Abril Filosofia 1ª Série SÓCRATES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Abril Filosofia 1ª Série SÓCRATES"

Transcrição

1 Abril Filosofia 1ª Série SÓCRATES Sócrates cercado por jovens Sócrates nada escreveu. O conhecimento de suas ideias e condições de vida foi-nos revelado e transmitido pelos seus discípulos ou rivais. No entanto, seu pensamento (enquanto método e abordagem) pode ser considerado um divisor de águas. Antes de seu aparecimento filósofos buscavam saber a partir de que elementos- ar, fogo, terra, água, ou uma combinação dos mesmos- teria surgido o universo. Eram conhecidos como físicos, pois buscavam compreender a natureza. Sócrates buscava responder à seguinte questão: Qual é a realidade última do ser humano? De outra forma: qual a essência do homem? De acordo com o filósofo ateniense, a resposta é uma só e inequívoca: a alma, sede de consciência, do caráter, da vontade, da racionalidade etc. Esta descoberta socrática ajudou a fornecer a base de uma espécie de intelectualismo moral, sobre o qual o ocidente estabeleceu-se. È evidente que a essência do homem é a alma, cuidar de si mesmo significa cuidar da própria alma, mais do que do corpo. E ensinar os homens a cuidarem da própria alma é a tarefa suprema do educador, precisamente a tarefa que Sócrates acredita ter recebido de Deus. (REALE e ANTISERI, 2004, p.95) 1

2 Mas, a partir de Sócrates a investigação filosófica voltou-se para a busca da compreensão do próprio homem. Tomando para si mesmo, enquanto principio norteador de suas reflexões e atitudes, a legenda inscrita no Templo de Delfos, Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo, Sócrates revolucionou o pensamento filosófico de seu tempo O parteiro de idéias Sócrates viveu em Atenas, durante o século V a.c. Possuía origem humilde; seu pai era escultor e sua mãe, parteira. Exatamente por isso, na contramão da cultura grega, aristocrática e elitista, Sócrates não negava o valor e a importância da atividade prática. Dialogava com homens de grande poder, não deixando, no entanto, de se mostrar interessado e prestativo, mesmo quando na presença de um simples escravo. Em inúmeras vezes, Sócrates utilizou de metáforas relacionadas ao mundo do trabalho para expressar seu pensamento; dizia arrancar das cabeças das pessoas com quem dialogava novas ideias, tal qual sua mãe fazia, trazendo ao mundo pequeninos bebês. Era parteiro de ideias. Sócrates afirmava conseguir, com seu método dialético, livrar o homem de suas falsas representações e crenças, permitindo dessa maneira- por meio de suas perguntas incisivas e do desarme das posições alheias- fazer vir á tona o verdadeiro conhecimento. Sócrates era muito procurado pela juventude ateniense. Conta-se que ele podia passar horas discutindo nos espaços públicos de Atenas. Nesses locais, além de atender aos jovens que o procuravam, interpelava, indistintamente, toda sorte de pessoas e interrogava-as sobre assuntos que julgavam saber. O pensamento socrático pode ser mais bem compreendido a partir do entendimento de alguns princípios básicos que formam, por assim dizer uma chave de interpretação que permite adentrar o pensamento do filósofo. Alguns elementos norteadores da filosofia socrática são: *Uma vida sem busca não é digna de ser vivida; *O sentido da vida é a busca pela verdade; 2

3 *A verdade universa jaz dentro da alma humana; O primeiro grande passo em direção a essa verdade é o reconhecimento da própria ignorância. Há, nos pontos elencados acima, uma relação de interdependência e uma implicação mútua entre eles. Vejamos como essa relação se explicitaria em um texto: Para Sócrates, uma vida que não tenha busca não merece ser vivida, já que o sentido dela é a busca pela verdade, que se encontra no interior da alma humana e somente virá à tona a partir do momento que o ser humano reconhecer sua ignorância. Daí seus muitos inimigos, gente ambiciosa e vaidosa que não admitia facilmente contra-argumentos em relação às próprias crenças e posições de poder. Sócrates se apresentava como uma espécie de mosca irritante, a indagar incansavelmente os seres humanos quanto ás questões mais essenciais e fundamentais da condição humana Método socrático Para caracterizar, de modo resumido, a dialética de Sócrates vamos examinar estas três características: O nãosaber socrático, a ironia socrática e a maiêutica. Não-saber socrático Sócrates começa seu diálogo dizendo que nada sabe; coloca-se diante do interlocutor mais como um aprendiz do que um mestre. Essa declaração de nada saber possibilita e encoraja a abertura do diálogo. Na verdade, é como uma desconstrução do saber dos pensadores da Physis (ilusória tentativa de desvendar as leis do cosmo, esquecendo o cuidado do próprio homem), da pretensão dos sofistas de um saber quase ilimitado e do dogmatismo do senso comum. A declaração do Oráculo de Delfos, que diz que Sócrates é o mais sábio dos homens, é assim interpretada por ele mesmo: Só Deus é sapiente, e isto ele quis dizer no seu oráculo: que pouco ou nada vale a sapiência do homem; e, afirmando que Sócrates é sapiente, não quis, creio, referir-se propriamente a mim, Sócrates, mas apenas usar o 3

4 meu nome como um exemplo; como se tivesse querido dizer o seguinte: Ó homens, entre vós é sapientíssimo aquele que, como Sócrates, tenha reconhecido que, na verdade, a sua sapiência não tem nenhum valor (Platão, Apologia de Sócrates, 21 b 22 e) Ironia Aparece também, nesse não-saber um aspecto irônico, em que Sócrates finge não saber para provocar o interlocutor a entrar no diálogo. Em que consiste a ironia socrática? Ele quer levar o homem para o caminho da verdade, deseja explicar aos jovens como devem comportar-se para viver como homem. Sócrates é alguém que brinca com as palavras, pondo tudo em discussão, essa é sua ironia. É um exame minucioso das opiniões reinantes, é pôr em cheque o pensamento do senso comum; e toda desconstrução é penosa, a verdade dói. Assim sendo, não deve ser interpretada sua ironia como uma zombaria por parte de Sócrates. Para fazer ver o caminho da verdade, é preciso desobstruí-lo: Sócrates só deixa em paz o interlocutor depois de ter tudo examinado e removido, deixando assim o caminho aberto para a verdade, para cada um ser virtuoso e sábio, como deve todo ser humano. 4

