepção do curso é afirmado que a avaliação da aprendizagem do aluno na educação a distancia é complexa e envolve a parceria entre alunos e tutores além de considerar elementos como material didático, metodologia de ensino, aspectos tecnológicos e conectividade. A sistemática de avaliação do curso é proposta tendo aporte em três dimensões, a saber, competências gerais que compreendem aprendizagens cognitivas e habilidades no manuseio de ferramentas tecnológicas, competências específicas no âmbito de cada módulo e auto avaliação do cursista, como base no principio da ação- reflexão- ação. Entretanto, apesar das diretrizes traçadas, este tema ainda se constitui objeto de discussão e adequação no desenvolvimento do curso. RELATO DA EXPERIÊNCIA NA BAHIA Para a realização do piloto no Estado a Secretaria da Educação firmou parceria com a Secretaria da Educação do Município de Simões Filho, cidade localizada a apenas 20 km de Salvador. Por já conhecer o programa PROGESTÃO em sua versão convencional, a equipe municipal aderiu ao desafio de participar da experiência piloto de maneira bastante acolhedora disponibilizando os instrumentos e equipamentos técnicos dentro das condições exigidas pelo IRS. Bem como, realizou a indicação das sete escolas participantes que atendessem as condições mínimas para efetividade do curso, ou seja, possuir equipamento compatível com o modelo da plataforma a ser usada e acesso a internet. Definidas as escolas cada uma delas fez a indicação dos gestores cursistas identificando aqueles com desejo de estudar na modalidade EAD e habilidade no uso das ferramentas básicas, incluindo a condição de já ser usuário de . Destacamos que foi incluída na turma uma escola pertencente ao município de Alagoinhas, dentro da prerrogativa que tem os parceiros patrocinadores de indicar uma escola ao curso. Participam de cada escola três gestores num total de 24 cursistas. No quadro a seguir apresentamos a configuração da turma por função. No total as oito escolas somam 323 professores e alunos. Quadro 2 Quantidade de gestores cursistas Cursistas Diretor Vice Coordenador Professor Secretario Contudo, esta configuração quantitativa foi alterada no inicio de 2011, por conta da desistência de uma das escolas do município de Simões Filho que devido as 7

8 dificuldades de acesso a internet desistiu do curso. A secretaria estadual coube a responsabilidade de indicar a tutora e a tutora assistente, fazer a articulação entre os parceiros, acompanhar e elaborar relatórios parciais e finais oferecendo subsídios para a versão final do programa. Entre os meses de julho e agosto de 2010 foram efetuadas, no município de Simões Filho, reuniões presenciais com os gestores para apresentação do programa e ambientação no ambiente virtual de aprendizagem, sendo este momento coordenado por equipe técnica do IRS. Em outubro do mesmo ano foi iniciado o curso no AVA sendo efetivados os módulos I e II. Neste período foi realizada ainda visita técnica as escolas participantes que demonstravam maiores dificuldades e encontro presencial para introdução do módulo II. No âmbito do acompanhamento nacional do programa piloto foi realizada reunião técnica em Brasília para alinhamento das ações com a presença dos estados parceiros, CONSED e IRS. Os resultados parciais recomendavam para 2011, nova capacitação para uso do ambiente on-line, realização de encontros presenciais regulares como estratégia para mobilizar a interação virtual. Ajustes no AVA para facilitar a mobilidade entre as páginas e ferramentas. E nova capacitação para os tutores. O encontro presencial para introdução ao estudo do módulo III em março de 2011 deu continuidade ao curso. Mais dois encontros presenciais foram realizados no período, nos meses de abril e junho. No encontro presencial do mês de abril a presença da coordenadora pedagógica do programa do IRS serviu como elemento mobilizador incentivando a uma maior participação dos gestores. Bem como, promoveu a resolução de algumas situações problema como a abertura de um fórum que denominamos conversa. As pastas onde ficam os fóruns são abertas pela equipe de suporte do IRS, o tutor não tem permissão para edição desses espaços. O fórum conversa é um espaço aberto e informal para troca de mensagens em geral, avisos, comunicados e enquete. Os fóruns de conteúdos dos módulos têm movimento modesto com a participação de cinco gestores, em geral os mesmos, com uma única participação de cada. O fórum conversas em dois meses de funcionamento e com três tópicos criados registrou a troca de vinte e quatro mensagens de dez gestores do curso, incluindo a enquete realizada. Outra ferramenta de interação é o chat fale com o tutor, contudo, apesar dos esforços realizados até então e do estabelecimento do horário de plantão até o momento não surtiu o efeito esperado, ou seja, a interação não através deste espaço. 8

