Manual de instruções Amplificador de comutação para cabos de fibra óptica OOF / / 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de instruções Amplificador de comutação para cabos de fibra óptica OOF 704266 / 00 03 / 2010"

Transcrição

1 Manual de instruções Amplificador de comutação para cabos de fibra óptica OOF / / 2010

2 Índice 1 Utilização de acordo com as determinações 3 2 Elementos de comando e de exibição 3 3 Montagem Adaptação dos cabos de fibra óptica Cabo de fibra óptica de plástico Cabos de fibra óptica de vidro 5 4 Operação 5 5 Primeira colocação em funcionamento 6 6 Display do modo de operação 6 7 Conexão elétrica 6 8 Ajustes básicos Ajuste automático do limite de comutação Ajuste com objeto Ajuste sem objeto imite de comutação ajustado automaticamente 8 9 Possibilidades avançadas de ajuste Ajustes de opções Programação da função de saída Ajuste manual do limiar de comutação Ajuste da retardação de tempo Vínculos lógicos Segundo ponto de comutação para um canal selecionado Opções de aparelhos Fecho eletrônico Saída do controle de funcionamento Mensagens de erro Conector fêmea Esquema de conexões DC PNP DC NPN 19 2

3 1 Utilização de acordo com as determinações O amplificador de comutação detecta, sem contato, objetos e materiais e os sinaliza através de um sinal de comutação. Tipo OOF.../K para a conexão das fibras ópticas da ifm tipo FE-11 e FT-11 (cabo de fibra óptica de plástico). Tipo OOF.../K para a conexão das fibras ópticas da ifm tipo FE-00 e FT-00 (cabo de fibra óptica de vidro). Alcance e capacidade de detecção de acordo com a fibra óptica. 2 Elementos de comando e de exibição Tipo OOF.../K - Cabo de fibra óptica de plástico 1: Parafusos de aperto do cabo de fibra óptica 2: Display 3: Teclas de comando 4: Dispositivo de bloqueio para fixação 5: Área para legendas 6: ED 3

4 Tipo OOF.../G - Cabo de fibra óptica de vidro 1: Conexões do cabo de fibra óptica de vidro 2: Display 3: Teclas de comando 4: Dispositivo de bloqueio para fixação 5: Área para legendas 6: ED Neste manual de instruções será indicado e descrito, como exemplo, o amplificador de comutação para 8 cabos de fibra óptica. Com exceção do número de canais, as funções do aparelho com 2, 4 ou 6 conexões para cabos de fibra óptica são idênticas. 3 Montagem Fixe o aparelho sobre uma guia padrão (parte do volume de fornecimento). 3.1 Adaptação dos cabos de fibra óptica As conexões para cabos de fibra óptica estão fechadas, por parte da fábrica, com bujões de vedação. Esses precisam ser removidos antes da montagem dos cabos de fibra óptica. 4

5 3.1.1 Cabo de fibra óptica de plástico Empurre os cabos de fibra óptica nos orifícios até perceber uma leve resistência (anel em O). Continue a empurrar os cabos de fibra óptica até o encosto (elementos ópticos). Fixe os cabos de fibra óptica com o parafuso de aperto, valor de aperto máx. 0,3 Nm. Para a desmontagem dos cabos de fibra óptica, primeiramente solte o parafuso de aperto. 1: Conexões para cabos de fibra óptica 2: Parafuso de aperto Cabos de fibra óptica de vidro Empurre a conexão do cabo de fibra óptica no orifício e, ao fazer isso, observe a concordância dos diâmetros dos bujões. Então aperte manualmente as porcas moleteadas. 1: Conexões para cabos de fibra óptica Se os cabos de fibra óptica não estiverem bem adjacentes aos elementos ópticos, o alcance e a capacidade de detecção reduzem-se. Utilize, para os canais não utilizados, os bujões de vedação juntamente fornecidos para proteger o sistema óptico contra sujeiras. 4 Operação Com as teclas [ ] e [ ], você pode navegar para cima ou para baixo no menu, bem como alterar valores. Com a tecla [ ] são selecionadas ou confirmadas as entradas. Graças ao menu simples, a utilização é descomplicada e requer poucas explicações. 5

6 Se, após ter decorrido 5 min., você não tiver acionado nenhuma tecla, o aparelho é comutado para o display do modo de operação. 5 Primeira colocação em funcionamento Primeiramente selecione o idioma do menu. Estão disponíveis os seguintes idiomas: alemão, inglês e francês. De acordo com a situação de montagem, a exibição do display pode ser girada a 180. Depois desses ajustes básicos, o aparelho é comutado para o display do modo de operação. 6 Display do modo de operação CH1 CH2 CH3 CH4 CH5 CH6 CH7 CH8 Optionen 1: Fecho eletrônico 2: Indicação dinâmica por gráfico de barras para capacidade de reserva em % 3: Capacidade de reserva mínima 4: Indicação dinâmica saída de comutação Ponto escuro = saída de comutação ligada 5: Canal selecionado 6: Indicação da seleção de canal 7 Conexão elétrica Desligue a instalação e conecte o aparelho (veja última página ou adesivo do tipo). 8 Ajustes básicos 8.1 Ajuste automático do limite de comutação Objetos movem-se pela área de detecção do sistema óptico. Sensor fotoelétrico tipo difuso (FT...) e sensor fotoelétrico tipo barreira (FE...) 6

7 Selecione o canal a ser ajustado; para fazer isso, aperte as teclas [ ] [ ] até que o canal desejado seja demonstrado de forma invertida. Na ilustração está selecionado o canal 1. Confirme a seleção com a tecla [ ]. Selecione [Ajustar] no menu e confirme a seleção com a tecla [ ] : Comutação com luz ativada (contato de fecho em sensor fotoelétrico tipo difuso e contato de abertura em sensor fotoelétrico tipo barreira) 2: Indicação da intensidade do sinal de : Indicação por gráfico de barras para a intensidade do sinal 4: Seleção de canal CH1 Einstellen Optionen Zurück Ajuste com objeto Objekt platzieren Weiter 30 Messung mit Objekt.. Após ter posicionado o objeto na área de detecção do sistema óptico ou objetos terem se movido pela área de detecção, aperte uma vez a tecla [ ]. A medição efetua-se nesse momento por aprox. 2 segundos. 7

