PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual;

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual;"

Transcrição

1 CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) Consultoria Organizacional Prof. Ms. Carlos William de Carvalho CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR 2.2 FORMA DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL: EMPRESA DE : FUNCIONÁRIO SÓCIO/PROPRIETÁRIO CONSULTOR INDIVIDUAL (essa condição, isolada na plenitude, não é considerada a ideal) CONSULTORES ASSOCIADOS COOPERATIVA DE CONSULTORES INSTITUTO OU FUNDAÇÃO: UNIVERSIDADES EMPRESA JÚNIOR 2 PLANO DE CARREIRA Tripé: Sustentação conceitual; Experiência com foco de atuação; Publicações com apresentações. 3

2 SUSTENTAÇÃO CONCEITUAL Deve ser efetivada por um bom curso de graduação e, preferencialmente, com um curso de pós-graduação na área de atuação em consultoria. Tal curso pode ser lata sensu - extensão, especialização e aperfeiçoamento - se o foco básico for a obtenção e o debate de conceitos correlacionados à abordagem prática. Curso stricto sensu - mestrado e doutorado - se o consultor também quiser atuar como professor em universidades renomadas, obtendo forte sinergia profissional. 4 EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Ter uma experiência profissional concentrada em um foco de atuação, tendo um produto específico oferecido ao mercado. 5 PUBLICAÇÕES DO CONSULTOR Evidenciadas por artigos, patentes e livros, bem como as correspondentes apresentações por meio de seminários, palestras e treinamentos em geral. Para o consultor se efetivar como tal, deve, não apenas, redigir relatórios para as empresas-clientes, mas também escrever livros e artigos, bem como realizar palestras e conferências, pois somente dessa forma conseguirá colocar suas ideias e propostas de forma desvinculada a estudo específico correlacionado à realidade de uma empresa em particular. A situação de expor suas ideias, bem como se expor perante outros, representa a abordagem máxima para a atividade mercadológica e de desenvolvimento profissional ampliado do consultor. 6

3 FATORES CONTROLÁVEIS E NÃO CONTROLÁVEIS O consultor não deve investir a sua vida profissional em projetos de carreira que não sejam exatamente seus, caso contrário os esforços estarão totalmente fora de foco. Para estabelecer seus fatores de sucesso, o consultor empresarial pode identificar os fatores de análise que são controláveis por ele e os que não são controláveis pelo consultor, mas pela empresa-cliente. Depois deve estabelecer, nesse conjunto, os fatores que são mensuráreis e os que não são mensuráveis. 7 FATORES DE ANÁLISE Fatores controláveis pelo consultor e mensuráveis: nível de conhecimento do assunto da consultoria e a metodologia de trabalho; Fatores controláveis pelo consultor e não mensuráveis: credibilidade do consultor, sua habilidade e sensibilidade de trabalhar com as questões da empresa-cliente, bem como a sua visibilidade como consultor perante o mercado; Fatores não controláveis pelo consultor e mensuráveis: resultados globais apresentados e alavancagem dos processos na empresa-cliente; Fatores não controláveis pelo consultor e não mensuráveis: interação com a empresa-cliente e nível de impacto da mudança resultante dos serviços de consultoria. 8 ESCOLHA DE SEGMENTOS É importante que o consultor consiga trabalhar em segmentos que estejam em alta, mas, logicamente, desde que tenha competência para tal, inclusive de metodologias e técnicas. Alguns dos serviços em alta: inerentes a processos e reposicionamento estratégico, logística, reestruturações organizacionais, fusões e aquisições, qualidade, questões tributárias; e alguns dos que estão em baixa: estrutura de salários e remuneração, clima organizacional, liderança, treinamento em geral. 9

4 ESCOLHA DE SEGMENTOS Esses serviços podem sofrer alterações ao longo do tempo, mas o que importa é o consultor saber identificar oportunidades de mercado, tais como, em uma situação de retração da economia, ele conseguir estruturar uma técnica para consolidar enxugamento de gastos das empresas. Ou mesmo, em uma situação mais simples, um consultor que atua no segmento de recrutamento e seleção de executivos, na mesma situação de retração da economia, conseguir idealizar e estruturar um processo de recolocação de executivos e profissionais. 10 FATOR CRÍTICO DE SUCESSO Podemos afirmar que um fator crítico de sucesso do consultor nesse cenário seja sua capacidade de sinalizar e aumentar a percepção de seu valor por parte dos executivos da empresa-cliente; Porter (1985,p.42) afirma que sinais de valor são fatores utilizados pelo comprador para inferir ou julgar o valor criado pelas empresas; e que, em determinados setores da economia, os sinais de valor são tão importantes quanto o valor real criado por uma empresa para seu cliente. Isso ocorre, principalmente, quando o impacto de uma empresa sobre o custo ou desempenho do comprador é subjetivo, indireto ou de difícil quantificação; quando um grande número de compradores está comprando pela primeira vez; quando os compradores não são sofisticados; ou ainda, quando a recompra não é frequente. Verifica-se que os serviços de consultoria enquadram-se na maioria dessas situações. 11 INTERAÇÃO DE SERVIÇOS DE COM SERVIÇOS DE TREINAMENTO Muitas vezes, os serviços de treinamento são confundidos com os serviços de consultoria empresarial. Verificou-se que consultoria empresarial é um processo interativo em que um agente de mudança externo à empresa assume a responsabilidade de auxiliar os executivos e profissionais da referida empresa nas tomadas de decisões, não tendo, entretanto, o controle direto da situação. Treinamento é o processo educacional aplicado, de maneira sistemática e organizada, sobre a qualificação dos funcionários e executivos de uma empresa, proporcionando aprendizado de conhecimentos, atitudes e habilidades em função de objetivos estabelecidos e negociados entre as partes. 12

5 INTERAÇÃO DE SERVIÇOS DE COM SERVIÇOS DE TREINAMENTO Pode-se afirmar que um serviço de treinamento pode ou não envolver um serviço de consultoria; mas, por outro lado, todo e qualquer serviço de consultoria envolve serviços de treinamento. Se esta última afirmativa não fosse verdadeira, um consultor estaria desenvolvendo serviços de consultoria para si próprio, e não para a empresa-cliente e, portanto, para seus executivos e profissionais. A consultoria empresarial é sustentada por processos de treinamento e de desenvolvimento. O treinamento procura melhorar o atual desempenho dos executivos e funcionários da empresa-cliente, enquanto o desenvolvimento procura consolidar novas capacitações e habilidades que sejam necessárias para as atuais atividades, mas, principalmente, para as atividades futuras necessárias, tendo em vista o processo de evolução e inovação da empresa. 13 DIVULGAÇÃO DOS SERVIÇOS DE Os serviços de consultoria não devem ser vendidos, mas comprados pela empresa-cliente. Esse é um princípio que deve ser bem entendido. Um consultor não pode sair por aí oferecendo e vendendo seus serviços. O que ele pode - e deve - é tornar seu produto conhecido no mercado. Seguem técnicas mercadológicas. 14 FOLHETOS EXPLICATIVOS. PALESTRAS E CONFERÊNCIAS. PUBLICAÇÕES. APRESENTAÇÕES POR ANTIGOS CLIENTES. MARCA PRÓPRIA. ASSOCIAÇÕES DIVERSAS. ATIVIDADES DOCENTES. ENCONTROS INFORMAIS. 15

6 FOLHETOS EXPLICATIVOS: Pouco usado. Pode ser interessante para um consultor fazer um folheto explicativo de seus serviços, forma de atuação, bem como dos níveis de qualificação e experiência profissional. Todavia, o ideal é que esses folhetos tenham uma abordagem institucional. Um complemento - ou alternativa - ao folheto pode ser a elaboração de um site com informações gerais da empresa de consultoria e de seus principais consultores, lembrando que a Internet é um mecanismo muito forte para a divulgação de informações. 16 PALESTRAS E CONFERÊNCIAS: Outra forma de divulgar a imagem de um consultor é por meio de palestras e conferências, desde que correlacionadas a seu produto de consultoria. 17 PUBLICAÇÕES: Também podem ser feitas divulgações do consultor por meio de artigos em jornais e revistas, bem como artigos e livros, quer sejam ou não didáticos. Uma evolução desta técnica mercadológica é a elaboração e distribuição gratuita de revista periódica, com artigos correlacionados aos assuntos da empresa de consultoria, e também livros (e-books). 18

7 APRESENTAÇÕES POR ANTIGOS CLIENTES. Principal e mais efetiva forma de divulgação do consultor e da consultoria empresarial. Esta propaganda boca a boca é a melhor que existe, inclusive para as futuras empresasclientes, pois elas ficam sabendo quais são os consultores que realizam serviços com qualidade. O melhor momento comercial de um consultor é quando presidentes, diretores e gerentes de antigas empresas-clientes atuam como contatos comerciais, para os seus serviços de consultoria que são colocados à disposição do mercado. A prática tem demonstrado que antigos clientes sentem-se mais à vontade para apresentar o consultor para outras empresas quando, além da consolidação de adequados resultados do projeto de consultoria, também é identificada uma postura ética de elevados princípios no consultor. 19 MARCA PRÓPRIA: Na realidade, as várias técnicas mercadológicas são algumas premissas para que o consultor tenha sua marca registrada, seu diferencial de identificação, o qual pode ser o aspecto mais importante de sua interação com o mercado. Tom Peters, seguramente um dos mais famosos e competentes apresentadores de questões empresariais, denomina esta situação do Eu S.A. Portanto, cada um deve ser o diretor de marketing da marca chamada Você. No caso do consultor, não existe patrimônio físico, tal com uma empresa industrial ou comercial, bem como diversas empresas de serviços (banco, seguradores, etc.). O consultor vive de seu patrimônio cultural e da aplicação de conhecimentos. Portanto sua marca deve estar sustentada também por sua inteligência, talento e motivação. É, com base nesses aspectos, que o consultor tem receitas e lucros. 20 ASSOCIAÇÕES DIVERSAS. Participar de diferentes associações, clubes e grupos de debate. A vantagem dessas instituições é que seu quadro de participantes é eclético e heterogêneo, evitando-se quando possível conflitos de interesses, a partir de posicionamentos profissionais individuais e de pequenos grupos. Com referência às associações de classe, estas podem representar adequada validade, principalmente quando os contatos profissionais forem específicos e ocorrerem apresentações e debates gerais das atividades do consultor. Neste contexto, o consultor pode ter um resultado positivo dessas interações com associações de classe ao longo do tempo. 21

8 ATIVIDADES DOCENTES. Embora a atuação do consultor como professor universitário apresente alguns inconvenientes, tais como a perda de flexibilidade de horário e, principalmente, possível rotulação de teórico, devese evidenciar a afirmação. Essa atuação paralela à consultoria, desde que adequadamente balanceada - não atuar em período integral na IES, não viver apenas de pesquisas acadêmicas, não se esquecer do efetivo laboratório da administração representado pelas empresas -, pode proporcionar otimizada visibilidade profissional do consultor. 22 ENCONTROS INFORMAIS: Um exemplo desses encontros é representado pelo café da manhã em hotéis, onde o consultor convida pessoas representativas de algumas empresas e apresenta, com debates, determinado assunto de interesse geral, preferencialmente transmitindo, de forma rápida e direta, conceitos, metodologias e técnicas para os convidados que possuem plena capacitação para trabalhar com o assunto apresentado. 23 EMPRESARIAL ESTRATÉGIAS DE MARKETING MARKETING INDIFERENCIADO. MARKETING DIFERENCIADO. MARKETING CONCENTRADO. 24

9 MATRIZ DE SERVIÇOS VERSUS MERCADOS 25 EMPRESARIAL SEGMENTAÇÃO DE MERCADO GEOGRÁFICA. RAMO DE ATIVIDADE OU SETOR DA ECONOMIA. TIPO DE PROBLEMA DAS EMPRESAS-CLIENTES. 26

OBJETIVO CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONCEITOS BÁSICOS CONCEITO DE CONSULTORIA ORGANIZACIONAL

OBJETIVO CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONCEITOS BÁSICOS CONCEITO DE CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONSULTORIA CONCEITOS BÁSICOS Prof. Ms. Carlos William de Carvalho 1 OBJETIVO Entender o contexto da consultoria organizacional, pois muitos serviços são realizados para as organizações e não devem ser

Leia mais

OBJETIVO CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONCEITOS BÁSICOS CONCEITO DE CONSULTORIA ORGANIZACIONAL

OBJETIVO CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONCEITOS BÁSICOS CONCEITO DE CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONSULTORIA CONCEITOS BÁSICOS Prof. Ms. Carlos William de Carvalho 1 OBJETIVO Entender o contexto da consultoria organizacional, pois muitos serviços são realizados para as organizações e não devem ser

Leia mais

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo de Andrade Frederico Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Sobral/2015 Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo

Leia mais

Equipe. Diretoria de Comunicação e Relacionamento Diretora: Marcela Conceição. Diretoria de Tecnologia da Informação Diretor: Victor Marcelino

Equipe. Diretoria de Comunicação e Relacionamento Diretora: Marcela Conceição. Diretoria de Tecnologia da Informação Diretor: Victor Marcelino Equipe Diretoria de Comunicação e Relacionamento Diretora: Marcela Conceição Diretoria de Tecnologia da Informação Diretor: Victor Marcelino Diretoria Administrativo e Financeira Diretor: Vitor Bahia Apresentação

Leia mais

CAPÍTULO 2 CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira Manual de Consultoria Empresarial

CAPÍTULO 2 CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira Manual de Consultoria Empresarial CAPÍTULO 2 CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR 33 PRODUTO DA CONSULTORIA PRODUTO: Elo de ligação consultoria X empresa-cliente VANTAGEM COMPETITIVA: Característica que direciona o mercado para

Leia mais

Evolution News - Edição 1

Evolution News - Edição 1 Pesquisa de Mercado, Treinamento de Vendas, Consultoria em Marketing SMGShare Marketing Group Evolution News Edição 1 Publicação Informativa SMG Share Marketing Group SMG fala Editorial Visite o Novo Site

Leia mais

Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação

Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação Bruno da Costa Feitosa bcfeitosa@gmail.com Resumo Este documento apresenta o planejamento estratégico de uma pequena empresa do ramo

Leia mais

Treinamento Presencial: Spend Analysis para Compras. Data: 22 de Junho de 2016 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP

Treinamento Presencial: Spend Analysis para Compras. Data: 22 de Junho de 2016 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Treinamento Presencial: Spend Analysis para Compras Data: 22 de Junho de 2016 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Procurement Business School Quem somos: Procurement Business School é a mais completa

Leia mais

1º Simpósio de Comércio Exterior da Amazônia Paraense ComexPA: Desafios e Oportunidades para o Comércio Exterior Franco-Brasileiro

1º Simpósio de Comércio Exterior da Amazônia Paraense ComexPA: Desafios e Oportunidades para o Comércio Exterior Franco-Brasileiro 1º Simpósio de Comércio Exterior da Amazônia Paraense ComexPA: Desafios e Oportunidades para o Comércio Exterior Franco-Brasileiro 1. PROPOSTA DO EVENTO: O Simpósio de Comércio Exterior na Amazônia Paraense

Leia mais

profissões tendências em 2017

profissões tendências em 2017 17 profissões tendências em 2017 Analista de compras.1 Especializado em negociações com fornecedores, prospecção de novos profissionais e gestão de insumos diretos ou indiretos. Perfil com forte organização,

Leia mais

C O N H E Ç A O M O D E L O D E N E G Ó C I O G A N H E D E R $ , 0 0 A R $ , 0 0 S E M D E I X A R S U A A T I V I D A D E A T U A L

C O N H E Ç A O M O D E L O D E N E G Ó C I O G A N H E D E R $ , 0 0 A R $ , 0 0 S E M D E I X A R S U A A T I V I D A D E A T U A L C O N H E Ç A O M O D E L O D E N E G Ó C I O Team M.S. Brasil G A N H E D E R $ 2. 0 0 0, 0 0 A R $ 4. 0 0 0, 0 0 S E M D E I X A R S U A A T I V I D A D E A T U A L O M O T I V O D E S T E M A T E R

Leia mais

INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INCT 2º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETO Formulário para Consultor Ad hoc

INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INCT 2º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETO Formulário para Consultor Ad hoc INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA INCT 2º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETO Formulário para Consultor Ad hoc PARTE I - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO (CNPq) TÍTULO: INCT de Engenharia

Leia mais

Proposta Coaching Executivo Líder Coach. Rafael Mendes

Proposta Coaching Executivo Líder Coach. Rafael Mendes Proposta Coaching Executivo Líder Coach Rafael Mendes Coach Rafael Mendes Graduado em Gestão de Recursos Humanos MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching Formação Internacional em Coaching pelo

Leia mais

ACSA COMERCIAL DE BENS & CONSULTORIA EMPRESARIAL

ACSA COMERCIAL DE BENS & CONSULTORIA EMPRESARIAL ACSA COMERCIAL DE BENS & CONSULTORIA EMPRESARIAL 1 2 INTRODUÇÃO A economia brasileira nos últimos anos tem desenvolvido um processo de crescimento das diversas classes econômicas. Aproveitando o momento

Leia mais

Os 7 Melhores Modelos de COACHING em GRUPO

Os 7 Melhores Modelos de COACHING em GRUPO Os 7 Melhores Modelos de COACHING em GRUPO Olá, aqui é o Wilton Neto tudo bem?! E... Coaching em Grupo é muito divertido! Parabéns e obrigado por baixar do Manual com os 7 Melhores Modelos de Coaching

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO. Aula Inaugural Gestão da Carreira como Advogado. Professor: Rogério Martir

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO. Aula Inaugural Gestão da Carreira como Advogado. Professor: Rogério Martir 1 LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO Aula Inaugural Gestão da Carreira como Advogado Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino,

Leia mais

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos de Lucratividade e a importância para existência e sucesso das empresas. Proporcionar aos participantes

Leia mais

Conceitos Básicos de Consultoria Empresarial

Conceitos Básicos de Consultoria Empresarial Universidade Cruzeiro do Sul www.cruzeirodosul.edu.br Unidade - Conceitos Básicos de Consultoria Empresarial MATERIAL TEÓRICO Responsável pelo Conteúdo: Prof. Esp. Daniel Parizi Revisão Textual: Profa.

Leia mais

Palavras-chave: Organização sem fins lucrativos. Administrador de organização sem fins lucrativos. Terceiro setor.

Palavras-chave: Organização sem fins lucrativos. Administrador de organização sem fins lucrativos. Terceiro setor. O ADMINISTRADOR DE ORGANIZAÇÕES SEM FINS LUCRATIVOS Marcileia Costa dos Santos* RESUMO O Terceiro Setor compreende Organizações Sem Fins Lucrativos que buscam promover o bem estar social e mudanças na

Leia mais

Human Opus ng eti mark

Human Opus ng eti mark Assessment Assessment Ferramenta Conhecer com maior eficiência e critério as pessoas, avaliar competências, buscar o autoconhecimento e o desenvolvimento. As melhores ferramentas de análise de perfil comportamental

Leia mais

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua;

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; QUEM SOMOS A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; Especializada em Vida e Previdência, possui portfólio completo para assegurar nossos clientes e seus familiares dos

Leia mais

Recursos Humanos para Inovação

Recursos Humanos para Inovação Recursos Humanos para Inovação Resumo Executivo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Ciência, Tecnologia e Inovação Recursos Humanos para Inovação Resumo Executivo Brasília, DF Outubro, 2007 Centro

Leia mais

6 Idéias de Negócio para Internet

6 Idéias de Negócio para Internet 6 Idéias de Negócio para Internet 1. Consultoria Empresarial Se você já atua no ramo de consultoria empresarial, ou possui experiência nos negócios suficiente para oferecer técnicas voltadas para solução

Leia mais

Quem somos. Quem Somos

Quem somos. Quem Somos www.profile.pt O objetivo da Profile é encontrar soluções de consultoria e desenvolvimento de Recursos Humanos e implementar metodologias inovadoras que proporcionem aos seus clientes vantagens competitivas,

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL)

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL) PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL) EVOLUÇÃO DA ORGANIZAÇÃO ONTEM (MERCADO FECHADO E PROTEGIDO): CUSTOS + LUCRO = PREÇO DE VENDA A PROTEÇÃO AMBIENTAL é vista como um fator de

Leia mais

Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior.

Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior. Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior. PLANO GERAL DO PROJETO 1. INTRODUÇÃO Com a entrada em vigor da Lei 9.394/96 Lei de Diretrizes e Bases da Educação

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Unidade 4: Implementação e controle do planejamento estratégico 1 SEÇÃO 4.1 A ESTRUTURA E A CULTURA ORGANIZACIONAL NA IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA 2 Estrutura organizacional Especifica

Leia mais

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing Curso do Superior de Tecnologia em Objetivos do curso 1.5.1 Objetivo Geral O Curso Superior de Tecnologia em na modalidade EaD da universidade Unigranrio, tem por objetivos gerais capacitar o profissional

Leia mais

Como a avaliação 360º pode ajudar na crise + + +

Como a avaliação 360º pode ajudar na crise + + + Como a avaliação 360º pode ajudar na crise Em tempos de crise, investir em avaliações 360 pode ajudar a melhorar a saúde financeira da sua empresa, minimizando o turnover. Demissões causam impacto direto

Leia mais

Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais

Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais Internos e Externos Mudança de Status de Analista para Consultor de Empresas Justificativa - 1: A Evolução dos Sistemas de Gestão da Espécie A medida

Leia mais

Ementário EMBA em Gestão de Projetos

Ementário EMBA em Gestão de Projetos Ementário EMBA em Gestão de Projetos Grade curricular Disciplina MATEMÁTICA FINANCEIRA - N FUNDAMENTOS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E GERENCIAMENTO DE ESCOPO - N GERENCIAMENTO DE RISCOS EM PROJETOS GESTÃO

Leia mais

PROGRAMA DE COACHING & GERAÇÃO Z GESTÃO DE CARREIRA

PROGRAMA DE COACHING & GERAÇÃO Z GESTÃO DE CARREIRA Cer ficada LAIS SILVA Profissional coach &Leader Coach Analista comportamental & 360 graus Coach, Consultora, Palestrante. Especialista em Recursos Humanos e Gestão Auditoria em Serviços de Saúde. Atua

Leia mais

CLIPPING EVENTO DO DIA 18/04 SOBRE AS EXPECTATIVAS PARA A RIO+20

CLIPPING EVENTO DO DIA 18/04 SOBRE AS EXPECTATIVAS PARA A RIO+20 CLIPPING EVENTO DO DIA 18/04 SOBRE AS EXPECTATIVAS PARA A RIO+20 17 de abril de 2012 Amcham-Rio promove debate sobre Rio + 20 Faltando quase dois meses para a Rio + 20, a Câmara de Comércio Americana promove

Leia mais

Proposta de Treinamento Gestão Integrada de Negócios para Hotelaria

Proposta de Treinamento Gestão Integrada de Negócios para Hotelaria Proposta de Treinamento Gestão Integrada de Negócios para Hotelaria O Mercado & o Marketing O mercado atual está cada vez mais seletivo no que se refere a contratação de serviços e produtos, e os detalhes

Leia mais

GV em Novos olhares por Prof. Adm. Luciano Nicoletti Jr admfreework

GV em Novos olhares por Prof. Adm. Luciano Nicoletti Jr admfreework GV em Novos olhares por Prof. Adm. Luciano Nicoletti Jr admfreework 2 Luciano Nicoletti Jr Administrador de Empresas CRA SP 123340 MBA Gestão Administrativa e Marketing Pós Graduado em Logística Empresarial

Leia mais

Título do Case: Categoria: Temática: Resumo: Introdução:

Título do Case: Categoria: Temática: Resumo: Introdução: Título do Case: Diagnóstico Empresarial - Vendendo e Satisfazendo Mais Categoria: Prática Interna. Temática: Mercado Resumo: Na busca por uma ferramenta capaz de auxiliar na venda de mais consultorias

Leia mais

Caso GORE. Prof. Luciel H de Oliveira. Caso Gore

Caso GORE. Prof. Luciel H de Oliveira. Caso Gore Caso GORE Caso para análise Fundada em 1958 por ex-funcionário da DuPont Descoberta de composto químico com propriedades singulares 1998: entre as 500 maiores empresas dos EUA Receita estimada em US$ 1,1

Leia mais

Nota: este módulo tem como objetivo apresentar o recrutamento externo, suas vantagens e desvantagens, bem como suas fontes e métodos.

Nota: este módulo tem como objetivo apresentar o recrutamento externo, suas vantagens e desvantagens, bem como suas fontes e métodos. MÓDULO VI Nota: este módulo tem como objetivo apresentar o recrutamento externo, suas vantagens e desvantagens, bem como suas fontes e métodos. Introdução A decisão pelo início do processo de recrutamento

Leia mais

Palestra Virtual Como Fazer um Planejamento Estratégico. Maicon Putti Consultor Empresarial CRA/PR 19270

Palestra Virtual Como Fazer um Planejamento Estratégico. Maicon Putti Consultor Empresarial CRA/PR 19270 Palestra Virtual Como Fazer um Planejamento Estratégico Maicon Putti Consultor Empresarial CRA/PR 19270 Definição Planejamento Estratégico Podemos definir planejamento estratégico como o método pelo qual

Leia mais

CBGPL 2017 GESTAO PROJETOS E LIDERANCA PORTFÓLIO DE PARCERIAS E PATROCÍNIO. Garanta seu espaço! Junho de 2017 Curitiba - PR

CBGPL 2017 GESTAO PROJETOS E LIDERANCA PORTFÓLIO DE PARCERIAS E PATROCÍNIO. Garanta seu espaço! Junho de 2017 Curitiba - PR ~ XII CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTAO PROJETOS E LIDERANCA, CBGPL 2017 PORTFÓLIO DE PARCERIAS E PATROCÍNIO Garanta seu espaço! Junho de 2017 Curitiba - PR Realização PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE COMITÊ

Leia mais

Política de investimentos sociais 3M

Política de investimentos sociais 3M Política de investimentos sociais 3M 1. Objetivos A presente política tem por finalidade estabelecer os critérios para investimento em projetos sociais com recursos próprios visando: Estabelecer os princípios

Leia mais

Proposta Life Coaching (Coaching de Vida) Rafael Mendes

Proposta Life Coaching (Coaching de Vida) Rafael Mendes Proposta Life Coaching (Coaching de Vida) Rafael Mendes Coach Rafael Mendes Graduado em Gestão de Recursos Humanos MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching Formação Internacional em Coaching pelo

Leia mais

E ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL. Ingresso agosto Informações: (51)

E ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL. Ingresso agosto Informações: (51) E ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL Ingresso agosto 2017 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba MBA em Liderança e Estratégia Organizacional Preparar profissionais para liderar equipes com visão estratégica,

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

UNIVERSIDADE CEUMA PROCESSO SELETIVO MANUAL DO CANDIDATO

UNIVERSIDADE CEUMA PROCESSO SELETIVO MANUAL DO CANDIDATO UNIVERSIDADE CEUMA PROCESSO SELETIVO MANUAL DO CANDIDATO Este manual é para você que busca desenvolver seus potenciais. Venha ser um EMPRESÁRIO JÚNIOR MAS O QUE É UMA EMPRESA JÚNIOR? Uma empresa júnior

Leia mais

Empreender é a palavra chave para pessoas que querem resultados positivos na sua vida pessoal e profissional. Utilizando ferramentas de Coaching, seja

Empreender é a palavra chave para pessoas que querem resultados positivos na sua vida pessoal e profissional. Utilizando ferramentas de Coaching, seja Foto: OAB - Ba Empreender é a palavra chave para pessoas que querem resultados positivos na sua vida pessoal e profissional. Utilizando ferramentas de Coaching, seja ministrando palestras e treinamentos

Leia mais

EMPRESAS 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.6

EMPRESAS 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.6 II EMPRESAS 2.1 Termo de Adesão 2.2 Formulário de Identificação 2.3 Autorização de uso de imagem organizacional 2.4 Autorização de uso de imagem pessoal 2.5 Questionário 2.6 Diretrizes para o envio de

Leia mais

Veja a seguir, o que é Coaching, para quem é Coaching e quem pode trabalhar com Coaching formal ou informal:

Veja a seguir, o que é Coaching, para quem é Coaching e quem pode trabalhar com Coaching formal ou informal: FORMAÇÃO Laboratório prático e teórico de poder pessoal, liderança, auto desenvolvimento e desenvolvimento de equipes, foco em resultados acelerados e processos assertivos. A Instituição High Level Coaching

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios FIDC

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios FIDC Renda Fixa Fundo de Investimento em Direitos Creditórios FIDC Fundo de Investimento em Direitos Creditórios O produto O Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) é uma comunhão de recursos que

Leia mais

COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL

COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL Planejamento Estratégico 2007/2009 COMITÊ REGIONAL DA QUALIDADE DE CACHOEIRA DO SUL NEGÓCIO Disseminar o Modelo de Excelência em Gestão Fornecedores PGQP

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de apoio à decisão. E, também, o tipo de sistema de informação estratégico. É o sistema

Leia mais

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS Ana Paula Lima Coaching, Consultoria e Palestras é uma empresa especializada em Gestão de Pessoas, que visa identificar o potencial humano e desenvolvê-lo através

Leia mais

Edital nº 56, de 16 de junho de 2016, publicado no Diário Oficial da União nº 115, de 17 de junho de 2016.

Edital nº 56, de 16 de junho de 2016, publicado no Diário Oficial da União nº 115, de 17 de junho de 2016. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAUDE DEPARTAMENTO DE MEDICINA CLÍNICA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 56, de 16 de junho

Leia mais

Legislação sobre publicidade Odontológica é de responsabilidade do Conselho

Legislação sobre publicidade Odontológica é de responsabilidade do Conselho Legislação sobre publicidade Odontológica é de responsabilidade do Conselho O Senado Federal aprovou, neste último mês, o Projeto de Lei 70/2012, que atribui aos Códigos de Odontologia, Deontologia Médica

Leia mais

Agosto 2012. Gestão Social Estratégia para Gerar Resultados

Agosto 2012. Gestão Social Estratégia para Gerar Resultados Agosto 2012 Gestão Social Estratégia para Gerar Resultados Objetivo Compartilhar com o grupo uma postura de planejamento positiva para que a regionais da FEMAMA consigam atingir o seu objetivo, e desta

Leia mais

Guia de carreiras Newton Publicidade e Propaganda 11

Guia de carreiras Newton Publicidade e Propaganda 11 Guia de carreiras Newton Publicidade e Propaganda 11 Introdução O curso de Publicidade e Propaganda é voltado para o conhecimento de como a comunicação pode ser trabalhada para que alguém seja convencido,

Leia mais

Depoimentos de executivos, xix. Prefácio, xxix. Estrutura do livro, xxxv

Depoimentos de executivos, xix. Prefácio, xxix. Estrutura do livro, xxxv Depoimentos de executivos, xix Prefácio, xxix Estrutura do livro, xxxv 1 Conceitos de planejamento e de sistema, 1 1.1 Introdução, 3 1.2 Conceituação de planejamento, 3 1.3 Princípios do planejamento,

Leia mais

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon Metodologias de PETI Prof. Marlon Marcon PETI O PETI é composto de: Planejamento Estratégico da organização, que combina os objetivos e recursos da organização com seus mercados em processo de transformação

Leia mais

ebook passo 4 - plano de carreira

ebook passo 4 - plano de carreira plano de carreira Formação de Carreira FM Group (A base) Pode dividir estes conteúdos em mais do que uma sessão. É aconselhável que a participação seja feita mais do que uma vez garantindo uma melhor assimilação

Leia mais

Desenvolvimento de Estratégias

Desenvolvimento de Estratégias Desenvolvimento de Estratégias Aula 18 Plano de carreira Análise do ambiente Oportunidades Ameaças Objetivos Alvos concretos Estratégias Ações e prazos para atingir objetivos Follow-up Análise de potencial

Leia mais

Oportunidade de Negócio Mary Kay

Oportunidade de Negócio Mary Kay Oportunidade de Negócio Mary Kay Você já desejou ter um estilo de vida diferente? Poder viajar todo o ano Curtir a família mais tempo Encarar menos trânsito Ter uma oportunidade de crescimento profissional

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 13 ORGANIZAÇÃO DE VENDAS

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 13 ORGANIZAÇÃO DE VENDAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 13 ORGANIZAÇÃO DE VENDAS Índice 1. Organização de vendas...3 1.1. Recrutamento e seleção de vendedores... 4 1.2. Recrutamento... 4 1.2.1. Anúncios

Leia mais

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO:

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: "VIMOS A TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, E A NECESSIDADE DE MELHOR ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM, E ENTÃO SABÍAMOS QUE ERA PRECISO CRIAR O CASLEADER".

Leia mais

Treinamento: Metrologia em Química. Validação de Métodos Analíticos

Treinamento: Metrologia em Química. Validação de Métodos Analíticos Treinamento: Metrologia em Química Local: SINPROQUIM Rua Rodrigo Cláudio, 185 Aclimação - São Paulo SP MÓDULO 1 Validação de Métodos Analíticos Curso: Data: 20, 21 e 22 de outubro de 2008 Horário: das

Leia mais

Planejamento de Carreira

Planejamento de Carreira Planejamento de Carreira Aulas 17 e 18 Plano de carreira Análise do ambiente Oportunidades Ameaças Objetivos Alvos concretos Estratégias Ações e prazos para atingir objetivos Follow-up Análise de potencial

Leia mais

COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS?

COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? 1 índice Introdução... 3 A importância da inovação para o RH... 5 Treinamentos: inovação com EAD... 11 O uso de novas tecnologias e metodologias...15 Conclusão... 20 2 Introdução

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação. Aula 5- Desafios Gerenciais da Tecnologia da Informação.

Administração de Sistemas de Informação. Aula 5- Desafios Gerenciais da Tecnologia da Informação. Aula 5- Desafios Gerenciais da Tecnologia da Informação. Conteúdo Programático desta aula Perceber o ambiente em transformação contínua e a necessidade de que a TI seja encarada na organização como um

Leia mais

GANHE SEMPRE ALTOS GANHOS COM RISCO ZERO. E-Commerce + Venda Direta

GANHE SEMPRE ALTOS GANHOS COM RISCO ZERO. E-Commerce + Venda Direta GANHE SEMPRE ALTOS GANHOS COM RISCO ZERO E-Commerce + Venda Direta 1 LOJAS VIRTUAIS - INTERNET MATRIZ ABERTA 5 LINHAS EM PROFUNDIDADE LATERALIDADE ILIMITADA Breve até a 7ª. Linha COM DERRAMAMENTO GARANTIDO

Leia mais

Objetivos do curso. Objetivo Geral

Objetivos do curso. Objetivo Geral Objetivos do curso O Projeto Pedagógico, sempre em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs), define objetivos geral e específicos, visando propiciar o processo de tomada de decisão e

Leia mais

Há 4 anos, surgia a 1ª. edição da pesquisa Trainee do Futuro baseada em anseios e informações dos candidatos finalistas a Trainee.

Há 4 anos, surgia a 1ª. edição da pesquisa Trainee do Futuro baseada em anseios e informações dos candidatos finalistas a Trainee. Introdução Há 4 anos, surgia a 1ª. edição da pesquisa Trainee do Futuro baseada em anseios e informações dos candidatos finalistas a Trainee. De lá para cá, evoluímos a pesquisa e percebemos a importância

Leia mais

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências Gestão de Pessoas e Avaliação por competências quer a empresa que não existe! Funcionário quer o profissional que não existe! Empresa A visão evolutiva da área de Gestão de Pessoas... 1930 Surgem departamentos

Leia mais

PROFESSOR RINALDO LIMA AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS OBJETIVOS ANÁLISE DA CONSULTORIA PREMISSAS PARA CONSULTORIA

PROFESSOR RINALDO LIMA AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS OBJETIVOS ANÁLISE DA CONSULTORIA PREMISSAS PARA CONSULTORIA PROFESSOR RINALDO LIMA Graduado em Ciências e Matemática e Especializado em Reengenharia e Qualidade Total e Engenharia de Telecomunicações. rinaldo@unopar.br AUDITORIA EM RECURSOS HUMANOS OBJETIVOS Aula

Leia mais

Proposta Coaching de Carreira & Vocacional. Rafael Mendes

Proposta Coaching de Carreira & Vocacional. Rafael Mendes Proposta Coaching de Carreira & Vocacional Rafael Mendes Coach Rafael Mendes Graduado em Gestão de Recursos Humanos MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching Formação Internacional em Coaching

Leia mais

Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas

Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas dicas! Dica 1 para Ganhar Dinheiro na Internet Com Crie

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte

Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FATEC SENAI BH A Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte, credenciada pelo MEC pela Portaria n 1788 de 27 de maio de 2005 e despacho SEMTEC nº 311/2005, apresenta

Leia mais

Capital Intelectual. Capital Intelectual. Compartilhamento do Conhecimento com o Cliente. Prof. Luiz Antonio

Capital Intelectual. Capital Intelectual. Compartilhamento do Conhecimento com o Cliente. Prof. Luiz Antonio Intelectual Prof. Luiz Antonio Disciplina: Gestão do Conhecimento 1 Compartilhamento do Conhecimento com o Cliente 2 CAPITAL INTELECTUAL Conhecimento da empresa, experiência, especialização e diversos

Leia mais

MBA EM CONTROLADORIA PÓS-GRADUAÇÃO DESAFIO PROFISSIONAL Módulo C

MBA EM CONTROLADORIA PÓS-GRADUAÇÃO DESAFIO PROFISSIONAL Módulo C MBA EM CONTROLADORIA PÓS-GRADUAÇÃO 13 DESAFIO PROFISSIONAL Módulo C Negociação e Marketing Empresarial Gestão Estratégica Empresarial Planejamento Estratégico Orçamentário e Gestão do Fluxo de Caixa Autor:

Leia mais

Chegou sua grande chance de se Qualificar no ClubeSDV e ter seus percentuais de comissionamentos aumentados!!!

Chegou sua grande chance de se Qualificar no ClubeSDV e ter seus percentuais de comissionamentos aumentados!!! Corra! Faltam apenas 2 dias. Qualifique-se ainda Hoje! Chegou sua grande chance de se Qualificar no ClubeSDV e ter seus percentuais de comissionamentos aumentados!!! FALTAM APENAS 2 DIAS PARA ENCERRAR

Leia mais

Formação para Certificação Internacional em Coaching Profissional ICC. ICC International Coaching Community

Formação para Certificação Internacional em Coaching Profissional ICC. ICC International Coaching Community Formação para Certificação Internacional em Coaching Profissional ICC ICC International Coaching Community O Coaching para você! Você quer ser mais efetivo em ajudar pessoas a alcançarem seus melhores

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS CONTABILIDADE APLICADA AO DIREITO 1º SEMESTRE DE 2015 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944 com o objetivo de preparar profissionais bem qualificados

Leia mais

Proposta Wizard Nova Veneza

Proposta Wizard Nova Veneza Proposta Wizard Nova Veneza Sobre a Wizard Com uma metodologia totalmente diferenciada, a Wizard aposta em cursos que acompanham as características particulares de cada aluno, preparando-o para aproveitar

Leia mais

Plano de Negócios para Começar Bem

Plano de Negócios para Começar Bem Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Capacitação Empresarial Plano de Negócios para Começar Bem Como elaborar seu plano de negócio Manual do Participante Brasília

Leia mais

FORMAÇÃO ANALISTA PERSONAL ASSESSMENT. módulo 1

FORMAÇÃO ANALISTA PERSONAL ASSESSMENT. módulo 1 FORMAÇÃO ANALISTA PERSONAL ASSESSMENT módulo 1 o que é o personal ASSESSMENT? O que é o personal ASSESSMENT? Personal Assessment é uma ferramenta brasileira de identifi cação de perfi l profi ssional e

Leia mais

Uma rede de cooperação do tamanho da nossa vontade de crescer.

Uma rede de cooperação do tamanho da nossa vontade de crescer. Uma rede de cooperação do tamanho da nossa vontade de crescer. O que é uma rede de cooperação? Uma Rede de Cooperação é uma associação de varejistas de um mesmo ramo e porte, não concorrentes entre si,

Leia mais

SOBRE A EQUIPE. SOBRE A I9Gestão

SOBRE A EQUIPE. SOBRE A I9Gestão SOBRE A EQUIPE A equipe da I9Gestão é formada por consultores experientes, altamente qualificados e apaixonados pelo que fazem. SOBRE A I9Gestão A I9Gestão Consultoria & Treinamento é especializada na

Leia mais

People Strategy Consulting

People Strategy Consulting People Strategy Consulting Nosso Propósito Por que a People Strategy? A People Strategy possui longa experiência e especialização em processos de desenvolvimento de pessoas e de negócios. Nosso papel é

Leia mais

ALGUNS CLIENTES. Clientes. Tu te tornas plenamente responsável por aquilo que cativas. Do Livro: O Pequeno Príncipe

ALGUNS CLIENTES. Clientes. Tu te tornas plenamente responsável por aquilo que cativas. Do Livro: O Pequeno Príncipe ALGUNS CLIENTES Clientes Tu te tornas plenamente responsável por aquilo que cativas. Do Livro: O Pequeno Príncipe Nosso maior objetivo é propor um trabalho de qualidade, com resultados imediatos utilizando

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012 Pós-Graduação Lato Sensu a Distância 1º semestre 2012 FEVEREIRO/2012 Índice dos Cursos de Pós-Graduação a distância Oferta: primeiro semestre 2012 Curso Mensalidade Total Pagina ÁREA: ADMINISTRAÇÃO MBA

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 EDITAL Nº 02/2016

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 EDITAL Nº 02/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 EDITAL Nº 02/2016 A Empresa Júnior Politech Projetos e Consultoria, da escola Politécnica do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais- UNILESTE comunica a comunidade

Leia mais

Saiba como vender Feiras em tempo de Crise

Saiba como vender Feiras em tempo de Crise Saiba como vender Feiras em tempo de Crise Apresentação» Quanto é importante para a sua organização aumentar as vendas?» Quanto é importante para a sua organização incrementar o valor do seu negócio?»

Leia mais

Processo de TRAINEE Os membros TRAINEE, INTEGRAÇÃO JR. dispõem benefícios como:

Processo de TRAINEE Os membros TRAINEE, INTEGRAÇÃO JR. dispõem benefícios como: ASSOCIAÇÃO DE CONSULTORIA DOS ALUNOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - CAMPUS CERRO LARGO INTEGRAÇÃO JUNIOR EDITAL Nº. 002/2017 1. DO OBJETIVO Processo de TRAINEE 1.1.

Leia mais

17 e 18 de setembro de 2014 Rio de Janeiro RJ

17 e 18 de setembro de 2014 Rio de Janeiro RJ 17 e 18 de setembro de 2014 Rio de Janeiro RJ 1 APRESENTAÇÃO O Seminário Regional de Informação de Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público busca estimular a criação e a consolidação de um ambiente

Leia mais

DINÂMICA DE GRUPO. André Silva Cauê de Souza João Vitor Matheus Delazeri Raphael Melo

DINÂMICA DE GRUPO. André Silva Cauê de Souza João Vitor Matheus Delazeri Raphael Melo DINÂMICA DE GRUPO André Silva Cauê de Souza João Vitor Matheus Delazeri Raphael Melo Definição de Grupo Conjunto de duas ou mais pessoas que se unem com um objetivo especifico, mas não necessariamente

Leia mais

Como se Tornar um Consultor

Como se Tornar um Consultor Parte II Como se Tornar um Consultor Prof. Oswaldo Junior Oswaldjr@ufpa.br Cel.: 9941-8627 Com adpatações do material produzido pelo profº Herbert Cutrin O Processo de Contratação Etapas do processo 1)

Leia mais

FINANÇAS PARA ADVOGADOS 1º SEMESTRE DE Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw)

FINANÇAS PARA ADVOGADOS 1º SEMESTRE DE Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw) FINANÇAS PARA ADVOGADOS 1º SEMESTRE DE 2014 Programa de Pós-Graduação Lato Sensu da DIREITO GV (GVlaw) FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944 com o

Leia mais

PPODE - ESTRATÉGICO. Slide 1 BALANCED SCORECARD CRESCIMENTO PRODUTIVIDADE MAIS RESULTADOS. Ms. RICARDO RESENDE DIAS

PPODE - ESTRATÉGICO. Slide 1 BALANCED SCORECARD CRESCIMENTO PRODUTIVIDADE MAIS RESULTADOS. Ms. RICARDO RESENDE DIAS Slide 1 BALANCED SCORECARD PRODUTIVIDADE CRESCIMENTO MAIS RESULTADOS Ms. RICARDO RESENDE DIAS BALANCED SCORECARD Slide 2 BSC CONCEITO FINALIDADE APLICAÇÃO PRÁTICA ESTRATÉGIA - BSC Slide 3 Ativos Tangíveis

Leia mais

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido 1. Quais as principais causas da falta de apoio ao programa? Quando o gestor diretor é da área responsável pelo programa ele

Leia mais

Associação Brasileira de Recursos Humanos do Rio de Janeiro ABRH-RJ TI`

Associação Brasileira de Recursos Humanos do Rio de Janeiro ABRH-RJ TI` Associação Brasileira de Recursos Humanos do Rio de Janeiro ABRH-RJ A ABRH-RJ A Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ), fundada há 51 anos, congrega profissionais e organizações que acreditam

Leia mais

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL O conhecimento como estratégia para o desenvolvimento Realização: INTRODUÇÃO A realidade socioeconômica, que aponta a valorização do capital humano nas

Leia mais