9 PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE O CURSO No fórum conversas foi criada enquete visando levantar junto aos gestores a percepção destes a cerca do curso. Ao serem perguntados se recomendariam o curso PROGESTÃO On-line para os outros gestores do seu município? Responderam: Quadro 3 percepção dos gestores Cargo/ Função Diretora Diretora Diretora Comentários Sim. Todos os gestores deveriam cursar o Progestão. Pois nem todos os diretores de escola têm a formação em gestão escolar. E este curso, é com certeza um meio eficiente de formação em serviço. Com certeza só me sentirei gestora de fato e de direito após a conclusão do Progestão. Pois a teoria deste curso está embasando a minha prática como gestora. Sim. Pois o material é muito bom e atualizado. Só lamento não ter tempo suficiente para explorar e desfrutar do material dos modulo, pois é rica fonte de conhecimento. Sim, eu recomendaria este curso a outros gestores do município e deixaria estas pessoas bem informadas sobre o curso, inclusive, lhes daria muitas dicas de como ter êxito, os requisitos para o sucesso. O grande problema é o nosso amigo "tempo. Cargo/ Função Coordenadora Diretora Vice diretora Comentários Sim. Hoje estou coordenadora em um turno de uma determinada escola e pelo fato de não possuir nenhum curso que me dê subsídio suficiente para atuar nessa área, vejo no Progestão online esta base de que tanto precisava. Indicaria sim por ser um curso leve, prático com textos de fácil entendimento. O meu problema particular é o fator tempo. Sim. Este curso nos concede subsidio para complementar nosso atuação como gestora. Sim. Os módulos são ricos, o maior problema é a disponibilidade de tempo para estar conciliando, para um maior desempenho. Os módulos contribuem com a nossa atuação na escola Diretora Sim. O curso possui uma ideologia interessante, mesmo sendo piloto. Os temas abordados e a forma como são transcorridos inferem ao leitor uma análise sobre sua prática gestora, ajudando não somente no cotidiano da escola, mas também em sua formação educacional. Como é de praxe, o que requer a todos os gestores é o fator "tempo"; é muito difícil conciliar os afazeres da gestão, com a vida familiar, vida acadêmica e ainda realizar as atividades do curso, visto que na escola temos problemas variados; com uma observação, no caso da escola na qual sou gestora, não possui internet, ficando mais difícil ainda participar com êxito das atividades. Os comentários postados na enquete confirmam que na percepção dos gestores o curso é de qualidade e que há uma demando por formação na área da gestão escolar. Contudo, o estudo on-line ainda não se consolidou entre os gestores. Fica evidenciada a dificuldade em conciliar as atividades cotidianas da gestão com o estudo e reflexão sobre a prática, aspecto que pode indicar um ativismo que retira da ação pedagógica o trabalho de reflexão e aprofundamento que lhes são peculiares. O fator indicado como maior dificuldade é a falta de tempo para estudo, tanto individual quanto em grupo. CONSIDERAÇÕES As diferentes formas de organização do tempo é tema que merece destaque nos módulos de estudo do PROGESTÃO, pois expressam a maneira como as relações 9