5 Maiêutica Essa ironia visava ao nascimento do verdadeiro conhecimento. Ora, esse saber não é produzido por Sócrates; ele apenas ajuda seu nascimento, do mesmo modo que o trabalho da parteira (Maiêutica em grego) auxilia a mãe no nascimento do seu filho. Sócrates, comparando seu questionamento e sua ironia ao trabalho da parteira está dizendo que não é mestre de ninguém, apenas auxilia as pessoas a darem as luzes a si mesmas, enquanto se abrem ao verdadeiro saber, e assim se tornam virtuosos. Em outras palavras, a ironia e a maiêutica são momentos diferentes da grande indagação socrática em busca da verdade. O que norteia cada um dos momentos, diferenciando-os, é a finalidade, ou seja, enquanto o momento irônico tem por objetivo trazer à tona, a verdade que jaz no interior do espírito humano. O segundo momento marca a chegada à luz do conhecimento. Essa prática socrática é conhecida. É um dos fundamentos do intelectualismo ético, e dessa dinâmica derivam várias consequências educacionais, éticas, políticas e epistemológicas, tais como: O conhecimento tem como fim a melhora na condição moral do sujeito; A aquisição do conhecimento dar-se por meio do processo dialético; A não-validade dos dogmatismos preestabelecidos; O questionamento do modo de vida de cada um e, consequentemente, da polis A ética de Sócrates Antes de Sócrates e dos sofistas não existiu reflexão consistente sobre ética. Foi justamente no diálogo conflituoso com os sofistas que Sócrates desenvolveu grande parte de seus princípios éticos. Para os sofistas, sendo o homem a medida de todas as coisas, sê-lo também da ética, ou seja, os sofistas, que eram especialistas na oratória, não existem parâmetros universais para a ética. Os valores éticos não passariam de convenções entre os homens e, por isso mesmo, seriam transitórios. A sustentação dessa posição faz deles relativistas universais. Sócrates empenhado em contradizê-los, afirmava que existem valores éticos e universais que podem ser alcançados e cultivados. Para Sócrates, a moralidade humana tem caráter universal, porque está fundada sobre a alma humana. Na ética socrática, o corpo deve ser instrumento a serviço da alma, na busca pelo conhecimento que existe dentro do homem, e é capaz de libertar o ser humano. Sócrates afirmara que o mais precioso para o homem é sua alma racional e que, graças à razão, pode ser justo e praticar a virtude. (CHAUÍ, 2003, P. 231) Muito ligado à alma, encontra-se o conceito socrático de liberdade, que nada mais é do que a capacidade humana de dominar a si mesmo e suas paixões. À medida que a pessoa cresce em racionalidade, ela adquire autodomínio. 5

6 3.4- A morte de Sócrates A morte de Sócrates, por Jacques-Louis David (1787) Em 399 a.c sob acusação de desrespeito aos deuses da cidade e perversão da juventude, Sócrates foi condenado à morte, tendo que tomar cicuta. Poderia fugir facilmente, mas recusou-se; morreu tranquilamente na companhia, algo desesperado e patético, de seus discípulos. Sócrates pode ser considerado como encarnação ou realização de todos os ideais ligados a imagem do filósofo. Não apenas pelo seu pensamento, mas também, e principalmente, pela maneira como viveu, tornando-se um exemplo contundente de coerência e vida justa. Vamos assistir a um vídeo? Preste muita atenção. Ser Ou Não Ser - Socrates 6

7 7

Filosofia Grega Clássica - parte I: o período socrático séculos 5-4 a.c.

Filosofia Grega Clássica - parte I: o período socrático séculos 5-4 a.c. Filosofia Grega Clássica - parte I: o período socrático séculos 5-4 a.c. Atenas no séc. 5 a.c.: - centro da vida social, política e cultural da Grécia - época da democracia, quando os cidadãos participavam

Leia mais

Sócrates: uma filosofia voltada para consciência crítica. Professor Danilo Borges Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

Sócrates: uma filosofia voltada para consciência crítica. Professor Danilo Borges Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Sócrates: uma filosofia voltada para consciência crítica Professor Danilo Borges Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Sócrates 469 399 a.c. Divisor de águas na filosofia grega

Leia mais

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica 2 Habilidades: Conhecer os principais pontos das ideias de Platão para interpretar a realidade diária. 3 REVISÃO Sócrates: o homem Grande questão: o que é a essência

Leia mais

A ORIGEM DA FILOSOFIA

A ORIGEM DA FILOSOFIA A ORIGEM DA FILOSOFIA UMA VIDA SEM BUSCA NÃO É DIGNA DE SER VIVIDA. SÓCRATES. A IMPORTÂNCIA DOS GREGOS Sob o impulso dos gregos, a civilização ocidental tomou uma direção diferente da oriental. A filosofia

Leia mais

PERÍODOS DA FILOSOFIA ANTIGA

PERÍODOS DA FILOSOFIA ANTIGA Capítulo 12 PERÍODOS DA FILOSOFIA ANTIGA PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO (SÉC. VI V a.c.) SOCRÁTICO OU ANTROPOLÓGICO OU CLÁSSICO (SÉC. V IV a.c.): SÓCRATES E PLATÃO SISTEMÁTICO (SÉC IV III a.c.): ARISTÓTELES

