Assistência pré-natal Baixo risco. Rotina Laboratorial. < 32 semanas Mensal 32 a 36 semanas Quinzenal

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Assistência pré-natal Baixo risco. Rotina Laboratorial. < 32 semanas Mensal 32 a 36 semanas Quinzenal"

Transcrição

1 Assistência pré-natal Baixo risco Rotina Laboratorial Calendário de consultas: < 32 semanas Mensal 32 a 36 semanas Quinzenal 36 semanas Semanal Exames complementares 1 a consulta (sempre aceitar exames realizados em outro serviço). 1. Hemograma 2. Tipagem sanguínea + PAI (observar se a gestante já não tem tipagem no prontuário/computador) 3. Glicemia de jejum 4. Urina I. Observar que a urocultura NÃO faz parte da rotina pré-natal. 5. VDRL 6. HIV 7. Toxoplasmose (observar se já não há sorologia positiva prévia no prontuário) 8. Ultrassonografia obstétrica A funcionária responsável pelo agendamento está orientada a fazê-lo com idade gestacional entre 10 e 14 semanas. Caso haja necessidade de antecipar o exame, o médico deve fazer uma observação no pedido, justificando a necessidade do agendamento mais precoce. 9. Citologia oncótica Se a gestante referir ter um exame de papanicolau colhido há menos de 1 ano, uma cópia deverá ser solicitada à UBS e ser anexada ao prontuário. Se essa cópia não for acessível, a citologia oncótica devera ser colhida. Na coleta do exame, tomar o cuidado de NÃO utilizar a escovinha. Obs: Mesmo que não haja necessidade de colher papanicolau, exame ginecológico deve ser realizado em 100% dos casos novos. Situações especiais 1. Parasitológico de fezes solicitar caso haja queixa ou suspeita clínica. 1

2 2. Teste das aminas (KOH), Ph vaginal, Exame à fresco de conteúdo vaginal Realizar sempre que a gestante tiver queixa ou história de trabalho de parto prematuro/ rotura prematura de membranas. Exames complementares 24 a 26 semanas 1. GTT100g + Perfil glicêmico Solicitar para todas as gestantes com rastreamento positivo (glicemia jejum 90 (85?) e/ou fator de risco). 2. Ultrassonografia obstétrica + Doppler das artérias uterinas Observar que NÃO se trata de ultrassom morfológico, o qual deverá ser solicitado somente em casos de alto risco para mal formação. 3. PAI Para a gestante Rh negativo com parceiro Rh positivo ou com tipagem sanguínea desconhecida. Exames complementares 30 semanas 1. Hemograma 2. PAI Para as gestantes Rh negativo com parceiro Rh positivo ou com tipagem desconhecida. 3. Glicemia de jejum Somente para as gestantes que não fizeram GTT/PG. 4. Urina I 5. VDRL 6. HIV 7. Toxoplasmose - Solicitar somente para as gestantes susceptíveis (IgM - e IgG -). 8. Sorologia para VHB: AgHbs, Anti-Hbs e Anti-Hbc. Tomar o cuidado de não confundir Anti-Hbc com sorologia para hepatite C, a qual NÃO faz parte da rotina pré-natal. 9. Ultrassonografia obstétrica Somente para as gestantes que apresentarem aumento da resistência útero placentária (incisura bilateral + relação S/D > 2,5) ou quando houver suspeita clínica de desvios do crescimento ou da quantidade de líquido amniótico. 2

3 1. Tipagem sanguínea Conduta frente aos resultados de exames Obs: As gestantes que apresentarem PAI positivo (exceto aquelas que receberam imunoglobulina anti D) deverão ser encaminhadas ao ambulatório de Medicina Fetal (Quarta-feira, pela manhã responsáveis: Dr. Marcos Consonni e Dra. Juliana M. S. Villas Boas). 3

4 2. Diagnóstico de anemia/profilaxia 4

5 3. Diagnóstico de Infecção urinária 5

6 4. Rastreamento/Diagnóstico de diabetes Sempre que a glicemia de jejum for 126, o caso deve ser discutido com um dos docentes responsáveis pelo acompanhamento das gestantes diabéticas (Dra. Iracema ou Dr. Roberto ou Dra. Claudia). 6

7 5. Sorologias 5.1. HIV É importante sempre estar atento àquelas gestantes com maior risco de exposição ao vírus e discutir com o docente do ambulatório a necessidade de repetir a sorologia além das duas preconizadas, rotineiramente. Em caso de dúvida, discutir o caso com os docentes responsáveis pelo seguimento destas gestantes: Dr. Joélcio e Dra. Anice. 7

