GPRI GABINETE DE PROGRAMAS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GPRI GABINETE DE PROGRAMAS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS"

Transcrição

1 GPRI GABINETE DE PROGRAMAS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS GUIA DE CANDIDATURA PARA ENSINO E ESTÁGIOS ERASMUS+ Conteúdos I Mobilidade Erasmus+ ENSINO II Candidatura à Mobilidade de Ensino ERASMUS + III Outras Informações IV - Competências Linguísticas V Durante o Período de Mobilidade VI Conclusão do Período de Estudos VI Mobilidade Erasmus+ ESTÁGIO

2 I. MOBILIDADE ERASMUS+ ENSINO A mobilidade ERASMUS oferece aos estudantes a possibilidade de efetuar um período de estudos no estrangeiro no âmbito do ensino superior, sendo-lhes creditado o programa de estudos realizado com uma duração de no mínimo 3 meses (1 semestre no caso do IADE-U) e no máximo 1 ano letivo completo. A mobilidade para ensino realizada no âmbito do Programa Erasmus, exige a celebração prévia de um acordo bilateral entre o IADE-U (identificado pelo código P LISBOA 46) e a Instituição de Acolhimento. Estes contratos, celebrados por escrito, especificam o número de estudantes contemplados, a duração da mobilidade e as áreas de estudos envolvidas. No final do período de estudos o estudante deverá receber da Universidade de Acolhimento, um certificado de frequência e aproveitamento do plano de estudos acordado e assinado pelos Coordenadores de ambas as instituições. Não poderão ser cobradas propinas ou outros pagamentos similares por parte do estabelecimento Anfitrião. O Estágio Erasmus+ é uma parte da formação académica (curricular ou extracurricular) efectuada numa empresa/universidade/instituição/centro de investigação situado noutro Estado-Membro da UE. O Estágio tem de ser reconhecido e avaliado de uma forma quantitativa e/ou qualitativa, podendo ainda obter créditos ECTS. Os estudantes do IADE-U podem usufruir deste tipo de mobilidade e dessa forma melhorar as suas competências (técnicas, sociais e culturais) através de uma experiência em contexto de trabalho. O GPRI dissemina informação através dos instrumentos de comunicação habituais e promove um workshop em Janeiro, para abordar as vantagens da internacionalização, onde esclarece todas as questões relativas à Mobilidade Erasmus+ e intercâmbio em geral. O GPRI promove uma reunião em Abril para acompanhar o envolvimento dos alunos nos contactos internacionais e para verificar qual o apoio que é necessário dar. Providenciará um dossier para cada aluno com toda a documentação que deverá acompanhar o aluno(a). O GPRI recordará ao estudante, as questões que são da sua inteira responsabilidade como: a viagem; visa (caso seja necessário); Alojamento, etc.

3 Ao longo do processo de candidatura, o GPRI desenvolve encontros personalizados, para apoiar os candidatos na seleção das instituições parceiras. Disponibiliza igualmente, em colaboração com a Agência Escola toda a informação sobre estágios internacionais. II - CANDIDATURA à MOBILIDADE de ENSINO ERASMUS + Podem candidatar-se a uma Mobilidade de Ensino no âmbito do Programa Erasmus+, os cidadãos inscritos num curso [Licenciatura, Mestrado e Doutoramento] do IADE-U. O candidato deverá ter presente que o sucesso da sua estadia no estrangeiro depende sobretudo da sua capacidade de autonomia, ou seja, de fazer face sozinho às situações esperadas e inesperadas que possam surgir, quer na sua vida académica, quer particular. O candidato deverá igualmente assegurar-se que tem autonomia financeira para cobrir as despesas com alimentação, transportes, material escolar, saúde, etc. Quem se pode candidatar? Podem candidatar-se estudantes matriculados no IADE-U de todos os ciclos de estudo. Estudantes com necessidades educativas especiais são também incentivados a viver esta experiência. A mobilidade pode ser feita no 3º ano da Licenciatura (ou antes, mediante aprovação do Coordenador do Curso) e em qualquer ano do Mestrado ou Doutoramento. Quais as regras de elegibilidade? Ser estudante de um dos ciclos de estudo do IADE-U (não pode ser aluno externo); Ser aceite pela Instituição de Acolhimento; Ter o Learning Agreement aprovado pelo Gabinete de Programas e Relações Internacionais (GPRI) e Coordenador de Curso do IADE-U. Não ter irregularidades administrativas, nomeadamente o não pagamento das propinas e outros emolumentos. Quais as áreas em que se pode fazer mobilidade? Na área do Marketing Design, Fotografia e Cultura Visual. Mobilidades fora destas áreas de estudos, serão analisados pelo Coordenador do curso e do Gabinete de Programas e Relações Internacionais. Formalmente, o período de Estágio Erasmus+ será reconhecido no Suplemento ao Diploma, desde que a mobilidade tenha respeitado todos os pressupostos do programa.

