PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO"

Transcrição

1 Acórdão 1ª Turma TERCEIRIZAÇÃO. FRAUDE. VÍNCULO DE EMPREGO COM O TOMADOR DE SERVIÇOS. Quando se vislumbra que sob a forma de terceirização há camuflada verdadeira atividade de locação de mão-de-obra, que ocorre com a busca constante de baixar os custos de produção de determinados tomadores de serviços, deve ser desconsiderada a situação do terceirizado, que presta serviços com subordinação jurídica ao tomador destes, observando-se o princípio da primazia da realidade constante nos artigos 9 e 3, ambos da CLT. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos de Recurso Ordinário, onde figuram como recorrentes I) LUÍS CARLOS DOS SANTOS GRAÇA, II) FLEX SERVICE S.A. e, como recorridos, I) LUÍS CARLOS DOS SANTOS GRAÇA, II) CHEVRON BRASIL PETRÓLEO LTDA., II) FLEX SERVICE S.A., III) PMLUZ CONSULTORIA RECURSOS HUMANOS LTDA. Inconformadas com a r.sentença às fls. 589/595, complementada às fls. 606/610, proferida pelo MM. Juízo da 31ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, da lavra da ilustre Juíza ROSSANA TINOCO NOVAES, que julgou procedente em parte pedido, interpõem recurso ordinário o reclamante às fls. 614/623 e a segunda ré (Flex Service S.A.), às fls. 624/632. O reclamante sustenta, em síntese, que a reclamada não observou o prazo legal para o pagamento das parcelas resilitórias e nem as quitou na primeira

2 audiência, razão pela qual entende devidas as multas previstas nos artigos 477, parágrafo oitavo e 467, ambos da CLT. Alega que restou provada a ilicitude na terceirização dos serviços contratados pela primeira reclamada (Chevron), pois havia subordinação direta com os empregados da tomadora de serviços. A segunda reclamada (Flex Service S.A.) alega que o autor abandonou o emprego, havendo, portanto, justo motivo, para a resolução do contrato de trabalho por culpa do empregado, face às tentativas infrutíferas de obter o seu retorno ao emprego. Em razão da dispensa por justa causa, entende indevidos o aviso prévio, 13º salário, férias proporcionais, FGTS e indenização pela dispensa imotivada. Assevera que nada é devido a título de saldo de salários, pois o reclamante não prestou serviço nestes dias. Alega que eventual condenação a título de Seguro-Desemprego deve ser limitada a entrega da respectiva documentação. Depósito recursal e custas recolhidos e comprovados às fls. 639,verso/640. Contrarrazões da primeira reclamada (Chevron) às fls. 673/676, sem preliminares e, no mérito, protestando pela manutenção da sentença. Contrarrazões da segunda reclamada (Flex Service) às fls. 678/682, sem preliminares e, no mérito, protestando pela manutenção da sentença, na parte que lhe foi favorável. Contrarrazões do reclamante às fls. 686/690, sem preliminares e, no mérito, protestando pela manutenção da sentença, na parte que lhe foi favorável. Contrarrazões da terceira reclamada (PMLUZ) às fls. 691/696, sem preliminares e, no mérito, protestando pela manutenção da sentença É o relatório. V O T O

3 CONHECIMENTO Presentes os pressupostos objetivos de admissibilidade, conheço dos recursos interpostos pelo reclamante e pela segunda reclamada. MÉRITO I - RECURSO DO RECLAMANTE NULIDADE DO CONTRATO COM A SEGUNDA E TERCEIRA RECLAMADAS - VÍNCULO DE EMPREGO COM A PRIMEIRA RECLAMADA (CHEVRON) O reclamante investe contra a decisão recorrida no tocante ao vínculo empregatício com a primeira reclamada. Requer a declaração de nulidade dos contatos firmados com a terceira (PMLUZ) e segunda (FLEX SERVICE) reclamadas, pois o serviço foi prestado diretamente à primeira ré (CHEVRON), mediante subordinação aos seus empregados. Assiste razão ao reclamante, no particular. O reclamante foi admitido pela primeira ré (PMLUZ) em e dispensado em 1º , sendo admitido em seguida pela segunda ré -Flex Service ( ), sempre prestando serviço para a primeira ré na função de motorista executivo. O documento de fls. 479 noticia a celebração de contrato temporário entre o reclamante e a terceira ré (PMLUZ), e o de fls. 509/524 o de prestação de serviços entre a primeira ré (representada pela antiga holding) e a terceira. Entrementes, em nenhum dos contratos há justificativa para a contratação do reclamante pela primeira reclamada (necessidade transitória de substituição do pessoal regular ou acréscimo extraordinário de serviços) conforme determina o artigo primeiro da Lei 6.019/ Em se tratando de exceção à regra que prevê a indeterminação dos contrato de trabalho, o contrato de trabalho temporário deve observar todos os requisitos previstos na legislação que lhe é pertinente (Lei 6.019/1974), sob pena

4 de nulidade. No caso em exame, sequer foi alegado por qualquer uma das reclamadas a razão de o reclamante ter sido contratado nos moldes da Lei 6.019/1974, razão pela qual deve ser reconhecida a nulidade dos contrato de fls. 479 e 489/490, uma vez que se referem à mesma relação de emprego. A nulidade do contrato firmado entre o reclamante e a terceira reclamada em , autoriza o reconhecimento do vínculo empregatício com a tomadora de serviços, in casu, a primeira ré (Chevron). Destaque-se, por oportuno, que o fato de a PMLUZ ter firmado contrato de prestação de serviços com a TEXACO antiga holding da CHEVRON (vide documentos de fls. 151/191 e 509) não produz qualquer efeito em relação ao reclamante, pois a alteração da composição societária do empregador não afeta os direitos de seus empregados. O mesmo ocorre em relação ao suposto contrato de trabalho firmado com a FLEX SERVICE, que na verdade apenas mascarou a continuidade da relação empregatícia com a tomadora de serviços (CHEVRON). Ademais, a segunda ré tem como atividade econômica principal a locação de veículos sem motorista (fls. 27) e o contrato celebrado entre as empresas CHEVRON e FLEX SERVICE foi justamente o oposto. Ou seja, locação de mão-de-obra para conduzir os veículos de propriedade da empresa contratante (32). Assim, verifica-se que as empresas prestadoras de serviços funcionavam como verdadeiras intermediadoras de mão-de-obra, apresentando-se na hipótese a figura, condenada em nosso ordenamento jurídico, da marchandage, na qual havia apropriação da força de trabalho despendida pelo autor pela primeira reclamada, embora o vínculo se estabelecesse com as outras reclamadas, in casu, travestida de relação agasalhada pela legislação que trata da terceirização sem nenhum proveito destinado ao trabalhadores, senão o de conseguirem colocação no mercado de trabalho, sem que obtivessem maior remuneração por isso e à custa da sonegação dos direitos trabalhistas. Na verdade, o beneficiário da

5 terceirização era o tomador de serviços, que arregimentava mão-de-obra sem o pagamento dos encargos trabalhistas. Reconhecida a fraude na contratação do reclamante respondem todas as empresas (contratante e contratada) solidariamente pelo solvimento dos valores devidos ao reclamante, limitado, em relação às empresas contratadas, ao período de vigência de cada contrato de trabalho. Desta forma procede a impugnação do reclamante para que seja reconhecido o vínculo de emprego com a reclamada CHEVRON BRASIL PETRÓLEO LTDA, no período de a , na função de motorista executivo, salário inicial de R$ 1.111,00 (mil, cento e onze reais), à falta de prova de que os motoristas da primeira tinham piso salarial de R$ 1.797,00, destacandose que o fato de um ou mais empregados receberem tal salário não implica, necessariamente, na obrigação do empregador pagar este salário ao reclamante. Em razão do reconhecimento do vínculo empregatício do reclamante com a primeira reclamada (CHEVRON), são devidos os direitos e benefícios previstos nas normas coletivas colacionadas às fls. 66/97 e postulados pelo autor: reajuste salarial, abono especial, vale alimentação e adicional por tempo de serviço, com reflexos nas verbas resilitórias. Deverá ainda a primeira reclamada fazer as anotações pertinentes ao contrato na carteira de trabalho do autor, observadas as datas de admissão, dispensa, função e salário inicial acima. Em razão da fraude, respondem solidariamente todas as reclamadas, pelo pagamento dos valores devidos ao autor, limitado quanto à segunda e terceira, ao período dos respectivos contratos firmados com o reclamante. Dou parcial provimento. DAS MULTAS DOS ARTIGOS 467 E 477, PARÁGRAFO OITAVO, AMBOS DA CLT O reclamante investe contra a decisão recorrida no tocante às multas previstas nos artigos 467 e 477, parágrafo oitavo, ambos da CLT

6 Sustenta que a reclamada não observou o prazo legal para o pagamento das parcelas resilitórias e nem quitou na primeira audiência os valores incontroversos. Assiste razão ao reclamante, no particular. No caso em exame, as reclamadas alegaram abandono de emprego como motivo para a aplicação da justa causa. Entrementes, ainda que se configurasse a falta do empregado para a resolução do contrato de trabalho, seria devido o saldo de salários referentes aos 18 dias trabalhados no mês de junho de 2009, fato que restou admitido pela segunda ré no telegrama de fls. 302, quando afirma em que o reclamante não comparecia ao serviço há 22 dias. As reclamadas não contestaram especificamente o pedido, limitandose a segunda ré a alegar o pagamento da quantia de R$ 145,31 em (sic). Ainda que tal valor fosse pago ao reclamante, fato não comprovado, o mesmo seria insuficiente para quitar os 18 dias trabalhados. Ademais, no demonstrativo dos valores que a ré entendia devidos a título de verbas rescisórias (fls. 304) não há indicação do pagamento do saldo de salários. Logo é devida a multa de 50% sobre os 18 dias trabalhados, a se apurar em liquidação. Em relação à multa prevista no artigo 477, parágrafo 8º, da CLT, a mesma é aplicável sempre que for constatada a mora do empregador no pagamento das verbas resilitórias. A segunda reclamada alegou que o reclamante deu causa ao término do contrato de trabalho por abandono de emprego. A jurisprudência iterativa do Colendo TST, consagrada na Orientação Jurisprudencial nº 351 da SDI-I, admite a exclusão da multa quando houver fundada controvérsia acerca da obrigação, cujo inadimplemento gerou a multa. Conforme visto acima, não houve controvérsia séria acerca do saldo de salários devidos ao reclamante, restando provado que nada foi pago ao autor a

7 título de verbas rescisórias. Desta forma, procede a impugnação do reclamante, no particular, acrescendo-se à condenação as multas previstas nos artigos 467 da CLT, a incidir sobre o saldo de salários, e no 477, parágrafo oitavo, do mesmo diploma legal, pelo inadimplemento das verbas rescisórias. Dou provimento. II - DO RECURSO DA SEGUNDA RECLAMADA DA MODALIDADE DA DISPENSA A segunda reclamada em sua defesa, se opôs às alegações do reclamante quanto à despedida imotivada em 18 de junho de 2009, sustentando que esta ocorreu por justa causa, motivada por abandono de emprego, atraindo para si o ônus probatório, a teor do que informa o artigo 333, II, do CPC c/c artigo 818, da CLT. Com efeito, considerando o princípio da continuidade da relação empregatícia, bem como a presunção de que o empregado, que depende de seus salários para sua subsistência, não iria por fim à relação contratual, tem-se que era do reclamado o ônus de provar que foi da reclamante a iniciativa da resilição contratual, mister do qual não se desincumbiu, como se verá adiante. Inicialmente, porque o documento juntado a fls. 302, que comprovaria a convocação do reclamante para retorno ao emprego, foi expedido em , em data posterior ao prazo em que, presumivelmente segundo a jurisprudência iterativa do Colendo TST, a segunda reclamada teria recebido a citação inicial. Por outro lado, a testemunha arrolada na defesa não foi convincente acerca do motivo do término do contrato de trabalho do reclamante, fazendo declarações com base em informações obtidas com terceiros. Desta forma, por não provado o abandono de emprego pelo autor, o mesmo faz jus em receber as parcelas oriundas da dispensa imotivada. Entrementes, segundo o princípio geral de direito que veda o enriquecimento sem causa, admite-se a dedução das parcelas pagas sob idêntica