8 5.2. Toxoplasmose É importante anotar no cartão o resultado (+ ou -) tanto da IgG como IgM, para que estas informações possam ser utilizadas em outras ocasiões. Evitar escrever no cartão: sorologia negativa. Em caso de dúvida, discutir o caso com Dr. Marcos ou Dra. Juliana. 8

9 5.3. Sífilis Em caso de dúvida, discutir o caso com Dr. Joélcio. 9

10 5.4. Hepatite B A vacinação materna para hepatite B pode ser realizada durante a gestação. Em caso de dúvida, discutir o caso com Dr. Joélcio. 10

11 6. Ultrassonografia Nenhum exame de ultrassonográfico será agendado sem a assinatura de um docente. É fundamental o preenchimento adequado do pedido de ultrassom e devem constar as seguintes informações: Data da última menstruação. Data e idade gestacional da primeira ultrassonografia. Idade gestacional no dia da solicitação do exame. Patologia materna ou antecedente obstétrico relevante. Indicação do exame. 11

Disciplina de Obstetrícia

Disciplina de Obstetrícia DIABETE E GRAVIDEZ PROTOCOLO DE CONDUTA Médica-contratada CLÁUDIA GARCIA MAGALHÃES Prof. Assistente ROBERTO ANTONIO ARAÚJO COSTA Profa. Dra. IRACEMA DE MATTOS PARANHOS CALDERON Profa. Titular MARILZA VIEIRA

Leia mais

Questão 01 Diagnóstico da gestação

Questão 01 Diagnóstico da gestação Saúde Da Mulher: Diagnóstico Da Gestação, Modificações Gravídicas e Pré Natal. Prof. Enf. Obstetra Hygor Elias Questão 01 Diagnóstico da gestação Segundo o Ministério da Saúde (MS, 2000), o diagnóstico

Leia mais

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE - ACS

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE - ACS SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO DE PESSOAS JUNTA MÉDICA AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE - ACS RELAÇÃO DE EXAMES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIOS A SEREM APRESENTADOS NA JUNTA MÉDICA MUNICIPAL, NO ATO DA PERÍCIA

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR CANEDO SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO E TECNOLOGIA

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR CANEDO SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO E TECNOLOGIA ROTEIRO PARA POSSE DOS CANDIDATOS APROVADOS NO CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 PARA OS CARGO DE: Auxiliar Administrativo, Auxiliar Educacional, Agente Educacional, Assistente Administrativo, Assistente Educacional,

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS JUNTA MÉDICA

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS JUNTA MÉDICA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS JUNTA MÉDICA ANEXO ASSISTENTE DE ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS I ADMINISTRATIVA/SEGURANÇA DO TRABALHO RELAÇÃO DE EXAMES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIOS

Leia mais

DIABETES MELLITUS X GESTAÇÃO

DIABETES MELLITUS X GESTAÇÃO DIABETES MELLITUS X GESTAÇÃO Rodney Paiva Vasconcelos Carlos Augusto Alencar Junior Francisco Edson de Lucena Feitosa Diabetes Mellitus (DM) é doença sistêmica caracterizada, principalmente, por hiperglicemia.

Leia mais

MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO

MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO DE SAÚDE MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO Orientação ao Interlocutor: 1. Explore bem o

Leia mais

Protocolo de Vigilância Materno-Fetal MATERNIDADE DANIEL MATOS

Protocolo de Vigilância Materno-Fetal MATERNIDADE DANIEL MATOS Protocolo de Vigilância Materno-Fetal MATERNIDADE DANIEL MATOS PROTOCOLO GRAVIDEZ SEM RISCO PRÉ-NATAL Médico de Família Consulta de Referência 11-13 semanas 20-22 semanas 28-32 semanas 40 semanas Atenção

Leia mais

ATENDIMENTO NO PRÉ-NATAL DA UNIFESO: AVALIAÇÃO LABORATORIAL E VISÃO DO HOSPITAL DE ENSINO

ATENDIMENTO NO PRÉ-NATAL DA UNIFESO: AVALIAÇÃO LABORATORIAL E VISÃO DO HOSPITAL DE ENSINO ATENDIMENTO NO PRÉ-NATAL DA UNIFESO: AVALIAÇÃO LABORATORIAL E VISÃO DO HOSPITAL DE ENSINO VASCONCELLOS, Marcus José do Amaral. Docente do Curso de Medicina Unifeso. SOUSA,Amanda Barreto de Sousa.Discente

