O JOGO DETETIVE COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA À EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURRÍCULO DO ENSINO DE BIOLOGIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O JOGO DETETIVE COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA À EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURRÍCULO DO ENSINO DE BIOLOGIA"

Transcrição

1 O JOGO DETETIVE COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA À EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURRÍCULO DO ENSINO DE BIOLOGIA Adhara Brandão Lima Aline Wanessa Pinheiro da Silva Allana Beatriz Aguiar Barbosa Amylla Cysne Nogueira Janael Barbosa Costa Kauê Felippe de Moraes Sinaida Maria Vasconcelos de Castro Professora Dra. Universidade do Estado do Pará Coordenadora PIBID Biologia RESUMO O presente trabalho apresenta uma proposta de jogo didático, elaborado por alunos do PIBID Biologia da Universidade do Estado do Pará (UEPA). Com a aplicação do jogo se pretende trabalhar a construção de conceitos sobre Educação Ambiental nas salas de aula, promovendo a aproximação dos discentes da realidade que os cerca. A proposta se fundamenta na premissa de que a prática lúdica facilita o processo de aprendizagem de assuntos que são difíceis de serem imaginados pelos alunos. O jogo possui imagens de desastres ecológicos como tema principal, além de trabalhar conceitos de nicho ecológico e população biológica. Desta forma espera-se que a produção e aplicação do jogo didático possa contribuir para o processo de aprendizagem, tornando-o diferenciado e mais atraente para os discentes. Palavras chaves: Jogos, Educação Ambiental, Aprendizagem. 315

2 INTRODUÇÃO O lúdico é uma ferramenta que integra e facilita o processo de aprendizagem em todas as idades, porém, recebe seu enfoque principalmente no mundo infantil e torna-se fundamental no processo de ensino-aprendizagem nesta fase, onde a realidade e a fantasia se intercalam. Segundo SANTOS et. al. (2005) apud Smith (1997:17), a ludicidade é definida: [...] como uma síntese de todo os comportamentos da criança, o mais amado e mais interessante, é o comportamento lúdico. É o que ocupa grande parte das atividades livre das crianças e mais amado porque é agradável fazer parte dele, porque da prazer, normalmente é inocente, mostra-nos o interesse da criança através da espontaneidade e criatividade e dá-nos a conhecer a sua própria personalidade.(pág. 1) Com o ato de jogar, os discentes desenvolvem aspectos essenciais para sua formação, como atenção, criatividade e memória; e encontram apoio para superar as possíveis dificuldades no processo de aprendizagem. No entanto, para o desenvolvimento de tais capacidades no individuo, o jogo deve ter uma finalidade bem definida em relação ao conteúdo ministrado em sala de aula, sempre com a mediação do professor, onde este tem o papel fundamental de nortear todas as ações que envolvem tal prática pedagógica. Diante disso, torna-se de fundamental importância conhecer as particularidades do aluno para que se tenha conhecimento sobre as aptidões e potencialidades que estão sendo desenvolvidas e quais destas podem ter mais enfoque, e como se poderá estimular esta criança para um ensino mais significativo. Durante o ato de imaginar, nada se interpõe à fantasia infantil, mas durante a ação corporal que o acompanha, verifica-se uma busca de ajustamento ao mundo exterior, uma espécie de acompanhamento. Por outro lado, a ação imaginada não tem origem na mente apenas, mas na relação concreta da criança com o mundo (FREIRE, 2006, p. 43). A construção de atividades lúdicas no ensino desenvolve aspectos cognitivos, sociais, motores e afetivos, logo, cria-se uma facilidade na aquisição do conhecimento, no desenvolvimento cultural, social e pessoal, influenciando na formação da criança, tornando-o mais envolvido e atuante na sociedade. Assim, de acordo com Paes e Parasque (2009) materiais paradidáticos têm sido criados e divulgados com a função de auxiliar e promover o prazer de aprender e de transformar os alunos em sujeitos do próprio processo de desenvolvimento, além de proporcionar a troca de experiências com colegas e professores. De acordo com Valadares e Resende (2009) 316

3 O jogo, como estratégia didática, é uma importante ferramenta educacional que pode auxiliar o trabalho pedagógico em todos os níveis de ensino e nas diversas áreas do conhecimento, tanto como atividade em sala de aula, quanto extraclasse. (pág. 10) Brincar é o impulso de qualquer criança, que associado ao ensino torna-se um facilitador na conquista do aprender devido à espontaneidade e casualidade das brincadeiras. A capacidade de simbolização presente no ato da brincadeira permite que o educando possa dominar angustias e medos. Os jogos auxiliam nos processos de ensino-aprendizagem, seja do nível básico ao superior, desta forma a utilização de jogos didáticos como prática de ensino se torna facilitadora do aprendizado e da compreensão dos conteúdos presentes nos currículos das séries do ensino básico, acrescentando a ludicidade como motivação; além de possibilitar a relação dos conteúdos já aprendidos com o dia a dia, tornando os discentes mais criativos ao criar suas respostas. Assim como Miranda (2001) diz, atividades envolvendo jogos facilitam, de forma divertida e prazerosa, o entendimento de conteúdos considerados de difícil aprendizagem. A temática ambiental segundo Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN (BRASIL, 2007) reúne conteúdos que permitem, em essência, desenvolver a concepção de que os seres vivos e o meio constituem um conjunto reciprocamente, compreender a organização sistêmica da vida é essencial para perceber o funcionamento do planeta e a ideia de que as modificações ocorridas em determinados componentes do sistema interferem em muitos outros. Nesse sentido os jogos didáticos constituem ferramentas que se coadunam com o que preconiza os PCNs no que se refere a percepção entre a relação dos eventos que ocorrem na natureza, cujo nível de abstração muitas vezes dificulta o processo de aprendizagem. Nessa perspectiva a proposta de construção e aplicação do jogo: Detetive Ambiental visa contribuir para formação socioambiental dos discentes do ensino básico a fim de promover competências e habilidades para repensarmos a prática da educação ambiental no âmbito escolar. O jogo Detetive Ambiental foi um elaborado por bolsistas do Programa Institucional de Bolsas à Iniciação Docente (PIBID/CAPES) da Universidade do Estado do Pará (UEPA), subprojeto Formação de Professores: Vivências no contexto escolar. Utilizando como base o jogo já existente Detetive, no qual trata a investigação de um assassinato, onde a vítima é um milionário ocorrido em uma mansão. O objetivo do jogo seria de encontrar o suspeito do crime, a arma que teria usado para cometê-lo e o local onde tudo ocorreu. 317

4 Com as adaptações necessárias para adequar o tema estudado pelos alunos ao jogo, o Detetive Ambiental vem trabalhar temas da atualidade, onde abordamos os possíveis impactos ambientais antrópicos, que podem causar um desequilíbrio ecológico. Assuntos como Ecologia, Educação Ambiental e ciências de um modo geral podem ser abordados no jogo, pois no processo de descobrir quem é o causador do problema, o problema e o local onde o impacto pode ter ocorrido, o professor pode usar essa ferramenta didática da forma que achar mais adequada, dando mais exposição ao assunto de seu interesse. Com o objetivo de ampliar a forma diferenciada de se dar aulas, o jogo proposto foi pensado para ser de baixo custo, com materiais que sejam de fácil acesso para os docentes, dessa forma o processo de aprendizagem se tornará diferenciado e mais atraente para os discentes. De acordo com Reis (2001), atividades lúdicas, utilizadas de forma crítica e criativa, tomam-se um rico e interessante material didático que dão oportunidade ao professor de ampliar sua ação educativa. MATERIAL E MÉTODOS De acordo com Kishimoto (1996), o jogo não é o fim, mas o eixo que conduz a um conteúdo didático específico, resultando em um empréstimo da ação lúdica para a aquisição de informações. A prática lúdica proposta como didática no presente trabalho visa trabalhar assuntos de Relações e Desequilíbrios Ecológicos, além de trabalhar conceitos sobre Educação Ambiental, assunto bastante frequente nas atualidades e vestibular. O jogo Detetive Ambiental foi construído utilizando como base o já existente jogo Detetive, sendo necessárias algumas adequações aos temas propostos anteriormente além de mudanças nas regras e na forma do jogo. Podemos ainda indicar como público alvo alunos do Ensino Fundamental e Médio. Como jogar: No começo do jogo, três cartas (suspeito, ação e local) são selecionadas pelo instrutor do jogo e colocadas em um envelope, para que ninguém as veja. Estas cartas revelarão quem está cometendo um crime, a ação considerada crime e o local onde aconteceu tal fato. O restante das cartas serão distribuídas para os participantes (Figura 1). 318

5 Figura 1 Cartas do Jogo Detetive Ambiental 1 Fonte: Arquivo Pessoal (2014) O objetivo do jogo é resolver o crime, trabalhando ideias gerais de meio ambiente e os possíveis problemas antrópicos causados, envolvendo conceitos de ecologia como: Desequilíbrio ecológico e relações ecológicas. O painel (Figura 2) contendo as imagens dos locais possíveis de serem impactados pelas ações do homem será utilizado para a prática do jogo, com isso vários assuntos como: tipos de energias renováveis, ética na biologia, também podem ser abordados durante o jogo, dependerá do professor qual assunto lhe é de maior interesse no momento em que for aplicado. Figura 2 Painel Detetive Ambiental Fonte: Arquivo Pessoal (2014) 1 As fotos utilizadas para confecção dos cartões e demais componentes do jogo foram obtidas de diversos sites da internet. 319

6 O crime será resolvido quando alguém descobrir quais são as cartas que estão dentro do envelope, podendo haver várias soluções, dependendo das cartas que os jogadores possuem em mãos, e dos palpites dados no decorrer do jogo. No total existem seis (6) suspeitos, seis (6) ações e nove (9) locais (Figura 3). Durante o jogo, um jogador por vez palpita quais as três cartas que ele acha que está no envelope. Os outros participantes devem desmentir o palpite, exibindo uma das cartas que faça parte do palpite, provando que tal carta não pode estar no envelope. Figura 3 Blocos de Anotações do Jogo. Fonte: Arquivo Pessoal (2014) Quando um dos jogadores achar que desvendou o crime, faz uma acusação, na qual diz em definitivo quem é o autor do crime, a ação cometida pelo fora da lei, e em qual local ocorreu essa ação. O acusador deve verificar as cartas contidas no envelope, mas em segredo. Caso ele tenha acertado, é o vencedor do jogo. Se ele tiver errado, estará eliminado, apenas podendo desmentir o palpite dos outros participantes. As cartas do jogo São três tipos de carta (Suspeitos, Ação e Locais) as cartas de suspeitos tem cores para diferenciá-las (na parte da frente, onde somente a pessoa que a tem saberá sua cor): Suspeitos Cientista (amarelo) Hidrelétricas (branco) 320

7 ONG (Organização não Governamental) mal intencionada (azul) Traficantes de animais silvestres (lilás) Latifundiários (preto) Navios petroleiros (vermelho) Ação Uso indiscriminado da biodiversidade; Devastação da fauna e flora de certo perímetro; Uso inapropriado de patrocínio; Desequilíbrio da Fauna; Solo infértil devido queimadas Intoxicação a fauna marinha Locais Laboratório; Áreas com grande disponibilidade hídrica; Lagos de grande extensão; Áreas com fauna diversificada; Área de grande extensão territorial; Oceanos; Áreas de espécies ameaçadas de extinção; Mangue; Áreas com pouca arborização. Peças do Jogo: Bloquinhos de papel contendo as possíveis formas de ação, crime e locais. Um quadro com Imagens coladas dos locais trabalhados no jogo Imagens dos Suspeitos soltas Cartas com as ações cometidas 321

8 Materiais necessários: Imãs finos Quadro de Ferro Papel cartão (ou algum mais resistente) Imagens plastificadas Envelopes Canetas Bloco de papel O jogo pode ser trabalhado em média de 30 minutos, podendo ser jogado em grupo ou individualmente, como o intuito do jogo é interagir com os alunos e fazer deles mais participativos das aulas, aconselha-se que o jogo seja jogado em grupo. O jogo foi pensado para ser utilizado em séries do ensino fundamental básico até o ensino médio, pensando principalmente em alunos de pré-vestibular que estão ávidos por informações da atualidade, necessitando apenas da adequação do instrutor responsável para adequar o nível de acordo com as séries. Metas e Resultados Esperados: Jogo Detetive Ambiental A partir da atividade aqui proposta pretende-se alcançar os objetivos apresentados neste, além de alcançar os seguintes resultados e metas: A criação deste jogo educativo para ser usado em escolas de rede pública, de ensino Fundamental e Médio, aumenta a possibilidade de tornar o jogo um agente transformador à Educação, sensibilizando e conscientizando discentes acerca de alternativas diferentes, que façam com que eles se imaginem em uma situação de problema, e o faça chegar a uma conclusão de qual maneira deve agir corretamente. O jogo nos dá a possibilidade de uma avaliação individual dos alunos, de como eles podem estar se comportando, suas atitudes durante a prática. Além de ser possível verificar o conhecimento do conteúdo prévio e posterior à didática, observando a participação ativa dos alunos durante a aplicação desse projeto, ou através de perguntas formuladas pelo docente. 322

9 De acordo com Santos et. al. (2005), com o jogo, contribuí-se de maneira geral no processo de aprendizagem dos discentes, pois a inteligência, afetividade, motricidade e a sociabilidade são inseparáveis. O jogo é uma prática social, que ajuda a construir regras de convivência. REFERÊNCIAS BRASIL. PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS FREIRE, João Batista. Educação de corpo inteiro: Teoria e prática da Educação Física. Ed. Scipione. São Paulo, KISHIMOTO, T. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. Cortez, São Paulo, MIRANDA, S (2001). No fascínio do jogo, a alegria de aprender. Ciência Hoje, v. 28, n. 168, p PAES, Marcela Ferreira; PARESQUE, Roberta. Jogo da memória: Onde está o gene?. Genética na Escola. Pg (2009) Disponível em: < Acesso em: < >. REIS, MSA (2001). As revistas em quadrinhos como recurso didático no ensino de ciências. Ensino em Re-vista, v. 9, n. 1, p SANTOS, V. F. A Formação Do Professor De Educação Física, O Jogo E A Alfabetização. IX ENCONTRO FLUMINENSE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR 2005, Niteroí. Anais: UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, Departamento de Educação Física e Desportos, VALADARES, Bruno Lassmar Bueno; RESENDE, Rafael de Oliveira. Na Trilha Do Sangue : O Jogo Dos Grupos Sanguíneos. Genética na Escola. Pg (2009) Disponível em: <www.sbg.org.br> Acesso em: < >. 323

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS NOS ANOS INICIAIS RESUMO Marcelo Moura 1 Líbia Serpa Aquino 2 Este artigo tem por objetivo abordar a importância das atividades lúdicas como verdadeiras

Leia mais

PRODUÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS NO ENSINO MÉDIO

PRODUÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS NO ENSINO MÉDIO Introdução PRODUÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS NO ENSINO MÉDIO Inglid Teixeira da Silva 1 Rafaela Karine da Silva 2 Romildo Batista da Silva 3 Erivan Luiz da Silva 4 José Jairo de Santana Silva 5 Lázaro Rangel

Leia mais

JOGOS E BRINCADEIRAS PARA APRENDER MATEMÁTICA RESUMO

JOGOS E BRINCADEIRAS PARA APRENDER MATEMÁTICA RESUMO Revista Científica Eletrônica de Ciências Sociais Aplicadas da EDUVALE - ISSN 1806-6283 JOGOS E BRINCADEIRAS PARA APRENDER MATEMÁTICA SOUZA, Elisangela Ruiz de 1 MUNIZ, Valdinéia C. B. Q. 2 FORGIARINI,

Leia mais

LEITURA E ESCRITA: O LÚDICO NO ESPAÇO ESCOLAR

LEITURA E ESCRITA: O LÚDICO NO ESPAÇO ESCOLAR LEITURA E ESCRITA: O LÚDICO NO ESPAÇO ESCOLAR Katia Maria de Oliveira CUSTODIO, Ketulem Cristina Vieira ARANTES, Ducéria TARTUCI, Maria Marta Lopes FLORES. Ângela Aparecida DIAS Departamento de Educação,UFG

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS NO PPROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS NO PPROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS NO PPROCESSO DE Resumo ALFABETIZAÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL NICOLITTO, Mayara Cristina UEPG maycris_nic@hotmail.com CAMPOS, Graziela Vaneza de UEPG

Leia mais

PIBID OPORTUNIDADE ÚNICA PARA A FORMAÇÃO DO FUTURO EDUCADOR: JOGOS EM SALA DE AULA

PIBID OPORTUNIDADE ÚNICA PARA A FORMAÇÃO DO FUTURO EDUCADOR: JOGOS EM SALA DE AULA PIBID OPORTUNIDADE ÚNICA PARA A FORMAÇÃO DO FUTURO EDUCADOR: JOGOS EM SALA DE AULA Cristine Coelho SUSSMAN cristinec.sussmann@globo.com Débora de Jesus Bezerra debora.bezerra@metodista.br Maria de Fátima

Leia mais

OFICINA BRINCADEIRAS TRADICIONAIS COM SUCATAS: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DE EXTENSÃO LUDOTECA EM MOVIMENTO

OFICINA BRINCADEIRAS TRADICIONAIS COM SUCATAS: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DE EXTENSÃO LUDOTECA EM MOVIMENTO OFICINA BRINCADEIRAS TRADICIONAIS COM SUCATAS: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO DE EXTENSÃO LUDOTECA EM MOVIMENTO Área Temática: sociedade e educação. Anilde Tombolato Tavares da Silva (Coordenadora da Ação) Autores

Leia mais

Projeto Ludoteca do Turismo: atuação em escolas de Pelotas

Projeto Ludoteca do Turismo: atuação em escolas de Pelotas Projeto Ludoteca do Turismo: atuação em escolas de Pelotas Carmen Maria Nunes da Rosa 1. Universidade Federal de Pelotas Resumo: O presente trabalho trata das atividades, desenvolvidas pelo projeto Elaboração

Leia mais

LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO

LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO Inês Aparecida Costa QUINTANILHA; Lívia Matos FOLHA; Dulcéria. TARTUCI; Maria Marta Lopes FLORES. Reila Terezinha da Silva LUZ; Departamento de Educação, UFG-Campus

Leia mais

O LÚDICO: JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS NA CONSTRUÇÃO DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Simone Helen Drumond Ischkanian

O LÚDICO: JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS NA CONSTRUÇÃO DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Simone Helen Drumond Ischkanian O LÚDICO: JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS NA CONSTRUÇÃO DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL. O projeto - o lúdico: jogos, brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprendizagem

Leia mais

PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA

PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA Naiane Novaes Nogueira 1 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB n_n_nai@hotmail.com José

Leia mais

Palavras-chave: Classe multisseriada - jogos pedagógicos processo ensino aprendizagem

Palavras-chave: Classe multisseriada - jogos pedagógicos processo ensino aprendizagem O JOGO NO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM NAS CLASSES MULTISSERIADAS: UMA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA NA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE IGARAPÉ-AÇU. Maria Do Socorro Castro Hage Natalina Dos Santos Medeiros

Leia mais

Palavras-Chaves: PIBID. Jogos Pedagógicos. Ensino de Ciências.

Palavras-Chaves: PIBID. Jogos Pedagógicos. Ensino de Ciências. O USO DE JOGOS E BRINCADEIRAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PARA O ENSINO FUNDAMENTAL Carla Daniely Duarte de Souza¹, Fernando Pereira da Silva², Alison Pereira da Silva³ RESUMO ¹

Leia mais

Palavras Chave: Material Concreto. Aprendizagem e Ensino de Matemática.

Palavras Chave: Material Concreto. Aprendizagem e Ensino de Matemática. O USO DO MATERIAL CONCRETO NO ENSINO DA MATEMÁTICA Francisca Marlene da Silva Bolsista da PRAE-FECLESC/UECE Déborah Almeida Cunha Bolsista da PRAE-FECLESC/UECE Aline Araújo da Silva Graduanda-FECLESC/UECE

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: FIS09 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito: Período: IV Ano: 2015.2

PLANO DE CURSO. Código: FIS09 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito: Período: IV Ano: 2015.2 PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação Física Disciplina: Educação Física na Infância Professor: Gilson Pereira Souza E-mail: professorgilsonpereira@gmail.com Código:

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ELEMENTO FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1 Autora: Maria Thaís de Oliveira Batista Graduanda do Curso de Pedagogia Unidade Acadêmica de Educação/CFP/UFCG Email: taholiveira.thais@gmail.com

Leia mais

O BRINCAR, A BRINCADEIRA, O JOGO, A ATIVIDADE LÚDICA E A PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

O BRINCAR, A BRINCADEIRA, O JOGO, A ATIVIDADE LÚDICA E A PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL O BRINCAR, A BRINCADEIRA, O JOGO, A ATIVIDADE LÚDICA E A PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL Josiane Lima Zanata (Seduc) josianezanata@hotmail.com Ivani Souza Mello (UFMT) ivanimello1@hotmail.com

Leia mais

PIBID: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCENCIA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

PIBID: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCENCIA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA PIBID: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCENCIA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Ester Gonçalves Prata¹ UNIR-Campus Vilhena ester-vha@hotmail.com Elezilda Pereira Rodrigues² UNIR-Campus Vilhena zildarodriguesvha@hotmail.com

Leia mais

O PIBID NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL

O PIBID NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL O PIBID NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL Diana Gonçalves Figueiredo¹ Resumo:O presente trabalho apresenta o subprojeto de Pedagogia no PIBID relatando a sua importância para o processo formativo dos alunos

Leia mais

LUDICIDADE E EDUCAÇÃO ESPECIAL: REFLETINDO SOBRE A RELAÇÃO A PARTIR DA REALIDADE ESCOLAR

LUDICIDADE E EDUCAÇÃO ESPECIAL: REFLETINDO SOBRE A RELAÇÃO A PARTIR DA REALIDADE ESCOLAR LUDICIDADE E EDUCAÇÃO ESPECIAL: REFLETINDO SOBRE A RELAÇÃO A PARTIR DA REALIDADE ESCOLAR Resumo SOUZA, Lays Ribeiro de FERREIRA, Anthéia Augusta TEIXEIRA, Leiza, Abreu (Instituição de Ensino: UFT) O presente

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA NAS SÉRIES INICIAIS

A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA NAS SÉRIES INICIAIS A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA NAS SÉRIES INICIAIS SILVA, Bárbara Tavares da 1 ARAÚJO, Junivan Gomes de 2 ALVES, Suênha Patrícia 3 ARAÚJO, Francinário Oliveira de 4 RESUMO Sabemos que

Leia mais

RESUMO. Palavras chave: Brinquedo. Brincar. Ambiente escolar. Criança. INTRODUÇÃO

RESUMO. Palavras chave: Brinquedo. Brincar. Ambiente escolar. Criança. INTRODUÇÃO A FUNÇÃO DO BRINQUEDO E OS DIVERSOS OLHARES Érica Cristina Marques de Oliveira- erikacmo06@hotmail.com Rafaela Brito de Souza - rafa_pdgg@hotmail.com.br Raquel Cardoso de Araújo- raquelins1@hotmail.com

Leia mais

A LUDICIDADE COMO EIXO DE FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A LUDICIDADE COMO EIXO DE FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A LUDICIDADE COMO EIXO DE FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Resumo LIMA, Márcia Regina Canhoto de - FCT/UNESP marcialima@fct.unesp.br LIMA, José Milton de - FCT/UNESP miltonlima@fct.unesp.br ORLANDI, Leonardo

Leia mais

A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR

A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Resumo A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Ana Regina Donato de Moraes 1 Lourdes Keila Casado Pulucena 2 Lucieni Vaz dos Santos 3 Aprender brincando não é apenas um passatempo, quando se trata de ensinar.

Leia mais

VAI E VEM DAS EQUAÇÕES: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL

VAI E VEM DAS EQUAÇÕES: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL VAI E VEM DAS EQUAÇÕES: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL Tanise Coppetti Universidade Federal de Santa Maria tani_coppetti@hotmail.com Resumo: Este trabalho apresenta uma atividade a respeito de equações

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER EXTENSÃO. MULTIMÍDIA E A MATEMÁTICA: Os Jogos e o Ensino da Multiplicação

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER EXTENSÃO. MULTIMÍDIA E A MATEMÁTICA: Os Jogos e o Ensino da Multiplicação ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER EXTENSÃO MULTIMÍDIA E A MATEMÁTICA: Os Jogos e o Ensino da Multiplicação IVINHEMA-MS 2010 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER EXTENSÃO MULTIMÍDIA E A MATEMÁTICA:

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS NA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA VEGETAL E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO DOCENTE EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

CONSTRUÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS NA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA VEGETAL E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO DOCENTE EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 736 CONSTRUÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS NA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA VEGETAL E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO DOCENTE EM

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE E O LÚDICO NA ALFABETIZAÇÃO. Palavras-chave: Criança.Aprendizado.Lúdico.Alfabetização.Prática.

FORMAÇÃO DOCENTE E O LÚDICO NA ALFABETIZAÇÃO. Palavras-chave: Criança.Aprendizado.Lúdico.Alfabetização.Prática. FORMAÇÃO DOCENTE E O LÚDICO NA ALFABETIZAÇÃO Ana Claudia Rodrigues - Graduanda de Pedagogia - UEPB Aline Carla da Silva Costa - Graduanda de Pedagogia - UEPB Ana Paula Martins Costa - Graduanda de Pedagogia

Leia mais

A contribuição dos jogos Matemáticos na formação cidadã de crianças e adolescentes usuárias do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI)

A contribuição dos jogos Matemáticos na formação cidadã de crianças e adolescentes usuárias do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) A contribuição dos jogos Matemáticos na formação cidadã de crianças e adolescentes usuárias do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) Eixo Temático: Educação Matemática na educação Infantil

Leia mais

PRÁTICAS DE ENSINO DA METODOLOGIA DE GEOGRAFIA: A GEOGRAFIA NA SALA DE AULA

PRÁTICAS DE ENSINO DA METODOLOGIA DE GEOGRAFIA: A GEOGRAFIA NA SALA DE AULA PRÁTICAS DE ENSINO DA METODOLOGIA DE GEOGRAFIA: A GEOGRAFIA NA SALA DE AULA Marcele Larisse dos Santos Silva larisse_al14@hotmail.com Rafaella Márcia Borges da Silva mb.rafaella@gmail.com RESUMO O presente

Leia mais

PROPOSTA DE JOGO DIDÁTICO: AS DESCOBERTAS DE MENDEL. Lílian Rosalina Gomes (Universidade Federal do Piauí - UFPI)

PROPOSTA DE JOGO DIDÁTICO: AS DESCOBERTAS DE MENDEL. Lílian Rosalina Gomes (Universidade Federal do Piauí - UFPI) PROPOSTA DE JOGO DIDÁTICO: AS DESCOBERTAS DE MENDEL Lílian Rosalina Gomes (Universidade Federal do Piauí - UFPI) Diego Porto Rocha (Universidade Federal do Piauí - UFPI) RESUMO: No decorrer dos anos surgiu

Leia mais

A BIOGINCANA COMO ATIVIDADE LÚDICA NA PRÁTICA EDUCATIVA DO ENSINO DE BIOLOGIA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA, IGUATU/CE.

A BIOGINCANA COMO ATIVIDADE LÚDICA NA PRÁTICA EDUCATIVA DO ENSINO DE BIOLOGIA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA, IGUATU/CE. A BIOGINCANA COMO ATIVIDADE LÚDICA NA PRÁTICA EDUCATIVA DO ENSINO DE BIOLOGIA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA, IGUATU/CE. Lídia Batista Teixeira¹, Juan Carlos Ferreira Paulino¹, Clarice Cartaxo

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE 1 ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE Natália Maria G. Dantas de Santana- UAE/CFP/UFCG Mayrla Marla Lima Sarmento-UAE/CFP/UFCG Maria Thaís de Oliveira

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

JOGO DIDÁTICO COMO AUXÍLIO PARA O ENSINO DE ZOOLOGIA DE INVERTEBRADOS

JOGO DIDÁTICO COMO AUXÍLIO PARA O ENSINO DE ZOOLOGIA DE INVERTEBRADOS JOGO DIDÁTICO COMO AUXÍLIO PARA O ENSINO DE ZOOLOGIA DE INVERTEBRADOS Barreto, L.M. (1) ; Gava, M. (1); Ferrarini, T.D. (1) ; Santos, C.M (1) ; Ferreira, C.D. (2) ; Carmassi, A. (2) lucasmesquita@msn.com

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO INTERVENÇÃO NA REALIDADE DA ESCOLA PARCEIRA NO CONTEXTO DO PIBID DE MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO INTERVENÇÃO NA REALIDADE DA ESCOLA PARCEIRA NO CONTEXTO DO PIBID DE MATEMÁTICA A UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO INTERVENÇÃO NA REALIDADE DA ESCOLA PARCEIRA NO CONTEXTO DO PIBID DE MATEMÁTICA Vinicius A. S. Guissi vinnyguissi@hotmail.com Thays R. S. Couto couto_thays@hotmail.com Paulo H.

Leia mais

FACULDADE DE CUIABÁ FAUC CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL. João Rodrigues de Souza

FACULDADE DE CUIABÁ FAUC CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL. João Rodrigues de Souza FACULDADE DE CUIABÁ FAUC CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL João Rodrigues de Souza A PSICOPEDAGOGIA E A INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CUIABÁ- MT JULHO 2015 2 RESUMO

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014 Atividades Pedagógicas Agosto 2014 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO II A GRUPO II B GRUPO II C GRUPO II

Leia mais

Um mundo de formas do concreto ao abstrato

Um mundo de formas do concreto ao abstrato Um mundo de formas do concreto ao abstrato Orientadora: Marcela dos Santos Nunes Matrícula SIAPE: 1673276 Orientado: Bruno da Silva Santos Matrícula UFF: 007705/06 Palavras-chave: Geometria, modelagem,

Leia mais

RESUMO. O recurso dos Jogos como ferramenta importante utilizada pelos bolsistas do PIBID para o ensino de matemática nas series iniciais.

RESUMO. O recurso dos Jogos como ferramenta importante utilizada pelos bolsistas do PIBID para o ensino de matemática nas series iniciais. RESUMO O recurso dos Jogos como ferramenta importante utilizada pelos bolsistas do PIBID para o ensino de matemática nas series iniciais. Kayte Katiane Linhares Pereira 1 Pedro Winícius de Almeida Gomes

Leia mais

RELATO DE CASO: Atividades do Programa de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID/FAI Janice Rother 1 Patrícia da Rosa 2 Jair André Turcatto 3

RELATO DE CASO: Atividades do Programa de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID/FAI Janice Rother 1 Patrícia da Rosa 2 Jair André Turcatto 3 1 RELATO DE CASO: Atividades do Programa de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID/FAI Janice Rother 1 Patrícia da Rosa 2 Jair André Turcatto 3 1 INTRODUÇÃO A Escola de Ensino Fundamental Porto Novo - Escola

Leia mais

O LUDICO NA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

O LUDICO NA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA O LUDICO NA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Thaís Koseki Salgueiro 1 ; Ms. Ozilia Geraldini Burgo 2 RESUMO: Este projeto tem como objetivo apresentar o trabalho de campo desenvolvido

Leia mais

PLANEJAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA.

PLANEJAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA. PLANEJAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA. OLIVEIRA 1, Jordânia Amorim da Silva. SOUSA 2, Nádia Jane de. TARGINO 3, Fábio. RESUMO Este trabalho apresenta resultados parciais do projeto

Leia mais

JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA NO PIBID/CAPES/IFCE, CAMPUS DE FORTALEZA

JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA NO PIBID/CAPES/IFCE, CAMPUS DE FORTALEZA JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA NO PIBID/CAPES/, CAMPUS DE FORTALEZA Resumo Maria Cristina do Nascimento Braga kcrisnb@hotmail.com Luiza Santos Pontello lpontello@yahoo.com.br Francisco

Leia mais

PROPOSTA DE JOGO DIDÁTICO: CAMINHOS DA ECOLOGIA. Lílian Rosalina Gomes (Universidade Federal do Piauí - UFPI)

PROPOSTA DE JOGO DIDÁTICO: CAMINHOS DA ECOLOGIA. Lílian Rosalina Gomes (Universidade Federal do Piauí - UFPI) PROPOSTA DE JOGO DIDÁTICO: CAMINHOS DA ECOLOGIA Lílian Rosalina Gomes (Universidade Federal do Piauí - UFPI) Diego Porto Rocha (Universidade Federal do Piauí - UFPI) Adelany Brena Cardoso de Oliveira (Universidade

Leia mais

PESQUISA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: EXPERIÊNCIAS DO PIBID E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

PESQUISA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: EXPERIÊNCIAS DO PIBID E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PESQUISA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: EXPERIÊNCIAS DO PIBID E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Edna Neves Pereira (1); Dacielle Antunes Santos (1); Sandra Alves de Oliveira

Leia mais

JOGO DIDÁTICO COMO AUXILIAR PARA O APRENDIZADO EM QUÍMICA

JOGO DIDÁTICO COMO AUXILIAR PARA O APRENDIZADO EM QUÍMICA JOGO DIDÁTICO COMO AUXILIAR PARA O APRENDIZADO EM QUÍMICA SAIDELLES, Ana Paula Fleig¹*; CRUZ, Litiele Cezar da²; KIRCHNER, Rosane Maria³; PIVOTTO, Otávio Lavarda²; SANTOS, Douglas Silva dos²; SANTOS, Nara

Leia mais

A APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA ATRAVÉS DE JOGOS E BRINCADEIRAS

A APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA ATRAVÉS DE JOGOS E BRINCADEIRAS 1 A APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA ATRAVÉS DE JOGOS E BRINCADEIRAS Santana, Maria Rosangela Silva, Braz Ribeiro Guimarães, Maria Ivone Pereira RESUMO A preocupação básica deste estudo é refletir sobre a aprendizagem

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NA VISÃO DA ESCOLA PARTICIPANTE

AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NA VISÃO DA ESCOLA PARTICIPANTE AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NA VISÃO DA ESCOLA PARTICIPANTE ABREU, M. Francilina (Bolsista do PIBID- Pedagogia) Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ CLUBE DE FÍSICA, MINI ESPAÇO CIÊNCIA E FEIRA DE CIÊNCIA: PROPOSTAS DO PIBID IFRN CAMPUS CAICÓ PARTICIPANTES: ERIJACKSON

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM PROJETO DO PIBID NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA SÃO JOÃO BATISTA

A SUSTENTABILIDADE NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM PROJETO DO PIBID NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA SÃO JOÃO BATISTA A SUSTENTABILIDADE NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM PROJETO DO PIBID NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA SÃO JOÃO BATISTA Carla Regiane, VARGAS, carlavargas80@yahoo.com.br¹ João Derli de Souza, SANTOS, derli@unifebe.edu.br²

Leia mais

DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID

DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID BARROS, Raquel Pirangi. SANTOS, Ana Maria Felipe. SOUZA, Edilene Marinho de. MATA, Luana da Mata.. VALE, Elisabete Carlos do.

Leia mais

FACESI EM REVISTA Ano 3 Volume 3, N. 2 2011 - - ISSN 2177-6636

FACESI EM REVISTA Ano 3 Volume 3, N. 2 2011 - - ISSN 2177-6636 PEDAGOGIA EMPRESARIAL E APRENDER BRINCANDO E A IMPORTÂNCIA DO JOGO: DIFERENTES TEMAS NA ÁREA EDUCACIONAL Ana Flávia Crespim da Silva Araújo ana.crespim@hotmail.com Elaine Vilas Boas da Silva elainevb2010@hotmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CLAINES KREMER GENISELE OLIVEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POR UMA PERSPECTIVA DE RELAÇÕES ENTRE

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O USO DO MATERIAL DOURADO NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: ANOTAÇÕES DE ESTÁGIO

REFLEXÕES SOBRE O USO DO MATERIAL DOURADO NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: ANOTAÇÕES DE ESTÁGIO REFLEXÕES SOBRE O USO DO MATERIAL DOURADO NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: ANOTAÇÕES DE ESTÁGIO Ednaid Santos Faria 1 Tayná da Silva Vieira 2, Janaína de Azevedo Corenza 3 1 IFRJ/ednaidrja@hotmail.com

Leia mais

JOGOS ENQUANTO RECURSOS METODOLÓGICOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA

JOGOS ENQUANTO RECURSOS METODOLÓGICOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA JOGOS ENQUANTO RECURSOS METODOLÓGICOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA Joyciane Oliveira Saraiva Graduanda de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal do Piauí (UFPI) Juvena de Freitas Brito- Graduanda

Leia mais

Ludo Químico: Uma Maneira Divertida de Aprender Química

Ludo Químico: Uma Maneira Divertida de Aprender Química Ludo Químico: Uma Maneira Divertida de Aprender Química Givanilda. S. de Freitas, Ellen Danielly de F. Lima 1, Myrelly Morais Tôrres¹, Suzana Pereira. Rêgo¹ e Wellima Fabíola B. Jales¹, Paulo Roberto N.

Leia mais

LUDICIDADE E EDUCAÇÃO: O ENCANTAMENTO DE APRENDER BRINCANDO

LUDICIDADE E EDUCAÇÃO: O ENCANTAMENTO DE APRENDER BRINCANDO LUDICIDADE E EDUCAÇÃO: O ENCANTAMENTO DE APRENDER BRINCANDO Tatiane Testa Ferrari e-mail: tatitferrari@ig.com.br Ticiane Testa Ferrari e-mail: ticiferrari@ig.com.br Araceli Simão Gimenes Russo e-mail:

Leia mais

Palavras-chaves: Jogo didático, leis de Mendel e Genética.

Palavras-chaves: Jogo didático, leis de Mendel e Genética. ISSN 1980-3540 05.01, 05-12 (2010) www.sbg.org.br CRUZAMENTOS MENDELIANOS : O BINGO DAS ERVILHAS 1 Flávia Eloy Ferreira 2, Jordanna Luíza de Lima Celeste 2, Maria do Carmo Santos 2, Eliza Cristiane Rezende

Leia mais

PRÁTICAS E VIVÊNCIAS 1

PRÁTICAS E VIVÊNCIAS 1 1 PRÁTICAS E VIVÊNCIAS 1 Cintia Taiza Klein 2 Patrícia Luiza Klein Santos 3 Marilete Staub 4 Jair André Turcatto 5 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho busca apresentar algumas atividades e vivências desenvolvidas

Leia mais

RESUMO. Palavras-chave: Jogos didáticos, Química e Materiais Recicláveis. INTRODUÇÃO

RESUMO. Palavras-chave: Jogos didáticos, Química e Materiais Recicláveis. INTRODUÇÃO Utilização de materiais recicláveis para a produção do jogo Dominó Periódico para o ensino de Química na Escola Estadual Professora Maria Zenilda Gama Torres do Município de Apodi-RN. Ana Katiane de P.

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA E GRADUAÇÃO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES

Leia mais

LUDICIDADE: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA PARA PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA

LUDICIDADE: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA PARA PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA LUDICIDADE: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA PARA PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RESUMO Edena Carla Dorne Cavalli UNIOESTE CAPES ed-cavalli@uol.com.br

Leia mais

Alessandra Santana. Angélica Cristina da Silva Freire

Alessandra Santana. Angélica Cristina da Silva Freire Câmpus Alfenas 28 de novembro de 2011 SUMÁRIO Alessandra Santana... 2 Angélica Cristina da Silva Freire... 2 Bárbara Luiza Novais... 3 Bruna Aparecida Reis... 3 Carolina Esteves Martins... 4 Celsianne

Leia mais

A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE

A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE RESUMO Este texto é uma reflexão sobre o brincar nas aulas de educação física escolar do primeiro e segundo ciclo do ensino fundamental,

Leia mais

Colégio La Salle São João. Professora Kelen Costa Educação Infantil. Educação Infantil- Brincar também é Educar

Colégio La Salle São João. Professora Kelen Costa Educação Infantil. Educação Infantil- Brincar também é Educar Colégio La Salle São João Professora Kelen Costa Educação Infantil Educação Infantil- Brincar também é Educar A importância do lúdico na formação docente e nas práticas de sala de aula. A educação lúdica

Leia mais

Trilha das Borboletas: Apresentação de jogo didático para a educação ambiental

Trilha das Borboletas: Apresentação de jogo didático para a educação ambiental Trabalho de Conclusão do Curso Trilha das Borboletas: Apresentação de jogo didático para a educação ambiental Camilla Ribeiro Nery Curso de Ciências Biológicas Belo Horizonte - MG 2010 Camilla Ribeiro

Leia mais

Palavras-chave: Lúdico. Aprendizagem. Desenvolvimento. Necessidades Especiais.

Palavras-chave: Lúdico. Aprendizagem. Desenvolvimento. Necessidades Especiais. Nesse artigo realizamos uma discussão sobre a importância de atividades lúdicas na educação de crianças com necessidades especiais. Propomos explicitar a possibilidade de levar para o ambiente escolar

Leia mais

SUSTENTABILIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR: Desafios da construção de uma proposta interdisciplinar

SUSTENTABILIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR: Desafios da construção de uma proposta interdisciplinar SUSTENTABILIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR: Desafios da construção de uma proposta interdisciplinar Mariely Rodrigues Anger 1 Ana Carla Ferreira Nicola Gomes 2 Jussara Aparecida da Fonseca 3 Resumo: Apresentam-se

Leia mais

mhtml:file://c:\documents and Settings\Angela Freire\Meus documentos\cenap 2...

mhtml:file://c:\documents and Settings\Angela Freire\Meus documentos\cenap 2... Page 1 of 6 O lúdico na educação infantil Com relação ao jogo, Piaget (1998) acredita que ele é essencial na vida da criança. De início tem-se o jogo de exercício que é aquele em que a criança repete uma

Leia mais

O LÚDICO COMO ESTRATÉGIA METODOLÓGICA E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A APRENDIZAGEM DAS CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

O LÚDICO COMO ESTRATÉGIA METODOLÓGICA E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A APRENDIZAGEM DAS CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL O LÚDICO COMO ESTRATÉGIA METODOLÓGICA E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A APRENDIZAGEM DAS CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Maria Andréa Nogueira de Souza¹; Andreza Emicarla Pereira Calvacante²; Francicleide Cesário

Leia mais

O CINEMA PEDAGÓGICO COMO INSTRUMENTO PARA DISCUSSÕES SOBRE PROBLEMÁTICAS AMBIENTAIS UMA EXPERIÊNCIA DIDÁTICA DO GRUPO PIBID-BIOLOGIA

O CINEMA PEDAGÓGICO COMO INSTRUMENTO PARA DISCUSSÕES SOBRE PROBLEMÁTICAS AMBIENTAIS UMA EXPERIÊNCIA DIDÁTICA DO GRUPO PIBID-BIOLOGIA O CINEMA PEDAGÓGICO COMO INSTRUMENTO PARA DISCUSSÕES SOBRE PROBLEMÁTICAS AMBIENTAIS UMA EXPERIÊNCIA DIDÁTICA DO GRUPO PIBID-BIOLOGIA Divina M. N. Alainho (Graduanda, Ciências Biológicas, UEG Itapuranga)

Leia mais

********** É uma instituição destinada ao atendimento de crianças de 0 a 3 anos e faz parte da Educação Infantil. Integra as funções de cuidar e

********** É uma instituição destinada ao atendimento de crianças de 0 a 3 anos e faz parte da Educação Infantil. Integra as funções de cuidar e 1 CONCEPÇÃO DE CRECHE (0 A 3 ANOS): A Constituição Federal de 1988 assegura o reconhecimento do direito da criança a creche, garantindo a permanente atuação no campo educacional, deixando de ser meramente

Leia mais

AFETIVIDADE, PARA QUE TE QUERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL?

AFETIVIDADE, PARA QUE TE QUERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL? AFETIVIDADE, PARA QUE TE QUERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL? Jailza de Lima Oliveira (UNEB - Bolsista PIBID/CAPES) Larissa Santos do Sacramento (UNEB - Bolsista PIBID/CAPES) Lucimara de Oliveira Soares (UNEB -

Leia mais

CINEMA NA ESCOLA: aproximações e possibilidades no uso do filme Rango

CINEMA NA ESCOLA: aproximações e possibilidades no uso do filme Rango CINEMA NA ESCOLA: aproximações e possibilidades no uso do filme Rango Bárbara Matos da Cunha Guimarães 1 bmatoscg@gmail.com Bolsista - PIBID Interdisciplinar Subprojeto Saúde e Meio Ambiente Frederico

Leia mais

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa Pedagogia Prof. Marcos Munhoz da Costa Tecnologias da informação e mídias digitais na educação Objetivos deste tema Refletir sobre as mudanças de experiências do corpo com o advento das novas tecnologias;

Leia mais

O LÚDICO COMO UM RECURSO PARA APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O LÚDICO COMO UM RECURSO PARA APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL O LÚDICO COMO UM RECURSO PARA APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Joseliane Fernandes Miguel Santos¹; Carlos Eduardo Maia da Silva²; Verônica de Fatima Gomes de Moura¹ Universidade Federal da Paraíba, joseliane.santos@gmail.com¹;

Leia mais

ALFABETIZAÇÃO: CONSTRUINDO ALTERNATIVAS COM JOGOS PEDAGÓGICOS

ALFABETIZAÇÃO: CONSTRUINDO ALTERNATIVAS COM JOGOS PEDAGÓGICOS ALFABETIZAÇÃO: CONSTRUINDO ALTERNATIVAS COM JOGOS PEDAGÓGICOS Karoline Kahl Acadêmica do Curso de Letras/Português da UFSC Maria Elza de Oliveira Lima Professora do Colégio de Aplicação da UFSC (Coordenadora)

Leia mais

TEATRO INFANTIL: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA NA BUSCA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1

TEATRO INFANTIL: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA NA BUSCA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 TEATRO INFANTIL: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA NA BUSCA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 CHIAPINOTO, Andréia Moro²; GUNSCH, Fernanda Beatriz Strickler²; KASTEN, Jocelaine²; PASETTO, Luciane Zamberlan²;

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DO LÚDICO NO ENSINO DE CIÊNCIAS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DO LÚDICO NO ENSINO DE CIÊNCIAS EDUCAÇÃO AMBIENTAL A PARTIR DO LÚDICO NO ENSINO DE CIÊNCIAS Oliveira, C.S.P. (1) ; Barbosa, R.F.M. (1) ; Maknamara, M. (1) sarinhac.s@hotmail.com (1) Aluna do Curso de Graduação em Ciências Biológicas,

Leia mais

LUDICIDADE E MOVIMENTO: EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

LUDICIDADE E MOVIMENTO: EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL LUDICIDADE E MOVIMENTO: EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Resumo RIBEIRO, Amanda de Cassia Borges - UFSM acbr_amanda@hotmail.com JAHN, Angela Bortoli UFSM abjahn@terra.com.br BELING, Vivian Jamile UFSM

Leia mais

A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: CONTRIBUIÇÃO DO PIBID

A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: CONTRIBUIÇÃO DO PIBID A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: CONTRIBUIÇÃO DO PIBID Daniela Glícea Oliveira da Silva Pedagogia/PIBID/FAFIDAM/UECE Aline da Silva Freitas Pedagogia/PIBID/FAFIDAM/UECE Maria Auricelia

Leia mais

Adriana Ramos Santana 1 Isabele Barbosa dos Santos 2 Priscila Christina Borges Dias Randow 3 RESUMO

Adriana Ramos Santana 1 Isabele Barbosa dos Santos 2 Priscila Christina Borges Dias Randow 3 RESUMO PRÁTICA PEDAGÓGICA NA CASA MATERNAL AMÉLIA LEITE, ARACAJU, SERGIPE: COMPREENDENDO O TEMA HOMEM DO CAMPO E DA CIDADE A PARTIR DE UM PROJETO INTERDISCIPLINAR Adriana Ramos Santana 1 Isabele Barbosa dos Santos

Leia mais

Palavras-chave: PIBID; Educação Infantil; Aprendizagem; Pátio Escolar.

Palavras-chave: PIBID; Educação Infantil; Aprendizagem; Pátio Escolar. O PÁTIO ESCOLAR COMO ESPAÇO DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL Patrícia Coelho da Costa Ramon Bahiense de Melo Bruna Cristina Reis Diana Nobrega Ambrozina RESUMO O tema do presente trabalho é o pátio

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

PERFIL DA INORGÂNICA, ÁCIDOS E BASES UM JOGO DE CARTA UTILIZADA COMO METODOLOGIA NO ENSINO DE QUÍMICA.

PERFIL DA INORGÂNICA, ÁCIDOS E BASES UM JOGO DE CARTA UTILIZADA COMO METODOLOGIA NO ENSINO DE QUÍMICA. PERFIL DA INORGÂNICA, ÁCIDOS E BASES UM JOGO DE CARTA UTILIZADA COMO METODOLOGIA NO ENSINO DE QUÍMICA. SILVA, Beatriz Alves 1 BORGHI, Emilly Lorenzutti 2 SENHORINHO, Wattson de Oliveira 3 BASTOS, Gustavo

Leia mais

Reflexão das Monitorias de Química Oferecida pelo Projeto PIBID nas Escolas de Pelotas

Reflexão das Monitorias de Química Oferecida pelo Projeto PIBID nas Escolas de Pelotas Reflexão das Monitorias de Química Oferecida pelo Projeto PIBID nas Escolas de Pelotas Eduardo Vargas Pereira (IC) 1*, Diego Soares de Moura (IC) 1, Caroline Pereira Dutra (IC) 1, Roberta Almeida dos Santos

Leia mais

O BRINCAR E SUA FUNÇÃO NA INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA EM INSTITUIÇÕES ESCOLARES: O QUE DIZEM OS PSICOPEDAGOGOS? DIOGO SÁ DAS NEVES

O BRINCAR E SUA FUNÇÃO NA INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA EM INSTITUIÇÕES ESCOLARES: O QUE DIZEM OS PSICOPEDAGOGOS? DIOGO SÁ DAS NEVES 1 O BRINCAR E SUA FUNÇÃO NA INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA EM INSTITUIÇÕES ESCOLARES: O QUE DIZEM OS PSICOPEDAGOGOS? Introdução DIOGO SÁ DAS NEVES A Psicopedagogia compromete-se primordialmente com o sistema

Leia mais

A ATIVIDADE LÚDICA COMO POSSIBILIDADE PARA DISCUTIR CIÊNCIAS: A GINCANA DA FÍSICA.

A ATIVIDADE LÚDICA COMO POSSIBILIDADE PARA DISCUTIR CIÊNCIAS: A GINCANA DA FÍSICA. A ATIVIDADE LÚDICA COMO POSSIBILIDADE PARA DISCUTIR CIÊNCIAS: A GINCANA DA FÍSICA. Aline de Lima Faustino¹, Bismarck de Araújo Freitas², Renaly Ribeiro Mendonça³, Alessandro Frederico da Silveira 4. 1.

Leia mais

ESTRATÉGIA DE ENSINO - BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS TRADICIONAIS NA EDUCAÇÃO FÍSICA INFANTIL.

ESTRATÉGIA DE ENSINO - BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS TRADICIONAIS NA EDUCAÇÃO FÍSICA INFANTIL. ESTRATÉGIA DE ENSINO - BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS TRADICIONAIS NA EDUCAÇÃO FÍSICA INFANTIL. Carmem Regina Calegari Cunha E. M. de Educação Infantil Prof Edna Aparecida de Oliveira - UDI Resumo Trabalho

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DAS BRINCADEIRAS COMO FONTE DE PRAZER E APRENDIZADO

A UTILIZAÇÃO DAS BRINCADEIRAS COMO FONTE DE PRAZER E APRENDIZADO A UTILIZAÇÃO DAS BRINCADEIRAS COMO FONTE DE PRAZER E APRENDIZADO ÁLVARO LUIS PESSOA DE FARIAS CASSIO HARTMANN GILDASIO JOSÉ DOS SANTOS DIVANALMI FERREIRA MAIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB CAMPINA

Leia mais

UMA RELEITURA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA BIBLIOTECA NO CONTEXTO ESCOLAR MARIA MAZARELO RODRIGUES DE LIMA

UMA RELEITURA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA BIBLIOTECA NO CONTEXTO ESCOLAR MARIA MAZARELO RODRIGUES DE LIMA 1 UMA RELEITURA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA BIBLIOTECA NO CONTEXTO ESCOLAR MARIA MAZARELO RODRIGUES DE LIMA INTRODUÇÃO Compreende-se que na promoção de ações de estímulo à leitura, a escola tem como instrumento

Leia mais

GEOMETRIA PLANA E NÃO PLANA: UMA PRÁTICA DOCENTE COM O AUXÍLIO DA GEOMETRIA NO FUTEBOL

GEOMETRIA PLANA E NÃO PLANA: UMA PRÁTICA DOCENTE COM O AUXÍLIO DA GEOMETRIA NO FUTEBOL ISSN 2316-7785 GEOMETRIA PLANA E NÃO PLANA: UMA PRÁTICA DOCENTE COM O AUXÍLIO DA GEOMETRIA NO FUTEBOL Pedro Augusto Mazini dos Santos Bolsista PIBID ¹ - UTFPR - Câmpus Cornélio Procópio pedro.mbmazini@gmail.com

Leia mais

AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Profa. Bianca das Neves Silva Professora da rede municipal de Jundiaí Profa. Dra. Luciene Farias de Melo Coord. do Curso de Educação Física da Faculdade

Leia mais

O JOGO, BRINQUEDO E A BRINCADEIRA NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

O JOGO, BRINQUEDO E A BRINCADEIRA NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL O JOGO, BRINQUEDO E A BRINCADEIRA NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL Resumo Ana Paula Antonello 1 - UNOCHAPECÓ Grupo de Trabalho - Didática: Teorias, Metodologias e Práticas Agência Financiadora: não contou com

Leia mais

BRINCAR E APRENDER: A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL

BRINCAR E APRENDER: A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL BRINCAR E APRENDER: A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL GEANE SANTANA ROCHA QUIXABEIRA CMEI Criança Feliz geanezinha@gmail.com ANADIR FERREIRA DA SILVA Secretaria Municipal de Educação laurapso@hotmail.co.uk

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA NO ENSINO DE ARTE NA ESCOLA

A RELAÇÃO ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA NO ENSINO DE ARTE NA ESCOLA A RELAÇÃO ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA NO ENSINO DE ARTE NA ESCOLA Rivaldo Bevenuto de Oliveira Neto Departamento de Artes UFRN RESUMO O ensino de Arte é a educação que oportuniza ao aluno o acesso à Arte

Leia mais

Apresentação do Professor. Ludicidade. Pedagogia. Ementa. Contextualização. Teleaula 1

Apresentação do Professor. Ludicidade. Pedagogia. Ementa. Contextualização. Teleaula 1 Ludicidade Teleaula 1 Prof. Me. Marcos Ruiz da Silva tutoriapedagogia@grupouninter.com.br Pedagogia Apresentação do Professor Marcos Ruiz da Silva Graduado em Educação Física UEL Especialista em Educação

Leia mais

ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA E TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE ATIVIDADES LÚDICAS

ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA E TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE ATIVIDADES LÚDICAS ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA E TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE ATIVIDADES LÚDICAS Mari Lucia Militz Universidade Federal de Santa Maria mari.lu.militz@hotmail.com Elisa SeerSplett Universidade Federal de Santa Maria

Leia mais