Status das amostras 03 Relatório conferência de cadastro 25 Código de barras 03 Conferência de cadastro 27 Etiqueta de identificação do paciente 04

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Status das amostras 03 Relatório conferência de cadastro 25 Código de barras 03 Conferência de cadastro 27 Etiqueta de identificação do paciente 04"

Transcrição

1 1

2 Página Página Status das amostras 03 Relatório conferência de cadastro 25 Código de barras 03 Conferência de cadastro 27 Etiqueta de identificação do paciente 04 Cadastro de exames faltantes / nova coleta 29 Tela de abertura do sistema 05 Dicas 30 Processo de alteração de senha no sistema 08 Orçamento 31 Cadastro de pacientes 09 Consulta de paciente por nome 32 Processo de cadastro de pacientes 11 Consulta de paciente por pedido 33 Cadastro de exames pedidos 12 Consulta de paciente por registro hospitalar 34 Processo finalização do cadastro de pacientes 15 Distribuição das amostras - triagem 35 Dados hospitalares 16 Relatório de distribuição de amostras 36 Local de entrega 17 Log alterações 37 Pré Impressa 18 Configuração página 38 Cadastro de exames curva 19 Impressão individual de resultados pela intranet 39 Cadastro de exames seriado e microbiologia 20 Impressão individual de resultados pela intranet (nome) 41 Cadastro exames compostos 21 Impressão de resultados por lote 44 Cadastro de médicos 22 Pendência 46 Escolha de médicos por pedido 23 Pendência Diária 47 Faturamento / exames faltantes 24 Macro processo 48 2

3 Status das amostras N em produção (desde o cadastro até a hora que o exame for digitado ou liberado da interface) L a liberar (após a digitação / liberação da interface até que o técnico libere) C completo (exame já liberado e pronto para impressão) X cancelado F faturamento U urgente R em repetição dia juliano do ano (corresponde ao dia 13/10) 01/01 a 31/12 = 365 dias numeração automática do sistema (número do pedido) 25 número do tubo em que o exame deve ser colhido (faz parte do agrupamento de tubos) 00 número da amostra (número de amostras varia de acordo com a quantidade do material colhido pelo paciente) Exemplo: curva de 0,30,60 (* devemos proceder da mesma maneira para seriados) deve ser colada no tempo 0 (basal) deve ser colada no tempo deve ser colada no tempo 60 Se a observação for preenchida corretamente no cadastro do paciente, o sistema saberá qual tubo corresponde ao tempo Correto e com isso a Curva será montada corretamente 3 Os tempos aqui são somente um exemplo. O importante é que as etiquetas sejam coladas em ordem seqüencial e crescente dos tempos pedidos pelo médico.

4 Exemplo de etiqueta de código de barras do paciente que são impressas após o cadastro Etiqueta de identificação dos tubos de exames. (265) Dia juliano do ano 22/ pedido gerado pelo sistema 0400 numeração do tubo (04 Fr.fezes) e amostra(00- basal ou única) (de acordo com agrupamento de tubos e seqüência de amostras) M ou F sexo do paciente 036 idade do paciente Par setor de realização do exame Código de barras 5 A local de entrega (hospitais) 15:44 - horário do cadastro 0794 PPF : código e mnemônico dos exames cadastrados, sairá uma etiqueta para cada tubo que deverá ser colhido, de acordo com o agrupamento Descrição do tubo em que o exame deverá ser colhido Manual equipamento default que o exame esta configurado identificação do código de barras P.65 peso A altura Etiqueta de identificação do paciente, deve ser colada no pedido médico. Ela tem o pedido gerado pelo sistema, identificação e senha para paciente pegar resultado na internet. O local é o centro de custo que foi cadastrado. Data da entrega máxima do resultado, de acordo com o cadastro de exames. 4

5 Versão do Sistema Ao clicar em cima vai abrir a tela (com as alterações de cada versão):

6 1 Abertura Data do dia em que serão lançados os pedidos. Se a data estiver inferior a data do servidor, uma mensagem aparecerá na tela avisando. Para alterar a data basta clicar na chavinha (item 4) 2 - Número de exames e de pacientes Mostra o número de pacientes cadastrados no dia na unidade selecionada e o número total de exames 3 - Origem É o nome da empresa 4 Chavinha Ícone para alterar a data do dia de lançamento dos pacientes Esta data só será alterada 1 vez por dia, sempre no 1º acesso da unidade. Não é possível acessar com data posterior a data atual, salvo em exceções (cadastro empresarial) Exemplo: Hoje é dia 15/12 não pode estar 16/12 5 Nome da Origem Nome da origem escolhida 6 Número da Origem Número da origem escolhida 7 Unidade (Centro de Custo) Combo box para escolha do centro de custo onde serão lançados os pedidos 6

7 8 Range de pedidos Intervalo de numeração que identifica a qual origem pertence o paciente 9 Usuário Digitar o seu login de usuário no sistema 10 Senha Digitar sua senha no sistema 11 Confirmar senha Quando for o primeiro acesso ao sistema ou a cada 3 meses o sistema automaticamente pedirá para recadastrar uma nova senha 12 - Chave Serve para confirmar a senha e logar sistema 13 - Alterações Mostra as alterações realizadas no sistema 14 - Painéis Link para Recepção Apoio 15 - Opções Opções de impressão de etiquetas e importar e exportar arquivos 16 - Relatórios Abre automaticamente a tela da intranet Dogo já com login efetuado para o usuário 7

8 1 2 Digitar o usuário e senha informado pela Dogo e teclar 2 vezes o enter no teclado ou clicar com o mouse na chavinha Ir no campo senha com o mouse e colocar uma nova senha (pode ser composta por números ou letras e deverá ter até 8 caracteres) Com o mouse clicar em confirmar senha e repetir a senha colocada acima Com o mouse clicar na chavinha expira a senha Aparecerá esta mensagem As senhas expiram a cada 90 dias automaticamente. Um novo usuário deve seguir o mesmo procedimento. Qualquer problema quanto a senha ou suas autorizações, converse com seu coordenador. Aparecerá a mensagem ao lado, clicar em continuar IMPORTANTE : Quando o colaborador for de uma unidade off line (hospital) deve fazer o procedimento de trocar a senha no local e no servidor central.

9 1 Pesquisa por sobrenome Auditoria (mostra as alterações do cadastro) 1 Posicionar pedido Se esta opção estiver ativada, após o sucesso do cadastro do paciente, automaticamente o sistema abrirá a tela de pedidos, agilizando o cadastro. Incluir um parente deste paciente Atualizar informações (paciente já existente) Salvar informações (novo cadastro) Mostra todos pedidos anteriores do paciente 9 *** Todos os campos em azul são pesquisáveis Clicar F1 para realizar a pesquisa Não é possível sair da tela se todos os campos obrigatórios não forem preenchidos O sistema só irá para tela de pedidos se aparecer a mensagem de SUCESSO!

10 Treinamento Dogo Os campos obrigatórios já estarão preenchidos automaticamente com alguma informação para facilitar o cadastro. Exemplos: Nome: Digitar o nome completo do paciente SEM O ÚLTIMO SOBRENOME, pois já estará gravado no campo azul Sexo : é obrigatório escolher feminino ou masculino Endereço : estará com R. (se esta informação tiver apagada não deixará salvar o paciente) Deve ser usado os seguintes dados para começar a cadastrar o endereço : R. / Av. ( um paciente não consegue ser gravado sem esta informação antes do nome da rua) Complemento e Bairro : devem estar preenchidos pelo menos com um (.) ponto Cidade = nome da cidade do paciente CEP = CEP do paciente ou 7 (zeros) seqüencialmente sem traço UF = sigla do estado do paciente DDD = com 2 dígitos Telefone R (residencial) e C (celular) = preenchidos pelo menos com um zero (0) Peso e altura = se não tiver dados do paciente preencher com 99 cada campo se o paciente tiver Nome do responsável : se for menor de idade Cód. assistência responsável : código da carteirinha do responsável do paciente CPF = deve ser preenchido sem nenhum ponto ou traço, se não houver digitar um zero RG = deve ser preenchido sem nenhum ponto ou traço, se não houver digitar 3 zeros Treinamento Dogo Assistência: código da assistência médica do paciente ou do cliente (obrigatório), já vem pré preenchido em algumas unidades, em caso de dúvida, verifique com seu coordenador. Cód. Assistência : número da carteirinha do paciente, se não houver preencher com zero Validade : data de validade da carteirinha ( se não houver carteirinha, colocar data do dia) Último pagamento: data de pagamento do último boleto do convênio, se não houver preencher com a data do dia. 10

11 Cadastro de Paciente O primeiro passo é cadastrarmos o paciente no sistema, seus dados. Informações obrigatórias para unicidade do paciente no sistema : Nome completo e data de nascimento Digitar o último sobrenome do paciente, sua data de nascimento) e clicar no binóculo. (lado direito da tela) Posicionar Pedido. Quando essa caixa estiver com o clique, o sistema irá abrir automaticamente a tela de pedidos, após o sucesso da tela de pacientes. Após clicar em sucesso a tela de pedidos será aberta automaticamente. Treinamento Dogo Após o preenchimento desta tela, com a mensagem de sucesso, clicar no PEDIDO, para o cadastro dos pedidos de exames deste paciente. * A data de nascimento é obrigatória, caso não tenha a informação verdadeira, contatar a gerência técnica 11 2 Se este paciente não estiver cadastrado no sistema( o nome dele não vai aparecer abaixo), começar o cadastro pelo nome e os demais dados, preencher assistência, clicando enter em cima do código e após clicar no disquete, até que apareça a mensagem de sucesso (somente assim o paciente estará cadastrado corretamente) 3 Se o paciente já estiver gravado no sistema, selecionar o paciente abaixo da consulta, verificar os dados para ver se confere, clicar na assistência e dar enter, clicar no ícone de atualizar paciente e esperar que apareça a mensagem de sucesso. Após a mensagem clicar na aba de Pedidos.

12 Verificar se o nome do paciente cadastrado na tela anterior está correto! Usuário que fez o cadastro

13 13 1 Imprime guia Tiss e Protocolo de entrega de exame 2 Log de alterações da ficha 3 Pedidos anterior e próximo 4 Salva informações de cadastro 5 Limpa a tela 6 Imprime a etiqueta de código de barras do pedido 7 Adicionais da assistência 8 Local de entrega 9 Registro hospitalar (hospitais) 10 Status do pedido 11 Entrega 12 Status de cobrança 13 Tipo ( curva / normal / seriado) 14 Status 15 Atualiza observações do exame 16 Informações de coleta do exame 17 Imprime etiqueta código de barras do exame selecionado 18 Conferência do pedido

14 Abre a tela do cadastro de paciente 2 Imprime o resultado do exame 3 Mãozinha (será explicado mais a frente) 4 Informações do convênio (tabela) 5 CRM médico (digitar) inclusive a UF, se não tiver colocar 0 zero Dr.Pendente 6 Observações (quando digitadas, aparecerão na tela da técnica, ajuda na liberação do resultado ) As informações obrigatórias nesta tela para preenchimento são : CRM do médico e as informações femininas se este paciente for mulher. Após este preenchimento, clicar no disquete para salvar as informações e gerar o número do pedido (se o pedido não for gerado, não é possível prosseguir com o cadastramento). Se houver local de entrega ou for hospital, as telas seguintes explicarão o procedimento para o preenchimento. 14

15 Verificar se o nome paciente está correto 2 Digitar o CRM do médico, seguido da UF e clicar enter para confirmar ( em caso de Enfermeiros, substituir o CRM pelo COREN e na UF coloque EN ) 3 Digitar informações femininas (caso paciente seja do sexo feminino) 4 Clicar no disquete para gravar o número do pedido. (somente após o número do pedido é possível cadastrar os exames) 5 Se for Hospital abrirá uma tela de Registro Hospitalar 6 Se a unidade tiver local de entrega, clicar no ícone (6) e escolher o local. Após a geração do pedido os exames podem ser cadastrados, pelo mnemônico, código ou clicando no F1 para realizar a pesquisa 7 Depois de todos os exames cadastrados clicar no ícone para impressão das etiquetas de código de barras (7) ou clicar em F8 Registro Hospitalar: se um paciente internado já tiver sido cadastrado com o registro hospitalar corretamente, basta digitar o número do registro hospitalar e clicar em F8 que o sistema traz o paciente. Verificar se esta correto, e clicar no disquete para cadastrar novos pedidos de exames. Informações Femininas Digitar a data da última menstruação da paciente ou: N não informado H histerectomia G gestante M menopausa A ausente Informações obrigatórias: CRM do médico Informações femininas 15

16 Esta tela só aparecerá no cadastro quando for unidade hospitalar e previamente parametrizada de acordo com as informações passadas pelo coordenador da unidade ou da implantação O Registro Hospitalar cadastrado nesta tela poderá ser utilizado para cadastro do paciente. (utilizando a tecla F8) SÓ USE ESTA OPÇÃO SE TIVER CERTEZA QUE O REGISTRO HOSPITALAR ESTÁ CORRETO! *** Tela somente para Hospitais urgência Registro hospitalar : digitar o número do registro hospitalar do paciente internado Prescrição : se houver um número de prescrição digitar, se não digitar zero Código de atendimento : se houver um número de atendimento digitar, se não digitar zero Código de serviço primário : se houver um número de serviço primário digitar, se não digitar zero Local / quarto : no combo box escolher qual andar/ setor que o paciente esta e no espaço ao lado digitar o quarto ou leito Hora da coleta : hora que o exame foi coletado no paciente, pode ser alterado desde que tenha formato de horário Senha de internação : preencher se houver Guia principal : preencher se houver Clique em alterar ou de um enter 16

17 Esta tela só aparecerá no cadastro quando o coordenador da unidade ou da implantação pedir a parametrização dos locais de entrega, conforme a necessidade da unidade. Local de entrega Se o centro de custo estiver previamente configurado com os locais de entrega, basta clicar no ícone que aparecerá a tela: 1 local externo : lista dos locais previamente cadastrados, pode-se realizar uma busca. 2 unidade : é centro de custo que o paciente está sendo cadastrado Para salvar este Local de Entrega basta clicar no ícone Se precisar alterar basta clicar no ícone Para deletar 17

18 Ao cadastrar pacientes cuja etiquetas são pré-impressas, ao término das informações do paciente, uma janela irá se abrir para que seja cadastrada o número da etiqueta CONTROLE, que deve estar colada no pedido médico. Essa etiqueta irá agrupar dentro do sistema, os tubos ao paciente, portanto atenção ao digitá-la. É importante o uso do Leitor de Código de Barras para que não haja erro na digitação. Atenção!!! Só pode iniciar a triagem dos tubos após o término de todo cadastro e sua conferência. As etiquetas enviadas para o centro de custo e ou destino de entrega incorreto, os tubos deverão ser reetiquetados. As etiquetas pré-impressas deverão ser impressas no servidor onde é realizado o cadastro, para que o destino de entrega fique gravado no servidor correto. 18 Para demais informações, consulte o manual específico de etiquetas pré-impressas.

19 Digitar o código do exame ou mnemônico (os exames podem ser inseridos pelo código numérico ou pelo mnemônico, que geralmente são as 3 primeiras letras do exame. Ex: hem hemograma, gli glicose 2 Digitar a quantidade de pontos da curva 3 no tipo escolher curva 4 Na observação colocar os tempos da curva SEPARADOS POR VÍRGULA e se tiver alguma observação ou medicação dar (1- um) espaço Exemplo: 0,30,60 0,30 p/cortrosina,60 5 clicar no botão incluir / atualizar 6 no campo Message precisa aparecer a mensagem : Sucesso 19

20 Digitar o código do exame ou mnemônico 2 Digitar a quantidade de amostras 3 Colocar como tipo seriado 4 Colocar as observações Para cada amostra de cultura é necessário o cadastro de 1 antibiograma, ou seja, o antibiograma deve ter a mesma quantidade das culturas no cadastro (verifique sempre com seu coordenador a sistemática para cadastro de microbiologia) Exemplo: Cultura (2 amostras) Observação : 1 1amostra,2 2amostra - com 1 (um) espaço entre o item e amostra Antibiograma (3 amostras) quantidade : 3 e tipo: seriado Observação 1,2,3 (não é necessário colocar qual amostra se refere, pois o antibiograma é identificado no setor de microbiologia, na hora realização do exame) Observação: 1 1amostra,2 2amostra,3 3amostra - com 1 (um) espaço entre o item e amostra 20 IMPORTANTE: TODAS AS OBSERVAÇÕES DIGITADAS NO CAMPO OBSERVAÇÃO NO CADASTRO DE EXAMES, SAI IMPRESSA NO LAUDO DO PACIENTE!

21 1 2 3 Exames compostos são exames simples agrupados em um único mnemônico, que quando digitado, traz de uma vez todos estes exames que foram previamente cadastrados. Cada laboratório pode cadastrar sua própria listagem de exames compostos. Verificar a listagem dos exames compostos com a gerência técnica. Exemplo: CTF (1) (colesterol total e frações) quando digitado aparece a tela (2) exame composto Sim : clicando nesta opção trará todos os exames que o compõe (3) Não : clicando nesta opção o sistema não fará nenhuma ação 21

22 Esta tela mostra o cadastro dos médicos por CRM, no sistema Dogo já contém dados dos médicos até o ano de 2009, porém médicos novos devem ser cadastrados. O cadastro deve ser feito sempre pelo supervisor da unidade. Para consultar um médico pelo nome, digite o nome e clique em F1 Para cadastrar um novo médico, digitar todas as informações e clicar no disquete Para completar / alterar o cadastro de um médico, clicar na setinha Para cadastrar um novo médico, somente pessoas com autorização(normalmente coordenador da unidade). 22

23 Esta tela é para quando o paciente está com 2 pedidos médicos. Devem ser cadastrados todos os exames do paciente em qualquer um dos médicos (CRM). 1 Para a impressão dos exames sair corretamente, basta clicar na aba de médicos por pedido, digitar o CRM do segundo médico e escolher para cada médico os exames pedidos. 2 3 e 4 Os exames serão impressos com os nomes de médicos corretamente Digitar o CRM do segundo médico e UF 2 Aparecerá os 2 médicos no primeiro bloco 3 Selecionar o médico e clicar nos exames que foram pedidos por ele e clique no disquete para salvar 4 Selecionar o próximo médico e fazer mesmo processo *** Se na hora da impressão do resultado do paciente todos os exames não estiverem selecionados pelo menos para um médico, este exame não será impresso *** No box não selecionados aparecem os exames que não foram marcados para nenhum médico e não serão impressos

24 Esta tela é usada para o cadastramento dos exames faltantes. Os exames que o paciente não trouxer a amostra, devem ser cadastrados nesta tela Se o pedido tiver Urina ou 3 amostras de Cultura 1 Clicar na aba de Faturamento, colocar o exame (3) e a quantidade (4) a ser cobrada pelo faturamento, que está no pedido médico. 2 Na tela de exames colocar somente a amostra que ele trouxe 24 Na aba de faturamento digitar sempre a QUANTIDADE TOTAL DO PEDIDO MÉDICO, na tela do exame, digitar a quantidade que o paciente trouxe.

25 Após a digitação dos pedidos do dia,na tela de Pedidos, clicando com o botão direito do mouse, e selecione o Relatório de Conferência. Relatório de Conferência : relatório com dados para conferência do pedido médico com os exames cadastrados no centro de custo. 25

26 Para tirar o relatório por destino de entrega, acesse a Intranet Dogo : Pacientes Relação Pacientes Destino Entrega Selecione os dados para gerar o relatório Aparecerá esta tela, com a relação diária de pacientes da unidade selecionada. Para imprimir basta clicar no botão de impressora do browser. O relatório contém: Unidade (pode ser tirado por destino de entrega) Pedido Código da etiqueta pré-impressa Nome Sexo Data de nascimento Destino E o mnemônico dos exames cadastrados no sistema 26 O processo depende de cada unidade de negócio, porém indicamos o envio de uma via deste protocolo de conferência juntamente com o pedido médico.

27 1 2 Após a digitação dos pedidos pela unidade, com as requisições / pedidos médicos em mãos devemos ir em cada pedido e conferir todos os dados do paciente e exames digitados para verificar se não há nenhum erro de cadastro. Se tiver algum dado incorreto, corrigir e depois clicar no botão de CONFERIR PEDIDO (1). Para ir para o próximo pedido, basta clicar na setinha (2) 27 Botão para que seja feita a Conferência do pedido. O paciente uma vez conferido, o mesmo estará bloqueado para qualquer alteração, independente das 24 horas. Se não for conferido, após 24 horas do cadastro o mesmo será bloqueado automaticamente.

28 Após a conferencia ou depois de 24 horas o botão ficará inativo para alterações (altera a cor do botão) O evento 07 do Log mostrará o usuário, data e hora da conferência Após 24 horas do cadastro somente o faturamento conseguirá alterar este pedido, e aparecera esta mensagem 28

29 Cadastro de material devido pelo paciente: (ou no caso de uma nova coleta) 1 Pedir o protocolo (ou pesquisar na tela de consulta o pedido anterior) e colocar o pedido anterior (com a data) 2 Ir no ícone mãozinha, aparecerá a tela de pendência 3 Clicar no exame que ele trouxe e clicar no incluir ( o próprio sistema já trará todos dados do paciente, com o exame em questão e já estará com status de cobrado pelo faturamento, na etiqueta do dia atual, basta imprimir etiqueta de código de barras e enviar para setor de realização. Proceder da mesma maneira com a próxima amostra se houver. Atenção : se for tirar da mãozinha selecione todos os exames que necessita e depois clicar no incluir, para trazer todos num único pedido.

30 Pacientes na tela de pacientes, verificar sempre o nome completo, data de nascimento e RG para escolher o paciente. Coloque sempre o nome completo sem abreviações e o RG sem ponto e traço. Se nesta tela as informações principais não estiverem configuradas, entre em contato com a informática, pois ela deve estar configurada de acordo com cada unidade. Se a etiqueta de código de barras estiver cortando algum número, entre em contato com a informática. Se na hora de digitar um exame aparecer : EXAME NÃO CONSTA NA TABELA - peça para o coordenador da unidade entrar em contato com o departamento de faturamento, pois este exame não consta na tabela de exames acordada entre o cliente e o laboratório. Verifique sempre as mensagens do sistema, cada ação de inclusão aparece na tela a palavra SUCESSO. A visualização e impressão dos resultados dependem da autorização de cada senha. Todas as observações digitadas no campo OBSERVAÇÃO no cadastro de exames sai impressa no laudo do paciente. Quando cancelar um exame no sistema, não esqueça de escrever na observação do exame o MOTIVO pelo qual o exame esta sendo cancelado, pois esta informação é muito importante para todos os setores. 30

31 Esta tela serve para fazer um orçamento para paciente que pagar o exame particular Digitar código da assistência ou clicar F1 para pesquisa 2 Escolher o tipo do plano se for assistência 3 colocar a quantidade de exames pedidos 4 digitar o código / mnemônico do exame ou clicar em F1 para pesquisa Aparecerá na tela os exames, os preços o total (soma) dos exames pedidos, código tabela AMB e as informações do exame a esquerda.

32 Digitar o último sobrenome e clicar em F1 ou o nome e clicar F2 2 Aparecerá na tela branca abaixo todos os pacientes com este sobrenome, para uma pesquisa mais refinada, se tiver em mãos use data de nascimento ou RG 3 Clicando em cima do paciente que procura, aparecerá todas as datas e respectivos pedidos que o paciente fez exames no laboratório. Para abrir um deles, basta clicar em cima do que necessita.

33 1 3 2 Atenção : para servidores locais (urgência) os exames estarão com resultado. Os resultados dos exames do ambulatório são cadastrados somente no servidor da central. 1 Digitar a data de entrada e o respectivo pedido. 2 Log Paciente : mostra toda rastreabilidade do pedido 3 Se o paciente estiver com os exames completos, neste ícone já se abrirá a tela para impressão (dependendo da autorização da senha e essa opção depende do processo interno do laboratório) 33

34 Para pacientes cadastrados no centro de custo de hospital e que no cadastro for digitado o registro hospitalar, ou prescrição médica, nesta tela podem ser consultados por esta numeração. Registro hospitalar: Digite o número e clique em F2 Prescrição : Digite o número e clique em F3 34

35 Deixar a opção consultar SEM o click Passar no leitor o código de barras do tubo a ser enviado para realização do exame 3 2 Após os tubos serem coletados, deve-se entrar na tela de distribuição (colaborador autorizado para tal evento para envio á central, o usuário deve ter o evento 01 triagem/coleta) No item 2 aparecerá o nome dos exames que serão realizados com o tubo e o item 03 mostrará toda rastreabilidade deste tubo. A cada tubo passado, dependendo do setor de realização a tela mudará automaticamente de cor. Para imprimir o protocolo coloque o pedido inicial e o final da unidade / centro de custo e clique na impressora! Após passar todos os tubos colhidos no dia na unidade, seguir os passos do slide seguinte 35 IMPORTANTE Lembre-se que os exames que aparecerem no relatório são os tubos que NÃO foram passados na tela de rastreabilidade e estão faltando.

36 Para imprimir o protocolo coloque o pedido inicial e o final da unidade / centro de custo e clique na impressora (conforme slide anterior)! O processo depende de cada unidade de negócio, porem indicamos o envio de uma via deste protocolo juntamente com o material. 36

37 Nos ícones já descritos anteriormente Tela de consulta : Tela de liberação médica : Os 2 ícones remetem a este mesmo pop-up Onde está registrado os eventos do paciente com data e hora Para auditoria de mudança de CADASTRO, na tela de cadastro de pacientes no ícone em cima dele e se houve alterações de nome, assistência, etc será mostrado basta clicar Para auditoria das AMOSTRAS na tela de distribuição aparecerá todos os eventos referentes aos tubos do paciente. Clicando no título da coluna temos a opção de colocar em ordem do evento. 37

38 IMPORTANTE Abra o navegador de internet, clique na impressora e configurar página, conforme figura : Em caso de dúvida na configuração, entre em contato com a informática. O Internet Explorer deve ter a versão 7 ou superior. * Cada versão do Internet Explorer tem uma maneira diferente de mostrar a mesma opção A impressora sempre devera estar configurada (arquivo configurar página) Esquerda e direita 8 Superior e inferior 12 Sem nada em cabeçalho e rodapé (vazio ou deletar o que estiver escrito) 38

39 Os usuários que possuem acesso ao Dogo laranja (intranet menu de relatórios) neste módulo, poderão imprimir resultados individualmente, devendo escolher: 1 Impressão Resultados Interno 3 2 Como fazer? 1 - Colocar a data DD/MM/AAAA e o pedido 2 - Clicar no LOGO 3 - E em seguida, no binóculo O sistema abrirá a tela com os exames do paciente 39

40 Nesta mesma tela, se não souber o pedido, podemos clicar no F2 no campo pedido (1) 1 2 Abre este tela onde podemos pesquisar um paciente pelo sobrenome, data de nascimento e ou RG. Selecionar a opção (nome ou RG) e clicar em pesquisar O sistema posicionara o paciente automaticamente

41 Existe ainda um outro grupo de usuários que quando se logan no sistema abre diretamente esta tela. Nesta tela podemos procurar o paciente pelo : Nome Pedido (colocar somente últimos 5 dígitos) Data (se colocar pedido, escolha a data e pode ser usado também para pesquisar por um range de datas) Unidade (vai aparecer a(s) unidade(s) da autorização da senha ) Após definir os itens necessários, clique em pesquisar Basta clicar em cima do nome do paciente e seguir os passos a seguir. Intervalo de datas tem que ser máximo 15 dias O nome do paciente deve ter no mínimo 3 caracteres para que o sistema possa encontrá-lo 41

42 Escolher os exames que deseja imprimir e clique em visualizar resultado, ou clique em TODOS para imprimir todos os exames deste pedido. Esta tela mostra também o status das amostras (item 1) E a data se o exame já tiver sido impresso (item 2)

43 Aparecerão os resultados na tela Para imprimir: Clique no botão de impressora do browser (1) 2 Clique com botão direito em cima do resultado e imprimir (2) Clique em Arquivo Imprimir 43

44 Escolha as opções: Impressão 2 Unidades 3 Escolha o centro de custo que deseja gerar a fila de impressão 4 Clique no box LOGO 5 Se desejar imprimir somente os pacientes que tenham todos os resultados completos, clique nesta opção 6 Clique no binóculo para gerar efetivamente a fila ** abaixo mostra a quantidade de exames a ser impressos de cada unidade (dependendo da autorização da senha, mostra somente a sua unidade) 44

45 1 Abrirá esta tela, FILA DE IMPRESSÃO a cada 1 minuto clique no botão atualizar Dependendo do número de exames a serem impressos, as filas de impressão são geradas ( por volta de 80 exames por fila / arquivo) 2 Após todos os arquivos serem gerados (status F) clique em cima em cada um deles 3 Espere a tela abrir e aparecer concluído e clique no botão da impressora

46 Relatório de pendência (dogo laranja) Caminho: Laboratório / Pendência 1 - Preencher com as informações referentes a sua busca 2 - Clicar na lupinha para gerar o relatório 46

47 Relatório de pendência (dogo laranja) Utilizado nos hospitais (controle de entrega de resultados por horário) Caminho: Laboratório / Pendência 1 - Preencher com as informações referentes a sua busca 2 - Clicar na lupinha para gerar o relatório 47

48 Cadastro paciente Cadastro exame Impressão etiqueta código de barras Coleta Distribuição Aba: Pacientes Aba: Pedidos Aba: Distribuição Realização do exame Liberação do exame na interface ou digitação manual Liberação exame no sistema Dogo Impressão do resultado 48

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Manual Sistema de Autorização Online GW

Manual Sistema de Autorização Online GW Sistema de Autorização Online GW Sumário Introdução...3 Acesso ao sistema...4 Logar no sistema...4 Autorizando uma nova consulta...5 Autorizando exames e/ou procedimentos...9 Cancelamento de guias autorizadas...15

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE ANS nº 34.600-4 AUTORIZADOR ON-LINE Para ter acesso ao autorizador on-line da Uniodonto Piracicaba siga os passos abaixo: 1 Acesse www.uniodontopiracicaba.com.br e clique em

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Página: 1. Revisão: 16/12/2008. G:\TI\Negocios\Manuais_WebGuias\WebGuias 1.08.doc

Página: 1. Revisão: 16/12/2008. G:\TI\Negocios\Manuais_WebGuias\WebGuias 1.08.doc Página: 1 Página: 2 INDICE EMISSÃO DE GUIAS VIA INTERNET... 3 WEBGUIAS...4 1. Página Inicial...5 2. Alterando a senha padrão fornecida pela Santa Casa Saúde:...6 3. Mensagens WEB...7 4. Autorização de

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Controle Patrimonial WEB

Controle Patrimonial WEB Cccc Controle Patrimonial WEB Manual Unidade de Guarda Conteúdo 1. Acessar o Controle Patrimonial - Web... 4 1.1. Login... 4 1.2. Esquecer sua senha?... 5 2. Alterar a senha... 6 3. Cadastrar novo usuário...

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado - Unidades de Diagnóstico 11.8. março de 2015. Versão: 2.0

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado - Unidades de Diagnóstico 11.8. março de 2015. Versão: 2.0 TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado - Unidades de Diagnóstico 11.8 março de 2015 Versão: 2.0 1 Sumário 1 Objetivos... 4 2 Introdução... 4 3 Cadastros... 5 3.1 Cadastro de Departamentos do Laboratório...

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA HOSP7

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA HOSP7 GUIA DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA HOSP7 LEALDATA INFORMÁTICA RECEPÇÃO FATURAMENTO CADASTRANDO E FATURANDO PACIENTES INSTALAÇÃO DO SISTEMA EM OUTROS COMPUTADORES RECEPÇÃO Segue abaixo passo a passo os cadastros

Leia mais

Manual de utilização do Relatório de Viagens

Manual de utilização do Relatório de Viagens Manual de utilização do Relatório de Viagens Os Módulos do Sistema de Relatório de Viagens foram criados tendo com base a Regulamentação de Viagem da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S/A (RG/AD/02/10ª).

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Paciente: Pessoa física que venha a utilizar-se dos serviços da clínica quer seja uma consulta, um exame ou um procedimento.

Paciente: Pessoa física que venha a utilizar-se dos serviços da clínica quer seja uma consulta, um exame ou um procedimento. CADASTROS Efetuar Cadastros é a primeira providencia que se deve tomar ao se iniciar a operação com a plataforma clinicaonline, pois é nele que se concentrarão todos os parâmetros e informações sobre:

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO Departamento de Tecnologia da Informação tecnologia@unimeditabira.com.br 31 3839-771 3839-7713 Revisão 03 Itabira Setembro 2015 Sumário 1. Acessando

Leia mais

Manual do Prestador. Autorizador Web

Manual do Prestador. Autorizador Web Manual do Prestador Autorizador Web Instruções Gerais Quando houver a realização de consultas que os beneficiários estiverem sem o cartão de identificação, ou quando este cartão não for reconhecido na

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Manual de Integração do Esmeralda DOS com a S_Line

Manual de Integração do Esmeralda DOS com a S_Line O que configurar no Esmeralda DOS? 1. Endereço Internet do Laboratório Utilizar a opção L - Parametros/Internet para informar o endereço Internet do LABORATÓRIO, que será impresso no Comprovante de Coleta;

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL Versão 1.3 Sumário 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. Primeiro acesso ao sistema... 3 1.2. Como alterar a senha no primeiro acesso... 4

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução-

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução- Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução- A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

MANUAL. Laudos Online Convênios & Empresas. www.labsaopaulo.com.br

MANUAL. Laudos Online Convênios & Empresas. www.labsaopaulo.com.br MANUAL Convênios & Empresas www.labsaopaulo.com.br www.labsaopaulo.com.br Antes de iniciar o nosso passo a passo acesse a nossa página de Resultados Online em nosso site, você irá facilmente visualizar

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET I Sumário 1. Objetivo do Documento... 1 2. Início... 1 3. Cadastro de Pessoa Física... 3 3.1. Preenchimentos Obrigatórios.... 4 3.2. Acesso aos Campos

Leia mais

Sistema de Autorização Unimed

Sistema de Autorização Unimed Diretoria de Gestão Estratégica Departamento de Tecnologia da Informação Divisão de Serviços em TI Sistema de Autorização Unimed MANUAL DO USUÁRIO DIVISÃO DE SERVIÇOS EM TI A Divisão de Serviços em TI

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Manual das Secretárias. Manual do usuário. Módulo Secretárias

Manual das Secretárias. Manual do usuário. Módulo Secretárias Manual do usuário Módulo Secretárias 1. Login O login é único e permite o acesso exclusivo ao consultório médico. Será informado por email às secretária que enviaram os dados para cadastro. Obs: A senha

Leia mais

SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários

SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários Para realizar um cadastro de usuário, clique na aba USUÁRIOS e em seguida no botão. Aba Dados Nome: cadastro do nome do novo usuário. Código: É possível

Leia mais

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Procedimentos para Utilização do SAVI

Procedimentos para Utilização do SAVI Procedimentos para Utilização do SAVI 1. Acessando o sistema Para acessar o sistema é necessário ter instalado em seu sistema o navegador Firefox. Uma vez que ele esteja disponível acesse o link: HTTP://

Leia mais

MANUAL TISS Versão 3.02.00

MANUAL TISS Versão 3.02.00 MANUAL TISS Versão 3.02.00 1 INTRODUÇÃO Esse manual tem como objetivo oferecer todas as informações na nova ferramenta SAP que será utilizada pelo prestador Mediplan, a mesma será responsável para atender

Leia mais

Manual de Utilização Autorizador Web V2

Manual de Utilização Autorizador Web V2 Manual de Utilização Autorizador Web V2 OBJETIVO Esse manual tem como objetivo o auxílio no uso do Autorizador de Guias Web V2 do Padre Albino Saúde. Ele serve para base de consulta de como efetuar todos

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MODULO OPERACIONAL TISS 3.02.00 Setembro 2015 - Versão 3 Índice Passo 1: Visão Geral... 3 Passo 2: Como acessar o Consultório Online?... 3 Passo 3: Quais são os Recursos Disponíveis...

Leia mais

Manual do Prestador Versão TISS 3.02

Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Caro(a) Prestador(a) Serviços, É com muito prazer e satisfação que aproveitamos esta página para demonstrar nosso agradecimento em relação à confiança depositada por

Leia mais

Módulo: R_LAU_EXA - Relatório de Laudo de Exames

Módulo: R_LAU_EXA - Relatório de Laudo de Exames Page 1 of 42 120988 Módulo: R_LAU_EXA - Relatório de Laudo de Exames PDA 120988: Criação de Numeração de Página do Laudo do Laboratório. SOLICITAÇÃO DO CLIENTE Solicito que na impressão dos resultados

Leia mais

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE 2 1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE ATENDIMENTO... 6 4 - A TELA AGENDA... 7 4.1 - TIPOS

Leia mais

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL.

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL. DÚVIDAS MAIS FREQUENTES - DO CLIENTE 1. Qual o procedimento para se cadastrar na Guia Eletrônica? - Rolar a página e procure pelo item Novo Cliente? - Escolher o perfil: Próprio Interessado: Pessoa Física

Leia mais

Manual de utilização do Sistema. Plano Tiss

Manual de utilização do Sistema. Plano Tiss Manual de utilização do sistema de lançamento de guias Planotiss 1 Manual de utilização do Sistema Plano Tiss Plano Tiss Após a instalação do Sistema Planotiss, será criada um atalho na Área de trabalho,

Leia mais

Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS.

Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS. FATURAMENTO ELETRO NICO - SADT Este manual irá guia-lo passo a passo na geração de um Lote de Guia e, como transmitir o arquivo para gerar o xml no padrão TISS. LANÇANDO SADT Para enviar o faturamento

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias.

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias. MANUAL DO USUÁRIO - CARTÓRIOS VERSÃO 1.0 Objetivo: Este documento tem como objetivo apresentar aos usuários dos cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP

Leia mais

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6.

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6. Sumário OBJETIVO... 2 1 ACESSANDO O SISTEMA... 3 2 - TELA PRINCIPAL (Painel de Controle)... 4 3 MÓDULO ETIQUETAS... 4 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS... 7 5 ANEXAR DOCUMENTOS... 15 6 MENU TRÂMITE... 18 6.1 RECEBER

Leia mais

Manual do Sistema. SMARsa. Módulo WEB

Manual do Sistema. SMARsa. Módulo WEB Manual do Sistema SMARsa Módulo WEB Índice INTRODUÇÃO...1 OBJETIVOS....1 TELA DE LOGIN...2 Como Utilizar?...2 INICIANDO O TRABALHO...3 TELA INICIAL...3 PERDA DE CONEXÃO:...4 1. ADMINISTRAÇÃO...5 1.1. Alterar

Leia mais

LOGÍSTICA E FATURAMENTO

LOGÍSTICA E FATURAMENTO LOGÍSTICA E FATURAMENTO 1. Geração lote de separação 1 2. Impressão Picking list 3 2.1. Por pedidos 3 2.2 Por lote 5 2.3 Controle do Picking List por Lote 7 3. Registro de operação por Caixa 10 3.1 Separação

Leia mais

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte.

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. MANUAL DE SUPORTE Controle de Suporte Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. SUMÁRIO Considerações Iniciais... 3 Acesso... 4 Controle de Suporte... 5 1. Solicitação de Atendimento...

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR WEB

MANUAL DO PRESTADOR WEB MANUAL DO PRESTADOR WEB ÍNDICE ÍNDICE... 2 1) Apresentação... 3 2) Informações importantes... 3 3) Programas e configurações necessários... 4 3.a. Programas necessários.... 4 3.b. Configurações necessárias....

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas Prefeitura de Rio Verde GO SEFAZ - Secretaria da Fazenda DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas DMS e Notas Fiscais Eletrônicas Rio Verde, GO, setembro 2009 1 Sumário INTRODUÇÃO... 03 LEGISLAÇÃO...

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital O cadastro de Empresas permite cadastrar quais empresas estarão configuradas para utilizar o SIGLA Digital. Caso necessário cadastrar uma

Leia mais

COMO ACESSAR O SISTEMA?

COMO ACESSAR O SISTEMA? COMO ACESSAR O SISTEMA? 1º Passo Vai ao ícone do programa que está na área de trabalho. Veja a figura abaixo com o ícone do programa: 2º Passo - Clique 2 vezes sobre o ícone. 3º Passo Após os dois clique

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo.

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo. Unidade 02 A- Iniciando o Trabalho com o ACCESS: Criar e Salvar um Banco de Dados Acessar o ACCESS Criar e Salvar o Banco de Dados Locadora Encerrar o Banco de Dados e o Access Criando um Banco de Dados

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Inventário Manual...2 Relatório de contagem...2 Contagem...3 Digitação...3 Inventário Programado...6 Gerando o lote...7 Inserindo produtos manualmente no lote...8 Consultando

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

ecare diagnosis MANUAL DO PRESTADOR

ecare diagnosis MANUAL DO PRESTADOR ecare diagnosis MANUAL DO PRESTADOR ATUALIZADO EM 10/06/2006 MANUAL DO PRESTADOR ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 5 2 ENTRANDO NO SISTEMA 6 3 AGENDAMENTO DE CONSULTA 6 4 CONFIRMAÇÃO DE CONSULTA 7 5 MARCAÇÃO DE EXAME

Leia mais

Manual da AGENDA GRACES 2011

Manual da AGENDA GRACES 2011 1 Agenda Graces Manual da AGENDA GRACES 2011 O Sistema Agenda Graces integrada ao Sistema Graces e Agenda Graces Grátis foi desenvolvido pela empresa Quorum Informática. Este Manual tem por objetivo atender

Leia mais

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE Baixa Simplificada de Empresas 2 Sumário 1 Como preparar o computador para uso do certificado digital...04 2 Primeiro Acesso: Cadastro

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Credito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Manual Cartão SUS Manual de Operação Julho/2011 Conteúdo Sumário...

Leia mais

Manual SteelBOX Gestão e Automação de Estúdios Audiovisuais

Manual SteelBOX Gestão e Automação de Estúdios Audiovisuais Manual SteelBOX Gestão e Automação de Estúdios Audiovisuais Alterosa MG Do Software O SteelBOX é o melhor e mais completo software de gestão e automação de estúdios audiovisuais do país, nele pequenos

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 Consultório e SADT 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14

Leia mais

MANUAL PORTAL ACADÊMICO

MANUAL PORTAL ACADÊMICO MANUAL PORTAL ACADÊMICO Sumário Sumário... 2 1. Apresentação... 3 2. Navegação no site da Escola do Legislativo... 4 3. Ministrante... 6 3.1.Cadastro de ministrante... 6 3.2. Preencher os campos... 7 3.3

Leia mais

Manual LIS- DAL. Sérgio Franco Medicina Diagnóstica

Manual LIS- DAL. Sérgio Franco Medicina Diagnóstica Manual LIS- DAL Sérgio Franco Medicina Diagnóstica Sistema de Admissão de exames pela Internet Conexão Ao abrir a janela, pressionar Enter e aparecerão as opções abaixo, em seguida clique em PSWEB (ext)

Leia mais

MANUAL BÁSICO USUARIO PATHOGOLD

MANUAL BÁSICO USUARIO PATHOGOLD MANUAL BÁSICO USUARIO PATHOGOLD PathoGOLD 2014 é um software de gestão de laboratório. Birlamedisoft PathoGold India desenvolve este software para Laboratório. Diafgarma Brasil distribui e comercializa

Leia mais

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Versão 1.0.7 Manual do Usuário

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Versão 1.0.7 Manual do Usuário Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS DATASUS Gerenciador de Ambiente Laboratorial GAL Versão 1.0.7 Página 1 de 70 Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Usuário

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. INFORMAÇÕES REGULAMENTARES:...3 3. ACESSO AO SISTEMA...3 4. INCLUSÃO DE USUÁRIOS...4 5. FATURAMENTO ELETRÔNICO...5 6. GUIA

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Módulo de operação Ativo Bem vindo à Vorage CRM! Nas próximas paginas apresentaremos o funcionamento da plataforma e ensinaremos como iniciar uma operação básica através do nosso sistema,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA Sistema Nota Fiscal Eletrônica Sil Tecnologia LTDA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 5 1.1 Tela Inicial do Sistema 5 1.2 Navegador de registros 6 1.3 Filtro de Registros 6 2. TELA

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email]

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL COTAÇAO WEB [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais Autor: Equipe

Leia mais

Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo

Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo Sistema de Automaçaõ de Vendas Manual Passo a Passo Transmissão Antes de começar a trabalhar, vamos entender o item do menu transmissão, é nele que se faz atualização dos dados do moinho para o seu computador,

Leia mais

LAYOUT ARQUIVO MAGNÉTICO

LAYOUT ARQUIVO MAGNÉTICO LAYOUT ARQUIVO MAGNÉTICO VIA NOVA BENEFÍCIOS LAYOUT DO ARQUIVO MAGNÉTICO EPV PARA PEDIDOS SUMÁRIO SESSÃO A Informações do arquivo 3 Composição do arquivo 4 SESSÃO B Arquivo EPV Nome do arquivo a ser importado

Leia mais

Para pesquisar o código do cliente, caso não saiba, aperte o botão ao lado do campo Cliente.

Para pesquisar o código do cliente, caso não saiba, aperte o botão ao lado do campo Cliente. Procedimento de Lançamento de Vendas Sistema SVC 1 Para lançar um bilhete de venda ou lançar uma venda e emitir um bilhete pelo Sistema, abra a tela de vendas e pressione o botão inserir no menu superior.

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

Manual de Treinamento. Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal

Manual de Treinamento. Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal Manual de Treinamento Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal Sumário Introdução...3 Nova Proposta...9 Propostas Existentes...40 Configurações do Usuário...43 Histórico Consolidado do Cliente...47

Leia mais