GESTÃO DE PESSOAS. Revista de Ciências Gerenciais Vol. 16, Nº. 23, Ano Mapeamento de competências RESUMO ABSTRACT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GESTÃO DE PESSOAS. Revista de Ciências Gerenciais Vol. 16, Nº. 23, Ano Mapeamento de competências RESUMO ABSTRACT"

Transcrição

1 Revista de Ciências Gerenciais Vol. 16, Nº. 23, Ano 2012 GESTÃO DE PESSOAS Mapeamento de competências Jurema Maria Rodrigues Faculdade Anhanguera de Taubaté unidade 1 Mirthis Czubka de Abreu Faculdade Anhanguera de Taubaté unidade 1 RESUMO O presente artigo apresenta conceitos quanto à Gestão de Pessoas, Gestão por Competências, seu conceito e os Métodos e Técnicas para a realização do Mapeamento de Competências. A obra mostra o significado e aplicabilidade da gestão de pessoas, a importância da gestão por competências como uma nova ferramenta de gestão, um instrumento alternativo dentro das organizações na busca de diminuir a lacuna que existe na medição das competências necessárias na efetivação dos objetivos e as disponíveis na organização, esta por sua vez, possibilita a implementação do mapeamento de competências. É necessário se adaptar as constantes mudanças, as organizações se deram conta de que para se ter sucesso é necessário valorizar as pessoas, elas devem ser visualizadas como parceiras, e como tais elas são fornecedoras de conhecimentos, habilidades, competências e, inteligência que proporciona decisões racionais e que imprime significado rumo aos objetivos, elas constituem parte integrante do capital intelectual das organizações. Palavras-Chave: gestão por competências; competências; mapeamento de competências. ABSTRACT This article presents foundations on People Management and Competence Management, the concepts and methods and techniques for Competence Mapping. It shows the meaning and application of People Management, the importance of Competence Management as a new management tool, as an alternative inside the organizations aiming to reduce the existent gap in between the available and required competences for accomplishing the corporate objectives. The organizations realized that success depends on the valuation of the people, who should be seen like partners and, such as, internal providers of knowledge, skills, competences and intelligence to support rational decision making an give meaning to the path towards the success. They constitute an important part of the intellectual capital of the organizations. Keywords: Competence Management; Competence; Competence Mapping. Anhanguera Educacional Ltda. Correspondência/Contato Alameda Maria Tereza, 4266 Valinhos, São Paulo CEP Coordenação Instituto de Pesquisas Aplicadas e Desenvolvimento Educacional - IPADE Informe Técnico Recebido em: 26/09/2011 Avaliado em: 11/05/2012 Publicação: 22 de novembro de

2 262 Gestão de pessoas: mapeamento de competências 1. INTRODUÇÃO O desenvolvimento de competências profissionais tem sido bastante discutido nos últimos anos. Os desafios impostos pela nova realidade precisam levar as organizações a abandonar posturas que não se enquadram mais na alavancagem do crescimento dessa que é a maior riqueza das organizações: as pessoas. A valorização das pessoas (e não simplesmente dos funcionários ) que atuam na empresa leva-a a pensar seriamente na questão do conhecimento. É necessário que as organizações se adaptem as constantes mudanças, às novas tecnologias e incorporem diretrizes bem diversificadas. São comuns as tentativas de identificar modelos de gestão mais eficazes, fontes de vantagem competitiva e mecanismos para promover o desenvolvimento de pessoas e organizações. Uma das maneiras mais utilizadas atualmente para avaliar o patamar de excelência de seus funcionários é o chamado Mapeamento de Competências. O desenvolvimento de competências constitui uma importante estratégia para que a organização possa se adaptar as mudanças do ambiente. A seguir expõe-se uma breve revisão de literatura sobre o tema estudado, sendo apresentado os conceitos, pressupostos e teorias que fundamentam esse trabalho. 2. GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas é uma associação de habilidades e métodos, políticas, técnicas e práticas definidas com o objetivo de administrar os comportamentos internos e potencializar o capital humano (CHIAVENATO, 2010). A área de Recursos Humanos passou de um simples departamento de pessoal para um agente de transformações na organização, provocando mudanças e oferecendo sustentação na implementação das mesmas. A empresa que opta pela vanguarda em gestão de pessoas certamente obterá resultados benéficos a sua saúde organizacional, aumentando a produtividade, garantindo a sobrevivência do negócio e propiciando satisfação aos empregados. Para isso as empresas contam com ferramentas de gestão capazes de fomentar resultados satisfatórios. A Gestão de Pessoas se divide em: Provisão de Recursos Humanos; Aplicação de Recursos Humanos; Desenvolvimento de Recursos Humanos; Manutenção de Recursos Humanos e Monitoração de Recursos Humanos.

3 Jurema Maria Rodrigues, Mirthis Czubka de Abreu Provisão de Recursos Humanos Consiste em abastecer a empresa com mão de obra qualificada. Envolve o planejamento de Recursos Humanos (R H), o recrutamento e a seleção de pessoas relacionam-se com o ambiente organizacional devido ao convívio com o mercado de trabalho (oferta e procura) e mercado de recursos humanos (indivíduos aptos para o mercado de trabalho), tais mercados são regulado pela lei da oferta e procura (CHIAVENATO, 2010). Em plena era do conhecimento, torna-se como base da excelência empresarial o capital humano. A capacidade e sobrevivência das empresas dependem das pessoas agregadas aos seus valores patrimônios para o desenvolvimento tecnológico, mudança e enfrentamento da globalização. A provisão de recursos humanos e seus subsistemas providenciam de forma inesgotável valores e talentos humanos capazes de formar o cérebro e o sistema nervoso da empresa moderna Aplicação de Recursos Humanos Consiste na análise e descrição de cargos e avaliação de desempenho. Descrever e analisar um cargo significa relacionar dede que o ocupante faz até o motivo porque faz, a descrição e análise de cargo é um retrato simplificado do conteúdo e das principais responsabilidades do cargo. O formato de uma descrição de cargo inclui o título do cargo, o sumário das atividades a serem desempenhadas e as principais responsabilidades do cargo. Relacionam de maneira breve as tarefas, deveres e as responsabilidades do cargo. Avaliação de desempenho corresponde a uma análise sistemática do desempenho do profissional em função das atividades que realiza, das metas estabelecidas, dos resultados alcançados e do seu potencial de desenvolvimento. O objetivo final da Avaliação de Desempenho é contribuir para o desenvolvimento das pessoas nas organizações (CHIAVENATO, 2010) Desenvolvimento de Recursos Humanos Treinamento de desenvolvimento organizacional, o clima organizacional afeta a motivação, o desempenho e a satisfação no trabalho. Ele cria certos tipos de expectativas cujas consequências se seguem em decorrência de diferentes ações. As pessoas esperam certas recompensas, satisfações e frustrações na base de suas percepções de clima organizacional. É conjunto de variáveis que busca identificar os aspectos que precisam ser melhorados, em busca da satisfação e bem, estar dos colaboradores.

