O PAPEL DO PONTO DE VENDA NA PROPAGANDA DE MEDICAMENTOS. UM EXERCÍCIO DE ANÁLISE DA CAMPANHA DE NEOSALDINA.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O PAPEL DO PONTO DE VENDA NA PROPAGANDA DE MEDICAMENTOS. UM EXERCÍCIO DE ANÁLISE DA CAMPANHA DE NEOSALDINA."

Transcrição

1 O PAPEL DO PONTO DE VENDA NA PROPAGANDA DE MEDICAMENTOS. UM EXERCÍCIO DE ANÁLISE DA CAMPANHA DE NEOSALDINA. Marcela Noéli Fernandes Caló Prof. Dra. Paula Renata Camargo de Jesus RESUMO: O grande consumo de medicamentos por parte dos brasileiros é um fato. Não é apenas por meio da mídia de massa que se nota a exposição das marcas de medicamentos. É nas farmácias e drogarias que existe uma grande exposição de marcas expostas em balcões, displays, gôndolas, folhetos de divulgação, etc apesar do controle e fiscalização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O presente trabalho apresenta como foco a propaganda de medicamentos no Brasil e propõe uma análise do material de ponto de venda de analgésicos em São Paulo, em especial do medicamento de venda livre Neosaldina. A análise leva em consideração a campanha publicitária atual de Neosaldina, sua exposição no ponto de venda e as exigências da ANVISA. Palavras-chave: Comunicação, propaganda de medicamentos, ponto de venda, Neosaldina. Consumo de medicamentos Dentro de um sistema capitalista, as pessoas são incentivadas a consumir cada vez mais e variados produtos em pequena ou grande escala. Culturalmente fica difícil proibir o consumo ou até mesmo controlar tal consumo. Segundo Bauman, o encontro entre consumidores e objetos de consumo tende a se denominar sociedade de consumidores. E na sociedade de consumidores, ninguém pode se tornar sujeito sem primeiro virar mercadoria. (2008, p.19). Como sociedade de consumidores e cultura de consumo, Bauman acredita no modelo proposto por Max Weber, denominado tipos ideais. O conceito de capitalismo, tão utilizado e mencionado no Brasil, tem o status de tipos ideais. Nessa linha de raciocínio, Bauman definiu consumismo como: um tipo de arranjo social resultante da reciclagem de vontades, desejos e anseios humanos rotineiros, permanentes, e, por assim dizer neutros quanto ao regime. (ibid. p. 41).

2 A exploração do valor simbólico do medicamento, socialmente sustentado pela indústria farmacêutica, agências de propaganda e empresas de comunicação, passa a representar um dos mais poderosos instrumentos para a indução e fortalecimento de hábitos voltados para o aumento de seu consumo. Para Nascimento, Os medicamentos passam a simbolizar possibilidades imediatas de acesso não apenas à saúde, mas ao bem estar e à própria aceitação social. (2005, p. 22). Segundo Lefèvre (1991, p. 23), O medicamento enquanto símbolo da saúde é a possibilidade mágica que a ciência, por intermédio da tecnologia, tornou acessível de representar, em pílulas ou gotas, um valor/desejo sob a forma de triunfo definitivo, a cura. O Brasil encontra-se em oitavo lugar no ranking do mercado mundial de medicamentos. O comércio de medicamentos deve movimentar em 2012, R$ 63 bilhões, valor treze por cento a mais do que em A média per capita deve ser de R$ 386,43. Os dados são do Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do IBOPE Inteligência (http://www.ibope.com/pyxis). Conquistar a fidelidade do consumidor é o objetivo de toda marca. Se o investimento para conquistar novos consumidores é considerado alto, torná-lo fiel nem sempre o é, principalmente quando estes se sentem satisfeitos em relação à marca que consomem. Por exemplo, se alguém da família consumiu durante muito tempo o mesmo analgésico, existe uma forte tendência de a família toda consumir o mesmo analgésico. Além da tradição e da eficácia, especificamente do medicamento, existe uma relação estreita entre pessoas e produto, não seria diferente entre pessoas e medicamentos. A exposição do Medicamento no ponto de venda Segundo Blessa (2008, p. 48), no segmento farma, como há um grande mercado para os éticos, medicamentos vendidos sob prescrição médica, onde 70% das compras devem ser planejadas e apenas 30% são feitas por impulso, o ponto de venda torna-se importante. A missão do merchandising é preparar essa exibição de produtos nas prateleiras, vitrines e materiais de divulgação.. Portanto anunciando ou não na mídia de massa, a exposição assim como a embalagem, tendem a despertar o interesse no ponto de

3 venda. É por exemplo o caso de medicamentos antigos que ainda ocupam espaço no mercado e procuram se renovar, inclusive investindo em suas embalagens e no ponto de venda. Analgésicos são os medicamentos mais presentes na vida dos brasileiros. Vendidos sem prescrição médica em farmácias e drogarias. A grande luta para atrair o consumidor de medicamentos de venda livre se faz pela indústria farmacêutica no ponto de venda, uma vez que a venda livre não depende de prescrição e, portanto, se faz diretamente e por livre escolha nas farmácias. Segundo Blessa (2008, p. 187), a ação no ponto de venda tem que ser cada vez mais comportamental, pois nesse ambiente a guerra da comunicação é grande e boa parte da verba publicitária é destinada a ele. O ponto de venda é o local onde o produto estará ao alcance dos consumidores. O merchandising é uma ferramenta fundamental para atrair e conectar os possíveis consumidores, potencializando no ponto de venda a vontade de compra. Para tanto, as ações são diversas: do folheto de ofertas do estabelecimento, sacola para embalar compras, display ou faixa de gôndola destacando o medicamento às práticas diferenciadas premiando para vender determinado medicamento. Segundo Blessa (ibid., p. 163), os materiais que mais funcionam em farmácias são: cartazes de ofertas de preços; wobbler e stopper; faixas de gôndola; bandeirolas; ilhas; móbiles; topo de ilha; adesivos de chão; folhetos; take one; adesivos de vitrine. Embora o excesso de material leve à confusão e a uma provável poluição visual, as farmácias utilizam com certa frequência quase todos os materiais de ponto de venda. No Brasil, as vitrines das farmácias e drogarias são ocupadas com cosméticos, pois por questões éticas não podem ser ocupadas por medicamentos. Assim como nos Estados Unidos se vende os mais diversos produtos (como se fosse um supermercado) em farmácias, no Brasil a farmácia vende medicamentos e produtos de higiene e cosméticos, nada mais. O material de ponto de venda mais utilizado por medicamentos de venda livre é o display. Os tipos de display são: de chão, de caixa registradora, de balcão, de ponta de gôndola, de prateleira, de linha.

4 A campanha de Neosaldina e o ponto de venda A Neosaldina surgiu em 1972, pelo laboratório Knoll, posicionada como um medicamento para enxaqueca. Atualmente é fabricado pelo laboratório farmacêutico Takeda. Desde o lançamento, Neosaldina recebeu um bom trabalho de marketing e publicidade. Segundo Freire e Almeida (2001), esse trabalho não só garantiu o prolongamento do ciclo de vida de Neosaldina, como a transformou em um dos primeiros produtos de procura espontânea em farmácias e drogarias. Surgiu como medicamento ético, que segundo Lei da Vigilância Sanitária nº 6.360, de setembro de 1976 (atualizada pela Lei nº 9.294, de julho de 1996), não pode ser anunciado na mídia de massa, restrito apenas aos profissionais da saúde. O que o difere do medicamento OTC (medicamento de venda livre), que pode ter a propaganda livremente veiculada na mídia. De tal modo, a Neosaldina era propagada apenas para médicos, inicialmente clínico geral e neurologista, por meio de material promocional dirigido e amostras grátis. Por ser um medicamento muito procurado pelo consumidor, Knoll decidiu mudar o posicionamento da Neosaldina, apresentando-a simplesmente como analgésico, passando de ético a medicamento OTC. Esse acontecimento contribuiu para sua popularização, o médico não somente prescrevia a Neosaldina em seu consultório, como também a indicava em sua casa, para os amigos, conhecidos etc. Esse foi mais um dos fatores que contribuíram para a fixação da marca. (ibid, p. 83). Em 1999, com o objetivo de atingir um público cada vez maior, a Knoll resolveu investir em pesquisas para ter acesso ao maior número de informações e transformá-las em ações de marketing. De acordo com Bueno (2008), a indústria farmacêutica foi pioneira de várias práticas de se fazer propaganda, muito utilizadas até hoje, como as ações de marketing. Dentre os resultados obtidos, a preferência do cliente ao consumir a Neosaldina era motivada por alívio, bem-estar e relaxamento. (FREIRE, ALMEIDA. 2001, p. 87). Dessas características, originou-se uma nova estratégia publicitária para a marca, com um novo slogan e um novo símbolo (Figura 1), a própria drágea ganhou um sorriso e passou a ser utilizado como ícone da divulgação do produto.

5 Figura 1. Logo da Neosaldina Por conta desse novo posicionamento da marca, novos materiais promocionais começaram a surgir, inclusive para merchandising em ponto de venda, que para Blessa (2006, p.8) há algo indiscutível sobre esse posicionamento: ele é considerado a mídia mais rápida e eficaz, pois é a única em que a mensagem conta com os três elementos chaves para a concretização de uma venda: o consumidor, o produto e o dinheiro. Portanto a Neosaldina fez saquinho para acondicionamento das compras na farmácia com a marca impressa, displays, móbiles etc. Segundo Freire e Almeida (2008, p. 88), não adiantava fazer grandes anúncios em mídias de massa, pois geravam mais resultados as ações dirigidas ao público-alvo. De acordo com Branco (1990), foram as marcas de remédio que começaram a descobrir a importância de anúncios segmentados. Para Javier e Alvarez (2008, p. 10) Ações de ponto de venda referem-se à forma como o produto é exposto ao consumidor, à abrangência e frequência em que está exposto e à mensagem transmitida. Javier e Alvarez (ibid, p. 62), relatam que 53% dos consumidores nunca fazem lista de compras, resolvem a compra na hora e necessitam ver o produto para lembrar-se de que precisam dele. Isso transfere a decisão de compra para o ponto de venda e, nesse quesito, o índice brasileiro de 85% é maior que a média mundial que se situa entre 60% e 74%. A atmosfera do ponto de venda contribui e muito para as vendas. A comunicação visual é responsável, muitas vezes, pelo lugar agradável, com placas decorativas, decorações sazonais, fotos de pessoas (prováveis consumidores), etc.

6 Blessa (2008, p. 85) conta que, em relação às vendas, a estratégia da farmácia segue duas áreas: a área quente e área fria. A área quente é a de maior venda na farmácia, é aquela área próxima à espera do cliente e ao alcance do seu campo visual. A fria é a que tem menos iluminação e fica próxima à saída da farmácia, portanto a de menor venda. Isso justifica os espaços ocupados no ponto de venda pelo material. A intenção é a de aquecer as áreas frias, valorizando tais espaços com material atrativo. Essa estratégia já era vista pela equipe de marketing da Neosaldina, que em 1999 começou a investir em horizontalização da distribuição nos pontos de venda. Uma equipe de promotoras, formadas por 55 profissionais, atuava em farmácias e drogarias em seis regiões do País, cobrindo cerca de 70% dos estabelecimentos. Elas eram uniformizadas com roupa vermelha e tinham a responsabilidade de encontrar os melhores pontos de exposição na loja, colocando a Neosaldina da forma mais visível possível. (FREIRE, ALMEIDA. 2001). Para Javier e Alvarez (2008) a concorrência se dá no ponto de venda e é neste local que a estratégia de marketing deve estar visível ao consumidor final, ocorrência que a Neosaldina busca e trabalha para se diferenciar de seus concorrentes. Em março de 2012, a Neosaldina lançou a campanha O Brasil chama a Neosa, que de forma bem humorada, pretendeu mobilizar os consumidores pela descontração. A campanha apresenta dois filmes, mídia exterior e desdobramento online, com um hotsite que contém algumas sessões. Para saber mais sobre o medicamento e ler sua bula, basta acessar a sessão Família Neosa. Na sessão Conte a sua história, o público pode postar seus comentários e compartilhar suas experiências. Para ver algumas peças da campanha tem a sessão Campanha, e o internauta também pode localizar farmácias próximas ao CEP informado na sessão Encontre uma farmácia, o que reforça que a Neosaldina pode ser localizada em diversas farmácias em qualquer região do país. De acordo com o portal Comunicavale, para Laís Rosin diretora de Marketing OTC da Takeda, o objetivo do site é identificar e reunir as diferentes e divertidas histórias sobre dor de cabeça de todo o Brasil, para Freire e Almeida (2001, p. 90) o laboratório farmacêutico aproveitou a explosão da internet e tratou de criar um site com um link exclusivo para Neosaldina, com informações sobre causas, prevenções e dicas para o alívio da dor de cabeça, bastante acessado pelos clientes..

7 Por causa da campanha O Brasil chama a Neosa, foi possível identificar em farmácias e drogarias o display de balcão (figura 2), material de ponto de venda mais utilizado por medicamentos de venda livre (OTC). Os tipos são: de chão, de caixa registradora, de balcão, de ponta de gôndola, de prateleira e de linha. Segundo Blessa (2006, p. 109), os displays de balcão são aqueles utilizados em lojas especializadas que costumam fazer atendimento personalizado, onde ficam expostos os testadores ou produtos sobre o balcão. Figura 2. Display de balcão Neosaldina. Também foi possível identificar um pôster (Figura 3) posicionado na parede de entrada de uma drogaria. Para Blessa (2006, p. 185), pôster é um cartaz grande, permite apresentações do produto e pode ser colocado em superfícies verticais. Ainda para a autora (ibid, p. 12), todos os produtos são similares e, para que sejam percebidos como únicos, e para que ocorra lealdade de marca, o ponto fundamental é estabelecer uma imagem diferenciada do produto, de maneira que o consumidor possa identificá-lo facilmente entre tantos outros.

8 Figura 3. Pôster Neosaldina. De acordo com IMS Health Brasil /PMB, empresa que audita o mercado farmacêutico, em 2011, a Neosaldina foi líder na categoria de analgésicos e o segundo medicamento mais vendido no país. Hoje é comercializada em cinco apresentações: caixa com 30 drágeas, com 20 drágeas, cartela com 4 drágeas, com 1 drágea e gotas (15 ml). Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), 90% das pessoas sofrem ou já sofreram de dor de cabeça. Existem diversos tipos de dor de cabeça e diferentes causas para ela, desde os tipos mais comuns, como as desencadeadas pelos estresse, esforços físicos e visual, até as mais curiosas, como as cefaléias ocasionadas pelo o uso de tiara de cabelo e o penteado rabo de cavalo, e o objetivo da campanha O Brasil chama a Neosa é entender todos esses tipos e motivos das dores de cabeça dos brasileiros e mostrar a solução de forma bem humorada para ela. O resultado da campanha O Brasil chama a Neosa foi positivo, no dia 17 de agosto de 2012, de acordo com o Portal Comunicavale, a Neosaldina recebeu o Prêmio

9 Lide de Marketing Empresarial, na categoria Marketing de Produto. A premiação, que está em sua terceira edição, foi organizada pelo Grupo de Líderes Empresariais, presidido por João Doria JR. e pelo Jornal Propaganda e Marketing. A conquista é resultado de uma estratégia com perfil 360 o adotada pela marca, que permite colocá-la em evidência em diversas frentes, como TV, ponto de venda, canais de internet, entre outras plataformas, explica Laís Rosin, diretora de marketing OTC da Takeda. O evento teve como objetivo principal destacar e eleger os melhores cases do mercado e ainda o dirigente de marketing empresarial de maior destaque no ano. Considerações finais Anunciar na mídia de massa é fundamental para uma marca, mas investir em merchandising no ponto de venda além de ser importante é mais impactante, sobretudo na indústria farmacêutica, onde a grande parte das compras não são planejadas e sim definidas na hora. Como medicamentos não são bens de consumo comum e sim bens de saúde, cabe à ANVISA o controle e a regulação das mensagens veiculadas, para evitar o consumo irracional de medicamentos, principalmente medicamentos de venda livre, expostos nos pontos de venda. A Neosaldina trabalha com essas ações e o resultado foi o Prêmio Lide de Marketing Empresarial obtido na categoria Marketing de Produto, pois entenderam que essas ações são as melhores maneiras do consumidor identificar o medicamento facilmente entre outros, assim, geram mais resultados ações dirigidas ao público-alvo. REFERÊNCIAS AAKER, David A. Marcas brand equity. São Paulo: Negócio, BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. Rio de Janeiro: Elfos, BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro: Zahar, BLESSA, Regina. Merchandising no Ponto-de-Venda. 4 a ed. São Paulo: Atlas S.A., Merchandising Farma a farmácia do futuro. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

10 BRANCO, Renato Castelo, MARTENSEN, Rodolfo Lima, REIS, Fernando. História da propaganda no Brasil. São Paulo: T.A. Queiroz, BUENO, Eduardo. Vendendo Saúde A história da propaganda de medicamentos no Brasil. Brasília: ANVISA, COMUNICAVALE. O Brasil chama a Neosa. Disponível em: <http://www.comunicavale.com.br/2012/05/15/o-brasil-chama-a-neosa-2/>. Acesso em: 09 out COMUNICAVALE. Neosaldina ganha prêmio de Marketing. Disponível em: <http://www.comunicavale.com.br/2012/08/21/neosaldina-ganha-premio-de-marketing/>. Acesso em: 09 out FREIRE, Paulo; ALMEIDA, Madalena. Meu produto inesquecível: sucessos do marketing farmacêutico no século XX. São Paulo: DPM, JAVIER, Francisco, ALVAREZ, Mendizabal. Trade Marketing. A Conquista do Consumidor no Ponto-de-Venda. São Paulo: Saraiva, LEFÈVRE, Fernando. O medicamento como mercadoria simbólica. São Paulo: Cortez, NASCIMENTO, Álvaro. Isto é regulação? São Paulo: SOBRAVIME, REVISTA FATOR. O Brasil chama a Neosa. Disponível em: <http://www.revistafatorbrasil.com.br/ver_noticia.php?not=203027>. Acesso em: 08 out Acesso em: 10 de out Acesso em: 13 de out 2012 Consumo de medicamentos movimentará R$ 63 bilhões em PE&pub=T&db=caldb&comp=Noticias&docid=40C4988FE62C87C D6005CB44 2. Acesso em 11 de julho de 2012.

Professor André Martins

Professor André Martins Professor André Martins Definição Merchandise, do inglês significa mercadoria, e merchandiser significa negociante. Portanto, merchandising, em sua tradução literal, seria mercadização; mas, adaptando

Leia mais

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença?

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença? MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS Qual a diferença? Marketing promocional É uma ferramenta que se utiliza de várias outras para promover a promoção de vendas. Por exemplo: Marketing promocional

Leia mais

MERCHANDISING NO PDV: AGREGANDO VALOR AO PLANO DE COMUNICAÇÃO 1

MERCHANDISING NO PDV: AGREGANDO VALOR AO PLANO DE COMUNICAÇÃO 1 1 MERCHANDISING NO PDV: AGREGANDO VALOR AO PLANO DE COMUNICAÇÃO 1 Rafael Vinícius Back RESUMO Esse artigo consiste em demonstrar brevemente o papel do Merchandising no composto da comunicação e sua importância

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

tipos de impressos Relacione: ( 1 ) editorial ( 2 ) embalagem ( 3 ) promocional

tipos de impressos Relacione: ( 1 ) editorial ( 2 ) embalagem ( 3 ) promocional Relacione: ( 1 ) editorial ( 2 ) embalagem ( 3 ) promocional ( ) flyer ( ) anúncio de revista ( ) banner ( ) jornal ( ) catálogo ( ) etiqueta ( ) marcador de livro ( ) house organ ( ) woobler ( ) relatório

Leia mais

a) VISUAL MERCHANDISING

a) VISUAL MERCHANDISING a) VISUAL MERCHANDISING (1) Introdução Enquanto o marketing planeja, pesquisa avalia e movimenta o produto desde a sua fabricação até sua chegada ao ponto-de- venda, o merchandising representa o produto

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Trade Marketing é confundido por algumas empresas como um conjunto de ferramentas voltadas para a promoção e a comunicação dos produtos. O

Leia mais

A ENTRADA DA RECKITT BENCKISER NO MERCADO DE OTC NO BRASIL

A ENTRADA DA RECKITT BENCKISER NO MERCADO DE OTC NO BRASIL A ENTRADA DA RECKITT BENCKISER NO MERCADO DE OTC NO BRASIL www.espm.br/centraldecases A ENTRADA DA RECKITT BENCKISER NO MERCADO DE OTC NO BRASIL Preparado pelos Professores Antonio Carlos Bonassa e Paulo

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

Os tempos mudaram. Campanha de valorização

Os tempos mudaram. Campanha de valorização Campanha de valorização Os tempos mudaram Terceira fase da Campanha de Valorização do Marketing Direto enfatiza a revolução nas formas de conquistar o público e a proximidade da disciplina com as novas

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

THE VOICE ESTUDO EXPLORATÓRIO. Integrado Ações de Merchandising

THE VOICE ESTUDO EXPLORATÓRIO. Integrado Ações de Merchandising THE VOICE ESTUDO EXPLORATÓRIO Integrado Ações de Merchandising Imagem ilustrativa. GLOBO.COM THE VOICE A Globo.com propõe a extensão das ações de merchandising na TV, criando envolvimento e interação da

Leia mais

Programa de Comunicação Interna e Externa

Programa de Comunicação Interna e Externa Programa de Comunicação Interna e Externa Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Comunicação Interna e Externa das Faculdades Integradas Ipitanga FACIIP pretende orientar a execução

Leia mais

INFLUÊNCIA DO MERCHANDISING NO COMPORTAMENTO DE COMPRA

INFLUÊNCIA DO MERCHANDISING NO COMPORTAMENTO DE COMPRA V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 INFLUÊNCIA DO MERCHANDISING NO COMPORTAMENTO DE COMPRA Swellen Antunes Moreira Resumo: As organizações que atuam

Leia mais

Curso Intensivo. Merchandising - Formação Avançada e Gerenciamento de Produtos por Categoria em Farmácias

Curso Intensivo. Merchandising - Formação Avançada e Gerenciamento de Produtos por Categoria em Farmácias Curso Intensivo Merchandising - Formação Avançada e Gerenciamento de Produtos por Categoria em Farmácias O EaDPLUS é um dos melhores portais de cursos à distância do Brasil e conta com um ambiente virtual

Leia mais

Os brindes promocionais no período de Páscoa

Os brindes promocionais no período de Páscoa Os brindes promocionais no período de Páscoa Pamela Ramos de Mello LOPES 1 Introdução A comunicação no ponto-de-venda tem se desenvolvido e criado meios e caminhos que hoje podem ser estudados e discutidos,

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

Não adianta falar inglês sem fazer sentido. 1

Não adianta falar inglês sem fazer sentido. 1 Não adianta falar inglês sem fazer sentido. 1 BOGUSZEWSKI, Luiza. 2 SCHETTERT, Gabriela Antunes. 3 MENEZES, Sérgio. 4 Universidade Positivo, Curitiba, PR. 2013 RESUMO Com a disseminação da cultura norte-americana

Leia mais

MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS

MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS ELIEZER J. BARREIRO NATALIA MEDEIROS DE LIMA MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS ISBN 978-85-910137-1-5 INCT INOFAR/ Portal dos Fármacos 2009 DOS MEDICAMENTOS INCT INOFAR/ Portal dos Fármacos 2009

Leia mais

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing Questão 01: (ENADE 2009): Um fabricante de sapatos pode usar a mesma marca em duas ou mais linhas de produtos com o objetivo de reduzir os custos de

Leia mais

Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados

Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados Fabiano Akiyoshi Nagamatsu Everton Lansoni Astolfi Eduardo Eufrasio De

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

Tudo que não é bem exposto, não é bem visto. Se não é bem visto, não é comprado.

Tudo que não é bem exposto, não é bem visto. Se não é bem visto, não é comprado. Tudo que não é bem exposto, não é bem visto. Se não é bem visto, não é comprado. Regina Blessa Este material não deve ser considerado como única fonte de pesquisa. Use em conjunto com as observações anotadas

Leia mais

Como fazer marketing de relacionamento

Como fazer marketing de relacionamento Como fazer marketing de relacionamento O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma

Leia mais

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB.

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. #estratégia #marketingdigital #websites Somos uma agência especializada em MARKETING DIGITAL 2007 +7 anos de experiência A Ramosdesign foi criada

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL

REGULAMENTO DO PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL 1 REGULAMENTO DO PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL 1 -O PRÊMIO ACADÊMICO POPAI BRASIL 2012 O PRÊMIO POPAI BRASIL é a edição nacional da única premiação criada para reconhecer os mais originais e eficazes materiais

Leia mais

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7%

Usuários Únicos. Visitas. Pageviews. Educação 6,3% Celebridades 8,0% Esportes 9,2% Notícias 14,5% Família 7,1% Entretenimento 13,1% Negócios 6,7% Lançado em julho de 2000, o clicrbs é um portal de internet voltado às comunidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Com mais de 100 canais, os usuários encontram o conteúdo dos jornais, das rádios

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

multi media soluções em comunicação

multi media soluções em comunicação multi media soluções em comunicação PARANÁ multi media multi media 1 MI DE HABITANTES NA REGIÃO R$18 BI POTENCIAL DE CONSUMO R$ 12 BI EM INVESTIMENTOS NA REGIÃO 1º NO RANKING INDUSTRIAS R$ 18 BI PIB DA

Leia mais

Estratégias de Comunicação

Estratégias de Comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi A propaganda é parte do marketing e uma das ferramentas da comunicação. Uma boa estratégia de marketing não garante que a campanha de propaganda será boa, mas é condição essencial

Leia mais

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Módulo 4: Captação de recursos (parte 1) André Fonseca Santo André / maio 2009 Captação de recursos Fases anteriores à captação Preparação do projeto

Leia mais

Marca. Seu desenvolvimento começa aqui!

Marca. Seu desenvolvimento começa aqui! IDEIAS sem execução não passam de SONHOS. Por isso a és MARKETING E DESENVOLVIMENTO contribui com os seus clientes para transformar SONHOS EM REALIDADE! A és Com 5 anos de atuação, a és Marketing e desenvolvimento,

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO SAIR DO LUGAR-COMUM PÃO DE AÇÚCAR UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO Só em São Paulo, a associação que reúne os supermercados tem mais de 50 empresas cadastradas. As lojas se espalham com um volume impressionante.

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

NÓS SOMOS O MAIS COMPLETO PORTAL DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO DA INTERNET

NÓS SOMOS O MAIS COMPLETO PORTAL DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO DA INTERNET casaecia.commídia KIT QUEM SOMOS NÓS SOMOS O MAIS COMPLETO PORTAL DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO DA INTERNET SÃO INÚMERAS SOLUÇÕES PARA O SEU NEGÓCIO REUNIDAS EM UM SÓ CANAL seções de conteúdo sistema de e-commerce

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE MERCHANDISNG NO VAREJO FARMACÊUTICO: A FERRAMENTA DE ABORDAGEM NO SETOR DE PERFUMARIA Por: Patricia Kayat Rocha Professor:

Leia mais

Integrantes: André Paes Lemes Caio Fernando Martins Jacqueline David Ferreira da Silva Nathália Peca Renan Alves Soares

Integrantes: André Paes Lemes Caio Fernando Martins Jacqueline David Ferreira da Silva Nathália Peca Renan Alves Soares Integrantes: André Paes Lemes Caio Fernando Martins Jacqueline David Ferreira da Silva Nathália Peca Renan Alves Soares 3 BRIEFING 4 Institucional 1953 Criado o 1º Departamento Nacional de Saúde, que desdobra

Leia mais

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Juliana Pereira DULTRA 2 Cintia MOLETA 3 Larissa Kiefer de SEQUEIRA 4 Roberto Corrêa SCIENZA 5 Fernanda

Leia mais

Para falar a língua do cliente é preciso saber primeiro qual língua ele fala.

Para falar a língua do cliente é preciso saber primeiro qual língua ele fala. Para falar a língua do cliente é preciso saber primeiro qual língua ele fala. Agregar mais valor em seus produtos e serviços de forma criativa e transparente. Esse é foco da nossa empresa. Somos mais que

Leia mais

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes Capítulo 16 e administração de comunicações integradas de marketing Objetivos Aprender quais são as principais etapas no desenvolvimento de um programa eficaz de comunicações integradas de marketing. Entender

Leia mais

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação

Leia mais

CARLOS CANDIDO. Quem sou? PORTFOLIO

CARLOS CANDIDO. Quem sou? PORTFOLIO CARLOS CANDIDO Quem sou? Serviços Portfólio Social PORTFOLIO APRESENTAÇÃO O portfolio a seguir representa uma compilação dos trabalhos que desenvolvi ao longo da minha carreira de publicitário e gestor

Leia mais

Marca Própria e Merchandising: estratégias de marketing para os supermercados de pequeno porte associados à RedeMais. 1

Marca Própria e Merchandising: estratégias de marketing para os supermercados de pequeno porte associados à RedeMais. 1 Marca Própria e Merchandising: estratégias de marketing para os supermercados de pequeno porte associados à RedeMais. 1 Tiago José PACE 2 Vitória Teodoro Gerlach SILVA 3 Vitor Felipe de Oliveira QUEIROZ

Leia mais

Briefing. Coleta de Dados. Prof. André Martins

Briefing. Coleta de Dados. Prof. André Martins Briefing Coleta de Dados Prof. André Martins A importância do briefing O briefing é o começo de tudo. Ele traz as informações que as equipes da agência que não têm contato direto com o cliente precisam

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

O design no comércio

O design no comércio O design no comércio SUMÁRIO O que é Comércio Alguns segmentos do Comércio Design no E-commerce Design no Comércio atacadista Design no Comércio de outlets Design no Shopping center Design no Minimercado

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda professor Rafael Ho mann Setores envolvidos Anunciante também conhecido como cliente, é a empresa, pessoa ou

Leia mais

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo BRIEFING DE PRODUTO Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo Modelo Extraído dos livros: Tudo o que você queria saber sobre propaganda e ninguém teve paciência para explicar

Leia mais

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br Fazendo a diferença no Ponto de Venda EBOOK Sumário Revisão O que é Trade Marketing? Entenda o Comportamento de Compra do Consumidor O que é Merchandising? Revisão Para entender sobre Trade Marketing devemos

Leia mais

COMO FAZER UM. Imagem do curso PRODUTOS

COMO FAZER UM. Imagem do curso PRODUTOS Bem Vindos! COMO FAZER UM CORRETO Imagem do curso MIX DE PRODUTOS Messias Cavalcante Responde pela Recycle Consultoria. Mais de 15 anos nas áreas corporativas de Marketing, Trade Marketing, Branding e

Leia mais

MARKETING II. Comunicação Integrada de Marketing

MARKETING II. Comunicação Integrada de Marketing CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARKETING II Comunicação Integrada de Marketing Profª: Michele Freitas Santa Maria, 2012. O que é comunicação integrada? É o desenvolvimento

Leia mais

A. Conceito de Trade Marketing, responsabilidades, atividades, amplitude de atuação e limites

A. Conceito de Trade Marketing, responsabilidades, atividades, amplitude de atuação e limites 5 Conclusão Trade Marketing é um termo conhecido por grande parte dos profissionais das áreas comercial e de marketing, principalmente entre as indústrias de bens de consumo. Muitas empresas já incluíram

Leia mais

Questões abordadas no capítulo

Questões abordadas no capítulo AULA 12 Marketing Questões abordadas no capítulo Qual é a função da comunicação de marketing? Como funciona a comunicação de marketing? Quais são as principais etapas do desenvolvimento de uma comunicação

Leia mais

Índice. Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2

Índice. Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2 1 Índice Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2 A Empresa Informações sobre a empresa, farmacêuticas responsáveis, instalações, diferenciais

Leia mais

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 O Planejamento de Comunicação Integrada de Marketing UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 Agenda: Planejamento de Comunicação Integrada de

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Mídia - 2015.1 Nilmar Figueiredo 1 2 3 4 Calendário Acadêmico Comentários Apresentação da Disciplina Sistema de Avaliação 1 - Apresentação da Disciplina O que é Mídia? Departamento de Mídia - Organização

Leia mais

PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br

PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br Cenário de Trânsito no Brasil e o Portal do Trânsito O cenário do trânsito atual não é nada animador. Segundo especialistas

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

AULA 05. - Merchandising no ponto de venda

AULA 05. - Merchandising no ponto de venda AULA 05 - Merchandising no ponto de venda COMUNICAÇÃO INTEGRADA DIFERENÇAS ENTRE ELAS PROPAGANDA PROMOÇÃO MERCHADISING Leva o consumidor ao produto Leva o produto ao consumidor Cria o clima para a compra

Leia mais

Relatório - Plano de Ensino

Relatório - Plano de Ensino Página: 1/6 Disciplina: CCA0321 - PROJETO EXPERIMENTAL - PROMO. DE VENDAS E MERCHA. DESCRIÇÃO DO PLANO DE ENSINO PROJETO EXPERIMENTAL - PROMOÇÃO DE VENDAS E MERCHANDISING PERFIL DO DOCENTE Graduado em

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

STUDIO WEB. Contato 81 99704547 REVER CONECT

STUDIO WEB. Contato 81 99704547 REVER CONECT STUDIO WEB Contato 81 99704547 REVER CONECT Ferramentas que podem ser interessantes para a boa performace do seu sistema (site) Gestão de conteúdos - área para inserção e gerenciamento de conteúdos tais

Leia mais

http://www.bvs.br/ Projeto 4 Plano de Marketing e Divulgação da BVS-SP Brasil 18 de janeiro de 2005

http://www.bvs.br/ Projeto 4 Plano de Marketing e Divulgação da BVS-SP Brasil 18 de janeiro de 2005 http://www.bvs.br/ Projeto 4 18 de janeiro de 2005 Introdução Diante dos novos desafios e contínuas mudanças, as organizações precisam ser ágeis na tomada de decisão. Coordenar esforços de comunicação

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Campanha ONG Animais 1

Campanha ONG Animais 1 Campanha ONG Animais 1 Bruna CARVALHO 2 Carlos VALÉRIO 3 Mayara BARBOSA 4 Rafaela ALVES 5 Renan MADEIRA 6 Romulo SOUZA 7 Marcelo PRADA 8 Paulo César D ELBOUX 9 Faculdade Anhanguera Santa Bárbara, Santa

Leia mais

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas SEGMENTOS DE ATUAÇÃO Encomendas Mensagens Financeiro Digital Logística Integrada Conveniência Marketing Direto Serviços Internacionais SEGMENTOS

Leia mais

Ponto e Vírgula Propaganda. Case: Tropel 1

Ponto e Vírgula Propaganda. Case: Tropel 1 Ponto e Vírgula Propaganda. Case: Tropel 1 Gabriel Moreira PAIVA 2 Vanessa Sant Ana COSTA 3 Uyacan Felipe MUNIZ 4 Camila CRAVEIRO 5 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO RESUMO Quando os clientes

Leia mais

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Introdução Planejamento Divulgando sua loja Como fechar as vendas Nota Fiscal

Leia mais

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia:

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: INTRODUÇÃO Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: 1450 Imprensa de Gutemberg 1940 Primeiras transmissões na TV 1960 Internet começa a ser desenvolvida 1973 Primeira ligação

Leia mais

Ponto de Venda para Vender FERRAMENTAS DE MARKETING - DIREITOS RESERVADOS

Ponto de Venda para Vender FERRAMENTAS DE MARKETING - DIREITOS RESERVADOS Ponto de Venda para Vender FERRAMENTAS DE MARKETING - DIREITOS RESERVADOS Como marca, fachada e merchandising podem se ajudar O DESAFIO Competindo com Competência Todos sabem que a competitividade do mercado

Leia mais

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1 INTRODUÇÃO O 1º Prêmio de Comunicação Grupo SMS 2014, com o tema Mobilidade Urbana é uma iniciativa do Grupo SMS, formado pelas empresas Auto Viação Salineira,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

Prepare sua Loja para Vender Mais

Prepare sua Loja para Vender Mais MERCHANDISING Prepare Sua Loja Para Vender Mais Questões Fundamentais 1 Como girar rapidamente os estoques no ponto de venda? Como tornar mais fácil e agradável o ato de compra de meus clientes? Como oferecer

Leia mais

Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing

Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing Oficial Categoria 2 Proposta de Consultoria: Facebook Marketing Proposta de Parceria Comercial e Plano de Marketing Nas próximas páginas: Quem é a Dynamo O Que é Possível Com o Facebook Como Podemos Ajudar

Leia mais

PROMOÇÃO DE VENDAS PLANEJAMENTO DE PROMOÇÃO. O Mundo é uma promoção

PROMOÇÃO DE VENDAS PLANEJAMENTO DE PROMOÇÃO. O Mundo é uma promoção PROMOÇÃO DE VENDAS É uma das estratégias de marketing e comunicação; um conjunto de técnicas de incentivo, impactante, que age a curto prazo, objetivando estimular os diversos públicos à compra e venda

Leia mais

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão.

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão. Cerveja Heineken 1 Lais Eloara Nunes 2 Camila Roberta Fernandes 3 Paulo Oliveira 4 Mérsia Alvarinho Casimiro 5 Thayne Cristina dos Santos 6 Cristiane Peixoto Nabarretti. 7 Faculdade Anhanguera de Limeira,

Leia mais

Subáreas. Marketing estratégico: Marketing de varejo

Subáreas. Marketing estratégico: Marketing de varejo Marketing estratégico: Marketing de varejo Marketing de serviços: Marketing de agronegócios Área: Marketing e Vendas Competências diagnóstico mercadológico; metodologia de análise e segmentação de mercado

Leia mais

Introdução. Pra quem é esse ebook?

Introdução. Pra quem é esse ebook? Introdução Se você está lendo esse ebook é porque já conhece o potencial de resultados que o marketing digital e o delivery online podem trazer para a sua pizzaria. Bem como também deve saber que em pouco

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004 2.4d_ização de

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP

SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP O SEBRAE SP desenvolveu um Programa de Soluções Tecnológicas, cujo objetivo é de aumentar a competitividades e sustentabilidade dos Pequenos

Leia mais

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

Trade Marketing Estratégico ou Tático. Tania Zahar Miné

Trade Marketing Estratégico ou Tático. Tania Zahar Miné Trade Marketing Estratégico ou Tático Tania Zahar Miné Agenda Mercado - Farmácias Trade Marketing Consumidor e shopper Desafios e oportunidades Farma Mercado Farmácias Números do setor Canal em crescimento

Leia mais

Evento. Estiveram presentes 3.900 pessoas que visitaram os 10 mil metros quadrados de exposição para realização de ótimos negócios!

Evento. Estiveram presentes 3.900 pessoas que visitaram os 10 mil metros quadrados de exposição para realização de ótimos negócios! OVERVIEW 2014 Evento Único evento do Brasil que acompanha os desafios do setor da Distribuição Automotiva, o Congresso & ExpoFenabrave é o maior evento do segmento na América Latina e o segundo maior do

Leia mais

PLANO DE MARKETING. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20. TAG 4/2010 17 Valores

PLANO DE MARKETING. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20. TAG 4/2010 17 Valores 0366 PLANO DE MARKETING Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20 TAG 4/2010 17 Valores Índice Introdução Diagnóstico Análise do Mercado Análise da Concorrência Análise da Empresa Análise SWOT Objectivos

Leia mais

Marcelo Bruno de Araújo Lacerda. O papel do propagandista como agente operacional das estratégias de marketing no segmento cardiovascular em Salvador.

Marcelo Bruno de Araújo Lacerda. O papel do propagandista como agente operacional das estratégias de marketing no segmento cardiovascular em Salvador. Marcelo Bruno de Araújo Lacerda O papel do propagandista como agente operacional das estratégias de marketing no segmento cardiovascular em Salvador. Artigo científico apresentado para conclusão do curso

Leia mais

Técnicas de Exposição de Produtos CONCEITO DE EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS A idéia básica: Mostrar ou destacar alguma coisa. Mostrar também significa: Comunicar O produto deve atrair, seduzir, mexer com os sentidos

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES CURSO PROFISSIONAL de Técnico de Comunicação Marketing, Relações Públicas e Publicidade DISCIPLINA: Comunicação Publicitária e Criatividade ANO: 11º Turma:

Leia mais

REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015.

REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015. REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015. OBJETIVO: O FIC - Festival Iguassu de Comunicação tem o objetivo de incentivar a COMUNICAÇÃO criativa na região. Trazendo profissionais gabaritados

Leia mais

Mobile Marketing. E a utilização de múltiplas plataformas

Mobile Marketing. E a utilização de múltiplas plataformas Mobile Marketing E a utilização de múltiplas plataformas Case: Coca-Cola Happiness Factory Case: Coca-Cola Happiness Factory Visão Geral Happiness Factory foi uma campanha global desenvolvida para a Coca-Cola.

Leia mais