Número 3 Dez notas (à mão elevada) sobre a nova ordem simbólica Leonardo Gorostiza / Editorial Flory Kruger

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Número 3 Dez notas (à mão elevada) sobre a nova ordem simbólica Leonardo Gorostiza / Editorial Flory Kruger"

Transcrição

1 Septiembre 2011 / Número 3 Editorial / Dez notas (à mão elevada) sobre a nova ordem simbólica. Leonardo Gorostiza / Imprensa e difusão / Internet e Página Web/ Inscrições /Hospedagem e Turismo / Zaha Hadid Editorial Este terceiro número de Hurry Up lhes trará várias novidades. Em primeiro lugar e como a melhor expressão da Escola Una, as 10 notas à mão levantada que Leonardo Gorostiza escreveu enquanto escutava a conferência que nosso querido amigo, Oscar Ventura, nos transmitiu em Buenos Aires, na primeira noite preparatória ao Congresso. Notas que depois leu no Brasil, por ocasito do Congresso que a EBP realizou em Tiradentes. A outra novidade importante é a carta que recebemos assinada pela Presidência da Nação, declarando o nosso Congresso, de interesse cultural, reconhecimento que nos devolve a envergadura que tem em nosso país, a presença da Psicanálise de Orientação Lacaniana. Outro avanço para a comodidade de nossos colegas é a inclusão da inscrição via internet, com cartões de crédito. Neste boletim, vocês poderão encontrar a explicação detalhada de como realizá-la. Da Secretaria de Hospedagem e Turismo, lhes apresentamos a agência que será responsável por encontrar as melhores alternativas para sua estadia em nossa cidade. E como encerramento do Hurry Up, outra mostra deslumbrante da arquitetura do Século XXI. Tradução: Mª Cristina Maia Fernandes Flory Kruger Nos dias 29 e 30 do passado mês de abril, aconteceu na cidade de Tiradentes, Brasil, o IX Congresso da EBP, convocado sob o título "Os limites do simbólico". As notas de Leonardo Gorostiza que reproduzimos a seguir foram publicadas em Um por Um n 123, Boletim Preparatório do citado Congresso, que marcou o início do trabalho na EBP rumo a Buenos Aires Nelas, vocês poderão ler algumas ideias suscitadas pela conferência que Oscar Ventura, membro da ELP, ofereceu na EOL poucos dias antes, no marco das atividades preparatórias ao próximo Congresso da AMP. Pode-se perceber, deste modo e neste caso particular, como a transferência de trabalho suscitada entre membros de distintas Escolas da AMP é, ao mesmo tempo, aquilo que dá vida ao laço na Escola Una.

2 Dez notas (à mão elevada) sobre a nova ordem simbólica Leonardo Gorostiza O que se segue são algumas notas suscitadas à mão elevada pela escuta da conferência de Oscar Ventura. 1) Oscar Ventura começou dizendo que a primeira vez que viu o cartaz do Congresso demorou a orientar-se. Bom sinal. Não há nada de mal que o cartaz sobre a ordem simbólica no século XXI provoque esse efeito. É como se evocasse no espectador, algo do sujeito desorientado que em nossa época precisa da bússola das identificações do passado. Se bem me recordo, O homem desbussolado foi a fórmula proposta há anos por Jorge Forbes para designá-lo. 2) Nova ordem simbólica? Podemos chamar o que nesta época ocorre - estritamente falando - uma nova ordem? O termo ordem pressupõe sempre uma articulação entre elementos. Segundo a hipótese de Jacques-Alain Miller em Uma fantasia, os elementos do discurso hipermoderno estão disjuntos, quer dizer, não estão articulados no que chamamos especificamente um discurso. Nesta perspectiva, a instalação do discurso analítico implica, sim, uma articulação, quer dizer, uma ordem, mas uma ordem que não se confunde nem com a ordem da lei de ferro da época nem com a ordem do Nome do Pai. Tratase de uma nova ordem: a articulação dos elementos em um discurso que não guarda com o real (o real analítico), uma relação de desconhecimento. 3) Se o discurso do mestre da contemporaneidade já não é o avesso do discurso psicanalítico, como isto afeta a operação analítica? Uma primeira resposta possível: o acento já não cairá tanto sobre o efeito de desidentificação, mas sobre a produção de significantes sintomáticos. É uma operação que tem como horizonte, a identificação ao sintoma. Bem entendido, não se trata de que o discurso analítico deixe de operar por des-identificação (por exemplo: identidades de gênero, grupos monossintómaticos ou categorias diagnósticas da época), mas o acento recairá na produção dos S1 singulares, a partir dos quais, o sujeito poderá encontrar uma orientação dada pelo limite do simbólico com o real como impossível. 4) Oscar Ventura introduziu como diferença com a narração clássica, a escritura de Joyce que chamou uma letra ilegível, mas, a partir da qual, o fora de sentido pode ser lido. Interessante para pensar suas consequencias sobre a interpretação analítica que, nesta perspectiva, pode ser concebida como uma leitura que não é do sentido. 5) Ao caracterizar alguns traços da época, nomeou a alucinação do novo e do rápido. Se damos ao termo alucinação todo seu alcance, como entendê-lo? Algo a trabalhar.

3 6) Se, como diz Lacan em Encore, a invenção do inconsciente freudiano não foi senão um ato de caridade com a espécie dos seres falantes e Freud afirmou que a psicanálise não haveria visto a luz a não ser que houvesse produzido antes o declínio das religiões, não poderíamos, por acaso, dizer que a invenção do inconsciente freudiano foi, de certo modo, a invenção de uma nova ordem simbólica? A congruência colocada por Lacan entre o inconsciente freudiano e o discurso do mestre parece confirmar. 7) Oscar Ventura postulou que a tecnociência é o que, na contemporaneidade, ocupa o lugar de uma ordem simbólica consistente. Pode-se chamar isso, estritamente falando, uma ordem simbólica? Se pensarmos que a tecnociência, na realidade, ocupa o lugar do sujeito suposto saber e subverte a ordem simbólica, poderíamos concluir que a tecnociência - ao dirigir-se a para todos de um universal e subverter a ordem simbólica tradicional (Nome do Pai), que é como as tradições, da ordem do particular - introduz um funcionamento afim à psicose: o sujeito suposto saber sem a limitação do sem sentido do Nome do Pai. 8) A menção aos efeitos sobre a noção de garantia na contemporaneidade poderia nos orientar a pensar como influi a nova ordem sobre as garantias da Escola. A garantia do passe, o título de AE fundado na série dos uns da identificação ao sintoma, parece adequar-se bem à época. Enquanto o título de AME - que Lacan situava em relação ao Pai e ao Outro consistente do piso inferior do grafo, como uma garantia simbólica ligada ao reconhecimento - não parece tanto. Questão para trabalhar na AMP: os limites da garantia simbólica. 9) A menção aos efeitos da nova ordem sobre o trabalho de luto é um ponto destacável. O rechaço de dito trabalho através do que Oscar Ventura chamou uma substituição fulminante correlativa ao empuxo a levar o objeto no bolso e como dita presença do objeto no mundo tem por correlato, a angústia generalizada, abre uma via interessante para indagar o valor e o lugar da perda neste século e como isso afeta a prática analítica. 10) Finalmente, durante a discussão, nossa colega da EOL, Silvia Botto, introduziu a pergunta sobre se já podemos falar das consequências sobre a cura da ordem simbólica no século XXI, quando na realidade, só transcorreu uma década e contamos com o ensino de Lacan que se realizou no século XX. Não se trata de que devemos inventar algo, nós mesmos?, acrescentou. Penso que o acento posto no título do próximo Congresso da AMP sobre este século, é preciso lê-lo no sentido de que, sim, cabe a nós inventar a prática lacaniana deste novo século e que, para isso, contamos com dois pontos de apoio: o último ensino de Lacan e a elucidação que nos últimos anos, propõe Jacques-Alain Miller. Entendo que esta tarefa de invenção será o eixo central do Congresso da AMP Imprensa e difusão

4 Estimados colegas, Temos a satisfação de lhes informar que a SECRETARIA DE CULTURA DA PRESIDÊNCIA DA NAÇÃO resolveu auspiciar e declarar de interesse cultural, o VIII CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO MUNDIAL DE PSICANÁLISE: A ORDEM SIMBÓLICA NO SÉCULO XXI. NÃO É MAIS O QUE ERA. QUE CONSEQUÊNCIAS PARA A CURA? Secretaria de Imprensa e Difusão Marisa Morao Inscrições Estimados colegas: A inscrição para o Congresso 2012 já está disponível na página e pode ser feita por meio dos cartões Visa, Mastercard e American Express, em um pagamento sem juros, 3, 6, 9 ou 12 pagamentos com juros. Brevemente vocês também poderão fazer a inscrição em seu idioma. A cota de inscrições é limitada, em função da capacidade do Hotel Hilton onde o Congresso será realizado. Os Membros da AMP terão prioridade de inscrição, até o mês de novembro. Por esta razão sugerimos que vocês se inscrevam com antecedência, pois já estamos recebendo alto número de inscrições. Saudações cordiais. Patricio Alvarez, Tesoureiro da Comissão Organizadora Hospedagem e Turismo Continuamos organizando todo o necessário para que a semana de trabalho em Buenos Aires seja a mais prazerosa possível. Nossa secretaria contará com a colaboração de uma agência de turismo receptiva que já está trabalhando na busca de hotéis adequados à medida de cada um. Queremos lhes informar que contamos com uma quantia limitada de apartamentos no Hotel Hilton com tarifa especial, à disposição de todos os inscritos no Congresso.

5 As tarifas são realmente interessantes, ao que se soma a comodidade de hospedar-se no local do Congresso, com arredores lindíssimos, como é obairro portenho de Puerto Madero. Vocês podem se informar e fazer as reservas através da internet, ingresando no link Hospedagem e turismo. Lá, encontrarão os dados da agência de turismo Equinoxe. A agência terá uma pessoa dedicada a responder todas as suas inquietudes e necessidades: reserva de hotéis, passeios pela cidade, saidas noturnas, assessoramento sobre espetáculos e eventos culturais e, para os que desejam conhecer nosso bonito país, a agência tem preparados, vários pacotes de mini-turismo que vocês poderão consultar. Além disso, eles poderão resolver para vocês, tudo o que necessitarem sobre reservas e vendas de passagens aéreas e terrestres. Durante o congresso, contaremos com um lugar destinado à agencia que todos os colegas poderão consultar para solucionar os problemas que se apresentem. Não duvidem em consultar!!! Analía Trachter, Secretaria de Hospedagem e Turismo Internet e Página Web Continuamos incentivando a participação através de nosso Facebook. Mais de impressões, quer dizer, visitas ao site, e sua informação mostram o interesse suscitado pelo Congresso.

6 Zaha Hadid, arquiteta iraniana, diva do desenho internacional. Logrou que seus projetos sejam dos mais cobiçados e esperados do mundo. Pelos mais remotos lugares, todas as escalas e campos do desenho, joias, calçados, indumentária, acessórios, automóveis, edifícios e cidades hoje levam a marca de seu provocativo selo morfológico. Em seus primeiros anos, exibe um enorme desenvolvimento teórico de ideias que geram um enorme atrativo e uma grande incerteza, devido à dificuldade de levar a cabo, essas novas construções. Formada em pleno apogeu do conservador revisionismo histórico pós-moderno, transita um caminho discordante que propõe, a partir da corrente desconstrutivista, uma releitura da modernidade. Sua obra apresenta um tratamento topográfico do solo absolutamente inovador e particular. Desafia todos os convencionalismos, assim como as noções do espaço. Transmite uma sensação de energia com linhas dinâmicas e referiu inspirar-se em temas orgânicos ou da natureza, para a concepção de sua obra. Sua visão da arquitetura é, antes de tudo, otimista: A arquitetura é realmente sobre o bem estar. Creio que as pessoas querem se sentir bem em um espaço. Por um lado, se trata de habitação, mas também de prazer O projeto do Centro de artes cênicas de Abu Dhabi nos Emirados Árabes do ano de 2007 inclui cinco espaços para música, concertos, teatro, ópera e um polivalente com uma capacidade de assentos. A sala principal de concertos encontra-se no nível inferior, debaixo dos outros quatro teatros, permitindo a entrada da luz solar e umas vistas dramáticas sobre o mar em uma janela enorme, exatamente atrás do cenário. Cada teatro tem sua própria sala de espera orientada para o mar, com a intenção de permitir ao visitante, o contato permanente com seu entorno. A autora disse do edifício: "Enquanto se retorce no lugar, a arquitetura se incrementa em complexidade, ganhando em altura e profundidade e alcançando múltiplas alturas nos corpos que albergam os espaços de espetáculo, os quais brotam da estrutura, como frutos em um vinhedo e se enfrentam ao oeste, em direção à água". Tradução: Mª Cristina Maia Fernandes