4 Existe apoio financeiro para esta mobilidade? Os estudantes poderão receber uma bolsa que terá em conta o país de destino e a duração do estágio. O critério de atribuição de bolsas será, tal como na seleção de candidaturas, a média obtida. As Bolsas Erasmus+ destinam-se apenas a cobrir as despesas suplementares, resultantes da diferença do custo de vida entre o país de origem e o país de destino e não a totalidade das despesas. O valor das bolsas é definido para cada ano académico e varia em função do país de destino e duração da estadia, espaço temporal que é contabilizado ao dia. Por esse motivo, salientamos que ser um estudante Erasmus+ não implica necessariamente receber uma Bolsa de Mobilidade Erasmus+. PROCESSO DE CANDIDATURA ENSINO O estudante deve preencher, em computador e sem rasuras, a Ficha de Candidatura (em PDF em Curriculum Vitae versão portuguesa e inglesa; Carta de Motivação em versão portuguesa e inglesa; Fotos (2) e Cópia do Cartão de Cidadão, e entregar por mão própria no GPRI do IADE-U, 5ª andar, sala 56. NOTA: Os Estudantes de Design deverão preparar os seus Portfólios de modo a poderem ser enviados para as Universidades Estrangeiras após a selecão das candidaturas. PRAZO PARA APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS De 14 de janeiro a 15 de fevereiro de cada ano. SELEÇÃO DOS CANDIDATOS Os candidatos serão seriados tendo em conta a média ponderada da classificação obtida nas unidades curriculares concluídas até à data. Os resultados da seleção serão divulgados aos candidatos pelo GPRI até ao final de fevereiro. Posteriormente serão nomeados às Instituições Parceiras. O GPRI não se responsabiliza pela recusa na aceitação do candidato (a) por parte de uma Instituição de Acolhimento. Em caso de ser selecionado, o estudante deverá enviar de imediato, por correio registado com aviso de receção, para a Instituição de Acolhimento os seguintes documentos: O Learning Agreement assinado pelo aluno (a) e Coordenador (a); O Transcrpt of Record providenciado pelo GPRI; Curriculum Vitae versão inglesa; Carta de Motivação em versão inglesa; Fotos (2);

5 Portfolio (caso seja solicitado pela Universidade de Acolhimento); Ficha de Inscrição da Instituição de Acolhimento assinada e com a fotografia solicitada. Terá ainda de demonstrar as competências linguísticas como abaixo se esclarece. PROCEDIMENTOS Após aceitação pelas instituições de acolhimento Após receber uma carta de aceitação da sua candidatura, por parte da Universidade de Acolhimento, o estudante deverá comunicar ao GPRI e reforçar os contactos com a Universidade para a qual foi selecionado de forma a obter informações académicas, calendário escolar, alojamento, etc. Nesta altura, o GPRI solicitará a restante documentação a saber: 1. Cartão Europeu de Saúde 2. Contrato a celebrar entre o IADE-U e o Estudante + Declaração a providenciar pelo GPRI assinado pelo Reitor do IADE-U Prof. Doutor Carlos Duarte e pelo (a) aluno (a) 3. NIB Número de Identificação Bancária para efeitos de bolsa 4. Certificado de Permanência III - COMPETÊNCIAS LÍNGUÍSTICA OLS ONLINE LINGUISTIC SUPPORT Para 2014/15, a Comissão Europeia e o British Council exigem que todos os alunos que visem realizar uma mobilidade (Ensino e/ou Estágio) num país cujo ensino seja diferente do idioma nativo deve ser alvo de uma avaliação obrigatória relativamente às suas

6 competências linguísticas antes e depois da mobilidade. Para mais informações por favor contacte o site: Online Linguistic Support (OLS) é um serviço de apoio linguístico, disponibilizado pela CE às instituições de ensino superior participantes no Programa Erasmus+, Ação-Chave 1. Consiste em licenças online para serem utilizadas pelos estudantes, dessas instituições, que no decorrer da sua atividade de mobilidade Erasmus utilizarão uma das línguas disponíveis: Inglês, Francês, Alemão, Italiano, Espanhol ou Holandês. É obrigatório para as mobilidades 2º semestre , se a mobilidade exigir uma destas línguas como língua principal de estudo ou trabalho. A Comissão Europeia recomenda no entanto que todos os participantes utilizem a OLS, sem que tenham de suportar qualquer custo. OLS é composto por: i) Licenças para Avaliação - licenças para realização de teste de Avaliação da competência linguística do estudante, antes e no fim da mobilidade. ii) ii) Licenças para Cursos licenças para realização de Curso de língua online. O Curso de Língua é opcional, podendo ser atribuído pela instituição do estudante tendo por base o nível de competência linguística demonstrada pelo estudante no Teste Inicial de Avaliação. Alterações de Língua à Mobilidade Um estudante que realiza o teste de avaliação numa língua e depois por qualquer razão tem que alterar a língua da mobilidade, terá de ser atribuída nova licença. Um estudante que realize várias mobilidades tem que passar pelo teste de avaliação novamente mesmo que a língua da mobilidade seja a mesma. O objetivo é verificar se existe evolução entre as diferentes mobilidades OLS ONLINE LINGUISTIC SUPPOR TKA1 Ensino Superior 2014, promove: O estudante recebe um convite (como abaixo se exemplifica) para aceder à OLS e realizar o Teste 1. O Estudante define o seu perfil na plataforma: nome, datas da mobilidade, etc. Limite de tempo para realizar o teste 1 de Avaliação entre 40 a 50 minutos). Todos os estudantes que fizeram o Teste 1 recebem um convite para realizar o Teste 2 de avaliação.

7 Teste 1 Avaliação-antes do início da mobilidade Todos os participantes que realizem atividades de mobilidade de longa duração cuja principal língua de estudo / trabalho seja uma das 6 línguas disponíveis Inglês, Francês, Alemão, Italiano, Espanhol ou Holandês Exceção: língua de estudo / trabalho é a língua materna do participante Teste 2 Avaliação-antes do início da mobilidade Para o efeito será enviado ao estudante um pela plataforma OLS, cerca de 2 semanas antes do fim da mobilidade. O objetivo é analisar a evolução da competência linguística. O estudante terá 10 dias após receção do convite para realizar o teste 2 de avaliação. Resultados do Teste 1 de Avaliação Estudante obtém o resultado do Teste 1 de Avaliação (pdf ou ). Os itens que serão alvo de avaliação são a compreensão escrita e falada, gramatical, lexical bem como a semântica.

8 Erasmus+ Online Linguistic Support (OLS) for HE Questões mais frequentes: pdf IV - Outras Informações ALOJAMENRO Todos os estudantes que precisem de alojamento no país de destino, devem solicitar informações relativas ao mesmo junto da Universidade onde vão realizar os seus estudos. Existe ainda uma página web da "International Student Accommodation Network" onde poderão inscrever-se para receber informações de alojamento, de vários Países. Basta consultar o site ASSISTÊNCIA MÉDICA NO ESTRANGEIRO Para ter assistência médica no estrangeiro terá de pedir, na Loja do Cidadão ou na Segurança Social, o CESD (Cartão Europeu de Seguro de Doença) que é válido por um ano. Para mais informações sobre este cartão, consultar site cartaoeuropeudesegurodoenca.htm SEGURO DE VIDA NO ESTRANGEIRO Para realizar um seguro de assistência no estrangeiro, poderá consultar a informação do site V - DURANTE O PERÍODO DE MOBILIDADE Documentação a enviar a esta seção APÓS CHEGADA à Universidade de Acolhimento Comprovativo de Chegada à Universidade de Acolhimento - Certificado de Permanência (http://www.iade.pt/pt/internacional/programas-deinterc%c3%a2mbio.aspx ) Enviar por no dia em que se apresentam pela primeira vez no Gabinete de Relações Internacionais da Universidade de Acolhimento.

9 Learning Agreement - (http://www.iade.pt/pt/internacional/programas-de-interc%c3%a2mbio.aspx) deve ser enviado por devidamente assinado pela Universidade de Acolhimento. Sem este documento o Gabinete de Programas e Relações Internacionais do IADE-U não efetua o pagamento da primeira tranche da bolsa. Prolongamento do período de estudos: (http://www.iade.pt/pt/internacional/programas-de-interc%c3%a2mbio.aspx Documento a enviar, se desejar pedir prolongamento. Juntamente com este documento deverá estar um Changes to Original Proposed Study Programme com as unidades curriculares relativas ao segundo semestre. O pedido de prolongamento deve ser feito até 30 dias antes de terminar o período de mobilidade inicialmente previsto. A universidade de acolhimento tem de enviar um a confirmar que autoriza o prolongamento do período de estudos. Changes (alterações) to Original Proposed Study Programme: (http://www.iade.pt/pt/internacional/programas-de-interc%c3%a2mbio.aspx)- Documento a enviar, no prazo máximo de 30 dias contados da data de chegada à Universidade de Acolhimento, (apenas se for necessário efetuar alguma alteração ou pedido de prolongamento), já assinado e carimbado pela Universidade de Acolhimento. VI CONCLUSÃO DO PERÍODO DE ESTUDOS Documentos a entregar após o regresso a Portugal Declaração de Estadia Esta declaração deverá ser passada pela Universidade de Acolhimento (UA) e terá de conter a data do primeiro dia de aulas ou da sessão de acolhimento na Instituição e a data de realização do último exame. Transcript of Records Contém as disciplinas que os estudantes realizaram na UA. Sem este documento não serão creditados os créditos realizados. Relatório Final - A Agência Nacional enviará um aos estudantes, com uma senha de acesso ao Relatório Final. O relatório tem de ser preenchido on-line na plataforma eletrónica da Agência Nacional.

10 OBSERVAÇÕES A falta de aproveitamento durante o período de estudos Erasmus implica a devolução integral da bolsa. Os estudantes que pretendam desistir de realizar a mobilidade Erasmus deverão formalizar a desistência, entregando este formulário, devidamente preenchido no GPRI do IADE-U. VII - MOBILIDADE ERASMUS+ ESTÁGIO Qual é o valor das Bolsas de Mobilidade Erasmus+ Placements? O valor destas Bolsas varia consoante o país a que se destinam e o número de meses do intercâmbio. Convém salientar que as bolsas Erasmus+ não são bolsas de subsistência, mas sim bolsas de mobilidade, que pretendem, unicamente, compensar o aluno relativamente ao diferencial do nível de vida do país para onde foi selecionado. Assim, as bolsas Erasmus+ não se destinam a cobrir a totalidade das despesas normais de subsistência do estudante, mas sim as despesas suplementares, resultantes da realização de um período de estágio noutro país. O valor das bolsas é definido anualmente e varia entre um valor mínimo e máximo para cada país. E se não receber uma Bolsa de Mobilidade Erasmus+ Placement? Tenho que desistir? Não, pode ir sem bolsa. Aliás, face à escassez de financiamento comunitário, o estudante deverá encarar esta experiência como um investimento no teu percurso académico, pessoal e profissional, considerando, desde o início, a possibilidade de não receber uma bolsa. Se o estudante usufruiu de uma bolsa de estudo pode receber também a Bolsa de Mobilidade Erasmus+ Estágio? Sim, o limite são 12 meses. Já fui Estudante Erasmus. Posso candidatar-me novamente? Sim. Alojamento e viagem e assistência médica Da responsabilidade do aluno. Consultar a informação acima mencionada

