Editado por: SECRETARIA DO MERCOSUL Dr. Luis Piera 1991, 1 andar Montevidéu Uruguai

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Editado por: SECRETARIA DO MERCOSUL Dr. Luis Piera 1991, 1 andar Montevidéu Uruguai"

Transcrição

1

2 Editado por: SECRETARIA DO MERCOSUL Dr. Luis Piera 1991, 1 andar Montevidéu Uruguai Fone: FAX: Página web:

3 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2009 Secretaria do MERCOSUL

4

5 ÍNDICE SETOR DE ASSESORIA TÉCNICA (SAT) 7 UNIDADE TÉCNICA FOCEM (UTF/SM) 12 SETOR DE NORMATIVA, DOCUMENTAÇÃO E DIVULGAÇÃO (SND) 19 GESTOR DOCUMENTAL 25 SETOR DE ADMINISTRAÇÃO (SA) 31 AUDITORIAS EXTERNAS 35 UNIDADE DE ESTATÍSTICAS DE COMÉRCIO EXTERIOR DO MERCOSUL 37 SETOR DE APOIO (SAP) 38 PORTAL OFICIAL DO MERCOSUL 40

6

7 SETOR DE ASSESORIA TÉCNICA (SAT) Na presente Seção do Relatório de Atividades da Secretaria do MERCOSUL 2009, apresentamos uma síntese das atividades que o SAT realizou durante o ano 2009, incluindo tanto as funções rotineiras como aquelas vinculadas à elaboração de relatórios, trabalhos e estudos técnicos sobre assuntos específicos. INTRODUÇÃO O SAT foi estabelecido pela Decisão CMC Nº 30/02, de dezembro de 2002, no marco das tarefas de transformação da Secretaria Administrativa do MERCOSUL em um órgão de apoio técnico ao processo de integração. O Setor está integrado por quatro Assessores Técnicos cuja principal função é a de prestar assessoramento e apoio técnico aos órgãos do MERCOSUL, com o objetivo de contribuir para a conformação de um espaço de reflexão comum sobre o desenvolvimento e a consolidação do processo de integração. Durante o primeiro semestre do ano 2009 o SAT esteve integrado pelos quatro Assessores Técnicos e por um Técnico. Assim, no mês de julho e de novembro do presente ano incorporaram-se ao Setor dois Assistentes Técnicos. No transcurso do ano 2009, o SAT realizou uma série de trabalhos técnicos em apoio a diversos órgãos e fóruns da estrutura institucional do MERCOSUL, os quais se detalham a seguir: ESTUDOS E TRABALHOS DE APOIO AOS ÓRGÃOS DO MERCOSUL O SAT realizou os seguintes trabalhos, estudos e relatórios. Estas tarefas foram realizadas por funcionários do Setor, sem recorrer à cooperação externa para sua elaboração. Preparação da Apresentação Institucional do MERCOSUL Consoante o instruído pelos Estados Partes, procedeu-se à preparação de uma apresentação institucional do MERCOSUL, em formato power point, que inclui, entre outros temas, informações gerais sobre os Estados Partes, dados econômicos e comerciais, descrição da estrutura institucional do MERCOSUL e dos acordos subscritos pelo bloco, avanços do processo de integração e a situação atual das negociações sobre matérias comerciais e aduaneiras. Estudo sobre as Relações UE MERCOSUL Por solicitação do Parlamento do MERCOSUL e instruções do Diretor da Secretaria do MERCOSUL, o SAT preparou documento sobre a história e conteúdo das negociações entre o MERCOSUL e a União Europeia, e uma análise conceitual das mesmas. O estudo de caráter conceitual e empírico consta de três capítulos e um anexo. Os capítulos referem-se aos antecedentes da negociação, às características econômicas e comerciais de ambos os blocos com ênfase nos padrões de comércio, e finalmente um capítulo que contém uma revisão bibliográfica sobre possíveis impactos de um eventual acordo. Relatórios de Aplicação Judicial do Direito MERCOSUL pelos Tribunais dos Estados Partes Continuando com os trabalhos iniciados em anos anteriores, finalizou a elaboração do terceiro e quarto Relatório de Aplicação Judicial. Os mesmos compreendem uma compilação, sistematização e resenha de sentenças judiciais que pretendem oferecer uma fonte de consulta aos operadores jurídicos da região, contribuindo dessa maneira à aplicação uniforme do direito do MERCOSUL pelos tribunais nacionais dos respectivos Estados Partes. Sistema de Administração de Quotas Comerciais A Secretaria do MERCOSUL foi instruída pelo Grupo Mercado Comum a realizar as tarefas relativas à administração das quotas comerciais concedidas pela Colômbia ao MERCOSUL. A partir da experiência nesta tarefa, durante o ano 2008, propôs-se o desenvolvimento de um sistema informático que permitisse automatizar estes fluxos de informações. A partir desta iniciativa, o Setor participou dos trabalhos visando a 7

8 implementação de um sistema centralizado para a administração das quotas comerciais concedidas por terceiros estados ao MERCOSUL que se realiza na Comissão de Comércio do MERCOSUL. Adicionalmente, o SAT realiza as comunicações sobre a utilização e disponibilidade das quotas vigentes nos Acordos do MERCOSUL com terceiros, conforme o DT Nº 29/05. Validação e Publicação da BDJM A partir de 22 de setembro de 2009, está disponível para consulta no Portal do MERCOSUL a Base de Dados Jurisprudenciais do MERCOSUL. A mencionada base foi validada pelos Assessores Jurídicos do SAT. Compilação de Normas sobre Livre Circulação de Trabalhadores Conforme instruções do Grupo Mercado Comum, o SAT elaborou e remitiu ao Subgrupo de Trabalho Nº 10, compilação de normas do MERCOSUL que favorecem a livre circulação de trabalhadores, incluindo o estado de vigência das mesmas. Atualização Normativa da Cartilha do Cidadão do MERCOSUL Este trabalho foi realizado em cumprimento da instrução recebida do Grupo Mercado Comum (Ata 03/08), quem instruiu a Secretaria do MERCOSUL para elaborar, por meio do SAT, a lista de normas -vigentes ou não- que deveriam ser incluídas na Cartilha do Cidadão (CC) segundo a classificação temática correspondente. Do mesmo modo, solicitou-se indicar os atos jurídicos internos de cada Estado Parte que incorporam essas normas aos ordenamentos nacionais, se necessário. Em cumprimento do referido mandato, o SAT elaborou o documento SAT 01/2009, o qual consta de duas partes: a primeira contém os comentários às normas, enquanto que a segunda apresenta a lista de normas reunidas por áreas temáticas, assinalando as normas internas que as incorporam e o estado de vigência das mesmas. Sétimo Relatório Semestral Durante o mês de fevereiro de 2009 foi concluído e distribuído o Sétimo Relatório Semestral elaborado pelo SAT, o qual compreende artigos sobre cooperação jurisdicional, a proporcionalidade para a conformação do Parlamento, os avanços na integração produtiva regional e uma análise de comércio com os países do SICA. Além disso, há comentários analíticos sobre as normas aprovadas durante o segundo semestre de Oitavo Relatório Semestral Durante o mês de agosto de 2009 foi concluído e distribuído o Oitavo Relatório Semestral do SAT, no qual foram abordados, dentre outros temas, a liberdade de estabelecimento no MERCOSUL, o papel das opiniões consultivas no MERCOSUL e o mecanismo de pagamentos em moedas locais. Adicionalmente, realizaram-se comentários analíticos sobre as normas aprovadas durante o primeiro semestre do ano Estudo sobre Oportunidades Comerciais dos Acordos do MERCOSUL com SACU, Israel e Índia No contexto dos trabalhos sobre Relacionamento Externo do MERCOSUL, o SAT elabora atualmente um estudo sobre oportunidades comerciais no marco dos acordos assinalados. Estudo sobre Integração Produtiva Por solicitação do Grupo de Integração Produtiva (GIP), o Setor trabalha atualmente na metodologia para a elaboração de um estudo sobre integração produtiva cujo objetivo é analisar as especificidades e características da integração produtiva no MERCOSUL nos setores identificados pelo GIP, e identificar possíveis espaços para iniciativas regionais de incentivo e promoção de cadeias de valor nesses setores. Estudo Comparado sobre Cooperação Técnica no MERCOSUL Conforme instrução do Grupo Mercado Comum, o SAT elabora atualmente um documento sobre Cooperação Técnica com o objetivo de uniformizar os procedimentos e tratamento legal dos projetos de cooperação nos países do MERCOSUL. O estudo vem se realizando em coordenação com o Comitê de Cooperação Técnica. 8

9 CONTROLES DE CONSISTÊNCIA JURÍDICA Conforme a Decisão CMC Nº 07/07 e a Resolução Nº 33/06, o SAT realiza o controle de consistência dos atos e projetos de normas emanados dos órgãos do MERCOSUL. Em cumprimento da mencionada instrução, durante o ano 2009, efetuaram-se 58 Controles de Consistência Jurídica. PROJETOS DE COOPERAÇÃO Projeto Piloto FOCEM Sistema de Informação da Tarifa Externa Comum Durante o ano 2009 o Setor atuou como a Coordenação deste projeto, o qual concluiu sua execução. A respeito do mesmo, cabe salientar: A culminação da elaboração do módulo sobre Tarifa Externa Comum (SITEC); A culminação da elaboração do módulo sobre o Regime de Origem do MERCOSUL (SIROM): as tarefas incluem o redesenho da interface e a entrada em funcionamento deste módulo. A finalização dos trabalhos do Sistema de Preferências Tarifárias outorgadas pelo MERCOSUL a terceiros estados (SIPREF). Este módulo se encontra finalizado, à espera da autorização dos Estados Partes para sua publicação. O redesenho da base de dados de correlações, para os efeitos de permitir o acompanhamento no tempo das modificações da tarifa. Esta modificação permite a realização de correlações da nomenclatura em forma automática. O desenho e implementação parcial de um sistema de controle de acesso descentralizado: esta ferramenta permite restringir o acesso aos diversos sistemas da Secretaria conforme o nível de permissões com que conta o usuário. Igualmente, permitirá a administração descentralizada destas permissões e dos usuários. Os trabalhos de migração das bases de dados e o software para os novos servidores da Secretaria. A atualização das informações sobre o Regime de Origem conforme o estabelecido na Decisão CMC Nº 1/09. Projeto Identificação de Necessidades de Convergência Estrutural no MERCOSUL aprovado pela Decisão Nº 39/2007 O Setor foi designado pelo Diretor da Secretaria para coordenar tecnicamente este projeto. Em função disso, o SAT elaborou diversos relatórios, os quais foram considerados pelo Diretor da SM e, através dele, pela CRPM, o GAHE FOCEM e a UTF - SM. Projeto BID ATN/SF-9014-RG Fortalecimento institucional do MERCOSUL e Consolidação do Mercado Regional O Setor coordenou os aspectos técnicos deste projeto cuja execução foi iniciada no ano 2004, efetuando diversas tarefas de reformulação do mesmo, particularmente na área de capacitação. Isso permitiu a realização de oficinas sobre, entre outros temas, negociação e gestão de projetos que contaram com a participação de funcionários da SM, a CRPM, a ALADI e as Reapresentações dos Estados Partes junto ao MERCOSUL. Projeto BID ATN/SF RG Apoio ao Parlamento do MERCOSUL para a Formação de Formadores de Opinião O Setor é responsável da coordenação do projeto. Caberia salientar que apesar de o projeto ter sido iniciado formalmente no ano 2007, até o mês de junho de 2008 não foram feitas ações substantivas. O Setor foi responsável de canalizar as tarefas relativas à execução do projeto, as quais incluem, entre outras, a preparação de dois relatórios semestrais (janeiro e junho de 2009) e a contratação dos consultores que realizaram os estudos previstos nos Componentes I e II do Projeto (diagnóstico dos canais de comunicação do Parlamento e desenho de uma estratégia de comunicação) e da contabilista do Projeto. 9

10 Atualmente, está se encerrando a convocação para a contratação de consultores que deverão desenvolver as atividades previstas no Componente III último componente do projeto-, e as demais atividades (auditoria, relatório final, desembolso, etc.), necessárias à culminação do projeto. Estima-se como prazo para sua conclusão, o mês de dezembro Projeto BID ATN/SF RG Apoio à Comissão de Comércio MERCOSUL O Setor ofereceu apoio à Comissão de Comércio na execução deste projeto, realizando as tarefas administrativas vinculadas a sua execução, as quais incluem a apresentação de relatórios de avanços, pagamento a consultores, comunicações com o BID, etc. A coordenação técnica do Projeto é realizada pela própria Comissão de Comércio. Até o dia da data, os estudos Impacto setorial da eliminação da dupla cobrança da TEC e Avaliação do impacto dos incentivos fiscais outorgados por diversos níveis de governo foram concluídos. No caso do estudo Identificação de impostos diretos e indiretos, o mesmo se encontra em sua fase final, tendo sido aprovado o relatório de avanço. SEMINÁRIOS Organizados pelo Setor Por instruções do Diretor da Secretaria do MERCOSUL, o Setor foi responsável da organização dos seguintes seminários: Seminário "MERCOSUL: Desafios e Perspectivas, aconteceu na sede da Secretaria do MERCOSUL em forma conjunta com a F.K. Adenauer, no dia 9 de junho de Seminário sobre Integração Produtiva, aconteceu na sede da Secretaria do MERCOSUL, nos dias 15 e 16 de julho de O seminário constou de cinco blocos temáticos e contou com a participação ativa de funcionários governamentais dos quatro países, a academia e representantes empresariais. Como resultado do seminário conservam-se 15 horas de gravação e um documento de síntese com as principais conclusões da discussão. Também, as apresentações e documentos do seminário se encontram publicados no Portal do MERCOSUL. O seminário foi financiado pelo BID no âmbito do projeto ATN Seminários em que funcionários do Setor participaram como palestrantes em representação da SM Por instrução do Diretor da Secretaria do MERCOSUL, funcionários do Setor participaram em qualidade de palestrantes nos seguintes seminários: China, EU and Latin America; Current Issues and Future Cooperation. The 7 th Conference On Global Governance, co-organizado pelo Shanghai Institutes for International Studies e a Friedrich Ebert Stiftung. Título da apresentação: Trading with Giants: Is the trade policy with EU and China beneficial to the MERCOSUL? Realizado em Shanghai, em abril de MERCOSUL: Desafios e perspectivas. Título da apresentação: Marco Econômico para as Relações Birregionais: MERCOSUL União Europeia. Co-organizado pela Secretaria do MERCOSUL e a Fundação Konrad Adenauer. Montevidéu, junho de Integração Produtiva no MERCOSUL. Organizado pela Secretaria do MERCOSUL com financiamento do BID. Título da apresentação: Cadeias Produtivas: Uma abordagem a partir do Processo de Integração. Montevidéu, julho de Participação na Oficina de discussão do documento Crise Internacional e Oportunidades para a Cooperação Regional. Convidado pela CEPAL para fazer parte da mesa de especialistas em questões de Comércio e Integração. Buenos Aires, julho de Seminário sobre Integração e Cooperação Fronteiriça no MERCOSUL organizado pelo Centro de Formação da Cooperação espanhola. Montevidéu, de 21 a 25 de setembro de

11 OUTRAS ATIVIDADES Sistema de Informação de embarques de Carne da Colômbia: Com base no instruído pelo Grupo Mercado Comum (MERCOSUL/LIX GMC/DT Nº 29/05), o Setor atua como ponto focal para a recepção da informação sobre a utilização das quotas de carne negociadas com a Colômbia. Site na internet para o Grupo de Integração Produtiva: no âmbito dos trabalhos de apoio ao Grupo de Integração Produtiva do MERCOSUL, o Setor realizou um levantamento sobre o tratamento do tema nos diversos órgãos da estrutura do MERCOSUL, bem como a identificação dos trabalhos realizados. Esta informação foi sistematizada e está disponível para os Estados Partes através do Portal do MERCOSUL. Colaboração com a Comissão Técnica da Reunião de Ministros de Justiça: O Setor se encontra trabalhando com a mencionada Comissão na definição de um Programa de Atividades para a difusão dos acordos sobre cooperação jurisdicional no MERCOSUL. 11

12 UNIDADE TÉCNICA FOCEM (UTF/SM) Esta Seção do da Secretaria do MERCOSUL descreve as principais realizações e atividades desenvolvidas durante o presente ano pela UTF/SM. A Unidade Técnica FOCEM conta com 8 funcionários: 4 Técnicos Sênior e 4 Assistentes Técnicos. PARECERES Em 19/02/09, a UTF/SM emitiu parecer técnico sobre o Projeto para o Desenvolvimento Tecnológico, Inovação, e Avaliação da Conformidade DeTIEC, apresentado pelo Paraguai. Em 28/05/09, a UTF/SM emitiu parecer técnico sobre o Projeto de implantação da Biblioteca UNILA - BIUNILA e do Instituto MERCOSUL de Estudos Avançados - IMEA, da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA, na região trinacional em Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná, Brasil, apresentado pelo Brasil. Em 23/11/09, a UTF/SM emitiu parecer técnico sobre o Projeto Interconexão Energética 132 Kv Et Iberá - Et Pasos de los Libres, apresentado pela Argentina. PROJETOS EM ESTUDO Os seguintes projetos se encontram em análise técnica por parte da UTF/SM: Inclusão na Educação Média, apresentado pelo Paraguai; Pymes exportadoras de bens de capital, plantas chave em mãos e serviços de engenharia, apresentado pela Argentina. "Ampliação do Sistema de Saneamento de Ponta Porâ-MS", apresentado pelo Brasil. "Obras de Engenharia do Sistema de Esgotamento Sanitário da Cidade de São Borja-RS", apresentado pelo Brasil. PROJETOS APROVADOS E ESTADO DE EXECUÇÃO O seguinte quadro espelha o estado atual de execução dos 25 projetos aprovados pelo Conselho do Mercado Comum para receber financiamento do FOCEM. Destes projetos, 1 corresponde à República Federativa do Brasil, 14 correspondem à República do Paraguai, 6 à República Oriental do Uruguai, 1 consiste em um projeto Pluriestatal, enquanto que os 3 projetos restantes foram apresentados pela Secretaria do MERCOSUL com fulcro no Programa IV sobre Fortalecimento da Estrutura Institucional e do Processo de Integração. 12

13 Aprovação CMC 1 desembolso 2 desembolso 3 desembolso 4 desembolso 5 desembolso País Descrição Montante total Projeto Montante Total FOCEM DEC Nº Data Data Montante Data Montante Data Montante Data Montan te Montante Total Desembolsos Paraguai MERCOSUL - Habitat /07 18/01/07 16/11/ /05/ /12/ ,00 Paraguai MERCOSUL - Roga /07 18/01/07 11/12/ ,00 Paraguai Acesso e circunvalação Assunção /07 18/01/07 12/03/ /11/ ,00 Paraguai Apoio integral Microempresas /07 18/01/07 25/02/ ,00 Paraguai Laboratório Biossegurança /07 18/01/07 27/03/ ,00 Paraguai Corredores Viários /07 22/05/07 11/03/ /11/ ,00 Regional PAMA /07 18/01/07 11/10/ /12/ /09/ ,55 Uruguai Rota 26 Melo - Arroio Sarandi /07 18/01/07 07/03/ /11/ /02/ /06/ solicitado 30/11/ ,00 Uruguai Internalização Produtiva - software, biotecnologia /07 18/01/07 12/10/ /07/ /08/ ,00 Uruguai Economia Social de Fronteira /07 18/01/07 25/03/ solicitado 30/11/ ,00 Uruguai Classificadores /07 22/05/07 25/03/ /08/ ,00 Uruguai Intervenções Múltiplas em Assentamentos /07 22/05/07 25/03/ /06/ ,00 Uruguai Rota 12 Empalme Rota 54 - Rota /07 28/06/07 não solicitado 0,00

14 SM Tarifa Externa Comum /07 18/01/07 21/11/ /12/ ,00 SM Base de Dados Jurisprudencial /07 18/01/07 05/12/ /03/ ,00 SM MAPEAMENTO /07 25/10/07 20/11/ /12/ ,00 Paraguai Sist.de Água potável e Saneam, rurais, indíg /07 17/12/07 17/06/ ,00 Paraguai Rota 8, San Salvador - Ramal Rojas Potrero /07 17/12/07 solicitado 27/11/09 0,00 Paraguai Desenvolvimento de produtos Turísticos Iguaçu Misiones /08 30/06/08 03/03/ /10/ ,00 Paraguai Pavimentação Rotas 6 e 7- Franco Cedrales /08 30/06/08 solicitado 27/11/09 0,00 Paraguai Pavimentação Rota 2 - Bernardino Caballero /08 30/06/08 solicitado 27/11/09 0,00 Paraguai Recapado Rota 1 e 6- Graneros del Sur /08 30/06/08 solicitado 27/11/09 0,00 Paraguai MERCOSUL YPORÄ /08 30/06/08 não solicitado 0,00 Brasil BIUNILA e IMEA /09 24/07/09 0,00 Paraguai Desenvolvimento Tec. Inovac.e Aval.da Conformidade (DeTIEC) /09 24/07/09 0,00 Totais ,55

15 DESEMBOLSOS 2009 Durante o ano 2009, foram realizados os seguintes 13 desembolsos perfazendo uma quantia de USD : Estado Beneficiário Nome do Projeto Desembolso Montante em USD Data Paraguai Reabilitação e melhoramento de Estradas de Acesso e Circunvalação da Grande Assunção. Reabilitação de Anéis Viários. Desenvolvimento de Produtos Turísticos Competitivos na Rota Turística Integrada Iguaçu Misiones, Atração Turística do MERCOSUL. Sistema de Água Potável e Saneamento, comunidades rurais e indígenas 1º Desembolso /03/2009 2º Desembolso /11/2009 1º Desembolso /03/2009 2º Desembolso /11/2009 1º Desembolso /03/2009 2º Desembolso /10/2009 1º Desembolso /06/2009 Uruguai Regional Rota 26 - trecho Melo Arroio Sarandí de Barceló. Intervenções Múltiplas em Assentamentos localizados em Territórios de Fronteira com Situações de Extrema Pobreza e Emergência Sanitária, Ambiental e Habitat. 3º Desembolso /02/2009 4º Desembolso /06/2009 2º Desembolso /06/2009 Internacionalização Produtiva software, biotecnologia 3º Desembolso /08/2009 Classificadores de resíduos 2º Desembolso /08/2009 PAMA SUE Argentina Desembolso Parcial TOTAL /09/2009 OUTORGA DE NÃO OBJEÇÃO No ano 2009, realizaram-se 10 outorgas de Não Objeção, das quais, 7 correspondem a projetos apresentados e executados pelo Paraguai, 1 ao projeto Pluriestatal FOCEM PAMA, e as restantes a projeto apresentado pelo Uruguai, conforme detalhamento no quadro a seguir: Estado Beneficiário Nome do Projeto LPI Data LPI Nº 21/08 Execução de Obras 17/02/2009 Reabilitação e melhoramento de Estradas de acesso e Circunvalação da Grande Assunção. LPI Nº 17/08 Fiscalização de Obras 05/03/2009 LPI Nº 19/08 Fiscalização de Obras 05/03/2009 Paraguai Reabilitação de Corredores Viários. Recapeamento Asfáltico sobre empedrado do Trecho Rota 8-San Salvador-Borja-Iturbe e ramal a Rojas Potrero. Pavimentação Asfáltica sobre empedrado do Trecho Itacurubi-Valenzuela-B. Caballero. Pavimentação Asfáltica sobre empedrado do Trecho Pte. Franco-Cedrales. Recapeamento do Trecho Rota 1 - La Paz - (Graneros del Sur). Desenvolvimento de Produtos Turísticos Competitivos na Rota Turística Integrada Iguaçu Misiones, Atração Turística do MERCOSUL. LPI Nº 20/08 Fiscalização de Obras 05/03/2009 LPI Nº 18/08 Fiscalização de Obras 04/02/2009 LPI Nº 21/08 Execução de Obras 17/02/2009 LPI Nº 58/09 Execução de Obras 25/11/2009 LPI Nº 58/09 Execução de Obras 25/11/2009 LPI Nº 58/09 Execução de Obras 25/11/2009 LPI Nº 58/09 Execução de Obras 25/11/2009 LPI Nº 22/08 Aquisição de luzes e equipamentos de som 23/03/2009 Pluriestatal Programa de Ação MERCOSUL Livre de Febre Aftosa (PAMA). LPN Nº 01/08 Aquisição de Camionetes, Motocicletas e Lanchas 15/04/2009 Uruguai Rota 12 Empalme Rota 54 Rota 55 LPI Nº 46/08 Rota 12 entre Rota 55 e Rota 54 01/09/

16 EM PROCESSO DE NÃO OBJEÇÃO No âmbito da UTF/SM estão igualmente em estudo para outorga de Não Objeção 3 licitações, as quais correspondem a: 1 projeto apresentado pela República do Paraguai e a 1 projeto apresentado pela República Oriental do Uruguai. MISSÕES DE ACOMPANHAMENTO Durante o ano 2009, os funcionários da UTF/SM realizaram missões de acompanhamento relativas aos seguintes projetos: Programa de Apoio Integral às Microempresas do Paraguai. Laboratório de Biossegurança NSB3A e Fortalecimento do Laboratório de Controle de Alimentos do Paraguai. MERCOSUL YPORÃ. Promoção de acesso à água potável e saneamento básico em comunidades em situação de pobreza e extrema pobreza do Paraguai. Pavimentação asfáltica sobre empedrado do trecho alimentador da Rota 2, corredor de integração regional, Itacurubi de la Cordillera-Valenzuela- Gral. Bernardino Caballero do Paraguai. Circunvalação/Turismo do Paraguai. Rota 12: Trecho Empalme Rota 55-Rota 54 do Uruguai. Economia Social de Fronteira. Fortalecimento de comunidades locais com projetos de economia social do Uruguai. Desenvolvimento de Capacidades e Infraestrutura para Classificadores Informais de Resíduos Urbanos em Localidades do Interior do Uruguai. Intervenções Múltiplas em Assentamentos Localizados em Territórios de Fronteira com Situações de Extrema Pobreza e Emergência Sanitária, Ambiental e Habitat do Uruguai. Realizou-se, de 13 a 16 de outubro, a missão de monitoramento dos Projetos MERCOSUL-Habitat de Promoção social, fortalecimento de capital humano e social em assentamentos em condições de Pobreza e Programa de Apoio Integral a Microempresas do Paraguai. Realizou-se, de 19 a 23 de outubro, a missão de monitoramento do Projeto MERCOSUL ROGA soluções habitacionais, infraestrutura e equipamento comunitário com participação cidadã do Paraguai. REUNIÕES E AVANÇOS INSTITUCIONAIS RELATIVOS AO FOCEM XVIII Reunião do Grupo Ad Hoc de Especialistas do FOCEM (GAHE FOCEM), realizada de 31 de março a 1º de abril de 2009, e XIX Reunião do Grupo Ad Hoc de Especialistas do FOCEM (GAHE FOCEM), realizada nos dias 12 e 13 de maio de 2009: Principais realizações: Discussão técnica relativa à revisão do Regulamento do FOCEM. Aprovação do Nomenclador de Gastos a ser aplicado nos projetos FOCEM. Aprovação de Relatórios Semestrais dos projetos em execução. Discussão sobre proposta sobre Formato Modelo para a Apresentação de Projetos FOCEM. Reunião de Trabalho sobre Guia de Auditoria Externa Independente dos Projetos FOCEM, realizada nos dias 20 e 21 de maio de

17 Principal realização: Elaboração do Guia de Auditoria Externa Independente dos Projetos FOCEM. Reunião sobre a conformação do Registro de Auditores Externos do FOCEM, realizada em 28 de julho de 2009, com a participação de representantes postos à disposição pelos Estados Partes. Oficina "Aplicação de Tributos em Projetos FOCEM", realizada em 11 de novembro de 2009, com participação de especialistas dos Estados Partes. Participação do 7º Seminário Oficina Binacional, Políticas de Integração de Fronteiras: Espaço de vida diverso e complexo, cidade de Bagé, 10 e 11 de setembro Palestra no Seminário Oficina Integração e Cooperação Fronteiriça no MERCOSUL, Montevidéu, de 21 a 25 de setembro de COORDENAÇÃO UTF/SM Conforme estabelecido no artigo 20 da Decisão CMC Nº 24/05, a partir do dia 3 de setembro do ano 2009, a Unidade Técnica FOCEM /SM conta com uma nova Coordenação, a qual é exercida por um período de um ano pela República do Paraguai, em virtude do critério de rotação por ordem alfabética. PÁGINA WEB DO FOCEM Desde 24 de junho de 2009 está disponível a página web do FOCEM (www.focem.mercosur.int). 17

18 A referida página constitui para o FOCEM um significativo avanço qualitativo, visto que oferece ao público em geral, informações relevantes acerca do Fundo. Em adição, o novo site outorga às Unidades Técnicas Nacionais FOCEM (UTNFs) e à UTF/SM, uma base para prover elementos de gestão dos projetos aprovados, ao tempo que passa a constituir uma plataforma de troca de informações entre as mesmas. A página compõe-se de duas grandes seções: Seção de acesso para o público em geral FOCEM: o usuário poderá encontrar informações acerca do FOCEM, tais como: o que é o Fundo, programas contemplados, regulamento, entre outros. Projetos: estão disponíveis os dados dos projetos em estudo, concluídos e aprovados bem como informações acerca do mecanismo de aprovação de projetos, auditorias realizadas e planos de aquisições. Documentos e Normativa: compilação de toda a normativa relativa ao Fundo. Convocações e Licitações: serão divulgadas as informações sobre as licitações internacionais no âmbito dos projetos FOCEM. Registro de Auditores: apresenta o banco permanente de auditores para os projetos FOCEM. Contatos: para obter os dados de contacto das UTNFs e da UTF/SM. Galeria de Imagens: acesso a fotos que representam o registro visual da execução dos projetos FOCEM. Também, a página possibilita a busca de informações no site, o cadastramento do usuário para receber futuros boletins, além de fornecer links de interesse e perguntas frequentes. Seção Intranet À parte de toda a informação para o usuário em geral, a página contém uma seção Intranet para o acesso da UTF/SM e das UTNFs. Nesta seção Intranet os usuários habilitados encontrarão uma base de dados dos projetos FOCEM e uma agenda interna de atividades. A UTF/SM, a partir da base de dados de projetos, poderá, além de fazer o gerenciamento das fichas completas de cada projeto, incluir dados de desembolsos, arquivos e informações significativas do projeto. Os usuários das UTNFs, além de visualizar todas as fichas dos projetos, poderão incluir arquivos e dados da ficha eletrônica de novos projetos. A Intranet significa um importante avanço como canal de comunicação entre a UTF/SM e as UTNFs. 18

19 SETOR DE NORMATIVA, DOCUMENTAÇÃO E DIVULGAÇÃO (SND) O SND está integrado atualmente por dez funcionários, sendo quatro Técnicos, e seis, Assistentes Técnicos. Esta Seção do Relatório Atividades 2009 da Secretaria do MERCOSUL contém uma descrição das principais tarefas realizadas durante o ano em curso, consoante as competências atribuídas ao Setor pela Decisão CMC Nº 07/07. APOIO AO PROCESSO DE ELABORAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE NORMAS NO MERCOSUL Analisar os aspectos formais dos projetos e propostas de normas elevadas pelos foros técnicos à consideração dos órgãos decisórios do MERCOSUL e proceder à elaboração das Propostas de Correção, quando for o caso A tais efeitos o SND fez um levantamento e analisou cerca de 232 Atas dos foros dependentes dos órgãos decisórios nas quais constam em anexo 130 projetos de normas e elaborou, em consequência, 12 propostas de correção com suas correspondentes Fé de Erratas. De forma complementar, o SND enviou previamente a cada reunião técnica preparatória uma lista dos Projetos de Normas, com cópia para os demais Estados Partes, conjuntamente com suas respectivas Propostas de Correção, no intuito de facilitar a tarefa das distintas Delegações. Proceder, com o apoio do SAP, à revisão das versões em idiomas espanhol e português dos projetos de normas e assegurar a efetiva correspondência dos textos nos dois idiomas, antes de seu encaminhamento à consideração dos órgãos decisórios O SND realizou até meados de 2009, as traduções de todos os projetos de normas elevados aos órgãos decisórios. Por sua vez, a partir de junho do presente ano, efetuou cerca de 500 traduções em forma conjunta e coordenada com o Setor de Apoio. Cabe considerar dentre as mencionadas traduções, os projetos de normas, as sistematizações, os Comunicados e Declarações Presidenciais, etc. ACOMPANHAMENTO DO PROCESSO DE INCORPORAÇÃO DAS NORMAS DO MERCOSUL AO ORDENAMENTO JURÍDICO DOS ESTADOS PARTES Registrar as notificações dos Estados Partes relativas à incorporação das normas do MERCOSUL aos ordenamentos jurídicos nacionais O SND elaborou, para sua apresentação perante a Reunião Técnica sobre Incorporação da Normativa MERCOSUL (RTIN), o quadro de incorporação aos ordenamentos jurídicos nacionais dos Protocolos, Decisões, Resoluções e Diretrizes, a partir da informação recebida das Coordenações Nacionais e da Direção de Tratados do Ministério das Relações Exteriores da República do Paraguai. Este quadro foi atualizado mensalmente para sua posterior apresentação à RTIN e/ou para disponibilidade das distintas delegações dos Estados Partes (DT 08/2002 Addendum 31). Comunicar aos Estados Partes a conclusão do processo de incorporação das normas do MERCOSUL ao ordenamento jurídico de todos os países membros O SND realizou a comunicação aos Estados Parte da conclusão do processo de incorporação das normas MERCOSUL aos ordenamentos jurídicos nacionais, com indicação da data em que as mesmas entrarão em vigência de acordo com o procedimento estabelecido no Capítulo IV do Protocolo de Ouro Preto. Do mesmo modo, comunicou à Secretaria Geral da ALADI, a incorporação da Norma MERCOSUL e seu correspondente Protocolo Adicional, aos ordenamentos jurídicos dos quatro Estados Partes, conforme estabelece a Resolução GMC Nº 43/03. Manter atualizadas as listas com o estado de incorporação das normas do MERCOSUL nos Estados Partes 19

20 O SND procedeu à atualização sistemática da listagem geral sobre a incorporação das normas MERCOSUL aos ordenamentos jurídicos nacionais, a qual foi apresentada no âmbito da RTIN, conforme indicado ut supra. Adicionalmente, o SND elaborou e apresentou no âmbito da RTIN, as seguintes Listas relativas a: Normas que restam ser incorporadas por um único Estado Parte para sua entrada em vigor. Normas com prazo de incorporação vencido. Normas em Revisão. Índices de vigência e de incorporação dos Acordos Internacionais, Decisões, Resoluções e Diretrizes, bem como dos índices de incorporação por Estado Parte e por Estado Associado, no que for pertinente. Acompanhamento e Atualização do Acervo Normativo do MERCOSUL. Normas MERCOSUL protocolizadas na ALADI tanto as vigentes como as revogadas, bem como daquelas em processo de protocolização. Reunir as normas nacionais por meio das quais os Estados Partes incorporaram as normas do MERCOSUL a seus respectivos ordenamentos jurídicos nacionais Durante o presente ano o SND ingressou na base de dados da Secretaria do MERCOSUL as normas nacionais por meio das quais os Estados Partes incorporaram as normas do MERCOSUL aos ordenamentos jurídicos dos Estados Partes. Manter atualizadas as listas de Acordos, Protocolos, Decisões, Resoluções, Diretrizes e Recomendações, assim como as de projetos de normas elevados pelos foros técnicos à consideração dos órgãos decisórios do MERCOSUL O SND elaborou e manteve permanentemente atualizada a Lista de Normas MERCOSUL e suas Concordâncias nos dois idiomas oficiais do MERCOSUL, para sua apresentação nas reuniões dos órgãos decisórios. Outrossim, o Setor elaborou e manteve listagem atualizada que contém todas as normas aprovadas no marco da Resolução Nº 69/00 relativa às Ações Pontuais no âmbito tarifário por razões de abastecimento. Adicionalmente, o SND elaborou e manteve listagem atualizada de todas as normas aprovadas nos dois últimos anos no marco da Resolução Nº 69/00 relativa às Ações Pontuais no âmbito tarifário por razões de abastecimento, e na qual são identificadas aquelas ainda vigentes no dia da data. O SND elaborou igualmente, para cada reunião da Comissão de Comércio do MERCOSUL, a Lista de Consultas em Plenário. A mencionada Lista compreende as consultas pendentes. ASSISTÊNCIA NOS PROCEDIMENTOS DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS VIGENTES NO MERCOSUL Registrar as listas de árbitros e especialistas previstas nos procedimentos de Solução de Controvérsias e Reclamações do MERCOSUL, assim como as previstas nos acordos assinados pelo MERCOSUL com terceiros países, grupos de países e organismos internacionais. Realizar outras tarefas que são encomendadas nos processos de Solução de Controvérsias e Reclamações do MERCOSUL, assim como nos procedimentos de resolução de controvérsias acordados entre o MERCOSUL e terceiros países ou grupos de países. A Secretaria do MERCOSUL procedeu à atualização da lista de árbitros do Tribunal Permanente de Revisão (TPR) designados pela Decisão CMC Nº 36/08. Igualmente, participou dos trâmites para a obtenção das Declarações a serem assinadas pelos árbitros titulares e suplentes do TPR designados conforme prescreve o artigo 10 do Protocolo de Olivos para a Solução de Controvérsias no MERCOSUL. 20

21 ORGANIZAÇÃO DO ARQUIVO OFICIAL Organizar, sistematizar e manter atualizado o arquivo oficial do MERCOSUL, o qual deverá ser formado por toda a documentação emanada dos órgãos da estrutura institucional do MERCOSUL, assim como por todos os instrumentos firmados pelo MERCOSUL com terceiros países, grupos de países ou organismos internacionais O SND, conforme estabelecido no Protocolo de Ouro Preto na Decisão CMC Nº 07/07 e demais normas complementares, opera como responsável do resguardo e atua como depositário dos documentos oficiais do MERCOSUL. Nesse contexto, uma vez ingressada a documentação oficial na Secretaria do MERCOSUL, o SND procede a sua classificação, paginação, sistematização e escaneamento para sua entrada na Base de Dados da Secretaria do MERCOSUL. Assim, o SND procedeu a resguardar e depositar os documentos oficiais ingressados na Secretaria do MERCOSUL no Arquivo Oficial do MERCOSUL. Visto que se trata de documentos oficiais emanados dos órgãos decisórios, foram feitas cópias certificadas dos mesmos para ser remetidas posteriormente aos Estados Partes. Manter atualizada a Base de Dados da SM, a qual deverá estar estruturada de maneira a viabilizar consultas por tema, órgão emissor ou tipo de norma O SND procede permanentemente à atualização da Base de Dados da Secretaria do MERCOSUL, mediante o ingresso no mencionado Gestor Documental de toda a documentação oficial recebida pela Secretaria do MERCOSUL. Cotejar as versões em meio físico e magnético das atas e de seus anexos e, em caso de discrepância entre as mesmas, efetuar a correção pertinente na versão em meio magnético No ano 2009, e mais especificamente sob a Presidência Pro Tempore de Paraguai, contabilizaram-se cerca de 174 documentos oficiais, enquanto que no contexto da Presidência Pro Tempore do Uruguai foram recebidas até o momento cerca de 58 Atas originais com seus correspondentes meios eletrônicos. Em tal sentido, o SND procedeu a efetuar o controle da efetiva correspondência entre o meio físico e o magnético de toda a documentação oficial ingressada na Secretaria do MERCOSUL. Arquivar as normas nacionais por meio das quais os Estados Partes incorporaram as normas do MERCOSUL a seus respectivos ordenamentos jurídicos O SND, levou registro dos instrumentos ou medidas por meio dos quais a normativa MERCOSUL foi incorporada ao ordenamento jurídico dos Estados Partes, foram igualmente paginados, escaneados e entrados na Base de Dados da Secretaria do MERCOSUL, prévio resguardo da versão em suporte papel no Arquivo Oficial do MERCOSUL. SERVIÇOS DE APOIO AOS PROCESSOS NEGOCIADORES Elaborar documentos de apoio, seguimento e listados dos trabalhos dos órgãos que compõem a estrutura institucional: seguimento aos Programas de Trabalho Anuais e seu Grau de Cumprimento, Estrutura Institucional, Documentos de Trabalho e Informativos, número de reuniões, dossiê de documentos, entre outros Durante o ano 2009, o SND realizou a atualização da estrutura institucional do MERCOSUL, das Listas de Programas de Trabalho bem como de seu Grau de Cumprimento, as listas de Documentos de Trabalho (DT) e dos Documentos Informativos (DI) de cada órgão e foro dependente contemplado na estrutura institucional. 21

22 Elaborar o dossiê normativo sobre determinada temática Durante o ano 2009, procedeu-se à publicação da compilação normativa referente ao Fundo para a Convergência Estrutural do MERCOSUL e à sua atualização. Do mesmo modo, o SND realizou compilação normativa em matéria de Educação, a qual está pendente de publicação. Prestar apoio às reuniões dos órgãos do MERCOSUL Durante o ano 2009 os funcionários do SND prestaram apoio presencial em cerca de 62 reuniões dos órgãos e foros da estrutura institucional do MERCOSUL, conforme detalhe a seguir: Conselho do Mercado Comum PPTP PPTU Reunião Data Reunião Data XXXVII Ordinária 23 e 24 /07/09 XXXVIII Ordinária 07/12/2009 Grupo Mercado Comum PPTP PPTU Reunião Data Reunião Data LXXV Ordinária 26 e 27/03/09 LXXVII Ordinária LXXVI Ordinária 31 a 2/07/09 LXXIVIII Ordinária de 28 a 30/10/09 de 4 e 5/12/09 Comissão de Comércio do MERCOSUL PPTP PPTU Reunião Data Reunião Data CVI Ordinária 09 a 11/03 CIX Ordinária CVII Ordinária 21 a 23/04 CX Ordinária CVIII Ordinária 02 a 04/06 CXI Ordinária de 02 a 04/09/09 de 19 a 22/10/09 de 17 a 19/11/09 X Extraordinária 21/07/2009 XI Extraordinária 4/12/09 No que diz respeito aos Subgrupos de Trabalho e demais Foros dependentes do Grupo Mercado Comum, especificamente, o SND prestou apoio presencial aos seguintes: DDHH, RECS, FCCR, FCCP, GAHE-FOCEM, REGLAMENTO FOCEM, CMA, SGT Nº 3, SGT Nº 6, SGT Nº 7, SGT Nº 8, SGT Nº 11, RTIN, RMS, RMJ, RMI. Durante a PPTU prestou também apoio às seguintes reuniões: DDHH, RECS, FCCR (3), FCCP, GAHE-FOCEM, REGLAMTO FOCEM (5), CMA (2), GAP, SGT Nº 3, SGT Nº 6, SGT Nº 7, SGT Nº 8, SGT Nº 11, RTIN, RMS, RMJ, RMI, REAF, CCT, REMPM, RMEPBC. Finalmente, o SND prestou à PPT em exercício serviços de referência rápida para a elaboração de documentos nos quais se incluem os dados da última reunião, ata, seus anexos e a numeração dos DT ou DI se houverem. DIVULGAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO E DA NORMATIVA MERCOSUL Atender às consultas sobre a documentação e as normas do MERCOSUL O SND, durante o ano 2009, respondeu aproximadamente mais de consultas efetuadas por particulares e por Delegados dos Estados Partes. 22

23 Elaborar e divulgar o Boletim Oficial do MERCOSUL Durante o ano 2009 efetuou-se a edição e publicação do BOM Nº 42 (referente à PPTB 2008), e Nº43 (referente à PPTP 2009). Também, a Secretaria do MERCOSUL se encontra trabalhando para a publicação, até final de 2009, do BOM Nº 44, correspondente à Presidência Pro Tempore do Uruguai. Assim, atualiza-se completamente a edição e publicação dos Boletins Oficiais do MERCOSUL. Manter atualizada a lista de destinatários do Boletim Oficial do MERCOSUL e responsabilizar-se pela sua divulgação e distribuição O SND, leva registro atualizado dos assinantes e interessados no Boletim Oficial do MERCOSUL. Selecionar toda a documentação de caráter público emanada dos órgãos da estrutura institucional do MERCOSUL, para sua inclusão na página WEB Uma vez concluída cada uma das reuniões previstas no Calendário de Reuniões elaborado pela Presidência Pro Tempore em exercício, o SND recebeu a documentação oficial delas emanada, deu entrada na planilha geral de documentos oficiais que são depositados no Arquivo Oficial do MERCOSUL, sistematizou, classificou e indexou as mesmas, assinalando para cada caso o caráter do documento (público ou reservado). Toda documentação segue um procedimento normalizado para seu registro e posterior divulgação através do Portal Oficial. Elaborar e manter atualizado o Catálogo de Autoridades, baseado em dados fornecidos pelos Estados Partes O SND procedeu à atualização periódica do Diretório de Autoridades do MERCOSUL com base na informação remetida pelos Estados Partes, para sua posterior publicação no Portal Oficial do MERCOSUL, através do Gestor Documental. Visitas de instituições de ensino fundamental, médio, superior e escolas técnicas ou profissionalizantes dos Estados Partes Durante o ano 2009 o Setor recebeu as visitas das instituições detalhadas abaixo. As visitas de nível universitário foram recebidas conjuntamente pelo SAT e a UTF/SM: Primeiro e Segundo Grau Liceo Suecia Instituto Arnold Gesell Colegio Santa Elena Colegio San Cayetano Escola Nº 124 Escola Nº 13 Escola Nº 48 Colegio Uruguay 23

24 Universidades: School for International Training (SIT. Vermont - USA) Universidade URI/ERECHIM (Brasil) Faculdade Montserrat (Brasil) Biblioteca do MERCOSUL O SND, no transcurso do ano 2009, manteve atualizada a base de dados da Biblioteca do MERCOSUL. Até a data da publicação do presente Relatório o acervo ou a informação bibliográfica da Biblioteca do MERCOSUL compreende: Catálogo de monografias: Conta com títulos (documentos monográficos), cópias, 650 folhas de rosto e 500 tabelas de conteúdos escaneadas. Catálogo de revistas: Conta com 222 títulos com exemplares. Portal de livros a texto completo e Revistas eletrônicas: há 100 referências URL de cada um. Tesauro: inclui termos normalizados. A Biblioteca Virtual do MERCOSUL possui também links às bibliotecas dos Ministérios das Relações Exteriores, Ministérios da Economia ou seus equivalentes e Bancos Centrais dos Estados Partes, como a outros sites de interesse, através do Localizador de Informação MERCOSUL (LIM). 24

25 GESTOR DOCUMENTAL OBJETIVOS E FUNCIONALIDADES DO GESTOR DOCUMENTAL DA SECRETARIA DO MERCOSUL O Gestor Documental da Secretaria do MERCOSUL está concebido como uma ferramenta de preservação de toda a Documentação Oficial do MERCOSUL em meio eletrônico. Até o momento, toda a documentação emanada dos órgãos e foros que conformam o MERCOSUL era armazenada, uma vez processada pelo SND, em diferentes diretórios da rede, em forma de arquivos independentes, o qual dificultava sua manutenção, busca ou acompanhamento. O novo Gestor Documental tem por objetivos fundamentais: Oferecer um repositório integrado contendo a totalidade da documentação existente em um único lugar. Oferecer acesso aos delegados e ao público em geral, a toda a Documentação Oficial de caráter público, através do Portal Oficial do MERCOSUL. Servir de ferramenta de apoio às tarefas realizadas, principalmente pelo SND da Secretaria do MERCOSUL, em exercício das competências atribuídas ao Setor pela Decisão Nº 07/07. Dentre as funcionalidades do Gestor Documental encontra-se a de atuar como ferramenta de armazenamento e busca de documentos que permite: definir propriedades para cada documento relacionar diferentes documentos manter o histórico de todas as versões de um documento realizar buscas sofisticadas por qualquer palavra ou palavras no conteúdo do documento, por qualquer uma de suas propriedades, por palavras no título ou observações, e no caso particular da Normativa do MERCOSUL, por uma ampla lista de descritores. TECNOLOGIAS UTILIZADAS O Gestor Documental sustenta-se na utilização dos produtos Lotus Domino e Lotus Quickr. O sistema interno se executa em clientes de Lotus Notes. Também utilizou-se Lotus Domino para o desenvolvimento da página web. Conta com um sistema automático de avisos que se realizam utilizando o serviço de correio eletrônico fornecido pelo Lotus Domino. SISTEMAS DO GESTOR DOCUMENTAL O Gestor Documental é composto por um sistema de uso interno e por um sistema automático de publicação no Portal Oficial do MERCOSUL de toda a informação que seja catalogada como pública. MÓDULOS QUE COMPÕEM O GESTOR DOCUMENTAL Por outra parte, e devido aos diferentes tipos de funcionalidades que oferece, o Gestor Documental se encontra dividido em um grupo de módulos, os quais se apresentam no seguinte gráfico: 25

26 Estrutura Institucional Estrutura Atual e Histórica Documentos Oficiais Sistematização Diretório de Autoridades Calendário de Reuniões Atas Anexos Normativa Consultas na CCM Publicação Portal Oficial do MERCOSUL Acompanhamento de Tarefas Emitidos pela SM Programas de Trabalho Boletim Oficial do MERCOSUL Reclamações Outros Laudos e Opiniões Consultivas Módulo Estrutura Institucional Contém toda a informação atual e histórica dos órgãos que compõem o MERCOSUL. A saber: Estrutura Atual e Histórica: Realiza a manutenção dos órgãos que compõem a estrutura Institucional atual do MERCOSUL Realiza o registro de toda as alterações sucedidas nos órgãos que a integram, incluindo as mudanças de nome, fusões e divisões, fim da vigência, etc. Atribui a cada órgão de seu Programa de Trabalho vigente Grau de Cumprimento, Regulamento interno e Pauta negociadora. Diretório de Autoridades: Permite o ingresso e a manutenção das Autoridades que integram os Órgãos do MERCOSUL. Permite o registro, para cada autoridade, dos órgãos aos quais pertence o pertenceu no passado. Calendário de Reuniões Permite a manutenção do Calendário de reuniões do MERCOSUL. Permite, para cada órgão que compõe o MERCOSUL, o registro das reuniões que realizou em forma individual ou conjunta, incluindo a data e local da reunião. Uma vez ingressada uma reunião, é anexada toda a documentação que nela tenha sido gerada. Módulo Documentos Oficiais Este outro módulo é encarregado de armazenar todos os documentos emanados dos órgãos que compõem a estrutura institucional do MERCOSUL, e, em particular, daqueles gerados pela Secretaria do MERCOSUL com motivo de seu apoio ao processo negociador. O módulo Documentos Oficiais permite: Armazenar documentos públicos e reservados. Os documentos públicos, uma vez validados pelo responsável, podem consultados e baixados no Portal Oficial do MERCOSUL. 26

27 Registrar as diferentes versões de cada documento, as quais poderão ser consultadas por todos os usuários da SM. No Portal Oficial do MERCOSUL, encontra-se publicada a última versão validada. Registrar novas versões através de corrigenda, addendum e fé de erratas, conforme o caso. Realizar o acompanhamento das diferentes propostas da Secretaria do MERCOSUL de corrigenda e fé de erratas, desde o momento em que são propostas até sua implementação ou recusa, enviando avisos ao funcionário responsável quando é requerida sua intervenção para realizar as comunicações cabíveis. Buscar documentos, podendo buscar por qualquer palavra o palavras no conteúdo do documento, por qualquer uma de suas propriedades, por palavras no título ou observações, e no caso particular da Normativa, por una ampla lista de descritores. Também é possível realizar buscas combinadas. A seguir, descrevem-se brevemente os principais documentos armazenados. Cada documento recebe um tratamento especial, conforme sua função e processamento: Atas e anexos: Correspondem às atas geradas nas reuniões dos diferentes órgãos e foros que integram a estrutura institucional do MERCOSUL, incluindo seus anexos. Para cada ata é armazenada uma versão no Microsoft Word e uma versão em PDF. Os anexos podem conter, por sua vez, outros documentos, como programas de trabalho, Grau de Cumprimento de Programas de Trabalho, Documentos de Trabalho, Documentos Informativos, Normativa, Projetos de Normativa, etc., conforme o caso. Normativa: Correspondem às normas aprovadas pelos órgãos decisórios, e também a Protocolos, Acordos e outros documentos similares. Uma normativa pode ser parte de um anexo de uma ata, ou ser registrada em forma independente. Para cada normativa, o Gestor Documental permite: O registro de versões no Microsoft Word e em PDF, em espanhol e português, podendo também ser registradas versões em outros idiomas. O registro dos signatários da normativa. O ingresso de concordância com outras normativas. O ingresso de descritores que permitem realizar sobre ela buscas mais específicas. A relação entre normas e projetos de normas por meio de antecedentes, o qual permite conhecer o histórico de uma normativa, desde sua gestação até sua aprovação final. O acompanhamento da situação da normativa em relação a sua incorporação pelos diferentes Estados Partes e sua vigência, enviando avisos via correio eletrônico ao funcionário responsável quando é requerida sua intervenção para realizar as comunicações cabíveis. Toda informação associada a uma normativa é publicada no Portal Oficial do MERCOSUL, ficando sujeita a publicação da informação de incorporação à aprovação do órgão correspondente. A normativa também é publicada no Boletim Oficial do MERCOSUL. Consultas na Comissão de Comércio do MERCOSUL (CCM): Correspondem às consultas realizadas na CCM pelos Estados Partes. Registram-se os diferentes documentos associados a cada consulta, e é feito um acompanhamento do estado de cada uma delas, desde o início até o fim. Os documentos associados a uma Consulta na CCM sempre são parte de um anexo nas atas da CCM. 27

28 Outros documentos: O Gestor Documental permite registrar uma variedade de documentos -que podem ser parte de atas de reunião ou não- e que são tratados em forma distinta, conforme sua classificação, e têm diferentes propriedades. Alguns exemplos destes documentos são: Programas de Trabalho Grau de Cumprimento Documentos de Trabalho Documentos Informativos Projetos de Normativa Documentos emitidos pela SM: Os documentos gerados pela SM são registrados no Gestor Documental como documentos gerados pelo órgão SM e aqueles que se identificam como públicos são publicados no Portal Oficial do MERCOSUL, em seção separada de fácil e rápido acesso. Reclamações: Correspondem às Reclamações realizadas entre os Estados Partes. Registram-se os diferentes documentos associados a cada reclamação, e é feito um acompanhamento do estado de cada uma delas, desde o início até o fim, incluindo a informação dos especialistas designados para seu tratamento e seu parecer. Os documentos associados a uma Reclamação podem ser parte do anexo de um ata ou não. Unicamente aqueles documentos indicados como públicos são publicados no Portal Oficial do MERCOSUL. Módulo Laudos, Esclarecimentos de Laudo e Opiniões Consultivas Correspondem às Controvérsias surgidas entre os Estados Partes. Registram-se os diferentes documentos associados a cada controvérsia e é feito um acompanhamento do estado de cada uma delas, desde o início até o fim, incluindo a informação dos árbitros designados para seu tratamento e sua atuação, até a emissão do Laudo, Esclarecimento de Laudo ou Opinião Consultiva correspondente. Módulo Acompanhamento de Tarefas Todos os documentos ingressados no Gestor Documental são validados mais tarde por um funcionário do SND. Se o documento é marcado como público, ele é automaticamente publicado no Portal Oficial do MERCOSUL. El módulo de Acompanhamento de Tarefas permite: conhecer o estado em que se encontra um documento mediante caixas de documentos pendentes, facilitar ao funcionário responsável a tarefa de validar os documentos ingressados enviar diferentes avisos via aos funcionários designados para o acompanhamento diferentes documentos e processos Este processo permite garantir a qualidade da informação mantida no sistema e, em particular, daquela disponível para o público em geral. 28

29 Boletim Oficial do MERCOSUL (BOM) O módulo correspondente à publicação do Boletim Oficial do MERCOSUL permite ao funcionário responsável baixar do Gestor Documental todos aqueles documentos necessários para elaboração do BOM para um período indicado. O BOM contém toda a Normativa, os Laudos e as Opiniões Consultivas aprovados ou emitidos no período. A geração do BOM considera aqueles documentos que foram validados pelo funcionário correspondente, alertando em caso de existir documentos ainda não validados. Também controla que os documentos incluídos em um BOM não tenham sido incorporados em um Boletim Oficial anterior. Uma vez publicado um BOM, seu índice de conteúdos é publicado no Portal Oficial do MERCOSUL, oferecendo acesso rápido a todos os documentos que contém. ESTADO DO INGRESSO DE DOCUMENTOS OFICIAIS AO GESTOR DOCUMENTAL E SUA PUBLICAÇÃO NO PORTAL DO MERCOSUL Estrutura Institucional A estrutura institucional está ingressada ao Gestor Documental, e disponível no Portal do MERCOSUL, em forma quase completa. Assim, no site oficial atualmente é possível visualizar informação relativa aos órgãos decisórios e seus foros dependentes, bem como informação vinculada a outros órgãos que integram a estrutura institucional do MERCOSUL, a saber: o Parlamento do MERCOSUL, o Tribunal Permanente de Revisão, o Foro Consultivo Econômico e Social, entre outros. Por outra parte, estão em processo de ingresso ao Gestor Documental os demais foros dependentes dos órgãos e foros dependentes dos órgãos decisórios do MERCOSUL, tais como Grupos de Trabalho, Comissões, etc. Documentos oficiais Estão disponíveis no Portal do MERCOSUL os documentos oficiais emanados dos três órgãos decisórios (CMC, GMC e CCM) em sua totalidade, desde sua criação até a data. Os memos compreendem as Atas das reuniões, incluindo seus Anexos, que, por sua vez, podem conter outros documentos, tais como: Documentos de Trabalho o Informativos; Programas de Trabalho e seu Grau de Cumprimento, assim como a Normativa e Projetos de Normas, entre outros. Além disso, foram ingressados no Gestor Documental, e é possível visualizar no Portal do MERCOSUL em forma completa, os documentos oficiais relativos às seguintes reuniões: SGT 2 (Atas anos ); SGT 3 (1 Ata 2009); SGT Nº 5 (1 Ata 2006), SGT Nº 7 (Atas anos 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 e 2009), SGT 8 (Atas anos 2002, 2003, 2004, 2008 e 2009), e RTIN (Atas anos 2004, 2008 e 2009). Por outra parte, o SND prossegue com o carregamento dos restantes documentos oficiais conforme dois critérios: a) manter atualizado o ingresso dos documentos oficiais aprovados durante o ano em curso, isto é 2009; b) dar entrada aos documentos oficiais dos foros dependentes dos órgãos decisórios, desde o ano 2000 até o ano Com referência às Normas MERCOSUL, até o presente, é possível visualizar no Portal do MERCOSUL através do Gestor Documental: As Decisões do Conselho do Mercado Comum de 2001 a 2009, e as aprovadas no ano Estão sendo processadas, para seu ingresso no Gestor Documental e sua posterior publicação no Portal, as Decisões aprovadas de 1992 a As Resoluções do Grupo Mercado Comum de 2003 a 2009 As Resoluções aprovadas nos anos 2002 e 2001 se encontram em processo de validação a efeitos de sua publicação no Portal do MERCOSUL. Igualmente, estão em processo de carregamento as Resoluções aprovadas no ano 1999 e Estão igualmente se processando para seu ingresso no gestor Documental as Resoluções correspondentes ao período de 1998 a

30 As Diretrizes da Comissão de Comércio de 1994 a 2009 Outrossim, estas normas já contam com sua correspondente concordância para os anos 2007 a 2009 e com informação relativa a seu estado de incorporação aos ordenamentos jurídicos nacionais dos Estados Partes para esses mesmos anos. As Recomendações do Conselho do Mercado Comum de 2002 a 2009 Reclamações e Controvérsias Foram ingressados no Gestor Documental todos os Laudos, Esclarecimentos de Laudos e Opiniões Consultivas emitidos pelos Tribunais constituídos tanto ao amparo do regime do Protocolo de Brasília como do Protocolo de Olivos. Foram ingressados no Gestor Documental os dados relativos a todos os Árbitros e Especialistas do MERCOSUL, conforme o estabelecido pelo Protocolo de Olivos para a Solução de Controvérsias no MERCOSUL. Adicionalmente, está se realizando o carregamento dos processos relativos a cada uma das controvérsias ou reclamações suscitadas ao amparo das normas MERCOSUL sobre solução de controvérsias. 30

31 SETOR DE ADMINISTRAÇÃO (SA) O SA é responsável das atividades relativas à administração financeira, patrimonial e dos recursos humanos da Secretaria do MERCOSUL. Integram o Setor seis funcionários sendo três Técnicos, dois, Assistentes Técnicos e um, Pessoal de Apoio. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E PATRIMONIAL A execução do orçamento da Secretaria do MERCOSUL, até 30 de novembro de 2009, realizou-se conforme previsto na Resolução GMC Nº 70/08, perfazendo a quantia de U$S , equivalente a 73,7% do orçamento aprovado para o ano O Setor de Administração elaborou, para encaminhamento às Coordenações Nacionais do Grupo Mercado Comum, e às Representações junto à ALADI e ao MERCOSUL, os seguintes relatórios: Execução orçamentária. Estado de dívida global da SM. Análise da situação da dívida e contribuições dos Estados Partes ao Orçamento da SM e Contas especificas. Desagregação das dívidas, contribuições e custos financeiros. Relatório sobre a execução de Excedentes Orçamentários aprovados pelo GMC. O Setor de Administração realizou as seguintes aquisições conforme os procedimentos estabelecidos na Resolução GMC Nº 50/03: Insumos e artigos de escritório. Insumos e produtos de limpeza e refeitório. Hardware. Software. Mobília. Equipamentos de ar condicionado. Cabe igualmente salientar, dentre as aquisições efetuadas durante o ano 2009, a compra de fechadura digital destinada ao Arquivo Oficial do MERCOSUL no intuito de tornar mais seguro o depósito e arquivo dos documentos oficiais. O investimento consiste em um cilindro eletrônico com 4 chaves eletrônicas e um kit de gestão. Este dispositivo, mediante um software de administração, permite criar até usuários, auditorias de até 600 eventos com identificação de usuários, datas e horas de uso, bem como a restrição de acessos segundo faixas horárias criadas pelo administrador, em caso de eventos adversos como perda ou roubo de alguma chave, permite o cancelamento individual da mesma. Elaborou e encaminhou para consideração das Coordenações Nacionais do Grupo Mercado Comum e as Representações junto à ALADI e ao MERCOSUL o projeto de Orçamento da Secretaria do MERCOSUL para o ano Executou o orçamento do Fundo para a Convergência Estrutural e Fortalecimento da Estrutura Institucional do MERCOSUL (FOCEM). 31

32 Realizou a gestão e acompanhamento da Conta SM/FOCEM, Fundo Rotatório. Administrou o Fundo Especial para Controvérsias. Administrou a Conta Especial para Opiniões Consultivas. Administrou os Fundos de Excedentes autorizados por diferentes Resoluções do GMC. Participou da gestão administrativa do Projeto Piloto FOCEM Base de Dados Jurisprudenciais do MERCOSUL. Participou da gestão administrativa do Projeto Piloto FOCEM Fortalecimento Institucional da Secretaria do MERCOSUL para o Sistema de informação da Tarifa Externa Comum. Participou da gestão administrativa do Projeto Piloto FOCEM Identificação das Necessidades de Convergência Estrutural no MERCOSUL.(MAPEO) Participou da gestão administrativa do Projeto Piloto FOCEM MERCOSUL Livre de Febre Aftosa - PAMA. Participou da gestão administrativa Convênio ATN/SF 9014 RG, Projeto de Fortalecimento Institucional do MERCOSUL e Consolidação do Mercado Regional, do BID. Participou da gestão administrativa do Convênio ATN/SF RG, Programa de Apoio Técnico à Comissão de Comércio do MERCOSUL (CCM), financiado pelo BID. Participou da gestão administrativa do Convênio ATN/SF RG, Programa de apoio ao PARLAMENTO do MERCOSUL para a formação de Formadores de opinião, financiado pelo BID. Administrou os fundos previstos pelas Resoluções GMC Nº 39/04, 64/05, 64/06, para a conformação do Fundo de Depreciação dos equipamentos adquiridos no marco do Projeto UE SM Apoio à Secretaria Administrativa do MERCOSUL ASR/B7-3110/98/0426, consistente em Amortização e Depreciação de Equipes e Renovação de Licença de Software. Procedeu à atualização do Inventário dos bens da Secretaria do MERCOSUL. ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Participou de todo o processo administrativo relativo aos concursos realizados durante o ano 2009 para a incorporação das seguintes categorias de funcionários da Secretaria do MERCOSUL: 1 cargo de Assessor Técnico, para a Unidade Técnica de Estatística de Comércio Exterior do MERCOSUL, correspondente ao Paraguai. 1 cargo de Técnico, Contabilista, para o Setor de Administração, correspondente à Argentina. 1 cargo de Técnico, Tradutor, para o Setor de Apoio, correspondente ao Brasil. 1 cargo de Técnico, Informático, para o Setor de Apoio, correspondente ao Paraguai 1 cargo de Assistente Técnico, para o Setor de Apoio, correspondente à Argentina. 1 cargo de Assistente Técnico, para o Setor de Administração, correspondente ao Brasil. 1 cargo de Assistente Técnico, para o Setor de Administração, correspondente ao Paraguai 1 cargo de Pessoal de Apoio, para o Setor de Apoio, correspondente ao Uruguai. Participou do processo de contratação e de renovação de contratos celebrados pela Secretaria do MERCOSUL relativos a seus funcionários e aos funcionários da Unidade Técnica FOCEM da Secretaria do MERCOSUL. Participou também do processo administrativo de afastamento do pessoal da Secretaria do MERCOSUL. 32

33 Procedeu ao registro das contratações, assistências, ausências, férias e licenças, da totalidade dos funcionários da Secretaria do MERCOSUL. Neste último sentido, a Secretaria do MERCOSUL se deparou com a necessidade de atualizar o sistema de registro de entradas e saídas dos funcionários, para uma maior eficácia na gestão da informação relativa aos recursos humanos, mais ainda considerando a incorporação de novos funcionários durante 2009 e a projeção de novas contratações para o ano O novo sistema de marcação de ponto consta de um relógio marcador e uma câmara. O relógio permite a tomada da impressão digital dos funcionários, dispensando o uso de elementos acessórios; permite também até registros de transações. O software de gestão registra as entradas e saídas dos funcionários segundo os parâmetros estabelecidos para cada um. Esta ferramenta oferece em forma precisa e permanente a informação relacionada a cada funcionário, em forma rápida, assim, a administração da totalidade dos funcionários torna-se simples e atualizada, permitindo a gestão de seus benefícios tais como férias, licença-saúde, disponibilidade de horas para capacitação, entre outras. Preparação da documentação básica para o deslocamento dos funcionários e trâmites correspondentes em apoio a reuniões e no âmbito de Projetos financiados com recursos BID e FOCEM. Implementou a capacitação do pessoal da SM conforme estabelecido na Decisão CMC Nº 07/07 e a Instrução de Serviço Nº 33/06 Atividades de Formação dos Funcionários da Secretaria do MERCOSUL. Neste sentido, os resultados desta atividade é o seguinte: Data Local Evento Setor Nº Funcionários De 02 de março a 13 de dezembro Montevidéu Curso Nível 1 (Básico 1, 2, 3 e 4) de francês. Aliança Francesa de Montevidéu Coordenação 1 8 de junho Montevidéu Seminário A Região frente à crise mundial. Impactos e novas respostas. Centro de Informação para a Integração Regional Coordenação 1 De 28 de setembro a 12 de outubro Turim Itália V Curso de Aperfeiçoamento em Assuntos Europeus. Instituto Ítalo-Latino-Americano. Coordenação 1 De março a 30 de novembro Montevidéu Analista em Recursos Humanos Universidade da Empresa Secretaria da Direção 1 De 28 de setembro a 09 de outubro. Montevidéu 9 Curso Breve de Política Comercial para os Países Membros da Associação Latino-Americana de Integração. Sede da Associação Latino-Americana de Integração. SAT 2 SND 2 SAT 1 De março a 30 de novembro Montevidéu Mestrado em Relações Internacionais. Universidade da República SND 1 UTF/SM 1 De março a 30 de novembro Montevidéu Mestrado em Integração e Comércio Internacional. Universidade de Montevidéu SND 1 SAT 1 De outubro a janeiro Montevidéu Curso de Atualização na Área de Informática Escola de Sistema Bios SND 1 De março a dezembro Montevidéu Curso Básico (Nível 1 e 2) de idioma português em Casa do Brasil SND 1 De março a 30 de novembro Montevidéu Bacharelado em Bibliotecologia Escola Universitária de Bibliotecologia e Ciências Afins SND 1 33

34 Primeiro Semestre de 2009 Primeiro Semestre de 2009 Montevidéu Montevidéu Doutor em Direito e Ciências Sociais Universidade da Empresa Curso de Inglês Instituto Cultural Anglo Uruguaio SND 1 SA 1 De março a 30 de novembro Montevidéu Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento Fundação Universitária Ibero-Americana SA 1 De março a 30 de novembro Montevidéu Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento Fundação Universitária Ibero-Americana SA 1 De 04 de Agosto a 15 de dezembro Montevidéu Curso Básico (Nível 1 e 2) de idioma português em Casa do Brasil SA 1 De 10 de agosto a 5 de dezembro Montevidéu Administração e Marketing Instituto Universitário Autónomo del Sur SA 1 De 17 de março a 17 de maio Montevidéu Curso de Excel Avançado Taller de Informática SAP 1 De 30 de setembro a 27 de outubro Montevidéu Capacitação em INNOVAPORTAL (administração e desenvolvimento do software do Portal do MERCOSUL) SAP 3 34

35 AUDITORIAS EXTERNAS RELATÓRIO PRELIMINAR DE AUDITORIA RELATIVO À SECRETARIA DO MERCOSUL (Prestação de Contas da Secretaria do MERCOSUL ao Grupo Mercado Comum Artigo 32 do Protocolo de Ouro Preto) Para os efeitos de contar com um Relatório Preliminar e de verificar a razoabilidade de: a) os saldos contábeis da Secretaria do MERCOSUL, b) dos movimentos surgidos da conta Excedentes Orçamentários e c) dos movimentos das Contas Especiais de Solução de Controvérsias por país, durante o período compreendido entre 1 de janeiro e 31 de outubro de 2009, a SECRETARIA DO MERCOSUL procedeu à contratação da consultora Dovat, Carriquirry & Asociados. A esse respeito, a DCA no seu parecer concluiu que: IV. CONCLUSÕES - COMENTÁRIOS A partir dos procedimentos aplicados encontraram-se os seguinte resultados: Secretaria do MERCOSUL: Estado de Situação Patrimonial e Estado de Resultados: Da análise dos saldos contábeis até 31 de outubro de 2009 obtivemos resultados satisfatórios, que nos permitem afirmar que os saldos contábeis apensos como Anexo 1, apresentam razoavelmente a situação financeira da Secretaria do MERCOSUL. Fundos excedentes: Verificamos que para cada excedente anual existem as devidas Resoluções do GMC que habilitam o uso de tais fundos excedentes. Verificamos que os fundos excedentes para os quais ainda não foram emitidas resoluções que permitam sua utilização em períodos seguintes, se encontram corretamente contabilizados na rubrica patrimonial correspondente dos estados financeiros da Secretaria Administrativa do MERCOSUL. Verificamos para o período compreendido entre 1 de janeiro e 31 de outubro de 2009, cada movimentação dos fundos excedentes ter sido utilizada para os fins para os quais foi aprovada. Verificamos que cada um destes movimentos tivesse sua correspondente documentação formal probatória do gasto realizado. Fundos para controvérsias: Verificamos que para cada débito bancário existe uma Ordem de Liquidação e Pagamento, conforme os termos da Resolução N 41/04 e assinada pelo ordenador da despesa autorizada na mesma Resolução, na totalidade dos casos. Outrossim, para os honorários e diárias, verificamos a existência de recibos assinados pelo beneficiário. RELATÓRIO DE AUDITORIA PRELIMINAR DOS ESTADOS FINANCEIROS DO FUNDO PARA A CONVERGÊNCIA ESTRUTURAL DO MERCOSUL - FOCEM A fim de verificar a razoabilidade dos saldos contábeis do FOCEM durante o período compreendido entre 1 de janeiro e 31 de outubro de 2009, a Secretaria do MERCOSUL procedeu à contratação da consultora Dovat, Carriquirry & Asociados. A esse respeito, a DCA no seu parecer concluiu que: Da análise dos saldos contábeis até 31 de outubro de 2009 do Fundo para a Convergência Estrutural do MERCOSUL, obtivemos resultados satisfatórios, que nos permitem afirmar que os estados apensos como Anexo a este relatório apresentam razoavelmente situação financeira do FOCEM. 35

36 REALIZAÇÃO AUDITORIAS EXTERNAS A PROJETOS FINANCIADOS COM RECURSOS DO FOCEM EXECUTADOS PELA SECRETARIA DO MERCOSUL Projeto Base de Dados Jurisprudenciais no MERCOSUL Na XXXII Reunião do CMC, realizada em 18 de janeiro de 2007, adotou a Decisão CMC Nº 08/07 - FUNDO PARA A CONVERGÊNCIA ESTRUTURAL DO MERCOSUL APROVAÇÃO DE PROJETOS PILOTO, por cujo intermédio, e no marco do Programa IV Fortalecimento Institucional do FOCEM, foi aprovado o Projeto Piloto Base de Dados Jurisprudenciais do MERCOSUL, apresentado pela Secretaria do MERCOSUL, por um valor de US$ ,00. O objetivo do Projeto Base de Dados Jurisprudenciais do MERCOSUL (BDJM) é adotar os mecanismos informáticos e de outra índole necessários para permitir o acesso gratuito à jurisprudência dos tribunais nacionais dos Estados Partes vinculada ao direito do MERCOSUL que estiver em poder da Secretaria do MERCOSUL, através da criação de uma base de dados, em espanhol e português, que permita a sistematização e busca de material por distintos critérios. Culminada sua execução, em 30 de novembro de 2009 levou-se a cabo a auditoria externa prevista no artigo 71 do Regulamento do FOCEM. O mencionado artigo da Decisão Nº 24/05 em sua parte pertinente estabelece que: 8. A auditoria externa será de caráter compreensivo, para o que deveria incluir: inspeções físicas (in situ), revisão dos resultados da auditoria interna, auditoria operacional (indicadores físicos e de impacto), contábil, financeira e de cumprimento de outros requisitos específicos desenhados para os fins de cada projeto. A esse respeito, no Relatório Final do Projeto BASE DE DADOS JURISPRUDENCIAIS DO MERCOSUL (Decisão Nº 08/07) expressou-se IV Relatório Em base à tarefa realizada sobre a informação contida no Caput do presente Relatório, este Auditor emite um parecer, sem ressalvas, considerando que a informação contida nos Estados Financeiros e na Matriz de Marco Lógico do Projeto Base de Dados Jurisprudenciais reflete razoavelmente a realidade econômica, financeira e de impacto físico definidos nos respectivos relatórios. RELATÓRIO DE AUDITORIA DO Projeto Fortalecimento Institucional do MERCOSUL e Consolidação do Mercado Regional, ATNF/SF-9014-RG. No mês de agosto de 2009 culminou a execução do mencionado Projeto, motivo pelo qual realizou-se a auditoria correspondente pela empresa MM&A. A empresa auditora apresentou seu respectivo relatório datado em 28/10/2009, ao qual o BID não teve objeções para formular (nota CSC/CUR-CSC-1303/2009). Pontualmente MM&A expressa que: Dos procedimentos de auditoria aplicados, e seguindo as definições do Comitee on Sponsoring Organizations COSO-, é possível concluir que, exceto pelo explicado no parágrafo 5, em geral a administração do projeto seguiu procedimentos adequados de controle interno, conforme a estrutura do programa, e aos lineamentos do BID. Foi possível constatar também que as recomendações realizadas oportunamente por funcionários do BID foram postas em prática pela administração do projeto. 36

37 UNIDADE DE ESTATÍSTICAS DE COMÉRCIO EXTERIOR DO MERCOSUL No intuito de conformar a Unidade de Estatísticas de Comércio Exterior do MERCOSUL (UTECEM) à qual alude a Decisão Nº 20/07, em 2008, o Grupo Mercado Comum aprovou a contratação de um Assessor Técnico em qualidade de responsável da referida Unidade. Entre as competências atribuídas à UTECEM pela Decisão Nº 31/06 encontram as de: a) Administrar a base de dados de Comércio Exterior do MERCOSUL, b) Preparar semestralmente um Relatório do Acompanhamento do Comércio Exterior a ser publicado em sua página Web, c) Preparar as estatísticas específicas de Comércio Exterior solicitadas pelos Órgãos Decisórios do MERCOSUL. Por sua vez, para seu pleno e efetivo funcionamento, o Comitê Técnico N 6, por instrução oportunamente ministrada pelo Conselho do Mercado Comum mediante a Decisão Nº 31/06, elaborou uma proposta de desenho de uma unidade técnica que contempla a seguinte estrutura: Um Responsável da UTECEM. Um Analista do Comércio Exterior. Um Técnico Informático Administrador da Base de Dados Um Técnico Informático Analista de Sistemas/Programador e Desenvolvedor. Visto então a necessidade de fornecer à UTECEM o hardware e o software necessário bem como os recursos humanos especializados para o desenvolvimento e manutenção da Base de Dados do Comércio Exterior do MERCOSUL, a Secretaria do MERCOSUL, através da UTECEM, elaborou e apresentou diversas propostas aos órgãos decisórios do MERCOSUL. Sobre este particular, a Comissão de Comércio deu seu parecer favorável para que a Secretaria do MERCOSUL procedesse à compra dos equipamentos e programas destinados à UTECEM/SM. No que diz respeito à origem dos recursos necessários para concretizar a aquisição dos equipamentos e software, o Grupo Mercado Comum aprovou mediante Resolução o financiamento correspondente. Do mesmo modo, no âmbito da referida Comissão de Comércio houve consenso sobre a necessidade de contratação de pessoal temporal para o desenvolvimento da Base de Dados da UTECEM/SM, acordando as delegações definir essas contratações a partir do primeiro semestre do próximo ano. Finalmente, no âmbito da Comissão de Comércio, e em relação ao monitoramento do comércio do MERCOSUL, as Delegações autorizaram à UTECEM/SM a acessar os dados do Comitê de Monitoramento a fim de elaborar, conjuntamente com as delegações dos Estados Partes, a base de dados e o relatório conforme os critérios a ser acordados pelo mencionado Grupo. 37

38 SETOR DE APOIO (SAP) O SAP está integrado por três Técnicos, dentre os quais o Tradutor da Secretaria do MERCOSUL, e por um Assistente Técnico. São atribuições do SAP: Prestar assistência informática a todos os setores da SM e às reuniões dos órgãos e foros do MERCOSUL que forem realizadas na Sede da SM; Assegurar o aperfeiçoamento, segurança e back up da base de dados e do sistema informático do MERCOSUL e suas atualizações; Manter atualizada a página WEB do MERCOSUL; Assessorar o Diretor em temas de informática; Manter as redes informáticas e as bases de dados da SM; Organização dos serviços de apoio da SM: Realizar as tarefas de fotocopiagem; Prestar assistência em questões protocolares; Administrar a recepção, distribuição e expedição das comunicações. ADQUISIÇÕES DE HARDWARE/SOFTWARE Durante o ano 2009, a Secretaria do MERCOSUL adquiriu: Hardware/Software Setor Objetivos/Benefícios 2 laptops Toda a Secretaria Melhorar o serviço de apoio nas reuniões a realizar-se fora e dentro da Sede da SM. 2 discos externos Toda a Secretaria Otimizar a capacidade de traslado de documentos oficiais e demais informação, como seu back up no contexto de apoio a reuniões. 3 impressoras laser de pequeno porte Administração Facilitar o fluxo de impressão. 4 impressoras laser coloridas Normativa, Documentação e Divulgação Administração Apoio Otimizar os trabalhos de impressão em cores tais como: folhetos, relatórios, publicações, etc. 2 impressoras multifunção Normativa, Documentação e Divulgação Assessoria Técnica Facilitar as tarefas dos Setores vinculadas à documentação oficial do MERCOSUL 1 impressora laser de grande porte Apoio Reduzir o tempo de impressão de grandes volumes de trabalho. 1 escâner de alta produção Normativa, Documentação e Divulgação Incrementar e facilitar o ingresso de documentos oficiais ao Gestor Documental da SM 17 estações de trabalho Direção Otimizar as condições de trabalho dos funcionários da SM, através da aquisição de novos equipamentos. Secretaria de Direção Coordenação Administração Normativa, Documentação e Divulgação 38

39 Unidade de Estatísticas Antivírus Kasperksy Toda a Secretaria Incrementar o nível de proteção da documentação e informação armazenada nas diversas estações de trabalho da SM, com a aquisição e instalação de um antivírus de última geração avaliado como dos melhores existentes no mercado. Ampliação largo de banda do Frame Relay Lotus Domino 8.5 para workstations e servers Toda a Secretaria Toda a Secretaria Garantir a efetiva transmissão, sem interrupção ou perda de dados, através da contratação de um serviço da Internet catalogado como de última tecnologia no Uruguai. Melhorar a organização das tarefas de grupos através da migração da versão para a 8.5. ATIVIDADES MAIS RELEVANTES DO SETOR Item Reestruturação da rede interna Instalação de um servidor de SVN Reuniões Videoconferências Objetivos/Benefícios Possibilitar um melhor controle e segurança tais como ordenar e facilitar a tarefa de manutenção de todos os equipamentos dos diferentes setores. Permitir o controle de versões e histórico da informação do SAP e uma vez definido e consolidado o procedimento geral, migrar essa funcionalidade para os demais setores da SM. Ofereceu-se suporte técnico em diversas reuniões realizadas durante o ano 2009 no marco das Presidências Pro Tempore de Paraguai e do Uruguai, com a instalação de projetores, telas, áudio, acesso à Internet através da rede sem fio da SM (Wireless), configuração das laptops pessoais dos assistentes, etc. Realizaram-se cerca de 15 videoconferências no ano 2009, vinculadas, a título de exemplo, a concursos para o preenchimento de vagas na Secretaria do MERCOSUL e na Secretaria do Tribunal Permanente de Revisão. TRADUÇÕES Consoante a responsabilidade atribuída pela Decisão Nº 07/07 ao Setor de Apoio, consistente em Realizar, em coordenação com os Estados Partes e com o apoio do Setor de Normativa, Documentação e Divulgação, as traduções autênticas para os idiomas espanhol e português de todos os projetos de norma, bem como do texto final das normas aprovadas., e de Realizar a tradução de outros textos por solicitação do Diretor ou dos órgãos decisórios do MERCOSUL, durante o ano 2009 foram feitas as seguintes tarefas de tradução e cotejo nas versões espanhol e português: Tradução para o espanhol ou português dos projetos de normas MERCOSUL, bem como do texto final das normas aprovadas. Tradução para o português das atualizações do Portal Oficial do MERCOSUL. Tradução dos documentos: VIAJANDO POR EL MERCOSUL, para sua publicação no Portal do MERCOSUL, e do MINI-GUÍA DO MERCOSUL, para sua impressão e distribuição aos Delegados participantes nas reuniões previstas no calendário da Presidência Pro Tempore de Uruguai. Tradução da Opinião Consultiva Nº 01/09. Tradução e Correção da versão em português das edições digitais dos Boletins Oficiais do MERCOSUL Nº 41, 42, 43 e 44. Gestor Documental: conjuntamente com funcionários do SND, o Setor de Apoio procedeu em forma regular durante 2009 à tradução para o português das fichas de sistematização dos documentos oficiais ingressados cotidianamente no Gestor Documental. Também, o Setor de Apoio está trabalhando na tradução das Declarações e Comunicados Conjuntos dos Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL, bem como na tradução dos Comunicados Conjuntos dos Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL e Estados Associados, emitidos desde o ano 1991 até a data, para sua posterior incorporação ao Portal do MERCOSUL. 39

40 PORTAL OFICIAL DO MERCOSUL Desde 10 de junho de 2009, o MERCOSUL conta com um novo Portal Oficial cujo conteúdo, tanto em espanhol como em português, pode ser administrado em forma simples pelos funcionários da Secretaria do MERCOSUL. PRINCIPAIS INOVAÇÕES Dentre as principais inovações do novo Portal do MERCOSUL, encontram-se a atualização, o aprimoramento e a publicação de novos conteúdos. Neste sentido, cabe salientar que a partir de sua entrada online, é possível acessar: A documentação oficial do MERCOSUL através do novo Gestor Documental, o que por sua vez implica o acesso à informação mais detalhada e inter-relacionada das normas MERCOSUL e da restante documentação oficial publicada no sítio web. A nova Base de Dados Jurisprudenciais do MERCOSUL (BDJM). O Sistema de Informação da Tarifa Externa Comum (SIM). O Sistema de Informação do Regime de Origem do MERCOSUL (SIROM). A Biblioteca Virtual do MERCOSUL (BVM). Uma nova Seção de Novidades relativas ao processo de integração. Uma nova Seção de Oportunidades relativas a concursos, convocações, contratações, aquisições. Uma renovada Seção dedicada ao Boletim Oficial do MERCOSUL. Uma nova Seção relativa ao FOCEM com um link ao sítio oficial do Fundo para a Convergência Estrutural. Uma nova Seção destinada à Presidência Pro Tempore em exercício do MERCOSUL. Uma Seção atualizada em matéria de Solução de Controvérsias. Novos sites de interesse do MERCOSUL pertencentes a órgãos ou foros da estrutura institucional do MERCOSUL, aos Estados Partes, aos Estados Associados ou vinculados a outros organismos internacionais. Uma renovada e atualizada Seção relativa à evolução do MERCOSUL e seus aspectos institucionais. Por outra parte, o novo Portal apresenta funcionalidades adicionais, tais como: busca unificada, mapa do site, registro unificado (ao Boletim Oficial, Gestor Documental, etc.) TECNOLOGIAS UTILIZADAS O Portal está desenvolvido em tecnologia Java e seus conteúdos são armazenados em uma base de dados MySQL. Além disso, o Portal serve de interface de acesso a outras aplicações, desenvolvidas em plataformas variadas, tais como: Lotus, PHP, MS-SQL. 40

41 NOVOS CONTEÚDOS E FUNCIONALIDADES DO PORTAL DO MERCOSUL Menu Principal Seleção e Busca Acesso Direto a textos Menu Lateral Destaques Dados Presidência Pro Tempore Atual Sites Relacionados 41

42 MERCOSUL Esta Seção do Portal está dedicada aos aspectos institucionais do bloco regional. Assim, nela é possível obter informação atualizada sobre a estrutura organizacional da Secretaria do MERCOSUL, as normas que regem seu funcionamento, etc. Igualmente, é possível acessar um maior número de sites de interesse do MERCOSUL. Na Subseção Acerca do MERCOSUL é possível visualizar informação atualizada sobre os principais temas que fazem parte da Agenda do MERCOSUL. Ao ingressar na Subseção Estrutura Institucional, o usuário poderá ter acesso em forma rápida e simples a toda a informação atual dos órgãos que compõem a estrutura do MERCOSUL através de um organograma. 42

43 Do mesmo modo, o usuário poderá obter informação mais pormenorizada da Estrutura Institucional através de um sistema de busca avançada na Base de Dados Documental. Para realizar essa pesquisa, o usuário deverá desdobrar a página correspondente à Estrutura Institucional, a qual permite acessar os diferentes órgãos que compõem a estrutura vigente e é apresentada em forma hierárquica, portanto, é possível expandir algum dos órgãos para consultar os órgãos que dele dependem, como exibe a seguinte figura: Daí, é possível acessar a Ficha do Órgão, que permite visualizar todas suas propriedades, e acessar suas autoridades, reuniões, informação vinculada, os documentos associados, caso existam, bem como seu Programa de Trabalho Vigente, sua Pauta Negociadora, etc. Também será possível visualizar o histórico do órgão, através das mudanças introduzidas ao longo do tempo. Com efeito, selecionando o botão, associado a um período histórico, se tem acesso à Ficha do Órgão e é possível observar como era o órgão escolhido no período selecionado: 43

44 Se quiser localizar um órgão em particular, é possível inserir parte de seu nome no campo que aparece à direita da opção ESTRUTURA INSTITUCIONAL: Também é possível selecionar a opção Incluir Histórico para incluir órgãos e visualizar como eram esses órgãos no passado. Uma vez ingressado o texto, pressionando o botão aparecem os resultados da busca: Na Subseção Diretório de Autoridades o Portal oferece a possibilidade de acessar o Diretório de Autoridades e Delegados do MERCOSUL, através de um documento Word ou do sistema de buscas da Base de Dados Documental. Da página de Estrutura Institucional ou da Ficha do órgão, é possível consultar as Autoridades de um órgão. Na mencionada página é possível visualizar as autoridades vigentes e também ter acesso às ex-autoridades. Para realizar uma pesquisa avançada através da Base de Dados Documental, o usuário deverá consultar a Estrutura Institucional. 44

45 Selecionando o botão associado a uma autoridade, é possível acessar a Ficha da Autoridade selecionada. Na ficha desdobram-se os dados da autoridade, e é possível consultar a qual órgão está atribuída na atualidade e em quais foi autoridade no passado. Se quiser buscar uma autoridade por seu nome, pode escrever parte de seu nome na caixa à direita da opção AUTORIDADES: Também é possível selecionar a opção Incluir Histórico para incluir na busca aqueles que foram autoridades no passado. Uma vez inserido o texto, pressionando o botão aparecem os resultados da busca. DOCUMENTOS OFICIAIS Nesta outra Seção é possível se ter acesso aos documentos oficiais de caráter público emanados das reuniões dos diferentes órgãos e demais foros que integram a estrutura institucional do MERCOSUL, tais como Atas, seus Anexos (estes, por sua vez, podem conter outros documentos, tais como: Documentos de Trabalho ou Documentos Informativos); Programas de Trabalho e seu Grau de Cumprimento, Projetos de Normas, Comunicados, Declarações, etc. O Portal oferece duas ferramentas de busca de documentos oficiais: um pesquisa geral e uma pesquisa avançada através da Estrutura Institucional, as quais permitem localizar um documento específico ou um conjunto de documentos relacionados associados a um tema em particular respectivamente. Por sua parte, ambas as opções permitem realizar pesquisas em toda a documentação ingressada e validada na Base de Dados Documental. Busca Geral O usuário deve completar os parâmetros de busca através do formulário. O sistema permite refinar a busca através do Tipo de documento, Órgão da estrutura institucional, Data Início ou Fim, e por Palavras, ou combinando essas opções. 45

46 Pesquisa através da Estrutura Institucional O usuário deve selecionar o órgão consultado, desdobrando a Estrutura Institucional que se apresenta em forma hierárquica. Clicando em Reuniões, poderá visualizar a documentação emanada de cada reunião celebrada pelo órgão consultado. 46

47 Exemplo de resultados obtidos a partir das alternativas anteriores: Através da Base de Dados Documental é possível acessar os diferentes documentos que conformam a Ata, nos diferentes formatos em que estão ingressados (geralmente Word e PDF) e nos diferentes idiomas. Também é possível acessar a sistematização. Para acessar um arquivo determinado, é preciso selecionar o ícone ou link correspondente, e poderá se abrir ou baixar o documento associado. NORMATIVA MERCOSUL Através desta Seção é possível acessar toda a normativa aprovada pelos órgãos decisórios do MERCOSUL (Decisões, Resoluções, Diretrizes e Recomendações), bem como os Tratados, Protocolos e Acordos depositados junto ao Governo do Paraguai e à ALADI, mediante links às páginas web correspondentes. Para consultar a mencionada normativa, o Portal oferece as seguintes opções: consulta por ano de aprovação da norma, consulta através de uma lista de normas e pesquisa na Base de Dados Documental. 47

48 Pesquisas na Base de Dados Documental A pesquisa pode ser feita mediante diferentes critérios definidos pelo usuário, tais como : Tipo e Subtipo, Ano, Título, Descritor, Palavras a pesquisar, Número, Tema e Órgão de Origem. Como resultado da pesquisa na Base de Dados Documental, o título da normativa consultada se desdobra como link, como exibe a seguinte imagem: Selecionando esse link, é possível acessar a Ficha da Normativa, na qual é visualizada informação detalhada da normativa selecionada, incluindo a informação de concordância e de incorporação (caso sua publicação seja autorizada). Na seção de Concordância, é possível acessar as fichas das normativas com as quais se encontra relacionada. SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS Com motivo do lançamento do novo Portal foi atualizada e ampliada a informação relativa ao Sistema de Solução de Controvérsias no MERCOSUL, facilitando ao usuário a referência à normativa aplicável. Igualmente, o usuário poderá acessar os textos dos laudos emitidos pelo Tribunal Permanente de Revisão e os Laudos dos Tribunais Ad Hoc, bem como as Opiniões Consultivas, as listas de Árbitros e de Especialistas, etc. 48

49 FOCEM Através do novo Portal é possível acessar a informação geral relativa ao FOCEM, tal como : Projetos aprovados, marco normativo que lhe é aplicável, organização Institucional, etc. Esta Seção do Portal conta também com um link ao site web oficial do FOCEM. 49

50 BIBLIOTECA VIRTUAL DO MERCOSUL (BVM) Através do Portal é possível visualizar a Biblioteca Virtual do MERCOSUL, a qual oferece acesso à informação bibliográfica, a saber: catálogo de monografias, catálogo de revistas, catálogo de sites de integração regional, portal de revistas eletrônica, portal de livros a texto completo. A Base de Dados contém um sistema de pesquisas por palavras ou critérios definidos pelo usuário. Assim, ao acessar a Biblioteca Virtual do MERCOSUL, visualiza-se a página principal de boas-vindas. Desta página central é possível pesquisar as publicações disponíveis digitando uma ou mais palavras na caixa: Pressionando o botão desdobram-se os resultados da pesquisa: Aqui desdobram-se os resultados encontrados nas diferentes fontes existentes. No exemplo, foi encontrada informação bibliográfica na categoria MERCO Catálogo de monografias. Através do link correspondente, chegamos à seguinte página: 50

51 Aqui á possível selecionar um ou mais resultados marcando a casa: Na barra superior de botões encontramos opções para imprimir ou enviar as referências selecionadas, realizar uma nova pesquisa, alterar a configuração ou ir para o final da página Em particular, no fim da página, é possível inserir critérios para refinar a pesquisa, como exibe a seguinte imagem: Se quiser pesquisar dentro de um grupo de documentos em particular, é possível selecionar, na página principal, o link Informação Bibliográfica e acessar a Literatura Especializada disponível: 51

52 Daí, é possível acessar a pesquisa específica e indicar as palavras desejadas, podendo buscar por Todas as palavras ou Qualquer palavra. Na seguinte Seção da página principal, a BVM também oferece acesso a um Serviço Cooperativo de Documentos e um Catálogo de Revistas Eletrônicas 52

53 A seguinte seção permite acessar Diretórios e Portais para realizar pesquisas: Por exemplo, acessando o LIM, desdobra-se a seguinte página: Nela, podemos digitar um critério de pesquisa e obter o resultado, como se exibe a seguir: 53

54 BOLETIM OFICIAL DO MERCOSUL (BOM) Através do Portal é possível acessar os índices do Boletim Oficial em formato papel até sua edição Nº 39. Atualmente, também é possível se ter acesso através do Portal, à versão multimídia dos Boletins Nº 40 (referente ao ano 2007, correspondente à PPTP e PPTU respectivamente), Nº 41 (referente ao primeiro semestre de 2008, correspondente à PPTA), Nº 42 (referente à PPTB 2008) e Nº 43 (relativa à PPTP 2009). Esta nova versão digital do BOM, implica um importante avanço em relação às anteriores versões em formato papel, visto que a mesma permite o rápido e fácil acesso a seu conteúdo em forma gratuita, através do Portal Web do MERCOSUL, o que por sua vez assegura uma maior difusão do mesmo. A informação contida na nova versão digital do BOM foi atualizada respondendo aos interesses e dúvidas manifestadas pelos cidadãos dos Estados Partes do MERCOSUL. Por tal motivo, procedeu-se a publicar nas edições digitais indicadas, as cópias autenticadas dos Acordos e Protocolos celebrados entre o MERCOSUL, e entre os Estados Partes do MERCOSUL e os Estados Associados em matéria de Educação, Cooperação Judicial (Administrativa, Trabalhista, Civil, Comercial e Penal) e Arbitragem, depositados junto ao Governo da República do Paraguai. 54

55 NOVAS FERRAMENTAS DO PORTAL Os conteúdos próprios do Portal estarão integrados ao cabeçalho e rodapé, contando com uma URL própria. Isto irá facilitar uma melhor integração com os buscadores mundiais, como Google, Yahoo e outros, assegurando a integridade visual quando um usuário acessar um conteúdo através de um buscador. Além disso, será permitido ao usuário marcar um conteúdo dentro de seus favoritos. As aplicações integradas serão configuradas diretamente da Ferramenta de Gestão de Conteúdos e disporão também de uma URL própria para ser acessadas. Também, o administrador do Portal poderá complementar a aplicação com material relacionado e outros elementos, tal como exibe a figura seguinte: Seletor de Idiomas Organizador de seções e aplicações multinível: oferece clara acessibilidade a todo momento. Informação do caminho percorrido até a página ou aplicação. Possibilidade de recomendar a página e versão para imprimir. Estas opções somente irão aparecer se aplicável. Algumas das novas funcionalidades disponíveis consistem em: Facilitação na impressão de documentos. Possibilidade de recomendar notas a outras pessoas. Pesquisa avançada global 55

56 O Portal oferece um acesso ubíquo a um buscador que permitirá lançar buscas nos distintos sistemas integrados a partir de um único lugar, oferecendo ao usuário padronização e facilidade de uso. Através desta ferramenta o usuário poderá realizar pesquisas no Site, no Google ou acessar informação relativa à Documentação Oficial, Autoridades por órgão e nome, Estrutura Institucional e Normativa. Mapa do Site: 56

57 Gestão de Conteúdos: administração do conteúdo do Portal por parte de funcionários da SM. Registro Unificado (Boletim Oficial e Gestor Documental, etc.) 57

58 Contato: atualização da informação e novo formulário para enviar correios eletrônicos à Secretaria do MERCOSUL. ESTATÍSTICAS DO PORTAL (desde 01/10/2009 a 09/12/2009) Visitas por localização Visitas por país 58

ESTRUTURA E MANUAL DE CARGOS E FUNÇÕES DA SECRETARIA ADMINISTRATIVA DO MERCOSUL

ESTRUTURA E MANUAL DE CARGOS E FUNÇÕES DA SECRETARIA ADMINISTRATIVA DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES. Nº 15/02 ESTRUTURA E MANUAL DE CARGOS E FUNÇÕES DA SECRETARIA ADMINISTRATIVA DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, a Decisão Nº 24/00 do Conselho

Leia mais

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES. N 01/03 ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Decisões Nº 04/96, 24/00, 1/02, 16/02 e 30/02 do Conselho

Leia mais

ACORDO DE COMPLEMENTAÇÃO ECONÔMICA Nº 18 CELEBRADO ENTRE ARGENTINA, BRASIL, PARAGUAI E URUGUAI (AAP.CE/18) Centésimo Décimo Protocolo Adicional