4 264 Gestão de pessoas: mapeamento de competências 2.4. Manutenção de Recursos Humanos Uma organização viável é aquela que não somente consegue captar e aplicar adequadamente os seus recursos humanos, como também os mantém satisfeitos em longo prazo na organização (CHIAVENATO, 2010). A manutenção de pessoas exige um conjunto de cuidados especiais com benefícios sociais, relações trabalhistas, higiene e segurança no trabalho, esse processo existe para manter os participantes satisfeitos e motivados assegurando-lhes condições físicas, psicológicas e sociais de permanecer na organização, mais do que isso, na sua motivação para o trabalho e para o alcance dos objetivos organizacionais Monitoração de Recursos Humanos Sistemas de informações de RH (software). Levando em consideração as mudanças que ocorrem no mercado de trabalho e nas relações empresa/funcionário, as organizações precisam ter estratégias claras, sustentadas por uma gestão participativa. Deve-se criar um laço estreito entre todos os níveis de relacionamento, tanto interno como externo, do quadro funcional até os clientes e fornecedores (CHIAVENATO, 2010). Um dos principais modelos de gestão de pessoas atualmente é o modelo de Gestão por Competências. 3. GESTÃO POR COMPETÊNCIAS A Gestão de Pessoas passa por uma grande transformação na empresa moderna e exige um novo conjunto de referências teóricas para interpretar a realidade organizacional. A correta interpretação da realidade é fundamental para a construção de instrumentos e ferramentas de gestão que possam auxiliar o gestor em seu processo decisório (DUTRA, 2004). A Gestão de Pessoas por Competências possibilita a integração dos diversos processos de RH, como segue na figura I: Figura I Sistema de Gestão de Pessoas por Competências.

5 Jurema Maria Rodrigues, Mirthis Czubka de Abreu 265 A proposta de Gestão por Competências é compreender quais são as competências organizacionais críticas para o sucesso empresarial, desdobrá-las em termos de competências profissionais e desenvolvê-las junto ao quadro de funcionários internos. Trata-se de uma metodologia de gestão moderna, focada nos negócios, no mercado e no desenvolvimento profissional permanente. Segundo Chiavenato (2010), Gestão por Competências é um programa sistematizado e desenvolvido no sentido de definir perfis profissionais que proporcionem maior produtividade e adequação ao negócio, identificado os pontos de excelência e os pontos de carência, suprindo lacunas e agregando conhecimento, tendo por base curtos critérios objetivamente mensuráveis. A gestão por competências visa a instrumentalizar o departamento de Recursos Humanos e Gestores das empresas para realizar Gestão e Desenvolvimento das Pessoas, como foco, critério de clareza. As ferramentas da Gestão por Competências são totalmente alinhadas às atribuições dos cargos e funções de cada organização. Através do Mapeamento e Mensuração por Competências são identificadas as competências comportamentais e técnicas (CHIAVENATO, 2010) necessárias para execução das atividades de um cargo/função e mensurado o grau ideal para cada grupo de competências para que uma pessoa que assuma o cargo/função atinja os objetivos da empresa. Através do plano de desenvolvimento por competências será aperfeiçoado e potencializado o perfil de cada colaborador através de ações de desenvolvimento. As competências humanas (aquelas relativas a indivíduos) são reveladas quando as pessoas agem ante as situações profissionais com as quais deparam (POZO, 2002). Servem como ligação entre as condutas individuais e a estratégia da organização. Assim, agregam valor, econômico ou social, a indivíduos e organizações, conforme ilustra a figura II. Figura II Componentes da Competência Humana.

6 266 Gestão de pessoas: mapeamento de competências A figura II, além de sugerir a complementaridade de conhecimentos, habilidades e atitudes, mostra que a aplicação desses três elementos no trabalho gera um desempenho profissional (DUTRA, 2001). Esse desempenho por sua vez, é expresso pelos comportamentos que a pessoa manifesta no trabalho e pelas consequências desses comportamentos, em termos de realização e resultados, de tal forma que o desempenho competente possui valor tanto para a pessoa que o produz quanto para a organização em que ele trabalha. O principal foco que antes era representado através de métodos, tarefas, técnicas e estrutura física mudaram para as pessoas, onde os seus conhecimentos, habilidades e experiências são valorizados e utilizados estrategicamente com o intuito de ganhar ou manter uma vantagem competitiva, assim surge o conceito de gestão por competências, que têm auxiliado as mais modernas empresas a destacar e desenvolver os diferenciais de capacitação, desempenho, resultado e competitividade das pessoas, funções e áreas destas organizações. Conceito de Competências No final da Idade Média, o termo competência pertencia essencialmente à linguagem jurídica. Dizia respeito à faculdade atribuída a uma pessoa ou uma instituição, para apreciar e julgar certas questões. Por extensão o termo veio a designar reconhecimento social sobre a capacidade de alguém pronunciar-se a respeito de determinado assunto e, mais tarde, passou a ser utilizado também para qualificar o indivíduo capaz de realizar certo trabalho (BRANDÃO E GUIMARÃES, 2002). Com a Revolução Industrial e o advento do Taylor - Fordismo, o termo competência foi incorporado à linguagem organizacional, sendo utilizado para qualificar a pessoa capaz de desempenhar eficientemente determinado papel. A partir da década de 1970, o interesse pelo assunto estimulou o debate teórico e a realização de pesquisas. Muitos autores procuraram criar definições próprias para o termo, chamando a atenção para variados aspectos da competência, alguns destacam que a competência é expressa em razão do desempenho ou comportamento da pessoa no trabalho, enquanto outros dão ênfase aos elementos que constituem a competência, ou seja, aos conhecimentos, às habilidades e às atitudes da pessoa, como sugere na figura III.

7 Jurema Maria Rodrigues, Mirthis Czubka de Abreu 267 Figura III Competência, habilidade e atitude. Competência é uma palavra do senso comum, utilizada para designar uma pessoa qualificada para realizar alguma coisa. O seu oposto, ou seu antônimo, não implica apenas a navegação desta capacidade, mas guarda um sentimento pejorativo, depreciativo. Chega mesmo a sinalizar que a pessoa se encontra ou se encontrará marginalizada dos círculos do trabalho e de reconhecimento social. O dicionário Webester (1981, p. 63) define competência na língua inglesa como: (...) qualidade ou estado de ser funcionalmente adequado ou ter suficiente conhecimento, julgamento ou força para uma determinada tarefa. Esta definição bastante genérica menciona dois pontos principais ligados a competência: conhecimento e tarefa. O dicionário da língua portuguesa Aurélio (2001, p. 177) enfatiza, em sua definição, aspectos semelhantes: capacidade para resolver qualquer assunto, aptidão, idoneidade e introduz outro: capacidade legal para julgar pleito. 4. MAPEAMENTO DE COMPETÊNCIAS Após a compreensão do conceito de competências, a qual é entendida como a combinação sinérgica de conhecimentos habilidades e atitudes expressas pelo desempenho profissional no contexto organizacional, discute-se a questão da gestão por competências dita, explicitando que esta se trata da orientação de esforços para planejar, desenvolver ações e avaliar as competências necessárias à consecução dos objetivos. A próxima etapa segue para o mapeamento das competências que é apreendida como a etapa fundamental, e que consiste na identificação das competências já existentes e também daquelas necessárias à consecução dos objetivos almejados pela organização, visando identificar lacunas existentes entre estas. Para tanto, as organizações se utilizam

8 268 Gestão de pessoas: mapeamento de competências de técnicas de captação destas competências, que vão desde a pesquisa documental até a coleta de dados realizada através dos mais variados instrumentos metodológicos (DUTRA, 2001). Figura IV Pilares da Competência. Para que seja alcançado faz-se necessário investimento em treinamento, aprendizagem, aprendizagem constitui o meio pelo qual se adquire competência, enquanto o desempenho no trabalho representa uma manifestação do que o individuo aprende, da competência por ele adquirida em processos de aprendizagem, sejam elas formais ou informais (FREITAS E BRANDÃO, 2005). A complexidade do ambiente organizacional faz surgir diversificadas demandas de aprendizagem, aumentando a distância entre o que elas precisam saber (POZO, 2002). Aprender implica mudar conhecimentos, habilidades ou atitudes anteriores. Constitui uma mudança relativamente duradoura no comportamento da pessoa, transferível para novas situações com as quais ele depara (POZO, 2002). Está associada, portanto, à noção de mudança e pode ser observada no trabalho quando se compara o desempenho da pessoa antes e depois de um processo de aprendizagem. As organizações que investem em ações de educação corporativa estão demandando, cada vez mais, a avaliação dessas iniciativas e de resultados que elas produzem. Borges-Andrade (2000) indica que a avaliação é a principal responsável pelo provimento das informações que permitem o aperfeiçoamento contínuo das ações educacionais empreendidas pelas organizações. Pantoja, Lima e Borges-Andrade (1999, p. 2), por sua vez, comentam que a avaliação objetiva verificar entre outros aspectos: (...) em que medida os conhecimentos e habilidades adquiridos em um treinamento são efetivamente aplicados pelo treinado, em seu contexto de trabalho. O Mapeamento de Competências tem como propósito identificar a lacuna de competências, ou seja, a discrepância entre as competências necessárias para concretizar a estratégia corporativa e as competências internas existentes na organização. O passo inicial desse processo consiste em identificar as competências (organizacionais e profissionais) necessárias à consecução dos objetivos da organização (BRANDÃO HUGO PENA & BABRY, 2005).

9 Jurema Maria Rodrigues, Mirthis Czubka de Abreu 269 Por competências organizacionais entende-se todo corpo do conhecimento, metodologias, processos da empresa (capital intelectual), e por competências profissionais/individuais (capital humano) o conjunto de saberes dos colaboradores (conhecimentos, habilidades e atitudes) que é o capital diferencial da organização. Passada a etapa do mapeamento, parte-se para a fase do desenvolvimento, onde as competências captadas e mapeadas serão aprimoradas através do processo de aprendizagem e do investimento em pesquisa. Na etapa do mapeamento e avaliação realiza-se o monitoramento e a execução dos planos operacionais e de gestão utilizando-se de indicadores de desempenho para corrigir os prováveis desvios. Esta etapa deve ser processual, e, portanto contínua. Por fim a etapa da retribuição consiste no reconhecimento do trabalho feito aos colaboradores através de incentivar a participar na consecução dos objetivos organizacionais e reconhecê-la como sendo de grande valia e importância. Os avanços observados nas ultimas décadas têm levado as organizações a buscarem novas formas de gestão com o intuito de melhorar o desempenho, alcançar resultados e atingir a missão institucional para o pleno atendimento das necessidades dos clientes. Nota-se também que o sucesso das organizações modernas depende, e muito, do investimento nas pessoas, com a identificação, aproveitamento e desenvolvimento do capital intelectual, por isso a importância do modelo de Gestão de Pessoas: Mapeamento de Competências. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS As organizações vivem uma era de constante mudança, em decorrência de processos de modernização tecnológica, privatizações, redefinições de políticas econômicas e outras formas de reestruturação produtiva, ou seja, o mundo caminha rapidamente para uma sociedade baseada na informação, no conhecimento e na tecnologia. Diante desse contexto, a eficiência e a eficácia das organizações parecem derivar, cada vez mais, de sua capacidade de desenvolver competências e integrá-las em torno de seus objetivos, por isso faz-se necessário um modelo de gestão baseado nas competências. Nesse cenário, em função dos papéis desempenhados, os gestores precisam estar no centro do processo de mudança, aplicando testes, avaliando, e mapeando as competências, participando ativamente como geradores da empresa de sucesso. Esperamos que este artigo tenha oferecido contribuições aos debates teóricos e prático em torno do tema, bem como a realização de novas pesquisas, buscando encontrar

10 270 Gestão de pessoas: mapeamento de competências o caminho certo para o sucesso das organizações e valorizando sempre o seu maior capital as pessoas. REFERÊNCIAS BORGES-ANDRADE, J.E. Desenvolvimento de medidas em ação de treinamento. In: Encontro de Pós Graduação em Pesquisa em Administração. Florianóplis/SC, BRANDÃO, Hugo Pena; Babry e Isa Aparecida de Freitas. Os impactos do suporte á transferência sobre a aplicação de competências no trabalho: a percepção dos mestres e doutores do Banco do Brasil. São Paulo: R. Adm., BRANDÃO, Hugo Pena; Babry, Carla Patrícia. Gestão por Competências: métodos e técnicas para mapeamento de competências. Brasília: RSP Revista do Serviço Público, v. 56, 2.2, p , BRANDÃO, Hugo Pena; Marco Vinício Zimmer, Carolina Guarçoni Pereira, Fernanda Marques, Helder Viana Costa, Pedro Paulo Carbone e Valéria Ferreira de Ameida. Gestão de desempenho por competências: integrando a gestão por competências, o balanced scorecard e a avaliação 360 graus. Rio de Janeiro: RAP Revista da Administração Pública, CHIAVENATO, Idalbert. Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro. Elsevier, DUTRA, André Luiz Fisher, José Antonio Monteiro Hipólito, Maria Tereza I. Fleury e Marisa Eboli. Gestão por Competências. São Paulo: Gente, PANTOJA, M.J; Lima, S.M.V.; BORGES-ANDRADE, J.E. Avaliação de impacto de treinamento na área de reabilitação: preditores individuais e situacionais. In: Encontro nacional de Pós Graduação em Pesquisa em Administração. Foz do Iguaçu/PR, POZO, J.I. Aprendizes de mestres: a nova cultura da aprendizagem. Porto Alegre/RS, Mirthis Czubka de Abreu Profissional capacitada para ministrar aulas nas disciplinas de Administração, Recursos Humanos e Psicologia. Trabalha com orientação TCC e Metodologia de Pesquisa Científica.

Administração. Gestão Por Competências. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Gestão Por Competências. Professor Rafael Ravazolo. Administração Gestão Por Competências Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX GESTÃO POR COMPETÊNCIAS A proposta da Gestão por Competências é compreender quais são

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO POR COMPETÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Atualizado em 22/10/2015 GESTÃO POR COMPETÊNCIAS As competências não são estáticas, tendo em vista a necessidade de adquirir agregar novas competências individuais

Leia mais

Gestão Por Competências

Gestão Por Competências Gestão Por Competências Uma nova metodologia de gerenciamentodo Capital Humano E q u i p e : D a n i l o F r e i t a s M a u r í c i o F r e i t a s Modelo de Gestão de pessoas? Modelos de Gestão Entenda-seporModelodeGestãooconjuntodepremissase

Leia mais

Concurso: ATPS MPOG Aula 5. Turma 01 LEONARDO FERREIRA

Concurso: ATPS MPOG Aula 5. Turma 01 LEONARDO FERREIRA Concurso: ATPS MPOG Aula 5 Turma 01 LEONARDO FERREIRA Conteúdo Programático 10.Gestão de Pessoas por Competências. 13.Decreto nº 5.707/2006, que institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento

Leia mais

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de Gestão de Pessoas Hoje a sociedade busca desenvolver trabalhos para aprimorar o conhecimento das pessoas em um ambiente de trabalho. A capacitação e o preparo que uma organização deve ter para com os seus

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências Sociedade moderna é complexa, exige um novo tipo de profissional: com visão estratégica, que se desenvolve de maneira dinâmica, etc. Dutra: no Brasil, as organizações que estão

Leia mais

Gestão de pessoas: desenvolvimento de liderança e organização de equipe (GP)

Gestão de pessoas: desenvolvimento de liderança e organização de equipe (GP) Gestão de pessoas: desenvolvimento de liderança e organização de equipe (GP) Principais abordagens teóricas e metodológicas para o desenvolvimento da liderança e sua aplicação: empowerment, organização

Leia mais

Desenvolvimento de pessoas e de organizações

Desenvolvimento de pessoas e de organizações Desenvolvimento de pessoas e de organizações www.profsaravalli.com GESTÃO DE CONCEITOS E NOMENCLATURAS ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL A Gestão de Pessoas (GP) é responsável por um conjunto de políticas e práticas

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências 1 2 FUTUROS Capacitar Acompanhar Avaliar Investir Valorizar Reter ÁREA CRÍTICA Remanejar Traçar metas Disponibilizar MANTENEDORES Desenvolver Manter 3 4 Quem são os talentos de

Leia mais

ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS

ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS ANDRÉIA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS RELAÇÃO INDIVÍDUO-ORGANIZAÇÃO 1. Ano: 2017 Banca: CESPE Órgão: SEDF Prova: Técnico de Gestão Educacional - Apoio Administrativo O equilíbrio organizacional de uma instituição

Leia mais

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional Excelência na Gestão Desafio dos Pequenos Negócios INSTITUCIONAL SEBRAE MISSÃO Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

Nivelar e disseminar os principais conceitos e a metodologia sobre GESTÃO POR COMPETÊNCIAS no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região.

Nivelar e disseminar os principais conceitos e a metodologia sobre GESTÃO POR COMPETÊNCIAS no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região. Secretaria de Recursos Humanos 2014 metodologia missão atitude mapeamento mensurar metas valores gestão capacitar prestação missão CHA GAP conhecimentos Competências Objetivos estratégia gestão missão

Leia mais

A moderna Gestão de Pessoas

A moderna Gestão de Pessoas A moderna Gestão de Pessoas RH Aula 4 Professor Douglas Pereira da Silva 1 Aspectos fundamentais da moderna Gestão de Pessoas 1. As pessoas como seres humanos. Dotados de personalidade própria e profundamente

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Prof (a) Tutor (a) de Aprendizagem: Tarcis Prado Junior

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Prof (a) Tutor (a) de Aprendizagem: Tarcis Prado Junior Gestão de Pessoas Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Prof (a) Tutor (a) de Aprendizagem: Tarcis Prado Junior Quais os conceitos da Disciplina de Gestão de Pessoas? Conhecer os sistemas de

Leia mais

Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas

Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas Aleksandra Pereira dos Santos Doutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações UnB Coordenadora-Geral de RH Previc

Leia mais

1 - Significados do termo RH ou Gestão de Pessoas

1 - Significados do termo RH ou Gestão de Pessoas 1 - Significados do termo RH ou Gestão de Pessoas RH como função ou departamento: RH é a unidade operacional que funciona como órgão de staff, isto é, como elemento prestador de serviços nas áreas de recrutamento,

