INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL Título: EMENDA À FRIO EM CORREIA TRANSPORTADORA TEXTIL COM ACABAMENTO SOBREPOSTO. Responsabilidade: Vulcanizadores

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL Título: EMENDA À FRIO EM CORREIA TRANSPORTADORA TEXTIL COM ACABAMENTO SOBREPOSTO. Responsabilidade: Vulcanizadores"

Transcrição

1 1- DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA: Manual Básico de Vulcanização 2- MATERIAIS E FERRAMENTAL: 2.1) Materiais: IT Quant Descrição 01 Tab. Solvente 02 Tab. Adesivo vulcanizante 03 Tab. Catalisador 04 Tab. Lâmina com faca Olfa 05 Tab. Trincha 3 2.2) Ferramental: IT Descrição IT Descrição 01 Caixa de ferramentas p/ Vulcanizador 10 Escova de aço rotativa 02 Instrução de trabalho 11 Extensão elétrica 03 Tabelas 12 Martelo de borracha 04 Tifor / Catraca 1,5 toneladas 13 Rolo de ação dupla 05 Lixadeira elétrica angular 14 Secador/Soprador térmico 06 Lixadeira elétrica reta 15 Taliscas de madeira 07 Estropos 2m 16 Manilha 3/8 ou ½ ou maior 08 Desbastador de Tungstênio G16 17 Madeirite espessura 12mm 09 Desbastador de Tungstênio G36 18 Trapos 3- MÉTODO EXECUTIVO 3.1) Condições para início: 1. Bloqueio elétrico do equipamento 2. Certificar-se do alívio de tensão e travamento da correia 3. Definir o sentido de montagem, tipo de emenda, dimensões do campo de vulcanização/viez e número de degraus conforme tabela 4. Demarcar linhas do campo de vulcanização, viez, acabamentos e degraus 5. Executar o escalonamento em ambas as extremidades 6. Conferir a precisão do escalonamento 7. Ranhurar, secar e limpar a região da emenda 8. Ranhurar os fechamentos da emenda com escova de aço rotativa 9. Adesivar 10. Montar (sobrepor as partes) 1 / 7

2 11. Roletar 12. Executar os acabamentos finais 13. Ajustar tensão e promover alinhamento 14. Fazer teste sem carga 15. Retirar restos de Manutenção e limpar a área de trabalho 3.2) Execução do serviço: Regras Gerais: 1. O sentido de montagem da emenda deverá ser contrário ao de rotação da correia. 2. O campo de vulcanização deverá ser igual a uma vez a largura da correia para distâncias de centro a centro até 150m e 1,5 à 2 vezes a largura da correia para distâncias de centro a centro maiores do que 150m. 3. Para emendas meio diagonal o comprimento do viés deverá ser de no mínimo ½ largura da correia, para os demais tipos de emendas consultar tabela. 4. A quantidade de degraus é igual a quantidade de lonas menos um, excetuando correias com duas lonas, onde a quantidade de lonas pode ser igual a quantidade de degraus. 5. Nas CT s de duas lonas inicia-se o escalonamento retirando a camada de borracha no 1º passo, e a camada de borracha com 01(uma) lona no 2º passo. 6. Preferencialmente deve-se iniciar os trabalhos sobre a cobertura de carga. Preparação da Emenda: 1. Esquadrejar a extremidade da correia a 90º. 2. Demarcar e seccionar o viez. 2 / 7

3 3. Demarcar o campo de vulcanização e retirar a borracha de cobertura (para correias com 2 lonas) ou borracha de cobertura com a 1ªlona (para correia com 3 ou mais lonas). 4. Demarcar e escalonar os degraus 5. Demarcar e chanfrar a região do acabamento até alcançar o ponto zero. 3 / 7

4 6. Transferir as medidas dos degraus para a outra extremidade da correia, observando: - Sobrepor as extremidades da correia - Pré-alinhar as extremidades da correia - Empregar uma régua faceando os degraus existentes, facilitando a visualização dos mesmos - Fazer pequenos piques nas bordas da correia junto aos degraus - Demarcar com uma linha de giz os degraus de segunda extremidade da correia Notas: 01) Os degraus não podem ficar afastados ou superpostos no momento da montagem da emenda 02) Caso a correia tenha diferença de largura nas extremidades, considerar uma linha central dividindo-se a sobra igualmente pelas laterais. 7. Repetir as operações de 1 a 5 na segunda extremidade da correia 8. Ranhurar a regiãodo chanfro, observando: - Suavizar todos os chanfros com auxilia da faca palheta. - Empregar desbastadores G16 ou escova de aço rotativa nos chanfros - Ranhurar em vários sentidos exercendo contato leve sobre a superfície - Retirar altos relevos na superfície e evitar super aquecimento da borracha - Na região dos degraus, desbastar a borracha entre lonas que tenha permanecido após o escalonamento. - O uso de solvente somente é recomendado na presença de óleo ou graxa. 4 / 7

5 9. Secar a correia (se necessário) empregando secador ou soprador térmico e limpar a área ranhurada retirando os restos do ranhuramento. Nota: - Limpar as áreas adjacentes à emenda. 10. Sobrepor as faces escalonadas conferindo o alinhamento lateral e dos degraus, fazer correções se necessário, e marcar com giz amarelo duas linhas sobre o fechamento da emenda 11 Aplicar a primeira demão de adesivo vulcanizante já catalisado por sobre a área do campo de vulcanização e aguardar a secagem total. 12 Aplicar a segunda demão de adesivo vulcanizante já catalizado e aguardar o ponto de pegajosidade (tac). Notas: - A cada lata de adesivo catalisada marcar um X no rótulo da lata para identificá-la. - Evite excessos não derramando o adesivo sobre a parte escalonada, para tanto molhe o pincel e aplique. - Ao adesivo deve-se misturar o catalizador na proporção determinada pelo fabricante. O excesso de catalizador pode reticular a camada superficial, retardando a exalação do solvente. 5 / 7

6 12. Distribuir sobre a área adesivada taliscas de madeira e sobrepor as partes da emenda, alinhar os degraus e as laterais da emenda, pressionar a emenda com as mãos, do centro para a extremidade, retirar as taliscas de madeira uma a uma e aplicar o rolo de ação dupla (inicialmente pouco apertado e posteriormente em toda sua tolerância) em todas as direções. Especial cuidado deve ser dado ás bordas e regiões do acabamento. 6. Executar os acabamentos finais retirando o excesso de borracha sobre os fechamentos e os excessos laterais. Nota: - Os fechamentos não podem ficar acima do plano da correia. 7. Aplicar uma demão de adesivo sobre os fechamentos, delimitados por fita adesiva crepe" e espalhar pó de borracha sobre o adesivo 8. Liberar as travas da correia e montar acessórios que tenham sido retirados. 9. Limpar o local de trabalho e retirar os restos de manutenção. 6 / 7

7 Nota: - Aguardar no mínimo 2 horas para tensionamento da correia. 10. Promover teste com ou sem carga. Nome Assinatura Data Elaborado por: Supervisor de Produção 01/05/2010 Aprovado por: Gerente Técnico 01/05/2010 HISTÓRICO DE REVISÕES Data Revisão Itens revisados 23/11/2012 Rev 01 Acrescimo de ilustrações e novas recomendações. 7 / 7

INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL Título: EMENDA À QUENTE EM CORREIA TRANSPORTADORA TEXTIL. Responsabilidade: Vulcanizadores

INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL Título: EMENDA À QUENTE EM CORREIA TRANSPORTADORA TEXTIL. Responsabilidade: Vulcanizadores 1- DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA: Manual Básico de Vulcanização 2- MATERIAIS E FERRAMENTAL: 2.1) Materiais: IT Quant Descrição 01 Tab. Solvente 02 Tab. Adesivo vulcanizante 03 Tab. Ligação 04 Tab. Laminado/camelback

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL Título: REVESTIMENTO COM BORRACHA EM TAMBORES, VULCANIZADO A FRIO

INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL Título: REVESTIMENTO COM BORRACHA EM TAMBORES, VULCANIZADO A FRIO 1- DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA: Manual Básico de Vulcanização 2- MATERIAIS E FERRAMENTAL: 2.1) Materiais: IT Quant. Descrição 01 Quantidade requerida Lençol de borracha 02 Conforme dimensões da superfície

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL ITOPR 007- REV 01 Título: EMENDAS EM CORREIAS TRANSPORTADORAS CABO DE AÇO

INSTRUÇÃO DE TRABALHO OPERACIONAL ITOPR 007- REV 01 Título: EMENDAS EM CORREIAS TRANSPORTADORAS CABO DE AÇO 1- DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA: Catálogos Goodyear, Mercúrio, Contitech 2- MATERIAIS E FERRAMENTAS: 2.1) Materiais: IT Descrição 01 Borracha de ligação, cabos/cobertura 02 Borracha de cobertura inferior e

Leia mais

Corte a 90 Corte a 45

Corte a 90 Corte a 45 Corte a 90 Corte a 45 FERRAMENTAS NECESSÁRIAS Montagem Instalação MONTAGEM DA TELA montagem do quadro fixação do tecido mosquiteiro retirada do excesso de tecido COMPONENTES DA TELA DIMENSIONAL elementos

Leia mais

SUMÁRIO. 1 Instruções Básicas de segurança 1

SUMÁRIO. 1 Instruções Básicas de segurança 1 SUMÁRIO 1 Instruções Básicas de segurança 1 1.1 Aplicação prevista 1 1.2 Seu equipamento de proteção individual 1 1.3 Soluções de molha, solventes e revestimentos. 1 1.4 Trabalhando na impressora sem riscos

Leia mais

Opcionalmente, remover o volante soltando a porca de fixação, se necessário.

Opcionalmente, remover o volante soltando a porca de fixação, se necessário. Procedimento para Engaxetamento de haste de Válvulas 1. Objetivo Este procedimento estabelece as condições requeridas para a execução de engaxetamento de válvulas nos serviços de manutenção. Não é aplicável

Leia mais

Cachepô Técnica utilizada: reaproveitamento de jornal

Cachepô Técnica utilizada: reaproveitamento de jornal Cachepô 1 Técnica utilizada: reaproveitamento de jornal Materiais 2 Folhas de jornais Cola branca Agulha de tricô n 8 Verniz acrílico à base de água Tinta látex branco neve Pincel tipo trincha ¾ polegada

Leia mais

Gabinete-gaveteiro para material de modelismo

Gabinete-gaveteiro para material de modelismo Gabinete-gaveteiro para material de modelismo Material ½ Placa MDF 3mm 3 puxadores de madeira, tipo botão, de ¼ a ½ polegada de diâmetro 1 Estilete modelo Olpha H-1 (7mm) 1 Lata de cera marca Cristalina

Leia mais

CARIOCA SHOPPING - EXPANSÃO

CARIOCA SHOPPING - EXPANSÃO CARIOCA SHOPPING - EXPANSÃO ÍNDICE: Introdução...03 2. Impermeabilização A pisos e paredes em contato com o solo... 04 3. Impermeabilização B reservatórios... 06 4. Impermeabilização C pisos frios... 08

Leia mais

ACESSÓRIOS PARA TELHADOS:

ACESSÓRIOS PARA TELHADOS: ACESSÓRIOS PARA TELHADOS: FRESHFOIL: PROTEÇÃO À RADIAÇÃO TÉRMICA; MAIOR CONFORTO TÉRMICO; REDUZ O USO DE AR CONDICIONADO; RESISTENTE AO CALOR, UMIDADE E FUNGOS; SEGURANÇA ADICIONAL CONTRA VAZAMENTO NO

Leia mais

DESCRIÇÃO DO PRODUTO CORES MODELO Piso tátil Brasil borracha sintética alerta e direcional.

DESCRIÇÃO DO PRODUTO CORES MODELO Piso tátil Brasil borracha sintética alerta e direcional. TOTAL ACESSIBILIDADE SV. E COM. DE PRODUTOS PARA ACESSIBILIDADE LTDA www.totalacessibilidade.com.br ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO PRODUTO Revisão: 05 Data: 03/12/2015 Página: 1/6 CÓDIGO DO PRODUTO: STH10015S

Leia mais

TM Guia de aplicação

TM Guia de aplicação Guia de aplicação Índice Preparação geral e informações sobre acabamento... 2 Informações gerais sobre a pistola... 2 Instruções sobre tipo de reparo Reparo da cobertura superior... 3 Reparos das bordas...

Leia mais

tratamento de juntas invisíveis

tratamento de juntas invisíveis tratamento de juntas invisíveis massa cimentícia BrasiMassa materiais necessários Massa cimentícia BrasiMassa. Fibatape AR (álcali-resistente) 5 cm de largura. Fibatape AR (álcali-resistente) 10 cm de

Leia mais

PARTE II ACESSIBILIDADE

PARTE II ACESSIBILIDADE PARTE II ACESSIBILIDADE Manual de Sinalização de Acessibilidade - Ano 2013 Detalhamento Técnico Especificações CAPA ACESSIBILIDADE REGRA GERAL PARA CONFECÇÃO DAS PLACAS VISUAL/BRAILLE 1- Todos os textos

Leia mais

Assunto: Ruído no interior do Grand Vitara

Assunto: Ruído no interior do Grand Vitara Data: 05/01/2011 Nº: 1078 Nº. Páginas: 13 Assunto: Ruído no interior do Grand Vitara CIRCULAÇÃO DIRETORIA GERENTE GERAL GERENTE DE SERVIÇOS CHEFE DE OFICÍNA CONSULTOR TÉCNICO DEPTO. PEÇAS TÉCNICOS RUÍDO

Leia mais

Manual de Instalação Adelift Light com Divisória de Lona

Manual de Instalação Adelift Light com Divisória de Lona Página 1 de 13 Objetivo: O objetivo desse manual é ajudar na identificação dos componentes e orientar os procedimentos para instalação do sistema Adelift Light, e sua divisória, no implemento rodoviário.

Leia mais

Instruções de instalação da sinalização Sinais, lâminas, adesivos, discos e perfis fotoluminescentes

Instruções de instalação da sinalização Sinais, lâminas, adesivos, discos e perfis fotoluminescentes 1. Escopo Este guia pretende indicar a forma correta de instalação dos diversos elementos que compõem o sistema de segurança Everlux. Para informação complementar deve ser consultado o catálogo da Everlux.

Leia mais

MINI KIT MARTELINHO DE OURO

MINI KIT MARTELINHO DE OURO *Imagens meramente ilustrativas MINI KIT MARTELINHO DE OURO Manual de Instruções Prezado Cliente Este Manual tem como objetivo orientá-lo na instalação, operação e informações gerais de seu Mini Kit Martelinho

Leia mais

Desde. Referência na fabricação de lençóis de borracha com altíssima resistência ao desgaste CATÁLOGO

Desde. Referência na fabricação de lençóis de borracha com altíssima resistência ao desgaste CATÁLOGO Desde 1975 Referência na fabricação de lençóis de borracha com altíssima resistência ao desgaste CATÁLOGO Nossa História A Pang do Brasil é uma empresa com experiência na fabricação de peças para revestimento

Leia mais

PRENSA PARA ESTÊNCIL A TINTA

PRENSA PARA ESTÊNCIL A TINTA MANUAL PARA A FABRICAÇÃO DE UMA PRENSA PARA ESTÊNCIL A TINTA Vivaldo Armelin Júnior 2006 Todos os direitos Reservados e pertencentes ao Portal ArteEducar. Proibido qualquer uso que não seja em sala de

Leia mais

Ecoplac Cimentícia. Base Coat. Passo a Passo. Tratamento de Juntas com Base Coat

Ecoplac Cimentícia. Base Coat. Passo a Passo. Tratamento de Juntas com Base Coat Passo a Passo Após a fixação das Placas Cimentícias deixando 3mm a 5mm de dilatação entre elas, limpar a superfície a ser aplicada, retirando qualquer elemento que prejudique sua aderência (poeira, óleo,

Leia mais

Sousplat Técnica utilizada: reaproveitamento de jornal

Sousplat Técnica utilizada: reaproveitamento de jornal Sousplat 1 Técnica utilizada: reaproveitamento de jornal Materiais 2 Folhas de jornais Cola branca Agulha de tricô n 8 Verniz acrílico à base de água Tinta látex branco neve Pincel tipo trincha ¾ polegada

Leia mais

Caixas Terminais para Cabo M.T. Instruções de Montagem Cabo Unipolar Seco de 7,2 KV a 36 KV

Caixas Terminais para Cabo M.T. Instruções de Montagem Cabo Unipolar Seco de 7,2 KV a 36 KV Caixas Terminais para Cabo M.T. Instruções de Montagem Cabo Unipolar Seco de 7,2 KV a 36 KV Sem armadura Índice 1. Introdução pág. 3 2. Equipamentos utilizados pág. 4 3. Procedimento de preparação das

Leia mais

Sistema de Gestão de Qualidade ES Especificação Técnica

Sistema de Gestão de Qualidade ES Especificação Técnica 1 IMPERMEABILIZAÇÃO DE LAJES,MARQUISES E ABOBODAS SEM TRÂNSITO E SISTEMAS: 1) SISTEMA I: Manta asfáltica pré-moldado auto-protegida 2) SISTEMA II: Membrana acrílica moldado in-loco 3) SISTEMA III: Membrana

Leia mais

Movimento Pendular regulável

Movimento Pendular regulável A SERRA DE RECORTES A serra de Recortes (ou Tico-tico) serve para fazer cortes em curva ou rectilíneos numa variedade de materiais: painéis de madeira, tubos de cobre, perfis de alumínio, placas de fibrocimento,

Leia mais

Bracelete Técnica utilizada: reaproveitamento de embalagem de papelão de ovos

Bracelete Técnica utilizada: reaproveitamento de embalagem de papelão de ovos Bracelete 1 Técnica utilizada: reaproveitamento de embalagem de papelão de ovos Materiais 2 Embalagem de papelão de uma dúzia de ovos Caixa de papelão Fita adesiva Cola Verniz acrílico 02 pincéis Tesoura

Leia mais

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5. Criado: 11/08/2016. Atualizado: 03/04/ PRODUTO: REVEST LISO Camada Fina.

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5. Criado: 11/08/2016. Atualizado: 03/04/ PRODUTO: REVEST LISO Camada Fina. Rev.: 02 Pág.: 1/5 1. PRODUTO: REVEST LISO Camada Fina. 2. DESCRIÇÃO: O REVESTLISO CAMADA FINA é uma argamassa branca, mineral, de alta resistência e aderência, para acabamento de paredes e tetos com camada

Leia mais

substitui todos os anteriores Maio Este Manual

substitui todos os anteriores Maio Este Manual Maio 2016 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

GUIA DE ESPECIFICÃO PROCRYL PROCRYL HARD PROCRYL HARD AC-I + PROCRYL ARGAMASSA DE REGULARIZAÇÃO + PROCRYL 2.000

GUIA DE ESPECIFICÃO PROCRYL PROCRYL HARD PROCRYL HARD AC-I + PROCRYL ARGAMASSA DE REGULARIZAÇÃO + PROCRYL 2.000 PISOS Neste caderno serão apresentadas as soluções da linha Procryl para atendimento dos requisitos de pisos. Temos com objetivo, facilitar o entendimento, projeção e especificação, preparo, uso e aplicação

Leia mais

Instruções de instalação da sinalização PVC de 2mm de espessura e acessórios

Instruções de instalação da sinalização PVC de 2mm de espessura e acessórios Instalação O sistema de sinalização Everlux () pode ser instalado diretamente em vários tipos de superfícies, dependendo do modo de fixação, por colagem ou por meio de parafusos. Se a instalação for por

Leia mais

ÁREAS Impermeabilização sub-pressão mono camada - Manta asfáltica - aplicação com maçarico. Lajes sub-pressão.

ÁREAS Impermeabilização sub-pressão mono camada - Manta asfáltica - aplicação com maçarico. Lajes sub-pressão. 1 ÁREAS Impermeabilização sub-pressão mono camada - Manta asfáltica - aplicação com maçarico. Lajes sub-pressão. INDICE 1. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 01 2. MATERIAIS... 01 3. CUIDADOS INICIAIS... 02 4. TRATAMENTO:

Leia mais

Estão disponíveis cantoneiras para parede e lateral do corrimão para revestir a face de degraus em ângulo reto.

Estão disponíveis cantoneiras para parede e lateral do corrimão para revestir a face de degraus em ângulo reto. Recomendações de instalação Soluções nora para escadas Bases adequadas são escadas de madeira, pedra, contrapiso (com primer) e metal, entre outras bases sólidas rígidas. A base deve satisfazer todos os

Leia mais

>>contramarco de concreto 42

>>contramarco de concreto 42 >>contramarco de concreto 42 A fim de fornecer maior abertura para iluminação e ventilação, foi desenvolvido o contramarco de concreto como extensão do modo e tecnologia do sistema. Com padrão de acabamento

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1)

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1) ENG 2333 (2016/1) Aula 08 Contrapiso CONTRAPISO Funções: Regularizar a superfície do piso ou da laje; Embutir instalações que passem pelo piso; Permitir o correto caimento do piso nas áreas molhadas; Fornecer

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO B.S. REDE N 009/10

BOLETIM DE SERVIÇO B.S. REDE N 009/10 DATA: Agosto/2010 MOTOR: ACTEON 4.12 e 6.12 OBJETIVO: CORREÇÃO DE OCORRÊNCIAS DE VAZAMENTO DE ÁGUA NO CAMPO INTRODUÇÃO: Os seguintes procedimentos serão apresentados neste boletim: A) Desmontagem dos componentes

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO ME 38

MÉTODO EXECUTIVO ME 38 FOLHA 1 de 5 Objetivo: O objetivo do MÉTODO EXECUTIVO ME 38 é detalhar o Processo de Barreiras Estanques AP 20 PC 02 para execução de Pisos Estanques de Média Espessura, em sistemas de vedação vertical

Leia mais

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45 Produto NEUTROL é uma tinta asfáltica de grande aderência e alta resistência química que forma uma película impermeável. É indicado para proteção de estruturas de concreto e alvenaria revestida com argamassa

Leia mais

Manual de Instruções Versão 20/06/2016 R

Manual de Instruções Versão 20/06/2016 R Manual de Instruções Versão Aberturas Central 1 Lado 2 Lados oll Door Systems CEP 87050-320 Maringá - P Manual de Instruções oll Door Pág. 1 de 12 Tipos 3 Vias 19 Sobrepor egulável 28 a 46mm 2 Vias Embutir

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura IV - Varandas e Terraços As infiltrações de água são uma das maiores causas da degradação de algumas pinturas, e mesmo da estrutura de varandas e terraços. Para evitar este tipo

Leia mais

Preparativos Antes da Montagem

Preparativos Antes da Montagem Preparativos Antes da Montagem Manter o local da montagem seco e livre de poeira. Observar a limpeza do eixo, alojamento e das ferramentas. Organizar a área de trabalho. Selecionar as ferramentas adequadas

Leia mais

Instrução de Montagem de Portas Rollup Tipo Rolo Tensionado Fechamento por Fecho

Instrução de Montagem de Portas Rollup Tipo Rolo Tensionado Fechamento por Fecho Página 1 de 13 Objetivo: O objetivo dessa instrução é definir e orientar a instalação das esperas necessárias para a montagem de uma porta rollup tipo rolo tensionado, além de detalhar o processo de montagem

Leia mais

Viu só esses desenhos geométricos nas paredes? Eles são feitos simplesmente com fita crepe!

Viu só esses desenhos geométricos nas paredes? Eles são feitos simplesmente com fita crepe! TEXTURA & CORES Viu só esses desenhos geométricos nas paredes? Eles são feitos simplesmente com fita crepe! Como fazer? 1 Forre todo piso com jornal para não sujar com os respingos. 2 Coloque fita crepe

Leia mais

Manual de Instalação da FachaForte

Manual de Instalação da FachaForte Manual de Instalação da FachaForte Introdução Com o objetivo de prevenir o aparecimento de fissuras no revestimento de argamassa das fachadas, a Morlan desenvolveu a tela metálica eletrossoldada Fachaforte,

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PINTURA NUMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA ET-6000-6520-940-TME-016 ET-65-940-CPG-016 1 / 7 CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS ESTA FOLHA DE CONTROLE INDICA EM

Leia mais

ESTRUTURAS DE FUNDAÇÕES RASAS

ESTRUTURAS DE FUNDAÇÕES RASAS Universidade Federal de Ouro Preto - Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil CIV620-Construções de Concreto Armado ESTRUTURAS DE FUNDAÇÕES RASAS Profa. Rovadávia Aline Jesus Ribas Ouro Preto,

Leia mais

Guia Prático de Instalação Revestimentos Nexacustic. Revisão: 1

Guia Prático de Instalação Revestimentos Nexacustic. Revisão: 1 Guia Prático de Instalação Revestimentos Nexacustic Revisão: 1 Guia Prático de Instalação Nexacustic Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: Os produtos Nexacustic foram desenvolvidos para aplicação em ambientes

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO ME 50 Tratamento de fissuras, trincas ou juntas de trabalho em pisos

MÉTODO EXECUTIVO ME 50 Tratamento de fissuras, trincas ou juntas de trabalho em pisos FOLHA 1 de 6 Objetivo: O objetivo do MÉTODO EXECUTIVO ME 50 é detalhar o Processo para tratamento de fissuras, trincas ou juntas de trabalho em pisos de concreto ou revestidos com argamassa, de modo a

Leia mais

INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO 400

INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO 400 Sistema F - Corredores 1. Visão geral do sistema / Requisitos de material Por ser um sistema autoportante para vãos de até 2,50 m, o Sistema F é a solução ideal para corredores. As laterais das placas

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO REVESTIMENTO ECOGRANITO

BOLETIM TÉCNICO REVESTIMENTO ECOGRANITO DESCRIÇÃO O ECOGRANITO é um revestimento revolucionário, patenteado, com aparência real do granito. É uma massa a base de resina acrílica aplicável diretamente na superfície, resistente ao intemperismo

Leia mais

Manual Técnico Linha Atérmica

Manual Técnico Linha Atérmica Manual Técnico 2013 Linha Atérmica Siga corretamente as instruções técnicas de assentamento, tratamento e manutenção deste manual, para garantia de maior durabilidade, resistência e beleza dos pisos Segato.

Leia mais

Como Pintar as Paredes de uma Casa

Como Pintar as Paredes de uma Casa Como Pintar as Paredes de uma Casa 1. Lixar a superfície Lixar as paredes com lixa 220 ou 240 (mais finas) se a superfície estiver firme e sem muito excesso no reboco ou lixa 80 ou 100 (mais grossa) nas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL Identificação dos elementos da Máquina 3D Face Doll: Antes de ligar a máquina 3D Face Doll e iniciar seu trabalho é indispensável

Leia mais

Projeto: Rosa Sirota Caixa Quadrada Tinta Mosaico

Projeto: Rosa Sirota Caixa Quadrada Tinta Mosaico Projeto: Rosa Sirota Caixa Quadrada Tinta Mosaico Tempo de execução: aproximadamente 1 hora e meia sem contar tempos de secagem Grau de dificuldade: difícil Material: Caixa de MDF quadrada, com tampa medindo

Leia mais

Guia Prático de Instalação Completo Forros Minerais OWA. Revisão: 2

Guia Prático de Instalação Completo Forros Minerais OWA. Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Completo Forros Minerais OWA Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Forros Minerais OWA Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: SEMPRE manter as mãos limpas para manusear os forros

Leia mais

GUIA DE ESPECIFICÃO PROCRYL AC-I + PROCRYL AC-I + PROCRYL PROCRYL HARD AC-I + PROCRYL AC-I + PROCRYL PINTURA IMPERMEÁVEL

GUIA DE ESPECIFICÃO PROCRYL AC-I + PROCRYL AC-I + PROCRYL PROCRYL HARD AC-I + PROCRYL AC-I + PROCRYL PINTURA IMPERMEÁVEL PATOLOGIAS Neste caderno serão apresentadas as soluções da linha Procryl para atendimento dos requisitos de tratamento e correção de patologias. Temos com objetivo, facilitar o entendimento, projeção e

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 11 CONTRAPISOS O contrapiso é uma camada de argamassa executada sobre uma base, que pode ser a laje de um pavimento ou um lastro de concreto, se for sobre o solo. Sua função é regularizar a superfície

Leia mais

REVESTIMENTOS DE PAREDE

REVESTIMENTOS DE PAREDE REVESTIMENTOS DE PAREDE REVESTIMENTO DE PAREDES CHAPISCO EMBOÇO REBOCO CHAPISCO SUPERFÍCIE ÁSPERA ENTRE A ALVENARIA E O EMBOÇO ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA 1:3, CONSISTÊNCIA BEM PLÁSTICA COLHER DE PEDREIRO

Leia mais

Manual de Instruções de Instalação, Manuseio e Manutenção. Portas Pivotantes MARÍLIA - TEL.: (14) / FAX: (14) SASAZAKI

Manual de Instruções de Instalação, Manuseio e Manutenção. Portas Pivotantes MARÍLIA - TEL.: (14) / FAX: (14) SASAZAKI Manual de Instruções de Instalação, Manuseio e Manutenção Portas e Janelas SASAZAKI CEP 17.512-900 Marília-SP MARÍLIA - TEL.: (14) 3402-9922 / FAX: (14) 3402-9933 e-mail: assistec@sasazaki.com.br FOR-481

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Cenário Sr. Brasil 10/12/2011 Célio Shioso Inada

MEMORIAL DESCRITIVO. Cenário Sr. Brasil 10/12/2011 Célio Shioso Inada MEMORIAL DESCRITIVO Cenário Sr. Brasil 10/12/2011 Célio Shioso Inada DETALHAMENTO DAS PEÇAS QUE COMPÕEM O CENÁRIO Praticável, Bastidores, Boca de cena, Display, Display menor Praticável -24 praticáveis

Leia mais

Manual de Manutenção. Cabeçote Inferior Robofil 290P

Manual de Manutenção. Cabeçote Inferior Robofil 290P Manual de Manutenção Cabeçote Inferior Robofil 290P 1 Sumário 1- Elementos 2- Desmontagem 2.1 - Ferramentas Necessárias 2.2 - Retirada do cabeçote 2.3 - Desmontagem do cabeçote 3- Pontos Críticos 4 - Montagem

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS Orçamento Sintético Global

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS Orçamento Sintético Global PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS Orçamento Sintético Global Data:06/07/2012 OBRA : ORÇAMENTO : UBS SÃO MARCOS REFORMA L.S= 155,71% BDI=30% CÓDIGO DESCRIÇÃO UNIDADE QUANT. PREÇO(R$) PREÇO TOTAL

Leia mais

SISTEMAS DE LUBRIFICAÇÃO LTDA-ME L IN H A P R O F I S S I O N A L

SISTEMAS DE LUBRIFICAÇÃO LTDA-ME L IN H A P R O F I S S I O N A L SISTEMAS DE LUBRIFICAÇÃO LTDA-ME L IN H A P R O F I S S I O N A L ÍNDICE Linha de Escovas Página Escovas Circulares de arames Ondulados 03 ref. 7000 Escovas Circulares de arames Trançados 04 ref. 7010

Leia mais

Preparativos Antes da Montagem

Preparativos Antes da Montagem Preparativos Antes da Montagem Manter o local da montagem seco e livre de poeira. Observar a limpeza do eixo, alojamento e das ferramentas. Organizar a área de trabalho. Selecionar as ferramentas adequadas

Leia mais

IDEIA DIY: Crie um quadro para giz artesanal

IDEIA DIY: Crie um quadro para giz artesanal IDEIA DIY: Crie um quadro para giz artesanal Anuncie o menu que servirá ao almoço ou ao jantar com um quadro de ardósia artesanal. Emoldurado, este quadro inclui uma pequena prateleira para colocar objetos

Leia mais

Maio Este Manual substitui todos os anteriores

Maio Este Manual substitui todos os anteriores Maio 2016 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

Ferragens de cama rebatíveis

Ferragens de cama rebatíveis Montagem longitudinal Peso da cama = peso total da caixa de cama, do estrado, do colchão e da roupa de cama. Todas as camas rebatíveis requerem medidas de segurança contra a queda, de acordo com a norma

Leia mais

substitui todos os anteriores Maio Este Manual

substitui todos os anteriores Maio Este Manual Maio 2016 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

Instrução de Montagem de Portas Rollup Tipo Rolo Tensionado Fechamento por Barra de Travamento sem Chave

Instrução de Montagem de Portas Rollup Tipo Rolo Tensionado Fechamento por Barra de Travamento sem Chave Página 1 de 13 Objetivo: O objetivo dessa instrução é definir e orientar a instalação das esperas necessárias para a montagem de uma porta rollup tipo rolo tensionado, além de detalhar o processo de montagem

Leia mais

Guia Prático de Instalação Completo Forros Nexacustic. Revisão: 2

Guia Prático de Instalação Completo Forros Nexacustic. Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Completo Forros Nexacustic Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Forros Nexacustic Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: Os forros Nexacustic foram desenvolvidos para aplicação

Leia mais

TINTAS EUCATEX Como evitar os erros mais comuns na pintura de paredes

TINTAS EUCATEX Como evitar os erros mais comuns na pintura de paredes TINTAS EUCATEX Como evitar os erros mais comuns na pintura de paredes Para obter uma boa cobertura na pintura de superfícies, além da utilização de materiais de qualidade, algumas etapas devem ser respeitadas

Leia mais

SAC 0800-VEDACIT 0800-833-2248 DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) 2902-5522 DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45

SAC 0800-VEDACIT 0800-833-2248 DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) 2902-5522 DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45 Produto CIMENTOL é uma tinta impermeável de grande durabilidade, que mantém a boa aparência por mais tempo. Apresenta ótima aderência sobre alvenaria, concreto e fibrocimento. Características Aparência:

Leia mais

Além de fazer uma ótima escolha, você ainda está ajudando a natureza e garantindo a preservação do meio ambiente.

Além de fazer uma ótima escolha, você ainda está ajudando a natureza e garantindo a preservação do meio ambiente. Obrigado por adquirir um produto Meu Móvel de Madeira. Agora, você tem em suas mãos um produto de alta qualidade, produzido com matérias-primas derivadas de floresta plantada. Além de fazer uma ótima escolha,

Leia mais

Adesivo de Contato Fastbond 30-NF

Adesivo de Contato Fastbond 30-NF Dados Técnicos Outubro/2001 Em substituição a versão de Agosto de 1999 Descrição do Produto é um adesivo de contato, à base d água, de alto desempenho. Possui um alto teor de sólidos, longo tempo em aberto

Leia mais

MOSAICOS. Assentamento e Cuidados Especiais.

MOSAICOS. Assentamento e Cuidados Especiais. www.tessela.com.br Materiais Necessários Nível, régua, prumo, trena e esquadro Reconhecimento e adequação da superfície, controle do assentamento. Serra mármores munida de disco de diamante Efetuar recortes

Leia mais

Sofá Cama. manual de montagem. Flora. ou... 2 pessoas. montagem. ferramenta martelo de borracha. ferramenta martelo. chave philips.

Sofá Cama. manual de montagem. Flora. ou... 2 pessoas. montagem. ferramenta martelo de borracha. ferramenta martelo. chave philips. manual de montagem montagem 2 pessoas ferramenta martelo de borracha ferramenta martelo Sofá Cama lora ferramenta chave philips tempo 1:30 horas ou... ferramenta parafusadeira tempo 1 hora ICS E CONSERVÇÃO

Leia mais

COMO EXECUÇÃO STANDARD, A JANELA DE LÂMINAS É FORNECIDA COM UM COMANDO QUE TRAVA A ABERTURA DAS LÂMINAS.

COMO EXECUÇÃO STANDARD, A JANELA DE LÂMINAS É FORNECIDA COM UM COMANDO QUE TRAVA A ABERTURA DAS LÂMINAS. COMO EXECUÇÃO STANDARD, A JANELA DE LÂMINAS É FORNECIDA COM UM COMANDO QUE TRAVA A ABERTURA DAS LÂMINAS. QUANDO FECHAR A JANELA COLOQUE SEMPRE O MANÍPULO NA POSIÇÃO 3. A GRAVURA JUNTA MOSTRA O COMANDO,

Leia mais

Emissão : Dez/2006 Nº.: INFO- 002/06

Emissão : Dez/2006 Nº.: INFO- 002/06 Página 1 de 7 Prezado Concessionário Estamos informando com o presente boletim, os procedimentos para substituição da tela frontal do capuz dos tratores 1155 pela grade perfurada que pode ser aplicada

Leia mais

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11)

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 549 Informações para escolha de uma lima São divididas em dois grupos: Agrícolas: para afiação; Mecânicas: para desbaste e acabamento. Quanto ao tipo de dentes: CORTE SIMPLES CORTE DUPLO 1 - Ponta 2 -

Leia mais

Guia Prático de Instalação Completo Painel Nexacustic. Revisão: 2

Guia Prático de Instalação Completo Painel Nexacustic. Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Completo Painel Nexacustic Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Nexacustic Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: Os painéis Nexacustic foram desenvolvidos para aplicação em ambientes

Leia mais

Manual de montagem Sistema de envidraçamento de Sacada

Manual de montagem Sistema de envidraçamento de Sacada Manual de montagem Sistema de envidraçamento de Sacada Envidraçamento de Sacada NBR -16259 Envidraçamento de Sacada NBR -16259 Envidraçamento de Sacada NBR -16259 Informações Técnicas Perfis Utilizados

Leia mais

3 Scotchlite. Material Refletivo 5720 e 5721 Filme Transferível Prata. Descrição

3 Scotchlite. Material Refletivo 5720 e 5721 Filme Transferível Prata. Descrição 3 Scotchlite MR Material Refletivo 5720 e 5721 Filme Transferível Prata DADOS TÉCNICOS SETEMBRO/2004 Referencia: abril/2001 Revisão 01 Descrição Material Refletivo 3M Scotchlite - 5720 (com liner de poliéster)

Leia mais

Diverte-te com a tua Nova Capa para Telemóvel! Cortar os quatro cantos com cuidado para não cortar os pontos.

Diverte-te com a tua Nova Capa para Telemóvel! Cortar os quatro cantos com cuidado para não cortar os pontos. Instruções De que precisa: Máquina de costura Totally Me! 2 pedaços de tecido (4,5" x 13") (11,4 cm x 33 cm) 1 pedaço de enchimento adesivo 2,5" (6,4 cm) de elástico fino 1 botão colorido Tesoura Pinos

Leia mais

Boletim de Instruções EMENDAS DE FIBRAS ÓPTICAS FIBRLOK II UNIVERSAL 2529

Boletim de Instruções EMENDAS DE FIBRAS ÓPTICAS FIBRLOK II UNIVERSAL 2529 Fol.067-Rev.02 - Pg.1/5 Boletim de Instruções EMENDAS DE FIBRAS ÓPTICAS FIBRLOK II UNIVERSAL 2529 1.0 GERAL 1.01 A Emenda de Fibra Óptica Fibrlok II Universal 2529 proporciona emendas mecânicas permanentes

Leia mais

A escolha mais inteligente para seu projeto.

A escolha mais inteligente para seu projeto. A escolha mais inteligente para seu projeto. Instalação de Caixilhos de Alumínio Instalação de Caixilhos de Alumínio Fixado com Espuma de Poliuretano Preenchimento Argamassa (convencional) Espuma de Poliuretano

Leia mais

Coleções. manual de montagem. Kit com 3 Nichos. ou... tempo 20 minutos. montagem 2 pessoas. ferramenta martelo de borracha. ferramenta chave philips

Coleções. manual de montagem. Kit com 3 Nichos. ou... tempo 20 minutos. montagem 2 pessoas. ferramenta martelo de borracha. ferramenta chave philips manual de montagem montagem 2 pessoas Coleções ferramenta martelo de borracha Kit com 3 Nichos ferramenta chave philips tempo 30 minutos ou... ferramenta parafusadeira tempo 20 minutos DICAS DE CONSERVAÇÃO

Leia mais

LINHA OPTIMA 4+ Tratamento térmico e acústico de ambientes

LINHA OPTIMA 4+ Tratamento térmico e acústico de ambientes LINHA OPTIMA 4 Tratamento térmico e acústico de ambientes LINHA OPTIMA A LINHA OPTIMA 4 é composta por painéis e feltros em uma nova geração de lã de vidro. Sua cor remete ao tom natural da terra e reforça

Leia mais

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito utilizados em fechamentos de edifícios comerciais e residências, estes painéis são uma

Leia mais

substitui todos os anteriores Junho Este Manual

substitui todos os anteriores Junho Este Manual Junho 2017 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

ÁREAS Impermeabilização em cortina lado externo mono camada Manta asfáltica aplicação com maçarico Cortina - Lado Externo.

ÁREAS Impermeabilização em cortina lado externo mono camada Manta asfáltica aplicação com maçarico Cortina - Lado Externo. 1 ÁREAS Impermeabilização em cortina lado externo mono camada Manta asfáltica aplicação com maçarico Cortina - Lado Externo. INDICE 1. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 01 2. MATERIAIS... 01 3. CUIDADOS INICIAIS...

Leia mais

Aplicar papel de parede

Aplicar papel de parede www.bricomat.com A forma mais fácil de fazer! Decoração Ajudamos a construir 1 Resumo de Ferramentas Mesa para papel de parede Escova para alisar o papel (forragem) Rolete para as juntas Trincha para aplicar

Leia mais

FR (REV. 01) Textura Lisa Hidrorrepelente

FR (REV. 01) Textura Lisa Hidrorrepelente BOLETIM TÉCNICO FR413-00 (REV. 01) Textura Lisa Hidrorrepelente A textura Lisa hidrorrepelente Anjo é um acabamento para efeitos mais suaves. Fácil aplicação, secagem rápida, boa aderência e sua hidrorrepelência

Leia mais

Elementos de Transmissão Correias

Elementos de Transmissão Correias Elementos de Transmissão Correias Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. Transmissão por polias e correias Transmissão por polias e correias As polias são peças cilíndricas, movimentadas pela rotação do eixo

Leia mais

Lajes com trânsito acima de 50 m² Manta asfáltica

Lajes com trânsito acima de 50 m² Manta asfáltica Lajes com trânsito acima de 50 m² Manta asfáltica Sistema Impermeabilizante especificado DRYKOMANTA TOP Manta asfáltica impermeabilizante industrializada, feita a base de asfaltos modificados com polímeros

Leia mais

SUMARIO SINALIZAÇÃO TÁTIL DE PISO NORMA NBR PISO TÁTIL PISO TÁTIL DE ALERTA... 02

SUMARIO SINALIZAÇÃO TÁTIL DE PISO NORMA NBR PISO TÁTIL PISO TÁTIL DE ALERTA... 02 SUMARIO 1.0.0 SINALIZAÇÃO TÁTIL DE PISO... 02 1.1.1 NORMA NBR 9050... 02 1.2.0 PISO TÁTIL... 02 1.2.1 PISO TÁTIL DE ALERTA... 02 1.2.2 PISO TÁTIL DE DIRECIONAL... 03 1.3.0 COMPOSIÇÃO DOS PISOS TÁTEIS DE

Leia mais

ALONGAMENTO DE CHASSI

ALONGAMENTO DE CHASSI ALONGAMENTO DE CHASSI N IZ 10.32/01 Tipo INSTRUÇÃO 1. INTRODUÇÃO Nos caminhões, o quadro do chassi é o elemento fundamental tanto para o desempenho do trabalho ao qual ele se destina como, também para

Leia mais

CATÁLOGO PAPELARIA. Tel Fax

CATÁLOGO PAPELARIA. Tel Fax CATÁLOGO PAPELARIA 2016-2017 Rua G, armazéns 2A1. 2B1 e 3A, Zona Ind. da Varziela, 4480-625 Vila do Conde, Portugal Tel. 252 600 100 Fax 252 600 109 geral@joseborda.pt www.joseborda.com www.joseborda.blogspot.com

Leia mais

INTRODUÇÃO Dipping Expert System método inovador não utilização de qualquer luz UV ou LED inúmeras as suas vantagens

INTRODUÇÃO Dipping Expert System método inovador não utilização de qualquer luz UV ou LED inúmeras as suas vantagens VIDEO DE APLICAÇÃO INTRODUÇÃO O novo Dipping Expert System é um método inovador que oferece a mesma qualidade e o mesmo ar natural que o acrílico tradicional ou gel, mas de forma muito mais prática, rápida

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS

MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS MANUAL DE INSTRUÇÕES TÉCNICAS ATENÇÃO Confira a mercadoria no ato da entrega. Em caso de avaria durante o transporte ou descarga registre a ocorrência no Conhecimento de frete da Transportadora (CTe) e

Leia mais

Aula Prática 1 - Gerador Van de Graaff e interação entre corpos carregados

Aula Prática 1 - Gerador Van de Graaff e interação entre corpos carregados Aula Prática 1 - Gerador Van de Graaff e interação entre corpos carregados Disciplinas: Física III (DQF 06034) Fundamentos de Física III (DQF 10079) Departamento de Química e Física- CCA/UFES Objetivo:

Leia mais

Manual Técnico de Instalação e Montagem, de Manta em. Couro Natural Reciclado aplicados como revestimentos.

Manual Técnico de Instalação e Montagem, de Manta em. Couro Natural Reciclado aplicados como revestimentos. Manual Técnico de Instalação e Montagem, de Manta em Couro Natural Reciclado aplicados como revestimentos. Prezado Cliente, Você acaba de adquirir um produto de alta qualidade para revestimento, da Linha

Leia mais