11 Onde, quando e até quando posso formalizar a candidatura? A candidatura deverá ser apresentada nos Serviços da Agência Escola, Dra. Mafalda Homem de Melo Aconselha-se que nos contacte com um período mínimo de um mês de antecedência relativamente à data de início do estágio. Salientamos, porém, que a atribuição da bolsa estará dependente da disponibilidade de financiamento aquando da confirmação do mesmo. LOCAIS DE ESTÁGIO Quais são as Empresas Elegíveis? Para Estágios Profissionais Erasmus+, a entidade de acolhimento deve cumprir o disposto na definição de Empresa, estabelecida pela Comissão Europeia. As Instituições de Ensino Superior estão incluídas nesta definição. Quais são os Países Elegíveis? Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, República Checa, Alemanha, Dinamarca, Estónia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Letónia, Malta, Holanda, Noruega, Polónia, Roménia, Suécia, Suíça, Eslovénia, Eslováquia, Reino Unido e Turquia. Como posso encontrar o Local de Estágio? Os estudantes são responsáveis por encontrar o seu local de estágio, tendo como tarefa fazer os primeiros contactos directamente junto das instituições do seu interesse e apresentar-lhes a sua candidatura. Para os ajudar nessa tarefa poderão recorrer à Agência Escola, 3º andar, sala 30; Estar atentos ao pessoal, para onde são enviadas com regularidade ofertas de estágios Erasmus+; Contactar Docentes e Coordenadores de Curso no sentido de obter uma orientação a este respeito e informações sobre eventuais locais e ofertas de estágio internacional de que tenham conhecimento. Alguns sites de procura de entidades de acolhimento ou estágios: - Eures - o Portal Europeu da Mobilidade Profissional - Europlacement - Euro Science - Jobs Careers in Europe - Expertise in Labour Mobility

12 - iagora Interntown - Leo-Net - Placements UK O primeiro contacto com a Entidade de Acolhimento deve ser efectuado pelo estudante. Sugerimos que o estudante elabore uma carta de apresentação, onde deverá mencionar pelo menos o objectivo do estágio e a sua duração. Deverá enviar esta carta à possível entidade de acolhimento, juntamente com o seu Curriculum Vitae (CV) detalhado, em Inglês ou na língua do país pretendido. A confirmação do estágio depende da emissão, por parte da Entidade de Acolhimento de uma carta de aceitação Acceptance Letter (http://www.iade.pt/pt/internacional/programas-de-interc%c3%a2mbio.aspx) Qual a duração de Estágio e Bolsa de Mobilidade? O período de estágio pode ter a duração mínima de 2 meses completos e máxima de 12 meses. O facto de um estudante ser aceite para efectuar um período de mobilidade numa organização, não significa que lhe seja garantida a atribuição de uma Bolsa de Mobilidade.

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem GUIA DE CANDIDATURA PARA MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA ESTÁGIOS ERASMUS+ (SMP)

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP)

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) INFORMAÇÃO GERAL 1. O que é um estágio Erasmus? O Estágio Erasmus é uma parte da sua formação académica (curricular ou extracurricular) efectuada

Leia mais

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos ESTE ANO VOU CONHECER NOVAS PESSOAS ESTE ANO VOU ALARGAR CONHECIMENTOS ESTE ANO VOU FALAR OUTRA LÍNGUA ESTE ANO VOU ADQUIRIR NOVAS COMPETÊNCIAS ESTE ANO VOU VIAJAR ESTE ANO VOU SER ERASMUS Guia do Estudante

Leia mais

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 Esclarecimentos de dúvidas/informações adicionais: Carolina Peralta/Isabel Silva Gabinete de Relações Internacionais - GRI Rua de Santa Marta, 47, 1º Piso sala 112-1169-023

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA PARA. ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp)

GUIA DE CANDIDATURA PARA. ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) GUIA DE CANDIDATURA PARA ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) INTRODUÇÃO 1. O que é um estágio Erasmus? O Estágio Erasmus é uma parte da sua formação académica (curricular ou extra-curricular) efectuada

Leia mais

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL Changing lives. Opening minds. Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL ERASMUS + Uma porta aberta para a Europa : O novo programa

Leia mais

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estágio dos estudantes de Licenciatura

Leia mais

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS Programa ERASMUS Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS FORMALIZAÇÃO DA CANDIDATURA 1. Quais são os prazos para formalizar a candidatura?

Leia mais

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante ERASMUS Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Guia do Estudante Normas Gerais A mobilidade de estudantes, uma das acções mais frequentes do Programa, inclui duas vertentes de actividade: realização

Leia mais

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA Programa ERASMUS Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA 1. Quem se pode candidatar à mobilidade Erasmus para estudos?

Leia mais

da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade

Leia mais

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio 1. Devo matricular-me na UAc mesmo indo para o estrangeiro? 2. Tenho de pagar propinas na UAc? 3. Tenho que pagar propinas na Universidade

Leia mais

FAQ S ESTUDOS ERASMUS

FAQ S ESTUDOS ERASMUS FAQ S ESTUDOS ERASMUS 1. Quem se pode candidatar? Podem-se candidatar ao programa Erasmus todos os estudantes cidadãos, ou com estatuto de residente permanente de um dos 27 países da União Europeia, e

Leia mais

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA

Programa ERASMUS. Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA Programa ERASMUS Mobilidade de Estudantes para Estudos - (Students Mobility for Study -SMS) GUIA ERASMUS PERGUNTAS E RESPOSTAS PRÉ-CANDIDATURA 1. Quem se pode candidatar à mobilidade Erasmus para estudos?

Leia mais

Mobilidade Estudantil:

Mobilidade Estudantil: Mobilidade Estudantil: 1. Programa Erasmus: Alunos de Economia, Finanças, Gestão e MAEG 2. Protocolo Brasil e China: Alunos de Economia, Finanças, Gestão e MAEG 2 Protocolo Brasil e China As regras a aplicar

Leia mais

PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 1) Se eu pretender realizar mobilidade apenas no 2º semestre do próximo ano académico, quando é que devo apresentar a candidatura? 2) Quando é que devo efectuar o

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA PARA A ACTIVIDADE DE MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp)

GUIA DE CANDIDATURA PARA A ACTIVIDADE DE MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) GUIA DE CANDIDATURA PARA A ACTIVIDADE DE MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) I INFORMAÇÃO GERAL LLP/ERASMUS Placements A Universidade de

Leia mais

Já fui beneficiário de uma mobilidade Erasmus. Posso candidatar-me novamente? Durante quanto tempo poderei realizar o período de mobilidade?

Já fui beneficiário de uma mobilidade Erasmus. Posso candidatar-me novamente? Durante quanto tempo poderei realizar o período de mobilidade? ERASMUS+ - MOBILIDADE DE ESTUDANTES PERGUNTAS FREQUENTES O que é o Erasmus+? Quais os tipos de mobilidade a que posso concorrer? Quem pode candidatar-se? Que restrições existem? Já fui beneficiário de

Leia mais

INSTITUTO CIÊNCIAS DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

INSTITUTO CIÊNCIAS DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA INSTITUTO CIÊNCIAS DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Mobilidade Internacional para Estudos REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade

Leia mais

Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa

Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa MOBILIDADE INTERNACIONAL PARA ESTUDOS REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional

Leia mais

Regulamento Erasmus 2011/2012

Regulamento Erasmus 2011/2012 1. Preâmbulo O Programa Erasmus tem como objetivo geral apoiar a criação de um Espaço Europeu de Ensino Superior e reforçar o contributo do ensino superior para, entre outros, o processo de inovação a

Leia mais

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Apresentação ERASMUS+ - Ensino Superior O Erasmus+ é o novo programa da UE dedicado à educação, formação, juventude e desporto. O programa tem início

Leia mais

da Universidade Católica Portuguesa

da Universidade Católica Portuguesa Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa MOBILIDADE INTERNACIONAL PARA ESTUDOS REGULAMENTO Aprovado no Conselho Científico de 2 de julho de 2014 CAPÍTULO I Disposições

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016

PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016 O que é o Erasmus+? O Erasmus+ teve início no dia 1 de Janeiro de 2014. PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016 O Erasmus+ é o novo programa da UE para a educação, formação, juventude e desporto que se

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA MOBILIDADE INTERNACIONAL PARA ESTUDOS REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estudos

Leia mais

Instituto Ciências da Saúde. da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

Instituto Ciências da Saúde. da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO Instituto Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO 1 CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional

Leia mais

Áustria, Dinamarca, Finlândia, França, Irlanda, Itália, Liechtenstein, Noruega, Suécia, Reino Unido

Áustria, Dinamarca, Finlândia, França, Irlanda, Itália, Liechtenstein, Noruega, Suécia, Reino Unido PROGRAMA ERASMUS+ AÇÃO 1 MOBILIDADE INDIVIDUAL PARA FINS DE APRENDIZAGEM ENSINO SUPERIOR 2015 TABELA DE BOLSAS DE MOBILIDADE ESTUDANTES PARA ESTUDOS E ESTÁGIOS TABELA 1 De Portugal Continental para: Valor

Leia mais

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016 Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016 1. Mobilidade Internacional de Estudantes Os alunos da Universidade Fernando Pessoa (UFP) que cumpram

Leia mais

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra

Leia mais

Sessão Esclarecimento ERASMUS

Sessão Esclarecimento ERASMUS Sessão Esclarecimento ERASMUS 2014/2015 07/03/2014 O Erasmus Estudos (SMS) - podem fazer disciplinas e o trabalho/projeto para a tese; O Erasmus Estágio (SMP) - não podem fazer disciplinas, mas podem fazer

Leia mais

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra

Leia mais

Programa ERASMUS+ Regulamento UBI

Programa ERASMUS+ Regulamento UBI Programa ERASMUS+ Regulamento UBI 1. Critérios de elegibilidade dos estudantes ERASMUS+ O (a) estudante deverá preencher todos os requisitos enunciados nas Normas para a Gestão das Subvenções Erasmus 2014/2015,

Leia mais

REGULAMENTO ACADÉMICO. VI. Mobilidade internacional REG-001/V00

REGULAMENTO ACADÉMICO. VI. Mobilidade internacional REG-001/V00 Mobilidade de Estudos 1. Objeto O presente Regulamento define as regras de Mobilidade de Estudantes ao abrigo dos Programas Garcilaso (Laureate International Universities) e de Aprendizagem ao Longo da

Leia mais

ONLINE LINGUISTIC SUPPORT OLS

ONLINE LINGUISTIC SUPPORT OLS Reunião de Monitorização KA1 Ensino Superior 2014 OLS 7 Outubro 2014 KA1 Ensino Superior 2014 - Serviço online de apoio linguístico contratado pela Comissão Europeia - Participantes em atividades de mobilidade

Leia mais

wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopas Guia Prático de Mobilidade dos dfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl

wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopas Guia Prático de Mobilidade dos dfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwert yuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopa sdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghj klçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc vbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq Gabinete de Relações Exteriores wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty

Leia mais

PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO

PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO 1. ENTIDADES COORDENADORAS Coordenador de Mobilidade do Mestrado em: Engenharia Biológica (https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/cursos/mebiol/programas-de-mobilidade

Leia mais

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra

Leia mais

EDITAL SRI-UNIFEI 01/2015

EDITAL SRI-UNIFEI 01/2015 EDITAL SRI-UNIFEI 01/2015 A Universidade Federal de Itajubá, por meio de sua Secretaria de Relações Internacionais SRI, torna pública a chamada para seleção de candidatos para participação no programa

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER TOTTA/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2015

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER TOTTA/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2015 REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER TOTTA/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2015 Este concurso visa reforçar a cooperação existente entre a Universidade de Coimbra (UC) e as instituições suas parceiras,

Leia mais

REGULAMENTO ACADÉMICO. VIII. Bolsas de Estudo REG-001/V00

REGULAMENTO ACADÉMICO. VIII. Bolsas de Estudo REG-001/V00 Artigo 1º Bolsas Erasmus + 1. Objeto 1.1. As bolsas de estudo Erasmus + são atribuídas pela Agência Nacional PROALV diretamente à Universidade Europeia. Posteriormente, a Universidade Europeia distribui

