Celso F. França Costa Consultor na MEGAJOULE. MEGAJOULE Consultoria no mercado de energia eólica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Celso F. França Costa Consultor na MEGAJOULE. MEGAJOULE Consultoria no mercado de energia eólica"

Transcrição

1 Celso F. França Costa Consultor na MEGAJOULE MEGAJOULE Consultoria no mercado de energia eólica

2 A Megajoule Criada em Fevereiro de 2004 contando os seus fundadores com mais de 10 anos de experiência na área das energias renováveis Consultoria em projetos de energias renováveis, com especial enfase em energia solar e eólica Referência lider em Portugal para a consultoria de A MEGAJOULE SA s é detida a 100% pela UNIWATT, a projetos eólicos sociedade criada pelos seus fundadores...mais de MW de projetos em todo o mundo...

3 A Megajoule

4 A Megajoule Visão Trabalhar com a ambição de ser a maior referência nacional em consultoria na área dos recursos eólicos, com presença internacional, bem como consolidar a atividade de consultoria em projectos de aproveitamento de outras fontes renováveis de energia. Missão Contribuir para a implantação de projetos economicamente viáveis de aproveitamento das fontes renováveis de energia, em particular de energia eólica, prestando serviços de consultoria de excelência nas diversas fases do projeto e a todos os atores do mercado. Ética e Independência Como garantes de confiança, a certeza e liberdade nas nossas conclusões, dúvidas e opiniões, são para os nossos Clientes convicção de um parceiro responsável Eficácia e Rigor A única informação útil é aquela que chega a tempo e a única informação segura é aquela que é compreensível. Esforçamo-nos para colocar a técnica e a engenharia ao serviço dos nossos Clientes Proximidade e Dedicação Os seus projetos são os nossos projetos. Assumimos empenhadamente a nossa missão de reduzir riscos e acrescentar valor aos ativos dos nossos Clientes. Trabalhamos com a vizinhança e o empenho que esperaria de qualquer departamento da sua própria empresa

5 A Megajoule A empresa A gestão é assegurada pelos seus fundadores: Miguel Ferreira, Paulo Pinto e Ricardo Guedes, com uma experiência de 20 anos no setor. O grupo tem um quadro técnico de cerca de 20 pessoas experientes em avaliação de recursos eólicos e solares e gestão de projetos. Colaboramos regularmente com instituições universitárias no âmbito da investigação, desenvolvimento e formação. De forma a assegurar a melhor qualidade de serviço aos nossos clientes, trabalhamos com uma rede de empresas parceiras com vista a prestar serviços complementares à sua atividade.

6 Serviços de consultoria Qual o papel da empresa de consultoria no mercado?... Formação Integração de novos produtos Formação Auditoria a projetos Certificação Auditoria técnica completa para financiamento em parceria com empresas de engenharia Instituições governamentais Instituições financeiras Contratos de fornecimento de energia Universidades Colaboração nos campos de I&D Empresas de engenharia Serviços de engenharia Pedidos de financiamento para projetos de energia Formação Prospeção de recurso Campanhas de medição Avaliação do potencial Otimização dos projetos Estudos de viabilidade Medição de curvas de potência Promotores de projetos

7 Serviços de consultoria Energia Solar Mapeamento do recurso solar Campanhas de medição Configuração e análise dos equipamentos Inspeção e avaliação de locais de projeto Estimativas de produção de energia Auditoria técnica a projetos Estudos de viabilidade Energia Eólica Simulação de escoamentos de vento em mesoescala Campanhas de medição Definição de layouts e estimativas de produção Estudos de ligação à rede Site Assessment (IEC) Relatórios de viabilidade de projetos Due diligence técnica completa Verificação e medição de curvas de potência Previsão de produção a curto prazo

8 Recurso eólico Torna-se importante adquirir perspectiva! Então como se podem melhorar os resultados obtidos?

9 Exemplos de projetos Projetos inovadores de sucesso!... WINDIE tm Computational Fluid Dynamics Índice de Eolicidade para Portugal

10 Exemplos de projetos - CFD O que é um CFD? Não lineares e tridimensionais Teoricamente, mais precisos que os modelos lineares Capazes de estimar as propriedades de vento de uma forma mais detalhada, como inclinação de fluxo e turbulência Capazes de capturar e modelar efeitos em terreno complexo, como declives acentuados, floresta e obstáculos Precisa da imposição de condições de fronteira (idealizadas ou a partir de simulações prévias de Mesoescala) Dados de vento locais podem ser usados para correcção Existem alguns códigos de CFD com aplicação exclusiva na Energia Eólica, mas requerem algum grau de experiência Os resultados provenientes da simulações podem ser integrados com outras ferramentas de modelação e de micrositing