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Gestão de Pessoas Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho UNIDADE 1.1 Por que o estudo sobre a gestão de pessoas é relevante às diversas áreas acadêmicas? Administração de recursos humanos é essencial,

Leia mais

Informações de Impressão

Informações de Impressão Questão: 72006 Quer numa empresa do setor privado ou do setor público, o grupo é entendido como um conjunto de pessoas que: I- Se ajudam e se influenciam reciprocamente. II- Estão inumes a problemas e

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO TECNOLOGICA EM LOGISTICA. Prof. Marcileide Muniz Cavalcante

GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO TECNOLOGICA EM LOGISTICA. Prof. Marcileide Muniz Cavalcante GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO TECNOLOGICA EM LOGISTICA Prof. Marcileide Muniz Cavalcante Responda as questões que orientam o sucesso na disciplina via web Quem é a professora responsável? Qual o objetivo da

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Gestão de Pessoas Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho UNIDADE 1.1 Por que o estudo sobre a gestão de pessoas é relevante às diversas áreas acadêmicas? Administração de recursos humanos é essencial,

Leia mais

Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas

Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas Transição: de Operacional para Estratégico Fischer (2002) 4 fases correntes teóricas: Departamento pessoal até 20s controle, eficiência, taylorismo, fordismo; Gestão

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências 1 Conceitos de competência e gestão por competências. 2 Competências individuais e organizacionais. 3 Mapeamento e mensuração de competências. 4 Avaliação de desempenho por competências.

Leia mais

IGEPP INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS PROGRAMA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL e GESTÃO DE PESSOAS

IGEPP INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS PROGRAMA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL e GESTÃO DE PESSOAS IGEPP INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS PROGRAMA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL e GESTÃO DE PESSOAS Teoria das organizações: diferentes perspectivas no estudo das organizações. Diferentes Abordagens

Leia mais

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades d de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais

Profa. Cláudia Palladino. Unidade II SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA

Profa. Cláudia Palladino. Unidade II SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Profa. Cláudia Palladino Unidade II SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Temática do recrutamento O recrutamento: É uma ação externa da empresa; Influência o mercado de recursos humanos; Absorve os candidatos de

Leia mais

GESTÃO DE PROCESSOS PROCESS MANAGEMENT RESUMO

GESTÃO DE PROCESSOS PROCESS MANAGEMENT RESUMO GESTÃO DE PROCESSOS PROCESS MANAGEMENT Ana Luiza de Oliveira - aninha_oliveira3179@hotmail.com Suellem Taynara Farias Marques caparrozsuellem@gmail.com Hugo ScagliaTorquetti hugo.torquetti@gmail.com Graduando

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA. Metodologia. Materiais. EM: Menu: Graduação Fisma

GESTÃO ESTRATÉGICA. Metodologia. Materiais. EM:   Menu: Graduação Fisma GESTÃO ESTRATÉGICA Profª Ms. Greice de Bem Noro Metodologia Conteúdo: Exposição (o que dizer?) + Linguagem: Alinhada: para quem dizer? + Método: Mais em menos tempo = Ambiente construtivo de aprendizagem

Leia mais

Gestão de Pessoas MÓDULO II

Gestão de Pessoas MÓDULO II O DIFERENCIAL É O TALENTO HUMANO: Gestão de Pessoas MÓDULO II Prof. Ms. Fábio Lúcio Gomes fabiodobu@gmail.com Administração de RH Abrange o conjunto de técnicas e instrumentos que permitem às organizações

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PARA O EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL NAS ORGANIZAÇÕES 1

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PARA O EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL NAS ORGANIZAÇÕES 1 PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PARA O EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL NAS ORGANIZAÇÕES 1 Sandra Puhl Dos Santos 2, Helton Antonio Petrolli 3. 1 Projeto de Pesquisa - Atividade Prática Supervisionada- APS realizada

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências É uma alternativa aos modelos tradicionais: Modelo tradicional de GP: foco no controle, na qualificação do Cargo. Modelo moderno: Competência Foco no mercado, no negócio, no cliente

Leia mais

Profª Valéria Castro V

Profª Valéria Castro V Profª Valéria Castro Críticas Sistemas tradicionais de mensuração de desempenho devido ao foco em medidas financeiras de curto prazo. Dificultam a criação de valor econômico para o futuro. BSC propõe o

Leia mais

Gestão de Cultura e Clima Organizacional

Gestão de Cultura e Clima Organizacional Gestão de Cultura e Clima Organizacional Professor Douglas Pereira da Silva 1 Muitas pessoas confundem cultura e clima organizacional. Apesar de os dois conceitos influenciarem diretamente no desempenho

Leia mais

24ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 5º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 2

24ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 5º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 2 24ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 5º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 2 NOVAS COMPETÊNCIAS DA LIDERANÇA FRENTE AOS DESAFIOS DO METRÔ AUTORES INTRODUÇÃO Este artigo

Leia mais

Tribunais Exercícios Gestão de Pessoas Gestão Por Estratégia Por Competência Keyvila Menezes

Tribunais Exercícios Gestão de Pessoas Gestão Por Estratégia Por Competência Keyvila Menezes Tribunais Exercícios Gestão de Pessoas Gestão Por Estratégia Por Competência Keyvila Menezes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. GESTÃO ESTRATÉGICA POR COMPETÊNCIA

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE GESTÃO DE PESSOAS PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE BIBLIOGRAFIA BÁSICA CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 2006.

Leia mais

Administração de Recursos Humanos. Profa. Sandra Sequeira

Administração de Recursos Humanos. Profa. Sandra Sequeira Administração de Recursos Humanos Profa. Sandra Sequeira Apresentação do Curso Ementa Objetivos Gerais Objetivos Específicos Agenda da Aula: Curiosidades ARH conceitos ARH histórico (ARH) Administração

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Quais os conceitos da Disciplina de Gestão de Pessoas? Conhecer os sistemas de Gestão de Pessoas, selecionar. Conhecer o papel do gestor de pessoas

Leia mais

Gerenciando as competências como OSS em hospitais públicos

Gerenciando as competências como OSS em hospitais públicos HOSPITAL DE TRANSPLANTES DR. EURYCLIDES DE JESUS ZERBINI SPDM - ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Gerenciando as competências como OSS em hospitais públicos C.L.T. SERVIDORES A CULTURA

Leia mais

Por que gerir desempenho?

Por que gerir desempenho? Por que gerir desempenho? Introdução Gerir o desempenho é um processo que tem como objetivo principal o acompanhamento da performance individual, verificando como as pessoas fizeram o trabalho, como fazem

Leia mais

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS AULA 02 1 Professora Ms Karen Reis 2012 JOGOS DIGITAIS Atividade em sala de Aula Globalização e a Evolução Tecnológica Mitos e Verdades SWOT Tecnologias de Visualização

Leia mais

MAPEAMENTO DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO. Introdução

MAPEAMENTO DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO. Introdução 336 ANAIS IX SIMPAC MAPEAMENTO DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO Hugo Barros Guimarães 2, Amanda Tinoco Silva Pena Magalhães 3, Michele

Leia mais

Núcleo de Materiais Didáticos 1

Núcleo de Materiais Didáticos 1 Gestão de Talentos e Mapeamento por Competências Aula 1 Prof a Cláudia Patrícia Garcia claudiagarcia@grupouninter.com.br MBA em Gestão de Recursos Humanos Mini Currículo Administradora Marketing EAD Metodologia

Leia mais

MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA

MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA em Finanças e Controladoria é capacitar e atualizar profissionais de finanças e controladoria

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS Prof. Saravalli

GESTÃO DE PESSOAS Prof. Saravalli GESTÃO DE PESSOAS Prof. Saravalli www.profsaravalli.com ademir_saravalli@yahoo.com.br Treinamento e desenvolvimento de pessoas Loanda/PR 2016 Treinamento e desenvolvimento de pessoas Objetivos Conhecer

Leia mais

Concurso: ATPS MPOG Aula 0. Turma 01 LEONARDO FERREIRA

Concurso: ATPS MPOG Aula 0. Turma 01 LEONARDO FERREIRA Concurso: ATPS MPOG Aula 0 Turma 01 LEONARDO FERREIRA Edital - ATPS 2 3 Lei nº 12.094/2009 Art. 2 o Ficam criados na Carreira de Desenvolvimento de Políticas Sociais 2.400 (dois mil e quatrocentos) cargos

Leia mais

Manual de Políticas Internas RSC ENGENHARIA

Manual de Políticas Internas RSC ENGENHARIA Manual de Políticas Internas RSC ENGENHARIA Sumário 1 INTRODUÇÃO...3 2- DEFINIÇÃO...3 3- OBJETIVO...3 4 - PROVIMENTO DE PESSOAL...4 4.1 PRINCÍPIOS...4 5 REMUNERAÇÃO E BENEFICIOS...4 5.1 PRINCIPIOS...5

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CESPE Prof. Marcelo Camacho

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CESPE Prof. Marcelo Camacho ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CESPE Prof. Marcelo Camacho PROGRAMAÇÃO DAS AULAS TRE-PE ANALISTA JUDICIARIO AREA ADMINISTRATIVA AULA 1 1 As reformas administrativas e a redefinição do papel do Estado. 1.1 Reforma

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS Atualizado em 27/10/2015 CONCEITOS BÁSICOS Administração, em seu conceito tradicional, é definida como um conjunto de atividades, princípios, regras, normas que têm

Leia mais

Conhecimento Específico

Conhecimento Específico Conhecimento Específico Trabalho em Equipe Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Conhecimento Específico TRABALHO EM EQUIPE Grupo é um conjunto de pessoas que podem ou não ter objetivos

Leia mais

1

1 Unidade 01 Conceitos: Planejamento - Estratégia é uma técnica administrativa que, através da análise do ambiente de uma organização, cria a consciência das suas oportunidades e ameaças, dos seus pontos

Leia mais

Layla Cassemiro Lino Orientador Prof. Esp. Hélio Matos

Layla Cassemiro Lino Orientador Prof. Esp. Hélio Matos Layla Cassemiro Lino Orientador Prof. Esp. Hélio Matos 1. Introdução 2. Gestão de Pessoas 3. Cultura Organizacional 4. Clima Organizacional 5. Pesquisa de Clima Organizacional 6. Estudo de Caso 7. Considerações

Leia mais

Ficha 01 Alguns tipos e definições de competências.

Ficha 01 Alguns tipos e definições de competências. Ficha 01 Alguns tipos e definições de competências. Pessoal! Resolvi elaborar esta ficha para que vocês tenham informações ainda mais detalhadas sobre QVT, que vem sendo um assunto cobrado mais especificamente

Leia mais

Capítulo 3 Estratégia e análise de recursos humanos

Capítulo 3 Estratégia e análise de recursos humanos slide 1 Capítulo 3 Estratégia e análise de recursos humanos slide 2 Objetivos de aprendizagem 1. Explicar por que o planejamento estratégico é importante para todos os gestores. 2. Explicar com exemplos

Leia mais

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015 Agenda: 28/09/2015 8:30 as 9:00 h Recepção dos participantes 9:00 as 11:00 h Eixo: Capacitação e Desenvolvimento 11:00 as 11:30 h Análise de Indicadores

Leia mais

O papel da área de Gestão de Pessoas

O papel da área de Gestão de Pessoas O papel da área de Gestão de Pessoas Introdução Manter o foco na qualidade de vida das pessoas que fazem parte das organizações é a grande tendência do século XXI. A Gestão de Pessoas (ou Gestão de Recursos

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS NA BIBLIOTECA UNIVERISTÁRIA NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO DE COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

GESTÃO DE PESSOAS NA BIBLIOTECA UNIVERISTÁRIA NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO DE COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) GESTÃO DE PESSOAS NA BIBLIOTECA UNIVERISTÁRIA NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO DE COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Anízia Maria Lima Nogueira (UFCA) - anizia@gmail.com Resumo: A presente

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

Gestão Negócios OBJETIVO NESTA AULA. Gestão de resultados e desempenho - AULA 11

Gestão Negócios OBJETIVO NESTA AULA. Gestão de resultados e desempenho - AULA 11 de resultados e desempenho - OBJETIVO Propiciar o entendimento de teorias e métodos de avaliação de desempenho e resultados, identificando as competências essências do colaborador e as oportunidades de

Leia mais

1. RESUMO. A gestão de pessoas, seus conceitos e suas características. Segundo Chiavenato (2010):

1. RESUMO. A gestão de pessoas, seus conceitos e suas características. Segundo Chiavenato (2010): 1. RESUMO A gestão de pessoas, seus conceitos e suas características. Segundo Chiavenato (2010): Administração de Recursos Humanos (ARH) é o conjunto de políticas e práticas necessárias para conduzir os

Leia mais

RAMO DE AUTOMÓVEIS EM PALMAS-TO

RAMO DE AUTOMÓVEIS EM PALMAS-TO RAMO DE AUTOMÓVEIS EM PALMAS-TO 1 2 3 6 Resumo Este trabalho busca estudar um dos mais complexos elementos do comportamento seja na cultura, crença, classe social entre outros, o clima organizacional analisa

Leia mais

2. MODELO EVOLUCIONÁRIO Incerteza Adaptação aos ambientes interno e externo

2. MODELO EVOLUCIONÁRIO Incerteza Adaptação aos ambientes interno e externo 3 PARADIGMAS DE GESTÃO 1. MODELO RACIONAL Passos no desenvolvimento da estratégia 1. Definição da missão - Definir utilidade - Definir objetivos estratégicos 2. Análise SWOT - Análise interna - Previsão

Leia mais

SLA Aplicado ao Negócio

SLA Aplicado ao Negócio SLA Aplicado ao Negócio Melhores Práticas para Gestão de Serviços Rildo Santos @rildosan rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br http://etecnologia.ning.com SLA V 51 Rildo F Santos (@rildosan)

Leia mais

Case Capacitação e Desenvolvimento Melhores Práticas Gestão de Pessoas 2012

Case Capacitação e Desenvolvimento Melhores Práticas Gestão de Pessoas 2012 Case Capacitação e Desenvolvimento Melhores Práticas Gestão de Pessoas 2012 A UNIMED NOVA IGUAÇU Abrangência Nova Iguaçu Belford Roxo Japeri Mesquita Nilópolis São João de Meriti Queimados Paracambi Posição

Leia mais

Balanced Scorecard. Sistemas de Informação. Baseado em material do Prof. Dr. Adilson de Oliveira

Balanced Scorecard. Sistemas de Informação. Baseado em material do Prof. Dr. Adilson de Oliveira Balanced Scorecard Sistemas de Informação Baseado em material do Prof. Dr. Adilson de Oliveira 1 GESTÃO DA QUALIDADE GESTÃO DE PROCESSOS GESTÃO FINANCEIRA GESTÃO DA INOVAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO DO

Leia mais

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@fatecourinhos.edu.br Introdução ARH (Administração de Recursos Humanos) é a função na organização que está relacionada

Leia mais

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC Quais indicadores podem ser utilizados para avaliar um sistema operacional? Alguns Exemplos de Indicadores Qualidade; Eficiência Operacional; Grau de Inovação; Superávit;

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS. conexao.com/fgv

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS. conexao.com/fgv CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS conexao.com/fgv FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas é uma instituição privada, sem fins lucrativos, fundada

Leia mais

Fundamentos de Gestão de Pessoas

Fundamentos de Gestão de Pessoas Fundamentos de Gestão de Pessoas Principais modelos de administração pública: patrimonialista, burocrático, nova gestão pública e papéis do Estado. O papel da área de recursos humanos. Recrutamento e seleção

Leia mais

04. Os líderes não devem considerar a comunicação informal, pois ela prejudica o trabalho e o desempenho dos colaboradores.

04. Os líderes não devem considerar a comunicação informal, pois ela prejudica o trabalho e o desempenho dos colaboradores. TEORIAS E FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS 01. A função gerencial de planejamento abrange a definição de metas de uma organização, o estabelecimento de uma estratégia global para alcançá-las e o desenvolvimento

Leia mais

Analista de Negócio 3.0

Analista de Negócio 3.0 Balanced Scorecard Introdução Podemos comparar o Planejamento Estratégico como um bussola que orienta e direciona a empresa a chegar ao seu destino (objetivo de longo prazo). AN V 3.0 [60] Rildo F Santos

Leia mais

COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS. Administração. Administrador. Competências e Habilidades do Administrador. Já sabemos que ela é imprescindível para a:

COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS. Administração. Administrador. Competências e Habilidades do Administrador. Já sabemos que ela é imprescindível para a: COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS Competências e Habilidades do Prof. Pedro Carlos de Carvalho Administração Já sabemos que ela é imprescindível para a: EXISTÊNCIA, SOBREVIVÊNCIA e SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES. É

Leia mais

Unidade I. Treinamento e Desenvolvimento. Prof. Especialista Fernando Lopes

Unidade I. Treinamento e Desenvolvimento. Prof. Especialista Fernando Lopes Unidade I Treinamento e Desenvolvimento Prof. Especialista Fernando Lopes O Treinamento como um Meio de Desenvolver Pessoas Treinamento de acordo com a definição dos dicionários quer dizer adestrar; (animais

Leia mais

Balanced ScoreCard Professor Flávio Toledo

Balanced ScoreCard Professor Flávio Toledo Balanced ScoreCard Professor Flávio Toledo www.masterjuris.com.br Origem do BSC Os primeiros estudos que deram origem ao Balanced Scorecard remontam a 1990, quando o Instituto Nolan Norton, uma unidade

Leia mais

Noções de Administração TRT - Brasil. Rafael Ravazolo

Noções de Administração TRT - Brasil. Rafael Ravazolo Noções de Administração TRT - Brasil Rafael Ravazolo Matérias: 1 Funções da Administração: Planejar, Organizar, Dirigir e Controlar. 2 Planejamento Estratégico: Níveis de Planejamento, Análise SWOT, Planejamento

Leia mais

Formulação, Implementação e Gerenciamento das Estratégias da Organização. Ana Paula Penido

Formulação, Implementação e Gerenciamento das Estratégias da Organização. Ana Paula Penido Formulação, Implementação e Gerenciamento das Estratégias da Organização Ana Paula Penido Planejamento Pensar antes de agir. Planejamento é fundamentalmente um processo de decisão: escolher entre alternativas

Leia mais

Desenvolvimento Organizacional. Cultura e Clima Organizacional

Desenvolvimento Organizacional. Cultura e Clima Organizacional Cultura e Clima Organizacional Atualizado em 01/03/2016 OBJETIVO: Compreender as implicações das novas configurações e alternativas que permeiam o trabalho no mundo contemporâneo; Compreender e analisar

Leia mais

ESTABELECIMENTO DE UMA GESTÃO DE RISCOS EFICAZ

ESTABELECIMENTO DE UMA GESTÃO DE RISCOS EFICAZ ESTABELECIMENTO DE UMA GESTÃO DE RISCOS EFICAZ Extraído do manual: Gestão de Riscos - Diretrizes para a Implementação da AS/NZS 4360:2004 Copyright 2005, Risk Tecnologia Editora. Fone: (11) 3704-3200.

