ISEL Sessão de Apresentação no ISEL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ISEL Sessão de Apresentação no ISEL"

Transcrição

1 ISEL

2 ISEL Sessão de Apresentação no ISEL Manuel Pires Abraços 15 Novembro 2011

3 Apresentação O Poliempreende é um concurso de ideias e de planos de negócios que tem como objectivo avaliar e premiar projectos desenvolvidos e apresentados por estudantes do ensino politécnico.

4 Apresentação O Poliempreende é promovido conjuntamente por todos os Institutos Politécnicos portugueses e tem uma componente regional e outra nacional. O Instituto Politécnico de Viseu é o Coordenador Nacional da 9ª Edição do Concurso.

5 Apresentação A nível regional, cada Instituto Politécnico promove um conjunto de iniciativas destinadas aos seus alunos, que culminam na escolha do melhor projecto. Os projectos vencedores em cada região são, posteriormente, submetidos à apreciação de um júri Nacional que irá escolher os três melhores projectos nacionais.

6 Objectivos O Poliempreende é um concurso de ideias no contexto dos Institutos Politécnicos que pretende contribuir para: Estimular a mudança da cultura organizacional académica, no sentido de levar os agentes académicos a envolver-se com a comunidade envolvente;

7 Objectivos Sensibilizar os órgãos directivos, científicos e pedagógicos dos IP para a urgência e importância do desenvolvimento de competências empreendedoras, nos estudantes das várias escolas e cursos para que sejam inovadoras e esse seja um lema na sua vida activa quer a trabalhar por conta de outrem, quer por conta própria;

8 Objectivos Estimular a investigação aplicada orientada para o mercado, explorando o carácter eminentemente prático e profissionalizante da formação politécnica; Reforçar o efeito de alavanca e de inovação dos objectivos do concurso com o envolvimento de todos os Institutos Politécnicos do país, garantindo assim uma maior abrangência, visibilidade e impacto.

9 Objectivos Massificar a temática do Empreendedorismo junto dos docentes e dos estudantes, permitindo desta forma alertar os vários actores educativos para a relevância da carreira de empreendedor por conta própria e para a importância do desenvolvimento de competências essenciais para um cidadão do século XXI;

10 Objectivos Contribuir para o desenvolvimento económico do País com os projectos desenvolvidos que possam ser levados à prática; Contribuir para a criação de estruturas em cada IP para o apoio ao empreendedorismo que possam apoiar a concretização dos projectos desenvolvidos.

11 Destinatários Estudantes de graduação ou pós-graduação de escolas dos IP, com inscrição em vigor; Diplomados de qualquer grau, por escolas dos IP, adiante designados por diplomados; Docentes dos IP ou outros indivíduos (os quais, por este facto, ficam impedidos de pertencer ao júri responsável pela apreciação das propostas), desde que integrando equipas constituídas por alunos e/ou diplomados.

12 Requisitos dos Projectos Os projectos apresentados deverão ser originais, não ter sido apresentados a qualquer outra entidade e corresponder a intenções reais de implementação. Os projectos apresentados para além de originais deverão ser inovadores, mostrando como o produto ou serviço oferece algo de diferente aos consumidores;

13 Requisitos dos Projectos Os projectos poderão contemplar a reconversão, ou especialização em áreas tecnológicas, de empresas já existentes, pressupondo a participação maioritária dos promotores; Cada equipa só poderá apresentar a concurso um único projecto empresarial.

14 Candidaturas As candidaturas serão efectuadas através do preenchimento da ficha de inscrição e enviada ao representante do Poliempreende no ISEL: Ficha de Inscrição Formulário para o Concurso de Ideias de Negócio Plano de Negócio Formulário Plano Financeiro

15 Prémios Prémios Regionais Monetários: 1º Prémio º Prémio º Prémio Complementares: serviços de consultoria jurídica e contabilística, software de gestão, etc.

16 Prémios Prémios Nacionais Monetários: 1º Prémio º Prémio º Prémio Os prémios monetários nacionais serão entregues em duas fracções, a primeira, correspondendo a 50% do seu montante global, a entregar na cerimónia pública de encerramento do concurso. Os restantes 50% serão entregues com a apresentação da cópia da declaração de inicio de actividade, comprovando a implementação empresarial do projecto.

17 Prémios A disponibilização de prémios complementares será associada à demonstração da concretização do projecto, nas condições definidas pelo patrocinador. Os prémios nacionais e regionais poderão ser acumulados. Os resultados da apreciação dos júris regional e nacional serão divulgados através dos websites da entidade coordenadora e dos IP participantes, sendo a entrega dos prémios efectuada em cerimónia pública nos Serviços do IP que presidir ao júri. A todos os promotores será emitido um certificado de participação.

18 Júri Regional: Os projectos serão avaliados num primeiro momento por um júri regional, presidido pelo Presidente do IPL ou em quem ele delegar, sem direito a voto, e integrará um representante de cada uma das entidades patrocinadoras. O melhor projecto regional será submetido ao júri nacional.

19 Júri Nacional: Este será presidido pelo Presidente da entidade coordenadora, ou em quem ele delegar, sem direito de voto, e será constituído por um número ímpar de membros, entre personalidades nacionais ou estrangeiras de reconhecido mérito e um representante de cada entidade patrocinadora nacional;

20 Júri Aos Júris Regional e Nacional caberá avaliar os projectos e atribuir os prémios respectivos. No entanto, se os projectos não corresponderem aos requisitos mínimos, os Júris poderão não atribuir a totalidade ou qualquer dos prémios. Os critérios de avaliação e os respectivos pesos serão os constantes da Grelha de Avaliação, tendo como base o Plano Sucinto de Negócio e uma entrevista com os promotores;

21 Júri Confidencialidade Em relação aos projectos premiados a entidade coordenadora e os IP reservam-se o direito de difundir as características gerais dos mesmos, assim como a identificação dos seus promotores; Relativamente aos demais projectos, não premiados, as entidades patrocinadoras comprometem-se a guardar confidencialidade sobre os mesmos.

22 Actividades Complementares Tendo em vista a sensibilização, despertar de mentes e ideias e por fim a elaboração do plano de negócios, decorrem paralelamente ao concurso, um conjunto de acções de formação e acompanhamento: Apresentação do Concurso, Oficina E e Oficina E2. A presença nestas acções não sendo obrigatória para a participação no concurso é recomendável e confere um certificado de frequência autónomo.

23 Sessões de Formação em Empreendedorismo Nestas sessões pretende-se que os participantes, através de actividades com enfoque na formação comportamental e aprendizagem experimental possam compreender a importância do empreendedorismo, dando ênfase à detecção de oportunidades, ao desenvolvimento de ideias e ao estudo de pré viabilidade para as suas ideias empreendedoras. Será ainda dado enfoque ao processo de gestão do projecto e aos recursos necessários. A formação termina com a elaboração do projecto de Ideia de Negócio.

24 Sessões de Formação em Empreendedorismo Inscrição: Até 18 Novembro 2011 Ficha de Inscrição enviar para

25 Sessões de Formação em Empreendedorismo Oficina E: No Auditório Professor Fernando Chagas Gomes no ISEL, nos dias 22, 23, 29 e 30 de Novembro, 06, 07 de Dezembro de 2011 das 17:30 às 20h00 Objectivo: Pretende-se que os participantes, através de actividades com enfoque na formação comportamental e aprendizagem experimental possam compreender a importância do empreendedorismo, dando ênfase à detecção de oportunidades, ao desenvolvimento de ideias e ao estudo de pré-viabilidade para as suas ideias empreendedoras.

26 Sessões de Formação em Empreendedorismo Oficina E2: No ISEL: entre 27 de Fevereiro e 23 de Março de 2012 das 18h00 às 20h00 (dias a indicar) Objectivo Sessão de formação que permite a elaboração do plano de negócios, composto pelos sub planos de Marketing e Financeiro. Será ainda dada formação sobre os aspectos legais da constituição da empresa e mostrados os possíveis financiamentos para o negócio.

27 Projecto de Ideia Apresentado com a Seguinte Estrutura: Título do projecto Identificação dos Promotores Descrição do Produto/Serviço CAE e caracterização sucinta do sector de actividade Mercado/Público-alvo Identificar recursos necessários (Humanos, Financeiros, Tecnologia, Equipamento, Materiais e Logística) Oportunidades Ameaças: (Mais valia da Ideia; Restrições / Constrangimentos)

28 Sustentação do Projecto de Ideia suportada num Plano de Negócios, composto por: Plano de Marketing apresentado segundo os detalhes do respectivo Formulário Plano Financeiro desenvolvido e apresentado de acordo com o modelo seguido pelo IAPMEI Plano Financeiro

29 Plano do 9º concurso Poliempreende Inscrição Formação Formação Oficina E Projecto Ideia Avaliação Sugestões Melhoria Concurso Regional Formação Oficina E2 Plano de Negócios Sugestões de Melhoria Entrega da Ideia no IPL Júri Regional Projectos classificados em 1º lugar em cada IP Apresentação ao Júri Nacional Concurso Nacional

30 Plano e Programação do 9º concurso Poliempreende no ISEL Inscrição Formação até 18Nov2011 Oficina E 22Nov a 7Dez2011 Projecto Ideia (entrega ao coordenador) até 9Jan2012 Avaliação e SugestõesMelhoria 18Jan2012 Concurso Regional 1º prémio: º prémio: º prémio: Oficina E2 27Fev a 23Mar2012 Plano de Negócios Sugestões de Melhoria Entrega da Ideia no IPL até 4Jun2012 Júri Regional 6Jul2012 Projectos classificados em 1º lugar em cada IP Apresentação ao Júri Nacional 2ª quinzena de Set2012 (data a definir) Concurso Nacional 1º prémio: º prémio: º prémio: 3 000

31 Certificados, Diplomas e ECTS para os Alunos do ISEL Etapas/Fases Formação Oficina E 18 Duração (horas) Programa Objectivos Atribuição O empresário, as ideias e as oportunidades Organização do Projecto de Ideia Avaliação pelo júri de coordenadores 4 As influências para a criação do negócio e a sua gestão A estruturação do Projecto de Ideia Exercícios Formação Oficina E2 18 Plano do Negócio: Plano de Marketing; Plano Financeiro. Organização do 8 Projecto Final Avaliação pelo júri de coordenadores Apresentação ao júri regional (IPL) Avaliação pelo júri regional (IPL) Os aspectos legais da constituição da empresa Exercícios Desenvolver e estruturar uma ideia Desenvolver a sustentação da ideia e defendê-la Certificado de frequência para quem fez as formações E e E2. (não são permitidas mais que duas faltas de 1,5 h) Certificado, diploma suplementar com 1,5 ECTS

32 Questões e Dúvidas? ISEL

Regulamento Artigo 1.º Objeto Artigo 2.º Objetivos Artigo 3.º Destinatários Artigo 4.º Fases

Regulamento Artigo 1.º Objeto Artigo 2.º Objetivos Artigo 3.º Destinatários Artigo 4.º Fases Regulamento Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento visa estabelecer o modo de funcionamento do Concurso Poliempreende, uma iniciativa conjunta, no âmbito do empreendedorismo, dos Institutos Politécnicos

Leia mais

Regulamento. Artigo 1.º. Objeto

Regulamento. Artigo 1.º. Objeto Regulamento Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento visa estabelecer o modo de funcionamento do Concurso Poliempreende, uma iniciativa conjunta, no âmbito do empreendedorismo, dos Institutos Politécnicos

Leia mais

POLIEMPRENDE NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM. março de 2017

POLIEMPRENDE NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM. março de 2017 POLIEMPRENDE NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM março de 2017 1 Poliempreende. Um concurso de projetos de vocação empresarial criado pelos Institutos Politécnicos. Iniciativa que visa, através de um

Leia mais

REGULAMENTO. Artigo 2.º Objectivos

REGULAMENTO. Artigo 2.º Objectivos REGULAMENTO Artigo 1.º Objecto O presente Regulamento visa estabelecer o modo de funcionamento do 7º Concurso PoliEmpreende, uma iniciativa conjunta, no âmbito do empreendedorismo, dos Institutos Politécnicos

Leia mais

POLIEMPREENDE NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

POLIEMPREENDE NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM POLIEMPREENDE NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM 1 Poliempreende. Um concurso de projetos de vocação empresarial criado pelos Institutos Politécnicos. Iniciativa que visa, através de um concurso de ideias

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS 2014-2015 JOVENS CRIATIVOS, EMPREENDEDORES PARA O SÉCULO XXI

CONCURSO DE IDEIAS 2014-2015 JOVENS CRIATIVOS, EMPREENDEDORES PARA O SÉCULO XXI 0 REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS 2014-2015 1. OBJETIVOS Através de um concurso de ideias, a iniciativa INOVA! visa: Estimular o espírito empreendedor, criativo e inovador das crianças e dos jovens;

Leia mais

JOVENS EMPREENDEDORES Búzio

JOVENS EMPREENDEDORES Búzio Jovens Empreendedores 2015/2016 Jovens Empreendedores 2015/2016 Jovens Empreendedores 2015/2016 Jovens Empreendedores 2015/2016 Jovens Empreendedores 2015/2016 Jovens CONCURSO JOVENS EMPREENDEDORES Búzio

Leia mais

3. Os projetos deverão corresponder a uma das seguintes três opções: i) negócios na área do turismo ou valorização produtos endógenos, ii)

3. Os projetos deverão corresponder a uma das seguintes três opções: i) negócios na área do turismo ou valorização produtos endógenos, ii) tourismup.pt TOURISM UP é um programa de aceleração promovido pelos Territórios Criativos, em parceria com o Turismo de Portugal I.P., que tem como objetivo apoiar projetos de empreendedorismo nas áreas

Leia mais

INOVA Jovens Criativos, Empreendedores para o século XXI. Concurso de Ideias INOVA 2014/2015

INOVA Jovens Criativos, Empreendedores para o século XXI. Concurso de Ideias INOVA 2014/2015 INOVA Jovens Criativos, Empreendedores para o século XXI Concurso de Ideias INOVA 2014/2015 O que é o INOVA! e quem pode concorrer? O INOVA! é um concurso de ideias, destinado a estimular o empreendedorismo

Leia mais

2 O primeiro ano de atribuição do PRÉMIO foi o ano de 2007 (dois mil e sete).

2 O primeiro ano de atribuição do PRÉMIO foi o ano de 2007 (dois mil e sete). REGULAMENTO DO PRÉMIO PROF. E. LIMBERT SOCIEDADE PORTUGUESA DE ENDOCRINOLOGIA DIABETES E METABOLISMO / GENZYME A SANOFI COMPANY EM PATOLOGIA DA TIRÓIDE ARTIGO 1º 1 A SOCIEDADE PORTUGUESA DE ENDOCRINOLOGIA,

Leia mais

Regulamento- Concurso de Ideias REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS CONCELHO DE POMBAL. Preâmbulo

Regulamento- Concurso de Ideias REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS CONCELHO DE POMBAL. Preâmbulo REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS CONCELHO DE POMBAL Preâmbulo O Concurso de Ideias é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria e do Município de Pombal. O presente documento visa

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA

REGULAMENTO DO 1º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA REGULAMENTO DO 1º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA 1. ENQUADRAMENTO 1 a. O projecto INCUBAR+LEZIRIA é uma Ação Coletiva, dinamizada pela NERSANT, INSTITUTO POLITÉCNICO

Leia mais

Prémio Jovem Empreendedor Regulamento. Municí pio de Grâ ndolâ

Prémio Jovem Empreendedor Regulamento. Municí pio de Grâ ndolâ Prémio Jovem Empreendedor Regulamento Municí pio de Grâ ndolâ Regulamento do Prémio Jovem Empreendedor Preâmbulo O empreendedorismo tem vindo a assumir, dadas as atuais circunstâncias económicas e sociais,

Leia mais

REGULAMENTO 3º CONCURSO RIBATEJO EMPREENDE REGULAMENTO. 3º Concurso Temático de Ideias de Negócio no âmbito do Projeto RIBATEJO EMPREENDE

REGULAMENTO 3º CONCURSO RIBATEJO EMPREENDE REGULAMENTO. 3º Concurso Temático de Ideias de Negócio no âmbito do Projeto RIBATEJO EMPREENDE REGULAMENTO 3º Concurso Temático de Ideias de Negócio no âmbito do Projeto RIBATEJO EMPREENDE TORRES NOVAS, 29 de setembro de 2017 1 1. ÂMBITO O projeto RIBATEJO EMPREENDE, promovido pela NERSANT e co-financiado

Leia mais

BASE CONCEPTUAL DO CONCURSO FOMENTO DO EMPREENDEDORISMO NOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS

BASE CONCEPTUAL DO CONCURSO FOMENTO DO EMPREENDEDORISMO NOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS BASE CONCEPTUAL DO CONCURSO FOMENTO DO EMPREENDEDORISMO NOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS 1. Introdução Na sociedade do conhecimento o desenvolvimento económico é potenciado por empresas de base

Leia mais

Projecto MIMAR O SOLAR

Projecto MIMAR O SOLAR Equipa Star Wars 1 Projecto MIMAR O SOLAR 2 Projecto Mimar o Solar Apresentação O Projecto MIMAR O SOLAR surge como iniciativa promovida pelo Solar do Mimo Centro de Acolhimento Temporário de Crianças

Leia mais

Regulamento Prémio Desafio OUSAR: A minha Ideia, a minha Empresa

Regulamento Prémio Desafio OUSAR: A minha Ideia, a minha Empresa Regulamento Prémio Desafio OUSAR: A minha Ideia, a minha Empresa Artigo 1 Organização e objectivo A AIMinho Associação Empresarial (AIMinho) leva a efeito o Prémio Desafio OUSAR: A minha Ideia, a minha

Leia mais

máxima de 2 minutos (em formato mp4 e a resolução mínima de 720px), no qual deverá ser

máxima de 2 minutos (em formato mp4 e a resolução mínima de 720px), no qual deverá ser ARRISCA C 2015 Concurso de Ideias e Planos de Negócio REGULAMENTO V1 1. Este concurso visa estimular o desenvolvimento de conceitos de negócio em torno dos quais se perspetive a criação de novas empresas.

Leia mais

REGULAMENTO 2º CONCURSO RIBATEJO EMPREENDE REGULAMENTO. 2º Concurso Temático de Ideias de Negócio no âmbito do Projeto RIBATEJO EMPREENDE

REGULAMENTO 2º CONCURSO RIBATEJO EMPREENDE REGULAMENTO. 2º Concurso Temático de Ideias de Negócio no âmbito do Projeto RIBATEJO EMPREENDE REGULAMENTO 2º Concurso Temático de Ideias de Negócio no âmbito do Projeto RIBATEJO EMPREENDE TORRES NOVAS, 13 de março de 2017 1 1. ÂMBITO O projeto RIBATEJO EMPREENDE, promovido pela NERSANT e co-financiado

Leia mais

Concurso Agrinovar. Regulamento

Concurso Agrinovar. Regulamento Concurso Agrinovar Regulamento Página 1 de 7 Preâmbulo O Concurso Agrinovar é uma iniciativa do Centro de Apoio Tecnológico Agro Alimentar (CATAA), do Centro de Empresas Inovadoras (CEi) e do InovCluster

Leia mais

APRESENTA C O N C U R I O N A S O N A C CONCURSO NACIONAL AS MELHORES PAP PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL. Regulamento 2016/2017

APRESENTA C O N C U R I O N A S O N A C CONCURSO NACIONAL AS MELHORES PAP PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL. Regulamento 2016/2017 Uma iniciativa Promotores Apoio Parceiro APRESENTA AS MELHORES PAP C O N C U R S O N A C L I O N A CONCURSO NACIONAL AS MELHORES PAP PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL Regulamento 2016/2017 Síntese O Concurso

Leia mais

Concurso de Ideias para a Criação de Empresas EIBTnet

Concurso de Ideias para a Criação de Empresas EIBTnet Regulamento Concurso de Ideias para REGULAMENTO a Criação de Empresas EIBTnet 1 Concurso de Ideias para a Criação de Empresas EIBTnet Artigo 1.º Promotor/Fins/Prazo 1. A NET - Novas Empresas e Tecnologias,

Leia mais

OBJETIVO REGULAMENTO. 1. Da Participação

OBJETIVO REGULAMENTO. 1. Da Participação OBJETIVO O Prêmio mantra Brasil Design de Interiores tem por objetivo oferecer aos participantes o reconhecimento aos seus trabalhos e destaque no mercado. Com esta iniciativa queremos divulgar a diversidade

Leia mais

Prémio Hire.me app. Campanha nacional eskills for Jobs 2016. Regulamento

Prémio Hire.me app. Campanha nacional eskills for Jobs 2016. Regulamento Prémio Hire.me app Campanha nacional eskills for Jobs 2016 Regulamento Na prossecução das suas atribuições legais no domínio da Sociedade de Informação e do Conhecimento em Portugal, em particular ao nível

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro de 2010

Reitoria. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro de 2010 Reitoria RT-21/2010 Por proposta do Conselho Académico da Universidade do Minho, é homologado o Regulamento do Mestrado Integrado em Psicologia, anexo a este despacho. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro

Leia mais

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Gestão Estratégica das Relações Públicas.

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Gestão Estratégica das Relações Públicas. MESTRADOS REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DAS RELAÇÕES PÚBLICAS Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Gestão Estratégica das Relações

Leia mais

O concurso é uma iniciativa da DESTAC em parceria com a DOW Portugal, a SEMA e a Câmara Municipal de Estarreja.

O concurso é uma iniciativa da DESTAC em parceria com a DOW Portugal, a SEMA e a Câmara Municipal de Estarreja. PREÂMBULO O Concurso de Ideias é uma iniciativa promovida pela DESTAC em parceria com a DOW Portugal, a SEMA e a Câmara Municipal de Estarreja, com o objectivo estratégico de promover o Empreendedorismo

Leia mais

BOLSAS ES JOVEM / NOS ALIVE. 3. ª e d i ç ã o BOLSAS ES JOVEM / NOS ALIVE REGULAMENTO

BOLSAS ES JOVEM / NOS ALIVE. 3. ª e d i ç ã o BOLSAS ES JOVEM / NOS ALIVE REGULAMENTO BOLSAS ES JOVEM / NOS ALIVE 3. ª e d i ç ã o BOLSAS ES JOVEM / NOS ALIVE REGULAMENTO 01.ENQUADRAMENTO E INFORMAÇÃO GERAL As Bolsas ES JOVEM / NOS ALIVE resultam de uma iniciativa conjunta da Cooperativa

Leia mais

PRÉMIOS HOSPITAL DO FUTURO 2012/2013 REGULAMENTO

PRÉMIOS HOSPITAL DO FUTURO 2012/2013 REGULAMENTO PRÉMIOS HOSPITAL DO FUTURO 2012/2013 REGULAMENTO Pólo Tecnológico de Lisboa, Mais Informações: 1600-546 Lisboa saude@groupvision.com Tel.: (+351) 217 162 483 Fax: (+351) 217 120 549 www.hospitaldofuturo.com

Leia mais

Coimbra, a implementar no ano letivo 2016/2017.

Coimbra, a implementar no ano letivo 2016/2017. REGULAMENTO DA I EXPO EMPRESAS JUNIOR NO ÂMBITO DA 4.ª EDIÇÃO DO PROGRAMA "EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA REGIÃO DE COIMBRA" 2016/2017 O programa Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra tem

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE TECNOLOGIAS E CIÊNCIAS REGULAMENTO PRÉMIO DE PROMOÇÃO AO EMPREENDEDORISMO

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE TECNOLOGIAS E CIÊNCIAS REGULAMENTO PRÉMIO DE PROMOÇÃO AO EMPREENDEDORISMO INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE TECNOLOGIAS E CIÊNCIAS REGULAMENTO PRÉMIO DE PROMOÇÃO AO EMPREENDEDORISMO Luanda, Setembro de 2016 ÍNDICE PRÊAMBULO... 2 I. OBJECTIVO... 2 II. CATEGORIA... 2 III. ELEGIBILIDADE...

Leia mais

PRÉMIOS AGRO-NEGÓCIO

PRÉMIOS AGRO-NEGÓCIO Direcção Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural Serviço de Extensão Rural e Agronegócio PRÉMIOS AGRO-NEGÓCIO Regulamento do Concurso Preambulo O sector da agricultura em Cabo Verde tem sido objecto,

Leia mais

Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos

Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos Gestão de Recursos Humanos Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos Ciclo Completo de Gestão de Recursos Humanos Gestão de Recursos Humanos Ref #GRH090 Nº Horas: 48 h Nº de Dias: 8 dias Hora de Início:

Leia mais

Relatório de Actividades e Contas 2010 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES E CONTAS 2010

Relatório de Actividades e Contas 2010 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES E CONTAS 2010 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES E CONTAS 2010 1. Concurso Realiza o Teu Sonho Objectivo: Apoiar os Portugueses a transformarem os seus sonhos/ideias num conceito de negócio, com especial enfoque para aqueles

Leia mais

Regulamento das Bolsas PARSUK Xperience 2014

Regulamento das Bolsas PARSUK Xperience 2014 Regulamento das Bolsas PARSUK Xperience 2014 1. Parte 1 Objectivos, valor e designação das bolsas 1.1. O programa PARSUK Xperience pretende dar a oportunidade a alunos de licenciatura ou mestrado em Portugal

Leia mais

CALL FOR IDEAS REGULAMENTO. Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. apreender.pt

CALL FOR IDEAS REGULAMENTO. Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. apreender.pt Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa APREENDER 3.0 2º Call for Ideas Drive in do Empreendedor Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa Regulamento Artigo 1º Âmbito 1. O 2º Call for Ideas

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS - REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS - REGULAMENTO 2017/2018 CONCURSO DE IDEIAS - REGULAMENTO TURISMO CRIATIVO E SUSTENTÁVEL O FUTURO DO OESTE CONCURSO DE IDEIAS 1 Índice Artigo 1 - Entidade Organizadora... 2 Artigo 2 - Objetivos... 2 Artigo 3 - Quem pode

Leia mais

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa Regulamento apreender.fundacaoaep.pt 2º Call for Ideas - Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa - Regulamento Artigo 1º Âmbito 1. O 2º Call for Ideas

Leia mais

Concurso de fotografia Somos todos peões REGULAMENTO 1. ENQUADRAMENTO

Concurso de fotografia Somos todos peões REGULAMENTO 1. ENQUADRAMENTO Concurso de fotografia Somos todos peões REGULAMENTO 1. ENQUADRAMENTO O concurso de fotografia Somos todos peões decorre por ocasião da Segunda Semana Mundial de Segurança Rodoviária, promovida pelas Nações

Leia mais

Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências

Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências PRÉMIO INOVAÇÃO DIRECÇÃO CIENTÍFICA E DE EXTENSÃO Departamento de Políticas de Investigação e Pós-Graduação Luanda, Junho de 2015 Sobre o Prémio

Leia mais

Memórias do trabalho

Memórias do trabalho Universidade Popular do Porto Candidatura de projecto à Porto 2001 SA, Capital da Cultura Memórias do trabalho testemunhos do Porto laboral no sé culo XX Agosto de 1999 (reformulação em Setembro de 2000)

Leia mais

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2015

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE LAGOA ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2015 Regulamento Municipal orçamento participativo de Lagoa NOTA JUSTIFICATIVA A implementação do primeiro orçamento participativo em Lagoa vai buscar

Leia mais

REGULAMENTO 1º CONCURSO DE PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIAS EMPRESARIAIS

REGULAMENTO 1º CONCURSO DE PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIAS EMPRESARIAIS REGULAMENTO 1º CONCURSO DE PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO DO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIAS EMPRESARIAIS 1. Âmbito O presente Regulamento visa definir as condições de acesso e financiamento a projectos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE EM ESPAÇO PÚBLICO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE EM ESPAÇO PÚBLICO PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE EM ESPAÇO PÚBLICO Normas regulamentares Artigo 1.º Grau A Escola Superior Artística do Porto confere a Pós-Graduação em Arte em Espaço Público. Artigo 2.º Objectivos do curso 1. A

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016 REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016 Este concurso visa reforçar a cooperação existente entre a Universidade de Coimbra (UC) e as instituições suas parceiras,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE GÓIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE GÓIS REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS PARA A CRIAÇÃO DO LOGÓTIPO DO 1. Promotor e Disposições Gerais O Agrupamento de Escolas de Góis (AEG) leva a efeito o concurso de ideias para apresentação de propostas de

Leia mais

APRESENTA C O N C U R I O N A S O N A C CONCURSO NACIONAL AS MELHORES PAP PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL. Regulamento 2016/2017

APRESENTA C O N C U R I O N A S O N A C CONCURSO NACIONAL AS MELHORES PAP PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL. Regulamento 2016/2017 Uma iniciativa Promotores Apoio Parceiro APRESENTA AS MELHORES PAP C O N C U R S O N A C L I O N A CONCURSO NACIONAL AS MELHORES PAP PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL Regulamento 2016/2017 Síntese O Concurso

Leia mais

REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA

REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA REGULAMENTO DO 2º CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DO PROJETO INCUBAR+LEZIRIA 1. ENQUADRAMENTO 1 a. O projecto INCUBAR+LEZIRIA é uma Ação Coletiva, dinamizada pela NERSANT, INSTITUTO POLITÉCNICO

Leia mais

AMOG - Associação para a Melhoria da Organização e Gestão Regulamento do Concurso Ideias Empreendedoras

AMOG - Associação para a Melhoria da Organização e Gestão Regulamento do Concurso Ideias Empreendedoras AMOG - Associação para a Melhoria da Organização e Gestão Regulamento do Concurso Ideias Empreendedoras Transforme a sua ideia de negócio numa empresa de sucesso! Data de revisão: 14-02-2017 ÍNDICE 1.

Leia mais

A iniciativa visa: Permitir aos estudantes universitários a realização de projetos o mais próximo possível da realidade empresarial;

A iniciativa visa: Permitir aos estudantes universitários a realização de projetos o mais próximo possível da realidade empresarial; O EDP University Challenge 2013 tem por finalidade atribuir um prêmio ao melhor trabalho nas áreas de administração, estratégia, marketing, comunicação e design (ou outra área desde que comprove conhecimentos

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO RURAL

REGULAMENTO DO PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO RURAL REGULAMENTO DO PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO RURAL 2016 1 1 Artigo 1º (Objeto) O presente Regulamento visa definir as normas e condições das candidaturas ao Prémio de Empreendedorismo e

Leia mais

Prêmio Recife de Empreendedorismo

Prêmio Recife de Empreendedorismo REGULAMENTO DO CONCURSO SOCIOCULTURAL DE EMPREENDEDORISMO Prêmio Recife de Empreendedorismo Prêmio Recife de Empreendedorismo 2016 1. O Concurso Social denominado Prêmio Recife de Empreendedorismo 2016

Leia mais

Avaliação e Promoção da Qualidade ISCE

Avaliação e Promoção da Qualidade ISCE Avaliação e Promoção da Qualidade ISCE _ ENQUADRAMENTO GERAL _ Gabinete de Avaliação e Promoção da Qualidade Instituto Superior de Ciências Educativas 2015, Outubro Avaliação e Promoção da Qualidade ISCE

Leia mais

Sistemas de Incentivos do QREN

Sistemas de Incentivos do QREN Sistemas de Incentivos do QREN Sistemas de Incentivos do QREN 1. Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME 2. Sistema de Incentivos à Inovação 3. Sistema de Incentivos à Investigação

Leia mais

PROGRAMAS EXECUTIVOS ISAG

PROGRAMAS EXECUTIVOS ISAG PROGRAMAS EXECUTIVOS ISAG Executive Programs ISAG www.isag.pt VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG.

Leia mais

PRÉMIO ESCRITA DE CASOS FAE

PRÉMIO ESCRITA DE CASOS FAE PRÉMIO ESCRITA DE CASOS FAE REGULAMENTO ARTIGO 1.º (PROMOTORES) 1. O Prémio FAE para escrita de casos, adiante designado por PRÉMIO, é uma iniciativa do Fórum de Administradores de Empresas e conta com

Leia mais

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Gestão e Qualidade (GGQ)

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Gestão e Qualidade (GGQ) Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Gestão e Qualidade (GGQ) 1 Índice I Disposições Legais...3 Artigo 1º - Objecto e âmbito de aplicação... 3 II Modelo Organizacional... 3 Artigo 2º - Definição

Leia mais

CAPÍTULO I - DO CONCURSO

CAPÍTULO I - DO CONCURSO Regulamento CAPÍTULO I - DO CONCURSO Art. 1 o O Concurso de Dissertação de Mestrado, Monografia de Pós-Graduação, Monografia de Graduação, Trabalho de Iniciação Científica e Artigo é uma iniciativa da

Leia mais

Prémio APIFARMA Clube de Jornalistas. Jornalismo em Saúde REGULAMENTO

Prémio APIFARMA Clube de Jornalistas. Jornalismo em Saúde REGULAMENTO Prémio APIFARMA Clube de Jornalistas Jornalismo em Saúde REGULAMENTO 1. Objectivos O Clube de Jornalistas, com o apoio da APIFARMA Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica, institui o Prémio APIFARMA/

Leia mais

Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências

Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências PRÉMIO INOVAÇÃO DO ISPTEC DIRECÇÃO CIENTÍFICA E DE EXTENSÃO Departamento de Políticas de Investigação e Pós-Graduação Luanda, Outubro de 2017 Sobre

Leia mais

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESIGN GRÁFICO E PROJECTOS EDITORIAIS

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESIGN GRÁFICO E PROJECTOS EDITORIAIS REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESIGN GRÁFICO E PROJECTOS EDITORIAIS Artigo 1º Criação 1- A Universidade do Porto (UP), através da Faculdade de Belas Artes (FBAUP), confere

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DO PRÉMIO PRODUTO INOVAÇÃO: COTEC-UNICER

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DO PRÉMIO PRODUTO INOVAÇÃO: COTEC-UNICER REGULAMENTO DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DO PRÉMIO PRODUTO INOVAÇÃO: COTEC-UNICER Media Partner Considerando que Tem estado nas preocupações da COTEC Portugal a promoção de iniciativas que visam activamente

Leia mais

NORMAS GERAIS DE PARTICIPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONCURSO X-ATO

NORMAS GERAIS DE PARTICIPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONCURSO X-ATO NORMAS GERAIS DE PARTICIPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONCURSO X-ATO 2015-2016 O projeto Empresariato, a ser levado a cabo pelo Município de Vila Nova de Famalicão, pretende tornar Famalicão no centro nevrálgico

Leia mais

Prémio Orlando Falcão [Regulamento do concurso] Preâmbulo

Prémio Orlando Falcão [Regulamento do concurso] Preâmbulo Prémio Orlando Falcão 2017 [Regulamento do concurso] Preâmbulo Desaparecido, prematuramente, no dia 10 de Maio de 2016, ORLANDO FALCÃO foi durante 30 anos professor na Escola Artística Soares dos Reis

Leia mais

REGULAMENTO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA (ServPsi)

REGULAMENTO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA (ServPsi) REGULAMENTO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA (ServPsi) Março de 2011 CAPÍTULO I: DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º - Definição O Serviço de Psicologia, adiante designado por Serviço, é uma estrutura de caráter permanente

Leia mais

COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL

COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL Na última década, o número de pessoas em situação de pobreza e exclusão social em Portugal tem vindo a aumentar significativamente. A este facto preocupante, acresce

Leia mais

NORMAS REGULAMENTARES MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA E URBANISMO

NORMAS REGULAMENTARES MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA E URBANISMO PREÂMBULO As presentes Normas Regulamentares visam dar cumprimento ao Artigo 14.º e ao Artigo 26.º do Decreto-Lei nº74/2006, de 24 de Março. Distinta informação relativa a matérias mencionadas nas presentes

Leia mais

a COTEC Portugal e a ANI Agência Nacional de Inovação promovem a realização de um concurso regido pelas seguintes cláusulas: Cláusula 1.

a COTEC Portugal e a ANI Agência Nacional de Inovação promovem a realização de um concurso regido pelas seguintes cláusulas: Cláusula 1. Considerando que: Tem estado nas preocupações da COTEC Portugal e da ANI Agência Nacional de Inovação a promoção de iniciativas que visam ativamente a promoção de uma cultura empresarial inovadora; Em

Leia mais

REGULAMENTO Artigo 1.º Criação do curso Artigo 2.º Objectivos Artigo 3.º Condições de acesso Artigo 4.º Critérios de selecção

REGULAMENTO Artigo 1.º Criação do curso Artigo 2.º Objectivos Artigo 3.º Condições de acesso Artigo 4.º Critérios de selecção REGULAMENTO Artigo 1.º Criação do curso A Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) e a Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho (EEGUM), através do seu Departamento de Economia,

Leia mais

Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos (LRH)

Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos (LRH) UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos (LRH) Maputo, Julho de 2015

Leia mais

Regulamento de Estágios da ESTBarreiro/IPS

Regulamento de Estágios da ESTBarreiro/IPS Regulamento de Estágios da ESTBarreiro/IPS Artigo 1.º Objeto 1. O presente regulamento define o regime de estágios curriculares aplicável aos cursos: a) De Especialização Tecnológica; b) De Licenciatura;

Leia mais

Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de 2017

Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de 2017 Bolsas asppa+ Regulamento para o ano de 2017 Bolsa asppa+: Suporte financeiro a um Português que, durante um período limitado de tempo, desenvolva um projecto profissional numa empresa ou Instituição alemã,

Leia mais

Angelini University Award 2011/2012. Melhor Nutrição, Melhor Saúde

Angelini University Award 2011/2012. Melhor Nutrição, Melhor Saúde Angelini University Award 2011/2012 Melhor Nutrição, Melhor Saúde Angelini University Award 2011/2012 Objetivos Objetivos Objetivos O Angelini University Award 2011/2012 tem por finalidade atribuir um

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Regulamento do ciclo de estudos conducentes ao grau de mestre em Engenharia Química

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Regulamento do ciclo de estudos conducentes ao grau de mestre em Engenharia Química Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Regulamento do ciclo de estudos conducentes ao grau de mestre em Engenharia Química Artigo 1º - Âmbito --------------------------------------- 1) O presente Regulamento

Leia mais

Regulamento. Concurso Universitário Renault. Building the Wheels of the Future 2ª Edição

Regulamento. Concurso Universitário Renault. Building the Wheels of the Future 2ª Edição Regulamento Concurso Universitário Renault Building the Wheels of the Future 2ª Edição 2012 Concurso Universitário Renault 2012 Regulamento Concurso Universitário Renault 2012 Building the Wheels of the

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO RISING STORE

REGULAMENTO DO CONCURSO RISING STORE REGULAMENTO DO CONCURSO RISING STORE O concurso Rising Store é lançado pela Sierra Portugal, S.A., adiante designada por Sonae Sierra, com o apoio da Young & Rubicam, do INV - Instituto de Negociação e

Leia mais

REGULAMENTO DO OBSERVATÓRIO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DO OBSERVATÓRIO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DO OBSERVATÓRIO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL De acordo com o Plano Estratégico apresentado ao Conselho Geral da Universidade da Madeira (UMa) ficou estabelecida a constituição de um Observatório

Leia mais

REGULAMENTO PRÉMIOS DISTINÇÃO E PRÉMIO INOVAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DA VINHA E DO VINHO. Preâmbulo

REGULAMENTO PRÉMIOS DISTINÇÃO E PRÉMIO INOVAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DA VINHA E DO VINHO. Preâmbulo REGULAMENTO PRÉMIOS DISTINÇÃO E PRÉMIO INOVAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DA VINHA E DO VINHO Preâmbulo A Comissão Nacional da Organização Internacional da Vinha e do Vinho, adiante

Leia mais

Regulamento CONCURSO: Os Bichos do Lixo O caracol. Regulamento de concurso Entidade Promotora. 2 Objectivo. 3 - Inscrição no concurso

Regulamento CONCURSO: Os Bichos do Lixo O caracol. Regulamento de concurso Entidade Promotora. 2 Objectivo. 3 - Inscrição no concurso CONCURSO: Os Bichos do Lixo O caracol Regulamento 1 - Entidade Promotora O Concurso Os Bichos do Lixo O caracol é uma iniciativa da Câmara Municipal de Gouveia, que conta com a colaboração da Associação

Leia mais

Associação Antigos Alunos Escola Secundária de Santo André

Associação Antigos Alunos Escola Secundária de Santo André 1 União das Freguesias do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena Associação Antigos Alunos Escola Secundária de Santo André 2 Capítulo I Introdução e Objetivos O Concurso Novas Tecnologias é organizado

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCURSOS DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DA 3.º EDIÇÃO DO PROGRAMA "EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA REGIÃO DE COIMBRA"

REGULAMENTO DE CONCURSOS DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DA 3.º EDIÇÃO DO PROGRAMA EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA REGIÃO DE COIMBRA REGULAMENTO DE CONCURSOS DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DA 3.º EDIÇÃO DO PROGRAMA "EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA REGIÃO DE COIMBRA" O programa Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra tem o

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA

REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA Da natureza, nada se tira a não ser fotos, nada se deixa além de pegadas e nada se leva além de lembranças. REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA Enquadramento O Concurso fotografia Natureza em Destaque

Leia mais

Preencha a folha de sinopse seguinte. Não deve ultrapassar uma folha A4 (aproximadamente 500 palavras).

Preencha a folha de sinopse seguinte. Não deve ultrapassar uma folha A4 (aproximadamente 500 palavras). Sinopse da Candidatura Preencha a folha de sinopse seguinte. Não deve ultrapassar uma folha A4 (aproximadamente 500 palavras). PRÉMIOS EUROPEUS DE PROMOÇÃO EMPRESARIAL 2016 Sinopse de Candidatura Enumere

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS EMPREENDER LEIRIA

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS EMPREENDER LEIRIA REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS EMPREENDER LEIRIA Preâmbulo Os Concursos de Ideias EMPREENDER LEIRIA são promovidos pela NERLEI e estão inseridos no projeto EMPREENDER LEIRIA, que visa contribuir para um

Leia mais

REGULAMENTO. Preâmbulo

REGULAMENTO. Preâmbulo REGULAMENTO Preâmbulo A Direção do CEDRAC Conselho Empresarial da Região do Ave e Cávado decidiu integrar no seu plano de atividades a iniciativa Prémios CEDRAC, que visa, anualmente, distinguir, reconhecer

Leia mais

Regulamento. Preâmbulo O inovubi é um concurso de ideias com periodicidade anual aberto a toda a comunidade ubiana. Na edição 2017 o tema é Saúde.

Regulamento. Preâmbulo O inovubi é um concurso de ideias com periodicidade anual aberto a toda a comunidade ubiana. Na edição 2017 o tema é Saúde. Regulamento Preâmbulo O inovubi é um concurso de ideias com periodicidade anual aberto a toda a comunidade ubiana. Na edição 2017 o tema é Saúde. São objetivos do concurso inovubi: Artigo 1º Objetivos

Leia mais

3. BENEFICIÁRIOS Podem ser beneficiários dos apoios previstos na acção 3.1.3, Pessoas singulares ou colectivas de direito privado.

3. BENEFICIÁRIOS Podem ser beneficiários dos apoios previstos na acção 3.1.3, Pessoas singulares ou colectivas de direito privado. 1. OBJECTIVOS DAS INTERVENÇÕES Os apoios previstos no âmbito do presente regulamento visam desenvolver o turismo e outras actividades de lazer como forma de potenciar a valorização dos recursos endógenos

Leia mais

Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências

Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências Universidade do Minho Universidade do Porto- Faculdade de Ciências PROPOSTA DE REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM Tecnologia, Ciência e Segurança Alimentar Artigo 1º Concessão

Leia mais

PRÉMIOS EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO NOVO BANCO / JORNAL DE NEGÓCIOS 6ª edição

PRÉMIOS EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO NOVO BANCO / JORNAL DE NEGÓCIOS 6ª edição PRÉMIOS EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO NOVO BANCO / JORNAL DE NEGÓCIOS 6ª edição Preâmbulo O NOVO BANCO e o Jornal de Negócios promovem, em parceria com a IGNIOS, os Prémios Exportação & Internacionalização.

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA ANO LECTIVO 2009/2010 Universidade de Aveiro e Universidade do Porto Fernando Almeida (UA) Helena Sant Ovaia (UP) Geomateriais e Recursos Geológicos 1.

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE REGULAMENTO DA CARREIRA DOCENTE Capítulo I Dos Princípios Gerais Artigo (Âmbito e Constituição do Corpo Docente). O presente Regulamento aplica-se a todos os docentes

Leia mais

PROPOSTA DE MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A UNYLEYA - EDUCAÇÃO EFORMAÇÃO A DISTÂNCIA, SA E O INSTITUTO NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO, I.P.

PROPOSTA DE MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A UNYLEYA - EDUCAÇÃO EFORMAÇÃO A DISTÂNCIA, SA E O INSTITUTO NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO, I.P. , ~.> ~.) I INSTITUTO NACIONAL -l.l.í!sj DE ADMINISTRAÇÃO. I-p. PROPOSTA DE MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A UNYLEYA - EDUCAÇÃO EFORMAÇÃO A DISTÂNCIA, SA E O INSTITUTO NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO, I.P.

Leia mais

PROJECTOS DE I&DT EMPRESAS INDIVIDUAIS

PROJECTOS DE I&DT EMPRESAS INDIVIDUAIS AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 32 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO (SI I&DT) PROJECTOS DE I&DT EMPRESAS INDIVIDUAIS Nos termos do Regulamento do

Leia mais

OTIC- IPS Oficina de Transferência de Tecnologia e Conhecimento

OTIC- IPS Oficina de Transferência de Tecnologia e Conhecimento INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL OTIC- IPS Oficina de Transferência de Tecnologia e Conhecimento 28 de Novembro de 2006 Agenda Como surgiu Missão Objectivos Estrutura organizativa Principais linhas de

Leia mais

P R É M I O M U N I C I P A L D E A R Q U I T E T U R A D E O D I V E L A S R E G U L A M E N T O

P R É M I O M U N I C I P A L D E A R Q U I T E T U R A D E O D I V E L A S R E G U L A M E N T O P R É M I O M U N I C I P A L D E A R Q U I T E T U R A D E O D I V E L A S R E G U L A M E N T O P R É M I O M U N I C I P A L D E A R Q U I T E T U R A D E O D I V E L A S PREÂMBULO O Prémio Municipal

Leia mais

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 1/2008

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 1/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br RESOLUÇÃO

Leia mais

ENQUADRAMENTO DO VOLUNTARIADO NA UNIVERSIDADE DE AVEIRO

ENQUADRAMENTO DO VOLUNTARIADO NA UNIVERSIDADE DE AVEIRO ENQUADRAMENTO DO VOLUNTARIADO NA UNIVERSIDADE DE AVEIRO Considerando: O relevo formativo, social, cultural e cívico do voluntariado e o papel importante que a Universidade de Aveiro (UA) pode desempenhar

Leia mais

Regulamento Interno AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES

Regulamento Interno AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES Regulamento Interno AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES REGULAMENTO INTERNO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES NORMA I ÂMBITO E DEFINIÇÃO 1. O presente regulamento, em conformidade com

Leia mais

Regulamento do concurso para a atribuição de Bolsas Universidade de Lisboa/Fundação Amadeu Dias 2013/2014

Regulamento do concurso para a atribuição de Bolsas Universidade de Lisboa/Fundação Amadeu Dias 2013/2014 Regulamento do concurso para a atribuição de Bolsas Universidade de Lisboa/Fundação Amadeu Dias 2013/2014 Artigo 1.º Enquadramento 1. Este regulamento é organizado no âmbito do acordo de cooperação celebrado

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCURSOS DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DA 4.ª EDIÇÃO DO PROGRAMA "EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA REGIÃO DE COIMBRA" 2016/2017

REGULAMENTO DE CONCURSOS DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DA 4.ª EDIÇÃO DO PROGRAMA EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA REGIÃO DE COIMBRA 2016/2017 REGULAMENTO DE CONCURSOS DE IDEIAS DE NEGÓCIO NO ÂMBITO DA 4.ª EDIÇÃO DO PROGRAMA "EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS DA REGIÃO DE COIMBRA" 2016/2017 O programa Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra

Leia mais