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Cartão Europeu de Seguro de Doença Nº: 20/DSPCS DATA: 18/05/04 Para: Todos os serviços dependentes do Ministério da Saúde Contacto

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE SAÚDE DO ALTO AVE Regulamento de Mobilidade Internacional

INSTITUTO SUPERIOR DE SAÚDE DO ALTO AVE Regulamento de Mobilidade Internacional INSTITUTO SUPERIOR DE SAÚDE DO ALTO AVE Regulamento de Mobilidade Internacional Programa ERASMUS - Outgoing Artigo 1º Objecto O presente Regulamento rege a mobilidade de estudantes, docentes e colaboradores

Leia mais

normas de carácter geral programa ERASMUS na vertente estudos

normas de carácter geral programa ERASMUS na vertente estudos programa ERASMUS+ 2016 2017 FACULDADE DE BELAS-ARTES UNIVERSIDADE DE LISBOA guia informativo do programa erasmus estudos o que é o programa ERASMUS +? O programa ERASMUS+, com início em Janeiro de 2014,

Leia mais

Regulamento de mobilidade internacional do programa Erasmus no ISAVE

Regulamento de mobilidade internacional do programa Erasmus no ISAVE Regulamento de mobilidade internacional do programa Erasmus no ISAVE Artigo 1º Objecto O presente Regulamento rege a mobilidade de estudantes, docentes e funcionários ao abrigo do Programa Erasmus no ISAVE

Leia mais

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS:

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: Acesso a cuidados de saúde programados na União Europeia, Espaço Económico Europeu e Suiça. Procedimentos para a emissão do Documento

Leia mais

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes Este folheto explica as regras que se aplicam ao Benefício de

Leia mais

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE ECC-Net: Travel App Uma nova aplicação para telemóveis destinada aos consumidores europeus que se deslocam ao estrangeiro. Um projeto conjunto da Rede de Centros Europeus do Consumidor Nome da app: ECC-Net:

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Apresentação A Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Santander Universidades oferecem aos alunos de graduação de todas as áreas

Leia mais

Regulamento do Programa Erasmus +

Regulamento do Programa Erasmus + Regulamento do Programa Erasmus + Projeto Novas competências para o futuro 2015-2017 O que é o Erasmus +? Erasmus+ é o programa da União Europeia nos domínios da educação, da formação, da juventude e do

Leia mais

GUIA DO ESTUDANTE EM MOBILIDADE NO ESTRANGEIRO PERÍODO DE ESTUDOS ERASMUS

GUIA DO ESTUDANTE EM MOBILIDADE NO ESTRANGEIRO PERÍODO DE ESTUDOS ERASMUS GUIA DO ESTUDANTE EM MOBILIDADE NO ESTRANGEIRO PERÍODO DE ESTUDOS ERASMUS Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa 2 Calendarização até à

Leia mais

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016 Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016 Introdução O Banco Santander, através da sua divisão Santander Universidades, promove o Programa de Bolsas Ibero-américa, um

Leia mais

Estágios Internacionais. Programa Erasmus + Ação 1 Mobilidade para Aprendizagem

Estágios Internacionais. Programa Erasmus + Ação 1 Mobilidade para Aprendizagem Estágios Internacionais Programa Erasmus + Ação 1 Mobilidade para Aprendizagem A Escola Profissional Magestil vai promover a realização de estágios internacionais ao abrigo do Programa Erasmus+ (Ação 1).

Leia mais

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO 7.6.2008 C 141/27 V (Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO Convite à apresentação de propostas de 2008 Programa Cultura (2007-2013) Execução das seguintes acções do programa: projectos plurianuais

Leia mais

Programa Erasmus Regras de mobilidade para alunos da ECT

Programa Erasmus Regras de mobilidade para alunos da ECT Programa Erasmus Regras de mobilidade para alunos da ECT Introdução O Programa Erasmus é uma iniciativa da União Europeia que fornece meios para a realização de períodos de mobilidade académica em instituições

Leia mais

NOTA INFORMATIVA SINGLE EURO PAYMENTS AREA. 1. O que é a SEPA?

NOTA INFORMATIVA SINGLE EURO PAYMENTS AREA. 1. O que é a SEPA? 1 NOTA INFORMATIVA 1. O que é a SEPA? Para harmonização dos sistemas de pagamento no espaço europeu no sentido de impulsionar o mercado único, foi criada uma Área Única de Pagamentos em Euro (denominada

Leia mais

Programa Erasmus+ Sessão de Apresentação

Programa Erasmus+ Sessão de Apresentação Sessão de Apresentação Pedro Cabral pcabral@novaims.unl.pt Ana Sousa erasmus@novaims.unl.pt 26 de março 2015 Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação Universidade Nova de Lisboa Sessão

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Apresentação A Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Santander Universidades oferecem aos alunos de graduação da UFRGS a possibilidade

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa Delegação Regional do Algarve do IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego III AGE - Albufeira,23-10-2014 EURES: encontrar um emprego na Europa Delegação Regional do Algarve

Leia mais

Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa FAQ S 1. Quais os requisitos necessários para ingressar num Mestrado? O candidato deverá ser titular do grau de licenciatura ou de mestre sendo as áreas de formação definidas aquando da publicação do edital

Leia mais

EDITAL SRI/UNIFESP Nº 026/2013 EDITAL PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO COM INSTITUIÇÕES CONVENIADAS