Leia mais

ALCANÇOU OBJETIVO 2 PARCIALMENTE,

ALCANÇOU OBJETIVO 2 PARCIALMENTE, PROVA PRÁTICA: GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA ESTAÇÃO: 07 A recorrente alega que no comando da estação solicita-se explicar o significado de BI-RADS 3, chance da lesão evoluir para câncer e em quanto tempo

Leia mais

* Depende do protocolo da Unidade Coordenadora Funcional

* Depende do protocolo da Unidade Coordenadora Funcional PROTOCOLO DE VIGILÂNCIA MATERNO-FETAL Consulta Pré-concepção Médico de Familia GRAVIDEZ S/RISCO Médico de Família GRAVIDEZ DE RISCO Médico de Medicina Materno-Fetal Consulta de Referência HAP ou HAPD Consulta

Leia mais

TOXOPLASMOSE CONGÊNITA

TOXOPLASMOSE CONGÊNITA FLUXO DE ENCAMINHAMENTO SOLICITAR: exames de rotina (TOXOPLASMOSE, VDRL, HIV e FEZES) PREENCHER: Questionário epidemiológico (orientar sobre as medidas de prevenção da toxoplasmose), assinar o Termo de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO GABINETE DO SECRETÁRIO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO GABINETE DO SECRETÁRIO Resolução SPG nº 18, de 27 de abril de 2015 DOE de 29/04/15 p. 4. O Secretário de Planejamento e Gestão, no uso de suas atribuições, e Considerando a necessidade de atualização do rol de exames obrigatórios

Leia mais

O R G A N I Z A Ç Ã O D A A S S I S T Ê N C I A P R É - N A T A L

O R G A N I Z A Ç Ã O D A A S S I S T Ê N C I A P R É - N A T A L O R G A N I Z A Ç Ã O D A A S S I S T Ê N C I A P R É - N A T A L 2.1. Construindo a Qualidade no Pré-natal O principal objetivo da assistência pré-natal é acolher a mulher desde o início de sua gravidez

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA O CARGO EFETIVO DE PROFESSOR DA CARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR EDITAL Nº 04/2016 PROGRAD CHAVE DE CORREÇÃO Área de concurso: Área 30 MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE

Leia mais

Rotina laboratorial e de imagem no baixo risco. MARCELO BURLÁ

Rotina laboratorial e de imagem no baixo risco. MARCELO BURLÁ Rotina laboratorial e de imagem no baixo risco. MARCELO BURLÁ ROT. LABORATORIAL MINISTÉRIO DA SAÚDE. GABINETE DO MINISTRO. PORTARIA Nº570, DE 1ºDE JUNHO DE 2000. Primeira consulta - eritrograma - grupo

Leia mais

PREVALÊNCIA DO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) EM MULHERES JOVENS APÓS O PRIMEIRO PARTO EM SÃO PAULO-BRASIL

PREVALÊNCIA DO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) EM MULHERES JOVENS APÓS O PRIMEIRO PARTO EM SÃO PAULO-BRASIL PREVALÊNCIA DO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) EM MULHERES JOVENS APÓS O PRIMEIRO PARTO EM SÃO PAULO-BRASIL Rama CH 1,2, Villa LL 3, Longatto-Filho A 4, Pagliusi S 5, Andreoli MA 3, Thomann P 6, Eluf-Neto J

Leia mais

Acesso às Consultas Externas do Serviço de Estomatologia do Hospital de Santa Maria do Centro Hospitalar Lisboa Norte

Acesso às Consultas Externas do Serviço de Estomatologia do Hospital de Santa Maria do Centro Hospitalar Lisboa Norte Acesso às Consultas Externas do Serviço de Estomatologia do Hospital de Santa Maria do Centro Hospitalar Lisboa Norte O Serviço de Estomatologia do Hospital de Santa Maria (SE do HSM) do Centro Hospitalar

Leia mais

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2015

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2015 PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2015 I. Professor orientador: Leonardo Santos Bordoni. II. Disciplina de atuação: Anatomia do Aparelho Locomotor. III. Justificativa

Leia mais

SAAE Serviço Municipal de Saneamento Básico

SAAE Serviço Municipal de Saneamento Básico 1/5 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 004/2014 CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2012 O Diretor Geral do Serviço Municipal de Saneamento Básico de Unaí, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais, especialmente

Leia mais

PCMSO. PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL Em conformidade com o artigo 168 da CLT, lei 6514 de 22/12/77 e NR-7 de 30/12/94.