8 rubrica nas resilições contratuais realizadas com a segunda (Flex Service) terceira reclamadas (PMLUZ), conforme provado na instrução processual. Dou parcial provimento. e DA INDENIZAÇÃO SUBSTITUTIVA DO SEGURO-DESEMPREGO A segunda reclamada investe contra a condenação ao pagamento da indenização substitutiva do seguro-desemprego. Sustenta que no momento da resolução do contrato de trabalho, o reclamante não fazia jus a tal benefício, o que só veio a ser reconhecido após a prolação da sentença. Aduz, ainda, que a sua responsabilidade resume-se à entrega da documentação hábil ao recebimento do benefício, competindo o pagamento exclusivamente ao órgão estatal. Assiste parcial razão à segunda reclamada. O seguro-desemprego é direito do trabalhador instituído pela Lei nº 7.988/90, sendo que a violação desse direito pelo empregador, pela não entrega das indispensáveis guias à sua percepção, acarreta prejuízo ao trabalhador. Portanto, se o empregador não cumpriu acertada com sua obrigação trabalhista, e sendo ele o responsável pela tradição ao empregado da guia no prazo fixado em lei, é lícito ao credor, nos próprios autos do processo, requerer que aquela obrigação seja executada à custa do devedor, ou haver perdas e danos; caso em que ela se converte em indenização", conforme dispõe o Código de Processo Civil, em seu artigo 633, ao tratar das obrigações de fazer, positivas ou negativas. Não sendo mais possível prestar a obrigação de fazer, ela se converte, por força da lei, em obrigação de pagar quantia certa. Desta forma, a condenação das reclamadas deve limitar-se, no particular, inicialmente, à tradição das guias do seguro desemprego. Entrementes, caso o reclamante não receba o benefício por culpa exclusiva da ex-empregadora, fica desde já assegurado o recebimento da indenização pelo valor equivalente. Dou parcial provimento

9 A C O R D A M os Desembargadores que compõem a Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região,por unanimidade, conhecer dos recursos do reclamante e da segunda reclamada (Flex Service) e, no mérito, nos termos do voto da Desembargadora Relatora, dar-lhes parcial provimento. Ao do reclamante para: a) reconhecer o vínculo empregatício com a primeira reclamada (Chevron Brasil Petróleo Ltda), no período de a , na função de motorista executivo, salário inicial de R$ 1.111,00 (mil, cento e onze reais), declarando a responsabilidade solidária de todas as reclamadas, limitada quanto à Flex Service S.A. e PMLUZ Consultoria De Recursos Humanos Ltda; b) acrescer à condenação os reajustes salariais, abonos especiais, vale alimentação e adicional por tempo de serviço, previstos no Acordo Coletivo firmado com Chevron Brasil Petróleo Ltda, com reflexos nas verbas resilitórias; c) acrescer à indenização as multas previstas nos artigos 467 (a incidir sobre o saldo de salários) e 477, parágrafo oitavo, ambos da CLT. Ao da segunda reclamada para: a) admitir a dedução das parcelas pagas sob idêntica rubrica nas resilições contratuais realizadas com a Flex Service S.A. e PMLUZ Consultoria de Recursos Humanos Ltda do período dos respectivos contratos firmados com o reclamante; b) determinar que, inicialmente, a primeira reclamada seja intimada para traditar as guias do pagamento do seguro-desemprego, sob pena de responder com a indenização substitutiva em caso de não recebimento do seguro estatal por culpa do empregador. Fica mantido o valor da condenação para os efeitos processuais. Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de Desembargador Federal do Trabalho Mery Bucker Caminha Relatora cm/dmbc/ac

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 8a Turma RECURSO ORDINÁRIO. INDENIZAÇÃO SUBSTITUTIVA DA ENTREGA DAS GUIAS DO SEGURO DESEMPREGO. A substituição da entrega das guias do seguro desemprego, quando já ultrapassado o prazo de percepção

Leia mais

Reunida a RT 0069000-68.2009.5.01.0471, por conexão, conforme ata de folha 334, encontrando-se os autos apensados ao 2º volume do processo.

Reunida a RT 0069000-68.2009.5.01.0471, por conexão, conforme ata de folha 334, encontrando-se os autos apensados ao 2º volume do processo. Acórdão 10a Turma INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS. JUROS CONTRAÍDOS POR EMPRÉSTIMOS REALIZADOS PELO EMPREGADO DECORRENTES DA MORA SALARIAL. É devida a indenização por danos materiais sofridos pela empregada

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO Identificação PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO PROCESSO nº 0001876-26.2014.5.11.0015 (AIRO) AGRAVANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO SE EMENTA AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da ARAUCÁRIA - PR, sendo Agravante LTDA. e Agravados CARVALHO DE OLIVEIRA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA - BENEFÍCIO DE ORDEM EM RELAÇÃO AOS SÓCIOS DO DEVEDOR PRINCIPAL

Leia mais

DANO MORAL PRÁTICA ABUSIVA DE SUSPENSÃO E DESCONTO SALARIAL SEM A COMPROVAÇÃO DA CULPA

DANO MORAL PRÁTICA ABUSIVA DE SUSPENSÃO E DESCONTO SALARIAL SEM A COMPROVAÇÃO DA CULPA Acórdão 5ª Turma DANO MORAL PRÁTICA ABUSIVA DE SUSPENSÃO E DESCONTO SALARIAL SEM A COMPROVAÇÃO DA CULPA A Ré não reconheceu que a autora tenha furtado o dinheiro, porque não conseguiu comprovar, mas por

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO TRT RO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO TRT RO RECORRENTE: KAREN KETHELIN SILVA LOPES RECORRIDOS: ACTIVA ASSESSORIA E COBRANÇA LTDA E OUTRA BANCO BMG S/A LOSANGO PROMOÇÕES DE VENDAS LTDA Relator: Desembargador Jales Valadão Cardoso Revisor: Desembargador

Leia mais

PROCESSO: RO

PROCESSO: RO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A PODER JUDICIÁRIO FEDERAL IMPOSTO DE RENDA. DEDUÇÃO. É devida a dedução da cota fiscal incidente sobre os créditos deferidos, porque quem aufere a renda é o responsável pela parcela

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10a Turma RECURSO ORDINÁRIO. INTERVALO INTRAJORNADA. CONCESSAO PARCIAL. O intervalo intrajornada tem como finalidade a segurança e a saúde do trabalhador. Depois de diversos estudos, chegou-se

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de EMENTA RECURSO ORDINÁRIO, provenientes da UMUARAMA - PR, sendo Recorrente CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL/NEGOCIAL - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - Nas ações de cobrança de contribuição sindical, figurando nos pólos

Leia mais

RECLAMADA: CARLOS ALBERTO PEDROSA FILHO - ME (BETO'S BAR)

RECLAMADA: CARLOS ALBERTO PEDROSA FILHO - ME (BETO'S BAR) PROCESSO Nº: 01255-2006-005-19-00-1 RECLAMANTE: CARLOS GOMES DA SILVA RECLAMADA: CARLOS ALBERTO PEDROSA FILHO - ME (BETO'S BAR) SENTENÇA Vistos etc. I - Dispensado o RELATÓRIO, a teor do art. 852-I, da

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DO PARANÁ AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.158.383-4, ORIGINÁRIO DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - 1ª VARA CÍVEL. Agravante Agravados

Leia mais

PROCESSO: RO

PROCESSO: RO Acórdão 5ª Turma EMPREGADO DOMÉSTICO. FOLGUISTA. VÍNCULO EMPREGATÍCIO. O trabalho como folguista em finais de semana é de caráter intermitente, estando à margem da proteção da Lei nº 5.859/72, que define

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma INSS. ACORDO JUDICIAL. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. ALÍQUOTA 11%. CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA. Reconhecida a prestação de forma eventual, por pessoa física, sem o reconhecimento judicial do

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 1 PROCESSO TRT/SP Nº 0000557-13.2010.5.02.0371 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: HOSPITAL E MATERNIDADE MOGI-D OR LTDA. 1º RECORRIDO: MARY HELLEN APARECIDA LUNARDI 2º RECORRIDO: S.I. SERVIÇOS RADIOLÓGICOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª Turma ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. PERÍCIA TÉCNICA. É desnecessária a prova pericial na hipótese em que há norma coletiva prevendo o direito ao recebimento do adicional de insalubridade

Leia mais

VOTO: I - R E L A T Ó R I O

VOTO: I - R E L A T Ó R I O Acórdão 10a Turma FÉRIAS NÃO GOZADAS. DOBRA. TERÇO CONSTITUCIONAL. Conforme artigo 137 da CLT, as férias concedidas fora do prazo concessivo previsto no artigo 134 da CLT serão pagas em dobro. O mesmo

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 8ª Turma GMMEA/arp

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 8ª Turma GMMEA/arp A C Ó R D Ã O 8ª Turma GMMEA/arp RECURSO DE REVISTA NULIDADE DO ACÓRDÃO REGIONAL POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. Nos termos do art. 282, 2º, do CPC, deixa-se de examinar a nulidade processual

Leia mais

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Flávio Ernesto Rodrigues Silva Av. Presidente Antonio Carlos,251 11º Andar - Gab.06 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

I RELATÓRIO Trata-se de recurso ordinário interposto pela Ré, às fls , em face da respeitável sentença da MM. 50ª Vara do

I RELATÓRIO Trata-se de recurso ordinário interposto pela Ré, às fls , em face da respeitável sentença da MM. 50ª Vara do Acórdão 1a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL RECURSO ORDINÁRIO. DANO MORAL. ACIDENTE DE TRÂNSITO. DESVIO DE FUNÇÃO. Considerando que a ré transferiu o autor da função de motociclista, para motorista de carro

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno no Agravo de Instrumento nº 0007110-60.2014.8.19.0000 Agravante: Tim Celular S/A Agravado: Miguel da Silva Virgem

Leia mais

Primeiro exercício de Recurso Ordinário

Primeiro exercício de Recurso Ordinário Primeiro exercício de Recurso Ordinário Em audiência de instrução realizada nos autos da reclamação trabalhista promovida por Genivalda da Silva em face da empresa Construíndo Construções Ltda, o Juiz

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd PROCESSO: 00329-2008-343-01-00-3 RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma DIREITO DO TRABALHO E DIREITO ADMINISTRATIVO. CONTRATAÇÃO SEM PRÉVIO CONCURSO PÚBLICO. SÚMULA 363 DO TST. FGTS DEVIDO A PARTIR DA PUBLICAÇÃO DA MEDIDA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PROCESSO TRT/SP nº 1000904-93.2014.5.02.0466-7ª TURMA RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 6ª VARA DO TRABALHO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL DANO MORAL - REPARAÇÃO PECUNIÁRIA. A indenização por dano moral proveniente de acidente de trabalho tem duplo efeito: compensar o sofrimento do empregado pelos

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (5ª Turma) GMCB/ssm/wmf

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (5ª Turma) GMCB/ssm/wmf A C Ó R D Ã O (5ª Turma) GMCB/ssm/wmf RECURSO DE REVISTA. TERCEIRIZAÇÃO ILÍCITA. ATIVIDADE PRECÍPUA DO TOMADOR DOS SERVIÇOS. ENTE PÚBLICO. ISONOMIA SALARIAL ENTRE EMPREGADOS DO TOMADOR E DA EMPRESA TERCEIRIZADA.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTES: CLÁUDIA MÁRCIA VARGAS DA COSTA (1) BANCO CITIBANK S/A (2) RECORRIDOS : OS MESMOS EMENTA: DEVOLUÇÃO TARDIA DOS AUTOS. NÃO CONHECIMENTO DA IMPUGNAÇÃO À DEFESA. CERCEAMENTO DE DEFESA. CONFIGURAÇÃO.

Leia mais

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADOR JOÃO PEDRO SILVESTRIN Órgão Julgador: 4ª Turma

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADOR JOÃO PEDRO SILVESTRIN Órgão Julgador: 4ª Turma 0000422-61.2014.5.04.0611 RO Fl. 1 DESEMBARGADOR JOÃO PEDRO SILVESTRIN Órgão Julgador: 4ª Turma Recorrente: Recorrido: Origem: Prolator da Sentença: COCEVVIL COMÉRCIO DE CEREAIS LTDA. - Adv. Omar Leal

Leia mais

PROCESSO: RO

PROCESSO: RO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A PLANO DE SAÚDE. DIREITO ADQUIRIDO. AUXÍLIO-DOENÇA. O cancelamento abrupto do plano de saúde caracteriza-se como violação ao direito adquirido do reclamante, que é detentor do

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO Identificação PROCESSO nº 0020814-52.2017.5.04.0664 (RO) RECORRENTE: EMMANUEL ISAIAS CUMERLATO RECORRIDO: BK BRASIL OPERACAO

Leia mais

A Ré, às fls. 70/78, argui preliminar de nulidade por julgamento extra petita e, no mérito, insurge se em relação a declaração de sucessão e quanto a

A Ré, às fls. 70/78, argui preliminar de nulidade por julgamento extra petita e, no mérito, insurge se em relação a declaração de sucessão e quanto a ACÓRDÃO 6a Turma SUCESSÃO. DROGARIA DESCONTÃO E DROGARIA PACHECO. Os elementos que definem a sucessão, no processo do trabalho, são a continuidade da atividade empresarial e a passagem de uma unidade produtiva

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 2a Turma RECURSO ORDINÁRIO. VÍNCULO DE EMPREGO. CONFIGURAÇÃO. O art. 3º, da CLT considera empregado...toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da MM. 02ª VARA DO TRABALHO DE LONDRINA - I.

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da MM. 02ª VARA DO TRABALHO DE LONDRINA - I. V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da MM. 02ª VARA DO TRABALHO DE LONDRINA - PR, sendo Agravante FERNANDO HENRIQUE FRANCO e Agravado IRMÃOS MUFFATO & CIA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE(S): RECORRIDO(S): FABIANO REIS VENTURA ANDERSON DOS REIS EMENTA: VÍNCULO DE EMPREGO. INEXISTÊNCIA. Admitida a prestação de serviços, é do réu o ônus da prova dos fatos impeditivos, demonstrando

Leia mais

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO Acórdão 5ª Turma REPRESENTATIVIDADE SINDICAL. O enquadramento sindical do empregador se dá pela sua atividade preponderante da empresa. Sendo esta a Construção e Reparo Naval, seus empregados são representados

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL R E L A T Ó R I O

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL R E L A T Ó R I O APELAÇÃO CÍVEL NO PROCESSO N.º 0193850-02.2009.8.19.0001 APELANTE: TNL PCS S/A APELADA: COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATOR: DES. LUCIANO SILVA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE : UNIÃO FEDERAL RECORRIDA : MARTINS COMERCIO E SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO S/A EMENTA: TRABALHO EXTERNO. MOTORISTAS. ART. 74, 3º, DA CLT. INAPLICABILIDADE. PERÍODO ANTERIOR À PUBLICAÇÃO DA LEI

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5ª Turma RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA JUNTO AO INSS NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO O efeito suspensivo dado ao recurso administrativo contra a aplicação do nexo técnico epidemiológico, de que

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 6a Turma JORNADA DE TRABALHO. CARTÕES DE PONTO. INIDONEIDADE. O controle de frequência é o meio ordinário de se comprovar a jornada trabalhada, conforme o disposto no artigo 74 da CLT, que contém

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0000317-92.2012.5.01.0076 - RTOrd POLICIAL MILITAR REFORMADO. VÍNCULO EMPREGATÍCIO. Não hã qualquer impedimento à formação de vínculo de emprego com o policial militar reformado.

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/FSA/

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/FSA/ A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/FSA/ RECURSO DE REVISTA 1 - DISPENSA POR JUSTA CAUSA. MEDIDA DESPROPORCIONAL. REVERSÃO. A justa causa por se tratar de medida drástica na vida profissional do trabalhador,

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO RTOrd

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO RTOrd DIVISOR DO SALÁRIO-HORA. JORNADA DE TRABALHO DE 30 HORAS. DIVISOR 150. Para as jornadas de 30 horas semanais de trabalho aplica-se o divisor 150 sobre o valor do salário-hora do empregado. Entendimento

Leia mais

PROCESSO: RTOrd RECURSO ORDINÁRIO

PROCESSO: RTOrd RECURSO ORDINÁRIO A C Ó R D Ã O 2ª T U R M A DO RECLAMANTE. ESTAGIÁRIO. VÍNCULO EMPREGATÍCIO NÃO CONFIGURADO. Inexistindo prova nos autos que descaracterize a validade do contrato de estágio, firmado entre às partes, nos

Leia mais

Contestação às folhas 70/80. Atas de audiência às folhas 541 e 555.

Contestação às folhas 70/80. Atas de audiência às folhas 541 e 555. Acórdão 6a Turma FALTAS. ACOMPANHAMENTO DE IDOSO. DIREITO. ABONO. A Lei nº 10.741/2003, Estatuto do Idoso, dispõe em seu artigo 16 que o idoso internado para tratamento médico e hospitalar tem direito

Leia mais

Dispensada a remessa dos autos ao Ministério Público do Trabalho, nos termos do Regimento Interno do TST. É o relatório.

Dispensada a remessa dos autos ao Ministério Público do Trabalho, nos termos do Regimento Interno do TST. É o relatório. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMEA/lf I - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA - CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (CEF). COMPLEMENTO TEMPORÁRIO VARIÁVEL (CTVA) PERCEBIDO POR MAIS DE DEZ ANOS. INCORPORAÇÃO. Constatada

Leia mais

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro.

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. ACÓRDÃO 8ª TURMA CONTRATO DE EXPERIÊNCIA. PRORROGAÇÃO. AUSÊNCIA DE NULIDADE. É lícita a prorrogação do contrato de experiência inicialmente firmado por trinta dias, para mais sessenta. Recorrente: DAIANA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL Agravante: Banco Itaucard S. A. Agravada: Cristiane Simões Borges Agravo de Instrumento. Direito do Consumidor. Fraude. Prova pericial. Apresentação

Leia mais

O TRT da 15ª Região, pelo acórdão de fls. 1313/1324, deu provimento parcial aos Recursos Ordinários do Reclamante e da Reclamada.

O TRT da 15ª Região, pelo acórdão de fls. 1313/1324, deu provimento parcial aos Recursos Ordinários do Reclamante e da Reclamada. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMEA/apm RECURSO DE REVISTA - HORAS IN ITINERE. ALTERAÇÃO DA BASE DE CÁLCULO. NEGOCIAÇÃO COLETIVA. IMPOSSIBILIDADE. É inválida a norma coletiva que, em prejuízo ao trabalhador,

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (7ª Turma) GMDAR/FS/

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (7ª Turma) GMDAR/FS/ A C Ó R D Ã O (7ª Turma) GMDAR/FS/ RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO ANTES DA LEI Nº 13.015/2014. MULTA DO ART. 477, 8º, DA CLT. CONTRATO DE TRABALHO POR PRAZO DETERMINADO. RESCISÃO ANTECIPADA. A penalidade

Leia mais

Reclamante: GENTIL DAGNESE RIBEIRO Reclamada: TOMASETTO ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA

Reclamante: GENTIL DAGNESE RIBEIRO Reclamada: TOMASETTO ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA Fl. 1 Reclamante: GENTIL DAGNESE RIBEIRO Reclamada: TOMASETTO ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA VISTOS, ETC. GENTIL DAGNESE RIBEIRO ajuíza ação trabalhista em face de TOMASETTO ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA

Leia mais

TRT-RO-0007900-20.2004.5.01.0041

TRT-RO-0007900-20.2004.5.01.0041 PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Gloria R egina Ferreira Mello Av. Presidente Antonio Carlos,251 7o andar - Gab.34 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª Turma ESTABILIDADE GESTANTE. PRAZO PARA AJUIZAMENTO DA AÇÃO. Segundo dispõe o art. 7º, XXIX da CF/88, é direito do trabalhador propor ação, quanto aos créditos resultantes das relações de trabalho,

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso de Revista n TST-RR , em que é Recorrente. e Recorrida.

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso de Revista n TST-RR , em que é Recorrente. e Recorrida. A C Ó R D Ã O (4ª Turma) GMFEO/JSC/csn RECURSO DE REVISTA. ACÓRDÃO REGIONAL PUBLICADO NA VIGÊNCIA DA LEI 13.015/2014. NULIDADE PROCESSUAL. NOTIFICAÇÃO DA SENTENÇA. INTIMAÇÃO EM NOME DE ADVOGADO DIVERSO

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO PELA UNIÃO (PGF), EM FACE DE DECISÃO PUBLICADA ANTES DA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014. PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO. ACORDO HOMOLOGADO

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/arcs/AB/lds

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/arcs/AB/lds A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/arcs/AB/lds RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO SOB A ÉGIDE DAS LEIS Nº 13.015/2014 E 13.105/2015. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. DEVOLUÇÃO DE DESCONTOS EM CRÉDITO TRABALHISTA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 5ª TURMA - PROCESSO TRT/SP Nº 00024716020115020086 RECURSO ORDINÁRIO - 86ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE : SÃO BENTO COMESTÍVEL LTDA.

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR C Ó R D Ã O (7ª Turma) GMDAR/MG/

PROCESSO Nº TST-RR C Ó R D Ã O (7ª Turma) GMDAR/MG/ C Ó R D Ã O (7ª Turma) GMDAR/MG/ RECURSO DE REVISTA. INÍCIO DO PRAZO PRESCRICIONAL. MORTE DO EMPREGADO. DATA DA BAIXA DA CTPS. RENÚNCIA À PRESCRIÇÃO. ARTIGOS 191 DO CÓDIGO CIVIL E 7º, XXIX, DA CONSTITUIÇÃO

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (6ª Turma) GMACC/amt/gsa/mrl/m

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (6ª Turma) GMACC/amt/gsa/mrl/m A C Ó R D Ã O (6ª Turma) GMACC/amt/gsa/mrl/m RECURSO DE REVISTA. ENQUADRAMENTO SINDICAL. BURLA À LEGISLAÇÃO TRABALHISTA. A empresa prestadora de serviços terceirizou empregados fora de seu rol comercial

Leia mais

ACÓRDÃO RO Fl. 1. JUÍZA CONVOCADA LAÍS HELENA JAEGER NICOTTI Órgão Julgador: 1ª Turma

ACÓRDÃO RO Fl. 1. JUÍZA CONVOCADA LAÍS HELENA JAEGER NICOTTI Órgão Julgador: 1ª Turma 0010102-57.2011.5.04.0811 RO Fl. 1 JUÍZA CONVOCADA LAÍS HELENA JAEGER NICOTTI Órgão Julgador: 1ª Turma Recorrente: LIDERANÇA LIMPEZA E CONSERVAÇÃO LTDA. - Adv. Rosilene Gonçalves Monteiro Recorrido: JURACI

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 7ª Turma DCABP/abp/cgel

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 7ª Turma DCABP/abp/cgel A C Ó R D Ã O 7ª Turma DCABP/abp/cgel I - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. RECONHECIMENTO DA RELAÇÃO DE EMPREGO. EXCLUSÃO DO NOME DO RECLAMANTE DO QUADRO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PROCESSO TRT/SP Nº 0002415-58.2013.5.02.0053 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: OFICIAL DE REGISTRO CIVIL 8º SUB SANTANA RECORRIDO: MARIA CECÍLIA FRANÇA PINTO RECORRIDO: ERNESTO FRANÇA PINTO (ESPÓLIO DE) OUTRO

Leia mais

Acórdão 6a Turma RELAÇÃO DE EMPREGO. VENDEDOR AUTÔNOMO. A diferenciação central entre o vendedorempregado

Acórdão 6a Turma RELAÇÃO DE EMPREGO. VENDEDOR AUTÔNOMO. A diferenciação central entre o vendedorempregado Acórdão 6a Turma RELAÇÃO DE EMPREGO. VENDEDOR AUTÔNOMO. A diferenciação central entre o vendedorempregado e o vendedor autônomo situa-se na subordinação. Não demonstrada a subordinação, não pode ser reconhecido

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 8a Turma RECURSO ORDINÁRIO. VIGILANTE. JUSTA CAUSA. FALTAS SUCESSIVAS. NÃO JUSTIFICADAS. A desídia, em regra, não se caracteriza por um único ato e sim por um conjunto de atos faltosos de menor

Leia mais

I - R E L A T Ó R I O

I - R E L A T Ó R I O Acórdão 2a Turma INTEGRAÇÃO DAS HORAS EXTRAS AO 13º SALÁRIO. A Lei nº 4090/62, em seu artigo 1º, 1º, dispõe que a gratificação natalina corresponderá a 1/12 da remuneração devida em dezembro, multiplicada

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO Oitava Turma Publicacao: 23/09/2016 Ass. Digital em 21/09/2016 por JOSE MARLON DE FREITAS PODER JUDICIÁRIO Relator: JMF Revisor: MRV RECORRENTE - SBF COMÉRCIO DE PRODUTOS ESPORTIVOS LTDA. RECORRIDO - MILTON

Leia mais

PROCESSO: 0124000-34.2009.5.01.0057 - RTOrd

PROCESSO: 0124000-34.2009.5.01.0057 - RTOrd PROCESSO: 0124000-34.2009.5.01.0057 - RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma DEVOLUÇÃO DE DESCONTO. Inexistindo prova de que o desconto efetuado sobre as verbas resilitórias correspondiam ao pagamento antecipado de vales

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 6a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DO TOMADOR DE SERVIÇOS CONSTRUTORA INAPLICABILIDADE DA OJ 191 DO E. TST A Segunda Ré, por se tratar de construtora, não pode almejar

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 223 Registro: 2017.0000139094 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1044990-94.2016.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante LUISA MARIA BEZERRA REOVATO, é apelado PARTIFIB

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 7ª Turma MULTA DO ART. 467 DA CLT. ABRANGÊNCIA DA RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA. A responsabilidade subsidiária abrange todos os créditos trabalhistas, inclusive as multas. Inteligência da Súmula

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS MANIFESTAÇÃO DO INSS - PRECLUSÃO

CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS MANIFESTAÇÃO DO INSS - PRECLUSÃO Acórdão - 7a Turma CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS MANIFESTAÇÃO DO INSS - PRECLUSÃO O termo de conciliação, no item III (v. fls. 120) atribuiu natureza indenizatória ao aviso-prévio e nestes termos foi homologado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PROCESSO nº 0010453-15.2015.5.01.0248 (RO) RECORRENTES: HEBER DOS SANTOS SERRANO, SUBSEA7 DO BRASIL SERVIÇOS LTDA. RECORRIDO:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO Recorrente: MEGAFORT DISTRIBUIÇÃO IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA. Recorrida: CARLA GUIMARÃES DO AMARAL EMENTA: AJUDA DE CUSTO. VALOR SUPERIOR A 50% DO SALÁRIO DA TRABALHADORA. NATUREZA CONTRAPRESTATIVA.

Leia mais

PROCESSO: 00478-2003-066-01-00-7 RO

PROCESSO: 00478-2003-066-01-00-7 RO Acórdão 1a Turma EQUIPARAÇÃO SALARIAL. O fundamento principal para o deferimento da equiparação salarial, prevista no artigo 461 da CLT, é o pagamento de igual valor para o mesmo trabalho. Se não foi constatado,

Leia mais

Recorrente: Talita Motta Accioly. Recorrido: Clínica São Carlos S.A.

Recorrente: Talita Motta Accioly. Recorrido: Clínica São Carlos S.A. Recorrente: Talita Motta Accioly Recorrido: Clínica São Carlos S.A. CERTIFICO que, em sessão realizada nesta data, sob a Presidência do(a) Desembargador Federal do Trabalho Elma Pereira de Melo Carvalho

Leia mais

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO.

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO. Processo d. 001.2010.020128-2/001,.4k 4k ausnne - - -, Acórdão ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque Agravo de Instrumento -

Leia mais

''Conciliar também é realizarjustiça r TURMA CNJ: TRT: ) (RO)

''Conciliar também é realizarjustiça r TURMA CNJ: TRT: ) (RO) realizarjustiça r TURMA TRT: 28211-2015-006-09-004) V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de RECURSO ORDINÁRIO, provenientes da MM. 06 a VARA DO TRABALHO DE CURITIBA, PR, sendo Recorrente e Recorrido

Leia mais

O Sr(a) foi contratado(a) pela reclamante, para defender seus direitos. Os pedidos foram rejeitados na origem e mantidos pelo TRT da 9ª Região.

O Sr(a) foi contratado(a) pela reclamante, para defender seus direitos. Os pedidos foram rejeitados na origem e mantidos pelo TRT da 9ª Região. Peça 7 O Sr(a) foi contratado(a) pela reclamante, para defender seus direitos. Os pedidos foram rejeitados na origem e mantidos pelo TRT da 9ª Região. A Autora foi condenada ao pagamento de R$ 300,00 de

Leia mais

A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMCB/ean PREPOSTO. ADVOGADO. ATUAÇÃO SIMULTÂNEA. REVELIA.

A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMCB/ean PREPOSTO. ADVOGADO. ATUAÇÃO SIMULTÂNEA. REVELIA. A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMCB/ean RECURSO DE REVISTA. PREPOSTO. ADVOGADO. ATUAÇÃO SIMULTÂNEA. REVELIA. Este Tribunal tem se orientado no sentido de que é possível a atuação simultânea nas funções de advogado

Leia mais

PROCESSO nº (RO) RECORRENTE: SEST SERVICO SOCIAL DO TRANSPORTE, SENAT SERVICO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO TRANSPORTE

PROCESSO nº (RO) RECORRENTE: SEST SERVICO SOCIAL DO TRANSPORTE, SENAT SERVICO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO TRANSPORTE PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO Conciliar também é realizar justiça PROCESSO nº 0000435-71.2017.5.09.0011 (RO) RECORRENTE: SEST SERVICO SOCIAL DO TRANSPORTE,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma IGREJA VÍNCULO DE EMPREGO - NÃO CARACTERIZAÇÃO A prestação de serviços religiosos transcende aos limites de uma atividade tipicamente comercial, eis que, assentada na fé, vocação missionária

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0022300-36.2009.5.01.0341 - RTOrd ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. BASE DE CÁLCULO. O STF há muito, repudia a adoção do salário mínimo como base de cálculo para qualquer outra relação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO Primeira Turma Publicacao: 01/06/2016 Ass. Digital em 24/05/2016 por LUIZ OTAVIO LINHARES RENAULT Relator: LOLR Revisor: EJAL AGRAVANTE: AGRAVADO: BANCO BMG S.A. CLAUDIONOR ROBERTO BATISTA EMENTA:. LIQUIDAÇÃO

Leia mais

ACÓRDÃO RO Fl. 1. JUIZ CONVOCADO MARCOS FAGUNDES SALOMÃO Órgão Julgador: 11ª Turma

ACÓRDÃO RO Fl. 1. JUIZ CONVOCADO MARCOS FAGUNDES SALOMÃO Órgão Julgador: 11ª Turma 0000674-86.2015.5.04.0851 RO Fl. 1 JUIZ CONVOCADO MARCOS FAGUNDES SALOMÃO Órgão Julgador: 11ª Turma Recorrente: ODAIR ANTONIO SCHROH JUNIOR - Adv. Leonilde Bonnani de Albuquerque Recorrido: WIND POWER

Leia mais

Adoto o relatório da r. sentença de fs. 142/145, que julgou a ação improcedente. Embargos de declaração (fs. 149), julgou improcedente.

Adoto o relatório da r. sentença de fs. 142/145, que julgou a ação improcedente. Embargos de declaração (fs. 149), julgou improcedente. PROCESSO TRT/SP Nº 00558.2006.084.02.00-1 9ª Turma RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 84ª Vara do Trabalho de São Paulo RECORRENTE: RENATA AMARAL FERNANDES DAS SILVA RECORRIDO: ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA REITORIA

Leia mais

RELATÓRIO ADMISSIBILIDADE

RELATÓRIO ADMISSIBILIDADE RECORRENTE(S): LOJAS RENNER S/A (1) RAQUEL DA CONCEIÇÃO DOS SANTOS (2) RECORRIDO(S): OS MESMOS AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL DIREITO DO TRABALHADOR INAPLICABILIDADE DA REGRA EM FAVOR DO EMPREGADOR A Lei 12.506/2011,

Leia mais

ADVOCACIA ORNELLAS Dra. Rita de Cássia da Silva - OAB/SP

ADVOCACIA ORNELLAS Dra. Rita de Cássia da Silva - OAB/SP EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO. Autos nº 0000584-82.2014.5.02.0006 Acórdão Recurso Ordinário nº 20160230106 2ª Turma SIRLENE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. 33ª Câmara de Direito Privado TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Apelação nº

PODER JUDICIÁRIO. 33ª Câmara de Direito Privado TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Apelação nº fls. 302 Registro: 2018.0000110907 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1035907-57.2016.8.26.0002, da Comarca de São Paulo, em que é apelante/apelado, é apelado/apelante. ACORDAM,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma PRINCÍPIO DA UNIRRECORRIBILIDADE PRECLUSÃO CONSUMATIVA. O princípio da unirrecorribilidade, preconiza que o direito da parte de se insurgir contra o julgado que lhe foi desfavorável, se

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal 30/04/2015 PLENÁRIO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 590.415 SANTA CATARINA RELATOR RECTE.(S) : MIN. ROBERTO BARROSO :BANCO DO BRASIL S/A (SUCESSOR DO BANCO DO ESTADO DE SANTA CATARINA S/A - BESC) ADV.(A/S) : LUZIMAR

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO PI

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO PI FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO PI ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA Professor:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª Turma RECURSO ORDINÁRIO. PROFESSOR. HORAS EXTRAS. No mesmo estabelecimento de ensino, a jornada do professor está limitada ao máximo de quatro horas consecutivas ou seis horas intercaladas (art.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª Turma SALÁRIO POR FORA. RESCISÃO INDIRETA. A prática de pagamento de salários por fora sem a respectiva repercussão nas verbas salariais, configura descumprimento de obrigação contratual pela

Leia mais

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO. TRAVA BANCÁRIA. CÉDULAS DE CRÉDITO BANCÁRIO AMPARADAS PELA GARANTIA DA CESSÃO FIDUCIÁRIA NÃO PODEM SER CLASSIFICADAS COMO CRÉDITO EXTRACONCUAL, MAS, SIM, QUIROGRAFÁRIOS, UMA VEZ

Leia mais

pode ficar de fora. O plano de carreira está aí. Não perca esta oportunidade ; que, em razão

pode ficar de fora. O plano de carreira está aí. Não perca esta oportunidade ; que, em razão A C Ó R D Ã O 1ª TURMA Não se vislumbrando qualquer nexo de causalidade entre o procedimento dos reclamados e a invalidação do diploma do autor, descabe falar em dano material e moral, até porque não há

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/mal/AB/jn

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/mal/AB/jn A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/mal/AB/jn RECURSO DE REVISTA. NULIDADE DA SENTENÇA. NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. INTIMAÇÃO. PLURALIDADE DE ADVOGADOS. AUSÊNCIA DE PREJUÍZO. 1. A verificação da

Leia mais

EMENTA. 2. Recurso parcialmente conhecido e improvido. ACÓRDÃO

EMENTA. 2. Recurso parcialmente conhecido e improvido. ACÓRDÃO INCIDENTE DE UNIFORMIZAÇÃO JEF (PR E SC) Nº 2002.70.11.010420-0/PR RELATOR : Juiz JOÃO BATISTA LAZZARI RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RECORRIDO : Clovis Juarez Kemmerich : ORLANDA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.497.364 - GO (2014/0277069-8) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : GALAXY BRASIL LTDA ADVOGADOS : LUCIANO VALENTIM DE CASTRO E OUTRO(S) MARCELO RODRIGUES FELÍCIO RECORRIDO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251 A C Ó R D Ã O 8ª T U R M A TESTEMUNHA CLIENTE DO ADVOGADO DO AUTOR NÃO ACOLHIMENTO DA CONTRADITA, PORÉM APRECIADA COM RESERVAS POR PRESUMIR-SE QUE FOI ORIENTADA POR DEVER DE OFÍCIO. Entendo que o fato

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª Turma VÍNCULO DE EMPREGO. Admitida a prestação de serviços, a reclamada atraiu para si o ônus da prova de que a relação jurídica havida entre as partes não era de emprego. Entretanto,

Leia mais

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda.

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda. ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Recorrente: Buffet Amanda Ltda. Recorridos: Alex Sandro Farias de Oliveira Marina

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5a Turma ESTABILIDADE ACIDENTÁRIA ENTENDIMENTO DA SÚMULA 378, II, DO TST. Entendo que a condição para aquisição da estabilidade é o gozo do auxílio doença acidentário, não cabendo nesta demanada

Leia mais