8 8.1.2 Ajuste sem objeto Objekt entfernen Weiter 30 Messung ohne Objekt.. Após ter retirado o objeto da área de detecção do sistema óptico ou objetos terem se movido pela área de detecção, aperte uma vez a tecla [ ]. A medição efetua-se nesse momento por aprox. 2 segundos imite de comutação ajustado automaticamente Progr OK Fm 800Hz Weiter 30 1: Comutação com luz ativada (contato de fecho em sensor fotoelétrico tipo difuso e contato de abertura em sensor fotoelétrico tipo barreira) 2: Indicação da intensidade atual do sinal 3: Indicação do limite de comutação ajustado 4: Indicação do limite de comutação 5: Freqüência máxima de comutação ajustada automaticamente 6: Programação bem sucedida 7: Indicação por gráfico de barras para intensidade atual do sinal Confirme com a tecla [ ] para ativar os ajustes. Se a programação não foi bem sucedida, isso será indicado no menu [Recusado]. 8

9 Nos caso de valores menores, a resolução do ponto de comutação é mais fina. Correspondentemente a isso, o valor limiar é, então, representado com duas casas decimais. 9 Possibilidades avançadas de ajuste 9.1 Ajustes de opções Selecione o ítem de menu [Opções] no display de canal e confirme a seleção com a tecla [ ] Einstellen Optionen Zurück 20 on/don Manuelles Einstellen Off delay ogik 2. Schaltpunkt Zurück 31 1: Comutação modo com luz e modo sem luz 2: Tempo de retardação do desligamento ajustável de 0 a 100 ms 3: 2. ponto de comutação para o canal ativado (disponível só para os canais 1, 3, 5, 7) 4: Vínculos lógicos dos canais [e], [ou] 5: Ajuste manual do limiar de comutação Com a tecla [ ] ou [ ] selecione a opção desejada e ative a seleção com a tecla [ ]. 9

10 9.2 Programação da função de saída Selecione das opções a função [on / Don]. on = contato de fecho em sensor fotoelétrico tipo difuso e contato de abertura em sensor fotoelétrico tipo barreira Don = contato de abertura em sensor fotoelétrico tipo difuso e contato de fecho em sensor fotoelétrico tipo barreira ight on Dark on 40 Selecione a função de saída necessária [ight on] para modo com luz ou [Dark on] para modo sem luz e confirme a seleção com a tecla [ ]. 9.3 Ajuste manual do limiar de comutação Selecione das opções a função [Ajuste manual] Fm 800Hz << >> Zurück 41 Com a tecla [ ] ou [ ] pode-se alterar o limiar de comutação. 10

11 Salve o valor com a tecla [ ]. Nos caso de valores menores, a resolução do ponto de comutação é mais fina. Correspondentemente a isso, o valor limiar é, então, representado com duas casas decimais. 9.4 Ajuste da retardação de tempo Selecione das opções a função [Off delay]. O sinal de saída pode ser ajustado a uma determinada largura de impulsos. Faixa de ajuste de 0 a 100 ms Zeit/ms << 10 >> Zurück 42 Ajuste a largura de impulsos desejada com a tecla [ ] ou [ ] e confirme o ajuste com a tecla [ ]. 9.5 Vínculos lógicos Após a seleção do ítem de menu [ógica], são indicadas outras possibilidades de seleção em uma outra janela. Para o ajuste, selecione o ítem de menu [Redefinir]. 11

12 Setzen öschen Zurück 45 CH1 OUT1 CH2 CH3 UND CH4 CH5 ODER CH6 CH7 CH8 Zurück 50 1: Canal que é vinculado com outros. 2: Canal não vinculado. 3: Saída de comutação canal 1 está vinculada de modo E com saída de comutação canal 3. 4: Saída de comutação canal 1 está vinculada de modo OU com saída de comutação canal 5. Observação: A saída de comutação 1 não está, neste exemplo, vinculada com as saídas de comutação 2, 4, 6, 7 e 8. Então é indicada uma lista de canais, da qual se pode selecionar com a tecla [ ] ou [ ] o canal desejado. Apertando-se a tecla [ ], pode-se navegar entre as funções [E], [OU] ou [Campo em branco] = sem vínculo. Os vínculos referem-se sempre aos canais ativos (na ilustr. canal 1). Para apagar todos os vínculos desse canal, selecione Apagar no menu. Selecione o ítem de menu [Voltar] para sair da janela de seleção. 12

13 Explicação do exemplo indicado: No exemplo está ilustrado que a saída de comutação do canal 1 está logicamente vinculada de modo E com a saída de comutação do canal 3, respectivamente está logicamente vinculada de modo OU com a saída de comutação do canal 5. Todas as saídas são comutadas como de costume; somente a saída 1 comuta dependentemente do vínculo selecionado entre as saídas 1, 3 e Segundo ponto de comutação para um canal selecionado (só para os canais 1, 3, 5, 7) Selecione das opções a função [2º. ponto de comutação]. O segundo ponto de comutação possibilita a função de se avaliar um canal de cabo de fibra óptica em dois pontos de comutação. Os respectivos sinais de saída estão disponíveis em duas saídas de comutação Setzen Zurück 43 O segundo ponto de comutação é indicado por gráfico de barras. Assim como no ajuste automático do limiar de comutação (página 6 e seguintes), também para o 2.º ponto de comutação aperta-se a tecla [ ] uma vez com e uma vez sem objeto. Como saída para o sinal de comutação é utilizada a saída do segundo cabo de fibra óptica na unidade respectivamente ativa (1-2, 3-4, 5-6 ou 7-8). A função pode ser apagada no canal respectivamente atribuído (1, 3, 5, 7), nas opções do display de canal. Exemplo: Quando da utilização do 2.º ponto de comutação no canal 1, a conexão para o cabo de fibra óptica não pode ser utilizada no canal 2. 13

14 10 Opções de aparelhos Se selecionar o ítem de menu [Opção] no display do modo de operação e confirmar com a tecla [ ], você passa para os seguintes ítens de menu: Optionen Sprache Drehung Kontrast Syst.-Info Werkseinstellung Fc output Zurück 21 [Idioma] Aqui você pode selecionar o idioma do menu: alemão, inglês ou francês. [Rotação] Adequadamente à situação de montagem, a exibição do display pode ser girada a 180. [Contraste] Aqui pode ser ajustado gradualmente o contraste do display. [Inform. sistema] Aqui se pode consultar a versão do firmware. [Ajuste de fábrica] Se quiser revogar todos os ajustes efetuados, selecione esse ítem de menu. O aparelho encontra-se novamente no estado de fornecimento.[fc output] Aqui você escolhe se a saída de comutação da saída do controle de funcionamento em caso de erro é [Active high] ou [Aktive low]. [Voltar] Aqui você volta para o modo de operação. 14

15 11 Fecho eletrônico Apertando simultaneamente as teclas [ ] [ ] por 10 segundos no display do modo de operação é ativado o fecho eletrônico. O fecho eletrônico ativado pode ser desativado no display do modo de operação se apertar simultaneamente as teclas [ ] [ ] por 10 segundos. O status atual do fecho eletrônico (Fecho aberto - Fecho fechado) pode ser visto no display do modo de operação. 12 Saída do controle de funcionamento Conecta após cerca de 4 seg., no caso de falhas da detecção de objetos (reconhecimento de objetos imperfeito, desajustado, sujeira nas lentes); após cerca de 4 seg. ocorre o reset se o objeto voltar a ser detectado nitidamente. Conecta imediatamente no caso de curto-circuito da saída de comutação; ocorre o reset após cerca de 4 seg. se a falha estiver eliminada. Conecta imediatamente no caso de interferência interna; só ocorre o reset ao desligar e ligar novamente a tensão de operação. 15

16 A mensagem de erro pode ser suprimida através da seleção de [Voltar]. Após cerca de 2,5 min. a mensagem aparece novamente. Meldung 13 Mensagens de erro O reset das mensagens de erro ocorre automaticamente se o erro estiver eliminado. Kurzschluß am Schaltausgang 2 Meldung Kurzschluß am Funktionskontrollausgang Zurück 22 Zurück 22 16

17 14 Conector fêmea Conector de encaixe M12 2 a 4 canais N.º de pedido E11231 Conexão Conector de encaixe M16 / 6 a 8 canais N.º de pedido E11645 Conexão 2 canais 4 canais 6 canais 8 canais BN + BN + BN + BN + BU - BU - BU - BU - BK out 1 BK out 1 BK out 1 BK out 1 WH out 2 WH out 2 WH out 2 WH out 2 GY GY out 3 GY out 3 GY out 3 PK PK out 4 PK out 4 PK out 4 VT fc VT fc GY/PK out 5 GY/PK out 5 OG OG YE out 6 YE out 6 RD/BU RD/BU out 7 GN GN out 8 VT fc VT fc RD RD Cores dos condutores: BK preto BN castanho BU azul GN verde GY cinzento PK cor-de-rosa OG cor-de-laranja RD vermelho VT roxo WH branco YE amarelo 17

18 15 Esquema de conexões 15.1 DC PNP 2 canais 4 canais : Out 1 2: Out : out 1 2: out 2 7: Saída do controle de funcionamento 4: out 1 2: out 2 5: out 3 6: out 4 6 canais 8 canais A + E A E + T J O O E: out 1 P: out 2 S: out 3 G: out 4 C: out 5 T: out 6 O: Saída do controle de funcionamento E: out 1 P: out 2 S: out 3 G: out 4 C: out 5 T: out 6 N: out 7 J: out 8 18

19 15.2 DC NPN 2 canais 4 canais : Out 1 2: Out : out 1 2: out 2 7: Saída do controle de funcionamento 4: out 1 2: out 2 5: out 3 6: out 4 6 canais 8 canais A E + A E + T J O O E: out 1 P: out 2 S: out 3 G: out 4 C: out 5 T: out 6 O: Saída do controle de funcionamento E: out 1 P: out 2 S: out 3 G: out 4 C: out 5 T: out 6 N: out 7 J: out 8 19

LX - 101 - P - Z LS - 401P - C2 LS - H91F - A SENSOR PARA FIBRA OPTICA SENSOR DE MARCA / CORES SENSOR A LASER. Sensor de marca série LX-101

LX - 101 - P - Z LS - 401P - C2 LS - H91F - A SENSOR PARA FIBRA OPTICA SENSOR DE MARCA / CORES SENSOR A LASER. Sensor de marca série LX-101 SENSOR PARA FIBRA OPTICA SENSOR DE MARCA / CORES LX 100 LX SENSOR A LASER 100 Sensor de marca série LX101 Sensor de marca de alta resolução. Detecta qualquer cor marca pois possui sistema RGB (combinação

Leia mais

www.comatreleco.com.br R:Benjamim Constant, 56 Tel:(11) 2311-5682 contato@comatreleco.com.br

www.comatreleco.com.br R:Benjamim Constant, 56 Tel:(11) 2311-5682 contato@comatreleco.com.br Monitoramento de motores monofásico/trifásico MRU, MRI, MRM 1 Características Tensão de Alimentação UC12-48V ou UC110-240V Contato Reversível Entradas de medição separadas galvanicamente da alimentação

Leia mais

Seleção de Produtos. Sensor Fotoelétrico. Como especificar. TECNI-AR Ltda - Tel: 31 3362-2400 w.tecni-ar.com.br

Seleção de Produtos. Sensor Fotoelétrico. Como especificar. TECNI-AR Ltda - Tel: 31 3362-2400 w.tecni-ar.com.br Seleção de Produtos Sensor Fotoelétrico Como especificar Saída coletor PNP aberto Saída coletor NPN aberto Temporizador embutido Tipo padrão Tipo relflexivo (Tipo Difuso) Tipo feixe estreito Emissor Receptor

Leia mais

Instruções de funcionamento originais Dispositivo de comutação de segurança com saídas de relé G1501S 706326 / 00 01 / 2014

Instruções de funcionamento originais Dispositivo de comutação de segurança com saídas de relé G1501S 706326 / 00 01 / 2014 Instruções de funcionamento originais Dispositivo de comutação de segurança com saídas de relé G50S 706326 / 00 0 / 204 Índice Introdução 4. Símbolos utilizados 4 2 Instruções de segurança 4 3 Material

Leia mais

Controle de acesso FINGER

Controle de acesso FINGER Controle de acesso FINGER MANUAL DE INSTRUÇÕES Sobre esse Guia Esse guia fornece somente instruções de instalação. Para obter informações sobre instruções de uso, favor ler o Manual do usuário.. ÍNDICE

Leia mais

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Instruções de Operação Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Conteúdo Instruções de segurança... pág. 03 Função e características... pág. 04 Montagem... pág. 04 Conexão elétrica... pág. 05

Leia mais

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6 Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Versão 3.6 O Gerenciador é um Software para ambiente Windows que trabalha em conjunto com o Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro, através de

Leia mais

Manual de instruções Unidade de avaliação para sensores de temperatura TR2432 704774 / 00 04 / 2011

Manual de instruções Unidade de avaliação para sensores de temperatura TR2432 704774 / 00 04 / 2011 anual de instruções Unidade de avaliação para sensores de temperatura PT TR2432 704774 / 00 04 / 20 Índice Introdução3. ímbolos utilizados 3 2 Instruções de segurança 4 3 Utilização prevista 4 4 Função4

Leia mais

Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800

Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800 Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800 Atenção: Antes de operar o equipamento, leia o manual do usuário, qualquer dano causado decorrente de utilização errônea do mesmo implicará na perda imediata

Leia mais

Temporizador NT240. TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SAÍDAS DO TEMPORIZADOR

Temporizador NT240. TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SAÍDAS DO TEMPORIZADOR TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO O temporizador programável tem como função básica monitorar o tempo e acionar sua saída de acordo com programação previamente realizada

Leia mais

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida 0102 Designação para encomenda Características Para montagem na caixa Montagem directa em accionamentos normais Directivas europeias para máquinas cumpridas Certificado de verificação de modelos TÜV99

Leia mais

Manual Técnico Módulo Ponte H Dupla

Manual Técnico Módulo Ponte H Dupla Manual Técnico Módulo Ponte H Dupla Introdução Módulo de Ponte H dupla para controlar dois motores DC ou um motor de passo bipolar. Com este módulo é possível controlar o sentido de rotação de motores

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201 CENTRAL DE ALARME COM FIO AW201 CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de 1 setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado; Tempo de

Leia mais

Dados técnicos. 0,2 m/s Dados elétricos: U e : 24 VDC 15%/+10% (estabilizado PELV) 1,2 A max. 0,6 A 800 V

Dados técnicos. 0,2 m/s Dados elétricos: U e : 24 VDC 15%/+10% (estabilizado PELV) 1,2 A max. 0,6 A 800 V Encravamento de segurança AZM 200 37,7 3,3 6, 32, GN RD YL 7, M20x1, 220 1, 20 1 Invólucro plástico A tecnologia do sensor permite um ajuste +/ mm entre actuador e encravamento Até PL e de acordo com EN

Leia mais

1 Indicações de segurança

1 Indicações de segurança Actuador regulador universal 1 canal, 50-210 W com entrada binária N.º art. 3210 UP Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas

Leia mais

Guia de consulta rápida

Guia de consulta rápida Guia de consulta rápida DigiFlash Smart Trigger 1 2 3 4 5 17 Smart Trigger 6 7 8 9 16 15 14 13 12 11 10 O DigiFlash Smart Trigger é um dispositivo para disparar flashes a partir de um evento externo. Pode

Leia mais

Medidor de campo para sinais de TV digital HD padrão Brasileiro ISDB-T

Medidor de campo para sinais de TV digital HD padrão Brasileiro ISDB-T Medidor de campo para sinais de TV digital HD padrão Brasileiro ISDB-T LCD 3.5 : Colorido de Alta Resolução Monitor: Sintoniza o canal selecionado com áudio e vídeo Leituras de: Pre BER, Post BER, MER,

Leia mais

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204. Versão 1.XX / Rev.

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204. Versão 1.XX / Rev. Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204 Versão 1.XX / Rev. 1 Índice Item Página 1. Introdução...02 2. Características...02

Leia mais

400W. Guia de instalação. Por favor, leia esta guia antes de utilizar o produto. 1 Desembale o projetor. Controle remoto e pilhas Cabo de computador

400W. Guia de instalação. Por favor, leia esta guia antes de utilizar o produto. 1 Desembale o projetor. Controle remoto e pilhas Cabo de computador PowerLite 400W Guia de instalação Por favor, leia esta guia antes de utilizar o produto. 1 Desembale o projetor O seu projetor vem acompanhado destes itens: Projetor e tampa da lente Cabo de eletricidade

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Seguidor de Linha. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 2.0 REVISÃO 1211.19. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Seguidor de Linha. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 2.0 REVISÃO 1211.19. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Seguidor de Linha Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 2.0 REVISÃO 1211.19 Sensor Smart Seguidor de Linha 1. Introdução Os sensores seguidores de linha são sensores que detectam

Leia mais

1 Desembale o projetor

1 Desembale o projetor PowerLite S6+/78/W6+ Guia de instalação Antes de usar o projetor, leia estas instruções e as instruções de segurança no Manual do usuário incluído no CD. 1 Desembale o projetor O seu projetor vem acompanhado

Leia mais

Guia Rápido TV Fibra

Guia Rápido TV Fibra Guia Rápido TV Fibra Sua nova Vivo TV Fibra chegou. Agora você terá mais diversão e entretenimento em sua casa. Além do melhor conteúdo da TV por assinatura, com sua Vivo TV Fibra você vai vivenciar novas

Leia mais

Técnica de conexões caixas de linha Caixas de linha série CN1. Catálogo impresso

Técnica de conexões caixas de linha Caixas de linha série CN1. Catálogo impresso Técnica de conexões caixas de linha Caixas de linha série CN Catálogo impresso Técnica de conexões caixas de linha Caixas de linha série CN Caixa de linha formato A Caixa de linha, Série CN 8 mm ISO 4400,

Leia mais

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9 1. StickerCenter... 3 1.1. O que é?... 3 1.2. O que são Stickers?... 3 1.3. Como acessar o StickerCenter?... 3 1.4. Como atualizar o StickerCenter?... 3 2. Menu Broadcast Stickers... 4 2.1. O que é?...

Leia mais

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador P7C - HI Tecnologia 7C O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador P7C da HI tecnologia (PMU10700100). A lista de verbetes consta na versão

Leia mais

Caso você possua cadastro no Twitter, selecione a opção Logar com meu usuário, e insira seu nome de usuário e senha do serviço:

Caso você possua cadastro no Twitter, selecione a opção Logar com meu usuário, e insira seu nome de usuário e senha do serviço: Tópicos 1. Efetuando login 2. Componentes da tela principal 2.1. Barra de ferramentas 2.2. Painel de atualizações 2.3. Rede de contatos do usuário 2.3.1. Controles de mouse e teclado 2.3.2. Entendendo

Leia mais

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal Painel de comando e sinalização N.º art. MBT 2424 Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO Receptor Móvel de TV Digital Full HD I INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA... 5 II INTRODUÇÃO... 6 III MENU DE OPERAÇÃO... 8

MANUAL DO USUÁRIO Receptor Móvel de TV Digital Full HD I INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA... 5 II INTRODUÇÃO... 6 III MENU DE OPERAÇÃO... 8 Sumário I INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA... 5 II INTRODUÇÃO... 6 II.2. Características...6 III MENU DE OPERAÇÃO... 8 III.2. - EPG...10 III.3. Pesquisa de canal...11 III.4. Pesquisa automática...11 III.5 Pesquisa

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964 1 CENTRALNGSG101.DOC CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101 Manual de Instalação e de Operação INDICE 1. Generalidades 2. Especificações técnicas 3. Estrutura e configuração 3.1 Aspecto exterior

Leia mais

MICROFONES SEM FIO UHF

MICROFONES SEM FIO UHF MICROFONES SEM FIO UHF Microfones sem fio de alta tecnologia e durabilidade. Este manual está sujeito à mudanças sem aviso prévio. As imagens e ilustrações neste manual buscam aproximar-se ao máximo do

Leia mais

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração da Função Antifurto... 4 1.1 FUNÇÃO ANTIFURTO

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração da Função Antifurto... 4 1.1 FUNÇÃO ANTIFURTO 1 ÍNDICE Introdução... 2 Configuração da Função Antifurto... 4 1 INTRODUÇÃO 1.1 FUNÇÃO ANTIFURTO O produto Rastrear Light tem uma funcionalidade que avisa caso ocorra um acesso não autorizado ao veículo

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Ultrassom Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13 Sensor Smart Ultrassom 1. Introdução Os sensores de ultrassom ou ultrassônicos são sensores que detectam

Leia mais

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital Processos MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada -mvdc: -Vdc -madc Alimentação

Leia mais

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO ÍNDICE Especificações... 3 INSTALAÇÃO... 3 Operação...

Leia mais

GUIA PRÁTICO NET DIGITAL HD MAX

GUIA PRÁTICO NET DIGITAL HD MAX ÍNDICE Bem-vindo à máxima experiência em TV 1 1. Assistindo à sua NET DIGITAL HD MAX 3 2. Gravando seus programas favoritos 6 2.1. Minha NET 6 2.2. Adicionar uma nova gravação 6 2.3. Agenda de gravações

Leia mais

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input.

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para detecção de acionamentos e monitoração de sensores. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. Possui seis entradas digitais optoacopladas com indicação de

Leia mais

FX3 - A3R -P SENSORES PARA FIBRA ÓPTICA. Chave de código: FX / FZ

FX3 - A3R -P SENSORES PARA FIBRA ÓPTICA. Chave de código: FX / FZ SENSORES PARA FIBRA ÓPTICA FX / FZ Sensores para fibra óptica série FX Todos os modelos microprocessados. Alta repetibilidade e precisão. Indicação da quantidade de luz recebida através de display 4 dígitos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO DIGITAL FC-2500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO DIGITAL FC-2500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO DIGITAL FC-2500 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução...01 2. Regras de segurança...01 3.

Leia mais

Módulo de Acesso com Teclado 1. Manual do Usuário. Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações

Módulo de Acesso com Teclado 1. Manual do Usuário. Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações Módulo de Acesso com Teclado 1 Manual do Usuário Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações 2 Manual do Usuário Módulo de Acesso com Teclado 3 ÍNDICE CAPÍTULO I - APRESENTAÇÃO...07

Leia mais

Guia do usuário Decoder Zinwell

Guia do usuário Decoder Zinwell TV Guia do usuário Decoder Zinwell Bem-vindo ao melhor do entretenimento. Agora, com a Vivo TV, você tem alta qualidade de som e imagem para assistir a uma programação completa com canais infantis, seriados,

Leia mais

Painel sinóptico BAT 100 LSN. Guia de instruções

Painel sinóptico BAT 100 LSN. Guia de instruções Painel sinóptico BAT 100 LSN pt Guia de instruções Painel sinóptico Índice pt 3 Índice 1 Instruções de segurança 4 2 Descrição funcional 4 3 Vista geral do sistema 6 4 Instalação 7 5 Ligação 11 6 Manutenção

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Renz Multimedidor MGG-92 ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 3 1.1 Aplicação 2.0 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 2.1 Mecânicas 2.2 Elétricas 2.3 Grandezas Elétricas medidas e/ou calculadas 3.0

Leia mais

PORTA RETRATO DIGITAL

PORTA RETRATO DIGITAL VC-61 PORTA RETRATO DIGITAL Leia atentamente as informações contidas neste manual antes de usar o aparelho. Índice Precauções Pág: 2 Conhecendo o aparelho Pág: 2 Instruções de uso Pág: 3 Modo Foto Pág:

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL POR ULTRASSOM MODELO TN-1070

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL POR ULTRASSOM MODELO TN-1070 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL POR ULTRASSOM MODELO TN-1070 julho de 2013 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2.

Leia mais

RÁDIO PARA SISTEMAS DE TRANSPORTES

RÁDIO PARA SISTEMAS DE TRANSPORTES RÁDIO PARA SISTEMAS DE TRANSPORTES Atenção e Cuidado Os seguintes símbolos podem ser encontrados no produto ou toda a documentação. Consulte o manual do usuário para obter informações adicionais quando

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento =1= ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

CAE 80. Manual de Instruções. Revisão 4

CAE 80. Manual de Instruções. Revisão 4 CAE 80 Manual de Instruções Revisão 4 1. INTRODUÇÃO. Parabéns pela aquisição da central endereçável da ILUMAC, modelo CAE80, este equipamento será uma excelente ferramenta na proteção e prevenção contra

Leia mais

Bem-vindo ao melhor do entretenimento.

Bem-vindo ao melhor do entretenimento. Manual do usuário Bem-vindo ao melhor do entretenimento. Agora, com a Vivo TV, você tem alta qualidade de som e imagem para assistir a uma programação completa com canais infantis, seriados, programas

Leia mais

Série QS30. Sensores Laser de Modo Difuso. Modelos do Laser QS30. Tensão de Alim. Cabo* Cabo com 5 fios de 2 m (6.5')

Série QS30. Sensores Laser de Modo Difuso. Modelos do Laser QS30. Tensão de Alim. Cabo* Cabo com 5 fios de 2 m (6.5') Série QS30 Sensores Laser de Modo Difuso Características do Laser QS30 Feixe laser visível para detecção difusa Disponível com laser Classe I ou de longa distância Classe II Performance óptica excepcional

Leia mais

Guia do Usuário. Video Boroscópio. Modelos BR200 e BR250

Guia do Usuário. Video Boroscópio. Modelos BR200 e BR250 Guia do Usuário Video Boroscópio Modelos BR200 e BR250 Introdução Parabéns pela sua compra deste Vídeo Boroscópio Extech BR200 (diâmetro da câmera de 17mm) ou BR250 (diâmetro da câmera de 9mm). Este aparelho

Leia mais

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006 SOLUTION Painel Convencional de Alarme de Incêndio TABELA DE CONTEÚDO Capitulo 1: Descrição do Produto... 2 1.1: Características...2 1.2: Especificações...2 Capitulo 2: Lógica de Detecção e Alarme de Incêndios...

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO DO PROGRAMADOR DE ALARMES MOD. EB-15

MANUAL DE OPERAÇÃO DO PROGRAMADOR DE ALARMES MOD. EB-15 Empresa Brasileira de Engenharia, Sistemas e Tecnologia MANUAL DE OPERAÇÃO DO PROGRAMADOR DE ALARMES MOD. EB-15 EBEST COM. DE PROD. ELETRÔNICOS LTDA http://www.ebest-eng.com.br ebest-eng@uol.com.br Av.

Leia mais

Contador Digital Up/Down

Contador Digital Up/Down MANUAL DE OPERAÇÃO Contador Digital Up/Down C100D HNI Cód. 90.506.1010 Programa Executivo: C100D HNI v.1.0 Modelos: 220VAC, 127VAC, 24VAC e 12VDC e 24VDC 40-000-0129 Rev. A fevereiro 2008. ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO:...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. REGRAS DE SEGURANÇA...3

Leia mais

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail;

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

Controles e funções. Painel frontal. Painel traseiro. Capítulo 2 >> Controles e funções. Botão OK Confirma a seleção.

Controles e funções. Painel frontal. Painel traseiro. Capítulo 2 >> Controles e funções. Botão OK Confirma a seleção. HDPV-C20CV Capítulo 2 >> Controles e funções Controles e funções Painel frontal 1 2 1 2 3 3 4 5 Botão Power ( ) Liga/desliga seu receptor. Botão MENU Exibe o menu. Sai do menu atual ou vai para o menu

Leia mais

Sensores avançados (Tipo deslocamento indutivo) Série ZX-E

Sensores avançados (Tipo deslocamento indutivo) Série ZX-E Sensores avançados (Tipo deslocamento indutivo) Série ZX-E Estão, agora, disponíveis sensores avançados (Smart) que utilizam o princípio da corrente indutiva (corrente de Eddy). Possibilidade de desenvolver

Leia mais

MONITOR DE MOVIMENTO (ZERO SPEED) RS-210

MONITOR DE MOVIMENTO (ZERO SPEED) RS-210 MONITOR DE MOVIMENTO (ZERO SPEED) RS-210 Manual do usuário Monitor de Movimento (Zero Speed) MAN-DE-RS210 Rev.: 1.00-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Monitor de Movimento (Zero Speed) RS-210.

Leia mais

SENSORES INDUSTRIAIS. Prof. Jeferson L. Curzel 2013/01

SENSORES INDUSTRIAIS. Prof. Jeferson L. Curzel 2013/01 SENSORES INDUSTRIAIS Prof. Jeferson L. Curzel 2013/01 Tópicos 1. Chaves fim de curso 2. Sensores de proximidade indutivos 3. Sensores de proximidade capacitivos 4. Sensores fotoelétricos 5. Seleção de

Leia mais

Potenciometer [Potenciômetro] - Ligado ao eixo de saída do servo, monitora a posição do mesmo.

Potenciometer [Potenciômetro] - Ligado ao eixo de saída do servo, monitora a posição do mesmo. Servomotores Este pequeno tutorial tem como finalidade auxiliar no entendimento de um dos componentes básico utilizados na construção de robôs móveis. www.sumoderobos.org Compilado por André Santos Agosto

Leia mais

BABÁ ELETRÔNICA MANUAL DE INSTRUÇÕES MONITOR DE ÁUDIO DIGITAL FPV - 700 IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

BABÁ ELETRÔNICA MANUAL DE INSTRUÇÕES MONITOR DE ÁUDIO DIGITAL FPV - 700 IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA FPV - 700 BABÁ ELETRÔNICA MANUAL DE INSTRUÇÕES IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA MONITOR DE ÁUDIO DIGITAL ÍNDICE VISÃO GERAL DO EQUIPAMENTO... 04 PREPARANDO SUA BABÁ ELETRÔNICA... 05 CARREGANDO A BATERIA DO

Leia mais

Sumário. Capítulo 2 COMPONENTES... 5

Sumário. Capítulo 2 COMPONENTES... 5 Sumário Capítulo 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 Apresentação... 3 1.2 Sobre este manual... 3 1.3 Instruções de segurança... 3 1.4 Instruções de instalação... 4 1.4.1 Fixação... 4 1.4.2 Ventilação... 4 1.4.3 Proteção

Leia mais

Manual do Usuário. TVA Digital

Manual do Usuário. TVA Digital Manual do Usuário TVA Digital AF_Manual_TV_SD_8.indd 1 AF_Manual_TV_SD_8.indd 2 Parabéns por escolher a TVA Digital! Além de optar por uma excelente programação, você terá uma série de recursos e interatividade.

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO DO PROGRAMADOR DE ALARMES MOD. EB-14

MANUAL DE OPERAÇÃO DO PROGRAMADOR DE ALARMES MOD. EB-14 MANUAL DE OPERAÇÃO DO PROGRAMADOR DE ALARMES MOD. EB-14 EBEST COM. DE PROD. ELETRÔNICOS LTDA http://www.ebest-eng.com.br ebest-eng@uol.com.br Av. Otávio Braga de Mesquita, 1299, 2 andar SL 7 GUARULHOS

Leia mais

Sensores de Imagem ivu

Sensores de Imagem ivu Sensores de Imagem ivu www.bannerengineering.com.br Sensor de Visão ivu com interface integrada Sensor de imagem para inspeções de aprovação/rejeição ou leitura de código de barras Interface Gráfica do

Leia mais

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321 CENTRAL DE E SEM FIO AS- CARACTERÍSTICAS DO APARELHO - Central de alarme sem fio com setor misto ( com e/ou sem fio ); - Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; - Carregador de bateria

Leia mais

Manual de Instalação & Programação. Preparar a porta conforme instruções adicionais (incluídas) antes de

Manual de Instalação & Programação. Preparar a porta conforme instruções adicionais (incluídas) antes de Manual de Instalação & Programação Para iniciar Preparar a porta conforme instruções adicionais (incluídas) antes de instalar a unidade. IMPORTANTE: Leia todas as instruções antes de iniciar a instalação.

Leia mais

More than safety. Manual de instruções Chaves de segurança sem contato CES-AP-CR2-CH (Multicode) CES-AP-CR2-CH (Multicode)

More than safety. Manual de instruções Chaves de segurança sem contato CES-AP-CR2-CH (Multicode) CES-AP-CR2-CH (Multicode) More than safety. Manual de instruções Chaves de segurança sem contato CES-AP-CR2-CH (Multicode) CES-AP-CR2-CH (Multicode) Índice Sobre este documento 3 Uso correto 3 Possibilidades de combinação dos componentes

Leia mais

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link:

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link: YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

P á g i n a 2. Avisos Importantes

P á g i n a 2. Avisos Importantes P á g i n a 1 P á g i n a 2 Avisos Importantes Todas as instruções contidas neste manual devem ser seguidas, caso contrário o produto perderá a garantia. Faça primeiro as conexões dos cabos de alimentação

Leia mais

FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA CWF24-01

FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA CWF24-01 FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA (Input: 85 ~ 264 Vac / 120 ~ 370 Vdc) (Output: 24 Vdc / 1 A) CWF24-01 Fonte de Alimentação Chaveada Manual do usuário MAN-PT-DE-CWF24-01-01.00_14 Introdução Obrigado por

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

Instruções de Operação Sensor de fluxo volumétrico SM6000

Instruções de Operação Sensor de fluxo volumétrico SM6000 Instruções de Operação Sensor de fluxo volumétrico SM6 Conteúdo 1 Instruções de segurança... 3 2 Funções e características... 4 3 Função... 4 3.1 Monitoração do fluxo volumétrico... 4 3.2 Medidor de quantidade

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução...01 2. Regras de segurança...01

Leia mais

Série L-GAGE Q50 com Saídas Digitais Complementares

Série L-GAGE Q50 com Saídas Digitais Complementares Série L-GAGE Q50 com Saídas Digitais Complementares Sensor de Deslocamento Linear de Base LED com Saídas Digitais Complementares e Programming Características do Sensor com Saídas Digitais Complementares

Leia mais

GUIA PRÁTICO do dbadge2 Dosímetro Pessoal de Ruídos

GUIA PRÁTICO do dbadge2 Dosímetro Pessoal de Ruídos GUIA PRÁTICO do dbadge2 Dosímetro Pessoal de Ruídos O dbadge2 foi criado para tornar as medições pessoais de exposição a ruídos mais simples do que nunca, além de contar com até três dosímetros simultâneos

Leia mais

Instrução de Montagem e de Regulagem

Instrução de Montagem e de Regulagem Instrução de Montagem e de Regulagem A ser guardada pelo usuário! Indicadores de posição da nova geração ÍNDICE DO CONTEÚDO Legenda 3 Indicações de Segurança 4 SWITCHmaster -Montagem e Regulagem dos Cames

Leia mais

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330.

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás. É composto por um circuito inteligente (microcontrolado) que recebe o sinal gerado por um sensor eletrônico de gás, processa sua calibração

Leia mais

DeviceNet Drive Profile CFW-09

DeviceNet Drive Profile CFW-09 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas DeviceNet Drive Profile CFW09 Manual da Comunicação Manual da Comunicação DeviceNet Drive Profile Série: CFW09 Idioma: Português Versão de Software:

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

ÍNDICE. Informações Técnicas... 12 Posição de montagem e dimensões... 13

ÍNDICE. Informações Técnicas... 12 Posição de montagem e dimensões... 13 1 ÍNDICE Função do detector de inclinação... 4 Instalação do módulo do sensor de ângulo... 5 Instalação do display... 6 Operação da unidade de display... 7 Reporte do display... 8 Parametrização do display...

Leia mais

Encoder de Quadratura

Encoder de Quadratura R O B Ó T I C A Sensor Smart de Quadratura Versão Hardware:. Versão Firmware: 2. REVISÃO 2.9 Sensor Smart de Quadratura. Introdução Os encoders são equipamentos utilizados para converter movimentos rotativos

Leia mais

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo SD500

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo SD500 Guia do Usuário Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo SD500 Introdução Parabéns pela sua compra do Registrador de dados de Temperatura/Umidade Extech SD500. Este aparelho mede, exibe e armazena

Leia mais

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Manual do Usuário Versão 3.9f 2 ÍNDICE PÁG. 1 APRESENTAÇÃO...03 2 DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO...04 2.1 ROTINA INICIAL DE AVALIAÇÃO DA REDE ELÉTRICA...04 2.2 TROCA DE

Leia mais

Guia do Usuário. Modelo 380260 Testador de Isolamento / Megômetro

Guia do Usuário. Modelo 380260 Testador de Isolamento / Megômetro Guia do Usuário Modelo 380260 Testador de Isolamento / Megômetro Introdução Parabéns pela sua compra do Testador de Isolamento/Megômetro da Extech. O Modelo 380260 fornece três faixas de teste mais continuidade

Leia mais

Relógio Pontto MD40 LCD

Relógio Pontto MD40 LCD Relógio Pontto MD40 LCD Manual de Instruções Relógio Pontto - MP04102-01 Rev 05 17/05/2011 PG - 1 - Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 APRESENTAÇÃO... 4 2.1 APARÊNCIA EXTERNA...4 2.2 INFORMAÇÕES APRESENTADAS NO

Leia mais

Duplo Indicador de Temperatura com Alarme T204i/2T0-AL HNI Cód. 90.506.0082

Duplo Indicador de Temperatura com Alarme T204i/2T0-AL HNI Cód. 90.506.0082 MANUAL DE OPERAÇÃO Duplo Indicador de Temperatura com Alarme T204i/2T0-AL HNI Cód. 90.506.0082 Programa Executivo: T204AP_2T0AL Modelos: 220VAC, 127VAC e 24VAC. 40.000.0181 Rev. A maio 2011. ÍNDICE 1.

Leia mais

PT-700. Manual de Instruções

PT-700. Manual de Instruções PT-700 Manual de Instruções Parabéns!!! Você acaba de adquirir um produto para a sua segurança e conforto com a ótima qualidade Protection. O Alarme para Piscina Protection, PT-700, foi desenvolvido para

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO DECIBELÍMETRO MODELO DL-4100

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO DECIBELÍMETRO MODELO DL-4100 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO DECIBELÍMETRO MODELO DL-4100 revisão novembro de 2008 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1 2. REGRAS

Leia mais

Manual de instruções Interroll DriveControl HC-EC100 HC-EC110

Manual de instruções Interroll DriveControl HC-EC100 HC-EC110 Manual de instruções Interroll DriveControl HC-EC100 HC-EC110 Fabricante Interroll Engineering GmbH Höferhof 16 D-42929 Wermelskirchen Tel. +49 2193 230 Fax: +49 2190 2022 www.interroll.com Direitos de

Leia mais

Guia do Usuário. Video Boroscópio. Modelos BR200 e BR250

Guia do Usuário. Video Boroscópio. Modelos BR200 e BR250 Guia do Usuário Video Boroscópio Modelos BR200 e BR250 Introdução Parabéns pela sua compra deste Vídeo Boroscópio Extech BR200 (diâmetro da câmera de 17mm) ou BR250 (diâmetro da câmera de 9mm). Este aparelho

Leia mais

Manual Placa DMX 4 pixels RGB

Manual Placa DMX 4 pixels RGB Manual Placa DMX 4 pixels RGB 2012 Lumikit Sistemas para Iluminação rev.2 16/10/2015 Lumikit Sistemas para Iluminação www.lumikit.com.br 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONEXÕES DA PLACA... 4 3. DIMENSÕES

Leia mais

Sensores Q60AF. Tipo de Saída. Voltagem de Alimentação. Bipolar NPN/PNP. 10-30V cc

Sensores Q60AF. Tipo de Saída. Voltagem de Alimentação. Bipolar NPN/PNP. 10-30V cc Sensores Q60AF Sensores Autônomos de Campo Ajustável de Longo Alcance Características do Sensor de Campo Ajustável Q60AF O sensor com supressão de fundo de campo ajustável de longo alcance detecta objetos

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: AIRES, LUMIAR FÊNIX, FÊNIX CONTR PETIT Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o

Leia mais

Manual do Aparelho. Display multifuncional e sistema de avaliação AX 360. Mode/Enter

Manual do Aparelho. Display multifuncional e sistema de avaliação AX 360. Mode/Enter Manual do Aparelho Display multifuncional e sistema de avaliação AX 360 Mode/Enter Set Instruções de Segurança Estas instruções são parte do aparelho. Elas contêm informações e ilustrações sobre o correto

Leia mais

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções ÍNDICE 1.0 Introdução 2.0 Descrição 3.0 Instalação e Aplicação 4.0 Programação 5.0 Características Técnicas 6.0 Principais Problemas e Soluções Termo de Garantia 5 6 9 16 18 18 21 4 1.0 Introdução A TRANSSEN

Leia mais

MOBPROG. Manual rápido de utilização

MOBPROG. Manual rápido de utilização MOBPROG Manual rápido de utilização Tempo de injeção e tempo morto.(r) Linha superior: medição do tempo de injeção lido da centralina do carro. Linha inferior: indicação do tempo morto do bico injetor

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... - 1-2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

PABX 2X8-3X8. Contra transientes nas entradas de linhas (Tronco) e alimentação (AC).

PABX 2X8-3X8. Contra transientes nas entradas de linhas (Tronco) e alimentação (AC). PABX 2X8-3X8 CONHEÇA SUA CENTRAL PABX INNOVARE As Centrais PABX INNOVARE são Centrais Privadas de Comutação Telefônica, que usam tecnologia CPA-E (Controle por Programa Armazenado - Comutação Espacial).

Leia mais

Guia do usuário Decoder Echostar 626 636

Guia do usuário Decoder Echostar 626 636 TV Guia do usuário Decoder Echostar 626 636 TELPF-5433_Dec_Echostar 626_636_REV.indd 1 21/5/15 16:13 Bem-vindo ao melhor do entretenimento Agora, com a Vivo TV, você tem alta qualidade de som e imagem

Leia mais