Leia mais

PERÍODOS DA FILOSOFIA ANTIGA

PERÍODOS DA FILOSOFIA ANTIGA Capítulo 12 PERÍODOS DA FILOSOFIA ANTIGA PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO (SÉC. VI V a.c.) SOCRÁTICO OU ANTROPOLÓGICO OU CLÁSSICO (SÉC. V IV a.c.): SÓCRATES E PLATÃO SISTEMÁTICO (SÉC IV III a.c.): ARISTÓTELES

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO ESTUDAR PARA A PROVA TRIMESTRAL DO SEGUNDO TRIMESTRE PROFESSORA: TATIANA SILVEIRA 1 - Seguiu-se ao período pré-socrático

Leia mais

PLANO DE AULA. Resumo: Período da Filosofia Antiga : Socrático ou Antropológico

PLANO DE AULA. Resumo: Período da Filosofia Antiga : Socrático ou Antropológico PLANO DE AULA ÁREA: História da Filosofia antiga TEMA: O início do pensamento filosófico na Grécia Antiga HISTÓRIA DA FILOSOFIA: Antiga INTERDISCIPLINARIDADE: História TRANSVERSALIDADE: Ética DURAÇÃO:

Leia mais

O que você está dizendo?! Pelo jeito alguém fez uma denúncia contra você, porque não vou lhe imputar isto você ter denunciado outra pessoa!

O que você está dizendo?! Pelo jeito alguém fez uma denúncia contra você, porque não vou lhe imputar isto você ter denunciado outra pessoa! Sócrates encontra-se por acaso com o adivinho Êutifron, dias antes de seu julgamento 1 (2) Que novidade é essa, Sócrates, que você, deixando os passatempos no Liceu, 2 agora passa o tempo aqui, nos arredores

Leia mais

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média:

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: EXERCÍCIOS ON LINE 3º BIMESTRE DISCIPLINA: Filosofia PROFESSOR(A): Julio Guedes Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: NOME: Nº.: Exercício On Line (1) A filosofia atingiu

Leia mais

Filosofia Geral. Prof. Alexandre Nonato

Filosofia Geral. Prof. Alexandre Nonato Filosofia Geral Prof. Alexandre Nonato Ruptura da Mitologia à Filosofia Mitologia é um conjunto de mitos de determinados povos. Ex.: Deuses, lendas. Explicação para a vida, o sobrenatural, sem a existência

Leia mais

Sócrates, Sofistas, Platão e Aristóteles (ética) Séc. III e IV a. C

Sócrates, Sofistas, Platão e Aristóteles (ética) Séc. III e IV a. C Sócrates, Sofistas, Platão e Aristóteles (ética) Séc. III e IV a. C Nunca deixou nada escrito Patrono da Filosofia Sh As principais fontes: Platão, Xenofonte e Aristóteles Questões Antropológicas O início

Leia mais

Filosofia Aula III Revisão e Platão

Filosofia Aula III Revisão e Platão Filosofia Aula III Revisão e Platão Segundo Marilena Chauí, a filosofia surge quando alguns gregos, admirados e espantados com a realidade, insatisfeitos com as explicações que a tradição lhes dera, começaram

Leia mais

FILOSOFIA Conceito e delimitação

FILOSOFIA Conceito e delimitação FILOSOFIA Conceito e delimitação Conceito de Filosofia Filosofia significa philo= amigo, amor, Sophia= sabedoria. A filosofia busca dar profundidade e totalidade à aspectos referentes a vida como um todo;

Leia mais

Sócrates, o mestre em busca da verdade

Sócrates, o mestre em busca da verdade Formação Sócrates, o mestre em busca da verdade Para o pensador grego, só voltando-se para seu interior o homem chega à sabedoria e se realiza como pessoa Márcio Ferrari O pensamento do filósofo grego

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CLARENTIANO. Pós Graduação em Filosofia e Ensino da Filosofia. Sergio Levi Fernandes de Souza RA:

CENTRO UNIVERSITÁRIO CLARENTIANO. Pós Graduação em Filosofia e Ensino da Filosofia. Sergio Levi Fernandes de Souza RA: CENTRO UNIVERSITÁRIO CLARENTIANO Pós Graduação em Filosofia e Ensino da Filosofia Sergio Levi Fernandes de Souza RA: 1123930 Filosofia e Educação da Filosofia ESTADO E EDUCAÇÃO EM PLATÃO Santo André 2013

Leia mais

LISTA - SÓCRATES. Platão, A Apologia de Sócrates, 29 a-b, In. HADOT, P. O que é a Filosofia Antiga? São Paulo: Ed. Loyola, 1999, p. 61.

LISTA - SÓCRATES. Platão, A Apologia de Sócrates, 29 a-b, In. HADOT, P. O que é a Filosofia Antiga? São Paulo: Ed. Loyola, 1999, p. 61. 1. (Uea 2014) O sofista é um diálogo de Platão do qual participam Sócrates, um estrangeiro e outros personagens. Logo no início do diálogo, Sócrates pergunta ao estrangeiro, a que método ele gostaria de

Leia mais

Filosofia. Disciplina Curso Bimestre Série. Filosofia Ensino Médio 1 1ª. Habilidades Associadas

Filosofia. Disciplina Curso Bimestre Série. Filosofia Ensino Médio 1 1ª. Habilidades Associadas Filosofia Aluno Caderno de Atividades Pedagógicas de Aprendizagem Autorregulada - 01 1ª Série 1 Bimestre Disciplina Curso Bimestre Série Filosofia Ensino Médio 1 1ª Habilidades Associadas 1. Identificar

Leia mais

Exercícios do manual. Página 105 Exercício V

Exercícios do manual. Página 105 Exercício V Exercícios do manual 1. Falácia do apelo à ignorância Página 105 Exercício V 2. Falácia contra a pessoa ou ad hominem (hipocrisia ou tu quoque tu também não fazes o que defendes) 3. Falso dilema (quer

Leia mais

OS SOFISTAS E A VIDA EM SOCIEDADE

OS SOFISTAS E A VIDA EM SOCIEDADE O SER HUMANO PARA OS SOFISTAS E SÓCRATES OS SOFISTAS E A VIDA EM SOCIEDADE A ARTE DO CONVENCIMENTO Nenhum escrito completo restou dos autores sofistas, apenas poucos fragmentos A maior parte dos textos

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Conteúdo (a) Nascimento da filosofia (b) Condições históricas para seu nascimento (c) Os principais períodos

Leia mais

PLATÃO E O MUNDO IDEAL

PLATÃO E O MUNDO IDEAL Introdução: PLATÃO E O MUNDO IDEAL - A importância do pensamento de Platão se deve justamente por conseguir conciliar os mundos: dos Pré-Socráticos, com suas indagações sobre o surgimento do Cosmo (lê-se:

Leia mais

Resolução da Questão 1 Texto definitivo

Resolução da Questão 1 Texto definitivo Questão A filosofia não é outra coisa senão o exercício preparatório para a sabedoria. Não se trata de opor nem de separar a filosofia como modo de vida, por um lado, e um discurso filosófico

Leia mais

PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade. Ética e educação 1. Gislene Santos 2

PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade. Ética e educação 1. Gislene Santos 2 PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade Ética e educação 1 Gislene Santos 2 Um dos problemas que se coloca na sociedade brasileira contemporânea é o do como educar para

Leia mais

AULA FILOSOFIA. O realismo aristotélico

AULA FILOSOFIA. O realismo aristotélico AULA FILOSOFIA O realismo aristotélico DEFINIÇÃO O realismo aristotélico representa, na Grécia antiga, ao lado das filosofias de Sócrates e Platão, uma reação ao discurso dos sofistas e uma tentativa de

Leia mais

DATA DE ENTREGA 19/12/2016 VALOR: 20,0 NOTA:

DATA DE ENTREGA 19/12/2016 VALOR: 20,0 NOTA: DISCIPLINA: FILOSOFIA PROFESSOR: ENRIQUE MARCATTO DATA DE ENTREGA 19/12/2016 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 3ª SÉRIE/EM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO

Leia mais

DO MITO AOS SOFISTAS

DO MITO AOS SOFISTAS DO MITO AOS SOFISTAS Gustavo Bertoche gusbertoche@gmail.com Mito e filosofia Para compreender o processo intelectual que resulta na filosofia contemporânea é necessário conhecer a origem da filosofia.

Leia mais

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos)

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) 3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) Questão (1) - A filosofia se constitui, a partir das concepções de Sócrates, Platão e Aristóteles, como o pensamento que investiga: a) A questão da dívida externa.

Leia mais

RESPONSÁVEL CONSTRUTOR DE SEU PRESENTE SEM ESQUECER SEU PASSADO E DESAFIADOR DO DESTINO

RESPONSÁVEL CONSTRUTOR DE SEU PRESENTE SEM ESQUECER SEU PASSADO E DESAFIADOR DO DESTINO I - IDEAL GREGO DE HOMEM - LIVRE E RESPONSÁVEL CONSTRUTOR DE SEU PRESENTE SEM ESQUECER SEU PASSADO E DESAFIADOR DO DESTINO BUSCA A SABEDORIA PREPARAÇÃO PARA A PROCURA FORMAÇÃO INTEGRAL CORPO E ESPÍRITO

Leia mais

O conceito ética. O conceito ética. Curso de Filosofia. Prof. Daniel Pansarelli. Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles

O conceito ética. O conceito ética. Curso de Filosofia. Prof. Daniel Pansarelli. Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles Curso de Filosofia Prof. Daniel Pansarelli Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles O conceito ética Originado do termo grego Ethos, em suas duas expressões Êthos (com inicial

Leia mais

3. (Unicentro 2012) Sobre o pensamento socrático, analise as afirmativas e marque com V, as verdadeiras e com F, as falsas.

3. (Unicentro 2012) Sobre o pensamento socrático, analise as afirmativas e marque com V, as verdadeiras e com F, as falsas. 1. (Unicamp 2013) A sabedoria de Sócrates, filósofo ateniense que viveu no século V a.c., encontra o seu ponto de partida na afirmação sei que nada sei, registrada na obra Apologia de Sócrates. A frase

Leia mais

EDUCADOR, MEDIADOR DE CONHECIMENTOS E VALORES

EDUCADOR, MEDIADOR DE CONHECIMENTOS E VALORES EDUCADOR, MEDIADOR DE CONHECIMENTOS E VALORES BREGENSKE, Édna dos Santos Fernandes* Em seu livro, a autora levanta a questão da formação do educador e a qualidade de seu trabalho. Deixa bem claro em diversos

Leia mais

Nuno Manuel Morgadinho dos Santos Coelho DIREITO, FILOSOFIA E A HUMANIDADE COMO TAREFA

Nuno Manuel Morgadinho dos Santos Coelho DIREITO, FILOSOFIA E A HUMANIDADE COMO TAREFA Nuno Manuel Morgadinho dos Santos Coelho DIREITO, FILOSOFIA E A HUMANIDADE COMO TAREFA São Paulo 2009 Nuno Manuel Morgadinho dos Santos Coelho DIREITO, FILOSOFIA E A HUMANIDADE COMO TAREFA Tese de Livre

Leia mais

Platão, desiludido com a. escola de filosofia a Academia.

Platão, desiludido com a. escola de filosofia a Academia. Platão era filho da aristocracia ateniense. Foi discípulo de Sócrates. Sua obra reflete o momento caótico pelo qual passou Atenas no decorrer de sua vida A crise da sociedade ateniense está ligada à guerra

Leia mais

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Tema 7: Ética e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes O Conceito de Ética Ética: do grego ethikos. Significa comportamento. Investiga os sistemas morais. Busca fundamentar a moral. Quer explicitar

Leia mais

Clóvis de Barros Filho

Clóvis de Barros Filho Clóvis de Barros Filho Sugestão Formação: Doutor em Ciências da Comunicação pela USP (2002) Site: http://www.espacoetica.com.br/ Vídeos Produção acadêmica ÉTICA - Princípio Conjunto de conhecimentos (filosofia)

Leia mais

FILOSOFIA. A Filosofia é Grega! A Filosofia na Grécia Antiga TEMA: A ORIGEM DA FILOSOFIA E OS FILÓSOFOS DA NATUREZA 14/06/2016 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO

FILOSOFIA. A Filosofia é Grega! A Filosofia na Grécia Antiga TEMA: A ORIGEM DA FILOSOFIA E OS FILÓSOFOS DA NATUREZA 14/06/2016 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO FILOSOFIA 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2016 TEMA: A ORIGEM DA FILOSOFIA E OS FILÓSOFOS DA NATUREZA Texto baseado nos livros: História da Filosofia, volume 4, de Giovanni Reale e Danilo Antiseri

Leia mais

ENTRE DOIS MUNDOS 7º ANO

ENTRE DOIS MUNDOS 7º ANO ENTRE DOIS MUNDOS 7º ANO INTRODUÇÃO Renascimento: Período de transição entre Idade Média e Idade Moderna; Misturam-se o jeito de ser e pensar de dois momentos da sociedade europeia ocidental; Não é possível

Leia mais

A ÉTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO

A ÉTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO SOFISTAS Acreditavam num relativismo moral. O ceticismo dos sofistas os levava a afirmar que, não existindo verdade absoluta, não poderiam existir valores que fossem validos universalmente. A moral variaria

Leia mais

1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES

1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES Sem limite para crescer! Resumo das aulas de Filosofia 1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES Esses três filósofos foram os inauguradores da filosofia ocidental como a que

Leia mais

Os Professores Sofistas

Os Professores Sofistas Os Professores Sofistas Objetivos da Palestra Apresentar e contextualizar o aparecimento dos sofistas na Grécia Antiga. Estabelecer cotejos entre a existência dos antigos sofistas e os atuais professores

Leia mais

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014.

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. Adoração Acolhida Leitura Bíblica: Zacarias 9.9; 16-17. Sugestões de Cânticos: - HE 105 - Louvemos ao Senhor [Ademar de Campos]-

Leia mais

A ÉTICA DAS VIRTUDES. A ética e a moral: origem da ética As ideias de Sócrates/Platão. Prof. Dr. Idalgo J. Sangalli (UCS) 2011

A ÉTICA DAS VIRTUDES. A ética e a moral: origem da ética As ideias de Sócrates/Platão. Prof. Dr. Idalgo J. Sangalli (UCS) 2011 A ÉTICA DAS VIRTUDES A ética e a moral: origem da ética As ideias de Sócrates/Platão Prof. Dr. Idalgo J. Sangalli (UCS) 2011 ETHOS Significado original do termo ETHOS na língua grega usual: morada ou abrigo

Leia mais

FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP O CONCEITO E A ORIGEM DA FILOSOFIA A ruptura com o pensamento mítico não se dá de forma imediata, mas de forma progressiva,

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS CAMPOS SALLES

FACULDADES INTEGRADAS CAMPOS SALLES FACULDADES INTEGRADAS CAMPOS SALLES CURSO DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA: SUSTENTABILIDADE, RESPONSABILIDADE SOCIA E ÉTICA Professor: Paulo S. Ribeiro Aula 02 UNIDADE 1: Formação da moral ocidental. Sofistas

Leia mais

Meninos e Meninas Brincando

Meninos e Meninas Brincando Meninos e Meninas Brincando J. C. Ryle "As praças da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão." (Zc.8:5) Queridas crianças, o texto acima fala de coisas que acontecerão. Deus está nos

Leia mais

Metafísica & Política

Metafísica & Política Aristóteles (384-322 a.c.) Metafísica & Política "0 homem que é tomado da perplexidade e admiração julga-se ignorante." (Metafisica, 982 b 13-18). Metafísica No conjunto de obras denominado Metafísica,

Leia mais

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! Uma mensagem que vai responder à tua pergunta o que posso fazer aqui na terra? Há uma mensagem que responde a todas as tuas perguntas e dúvidas. Este livro demonstra

Leia mais

1. A Experiência Filosófica Estranhamento ou Deslocamento. Experimenta uma quebra, uma interrupção no fluir normal de sua vida. Você para pra pensar.

1. A Experiência Filosófica Estranhamento ou Deslocamento. Experimenta uma quebra, uma interrupção no fluir normal de sua vida. Você para pra pensar. CURSO: ENSINO MÉDIO COMPONENTE CURRICULAR: FILOSOFIA CARGA HORÁRIA: 40 HORAS PERÍODO: 1 ANO / 2014 UNIDADE: I TRANSMISSÃO: 08/10/2014 Qurta Feira ESTÚDIO: 01 Responsável: Glaucia Produção:Adriano Arte:

Leia mais

A palavra MITO procede do grego mythos, que é uma palavra ligada ao verbo mythevo, que significa crio uma história imaginária, que se refere a uma

A palavra MITO procede do grego mythos, que é uma palavra ligada ao verbo mythevo, que significa crio uma história imaginária, que se refere a uma Prof. Cícero Robson A palavra MITO procede do grego mythos, que é uma palavra ligada ao verbo mythevo, que significa crio uma história imaginária, que se refere a uma crença, a uma tradição ou a um acontecimento.

Leia mais

FELICIDADE: O BEM QUE TODOS QUEREM. 7º ano - Capítulo 2

FELICIDADE: O BEM QUE TODOS QUEREM. 7º ano - Capítulo 2 FELICIDADE: O BEM QUE TODOS QUEREM 7º ano - Capítulo 2 1 2 Falar de felicidade significa falar sobre a melhor forma de viver; Não faz sentido pensar em uma vida bem vivida que não seja também feliz. Você

Leia mais

Primeiro dia Sinal-da-cruz; Oração preparatória para todos os dias; Ler e meditar Mt 2,1-2.

Primeiro dia Sinal-da-cruz; Oração preparatória para todos os dias; Ler e meditar Mt 2,1-2. Oração Inicial Novena a N. Srª do Desterro Meu Deus e meu Senhor, eis-me aqui, humildemente prostrado diante de Vossa majestade! Agradeço-Vos a inspiração que me destes, de vir, confiante, aos pés da Virgem

Leia mais

EDUCAÇÃO FISÍCA PARA O CORPO E FILOSOFIA PARA A ALMA. RESUMO

EDUCAÇÃO FISÍCA PARA O CORPO E FILOSOFIA PARA A ALMA. RESUMO EDUCAÇÃO FISÍCA PARA O CORPO E FILOSOFIA PARA A ALMA. RESUMO Analisarei o ensino relacionado à Educação Física, Filosofia e outras Ciências na história grega no mundo antigo. É sabedor que Platão fundou

Leia mais

O que é Philosophia? Philosophi a (Filosofia) Grego.

O que é Philosophia? Philosophi a (Filosofia) Grego. O que é Philosophia? ϕa palavra Philosophi a (Filosofia) vem do Grego. O que é Philosophia? ϕphilo significa Amizade, Simpatia, Amor. ϕsophia Sabedoria. Amor para os Gregos ϕágape amor da Criatura para

Leia mais

SÓCRATES: O MESTRE GREGO E SEU SISTEMA PEDAGÓGICO REFLETINDO NA EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA

SÓCRATES: O MESTRE GREGO E SEU SISTEMA PEDAGÓGICO REFLETINDO NA EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA SÓCRATES: O MESTRE GREGO E SEU SISTEMA PEDAGÓGICO REFLETINDO NA EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA Luiz Fernando Bandeira de Melo lfbmelo@prove.ufu.br Vani Terezinha de Rezende Faculdade Católica de Uberlândia O método

Leia mais

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE)

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) SÓCRATES (469-399 a.c.) CONTRA OS SOFISTAS Sofistas não são filósofos: não têm amor pela sabedoria e nem respeito pela verdade. Ensinavam a defender o que

Leia mais

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS São chamados de filósofos da natureza. Buscavam a arché, isto é, o elemento ou substância primordial que originava todas as coisas da natureza. Dirigiram sua atenção e suas

Leia mais

DOUTRINAS ÉTICAS FUNDAMENTAIS PROFA. ME. ÉRICA RIOS

DOUTRINAS ÉTICAS FUNDAMENTAIS PROFA. ME. ÉRICA RIOS DOUTRINAS ÉTICAS FUNDAMENTAIS PROFA. ME. ÉRICA RIOS ERICA.CARVALHO@UCSAL.BR Ética e História Como a Ética estuda a moral, ou seja, o comportamento humano, ela varia de acordo com seu objeto ao longo do

Leia mais

Simulado _Rec_1Bim 15/05/2015 Colégio Nomelini. Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [C] Resposta da questão 3: [D]

Simulado _Rec_1Bim 15/05/2015 Colégio Nomelini. Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [C] Resposta da questão 3: [D] Gabarito: Resposta da questão 1: Resposta da questão 2: Resposta da questão 3: Resposta da questão 4: Resposta da questão 5: Resposta da questão 6: Resposta da questão 7: Resposta da questão 8: Resposta

Leia mais

Como surgiram os MITOS?

Como surgiram os MITOS? PENSAMENTO MÍTICO MITO MITO Nasce do desejo de entender o mundo para afugentar o medo e a insegurança. é um relato de algo fabuloso que se supõe ter acontecido num passado remoto e quase sempre impreciso.

Leia mais

Prof. Talles D. Filosofia do Direito O Direito e o tema da Justiça

Prof. Talles D. Filosofia do Direito O Direito e o tema da Justiça Prof. Talles D. Filosofia do Direito O Direito e o tema da Justiça A concepção platônica da justiça Basicamente, Platão traz duas ideias de justiça: uma relacionada com a virtude (das pessoas e dos Estados),

Leia mais

Apresentação relativa ao Novo Testamento Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse. A Bíblia é

Apresentação relativa ao Novo Testamento Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse. A Bíblia é Apresentação relativa ao Novo Testamento Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse A Bíblia é Pois é, após um longo percurso de descoberta do Antigo Testamento, chegou a vez de descobrir um pouco mais acerca

Leia mais

Introdução O QUE É FILOSOFIA?

Introdução O QUE É FILOSOFIA? O QUE É FILOSOFIA? A filosofia não é uma ciência, nem mesmo um conhecimento; não é um saber a mais: é uma reflexão sobre os saberes disponíveis. É por isso que não se pode aprender filosofia, dizia kant:

Leia mais

REVISÃO GERAL DE CONTEÚDO ROTEIRO DE ESTUDOS PROFESSOR DANILO BORGES COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

REVISÃO GERAL DE CONTEÚDO ROTEIRO DE ESTUDOS PROFESSOR DANILO BORGES COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II REVISÃO GERAL DE CONTEÚDO ROTEIRO DE ESTUDOS PROFESSOR DANILO BORGES COLÉGIO CENECISTA DR. JOSÉ FERREIRA 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II A IMPORTÂNCIA DO PENSAMENTO FILOSÓFICO A filosofia é muitas vezes entendida

Leia mais

PLATÃO E A MATEMÁTICA: SÓLIDOS PLATÔNICOS

PLATÃO E A MATEMÁTICA: SÓLIDOS PLATÔNICOS PLATÃO E A MATEMÁTICA: SÓLIDOS PLATÔNICOS ELIAS, Silvana Leide Garcia vanaleide@hotmail.com GOBATO, Angélica Romagnoli angelicagobato@hotmail.com Acadêmicas do 2º Ano do curso de Matemática. CTESOP BOCHENEK,

Leia mais

Foucault e a educação. Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nos Currículos da Educação Infantil

Foucault e a educação. Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nos Currículos da Educação Infantil Foucault e a educação Tecendo Gênero e Diversidade Sexual nos Currículos da Educação Infantil Prefácio A educação abrange os processos de ensinar e de aprender e se desenvolve em todos os espaços possíveis:

Leia mais

CONDIÇÕES HISTÓRICAS QUE CONTRIBUÍRAM PARA O SURGIMENTO DA FILOSOFIA

CONDIÇÕES HISTÓRICAS QUE CONTRIBUÍRAM PARA O SURGIMENTO DA FILOSOFIA CONTEÚDO PARA O SIMULADO E PARA A 1ª PROVA ESPECÍFICA DE FILOSOFIA DO 1º BIMESTRE (3ª SÉRIE, 2016). OBS. O conteúdo de Filosofia para o simulado vai da Origem da Filosofia até a teoria de Parmênides. Dessa

Leia mais

A utopia platônica. Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia. Educação e política: as três classes

A utopia platônica. Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia. Educação e política: as três classes Ideias políticas Platão Pp. 311-312 A utopia platônica Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia Educação e política: as três classes A utopia platônica é elaborada na época da decadência,

Leia mais

Objetivo Analisar a missão de João Batista, à luz da Doutrina Espírita.

Objetivo Analisar a missão de João Batista, à luz da Doutrina Espírita. Objetivo Analisar a missão de João Batista, à luz da Doutrina Espírita. E, naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judeia e dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus.

Leia mais

MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP QUAL O SIGINIFICADO DA PALAVRA FILOSOFIA? QUAL A ORIGEM DA FILOSOFIA? E O QUE HAVIA ANTES DA FILOSOFIA? OS MITOS A palavra

Leia mais

PROMETEUS FILOSOFIA EM REVISTA Ano 1 - no. 2 Julho-Dezembro/2008 ISSN

PROMETEUS FILOSOFIA EM REVISTA Ano 1 - no. 2 Julho-Dezembro/2008 ISSN PROMETEUS FILOSOFIA EM REVISTA Ano 1 - no. 2 Julho-Dezembro/2008 ISSN 1807-3042 A CRÍTICA DE SÓCRATES À CONCEPÇÃO DE PIEDADE COMO RELAÇÃO COMERCIAL ADELSON TAVARES DA CONCEIÇÃO (GRADUANDO EM FILOSOFIA

Leia mais

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia O que caracteriza a consciência mítica é a aceitação do destino: Os costumes dos ancestrais têm raízes no sobrenatural; As ações humanas são determinadas pelos

Leia mais

PLATÃO E A REPÚBLICA. Prof. Elson Junior. Santo Antônio de Pádua, março de 2017

PLATÃO E A REPÚBLICA. Prof. Elson Junior. Santo Antônio de Pádua, março de 2017 PLATÃO E A REPÚBLICA Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, março de 2017 Nasceu em Atenas, provavelmente em 427 a.c. e morreu em 347 a.c (80 anos) Influenciou profundamente a filosofia ocidental.

Leia mais

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes Filosofia da Arte Unidade II O Universo das artes FILOSOFIA DA ARTE Campo da Filosofia que reflete e permite a compreensão do mundo pelo seu aspecto sensível. Possibilita compreender a apreensão da realidade

Leia mais

VALLS, Álvaro L. M. O que é ética. 9ª ed. São Paulo: Brasiliense, ISBN

VALLS, Álvaro L. M. O que é ética. 9ª ed. São Paulo: Brasiliense, ISBN VALLS, Álvaro L. M. O que é ética. 9ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1994. ISBN 85-11-01177-3. Edvaldo Rogério Santos Teixeira * Mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo A ética

Leia mais

Cap. 2 - O BEM E A FELICIDADE. Ramiro Marques

Cap. 2 - O BEM E A FELICIDADE. Ramiro Marques Cap. 2 - O BEM E A FELICIDADE Ramiro Marques A maior parte das pessoas identificam o bem com a felicidade, mas têm opiniões diferentes sobre o que é a felicidade. Será que viver bem e fazer o bem é a mesma

Leia mais

UNIDADE 2. Período Pré-socrático. Cosmológico

UNIDADE 2. Período Pré-socrático. Cosmológico UNIDADE 2 Período Pré-socrático Cosmológico PRÉ-SOCRÁTICOS FILÓSOFOS DA NATUREZA RODA VIVA Chico Buarque Tem dias que a gente se sente Como quem partiu ou morreu A gente estancou de repente Ou foi o mundo

Leia mais

SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da

SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da vida ética na coletividade e no bem comum. Neste sentido,

Leia mais

"A verdade jamais é pura e raramente é simples." (Oscar Wilde)

A verdade jamais é pura e raramente é simples. (Oscar Wilde) "A verdade jamais é pura e raramente é simples." (Oscar Wilde) Qual é a verdade? São possíveis várias realidades? É possível que haja mais verdades na realidade do que podemos perceber? As sensações podem

Leia mais

FILOSOFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE FILOSOFIA

FILOSOFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE FILOSOFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE FILOSOFIA Mais uma vez a UFPR oferece aos alunos uma prova exigente e bem elaborada, com perguntas formuladas com esmero e citações muito pertinentes. A prova de filosofia da UFPR

Leia mais

O caminho moral em Kant: da transição da metafísica dos costumes para a crítica da razão prática pura

O caminho moral em Kant: da transição da metafísica dos costumes para a crítica da razão prática pura O caminho moral em Kant: da transição da metafísica dos costumes para a crítica da razão prática pura Jean Carlos Demboski * A questão moral em Immanuel Kant é referência para compreender as mudanças ocorridas

Leia mais

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II RESOLUÇÕES DE QUESTÕES PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II (UEL) Tales foi o iniciador da filosofia da physis, pois foi o primeiro a afirmar a existência de um princípio originário

Leia mais

Da Matéria ao Espírito

Da Matéria ao Espírito Vós sois deuses, porém vos tendes esquecido. Sto. Agostinho Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os Deuses. Assim falou o iniciado cristão Santo Agostinho. Prof. Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa

Leia mais

ÉTICA: DA ANTIGUIDADE À MODERNIDADE 2ªSÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

ÉTICA: DA ANTIGUIDADE À MODERNIDADE 2ªSÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP ÉTICA: DA ANTIGUIDADE À MODERNIDADE 2ªSÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP O OBJETO DE ESTUDO DA ÉTICA Virtudes; Normas e valores morais; Conceitos de dever e lei; Conceitos

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Períodos Históricos da Filosofia Filosofia Grega ou Antiga (Séc. VI a.c. ao VI d.c.) Filosofia Patrística (Séc. I ao VII) Filosofia

Leia mais

Unidade 2 Ética Antiga

Unidade 2 Ética Antiga Unidade 2 Ética Antiga 1º Bimestre M2 Filosofia E-mail: eu@profpetterson.com Os Sofistas movimento intelectual na Grécia do séc. V (a.n.e.). "sofista" mestre ou sábio - sofia (sabedoria). saber a respeito

Leia mais

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA. INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA. INTRODUÇÃO 1 SANTOS, R.S. Graduando da Faculdade de Filosofia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas INTRODUÇÃO À FILOSOFIA. INTRODUÇÃO A história da filosofia pode ser estudada como uma introdução à filosofia

Leia mais

Aristóteles e o Espanto

Aristóteles e o Espanto Aristóteles e o Espanto - Para Aristóteles, uma condição básica para o surgimento do conhecimento no homem era o espanto, o qual poderia gerar toda condição para o conhecimento e a elaboração de teorias.

Leia mais

Educação na Grécia. Fundamentos teórico-epistemológicos da educação I. PPGE UEPG Professoras Gisele Masson Patrícia Marcoccia

Educação na Grécia. Fundamentos teórico-epistemológicos da educação I. PPGE UEPG Professoras Gisele Masson Patrícia Marcoccia Educação na Grécia Fundamentos teórico-epistemológicos da educação I PPGE UEPG Professoras Gisele Masson Patrícia Marcoccia A educação na Grécia Fonte: Blog do Maffei, 2017. Traços da cultura grega:educação

Leia mais

Análise da Apologia de Sócrates.

Análise da Apologia de Sócrates. Análise da Apologia de Sócrates. Luiz Felipe de Oliveira Pinheiro * RESUMO Indutivamente, e em linhas gerais, a Apologia de Sócrates, escrito idealizado por Platão, relata de forma auspiciosa a defesa

Leia mais

Teorias éticas. Capítulo 20. GRÉCIA, SÉC. V a.c. PLATÃO ARISTÓTELES

Teorias éticas. Capítulo 20. GRÉCIA, SÉC. V a.c. PLATÃO ARISTÓTELES GRÉCIA, SÉC. V a.c. Reflexões éticas, com um viés político (da pólis) _ > como deve agir o cidadão? Nem todas as pessoas eram consideradas como cidadãos Reflexão metafísica: o que é a virtude? O que é

Leia mais

Álvaro Luiz Montenegro Valls

Álvaro Luiz Montenegro Valls Álvaro Luiz Montenegro Valls Formação: -Doutorado em Filosofia (1981) Atuação profissional: - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil. São Leopoldo - RS Linha de pesquisa: Sistemas éticos

Leia mais

QUESTÃO DE IDENTIDADE

QUESTÃO DE IDENTIDADE QUESTÃO DE IDENTIDADE Ao se abordar esse tema, é preciso fazer uma breve incursão na filosofia como investigação preliminar das diversas acepções empregadas na educação como um todo. A questão da identidade

Leia mais

UCP - UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CURSO DE ÉTICA. ÉTICA A NICÔMACO Livro 1

UCP - UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CURSO DE ÉTICA. ÉTICA A NICÔMACO Livro 1 1 UCP - UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CURSO DE ÉTICA ÉTICA A NICÔMACO Livro 1 Rodolfo Asturiano Vaz PETRÓPOLIS 2010 1 2 UCP - UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS ÉTICA A NICÔMACO Livro 1 Trabalho

Leia mais

NODARI, Paulo César. Sobre ética: Aristóteles, Kant e Levinas. Caxias do Sul: Educs, 2010

NODARI, Paulo César. Sobre ética: Aristóteles, Kant e Levinas. Caxias do Sul: Educs, 2010 NODARI, Paulo César. Sobre ética: Aristóteles, Kant e Levinas. Caxias do Sul: Educs, 2010 12 Daniel José Crocoli * A obra Sobre ética apresenta as diferentes formas de se pensar a dimensão ética, fazendo

Leia mais

ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL MÓDULO 2

ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL MÓDULO 2 ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL MÓDULO 2 Índice 1. Ética Geral...3 1.1 Conceito de ética... 3 1.2 O conceito de ética e sua relação com a moral... 4 2 1. ÉTICA GERAL 1.1 CONCEITO DE ÉTICA Etimologicamente,

Leia mais

PROCESSO Nº 23292.008266/2014-71 PREGÃO ELETRÔNICO 66/2015

PROCESSO Nº 23292.008266/2014-71 PREGÃO ELETRÔNICO 66/2015 PROCESSO Nº 23292.008266/2014-71 PREGÃO ELETRÔNICO 66/2015 O Pregoeiro do IFSC, no uso de suas atribuições conferidas pela Portaria nº. 3.068, de 23 de dezembro de 2014 e pelo Decreto nº. 5.450/2005, passa

Leia mais

TRANSMITIR A MENSAGEM: UMA DÁDIVA OU UMA DÍVIDA? Cláudio M.

TRANSMITIR A MENSAGEM: UMA DÁDIVA OU UMA DÍVIDA? Cláudio M. Cláudio M. Ao receber esse tema, não foi como das outras vezes em que recebi outros, em que tive que meditar vários dias seguidos para ter uma ideia e poder desenvolvê-los. Neste caso, ao repetir o tema

Leia mais

SER FORTALECIDO PELA ADORAÇÃO

SER FORTALECIDO PELA ADORAÇÃO Texto Base: João 4:19 a 24 Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me

Leia mais