11 Exemplos de projetos - CFD Quais as vantagens de usar um CFD? Forte potencial de redução da incerteza associada à velocidade horizontal (e por consequências às estimativas de produção de energia) Estimativa detalhada de quantidades relevantes: Componente vertical e inclinação do escoamento, Shear Factor e Turbulência Modelos turbulentos avançados para terreno complexo Modelo de Floresta para estimativa dos efeitos das arvores no campo de velocidade, Shear e Turbulência Adicionar um conhecimento mais profundo sobre o escoamento

12 Exemplos de projetos - CFD Quando é que devo usar um CFD? Obstáculos ou floresta próximos? Complexidade de terreno elevada (RIX > 40%?) Turbulência medida > 15%? Fracas previsões cruzadas entre mastros com modelo linear? Fraca previsão do perfil vertical de velocidade para o local do mastro a partir do modelo linear? Baixa altura de medição (Hm) comparada com altura de eixo das máquinas (Hh) : Hm/Hh < 2/3? Elevada distância entre mastro e turbinas (> 5km para terreno complexo & 10km para terreno plano?)

13 Exemplos de projetos Índice de Eolicidade Os gestores dos parques eólicos necessitam aferir o desempenho face ao recurso mensalmente e enquadrado no historial. Como avaliar a variabilidade inter-anual em regiões especificas? Quais as causas das diferenças de produção relativamente às previsões devidas à variabilidade do recurso eólico? Como fazer a avaliação ao nível nacional, tendo em conta os regimes climáticos de cada região? Para dar resposta as estas e outras questões são usados indicadores de eolicidade designados por Índices de Eolicidade

14 Exemplos de projetos Índice de Eolicidade A Eolicidade ao nível regional Variações na Eolicidade Características do clima Cálculo de IE para diferentes regiões Sub-zonas Zonas IE nacional Critérios: Similaridade de Regime de Ventos Densidade de parques eólicos Correlação Critérios: Proximidade de regimes de vento semelhantes Distribuição geográfica e limites administrativos Critérios: Média de todas as zonas Não é ponderado em função da potencia instalada ou número de parques

15 Exemplos de projetos Índice de Eolicidade Como varia o recurso nacional?... Índice de Eolicidade Oscilação Janeiro p 24% p 32% p 5% q 33% p 23% Janeiro Fevereiro q 28% p 22% q 3% q 6% p 17% Fevereiro Março q 6% p 9% q 12% q 24% p 53% Março Abril q 9% q 16% q 13% p 32% p 32% Abril Maio p 1% p 19% q 32% p 7% p 26% Maio Junho q 17% q 5% p 7% p 12% p 16% Junho Julho p 2% q 13% p 24% p 4% q 42% Julho Agosto q 5% q 3% q 14% q 5% p 6% Agosto Setembro p 6% q 17% q 10% p 25% p 40% Setembro Outubro p 1% p 4% p 2% q 13% p 8% Outubro Novembro p 23% p 2% q 6% p 11% p 12% Novembro Dezembro p 31% p 18% q 23% q 11% p 3% Dezembro Anual

16 Exemplos de projetos Índice de Eolicidade Cada vez com mais detalhe

17 Portugal Brasil Polónia Roménia Turquia Croácia África do Sul Índia O seu parceiro global

Catálogo. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Centro de Energia Eólica. Apoio:

Catálogo. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Centro de Energia Eólica. Apoio: Catálogo Apoio: APRESENTAÇÃO O (CE-EÓLICA) se consolida como uma ação estratégica da PUCRS em função do crescimento das competências nesta área, a partir de atividades especificas realizadas pelo NUTEMA,

Leia mais

Serviços Onshore para Desenvolvedores, Operadores, Proprietários, Financiadores & Investidores em. Parques Eólicos

Serviços Onshore para Desenvolvedores, Operadores, Proprietários, Financiadores & Investidores em. Parques Eólicos Serviços Onshore para Desenvolvedores, Operadores, Proprietários, Financiadores & Investidores em Parques Eólicos Serviços Globais de Engenharia Eólica Provedor de Serviços All-in-One Ao combinar expertise

Leia mais

Energia Eólica Offshore

Energia Eólica Offshore Energia Eólica Offshore Levantamento do potencial do país, limitações e soluções tecnológicas Ana Estanqueiro Conferência Energia 2020, 8 de Fevereiro de 200 Co-autor - Paulo Costa Agradecimentos - T.

