Expert Report para Exemplo Profissional. Professional. Styles

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Expert Report para Exemplo Profissional. Professional. Styles"

Transcrição

1 Expert Report para Exemplo Profissional Professional Styles

2 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Conteúdo Introdução ao Relatório de Avaliação... 3 Perfil Psicométrico - Visão Geral... 4 Perfil Psicométrico - Área Pensamento... 5 Perfil Psicométrico - Área Influência... 6 Perfil Psicométrico - Área Adaptabilidade... 7 Perfil Psicométrico - Área Entrega... 8 Resumo do Perfil Psicométrico... 9 Ajuste Cultura/Ambiente...10 Perfil de Competências Sobre este Relatório Este relatório baseia-se na avaliação de Estilos Profissionais, que explora as motivações, preferências, necessidades e talentos de um indivíduo nas principais áreas profissionais. Os resultados são baseados em dados obtidos da comparação de mais de profissionais e são apresentados numa escala de 1 a 10 stens. Por se tratar de um questionário de auto-avaliação, os resultados refletem as percepções do indivíduo. Contudo, nossa pesquisa tem demonstrado que trata-se de uma medida pertinente para predizer o comportamento dos indivíduos no contexto profissional. Deve-se lembrar que as informações contidas neste relatório são confidenciais e que, portanto, é preciso garantir que sejam armazenadas em lugar seguro. As informações contidas neste relatório geralmente têm validade de 12 a 24 meses, dependendo das circunstâncias profissionais do indivíduo. O relatório foi produzido utilizando os sistemas de software da Saville Consulting. Ele deriva dos resultados de uma avaliação preenchida pelo participante, e reflete suas respostas. Este relatório foi gerado eletronicamente. A Saville Consulting não garante que ele não tenha sido alterado ou editado. Não assumimos responsabilidade pelas conseqüências do uso deste relatório, independentemente de como surjam. A aplicação desta avaliação é limitada a funcionários, parceiros/ distribuidores, e clientes autorizados pela Saville Consulting.

3 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Introdução ao Relatório de Avaliação Este relatório fornece informações sobre motivações, preferências, necessidades e talentos com base nas respostas de Exemplo Profissional ao questionário Styles. Perfil Psicométrico Completo O perfil Psicométrico Completo detalha 36 dimensões de Estilos Profissionais, que estão divididas em quatro grandes áreas (Pensamento, Influência, Adaptabilidade e Entrega) com uma página para cada área. Cada área se divide em três grupos (12 no total), e cada grupo, por sua vez, abrage três dimensões. Cada uma destas 36 dimensões é composta por três aspectos subjacentes (108 no total), com descrições verbais das pontuações dos aspectos abaixo da dimensão. Resumo do Perfil Psicométrico O Resumo do Perfil Psicométrico oferece uma visão geral das 36 dimensões do perfil. As diferenças no estilo de perfil podem ser observadas na Amplitude dos Aspectos. As variações entre a Motivação e o Talento são indicadas pelos marcadores M e T respectivamente. Da mesma forma, as variações entre pontuações Normativas e Ipsativas são indicadas pelos marcadores N e I respectivamente. Ajuste Cultura/Ambiente O relatório de Ajuste Cultura/Ambiente da empresa indica os aspectos da função, cultura e ambiente, que podem facilitar ou inibir o sucesso de uma pessoa. A inovadora pesquisa da Saville Consulting sugere que existe uma importante interação entre as motivações e talentos de um indivíduo com as características da função, cultura e ambiente profissionais, auxiliando na determinação de suas competências e desempenho no trabalho. Motivações Individuais Talentos Individuais Facilitadores de Performance (Cultura, Função e Ambiente) Competências Profissionais Inibidores de Performance (Cultura, Função e Ambiente) Perfil de Competências O relatório do Potencial de Competências é baseado nas relações entre os 108 aspectos do questionário de Estilos Profissionais e em uma avaliação detalhada da performance no trabalho de mais de 1000 profissionais. Com base em dados reais, este instrumento oferece uma previsão exclusiva dos prováveis pontos fortes e limitações de Exemplo Profissional em 12 áreas chave de desempenho. Componentes fundamentais de performance são expressos nas descrições verbais e pontuações sob cada uma das 12 competências. Esta previsão deve ser interpretada com relação aos seus requisitos chave no trabalho, tal como estabelecido através de análises do trabalho ou métodos de traçar perfis de competência. Perfis altamente positivos podem refletir uma auto-avaliação positiva de forma irrealista, enquanto que perfis com pontuação baixas podem refletir uma auto-avaliação crítica demais. Em tais casos, é particularmente importante verificar os resultados em relação a outras informações.

