Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico"

Transcrição

1 Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão. Este cabo tem como diferencial ser constituído por um único tubo loose, protegidos por termoplástico preto retardante a chama COG. Aplicação: Instalação interna / externa Redes internas locais Redes FDDI Operam nas faixas de comprimento de onda de 850 nm, 1310 nm e 1550 nm Excelente performance óptica e mecânica Tecnologia tubo loose geleado protegido contra umidade Cabos constituídos por 2 a 12 fibras ópticas Cabo totalmente dielétrico Padrão de cores conforme NBR 9140 Fibras ópticas: SM, MM62,5/ 125 e MM50/125 Capa externa em termoplástico resistente às intemperies e raios UV. Especificação aplicável: NBR Os cabos Telcon são desenvolvidos para uma performance otimizada e facilidade de instalação, de acordo com as especificações técnicas, padrões e referências da indústria. 1. Capa externa 2. Elemento de tração 3. Tubo loose 4. Geléia 5. Fibra óptica 0041/99 Rev /01/2010

2 As tabelas a seguir trazem informações sobre as configurações básicas do cabo. Configurações customizadas estão disponíveis sob consulta. Dimensões e Propriedades Construção Número de Fibras Ópticas 2 a 6 8 a Diâmetro Externo Nominal (mm) 5,2 5,5 6,0 Peso Líquido (kg/km) Mecânicas e Ambientais Máxima Tração de Instalação Raio Mínimo de Curvatura na instalação Raio Mínimo de Curvatura instalado Temperatura de Operação Unidade kgf mm C Valor 1 x peso do cabo por km 20 x diâmetro externo do cabo 10 x diâmetro externo do cabo - 20 até +65 Código de Cores das Fibras Ópticas Fibras Ópticas Cor Verde Amarela Branca Azul Vermelha Violeta Marrom 2 FO 4 FO 6 FO 8 FO 10 FO 12 FO 8 Rosa 9 Preta 10 Cinza 11 Laranja 12 Água-marinha Designação do Cabo CFOT XX UT YY COG CFOT Cabo de fibra óptica de terminação XX Tipo de fibra óptica: SM (Monomodo) MM62,5/125 e MM50/125 (Multimodo) UT Tubo único dielétrico YY Número de fibras ópticas COG Grau de proteção contra chama

3 das Fibras Ópticas Fibra Óptica Monomodo Atenuação máxima em 1550 nm (db/km) 0,40 0,30 Fibra Óptica Multimodo 62/125 Atenuação máxima em 850 nm (db/km) 3,5 1,5 Fibra Óptica Multimodo 50/125 Atenuação máxima em 850 nm (db/km) 3,5 1,5

4 Cabo Óptico de Distribuição Vertical interno Os cabos ópticos contam com uma excelente proteção e transmissão óptica. Estes cabos são indicados para instalações internas em distribuição vertical de edifícios para redes de aplicações FTTH. São constituídos por materiais bloqueadores de umidade, elementos de tração em aramida e capa externa em em termoplástico LSZH, garantindo retardancia a chama com baixa emissão de fumaça e não tóxica. Excelente performance óptica e mecânica Núcleo seco Cabo totalmente dielétrico Tubos flexíveis contendo fibras ópticas impregnadas em composto gelatinoso contra penetração de umidade Micromódulos reunidos Contam com a tecnologia de tubos em micromódulos com facilidade de identificação e separação, permitindo de forma simples a derivação das fibras de cada microtubo nas caixas de emenda de cada andar do edifício. As fibras ópticas Draktel BendBright XS ITU-T G657A&B combinam duas características atrativas: Excelente insensibilidade a macro-curvaturas e baixo nível de pico de água. Estas características permitem uso ilimitado de toda janela de trabalho dos comprimentos de onda para uma grande variedade de aplicações. Aplicação: Redes verticais internas de edifícios para FTTH; Diâmetro reduzido, facilitando sua aplicação em locais de grande ocupação; Permite derivação dos tubos para alimentação de cada andar; Fibras ópticas ITU-T G657 A&B totalmente compatíveis com ITU-T G652D; Capacidade de transmissão nas janelas desde 1310nm até 1625nm; Elementos de reforço aplicados helicoidalmente Capa externa em termoplástico retardante a chama, livre de halogênios e baixa emissão de fumaça LSZH. Cores sob consulta. NBR ABNT Resolução 299 AGENCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, 20 de junho de 2002 Fibra óptica Monomodo de acordo a ITU-T G657 A&B Draktel Bendbright XS Os cabos são desenvolvidos para uma performance otimizada e facilidade de instalação, de acordo com as especificações técnicas, padrões e referências da indústria. IFT 064/10 Rev /06/2011 FO170 Rev /06/2011 FO171 Rev /09/2010

5 Cabo Óptico Distribuição Vertical Interno Dimensões e Propriedades Construção Número de Fibras Ópticas até 48 Número de Fibras Ópticas por Micromódulo até 6 Diâmetro Externo Nominal (mm) 7,6 Peso líquido (kg/km) 50 Cores das fibras e micromódulos Cores das fibras ópticas Verde, Amarelo, Branco, Azul, Vermelho, Violeta Cores dos micromódulos Verde, Amarelo, Branco, Azul, Vermelho, Violeta, Marrom, Rosa Mecânicas e Ambientais Unidade Valor Máxima Tração de Instalação N 1000 Raio Mínimo de Curvatura Sob Tensão Sem Tensão mm 15 x diâmetro externo do cabo 10 x diâmetro externo do cabo Resistência a Compressão N/100mm 1000 Temperatura de Operação C -5 até +60 Ópticas Monomodo Atenuação Máxima em 1310nm (db/km) 0,35 Atenuação Máxima em 1550nm (db/km) 0,25 Outras características sob consulta Fibra óptica Draktel BendBrigth xs CFOI-BLI A/B UB-ZFO LSZH CFOI Cabo óptico interno BLI AB Tipo de fibra óptica: (Monomodo ITU T G657 AB) UB Unidade básica em tubos Z Número de fibras ópticas LSZH Capa externa em LSZH Os cabos também são designados por nome fantasia flextube ou micromodulos

Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC)

Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Os cabos ópticos TELCON contam com uma excelente proteção e transmissão óptica para conectar longas distancias e outros serviços como Multimedia, Internet

Leia mais

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão e proteção das fibras ópticas contra mudanças ambientais. Estes cabos são formados

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Família do Produto Construção TeraLan Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Construção Cabos Ópticos Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

CFOT-MF/UB. Interno / Externo

CFOT-MF/UB. Interno / Externo CFOT-MF/UB Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Núcleo Seco Tubo Loose (UB) ou Cordão Monofibra (MF) SM ou MM Descrição Conjunto constituído por cordões ópticos ("tight buffer") ou tubos

Leia mais

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA FIBRA OTICA 4 4 CABOS DE FIBRA ÓTICA Fibra Ótica com diferentes tipos de cabos: Tight Buffer - Estrutura Fechada Fibra ótica com revestimento em PVC. Usado para ligações dentro de edifícios (cabos, cordões

Leia mais

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos Índice Nomenclatura... 2 Fibras Ópticas... 3 Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos CFOA-SM-ASY-G / CFOA-NZD-ASY-G CFOA-SM-ASY-RA-G / CFOA-NZD-ASY-RA-G... 4 e 5 CFOA-SM-ASY-S / CFOA-NZD-ASY-S... 6 e 7 CFOA-SM-LV-AS-Y-S

Leia mais

TREINAMENTO de PRODUTOS

TREINAMENTO de PRODUTOS TREINAMENTO de PRODUTOS Tecnologia R&D Sorocaba 11 de Maio de 2010 www.telcon.com.br Produtos Fibras Ópticas Fibras Ópticas VANTAGENS DAS FIBRAS ÓPTICAS» Alta capacidade de transmissão (dados, voz, imágens);»

Leia mais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Especificação Técnica ETD -00.063 Materiais de telecomunicação ópticos Versão:

Leia mais

Marca. Transcend, mais do que inovação e qualidade, um parceiro engajado em transpor desafios em realizações de redes ópticas.

Marca. Transcend, mais do que inovação e qualidade, um parceiro engajado em transpor desafios em realizações de redes ópticas. 1 Marca Em uma constante evolução, com um time formado por equipe interna, consultores, engenheiros dentro e fora do país e fornecedores de matéria prima globais, com uma moderna e completa planta fabril

Leia mais

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto TeraLan Descrição Cordão Óptico é o cabo óptico monofibra ou duplex com conector óptico nas duas extremidades Aplicação

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 4 5. Medições

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário: 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 3 5. Medições

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00 DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE REDE /2015 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA /2015 R- FOLHA DE CONTROLE I APRESENTAÇÃO A presente Especificação Técnica define os requisitos

Leia mais

CABO OPTICO CFOA-DD - PADRÃO ABNT

CABO OPTICO CFOA-DD - PADRÃO ABNT CABO OPTICO CFOA-DD - PADRÃO ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos ROHS Compliant Dielétrico Núcleo Seco ou Geleado Tubos Loose SM, MM e NZD Descrição Cabo óptico totalmente dielétrico de 02 (dois) a 288

Leia mais

Curso Instalador ITED

Curso Instalador ITED Curso Instalador ITED Formação de Actualização UFCD ITED A + ITED B Abril de 2015 Cablagem Fibra Óptica no ITED Ricardo Oliveira Fibra Óptica ITED 3ª edição - Mantém-se a obrigatoriedade de utilização

Leia mais

Meios Físicos de Comunicação

Meios Físicos de Comunicação Meios Físicos de Comunicação Aula 5 Fibra Óptica Meios Físicos de Comunicação - Fibra Óptica 1 Conteúdo Conceitos Iniciais Tipos Fatores de Perdas Medição e Teste Vantagens Conversores e Conectores Meios

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 299, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS DE FIBRAS ÓPTICAS

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 299, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS DE FIBRAS ÓPTICAS ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 299, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS DE FIBRAS ÓPTICAS 1. OBJETIVO Esta norma estabelece os requisitos mínimos a serem demonstrados na avaliação

Leia mais

Redes FTTx Oportunidades & Desafios

Redes FTTx Oportunidades & Desafios Redes FTTx Oportunidades & Desafios Curitiba 25/Nov/2011 A Empresa Presente no mercado desde 1987 JV com Grupo Draka em 2000 Fundação Draktel Fibras Ópticas Presença comercial em toda América do Sul Elevadas

Leia mais

Manual Técnico Telcon Departamento de Engenharia

Manual Técnico Telcon Departamento de Engenharia 1/13 Sumário 1. Objetivo 2. Referências 3. Uso e Aplicação 4. Definições 5. Designação 6. Características Construtivas 7. Formação dos Cabos 8. Instruções Gerais de Instalação 9. Teste do Cabo antes do

Leia mais

Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V

Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V Características Construtivas 1) Para Fio Inbranil Antichama: condutor sólido de cobre eletrolítico nu, têmpera mole, classe 1. Para Cabo Inbranil Antichama: condutor

Leia mais

Totalmente Secos. Apresentação

Totalmente Secos. Apresentação Cabos Ópticos Totalmente Secos Cabos Título Ópticos da Totalmente Secos MAIS UMA INOVAÇÃO FURUKAWA Hernani Szymanski / GTC TS Totalmente Seco TECNOLOGIA FUNDAMENTAL PARA ACELERAR E IMPLEMENTAR NOVOS DESENVOLVIMENTOS

Leia mais

Tipos de cabos: 1. Cabos de Distribuição Design compacto economiza espaço. Menor custo de instalação.

Tipos de cabos: 1. Cabos de Distribuição Design compacto economiza espaço. Menor custo de instalação. Universidade Católica do Salvador Disciplina: Teleprocessamento e Redes Professor: Marco Antônio Aluna: Monaliza Ayres Data: 27/09/1999 A Fibra Ótica como Meio de Transmissão de Dados em Ambientes Agressivos

Leia mais

Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado

Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado Patch Cord Tipo RJ-45 - RJ45 - CATEGORIA 5 Modelo: D8AU Patch Cord com comprimento aproximado de xx metros, com conectores modulares de 8 posições

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Administração Euber

Leia mais

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Tipo do Produto Descrição Cabo Óptico Pré-Conectorizado Cabo óptico de construção tipo tight buffer (indoor ou indoor/outdoor) pré-conectorizado em fábrica com conectores

Leia mais

TIPOS DE FIBRA FIBRA MULTIMODO ÍNDICE DEGRAU. d 1. diâmetro do núcleo de 50 µm a 200 µm. (tipicamente 50 µm e 62,5 µm) d 2

TIPOS DE FIBRA FIBRA MULTIMODO ÍNDICE DEGRAU. d 1. diâmetro do núcleo de 50 µm a 200 µm. (tipicamente 50 µm e 62,5 µm) d 2 TIPOS DE FIBRA FIBRA MULTIMODO ÍNDICE DEGRAU d 1 diâmetro do núcleo de 50 µm a 200 µm (tipicamente 50 µm e 62,5 µm) d 2 diâmetro da fibra óptica (núcleo + casca) de 125 µm a 280 µm (tipicamente 125 µm)

Leia mais

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Tipo do Produto Cabo Óptico Pré-Conectorizado Descrição Cabo Óptico de construção tipo " tight buffer" (indoor ou indoor/outdoor) ou cordão multifibra (somente indoor)

Leia mais

CABOS DE FIBRA ÓTICA soluções para ambientes agressivos

CABOS DE FIBRA ÓTICA soluções para ambientes agressivos Universidade Católica do Salvador Data: 23 de Setembro de 1999 Disciplina Telecomunicações e Redes Aluno: CABOS DE FIBRA ÓTICA soluções para ambientes agressivos Principais Fontes de Consulta: Optical

Leia mais

ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS)

ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS) ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS) MANUAL ITED 1ª edição ANEXO 6 1 CABOS TVV E TVHV 1 2 3 4 1 5 2 3 1. Revestimento Exterior (camada de PVC) 2. Cintagem 3. Isolamento do condutor

Leia mais

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 Fibra Óptica fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 24 FIBRA ÓPTICA Fibra Óptica é um pedaço de vidro com capacidade de transmitir luz. Tal filamento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFERÊNCIA: DADOS DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: DESCRIÇÃO SUMÁRIA DA OBRA:

MEMORIAL DESCRITIVO REFERÊNCIA: DADOS DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: DESCRIÇÃO SUMÁRIA DA OBRA: MEMORIAL DESCRITIVO REFERÊNCIA: Projeto de três trechos de Rede Aérea de Fibra Óptica para a Prefeitura Municipal de São Lourenço do Oeste. DADOS DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: Nome do Responsável Técnico:

Leia mais

Splitter Óptico 1xN Balanceado

Splitter Óptico 1xN Balanceado Splitter Óptico 1xN Balanceado Tipo do Produto Família do Produto Descrição Splitter óptico FBS - Furukawa Broadband System Splitters Ópticos são componentes passivos que realizam a divisão do sinal óptico

Leia mais

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS 04 05 0 07 08 09 02 FIBRA ÓTICA TECNOLOGIA ÓTICA Com

Leia mais

Especi cação Técnica Cabo OPGW

Especi cação Técnica Cabo OPGW Especi cação Técnica Cabo OPGW No Especificação.: ZTT 15-48656 Revisão: DS_V.00-15/02/2016 Escrito por: Fabricante: ZTT Cable - Jiangsu Zhongtian Technology Co.,td. Gerencia Técnica Escritório Comercial

Leia mais

CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE 1/2013

CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE 1/2013 1/2013 CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE ÍNDICE: Cabos Elétricos de Energia e Controle - 0,6/1kV (1,8/3kV) LKM-SHF2 & LKM-SHF2 FLEX...4 LKMM-SHF2...8 LKSM-SHF2 & LKSM-SHF2 FLEX...10 LKMSM-SHF2...14

Leia mais

CABOS TIPO: Tight-Buffer.

CABOS TIPO: Tight-Buffer. CABOS TIPO: Tight-Buffer. Manual de Instalação CABOS TIPO: Tight-Buffer APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Empresa especializada em soluções completas de alta performance para comunicação de dados e

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 348, DE 2 DE SETEMBRO DE 2003

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 348, DE 2 DE SETEMBRO DE 2003 ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 348, DE 2 DE SETEMBRO DE 2003 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS PÁRA-RAIOS COM FIBRAS ÓPTICAS PARA LINHAS AÉREAS DE TRANSMISSÃO (OPGW) 1. Objetivo Esta norma estabelece

Leia mais

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA Tipo do Produto Extensão Óptica Família do Produto Descrição TeraLan A Extensão Óptica Conectorizada é composta, (1) normalmente, por dois itens principais : Extensão Óptica:

Leia mais

Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas

Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas Christiane Suemy EXCELÊNCIA EM INFRAESTRUTURA DE REDE DE ACESSO PARA PROVEDORES DE INTERNET SPLITTER DE 1 er NÍVEL SPLITTER

Leia mais

Noções de Cabeamento Estruturado Óptico

Noções de Cabeamento Estruturado Óptico Noções de Cabeamento Estruturado Óptico Roteiro Fibras ópticas Cuidados com cabos ópticos Elementos do Cabeamento Estruturado Fibras Ópticas Desde seu desenvolvimento, as fibras ópticas representaram um

Leia mais

REDE DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE FIBRA ÓPTICA REDE DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Emendas ópticas... 3 3. Interfaces ópticas... 4 4. Distribuidor geral óptico... 5 5. Cordões Ópticos... 5 6. Práticas

Leia mais

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir ADAPTER CABLE M8v CATEGORIA 5 ENHANCED Sistemas de Cabeamento Estruturado para tráfego de voz, dados e imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, incluindo o adendo 5 (Categoria 5e), para

Leia mais

PROJETO OPGW CABLES OPGW

PROJETO OPGW CABLES OPGW PROJETO OPGW CABLES OPGW 2007 CABO OPGW Para instalação em sistemas de linhas distribuição e transmissão de energia elétrica: Abriga em seu interior, fibras ópticas. Interface de comunicação entre dois

Leia mais

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 1 REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES Introdução O sistema de Telecomunicações constará alimentação dos pontos de comunicação

Leia mais

DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD

DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD 2 Manual de Instalação DIO HDMOD Manual de Instalação DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Produtos Elétricos Empresa especializada

Leia mais

RESISTORES ELÉTRICOS

RESISTORES ELÉTRICOS RESISTORES ELÉTRICOS São dispositivos utilizados para limitar a passagem da corrente elétrica nos circuitos São feitos com material condutor de alta resistividade elétrica Transformam a energia elétrica

Leia mais

FAST CIT ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicações

FAST CIT ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicações FAST CIT Tipo do Produto Cabos Telefônicos Construção 02 a 200 pares Núcleo seco Classificação de retardância a chama: CM ROHS Compliant Descrição Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico,

Leia mais

www.commscope.com CommScope Soluções de fibra

www.commscope.com CommScope Soluções de fibra CommScope Soluções de fibra A confiabilidade da rede: fundamental para o sucesso do negócio O Gigabit Ethernet já encontrou o seu lugar nos desktops dos funcionários. Os departamentos de TI inteligentes

Leia mais

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto FASTLAN Construção Categoria 6 F/UTP (blindado) PVC/TPU - CM/CMX Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F.

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Cabos Ópticos Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Bueno Marcílio 1 Cabos Ópticos Estruturas de encapsulamento e empacotamento de

Leia mais

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA PCS 2476 Introdução - 1 Meios Físicos e Suas Características PCS 2476 Introdução - 2 Linhas Físicas Linhas Bifilares Par de fios Cabo de Pares Linha Aberta Linha de Alta Tensão

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado Infra-estrutura de cabeamento metálico ou óptico, capaz de atender a diversas aplicações proporcionando flexibilidade de layout, facilidade de gerenciamento, administração e manutenção

Leia mais

153163.662014.62818.4544.171470247.993

153163.662014.62818.4544.171470247.993 153163.662014.62818.4544.171470247.993 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Santa C atarina Pró-Reitoria de Administração Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00066/2014 (SRP) Às 08:30 horas

Leia mais

1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos

1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos 1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos 1.1 Introdução Consiste em um guia de onda cilíndrico, conforme ilustra a Figura 1, formado por núcleo de material dielétrico (em geral vidro de alta pureza),

Leia mais

Integrou a equipe do Teleco para contribuir na área de Sistemas de Telecomunicações Fotônicos.

Integrou a equipe do Teleco para contribuir na área de Sistemas de Telecomunicações Fotônicos. Conceitos Básicos de Fibra Óptica (Módulo III) Este tutorial apresenta conceitos básicos sobre Perdas e Tipos de Fibra Óptica. É o terceiro de uma série contendo conceitos básicos de fibra óptica preparada

Leia mais

CABOS ISOLADOS / COBERTOS DE BAIXA TENSÃO (até 1kV) Nota: Sob consulta, os cabos Forex, Flexonax, Forenax, Forefix podem ser fornecidos com armadura Fio e Cabo WPP Cordão FOREPLAST (300 V) Os fios WPP

Leia mais

-30.-40-40 -40-50 -40 X -90-190 X -70

-30.-40-40 -40-50 -40 X -90-190 X -70 APRESENTAÇÃO A FNCE, empresa nacional com tradição a mais de 0 anos no mercado de condutores elétricos esta comprometida com a qualidade de seus produtos, treinamentos dos seus colaboradores e preservação

Leia mais

CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P

CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan Augmented RoHS Compliant Categoria 6A F/UTP (blindado) PVC - CM, CMR Características Gerais

Leia mais

Superficie Externa. Cor. 25-50 - 100 metros. Lance. -20º à + 60º. Temperatura

Superficie Externa. Cor. 25-50 - 100 metros. Lance. -20º à + 60º. Temperatura SERINGA DUPLA DESIGUAL EM POLIURETANO 1 VIA (NEW-ODONTO-02) poliuretano atóxico, atendendo as especificações quanto a alta resistência mecânica, química, que é comprovadamente garantida nas especificações

Leia mais

LOTE 2. Lote Item Qtde. DESCRIÇÃO CABO ELETRICO. Valor Un. (R$): R$61,00

LOTE 2. Lote Item Qtde. DESCRIÇÃO CABO ELETRICO. Valor Un. (R$): R$61,00 LOTE 2 1 6 12 MATERIA PRIMA: COBRE ELETROLÍTICO, TEMPERA MOLE ESPESSURA: 2,5 MM2 CAPA: TERMOPLASTICA ANTI-CHAMA TENSAO DE ISOLAMENTO: 750V DE ACORDO COM A NBR NM 247-3 CABO: FLEXIVEL CLASSE 4 COR DA CAPA:

Leia mais

CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120

CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120 CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120 Manual de Instalação CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120 APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Produtos Elétricos Empresa especializada em soluções

Leia mais

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração.

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração. PREGÃO nº 132/2008 ANEXO I Proposta de Preços Processo: 7926/2008 Razão Social do Licitante: CNPJ: Insc Estadual: Endereço: Cidade: Estado: Telefone : Fax : e-mail : INFORMACÕES PARA PAGAMENTOS (quando

Leia mais

História da Fibra Óptica

História da Fibra Óptica História da Fibra Óptica Em 1870, o físico inglês Jonh Tyndall, demonstrou o princípio de guiamento da luz através de uma experiência muito simples, utilizando um recipiente furado com água, um balde e

Leia mais

Técnico de Manutenção e Suporte em Informática Cabeamento Estruturado Unidade 3 NORMA ANSI EIA/TIA 568

Técnico de Manutenção e Suporte em Informática Cabeamento Estruturado Unidade 3 NORMA ANSI EIA/TIA 568 Técnico de Manutenção e Suporte em Informática Cabeamento Estruturado Unidade 3 NORMA ANSI EIA/TIA 568 Prof. Leandro Cavalcanti de Almeida leandro.almeida@ifpb.edu.br @leandrocalmeida Já imaginou a bagunça...

Leia mais

CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP

CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan Augmented RoHS Compliant Categoria 6A F/UTP (blindado) PVC - CM, CMR Características Gerais

Leia mais

1. Descrição do Produto

1. Descrição do Produto 1. Descrição do Produto Os repetidores óticos FOCOS/PROFIBUS AL-2431 e AL-2432 destinam-se a interligação de quaisquer dispositivos PROFIBUS, assegurando altíssima imunidade a ruídos através do uso de

Leia mais

Roteiro. Roteiro. Fibras Ópticas. Características, Emendas e Testes de Desempenho

Roteiro. Roteiro. Fibras Ópticas. Características, Emendas e Testes de Desempenho s Ópticas (TIA/EIA-) Características, Emendas e Testes de Desempenho Edson dos Santos Moreira Professor do Dep. de Sistemas de Computação Dagoberto Carvalio Junior Seção Técnica de Informática ICMC CCNA-CCAI-CCNP-FCP

Leia mais

'111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111.

'111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111. '111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111. Composição: Tubos em Poliamida Flexível (Nylon 6) - Excelente resistência mecânica, resistência química, boa estabilidade

Leia mais

Informação para encomenda Sistemas de Coleta de Sangue

Informação para encomenda Sistemas de Coleta de Sangue Informação para encomenda Sistemas de Coleta de Sangue S-Monovette Preparação Encomenda n.º Volume Comprimento / Ø Unidade de venda / Empacotamento secundário S-Monovette Preparação Encomenda n.º Volume

Leia mais

Cabos de Telecomunicações

Cabos de Telecomunicações Cabos de Telecomunicações A General Cable detém uma posição de liderança tecnológica no fabrico de cabos de telecomunicações. A unidade fabril de Morelena, que concentra a produção na Europa desde tipo

Leia mais

FIBRAS ÓPTICAS ESPECIAIS PARA APLICAÇÃO EM REDES FTTH. Slide: 1

FIBRAS ÓPTICAS ESPECIAIS PARA APLICAÇÃO EM REDES FTTH. Slide: 1 FIBRAS ÓPTICAS ESPECIAIS PARA APLICAÇÃO EM REDES FTTH Slide: 1 Agenda 1. Evolução na demanda por Banda Larga 2. Conceitos de Rede Óptica Passiva (PON) 3. Infra-estrutura da Rede Óptica Passiva 4. Fibras

Leia mais

Guia de Fibras Ópticas Cabos Ópticos

Guia de Fibras Ópticas Cabos Ópticos 1 Rev. 03 00 18/02/15 15/03/12 Guia de Fibras Ópticas Cabos Ópticos 2 Índice Capitulo 1 FUNDAMENTOS DE ÓPTICA 4 Índice de Refração 4 Espectro Eletromagnético 4 Refração Lei de Snell 5 Reflexão de Fresnel

Leia mais

CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT

CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção ROHS Compliant Dielétrico Núcleo Seco ou Geleado Tubos Loose SM, MM e NZD Descrição Cabos óptico dielétricos auto sustentados de 02 (duas)

Leia mais

COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA ÁREA DE TRANSMISSÃO DIVISÃO DE TELECOMUNICAÇÕES PORTO ALEGRE, 2007

COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA ÁREA DE TRANSMISSÃO DIVISÃO DE TELECOMUNICAÇÕES PORTO ALEGRE, 2007 CEEE-GT COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA ÁREA DE TRANSMISSÃO DIVISÃO DE TELECOMUNICAÇÕES MANUTENÇÃO EM FIBRAS ÓPTICAS PORTO ALEGRE, 2007 Extensão da Rede Óptica Total de

Leia mais

email: cookvendas@cookenergia.com Acesse nosso site: www.cookenergia.com Telefones: (55) 21 2609-4196 - (55) 21 9387-1021

email: cookvendas@cookenergia.com Acesse nosso site: www.cookenergia.com Telefones: (55) 21 2609-4196 - (55) 21 9387-1021 Cordões Ópticos Montados em Conectores, Especificação: SUMÁRIO: 1 Objetivo. 2 Referências Normativas. 3 Definições. 4 Condições Gerais. 5 Condições Específicas. 6 Inspeção. 7 Aceitação e Rejeição. 8 Procedimento

Leia mais

Medidores de nível de combustível LLS 20160 е LLS-AF 20310

Medidores de nível de combustível LLS 20160 е LLS-AF 20310 Medidores de nível de combustível LLS 20160 е LLS-AF 20310 Conteúdo 1 INTRODUÇÃO... 3 2 DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO... 4 2.1 USO DO PRODUTO... 4 2.2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 4 2.2.1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Leia mais

5 4 3 2 1 Excelente Muito bom Bom Médio Limitado

5 4 3 2 1 Excelente Muito bom Bom Médio Limitado O sistema de Fibra Óptica JetLanOptic é uma solução de cableagem óptica que inclui toda uma gama de cabos de fibra tanto para interior como para exterior, além dos componentes e acessórios necessários

Leia mais

SOLUÇÕES DE ALTA PERFORMANCE PARA INFRA-ESTRUTURA DE REDE

SOLUÇÕES DE ALTA PERFORMANCE PARA INFRA-ESTRUTURA DE REDE SOLUÇÕES DE ALTA PERFORMANCE PARA INFRA-ESTRUTURA DE REDE Pioneirismo e Liderança no Mercado Brasileiro A Furukawa faz parte de um sólido grupo empresarial japonês formado pela Furukawa Electric Co. e

Leia mais

Anemômetro SEY A20. Anemômetro Digital Multitensão IP67. Manual De Instrução

Anemômetro SEY A20. Anemômetro Digital Multitensão IP67. Manual De Instrução Anemômetro SEY A20 Anemômetro Digital Multitensão IP67 Manual De Instrução 1. DESCRIÇÃO Anemômetro Digital Seyconel com dois níveis de alarme e sinalizador visual foi projetado para cumprir a norma brasileira

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Ficha empresa

Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Ficha empresa Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Produto: Chapas de Policarbonato Compactas Actos Chapas de policarbonato compactas para coberturas. Ver tabela. Ver tabela. Produtos Chapa compacta TABELA

Leia mais

TUBO DE CRISTAL PARA USO ALIMENTAR (série 1500)

TUBO DE CRISTAL PARA USO ALIMENTAR (série 1500) TUBO DE CRISTAL PARA USO ALIMENTAR (série 1500) MEDIDA mm METROS ROLO 2x4 100 3x5 100 4x6 100 5x8 100 5x9 50 6x8 50 6x8 25 6x9 50 6x10 50 7x10 50 7x12 50 8x10 50 8x11 50 8x12 50 9x12 50 9x15 50 10x12 50

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS COORDENADORIA SETORIAL DE GESTÃO DA INFORMÁTICA E INFORMAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS COORDENADORIA SETORIAL DE GESTÃO DA INFORMÁTICA E INFORMAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Contratação para a execução dos serviços de lançamento de cabo óptico e acessórios que comporão um sistema de transmissão digital de alta confiabilidade para sinais de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00028/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00028/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico 153038.282015.7788.4178.2826048.694 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00028/2015 Às

Leia mais

Treinamento FIBRAS ÓPTICAS. Eng. Marcelo dos Santos. Seicom Florianópolis. Abril de 2008

Treinamento FIBRAS ÓPTICAS. Eng. Marcelo dos Santos. Seicom Florianópolis. Abril de 2008 Treinamento FIBRAS ÓPTICAS Eng. Marcelo dos Santos Seicom Florianópolis Abril de 2008 Programa Tipos de conectores de F.O; Quais conectores os SDH da Vivo FNS usam; Atenuação na fibra; Diferenças entre

Leia mais

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços ANSI EIA/TIA 569-B EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços Conforme a EIA/TIA 569A a infra-estrutura é dividida nos seguintes subsistemas: Área de Trabalho; Percursos horizontais; Sala ou armário

Leia mais

Boletim Técnico. A Belden Amplia a Linha DataTuff com Cabos Livres de Halogênio, Emissão Reduzida de Fumaça e Blindagem para Instalação Subterrânea

Boletim Técnico. A Belden Amplia a Linha DataTuff com Cabos Livres de Halogênio, Emissão Reduzida de Fumaça e Blindagem para Instalação Subterrânea Boletim Técnico NP 23P Industrial Ethernet Não importa se você especifica cabos cobre ou fibra óptica, sua re atingirá picos eficiência e confiabilida com os cabos industriais para Ethernet DataTuff da

Leia mais

FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012. Projetos de Redes II. Tecnologia em Redes de Computadores

FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012. Projetos de Redes II. Tecnologia em Redes de Computadores FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012 Projetos de Redes II Tecnologia em Redes de Computadores Dias e horários Segundas-feiras 19:00 às 22:30 horas Valor das Avaliações PO1 Prova Oficial 1 PO1 (matéria somente

Leia mais

TeraLan Linha Óptica Taxas de transmissão na velocidade da luz. GigaLan Augmented 10 Gb em 100 metros, sem interferências.

TeraLan Linha Óptica Taxas de transmissão na velocidade da luz. GigaLan Augmented 10 Gb em 100 metros, sem interferências. TeraLan Linha Óptica Taxas de transmissão na velocidade da luz. multimodo convencionais ou especiais otimizadas. GigaLan Augmented 10 Gb em 100 metros, sem interferências. ser prejudicial ao tráfego de

Leia mais

POLIRON 105 CM 03 CL2 B FR Cabo Controle Blindado 3 x 0,50 70ºC 0,5kV classe 2

POLIRON 105 CM 03 CL2 B FR Cabo Controle Blindado 3 x 0,50 70ºC 0,5kV classe 2 POLIRON Código 7200 POLIRON 105 CM 02 CL2 B FR Cabo Controle Blindado 2x 0,50 70ºC 0,5kV classe 2 /bitolas de 1,5mm 2 a 10 estruturado, alimentação, sist. microprocessados, em plantas industria quimica,

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores Parte 2

Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores Parte 2 Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores Parte 2 Prof.: Roberto Franciscatto CRIMPANDO CABOS DE REDE Crimpagem de cabos de rede Valor aproximado R$ 50,00 CRIMPANDO CABOS

Leia mais

Catálogo Técnico. PLASTwall. PLASTsport. PLASTfloor. PLASTpiso. PLASTpaver. PLASTdeck. PLASTpot. PLASTwall fit. PLASTchamp.

Catálogo Técnico. PLASTwall. PLASTsport. PLASTfloor. PLASTpiso. PLASTpaver. PLASTdeck. PLASTpot. PLASTwall fit. PLASTchamp. Catálogo Técnico PLASTsport PLASTfloor PLASTpiso PLASTpaver PLASTdeck PLASTpot PLASTwall fit PLASTwall PLASTchamp PLASTtable PLASTfloor Piso Estrutural e Permeável PLASTfloor 30 PLASTfloor 50 PLASTfloor

Leia mais

Certificação de redes ópticas de 10GbE

Certificação de redes ópticas de 10GbE CABEAMENTO ESTRUTURADO Certificação de redes ópticas de 10GbE 70 RTI DEZ 2008 JDSU (Brasil) As redes ópticas baseadas em 10GbE exigem um bom processo de certificação. O artigo a seguir detalha os principais

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 Política de Qualidade Atender as expectativas dos nossos clientes e requisitos regulamentares com a participação de todos os funcionários, buscando a melhoria contínua em

Leia mais

NT 234 2014 Análise de fibras ópticas com a utilização de OTDR A experiência do Projeto Itaquerão

NT 234 2014 Análise de fibras ópticas com a utilização de OTDR A experiência do Projeto Itaquerão NT 234 2014 Análise de fibras ópticas com a utilização de OTDR A experiência do Projeto Itaquerão Wesley Felipe Alves Monteiro (1) - autor Revisão técnica Cláudio Pires Denise Lima Lopes Pedro de Angelo

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA.

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE ISOLAÇÃO COM BLINDAGEM APLICAÇÃO Os transformadores monofásicos de isolação com blindagens, magnética e eletrostática, foram desenvolvidos

Leia mais