Leia mais

As PME do Sector Energético: desafios e estratégias APE/Energy Live Expo Lisboa, Março de 2013

As PME do Sector Energético: desafios e estratégias APE/Energy Live Expo Lisboa, Março de 2013 As PME do Sector Energético: desafios e estratégias APE/Energy Live Expo Lisboa, Março de 2013 Rethinking Energy Worldwide A Internacionalização de uma pequena empresa de serviços Miguel Ferreira Março

Leia mais

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015 O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil Mario Lima Maio 2015 1 A Matriz Energética no Brasil A base da matriz energética brasileira foi formada por recursos

Leia mais

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos Pólo da Competitividade e Tecnologia da Energia (PCTE) O papel do PCTE na energia solar em Portugal 8 e 9 de Fevereiro de 2010 António Mano - EDP Antonio.ermidamano@edp.pt A VISÃO do ENERGYIN Motivos da

Leia mais

FrontWave Engenharia e Consultadoria, S.A.

FrontWave Engenharia e Consultadoria, S.A. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa é uma empresa criada em 2001 como spin-off do Instituto Superior Técnico (IST). Desenvolve tecnologias e metodologias de inovação para rentabilizar

Leia mais

Produza a sua própria energia

Produza a sua própria energia Produza a sua própria energia CONTEÚDO ENERGIAFRICA QUEM SOMOS A NOSSA MISSÃO SERVIÇOS AS NOSSAS SOLUÇÕES SOLARES PROJECTO MODULO VIDA PORTEFÓLIO MAIS ENERGIA RENOVÁVEL, MAIS VIDA PARA O PLANETA www.energiafrica.com

Leia mais

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS Enquadramento Protocolo de Quioto Cimeira de Joanesburgo Directiva Renováveis Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável Programa E4 Nova Resolução do Conselho de Ministros INTERREG Programas Regionais

Leia mais

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel.

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. Projecto A Oficina+ ANECRA é uma iniciativa criada em 1996, no âmbito da Padronização de Oficinas ANECRA. Este projecto visa reconhecer a qualidade

Leia mais

Prof. Reinaldo Castro Souza (PhD) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) reinaldo@ele.puc-rio.br

Prof. Reinaldo Castro Souza (PhD) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) reinaldo@ele.puc-rio.br Prof. Reinaldo Castro Souza (PhD) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) reinaldo@ele.puc-rio.br A geração eólica depende diretamente da velocidade do vento. A velocidade do vento

Leia mais

Brainnovation ciclo de workshops Formador: Pedro Paiva

Brainnovation ciclo de workshops Formador: Pedro Paiva Formador: Pedro Paiva Ciclo de Criatividade: A Inovação é fundamental no mundo empresarial e nas vidas de todos nós, pois está associada à resolução de problemas e desafios, criando valor para as organizações

Leia mais

República de Angola MINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS

República de Angola MINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS República de Angola MINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS Conferência e exposição ipad angola 2011 Luanda, 15 de Setembro de 2011 Fontes de Energias renováveis no Contexto angolano APRESENTAÇÃO SANDRA CRISTÓVÃO

Leia mais

Aproveitamento do Potencial Eólico Sustentável em Portugal

Aproveitamento do Potencial Eólico Sustentável em Portugal Aproveitamento do Potencial Eólico Sustentável em Portugal (A tecnologia, situação actual e perspectivas futuras...) INSTITUTO NACIONAL DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA INDUSTRIAL Departamento de Energias Renováveis

Leia mais

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO CONTEÚDO 1 APRESENTAÇÃO 2 PÁGINA 4 3 4 PÁGINA 9 PÁGINA 5 PÁGINA 3 APRESENTAÇÃO 1 O cenário de inovação e incertezas do século 21 posiciona o trabalho

Leia mais

CONFERÊNCIA. Biomassa Financiar uma Fonte Limpa de Produção Energética FINANCIAMENTO DE CENTRAIS DE BIOMASSA. Lisboa, 7 de Julho de 2010

CONFERÊNCIA. Biomassa Financiar uma Fonte Limpa de Produção Energética FINANCIAMENTO DE CENTRAIS DE BIOMASSA. Lisboa, 7 de Julho de 2010 CONFERÊNCIA Biomassa Financiar uma Fonte Limpa de Produção Energética FINANCIAMENTO DE CENTRAIS DE BIOMASSA Lisboa, 7 de Julho de 2010 Luís Sousa Santos lsantos@besinv.pt Financiamento de Centrais de Biomassa

Leia mais

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA Por meio de um investimento estratégico de até R$314,7 milhões, a BNDESPAR ingressa no capital social da Renova Energia. Parceria de Longo Prazo A

Leia mais

ESPECIALIDADES ENVOLVIDAS

ESPECIALIDADES ENVOLVIDAS DESENVOLVIMENTO E CONSTRUÇÃO DE UM PARQUE EÓLICO ESPECIALIDADES ENVOLVIDAS Visita Técnica da Ordem dos Engenheiros ao Parque Eólico do Pinhal Interior HELDER SERRANHO Administrador COO 30 de Outubro de

Leia mais

CURSO DE GESTÃO DE VENDAS (15 horas)

CURSO DE GESTÃO DE VENDAS (15 horas) CURSO DE GESTÃO DE VENDAS Inedem- Apotec Outono 2007 25 e 26 de Setembro 9h00 às 18h30 Dirigido a gestores da área financeira com necessidade de ferramentas informáticas de elevada eficácia na avaliação

Leia mais

PPP e Desenvolvimento de Competências Desenvolvimento e implementação de projetos de parcerias de desenvolvimento público-privadas

PPP e Desenvolvimento de Competências Desenvolvimento e implementação de projetos de parcerias de desenvolvimento público-privadas 13 de maio de 2015 PPP e Desenvolvimento de Competências Desenvolvimento e implementação de projetos de parcerias de desenvolvimento público-privadas Virpi Stucki Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento

Leia mais

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo. Brasil: vento, energia e investimento. São Paulo/SP 23 de novembro de 2007

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo. Brasil: vento, energia e investimento. São Paulo/SP 23 de novembro de 2007 O Mercado de Energia Eólica E no Brasil e no Mundo Brasil: vento, energia e investimento São Paulo/SP 23 de novembro de 2007 Energia: importância e impactos A energia é um dos principais insumos da indústria

Leia mais

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Abril de 2008 Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária 1 Bashen Agro Um projecto Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Parceria FZ AGROGESTÃO Consultoria em Meio Rural, Lda Av.

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

Geração de Energia a partir de Cavaco de Madeira (Biomassa) Author: Michael Vahrenkamp / Marcio Teixeira Date: 25/11/13

Geração de Energia a partir de Cavaco de Madeira (Biomassa) Author: Michael Vahrenkamp / Marcio Teixeira Date: 25/11/13 Geração de Energia a partir de Cavaco de Madeira (Biomassa) Author: Michael Vahrenkamp / Marcio Teixeira Date: 25/11/13 Geração de Energia a partir de Cavaco de Madeira (Biomassa) Necessidade de projetos

Leia mais

2º Relatório Intercalar CLIMAAT Carlos Miguel Canhoto Franco Antunes

2º Relatório Intercalar CLIMAAT Carlos Miguel Canhoto Franco Antunes INTRODUÇÃO 2º Relatório Intercalar CLIMAAT Carlos Miguel Canhoto Franco Antunes Este trabalho, que está inserido no projecto CLIMAAT, Programa INTERREG IIIB, servirá também como tese de mestrado. Neste

Leia mais

Consumo e geração de energia equilibrados

Consumo e geração de energia equilibrados Consumo e geração de energia equilibrados Consumo e geração de energia equilibrados Em Portugal, a rede de transporte de energia foi concebida tendo em conta a produção maciça e contínua de energia proveniente

Leia mais

Software PHC com MapPoint

Software PHC com MapPoint Software PHC com MapPoint A análise de informação geográfica A integração entre o Software PHC e o Microsoft Map Point permite a análise de informação geográfica, desde mapas a rotas, com base na informação

Leia mais

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial. CoP de Gestão do Conhecimento Notas da sessão presencial de 24 de Março de 2014 Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Leia mais

Regulamento. Preâmbulo

Regulamento. Preâmbulo Regulamento Preâmbulo As Empresas e os Empreendedores são a espinha dorsal de qualquer economia, em termos de inovação, de criação de emprego, de distribuição de riqueza e de coesão económica e social

Leia mais

Permanente actualização tecnológica e de Recursos Humanos qualificados e motivados;

Permanente actualização tecnológica e de Recursos Humanos qualificados e motivados; VISÃO Ser a empresa líder e o fornecedor de referência do mercado nacional (na área da transmissão de potência e controlo de movimento) de sistemas de accionamento electromecânicos e electrónicos, oferecendo

Leia mais

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA 2 PROGRAMA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA A Portugal Ventures, Caixa Capital e Mota-Engil Industria e Inovação celebraram um acordo para a concretização de um Programa, designado

Leia mais

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo O Mercado de Energia Eólica E no Brasil e no Mundo Audiência Pública P - Senado Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle Brasília/DF 19 de junho de 2008 Energia: importância

Leia mais

A RELEVÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES

A RELEVÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES A RELEVÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES Cristina Barbosa, Auditora da APCER XIX Congresso da Ordem dos Engenheiros 20-out-2012 Centro Cultural de Belém Resumo da Apresentação

Leia mais

Células de combustível

Células de combustível Células de combustível A procura de energia no Mundo está a aumentar a um ritmo alarmante. A organização WETO (World Energy Technology and Climate Policy Outlook) prevê um crescimento anual de 1,8 % do

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL MISSÃO A Associação para a Economia Cívica Portugal é uma Associação privada, sem fins lucrativos cuja missão é: Promover um novo modelo de desenvolvimento económico

Leia mais

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000 ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário Gestão da Qualidade 2005 1 As Normas da família ISO 9000 ISO 9000 descreve os fundamentos de sistemas de gestão da qualidade e especifica

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020 COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA 2014-2020 18-11-2015 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL, IP-RAM MISSÃO Promover o desenvolvimento, a competitividade e a modernização das empresas

Leia mais

MODELO PLANO DE NEGÓCIO

MODELO PLANO DE NEGÓCIO MODELO PLANO DE NEGÓCIO Resumo dos Tópicos 1 EMPREENDEDOR... 3 1.1. O EMPREENDIMENTO... 3 1.2. OS EMPREENDEDORES... 3 2 GESTÃO... 4 2.1. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO... 4 2.3. PLANO DE OPERAÇÕES... 4 2.4. NECESSIDADE

Leia mais

A solução que permite controlar e executar remotamente a assistência técnica da empresa, contribuindo para um melhor serviço ao Cliente

A solução que permite controlar e executar remotamente a assistência técnica da empresa, contribuindo para um melhor serviço ao Cliente PHC dsuporte Interno DESCRITIVO O módulo PHC dsuporte Interno é uma ferramenta essencial para o técnico gerir o seu dia-a-dia, permitindo desempenhar um melhor serviço aos Clientes, aumentar o know-how

Leia mais

curso ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA DE RISCO DE NEGÓCIO inter RISCO WWW.INTERNACIONAL.COMPANHIAPROPRIA.PT

curso ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA DE RISCO DE NEGÓCIO inter RISCO WWW.INTERNACIONAL.COMPANHIAPROPRIA.PT 風 險 Introdução / Apresentação do Curso: Segundo Damodaran (2002), risco, para a maior parte de nós, refere-se à possibilidade de, nos jogos de sorte e azar da vida, podermos ter um resultado de que não

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 1 INOVAÇÃO Ação 1.1 GRUPOS OPERACIONAIS Enquadramento Regulamentar Artigos do Regulamento (UE) n.º 1305/2013, do Conselho e do Parlamento

Leia mais

Grupo de Trabalho Português para o Investimento Social

Grupo de Trabalho Português para o Investimento Social Grupo de Trabalho Português para o Investimento Social Resumo da primeira reunião da Equipa de Trabalho 2 Capacitação das organizações para o impacto e investimento social Contacto para questões sobre

Leia mais

"Condições de viabilidade da microgeração eólica em zonas urbana " Caracterização do mercado

Condições de viabilidade da microgeração eólica em zonas urbana  Caracterização do mercado "Condições de viabilidade da microgeração eólica em zonas urbana " Caracterização do mercado Actualmente existem cerca de 800 milhões de pessoas em todo o mundo que vivem sem eletricidade, uma forma de

Leia mais

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Informação 8 de Fevereiro de 2011 Campanha institucional do grupo Portucel Soporcel arranca hoje O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Arranca hoje a nova campanha institucional

Leia mais

COMPANY PRESENTATION Apresentação da Empresa

COMPANY PRESENTATION Apresentação da Empresa COMPANY PRESENTATION Apresentação da Empresa Os produtos Bior são desenvolvidos e produzidos integralmente em Portugal. O sucesso da nossa empresa no mercado internacional mostra que produzimos produtos

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt 28 Fev 2008 LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas Campus da FEUP Rua Dr. Roberto Frias, 378 4200-465 Porto Portugal T +351 222 094 000 F +351 222 094 000 www@inescporto.pt www.inescporto.pt José

Leia mais

Procifisc Engenharia e Consultadoria, Lda.

Procifisc Engenharia e Consultadoria, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa, com sede em Castelo Branco, é uma empresa criada em 2007 que atua nos domínios da engenharia civil e da arquitetura. Atualmente, é uma empresa

Leia mais

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010 Apresentação de Resultados 2009 10 Março 2010 Principais acontecimentos de 2009 Conclusão da integração das empresas adquiridas no final de 2008, Tecnidata e Roff Abertura de Centros de Serviços dedicados

Leia mais

Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de:

Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de: Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de: Qualidade e IT Service Management Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI) Ambiente Higiene e Segurança no Trabalho

Leia mais

MEDI T FINANCE CONTABILIDADE CONSULTORIA

MEDI T FINANCE CONTABILIDADE CONSULTORIA AMedi T Finance é a mais recente aposta do Grupo Medi T. É uma organização multidisciplinar que presta serviços profissionais nasáreas da Assessoria Financeira, Contabilidade, Auditoria e Consultoria.

Leia mais

O seu parceiro na Gestão de Projetos e Manutenção

O seu parceiro na Gestão de Projetos e Manutenção O seu parceiro na Gestão de Projetos e Manutenção Índice 1. Introdução. 3 2. PROM&E GROUP.... 4 3. Building Management Organograma. 6 3.1 Project Management 7 3.2 Gestão Manutenção.. 16 3.3 Otimização

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

ADMINISTRAÇÃO GERAL RECRUTAMENTO E SELEÇÃO ADMINISTRAÇÃO GERAL RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Atualizado em 14/10/2015 RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Recrutamento é um conjunto de técnicas e procedimentos que visa a atrair candidatos potencialmente qualificados

Leia mais

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por:

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por: A metodologia do Projecto SMART MED PARKS ARTIGO TÉCNICO O Projecto SMART MED PARKS teve o seu início em Fevereiro de 2013, com o objetivo de facultar uma ferramenta analítica de confiança para apoiar

Leia mais

QUEM SOMOS MISSÃO VISÃO

QUEM SOMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS A TOP BAHIA ASSESSORIA MUNICIPAL é uma empresa baiana que atua no mercado com profissionais capacitados, prestando um serviço de excelência, fornecendo aos nossos clientes soluções completas

Leia mais

Mensagem da Administração

Mensagem da Administração Mensagem da Administração Quanto à área das Comunicações Wireless, o projeto Wavesys é o resultado de 3 anos de investigação e desenvolvimento e de 12 anos de experiência acumulada com a implementação

Leia mais

in ter curso COMPRAS INTERNACIONAIS NEEDLES NEEDLES NEEDLES NEEDLES WWW.INTERNACIONAL.COMPANHIAPROPRIA.PT fast delivery good price 001718 342 65 94

in ter curso COMPRAS INTERNACIONAIS NEEDLES NEEDLES NEEDLES NEEDLES WWW.INTERNACIONAL.COMPANHIAPROPRIA.PT fast delivery good price 001718 342 65 94 in ter good price 001718 342 65 94 fast delivery cheap price 005521 176 55 32 good quality inter Introdução / Apresentação do Curso: O essencial para comprar bem no estrangeiro A globalização, as instituições

Leia mais

O desemprego como oportunidade Fundo Bem Comum

O desemprego como oportunidade Fundo Bem Comum Working Draft Last Modified 30/01/2007 18:09:06 GMT Standard Time O desemprego como oportunidade Fundo Bem Comum Conferência Mercado Laboral: A responsabilidade social das empresas em tempo de crise OJE

Leia mais

O empreendedorismo em Portugal

O empreendedorismo em Portugal O empreendedorismo em Portugal Hoje 1. Obter uma perspectiva geral sobre a actividade empreendedora em Portugal e no mundo 2. O empreendedorismo e a actividade económica 3. Determinantes nacionais do empreendedorismo

Leia mais

: montante de energia elétrica vendida no mês m na série i em MWmed;

: montante de energia elétrica vendida no mês m na série i em MWmed; 31 4 Desenvolvimento do Modelo No intuito de encontrar o perfil de sazonalização ideal para maximizar os ganos da carteira de contratos foi desenvolvido um modelo de cálculo do lucro anual, o qual foi

Leia mais

Mensagem da Administração

Mensagem da Administração Mensagem da Administração Quanto à área das Comunicações Wireless, o projeto Wavesys é o resultado de 3 anos de investigação e desenvolvimento e de 12 anos de experiência acumulada com a implementação

Leia mais

Universidade Eduardo Mondlane FACULDADE DE ENGENHARIA Departamento de Engª Mecânica

Universidade Eduardo Mondlane FACULDADE DE ENGENHARIA Departamento de Engª Mecânica Universidade Eduardo Mondlane FACULDADE DE ENGENHARIA Departamento de Engª Mecânica Tema: Dimensionamento de uma instalação combinada de energia solar e eólica Autor: Quintino, Bernardo Supervisor: Dr.

Leia mais

Etiqueta Energética de Elevadores

Etiqueta Energética de Elevadores Etiqueta Energética de Elevadores Para promover a eficiência energética dos elevadores instalados no seu edifício JULHO 2014 Conteúdos Os elevadores e o consumo de energia O Sistema de Etiquetagem Energética

Leia mais

CONEXÃO DE GERAÇÃO AO SISTEMA CELESC

CONEXÃO DE GERAÇÃO AO SISTEMA CELESC CONEXÃO DE GERAÇÃO AO SISTEMA CELESC FINALIDADE Reunir informações sintetizadas do Processo de Acesso ao Sistema Elétrico da Celesc com o objetivo de orientar os Acessantes, como proceder na condução do

Leia mais

26 e 27 SET 2013 EXPONOR

26 e 27 SET 2013 EXPONOR 26 e 27 SET 2013 EXPONOR O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: Uma marca.

Leia mais

Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional

Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional Quem somos Origem, posição actual Actividade iniciada em 1952. O prestígio de meio século de presença no mercado, A Qualidade dos produtos que comercializa

Leia mais

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA VISÃO Ser a empresa líder e o fornecedor de referência do mercado nacional (na área da transmissão de potência e controlo de movimento) de sistemas de accionamento electromecânicos

Leia mais

Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda.

Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. é uma empresa com competências nucleares

Leia mais

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos e mais intensos

Leia mais

ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos

ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos TECNOLOGIA INOVAÇÃO SOFTWARE SERVIÇOS A MISTER DOC foi constituída com o objectivo de se tornar uma referência no mercado de fornecimento de soluções de gestão de

Leia mais

Soluções de Financiamento para a Internacionalização

Soluções de Financiamento para a Internacionalização Soluções de Financiamento para a Internacionalização por João Real Pereira Internacionalização para Moçambique Oportunidades e Financiamento 15 de Março de 2012 Braga Sumário 1. O que é a SOFID? Estrutura

Leia mais

O seu projeto em boas mãos

O seu projeto em boas mãos O seu projeto em boas mãos revergy@revergy.es ESPANHA Edificio BLUENET Avda. Isaac Newton, 3 Parque Tecnológico Cartuja 93 41092 Sevilla Tel: +34 955 024 681 Fax: +34 955 036 849 MEXICO Manuel Ma. Contreras

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA 2 PROGRAMA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA A Mota-Engil Indústria e Inovação e a Caixa Capital celebraram um acordo para a concretização de um Programa, designado Internacionalizar

Leia mais

CONSELHO CONSULTIVO Secção do Sector Eléctrico. Parecer CC/SE n 2/2010 Sobre a proposta de revisão do Regulamento de Operação de Redes

CONSELHO CONSULTIVO Secção do Sector Eléctrico. Parecer CC/SE n 2/2010 Sobre a proposta de revisão do Regulamento de Operação de Redes Secção do Sector Eléctrico Parecer CC/SE n 2/2010 Sobre a proposta de revisão do Regulamento de Operação de Redes ENQUADRAMENTO O presente Parecer sobre os documentos apresentados pelo Conselho de Administração

Leia mais

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A Gestão da Inovação Proposta de Utilização do Guia de Boas Práticas de IDI e das ferramentas desenvolvidas no âmbito da iniciativa DSIE da COTEC para o desenvolvimento do sistema

Leia mais

DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT Artigo para a Revista Global Fevereiro de 2007 DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT O conceito de Supply Chain Management (SCM), denominado Administração da Cadeia de Abastecimento

Leia mais

Actos de Engenharia - Instalações Eléctricas

Actos de Engenharia - Instalações Eléctricas Actos de Engenharia - Instalações Eléctricas Ponto de vista do Grupo de Trabalho Interno da Ordem dos Engenheiros Zita A. Vale zitavale@engenheiros.pt zitavale@sapo.pt zav@isep.ipp.pt 10.º ENCONTRO NACIONAL

Leia mais

ERSE. Inserção da energia eólica na matriz elétrica brasileira

ERSE. Inserção da energia eólica na matriz elétrica brasileira ERSE Mesa Redonda Energia Eólica Inserção da energia eólica na matriz elétrica brasileira Prof. Nivalde J. de Castro Roberto Brandão 1 Sumário 1. Matriz de geração brasileira: perfil e tendências. 2. O

Leia mais

Soluções em Açúcar, Etanol e Co-geração

Soluções em Açúcar, Etanol e Co-geração Soluções em Açúcar, Etanol e Co-geração A Sucral Iniciou suas atividades em 1968 e foi uma das empresas pioneiras no desenvolvimento do setor sucroenergético não só do país como também no exterior. Nos

Leia mais

A PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Visita da Delegação da Comissão de Recursos Hídricos do Rio das Pérolas 17 de Maio 2011

A PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Visita da Delegação da Comissão de Recursos Hídricos do Rio das Pérolas 17 de Maio 2011 O que quer que possuamos, duplica o seu valor quando temos a oportunidade de o partilhar com outros. JEAN-NICOLAS BOUILLY (1763-1842) A PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Visita da Delegação da Comissão de

Leia mais

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO Título do projecto: Nome do responsável: Contacto telefónico Email: 1.1. Descrição sumária da Ideia de Negócio e suas características inovadoras (Descreva

Leia mais

O futuro do planeamento financeiro e análise na Europa

O futuro do planeamento financeiro e análise na Europa EUROPA: RESULTADOS DA INVESTIGAÇÃO Elaborado por Research em colaboração com a SAP Patrocinado por O futuro do planeamento financeiro e análise na Europa LÍDERES FINANCEIROS PRONUNCIAM-SE SOBRE A SUA MISSÃO

Leia mais

Banco Interamericano de Desenvolvimento Patrick Doyle Patrickd@iadb.org. Agosto 2015

Banco Interamericano de Desenvolvimento Patrick Doyle Patrickd@iadb.org. Agosto 2015 Banco Interamericano de Desenvolvimento Patrick Doyle Patrickd@iadb.org Agosto 2015 Desde 1959 A principal fonte de financiamento para o desenvolvimento da América Latina e Caribe 26 Países Conta com 26

Leia mais

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Data da Pesquisa: Junho 2009 Realização: Pesquisa realizada através do Site www.indicadoresdemanutencao.com.br Divulgação e Colaboração: Divulgação e colaboração

Leia mais

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades.

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades. A Protteja Seguros surge da vontade de contribuir para o crescimento do mercado segurador nacional, através da inovação, da melhoria da qualidade de serviço e de uma política de crescimento sustentável.

Leia mais

Powered by. Desenvolvimento

Powered by. Desenvolvimento Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis 1 Urbancraft Energia, S.A. FDO INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES, SGPS, S.A. ALEXANDRE BARBOSA BORGES, SGPS, S.A. 50% 50% A URBANCRAFT ENERGIA, S.A é uma sociedade

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 QUEM SOMOS FUNDEC APRESENTAÇÃO HISTÓRIA OBJECTIVOS A

Leia mais

O seu parceiro de negócios. APRESENTAÇÃO AGEMPER LISBOA XX de junho de 2013 1

O seu parceiro de negócios. APRESENTAÇÃO AGEMPER LISBOA XX de junho de 2013 1 O seu parceiro de negócios APRESENTAÇÃO AGEMPER LISBOA XX de junho de 2013 1 Serviços prestados A AGEMPER iniciou a sua actividade há mais de 50 anos e actualmente presta serviços em diversas áreas Contabilidade

Leia mais

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental A Nestlé, na qualidade de Companhia líder em Nutrição, Saúde e Bem-Estar, assume o seu objectivo

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários: 182 (2012) Faturamento:

Leia mais

O programa assenta em três eixos determinantes:

O programa assenta em três eixos determinantes: São vários os estudos europeus que apontam para um défice crescente de recursos especializados nas tecnologias de informação. Só em Portugal, estima-se que estejam atualmente em falta 3.900 profissionais

Leia mais

Apresentação. Estamos no Mercado desde 1997 e criamos e produzimos conteúdos a partir dos interesses e desejos dos nossos clientes, a palavra-chave é

Apresentação. Estamos no Mercado desde 1997 e criamos e produzimos conteúdos a partir dos interesses e desejos dos nossos clientes, a palavra-chave é Apresentação A Companhia Própria é uma empresa de Formação Profissional e de Consultoria de Recursos Humanos que dirige a sua oferta sobretudo a executivos e grandes empresas tecnológicas. Estamos no Mercado

Leia mais

ONEPROD MVX. Manutenção condicional online para máquinas críticas. Brand of ACOEM

ONEPROD MVX. Manutenção condicional online para máquinas críticas. Brand of ACOEM ONEPROD MVX Manutenção condicional online para máquinas críticas Brand of ACOEM O ONEPROD MVX é um sistema de monitoramento em tempo real multicanais, criado para a confiabilidade das máquinas industriais

Leia mais

P L A N O D E A C T I V I D A D E S

P L A N O D E A C T I V I D A D E S Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo P L A N O D E A C T I V I D A D E S = 2008 = Janeiro de 2008 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACTIVIDADES A DESENVOLVER NO ANO DE 2008... 5

Leia mais

Soluções com valor estratégico

Soluções com valor estratégico Soluções com valor estratégico Contexto O ambiente económico e empresarial transformou-se profundamente nas últimas décadas. A adesão de Portugal à U.E., a adopção do euro e o mais recente alargamento

Leia mais

RELIABLE INNOVATION PERSONAL SOLUTIONS

RELIABLE INNOVATION PERSONAL SOLUTIONS RELIABLE INNOVATION PERSONAL SOLUTIONS PT COMO UM FORNECEDOR GLOBAL DE SOLUÇÕES PARA A PRODUÇÃO, TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO DE REDE ELÉTRICA, CONTRIBUÍMOS PARA UMA UTILIZAÇÃO RESPONSÁVEL E SUSTENTÁVEL DE

Leia mais

Energia Eólica e Solar

Energia Eólica e Solar Energia Eólica e Solar DIRETRIZ PRINCIPAL Para exercerem sua responsabilidade sócio-ambiental, adequarem-se a novos paradigmas, cativarem seus clientes e assegurarem lucros no futuro, as empresas necessitam

Leia mais

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso: ganhe

Leia mais

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores

Leia mais