ACORDO DE COMPLEMENTAÇÃO ECONÔMICA Nº 18 CELEBRADO ENTRE ARGENTINA, BRASIL, PARAGUAI E URUGUAI (AAP.CE/18) Centésimo Décimo Protocolo Adicional ALADI/AAP.CE/18.110 23 de novembro de 2015 ACORDO DE COMPLEMENTAÇÃO ECONÔMICA Nº 18 CELEBRADO ENTRE ARGENTINA, BRASIL, PARAGUAI E URUGUAI (AAP.CE/18) Centésimo Décimo Protocolo Adicional Os Plenipotenciários

Leia mais

Informe de Actividades 2010

Informe de Actividades 2010 1 Editado pela: SECRETARIA DO MERCOSUL Dr. Luis Piera 1991 Andar 1 Montevidéu Uruguai Tel: +598 2 4129024 FAX: +598 2 4180557 e-mail: secretaria@mercosur.org.uy Site web: www.mercosur.int 2 3 RELATÓRIO

Leia mais

- Manutenção e atualização dos módulos que compõem o Sistema de Informação de Comércio Exterior (SICOEX); e

- Manutenção e atualização dos módulos que compõem o Sistema de Informação de Comércio Exterior (SICOEX); e XV Reunião Técnica de Escritórios Governamentais Responsáveis pelo Fornecimento da Informação Estatística de Comércio Exterior 23-24 de julho de 2012 Montevidéu - Uruguai ALADI/RE.COMEX/XV/di 3 10 de julho

Leia mais

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 1 Composição Orçamentária ISAGS - 2013 (*) Natureza Valor anual (US$) Percentual Projetos 42,6% 1.001.200,00 Pessoal 37,9% 892.958,00 Gastos Operacionais

Leia mais

PROPOSTA MERCOSUL DE REGIME DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS PARA OS ACORDOS CELEBRADOS ENTRE O MERCOSUL E OS ESTADOS ASSOCIADOS NO ÂMBITO DO MERCOSUL

PROPOSTA MERCOSUL DE REGIME DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS PARA OS ACORDOS CELEBRADOS ENTRE O MERCOSUL E OS ESTADOS ASSOCIADOS NO ÂMBITO DO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 49/10 PROPOSTA MERCOSUL DE REGIME DE SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS PARA OS ACORDOS CELEBRADOS ENTRE O MERCOSUL E OS ESTADOS ASSOCIADOS NO ÂMBITO DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de

Leia mais

Mercosul Protocolo de Ouro Preto

Mercosul Protocolo de Ouro Preto PROTOCOLO DE OURO PRETO PROTOCOLO ADICIONAL AO TRATADO DE ASSUNÇÃO SOBRE A ESTRUTURA INSTITUCIONAL DO MERCOSUL (Ouro Preto, 17/12/1994) A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. ANTECEDENTES:

TERMO DE REFERÊNCIA 1. ANTECEDENTES: TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA OU PROFISSIONAL CONSULTOR PARA O DESENHO, HABILITAÇÃO E MANUTENÇÃO DO PORTAL NA WEB DO INSTITUTO SOCIAL DO MERCOSUL. 1. ANTECEDENTES: Atualmente o site do Instituto

Leia mais

Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann. Meio Ambiente no Mercosul

Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann. Meio Ambiente no Mercosul Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann Meio Ambiente no Mercosul 1 Introdução e Objetivos O Mercado Comum do Cone Sul foi criado em 1992 com a ratificação

Leia mais

LXXXI REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO MERCADO COMUM

LXXXI REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO MERCADO COMUM MERCOSUL/GMC/ATA Nº 03/10 LXXXI REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO MERCADO COMUM Realizou-se na cidade de Manaus, República Federativa do Brasil, entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro de 2010, a LXXXI Reunião

Leia mais

O MERCOSUL E A REGULAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO: UMA BREVE INTRODUÇÃO

O MERCOSUL E A REGULAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO: UMA BREVE INTRODUÇÃO O MERCOSUL E A REGULAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO: UMA BREVE INTRODUÇÃO Ricardo Barretto Ferreira da Silva Camila Ramos Montagna Barretto Ferreira, Kujawski, Brancher e Gonçalves Sociedade de Advogados São

Leia mais

PROGRAMA DE ASSUNÇÃO SOBRE MEDIDAS DE SIMPLIFICAÇÃO OPERACIONAL E TRÂMITES DE COMÉRCIO EXTERIOR E DE FRONTEIRA

PROGRAMA DE ASSUNÇÃO SOBRE MEDIDAS DE SIMPLIFICAÇÃO OPERACIONAL E TRÂMITES DE COMÉRCIO EXTERIOR E DE FRONTEIRA MERCOSUL/CMC/DEC N 2/99 PROGRAMA DE ASSUNÇÃO SOBRE MEDIDAS DE SIMPLIFICAÇÃO OPERACIONAL E TRÂMITES DE COMÉRCIO EXTERIOR E DE FRONTEIRA TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto,

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA SECOM-PR N o 8 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014 Disciplina a implantação e a gestão da Identidade Padrão de Comunicação Digital das

Leia mais

III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED

III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED VIII REUNIÃO DA INSTÂNCIA EXECUTIVA DO CONSELHO DE DEFESA SUL-AMERICANO Lima, 17 de maio, 2013

Leia mais

BENS DE CAPITAL. Que o acesso a bens de capital é essencial para manter os níveis de crescimento das economias da região.

BENS DE CAPITAL. Que o acesso a bens de capital é essencial para manter os níveis de crescimento das economias da região. MERCOSUL/CMC/DEC. N 34/03 BENS DE CAPITAL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Decisões Nº 07/94, 22/94, 69/00, 01/01, 05/01, 02/03 e 10/03 do Conselho do Mercado Comum.

Leia mais

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada.

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada. II Reunião de Ministros de Meio Ambiente do MERCOSUL 8 de novembro de 2004, Brasília, Brasil Ata da Reunião nº 02/04 Realizou-se na cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, no dia 8 de novembro

Leia mais

MERCOSUL. Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente XXXI Reunião Ordinária do SGT Nº 6 Meio Ambiente Brasília, Brasil ANEXO III.

MERCOSUL. Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente XXXI Reunião Ordinária do SGT Nº 6 Meio Ambiente Brasília, Brasil ANEXO III. MERCOSUL Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente XXXI Reunião Ordinária do SGT Nº 6 Meio Ambiente Brasília, Brasil ANEXO III Resumo da Ata Brasília, 30 de agosto a 1º de setembro de 2004 RESUMO DA ATA

Leia mais

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Decisões N 18/04 e 28/04 do Conselho do Mercado Comum.

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Decisões N 18/04 e 28/04 do Conselho do Mercado Comum. MERCOSUL/CMC/DEC. N 17/08 ACORDO SOBRE A CRIAÇÃO E A IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CREDENCIAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO PARA O RECONHECIMENTO REGIONAL DA QUALIDADE ACADÊMICA DOS RESPECTIVOS DIPLOMAS

Leia mais

PROTOCOLO DE INTEGRAÇÃO EDUCATIVA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS, CERTIFICADOS, TÍTULOS E RECONHECIMENTO DE ESTUDOS DE NÍVEL MÉDIO TÉCNICO.

PROTOCOLO DE INTEGRAÇÃO EDUCATIVA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS, CERTIFICADOS, TÍTULOS E RECONHECIMENTO DE ESTUDOS DE NÍVEL MÉDIO TÉCNICO. MERCOSUL/CMC/DEC. N 7/95 PROTOCOLO DE INTEGRAÇÃO EDUCATIVA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS, CERTIFICADOS, TÍTULOS E RECONHECIMENTO DE ESTUDOS DE NÍVEL MÉDIO TÉCNICO. TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção e seus

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010. TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre os procedimentos para publicação de documentos na Biblioteca Digital do Tribunal Superior do Trabalho

Leia mais

Programa de Ações e Atividades para garantir os direitos das crianças e adolescentes migrantes e de seus familiares no marco do Eixo II do Plano

Programa de Ações e Atividades para garantir os direitos das crianças e adolescentes migrantes e de seus familiares no marco do Eixo II do Plano Programa de Ações e Atividades para garantir os direitos das crianças e adolescentes migrantes e de seus familiares no marco do Eixo II do Plano Estratégico de Ação no MERCOSUL Iniciativa do MERCOSUL sobre

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO E ASSISTÊNCIA JURISDICIONAL EM MATÉRIA CIVIL, COMERCIAL, TRABALHISTA E ADMINISTRATIVA (PR. DE LAS LEÑAS)

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO E ASSISTÊNCIA JURISDICIONAL EM MATÉRIA CIVIL, COMERCIAL, TRABALHISTA E ADMINISTRATIVA (PR. DE LAS LEÑAS) MERCOSUL/CMC/DEC. N 05/92 PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO E ASSISTÊNCIA JURISDICIONAL EM MATÉRIA CIVIL, COMERCIAL, TRABALHISTA E ADMINISTRATIVA (PR. DE LAS LEÑAS) TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção assinado

Leia mais

1ª Fase: Período de Transição 1991 a 1994. Incorporação do tema Seguros: recomenda a criação de uma comissão

1ª Fase: Período de Transição 1991 a 1994. Incorporação do tema Seguros: recomenda a criação de uma comissão 1ª Fase: Período de Transição 1991 a 1994 Assunto: Seguros III ata Análise da atividade seguradora IV ata Incorporação do tema Seguros: recomenda a criação de uma comissão V ata Analise comparativa da

Leia mais

MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10

MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10 MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10 Realizou-se na cidade de Porto Alegre, República Federativa do Brasil, entre os

Leia mais

LV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE

LV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE MERCOSUL/SGT Nº 3/ATA Nº 02/15 LV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE Realizou-se na cidade do Rio de Janeiro, República Federativa do Brasil,

Leia mais

ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO

ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO MERCOSUL/CMC/DEC. N 64/10 ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Decisão N 63/10 do Conselho do Mercado Comum. CONSIDERANDO:

Leia mais

ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL

ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. N o 02/01 ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, a Resolução N o 38/95 do Grupo Mercado Comum e a Recomendação

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CED REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CED REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS RESOLUÇÃO CONSU Nº. 06/2015, DE 24 DE MARÇO DE 2015 O Vice-Reitor, no exercício da Presidência do Conselho Superior Universitário da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, no uso de suas

Leia mais

Expressando que este processo de integração constitui uma resposta adequada a tais acontecimentos;

Expressando que este processo de integração constitui uma resposta adequada a tais acontecimentos; TRATADO PARA A CONSTITUIÇÃO DE UM MERCADO COMUM ENTRE A REPUBLICA ARGENTINA, A REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, A REPUBLICA DO PARAGUAI E A REPUBLICA ORIENTAL DO URUGUAI (ASSUNÇÃO, 26/03/1991) A República

Leia mais

XXXVIII REUNIÃO ORDINÁRIA

XXXVIII REUNIÃO ORDINÁRIA PRESIDÊNCIA PRO TEMPORE BRASILEIRA XXXVIII REUNIÃO ORDINÁRIA Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente MERCOSUL ANEXO VII PLANO DE COOPERAÇÃO COM O PNUMA Brasília, 30 de agosto a 1º de setembro de 2006 1

Leia mais

ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 03/02 ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a

Leia mais

MANUAL DE CARGOS E FUNÇÕES DA SECRETARIA ADMINISTRATIVA DO MERCOSUL

MANUAL DE CARGOS E FUNÇÕES DA SECRETARIA ADMINISTRATIVA DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES Nº 93/00 MANUAL DE CARGOS E FUNÇÕES DA SECRETARIA ADMINISTRATIVA DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, a Decisão Nº 24/00 do Conselho do Mercado

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO DA REUNIÃO ESPECIALIZADA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MERCOSUL (RECYT) JUNHO DE 2000 MAIO DE 2002

PROGRAMA DE TRABALHO DA REUNIÃO ESPECIALIZADA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MERCOSUL (RECYT) JUNHO DE 2000 MAIO DE 2002 MERCOSUL/GMC/RES Nº 34/00 PROGRAMA DE TRABALHO DA REUNIÃO ESPECIALIZADA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MERCOSUL (RECYT) JUNHO DE 2000 MAIO DE 2002 TENDO EM VISTA: o Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro

Leia mais

XLVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS

XLVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS MERCOSUL/SGT Nº 3/CA/ATA Nº 03/12 XLVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS Realizou-se na cidade de Porto Alegre,

Leia mais

1. ORGANIZAÇÃO PARA O FUNCIONAMENTO E USO DO SITIO WEB FORO DE ARTICULAÇÃO VIRTUAL

1. ORGANIZAÇÃO PARA O FUNCIONAMENTO E USO DO SITIO WEB FORO DE ARTICULAÇÃO VIRTUAL XXXIX REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 11 SAÚDE MERCOSUL / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC DE SANGUE E HEMODERIVADOS / ATA Nº 02/12 Realizou-se na cidade de Salvador, República

Leia mais

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ MISSÃO: Garantir prestação jurisdicional rápida, acessível e efetiva no âmbito da sua competência. DESCRIÇÃO DA MISSÃO: A Justiça Federal no Paraná existe para garantir direitos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2014

PLANO DE TRABALHO 2014 TRADUÇÃO DE CORTESIA PLANO DE TRABALHO 2014 O presente Plano de Trabalho do CEED para o ano 2014, que se apresenta para consideração e aprovação do Conselho Diretivo, contém a descrição e objetivos das

Leia mais

Acordo sobre o Aquífero Guarani

Acordo sobre o Aquífero Guarani Acordo sobre o Aquífero Guarani A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai e a República Oriental do Uruguai, Animados pelo espírito de cooperação e de integração

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 DOU de 05/10/09 seção 01 nº 190 pág. 51 MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações relativas à Política de Saneamento Básico e

Leia mais

O GRUPO MERCADO COMUM RESOLVE:

O GRUPO MERCADO COMUM RESOLVE: MERCOSUL/GMC/RES. N.º 23/05 ACORDO SOBRE O PROJETO PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL/COMPETITIVIDADE E MEIO AMBIENTE TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Decisões Nº 10/91, 3/02, 20/02,

Leia mais

MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 55/04 Regulamentação do Protocolo de Contratações Públicas do MERCOSUL

MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 55/04 Regulamentação do Protocolo de Contratações Públicas do MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 55/04 Regulamentação do Protocolo de Contratações Públicas do MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, o Protocolo de Contratações Públicas do MERCOSUL

Leia mais

Rede CIN CIN MS. Centro Internacional de Negócios FIEMS

Rede CIN CIN MS. Centro Internacional de Negócios FIEMS Rede CIN CIN MS Centro Internacional de Negócios FIEMS O que é a REDE CIN? Coordenada pela Confederação Nacional da Indústria - CNI, e criada com o apoio da Agência Nacional de Promoção de Exportações

Leia mais

M I N U T A REGULAMENTO DO FUNDO MERCOSUL CULTURAL

M I N U T A REGULAMENTO DO FUNDO MERCOSUL CULTURAL M I N U T A REGULAMENTO DO FUNDO MERCOSUL CULTURAL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Decisão nº 38/10 do Conselho do Mercado Comum; CONSIDERANDO: Que o CMC, pela Decisão

Leia mais

ACORDO PARA A CRIAÇÃO DO VISTO MERCOSUL

ACORDO PARA A CRIAÇÃO DO VISTO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. N 16/03 ACORDO PARA A CRIAÇÃO DO VISTO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, o Protocolo de Montevidéu sobre o Comércio de Serviços, a Decisão do

Leia mais

VI RELATÓRIO DO DIRETOR do CEED À IV REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO

VI RELATÓRIO DO DIRETOR do CEED À IV REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO VI RELATÓRIO DO DIRETOR do CEED À IV REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO Montevidéu, Uruguai, 11 de dezembro de 2014 1. Este Relatório do Diretor é a atualização do que o Centro de Estudos Estratégicos de Defesa

Leia mais

PROTOCOLO DE OLIVOS PARA A SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS NO MERCOSUL

PROTOCOLO DE OLIVOS PARA A SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS NO MERCOSUL PROTOCOLO DE OLIVOS PARA A SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS NO MERCOSUL A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai e a República Oriental do Uruguai, doravante denominados

Leia mais

ACORDO PARA A FACILITAÇÃO DE ATIVIDADES EMPRESARIAIS NO MERCOSUL

ACORDO PARA A FACILITAÇÃO DE ATIVIDADES EMPRESARIAIS NO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 32/04 ACORDO PARA A FACILITAÇÃO DE ATIVIDADES EMPRESARIAIS NO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Decisão Nº 26/03 do Conselho do Mercado

Leia mais

% sobre Total. previstos

% sobre Total. previstos COOPERAÇÃO COMUNIDADE EUROPEIA E MERCOSUL MERCOSUL DIGITAL - PROJETO DE APOIO À SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO DO MERCOSUL REDE NACIONAL DE ENSINO E PESQUISA - UNIDADE DE GESTÃO DO PROJETO RELATO DA SITUAÇÃO

Leia mais

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta as atribuições e responsabilidades da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e dá

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 016/2015 DE 05 DE MARÇO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 016/2015 DE 05 DE MARÇO DE 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 016/2015 DE 05

Leia mais

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções Nº 31/97 e 09/01 do Grupo Mercado Comum.

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções Nº 31/97 e 09/01 do Grupo Mercado Comum. MERCOSUL/XXXVI SGT Nº11/P. RES. N /11 PROCEDIMENTOS COMUNS PARA AS INSPEÇÕES NOS FABRICANTES DE PRODUTOS MÉDICOS E PRODUTOS PARA DIAGNÓSTICO DE USO IN VITRO NOS ESTADOS PARTES (REVOGAÇÃO DAS RES. GMC Nº

Leia mais

Comitê de Ética em Pesquisa da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (CEP/Emescam) Regimento Interno

Comitê de Ética em Pesquisa da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (CEP/Emescam) Regimento Interno Comitê de Ética em Pesquisa da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (CEP/Emescam) Regimento Interno Das finalidades: Art. 1º O presente Regimento Interno contém as normas

Leia mais

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services - Windows SharePoint Services... Page 1 of 11 Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Ocultar tudo O Microsoft Windows

Leia mais

DETALHAMENTO BRASILEIRO DE NOMENCLATURA - DBN

DETALHAMENTO BRASILEIRO DE NOMENCLATURA - DBN DETALHAMENTO BRASILEIRO DE NOMENCLATURA - DBN Sumário: 1. Aspectos gerais. 2. Grupo Especial para Avaliar Impactos Relacionados com o Detalhamento de Nomenclatura (GDN) Resolução CAMEX nº 57, de 07 de

Leia mais

SGT Nº 11 SAÚDE / CPS / GAH COSMÉTICOS / Ata Nº 02/10. UNIDO V Fé de errata Res. GMC Nº 35/05

SGT Nº 11 SAÚDE / CPS / GAH COSMÉTICOS / Ata Nº 02/10. UNIDO V Fé de errata Res. GMC Nº 35/05 SGT Nº 11 SAÚDE / CPS / GAH COSMÉTICOS / Ata Nº 02/10 UNIDO V Fé de errata Res. GMC Nº 35/05 Porto Alegre, 20 a 22 de setembro de 2010 1 FÉ DE ERRATAS RESOLUÇÃO MERCOSUL/GMC/RES.Nº 35/05 AUTO INSPEÇÕES

Leia mais

Setor Educacional do MERCOSUL - SEM

Setor Educacional do MERCOSUL - SEM MERCOSUL Setor Educacional do MERCOSUL - SEM Os Ministros de Educação do MERCOSUL se reúnem duas vezes por ano há 22 anos para elaborar, coordenar e executar políticas públicas em Educação entre países

Leia mais

SECRETARÍA DEL MERCOSUR RESOLUCIÓN GMC Nº 26/01 ARTÍCULO 10 FE DE ERRATAS ORIGINAL

SECRETARÍA DEL MERCOSUR RESOLUCIÓN GMC Nº 26/01 ARTÍCULO 10 FE DE ERRATAS ORIGINAL MERCOSUL/GMC/RES. N 56/02 SECRETARÍA DEL MERCOSUR DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO E REVISÃO DE REGULAMENTOS TÉCNICOS MERCOSUL E PROCEDIMENTOS MERCOSUL DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE (REVOGAÇÃO DAS RES. GMC N

Leia mais

Resultados alcançados e Desdobramento Escola Virtual Célia Joseli

Resultados alcançados e Desdobramento Escola Virtual Célia Joseli Resultados alcançados e Desdobramento Escola Virtual Célia Joseli XLIX RECyT Montevidéu, em 08/05/2013 SUMÁRIO Investimento e Execução financeira Resultados alcançados Infraestruturas Estudos e Diagnósticos

Leia mais

Política Nacional de Participação Social

Política Nacional de Participação Social Política Nacional de Participação Social Apresentação Esta cartilha é uma iniciativa da Secretaria-Geral da Presidência da República para difundir os conceitos e diretrizes da participação social estabelecidos

Leia mais

REGRAS MODELO DE PROCEDIMENTO PARA OS TRIBUNAIS ARBITRAIS AD HOC DO MERCOSUL

REGRAS MODELO DE PROCEDIMENTO PARA OS TRIBUNAIS ARBITRAIS AD HOC DO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 30/04 REGRAS MODELO DE PROCEDIMENTO PARA OS TRIBUNAIS ARBITRAIS AD HOC DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Olivos para a Solução de Controvérsias no MERCOSUL

Leia mais

MESTRADO EM NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

MESTRADO EM NEGÓCIOS INTERNACIONAIS MESTRADO EM NEGÓCIOS INTERNACIONAIS INSCRIÇÕES: 2014 E 2015 UNIVERSIDADE COMPROMETIDA COM A QUALIDADE: UCES Universidad de Ciencias Empresariales y Sociales, elevados padrões e compromisso com a Excelência

Leia mais

GUIA PARA O RECONHECIMENTO DOS PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE

GUIA PARA O RECONHECIMENTO DOS PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE MERCOSUL/GMC/RES. Nº 14/05 GUIA PARA O RECONHECIMENTO DOS PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções Nº 38/95, 77/98, 56/02,

Leia mais

XLVIII Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados 17 de Julho de 2015

XLVIII Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados 17 de Julho de 2015 XLVIII Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados 17 de Julho de 2015 1 INTRODUÇÃO A 48ª Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados será realizada em Brasília, no dia

Leia mais

PROGRAMA PARA CAPACITAÇÃO DE INSPETORES PARA A VERIFICAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO DE PRODUTOS MÉDICOS

PROGRAMA PARA CAPACITAÇÃO DE INSPETORES PARA A VERIFICAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO DE PRODUTOS MÉDICOS MERCOSUL/GMC/RES Nº 25/98 PROGRAMA PARA CAPACITAÇÃO DE INSPETORES PARA A VERIFICAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO DE PRODUTOS MÉDICOS TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo

Leia mais

PROTOCOLO DE BRASÍLIA PARA A SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS

PROTOCOLO DE BRASÍLIA PARA A SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS PROTOCOLO DE BRASÍLIA PARA A SOLUÇÃO DE CONTROVÉRSIAS A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai e a República Oriental do Uruguai, doravante denominados "Estados

Leia mais

CHAMADA PARA APRESENTAÇÃO DE CASOS/EXEMPLOS DE SUCESSO NA IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO ROTEIROS DO BRASIL

CHAMADA PARA APRESENTAÇÃO DE CASOS/EXEMPLOS DE SUCESSO NA IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO ROTEIROS DO BRASIL CHAMADA PARA APRESENTAÇÃO DE CASOS/EXEMPLOS DE SUCESSO NA IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO ROTEIROS DO BRASIL Considerações Gerais Para comemorar os cinco anos do Programa de Regionalização

Leia mais

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009 OBJETO: Contratação de serviços de desenvolvimento de software para criar o Website da Sudam, utilizando a linguagem de programação PHP, com o Banco

Leia mais

Orientações para contratação de SIGAD e serviços correlatos

Orientações para contratação de SIGAD e serviços correlatos Conselho Nacional de Arquivos Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos Orientação Técnica n.º 1 Abril / 2011 Orientações para contratação de SIGAD e serviços correlatos Este documento tem por objetivo

Leia mais

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai, a República Oriental do Uruguai, a República Bolivariana

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 066/2011 Dispõe sobre a estrutura da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região e dá outras

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 066/2011 Dispõe sobre a estrutura da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região e dá outras PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 066/2011 Dispõe sobre a estrutura da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região e dá outras providências. O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ4011 EDITAL Nº 01/2010 1. Perfil: Iphan Central 15 3. Qualificação educacional: - Graduação concluída em Arquitetura e Urbanismo, desejável Pósgraduação

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO - CTIC

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO - CTIC REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO - CTIC APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 110/2013, de 08/07/2013 REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO

Leia mais

ORGANIZAÇÕES E MOVIMENTOS SOCIAIS DO MERCOSUL

ORGANIZAÇÕES E MOVIMENTOS SOCIAIS DO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 10/15 ORGANIZAÇÕES E MOVIMENTOS SOCIAIS DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Decisão Nº 65/10 do Conselho do Mercado Comum. CONSIDERANDO:

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO N.º 014/2010

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO N.º 014/2010 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO N.º 014/2010 Prezados Senhoras e Senhores, Brasília, 21 de setembro de 2010 O Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher UNIFEM solicita a apresentação de proposta

Leia mais

DataDoc 4.0 Sistema de Gestão de Arquivos. Características do Sistema

DataDoc 4.0 Sistema de Gestão de Arquivos. Características do Sistema DataDoc 4.0 Sistema de Gestão de Arquivos O software DataDoc 4.0 tem como finalidade automatizar a gestão de acervos documentais, englobando todas as fases da documentação. Totalmente desenvolvido em plataforma

Leia mais

SIMPROC SISTEMA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO E CONTROLE DOCUMENTAL

SIMPROC SISTEMA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO E CONTROLE DOCUMENTAL 1 SIMPROC SISTEMA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO E CONTROLE DOCUMENTAL Toda organização, pública ou privada, independente de seu tamanho, deve constituir uma área para atendimento às demandas dos colaboradores

Leia mais

REUNIÃO DE GTE CAPACITAÇÃO

REUNIÃO DE GTE CAPACITAÇÃO MERCOSUL/RMI/GT/CAP ATA N 03/2010 REUNIÃO DE GTE CAPACITAÇÃO Realizou-se na cidade de Foz do Iguaçu, República Federativa do Brasil, entre os dias 1º. e 3 de setembro de 2010, a Reunião do Grupo de Trabalho

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

Patrocínios: Governos Nacionais e Locais, empresas, organismos de cooperação internacional, universidades, doações.

Patrocínios: Governos Nacionais e Locais, empresas, organismos de cooperação internacional, universidades, doações. Criando ferramentas para a garantia ao direito à convivência familiar e comunitária. Documento Preparatório do Seminário Relaf 2013 Fortalecendo os Avanços. Criando ferramentas para a Garantia do Direito

Leia mais

PORTARIA Nº 356, DE 10 DE MARÇO DE 2014

PORTARIA Nº 356, DE 10 DE MARÇO DE 2014 PORTARIA Nº 356, DE 10 DE MARÇO DE 2014 Publica a proposta de Projeto de Resolução "Boas Práticas em procedimentos para organização e funcionamento dos serviços de transplante de órgãos". O MINISTRO DE

Leia mais

Ata da Reunião. 1. Criação do Site em um servidor de uma EFS, com conexões das demais EFS através da Internet.

Ata da Reunião. 1. Criação do Site em um servidor de uma EFS, com conexões das demais EFS através da Internet. 1º Reunião Técnica entre as Entidades Fiscalizadoras Superiores do Mercosul e a Contraloría General de la República de Bolivia, sobre a criação da Intranet do Mercosul Ata da Reunião Nos dias 04 e 05 de

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS BÁSICOS PRELIMINARES SOBRE SEGUROS PARA O ÂMBITO DO MERCOSUL

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS BÁSICOS PRELIMINARES SOBRE SEGUROS PARA O ÂMBITO DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES.Nº 83/99 GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS BÁSICOS PRELIMINARES SOBRE SEGUROS PARA O ÂMBITO DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Recomendação Nº

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada CONSULTA PÚBLICA O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES está preparando processo licitatório para contratação de serviços de consultoria técnica especializada, conforme detalhado

Leia mais

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Processo Seletivo 2011 Edital Nº003/2011 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Fundação Pública, criada pela Lei

Leia mais

COMITÊ DA CONTA TFCA

COMITÊ DA CONTA TFCA COMITÊ DA CONTA TFCA REGIMENTO Título Das disposições INTERNO I preliminares Art. 1 - O Comitê da Conta TFCA é um órgão colegiado de caráter deliberativo, instituído pela Portaria 398, de 21 de outubro

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO E ASSISTÊNCIA JURISDICIONAL EM MATÉRIA CIVIL, COMERCIAL, TRABALHISTA E ADMINISTRATIVA - PROTOCOLO DE LAS LEÑAS -

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO E ASSISTÊNCIA JURISDICIONAL EM MATÉRIA CIVIL, COMERCIAL, TRABALHISTA E ADMINISTRATIVA - PROTOCOLO DE LAS LEÑAS - PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO E ASSISTÊNCIA JURISDICIONAL EM MATÉRIA CIVIL, COMERCIAL, TRABALHISTA E ADMINISTRATIVA - PROTOCOLO DE LAS LEÑAS - Os Governos da República Argentina, da República Federativa do Brasil,

Leia mais

ACORDO SOBRE O PROJETO FOMENTO DA GESTÃO AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MEDIAS EMPRESAS

ACORDO SOBRE O PROJETO FOMENTO DA GESTÃO AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MEDIAS EMPRESAS MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 09/04 ACORDO SOBRE O PROJETO FOMENTO DA GESTÃO AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MEDIAS EMPRESAS TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM 09/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 30 de setembro de 2015. Aprovado, Gabriela

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Gabinete do Ministro. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Gabinete do Ministro. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004. Institui o programa de transparência do Ministério da Justiça e estabelece medidas internas para aperfeiçoar os instrumentos preventivos de controle da atividade

Leia mais

Que é necessário aperfeiçoar os instrumentos de cooperação policial já existentes, a fim de reforçar a luta contra o crime organizado transnacional.

Que é necessário aperfeiçoar os instrumentos de cooperação policial já existentes, a fim de reforçar a luta contra o crime organizado transnacional. MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 16/06 ACORDO QUADRO SOBRE COOPERAÇÃO EM MATÉRIA DE SEGURANÇA REGIONAL ENTRE OS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL, A REPÚBLICA DA BOLIVIA, A REPÚBLICA DO CHILE, A REPÚBLICA DA COLÔMBIA, A

Leia mais

MERCOSUL: Motor Econômico Regional. Documento final de conclusões e propostas do Terceiro Foro Empresarial do MERCOSUL

MERCOSUL: Motor Econômico Regional. Documento final de conclusões e propostas do Terceiro Foro Empresarial do MERCOSUL MERCOSUL: Motor Econômico Regional Documento final de conclusões e propostas do Terceiro Foro Empresarial do MERCOSUL Caracas, 26 e 27 de julho de 2014 Durante os dias 26 e 27 de julho de 2014, representantes

Leia mais

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS, ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA.

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS, ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA. DECRETO 44932 2008 Data: 30/10/2008 Origem: EXECUTIVO Ementa: DISPÕE SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - ESP-MG. Relevância LEGISLAÇÃO BÁSICA : Fonte: PUBLICAÇÃO

Leia mais

CXVI REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO DE COMÉRCIO DO MERCOSUL

CXVI REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO DE COMÉRCIO DO MERCOSUL MERCOSUL/CCM/ATA Nº 05/10 CXVI REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO DE COMÉRCIO DO MERCOSUL Realizou-se em Montevidéu, República Oriental do Uruguai, nos dias 23 e 24 de setembro de 2010, a CXVI Reunião Ordinária

Leia mais

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DE GESTÃO INTEGRADO

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DE GESTÃO INTEGRADO 1. OBJETIVO Estabelecer, documentar, implementar, aprimorar e manter um Sistema de Gestão da Qualidade e de Energia, que assegure a conformidade com os requisitos da norma de referência. Outrossim, a responsabilidade

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E DA SAÚDE DE JUIZ DE FORA. SUPREMA. Regimento Interno da Comissão de Ética no Uso de Animais CEUA CAPÍTULO I

FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E DA SAÚDE DE JUIZ DE FORA. SUPREMA. Regimento Interno da Comissão de Ética no Uso de Animais CEUA CAPÍTULO I FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E DA SAÚDE DE JUIZ DE FORA. SUPREMA Regimento Interno da Comissão de Ética no Uso de Animais CEUA CAPÍTULO I Da Natureza e Finalidade Art.1º A Comissão de Ética no Uso de

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica TERMO DE REFERÊNCIA 1 OBJETO Contratação de empresa especializada na execução da formação dos professores e equipe gestora, planejamento, acompanhamento e avaliação das aulas e diagnóstico sociolingüístico

Leia mais

DECRETO Nº 8.243, DE 23 DE MAIO DE 2014

DECRETO Nº 8.243, DE 23 DE MAIO DE 2014 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.243, DE 23 DE MAIO DE 2014 Institui a Política Nacional de Participação Social - PNPS e o Sistema Nacional de Participação

Leia mais