10 interpessoais, profissionais e de poder estão organizadas na escola. A promoção de mudanças na organização dos tempos escolares é uma das atribuições da equipe gestora, no sentido de promover ações inovadoras, preservando e fortalecendo ações de participação. As atividades coletivas têm sido realizadas com maior facilidade do que as atividades individuais, principalmente o diário de bordo, que não tem sido realizado conforme a sistemática do curso e seqüência prevista nas telas do curso. É possível identificar na fala dos gestores que os conteúdos são acessados através do documento em PDF disponibilizado na biblioteca e pouco lêem nas telas do curso. Mas, quando o fazem se surpreendem com a leitura fluida e flexível que o hipertexto proporciona e com a qualidade do material. O trabalho de tutoria poderia obter melhores resultados com a formação de uma rede de tutores para apoio e troca de experiências entre os estados, haja vista que o fórum criado com esta finalidade não opera de modo satisfatório. A formação dos tutores precisa de ampliação e aprofundamento não apenas para a dimensão tecnológica do curso, mas também para a dimensão pedagógica. O ambiente virtual de aprendizagem do PROGESTÃO é uma realidade, ainda que embrionária. Passo importante no caminho que se abre como possibilidade para a formação dos gestores da rede pública de ensino no país. Ao sistematiza e descrever como se processa a experiência em andamento na Bahia, oferecemos nossa contribuição à reflexão da EAD on-line e indicamos desafios a serem enfrentados de forma a romper com modelo que fragmenta as dimensões pedagógicas e de gestão na escola de maneira a pensar a dimensão do trabalho escolar em sua complexidade articulando saberes cotidianos e científicos. i Mestre em Políticas Públicas, Gestão do Conhecimento e Desenvolvimento Regional Doutorado Multi- institucional e Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento Doutoranda REFERÊNCIAS AGUIAR, Márcia Ângela da S. O Conselho Nacional de Secretários de Educação na reforma Educacional do governo FHC. Revista Educação e Sociedade. Campinas, v 23, nº. 80, p , setembro, MACHADO, Maria Aglaê de Medeiros et al. PROGESTÃO. Construindo Saberes e Práticas de Gestão na Escola Pública. Brasília: Conselho Nacional de Secretários de Educação, SANTOS, Edméa. Articulação de saberes na EAD online. Por uma rede interdisciplinar e interativa de conhecimentos em ambiente virtual de aprendizagem. In: SILVA, Marcos. (org). Educação On-line. São Paulo, Loyola,

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA 11 PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA O PVANet é o ambiente virtual de aprendizagem (AVA) de uso exclusivo da UFV. Os AVAs apresentam diferenças de layout, forma de acesso, funcionamento,

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

ANEXO IV - Configuração tecnológica exigida... 15 ANEXO V Ficha de Inscrição... 16

ANEXO IV - Configuração tecnológica exigida... 15 ANEXO V Ficha de Inscrição... 16 EDITAL DE SELEÇÃO SUMÁRIO 1. Apresentação... 01 2. Objetivo geral... 04 3. Objetivo específico... 04 4. Duração... 04 5. Público-alvo... 04 6. Critérios de seleção dos municípios... 04 7. Contrapartidas

Leia mais

POLÍTICA DE FORMAÇÃO DE GESTORES ESCOLARES: dimensão

POLÍTICA DE FORMAÇÃO DE GESTORES ESCOLARES: dimensão POLÍTICA DE FORMAÇÃO DE GESTORES ESCOLARES: dimensão pedagógica e de gestão em ambiente virtual de aprendizagem Ana Celeste da Cruz David Resumo: Este artigo descreve as principais características da experiência

Leia mais

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso:

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso: Com carga horária de 720 horas o curso Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 1 CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 04/2007 Mílada Tonarelli Gonçalves CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

ANÁLISE DOS ASPECTOS TEÓRICO METODOLÓGICOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO

ANÁLISE DOS ASPECTOS TEÓRICO METODOLÓGICOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO ANÁLISE DOS ASPECTOS TEÓRICO METODOLÓGICOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Andrelisa Goulart de Mello Universidade Federal de Santa Maria andrelaizes@gmail.com Ticiane

Leia mais

ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL

ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL ESTATUTO DAS COMUNIDADES DE PRÁTICA - COPs NO PODER EXECUTIVO ESTADUAL RESOLUÇÃO SEPLAG no. xx/xxxx Disciplina o funcionamento das Comunidades de Prática CoPs no âmbito do Poder Executivo Estadual, vinculadas

Leia mais

PROJETO 7. 1. Identificação do projeto

PROJETO 7. 1. Identificação do projeto PROJETO 7 1. Identificação do projeto Título:Cinema, vídeo e tridimensionalidade: o AVA-AV na integração do ensino presencial e a distância. Responsável:Dra. Ana Zeferina Ferreira Maio Vínculo institucional:professora

Leia mais

Escola de Políticas Públicas

Escola de Políticas Públicas Escola de Políticas Públicas Política pública na prática A construção de políticas públicas tem desafios em todas as suas etapas. Para resolver essas situações do dia a dia, é necessário ter conhecimentos

Leia mais

Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, a mediação pedagógica na educação a distância no acompanhamento virtual dos tutores

Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, a mediação pedagógica na educação a distância no acompanhamento virtual dos tutores Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, a mediação pedagógica na educação a distância no acompanhamento virtual dos tutores Caracterização do problema: No ano de 2006, o Ministério da Saúde e as Secretarias

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 CONSUC Parecer 12/2008 Aprovado em 02/12/2008 RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 Cria o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) e aprova seu Regimento Interno O DIRETOR GERAL DA FACULDADE DAS AMÉRICAS,

Leia mais

Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online

Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online Neide Santos neide@ime.uerj.br 2º Seminário de Pesquisa em EAD Experiências e reflexões sobre as relações entre o ensino presencial e a distância

Leia mais

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 Rosely Vieira Consultora Organizacional Mestranda em Adm. Pública Presidente do FECJUS Educação

Leia mais

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTOS DOS CONSELHOS ESCOLARES PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

GUIA DO PÓS-GRADUANDO ON-LINE

GUIA DO PÓS-GRADUANDO ON-LINE GUIA DO PÓS-GRADUANDO ON-LINE UNIASSELVI-PÓS Programa de Pós-Graduação APRESENTAÇÃO Seja bem-vindo ao programa de pós-graduação UNIASSELVI-PÓS! Aqui você encontra, de forma simples e ágil, todas as orientações

Leia mais

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar 1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos stavros@fgv.br Brasília, 27 de novembro de 2009

Leia mais

A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS

A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS São Paulo SP Maio 2012 Setor Educacional Educação Corporativa Classificação das Áreas

Leia mais

Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010

Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010 Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010 O trabalho da CPA/PUCSP de avaliação institucional está regulamentado pela Lei federal nº 10.861/04 (que institui o SINAES), artigo 11 e pelo

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

DIRETRIZES DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO SISTEMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA MAGISTRATURA DO TRABALHO - SIFMT

DIRETRIZES DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO SISTEMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA MAGISTRATURA DO TRABALHO - SIFMT DIRETRIZES DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO SISTEMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA MAGISTRATURA DO TRABALHO - SIFMT 1 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2. CENÁRIO PROFISSIONAL 3. CONCEPÇÃO DA APRENDIZAGEM E METODOLOGIA 4. ESTRATÉGIAS

Leia mais

Alcance e flexibilidade nem sempre oferecidos pelo ensino presencial.

Alcance e flexibilidade nem sempre oferecidos pelo ensino presencial. Alcance e flexibilidade nem sempre oferecidos pelo ensino presencial. Nos programas e cursos da Educação a Distância da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (EAD/ ENSP), a formação dos profissionais

Leia mais

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF 1 SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF Fortaleza CE Junho/2009 Karla Angélica Silva do Nascimento - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza karla@fgf.edu.br

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: Graduados em nível superior que atuam ou pretendem atuar na docência em instituições de ensino superior.

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: Graduados em nível superior que atuam ou pretendem atuar na docência em instituições de ensino superior. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Existe a compreensão evidente por parte das lideranças empresariais, agentes de mercado e outros formadores de opinião do setor privado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO COORDENAÇÃO GERAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO COORDENAÇÃO GERAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO COORDENAÇÃO GERAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO N.º e Título do Projeto TERMO DE REFERÊNCIA Projeto OEI BRA/08/003

Leia mais

A Prática Educativa na EAD

A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD Experiências na tutoria em EAD Disciplina de Informática Educativa do curso de Pedagogia da Ufal nos pólos de Xingó, Viçosa e São José da Laje (2002-2004).

Leia mais

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do Dimensão 2 As políticas para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Orientações para a elaboração do projeto escolar

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Orientações para a elaboração do projeto escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA Coordenação-Geral de Ensino Médio Orientações para a elaboração do projeto escolar Questões norteadoras: Quais as etapas necessárias à

Leia mais

X Encontro Nacional de Escolas de Governo

X Encontro Nacional de Escolas de Governo X Encontro Nacional de Escolas de Governo Painel Cursos de pós-graduação nas escolas de governo A experiência da Enap na oferta de cursos de pós-graduação lato sensu Carmen Izabel Gatto e Maria Stela Reis

Leia mais

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho

Comportamento Humano: Liderança, Motivação e Gestão do Desempenho A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA e AÇÕES DO PACTO

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA e AÇÕES DO PACTO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA e AÇÕES DO PACTO Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa É um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação 1. Identificação PLANO DE ENSINO Curso: A INTERNET E SUAS FERRAMENTAS Disciplina: A Internet e suas Ferramentas Período Ministrado/Semestre- Bimestre- Mês/Ano: 03 de setembro a 08 de outubro/2º Semestre

Leia mais

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT Myrian Lucia Ruiz Castilho André Luiz Castilho ** A educação é um direito

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo APRESENTAÇÃO A SaferNet Brasil é uma associação civil de direito privado, com

Leia mais

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática.

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática. MATRIZ CURRICULAR* Disciplina CH Integração 20 Planejamento e Gestão em Educação a Distância 40 Cultura Virtual, Pensamento e Construção do Conhecimento na Educação a Distância 40 Noções de Gestão de Projetos

Leia mais

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003 Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC ATRIBUIÇÕES DOS GESTORES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO VERSÃO PRELIMINAR SALVADOR MAIO/2003 Dr. ANTÔNIO JOSÉ IMBASSAHY DA SILVA Prefeito

Leia mais

Projeto de Design Instrucional

Projeto de Design Instrucional Projeto de Design Instrucional Curso: Educação Financeira Modalidade: EaD on-line o que é Design Instrucional? A ação institucional e sistemática de ensino, que envolve o planejamento, o desenvolvimento

Leia mais

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Gestão 2013-2017 Plano de Trabalho Colaboração, Renovação e Integração Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Goiânia, maio de 2013 Introdução Este documento tem por finalidade apresentar o Plano de Trabalho

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância Parte 1 Código / Área Temática 34/Educação de Jovens e

Leia mais

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA GT-1 FORMAÇÃO DE PROFESSORES EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA RESUMO Maria de Lourdes Cirne Diniz Profa. Ms. PARFOR E-mail: lourdinhacdiniz@oi.com.br

Leia mais

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD 1 Curso Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD Unidade I Material Instrucional - Texto 1. Introdução Qualquer que seja

Leia mais

Trilhas de aprendizagem UCSebrae um caminho em construção

Trilhas de aprendizagem UCSebrae um caminho em construção Trilhas de aprendizagem UCSebrae um caminho em construção Trilhas de aprendizagem Trilhas de desenvolvimento Foco no desenvolvimento de competências Foco no desenvolvimento de carreiras O Sebrae O Serviço

Leia mais

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT Quadro de Servidores SITUAÇÃO 2008 2009 Abril 2010 CARGOS EFETIVOS (*) 429 752 860 Analista Administrativo 16 40 41 Especialista em Regulação 98 156 169

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO CONCEPÇÃO DO CURSO O curso de Pós-graduação Lato Sensu Especialização em Propriedade Intelectual e Inovação faz parte do Programa de Capacitação dos

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil ARTIGO Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil AUTORES Vera Lúcia Garcia Dra. em Distúrbios da Comunicação Humana

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - NEAD

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - NEAD REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - NEAD A política de Educação a Distância EAD está claramente expressa em diversos documentos e regulamentos internos da instituição Regulamento do NEAD Os

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO ONLINE *

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO ONLINE * AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO ONLINE * DILMEIRE SANT ANNA RAMOS VOSGERAU ** m 2003, com a publicação do livro Educação online, o professor Marco Silva conseguiu, com muita pertinência, recolher

Leia mais

BREVE PANORAMA DA POLÍTICA PÚBLICA DE ENSINO MÉDIO INTEGRAL NO ESTADO DE PERNAMBUCO

BREVE PANORAMA DA POLÍTICA PÚBLICA DE ENSINO MÉDIO INTEGRAL NO ESTADO DE PERNAMBUCO BREVE PANORAMA DA POLÍTICA PÚBLICA DE ENSINO MÉDIO INTEGRAL NO ESTADO DE PERNAMBUCO Elizabeth Pedrosa da Silva/ SEDUC-PE/elizabethpedrosa2010@hotmail.com Introdução O presente trabalho justifica-se pela

Leia mais

Catálogo do Curso de Educação Ambiental Dimensões da Sustentabilidade na Escola

Catálogo do Curso de Educação Ambiental Dimensões da Sustentabilidade na Escola Catálogo do Curso de Educação Ambiental Dimensões da Sustentabilidade na Escola 1. Dados Gerais 1. Área Temática: Educação Ambiental 2. Nome do curso: Educação Ambiental: Dimensões da Sustentabilidade

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Instrumento para a gestão da informação em Saúde

Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Instrumento para a gestão da informação em Saúde Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Instrumento para a gestão da informação em Saúde Objetivo: Apresentar o Modelo da BVS: conceitos, evolução, governabilidade, estágios e indicadores. Conteúdo desta aula

Leia mais

Um modo de ser. em educação a distância. dinâmica do meio educacional

Um modo de ser. em educação a distância. dinâmica do meio educacional dinâmica do meio educacional 1 :: marilú fontoura de medeiros professora doutora em Educação/UFRGS Um modo de ser em educação a distância Percorrer o atual contexto da Educação a Distância é trilhar um

Leia mais

Alfabetização Digital

Alfabetização Digital Ferramentas de interação e sua utilização pedagógica nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem evidenciando o papel do professor e do estudante Prof. Ana Carolina de Oliveira Salgueiro de Moura Prof. Antônio

Leia mais

Gestão escolar e certificação de diretores das Escolas Públicas Estaduais de Goiás: alguns apontamentos

Gestão escolar e certificação de diretores das Escolas Públicas Estaduais de Goiás: alguns apontamentos Gestão escolar e certificação de diretores das Escolas Públicas Estaduais de Goiás: alguns apontamentos Profª Edvânia Braz Teixeira Rodrigues Coordenadora de Desenvolvimento e Avaliação Secretaria de Estado

Leia mais

Curso de Capacitação para Tutoria de Cursos a Distância (3ª Edição)

Curso de Capacitação para Tutoria de Cursos a Distância (3ª Edição) Curso de Capacitação para Tutoria de Cursos a Distância (3ª Edição) Proponente: Ricardo Lisboa Pegorini (rpegorini@gmail.com) Especialista em Metodologia da Educação a Distância; Gestor do Ambiente Virtual

Leia mais

Manual do Estagiário 2008

Manual do Estagiário 2008 Manual do Estagiário 2008 Sumário Introdução... 2 O que é estágio curricular... 2 Objetivos do estágio curricular... 2 Duração e carga horária do estágio curricular... 3 Requisitos para a realização do

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESTADO DO CEARÁ SECITECE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESTADO DO CEARÁ SECITECE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESTADO DO CEARÁ SECITECE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE PROJETO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD!

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! MANUAL DO ALUNO MANUAL DO ALUNO Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! 1. APRESENTAÇÃO Preparado pela equipe da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da Universidade

Leia mais

A GESTÃO ESCOLAR E O PROCESSO DE DEMOCRATIZAÇÃO DA ESCOLA PÚBLICA

A GESTÃO ESCOLAR E O PROCESSO DE DEMOCRATIZAÇÃO DA ESCOLA PÚBLICA A GESTÃO ESCOLAR E O PROCESSO DE DEMOCRATIZAÇÃO DA ESCOLA PÚBLICA Shirlei de Souza Correa - UNIVALI 1 Resumo: No contexto educacional pode-se considerar a gestão escolar como recente, advinda das necessidades

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão de Projetos 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que apontam a

Leia mais

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONSULTORIA COORDENADOR/A DE CAPACITAÇÃO 1. Antecedentes Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional O Projeto Cooperação Humanitária Internacional tem por objetivo o desenvolvimento

Leia mais

A sala virtual de aprendizagem

A sala virtual de aprendizagem A sala virtual de aprendizagem Os módulos dos cursos a distância da Faculdade Integrada da Grande Fortaleza decorrem em sala virtual de aprendizagem que utiliza o ambiente de suporte para ensino-aprendizagem

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORIENTAÇÕES PARA OS ESTUDOS EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Caro (a) Acadêmico (a), Seja bem-vindo (a) às disciplinas ofertadas na modalidade a distância.

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

Manual do. Aluno. Brasília Empreendimentos Educacionais

Manual do. Aluno. Brasília Empreendimentos Educacionais Brasília Empreendimentos Educacionais 3 Apresentação 4 A BEE 5 A Educação a Distância EaD 6 O curso 7 O Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA 10 Como estudar na modalidade a distância 2 Apresentação Este

Leia mais

POR UMA POLÍTICA PÚBLICA NACIONAL DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA PPNFES

POR UMA POLÍTICA PÚBLICA NACIONAL DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA PPNFES SECRETARIA NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA MTE/SENAES FÓRUM BRASILEIRO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA ENCONTRO NACIONAL DE FORMAÇÃO/EDUCAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA POR UMA POLÍTICA PÚBLICA NACIONAL DE FORMAÇÃO EM

Leia mais

Resolução SE 21, de 28-4-2014. Institui o Programa Novas Tecnologias Novas Possibilidades

Resolução SE 21, de 28-4-2014. Institui o Programa Novas Tecnologias Novas Possibilidades Resolução SE 21, de 28-4-2014 Institui o Programa Novas Tecnologias Novas Possibilidades A Secretária Adjunta, Respondendo pelo Expediente da Secretaria da Educação, tendo em vista o disposto no inciso

Leia mais

Educação a Distância na UFPR

Educação a Distância na UFPR 1ª JORNADA PARANAENSE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, NA EDUCAÇÃO BÁSICA Educação a Distância na UFPR Profa Dra Glaucia da Silva Brito glaucia@ufpr.br - Núcleo de Educação a Distância da Universidade Federal

Leia mais

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL Prezado(a) aluno(a); Este material que você está começando a ler trata-se do manual do aluno, referente às disciplinas que serão ministradas através

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 INSTITUIÇÃO PROPONENTE: Ministério da Educação CNPJ: 00.394.445/0124-52 SETOR RESPONSÁVEL PELO PROJETO: Secretaria de Educação Básica(SEB) ENDEREÇO: Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola.

Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola. Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola. Chico Poli Algumas vezes, fora da escola há até mais formação do que na própria escola. (M. G. Arroyo) É preciso toda uma

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL Sejam bem vindos! As Faculdades Integradas do Brasil reafirmam no início desse semestre letivo, o seu compromisso divulgado no Projeto Pedagógico Institucional (PPI), com

Leia mais

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília Nome do Evento: Fórum Mundial de Direitos Humanos Tema central: Diálogo e Respeito às Diferenças Objetivo: Promover um

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO SILMARA SILVEIRA ANDRADE

PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO SILMARA SILVEIRA ANDRADE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO SILMARA SILVEIRA ANDRADE POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS: FORTALECIMENTO DA LÍNGUA ESTRANGEIRA Assunção, Paraguay Abril 2015 POLÍTICAS PÚBLICAS

Leia mais

Disseminadores de Educação Fiscal. Regulamento do Curso. Escola de Administração Fazendária ESAF

Disseminadores de Educação Fiscal. Regulamento do Curso. Escola de Administração Fazendária ESAF Disseminadores de Educação Fiscal Regulamento do Curso Escola de Administração Fazendária ESAF REGULAMENTO CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS DO CURSO Art. 1º A Escola de Administração Fazendária ESAF

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

EaD como estratégia de capacitação

EaD como estratégia de capacitação EaD como estratégia de capacitação A EaD no processo Ensino Aprendizagem O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (tics) deu novo impulso a EaD, colocando-a em evidência na última

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT 1 RESOLUÇÃO CONSU 2015 04 de 14/04/2015 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT Campus Virtual 2 A. JUSTIFICATIVA A vida universitária tem correspondido a um período cada vez mais

Leia mais

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos RELATÓRIO OFICINA FNEPAS ESTADUAL MINAS GERAIS INTEGRALIDADE E QUALIDADE NA FORMAÇÃO E NAS PRÁTICAS EM SAÚDE: Integrando Formação, Serviços, Gestores e Usuários Local: COBEM Uberlândia Data: 22 de outubro

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DA ÁREA DE ENSINO E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA PARA PROFISSIONAIS DE SERVIÇOS DE SAÚDE

QUALIFICAÇÃO DA ÁREA DE ENSINO E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA PARA PROFISSIONAIS DE SERVIÇOS DE SAÚDE QUALIFICAÇÃO DA ÁREA DE ENSINO E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA PARA PROFISSIONAIS DE SERVIÇOS DE SAÚDE Há amplo consenso nas categorias profissionais da saúde, em especial na categoria

Leia mais

NÚCLEOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

NÚCLEOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS PARA IMPLEMENTAÇÃO DOS NÚCLEOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NOS INSTITUTOS QUE OPERAM NO ÂMBITO DA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE CONTRATO 189-01/2012 RELATÓRIO 1 30.09.2012

Leia mais

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 Modelo 2: resumo expandido de relato de experiência Resumo expandido O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São

Leia mais

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS REFLEXÕES PEDAGÓGICAS A forma como trabalhamos, colaboramos e nos comunicamos está evoluindo à medida que as fronteiras entre os povos se tornam mais diluídas e a globalização aumenta. Essa tendência está

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial Sistema de Gestão Estratégica Brasília - 2010 SUMÁRIO I. APRESENTAÇÃO 3 II. OBJETIVOS DO SGE 4 III. MARCO DO SGE 4 IV. ATORES

Leia mais

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais)

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais) PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA Ensino Fundamental (séries finais) O Clickideia é um portal educacional (www.clickideia.com.br), desenvolvido com o apoio do CNPq e da UNICAMP, que apresenta conteúdos didáticos

Leia mais

PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios. Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015

PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios. Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015 PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015 Ação Educativa Organização não governamental fundada por um

Leia mais

GUIA DE SUGESTÕES DE AÇÕES PARA IMPLEMENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

GUIA DE SUGESTÕES DE AÇÕES PARA IMPLEMENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA GUIA DE SUGESTÕES DE AÇÕES PARA IMPLEMENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA ALFABETIZAÇÃO NO TEMPO CERTO NAs REDES MUNICIPAIS DE ENSINO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais