1.3. A abertura dos Envelopes terá início às 14:00 h do dia 17 de setembro de 2014, no mesmo endereço acima mencionado.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1.3. A abertura dos Envelopes terá início às 14:00 h do dia 17 de setembro de 2014, no mesmo endereço acima mencionado."

Transcrição

1 I PREÂMBULO: 1.1. O MUNICÍPIO DE MARINGÁ, ESTADO DO PARANÁ, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ sob nº / , com sede na Avenida XV de Novembro, 701, Centro, nesta cidade de Maringá, Estado do Paraná, através da Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística - SEMAT, torna público que realizará licitação, na Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL Forma de Fornecimento: entregas parceladas - Tipo de Licitação: Menor Preço objetivando o REGISTRO DE PREÇOS para futuras e eventuais aquisições de equipamentos de proteção individual (EPI), para atendimento de necessidades dos servidores do Corpo de Bombeiros de Maringá - Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística - SEMAT., a qual será regida pela Lei nº , de 17 de julho de 2002, pelo Decreto Municipal nº 97/2013, de , bem como, subsidiariamente, pela Lei nº 8.666/93, de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores, demais normas vigentes e aplicáveis ao objeto da presente licitação e pelas condições do presente Edital Os envelopes PROPOSTA DE PREÇOS e DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO deverão ser entregues e PROTOCOLADOS, devidamente fechados, até as 13:45 h do dia 17 de setembro de 2014, na Diretoria de Licitações da Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística, à Avenida XV de Novembro, 701 Centro, 2º andar, nesta cidade de Maringá Estado do Paraná A abertura dos Envelopes terá início às 14:00 h do dia 17 de setembro de 2014, no mesmo endereço acima mencionado O presente Edital estará à disposição dos interessados na Diretoria de Licitações da Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística, na Av. XV de Novembro, 701 2º. Andar Centro Maringá PR ou pelo site: /serviços/licitações Sem prejuízo das publicações necessárias, qualquer alteração, modificação ou informação referente ao edital em questão, estarão disponíveis no site supra citado, cabendo aos interessados inteira responsabilidade de acompanhar as informações prestadas pelo Município, não cabendo aos mesmos, alegar desconhecimento sobre quaisquer informações prestadas com referência ao edital em questão Até 02 (dois) dias úteis antes da data fixada para a abertura do Pregão, quaisquer interessados poderão solicitar esclarecimentos, requerer providências ou formular impugnação escrita e protocolada na Diretoria de Licitações do Município de Maringá, contra cláusulas ou condições do Edital A participação no Pregão importa total e irrestrita submissão dos proponentes às condições deste Edital. II - DO OBJETO: 2.1. O objeto deste Pregão é o REGISTRO DE PREÇOS para futuras e eventuais aquisições de equipamentos de proteção individual (EPI), para atendimento de necessidades dos servidores do Corpo de Bombeiros de Maringá - Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística - SEMAT., conforme quantidades estimadas e especificações constantes do ANEXO I, que integra o presente Edital As quantidades constantes do ANEXO I são estimativas de consumo, não se obrigando a Administração à aquisição total Os proponentes deverão apresentar cotação Por Item. III - DO PRAZO DE VALIDADE DO REGISTRO DE PREÇOS: 3.1. A ATA de REGISTRO DE PREÇOS, cuja minuta integra o presente Edital na forma de seu Anexo VII, a ser firmada entre o Município de Maringá e o(s) vencedor(es) do certame, terá validade de 12 (doze) meses, a partir da data de sua assinatura. IV - DAS RESTRIÇÕES E CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO: 4.1. Das restrições para participação: Será vedada a participação de empresas: a) com falência decretada ou concordatária; b) consorciada; c) declarada inidônea por qualquer órgão público; d) suspensa pela Prefeitura do Município de Maringá. 1

2 4.2. Das condições para participação: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ ESTADO DO PARANÁ Serão consideradas em condições de participação as empresas que, tendo ramo de atividade compatível com o objeto da presente licitação, apresentem os seguintes documentos, aceitos no original ou por qualquer processo de cópia autenticada nas formas previstas no Artigo 32 da Lei Federal 8.666/93, não sendo aceito, em hipótese alguma, confrontação de documentos na abertura dos envelopes para autenticação pelo Pregoeiro Quanto à habilitação jurídica: a) Registro comercial, no caso de empresário individual; b) Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor e alterações subsequentes devidamente registradas, em se tratando de sociedade empresária, e, no caso de sociedade por ações, a ata registrada da assembleia de eleição da diretoria; c) Decreto de autorização, em se tratando de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no País e ato de registro ou autorização para funcionamento expedido pelo órgão competente, quando a atividade assim o exigir; d) Ata, registrada na Junta Comercial, das assembleias que tenham aprovado ou alterado os estatutos em vigor e ata de eleição dos administradores em exercício, no caso de cooperativas; e) Declarações de:- não parentesco Art. 59 Inciso V da Lei Orgânica (conforme modelo constante do Anexo II, deste edital), Idoneidade (conforme modelo constante do Anexo IV, deste Edital), e de Não Existência de Trabalhadores Menores (conforme modelo constante do Anexo V, deste Edital). As declarações deverão ser datilografadas ou digitadas Quanto à regularidade fiscal e trabalhista: a) Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) do Ministério da Fazenda; b) Prova de regularidade para com a Fazenda Federal (Dívida ativa da União e Certidão de Quitação de Tributos e Contribuições Federais) e Fazenda Municipal (tributos mobiliários e imobiliários) da sede do licitante, dentro do prazo de validade ou equivalente, na forma da lei; c) Prova de regularidade relativa à Seguridade Social (CND do INSS); d) Prova de regularidade relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (CRF do FGTS). e) Prova de inexistência de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho, mediante a apresentação de certidão negativa nos termos do Título VII-A da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de O Certificado de Registro Cadastral, expedido pela Prefeitura do Município de Maringá, em vigência na data da apresentação das propostas, será aceito em substituição aos documentos enumerados nos subitens (alíneas a, b, c e d), (alínea a) As declarações previstas na alínea e do subitem não são substituídas pela apresentação do Certificado de Registro Cadastral As certidões que não apresentarem o prazo de validade em seu corpo serão consideradas válidas desde que emitidas com antecedência máxima de até 60 (sessenta) dias da data prevista para a apresentação dos envelopes PROPOSTA DE PREÇOS e DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO Aplicar-se-ão às microempresas e empresas de pequeno porte o previsto nos Artigos 42 a 49 da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de Em conformidade com a Lei Complementar 123/2006, a comprovação de regularidade fiscal das microempresas e empresas de pequeno porte somente será exigida para efeito de formalização do ajuste Em conformidade com a LC 123/2006, as microempresas e empresas de pequeno porte, por ocasião da participação em certames licitatórios, deverão apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de regularidade fiscal, mesmo que esta apresente alguma restrição Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, consoante o item , será assegurado o prazo de 2 (dois) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado vencedor do certame, prorrogáveis por igual período, a critério do Município de Maringá, para a regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas com efeito de certidão negativa A não-regularização da documentação no prazo previsto no item 4.4.2, implicará na decadência do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no artigo 7º da Lei Federal nº , de 17 de julho de 2002, sendo facultado à Administração convocar os licitantes remanescentes, na ordem de classificação, para a 2

3 assinatura do contrato, ou revogar a licitação. V - DA FORMA DE APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇO E DOS DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO: 5.1. DOS ENVELOPES: As Propostas de Preço e os Documentos de Habilitação das proponentes deverão estar acondicionadas em envelopes ou volumes separados, fechados, com as seguintes especificações e endereçamento: RAZÃO SOCIAL DA EMPRESA, CNPJ, INSCRIÇÃO ESTADUAL, ENDEREÇO, TELEFONE E EDITAL PREGÃO Nº. 332/2014-PMM REGISTRO DE PREÇOS ENVELOPE Nº 01 - PROPOSTA DE PREÇOS RAZÃO SOCIAL DA EMPRESA, CNPJ, INSCRIÇÃO ESTADUAL, ENDEREÇO, TELEFONE E EDITAL PREGÃO Nº. 332/2014-PMM REGISTRO DE PREÇOS ENVELOPE Nº 02 DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO O Envelope nº 02 deverá conter os DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO da proponente, relacionados no Item 4.2 deste Edital O Envelope nº 01 deverá conter a PROPOSTA DE PREÇO da proponente para a contratação licitada, atendendo aos requisitos previstos no Item 5.2. deste Edital Os Envelopes nº. 01 e 02 deverão ser entregues e PROTOCOLADOS na Diretoria de Licitações da Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística até a data e horário previstos no Item 1.2. deste Edital Os Envelopes nºs. 01 e 02 poderão ser entregues diretamente pela proponente ou enviados pelo correio ou outros serviços de entrega, dentro dos prazos estabelecidos no subitem 1.2 deste edital. No entanto, o Município não se responsabilizará por qualquer perda ou atraso na sua entrega DA PROPOSTA DE PREÇOS: A Proposta de Preços deverá ser preenchida em língua portuguesa e estar datilografada ou digitada com clareza, em 1 (uma) via, de um só lado, sem emendas, rasuras, borrões, acréscimos ou entrelinhas, em papel timbrado da licitante ou impressa por processo eletrônico com indicação do número do Pregão, contendo a razão social, inscrição, CNPJ/MF e endereço completo da proponente, devidamente assinada pelo representante legal da empresa, informando: a) d iscriminação dos produtos, inclusive a marca e quantidades que se propõe a registrar, obedecidas as especificações constantes no Anexo I deste Edital; b) p reço unitário por item, preço total por item e valor global da proposta,, em algarismo arábico, nele inclusos todos os custos com transporte, embalagem, mão de obra, impostos, etc.; c) p razo de validade da proposta, de no mínimo de 60 (sessenta) dias, a ser contado da data de abertura do Envelope nº 01 PROPOSTA DE PREÇOS; d) d ata, carimbo e assinatura do representante legal no final. e) c ondições de pagamento, prazo de validade da proposta, prazo de entrega, garantia dos produtos/materiais/serviços ofertados (quando for o caso). A não apresentação destas condições na proposta entender-se-á que a empresa concorda com todas as cláusulas e condições contidas no Edital e em seus anexos Serão desclassificadas de plano as propostas de preços que cotarem preços acima do valor máximo estipulado no Edital para o produto cotado. VI DO RITO DO PREGÃO: 3

4 6.1. O Pregoeiro e sua Equipe de Apoio reunir-se-ão, juntamente com os representantes presentes das proponentes, no local, data e horário estabelecidos no Item 1.3. deste Edital, de posse dos Envelopes nº. 01 e 02 das licitantes DO CREDENCIAMENTO E DA PARTICIPAÇÃO No horário e local indicados no subitem 1.3 deste edital, será aberta a sessão de processamento do Pregão Presencial, iniciando-se com o credenciamento dos interessados em participar do certame, os quais apresentarão o documento relativo ao credenciamento e declaração dando ciência de que cumpre plenamente os requisitos de habilitação O documento relativo ao credenciamento (conforme modelo constante do Anexo III) e a declaração dando ciência de que cumpre plenamente os requisitos de habilitação (conforme modelo constante do Anexo VIII) deverão ser entregues ao Pregoeiro, separadamente dos envelopes previstos no subitem Em caso da não apresentação da declaração de cumprimento dos requisitos de habilitação, a mesma poderá ser firmada no inicio da sessão pelo credenciado, adotando-se o modelo constante no Anexo VIII As licitantes que não enviarem representantes para a sessão de processamento do Pregão Presencial deverão apresentar a declaração dando ciência de que cumpre plenamente os requisitos de habilitação, dentro do envelope nº 01 PROPOSTA, caso contrário sua proposta será DESCLASSIFICADA Às empresas que participarem da presente licitação, será permitido apenas 1 (um) representante legal, que será o único admitido a intervir em nome da empresa proponente e que deverá se apresentar para credenciamento junto ao pregoeiro, devidamente munido de documento que o credencie a participar deste procedimento licitatório, devendo, ainda, no ato de entrega dos envelopes, identificar-se exibindo a Carteira de Identidade ou outro documento equivalente Por credenciais entendem-se: Habilitação do representante, mediante instrumento público de procuração ou instrumento particular com firma reconhecida, com poderes para formular ofertas e lances de preços e praticar todos os demais atos pertinentes ao certame, em nome do licitante Quando a proponente se fizer representar por seu diretor ou por um de seus sócios, deverá ser apresentado o contrato social ou estatuto da empresa Estes documentos deverão ser apresentados ao Pregoeiro no início dos trabalhos, antes da abertura dos envelopes contendo Documentação e Propostas. Poderão ser apresentados em original, por qualquer processo de cópia autenticada por Tabelião de Notas, ou por publicações em Órgãos da Imprensa Oficial, e serão recebidos condicionalmente pelo Pregoeiro que se julgar necessário, verificará a sua autenticidade e veracidade A não apresentação, incorreção do documento de credenciamento ou ausência de representante, não importará na desclassificação da sua proposta no presente certame. Contudo, ela não poderá apresentar lances verbais, e nem fazer qualquer manifestação em nome da mesma na sessão do pregão O documento de credenciamento será retido pela Comissão e juntado ao processo licitatório A ausência do credenciado, por quaisquer motivos, da sala da sessão, sem a sua substituição formal ou sem autorização expressa do Pregoeiro, impede, na sua ausência, a prática de atos inerentes ao pregão A análise do Envelope nº 02 ocorrerá somente depois de encerrada a etapa competitiva das ofertas, ordenação das propostas e proclamação da licitante vencedora do certame, e somente será efetuada do envelope da licitante cuja proposta for declarada a de menor preço O envelope contendo a documentação de habilitação do licitante, autor da melhor proposta, será aberto para avaliação do atendimento das exigências consignadas no edital, originalmente firmadas em declaração, sendo que os demais envelopes contendo a documentação das empresas não vencedoras, serão devolvidos fechados e sob protocolo aos seus representantes. 4

5 Os envelopes contendo a documentação das empresas não vencedoras estarão disponíveis para retirada pelos seus representantes, logo após a publicação do aviso de homologação da licitação no Órgão Oficial deste Município Os envelopes que não forem retirados após 30 (trinta) dias da data estabelecida acima, serão inutilizados O recebimento dos envelopes não conferirá aos proponentes qualquer direito contra o órgão promotor da licitação, observada as prescrições da legislação específica Após a entrega dos envelopes, não será aceita a juntada ou substituição de quaisquer documentos, nem retificação de preço ou condições Em se tratando de microempresas e empresas de pequeno porte deverá ser apresentada, por ocasião do credenciamento, declaração de que detêm tal condição, para que possam gozar dos benefícios outorgados pela Lei Complementar n. 123/06, podendo ser utilizado o modelo constante do Anexo VI A falsidade de declaração prestada, objetivando os benefícios da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, caracterizará o crime de que trata o art. 299 do Código Penal, sem prejuízo do enquadramento em outras figuras penais e da sanção prevista no item 12.2 deste Edital A declaração descrita no item 6.7 não deverá estar acondicionada no envelope DOCUMENTAÇÃO, sob pena de ser desconsiderada. VII DA ABERTURA DOS ENVELOPES E DO JULGAMENTO: 7.1. Concluída a fase de acolhimento dos Envelopes nºs. 01 e 02, o Pregoeiro comandará o início da abertura dos Envelopes nº 01 PROPOSTAS DE PREÇO, selecionando os licitantes aptos a participar da licitação na modalidade Pregão, divulgando no ato, a lista dos licitantes e das propostas ofertadas, classificando-as segundo a ordem crescente dos preços ofertados, indicando desde logo os proponentes autorizados a participar da fase competitiva do certame Executada a fase de classificação e ordenação das propostas de que trata o subitem 7.1., o Pregoeiro abrirá a fase competitiva de lances A princípio, participarão da etapa competitiva o ofertante da proposta de menor preço e os titulares das ofertas com preços até 10% (dez por cento) superiores a ela, oportunizando a renovação das ofertas com o oferecimento de preços menores aos propostos inicialmente Não havendo pelo menos 03 (três) propostas nestas condições, será permitido aos proponentes das 03 (três) melhores ofertas, independente de seus valores, a formulação de lances, até que se obtenha um preço vantajoso para a Administração A desistência de apresentar lance implicará na automática exclusão do licitante da etapa e na manutenção do último preço apresentado pelo licitante, para efeito de ordenação das propostas A duração da fase de lances será de, no máximo, 30 (trinta) minutos, após o que serão julgadas as propostas de preço, visando selecionar aquela que se apresente mais vantajosa para a Administração, segundo o critério menor preço Os lances ofertados pelos participantes deverão ser formulados de forma sucessiva, em valores distintos e decrescentes Em caso de resultado positivo na negociação, os novos valores ajustados serão consignados na ata da sessão e passarão a compor a proposta de preços dos licitantes Apurado o menor preço e sendo este proposto por licitante não enquadrada como microempresa ou empresa de pequeno porte, o Pregoeiro verificará se dentre as demais classificadas há presença de empresa que assim se enquadre Consoante o disposto no artigo 44 da Lei Complementar 123, de 14 de dezembro de 2006, é assegurado, como critério de desempate, preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte Entende-se por empate aquelas situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até 5% (cinco por cento) superiores ao melhor preço. 5

6 Para efeito do disposto no item anterior, ocorrendo o empate, proceder-se-á da seguinte forma: A microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada será convocada para, em querendo, apresentar nova proposta de preço inferior àquela considerada vencedora do certame, no prazo máximo de 5 (cinco) minutos após o encerramento dos lances, sob pena de preclusão, situação em que será adjudicado em seu favor o objeto licitado; Não ocorrendo a contratação da microempresa ou empresa de pequeno porte, na forma do subitem , serão convocadas as remanescentes que porventura se enquadrem na hipótese do subitem , na ordem classificatória, para o exercício do mesmo direito; No caso de equivalência dos valores apresentados pelas microempresas e empresas de pequeno porte, será realizado sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá apresentar melhor oferta Na hipótese da não-contratação nos termos previstos no item 7.2.9, o objeto licitado será adjudicado em favor da proposta originalmente vencedora do certame Caso não se realize nenhum lance, será verificado a conformidade entre a proposta escrita de menor preço e o valor estimado para a contratação Nas situações previstas nos subitens e , deste Edital, o Pregoeiro poderá negociar diretamente com o proponente para que seja obtido melhor preço Esgotada a fase competitiva de lances, serão classificadas e ordenadas as propostas, de forma crescente dos preços ofertados, indicando-se, desde logo, a proposta de menor preço, dando-se por encerrada a fase de julgamento das propostas quanto ao preço, procedendo-se então à análise das propostas escritas e, posteriormente, ao exame da documentação de habilitação da empresa titular da oferta de menor preço. VIII DA ANÁLISE DAS PROPOSTAS ESCRITAS: 8.1. A análise da aceitabilidade das propostas, a começar pela de menor valor ofertado Por Item, compreenderá o exame do seu atendimento às condições gerais e específicas, exigidas neste Edital e em seus Anexos Serão consideradas desclassificadas as Propostas de Preços que: a) não contiverem todos os dados e elementos exigidos para o Envelope nº 01 - PROPOSTA DE PREÇOS; b) não atenderem aos requisitos mínimos das especificações do objeto licitado; c) ofertarem preços manifestamente inexequíveis ou incompatíveis com os valores de mercado Se a proposta ordenada como a de primeiro menor preço for desclassificada, frente ao desatendimento às especificações técnicas mínimas, exigidas neste Edital e em seus Anexos, o Pregoeiro procederá à análise da proposta colocada em segundo lugar, e assim sucessivamente, respeitando a ordem de classificação, até que uma proposta atenda às exigências Uma vez encerrada a etapa competitiva não cabe a desistência ou pedido de retificação de preços ou quaisquer outras condições oferecidas Será admitido de cada licitante o recebimento de somente um envelope para cada uma das formas explicitadas no item V deste Edital. IX CRITÉRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS: 9.1. Será declarado vencedor de cada item o licitante que propuser o menor preço pelo respectivo objeto licitado, levando-se em conta a satisfação das especificações constantes do Edital A classificação se fará Por Item, pela ordem crescente dos preços propostos Serão corrigidos, automaticamente, pelo Pregoeiro quaisquer erros de cálculo verificados nas propostas Para efeito deste Edital e a critério do Pregoeiro serão desclassificadas as propostas que: a) não atendam às exigências de qualquer item deste Edital; 6

7 b) sejam omissas, vagas ou apresentem irregularidades, defeitos, borrões, entrelinhas ou dúbia interpretação, que dificultem o seu julgamento; c) ofereçam preços excessivos ou manifestadamente inexequíveis; d) forem entregues fora do prazo previsto neste Edital O Prefeito do Município de Maringá poderá revogar a licitação por razões de interesse público, decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, ou mesmo anulá-la, de ofício ou por provocação de terceiros, sem que caiba às licitantes quaisquer indenizações O Pregoeiro poderá, a seu exclusivo critério e a qualquer momento, solicitar de qualquer proponente esclarecimentos sobre documentos pertinentes a sua participação, não admitindo, contudo, às empresas concorrentes, qualquer complementação ou substituição de documento. X DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS: A(s) adjudicatária(s) deverá(ão) assinar a Ata de Registro de Preços (modelo constante do Anexo VII deste Edital), dentro do prazo de 5 (cinco) dias úteis, contados da notificação enviada pela Secretaria solicitante, junto à Diretoria de Licitações da Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística, no endereço constante no preâmbulo deste Edital O prazo concedido para assinatura da ata poderá ser prorrogado uma única vez, por igual período, e desde que ocorra motivo justificado e aceito pela Administração A adjudicatária que se recusar, sem motivo justificado e aceito pela Administração, a assinar a Ata de Registro de Preços dentro do prazo previsto no item ou subitem , ficará sujeita a multa de 10% (dez por cento), sobre o valor estimado dos itens cujos preços foram registrados, além das demais sanções cabíveis previstas no Artigo 7º da Lei Federal / No ato de assinatura da Ata de Registro de Preços, a adjudicatária deverá apresentar: a) cópia autenticada do estatuto ou contrato social da empresa, e eventuais alterações que envolvem sua b) no caso de procurador, instrumento público ou particular de mandato, este último com firma reconhecida, c) carta de apresentação do preposto da Contratada, que ficará responsável perante a Administração pela execução XI FORMA DE UTILIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS: As unidades integrantes da Administração Municipal, interessadas na utilização da Ata de Registro de Preços originada desta licitação, deverão requisitar da(s) licitante(s) vencedor(as) do certame os produtos registrados, obedecida a ordem de classificação para cada item, mediante a emissão de Nota de Empenho, convocando-o para a sua aceitação A Nota de Empenho a ser emitida deverá conter, no mínimo: a) o número da ata; b) a quantidade do produto a ser fornecido; c) a descrição do produto requisitado; d) o local e a hora da entrega; e) o recebimento; f) a dotação orçamentária onerada; g) o valor; h) as condições de pagamento Os produtos deverão ser entregues nos locais e prazos constantes do termo contratual e/ou cronograma expedido pela unidade contratante, correndo por conta da Contratada as despesas decorrentes de frete, embalagens, seguros, mão-de-obra e outras Os produtos serão recebidos no local indicado no termo contratual e/ou cronograma, através da Comissão de Recepção de Material que, após verificado o atendimento a todas as exigências e condições, emitirá o atestado de recebimento definitivo ou recebimento provisório, no caso de entrega parcial Na hipótese de rejeição, por entrega dos produtos em desacordo com as especificações, a Contratada deverá repor o(s) produto(s) no prazo de 48 (quarenta e oito) horas A substituição do produto ou a sua complementação não exime a Contratada de ser penalizada por descumprimento da obrigação, prevista no Item XII, deste Edital. 7

8 11.4. Os preços são os constantes da Ata de Registro de Preços O preço unitário de cada item deverá ser fixo, equivalente ao de mercado na data da apresentação da proposta; Deverão estar incluídas no preço, todas as despesas necessárias à entrega do objeto desta licitação, sem quaisquer ônus para a Administração, tais como frete, tributos e outras É vedado qualquer reajustamento de preços durante o prazo de validade da ata de registro de preços, contado a partir da data limite para a apresentação das propostas, indicada no preâmbulo do presente Edital Fica ressalvada a possibilidade de alteração das condições referentes à concessão de reajustamento de preços, em face da superveniência de normas Federais aplicáveis a espécie Os preços registrados, quando sujeitos a controle oficial, poderão ser reajustados nos termos e prazos fixados pelo órgão controlador O disposto no subitem anterior aplica-se, igualmente, aos casos de incidência de novos impostos ou taxas e de alteração das alíquotas dos já existentes O beneficiário do registro, em função de imprevistos que altere significativamente a correspondência entre os encargos do contratado e a remuneração por parte deste Município, poderá solicitar a atualização dos preços vigentes através de solicitação formal à Secretaria interessada, instruída com documentos que comprovem a procedência do pedido, tais como: notas fiscais de aquisição dos produtos, matérias-primas e componentes, ou de outros documentos que comprovem a ocorrência de fatos imprevisíveis, ou previsíveis, porém de consequências incalculáveis, retardadores ou impeditivos da execução do ajustado. Até a decisão final da Administração, a qual deverá ser prolatada em até 30 (trinta) dias a contar da entrega completa da documentação comprobatória, o fornecimento do produto, quando solicitado pela Administração, deverá ocorrer normalmente e pelo preço registrado em vigor A atualização não poderá ultrapassar o preço praticado no mercado e deverá manter a diferença percentual apurada entre o preço originalmente constante da proposta e o preço de mercado à época vigente Independentemente da solicitação de que trata o subitem , a Secretaria interessada poderá, a qualquer momento, reduzir os preços registrados, de conformidade com os parâmetros de pesquisa de mercado realizada, ou quando alterações conjunturais provocarem a redução dos preços praticados no mercado nacional ou internacional, sendo que o novo preço fixado será válido a partir da publicação no Diário Oficial do Município de Maringá Os produtos adquiridos pelo Município de Maringá, através de suas Secretarias, serão pagos pela Secretaria Municipal de Fazenda, no prazo estabelecido no Anexo I deste Edital. XII DAS PENALIDADES: A contratada ficará sujeita, em caso de atraso injustificado na entrega dos produtos, garantida a defesa prévia, à multa diária de: ,35% (zero vírgula trinta e cinco por cento) até o 10º (décimo) dia de atraso ,70% (zero vírgula setenta por cento) a partir do 11º (décimo primeiro) dia de atraso. Percentuais que incidirão sobre o valor total dos produtos não entregues na data ajustada A partir do 31º (trigésimo primeiro) dia de atraso injustificado na entrega do(s) produto(s), ficará configurada a inexecução total ou parcial do contrato e a Administração poderá, garantida a defesa prévia, aplicar à contratada multa de 20% (vinte por cento) sobre o valor total dos produtos não entregues, sem prejuízo das demais sanções previstas no Artigo 7º da Lei Federal / Quando a proponente não mantiver a sua proposta; apresentar declaração falsa; deixar de apresentar documento na fase de saneamento; ou por infração de qualquer outra cláusula contratual não prevista nos subitens anteriores, será aplicada multa compensatória e cláusula penal de 10% (dez por cento) sobre o valor total dos produtos cotados pela empresa, podendo ser cumulada com as demais sanções previstas no Artigo 7º da Lei Federal /

9 12.3. O valor da multa será descontado no primeiro pagamento após a sua imposição, respondendo por ela os pagamentos futuros e pela diferença, se houver A aplicação das sanções administrativas, inclusive as cláusulas penais, não exime a contratada da responsabilidade civil e penal a que estiver sujeita Quem, convocado dentro do prazo de validade da sua proposta, não celebrar o contrato, deixar de entregar ou apresentar documentação falsa exigida para o certame, ensejar o retardamento da execução do seu objeto, não mantiver a proposta, falhar ou fraudar na execução do contrato, comportar-se de modo inidôneo ou cometer fraude fiscal, ficará impedido de licitar e contratar com a Administração e será descredenciado do cadastro de fornecedores da Prefeitura do Município de Maringá-PR. XIII DOS RECURSOS: Qualquer licitante, na mesma sessão de proclamação do vencedor da licitação, poderá manifestar imediata intenção de recorrer, devendo o fato ser devidamente consignado em ata A manifestação, necessariamente, explicitará motivação consistente e esta será liminarmente avaliada pelo Pregoeiro, o qual decidirá pela sua aceitação ou não Presentes os pressupostos da admissibilidade, o pregoeiro dará por suspensa a sessão, concedendo ao interessado o prazo de 03 (três) dias corridos para a apresentação das razões recursais. Oportunidade em que serão também intimados os demais participantes, para, querendo, apresentar contrarrazões ao recurso, em igual número de dias, contados do término do prazo recursal concedido ao recorrente, disponibilizando-se, de imediato, vista do processo de licitação A inocorrência de imediata manifestação do licitante do interesse de interposição de recurso e/ou sua apresentação imotivada ou insubsistente, implicará na preclusão do seu direito de recorrer do ato decisório Os recursos deverão ser dirigidos à autoridade superior competente por intermédio da que praticou o ato e protocolados a Diretoria de Licitações da Prefeitura do Município de Maringá, na Avenida XV de Novembro, 701 2º andar, nesta cidade de Maringá/PR O pregoeiro poderá reconsiderar sua decisão, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, ou, nesse mesmo prazo, fazê-lo subir, devidamente informado, devendo, neste caso, a decisão ser proferida dentro do prazo de 5 (cinco) dias úteis, contado do recebimento do recurso Não serão aceitos recursos interpostos através de fac-símile, ou de recursos cuja petição tenha sido apresentada fora do prazo e/ou apresentada por quem não está legalmente habilitado para representar a empresa licitante O acolhimento do recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento. XIV DAS DISPOSIÇÕES GERAIS: As condições estabelecidas no presente Edital farão parte da Ata de Registro de Preços, independentemente de sua transcrição Compõem o presente Edital: Anexo I Anexo II Anexo III Anexo IV Anexo V Anexo VI Anexo VII Anexo VIII Anexo IX RELAÇÃO DOS ITENS E CONDIÇÕES GERAIS; MODELO DE DECLARAÇÃO DE NÃO PARENTESCO ART. 59 INCISO V DA LEI ORGÂNICA MODELO DE CARTA DE CREDENCIAMENTO; MODELO DE DECLARAÇÃO DE IDONEIDADE; MODELO DE DECLARAÇÃO DE NÃO EXISTÊNCIA DE TRABALHADORES MENORES; MODELO DE DECLARAÇÃO DE MICROEMPRESA OU EMPRESA DE PEQUENO PORTE; MINUTA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS; MODELO DE DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO; MODELO NOTA DE EMPENHO DE DESPESA Os casos omissos serão regulados pela Lei Federal nº /2002 e Lei Federal nº /93, apreciados e decididos pela Comissão de Julgamento de Licitações, submetendo-os, se necessário, à autoridade superior. 9

10 14.4. No caso de decretação de feriado ou outro fato superveniente de caráter público, que impeça a realização da licitação na data fixada neste Edital, fica a mesma prorrogada para o próximo dia útil, prevalecendo o horário estabelecido. PAÇO MUNICIPAL, 27 de agosto de JOSÉ LUIZ BOVO Secretário Municipal de Gestão Decreto nº. 002/13-GAPRE GILTON DOMINGUES BONNEAU Secretário Municipal - SEMAT 10

11 ANEXO I EDITAL DE -REGISTRO DE PREÇOS ESPECIFICAÇÃO DETALHADA DO OBJETO LICITADO Objeto: REGISTRO DE PREÇOS para futuras e eventuais aquisições de equipamentos de proteção individual (EPI), para atendimento de necessidades dos servidores do Corpo de Bombeiros de Maringá - Secretaria Municipal de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística - SEMAT., para um período de 12 (doze) meses. Valor Máximo da Licitação: R$ ,50 (cento e sete mil e cinquenta reais e cinquenta centavos). Item Cód. Quant. Unid. Descrição Valor Máximo Unitário Valor Máximo Total UND Óculos de proteção 44, , CJTO Conjunto para chuva emborrachado composto por Jaqueta com Capuz e calça. 209, , PAR Luva vaqueta 22, , UND Capacete para combate à incêndio , , CJTO Conjunto formado por capa e calça para combate a incêndio , , UND Calça motosserrista anticorte (uniforme) 119, , UNID Capuz para combate a incêndio( Balaclava) 80, , UNID Luva para Rapel 62, , PAR Luva de Poliuretano 6,55 982, PAR Luva para Combate a Incêndio 105, , PAR Bota para Combate a incêndio 410, , UNID Cartucho para Máscara Respiratória 127, ,00 Valor total da proposta... Marca Valor Unitário Proposto Valor Total Proposto Item 1 2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS E/OU MEMORIAL DESCRITIVO Proteção frontal e parcialmente lateral; formato que permite conforto e boa aderência a face; opção de utilização com tira elástica ou hastes; proteção contra poeira e ventilação indireta; filtra 99,9% de radiação UV. Espessura da lente 2,3mm à 2,5mm, Distância pupilar 68mm à 70mm; Peso 35 gramas ou menos, Tamanho vertical da lente 43mm à 44mm;Tamanho diagonal da lente 66,3mm a 66,5mm; Comprimento total do óculos 163mm; Mínima distância entre as lentes 18,5mm; Distância entre as hastes 56mm; Proteção na lente tem que ser Antirrisco e antiembaçante. Lentes, Armação e Proteção lateral em Policarbonato. Apoio nasal em Nylon, Hastes em Policarbonato e Parafusos em Aço inoxidável. Deverá vir com tira elástica. Cor da armação: Preto Cor de lente: Cinza e amarelo. Quantidades a combinar no momento da entrega. Certificação: C.A. do Ministério do Trabalho Conjunto Impermeável - Blusão e calça: Descritivo: o tecido utilizado para a confecção das vestimentas com a composição em malha de poliéster revestido com poliuretano para o revestimento externo com gramatura de 0.48/0.50mm, pesando 310g/m2 e 5000 mm de coluna d'água, forrado internamente por uma tela de poliéster macio na cor branca, com todas as suas costuras com vedação soldadas, devendo ser na cor vermelha, destinado a prover proteção contra as intempéries, sendo composto por Jaqueta e Calça: b.1) Blusão: Deverá ser de primeira qualidade, com fechamento frontal duplo, através de zíper de nylon e velcro, devidamente protegidos por uma lapela de no mínimo 70 mm, que garantirá uma proteção adicional contra a infiltração d'água; Mangas compridas do tipo raglã com sistema de fole com elástico no interior da manga nos punhos com no mínimo 20 11

12 3 4 5 mm; Com sistema de ventilação nas costas para diminuir a condensação de umidade no seu interior, costas duplas juntadas ao centro; Etiqueta de tecido centrada nas costas; Com uma faixa refletiva de 50 mm de largura na cor cinza em toda a extensão da parte da frente e das costas, incluindo os antebraços, horizontalmente posicionada na altura do peito; Com uma faixa refletiva nas mangas de 50 mm de largura na cor cinza, posicionada a aproximadamente 200 mm do punho; Gola alta medindo 75 mm, fechamento por velcro, com um capuz embutido na parte traseira com abertura centralizada e sobreposta à costura, devendo este ser ajustável por cordel passante e presilhas de regulagem variável, permitindo um perfeito ajuste; Devendo conter 02 bolsos na altura do quadril e um bolso na parte frontal no lado esquerdo do peito medindo 170 mm de comprimento X 140 mm de largura com portinhola para fechamento com 55 mm. Na parte central do bolso deverá ser do serigrafado o brasão do "Corpo de Bombeiros do Paraná" em sua forma original; Além do elástico deverá ser previsto na barra da jaqueta um sistema ajustável por cordel passante e presilhas de regulagem variável, permitindo um perfeito ajuste; Logotipo centralizado letra cheia com parede de no mínimo 7 mm e 45 mm de altura centralizado nas costas acima da faixa refletiva na cor cinza, devendo ainda receber o logotipo em arco com dizeres "Corpo de Bombeiros - Paraná". A medida da manga será considerada com a barra feita; Tolerância +/- 10 mm. b.1) Calça: No mesmo tecido do Blusão, fechada com costuras e com vedação soldadas para uma perfeita vedação; Cintura com barra de 35 mm e elástico de 30 mm rebatido internamente para seu ajuste à cintura, devendo ainda possuir um cordão de nylon; Na extremidades das pernas da calça do lado externo, deverá existir uma abertura tipo fole com 300 mm de altura e com fechamento através de zíper de plástico na cor preta; Com faixa refletiva nas pernas de 50 mm de largura na cor cinza, posicionada a aproximadamente 250 mm da costura da barra; As mediadas da cintura são feitas com o elástico todo esticado; As medidas da entre pernas são feitas com a barra feita; Tolerância +/- 10 mm. Luva de proteção confeccionada em vaqueta integral, espessura 8/10 linhas, modelo petroleira, com reforço interno na palma, acabamento do punho em viés. Deverá possuir elástico de ajuste no dorso. Certificação: C.A. do Ministério do Trabalho. Deverá oferecer ao usuário proteção contra choques mecânicos, chamas, eletricidade e calor radiante, devendo ser composto por casco externo e interno, viseira externa e interna, proteção de nuca e acessórios conforme a presente especificação e de acordo com as Normas EN 443 e EN 166, deverá ter o corpo moldado em poliamida injetada e não condutor de eletricidade, de alta resistência a choques mecânicos e altas temperaturas de calor radiante (14 KW/m² por 8 minutos conforme item 4.7 da EN 443/1997). O acabamento da superfície externa do casco deverá ser feito com uma camada brilhante de poliuretano, na cor niquelada com placa plástica de identificação frontal parafusada no casco na cor dourada devendo e possuir uma crista longitudinal para auxiliar na absorção de choques, desenvolvido para proteger integralmente o crânio; e as têmporas (com proteção suplementar de almofadas de couro presas a jugular); a face do usuário contra choques mecânicos, chamas, eletricidade e calor radiante; dotado de visor espelhado, dourado por eletrodeposição de ouro, escamoteável de polisulfona com espessura entre 2,0 a 2,5 mm e alta resistência a temperatura (ponto de fusão a 300 graus Celsius) e que permita 9% de transmissão de raios infravermelhos (comprovado por laboratório independente) para, proteger a retina do usuário deverá ser revestido de camada ante aranhões em ambos os lados, proteção anti-embaçante, atendendo a norma EN166 (resistência a impactos de partículas com alta velocidade m/s), deverá ser construído de tal forma que proteja totalmente a face contra irradiação emanada por chamas, corpos sólidos, jatos e respingos de líquidos; o protetor de olhos deverá ser escamoteável transparente de policarbonato incolor acionado através de alavanca externa, posicionada no lado direito, que proteja a face e os olhos do usuário contra partículas volantes com alta velocidade - 190m/s, com camada antiarranhões em ambos os lados devendo ser gravada de acordo com a EN 166; deve possuir em ambos os lados externos do casco, fendas, para encaixe da mascara autônoma com três pontos de ajuste, possibilitar o uso de equipamento de rádio junto com a peça facial da máscara autônoma, deverá ter dois dispositivos injetados junto com o casco, um de cada lado do referido casco, para ajuste de uma ou duas lanternas simultaneamente, o capacete deve ser entregue com protetor de nuca aluminizado, fixado por meio de três pinos travantes dispostos dentro do casco; com sistema interno de absorção contra choque composto por carneira forrada com couro natural anti-alérgico na região que se encosta a pele do usuário deverá ter catraca de ajuste horizontal em dois pontos podendo regular o tamanho para perímetro cefálicos entre 53 e 64 cm, sendo a suspensão ajustada ao casco por meio de quatro pontos; a jugular deverá ser confeccionada em tecido com velcro e queixeira em couro natural, esse conjunto possui 4 posições de regulagem, ajustável a morfologia do usuário, e é fixado por meio de três pontos no casco, sendo um de cada lado da cabeça e um na parte posterior. Deverá possuir uma tela em tecido antichama (Nomex), que protege a cabeça do usuário; uma concha de poliuretano rígido protege a cabeça contra impactos e calor, sendo resistente a chama e não gotejando quando em contato com fogo. Cada capacete deve ser embalado individualmente em caixa de papelão identificada; cada capacete deve ser envolto em saco plástico, e um manual em língua portuguesa (do Brasil) ou em várias línguas incluindo o português (do Brasil). Todos os documentos em língua estrangeira deverão estar traduzidos e juramentados. Garantia mínima de 12 meses. Esta especificação fixa as condições mínimas para aquisição de roupas de proteção para combate a incêndio estrutural. Detalha ainda critérios de desenho e materiais para proporcionar proteção às partes superiores e inferiores do corpo humano; excluindo a cabeça mãos e pés contra efeitos ambientais adversos durante o combate a incêndio ou de riscos físicos com probabilidade de serem encontrados, tal como durante as operações de salvamento não relacionados a 12

13 6 7 8 incêndio, como operações de emergências médicas, resgate com produtos químicos na ambiente de trabalho, explosões de arco elétrico. Conjunto AZUL ou PRETO em fibra aramida RIP STOP composta por quatro camadas para utilização em combate a incêndios estrutural. COMPOSIÇÃO DAS CAMADAS DE PROTEÇÃO 1ª Camada Fibra aramida antichama conforme NFPA 1971, na cor AZUL ou PRETO, com solidez da cor à fricção seca e úmida de no mínimo 4, conforme norma NBR ISO105X12:2007; e determinação da solidez da cor a lavagem domestica e industrial de 4/5, conforme norma NBR ISO 105-C06B1M, solidez da cor a luz de no mínimo 2/3, conforme norma ISO105B02, 100% antichama; com no mínimo 220 gr/m2 +- 3% conforme norma ISO 3801/1977, com sarja 2x1, composta de 60% Fibra Para Aramida e 40% fibra meta aramida com processo de fabricação, de reforço da fibra em rip stop de 6mm quadrados, para maior resistência na trama e urdume, para maior resistência à dilaceração e rasgos. A resistência de ruptura na longitudinal não inferior a 200 dan+- 5% e resistência na transversal não inferiores a 250 dan, +- 5% conforme NBR 11912/01. A resistência da carga de rasgamento não deve ser inferior a 23kgf, no urdume e 25kgf na trama, no processo de tiras conforme norma ASTM D2261/07. Com resistência a abrasão de desgaste não superior a 0,010 gramas à 3750 ciclos e em percentuais de não superior a 0,5% da massa, conforme norma NBR ASTM D 3886/99. A fibra deve apresentar grau de pelotamento superior a 4/5 no processo Pilling Box, conforme norma ISO /00 (ref. JIS L 1076), aumentando a vida útil da roupa. A fibra deverá ter Tratamento de hidrorrepelente incolor conforme norma NBR 13000/93 determinado que a fibra não absorva solução no período de 15 minutos. 2ª Camada Esta camada atua como barreira de vapor, formada por filme de poliuretano ou de película tricomponente construída de substrato não tecido de fiação continua, antichama, fixada na fibra externa com costura (1a camada) com peso mínimo de 170 gr/m² conforme ASTM D 3776, tornando-a transpirável, que inibe a passagem de líquidos e ácidos, com respiração. Estabilidade longitudinal 178 (N) +_10% (padrão ISO /1999) Estabilidade transversal 325 (N) +- 13% (padrão ISO /1999) Resistência de passagem de vapor de água/m² de no mínimo 800+_ 0% para 10 min. conforme NBR12999/ ª Camada Esta camada atua como barreira de calor, entre o risco e o usuário da roupa formada por manta de fibra agulhada para aramida carbono com peso de no mínimo 240 g/m², conforme norma ASTM D 3776, na cor verde escuro ou preta, com espessura mínima de 2 mm, que permite maior aproximação do usuário sem armazenar calorias. As mantas são unidas por costuras com a 4ª camada em linha aramida formando metalasse trapezoidal. Características da manta conforme resultados laboratoriais de acordo com a norma EN532/EN531 Composição Fibra Para aramida e Carbono Condições Climáticas: 20 C Umidade relativa do ar: 65% Chamas de ensaio: Gás Butano Tempo de pós combustão: 0'0s Tempo de pós incandescência: 0'0s Comprimento máximo danificadoi3,0 cm Largura máxima danificada: 2,0 cm Destruição até as bordas: Não Formação de furos: Não Desprendimento de restos inflamados ou fundidos: Não 4ª Camada Deve ser composto de 45% modacrílico, 54% algodão e 1% de fibras anti estáticas conforme norma ASTM 629, com gramatura não inferior a 150 g/m² conforme norma ASTM D Será admitida variação de 10% em todos os valores requisitados. Vestimenta de segurança do tipo calça, confeccionada em tecido 100% poliéster na cor azul marinho (tecido externo) PARA MANTER O PADRÃO DO CORPO DE BOMBEIROS, com proteção interna de 8 camadas em tecido de poliéster de alta tenacidade, protegendo os membros inferiores, da virilha até o tornozelo do usuário contra lesões acidentais provocadas pela moto serra. possui forro interno em tecido 100% poliamida, sete passantes para cinto, botão de pressão metálico na cintura, zíper em nylon para ajuste. Bolso na parte traseira com lapela. Suas 8 camadas de poliéster fazem com que a moto serra pare de funcionar se tocá-la com o sabre. Tamanhos diversos a serem escolhidos. Capuz em malha de fibra aramida com 300 g/m² +/- 5% em cada camada, fechamento em linha aramida, fabricado com alongamento até os ombros ou não, a ser escolhido posteriormente, 100% antichamas, com reforço do próprio material costurado e com bainha na parte inferior. Resistente à temperatura de até 300º C. Certificação do Ministério do Trabalho C.A. Fabricada em couro de vaqueta macio. DEVERÁ vir com reforço de couro de raspa na palma e nos dedos, garantindo maior proteção contra atritos. Ajuste elástico no dorso. Certificação: C.A. do Ministério do Trabalho. 13

14 Luva de Poliuretano Multitato Preta de segurança confeccionada com fios de poliamida (nylon) preto, revestida de poliuretano cor preta na palma, face palmar dos dedos e ponta dos dedos. Certificação: CA Ministério do Trabalho. Luva de segurança para Bombeiro confeccionada em couro vaqueta, dorso liso, três dedos + indicador, com costura, elástico de 20mm costurado em zig-zag para ajuste, tira de reforço entre o polegar e indicador, dedo central com reforço no mesmo material, punho em malha de para-aramida sanfonado. Composta em multicamadas para operações em alta temperatura, produtos líquidos e proteção contra riscos mecânico. Camada externa: couro vaqueta para resistir à temperaturas elevadas com resistência à abrasão e cortes. 1ªCamada interna: Barreira de vapor - Filme de poliuretano antichamas, na cor branca, para inibir passagem de produtos químicos e líquidos. 2ªCamada interna: Barreira de Calor - Manta de 100% fibra aramida, fire flame Kent com 240 g/m2, atua como barreira térmica. Elástico no dorso em costura zig-zag com fios de para-aramida Punho em malha para-aramida 300g/m2 para inibir a entrada de produtos e calor. Toda a costura da luva é feita em linha para-aramida. Luva para Bombeiros e Brigadistas. Resistentes a corte e abrasão. Utilizadas em indústrias que operam com média/baixa temperatura. Resistente à temperatura de até 300 C. Certificação do Ministério do Trabalho C.A.. Construída em borracha natural vulcanizada, na cor preta com uma faixa amarela também em borracha natural de aproximadamente 15 mm envolvendo toda a borda da bota com o solado, essa borda promove o suporte lateral não permitindo deformações, possui outra faixa amarela de aproximadamente 30 mm envolvendo toda a borda do cano da bota na sua parte superior promovendo assim maior integridade a boca do cano. Tem na parte frontal do cano uma proteção de tíbia com dimensões aproximadas de 110 x 80 mm e espessura de 4 mm, essa proteção é em borracha natural com textura. Tem gravada no cano de forma indelével a norma que atende e o instituto que a testou. É resistente a choque elétrico trazendo gravado também o símbolo do teste de resistência (W - letra Grega Ômega). Construída de tal forma que é totalmente estanque até a cota de 320 mm, essa altura deverá ser medida a partir do piso. Altura do cano: 350 mm contados da palmilha na região do tornozelo até a borda do cano. Revestimento do cano: o cano é revestido internamente em tecido reforçado com espessura mínima de 0,5mm. Essa construção promoverá conforto e é resistência a corte. Alça de calçar: a borda superior do cano é dotada de duas alça para facilitar o calçamento, as alças estão dispostas uma em cada lateral no cano e tem dimensão superior a 75 x 20 mm, permitido assim que se introduza pelo menos 3 dedos da mão ao suportá-la no calçar. Revestimento do pé: na parte frontal da bota por sobre o pé tem um forro laminado com tratamento anti-fungos, esse forro está entre o pé a biqueira da bota promovendo conforto e isolação. Na parte próxima ao cano o revestimento é o mesmo do cano. Palmilha: possui três palmilhas consecutivas sendo que a primeira é de feltro com 9,5mm de espessura promovendo isolação do piso e sola, a segunda em poliuretano de alta densidade para absorver o impacto do caminhar, a terceira e ultima palmilha deverá ser em poliuretano de média densidade construída de forma envolvente promovendo conforto e absorção de impacto, essa palmilha é removível para lavagem e permitir melhor ventilação para secagem. Biqueira de aço: a biqueira é em aço tratado de forma que não oxide comprometendo a segurança e durabilidade do calçado, e está em conformidade com as normas do final desta especificação. Palmilha interna em aço: é em aço tratado de forma que não oxide comprometendo a segurança e durabilidade do calçado, bem como resistente a perfuração em conformidade com as normas do final desta especificação. Sola Externa: é em peça única de borracha moldada sobre pressão, com desenho ante - derrapante, em conformidade com as normas do final desta especificação. Desenho: obedece a um padrão de conforto, seguido o contorno anatômico da perna. A parte frontal da bota tem largura suficiente para o pé entrar facilmente. Isolação Elétrica: é certificada contra riscos de choque elétrico por laboratório independente. Tem gravado na própria bota o nome ou símbolo do instituto certificador do teste. Certificações: EN: Euro Norma 345 Edição 1998 ANSI: ANSI-Z Standard for personal protective footwear. CSA: CSA Protective footwear. CA: Ministério do Trabalho e Emprego. Cartucho de queixo GMM-P3 para máscara de proteção respiratória MSA classe 2, tamanho médio para proteção contra 0,5% volume de vapores orgânicos, gases ácidos, amônia, partículas sólidas que tenham um limite de tolerância menor que 0.05mg/m³ e absestos. OBSERVAÇÕES GERAIS 1. Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL REGISTRO DE PREÇOS 2. Tipo de licitação: Menor Preço. 3. Critério de julgamento: Por Item. 4. Valor máximo da licitação: R$ ,50 (cento e sete mil e cinquenta reais e cinquenta centavos), sendo os valores máximos de cada item os estabelecidos acima. O licitante que apresentar proposta com valor superior ao máximo estabelecido para cada item do lote será desclassificado de plano. 14

15 5. No valor global da proposta apresentada deverão estar inclusos os Impostos, fretes, encargos sociais e trabalhistas e demais despesas pertinentes à entrega do(s) objeto(s), bem como aquelas decorrentes de eventuais substituição(ões) do(s) mesmo(s). 6. Os produtos deverão ter garantia quanto a defeitos de fábrica e obedecerem as exigências e normas de fabricação e de comercialização, quando instituídas pela ABNT e/ou Agências e Órgãos Oficiais reguladores ou fiscalizadores. 7. MARCAS DOS PRODUTOS E BENS: A licitante deverá indicar na proposta a marca de cada produto ou bem por ela cotado, inclusive o modelo e/ou série quando for o caso, que atendam as especificações e condições deste Anexo e do seu Edital. 8. DAS AMOSTRAS DO PRODUTOS Para entrega das amostras dos bens ou produtos sujeitos a esta condição, deverão ser obedecidas as seguintes orientações: a) ITEM(NS) CUJO(S) PRODUTO(S) E BEM(NS) ESTÁ(ÃO) SUJEITO(S) A APRESENTAÇÃO DE AMOSTRAS: Item(ns) nºs. 01 a 12. b) as amostras deverão ser entregues no seguinte endereço: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ Diretoria de Compras e Abastecimento - DIRCA Av. Centenário, 400 (antigo armazém do IBC) Maringá (PR) CEP (Telefone para contato ); c) as licitantes provisoriamente classificadas em 1º lugar na fase de lances, deverão entregar até o 5º dia útil subsequente ao da realização do certame, uma amostra de cada produto ou bem (item) por elas cotados; I a não apresentação da amostra no prazo aqui estabelecido, poderá determinar a aplicação da multa de 10% do total do valor correspondente ao item da ocorrência, sem prejuízo das demais sanções previstas no Edital; d) em caso de desclassificação da proposta apresentada pela licitante provisoriamente classificada em 1º lugar, em razão da rejeição da amostra apresentada, serão chamadas as demais licitantes, obedecida a ordem de classificação provisória, para apresentarem suas amostras no prazo de até 5 dias úteis contados da notificação; I - a não apresentação da amostra no prazo aqui estabelecido, poderá determinar a aplicação da multa de 10% do total do valor correspondente ao item da ocorrência, sem prejuízo das demais sanções previstas no Edital. e) serão automaticamente desclassificadas as licitantes que deixarem de entregar as amostras nos prazos estabelecidos; f) cada amostra deverá ser embalada individual e devidamente identificada com o nome da licitante, bem como dos números do item e do Processo Licitatório a que se refere; g) no 2º dia útil posterior ao prazo estabelecido para a entrega das amostras, a partir das 14:00h, no mesmo endereço da alínea b precedente ou de outro antecipadamente informado, o produto ou bem entregue como amostra será manuseado e utilizado pelas Secretarias usuárias deste Município, para avaliação e aprovação de desempenho e verificação do atendimento às especificações e condições constantes deste Anexo; facultado às licitantes o direito de acompanharem estes procedimentos; h) as licitantes serão convocadas para retirar no prazo de 30 dias a partir da convocação, no endereço retromencionado suas amostras não aprovadas e não consumidas na avaliação; e o não cumprimento desta obrigação dentro desse prazo será entendido como renúncia aos produtos ou bens, podendo o Município descartá-los sem gerar às licitantes direito a quaisquer ressarcimentos; i) a critério deste Município as amostras aprovadas e não consumidas na avaliação, permanecerão em seu poder para servirem como parâmetro de confrontações quando das efetivas entregas das aquisições, podendo a licitante descontá-las das quantidades fornecidas; j) as convocações, notificações, solicitações e informações relacionadas com amostras, poderão ser oficiadas inclusive por ou fax. 9. As aquisições/compras serão efetivadas, no todo ou em partes, por esta Prefeitura, de acordo com a sua necessidade e critério. 10. As despesas decorrentes de eventual troca do(s) produto(s) correrão por conta do fornecedor. 11. Quando da efetivação da compra, a empresa vencedora deverá emitir a nota fiscal de acordo com a nota de empenho. 12. Prazo de vigência do Registro de Preços: 12 (doze) meses, a partir da data de assinatura da Ata Registro de Preços. 13. Prazo de entrega: até 30 (trinta) dias após a entrega da nota de empenho ao fornecedor. 14. Local de entrega: na Av. Guaíra, 63 Corpo de Bombeiros de Maringá PR. 15. Prazo de Pagamento: em até 20 (vinte) dias, após a entrega total das mercadorias, mediante apresentação da nota fiscal. 16. Maiores esclarecimentos: - Assuntos relacionados à especificação produtos: telefone (44) , tratar com 2 sgt Roni;. - Assuntos relacionados aos documentos e ao edital: telefone (44) Diretoria de Licitações. ANEXO II 15

16 EDITAL DE -REGISTRO DE PREÇOS MODELO DE DECLARAÇÃO DE NÃO PARENTESCO ART. 59 INCISO V DA LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO A empresa..., inscrita no CNPJ nº..., por intermédio de seu representante legal o Sr..., portador da carteira de identidade nº... e do CPF nº..., DECLARA, especialmente para o EDITAL DE -REGISTRO DE PREÇOS, que em seu quadro societário não compõe nenhum integrante que tenha parentesco com: Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários, Coordenadores ou equivalentes, por matrimônio ou parentesco, afim ou consanguíneo, até o segundo grau, ou por adoção, conforme dispõe o Art. 59 Inciso V da Lei Orgânica do Município de Maringá., de de Nome e assinatura do representante legal da proponente. 16

17 ANEXO III EDITAL DE -REGISTRO DE PREÇOS MODELO DE CARTA DE CREDENCIAMENTO Pela presente, credenciamos o (a) Sr. (a) portador da Cédula de Identidade Nº. e CPF Nº., a participar do procedimento licitatório, sob modalidade de EDITAL DE PREGÃO Nº 332/2014- PMM-REGISTRO DE PREÇOS, instaurado por essa Prefeitura. Na qualidade de representante legal da empresa, outorga-se ao acima credenciado, dentre outros poderes, o de formular lances, negociar preço, interpor e renunciar ao direito de interposição de recurso, assinar contratos e praticar todos os demais atos pertinentes ao certame., de de Nome e assinatura do representante legal da proponente (com firma reconhecida). Obs.: verificar minuciosamente o estabelecido no subitem e seguintes do edital 17

18 ANEXO IV EDITAL DE -REGISTRO DE PREÇOS MODELO DE DECLARAÇÃO DE IDONEIDADE A empresa..., inscrita no CNPJ nº..., por intermédio de seu representante legal o Sr..., portador da carteira de identidade nº... e do CPF nº..., DECLARA não ter recebido do Município de Maringá SUSPENSÃO TEMPORÁRIA de participação em licitação ou impedimento de contratar com a Administração Municipal, assim como não ter recebido declaração de INIDONEIDADE para licitar e ou contratar com a Administração Federal, Estadual ou Municipal., de de Nome e assinatura do representante legal da proponente. 18

19 ANEXO V EDITAL DE -REG.PREÇOS MODELO DE DECLARAÇÃO DE NÃO EXISTÊNCIA DE TRABALHADORES MENORES Declaramos para os devidos fins e especialmente para o EDITAL DE -REGISTRO DE PREÇOS, que a proponente... (razão social), inscrito no CNPJ/MF sob n.º..., com sede na cidade de..., Estado..., à Rua/Av.... (endereço completo), não mantém em seu quadro de pessoal trabalhadores menores de 18 (dezoito) anos em horário noturno de trabalho, ou em serviços perigosos ou insalubres, não mantendo ainda, em qualquer trabalho, trabalhadores menores de 16 (dezesseis) anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de 14 (quatorze) anos., de de Nome e assinatura do representante legal da proponente. 19

20 A N E X O VI EDITAL DE PREGÃO Nº. 332/2014-P.M.M. MODELO DE DECLARAÇÃO PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE À Prefeitura do Município de Maringá A/C Comissão de Licitação. EDITAL DE Prezados Senhores,, portador do RG, abaixo assinado, na qualidade de responsável legal da proponente,, CNPJ, DECLARA expressamente, sob as sanções administrativas cabíveis e sob as penas da lei, ser (microempresa ou empresa de pequeno porte) nos termos da legislação vigente, não possuindo nenhum dos impedimentos previstos no parágrafo 4º do artigo 3º da Lei Complementar nº 123/2006.., de de Nome e assinatura do representante legal da proponente. Obs.: Não deverá estar acondicionada em nenhum dos envelopes e deverá ser entregue ao Pregoeiro no início da sessão de abertura dos envelopes. 20

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

Este Termo de Referência foi elaborado em cumprimento ao disposto na legislação federal e municipal correspondente.

Este Termo de Referência foi elaborado em cumprimento ao disposto na legislação federal e municipal correspondente. INTRODUÇÃO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Este Termo de Referência foi elaborado em cumprimento ao disposto na legislação federal e municipal correspondente. DO OBJETO REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS

DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS 1- COLETE : - Azul marinho; - 02 (duas) faixas refletivas, na direção horizontal, na cor laranja;

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

Proposta de Preços ANEXO I

Proposta de Preços ANEXO I PREGÃO PRESENCIAL Nº 088 / 2011 Proposta de Preços ANEXO I Processo 14.793 / 2011 Razão Social do Licitante: CNPJ: Insc. Estadual: Endereço: Cidade: Estado: Telefone : Fax : e-mail : INFORMACÕES PARA PAGAMENTOS

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA EDITAL TOMADA DE PREÇOS Nº 38/2015 TIPO MENOR PREÇO EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

CONVITE Nº 0002/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE TINTAS DATA DA REALIZAÇÃO: 31/01/11 HORA: 11:00 HORAS

CONVITE Nº 0002/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE TINTAS DATA DA REALIZAÇÃO: 31/01/11 HORA: 11:00 HORAS AVISO CONVITE Nº 0002/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE TINTAS DATA DA REALIZAÇÃO: 31/01/11 HORA: 11:00 HORAS LOCAL: RUA VISC. DE SEPETIBA, 987 11ºANDAR NITERÓI- RJ. 1/6 A FIRMA: ENDEREÇO: Prezados Senhores, CONVITE

Leia mais

OBJETO: Impressão de 5.000 (cinco mil) unidades da cartilha da cultura digital 210X297mm 4x4 couche fosco 170g dobrado com 100 páginas.

OBJETO: Impressão de 5.000 (cinco mil) unidades da cartilha da cultura digital 210X297mm 4x4 couche fosco 170g dobrado com 100 páginas. CARTA - CONVITE Nº 001/2010 (PRORROGAÇÃO) O SOYLOCOPORTI VEM POR MEIO DESTE EDITAL DE PRORROGAÇÃO APRESENTAR A NOVA DATA DE ABERTURA PARA OS ENVELOPES DE PROPOSTAS PARA FORNECIMENTO DE IMPRESSÃO GRÁFICA

Leia mais

Câmara Municipal de Cosmópolis

Câmara Municipal de Cosmópolis ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 01 INTRODUÇÃO A Câmara Municipal de Cosmópolis pretende contratar, com base na Lei nº 8.666/93, na Lei nº 10.520/02, no Decreto Municipal nº 3.769/2007, no Decreto Legislativo

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG)

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls. Convite nº 081/2007 Fls. 1 CARTA CONVITE Processo nº 11784/05 Convite nº 081/2007 Entrega Envelopes até o dia: 15 de junho de 2007, às 14h00. Abertura Envelopes dia: 15 de junho de 2007, às 14h30. A COMISSÃO

Leia mais

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL Curso de Licitação. Pregão Presencial e Pregão Eletrônico Professor: Antônio Noronha Os 3 Caminhos Possíveis para Aquisição/ Serviços, etc... Licitação; Dispensa de Licitação; Inexigibilidade de Licitação.

Leia mais

A U T O R I Z A Ç Ã O

A U T O R I Z A Ç Ã O A U T O R I Z A Ç Ã O JORGE LUIS DE SOUZA FONSECA, Prefeito do Balneário Pinhal/RS, no uso das atribuições que lhe foram conferidas e em consonância ao disposto no art. 38 da Lei Federal nº 8.666/93, autoriza

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 003/2008

EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 003/2008 EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 003/2008 Ref.: Convênio n 001/2008: Convênio celebrado entre a Agência Nacional de Águas - ANA e Associação Brasileira de Águas Subterrâneas

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20...

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... Ao...do dia do mês de... do ano de 20..., na PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA PGR,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 007/2008

CARTA CONVITE Nº 007/2008 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 - JD. PAULISTA -

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado.

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado. ESCLARECIMENTOS Em curso nesta Autarquia a licitação nº 0453/13, Processo nº 0363/13, que almeja a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de medicina e segurança do trabalho. Foi recebido

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 012/2007

CARTA CONVITE Nº 012/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. CARTA

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CONVITE Nº 001/2006 PROCESSO Nº 001/2006

CÂMARA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CONVITE Nº 001/2006 PROCESSO Nº 001/2006 CÂMARA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LICITAÇÃO N 001/2006 MODALIDADE: EDITAL DE CONVITE CONVITE Nº 001/2006 PROCESSO Nº 001/2006 Expedição: 01/09/2006 Abertura: dia 20/09/2006

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

PROPOSTA. Pregão. Proposta(s)

PROPOSTA. Pregão. Proposta(s) PROPOSTA Pregão Órgão: Prefeitura Municipal de Passo Fundo Número: 033/2012 Número do Processo: 2012/7598 Unidade de Compra: Município de Passo Fundo Proposta(s) Item: 0001 Descrição: Lote 01 - Conforme

Leia mais

E D I T A L Nº 2229/2013

E D I T A L Nº 2229/2013 E D I T A L Nº 2229/2013 MODALIDADE: Convite ABERTURA: Dia 12 de Setembro de 2013, às 10:00 horas TIPO: Menor preço por item LOCAL DE ABERTURA: Setor de Licitações, localizado na Rua Benjamin Constant,

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L CONVITE Nº 06/2013 MANUTENÇÃO DE POÇOS ARTESIANOS E D I T A L O Prefeito Municipal de Nova Roma do Sul, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei Federal n 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

Recurso Funcional Despesa Fonte Próprio 0901 103010003.2.020 3.3.90.30.09.00 000-890/303-911

Recurso Funcional Despesa Fonte Próprio 0901 103010003.2.020 3.3.90.30.09.00 000-890/303-911 I PREÂMBULO: 1.1. O MUNICÍPIO DE ARAPONGAS, ESTADO DO PARANÁ, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ sob nº 76.958.966/0001-06, com sede na Rua Garças, 750, Centro, nesta cidade de

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES LICITAÇÃO MODALIDADE TOMADA DE PREÇOS MENOR PREÇO EDITAL Nº 001/2009 TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2009

DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES LICITAÇÃO MODALIDADE TOMADA DE PREÇOS MENOR PREÇO EDITAL Nº 001/2009 TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2009 DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES LICITAÇÃO MODALIDADE TOMADA DE PREÇOS MENOR PREÇO ORIGEM DA TOMADA DE PREÇOS: EDITAL Nº 001/2009 TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2009 - PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 2009.40.38.00182

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas

CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

SESSÂO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona n.º 1.200, 7º andar São Paulo SP Horário: 10h30 horas do dia 03 de Agosto de 2009

SESSÂO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona n.º 1.200, 7º andar São Paulo SP Horário: 10h30 horas do dia 03 de Agosto de 2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD. PAULISTA CEP

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA NÚCLEO DE LOGÍSTICA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA NÚCLEO DE LOGÍSTICA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA NÚCLEO DE LOGÍSTICA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 09/2007 PROCESSO Nº 0.01.000.000879/2007-37 VALIDADE: 1 (um)

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

CONVITE N o 5/2004 FIRMA : ENDEREÇO : CIDADE: CEP:

CONVITE N o 5/2004 FIRMA : ENDEREÇO : CIDADE: CEP: CONVITE N o 5/2004 REPARTIÇÃO: Gerência Administrativa SEÇÃO: Seção de Material e Patrimônio MODALIDADE: Convite. TIPO: Menor preço por item OBJETO: Prateleiras de aço para o almoxarifado DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA:

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DIVERSOS PARA EMEI GENI TEREZINHA COLOMBO.

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DIVERSOS PARA EMEI GENI TEREZINHA COLOMBO. PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO. EDITAL TOMADA DE PREÇOS Nº 72/2015 TIPO MENOR PREÇO EXCLUSIVO PARA ME s e EPP s, CONFORME REDAÇÃO DADA PELA LC 147/2014.

Leia mais

L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras e outros serviços, N.º 4/2014 Menor preço POR ITEM

L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras e outros serviços, N.º 4/2014 Menor preço POR ITEM Serviço Autônomo Municipal de Saneamento Básico SAMAE Travessa Theodoro Junctum, 124 - Bairro Centro RIO NEGRINHO - SC - Santa Catarina 85.908.309/0001-37 89.295-000 L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2926- CNPJ: 13.959.466/1-6 Tel: 2732683178 Fax: 273268376 Site: Pregão Presencial Nº 6/214 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE POR UM PERÍODO DE DE (6)

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 16 de setembro de 2014

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 16 de setembro de 2014 ATO CONVOCATÓRIO 13/2014 Processo de Compra de Materiais MODALIDADE: CONCORRÊNCIA CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 16

Leia mais

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015 Tipo: Menor preço COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015 A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO - CBDU, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita sob o CNPJ nº 42.467.787/0001-46, com sede

Leia mais

Edital de convite para

Edital de convite para CÂMARA MUNICIPAL DE ARVOREZINHA EDITAL DE CONVITE N.º 004/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 006/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO E ABERTURA DOS ENVELOPES DA DOCUMENTAÇÃO: 13/11/2014,

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE PNEUS DESTINADOS AOS VEÍCULOS DA SECRETARIA MUNICIPAL SAÚDE PARA O EXERCÍCIO DE DE 2014 2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/MUNICIPIO DE DOMINGOS MARTINS, com sede na Rua Bernardino

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br Carta Convite Nº 0013/2015 Natureza da Despesa: Serviços de Hospedagem Fonte do Recurso: Função Programática nº 22100022.12.362.073.19509.0500000.33903900.10.0.40-13837 Data da Emissão: 28/05/15 Data da

Leia mais

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SELEÇÃO PÚBLICA TIPO: MENOR PREÇO

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SELEÇÃO PÚBLICA TIPO: MENOR PREÇO SELEÇÃO PÚBLICA Nº: 075/2015 PROCESSO Nº 6389/2015/FAPEPE INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SELEÇÃO PÚBLICA TIPO: MENOR PREÇO DATA MÁXIMA PARA ENVIO DA PROPOSTA ELETRÔNICA: 05/06/2015 às 16H00min. DATA SESSÃO DE

Leia mais

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação Edital de Licitação Modalidade.:Tomada de Preço Numero...:0006/15 DATA DA ABERTURA DA LICITAÇÃO: 11/02/2015 DATA ABERTURA DAS PROPOSTAS..: 04/03/2015 HORARIO...: 14:00 Fornecedor.: Endereço...: CGCMF...:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 064/2009 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 100/09-PMM - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO Nº. 13250/2009-PMM VALIDADE: 12 (DOZE) MESES

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 064/2009 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 100/09-PMM - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO Nº. 13250/2009-PMM VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 064/2009 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 100/09-PMM - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO Nº. 13250/2009-PMM VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Ata de REGISTRO DE PREÇOS, que entre si celebram o MUNICÍPIO

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL EDITAL DE LICITAÇÃO nº 002/2012 TOMADA DE PREÇOS PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E PRESTAÇÕES DE CONTAS NA GESTÃO DE PROJETOS A CBHb, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

REGULAMENTO OPERACIONAL DO CERTAME

REGULAMENTO OPERACIONAL DO CERTAME Banco do Brasil - edital nº 2007/21407 (7420) - Registro de Preços - edital 8. REGULAMENTO OPERACIONAL DO CERTAME 8.2 CREDENCIAMENTO NO APLICATIVO LICITAÇÕES 8.2.7 Em se tratando de Microempresa ou Empresa

Leia mais

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 1.1. Aquisição de cartuchos de toner para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Tocantins -SR/DPF/TO e para a Delegacia de Polícia Federal em Araguaína-TO- DPF/AGA/TO.

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

EDITAL DE CADASTRAMENTO FINANCEIRA BRB 2008/001

EDITAL DE CADASTRAMENTO FINANCEIRA BRB 2008/001 OBJETO: CADASTRAMENTO DE EMPRESAS OBJETIVANDO FUTURAS CONTRATAÇÕES DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE CORRESPONDENTES. 1 PREÂMBULO 1.1 A BRB CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A ( FINANCEIRA BRB ) torna

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a contratação de serviços de Coleta,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA REGISTRO DE PREÇOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA REGISTRO DE PREÇOS TERMO DE REFERÊNCIA PARA REGISTRO DE PREÇOS 1 INTRODUÇÃO 1.1 Este documento estabelece as normas específicas do Registro de Preço para eventual contratação de empresa especializada na prestação de serviços

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 009/2015. Lote Único - Locação de veículos: tipo: carros de passeio, van e ônibus.

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 009/2015. Lote Único - Locação de veículos: tipo: carros de passeio, van e ônibus. COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 009/2015 Tipo: Menor preço total Lote Único - Locação de veículos: tipo: carros de passeio, van e ônibus. A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO - CBDU, entidade

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015 O Município de Benjamin Constant do Sul - RS, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, torna público para conhecimento dos interessados a

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS NA OPERAÇÃO E GESTÃO

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação Edital de Licitação Modalidade.:Tomada de Preço Numero...:0002/15 DATA DA ABERTURA DA LICITAÇÃO: 13/01/2015 DATA ABERTURA DAS PROPOSTAS..: 30/01/2015 HORARIO...: 09:00 Fornecedor.: Endereço...: CGCMF...:

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) TOMADA DE PREÇOS N.º: 2/213 PROCESSO N.º: 11-4/213 TIPO: MENOR PREÇO EDITAL O CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS 3ª. REGIÃO, por intermédio da COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO, torna pública a realização

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015 AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no CNPJ/MF sob n.º 18.137.082/0001-86, neste ato representado por seu

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 Processo nº. 200910267000429 Data da Realização: 09/12/2009 Horário: 09:00 horas Local: www.comprasnet.go.gov.br DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 30 de setembro de 2013

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 30 de setembro de 2013 ATO CONVOCATÓRIO 35/2013 Processo de Contratação de Empresa Prestadora de Serviços MODALIDADE: CONCORRÊNCIA ESPECIAL CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO DATA LIMITE PARA ENTREGA

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRECI - 11ª REGIÃO/SC, através da Comissão de Julgamento de Licitação, comunica que, de acordo

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NÃO-ME-TOQUE

PREFEITURA MUNICIPAL DE NÃO-ME-TOQUE NÃO-ME-TOQUE/RS, 26 DE JULHO DE 2010. Prezados Senhores: Na oportunidade em que vos cumprimentamos cordialmente, vimos por meio deste, informar, que em virtude do recurso da empresa PORTO SEGURO COMPANHIA

Leia mais

CARTA CONVITE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE PASTAS SUSPENSAS TRANSPARENTES PARA ARQUIVO DA MARCA ZORNITA

CARTA CONVITE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE PASTAS SUSPENSAS TRANSPARENTES PARA ARQUIVO DA MARCA ZORNITA CARTA CONVITE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE PASTAS SUSPENSAS TRANSPARENTES PARA ARQUIVO DA MARCA ZORNITA Nº/ANO: 004/2004 CONVIDADO : TELEFONE/FAX : ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO: Convidamos Vossa Senhoria

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC.

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL DE LICITAÇÃO PÚBLICA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL DE LICITAÇÃO PÚBLICA EDITAL DE LICITAÇÃO PÚBLICA PROCESSO LICITATÓRIO Nº014/2014 MODALIDADE: CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº001/2014 TIPO: MAIOR OFERTA GABINETE DO PREFEITO DATA, HORÁRIO, E LOCAL DE RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: 11 de

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia ATA DE REGISTRO DE PREÇO Modalidade de Licitação PREGÃO PRESENCIAL POR REGISTRO DE PREÇOS Número 017/2015 Aos seis dias do mês de novembro de 2015, presentes de um lado o MUNICÍPIO DE IBIRATAIA, neste

Leia mais

P R E F E I T U R A D E G A S P A R CNPJ 83.102.244/0001-02

P R E F E I T U R A D E G A S P A R CNPJ 83.102.244/0001-02 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento SELEÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL INTERESSADA NA PRODUÇÃO DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA. O MUNICÍPIO

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

CONVITE Nº 033/2009. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 09/12/2009 às 14 horas

CONVITE Nº 033/2009. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 09/12/2009 às 14 horas CONVITE Nº 033/2009 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 09/12/2009 às 14 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇAO REGIONAL DE SANTA CATARINA SENAR-AR/SC

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇAO REGIONAL DE SANTA CATARINA SENAR-AR/SC CARTA CONVITE N 008/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇAO REGIONAL DE SANTA CATARINA SENAR-AR/SC 1 - Preâmbulo 1.1 - O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Administração Regional

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE ÓCULOS DE SEGURANÇA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE ÓCULOS DE SEGURANÇA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE ÓCULOS DE SEGURANÇA DAST nº 01/2001 R3 3ª Revisão: 06/06/2007 1. OBJETIVO Determinar a sistemática para aquisição de óculos de segurança e definir as características técnicas dos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 002/2015 INSTITUTO DE GESTÃO EM SAÚDE INSTITUTO GERIR, Associação sem fins lucrativos, inscrito no CNPJ sob o nº 14.963.977/0001-19, qualificado como Organização Social pelo Estado

Leia mais

LOTE 01 LOTE 02 ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA

LOTE 01 LOTE 02 ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA 1 - OBJETO: Aquisição de uniformes de uso diário para agentes de segurança lotados na Seção de Transporte e Vigilância SETRAV e Grupo Especial de Segurança - GES, conforme

Leia mais