Junho 2011 / Número 2

Junho 2011 / Número 2 Junho 2011 / Número 2 A toda força Eventos e Relações Públicas / Hospedagem e turismo Internet e Página Web / Livraria / Imprensa e divulgação Relações Internacionais / Tesouraria / Salas e Som / Secretaria

Leia mais

Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América

Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América Entrevistada: Elisa Alvarenga Diretora Geral do IPSM-MG e Presidente da FAPOL (Federação Americana de Psicanálise de Orientação Lacaniana). E-mail:

Leia mais

Do todos iguais ao um por um Oscar Zack

Do todos iguais ao um por um Oscar Zack Opção Lacaniana online nova série Ano 2 Número 6 novembro 2011 ISSN 2177-2673 Oscar Zack O espetáculo não é um conjunto de imagens, mas uma relação social entre as pessoas mediatizadas pelas imagens. Guy

Leia mais

O REAL DA LÍNGUA O REAL DA HISTÓRIA considerações a partir do texto La Lengua de Nunca Acabar. Pêcheux e Gadet (1987)

O REAL DA LÍNGUA O REAL DA HISTÓRIA considerações a partir do texto La Lengua de Nunca Acabar. Pêcheux e Gadet (1987) O REAL DA LÍNGUA O REAL DA HISTÓRIA considerações a partir do texto La Lengua de Nunca Acabar. Pêcheux e Gadet (1987) Blanca de Souza Viera MORALES (UFRGS) Para Pêcheux e Gadet a lingüística não pode reduzir-se

Leia mais

Hurry up! / 25. VIII Congreso AMP. 23-27 de abril 2012 / Hotel Hilton. Macacha Guemes 351 Puerto Madero Buenos Aires Argentina

Hurry up! / 25. VIII Congreso AMP. 23-27 de abril 2012 / Hotel Hilton. Macacha Guemes 351 Puerto Madero Buenos Aires Argentina Hurry up! / 25 VIII Congreso AMP 23-27 de abril 2012 / Hotel Hilton Macacha Guemes 351 Puerto Madero Buenos Aires Argentina Futebol e tango em uma só noite. Dois expoentes do que há de mais profundo da

Leia mais

CLINICA DA ANSIEDADE: Um projeto terapêutico

CLINICA DA ANSIEDADE: Um projeto terapêutico CLINICA DA ANSIEDADE: Um projeto terapêutico De nossos antecedentes Existem instituições onde a psicanálise aplicada da orientação lacaniana tem lugar há muitos anos, como é o caso do Courtil e L Antenne

Leia mais

Há um acontecimento de corpo

Há um acontecimento de corpo Opção Lacaniana online nova série Ano 5 Número 13 março 2014 ISSN 2177-2673 1 Ram Avraham Mandil Para uma discussão sobre a lógica do tratamento a partir do Seminário...ou pior, de Jacques Lacan, gostaria

Leia mais

ISSO NÃO ME FALA MAIS NADA! (SOBRE A POSIÇÃO DO ANALISTA NA DIREÇÃO DA CURA) 1

ISSO NÃO ME FALA MAIS NADA! (SOBRE A POSIÇÃO DO ANALISTA NA DIREÇÃO DA CURA) 1 ISSO NÃO ME FALA MAIS NADA! (SOBRE A POSIÇÃO DO ANALISTA NA DIREÇÃO DA CURA) 1 Arlete Mourão 2 Essa frase do título corresponde à expressão utilizada por um ex-analisando na época do final de sua análise.

Leia mais

Os princípios da prática analítica com crianças

Os princípios da prática analítica com crianças Os princípios da prática analítica com crianças Cristina Drummond Palavras-chave: indicação, tratamento, criança, princípios. As indicações de um tratamento para crianças Gostaria de partir de uma interrogação

Leia mais

Opção Lacaniana online nova série Ano 3 Número 8 julho 2012 ISSN 2177-2673. Há um(a) só. Analícea Calmon

Opção Lacaniana online nova série Ano 3 Número 8 julho 2012 ISSN 2177-2673. Há um(a) só. Analícea Calmon Opção Lacaniana online nova série Ano 3 Número 8 julho 2012 ISSN 2177-2673 Analícea Calmon Seguindo os passos da construção teórico-clínica de Freud e de Lacan, vamos nos deparar com alguns momentos de

Leia mais

Título: Entrevista com Luis Darío Salamone

Título: Entrevista com Luis Darío Salamone Título: Entrevista com Luis Darío Salamone Autor: Didier Velásquez Vargas Psicanalista em Medellín, Colômbia. Psychoanalyst at Medellín, Colômbia. E-mail: didiervelasquezv@une.net.co Resumo: Entrevista

Leia mais

Devastação: um nome para dor de amor Gabriella Dupim e Vera Lopes Besset

Devastação: um nome para dor de amor Gabriella Dupim e Vera Lopes Besset Opção Lacaniana online nova série Ano 2 Número 6 novembro 2011 ISSN 2177-2673 Gabriella Dupim e Vera Lopes Besset No início da experiência analítica, foi o amor, diz Lacan 1 parafraseando a fórmula no

Leia mais

Resumos. Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica

Resumos. Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica Inovação em psicanálise: rumos e perspectivas na contemporaneidade Quarta-feira 10/6 10h30-12h Mesa-redonda Saúde mental e psicanálise

Leia mais

Latusa digital ano 2 N 19 outubro de 2005

Latusa digital ano 2 N 19 outubro de 2005 Latusa digital ano 2 N 19 outubro de 2005 Sinthoma e fantasia fundamental no caso do homem dos ratos * Cleide Maschietto Doris Rangel Diogo ** O Homem dos ratos 1 é um caso de neurose muito comentado,

Leia mais

A ética na pesquisa com seres humanos sob um ponto de vista psicanalítico

A ética na pesquisa com seres humanos sob um ponto de vista psicanalítico 1 A ética na pesquisa com seres humanos sob um ponto de vista psicanalítico Samyra Assad Foi a oportunidade de falar sobre o tema da ética na pesquisa em seres humanos, que me fez extrair algumas reflexões

Leia mais

Considerações acerca da transferência em Lacan

Considerações acerca da transferência em Lacan Considerações acerca da transferência em Lacan Introdução Este trabalho é o resultado um projeto de iniciação científica iniciado em agosto de 2013, no Serviço de Psicologia Aplicada do Instituto de Psicologia

Leia mais

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n.6

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n.6 O que não cessa de não se atualizar Loren Alyne Costa Resumo O presente artigo tem por objetivo questionar de que forma se dá a temporalidade do inconsciente. Nos dias de hoje, percebemos as novas formas