PCMSO. PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL Em conformidade com o artigo 168 da CLT, lei 6514 de 22/12/77 e NR-7 de 30/12/94. PCMSO PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL Em conformidade com o artigo 168 da CLT, lei 6514 de 22/12/77 e NR-7 de 30/12/94. COOPERATIVA DO TRABALHO MÉDICO E ATIVIDADES AFINS DE MINAS GERAIS

Leia mais

ARTIGO DE PESQUISA AVALIAÇÃO DA ADEQUAÇÃO DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL EM UMA UNIDADE TRADICIONAL DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

ARTIGO DE PESQUISA AVALIAÇÃO DA ADEQUAÇÃO DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL EM UMA UNIDADE TRADICIONAL DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE ARTIGO DE PESQUISA AVALIAÇÃO DA ADEQUAÇÃO DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL EM UMA UNIDADE TRADICIONAL DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE ASSESSMENT OF PRENATAL CARE IN A TRADITIONAL PRIMARY HEALTH CARE UNIT EVALUACIÓN

Leia mais

Calendário de Vacinação do Adulto/Trabalhador

Calendário de Vacinação do Adulto/Trabalhador Calendário de Vacinação do Adulto/Trabalhador Calendário de Vacinação do Adulto VACINAS PARA O ADULTO VACINAS PASSADO VACINAL CONDUTA HEPATITE B dupla adulto não vacinado 3 doses menos de 3 doses completar

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI E D I T A L DE ABERTURA CPD Nº 015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO, DE 16

Leia mais

Prevalência de malformações congênitas do sistema nervoso central diagnosticadas durante o prénatal em uma maternidade pública

Prevalência de malformações congênitas do sistema nervoso central diagnosticadas durante o prénatal em uma maternidade pública Introdução Aproximadamente 21% das malformações congênitas envolvem o Sistema Nervoso Central (SNC), constituindo um dos defeitos congênitos mais comuns, atingindo de 1 a 10:1000 dos nascidos vivos 5.

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE SOLICITAÇÃO DE INTERNAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE SOLICITAÇÃO DE INTERNAÇÃO MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE SOLICITAÇÃO DE INTERNAÇÃO Recife/2007 SUMÁRIO PAG I Objetivos... 02 II Orientações Gerais... 04 III Instruções para preenchimento da Guia de Resumo

Leia mais

LAUDO PARA SOLICITAÇÃO, AVALIAÇÃO E AUTORIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS DO COMPONENTE ESPECIALIZADO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO

LAUDO PARA SOLICITAÇÃO, AVALIAÇÃO E AUTORIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS DO COMPONENTE ESPECIALIZADO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO LAUDO PARA SOLICITAÇÃO, AVALIAÇÃO E AUTORIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS DO COMPONENTE ESPECIALIZADO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO SOLICITAÇÃO DO MEDICAMENTO Campo 1 - Nome do Paciente:

Leia mais

Acidentes Ocupacionais com Material Biológico

Acidentes Ocupacionais com Material Biológico Acidentes Ocupacionais com Material Biológico Orientações para o atendimento no PS - 2016 Atualizado por CCIH/HU-USP Risco de transmissão Quadro 1 Agente Material Exposição Risco estimado HIV sangue percutânea

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NÚCLEO DE ESTUDOS DE SAÚDE COLETIVA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE NITERÓI PROGRAMA MÉDICO DE FAMÍLIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NÚCLEO DE ESTUDOS DE SAÚDE COLETIVA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE NITERÓI PROGRAMA MÉDICO DE FAMÍLIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NÚCLEO DE ESTUDOS DE SAÚDE COLETIVA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE NITERÓI PROGRAMA MÉDICO DE FAMÍLIA AVALIAÇÃO DAS AÇÕES DE PREVENÇÃO DA TRANSMISSÃO VERTICAL

Leia mais

EDITAL 113/GDRH/SEAD, DE 27 DE ABRIL DE 2012. 7ª CONVOCAÇÃO PERÍCIA MÉDICA E ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO PARA POSSE HOSPITAL REGIONAL DE CACOAL

EDITAL 113/GDRH/SEAD, DE 27 DE ABRIL DE 2012. 7ª CONVOCAÇÃO PERÍCIA MÉDICA E ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO PARA POSSE HOSPITAL REGIONAL DE CACOAL EDITAL 113/GDRH/SEAD, DE 27 DE ABRIL DE 2012. 7ª CONVOCAÇÃO PERÍCIA MÉDICA E ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO PARA POSSE HOSPITAL REGIONAL DE CACOAL O Secretário de Estado da Administração do Governo de Rondônia,

Leia mais

MANUAL DE PROCESSOS EME01 - INTERNAR PACIENTE DO PRONTO SOCORRO

MANUAL DE PROCESSOS EME01 - INTERNAR PACIENTE DO PRONTO SOCORRO MANUAL DE PROCESSOS EME01 - INTERNAR PACIENTE DO PRONTO SOCORRO SUMÁRIO GLOSSÁRIO (SIGLAS, SIGNIFICADOS)... 3 I. OBJETIVO DO PROCESSO... 5 II. ÁREAS ENVOLVIDAS... 5 III. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES... 5 IV.

Leia mais

CARTÃO DA GESTANTE AGENDAMENTO. Nome. Endereço. Município. Bairro. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. ANS- nº

CARTÃO DA GESTANTE AGENDAMENTO. Nome. Endereço. Município. Bairro. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. ANS- nº CARTÃO DA GESTANTE Nome ANS- nº 0004 Endereço Município Bairro Telefone Nome da Operadora Registro ANS AGENDAMENTO Hora Nome do profissional Sala ANS- nº 0004 1 Idade Estado Civil Peso anterior Altura (cm)

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. 1) ACESSO AO SISTEMA Digite o endereço www.unimedbh.com.br/consultorio em qualquer computador com acesso à internet. Preencha os campos com o seu usuário e a senha. Para o login, digite as letras ADM,

Leia mais

PORTARIA Nº 3.193/GM DE 24 DEZEMBRO DE 2008.

PORTARIA Nº 3.193/GM DE 24 DEZEMBRO DE 2008. PORTARIA Nº 3.193/GM DE 24 DEZEMBRO DE 2008. Altera a Tabela de s, Medicamentos, Órteses/Próteses e Materiais Especiais do Sistema Único de Saúde SUS. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

SISPRENATAL. Manual de Preenchimento dos Formulários de Cadastro e Consulta, Exames e Vacinas

SISPRENATAL. Manual de Preenchimento dos Formulários de Cadastro e Consulta, Exames e Vacinas SISPRENATAL Manual de Preenchimento dos Formulários de Cadastro e Consulta, Exames e Vacinas Prefeitura Municipal de Porto Alegre Março de 2007 1 Prefeitura Municipal de Porto Alegre José Fogaça Prefeito

Leia mais

DIOGRANDE DIÁRIO OFICIAL DE CAMPO GRANDE-MS

DIOGRANDE DIÁRIO OFICIAL DE CAMPO GRANDE-MS DIOGRANDE Digitally signed by RODRIGO LENZ:51860678149 DN: c=br, o=icp-brasil, ou=secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB, ou=rfb ecpf A3, ou=(em BRANCO), ou=ar NAPTON, cn=rodrigo LENZ:51860678149

Leia mais

Cópia dos exames: VHS, PCR, hemograma, plaquetas, ALT, AST, depuração de creatinina e. B-HCG para mulheres em idade fértil.

Cópia dos exames: VHS, PCR, hemograma, plaquetas, ALT, AST, depuração de creatinina e. B-HCG para mulheres em idade fértil. ARTRITE PSORÍACA Portaria SAS/MS n 1204 04/11/2014 Medicamento SULFASSALAZINA METOTREXATO NAPROXENO CID 10 M07.0, M07.3 M07.0, M07.3 Apresentação 500mg (comprimido) 2,5mg (comprimido) e 500mg (comprimido)

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DE RISCO GESTACIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA

CLASSIFICAÇÃO DE RISCO GESTACIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA CLASSIFICAÇÃO DE RISCO GESTACIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA Dra. Cássia Elena Soares Fluxograma de Pré-Natal Mulher com suspeita de gravidez Atraso menstrual Náusea Suspensão ou irregularidade do uso do contraceptivo

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA

MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo I: Política de Saúde, Planejamento, Organização e gestão dos Serviços de Saúde em Enfermagem Obstétrica.

Leia mais

PRAZOS DE GUARDA (em anos) DESTINAÇÃO OBSERVAÇÕES. Unidade com atribuições de Arquivo. Unidade Produtora. Guarda Permanente.

PRAZOS DE GUARDA (em anos) DESTINAÇÃO OBSERVAÇÕES. Unidade com atribuições de Arquivo. Unidade Produtora. Guarda Permanente. ANEXO III - TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNICAMP: ATIVIDADES-FIM (PARCIAL 01), ao que se refere o artigo 1 da Resolução GR nº 55/2013. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

Leia mais

Tribunal de Justiça MATO GROSSO

Tribunal de Justiça MATO GROSSO Bom Tarde. RESPOSTA 01 SESI MT Por Gentileza favor publicar este questionamento do PE 36/2016. Wilson Lobo De: "Wilson Lobo Moreira" wilson.lobo@tjmt.jus.br Para: "unerem" unerem@sesimt.com.br Enviadas:

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA MÉDICOS

REGULAMENTO INTERNO PARA MÉDICOS REGULAMENTO INTERNO PARA MÉDICOS 1. CADASTRO Para atuar no Hospital São Luiz, todo médico tem de estar regularmente cadastrado. No momento da efetivação, o médico deve ser apresentado por um membro do

Leia mais

Diabete Gestacional. Maria José Zanella. Endocrinologista do Ambulatório de Diabete e Gestação do Hospital São Lucas PUCRS

Diabete Gestacional. Maria José Zanella. Endocrinologista do Ambulatório de Diabete e Gestação do Hospital São Lucas PUCRS Diabete Gestacional Maria José Zanella Endocrinologista do Ambulatório de Diabete e Gestação do Hospital São Lucas PUCRS Diabete Gestacional Definição: Qualquer grau de intolerância a glicose diagnosticado

Leia mais

DESNUTRIÇÃO. I- Aspectos Preventivos :

DESNUTRIÇÃO. I- Aspectos Preventivos : DESNUTRIÇÃO I- Aspectos Preventivos : 1- Estímulo ao aleitamento materno. 2- Conscientizar a equipe no sentido de incentivar as ações de promoção à saúde invertendo o predomínio dos serviços curativos.

Leia mais

GESTANTE CARTÃO DA. Agendamento. Nome. Endereço. Bairro Município UF. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. Data Hora Nome do profissional Sala

GESTANTE CARTÃO DA. Agendamento. Nome. Endereço. Bairro Município UF. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. Data Hora Nome do profissional Sala FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL CARTÃO DA GESTANTE Nome Endereço Bairro Município UF Telefone Nome da Operadora Registro ANS Agendamento Hora Nome do profissional Sala 1 Carta de Informação

Leia mais

www.drapriscilaalves.com.br [LEPTOSPIROSE]

www.drapriscilaalves.com.br [LEPTOSPIROSE] [LEPTOSPIROSE] A Leptospirose é uma doença infecciosa grave. 2 leptospirose É causada por uma bactéria, a Leptospira interrogans, que tem vários subtipos (chamados sorovares). Esses sorovares têm diferentes

Leia mais

João Maria Sobral de Carvalho Diretor Geral Adjunto do DETRAN-RO

João Maria Sobral de Carvalho Diretor Geral Adjunto do DETRAN-RO EDITAL N. 22/GAB/DETRANRO, 19 DE JULHO DE 2011. CONVOCAÇÃO PARA POSSE O Diretor Geral do Departamento de Trânsito do Estado de Rondônia, no uso de suas atribuições, conferidas pela Lei Complementar n.

Leia mais

A PERCEPÇÃO DAS GESTANTES NO PRÉ-NATAL ACERCA DA SÍFILIS CONGÊNITA

A PERCEPÇÃO DAS GESTANTES NO PRÉ-NATAL ACERCA DA SÍFILIS CONGÊNITA A PERCEPÇÃO DAS GESTANTES NO PRÉ-NATAL ACERCA DA SÍFILIS CONGÊNITA Ana Paula Nunes de Lima Fernandes: Estudante de enfermagem do 7 período da Universidade Potiguar UnP Larissa Mendonça Torres: Estudante

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS. Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini

QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS. Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE 1. UF: 2. Município:

Leia mais

Fisiopatologia Laboratorial

Fisiopatologia Laboratorial Fisiopatologia Laboratorial Exames Complementares de Diagnóstico Exames Complementares Diagnóstico Para Quê? Controlo Prognóstico Rastreio Diagnóstico Exames Laboratoriais Permite identificar a Doença

Leia mais

Instruções para o preenchimento do Formulário 17

Instruções para o preenchimento do Formulário 17 Instruções para o preenchimento do Formulário 17 O Formulário 17 tem como finalidade o requerimento de dupla ou tripla responsabilidade pelo farmacêutico. Na parte superior do formulário há instruções

Leia mais

EDITAL N 3/2015 SELEÇÃO DE ALUNO ESPECIAL 2015.2 PARA MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

EDITAL N 3/2015 SELEÇÃO DE ALUNO ESPECIAL 2015.2 PARA MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO EDITAL N 3/2015 SELEÇÃO DE ALUNO ESPECIAL 2015.2 PARA MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 1 INFORMAÇÕES PRELIMINARES 1.1. A Coordenação e a Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciência

Leia mais

Programa de identificação precoce e prevenção da infecção VIH/Sida direccionado a utilizadores de Drogas

Programa de identificação precoce e prevenção da infecção VIH/Sida direccionado a utilizadores de Drogas Programa de identificação precoce e prevenção da infecção VIH/Sida direccionado a utilizadores de Drogas DESCRIÇÃO DOS REGISTOS DA AVALIAÇÃO BASAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA JUNHO DEZEMBRO 2007 Equipas de Tratamento

Leia mais

Conhecimento da rotina laboratorial por profissionais da Atenção Básica: estudo descritivo

Conhecimento da rotina laboratorial por profissionais da Atenção Básica: estudo descritivo ISSN: 1676-4285 Conhecimento da rotina laboratorial por profissionais da Atenção Básica: estudo descritivo Carla Vitola Gonçalves 1, Nalú Pereira da Costa Kerber 1, Ana Paula Backes 1, Carolinne Borges

Leia mais

Diabetes. Hábitos saudáveis para evitar e conviver com ela.

Diabetes. Hábitos saudáveis para evitar e conviver com ela. Diabetes Hábitos saudáveis para evitar e conviver com ela. diabetes É uma doença crônica, caracterizada por um distúrbio do metabolismo da glicose (açúcar). Consiste no aumento dos níveis de glicose no

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA IMPLEMENTAR A CONSULTA DE ENFERMAGEM NO PRÉ-NATAL E NO PÓS-PARTO

CAPACITAÇÃO PARA IMPLEMENTAR A CONSULTA DE ENFERMAGEM NO PRÉ-NATAL E NO PÓS-PARTO SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE LESTE RH / DESENVOLVIMENTO 1. TÍTULO: CAPACITAÇÃO PARA IMPLEMENTAR A CONSULTA DE ENFERMAGEM NO PRÉ-NATAL E NO PÓS-PARTO 2. ÁREA PROMOTORA:

Leia mais

RUPTURA PREMATURA DE MEMBRANAS

RUPTURA PREMATURA DE MEMBRANAS 1 RUPTURA PREMATURA DE MEMBRANAS 1 a Edição: julho/2003 2 a Edição: julho/2005 3 a Edição: setembro/2008 Data prevista para a próxima revisão: setembro/2010 SUMÁRIO DE RECOMENDAÇÕES Recomendações baseadas

Leia mais

PRÉ-REQUISITO R4 ULTRASSONOGRAFIA (402)

PRÉ-REQUISITO R4 ULTRASSONOGRAFIA (402) PRÉ-REQUISITO R ULTRASSONOGRAFIA (0) RESIDÊNCIA MÉDICA (UERJ-FCM) 0 PRÉ-REQUISITO (R) / 0 PROVA ESCRITA OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA ) Gestante com nove semanas de idade gestacional (IG) inicia pré-natal

Leia mais

Avaliação Nutricional na

Avaliação Nutricional na UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE NUTRIÇÃO Avaliação Nutricional na Gestação Profa. Danielle Góes da Silva Disciplina Nutrição Materno Infantil Avaliação Nutricional na Gestação Período curto de

Leia mais

Febre pelo vírus ZIKA / Microcefalia

Febre pelo vírus ZIKA / Microcefalia Febre pelo vírus ZIKA / Microcefalia 17 de Maio de 2016 SCIH HIAE Conteúdo Zika vírus Epidemiologia Definição de caso Manifestação clínica Diagnóstico diferencial Diagnóstico laboratorial Tratamento Prevenção

Leia mais

Fatos e Conceitos Procedimentos e Habilidades Atitudes, Normas e Valores

Fatos e Conceitos Procedimentos e Habilidades Atitudes, Normas e Valores Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: Farmácia Disciplina: Imunologia Clínica Código da Disciplina 061.1818.6 Professor(es): Yoshimi Imoto Yamamoto Etapa 8 P Carga horária:

Leia mais

Cartilha Guia Consulta médica Padrão TISS

Cartilha Guia Consulta médica Padrão TISS PADRONIZAÇÃO TISS Valendo-nos da importância do cumprimento legal da Resolução Normativa Nº 305, de 9 de outubro de 2012 da Agência nacional de Saúde, que tem como prazo 01 de dezembro de 2013 para aderência

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERÊNCIA DE IMUNIZAÇÕES E REDE DE FRIO

SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERÊNCIA DE IMUNIZAÇÕES E REDE DE FRIO SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERÊNCIA DE IMUNIZAÇÕES E REDE DE FRIO EXERCÍCIOS PARA MRC-2015 Casa 1: Criança-1.18 meses de idade com as seguintes doses registradas no cartão: D1 hepatite B,

Leia mais

Impossibilidade legal da transformação de categoria de pacientes particulares para SUS

Impossibilidade legal da transformação de categoria de pacientes particulares para SUS Impossibilidade legal da transformação de categoria de pacientes particulares para SUS Esclarecemos a todos os médicos e demais colaboradores envolvidos nos processos assistenciais dos pacientes do Instituto

Leia mais

Normas do Laboratório de Práticas de Enfermagem

Normas do Laboratório de Práticas de Enfermagem UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Escola de Enfermagem Laboratório de Práticas de Enfermagem Telefone: (31) 3409-9873 Endereço: Av. Professor Alfredo Balena, nº 190 sala 321 - Centro - Belo Horizonte/MG

Leia mais

Ministério da Saúde esclarece boatos sobre infecção pelo vírus Zika

Ministério da Saúde esclarece boatos sobre infecção pelo vírus Zika ZIKA X MICROCEFALIA Ministério da Saúde esclarece boatos sobre infecção pelo vírus Zika Para informar à população sobre notícias falsas que têm circulado na internet, Ministério intensificou ações nas

Leia mais

Instruções para preenchimento

Instruções para preenchimento Formulário para notificação/investigação de eventos adversos pósvacinação associados ao uso de vacina, soro e imunoglobulina Instruções para preenchimento (*) Todos os campos que apresentarem este símbolo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIRAÇU

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIRAÇU EDITAL DE CONVOCAÇÃO 002/2016 CONCURSO PÚBLICO 001/2015 O PREFEITO MUNICIPAL DE IBIRAÇU/ES, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e considerando a homologação do resultado do Concurso Público

Leia mais

A PERCEPÇÃO DAS GESTANTES EM RELAÇÃO À PARTICIPAÇÃO DO ENFERMEIRO NO PRÉ- NATAL NA ATENÇÃO BÁSICA

A PERCEPÇÃO DAS GESTANTES EM RELAÇÃO À PARTICIPAÇÃO DO ENFERMEIRO NO PRÉ- NATAL NA ATENÇÃO BÁSICA A PERCEPÇÃO DAS GESTANTES EM RELAÇÃO À PARTICIPAÇÃO DO ENFERMEIRO NO PRÉ- NATAL NA ATENÇÃO BÁSICA RESUMO REIS, Alessandra C. Engles dos VALTRICH, Tcharlene VITALI, Thaís Schmidt 3 Dada a importância da

Leia mais

PLANTÃO PROFESSORES ENSINO FUNDAMENTAL II / MÉDIO

PLANTÃO PROFESSORES ENSINO FUNDAMENTAL II / MÉDIO Belo Horizonte novembro de 2015. Prezados Pais e/ ou Responsáveis, Abaixo estão algumas informações referentes aos últimos eventos pedagógicos de seu filho no IEMP. Leia com atenção, e havendo dúvidas,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIRAÇU EDITAL DE CONVOCAÇÃO 005/2016 CONCURSO PÚBLICO 001/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIRAÇU EDITAL DE CONVOCAÇÃO 005/2016 CONCURSO PÚBLICO 001/2015 EDITAL DE CONVOCAÇÃO 005/2016 CONCURSO PÚBLICO 001/2015 O PREFEITO MUNICIPAL DE IBIRAÇU/ES, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e considerando a homologação do resultado do Concurso Público

Leia mais

Manual para atendimento eletivo de outros Convênios

Manual para atendimento eletivo de outros Convênios Manual para atendimento eletivo de outros Convênios Este manual é um instrumento que visa facilitar o cotidiano das secretárias no processo de atendimentos e autorizações eletivos dos clientes de outros

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FÊMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FÊMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POP n.º: L-27 Página 1 de 5 1. Objetivo: Garantir atendimento de forma adequada aos clientes e funcionários dentro dos protocolos estabelecidos para assistência de enfermagem durante as intercorrências

Leia mais