Leia mais

SATISFAÇÃO NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA VENCAL CALÇADOS IJUÍ/RS 1

SATISFAÇÃO NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA VENCAL CALÇADOS IJUÍ/RS 1 SATISFAÇÃO NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA VENCAL CALÇADOS IJUÍ/RS 1 Angélica Tamires Gasparin Casalini Zweigle 2, Marisandra Da Silva Casali 3. 1 Trabalho de conclusão de curso realizado no ano de 2014

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

Processo Organizacional

Processo Organizacional Processo Organizacional Controle Controlar significa garantir que aquilo que foi planejado seja bem executado e que os objetivos estabelecidos sejam alcançados adequadamente. Monitoramento está presente

Leia mais

Planejamento e Controle de Projetos 5 TADS FSR. Prof. Esp. André Luís Belini. Gestão de pessoas

Planejamento e Controle de Projetos 5 TADS FSR. Prof. Esp. André Luís Belini. Gestão de pessoas Planejamento e Controle de Projetos 5 TADS FSR Prof. Esp. André Luís Belini Gestão de pessoas 2 1 A Gestão de Pessoas ou Equipes, é um item muito importante dentro da Gestão de Projetos, pois não se pode

Leia mais

Planejamento e Gerenciamento Estratégico. Balanced Scorecard

Planejamento e Gerenciamento Estratégico. Balanced Scorecard Planejamento e Gerenciamento Estratégico Balanced Scorecard 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias,

Leia mais

MBA EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS

MBA EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS MBA EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas é oportunizar os conhecimentos acerca dos

Leia mais

Plano Estratégico

Plano Estratégico Plano Estratégico 2016-2019 Objetivos Estratégicos e Metas Revisão - Decreto 8.788 de junho/2016 Objetivos, Descrições e Conceitos Apex-Brasil Roberto Jaguaribe Gomes de Mattos PRESIDENTE André Marcos

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS. Parte II MOVIMENTANDO PESSOAS. 1 A Gestão de Pessoas no Contexto Contemporâneo...

SUMÁRIO. Parte I COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS. Parte II MOVIMENTANDO PESSOAS. 1 A Gestão de Pessoas no Contexto Contemporâneo... SUMÁRIO Apresentação... xiii Parte I COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS 1 A Gestão de Pessoas no Contexto Contemporâneo... 3 Importância da gestão de pessoas... 4 A gestão de pessoas passada a limpo...

Leia mais

Mapeamento e Gestão por Competências na Prática: Metodologias e Soluções Tecnológicas. Autores: Daniel Orlean, Francisco Ferreira, PUC-Rio/Milestone

Mapeamento e Gestão por Competências na Prática: Metodologias e Soluções Tecnológicas. Autores: Daniel Orlean, Francisco Ferreira, PUC-Rio/Milestone Mapeamento e Gestão por Competências na Prática: Metodologias e Soluções Tecnológicas Autores: Daniel Orlean, Francisco Ferreira, PUC-Rio/Milestone Trabalho apresentado na Sala de Inovação do Conarh 2005

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

Organização da Disciplina. Auditoria em Recursos Humanos. Aula 1. Contextualização

Organização da Disciplina. Auditoria em Recursos Humanos. Aula 1. Contextualização Auditoria em Recursos Humanos Aula 1 Prof. Me. Elizabeth Franco Organização da Disciplina Aula 01 A administração de recursos humanos área em desenvolvimento Aula 02 A origem e a evolução da auditoria

Leia mais

Prof. Carlos Machado. Unidade I GESTÃO DE PESSOAS

Prof. Carlos Machado. Unidade I GESTÃO DE PESSOAS Prof. Carlos Machado Unidade I GESTÃO DE PESSOAS As relações entre pessoas e organizações O indivíduo deve ser eficaz (à medida que o seu trabalho consegue atingir os objetivos organizacionais) e ser eficiente

Leia mais

3.2.2 VISÃO Manter a Organização, sistematicamente referenciada positivamente, pelas Partes Interessadas, na actividade e negócio que desenvolvemos.

3.2.2 VISÃO Manter a Organização, sistematicamente referenciada positivamente, pelas Partes Interessadas, na actividade e negócio que desenvolvemos. Pág. 1 de 5 3.1. POLÍTICA DA QUALIDADE Os Transportes Rama encaram a QUALIDADE como um dos factores estratégicos do desenvolvimento da sua organização. A Gerência compromete-se a satisfazer os requisitos

Leia mais

Administração. Qualidade de Vida no Trabalho. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Qualidade de Vida no Trabalho. Professor Rafael Ravazolo. Administração Qualidade de Vida no Trabalho Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO A Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) visa aproveitar

Leia mais

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital 1 2 3 4 A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato 1 Blueway Nossa organização Somos a Blueway, uma consultoria que atua na transformação organizacional

Leia mais

Organização - Estrutura Organizacional

Organização - Estrutura Organizacional Organização - Estrutura Organizacional Criar a estrutura da empresa de modo a facilitar o alcance dos resultados. Alocar/dispor os recursos humanos e materiais em uma estrutura. Maneira pela qual as atividades

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS Curso Técnico em Administração

GESTÃO DE PESSOAS Curso Técnico em Administração GESTÃO DE PESSOAS Curso Técnico em Administração Curso Técnico em Administração Professor Adm. Walter Martins Júnior Objetivos Organizacionais e Individuais das Pessoas Conceitos de Gestão de Pessoas

Leia mais

Treinamento, desenvolvimento e educação: tendências no estilo de gestão das organizações

Treinamento, desenvolvimento e educação: tendências no estilo de gestão das organizações Universidade de São Paulo Biblioteca Digital da Produção Intelectual - BDPI Departamento de Psicologia - FFCLRP/594 Artigos e Materiais de Revistas Científicas - FFCLRP/594 2008 Treinamento, desenvolvimento

Leia mais

Gestão de sistemas em energia:

Gestão de sistemas em energia: MESTRADO EM ENERGIA Gestão de sistemas em energia: - Planejamento da Operação - Projeto de sistemas de energia Prof. Manuel Jarufe manueljarufe@ceunes.ufes.br Disciplina: Gestão de sistemas em energia

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais