Estudos e Pesquisas. Projeto: Suinocultura Metropolitana Enquete: Hábito de consumo da carne suína

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudos e Pesquisas. Projeto: Suinocultura Metropolitana Enquete: Hábito de consumo da carne suína"

Transcrição

1 Estudos e Pesquisas Projeto: Suinocultura Metropolitana Enquete: Hábito de consumo da carne suína

2 Ficha Técnica Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor Superintendente Wanderson Portugal Lemos Diretor Técnico Luciana Jaime Albernaz Diretora Administração e Finanças Setorial Desenvolvimento Rural Joel Rocha Gerente Regional Metropolitana Eduardo de Jesus Alcântara Filho Gerente Larissa de Souza Ribeiro Gestora do projeto Suinocultura Metropolitana Unidade de Gestão de Estratégica Camilla Carvalho Costa Gerente Polyanna Marques Cardoso Coordenadora da Área de Estudos e Pesquisas Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Goiás Sebrae em Goiás Goiânia: Sebrae em Goiás Abril / 2012.

3 Apresentação Sumário Metodologia... 5 Resultados da enquete... 6 Perfil dos respondentes... 7 Frequência de consumo Local da compra Tipos de cortes Aspectos para a compra Imagem da carne suína Conclusão

4 Apresentação O projeto Suinocultura Metropolitana tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da suinocultura na região Metropolitana, trabalhando para uma maior estabilidade econômica da atividade e os consequentes benefícios sociais para os produtores e trabalhadores da Cadeia Produtiva, através da ampliação do mercado doméstico da carne suína. A enquete em questão foi realizada com o intuito de conhecer os hábitos de consumo dos frequentadores de supermercados de Goiânia em relação à carne suína, para auxiliar no direcionamento das ações a serem desenvolvidas pelo projeto. 4

5 Metodologia A enquete foi realizada em oficinas gastronômicas realizadas, pelo Sebrae em Goiás, em 10 supermercados do município de Goiânia, nos meses de novembro e dezembro de Foram distribuídos os questionários de auto-preenchimento durante os eventos (oficinas). Ao todo, foram considerados 409 questionários válidos. Alguns itens serão comparados com a edição anterior desta pesquisa que ocorreu em dezembro de Os dados foram digitados, tabulados e dispostos neste relatório pela Unidade de Gestão Estratégica, Área de Estudos e Pesquisas. 5

6 Resultados da Enquete

7 Residência Perfil dos respondentes Município N de entrevistados Goiânia Aparecida de Goiânia Anápolis 18 4 Senador Canêdo 12 3 Trindade 9 2 Uruaçu 2 1 Terezópolis 1 0 Ipameri 1 0 Neropolis 1 0 Araguaína/ TO 1 0 Arraia/ TO 1 0 Não respondeu 17 4 % Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril de

8 Perfil dos respondentes Idade Classificação N de entrevistados % De 10 a 20 anos 14 3 De 21 a 30 anos De 31 a 40 anos De 41 a 50 anos De 51 a 60 anos Acima de 60 anos Não respondeu Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril

9 Perfil dos respondentes Número de pessoas da família Para o número de pessoas da família foram consideradas pessoas que moram junto e fazem refeições quase todos os dias na residência. Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base: 409 respondentes. 9

10 Frequência de consumo Frequência de consumo da carne suína Descrição Nº de respostas % Todos os dias 28 7 De 2 a 5 vezes por semana vez por semana De 15 em 15 dias vez por mês Em festas de final de ano Quase nunca Nunca 6 1 Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base: 401 respondentes. Obs.: A questão admitia mais de uma alternativa como resposta. 10

11 Frequência de consumo Comparativo da frequência de consumo da carne suína 2010 x 2011 Descrição (%) (%) Todos os dias a 5 vezes na semana vez por semana De 15 em 15 dias vez por mês Em festas de final de ano Quase nunca Nunca 3 1 Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base 2010: 289 respondentes. Base 2012: 401 respondentes. Obs.: A questão admitia mais de uma alternativa como resposta. 11

12 Local da compra Locais onde os consumidores compram carne suína Local Nº de respostas % Supermercados Casas de carne/açougues Feiras livres 24 6 Distribuidoras 10 2 Fazendas 4 1 Não Especificado 2 1 Não Compra 1 1 Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base: 384 respondentes. Obs.: A questão admitia mais de uma alternativa como resposta. 12

13 Local da compra Comparativo dos locais onde os consumidores compram carne suína 2010 x 2011 Local (%) (%) Supermercados Casas de carne/açougues Feiras livres 4 6 Fazendas 3 1 Distribuidoras 1 2 Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base 2010: 289 respondentes. Base 2012: 409 respondentes. Obs.: A questão admitia mais de uma alternativa como resposta. 13

14 Tipos de cortes Tipo de corte de carne suína mais consumido Tipo de corte Nº de respostas % Costela Pernil Lombo Bisteca Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base: 367 respondentes. Obs.: A questão admitia mais de uma alternativa como resposta. Outras formas de consumo da carne suína informadas: Linguiça 188 respostas Toucinho 112 respostas Inteiro 3 respostas Coxão Duro 1 resposta Suam- 1 resposta 14

15 Tipos de cortes Comparativo do tipo de corte de carne suína mais consumido 2010 x 2011 Tipo de corte (%) (%) Costela Pernil Lombo Bisteca Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base 2010: 289 respondentes. Base 2012: 367 respondentes. Obs.: A questão admitia mais de uma alternativa como resposta. 15

16 Aspectos para compra Aspectos considerados no momento da compra Critérios Nº de respostas % Higiene do local da compra Aparência do produto e/ou sua consistência Qualidade relacionada ao tempo de exposição no refrigerador (data de validade) e temperatura Procedência (certificados de segurança alimentar e/ou marcas conhecidas nas embalagens) Preço Valor nutricional e observação de nível de gordura Cor e/ou odor Tamanho dos cortes 36 9 Embalagem prática e/ou atrativa 32 8 Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base: 377 respondentes. Obs.: A questão admitia mais de uma alternativa como resposta. 16

17 Imagem da carne suína Foi solicitado aos respondentes da enquete que indicassem qual a imagem que eles possuem da carne suína em relação à saúde das pessoas. Foram registrados 326 comentários, destes, 60% indicaram uma imagem positiva, 17% negativa e 23% foram comentários mistos (parte positiva e parte negativa). Quando comparado com os dados obtidos na enquete realizada em 2010, percebe-se umaampliaçãodaimagempositivadacarnesuína,quepassoude40%para60%. Comparativo da imagem da carne suína 2010 x 2011 Opiniões 2010 (%) 2011 (%) Positivas Mistos Negativas Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril Base 2010: 289 respondentes. Base 2012: 326 respondentes. 17

18 Imagem da carne suína A partir de todos os comentários registrados foram tabulados as principais opiniões emitidas: Imagem positiva da carne suína Descrição N de comentários Saborosa 62 Saudável 61 Boa 41 Muito bom/gosto muito 28 Ótima 18 Faz bem para a saúde/nãofaz mal/não tem problema consumir 7 Igual a outras carnes 4 Propicia cardápios variados 1 Imagem negativa da carne suína Descrição N de comentários Nociva à saúde 36 Gordurosa 10 Não recomendável 4 Tem mais caloria que as outras 2 Dificil de consumir 2 Fonte: UGE Sebraeem Goiás, Abril Fonte: UGE Sebrae em Goiás, Abril

19 Imagem da carne suína Comentários positivos "Tenho a imagem de uma carne nutritiva e saborosa." (35 respostas) "A minha imagem é boa. Gosto muito desta carne e minha família também." (17 respostas) "Gosto muito de carne suína. E acho ela importante nas minhas refeições. Ela não faz mal para a saúde." (7 respostas) "Fundamental."(3 respostas) "Assim como toda carne, rica fonte de proteínas, é uma opção para o cardápio do dia a dia." (2 respostas) "A carne suína de boa qualidade e procedência é tão saborosa e com ela temos variação de cardápio." "A carne suína é uma carne magra e por isso não faz mal à saúde." "Além de ser minha carne favorita, contém proteína e pouca gordura." "Antes da palestra, a imagem que tinha era que aumentava o colesterol." "Comer às vezes, ao meu ver, não faz mal." "Em geral, primeiro lugar é a qualidade." "Eu nunca imaginava isso da carne de porco. Interessante. Adorei." "Hoje, a melhor possível." "Macia, mais magra, melhor que carne bovina, ou seja, mais digestiva." "Não tenho hábito de usar, mas acho muito cheirosa quando já está preparada." "Sempre achei uma carne deliciosa mas sempre tive receio do uso, mas hoje, com a experiência de profissionais, tirei muitas dúvidas." "Ultimamente melhorou muito e o consumo aumentou." "Um belo churrasco suíno." "Uma carne com menos colesterol e mais leve." 18

20 Imagem da carne suína Comentários negativos "A carne suína não é muito boa para a saúde." (4 respostas) "É gordurosa, pode estar contaminada com cisticercos. Mas acho a carne mais saborosa que a bovina." "Eu acho que é a mais difícil para o consumo. Tem que saber comprar." "Eu gosto mais de carne branca como o frango e peixe. De vez em quando, consumo carne suína como a linguiça. Eu acho que a carne suína não tem muita saúde para as pessoas." "Eu não sei. Por isso vim fazer o curso. Eu sempre imaginei uma carne muito gordurosa." "Geralmente pensamos que tem mais gordura e que é menos saudável." "Grande quantidade de doenças relacionadas à carne de porco." "Não muito recomendável." "Para pessoas que tem colesterol alto como eu, não é bom o consumo." Não é muito bom para a saúde, mas eu como." É muito colorida e não é boa para nossa saúde." "Tenho informações que é mais calórica que as demais carnes tipo de gado e ou peixe e aves." 19

21 Imagem da carne suína Comentários mistos "Se feita com cuidado, podemos, comer como qualquer outra carne." (10 respostas) "A carne suína não faz mal à saúde das pessoas, desde que seja muito bem preparada e consumida moderadamente." (4 respostas) "A carne suína tem valor nutricional calórico, mas a forma como se faz pode diminuir a gordura existente na carne suína." "Apesar de saborosa, acreditava que era mais prejudicial à saúde devido ao teor de gordura maior." "Depende da saúde de cada pessoa e o gosto pelo produto." "Depende de qual tipo da carne que compro. Se for o lombo pra mim não faz mal." "É um tipo de carne que pode ser consumida por quase todas as pessoas." "É uma carne muito gostosa, mas é muito ofensiva. E também só eu e meu esposo que gostamos. Meus 2 filhos não gostam." "É uma carne muito saborosa e saudável apesar de ser bastante gordurosa." "Eu acredito que seja saudável principalmente com cortes menos gordurosos." "Na verdade eu não acho que ela seja prejudicial, mas tem muita gente que passa mal." "Não acredito em alardes sobre a carne suína, acredito que com cuidados ela não faz mal." "Pra mim a carne suína é uma das mais saborosas. Mas às vezes muito enjoativa." "Quando é lombo, não faz mal. É carne branca." "Se consumir uma carne com qualidade e no limite, é bom. Tudo tem que ter limite." "Ultimamente,a carne suína não possui mais o mesmo sabor. É um pouco suspeita. "Uma imagem de evolução e qualidade para os brasileiros." 20

22 Conclusão A maioria dos respondentes (56%) da enquete residem em Goiânia, possuem mais de 40 anos de idade (62%) e 44% tem 2 ou 3 pessoas na família(moram juntos e fazem refeições quase todos os dias na residência). Trintaeoitoporcentodosparticipantesindicaramconsumircarnesuína1vezporsemana.Já16%indicaramqueconsomemde15em 15 dias e 20% afirmaram que quase nunca consomem. Comparado com a edição da enquete de 2010, percebe-se que houve um aumentononúmerodeconsumidoresqueconsomemumavezporsemanade 33%para38%. O supermercadofoi indicado por 70% dosrespondentes como local onde compram carne suína.acostela foi o corteindicado como o mais consumido(56%), seguido do pernil(47%) e lombo(40%). Nomomentodacompra,ahigienedolocal éoprincipalaspectoconsiderado(62%). A respeito da imagem da carne suína em relação à saúde, a enquete revelou imagens positivas, tais como: saborosa, saudável, nutritiva, pouca gordura, etc. Porém, houve a revelação de impressões negativas, tais como: prejudicial à saúde, muito gordurosa, deve ser consumida com moderação, etc. Tais relatos podem ser trabalhados para repassar à sociedade a realidade sobre acarnesuína,demodoaincentivaroconsumodamesma. Pode ser percebido que a imagem da carne suína melhorou se comparada com a edição desta enquete realizada em dezembro/2010, quando 40% dos entrevistados demonstraram ter uma visão positiva da carne suína. Nesta edição da enquete, este índice subiu para 60%. 22

UGE Unidade de Gestão Estratégica Área de Estudos e Pesquisas

UGE Unidade de Gestão Estratégica Área de Estudos e Pesquisas Pesquisa Setorial Segmento de Bares e Restaurantes Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Manoel

Leia mais

UGE Unidade de Gestão Estratégica Área de Estudos e Pesquisas

UGE Unidade de Gestão Estratégica Área de Estudos e Pesquisas Pesquisa Setorial Supermercados Sebrae em em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor Manoel Superintendente

Leia mais

UGE Unidade de Gestão Estratégica Área de Estudos e Pesquisas

UGE Unidade de Gestão Estratégica Área de Estudos e Pesquisas Pesquisa Setorial Meios de Hospedagem Sebrae em em Goiás Goiás Conselho Deliberativo Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Presidente Diretoria Executiva

Leia mais

Índice de Confiança do Consumidor de Goiânia (GO) FEVEREIRO/MARÇO DE 2013

Índice de Confiança do Consumidor de Goiânia (GO) FEVEREIRO/MARÇO DE 2013 Índice de Confiança do Consumidor de Goiânia (GO) FEVEREIRO/MARÇO DE 2013 Relatório do Índice de Confiança do Consumidor de Goiânia (GO), calculado pela parceria Sebrae-GO e Nepec FACE/UFG. Goiânia Abril

Leia mais

Estudo do Mercado Suíno Público Consumidor. Sebrae/DF UAM Dezembro 2009

Estudo do Mercado Suíno Público Consumidor. Sebrae/DF UAM Dezembro 2009 Estudo do Mercado Suíno Público Consumidor Sebrae/DF UAM Dezembro 2009 Sumário Introdução... 03 Objetivos... 04 Metodologia... 05 Análise Perfil... 08 Análise Avaliação do Consumo... 22 Análise Avaliação

Leia mais

Imagem de Tipos de Carnes do Ponto de Vista do Consumidor

Imagem de Tipos de Carnes do Ponto de Vista do Consumidor Imagem de Tipos de Carnes do Ponto de Vista do Consumidor O consumo de carne no Brasil vem apresentando crescimento em todos os segmentos: bovino, suíno e de frango. Dentre eles, o consumo de carne bovina

Leia mais

Expectativas dos Pequenos Negócios Goianos para 2014. Janeiro-2014 / Sebrae - GO

Expectativas dos Pequenos Negócios Goianos para 2014. Janeiro-2014 / Sebrae - GO Expectativas dos Pequenos Negócios Goianos para 2014 Janeiro-2014 / Sebrae - GO Sebrae em Goiás Elaboração e Coordenação Técnica Ficha Técnica Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente

Leia mais

1.992 2.800.000 659.000.000. 154.000 + de 60 mil. Total de Lojas. Área de Vendas em m 2. Receita Bruta de Vendas em 2013. Transações em 2013

1.992 2.800.000 659.000.000. 154.000 + de 60 mil. Total de Lojas. Área de Vendas em m 2. Receita Bruta de Vendas em 2013. Transações em 2013 Mercado Consumidor GPA EM NÚMEROS Receita Bruta de Vendas em 2013 Total de Lojas Área de Vendas em m 2 Transações em 2013 R$ 64,4 bilhões 1.992 2.800.000 659.000.000 Total de Colaboradores Toneladas de

Leia mais

Estudo do Mercado Suíno Público: Canais. Sebrae/DF - UAM

Estudo do Mercado Suíno Público: Canais. Sebrae/DF - UAM Estudo do Mercado Suíno Público: Canais Sebrae/DF - UAM Sumário Introdução... 03 Objetivos... 04 Metodologia... 05 Análise Perfil... 08 Análise Avaliação do Consumo... 17 Análise Avaliação da Imagem...

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO Folha: 1/6 1 1000,000 2 19500,000 3 2000,000 4 2000,000 5 1500,000 CARNE DE SOL - EM CUBOS PEQUENOS. ASPECTOS PRÓPRIO. NÃO AMOLECIDA E NEM PEGAJOSA, COR PRÓPRIA SEM MANCHAS ESVERDEADAS, ODOR E SABOR PRÓPRIO,

Leia mais

0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

0800 570 0800 / www.sebrae.com.br Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Elaboração e Coordenação Unidade de Gestão Estratégica Camilla Carvalho Costa Gerente Ficha Técnica Diretoria Executiva Manoel

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS PAIS

A IMPORTÂNCIA DOS PAIS 1 A IMPORTÂNCIA DOS PAIS NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR ELABORADO POR LUCILEIDE RODRIGUES DOS SANTOS Gerente de Supervisão e Avaliação DAE SEED/SE 2 EQUIPE DAE SEED/SE Edneia Elisabete Cardoso Diretora DAE - SEED/SE

Leia mais

Há 20 anos construindo valor de Marca para os líderes de seus segmentos.

Há 20 anos construindo valor de Marca para os líderes de seus segmentos. Olá. Há 20 anos construindo valor de Marca para os líderes de seus segmentos. NOSSO PAPO DE HOJE 1 O QUE É BRANDING? 2 CHECKUP COMO AVALIAR A SAÚDE DE UMA MARCA? 3 CONSTRUINDO MARCAS DE SUCESSO 4 O DESAFIO

Leia mais

Principais mitos que afetam o consumo de carne suína no Nordeste. Faviano Moreira Professor do IFRN Consultor do Sebrae

Principais mitos que afetam o consumo de carne suína no Nordeste. Faviano Moreira Professor do IFRN Consultor do Sebrae consumo de carne suína no Nordeste Faviano Moreira Professor do IFRN Consultor do Sebrae Pesquisas existentes Cadeia produtiva Tecnificada x subsistência Mudanças no perfil do consumidor nordestino? Velocidades

Leia mais

Pesquisa sobre oportunidades no fornecimento de produtos do agronegócio no segmento de Refeições Fora do Lar. Especialistas em Pequenos Negócios

Pesquisa sobre oportunidades no fornecimento de produtos do agronegócio no segmento de Refeições Fora do Lar. Especialistas em Pequenos Negócios Pesquisa sobre oportunidades no fornecimento de produtos do agronegócio no segmento de Refeições Fora do Lar Especialistas em Pequenos Negócios 1 Apoio 2 2013 Público de Bares, restaurantes e afins Nível

Leia mais

Horário das atividades do dia 12/12/2015. Turma 2015/2 (exceto Câmpus Goiânia Oeste que fará recuperação na 2ª feira dia 14/12/15)

Horário das atividades do dia 12/12/2015. Turma 2015/2 (exceto Câmpus Goiânia Oeste que fará recuperação na 2ª feira dia 14/12/15) Horário das atividades do dia 12/12/2015 No dia 12 de dezembro de 2015 ocorrerão as seguintes atividades da : Turma 2015/2 (exceto Câmpus Goiânia Oeste que fará recuperação na 2ª feira dia 14/12/15) Educação.

Leia mais

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO (segunda parte) A ESCOLHA Responda à seguinte pergunta: Você gosta de carro? Se você gosta, vamos em frente. Escolha o carro de seus sonhos: Mercedes,

Leia mais

Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes

Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes Projeto Novos Talentos Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes Oficina: Comer bem, para viver melhor! Cristiane da Cunha Alves Tatiane Garcez Bianca Maria de Lima Danielle Costa INTRODUÇÃO/JUSTIFICATIVA

Leia mais

Natural versus Artificial

Natural versus Artificial Natural versus Artificial A percepção dos nossos leitores/ seus consumidores Lúcia Helena de Oliveira diretora de redação Para 91% do nosso público (cerca de 900 mil leitores) a principal aspiração, em

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CONCEITOS NUTRICIONAIS EM ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

AVALIAÇÃO DE CONCEITOS NUTRICIONAIS EM ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL AVALIAÇÃO DE CONCEITOS NUTRICIONAIS EM ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL GEORG, Raphaela de Castro; MAIA, Polyana Vieira. Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Goiás rcgeorg@gmail.com Palavras

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Consumo de alimentos Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Consumo de alimentos Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Consumo de alimentos Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4

Leia mais

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADO FEDERAL CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuidados com a alimentação apresentação Uma boa saúde é, em grande parte, resultado de uma boa alimentação. Há muita verdade no dito

Leia mais

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL A promoção da alimentação saudável é uma diretriz da Política Nacional de Alimentação e Nutrição e uma das prioridades para a segurança alimentar e nutricional

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES PENTEADO - FECAP. Ana da Glória Rodrigues Luz Caroline Borsetti Daiane de Almeida HABIB S

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES PENTEADO - FECAP. Ana da Glória Rodrigues Luz Caroline Borsetti Daiane de Almeida HABIB S CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES PENTEADO - FECAP Ana da Glória Rodrigues Luz Caroline Borsetti Daiane de Almeida HABIB S São Paulo 2009 1 CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES PENTEADO - FECAP Ana da Glória Rodrigues

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI INFORMATIVO MENSAL LAPESUI Maio de 2013 Nº 15 SUINOCULTURA RECUPERA O FÔLEGO EM MAIO As exportações brasileiras estavam caindo desde março, quando ocorreu o embargo do produto nacional pela Ucrânia devido

Leia mais

Carne suína: um parceiro do cardápio saudável. Semíramis Martins Álvares Domene Prof a. Titular Fac. Nutrição PUC-Campinas

Carne suína: um parceiro do cardápio saudável. Semíramis Martins Álvares Domene Prof a. Titular Fac. Nutrição PUC-Campinas Carne suína: um parceiro do cardápio saudável Semíramis Martins Álvares Domene Prof a. Titular Fac. Nutrição PUC-Campinas Por que comer carne? Para a manutenção da saúde, é necessária a perfeita reposição

Leia mais

PROCESSAMENTO DA CARNE SUÍNA

PROCESSAMENTO DA CARNE SUÍNA PROCESSAMENTO DA CARNE SUÍNA Miryelle Freire Sarcinelli 1 (e-mail: miryelle@hotmail.com.) Katiani Silva Venturini 1 (e-mail: katiani_sv@hotmail.com.) Luís César da Silva 2 (website: www.agais.com) 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Receitas de sobremesas do programa SESI Cozinha Brasil fazem sucesso no verão

Receitas de sobremesas do programa SESI Cozinha Brasil fazem sucesso no verão http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/ 03 FEV 2014 Receitas de sobremesas do programa SESI Cozinha Brasil fazem sucesso no verão Já pensou em tomar sorvete de mandioca? E doce de casca de maracujá?

Leia mais

S TO DU O E PR D O G LO TÁ A C 1

S TO DU O E PR D O G LO TÁ A C 1 1 CATÁLOGO DE PRODUTOS NOSSA HISTÓRIA Fundada em 1983 na cidade de Propriá, no estado de Sergipe, pelo grande empresário visionário, o sergipano Murilo Dantas, a Nutrial se estabeleceu no ramo de frigorífico,

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008 Oficina de Promoção da Alimentação Saudável para Agentes Comunitários de Saúde III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Brasília,

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI INFORMATIVO MENSAL LAPESUI Maio de 2014 Nº 27 EXPORTAÇÕES VOLTAM A ANIMAR SUINOCULTORES Dois anos depois de perdas acumuladas, os suinocultores comemoram o bom preço pago pelo suíno vivo no Brasil. A alta

Leia mais

COMPRAR GATO POR LEBRE

COMPRAR GATO POR LEBRE PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 4 DE MARÇO DE 2013 POR JM CAVALO POR VACA É A VERSÃO ATUAL DE COMPRAR GATO POR LEBRE O consumo da carne de cavalo é encarado, ainda, com uma certa conotação

Leia mais

GOIÁS ATUAÇÃO DAS EMPRESAS LIMPA-FOSSAS NA COLETA, TRANSPORTE E DISPOSIÇÃO FINAL DE ESGOTOS NÃO DOMÉSTICOS NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA.

GOIÁS ATUAÇÃO DAS EMPRESAS LIMPA-FOSSAS NA COLETA, TRANSPORTE E DISPOSIÇÃO FINAL DE ESGOTOS NÃO DOMÉSTICOS NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA. GOIÁS ATUAÇÃO DAS EMPRESAS LIMPA-FOSSAS NA COLETA, TRANSPORTE E DISPOSIÇÃO FINAL DE ESGOTOS NÃO DOMÉSTICOS NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA. Fernanda Posch Rios Eraldo Henriques de Carvalho Daniela Cristina

Leia mais

Nem um pouco preocupado 1. Um pouco preocupado

Nem um pouco preocupado 1. Um pouco preocupado ESCALA DE EFICÁCIA DE QUEDAS INTERNACIONAL (FES-I) Agora nós gostaríamos de fazer algumas perguntas sobre qual é sua preocupação a respeito da possibilidade de cair. Por favor, responda imaginando como

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E VALOR NUTRICIONAL DE ÓLEOS E GORDURAS

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E VALOR NUTRICIONAL DE ÓLEOS E GORDURAS Data: Agosto/2003 AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E VALOR NUTRICIONAL DE ÓLEOS E GORDURAS Óleos e gorduras são constituintes naturais dos ingredientes grãos usados nas formulações de rações para animais. Podem

Leia mais

CONDIÇÕES DE RECEBIMENTO DE CARNES EM RESTAURANTE COMERCIAL NO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA (RS) 1

CONDIÇÕES DE RECEBIMENTO DE CARNES EM RESTAURANTE COMERCIAL NO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA (RS) 1 CONDIÇÕES DE RECEBIMENTO DE CARNES EM RESTAURANTE COMERCIAL NO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA (RS) 1 MEDEIROS, Laissa Benites 2 ; NAISSINGER, Maritiele 2 ; PEREIRA, Larissa 2 ; SACCOL, Ana Lúcia de Freitas 2.

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO PARA REGISTRO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL FOLHA 1

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO PARA REGISTRO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL FOLHA 1 INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO PARA REGISTRO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL - O formulário deve ser preenchido em 2 vias. - Preencher a máquina ou por computador. FOLHA 1 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Carne suína e dietas saudáveis para o coração. Semíramis Martins Álvares Domene Prof a. Titular Fac. Nutrição PUC-Campinas

Carne suína e dietas saudáveis para o coração. Semíramis Martins Álvares Domene Prof a. Titular Fac. Nutrição PUC-Campinas Carne suína e dietas saudáveis para o coração Semíramis Martins Álvares Domene Prof a. Titular Fac. Nutrição PUC-Campinas As doenças cardiovasculares representam uma preocupação crescente para os profissionais

Leia mais

Sistema de anamnese alimentar

Sistema de anamnese alimentar Sistema de anamnese alimentar Versão 1.0 23/09/2011 Equipe de projeto: Bernardo D Orey Gaivao Plum Daniel Fonseca de Castilho Diego Heitzmann Quintale Fernando Villas Boas Alves Marcel Popolin de Araujo

Leia mais

LEI N.º 4.522 de 16 de julho de 2015.

LEI N.º 4.522 de 16 de julho de 2015. LEI N.º 4.522 de 16 de julho de 2015. O PREFEITO MUNICIPAL DE URUGUAIANA: Institui o Programa Municipal Alimentar de Proteção à Vida, denominado de SOUP.A., e dá outras providências. Faço saber, em cumprimento

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO SOCIAL

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO SOCIAL ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE ASSUNÇÃO CNPJ 01.612.635/0001-02 Rua Tereza Balduíno da Nóbrega - Centro Fone: (83) 3466-1079 - Fax: (83) 34661079 E-mail: prefeitura.assuncao@bol.com.br CEP:

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Centro

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Centro Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Centro Sebrae em Conselho Deliberativo Pedro Alves de Oliveira Presidente Diretoria Executiva Igor Montenegro Diretor Superintendente Wanderson

Leia mais

APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS: UMA OPÇÃO ECONÔMICA E SAUDÁVEL

APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS: UMA OPÇÃO ECONÔMICA E SAUDÁVEL APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS: UMA OPÇÃO ECONÔMICA E SAUDÁVEL Michele Ribeiro de Morais 1 Lucivânia Almeida Sousa 2 Luzimeire Assis do Nascimento 3 Maria Wagner dos Santos Ribeiro 4 Elma Silva Sousa

Leia mais

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINAS DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Uyeda, Mari*

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINAS DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Uyeda, Mari* AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINAS DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Uyeda, Mari* Resumo: Vasconcellos, Jorge** As mudanças ocorridas em nosso pais, principalmente a crescente modernização e urbanização,

Leia mais

O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DE IOGURTE NA CIDADE DE ITABUNA NO ESTADO DA BAHIA

O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DE IOGURTE NA CIDADE DE ITABUNA NO ESTADO DA BAHIA O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DE IOGURTE NA CIDADE DE ITABUNA NO ESTADO DA BAHIA Antônio Carlos de Araújo Lúcia Maria Ramos Silva Ahmad Saeed Khan RESUMO: Estudou-se o comportamento do consumidor de iogurte

Leia mais

TERMO DE ADJUDICAÇÃO. Item 0001

TERMO DE ADJUDICAÇÃO. Item 0001 TERMO DE ADJUDICAÇÃO Às 16:56 horas do dia 14 de junho de 2011, o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Concórdia, designado pela portaria Decreto nº 3/2011 após analise da documentação do Pregão

Leia mais

Pesquisa. Consumo de Frutas e Hortaliças

Pesquisa. Consumo de Frutas e Hortaliças Pesquisa Consumo de Frutas e Hortaliças Pesquisa Quantitativa Consumo de Frutas e Hortaliças Elaborado por CONNECTION RESEARCH Maio 2011 2 Objetivos da pesquisa. Estudar os hábitos alimentares da população

Leia mais

CATÁLOGO DE CARNES, CONS. ORIGEM ANIMAL, CEREAIS, FARINÁCEOS, CONDIMENTOS, PEIXES

CATÁLOGO DE CARNES, CONS. ORIGEM ANIMAL, CEREAIS, FARINÁCEOS, CONDIMENTOS, PEIXES CATÁLOGO DE CARNES, CONS. ORIGEM ANIMAL, CEREAIS, FARINÁCEOS, CONDIMENTOS, PEIXES Descrição Bisteca suína Bisteca suína, congelada, com aproximadamente 250 gramas cada, embalada em camadas separadas por

Leia mais

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO Lucia B. Jaloretto Barreiro Qualidade de Vida=Saúde=Equilíbrio Qualidade de Vida é mais do que ter uma boa saúde física ou mental. É estar

Leia mais

Importância da Análise Sensorial no Desenvolvimento de Novos Produtos. Profa. Dra. Katiuchia Pereira Takeuchi Universidade Federal de Goiás - UFG

Importância da Análise Sensorial no Desenvolvimento de Novos Produtos. Profa. Dra. Katiuchia Pereira Takeuchi Universidade Federal de Goiás - UFG Importância da Análise Sensorial no Desenvolvimento de Novos Produtos Profa. Dra. Katiuchia Pereira Takeuchi Universidade Federal de Goiás - UFG Desenvolvimento de Novos Produtos: Novo produto é uma adaptação

Leia mais

Pesquisa de Natal Novembro/2015

Pesquisa de Natal Novembro/2015 Pesquisa de Natal Novembro/2015 Perspectiva do supermercadista é de vendas nominais superiores em 10,4% no período de festas de final de ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em termos

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E POLÍTICAS AFIRMATIVAS. Restaurante Universitário Uma opção saudável

PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E POLÍTICAS AFIRMATIVAS. Restaurante Universitário Uma opção saudável PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E POLÍTICAS AFIRMATIVAS Restaurante Universitário Uma opção saudável Sumário Apresentação História do RU Conhecendo o RU Componentes do Cardápio Administração Dicas

Leia mais

Utilização de Grandes Bases de Informação na Avaliação do Consumo Alimentar. Regina Mara Fisberg Profª Associada Depto de Nutrição - USP

Utilização de Grandes Bases de Informação na Avaliação do Consumo Alimentar. Regina Mara Fisberg Profª Associada Depto de Nutrição - USP Utilização de Grandes Bases de Informação na Avaliação do Consumo Alimentar Regina Mara Fisberg Profª Associada Depto de Nutrição - USP Agenda 1. Métodos de inquéritos 2. Inquérito de Saúde de São Paulo

Leia mais

Entendendo a lipodistrofia

Entendendo a lipodistrofia dicas POSITHIVAS Entendendo a lipodistrofia O que é a lipodistrofia? Lipodistrofia é quando o corpo passa a absorver e a distribuir as gorduras de maneira diferente. Diminui a gordura nas pernas, braços,

Leia mais

MITOS E VERDADES DA CARNE SUÍNA

MITOS E VERDADES DA CARNE SUÍNA Informativo Técnico N 03/Ano 02 março de 2011 MITOS E VERDADES DA CARNE SUÍNA Gustavo Nogueira Diehl * Pesquisas realizadas na década de 90 mostraram que a população brasileira considerava como principal

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 SEBASTIÃO RODRIGO DE LIMA NASCIMENTO¹, MARIA DA CONCEIÇÃO GONÇALVES MACÊDO 1, ANNE CAROLINE CÂMARA DE ALMEIDA 2, NATAN MEDEIROS GUERRA 3, MAURINA DE LIMA PORTO 4. ¹ Graduando(a) do Curso de Medicina

Leia mais

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Setor de Vigilância Sanitária Distrito Sanitário Oeste Núcleo de Vigilância Sanitária A ROTULAGEM DE ALIMENTOS

Leia mais

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós Trabalho elaborado por: Enf. Anabela Queirós O que é a diabetes? Uma doença que dura toda vida Provocada pela ausência ou perda de eficácia da insulina; Provoca a subida de açúcar no sangue A diabetes

Leia mais

Coração Saudável! melhor dele?

Coração Saudável! melhor dele? As doenças cardiovasculares (DCV s) - incluem as doenças coronarianas e o acidente vascular cerebral (AVC) também conhecido como derrame afetam pessoas de todas as idades, até mesmo mulheres e crianças.

Leia mais

Pesquisa de Avaliação da Feira do Empreendedor 2010. Visitantes e Expositores SEBRAE/SE SETEMBRO/2010

Pesquisa de Avaliação da Feira do Empreendedor 2010. Visitantes e Expositores SEBRAE/SE SETEMBRO/2010 Pesquisa de Avaliação da Feira do Empreendedor 2010 Visitantes e Expositores SEBRAE/SE SETEMBRO/2010 Sumário Introdução 3 Objetivos Estratégicos 4 Metodologia 5 Resultados Estratégicos 9 Resultados Reação

Leia mais

Daniel Latorraca Ferreira Gestor de projetos do IMEA-

Daniel Latorraca Ferreira Gestor de projetos do IMEA- Daniel Latorraca Ferreira Gestor de projetos do IMEA- Índice Sobre o diagnóstico Aspectos sociais e produtivos Aspectos econômicos e mercadológicos Mercado consumidor Análise estratégica Sobre o diagnóstico

Leia mais

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas magras pedem consumo moderado 7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado Por Roberta Vilela - publicado em 26/11/2010 Mudança dos hábitos alimentares A mudança

Leia mais

AMAS Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados. Municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas.

AMAS Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados. Municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. 1 - REALIZAÇÃO: AMAS Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados. II - PERÍODO: Meses de Julho e Agosto de 2015. III - ABRAGÊNCIA: Municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. IV - LOCAL: A de

Leia mais

Documentos 297. Agostinho Dirceu Didonet. ISSN 1678-9644 Março, 2014. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Arroz e Feijão

Documentos 297. Agostinho Dirceu Didonet. ISSN 1678-9644 Março, 2014. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Arroz e Feijão ISSN 1678-9644 Março, 2014 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Arroz e Feijão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Documentos 297 O Papel das Mulheres no Desenvolvimento

Leia mais

DIETA DUKAN 1ª FASE: ATAQUE. Alimentos Permitidos e Primeiros Passos

DIETA DUKAN 1ª FASE: ATAQUE. Alimentos Permitidos e Primeiros Passos DIETA DUKAN 1ª FASE: ATAQUE Alimentos Permitidos e Primeiros Passos ÍNDICE Os Alimentos Autorizados Panqueca Dukan Os Adjuvantes Pode e não pode Conselhos do Dr. Dukan Recomendações para iniciar 03 07

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação)

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação) MINISTÉRIO DA SAÚDE Manual para Implantação do Programa Peso Saudável (Versão preliminar - em fase de diagramação) Brasília DF 2013 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa de Satisfação dos usuários do Restaurante Universitário Campus Pontal da Universidade Federal de Uberlândia 2015

Relatório sobre a Pesquisa de Satisfação dos usuários do Restaurante Universitário Campus Pontal da Universidade Federal de Uberlândia 2015 Relatório sobre a Pesquisa de Satisfação dos usuários do Restaurante Universitário Campus Pontal da Universidade Federal de Uberlândia 2015 O objetivo desta pesquisa foi avaliar o grau de satisfação dos

Leia mais

Coach Marcelo Ruas Relatório Grátis do Programa 10 Semanas para Barriga Tanquinho

Coach Marcelo Ruas Relatório Grátis do Programa 10 Semanas para Barriga Tanquinho Coach Marcelo Ruas Relatório Grátis do Programa 10 Semanas para Barriga Tanquinho Alimento I Toranja A dieta da Toranja já vem sendo discutida por algum tempo, mas não se sabia ao certo porque a Toranja

Leia mais

Qualidade e valor nutricional da carne de coelho. Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I

Qualidade e valor nutricional da carne de coelho. Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I Qualidade e valor nutricional da carne de coelho Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I Vila Real, 25 de Novembro de 2011 Proteínas Funções das proteínas. Aminoácidos; aminoácidos essenciais. Valor

Leia mais

PARCERIA FACIEG e Sebrae firmam convênio que vai gerar benefícios às associações comerciais

PARCERIA FACIEG e Sebrae firmam convênio que vai gerar benefícios às associações comerciais PARCERIA FACIEG e Sebrae firmam convênio que vai gerar benefícios às associações comerciais Assinando o contrato, o presidente da Facieg, Ubiratan Lopes; à esquerda o presidente do Conselho Deliberativo

Leia mais

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome:

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: Atividade de Estudo - Ciências 4º ano Nome: 1- A alimentação é uma necessidade de todas as pessoas. Para termos uma alimentação saudável, é preciso comer alimentos variados e em quantidades adequadas.

Leia mais

1 Por que tomar café da manhã?

1 Por que tomar café da manhã? A U A UL LA Por que tomar café da manhã? Exercícios Acordar, lavar o rosto, escovar os dentes, trocar de roupa e... tomar o café da manhã. É assim que muitas pessoas começam o dia, antes de ir trabalhar.

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 12/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇO

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 12/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇO A UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, doravante denominada UFES, autarquia educacional de regime especial, situada na Av. Fernando Ferrari, 514, Campus Universitário, Goiabeiras, Vitória, Espírito

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

Você sabia que... primária e secundária, com o objectivo de promover escolhas alimentares informadas e dietas saudáveis.

Você sabia que... primária e secundária, com o objectivo de promover escolhas alimentares informadas e dietas saudáveis. Itália Você sabia que... Nós temos o direito a uma quantidade e variedade adequadas de comida segura e de boa qualidade para satisfazer as necessidades do nosso corpo e informar-nos sobre as opções corretas

Leia mais

Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade

Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade Rochele de Quadros Rodrigues Nutricionista e Especialista em Qualidade de Alimentos Mestranda em Ciência e Tecnologia de

Leia mais

Presidente da Associação Japonesa de Classificação Técnica de Carnes

Presidente da Associação Japonesa de Classificação Técnica de Carnes Presidente da Associação Japonesa de Classificação Técnica de Carnes Consultor de Pesquisa da Fundação de Tecnologia e Informação Agrícola Hiroyasu Nakai 1 1. Demanda, Produção e Tendências das importações

Leia mais

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE MERCADO DOS PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS DERIVADOS DE SUÍNO

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE MERCADO DOS PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS DERIVADOS DE SUÍNO AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE MERCADO DOS PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS DERIVADOS DE SUÍNO André Ricardo Poletto 1 Jonas Irineu Santos Filho 2 Euclides João Barni 3 1 Engenheiro Agrônomo, M.Sc. Epagri /CO C.P.

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DOS CRITÉRIOS E INDICADORES DO PROJETO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR SAUDÁVEL

GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DOS CRITÉRIOS E INDICADORES DO PROJETO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR SAUDÁVEL GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DOS CRITÉRIOS E INDICADORES DO PROJETO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR SAUDÁVEL Introdução O aumento da obesidade e inadequados hábitos alimentares durante a infância e a juventude

Leia mais

Características da Carne Suína

Características da Carne Suína Características da Carne Suína Miryelle Freire Sarcinelli 1 (e-mail: miryelle@hotmail.com) Katiani Silva Venturini 1 (e-mail: katiani_sv@hotmail.com) Luís César da Silva 2 (website: www.agais.com) 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Módulo 1 Entendendo a contaminação dos alimentos

Módulo 1 Entendendo a contaminação dos alimentos Módulo 1 Entendendo a contaminação dos alimentos Aula 1 - O que é um Alimento Seguro? Por que nos alimentamos? A alimentação é uma atividade básica para o indivíduo manter- se vivo. Precisamos nos nutrir

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER VIDA SAUDÁVEL

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER VIDA SAUDÁVEL ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER VIDA SAUDÁVEL IVINHEMA-MS FEVEREIRO/2014 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER VIDA SAUDÁVEL Projeto interdisciplinar a ser desenvolvido no ano letivo de 2014 pelos

Leia mais

CURSO DE GASTRONOMIA Disciplina : matérias primas Conceito e Tipo de Matéria Prima

CURSO DE GASTRONOMIA Disciplina : matérias primas Conceito e Tipo de Matéria Prima CURSO DE GASTRONOMIA Disciplina : matérias primas Conceito e Tipo de Matéria Prima Profª. Nensmorena Preza ALIMENTO Toda substância ou mistura de substâncias, no estado sólido, líquido, pastoso ou qualquer

Leia mais

7.1.6 Origem/Motivação: Pessoas da comunidade fizeram um curso sobre culinária à base de peixe, com

7.1.6 Origem/Motivação: Pessoas da comunidade fizeram um curso sobre culinária à base de peixe, com 7 Missões: Recursos de Interesse Patrimonial FESTAS E CELEBRAÇÕES São Pedro do Butiá 7.1 Aspectos Gerais 7.1.1 Identificação: Fish Fest 7.1.2 Denominação mais freqüente: Jantar do Peixe 7.1.3 Localização:

Leia mais

1. O que é gordura trans?

1. O que é gordura trans? GORDURA TRANS 1. O que é gordura trans? É um tipo de gordura produzida industrialmente a partir de um processo químico, a hidrogenação. Usada desde o início do século passado, ela passou a ser consumida

Leia mais

O programa Meu Prato Saudável é um modelo nutricional que serve como referência para uma alimentação saudável nas principais refeições do dia.

O programa Meu Prato Saudável é um modelo nutricional que serve como referência para uma alimentação saudável nas principais refeições do dia. REVISTA ELETRÔNICA O programa Meu Prato Saudável é um modelo nutricional que serve como referência para uma alimentação saudável nas principais refeições do dia. CEIA SAUDável e em conta chester ou peru?

Leia mais

Este nível de insulina baixo também o ajuda a controlar a sua fome pois é o nível de insulina que diz ao seu cérebro que está na hora de comer.

Este nível de insulina baixo também o ajuda a controlar a sua fome pois é o nível de insulina que diz ao seu cérebro que está na hora de comer. A dieta da Toranja já vem sendo discutida por algum tempo, mas não se sabia ao certo porque a Toranja possui tantas capacidades para a perda de gordura e mesmo os cientistas se dividem sobre esse assunto.

Leia mais

balanço energético #compartilhequilibrio

balanço energético #compartilhequilibrio balanço energético #compartilhequilibrio balanço energético Obesidade e sobrepeso são problemas de saúde graves e complexos que afetam grande parte da população. Embora ambos os fatores hereditário e ambiental

Leia mais

5 Alimentos que Queimam Gordura www.mmn-global.com/aumenteseumetabolismo IMPRIMIR PARA UMA MAIS FÁCIL CONSULTA

5 Alimentos que Queimam Gordura www.mmn-global.com/aumenteseumetabolismo IMPRIMIR PARA UMA MAIS FÁCIL CONSULTA IMPRIMIR PARA UMA MAIS FÁCIL CONSULTA ÍNDICE Alimentos que Queimam Gordura TORANJA CHA VERDE E CHA VERMELHO AVEIA BROCOLOS SALMÃO TORANJA A dieta da Toranja já vem sendo discutida por algum tempo, mas

Leia mais

Amamentação. Factos e Mitos. Juntos pela sua saúde! Elaborado em Julho de 2011. USF Terras de Santa Maria

Amamentação. Factos e Mitos. Juntos pela sua saúde! Elaborado em Julho de 2011. USF Terras de Santa Maria Elaborado em Julho de 2011 USF Terras de Santa Maria Rua Professor Egas Moniz, nº7 4520-909 Santa Maria da Feira Telefone: 256 371 455/56 Telefax: 256 371 459 usf _terrassantamaria@csfeira.min-saude.pt

Leia mais

FORMAÇÃO DE HÁBITOS DE CONSUMO DE HORTALIÇAS: IMPORTÂNCIA DOS PAIS E DA ESCOLA

FORMAÇÃO DE HÁBITOS DE CONSUMO DE HORTALIÇAS: IMPORTÂNCIA DOS PAIS E DA ESCOLA UFPB-PRAC XIV Encontro de FORMAÇÃO DE HÁBITOS DE CONSUMO DE HORTALIÇAS: IMPORTÂNCIA DOS PAIS E DA ESCOLA NASCIMENTO, Islânia Nunes do 2 SANTOS, Joel Cabral dos 2 COSTA, Núbia Pereira da 3 Centro de Ciências

Leia mais

Guia Alimentar para a População Brasileira

Guia Alimentar para a População Brasileira Guia Alimentar para a População Brasileira Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição Departamento de Atenção Básica Secretaria de Atenção à Saúde Ministério da Saúde Revisão do Guia Alimentar para a

Leia mais

Natalis: Receita de Sucesso

Natalis: Receita de Sucesso Natalis: Receita de Sucesso Retirado do Livro: Histórias de Sucesso do Empreendedor Potiguar (SEBRAE-RN, 2006) INTRODUÇÃO Alberto Soares Coutinho 1 No final da década de 90, mais especificamente no ano

Leia mais

Boletim Só Granjas - Outubro de 2014

Boletim Só Granjas - Outubro de 2014 Boletim Só Granjas - Outubro de 2014 Agradecimento Neste mês de outubro atingimos a marca de 15.320 pessoas que recebem nosso boletim mensal, por e-mail, entre avicultores, suinocultores, associações e

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Uma alimentação equilibrada proporciona uma quantidade correcta

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL Em 2011: Registrou incremento de 5,2% Em 2011, o setor cresceu 5,2%, movimentou R$ 40 bilhões em insumos e produziu 64,5 milhões de toneladas de ração e 2,35milhões de suplementos

Leia mais

Alimentação no primeiro ano de vida. Verônica Santos de Oliveira

Alimentação no primeiro ano de vida. Verônica Santos de Oliveira Alimentação no primeiro ano de vida Verônica Santos de Oliveira Nutrição nos Primeiros Anos de Vida Deixe que a alimentação seja o seu remédio e o remédio a sua alimentação ( Hipócrates ) Nutrição nos

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais