PROJETO EXPERIMENTAL DE RELAÇÕES PÚBLICAS HOTEL FAZENDA QUATRO ESTAÇÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO EXPERIMENTAL DE RELAÇÕES PÚBLICAS HOTEL FAZENDA QUATRO ESTAÇÕES"

Transcrição

1 PROJETO EXPERIMENTAL DE RELAÇÕES PÚBLICAS HOTEL FAZENDA QUATRO ESTAÇÕES PUC-CAMPINAS 2008

2 HOTEL FAZENDA QUATRO ESTAÇÕES Amanda Galofaro da Silva Beatriz de Cássia Juliani Gutierres Camila Pinheiro Amorim Karina Valeretto Marcia Tichauer da Rocha Nayara Gomes Lopes Projeto Experimental desenvolvido junto ao Hotel Fazenda Quatro Estações, como pré-requisito para obtenção do título de Bacharel em Relações Públicas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. PUC-CAMPINAS 2008

3 Equipe Técnica de Orientação e Supervisão Coordenação Geral: Maura Padula e Renata Tannuri Meneghetti Orientadora: Cristina Micaroni Supervisoras Audiovisual e Produção Gráfica: Cláudia Lúcia Trevisan Pesquisa: Teresinha Cristiane de Moraes Redação: Cleonice Furtado de Mendonça van Raij 3

4 4

5 Dedicatória Beatriz Dedico esse trabalho a todos que com atos ou pensamentos contribuíram para que ele ocorresse da melhor forma. Mas dedico, acima de tudo, a minha família. Minha mãe Nidya, meu pai Tadeu, meu irmão Vinícius, minha avó Laura e meu avô Luis que em todos os momentos, mesmo em silêncio, sempre torceram pelo meu sucesso. Amo todos vocês. Percebais ou não, o universo se desenrola sem dúvida como deveria. Estai em paz com Deus. Guardai no desconcerto da vida a paz em vossa alma. Com todas as suas tarefas difíceis e sonhos desfeitos, o mundo é belo. Prestai atenção...tratai de ser feliz. (Autor Desconhecido) Nayara Dedico esse projeto aos meus pais, os quais me deram muita força ao longo desses quatro anos, ao meu namorado, por acreditar e ressaltar minha capacidade e aos meus amigos, símbolos de eterna fraternidade. Amanda Esse trabalho é dedicado aos meus pais, eternos exemplos de vida, ao meu namorado, companheiro de todas as horas, e por que não às minhas amigas desse grupo, que juntas e somando forças, priorizaram sempre o melhor. Marcia Dedico esse trabalho aos meus filhos, Otávio e Maria Eduarda, que por muitas vezes me acompanharam in loco para o desenvolvimento do projeto e ao meu namorado que por quatro anos me incentivou e se desdobrou para dar conta da família e da casa. Karina Dedico esse trabalho aos meus pais, que concretizaram o meu sonho, ao Dudu, a Lilica e Bebel e aos meus amigos. 5

6 Camila Dedico esse trabalho principalmente a minha filha, Maria Luiza, que me deu ainda mais garra para continuar os estudos e superou as inúmeras ausências da mamãe. Dedico também aos meus pais pelo esforço e ajuda durante esses quatro anos, ao meu namorado que acreditou e me incentivou durante a fase final do projeto e às minhas amigas de grupo de sala que me agüentaram durante o curso nos trabalhos e festas. Agradeço a elas por terem participado e me ajudado no momento mais marcante da minha vida. Obrigada! 6

7 Agradecimento Agradecemos a todos os professores e colaboradores que estiveram conosco durante nossos estudos na PUC-Campinas em especial à: Profa. Cristina Micaroni Profa.Teresinha Cristiane de Morais Profa. Maura Padula Profa. Cláudia Maria de Cillo Carvalho Profa. Cláudia Trevisan Profa. Cleonice Furtado de M. van Raij Prof. Wagner José Geribello Prof. Fabiano Stein Coval Prof. Seizo Vinicius Soares Profa. Dulce Adélia Adorno Silva Cristiano Biazi Agradecemos à equipe do Hotel Fazenda Quatro Estações em especial à: Sra. Cláudia Chagas do Nascimento Tomé Sr. Paulo de Oliveira 7

8 Epígrafe "Mesmo antes de nascer, já tinha alguém torcendo por você. [...] Mesmo com toda essa torcida, pode ser que você ainda não tenha conquistado algumas coisas. Mas muita gente ainda torce por você!" Carlos Drummond de Andrade 8

9 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA ASSESSORIA...11 CARTAS...15 INTRODUÇÃO...19 JUSTIFICATIVA TEÓRICA...22 DELIMITAÇÃO DO CAMPO DE INVESTIGAÇÃO...30 BRIEFING...34 PESQUISA INSTITUCIONAL...52 BENCHMARKING...56 ANÁLISE DE BENCHMARKING...82 QUADRO COMPARATIVO...80 ANÁLISE DE MACROAMBIENTE...83 AUDITORIAS...94 DIAGNÓSTICO MATRIZ SWOT PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO JUSTIFICATIVA DAS CAMPANHAS CAMPANHA I CAMPANHA II CAMPANHA III CRONOGRAMA GERAL ORÇAMENTO GERAL CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ANEXOS

10 APRESENTAÇÃO DA ASSESSORIA 10

11 1. Logotipo 2. As teorias que originaram o nome Comunicação é o processo mental onde interagem um emissor e um receptor para intercâmbio de idéias, conhecimentos, experiências e sentimentos que se transmitem por meio de um código, uma mensagem e um canal adequado. (DE LA TORRE ZERMEÑO e HERNANDEZ) O nome foi baseado na teoria da comunicação de David K. Berlo, que fundamenta o processo de comunicar e guia o profissional de Relações Públicas. Assim, para representar o fluxo da comunicação, a letra A com a circunferência simboliza o emissor e receptor. Já a letra N invertida, além de representar quebra de paradigma, é o meio, que de acordo com Marshall McLuhan, é a mensagem. O C, da, representa a Comunicação e sua expressão de movimento remete aos conceitos de mobilidade e adaptabilidade que a Comunicação Criativa deve transparecer. Portanto, a é o meio para a efetivação da comunicação entre a empresa e os seus públicos de interesses. 3. O uso das cores A teoria da psicologia das cores afirma que a cor não é um elemento apenas decorativo, pois exerce a influência psicológica, impactando diretamente na comunicação visual. 11

12 A fim de compor a simbologia do logotipo, a cor preta utilizada nas letras C, A e L, representa a discrição e a seriedade. A letra N, destacada pela cor verde, simboliza a credibilidade, adaptabilidade, participação, harmonia e equilíbrio. E para suavizar, a palavra comunicação está em cinza. 4. Missão Comunicar de maneira transparente e clara, a partir de valores ético-sociais, promovendo o crescimento e a geração de valor para a empresa e seus públicos, por meio do fortalecimento dos pilares sobre os quais a reputação corporativa se sustenta. 5. Visão Ser referência em comunicação, em vista do bem-estar comum dos indivíduos, por meio da atualização permanente do conhecimento, da liberdade criativa e da seriedade no trato da informação. 6. Valores Ética: Respeitar os princípios, as políticas e os procedimentos definidos pela empresa e regulamentados pela lei e pela sociedade, trabalhando com honestidade, profissionalismo e transparência. Comprometimento: Operar de forma planejada e integrada, apoiada numa visão sistêmica, estimulando o trabalho em equipe, promovendo o compartilhamento de responsabilidades e assegurando o alcance dos objetivos de rentabilidade e sustentabilidade da liderança. Compromisso com o Cliente: Identificar e satisfazer as necessidades presentes e futuras dos clientes, oferecendo serviços e soluções que superem as expectativas, com alto padrão de qualidade e atendimento, prometendo responsavelmente o que estamos em condições de cumprir. Humanização: Manter relações de confiança, de lealdade e transparência com os clientes, colaboradores, fornecedores e o mercado, estreitando os laços de humanização. 12

13 Sustentabilidade: Realizar atividades visando à perenidade dos empreendimentos humanos e do planeta. 13

14 CARTAS 14

15 15

16 16

17 Ao Hotel Fazenda Quatro Estações 17

18 INTRODUÇÃO 18

19 O presente trabalho foi desenvolvido por um grupo de seis estudantes que aplicou os conhecimentos adquiridos em quatro anos do curso de graduação, na elaboração de um plano de comunicação para um cliente real. Em busca de um grande desafio, o grupo optou por trabalhar com uma empresa da área do turismo, a qual experimentou um crescimento rápido e acentuado no passado e que continua crescendo hoje de maneira gradativa. Todos os setores dessa área foram impactados por essa expansão acelerada e estão trabalhando na readequação da prestação de seus serviços para atender tanto ao crescimento da demanda e da concorrência quanto às novas exigências do mercado. O grande desafio, na opinião do grupo, está no setor hoteleiro, cujas características de seu produto demandam um plano estratégico agressivo e um plano de comunicação assertivo para crescer de maneira sustentável, pois é um setor composto por aproximadamente 60% de empreendimentos independentes, ou seja, com poucos investimentos e know-how para trabalharem, que depende de uma mão-de-obra qualificada quase inexistente, que lida com uma concorrência acirrada tanto em busca de clientes quanto de funcionários e que tenta agir pró-ativamente as mudanças no perfil dos diversos públicos que atende. Um plano de comunicação bem elaborado permitirá que o hotel envolva e integre seus públicos de interesse, motivando um ao outro a buscar e conquistar seus desejos e anseios. Cabe ao profissional de Relações Públicas elaborar esse plano, identificando as ações prioritárias, implementado-as adequadamente e fazendo seu acompanhamento. O Hotel Fazenda Quatro Estações, cliente atendido, é um empreendimento independente, de pequeno porte, situado em meio à natureza na cidade de Indaiatuba, com localização privilegiada, espaço abundante e que enfrenta, atualmente, dificuldades básicas como mão-de-obra pouco qualificada, alta rotatividade, atualização de informações a seus parceiros e prestadores de serviço, pós-venda pouco eficiente, veículos de comunicação mal trabalhados, entre outras. 19

20 Para se chegar a um diagnóstico preciso o projeto foi realizado em 6 etapas: briefing, pesquisa institucional, benchmarking de concorrência e referência, análise de macroambiente e auditorias e visita técnica, culminando posteriormente na elaboração de diversas estratégias divididas em três campanhas, a saber: BRAÇOS ABERTOS NOSSA MELHOR ESTAÇÃO É VOCÊ! PRAZER EM RECEBER Por meio delas o Hotel Fazenda Quatro Estações sanará suas dificuldades básicas e poderá caminhar para um Plano de Comunicação com ações de nível mais estratégico, mas que dependerá dessa primeira adequação para então passar para esse próximo estágio. 20

21 JUSTIFICATIVA TEÓRICA 21

22 O Brasil, suas regiões, Estados e municípios, por suas características geográficas, hidrográficas, culturais, sociais e econômicas, atraem, atualmente, por volta de 50 milhões de turistas internos e 5,2 milhões (2007) de turistas internacionais (Folha SP On-line 18/03/2008), que utilizam para seu deslocamento e no seu local de destino diversos serviços relacionados a sua estada, bem-estar, lazer e/ou trabalho, gerando empregos Em 2005, atividades de turismo geraram 8,1 milhões de postos de trabalho (IBGE, 2008) e divisas muito consideráveis para o país. Em 1992, já havia (o turismo) se tornado o maior setor da economia com o maior número de empregos em todo mundo. (THEOBALD, 2001, p. 23) A Organização Mundial do Turismo (OMT), responsável por representar os interesses turísticos de organizações governamentais e oficiais, define o turismo como um fenômeno que envolve o turista, os prestadores de serviço, o governo e a comunidade do destino turístico. Segundo a Organização O turismo, fenômeno econômico e social, por décadas, experimentou uma contínua e profunda diversificação para se tornar um dos setores da economia a crescer mais rapidamente no mundo. O turismo moderno está intimamente ligado ao desenvolvimento e engloba um número crescente de destinos. Essa dinâmica transformou o turismo na chave para o progresso socio-econômico. (http://www.unwto.org/aboutwto/why/en/why.php?op=1) O estudioso e autor, Mário Carlos Beni, defende que a conceituação do turismo não pode ter uma definição limitada, considerando que o fenômeno ocorre em distintos campos de estudo, e é analisado por correntes de pensamentos diferentes. Para ele o turismo é um [...] elaborado e complexo processo de decisão sobre o que visitar, onde, como e a que preço. Nesse processo intervêm inúmeros fatores de realização pessoal e social, de natureza motivacional, econômica, cultural, ecológica e cientifica que ditam a escolha dos destinos, a permanência, os meios de transporte o alojamento, bem como o objetivo da viagem em si para a fruição tanto material como subjetiva dos conteúdos de sonhos, desejos, de imaginação projetiva, de enriquecimento existencial histórico-humanístico, 22

23 profissional, e de expansão de negócios. Esse consumo é feito por meio de roteiros interativos espontâneos ou dirigidos, compreendendo a compra de bens e serviços da oferta original e diferencial das atrações e dos equipamentos a ela agregados em mercados globais com produtos de qualidade e competitivos. (BENI, 2001, p. 37) Inicialmente, os principais destinos turísticos eleitos para viagens eram áreas de sol e praia, sendo tão exploradas de maneira constante, sem um planejamento para tal, que muitos, hoje, estão completamente devastados e esgotados, impactando na vida econômica e social da comunidade. [...] ao mesmo tempo em que (o setor do turismo) registrava [...] crescimento, foi se deparando com uma quantidade de problemas extremamente cruciais devido aos efeitos que já havia provocado nas áreas de destino e em seus habitantes, e às perspectivas futuras para essas pessoas e lugares no século XXI. (THEOBALD, 2001, p. 23) Quando se percebeu a importância do setor para a economia e a sociedade do país e dos locais de destino turístico, como geração de empregos, distribuição de renda, promoção da boa vontade, a compreensão e a paz entre povos e o reforço da conservação dos usos e costumes, as tendências de mercado, assim como os problemas que causava, quando explorado sem planejamento, como degradação do ambiente físico natural, geração de problemas sociais e a contribuição para a propagação de enfermidades, tanto o Governo quanto grupos sociais organizados e a iniciativa privada passaram a avaliar e a demandar mudanças necessárias na estrutura administrativa pública para direcionar e fomentar o desenvolvimento do turismo de maneira sustentável. A Organização Mundial do Turismo (OMT), com base no informe Brundtland, define o desenvolvimento turístico sustentável como aquele que: [...] atende às necessidades dos turistas atuais e das regiões receptoras e ao mesmo tempo protege e fomenta as oportunidades para o turismo futuro. Concebe-se como um caminho para a gestão de todos os recursos de forma que possam satisfazer as 23

24 necessidades econômicas, sociais e estéticas, respeitando ao mesmo tempo a integridade cultural, os processos ecológicos essenciais, a diversidade biológica e os sistemas que sustentam a vida. (OMT, 1993, p. 22 apud Dias, 2003, p. 68) As mudanças e programas planejados para o Turismo pelo governo começaram, mais efetivamente, com a criação, em 2003, de um Ministério único para o setor, com o ideal de acelerar ainda mais o crescimento, descentralizando o foco do turismo para outras regiões além do sol e praia. Há um grande esforço para que todos os benefícios oferecidos atualmente pelo governo alcancem os interessados finais, sejam eles do grupo que oferta serviços quanto daquele que demanda, através do fluxo de informação em todos os níveis do governo: federal, estadual e municipal. Na esfera federal, o Ministério dispõe do Conselho Nacional do Turismo e Câmeras Temáticas, que por meio de reuniões com as Coordenadorias Estaduais do Turismo apresentam os programas para que disseminem às Delegacias Regionais e conseqüentemente aos municípios. Aqui, a comunicação de duas mãos faz-se presente e dela depende o envio da informação para quem realmente a necessita. Tanto para o Ministério do Turismo que traça sua política, a partir de um plano estratégico governamental junto às demandas do setor, quanto o próprio setor alcançado por suas ações. Além da organização do governo em busca do crescimento sustentável, há outros organismos e entidades de classe, associações, ONGs, grupos representativos, todos de pressão, que, unidos ou de maneira independente, pleiteiam no governo melhorias para as suas áreas. BENI destaca todos os públicos relacionados ao turismo como partícipes do sistema do turismo, o SISTUR, que [...] envolve-se com os ambientes sociais, culturais, políticos, econômicos e com os ecossistemas, sendo dependente de infraestruturas de transporte e de todo o conjunto de infra-estruturas dos serviços urbanos; além de depender das próprias atividades do setor. O sistema necessita, também, do apoio da população local para 24

25 oferecer a imprescindível hospitalidade aos visitantes e para estabelecer políticas locais voltadas para o turismo. (PETROCCHI, 2001, p. 21) Um desses partícipes é o hotel, que também dispõe de seu próprio sistema, viabilizando o aluguel de quartos ou apartamentos mobiliados, podendo esse aluguel estar acompanhado de serviços de alimentação, arrumação ou outros. (SERSON, 1999, p. 41) proporcionando-lhes conforto e bem- estar. (VIEIRA E CÂNDIDO, 2002, p. 13) O hotel é o local onde está o produto da venda, formado por pessoas, equipamentos e instalações e, como cita Castelli, é [...] entendido como a soma de bens e serviços. (2000, p. 127). Suas principais características: Intangível, pois vende serviços, os quais não podem ser tocados, somente vividos. Estático, uma vez que é o hóspede que se locomove até o empreendimento para desfrutar o produto. Não estocável ou perecível, pois as unidades habitacionais e salas de eventos se não locadas em determinada data perderão receita, pois não são estocáveis para uma venda posterior. Instantâneo, visto que o consumidor faz parte do processo produtivo, sendo necessária sua presença para que ele ocorra. a produção, a distribuição e o consumo são feitos simultaneamente e no ato [...] (CASTELLI, 2000, p. 130) De direito de uso, pois o consumidor tem o direito de usufruir e não o direito de posse. Para Kotler (1998, p. 190): Os produtos vão além de bens tangíveis. Os serviços incorporam os produtos. Os produtos incluem objetos físicos, serviços, pessoas, locais, organizações, idéias ou combinações desses elementos. Serviços são produtos que consistem em atividades, benefícios ou satisfações que são ofertados para a venda. 25

26 O hotel pode ser de seis tipos basicamente: Hotel Comercial ou de Negócios, Hotel de Aeroporto, Flat, Hotel de Lazer, Resort e Pousada, podendo ser categorizados de variadas formas por Instituições ou publicações diferentes, como o Guia Brasil Quatro Rodas, editado e revisado anualmente. Seu sistema de avaliação de hotéis é realizado por repórteres especializados através de formulários específicos. A missão do hotel, além de ser a de oferecer suas instalações e equipamentos, é a de oferecer serviços objetivando o bem estar e a tranqüilidade do hóspede, sendo por muitas vezes este seu diferencial. Por isso a importância do capital humano nesse tipo de empreendimento, pois depende dele o bom funcionamento e a qualidade dos serviços prestados. Pode-se concluir, então, que a hospitalidade é essência desse produto, pois como diz Selwyn: A função básica da hospitalidade é estabelecer um relacionamento ou promover um relacionamento já estabelecido. [...] A hospitalidade transforma: estranhos em conhecidos, inimigos em amigos, amigos em melhores amigos, forasteiros em pessoas íntimas, não-parentes em parentes. (2004, p. 27) O estabelecimento ou manutenção de um relacionamento dá-se entre pessoas que representam empresas e/ ou pessoas em busca de seus próprios interesses e isso faz do funcionário a peça chave do negócio. Ou seja, de nada adianta ter um produto tangível de qualidade se no momento de interação hóspede e hospedeiro houver falhas. No setor de serviços, o ingrediente mais importante no produto é a pessoa. A qualidade do nosso pessoal determina a qualidade do serviço que prestamos aos clientes e, desse modo, nosso sucesso no mercado. (GUERRIER; ADIB, 2004, p. 380, apud Forte, 1982, p. 2) O funcionário preparado e motivado para representar a empresa é aquele que conhece a instituição para a qual trabalha e sente-se partícipe de suas conquistas e 26

27 derrotas, e isso, só é possível quando a empresa reconhece a importância de investir não só nos relacionamentos inter-pessoais, almejando um ambiente de trabalho estimulante, como também no relacionamento entre o funcionário e a empresa. Esses investimentos se dão por meio da Comunicação Interna. A comunicação interna é uma ferramenta estratégica para a compatibilização dos interesses dos empregados e da empresa, através do estímulo ao diálogo, à troca de informações e de experiências e à participação de todos os níveis. (RHODIA, 1985, apud KUNSCH, 2003, 154) A Comunicação Interna está entre uma das atribuições do profissional de Relações Públicas (RP), assim como a Comunicação Externa, por exemplo, voltada para empresas e/ ou Instituições do setor e a legitimação de ações estratégicas da empresa, focadas na melhoria dos processos e serviços. Relações Públicas é a atividade e o esforço deliberado, planejado e contínuo para estabelecer e manter a compreensão mútua entre uma instituição pública ou privada e os grupos de pessoas a que esteja, direta ou indiretamente, ligada. (ABRP) O RP, como comunicólogo, é aquele que integrará, por meio da comunicação, os diversos públicos à organização e para isso se utilizará de suas técnicas e instrumentos, para assim alcançar seu objetivo central, qual seja [...] a harmonia social, pregando a satisfação de interesses bilaterais. (PERUZZO, 1986, p. 27) Pela comunicação as pessoas compartilham experiências, idéias e sentimentos. Ao se relacionarem como seres interdependentes, influenciam-se mutuamente e, juntas, modificam a realidade onde estão inseridas. (BORDENAVE, 1982, p. 36) O dia-a-dia frenético da hotelaria leva, muitas vezes, seus gestores a não planejarem suas estratégias e terem uma comunicação falha, pecando na clareza do que é o negócio e aonde se quer chegar. A perda de foco, num mercado altamente competitivo, resulta em baixa qualidade na prestação de serviços e baixo retorno financeiro. 27

28 A maioria dos hotéis coloca como diferencial possuir a última versão do melhor sistema hoteleiro, que guardam e cruzam dados, mas não compreende a importância de transformá-los em informação, Os dados existem, mas nem sempre são trabalhados na sua plenitude de forma a se transformar em informações para alimentar a Política Comercial, as ações de marketing ou mesmo o relacionamento com o cliente. (TICHAUER, 2006, p.178) O profissional de Relações Públicas, na busca pelo alinhamento do discurso e da atitude, poderá resgatar o conceito da hospitalidade, integrar e direcionar seus colaboradores, em acordo com o planejamento estratégico e as diretrizes traçadas pelo Hotel, objetivando o bem-estar de todos, o lucro e a construção de uma imagem e marca idôneas. A definiu como cliente o Hotel Fazenda Quatro Estações, para privilegiar o turismo que no Brasil vem crescendo rapidamente e como toda área em expansão acelerada demanda, das empresas a ela relacionadas, agilidade nas ações, qualidade nos serviços e foco nos seus públicos de interesse. O desenvolvimento de um Plano de Comunicação para uma empresa com esse perfil, vem ao encontro do desafio que a serviços. busca e quer como trabalho de referência no setor de 28

29 DELIMITAÇÃO DO CAMPO DE INVESTIGAÇÃO 29

30 Nível Espacial O Hotel Fazenda Quatro Estações, situado em Indaiatuba, está inserido no setor terciário, atuando na atividade hoteleira, incluída na área de abrangência do Turismo. Nível Cronológico O Projeto foi desenvolvido no ano de 2008, com dedicação de 20 horas semanais de cada participante do grupo. A validade do trabalho é de 6 meses após sua entrega. Aspectos a serem considerados Clima Organizacional Políticas Públicas Sustentabilidade Comunicação Externa Relacionamento com a mídia Normas da ABIH Questões relacionadas com o turismo brasileiro Imagem perante os públicos de interesse Áreas do Conhecimento Para o desenvolvimento do Projeto Experimental foram utilizados conhecimentos que compõem a atividade de Relações Públicas, adquiridas durante os quatros anos de curso. Administração Aplicada a Relações Públicas Antropologia Cultural Antropologia Teológica Arte e Comunicação Ciência Política Comunicação Escrita em Relações Públicas Comunicação Gráfica e Audiovisual/ Laboratório de Comunicação Gráfica e Audiovisual 30

31 Consultoria em Relações Públicas Economia Estatística Aplicada a Relações Públicas Ética e Legislação em Relações Públicas Filosofia Fundamentos da Administração Fundamentos de Publicidade e Propaganda Língua Portuguesa Aplicada a Relações Marketing Metodologia do Trabalho Científico Negociação em Relações Públicas Noções de Direito nas Organizações Opinião Pública e Relações Públicas Organização de Eventos Pesquisa em Comunicação Pesquisa em Relações Públicas Planejamento em Relações Públicas Políticas de Comunicação Políticas Públicas em Relações Públicas Produção Escrita em Relações Públicas Projetos Experimentais em Relações Públicas Psicologia Aplicada à Comunicação Realidade Brasileira Relações Públicas e Defesa do Consumidor Relações Públicas e Responsabilidade Social Relações Públicas e Sistemas de Mídia Relações Públicas Internacionais Sociologia Sociologia da Comunicação Técnicas de Relações Públicas Teoria da Comunicação Teoria e Técnica da Opinião Pública 31

32 Tópicos Especiais em Relações Públicas. Levantamento Documental Direto Conversas informais com os colaboradores Visitas ao cliente Reuniões em grupo Entrevistas com formadores de opinião Pesquisa com funcionários Pesquisa com os hóspedes Pesquisa com as empresas Banco de dados de publicações Reuniões com o cliente. Indireto Pesquisas bibliográficas na área de Turismo, Relações Públicas e Comunicação Social. Pesquisas bibliográficas em revistas de turismo e comunicação empresarial. Pesquisas na Internet. Pesquisas em projetos anteriores, disponíveis na consultoria de relações públicas. Consultas em Guias de turismo. 32

33 BRIEFING 33

34 Dados Cadastrais Razão Social: HOTEL FAZENDA QUATRO ESTAÇÕES EPP. CGC/ CNPJ: / Inscrição Estadual: Endereço: Estrada Velha Campinas/Indaiatuba, CEP: Indaiatuba SP Telefone: (19) Reservas: Site: Área total do terreno: m² Ramo da atuação: Hotelaria Número de funcionários: 45 funcionários Patrimônio: aproximadamente 6 milhões de reais Grupo do qual faz parte: independente 34

35 Histórico O Hotel Fazenda Quatro Estações, sediado em Indaiatuba/ SP, foi fundado em 1996 pelo Sr. Júlio Chagas do Nascimento em sociedade com suas duas únicas filhas após dez anos da compra de parte de uma fazenda de criação de gado e de ovelhas. A idéia de construir um hotel nesse terreno veio do desejo do Sr. Júlio, empresário visionário, que sempre viajou por muitos e diferentes lugares e com perfil empreendedor, de prestar algum serviço aos moradores e turistas da região. Nesses doze anos de operação, o Hotel Fazenda Quatro Estações cresceu, ganhou um Centro de Convenções, um restaurante maior, uma área de lazer e teve seus apartamentos reformados. Investiu na criação, ainda que em número reduzido, de gado, ovelhas, galinhas, pavões, peixes e de uma área para a plantação de hortaliças. Em 2000, houve a experiência de oferecer, também, um Spa médico, Spa Los Alamos, que depois de dois anos teve suas atividades encerradas. Empenhada em sua função, a Sra. Cláudia tornou-se presidente do Conselho Municipal de Turismo de Indaiatuba (Comtur), entre 2003 e 2005, e investiu em uma especialização em Turismo. Seu marido, funcionário do hotel, responsável pela parte financeira, operacional e pelo gerenciamento da manutenção, também buscou conhecimento na área por meio de uma formação Hoteleira para embasar suas atividades. Em 2007, por conta da Lei Complementar nº 123/2006, que instituiu, a partir de , o Simples Nacional ou Super Simples (regime único de arrecadação, a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte e que tem entre suas cláusulas a impossibilidade de participação, caso algum sócio tenha outras sociedades). O Sr. Júlio deixou legalmente a sociedade, mas continua presente e acompanha os resultados do hotel. Atualmente, o Hotel oferece 52 apartamentos, um Centro de Convenções de m² de área construída, divididos em um salão principal, Sala Quatro Estações, de 35

36 300m² com capacidade para 280 pessoas, e quatro salas: Sala Primavera (Área: 99,35m2, Capacidade: 140); Sala Verão (Área: 70,30m2, Capacidade: 100); Sala Outono (Área: 70,08, Capacidade: 100), e Sala Inverno (Área: 38,54 m², Capacidade: 56), todas equipadas com ar condicionado, cabines de tradução simultânea com circuito interno de TV e telefonia digital, além de um amplo foyer com 13m de pé direito, sistema próprio de Geração de Energia (250 kwa), estacionamento privativo, Business Center. Conta ainda com um Restaurante, três Bares, uma piscina aquecida a gás, uma piscina normal, saunas, 2 lagos, uma quadra poliesportiva e um campo de futebol e playground. Seu acesso se dá pela estrada Velha Campinas/Indaiatuba SP 075, de terra. Todos os chuveiros possuem aquecimento solar com apoio a gás, gerador a disel para reforçar a energia. Setores que demandam maquinários têm no break. Neste ano, 2008, m² do terreno serão loteados (lançamento em março/ 09) e o resultado da venda, re-investido na construção de um grande campo de golfe nessa área e na ampliação do número de apartamentos do hotel (entre 20 e 30). Essa mudança acarretou o fim da horta e a venda das vacas e ovelhas, além da readaptação dos demais animais, aves e cavalos, a um novo espaço. 36

37 Alguns lotes serão comprados pela própria família e será acordado que os hóspedes poderão utilizar o campo de golfe. Logotipo Uma Agência de Publicidade de São Paulo idealizou o logotipo baseado na premissa de que o hotel está bem localizado e dispõe de um clima favorável para sua operação nas quatro estações do ano. Cada arte refere-se à busca do hóspede quando reserva o hotel. O peixe simboliza a gastronomia; o esquilo o trabalho; o cisne, o lazer trabalho; o trevo, a ecologia. Foram confeccionados, por um artista de Indaiatuba, quatro mascotes que simbolizam o logotipo do Hotel, os quais foram nomeados a partir de um concurso direcionado ao Dia das Crianças. 37

38 Estrutura Organizacional Número de funcionários: 45 Todos são registrados (CLT) e recebem como benefícios transporte gratuito (por não haver circulação de transporte público nos arredores do hotel; o serviço foi terceirizado; trafega e pára em locais pré-definidos, refeição no local de trabalho e aqueles que têm filhos menores de 14 anos, recebem Cesta Básica. O salário é pago em duas parcelas, sendo 40% de adiantamento salarial, depositado em conta corrente todo o 15º dia útil de cada mês e o restante do no 5º dia útil do mês subseqüente. São contratados moradores de Indaiatuba, em sua maioria do Bairro Morada do Sol, situado na periferia da cidade. Isto se dá, principalmente, pelo fato de a contratação por indicação ser a mais utilizada pelo hotel. Parte significativa dos funcionários tem entre 18 e 25 anos, mora com a família, tem filhos, os quais estudam em escola pública, apresenta escolaridade até o ensino médio incompleto. Cooperativa O número de funcionários registrados atende a uma ocupação de 60% do hotel. Excedendo essa porcentagem é utilizada mão-de-obra cooperada, da Cooperativa Real Camp de Campinas, SP, uma vez que, em Indaiatuba, não há este tipo de oferta. Os Cooperados são orientados no próprio dia e, por conta da dificuldade em treiná-los, procura-se solicitar à Cooperativa sempre as mesmas pessoas. A principal dificuldade enfrentada nesse relacionamento é que o cooperado se reporta somente ao gestor da Cooperativa. Para qualquer solicitação ao cooperado o funcionário do hotel deve contatar o gestor para que este então, passe o trabalho ao cooperado. Horário de funcionamento: 24h

O turismo e os recursos humanos

O turismo e os recursos humanos Introdução O turismo e os recursos humanos Belíssimas praias, dunas, cachoeiras, cavernas, montanhas, florestas, falésias, rios, lagos, manguezais etc.: sem dúvida, o principal destaque do Brasil no setor

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Turismo, Hotelaria e Gastronomia

Universidade. Estácio de Sá. Turismo, Hotelaria e Gastronomia Universidade Estácio de Sá Turismo, Hotelaria e Gastronomia A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades

Leia mais

Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida

Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida Análise do contexto da organização A Pirelli é a quinta maior empresa do mundo no mercado de

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

www.redeadm.com.br Fortaleza-CE

www.redeadm.com.br Fortaleza-CE www.redeadm.com.br Fortaleza-CE 03 Conhecendo a RAH. Seu hotel, flat ou condomínio em ótimas mãos. Com a RAH Rede Administradora Hoteleira, você tem à sua disposição uma empresa que garante a melhor administração

Leia mais

COMO ABRIR UM HOTEL/POUSADA

COMO ABRIR UM HOTEL/POUSADA COMO ABRIR UM HOTEL/POUSADA Viviane Santos Salazar 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 O mercado Crescimento da demanda por hospedagem Copa do Mundo Olimpíadas Qual a representatividade

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO CURSO: TURISMO ( bacharelado) Missão Formar profissionais humanistas, críticos, reflexivos, capacitados para planejar, empreender e gerir empresas turísticas, adaptando-se ao

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 01. Conceitualmente, recrutamento é: (A) Um conjunto de técnicas e procedimentos

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

Diretoria de Marketing

Diretoria de Marketing Proposta de Candidatura Diretoria de Marketing Lucas Ferreira Rios 1. Dados Básicos de Identificação Nome: Lucas Ferreira Rios Idade: 25 anos Cargo Atual: Auxiliar Executivo de Marketing Ingresso na Empresa:

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO RCVB (RECIFE CONVENTION &VISITORS BUREAU) PARA A CONSOLIDAÇÃO DO TURISMO DE EVENTOS EM RECIFE.

A IMPORTÂNCIA DO RCVB (RECIFE CONVENTION &VISITORS BUREAU) PARA A CONSOLIDAÇÃO DO TURISMO DE EVENTOS EM RECIFE. A IMPORTÂNCIA DO RCVB (RECIFE CONVENTION &VISITORS BUREAU) PARA A CONSOLIDAÇÃO DO TURISMO DE EVENTOS EM RECIFE. Autor: ANTÔNIO CARLOS DE SOUZA E SÁ FILHO Introdução O Turismo de Eventos está em plena ascensão

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida Apresentação Institucional Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida A empresa que evolui para o seu crescimento A VCN Virtual Communication Network, é uma integradora de Soluções Convergentes

Leia mais

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos.

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. 2015 Manual de Parceiro de Educação Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios Reais, a Partir de Agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider O Intel Technology Provider é um programa

Leia mais

Programa de Comunicação Interna e Externa

Programa de Comunicação Interna e Externa Programa de Comunicação Interna e Externa Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Comunicação Interna e Externa das Faculdades Integradas Ipitanga FACIIP pretende orientar a execução

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) - PCS A Política de Comunicação do Serviço

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA Flash Lan House: FOCO NO ALINHAMENTO ENTRE CAPITAL HUMANO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

TURISMO DE NEGÓCIOS EM VOLTA REDONDA, RJ: ESTUDO COMPARATIVO DE GESTÃO HOTELEIRA

TURISMO DE NEGÓCIOS EM VOLTA REDONDA, RJ: ESTUDO COMPARATIVO DE GESTÃO HOTELEIRA TURISMO DE NEGÓCIOS EM VOLTA REDONDA, RJ: ESTUDO COMPARATIVO DE GESTÃO HOTELEIRA Alexandro Ferreira Reis Carlos Eduardo Brasil Campos Rossana Souza Almeida, Esp. (Orientadora) Este estudo tem como objetivo

Leia mais

SEGMENTAÇÃO DO PUBLICO PARA UMA ECOPOUSADA EM IBIRAMA SC

SEGMENTAÇÃO DO PUBLICO PARA UMA ECOPOUSADA EM IBIRAMA SC SEGMENTAÇÃO DO PUBLICO PARA UMA ECOPOUSADA EM IBIRAMA SC 1 INTRODUÇÃO Alice Mecabô 1 ; Bruna Medeiro 2 ; Marco Aurelio Dias 3 O turismo é uma atividade que hoje é considerada um dos meios econômicos que

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide A Nova América na vida das pessoas 8 Cultural Empresarial Missão Do valor do campo ao campo de valor

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO -

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - A estrutura a seguir foi desenvolvida com base no escopo da disciplina de Planejamento Estratégico de Comunicação,

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO

FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO 1. CAPA 2. SUMÁRIO 3. INTRODUÇÃO FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO 4. DESCRIÇÃO DA EMPRESA E DO SERVIÇO 4.1 Descrever sua Visão, VISÃO DA EMPRESA COMO VOCÊS IMAGINAM A EMPRESA

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

www.idestur.org.br - info@idestur.org.br

www.idestur.org.br - info@idestur.org.br ROTEIROS PAULISTAS DE TURISMO EQUESTRE O Turismo Eqüestre que tem nos eqüídeos o principal atrativo ou, pelo menos, uma das principais motivações, já é reconhecido em diferentes países como um importante

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015 REDE NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E FEMINISTA A GUAYÍ, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sediada na Rua José do Patrocínio 611, Bairro Cidade Baixa, Porto

Leia mais

A comunicação eficaz é tão estimulante como um café preto e tão difícil quanto dormir depois...

A comunicação eficaz é tão estimulante como um café preto e tão difícil quanto dormir depois... A comunicação eficaz é tão estimulante como um café preto e tão difícil quanto dormir depois... livro Comunicação Interpessoal Empresas investem cada vez mais no desenvolvimento de pessoas e processos

Leia mais

SESI. Empreendedorismo Social. Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações?

SESI. Empreendedorismo Social. Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações? SESI Empreendedorismo Social Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações? REGULAMENTO SESI Empreendedorismo Social A inovação social é o ponto de partida para um novo modelo que atende

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO O CEET - Centro Estadual de Educação Técnica Vasco Coutinho é uma Instituição de Ensino criada e mantida pelo Governo do Estado do Espírito Santo e transferido através da lei n 9.971/12, para Secretaria

Leia mais

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL COD: NOR 312 APROVAÇÃO: Resolução DIREX Nº 009/2012 de 30/01/2012 NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO 1/17 ÍNDICE

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

Fundação Parque Zoológico de São Paulo Projeto Experimental 1

Fundação Parque Zoológico de São Paulo Projeto Experimental 1 Fundação Parque Zoológico de São Paulo Projeto Experimental 1 Fabiane Silveira GOMES 2 Claudia Nociolini REBECHI 3 Universidade Metodista de São Paulo - UMESP, São Paulo, SP RESUMO Em posse de dados cruciais

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA Nº 04

TERMO DE REFERENCIA Nº 04 TERMO DE REFERENCIA Nº 04 CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA APOIO NA ELABORAÇÃO DE PRODUTO REFERENTE À AÇÃO 02 DO PROJETO OBSERVATÓRIO LITORAL SUSTENTÁVEL - INSTITUTO PÓLIS EM PARCERIA COM A PETROBRAS. Perfil:

Leia mais

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME.

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. CARTA DE APRESENTAÇÃO Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Após estudo e análise do mercado no segmento de Segurança, Segurança

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM TURISMO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM TURISMO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS História da Cultura CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM TURISMO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º PERÍODO Repassar ao alunado a compreensão do fenômeno da cultura e sua relevância para

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Público - alvo Pós Graduação em Organizacional Integrada Indicado para profissionais de comunicação organizacional, relações públicas, assessores de comunicação, gestores de comunicação, bem como para

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

Melhor Prática vencedora: Serviços e Equipamentos Turísticos (Capital) Capacitação para profissionais do setor: Manual para Atendimento ao turista

Melhor Prática vencedora: Serviços e Equipamentos Turísticos (Capital) Capacitação para profissionais do setor: Manual para Atendimento ao turista 1 Melhor Prática vencedora: Serviços e Equipamentos Turísticos (Capital) Capacitação para profissionais do setor: Manual para Atendimento ao turista DESTINO: Vitória/ES INSTITUIÇÃO PROMOTORA: Secretaria

Leia mais

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração.

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração. . Quem somos //Sobre A Oficina1 é uma consultoria direcionada à tecnologia da informação, com foco na implementação dos ERPs Protheus e OpenBravo, além do aplicativo de Service Desk SysAid, abrangendo

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS

PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO 2014/2020 FARROUPILHA - RS 22 de Outubro de 2014 AGENDA Relembrar o conceito de Plano Municipal de Turismo Etapas percorridas no desenvolvimento do PMT de Farroupilha

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 042, DE 11 DE MAIO DE 2011 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 297ª Reunião Ordinária, realizada em 11 de maio de 2011, e considerando

Leia mais

9 Plano de Marketing 9.1 Estratégias de Produto

9 Plano de Marketing 9.1 Estratégias de Produto 1 Sumário Executivo (O que é o plano de negócios) 2 Agradecimentos 3 Dedicatória 4 Sumário ( tópicos e suas respectivas páginas) 5 Administrativo - Introdução (O que foi feito no módulo administrativo)

Leia mais

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO TAREFAS ESTRUTURA PESSOAS AMBIENTE TECNOLOGIA ÊNFASE NAS TAREFAS Novos mercados e novos conhecimentos ÊNFASE

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Marketing Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Marketing. 1. Introdução Os Projetos

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE 2 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - Missão 3 Construindo um Excelente Ambiente de Trabalho 4 1 2 3 4 O que

Leia mais

Ações com profissionais de turismo (Blogueiros e Agentes de Viagem) Fam Tours Press Trips Notícias

Ações com profissionais de turismo (Blogueiros e Agentes de Viagem) Fam Tours Press Trips Notícias Embarque na Viagem Seu portal de Turismo, Lazer, Entretenimento e Gastronomia. Media Kit Redes Sociais Palestras Viagens de inspeção Publicidade Difenciada Ações com profissionais de turismo (Blogueiros

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

CRESCIMENTO OFERTA LEITOS (%)

CRESCIMENTO OFERTA LEITOS (%) 3.9 Oferta Turística Para análise da oferta turística em Sergipe, o PDITS Costa dos Coqueirais apresenta a evolução da oferta turística no estado no período 1980-2000. Indica ainda o número atual de quartos

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Análise externa Roberto César 1 A análise externa tem por finalidade estudar a relação existente entre a empresa e seu ambiente em termos de oportunidades e ameaças, bem como a

Leia mais

Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO

Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO 21 de novembro de 1978 SHS/2012/PI/H/1 Preâmbulo A Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura,

Leia mais

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ O presente edital regulamenta o processo de recrutamento, seleção e ingresso de projetos empresariais na Incubadora

Leia mais

Questionário de entrevista com o Franqueador

Questionário de entrevista com o Franqueador Questionário de entrevista com o Franqueador O objetivo deste questionário é ajudar o empreendedor a elucidar questões sobre o Franqueador, seus planos de crescimento e as diretrizes para uma parceria

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

Hospedagem Sustentável: Gestão Ambiental em meios de hospedagem para o município de São Roque. Darlyne de Aquino Silva

Hospedagem Sustentável: Gestão Ambiental em meios de hospedagem para o município de São Roque. Darlyne de Aquino Silva Hospedagem Sustentável: Gestão Ambiental em meios de hospedagem para o município de São Roque Darlyne de Aquino Silva Instituto Federal de Educação Ciência e tecnologia de São Paulo. São Roque, SP 2011

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

Autores: ANNARA MARIANE PERBOIRE DA SILVA, MARIA HELENA CAVALCANTI DA SILVA

Autores: ANNARA MARIANE PERBOIRE DA SILVA, MARIA HELENA CAVALCANTI DA SILVA RELAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O SETOR DE HOSPITALIDADE: um estudo de caso aplicável ao curso Técnico de Hospedagem Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Pernambuco Autores: ANNARA

Leia mais

Governança Corporativa

Governança Corporativa Governança Corporativa POLÍTICA DE INTEGRIDADE A política de integridade (conformidade), parte integrante do programa de governança corporativa. Mais do que nunca as empresas necessitam de estruturas consistentes

Leia mais

X SEMINÁRIO DO FÓRUM NACIONAL DE GESTÃO DA ÉTICA NAS EMPRESAS ESTATAIS

X SEMINÁRIO DO FÓRUM NACIONAL DE GESTÃO DA ÉTICA NAS EMPRESAS ESTATAIS X SEMINÁRIO DO FÓRUM NACIONAL DE GESTÃO DA ÉTICA NAS EMPRESAS ESTATAIS PAINEL : FERRAMENTA PARA A GESTÃO DA ÉTICA E DOS DIREITOS HUMANOS RONI ANDERSON BARBOSA INSTITUTO OBSERVATORIO SOCIAL INSTITUCIONAL

Leia mais

EVENTOS CORPORATIVOS

EVENTOS CORPORATIVOS EVENTOS CORPORATIVOS EVENTOS CORPORATIVOS A Riviera de São Lourenço A Riviera de São Lourenço é um bairro 100% planejado, a apenas 120 km da Capital do Estado de São Paulo. O Empreendimento conta com o

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Santa Maria, 15 de Outubro de 2012 Pauta: 1) Contexto da Economia Criativa no Brasil de acordo com o Plano da Secretaria da Economia Criativa

Leia mais

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 O IDIS Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social é uma organização da sociedade civil de interesse público, que tem como

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br.

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br. Marketing Ambiental Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. O que temos visto e ouvido falar das empresas ou associado a elas? Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br 2 3 Sílvia

Leia mais

Fam Tours Press Trips. Cliente Oculto

Fam Tours Press Trips. Cliente Oculto Embarque na Viagem Seu portal de Turismo, Lazer, Entretenimento e Gastronomia. Media Kit 2013 Notícias Fam Tours Press Trips Redes Sociais Publicidade Difenciada Projetos Especiais Perfil Cliente Oculto

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais