Fotos Projetos e Cia Clientes. A imagem. A imagem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fotos Projetos e Cia Clientes. A imagem. A imagem"

Transcrição

1 A imagem A imagem 1

2 A imagem Mas o que leva a compra pela imagem? Necessidade do produto Compulsão mediante a um estímulo, que vai de encontro direto aos desejos. 1- Afetivos 2- Financeiros 3- Sociais 4- Criados 2

3 A hierarquia das necessidades Necessidades absolutas : Invariáveis Necessidades relativas : Imaginativa Necessidade tem limite... Os desejos são ilimitados... 3

4 Desejo é: Anseio - Aspiração Cobiça Querer Desejo leva ao : IMPULSO Percentual de compras Planejada 15% Impulso 85% Dados: Popai 4

5 Os cinco Es 1. Escapismo 2. Estética 3. Ensinar 4. Entretenimento 5. Experiência Lojas que investem em imagem transmite: Qualidade Credibilidade 5

6 Fotos Características Projetos e Cia Clientes do Consumidor Contemporâneo Admira lojas que inovam Gosta de mostrar que é atento aos lançamentos Paga mais por marcas Discute sobre a qualidade Influencia pessoas sobre as marcas Esforça-se para ter produtos genuínos e autênticos. O consumidor de jóia Auto-gratificação Afirmação de estilo de vida Definição de emblemas 6

7 Através do que consumimos podemos ser: Estudado Interpretado Reconhecido Mas como ele reage ao ponto de venda? 7

8 Percepção Humana Processo Perceptivo estímulo externo ação sobre órgãos sensoriais Seleção, organização, interpretação reação 8

9 Sentidos Humanos PDV 1,0 % - Paladar 1,5 % - Tato 3,5 % - Olfato 11,0 % - Audição 83,0 % - Visão Fonte: Instituto Popai Receita do sucesso Saber usar a imagem Dominar seus recursos Saber quem exatamente é o consumidor Como ele interpreta o PDV Suas expectativas e necessidades 9

10 Surpreender Ser bom é o esperado Ser surpreendente é o segredo 10

11 O que é Visual Merchandising? É uma somatória de ações que visam colocar o cliente frente a frente com o produto. É a última etapa de comunicação de uma empresa (produto). VM é um dos compostos do branding Branding : é marca 11

12 O VM é um dos elementos seletivos naturais do público-alvo Público-alvo 12

13 Público-alvo A sua majestade A Vitrina 13

14 Pesquisa Pesquisa 14

15 O que é Vitrina? Elo entre cliente e loja A imagem da empresa É uma vendedora silenciosa É agregadora de valores ao produto Ferramenta direta de vendas Ela é o possível! 15

16 Linguagem Universal! O que a vitrina traz? Fideliza os clientes Novos Clientes A maior relação custo x benefício em comunicação Resposta imediata Possibilidades de ajustes sem perdas Torna a loja um ponto de referência 16

17 Identidade A identidade ajuda a criar vinculos 17

18 Estamos vivendo a era da Infidelidade Vínculos O setor joalheiro, assim como grandes marcas tem a característica de criar vínculos 18

19 Suportes Criador de indentidade Suportes Criador de indentidade 19

20 Criar identidade é: Posicionar-se Posicionar-se: Determinar seu público-alvo 20

21 Formando o público-alvo Público-alvo 21

22 Público-alvo Comprar jóia é uma experiência 22

23 O luxo e a vitrina O luxo e a vitrina 23

24 Luxo é: Raro Exclusivo Distinção Belo Suntuosidade História O luxo é cada vez mais acessível 24

25 O luxo é relativo Top Mind do luxo (jovens) Fonte: FGV Europa Dior Chanel Yves-Saint Lauren Hermes Lacoste Jean Paul Gaultier Kenzo Cartier Mundo Dior Chanel Louis Vuitton Prada Gucci Salvatore Ferragamo Ralph Lauren Tiffany s 25

26 Anseios de luxo (jovens) Fonte: FGV Bons restaurantes Carro Guarda-roupa Jóias Perfumes (cosméticos) Bairros elegantes Viagens Mas de maneira geral jovens até 30 anos ainda vêem o ambiente das joalherias como: Distante Demasiadamente sério 26

27 A vitrina é uma grande aliada para renovação 27

28 Funções da vitrina Institucional Comemorativa Publicitária Cotidiana Oportunidade Institucional 28

29 Comemorativa Publicitária 29

30 Cotidiana Oportunidade 30

31 Estilos Expositivas Visuais Expositiva 31

32 Estilos Cinética Cenário Cenográfica Escala Conceitual Gráfica Contínua Cinética 32

33 Luminosa Cenário 33

34 Cenográfica Escala 34

35 Conceitual Gráfica 35

36 Contínua Caminho Visual 36

37 Composição: Simetria e Assimetria 37

38 Simetria Assimetria 38

39 Criatividade O que é Criatividade? É um estado de espírito É a substração de um repertório em algo tangível Criar é transformar 39

40 Criatividade O uso inusitado de objetos do cotidiano 40

41 É fazer do nada o tudo Cuidado!!!!!!!!!!!! 41

42 Objetividade Símbolos 42

43 Símbolos Símbolos - Coringa 43

44 Símbolos - Coringa O Fundo Traz o produto para frente 44

45 Evite imagem no mesmo ângulo de visão da jóia Distancie a imagem no mínimo 15 cm 45

46 Grupos e vazios - O segredo da boa Vitrina 3 níveis 1º nível 2º nível 3º nível 46

47 Utilização errada de espaço Vitrina - Atemporal 47

48 Forma A soma de todos os elementos que compõe a vitrina tem uma forma. Esta forma em si é transmissora de uma sensação. Quadrado Firmeza e Robustez 48

49 Circular Atenção e perfeição Triangular Equilíbro e estabilidade 49

50 Losangular- Elegância e bom gosto Estrutura: use sempre o básico 50

51 Evite prateleiras Vidro demais é poluição 51

52 Estrutura deve ter sempre Piso Fundo Teto funcional (sempre básico) Mistura de tipos de elementos decorativos 52

53 Simplicidade Simplicidade 53

54 Material Nobre - Papel Não confunda simplicidade com o nada 54

55 Simples Cubos e totens 55

56 Movimento Movimento 56

57 Movimento Evite texturas acentuadas sob a jóia 57

58 Isole a jóia Monogromia 58

59 A beleza da vitrina está no detalhe 59

60 Distribuição triangular A vez das esculturas 60

61 A vitrinadevecontaruma história 61

62 A vitrinanãoéo fim É o inicio de todo um processo de compra e do despertar de um desejo Sucesso!!! 62

Técnicas de Exposição de Produtos CONCEITO DE EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS A idéia básica: Mostrar ou destacar alguma coisa. Mostrar também significa: Comunicar O produto deve atrair, seduzir, mexer com os sentidos

Leia mais

VAREJO DE MODA: táticas ticas vencedoras

VAREJO DE MODA: táticas ticas vencedoras VAREJO DE MODA: Visão de negócio, estratégias e táticas ticas vencedoras O mercado de Luxo Fundação Getulio Vargas 19/08/04 MCF FASHION Consultoria & Assessoria em Negócios Histórico Profissional: Executivo

Leia mais

VITRINISMO E VISUAL MERCHANDISING A VENDA ATRAVÉS DA ATRAÇÃO VISUAL

VITRINISMO E VISUAL MERCHANDISING A VENDA ATRAVÉS DA ATRAÇÃO VISUAL VITRINISMO E VISUAL MERCHANDISING A VENDA ATRAVÉS DA ATRAÇÃO VISUAL 90% das nossas informações entram pelos nossos olhos Saiba como usar este dado para vender mais. Vitrinismo e Visual Merchandising A

Leia mais

a) VISUAL MERCHANDISING

a) VISUAL MERCHANDISING a) VISUAL MERCHANDISING (1) Introdução Enquanto o marketing planeja, pesquisa avalia e movimenta o produto desde a sua fabricação até sua chegada ao ponto-de- venda, o merchandising representa o produto

Leia mais

CONSULTORIA DE ESTILO MOTIVAÇÃO PARA OS NOVOS DESAFIOS POR PAULA MARTINS

CONSULTORIA DE ESTILO MOTIVAÇÃO PARA OS NOVOS DESAFIOS POR PAULA MARTINS CONSULTORIA DE ESTILO MOTIVAÇÃO PARA OS NOVOS DESAFIOS POR PAULA MARTINS PAULA MARTINS Formada em jornalismo e estilismo, Paula Martins tem um escritório que funciona como uma agência geradora de conteúdo

Leia mais

Primeiramente podemos classificar três diferentes tipos estruturais de

Primeiramente podemos classificar três diferentes tipos estruturais de VITRINAS 1 INTRODUÇÃO Elegantes e essenciais, as vitrinas são elementos versáteis criados nas mais diversas versões e representam o ponto chave para apresentação do produto a ser vendido nos mais diferentes

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO 2015 Design de Interiores Contemporâneo

PÓS-GRADUAÇÃO 2015 Design de Interiores Contemporâneo Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

INFLUÊNCIA DO MERCHANDISING NO COMPORTAMENTO DE COMPRA

INFLUÊNCIA DO MERCHANDISING NO COMPORTAMENTO DE COMPRA V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 INFLUÊNCIA DO MERCHANDISING NO COMPORTAMENTO DE COMPRA Swellen Antunes Moreira Resumo: As organizações que atuam

Leia mais

O maior desafio da comunicação visual é fazer o olho do consumidor parar nos produtos com maior valor agregado

O maior desafio da comunicação visual é fazer o olho do consumidor parar nos produtos com maior valor agregado O maior desafio da comunicação visual é fazer o olho do consumidor parar nos produtos com maior valor agregado Todo estabelecimento comercial deve chamar a atenção do consumidor e despertar nele o interesse

Leia mais

OBSERV ATÓRIO. mcf*(penso) março/abril 2013

OBSERV ATÓRIO. mcf*(penso) março/abril 2013 OBSERV ATÓRIO Em um momento onde as marcas tentam explorar novas possibilidades para atrair a atenção de seus clientes, as plataformas digitais começam a ganhar força e a chamar atenção dos especialistas

Leia mais

CATáLOGO. Inspirações. arte vida natureza sentimentos criatividade CATALOGUE

CATáLOGO. Inspirações. arte vida natureza sentimentos criatividade CATALOGUE CATáLOGO CATALOGUE 201 Inspirações arte vida natureza sentimentos criatividade Redescubra seu espaço o total das inspirações Mais uma vez, a Itagres inova com seus produtos! Em 2015, através de 5 inspirações,

Leia mais

05/09/12. ANÁLISE DOS PROJETOS: ARQUITETÔNICO/ URBANO Guia para estudo do projeto e estudos de caso

05/09/12. ANÁLISE DOS PROJETOS: ARQUITETÔNICO/ URBANO Guia para estudo do projeto e estudos de caso TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA V Profa. Dra Deusa Maria R. Boaventura ANÁLISE DOS PROJETOS: ARQUITETÔNICO/ URBANO Guia para estudo do projeto e estudos de caso REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS SUGESTÃO DE

Leia mais

Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC

Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC Introdução -Apesar de IHC ser uma área bastante prática, muitos métodos, modelos

Leia mais

VITRINISMO NA MODA. O merchandising visual é o principal elemento gerador de impulso de compra no consumidor no momento em que ele está na loja.

VITRINISMO NA MODA. O merchandising visual é o principal elemento gerador de impulso de compra no consumidor no momento em que ele está na loja. COMÉRCIO VAREJISTA BOLETIM VITRINISMO NA MODA Seduzir, instigar e surpreender o consumidor, por meio de cenas cotidianas e abusar da criatividade, estão entre os objetivos de uma vitrine atraente para

Leia mais

505 Shoppings no Brasil (Abrasce) 65% Varejo de moda feminina. 20% Taxa de conversão média do mercado. 0,7% Crescimento do PIB (mercado: 0,29%)

505 Shoppings no Brasil (Abrasce) 65% Varejo de moda feminina. 20% Taxa de conversão média do mercado. 0,7% Crescimento do PIB (mercado: 0,29%) Caio Camargo Formação: Arquiteto especializado em Varejo e Merchandising/ MBA em Marketing pela FGV Ocupação: Vencendo no varejo Sua marca cada vez mais forte e vendendo mais Editor Falando de Varejo Gerente

Leia mais

BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. TUDO ISTO ATRAVÉS DO DESIGN DE COMUNICAÇÃO.

BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. TUDO ISTO ATRAVÉS DO DESIGN DE COMUNICAÇÃO. BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. O OBJETIVO DO BRANDING É ENTRE OUTROS, AUMENTAR O ATIVO E O VALOR MONETÁRIO DA MARCA, E ASSIM AUMENTAR O

Leia mais

Marketing Sensorial. Objetivo. Tópicos. 1. I ntrodução 2. A plicação P rática. Ensino I nterativo Universidade Anhembi Morumbi

Marketing Sensorial. Objetivo. Tópicos. 1. I ntrodução 2. A plicação P rática. Ensino I nterativo Universidade Anhembi Morumbi Ensino I nterativo Universidade Anhembi Morumbi Marketing Sensorial Objetivo Definir pelos sentidos e pelo mercado o que significa marketing sensorial Tópicos 1. I ntrodução 2. A plicação P rática 1. Introdução

Leia mais

Iluminação comercial: considerações + dois casos de migração para a tecnologia LED

Iluminação comercial: considerações + dois casos de migração para a tecnologia LED Iluminação comercial: considerações + dois casos de migração para a tecnologia LED *Por Eduardo E. Dutra Rodrigues e Moshe Gorban O tema iluminação comercial é bastante rico, amplo e complexo. A fim de

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

uma das nossas atitudes será tido como não atrativo e estimulará emoções como a aversão.

uma das nossas atitudes será tido como não atrativo e estimulará emoções como a aversão. 28 3 Design e emoção Segundo Norman (2004), as emoções são valiosas para a vida cotidiana de todos os seres humanos. A utilidade e a usabilidade também o são, mas sem a diversão, o prazer, o orgulho e

Leia mais

BEM-VINDO AO ESPAÇO DO PROFESSOR

BEM-VINDO AO ESPAÇO DO PROFESSOR BEM-VINDO AO ESPAÇO DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Nosso objetivo é inaugurar um espaço virtual para o encontro, o diálogo e a troca de experiências. Em seis encontros, vamos discutir sobre arte, o ensino da

Leia mais

Projeto CAPAZ Banana Republic Posicionamento no Mercado

Projeto CAPAZ Banana Republic Posicionamento no Mercado 1 Introdução Ao assistir à aula você compreendeu o posicionamento da Banana Republic no mercado, a visão da marca e o público alvo no mercado internacional e brasileiro. Teve acesso a informações sobre

Leia mais

S A F A R I E M V I S U A L M E R C H A N D I S I N G

S A F A R I E M V I S U A L M E R C H A N D I S I N G S A F A R I E M V I S U A L M E R C H A N D I S I N G Um curso de designer em VM é saber ensinar como transmitir, surpreender, inovar e, principalmente, antecipar as necessidades do mercado, para uma marca

Leia mais

SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP

SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS SEBRAE-SP O SEBRAE SP desenvolveu um Programa de Soluções Tecnológicas, cujo objetivo é de aumentar a competitividades e sustentabilidade dos Pequenos

Leia mais

A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital.

A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital. Elementos de Diagramação Comunicação Visual A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital. É construir, estruturar

Leia mais

A Exposição de Objetos como meio de comunicação

A Exposição de Objetos como meio de comunicação Ensino I nterativo Universidade Anhembi Morumbi A Exposição de Objetos como meio de comunicação Objetivo Analisar como se dá a influência da exposição dos objetos nos meios de comunicação. Tópicos 1. Exposição

Leia mais

Fotos: Divulgação A R Q U I T E T U R A

Fotos: Divulgação A R Q U I T E T U R A Fotos: Divulgação 58 c a s e O padrão visual requintado da grife caracteriza o espaço que foi modificado e supervisionado pela matriz francesa. Num total de 700m2, a loja se divide em 4 andares. Louis

Leia mais

Curso de Design Linguagem Visual. Luciano Pedroza

Curso de Design Linguagem Visual. Luciano Pedroza Curso de Design Linguagem Visual Luciano Pedroza O Designer O designer, ao contrário do pensamento comum não é artista, mas utiliza elementos da arte no desenvolvimento do projeto. O artista, por definição,

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Decor Store. Interiores. Loja de Decorações de Interiores. Cristiane Dal Prá Designer de Interiores

Decor Store. Interiores. Loja de Decorações de Interiores. Cristiane Dal Prá Designer de Interiores Decor Store Interiores Loja de Decorações de Interiores Cristiane Dal Prá Designer de Interiores Quem somos A Decor Store Interiores é uma loja que agrega em um único espaço vários itens relacionados a

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

PSICOLOGIA Prof. Thiago P. de A Sampaio

PSICOLOGIA Prof. Thiago P. de A Sampaio PSICOLOGIA Prof. Thiago P. de A Sampaio Percepção Sensação Visão, Audição, Tato, Olfato e Paladar Captação de estímulos pelos sentidos Sinais eletroquímicos Condução dos sinais até o córtex sensorial Impulsos

Leia mais

Gestão da Marca. Construção de valores

Gestão da Marca. Construção de valores Gestão da Marca Construção de valores Design é mais do que o veículo pelo qual as marcas se expressam e se conectam com seus clientes... o design é um reflexo do ecossistema humano Marc Gobé Especialista

Leia mais

O que os olhos não veem, a lente registra

O que os olhos não veem, a lente registra O que os olhos não veem, a lente registra E.E. Profº Adelaide Maria de Barros Sala 5 sessão 2 Professor(es) Apresentador(es): Maria Aparecida Oliveira Brito Aline Loures Realização: Foco A Eletiva de Fotografia

Leia mais

4. Princípios de Design. JAMES ITALIANO italiano.james@gmail.com

4. Princípios de Design. JAMES ITALIANO italiano.james@gmail.com 4. Princípios de Design JAMES ITALIANO italiano.james@gmail.com Design é projetar A partir de uma necessidade Para contribuir na soluçāo de um problema Focado em um público específico Através de um processo

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING E COMUNICAÇÃO DE MODA

PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING E COMUNICAÇÃO DE MODA PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING E COMUNICAÇÃO DE MODA Coordenadora: Gláucia Centeno 13/04/2015 > 09/2016 400 horas Idioma: Português Aulas: Segundas e quartas das 19h30 às 22h30 PÚBLICO-ALVO Profissionais com

Leia mais

Questão 1 / Tarefa 1. Questão 1 / Tarefa 2. Questão 1 / Tarefa 3. Questão

Questão 1 / Tarefa 1. Questão 1 / Tarefa 2. Questão 1 / Tarefa 3. Questão Neste teste, a resolução da questão 1 exige a audição de uma sequência de três músicas que serão executadas sem interrupção: uma vez, no início do teste; uma vez, dez minutos após o término da primeira

Leia mais

A EXCELÊNCIA TEM UM NOME

A EXCELÊNCIA TEM UM NOME A EXCELÊNCIA TEM UM NOME A EXCELÊNCIA TEM UM NOME. FAÇA PARTE DELE. LISBOA: NA PORTA DA EUROPA, NO LIMIAR DO SONHO. Dublin-2h50 Londres-2h40 Amsterdão-3h Paris-2h15 Porto-2h40 Madrid-1h20 Roma-3h Lisboa

Leia mais

Copyright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total deste ebook só é permitida através de autorização por escrito de

Copyright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total deste ebook só é permitida através de autorização por escrito de 1 O objetivo desta primeira aula é passar a você iniciante alguns esclarecimentos sobre a arte de desenhar, prepará-lo para iniciar nas próximas aulas e mostrar uma parte das muitas dicas que virão. (Mateus

Leia mais

Anhembi Morumbi MBA em Gestão de Marcas Matéria: Gestão da marca no Varejo Alunos: Márcia Vital e Rogério Weikersheimer

Anhembi Morumbi MBA em Gestão de Marcas Matéria: Gestão da marca no Varejo Alunos: Márcia Vital e Rogério Weikersheimer Anhembi Morumbi MBA em Gestão de Marcas Matéria: Gestão da marca no Varejo Alunos: Márcia Vital e Rogério Weikersheimer Nissin Foods Co. Fundação 1948 Sr. Momofuku Ando Lámen instantâneo 25/08/1958 Significado

Leia mais

Uma experiência sensorial

Uma experiência sensorial Uma experiência sensorial C o m e s t e p r o p ó s i t o s u r g i u a M O B LO. Uma empresa brasileira que desenvolve mobiliário único e diferente, com tecnologia própria e matérias primas nacionais.

Leia mais

Como as marcas ajudam a vender! COMO AS MARCAS AJUDAM SUA EMPRESA A VENDER MAIS!

Como as marcas ajudam a vender! COMO AS MARCAS AJUDAM SUA EMPRESA A VENDER MAIS! COMO AS MARCAS AJUDAM SUA EMPRESA A VENDER MAIS! Guilherme Sebastiany Ÿ É professor de Branding no MASTER _ MARKETING _ BSP Ÿ É professor de Branding no MBA _ Hotelaria de luxo _ URM Ÿ É professor no MBA

Leia mais

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

RAQUEL QUINDERÉ CARNEIRO. Graduanda do curso de Estilismo e Moda da Universidade Federal do Ceará. MSc CYNTIA TAVARES MARQUES DE QUEIROZ

RAQUEL QUINDERÉ CARNEIRO. Graduanda do curso de Estilismo e Moda da Universidade Federal do Ceará. MSc CYNTIA TAVARES MARQUES DE QUEIROZ RAQUEL QUINDERÉ CARNEIRO Graduanda do curso de Estilismo e Moda da Universidade Federal do Ceará MSc CYNTIA TAVARES MARQUES DE QUEIROZ Mestre em Marketing e Design, Bacharel em Estilismo e Moda e Comunicação

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EMENTA MBA GESTÃO DE VAREJO

PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EMENTA MBA GESTÃO DE VAREJO MBA GESTÃO DE VAREJO 1 - FORMAÇÃO DE PREÇO E ANÁLISE DE MARGEM NO VAREJO: Ementa: Conhecer o conceito de lucro na visão da precificação baseada no custo; demonstrar termos utilizados na formação de preço

Leia mais

Pesquisa: Estratégias para o varejo brasileiro Reflexões sobre os anseios do consumidor

Pesquisa: Estratégias para o varejo brasileiro Reflexões sobre os anseios do consumidor Pesquisa: Estratégias para o varejo brasileiro Reflexões sobre os anseios do consumidor A pesquisa revela que o consumidor brasileiro está cada vez mais exigente. Com isso, o varejista precisa estar atento

Leia mais

COMO FAZER UM. Imagem do curso PRODUTOS

COMO FAZER UM. Imagem do curso PRODUTOS Bem Vindos! COMO FAZER UM CORRETO Imagem do curso MIX DE PRODUTOS Messias Cavalcante Responde pela Recycle Consultoria. Mais de 15 anos nas áreas corporativas de Marketing, Trade Marketing, Branding e

Leia mais

Aula 4 - Design Moderno e Contemporâneo 1920-Atualmente. professor Rafael Hoffmann

Aula 4 - Design Moderno e Contemporâneo 1920-Atualmente. professor Rafael Hoffmann Aula 4 - Design Moderno e Contemporâneo 1920-Atualmente professor Rafael Hoffmann Art Déco (1923-1938) Art Déco - Fim da Primeira Guerra. - Retorno a normalidade. - Tempos de paz e prosperidade. - Celebra

Leia mais

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença?

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença? MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS Qual a diferença? Marketing promocional É uma ferramenta que se utiliza de várias outras para promover a promoção de vendas. Por exemplo: Marketing promocional

Leia mais

Rogério Botelho Rio de Janeiro Firenze 2015

Rogério Botelho Rio de Janeiro Firenze 2015 Rogério Botelho Rio de Janeiro Firenze 2015 Nascido numa cidade pequena em uma das serras próximas ao Rio Paranaíba nas Minas Gerais. Nas proximidades de um de seus braços - o Quebranzol. Patrocínio foi

Leia mais

Nome da área, ex.: Departamento Comercial. Assunto da apresentação MZM Store

Nome da área, ex.: Departamento Comercial. Assunto da apresentação MZM Store Nome da área, ex.: Departamento Comercial Assunto da apresentação MZM Store Morena Rosa Group: Uma das Empresas Líderes no Setor de Moda Feminina MORENA ROSA Group Principais números do Morena Rosa Group

Leia mais

REVISÃO GESTALT. Viviane Aiex

REVISÃO GESTALT. Viviane Aiex REVISÃO GESTALT Viviane Aiex 1. Leitura Visual do Objeto pelas Leis da Gestalt 1) Unidades: que são os elementos que configuram a forma; 2) Segregação: que é o ato se separar, perceber ou identificar as

Leia mais

TERÇA-FEIRA16.4.2013 OGLOBO AMANHÃ 12

TERÇA-FEIRA16.4.2013 OGLOBO AMANHÃ 12 OGLOBO AMANHÃ 12 AS DUAS VIDAS DAS ÁRVORES De vilões da destruição das florestas no passado a símbolos contemporâneos de reciclagem e permanência, antigos móveis de madeira nobre contam a história das

Leia mais

Prepare sua Loja para Vender Mais

Prepare sua Loja para Vender Mais MERCHANDISING Prepare Sua Loja Para Vender Mais Questões Fundamentais 1 Como girar rapidamente os estoques no ponto de venda? Como tornar mais fácil e agradável o ato de compra de meus clientes? Como oferecer

Leia mais

OBSERVATÓRIO. mcf*(penso)

OBSERVATÓRIO. mcf*(penso) mcf*(penso) OBSERVATÓRIO O movimento do não-logo não é um pensamento recente, que teve início com a publicação de alguns artigos que posteriormente geraram um livro, publicado em 1999 pela canadense, Naomi

Leia mais

PINKFISH: UMA LOJA CONCEITO Margarita Demarche Mello

PINKFISH: UMA LOJA CONCEITO Margarita Demarche Mello PINKFISH: UMA LOJA CONCEITO Margarita Demarche Mello Orientação: Prof. Ms. Ricardo Poli Prof. Ms. Sérgio Pio Bernardes Mais do que lojas, as concept stores entraram no mercado inovando as formas de varejo.

Leia mais

Alegria de ser mulher. www.revistamadamebrasil.com.br

Alegria de ser mulher. www.revistamadamebrasil.com.br MIDIA KIT Alegria de ser mulher www.revistamadamebrasil.com.br alegre próxima aberta clara despojada viva serena prática A revista O tempo é artigo de luxo para as mulheres de hoje. Cuidar de si mesma,

Leia mais

FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP)

FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP) FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP) 1. O que é Mapa Mental (Mind Map) é um diagrama usado para representar palavras, idéias, tarefas ou outros itens ligados a um conceito central e dispostos

Leia mais

BLACK MÚSICA ANIMADA. FADE IN: Close de imagens variadas dos produtos da Drama Queen Make Up, mostrando suas diferentes cores, formas e texturas.

BLACK MÚSICA ANIMADA. FADE IN: Close de imagens variadas dos produtos da Drama Queen Make Up, mostrando suas diferentes cores, formas e texturas. 1 Roteiro para Institucional CLIENTE: Drama Queen Make Up PEÇA: Introdução ao treinamento/5 TÍTULO: Você faz parte desse time! ROTEIRISTA: Simone Teider VIDEO BLACK FADE IN: Close de imagens variadas dos

Leia mais

Você sabe o que a Eletromar faz?

Você sabe o que a Eletromar faz? Você sabe o que a Eletromar faz? Linha Bauhaus 2 Faz parte da sua Vida. Um detalhe de originalidade e tecnologia, um mini-quadro de arte contemporânea, inspirado na harmonia da natureza. Um conceito, uma

Leia mais

DIA DOS PAIS 2015 SERÁ DE COMPRAS À VISTA E PRESENTES COM VALOR MÉDIO DE R$ 100

DIA DOS PAIS 2015 SERÁ DE COMPRAS À VISTA E PRESENTES COM VALOR MÉDIO DE R$ 100 VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 24.07.15 EDITORIA: ECONOMIA VEÍCULO: BLOG COMUNICAR DATA: 22.07.15 EDITORIA: ECONOMIA DIA DOS PAIS 2015 SERÁ DE COMPRAS À VISTA E PRESENTES COM VALOR MÉDIO DE R$ 100 22

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

BTV MÍDIA MIDIA KIT / 2015

BTV MÍDIA MIDIA KIT / 2015 BTV MÍDIA MIDIA KIT / 2015 [ A MÍDIA ] A BTV Mídia Indoors Deluxe atende aos desejos e antecipa as necessidades de um segmento especial de pessoas: o público feminino de alto poder aquisitivo no horário

Leia mais

MIZUNO, TOPPER, RAINHA, HAVAIANAS, TIMBERLAND, DUPÉ E SETE LÉGUAS.

MIZUNO, TOPPER, RAINHA, HAVAIANAS, TIMBERLAND, DUPÉ E SETE LÉGUAS. SOBRE A ALPARGATAS Quem nunca usou um Bamba? Ou uma calça US Top, um tênis Rainha, uma sandália Havaianas, ou jogou com uma bola Topper? A Alpargatas e suas marcas estiveram e estarão sempre presentes

Leia mais

personal cool brand anouk pappers & maarten schäfer

personal cool brand anouk pappers & maarten schäfer personal cool brand Os holandeses Anouk Pappers e Maarten Schäfer, da CoolBrands, trabalham há 12 anos fazendo storytelling para marcas, que se trata de extrair histórias sobre elas por meio de conversas

Leia mais

EDIÇÃO ESPECIAL LAMIECCO NA CASA COR

EDIÇÃO ESPECIAL LAMIECCO NA CASA COR News Uma publicação de Lamiecco Plásticos Ltda - Ano 2 - número 9 - julho de 2009 EDIÇÃO ESPECIAL LAMIECCO NA CASA COR Editorial Por Alexandre Figueiró - Diretor Se existe algum segredo para a concretização

Leia mais

Trabalho submetido ao XVIII Prêmio Expocom 2011, na Categoria Cartaz Avulso, modalidade cartaz avulso.

Trabalho submetido ao XVIII Prêmio Expocom 2011, na Categoria Cartaz Avulso, modalidade cartaz avulso. RESUMO Email Marketing: Pós-Graduação em Arquitetura Contemporânea 1 Silvia Fernanda Santos de SENA 2 Thiago Jerohan Albuquerque da Cruz 3 Fernando Israel FONTANELLA 4 Universidade Católica de Pernambuco,

Leia mais

MANUAL DO ALUNO INTENSIVOS RETAIL DESIGN PARCERIA:

MANUAL DO ALUNO INTENSIVOS RETAIL DESIGN PARCERIA: MANUAL DO ALUNO INTENSIVOS RETAIL DESIGN PARCERIA: Conteúdo Multidisciplinar O mercado de Design de Interiores atravessa um período de transformação importante e novas oportunidades surgem para repensar

Leia mais

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno)

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Disciplina Ementa Pré- requisito C.H. Curso Assessoria de Comunicação Conhecimento geral, reflexão e prática

Leia mais

Planejamento Anual 2014 Religião 1º período 2º ano - Ensino Fundamental I. Reconhecer-se como ser único e especial.

Planejamento Anual 2014 Religião 1º período 2º ano - Ensino Fundamental I. Reconhecer-se como ser único e especial. Religião 1º período 1- Ser humano (único e especial). 2- A identidade do ser humano. 3- Qualidades próprias do ser humano. 4- Caracterização do ser humano (sentimentos, vontades, liberdade e capacidade

Leia mais

Conceitos de Design Gráfico. Disciplina de Design Gráfico

Conceitos de Design Gráfico. Disciplina de Design Gráfico Conceitos de Design Gráfico Disciplina de Design Gráfico Índice Projeto de Design Gráfico Layouts Efetivos Elementos de Design Princípios de Design Referências Bibliográficas 2 Projeto de Design Gráfico

Leia mais

Planejamento. Educação infantil Cirandinha. Unidade 1: lelita, a borboleta. Ético Sistema de Ensino Planejamento Educação infantil

Planejamento. Educação infantil Cirandinha. Unidade 1: lelita, a borboleta. Ético Sistema de Ensino Planejamento Educação infantil Planejamento Educação infantil Cirandinha Unidade 1: lelita, a borboleta Conhecimento do corpo Representação corporal Identidade Consciência de si Respeito a diferenças Ampliar o repertório imaginário

Leia mais

Emoção CONSTRUÇÃO DE MARCAS

Emoção CONSTRUÇÃO DE MARCAS Emoção Grande parte das nossas decisões de compra são feitas por impulso, de forma irracional, instintiva. Se temos dinheiro, compramos as marcas com as quais nos relacionamos emocionalmente. Cada marca

Leia mais

www.softcomtecnologia.com.br

www.softcomtecnologia.com.br www.softcomtecnologia.com.br Foto: Cácio Murilo www.softcomtecnologia.com.br Há 12 anos a Softcom desenvolve qualidade em tecnologia de ferramentas administrativas e serviços com atenção a um mercado cada

Leia mais

A INSERSÃO DA RENDA ARTESANAL FILÉ NO CONCEITO DO NOVO LUXO MARCELA TENÓRIO MELO E LIVIA DO AMARAL VALENÇA

A INSERSÃO DA RENDA ARTESANAL FILÉ NO CONCEITO DO NOVO LUXO MARCELA TENÓRIO MELO E LIVIA DO AMARAL VALENÇA 1 A INSERSÃO DA RENDA ARTESANAL FILÉ NO CONCEITO DO NOVO LUXO MARCELA TENÓRIO MELO E LIVIA DO AMARAL VALENÇA Introdução O consumidor contemporâneo vem sofrendo a influência da efemeridade da moda, dos

Leia mais

Negócio do Luxo no Rio de Janeiro

Negócio do Luxo no Rio de Janeiro Foto: Corbis/Stockphotos 32 Alexandre Mathias e Carlos Ferreirinha O NEGÓCIO DO LUXO NO RIO DE JANEIRO m dia típico de verão carioca, num salão do Hotel Caesar Park, a paisagem de Ipanema serviu de pano

Leia mais

INOVAÇÃO como DIFERENCIAL ESTRATÉGICO

INOVAÇÃO como DIFERENCIAL ESTRATÉGICO INOVAÇÃO como DIFERENCIAL ESTRATÉGICO Março/2010 A empresa A Empresa nasceu em março de 1977, como uma farmácia de manipulação, no centro de Curitiba. Durante seus 32 anos, evoluiu por diferentes cenários,

Leia mais

Design Web Introduçao

Design Web Introduçao Design Web Introduçao TSI Elisa Maria Pivetta elisapivetta@hotmail.com Sinto, penso, logo desenho Comunicação olfato, paladar, tato, visão e audição, Geralmente lembramos: 10% do que lemos 20% do que ouvimos

Leia mais

O homem e a vitrine: Um relacionamento definido pela comunicação visual 1

O homem e a vitrine: Um relacionamento definido pela comunicação visual 1 O homem e a vitrine: Um relacionamento definido pela comunicação visual 1 Alan Macedo GOMES 2 Maria Amélia Miranda Pirolo 3 Universidade Estadual de Londrina, PR RESUMO O gerenciamento da comunicação visual

Leia mais

O marketing olfativo no varejo!

O marketing olfativo no varejo! O marketing olfativo no varejo! Regina Devecchi Perfumista O Marketing Olfativo no varejo. Os departamentos de marketing das empresas buscam a cada dia novas maneiras de atrair seus clientes e torná-los

Leia mais

EMARKI CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

EMARKI CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. A melhor localização de Águas Claras Surpreenda seus clientes com estilo. No comércio, o ponto é tudo! Na região que vem se consolidando como maior centro comercial de Águas Claras, nasce o Supremo Mall,

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC CONSULTORIA SOLIDÁRIA: MODA BRECHÓ

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC CONSULTORIA SOLIDÁRIA: MODA BRECHÓ SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC CONSULTORIA SOLIDÁRIA: MODA BRECHÓ PARTICIPANTES: AMANDA CAROLINE COLOGNI - 060.115.469-00 FRANCIELE PEREIRA ANTUNES - 067.639.869-39 NAIARA DA ROSA PIRES

Leia mais

A Suvinil foi buscar nas pessoas, nas casas, na arte e no design os sinais das cores brasileiras para 2012. Inspire-se em nossas cores!

A Suvinil foi buscar nas pessoas, nas casas, na arte e no design os sinais das cores brasileiras para 2012. Inspire-se em nossas cores! tendências 2012 A Suvinil foi buscar nas pessoas, nas casas, na arte e no design os sinais das cores brasileiras para 2012. Inspire-se em nossas cores! Uma tendência anti-egoísta será a protagonista nos

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DIFERENCIAÇÃO APLICADA AO PONTO DE VENDA E SEU IMPACTO NA PERCEPÇÃO DA MARCA: ESTUDO DE CASO DE UM GRUPO DE MODA DO PARANÁ

ESTRATÉGIA DE DIFERENCIAÇÃO APLICADA AO PONTO DE VENDA E SEU IMPACTO NA PERCEPÇÃO DA MARCA: ESTUDO DE CASO DE UM GRUPO DE MODA DO PARANÁ ESTRATÉGIA DE DIFERENCIAÇÃO APLICADA AO PONTO DE VENDA E SEU IMPACTO NA PERCEPÇÃO DA MARCA: ESTUDO DE CASO DE UM GRUPO DE MODA DO PARANÁ DIFFERENTIATION STRATEGY APPLIED TO THE POINT OF SALE AND ITS IMPACT

Leia mais

O Dia dos Namorados, em alguns países conhecido como Dia de São Valentim, é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união entre casais,

O Dia dos Namorados, em alguns países conhecido como Dia de São Valentim, é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união entre casais, Dia dos Namorados O Dia dos Namorados, em alguns países conhecido como Dia de São Valentim, é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união entre casais, sendo comum a troca de cartões e

Leia mais

ADOLESCÊNCIA E ENSINO DE FÍSICA: A CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA

ADOLESCÊNCIA E ENSINO DE FÍSICA: A CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA 1 ADOLESCÊNCIA E ENSINO DE FÍSICA: A CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA Eloisa Neri de Oliveira 1, Bianca M. Amaral Sibo 1, João Lopes da Silva Neto 1 Bolsista Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Mercado de luxo não sente a crise e segue em expansão

APRESENTAÇÃO. Mercado de luxo não sente a crise e segue em expansão APRESENTAÇÃO Mercado de luxo não sente a crise e segue em expansão A queda da confiança do consumidor em relação à economia, inclusive entre os mais ricos, impacta diversos setores. Porém, o mercado de

Leia mais

O segredo é começar com um grande título.

O segredo é começar com um grande título. Qual estratégia inicial que o redator deve lançar mão para amarrar o receptor na leitura do anúncio impresso? O segredo é começar com um grande título. Vanessa Ribeiro Redação Publicitária I 2010 Universidade

Leia mais

Sistema de Leitura Visual da Forma. Técnicas Visuais Aplicadas

Sistema de Leitura Visual da Forma. Técnicas Visuais Aplicadas Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma Categorias Conceituais Fundamentais Técnicas Visuais Aplicadas Prof. Dr. João Gomes Filho... Setembro. 2006 Clareza Organizações visuais unificadas.facilidade

Leia mais

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S A contratação contínua de talentos não pode ser isolada da estratégia geral da empresa, pois o correto recrutamento irá agregar pessoas mais valiosas, trazendo mais resultados.

Leia mais

Design Estratégico. Profa. Dra. Cristianne Cordeiro Nascimento criscordeiro@uel.br Universidade Estadual de Londrina

Design Estratégico. Profa. Dra. Cristianne Cordeiro Nascimento criscordeiro@uel.br Universidade Estadual de Londrina Profa. Dra. Cristianne Cordeiro Nascimento criscordeiro@uel.br Universidade Estadual de Londrina Design Estratégico Vamos ver neste final de semana... Criatividade e inovação, design e sociedade contemporânea.

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 CURSO GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL COM HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 CURSO GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL COM HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 CURSO GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL COM HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA O VISUAL MERCHANDISING E SEUS ELEMENTOS DE COMPOSIÇÃO COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO NA LOJA

Leia mais

Breve Apresentação do Negócio

Breve Apresentação do Negócio CELEIRO-DIETA Breve Apresentação do Negócio DADOS DE CARACTERIZAÇÃO Designação Comercial Celeiro Dieta N.º Colaboradores N.º de Estabelecimentos 25 Dispersão Geográfica Nacional Facturação em 2010 Facturação

Leia mais

Os Móveis da Casa Reis

Os Móveis da Casa Reis Os Móveis da Casa Reis 1 Este texto tem como objectivo dar a conhecer os móveis que fazem parte da riqueza da Ourivesaria Reis, no Porto. Foi fundada em 1880 por António Alves dos Reis, pai de Seraphim

Leia mais

Professor André Martins

Professor André Martins Professor André Martins Definição Merchandise, do inglês significa mercadoria, e merchandiser significa negociante. Portanto, merchandising, em sua tradução literal, seria mercadização; mas, adaptando

Leia mais

Lalique. Um pioneiro no Design do Vidro. Jessica Alexandra Martins Lourenço. 1ºB1 Design, Nº2010305. História da Arte e da Técnica

Lalique. Um pioneiro no Design do Vidro. Jessica Alexandra Martins Lourenço. 1ºB1 Design, Nº2010305. História da Arte e da Técnica Lalique Um pioneiro no Design do Vidro Jessica Alexandra Martins Lourenço 1ºB1 Design, Nº2010305 História da Arte e da Técnica 27/05/2011 Índice Introdução...Página 3 Lalique: Um marco no design do vidro

Leia mais

GUIA DE PROJETOS SISTEMA DE SINALIZAÇÃO GUIA DE PROJETOS ENTENDENDO COMUNICAÇÃO SENSAÇÕES TÁTIL. mãos pés calor percussão APLICANDO

GUIA DE PROJETOS SISTEMA DE SINALIZAÇÃO GUIA DE PROJETOS ENTENDENDO COMUNICAÇÃO SENSAÇÕES TÁTIL. mãos pés calor percussão APLICANDO GUIA DE PROJETOS O diagrama de Blocos Entender a seqüência das ações de um estudo ou projeto é fundamental para sistematizar o estudo e não perder dados ou informações relevantes. Assim, SISTEMA DE SINALIZAÇÃO

Leia mais

Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort

Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS E PROVOCAÇÕES PERMANENTES Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort - Conceito da Obra/Apresentação. Em minha

Leia mais