4 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Perfil Psicométrico - Visão Geral Este Perfil oferece uma avaliação detalhada das respostas de Exemplo Profissional ao questionário de Estilos Profissionais. Ele inicia apresentando um resumo das respostas do participante e prossegue com uma explicação do perfil. As próximas páginas trazem informações sobre os resultados nas quatro grandes áreas. Resumo das Respostas Aceitação das Avaliações Em geral, não é nem muito positivo nem muito crítico em auto-avaliações Consistência das Classificações Consistente na ordenação de classificação das características Acordo Motivação-Talento Em geral, há um grau razoavelmente alto de alinhamento entre as pontuações de Motivação e de Talento Acordo Normativo-Ipsativo Em geral, há um grau razoavelmente alto de alinhamento entre as pontuações normativas e ipsativas Classificação de Perfis A ampla pesquisa da Saville Consulting mostra que o melhor preditor de desempenho no trabalho geralmente é a pontuação indicada pelo marcador sten (combinação normativoipsativo). Também são fornecidas informações sobre as sutis diferenças do perfil: Amplitude dos Aspectos. Quando as escalas dos Aspectos (em qualquer Grupo) apresentam pontuações maiores ou iguais a 3 stens, as mesmas são sinalizadas por um sombreamento e nas pontuações dos respectivos Aspectos. Divisão Motivação-Talento. Diferenças entre pontuações de Motivação e Talento de 3 stens ou mais em uma dada dimensão são indicadas pelos marcadores e. Tais diferenças podem sugerir desenvolvimento nestas áreas ou indicas áreas onde as influências ambientais têm forte impacto sobre o avaliado. Divisão Normativo-Ipsativo. Diferenças entre pontuações Normativas (avaliação) e Ipsativas (classificação) de 3 stens ou mais são indicadas pelos marcadores e. Caso as pontuações Ipsativas sejam mais altas que as Normativas, pode significar que a pessoa foi muito autocrítica em suas descrições normativas. Caso as pontuações Normativas sejam mais altas que as Ipsativas, pode significar que a pessoa foi menos autocrítica e possivelmente excedeu-se em sua descrição normativa. Isso possibilita a identificação de áreas específicas, que necessitam maior verificação, ao invés de uma mensuração pouco precisa da desejabilidade social.

5 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Perfil Psicométrico - Área Pensamento Normativo Ipsativo Motivação Talento Amplitude dos Aspectos PENSAMENTO VISÃO Inventivo Sten 7 gera idéias (7); produz idéias originais (8); menos propenso a adotar soluções radicais (4) Raciocínio Abstrato Sten 9 muito bom no desenvolvimento de conceitos (9); aplica teorias mais do que a maioria das pessoas (9); moderadamente interessado em estudar princípios subjacentes (6) Estratégico Sten 9 muito inclinado a desenvolver estratégias (9); cria uma visão clara do futuro (7); adota uma ampla visão de longo prazo (9) JULGAMENTO Insights Sten 8 muito rápido para identificar o núcleo de um problema (9); está constantemente identificando maneiras de melhorar as coisas (9); de certa forma inclinado a confiar na intuição para guiar seu julgamento (5) Pensamento Prático Sten 7 moderadamente concentrado em fazer trabalhos práticos (6); prefere aprender pela prática (7); mostra uma inclinação razoável para o uso senso comum (6) Orientado para o Aprendizado Sten 7 busca oportunidades para aprender coisas novas (8); moderadamente inclinado a aprender lendo (5); aprende muito rápido (9) AVALIAÇÃO Analítico Sten 6 muito inclinado a buscar soluções para os problemas (9); moderadamente interessado em analisar informações (6); faz perguntas de aprofundamento com razoável freqüencia (5) Fatual Sten 6 não é propenso a se comunicar bem por escrito (4); tem facilidade para entender a lógica por trás de um argumento (8); explora os fatos com razoável abrangência (5) Racional Sten 2 detesta trabalhar com dados numéricos (1); tem pouco interesse na tecnologia da informação (3); não é propenso a basear suas decisões somente nos fatos (4)

6 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Perfil Psicométrico - Área Influência Normativo Ipsativo Motivação Talento Amplitude dos Aspectos INFLUÊNCIA LIDERANÇA Determinado Sten 5 toma decisões com relativa rapidez (5); de certa forma preparado para ter responsabilidade por importantes decisões (6); tem opiniões firmes sobre algumas questões (6) Direcionador Sten 3 menos orientado ao papel de liderança (3); raramente busca tomar o controle das coisas (4); coordena pessoas razoavelmente bem (5) Empowering Sten 3 razoavelmente capaz de achar maneiras para motivar pessoas (5); muito pouco propenso a tentar inspirar outros (2); raramente busca encorajar os outros (4) IMPACTO Convincente Sten 4 menos persuasivo do que algumas pessoas (3); moderadamente interessado em negociar o melhor acordo (6); razoavelmente assertivo em tornar seus pontos de vista claros (5) Estimulador Sten 7 raramente desafia as idéias dos outros (4); razoavelmente aberto a expressar desacordo (6); muito freqüentemente se envolve em argumentações (9) Desenvolto Sten 6 confortável ao fazer apresentações (7); explica as coisas bem (7); razoavelmente confiante ao conhecer pessoas novas (5) COMUNICAÇÃO Auto-promoção Sten 2 muito modesto com relação a suas próprias conquistas (2); sente-se mal em ser o centro das atenções (3); tem relativamente pouca necessidade de receber elogios (3) Interativo Sten 3 moderadamente interessado em fazer networking (6); tende a falar relativamente pouco (4); muito pouco propenso a ser visto como animado (2) Cativante Sten 2 leva mais tempo para estabelecer boas relações do que a maioria das pessoas (2); não é propenso a agir na busca por novos amigos (3); coloca relativamente pouca ênfase em causar uma boa primeira impressão (4)

7 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Perfil Psicométrico - Área Adaptabilidade Normativo Ipsativo Motivação Talento Amplitude dos Aspectos ADAPTABILIDADE APOIO Envolvido Sten 5 um pouco menos direcionado ao trabalho em equipe do que os outros (4); presta alguma atenção às opiniões de outros (6); razoavelmente propenso a envolver os outros na decisão final (6) Atencioso Sten 7 entende prontamente como os outros estão se sentindo (7); é um ouvinte razoavelmente bom (5); muito interessado em entender porque as pessoas agiram de certa forma (9) Tolerante Sten 3 tende a ser cauteloso em confiar nas pessoas (2); razoavelmente tolerante (6); mostra um pouco menos de atenção pelos outros do que a maioria das pessoas (4) RESILIÊNCIA Conciliador Sten 5 razoavelmente bom na resolução de desentendimentos (5); lida com pessoas irritadas razoavelmente bem (6); lida razoavelmente bem com pessoas que estão chateadas (5) Autoconfiante Sten 6 menos autoconfiante do que muitas pessoas (4); tem uma percepção equilibrada sobre o seu próprio mérito (6); sentese no controle de seu próprio futuro (7) Emocionalmente Estável Sten 4 razoavelmente calmo antes de eventos importantes (5); algumas vezes fica nervoso durante eventos importantes (5); não gosta de ter que trabalhar sob pressão (3) FLEXIBILIDADE Receptivo Sten 8 receptivo a feedbacks dos outros (7); frequentemente estimula os outros à terem uma visão crítica sobre sua própria abordagem (9); solicita feedback sobre o seu desempenho (8) Positivo Sten 3 muito pouco propenso a adotar uma visão otimista (2); menos bem humorado do que a maioria das pessoas (2); recupera-se rapidamente de contratempos (7) Orientado para a Mudança Sten 7 aceita novos desafios prontamente (7); pronto a aceitar mudanças tanto quanto a maioria das pessoas (5); lida bem com incertezas (7)

8 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Perfil Psicométrico - Área Entrega Normativo Ipsativo Motivação Talento Amplitude dos Aspectos ENTREGA ESTRUTURA Organizado Sten 8 organizado (7); gosta muito de fazer planos (9); estabelece prioridades claras (8) Princípios Sten 8 comporta-se mais eticamente do que a maioria das pessoas (8); tende a respeitar a confidencialidade (7); concentrado no respeito dos seus compromissos (7) Orientado às Atividades Sten 10 trabalha em ritmo extremamente rápido (9); trabalha melhor quando tem muitas coisas para fazer (9); realiza tarefas múltiplas extremamente bem (9) Dinâmico Sten 10 DETERMINAÇÃO muito energético (10); muito impaciente para iniciar as coisas (9); muito bom em fazer com que as coisas aconteçam (9) Empenhado Sten 9 razoavelmente ambicioso (8); motivado a alcançar resultados notáveis (7); persevera em frente a grandes dificuldades (10) Empreendedor Sten 4 menos competitivo do que muitas pessoas (3); moderadamente inclinado a identificar oportunidades de negócio (6); moderadamente orientado para vendas (6) IMPLEMENTAÇÃO Meticuloso Sten 4 assegura um nível razoavelmente alto de qualidade (5); menos meticuloso do que muitas pessoas (3); dá relativamente pouca atenção para se certificar de que os detalhes estão corretos (4) Confiável Sten 8 cuidadoso em cumprir prazos (7); muito concentrado no cumprimento de tarefas (9); tende a ser pontual (8) Obediente Sten 4 pouco inclinado a seguir regras (4); não gosta de seguir procedimentos (4); algumas vezes está preparado para assumir riscos na tomada de decisões (4)

9 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Resumo do Perfil Psicométrico Normativo Ipsativo Motivação Talento Faixa de Faceta ENTREGA ADAPTABILIDADE INFLUÊNCIA PENSAMENTO Inventivo Raciocínio Abstrato Estratégico Insights Pensamento Prático Orientado para o Aprendizado Analítico Fatual Racional Determinado Direcionador Empowering Convincente Estimulador Desenvolto Auto-promoção Interativo Cativante Envolvido Atencioso Tolerante Conciliador Autoconfiante Emocionalmente Estável Receptivo Positivo Orientado para a Mudança Organizado Princípios Orientado às Atividades Dinâmico Empenhado Empreendedor Meticuloso Confiável Obediente Aceitação (6) Consistência (8) Acordo N-I (7) Acordo M-T (7)

10 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Ajuste Cultura/Ambiente Com base em ampla pesquisa da Saville Consulting interligando os estilos de indivíduos à cultura no trabalho, este relatório enfatiza os aspectos da cultura, função e ambiente que provavelmente facilitam ou inibem o sucesso de Exemplo Profissional. Facilitadores de Desempenho onde constantemente há muito acontecendo, as pessoas estão engajadas em tarefas múltiplas e o uso eficiente do tempo é importante onde os níveis de energia são altos, há um forte direcionamento para a ação e as pessoas são recompensadas por tomar a iniciativa onde há um forte foco estratégico, considera-se desejável ter uma ampla visão do futuro e o pensamento estratégico é altamente valorizado onde o desenvolvimento de idéias e conceitos teóricos são estimulados onde onde a maior importância é dada à pontualidade e à finalização de tarefas no prazo, e a confiabilidade é claramente valorizada onde habilidades organizacionais são bastante valorizadas e as pessoas apreciam receber prioridades claras onde há altos padrões éticos e as pessoas se comportam com integridade e discrição onde as pessoas são realistas e há ênfase em atividades práticas e na aplicação do bom senso Inibidores de Desempenho onde o ritmo de trabalho é lento, há poucas tarefas múltiplas e o tempo não é utilizado eficientemente onde os níveis de energia são baixos e as pessoas mostram pouca iniciativa onde o foco está no curto prazo ao invés do longo, no tático ao invés do estratégico onde há pouco interesse na aplicação de idéias e modelos teóricos, e se disponibiliza pouco tempo para explorar opções e possibilidades diferentes onde há uma cultura que permite que os prazos sejam ultrapassados e as tarefas freqüentemente ficam inacabadas onde a abordagem é reativa e há pouco planejamento ou preparação onde práticas anti-éticas são condenadas e exige-se que as pessoas se comprometam com seus princípios onde a ênfase está na teoría ao invés da prática, e há pouca oportunidade para o envolvimento em tarefas práticas

11 Criado em: 25-mar-2008 Página Saville Consulting. Todos os direitos reservados. Perfil de Competências Este relatório resume as áreas de maior e menor potencial de Exemplo Profissional's. Descrição de Competências Potencial ENTREGAR RESULTADOS ADAPTAR ABORDAGENS INFLUENCIAR PESSOAS RESOLVER PROBLEMAS Inovar Gerar Idéias (7); Explorar Possibilidades (9); Desenvolver Estratégias (10) Fazer Julgamentos Propiciar Insights (7); Adotar Abordagens Práticas (7); Desenvolver Expertise (7) Avaliar Problemas Analisar Situações (7); Documentar Fatos (7); Interpretar Dados (3) Liderar Tomar Decisões (5); Liderar Pessoas (5); Empowering Indivíduos (3) Apresentar Informações Convencer Pessoas (4); Desafiar Idéias (7); Expressar Claramente as Informações (5) Comunicar-se com Pessoas Impressionar Pessoas (3); Desenvolver Relacionamentos (4); Estabelecer Relações (2) Oferecer Apoio Trabalhar em Equipe (4); Entender Pessoas (6); Valorizar Pessoas (4) Projetar Confiança Resolver Conflitos (4); Transmitir Autoconfiança (5); Lidar com Pressão (5) Ajustar-se às Mudanças Solicitar Feedback (7); Pensar Positivamente (3); Aceitar Mudanças (6) Estruturar Tarefas Organizar Recursos (8); Manter Padrões (7); Completar Tarefas (10) Alcançar o Sucesso Agir (10); Perseguir Objetivos (7); Procurar Desafios de Negócio (5) Executar Tarefas Verificar Detalhes (5); Respeitar Prazos (8); Seguir Procedimentos (4) Muito Alto potencial acima de cerca de 95% Alto potencial acima de cerca de 90% Acima da Média potencial acima de cerca de 60% Razoavelmente Baixo potencial acima de cerca de 25% Abaixo da Média potencial acima de cerca de 40% Baixo potencial acima de cerca de 10% Razoavelmente Baixo potencial acima de cerca de 25% Razoavelmente Baixo potencial acima de cerca de 25% Abaixo da Média potencial acima de cerca de 40% Extremamente Alto potencial acima de cerca de 99% Razoavelmente Alto potencial acima de cerca de 75% Acima da Média potencial acima de cerca de 60%

Perfil de Competências de Gestão. Nome: Exemplo

Perfil de Competências de Gestão. Nome: Exemplo Perfil de Competências de Gestão Nome: Exemplo Data: 8 maio 2008 Perfil de Competências de Gestão Introdução Este perfil resume como é provável que o estilo preferencial ou os modos típicos de comportamento

Leia mais

Perfil de estilos de personalidade

Perfil de estilos de personalidade Relatório confidencial de Maria D. Apresentando Estilos de venda Administrador: Juan P., (Sample) de conclusão do teste: 2014 Versão do teste: Perfil de estilos de personalidade caracterizando estilos

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014 Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 Este relatório baseia-se nas respostas apresentadas no Inventário de Análise Pessoal comportamentos observados através questionário

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mario Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Leia mais

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

Inteligência. Emocional

Inteligência. Emocional Inteligência Emocional Inteligência Emocional O que querem os empregadores?? Atualmente, as habilitações técnicas específicas são menos importantes do que a capacidade implícita de aprender no trabalho

Leia mais

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A N D E S E N V O L V E R C A R R E I R A DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12,

Leia mais

> Relatório de Vendas. Nome: Exemplo

> Relatório de Vendas. Nome: Exemplo > Relatório de Vendas Nome: Exemplo Data: 8 maio 2008 INTRODUÇÃO O Relatório de Vendas da SHL ajuda a compreender a adequação do potencial do Exemplo na função de vendas. Este relatório é baseado nos resultados

Leia mais

Avaliação Confidencial

Avaliação Confidencial Avaliação Confidencial AVALIAÇÃO 360 2 ÍNDICE Introdução 3 A Roda da Liderança 4 Indicadores das Maiores e Menores Notas 7 GAPs 8 Pilares da Estratégia 9 Pilares do Comprometimento 11 Pilares do Coaching

Leia mais

Perfil de Equipe. Avaliação de: Empresa ABC. Equipe de Vendas. Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data:

Perfil de Equipe. Avaliação de: Empresa ABC. Equipe de Vendas. Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data: Perfil de Equipe SUPER de Vendas Avaliação de: Equipe de Vendas Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos reservados. Perfil de

Leia mais

judgment EM PERSPECTIVA:

judgment EM PERSPECTIVA: EM PERSPECTIVA: judgment As teorias de liderança geralmente estão baseadas em características individuais, como o carisma, influência, ética, entre outras, mas um determinante central da performance de

Leia mais

Relatório de Competências

Relatório de Competências ANÁLISE CALIPER DO POTENCIAL DE DESEMPENHO PROFISSIONAL Relatório de Competências LOGO CLIENTE CALIPER Avaliação de: Sr. Márcio Modelo Preparada por: Consultora Especializada Caliper e-mail: nome@caliper.com.br

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mário Teste Preparada por: Consultora Caliper consultora@caliper.com.br Data: Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Página 1 INTRODUÇÃO

Leia mais

PVI. PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS Parte do coaching/mentoring - dsg. Todos os Direitos Reservados

PVI. PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS Parte do coaching/mentoring - dsg. Todos os Direitos Reservados PVI PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS Parte do coaching/mentoring - dsg O QUE ABRANGE O PVI analisa, prioritariamente, as ATITUDES: Crenças e Valores - e suas consequências nos comportamentos do indivíduo

Leia mais

Competências avaliadas pela ICF

Competências avaliadas pela ICF Competências avaliadas pela ICF ð Estabelecendo a Base: 1. Atendendo as Orientações Éticas e aos Padrões Profissionais Compreensão da ética e dos padrões do Coaching e capacidade de aplicá- los adequadamente

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP Fatores e Indicadores de Desempenho ADP RESPONSABILIDADE / COMPROMETIMENTO COM A INSTITUIÇÃO - Assumir o compromisso na realização das atribuições - Atuar com disposição para mudanças - Buscar qualidade

Leia mais

Relatório de: Empresa ABC. Gerentes. Preparado por: Consultor Caliper 05/08/14

Relatório de: Empresa ABC. Gerentes. Preparado por: Consultor Caliper 05/08/14 Relatório de: Gerentes Preparado por: Consultor Caliper 05/08/14 Rua Eça de Queiroz, 1272 Ahu - Curitiba - PR - Cep: 80.540-140 Telefone: 41-3075-3400 Sobre o relatório O relatório Caliper Perfil de Equipe,

Leia mais

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Avaliação desenvolvida por Mónica Galiano e Kenn Allen, publicado originalmente no livro The Big Tent: Corporate Volunteering in the Global Age. Texto

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Jose Exemplo Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança Premium The

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

Perfil do Líder no Paraná

Perfil do Líder no Paraná Perfil do Líder no Paraná O importante é não parar nunca de questionar Albert Einstein Em 2006, a Caliper do Brasil, empresa multinacional de consultoria em gestão estratégica de talentos, buscando inovar,

Leia mais

Levantamento do Perfil Empreendedor

Levantamento do Perfil Empreendedor Levantamento do Perfil Empreendedor Questionário Padrão Informações - O objetivo deste questionário é auxiliar a definir o seu perfil e direcioná-lo para desenvolver suas características empreendedoras.

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS. 2013 Hogan Assessment Systems Inc.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS. 2013 Hogan Assessment Systems Inc. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL EQ A HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS Relatório para Tal Fulano ID HC748264 Data 12, Novembro, 2014 2013 Hogan Assessment Systems Inc.

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Catálogo de treinamentos

Catálogo de treinamentos Catálogo de treinamentos 11 3892-9572 www.institutonobile.com.br Desenvolvendo seus Talentos O Instituto Nobile desenvolve as mais modernas soluções em treinamento e desenvolvimento. Oferecemos programas

Leia mais

ACTION LEARNING. O que é Action Learning? FUN D A MEN T OS D O

ACTION LEARNING. O que é Action Learning? FUN D A MEN T OS D O C L E O W O L F F O que é Action Learning? Um processo que envolve um pequeno grupo/equipe refletindo e trabalhando em problemas reais, agindo e aprendendo enquanto atuam. FUN D A MEN T OS D O ACTION LEARNING

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Perfil e Competências do Coach

Perfil e Competências do Coach Perfil e Competências do Coach CÉLULA DE TRABALHO Adriana Levy Isabel Cristina de Aquino Folli José Pascoal Muniz - Líder da Célula Marcia Madureira Ricardino Wilson Gonzales Gambirazi 1. Formação Acadêmica

Leia mais

A L T O P O T E N C I A L

A L T O P O T E N C I A L S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A NR E L A T Ó R I O S A L T O P O T E N C I A L RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE CANDIDATO Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12, Novembro,

Leia mais

Empreendedores em Informática

Empreendedores em Informática Empreendedores em Informática Introdução Existem riscos e custos para um programa de ação. Mas eles são bem menores que os riscos e custos de longo alcance de uma acomodação confortável. John F. Kennedy

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

Treinamento Coaching - Assessment

Treinamento Coaching - Assessment Treinamento Coaching - Assessment Treinamento de vendas COACHING ASSESSMENT Para que treinar? A importância "A vontade de ganhar é importante, mas a vontade de se preparar é vital. Apresentando o Coaching

Leia mais

Enquete. O líder e a liderança

Enquete. O líder e a liderança Enquete O líder e a liderança Muitas vezes, o sucesso ou fracasso das empresas e dos setores são creditados ao desempenho da liderança. Em alguns casos chega-se a demitir o líder, mesmo aquele muito querido,

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

Gestão de Pessoas. Capacidade de gerar resultados a partir das pessoas e dos processos inerentes ao negócio.

Gestão de Pessoas. Capacidade de gerar resultados a partir das pessoas e dos processos inerentes ao negócio. Gestão Corporativa Governança Corporativa é o conjunto de processos, costumes, políticas, leis que regulam a maneira como uma empresa é dirigida, administrada ou controlada. PROCESSOS PESSOAS TECNOLOGIA

Leia mais

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você.

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você. Somos uma empresa inovadora, que através de uma metodologia vencedora proporciona a nossos clientes um ambiente favorável ao desenvolvimento de capacidades, para que seus profissionais alcancem o melhor

Leia mais

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO DEFINIÇÕES OPERACIONAIS E INDICADORES COMPORTAMENTAIS Pag. 1 Elaborada por Central Business Abril 2006 para o ABRIL/2006 2 COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Como Eu Começo meu A3?

Como Eu Começo meu A3? Como Eu Começo meu A3? David Verble O pensamento A3 é um pensamento lento. Você está tendo problemas para começar seu A3? Quando ministro treinamentos sobre o pensamento, criação e uso do A3, este assunto

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MISSÃO DO CURSO Formar profissionais de elevado nível de consciência crítica, competência técnica empreendedora, engajamento ético

Leia mais

Estratégias de Liderança Corporativa

Estratégias de Liderança Corporativa Estratégias de Liderança Corporativa Sábio é aquele que reconhece que tem muito a aprender Liderança e as Habilidades para Desenvolver Equipes de Sucesso 2 Liderar é uma arte... Reflexões... Lições...

Leia mais

CCSQ. Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 Setembro 2013. www.ceb.shl.com

CCSQ. Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 Setembro 2013. www.ceb.shl.com CCSQ Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente Nome Sample Candidate Data 23 Setembro 2013 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este Relatório para o Gestor ajuda a compreender a adequação potencial

Leia mais

PVI PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS ANÁLISE DOS RESULTADOS

PVI PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS ANÁLISE DOS RESULTADOS PVI PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS ANÁLISE DOS RESULTADOS VISÃO GERAL DE HOJE Fornecer INFORMAÇÕES RELEVANTES PARA REFLEXÃO, para criar CLIMA APOIADOR, levando à CONSCIENTIZAÇÃO, pois a DECISÃO DE MUDAR

Leia mais

Judgment Você toma milhares de decisões todos os dias, das mais simples às mais importantes. Quais serão as certas?

Judgment Você toma milhares de decisões todos os dias, das mais simples às mais importantes. Quais serão as certas? Judgment Você toma milhares de decisões todos os dias, das mais simples às mais importantes. Quais serão as certas? hoganjudgement.com www.hoganbrasil.com.br/hoganjudgement 2014 Hogan Assessment Systems

Leia mais

Relatório de Avaliação de Perfil Comportamental EU360

Relatório de Avaliação de Perfil Comportamental EU360 Relatório de Avaliação de Perfil Comportamental EU360 Avaliado(a): Eric Ribeiro Direção e Sentido Coaching e Treinamentos 01/10/2013 Direção e Sentido 1 / 4 Direção e Sentido Coaching e Treinamentos Nome:

Leia mais

Prof Elly Astrid Vedam

Prof Elly Astrid Vedam Prof Elly Astrid Vedam Despertar e saber lidar com os mecanismos de liderança e se preparar para a gestão de pequenos e médios negócios; Identificar conflitos no ambiente de seu negócio, calculando e avaliando

Leia mais

LIDERANÇA. "Um exército de ovelhas liderado por um leão derrotaria um exército de leões liderado por uma ovelha." (Provérbio Árabe)

LIDERANÇA. Um exército de ovelhas liderado por um leão derrotaria um exército de leões liderado por uma ovelha. (Provérbio Árabe) LIDERANÇA "O grande líder é aquele que está disposto a desenvolver as pessoas até o ponto em que elas eventualmente o ultrapassem em seu conhecimento e habilidade." Fred A. Manske "Um exército de ovelhas

Leia mais

Formação Analista DISC

Formação Analista DISC Formação Analista DISC Metodologia DISC Os Fatores DISC representam reações comportamentais a partir da percepção que o indivíduo tem do ambiente. Marston precisava medir de algum modo os estilos de comportamento.

Leia mais

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com. Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.br MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Alinhadas às Diretrizes

Leia mais

Introdução. Uma forma comum de estabelecimento de metas usada nas organizações é a Administração por Objetivos - APO

Introdução. Uma forma comum de estabelecimento de metas usada nas organizações é a Administração por Objetivos - APO ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVOS 1 Introdução Uma forma comum de estabelecimento de metas usada nas organizações é a Administração por Objetivos - APO Este processo é uma tentativa de alinhar metas pessoais

Leia mais

Perfil de Equipe. Empresa ABC. Equipe de Líderes. Avaliação de: Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data:

Perfil de Equipe. Empresa ABC. Equipe de Líderes. Avaliação de: Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data: Perfil de Equipe Avaliação de: Equipe de Líderes Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil de Equipe Destaca-se no potencial desta equipe a facilidade que demonstra

Leia mais

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes 1 SÉRIE DESENVOLVIMENTO HUMANO FORMAÇÃO DE LÍDER EMPREENDEDOR Propiciar aos participantes condições de vivenciarem um encontro com

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

Princípios de Liderança

Princípios de Liderança Princípios de Liderança LIDERANÇA E COACH www.liderancaecoach.com.br / liderancaecoach ÍNDICE Liderança Chefe x Líder O que um líder não deve fazer Dicas para ser um líder de sucesso Para liderar uma equipe

Leia mais

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO 1 LÍDERES DO SECULO XXI André Oliveira Angela Brasil (Docente Esp. das Faculdades Integradas de Três Lagoas-AEMS) Flávio Lopes Halex Mercante Kleber Alcantara Thiago Souza RESUMO A liderança é um processo

Leia mais

Corpo e Fala EMPRESAS

Corpo e Fala EMPRESAS Corpo e Fala EMPRESAS A Corpo e Fala Empresas é o braço de serviços voltado para o desenvolvimento das pessoas dentro das organizações. Embasado nos pilares institucionais do negócio, ele está estruturado

Leia mais

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores Sumário Liderança para potenciais e novos gestores conceito Conceito de Liderança Competências do Líder Estilos de Liderança Habilidades Básicas Equipe de alta performance Habilidade com Pessoas Autoestima

Leia mais

Portfolio de cursos TSP2

Portfolio de cursos TSP2 2013 Portfolio de cursos TSP2 J. Purcino TSP2 Treinamentos e Sistemas de Performance 01/07/2013 Como encantar e fidelizar clientes Visa mostrar aos participantes a importância do conhecimento do cliente,

Leia mais

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Apresentação geral dos módulos Universidade do Minho Escola de Psicologia rgomes@psi.uminho.pt www.psi.uminho.pt/ www.ardh-gi.com Esta apresentação não substitui a leitura

Leia mais

Os Sete Níveis de Consciência da Liderança

Os Sete Níveis de Consciência da Liderança Os Sete Níveis de Consciência da Liderança Existem sete níveis bem definidos de liderança, que correspondem aos sete níveis de consciência organizacional. Cada nível de liderança se relaciona com a satisfação

Leia mais

José Modelo Empresa ABC 16 de dezembro de 2008

José Modelo Empresa ABC 16 de dezembro de 2008 Avaliação Caliper de Empresa ABC 16 de dezembro de 2008 Fornecido por Caliper Estratégias Humanas do Brasil Ltda. Copyright 2008 Caliper Corporation. Todos os direitos reservados. Este Guia de Desenvolvimento

Leia mais

1. Motivação para o sucesso (Ânsia de trabalhar bem ou de se avaliar por uma norma de excelência)

1. Motivação para o sucesso (Ânsia de trabalhar bem ou de se avaliar por uma norma de excelência) SEREI UM EMPREENDEDOR? Este questionário pretende estimular a sua reflexão sobre a sua chama empreendedora. A seguir encontrará algumas questões que poderão servir de parâmetro para a sua auto avaliação

Leia mais

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

INFORMAÇÕES ADICIONAIS APRENDA SOBRE GOVERNANÇA DE TI Programa de Qualificação COBIT 5 Presencial ou EAD O COBIT 5 define as necessidades das partes interessadas da empresa como ponto de partida das atividades de governança

Leia mais

PRATICANDO A LIDERANÇA COACHING

PRATICANDO A LIDERANÇA COACHING 8 ENCREPI - PRATICANDO A LIDERANÇA COACHING SARAH MUNHOZ 23/11/09 LIDERANÇA Kotler(1988): processo de movimentar um grupo ou grupos em alguma direção por meios não coercitivos. Robbins (1991): é o processo

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ SABER Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Paul Persuader. Descrição Individual e Estratégias de Sucesso do Programa de Perfil Pessoal. Dimensões do Comportamento

Paul Persuader. Descrição Individual e Estratégias de Sucesso do Programa de Perfil Pessoal. Dimensões do Comportamento Perfil Comportamental DiSC de: Paul Persuader Descrição Individual e Estratégias de Sucesso do Programa de Perfil Pessoal Estratégias para Gerenciar em Vendas Dimensões do Comportamento 16/07/07 W2.0.0.5

Leia mais

A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram

A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram Esquema de Palestra I. Por Que As Pessoas Compram A Abordagem da Caixa Preta A. Caixa preta os processos mentais internos que atravessamos ao tomar uma

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

O GERENTE DE PROJETOS

O GERENTE DE PROJETOS O GERENTE DE PROJETOS INTRODUÇÃO Autor: Danubio Borba, PMP Vamos discutir a importância das pessoas envolvidas em um projeto. São elas, e não os procedimentos ou técnicas, as peças fundamentais para se

Leia mais

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados Aperfeiçoamento Gerencial para Supermercados Liderança Liderança é a habilidade de influenciar pessoas, por meio da comunicação, canalizando seus esforços para a consecução de um determinado objetivo.

Leia mais

Liderando Projetos com Gestão de Mudanças Organizacionais

Liderando Projetos com Gestão de Mudanças Organizacionais Jorge Bassalo Strategy Consulting Sócio-Diretor Resumo O artigo destaca a atuação da em um Projeto de Implementação de um sistema ERP, e o papel das diversas lideranças envolvidas no processo de transição

Leia mais

Liderança Estratégica

Liderança Estratégica Liderança Estratégica A título de preparação individual e antecipada para a palestra sobre o tema de Liderança Estratégica, sugere-se a leitura dos textos indicados a seguir. O PAPEL DE COACHING NA AUTO-RENOVAÇÃO

Leia mais

inovadoras recrutamento

inovadoras recrutamento Avaliações inovadoras para recrutamento em grande volume Encontre agulhas no palheiro Nos processos de recrutamento em grande volume, você pode perder as pessoas certas por haver tantos candidatos menos

Leia mais

Metodologias educacionais para atração, desenvolvimento e engajamento de talentos. Prof. Wagner T. Cassimiro

Metodologias educacionais para atração, desenvolvimento e engajamento de talentos. Prof. Wagner T. Cassimiro Metodologias educacionais para atração, desenvolvimento e engajamento de talentos Prof. Wagner T. Cassimiro São Paulo, 14 de maio de 2015 Sumário Alinhando Educação Corporativa com o desenvolvimento de

Leia mais

Os 7 Mandamentos da Destroika

Os 7 Mandamentos da Destroika Os 7 Mandamentos da Destroika 1 Intitula-se DESTROIKA. Trata-se de um Programa de Gestão de Mudança inovador. Afirma-se positivo e centrado nas pessoas e tem como objetivo salvar empresas e empregos. Este

Leia mais

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS Autor: Maria Rita Gramigna Como identificar potenciais e competências em um processo seletivo? Como agir com assertividade

Leia mais

L I D E R A N Ç A (Autoria não conhecida)

L I D E R A N Ç A (Autoria não conhecida) L I D E R A N Ç A (Autoria não conhecida) Liderança é inata? Abordagem Genética - Antigamente acreditava-se que o indivíduo nascia com características, aptidões e valores próprios de um líder. Na moderna

Leia mais

REFLEXÃO. (Warren Bennis)

REFLEXÃO. (Warren Bennis) RÉSUMÉ Consultora nas áreas de Desenvolvimento Organizacional e Gestão de Pessoas; Docente de Pós- Graduação; Coaching Experiência de mais de 31 anos na iniciativa privada e pública; Doutorado em Administração;

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

GESTÃO DE DESEMPENHO. Prof. WAGNER RABELLO JR. Conceito de desempenho. Níveis de desempenho. O di?

GESTÃO DE DESEMPENHO. Prof. WAGNER RABELLO JR. Conceito de desempenho. Níveis de desempenho. O di? GESTÃO DE DESEMPENHO Prof. WAGNER RABELLO JR Conceito de desempenho Níveis de desempenho O di? O que medir? Resultados Desempenho Competências Fatores críticos de desempenho 1 Segundo Chiavenato, existem

Leia mais

Estratégias de Pesquisa

Estratégias de Pesquisa Estratégias de Pesquisa Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Survey Design e Criação Estudo de Caso Pesquisa Ação Experimento

Leia mais

Assessment. Maio 2006

Assessment. Maio 2006 Assessment Beth Gama, Ph.D. Maio 2006 O Valor de Nosso Modelo de Assessment Fundamentado nas pesquisas mais recentes sobre os determinantes de sucesso entre líderes Incorpora as melhores práticas de medidas

Leia mais

Quem Contratar como Coach?

Quem Contratar como Coach? Quem Contratar como Coach? por Rodrigo Aranha, PCC & CMC Por diversas razões, você tomou a decisão de buscar auxílio, através de um Coach profissional, para tratar uma ou mais questões, sejam elas de caráter

Leia mais

Discutir liderança feminina em pleno século

Discutir liderança feminina em pleno século Liderança feminina Discutir liderança feminina em pleno século XXI parece ultrapassado, mas apenas agora as mulheres começam a ser reconhecidas como líderes eficazes. Somente neste século o reconhecimento

Leia mais

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS:

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: O QUE É PRECISO PARA SER UM CORRETOR DE SUCESSO gerenciador e site imobiliário Introdução O perfil do corretor de imóveis de sucesso Aprimorando os pontos fracos Conclusão

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

S E G U R A N Ç A H O G A NR E L A T Ó R I O S COMPORTAMENTO RELACIONADO À SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Relatório para: Tal Fulano

S E G U R A N Ç A H O G A NR E L A T Ó R I O S COMPORTAMENTO RELACIONADO À SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Relatório para: Tal Fulano S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A NR E L A T Ó R I O S S E G U R A N Ç A COMPORTAMENTO RELACIONADO À SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO Relatório para: Tal Fulano Identificação:

Leia mais

OPQ Perfi l OPQ. Relatório para as Vendas. Nome Sra. Exemplo 3

OPQ Perfi l OPQ. Relatório para as Vendas. Nome Sra. Exemplo 3 OPQ Perfi l OPQ Relatório para as Vendas Nome Sra. Exemplo 3 Data 28 Agosto 2014 www.ceb.shl.com www.transformece.com.br INTRODUÇÃO O Relatório para as Vendas da SHL ajuda a compreender a adequação potencial

Leia mais

Ser sincero em sua crença de que todos devem ir para casa todos os dias com segurança e saúde - demonstre que você se importa.

Ser sincero em sua crença de que todos devem ir para casa todos os dias com segurança e saúde - demonstre que você se importa. A Liderança Faz a Diferença Guia de Gerenciamento de Riscos Fatais Introdução 2 A prevenção de doenças e acidentes ocupacionais ocorre em duas esferas de controle distintas, mas concomitantes: uma que

Leia mais

NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS

NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS Concurso para agente administrativo da Polícia Federal Profa. Renata Ferretti Central de Concursos NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS 1. Organizações como

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

Avaliando Ações de Treinamento e Desenvolvimento. Daniel Orlean

Avaliando Ações de Treinamento e Desenvolvimento. Daniel Orlean Avaliando Ações de Treinamento e Desenvolvimento Daniel Orlean ou... 6Ds + ROI Daniel Orlean Como você faz para aprovar um programa de T&D Na sua percepção, qual a maior barreira ao implementar um processo

Leia mais