Leia mais

A importância teórica e prática do ensino de Jacques Lacan Palavras-chaves: Lacan, ensino, subversão, orientação. Zelma Abdala Galesi

A importância teórica e prática do ensino de Jacques Lacan Palavras-chaves: Lacan, ensino, subversão, orientação. Zelma Abdala Galesi A importância teórica e prática do ensino de Jacques Lacan Palavras-chaves: Lacan, ensino, subversão, orientação. Zelma Abdala Galesi As inúmeras homenagens prestadas durante o ano de 2001, ao centenário

Leia mais

Freud, S. Inibições, sintomas e ansiedade (1925). Em: Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1969. 2

Freud, S. Inibições, sintomas e ansiedade (1925). Em: Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1969. 2 DAR CORPO AO SINTOMA NO LAÇO SOCIAL Maria do Rosário do Rêgo Barros * O sintoma implica necessariamente um corpo, pois ele é sempre uma forma de gozar, forma substitutiva, como Freud bem indicou em Inibição,

Leia mais

Feminilidade e Angústia 1

Feminilidade e Angústia 1 Feminilidade e Angústia 1 Claudinéia da Cruz Bento 2 Freud, desde o início de seus trabalhos, declarou sua dificuldade em abordar o tema da feminilidade. Após um longo percurso de todo o desenvolvimento

Leia mais

APO TAME TOS SOBRE A A GÚSTIA EM LACA 1

APO TAME TOS SOBRE A A GÚSTIA EM LACA 1 APO TAME TOS SOBRE A A GÚSTIA EM LACA 1 Elza Macedo Instituto da Psicanálise Lacaniana IPLA São Paulo, 2008 A angústia é um afeto Lacan (2005) dedica o Seminário de 1962-1963 à angústia. Toma a experiência

Leia mais

Sujeito do desejo, sujeito do gozo e falasser

Sujeito do desejo, sujeito do gozo e falasser Sujeito do desejo, sujeito do gozo e falasser Luis Francisco Espíndola Camargo 1 lfe.camargo@gmail.com Resumo: A noção de sujeito do desejo não inclui a substância gozante. Na clínica, tal característica

Leia mais

Latusa digital ano 2 N 14 maio de 2005

Latusa digital ano 2 N 14 maio de 2005 Latusa digital ano 2 N 14 maio de 2005 Dos novos sintomas ao sintoma analítico Elizabeth Karam Magalhães Na contemporaneidade, a prática clínica confronta o analista com novas formas do sintoma, que têm

Leia mais

Latusa Digital Ano 8 N. 46 Setembro de 2011.

Latusa Digital Ano 8 N. 46 Setembro de 2011. Cifra-me ou te devoro Dinah Kleve 1 Resumo O texto trata do trabalho desenvolvido em oficinas de arte, junto a pacientes psicóticos, como forma de promover a possibilidade de uma escrita e de viabilizar

Leia mais

RETIFICAÇÃO SUBJETIVA: OS CONTRAPONTOS ENTRE A CLÍNICA PSICANALÍTICA E A EPISTEMOLOGIA HISTÓRICA

RETIFICAÇÃO SUBJETIVA: OS CONTRAPONTOS ENTRE A CLÍNICA PSICANALÍTICA E A EPISTEMOLOGIA HISTÓRICA RETIFICAÇÃO SUBJETIVA: OS CONTRAPONTOS ENTRE A CLÍNICA PSICANALÍTICA E A EPISTEMOLOGIA HISTÓRICA Marcio Luiz Ribeiro Bacelar Wilson Camilo Chaves A expressão retificação subjetiva está presente tanto nas

Leia mais

MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003.

MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003. MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003. Prefácio Interessante pensar em um tempo de começo. Início do tempo de

Leia mais

Novos fundamentos para a psicanálise: Teoria da feminilidade generalizada

Novos fundamentos para a psicanálise: Teoria da feminilidade generalizada Novos fundamentos para a psicanálise: Teoria da feminilidade generalizada 2001 Novos fundamentos para a psicanálise: Teoria da feminilidade generalizada Márcio Peter de Souza Leite Conteúdo Argumento...

Leia mais

Latusa digital ano 0 N 2 setembro de 2003

Latusa digital ano 0 N 2 setembro de 2003 Latusa digital ano 0 N 2 setembro de 2003 O forçamento da psicanálise * Ruth Helena Pinto Cohen ** A ciência moderna tende a excluir a poética de seu campo e a psicanálise, a despeito de ter nascido a

Leia mais

O AMOR NOSSO DE CADA DIA * Palavras chave: Amor; felicidade; sintoma; semblante

O AMOR NOSSO DE CADA DIA * Palavras chave: Amor; felicidade; sintoma; semblante O AMOR NOSSO DE CADA DIA * Palavras chave: Amor; felicidade; sintoma; semblante Heloisa Caldas ** Minha contribuição para este número de Latusa visa pensar o amor como um semblante que propicia um tratamento

Leia mais

SUJEITOS DESNORTEADOS: EM BUSCA DA FELICIDADE? 1 Vera Lopes Besset 2

SUJEITOS DESNORTEADOS: EM BUSCA DA FELICIDADE? 1 Vera Lopes Besset 2 SUJEITOS DESNORTEADOS: EM BUSCA DA FELICIDADE? 1 Vera Lopes Besset 2 Introdução Nossa proposta de intervenção se relaciona às pesquisas em andamento no âmbito do Grupo de Pesquisa UFRJ/CNPq CLINP (Clínica

Leia mais

A Função do Nome Próprio no Campo do Sujeito

A Função do Nome Próprio no Campo do Sujeito A Função do Nome Próprio no Campo do Sujeito Autor: Felipe Nunes de Lima Bacharel em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Integrante do Núcleo de Pesquisa: Psicanálise, Discurso e Laço

Leia mais

Transferência e desejo do analista: os nomes do amor na experiência analítica ou Amar é dar o que não se tem

Transferência e desejo do analista: os nomes do amor na experiência analítica ou Amar é dar o que não se tem 1 Transferência e desejo do analista: os nomes do amor na experiência analítica ou Amar é dar o que não se tem Palavras-chave: Transferência, Desejo do analista, Formação Que haja amor à fraqueza, está

Leia mais

Contardo Calligaris. Introdução a uma Clínica Diferencial das Psicoses. z Zagodoni. 2 a edição. Editora

Contardo Calligaris. Introdução a uma Clínica Diferencial das Psicoses. z Zagodoni. 2 a edição. Editora Contardo Calligaris Introdução a uma Clínica Diferencial das Psicoses 2 a edição z Zagodoni Editora Copyright 2013 by Contardo Calligaris Todos os direitos desta edição reservados à Zagodoni Editora Ltda.

Leia mais

O SIGNIFICANTE NA NEUROSE OBSESSIVA: O SINTOMA E SUA RELAÇÃO COM O DESEJO RILMA DO NASCIMENTO MEDEIROS E MARGARIDA ELIA ASSAD - UFPB

O SIGNIFICANTE NA NEUROSE OBSESSIVA: O SINTOMA E SUA RELAÇÃO COM O DESEJO RILMA DO NASCIMENTO MEDEIROS E MARGARIDA ELIA ASSAD - UFPB O SIGNIFICANTE NA NEUROSE OBSESSIVA: O SINTOMA E SUA RELAÇÃO COM O DESEJO RILMA DO NASCIMENTO MEDEIROS E MARGARIDA ELIA ASSAD - UFPB É a verdade do que esse desejo foi em sua história que o sujeito grita

Leia mais

CONTEMPORANEIDADE. Palavras-chave: pai, interdição do incesto, Lei, complexo de Édipo, contemporaneidade, psicanálise.

CONTEMPORANEIDADE. Palavras-chave: pai, interdição do incesto, Lei, complexo de Édipo, contemporaneidade, psicanálise. A FUNÇÃO DO PAI NA INTERDIÇÃO E NA LEI: UMA REFLEXÃO SOBRE IDENTIFICAÇÃO E VIOLÊNCIA NA CONTEMPORANEIDADE. Jamille Mascarenhas Lima Psicóloga, Universidade Federal da Bahia. Especialista em psicomotricidade,

Leia mais

Um percurso de nomes, objetos, angústia e satisfação

Um percurso de nomes, objetos, angústia e satisfação Opção Lacaniana online nova série Ano 3 Número 8 julho 2012 ISSN 2177-2673 Um percurso de nomes, objetos, angústia e satisfação Gresiela Nunes da Rosa Diante do enigma primeiro a respeito do desejo do

Leia mais

Clarice Gatto. O traumático que a experiência psicanalítica torna comunicável

Clarice Gatto. O traumático que a experiência psicanalítica torna comunicável Clarice Gatto O traumático que a experiência psicanalítica torna comunicável Trabalho a ser apresentado na Mesa-redonda Poder da palavra no III Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental e IX

Leia mais

Feminilidade e Violência

Feminilidade e Violência Feminilidade e Violência Emilse Terezinha Naves O tema sobre a violência e a feminilidade apresenta-se, nas mais diversas áreas do conhecimento, como um tema de grande interesse, quando encontramos uma

Leia mais

FIH2 REGULAMENTO 2014

FIH2 REGULAMENTO 2014 FIH2 REGULAMENTO 2014 O 13 FIH2 Festival Internacional de Hip Hop de Curitiba objetiva a dança, a performance e a interpretação coreográfica oferecendo a real oportunidade de crescimento desta modalidade

Leia mais

Falar de si na contemporaneidade. máquina de impostura? 1 Ana Paula Britto Rodrigues

Falar de si na contemporaneidade. máquina de impostura? 1 Ana Paula Britto Rodrigues Opção Lacaniana online nova série Ano 2 Número 5 Julho 2011 ISSN 2177-2673 : uma máquina de impostura? 1 Ana Paula Britto Rodrigues O que tem sido feito do silêncio no mundo atual? Acabou o silêncio? Se

Leia mais

Clínica psicanalítica com crianças

Clínica psicanalítica com crianças Clínica psicanalítica com crianças Ana Marta Meira* A reflexão sobre a clínica psicanalítica com crianças aponta para múltiplos eixos que se encontram em jogo no tratamento, entre estes, questões referentes

Leia mais

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais Almanaque On-line n.7. Safar-se com a loucura

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais Almanaque On-line n.7. Safar-se com a loucura Entrevista com Marcus André Vieira 1 Safar-se com a loucura Almanaque: O tema do V ENAPOL A saúde para todos não sem a loucura de cada um a se realizar em junho próximo enfatiza o singular dentro do universal.

Leia mais

O exterior da inclusão e a inclusão do exterior

O exterior da inclusão e a inclusão do exterior O exterior da inclusão e a inclusão do exterior www.voxinstituto.com.br O tema do V Simpósio Derdic- "Mecanismos de exclusão, estratégias de inclusão" permitiu que a problemática da inclusão social do

Leia mais

International Garlic Congress Madrid-Spain

International Garlic Congress Madrid-Spain International Garlic Congress Madrid-Spain Contato para reserva Cristina: (61) 3321-0821 E-MAIL: cristina.neiva@anapa.com.br PROGRAMAÇÃO DE VIAGEM Local: Madrid, Espanha Evento: I International Garlic

Leia mais

A Outra: o delírio da histérica

A Outra: o delírio da histérica Opção Lacaniana online nova série Ano 2 Número 6 novembro 2011 ISSN 2177-2673 1 Ana Martha Maia e Maria Fátima Pinheiro Desde Freud, podemos dizer que a fantasia e o delírio são construções ficcionais

Leia mais

Reflexões sobre Impasses e Possibilidades da Psicanálise no Hospital Público

Reflexões sobre Impasses e Possibilidades da Psicanálise no Hospital Público Reflexões sobre Impasses e Possibilidades da Psicanálise no Hospital Público Ludmila Stalleikem Sebba 1 e Ademir Pacelli Ferreira 2 Resumo A partir do referencial da psicanálise procura-se apontar elementos

Leia mais

Latusa digital ano 4 N 28 maio de 2007

Latusa digital ano 4 N 28 maio de 2007 Latusa digital ano 4 N 28 maio de 2007 O objeto de arte * Romildo do Rêgo Barros ** Vocês certamente conhecem a história de Apeles, o célebre pintor da antiguidade que, escondido atrás de uma cortina,

Leia mais

Márcio Peter de Souza Leite 4 de abril de 1997 PUC

Márcio Peter de Souza Leite 4 de abril de 1997 PUC O Pai em Freud 1997 O Pai em Freud Márcio Peter de Souza Leite 4 de abril de 1997 PUC Conteudo: Pais freudianos... 3 O pai de Dora... 3 O pai de Schreber.... 4 O pai castrador, que é o terceiro em Freud,

Leia mais

Latusa Digital ano 3 Nº 24 setembro de 2006

Latusa Digital ano 3 Nº 24 setembro de 2006 Latusa Digital ano 3 Nº 24 setembro de 2006 Filho, não vês que estou queimando! Ondina Maria Rodrigues Machado * Fui a Salvador para o XV Encontro Brasileiro do Campo Freudiano, mas não só para isso. Fui

Leia mais

Colégio Batista Brasileiro

Colégio Batista Brasileiro Tema: NÓS SOMOS O MUNDO DATAS PREVISTAS: 22/10/11 SÁBADO 13h ás 17h ENSAIO NO TEATRO 27/10/11 QUINTA 19:30h ESPETÁCULO 28/10/11 SEXTA 7:10h às 12:30h AULAS SUSPENSAS Grupos de Trabalho SÉRIE PAÍS 6º Ano

Leia mais

O amor em análise: algumas considerações a partir de depoimentos de passe Jussara Jovita Souza da Rosa

O amor em análise: algumas considerações a partir de depoimentos de passe Jussara Jovita Souza da Rosa Opção Lacaniana online nova série Ano 5 Número 14 julho 2014 ISSN 2177-2673 : algumas considerações a partir de depoimentos de passe Jussara Jovita Souza da Rosa [...] Falar de amor, com efeito, não se

Leia mais

LENÇÓIS MARANHENSES São Luís, Maranhão, Brasil 5 dias.

LENÇÓIS MARANHENSES São Luís, Maranhão, Brasil 5 dias. LENÇÓIS MARANHENSES São Luís, Maranhão, Brasil 5 dias. O DESTINO A natureza levou milhares de anos para confeccionar um cenário que mescla dunas com até 40 metros de altura e diversos oásis de chuva represada.

Leia mais

REGULAMENTO GERAL STREET CULTURE FESTIVAL NACIONAL DE DANÇA

REGULAMENTO GERAL STREET CULTURE FESTIVAL NACIONAL DE DANÇA REGULAMENTO GERAL STREET CULTURE FESTIVAL NACIONAL DE DANÇA Em sua 7 edição o Street Culture Brasil traz um novo formato dos anteriores, voltado para valorização dos grupos e dançarinos brasileiros, continua

Leia mais

India Lac Investment Conclave

India Lac Investment Conclave Edição nº 1 India Lac Investment Conclave 06 Dias / 03 Noites Saída: 13 de Outubro de 2014. Visitando: Delhi Roteiro Aéreo e Terrestre Extensão Pré Lac Conclave: Agra, Jaipur DIFERENTES VISÕES, DIFERENTES

Leia mais

Buenos Aires Saída: 31 julho de 2015

Buenos Aires Saída: 31 julho de 2015 Buenos Aires Saída: 31 julho de 2015 Data Cia. Aérea Voo Origem Destino Saída Chegada 31JUL SEX Gol 7680 São Paulo Guarulhos Buenos Aires Aeroparque 08h15 10h50 02AGO DOM Gol 7683 Buenos Aires Aeroparque

Leia mais

Conexão Psicanálise e Direito: uma política para o gozo 1

Conexão Psicanálise e Direito: uma política para o gozo 1 1 Conexão Psicanálise e Direito: uma política para o gozo 1 Fernanda Otoni de Barros Palavras-chave: conexão psicanálise e direito, violência, ação lacaniana na cidade. Se vocês concordam que o gozo se

Leia mais

FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO

FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO Denise de Fátima Pinto Guedes Roberto Calazans Freud ousou dar importância àquilo que lhe acontecia, às antinomias da sua infância, às suas perturbações neuróticas, aos seus sonhos.

Leia mais

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE Tereza Raquel Tomé Adeodato Laéria Bezerra Fontenele Miguel Fernandes Vieira Filho Orlando Soeiro Cruxên Quando nos deparamos com a interseção entre Psicanálise

Leia mais

Ser mãe hoje. Cristina Drummond. Palavras-chave: família, mãe, criança.

Ser mãe hoje. Cristina Drummond. Palavras-chave: família, mãe, criança. Ser mãe hoje Cristina Drummond Palavras-chave: família, mãe, criança. Hoje em dia, a diversidade das configurações familiares é um fato de nossa sociedade. Em nosso cotidiano temos figuras cada vez mais

Leia mais

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos Cursos humanizados - A Educar e Transformar se dedica ao sonho de gerar cursos para lideranças profissionais de recursos humanos, com mentalidade de humanização na administração, cursos para líderes, motivação,

Leia mais

O AUTISMO NA PSICANÁLISE E A QUESTÃO DA ESTRUTURA Germano Quintanilha Costa 1

O AUTISMO NA PSICANÁLISE E A QUESTÃO DA ESTRUTURA Germano Quintanilha Costa 1 O AUTISMO NA PSICANÁLISE E A QUESTÃO DA ESTRUTURA Germano Quintanilha Costa 1 I Introdução O objetivo deste trabalho é pensar a questão do autismo pelo viés da noção de estrutura, tal como compreendida

Leia mais

Os três tempos do objeto no Fort-Da (1) Maria Rita de Oliveira Guimarães Coordenadora Adjunta do Núcleo de Psicanálise e Criança

Os três tempos do objeto no Fort-Da (1) Maria Rita de Oliveira Guimarães Coordenadora Adjunta do Núcleo de Psicanálise e Criança Os três tempos do objeto no Fort-Da (1) Maria Rita de Oliveira Guimarães Coordenadora Adjunta do Núcleo de Psicanálise e Criança O ponto central da investigação que, atualmente, a Nova Rede Cereda realiza,

Leia mais

Não temos tempo a perder 1

Não temos tempo a perder 1 Não temos tempo a perder 1 Ana Martha Wilson Maia Em entrevista concedida a uma revista brasileira, o filósofo Carl Honoré 2 descreve a pressão exercida sobre os pais para oferecerem uma infância perfeita

Leia mais

A fala freada Bernard Seynhaeve

A fala freada Bernard Seynhaeve Opção Lacaniana online nova série Ano 1 Número 2 Julho 2010 ISSN 2177-2673 Bernard Seynhaeve Uma análise é uma experiência de solidão subjetiva. Ela pode ser levada suficientemente longe para que o analisante

Leia mais

Reinaldo Pamponet 1 rpamponet@terra.com.br

Reinaldo Pamponet 1 rpamponet@terra.com.br * um encontro que não faz laço Reinaldo Pamponet 1 rpamponet@terra.com.br Resumo: Este artigo pretende demonstrar que, na experiência analítica, a felicidade reside no encontro transitório, marcado pelo

Leia mais

REGULAMENTO 2015. A 7ª edição do Festival será realizada em São Paulo, de 01/05/2015 a 10/05/2015.

REGULAMENTO 2015. A 7ª edição do Festival será realizada em São Paulo, de 01/05/2015 a 10/05/2015. I - SOBRE O FESTIVAL DESCRIÇÃO E OBJETIVOS O IN- EDIT~BRASIL - Festival Internacional do Documentário Musical - é um evento cinematográfico que tem como objetivo fomentar a produção e a difusão de filmes

Leia mais

Angústia e sexualidade masculina

Angústia e sexualidade masculina Angústia e sexualidade masculina Palavras-chave: angústia, falo, órgão real, virilidade Sérgio Laia * Em psicanálise, a associação entre angústia e sexualidade masculina é geralmente abordada a partir

Leia mais

Comunicação Empresarial MANUAL DO CANDIDATO. Publicado em 19/01/2011. ESPM - Campus Rodolfo Lima Martensen

Comunicação Empresarial MANUAL DO CANDIDATO. Publicado em 19/01/2011. ESPM - Campus Rodolfo Lima Martensen Comunicação Empresarial MANUAL DO CANDIDATO ESPM - Campus Rodolfo Lima Martensen Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo/SP Informações: Central de Candidatos: (11) 5081-8225 Segunda a sexta -

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO II CONGRESSO INTERNACIONAL DA AMB

REGULAMENTO GERAL DO II CONGRESSO INTERNACIONAL DA AMB REGULAMENTO GERAL DO II CONGRESSO INTERNACIONAL DA AMB A Associação dos Magistrados Brasileiros AMB, torna público o REGULAMENTO DO II CONGRESSO INTERNACIONAL DA AMB, a ser realizado no Reino Unido, em

Leia mais

(Re)buscando Pêcheux: algumas reflexões in-certas 1

(Re)buscando Pêcheux: algumas reflexões in-certas 1 (Re)buscando Pêcheux: algumas reflexões in-certas 1 Beatriz Maria ECKERT-HOFF 2 Doutoranda em Lingüística Aplicada/UNICAMP Este texto se insere no painel 04, intitulado Mises au point et perspectives à

Leia mais

Clínica Psicanalítica e Ambulatório de Saúde Mental

Clínica Psicanalítica e Ambulatório de Saúde Mental Clínica Psicanalítica e Ambulatório de Saúde Mental Trabalho apresentado na IV Jornada de Saúde Mental e Psicanálise na PUCPR em 21/11/2009. A prática da psicanálise em ambulatório de saúde mental pode

Leia mais

As vicissitudes da repetição

As vicissitudes da repetição As vicissitudes da repetição As vicissitudes da repetição Breno Ferreira Pena Resumo O objetivo deste trabalho é explorar o conceito de repetição em psicanálise. Para tanto, o autor faz uma investigação

Leia mais

Latusa digital ano 2 N 19 outubro de 2005

Latusa digital ano 2 N 19 outubro de 2005 Latusa digital ano 2 N 19 outubro de 2005 Angústia: acting-out e passagem ao ato * Manoel Barros da Motta ** Jacques-Alain Miller, ao estabelecer o Seminário X de Lacan, A angústia 1, dividiu-o em quatro

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS

UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS Jorge Ferreira da Silva Filho Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Viegas Ribas Pesquisador e Consultor Psicopedagógico

Leia mais

4.59.1. Tema: Sinais de risco nas clínicas mãe-bebê 4.59.2. Coordenadora: Sonia Pereira Pinto da Motta

4.59.1. Tema: Sinais de risco nas clínicas mãe-bebê 4.59.2. Coordenadora: Sonia Pereira Pinto da Motta Mesa: 4.59.1. Tema: Sinais de risco nas clínicas mãe-bebê 4.59.2. Coordenadora: Sonia Pereira Pinto da Motta OS RISCOS NA CONSTITUIÇÃO PSÍQUICA Autora: CRISTINA HOYER Breve Nota Curricular da Autora -

Leia mais

IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental. Curitiba, de 04 a 07 de Julho de 2010.

IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental. Curitiba, de 04 a 07 de Julho de 2010. IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental. Curitiba, de 04 a 07 de Julho de 2010. Os nomes dos modos de sofrimentos atuais, ou, Transtornos

Leia mais

Título: Medicina e psicanálise, uma parceira. Autor: Resumo: Palavras-chave: Medicine and psychoanalysis, a partnership. Abstract: Keywords:

Título: Medicina e psicanálise, uma parceira. Autor: Resumo: Palavras-chave: Medicine and psychoanalysis, a partnership. Abstract: Keywords: Título: Medicina e psicanálise, uma parceira. Autor: Guilherme Cunha Ribeiro - Médico e analista praticante, membro correspondente da EBP-MG. E-mail: guilhermecribeiro@gmail.com Resumo: Este artigo objetiva

Leia mais

A BOCA CALA, O CORPO FALA: VIOLÊNCIA SEXUAL, SEGREDO E PSICANÁLISE.

A BOCA CALA, O CORPO FALA: VIOLÊNCIA SEXUAL, SEGREDO E PSICANÁLISE. A BOCA CALA, O CORPO FALA: VIOLÊNCIA SEXUAL, SEGREDO E PSICANÁLISE. Desde os primeiros passos de Freud em suas investigações sobre o obscuro a respeito do funcionamento da mente humana, a palavra era considerada

Leia mais

O Jogo de Dados de Mozart. Série Matemática na Escola

O Jogo de Dados de Mozart. Série Matemática na Escola O Jogo de Dados de Mozart Série Matemática na Escola Objetivos 1. Relacionar música e matemática; 2. Apresentar os fundamentos de análise combinatória e probabilidade; 3. Exibir uma aplicação prática de

Leia mais

ESTRADA REAL. Melhor época

ESTRADA REAL. Melhor época ESTRADA REAL Bem-vindo(a) ao Brasil do século XVIII. Era ao longo destes caminhos que as coisas aconteciam durante os 100 anos em que este foi o eixo produtivo mais rico do jovem país que se moldava e

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO POIESIS Nº3/2013

CHAMAMENTO PÚBLICO POIESIS Nº3/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO POIESIS Nº3/2013 OBJETO: Processo de Seleção para o Programa da Casa das Rosas Centro de Referência Haroldo de Campos para Incentivo à Pesquisa e Tradução da Obra de Haroldo de Campos

Leia mais

Um Quarto de Volta. Maria Cristina Vecino de Vidal. Discursos

Um Quarto de Volta. Maria Cristina Vecino de Vidal. Discursos Um Quarto de Volta Maria Cristina Vecino de Vidal Este escrito versará em torno da estrutura dos quatro discursos e seu funcionamento na clínica psicanalítica. As questões se centrarão na problemática

Leia mais

2- Ruptura com o Gozo Fálico: como Pensar a Neurose e a Psicose em Relação à Toxicomania?

2- Ruptura com o Gozo Fálico: como Pensar a Neurose e a Psicose em Relação à Toxicomania? 2- Ruptura com o Gozo Fálico: como Pensar a Neurose e a Psicose em Relação à Toxicomania? Giselle Fleury(IP/UERJ), Heloisa Caldas(IP/UERJ) Para pensar, neste trabalho, a neurose e a psicose em relação

Leia mais

Título: Entrevista com Fabián Naparstek

Título: Entrevista com Fabián Naparstek Título: Entrevista com Fabián Naparstek Autor: Didier Velásquez Vargas Psicanalista em Medellín, Colômbia. Psychoanalyst at Medellín, Colômbia. E-mail: didiervelasquezv@une.net.co Resumo: Entrevista com

Leia mais

Subjetividade e medicina *

Subjetividade e medicina * 1 Subjetividade e medicina * Sérgio de Campos Palavras-chave: supereu, imago paterna, topologia, desejo. 1 Não existe homem digno da ciência senão sob a condição de centrar seus esforços sobre aquilo que

Leia mais

O sinthome no autismo é o corpo

O sinthome no autismo é o corpo O sinthome no autismo é o corpo M. Aparecida Farage Osorio Na origem do autismo, está a dissociação entre a voz e a linguagem, como proteção da presença sonora real do Outro angustiante. A voz, assim,

Leia mais

Walter Benjamin - Questões de Vestibulares

Walter Benjamin - Questões de Vestibulares Walter Benjamin - Questões de Vestibulares 1. (Uem 2011) A Escola de Frankfurt tem sua origem no Instituto de Pesquisa Social, fundado em 1923. Entre os pensadores expoentes da Escola de Frankfurt, destaca-se

Leia mais

Esse estranho que nos habita. neuroses clássicas e atuais Marcia Zucchi

Esse estranho que nos habita. neuroses clássicas e atuais Marcia Zucchi Opção Lacaniana online nova série Ano 5 Número 14 julho 2014 ISSN 2177-2673 : o corpo nas neuroses clássicas e atuais Marcia Zucchi Introdução Foi através dos mistérios do corpo que Freud criou a psicanálise.

Leia mais

Uma introdução Chafia Américo Farah 1

Uma introdução Chafia Américo Farah 1 PASSAGEM AO ATO, ACTING OUT, ATO PSICANALÍTICO: Uma introdução Chafia Américo Farah 1 Palavras chaves: passagem ao ato, acting,psicose,gozo Manhãs de quartas-feiras. Caso clínico ou apresentação de pacientes?

Leia mais

Quando a adolescência se prolonga

Quando a adolescência se prolonga Opção Lacaniana online nova série Ano 4 Número 11 junho 2013 ISSN 2177-2673 Alexandre Stevens O sintoma e a fantasia são o que Lacan chama pontos de basta, pontos de estabilização que um sujeito encontra

Leia mais

Depressão* Marcos Vinicius Z. Portela** Fonte: www.institutoreichiano.com.br

Depressão* Marcos Vinicius Z. Portela** Fonte: www.institutoreichiano.com.br Marcos Vinicius Z. Portela** Depressão* Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a oportunidade para estar aqui hoje nesta breve exposição - a qual pretendo, com a ajuda de todos, transformar numa conversa

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA O PROGRAMA TEMPORADA DE PROJETOS 2014

CONVOCATÓRIA PARA O PROGRAMA TEMPORADA DE PROJETOS 2014 CONVOCATÓRIA PARA O PROGRAMA TEMPORADA DE PROJETOS 2014 Um dos programas mais importantes do Paço das Artes, a Temporada de Projetos é um espaço dedicado às produções artísticas, curatoriais e críticas

Leia mais

Hospedagem e Turismo XXXI CONGRESSO BRASILEIRO DE ARRITMIAS CARDÍACAS. 03 a 06 de dezembro de 2014. Hotel Royal Tulip - Rio de janeiro / RJ

Hospedagem e Turismo XXXI CONGRESSO BRASILEIRO DE ARRITMIAS CARDÍACAS. 03 a 06 de dezembro de 2014. Hotel Royal Tulip - Rio de janeiro / RJ Hospedagem e Turismo XXXI CONGRESSO BRASILEIRO DE ARRITMIAS CARDÍACAS 03 a 06 de dezembro de 2014 Hotel Royal Tulip - Rio de janeiro / RJ Hospedagem Hotel Distância do evento (aproximada) Categoria do

Leia mais

10º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS. De 04 a 08 de novembro de 2015

10º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS. De 04 a 08 de novembro de 2015 10º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS De 04 a 08 de novembro de 2015 REGULAMENTO I DA DATA E LOCAL Art. 1º: O 10º ENCONTRO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA Concurso nº 11/2011 Processo nº 001.014976.11.0 PRÊMIO IVO BENDER Bolsa de estímulo à criação dramatúrgica REGULAMENTO A Secretaria

Leia mais

Fome de quê? Daniela Goulart Pestana

Fome de quê? Daniela Goulart Pestana Fome de quê? Daniela Goulart Pestana O trabalho a seguir fruto de um Cartel sobre sintomas alimentares, propõe a ser uma reflexão dos transtornos alimentares mais comuns de nossa contemporaneidade. O eixo

Leia mais

A ética do tratamento psicanalítico: diagnóstico diferencial.

A ética do tratamento psicanalítico: diagnóstico diferencial. A ética do tratamento psicanalítico: diagnóstico diferencial. Claudia Wunsch. Psicóloga. Pós-graduada em Psicanálise Clínica (Freud/Lacan) Unipar - Cascavel- PR. Docente do curso de Psicologia da Faculdade

Leia mais

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO 1.1. TÍTULO: Viagens de Estudos e Visitas Técnicas Internacionais

Leia mais

Doutores da Alegria Arte, Formação e Desenvolvimento

Doutores da Alegria Arte, Formação e Desenvolvimento A organização Doutores da Alegria Arte, Formação e Desenvolvimento informa aos interessados os procedimentos para o envio de projetos artísticos para a programação de 2014 do projeto Plateias Hospitalares

Leia mais