EDITAL SRI/UNIFESP Nº 026/2013 EDITAL PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO COM INSTITUIÇÕES CONVENIADAS EDITAL SRI/UNIFESP Nº 026/2013 EDITAL PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO COM INSTITUIÇÕES CONVENIADAS A da UNIFESP, juntamente com a, no uso de suas atribuições, nos termos do art. 19, inciso

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE PROGRAMA SECTORIAL ERASMUS REGULAMENTO DE MOBILIDADE

INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE PROGRAMA SECTORIAL ERASMUS REGULAMENTO DE MOBILIDADE INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE PROGRAMA SECTORIAL ERASMUS REGULAMENTO DE MOBILIDADE 1. Introdução O presente documento visa regulamentar as condições a que deve obedecer a mobilidade de estudantes,

Leia mais

EDITAL N o. 10/2015 ARI/GR (Graduação Sanduíche - alvo 03/Doutorado sanduíche/pós-doutorado/staff - Docente e Pessoal Administrativo)

EDITAL N o. 10/2015 ARI/GR (Graduação Sanduíche - alvo 03/Doutorado sanduíche/pós-doutorado/staff - Docente e Pessoal Administrativo) EDITAL N o. 10/2015 ARI/GR (Graduação Sanduíche - alvo 03/Doutorado sanduíche/pós-doutorado/staff - Docente e Pessoal Administrativo) Para a seleção de bolsistas de mobilidade estudantil internacional

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteiras

Programa Ciência sem Fronteiras Programa Ciência sem Fronteiras Apresentação Este GUIA foi elaborado pela Diretoria de Relações Internacionais (DRI), Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e Pró- Reitoria de Pesquisa (PRP) da UFLA para orientar

Leia mais

MOBILIDADE DE ESTUDANTES (SMS SMP)

MOBILIDADE DE ESTUDANTES (SMS SMP) MOBILIDADE DE ESTUDANTES (SMS SMP) Critérios de elegibilidade do Estudante Erasmus Estatuto legal do estudante: Os estudantes devem ser nacionais de um estado membro participante no Programa de Aprendizagem

Leia mais

Regulamento. Foremor

Regulamento. Foremor Regulamento Foremor Preâmbulo O presente projeto decorre de uma candidatura realizada pela MARCA ADL ao programa ERASMUS+, no âmbito da KA1 Learning Mobility for Individuals e está integrada numa iniciativa

Leia mais

Escola Superior de Educação. : Changing lives. Opening minds.

Escola Superior de Educação. : Changing lives. Opening minds. Escola Superior de Educação : Changing lives. Opening minds. Perguntas Frequentes Dezembro de 2015 1 Programa Erasmus+ Apresentação Erasmus+: o novo programa da União Europeia para a educação, a formação,

Leia mais

Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-Abr-2015

Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-Abr-2015 Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS O Preçário completo da Agência de Câmbios Central, Lda., contém o Folheto de e Despesas (que incorpora

Leia mais

C1 C2 C3 C4 C5 C6 a) 6 2 1 2 1. Licenciatura em Design a) 20 8 10 14 8

C1 C2 C3 C4 C5 C6 a) 6 2 1 2 1. Licenciatura em Design a) 20 8 10 14 8 EDITAL 1º Ciclo de Estudos - Ano Letivo 2015/2016 Concurso para os regimes de Reingresso, Mudança de Curso, Transferência, e Concursos Especiais de Ingresso (titulares de curso médio ou superior e maiores

Leia mais

Regulamento PAPSummer 2015

Regulamento PAPSummer 2015 Regulamento PAPSummer 2015 Artigo 1º Objectivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa PAPSummer pretende dar a oportunidade a estudantes portugueses (Estudante) de desenvolver um

Leia mais

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO Aprovado em reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico em 22/11/2006 Aprovado em reunião de Plenário do Conselho Directivo em 13/12/2006 PREÂMBULO

Leia mais

PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 5 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 8 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE...

PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 5 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 8 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE... Índice PRÉ-CANDIDATURAS E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS... 2 CANDIDATURAS... 5 PREPARAÇÃO DA MOBILIDADE... 8 DURANTE O PERIODO DE MOBILIDADE... 12 Gabinete de Mobilidade ICBAS - 2013 Página 1 PRÉ-CANDIDATURAS

Leia mais

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit A solução para os seus problemas na Europa ec.europa.eu/solvit CONHEÇA OS SEUS DIREITOS Viver, trabalhar ou viajar em qualquer país da UE é um direito fundamental dos cidadãos europeus. As empresas também

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DA FESPSP. Edital de Seleção 2014. Universidade Autônoma de Barcelona

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DA FESPSP. Edital de Seleção 2014. Universidade Autônoma de Barcelona PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DA FESPSP Edital de Seleção 2014 Universidade Autônoma de Barcelona A área de Extensão Acadêmica e Cooperação Internacional da FESPSP em conjunto com as coordenações

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 É do interesse das Instituições de Ensino Superior promover a excelência do ensino, propiciando aos seus estudantes

Leia mais

REGULAMENTO Mobilidade Macau

REGULAMENTO Mobilidade Macau Face à parceria estabelecida entre a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE) e o Instituto de Formação Turística em Macau (IFT Macau) no âmbito da qual são facultadas possibilidades de

Leia mais

É UM CIDADÃO EUROPEU A RESIDIR NA BÉLGICA? Então venha votar no dia 25 de Maio de 2014 para o Parlamento Europeu!

É UM CIDADÃO EUROPEU A RESIDIR NA BÉLGICA? Então venha votar no dia 25 de Maio de 2014 para o Parlamento Europeu! F É UM CIDADÃO EUROPEU A RESIDIR NA BÉLGICA? Então venha votar no dia 25 de Maio de 2014 para o Parlamento Europeu! 1 QUEM PODE VOTAR A 25 DE MAIO DE 2014? Para poder participar nesta eleição na qualidade

Leia mais

GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS PROGRAMA DE GRADUAÇÃO / POSGRADUAÇÃO / MESTRADO E DOUTORADO / PESSOAL ACADEMICO FELLOW-MUNDUS Edital de Seleção de bolsas Fellow Mundus. 01.2015

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa REDE EURES http://www.youtube.com/watch?v=-b-cf05oo7y&list=plw_7qqldjbjd-uce36bl25dpvwljlyxfq&index=93 Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento

Leia mais

Changing lives. Opening minds.

Changing lives. Opening minds. Escola Superior de Comunicação Social : Changing lives. Opening minds. Perguntas Frequentes Fevereiro, 2014 1 Programa Erasmus+ Apresentação Erasmus+: o novo programa da União Europeia para a educação,

Leia mais

Escola Superior Artística do Porto

Escola Superior Artística do Porto Escola Superior Artística do Porto REGULAMENTO Mobilidade de Estudos Erasmus+ de Alunos com base no Erasmus+ Programme Guide promovido pela Comissão Europeia A vigorar no ano letivo 2014/2015 e anos letivos

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS GABINETE DO REITOR FÓRMULA SANTANDER PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS GABINETE DO REITOR FÓRMULA SANTANDER PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL O Gabinete do Reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), no uso de suas atribuições, torna público este Edital de seleção de estudantes de graduação da PUC Goiás para a realização

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSITEIT HASSELT EDITAL DRE n 058/15

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSITEIT HASSELT EDITAL DRE n 058/15 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSITEIT HASSELT EDITAL DRE n 058/15 A PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas, torna pública a abertura

Leia mais

Marina Rodrigues Career and University Counsellor Consultora

Marina Rodrigues Career and University Counsellor Consultora Marina Rodrigues Career and University Counsellor Consultora Auto conhecimento Tomar decisões Ter em conta as oportunidades Juntar Informação Planear e tomar providências As qualificações academicas são

Leia mais

Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1 Mobilidade individual para fins de aprendizagem. Ensino Superior - Mobilidade para estudos e/ou estágio

Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1 Mobilidade individual para fins de aprendizagem. Ensino Superior - Mobilidade para estudos e/ou estágio Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1 Mobilidade individual para fins de aprendizagem Ensino Superior - Mobilidade para estudos e/ou estágio [Denominação legal da entidade de envio e código Erasmus, se aplicável]

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL GERAL FLUXO CONTÍNUO CAI 016/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL GERAL FLUXO CONTÍNUO CAI 016/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL GERAL FLUXO CONTÍNUO CAI 016/2015 INTERCÂMBIO ACADÊMICO EM INSTITUIÇÕES ESTRANGEIRAS A Coordenadoria

Leia mais

Fusões e cisões transfronteiras

Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Consulta organizada pela Comissão Europeia (DG MARKT) INTRODUÇÃO Observações preliminares O presente questionário tem por objetivo recolher

Leia mais

E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2015

E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2015 E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2015 Estão abertas as inscrições para seleção de candidatos do curso de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Sociais da PUC-SP para o programa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015 O Programa Bolsas Ibero-américa. Estudantes de Licenciatura e

Leia mais

PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO. Preâmbulo

PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO. Preâmbulo PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO Preâmbulo O Programa de Mobilidade de Estudantes SÓCRATES / ERASMUS é uma iniciativa da União

Leia mais

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós»

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 28.5.2014 COM(2014) 355 final ANNEXES 1 to 5 ANEXOS à COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» PT PT ANEXO I: ASPETOS PROCESSUAIS DA INICIATIVA

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX depois das Guerras No século XX, depois

Leia mais

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais)

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais) Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES Regulamento Artigo 1º (Disposições Gerais) O Programa de Bolsas de Mobilidade para Estudantes da Universidade de Lisboa tem por objectivo proporcionar

Leia mais

GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS GABINETE DO REITOR COORDENAÇÃO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS PROGRAMA DE GRADUAÇÃO / DOUTORADO SANDUÍCHE / PÓS-DOUTORADO / PESSOAL ACADEMICO E ADMINISTRATIVO PROGRAMA ERASMUS MUNDUS EBW+ Edital de Seleção

Leia mais

Uma Rede de apoio à competitividade das empresas. 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa

Uma Rede de apoio à competitividade das empresas. 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa Uma Rede de apoio à competitividade das empresas 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa Quem somos Quem somos? Onde estamos? Criada pela Comissão Europeia no âmbito do Programa Quadro para a Competitividade

Leia mais

Regulamento de Admissão às Licenciaturas da Faculdade de Economia e Gestão

Regulamento de Admissão às Licenciaturas da Faculdade de Economia e Gestão Regulamento de Admissão às Licenciaturas da Faculdade de Economia e Gestão Artigo 1º Âmbito e Disposições Gerais 1. O presente Regulamento é aplicável às candidaturas aos cursos de Licenciatura da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL N 39/2012 UEPA. PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CAPES/CNPq/UEPA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE.

EXTRATO DO EDITAL N 39/2012 UEPA. PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CAPES/CNPq/UEPA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE. EXTRATO DO EDITAL N 39/2012 UEPA CAPES/CNPq/UEPA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE. A Universidade do Estado do Pará (UEPA), por meio de sua Coordenadoria do Programa Ciência sem Fronteiras UEPA (PCsF-UEPA) e com o

Leia mais

Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016

Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016 Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016 Nomeações Estudantes que desejarem fazer intercâmbio, durante a graduação ou a pósgraduação, na Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio

Leia mais

MINIGUIA DA EUROPA 2011 Comunicar com os Europeus Línguas Na Europa fala-se muitas línguas, cujas principais famílias são a germânica, a românica, a eslava, a báltica e a céltica. As instituições da União

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais