PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO"

Transcrição

1 Página 1 de 10 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ORDEM DE SERVIÇO nº 01/2016-PROGRAD DATA: 4 de janeiro de 2016 SÚMULA: Determina a normatização do processo de matrícula on-line no ano letivo de 2016, para acadêmicos veteranos, seus procedimentos e cronograma. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, no uso das atribuições estatutárias e regimentais, Considerando a Resolução nº 028/2003-COU, alterada pela Resolução nº 069/2004-COU, que aprova o Regimento Geral da Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Considerando Resolução nº 138/2014-CEPE que aprova as diretrizes para o ensino de Graduação na Unioeste; Considerando a Resolução nº 213/2015-CEPE que aprova o calendário acadêmico para o ano letivo de 2016; Considerando a necessidade de normatizar o processo de matrícula on-line no ano letivo de 2016, para acadêmicos veteranos, aqueles que ingressaram em cursos de graduação até o ano de 2015, seus procedimentos e cronograma; Considerando o interesse institucional em fornecer condições para o pleno desenvolvimento das atividades acadêmicas durante o período letivo. DETERMINA: Art. 1º A realização de matrícula on-line para os acadêmicos veteranos dos cursos de graduação da Unioeste no Sistema de Gestão Acadêmica - Academus. Parágrafo único: A matrícula on-line não se aplica a alunos de cursos oriundos de programas especiais como PARFOR, Pedagogia para Educadores do Campo e turmas do curso de Direito do Campus de Marechal Cândido Rondon que iniciam as atividades no segundo semestre do ano letivo, a qual será realizada em formulário próprio no modelo tradicional, nas datas previstas em Calendário próprio, diretamente na Secretaria Acadêmica. Art. 2º O processo de matrícula on-line envolve a Pró-Reitoria de Graduação, Núcleo de Tecnologia da Informação, es, Secretarias Acadêmicas, Acadêmicos veteranos dos cursos de Graduação, Direções de Centro e Docentes e compreende o detalhamento previsto no anexo desta Ordem de Serviço. Parágrafo único. Todos os envolvidos são responsáveis pelos procedimentos estabelecidos nos prazos previstos, conforme cronograma constante no Anexo desta Ordem de Serviço e respondem coletivamente pelo cumprimento de todo o processo. Art. 3º Compete a Pró-Reitoria de Graduação a execução dos seguintes procedimentos referentes à matrícula on-line no Academus:

2 Página 2 de 10 I. elaborar calendário acadêmico para a realização de matrícula para acadêmicos veteranos; II. registrar, no sistema: a) as alterações ou novas grades curriculares; b) as disciplinas optativas/eletivas/diferenciadas; c) a estrutura curricular em vigor; d) o calendário acadêmico geral; e) a forma de oferta das disciplinas; f) as equivalências de disciplinas. Art. 4º Compete a Secretaria Acadêmica a execução dos seguintes procedimentos referentes à matrícula on-line no Academus: I. encerrar, no sistema, as turmas das disciplinas do ano letivo 2015; II. registrar, no sistema, a ênfase de curso escolhida pelo acadêmico, quando for o caso; III. cadastrar, no sistema, as turmas das disciplinas; IV. efetuar, no sistema, a troca de grade curricular do acadêmico, quando for o caso; V. atualizar, no sistema, a situação do acadêmico, quando for o caso; VI. realizar, no sistema, juntamente com o coordenador de curso, ações referentes ao procedimento de Análise de Turmas, para verificar possíveis ajustes, quando for o caso: a) registrar novas turmas, cancelar turmas ou alterar vagas; b) realocar o acadêmico nas turmas; VII. executar, no sistema, matrículas no período de Ajuste de Matrículas, juntamente com o acadêmico, considerando disponibilidade de horário e: a) indeferimentos no procedimento de Requerimento de Matrícula; b) turmas de disciplinas abertas após o período de Requerimento de Matrícula. VIII. liberar, no sistema, as turmas para registro de informações pelos docentes. Art. 5º Compete a Núcleo de Tecnologia da Informação a execução dos seguintes procedimentos referentes à matrícula on-line no Academus: I. executar, no sistema, o procedimento que disponibiliza para o acadêmico, as disciplinas sem aprovação, para o Requerimento de Matrícula; II. executar, no sistema, o procedimento Processamento de Requerimento de Matrícula para deferi-los ou não; III. executar, no sistema, o procedimento Efetivação de Requerimento de Matrícula, que efetiva as matrículas e sua distribuição nas turmas, de acordo com os requerimentos de matrículas deferidos; Art. 6º Compete ao a execução dos seguintes procedimentos referentes à matrícula on-line no Academus: I. encaminhar à Secretaria Acadêmica o número de vagas e a quantidade de grupos por turma, quando houver divisão de grupos e quando for diferente do estabelecido no PPP;

3 Página 3 de 10 II. informar à Prograd e à Secretaria Acadêmica as disciplinas optativas/eletivas/diferenciadas e sua forma de oferta, quando houver previsão em PPP; III. informar à Prograd e à Secretaria Acadêmica a forma de oferta das disciplinas, quando for diferente do estabelecido no PPP; IV. cadastrar, no sistema, os horários das turmas e, quando o docente estiver definido, alocá-lo à turma; V. realizar, juntamente com a Secretaria Acadêmica, ações referentes ao procedimento de Análise de Turmas, para verificar possíveis ajustes, quando for o caso: a) solicitar à Secretaria Acadêmica o registro de novas turmas, cancelamento de turmas ou alteração de vagas; b) cadastrar, no sistema, os horários de novas turmas; c) solicitar à Secretaria Acadêmica a realocação do acadêmico nas turmas; VI. encaminhar à Prograd as ementas das disciplinas optativas/eletivas/diferenciadas, quando não houver previsão em PPP. Art. 7º Compete ao Acadêmico a execução dos seguintes procedimentos referentes à matrícula on-line no Academus: I. requerer opção de ênfase de curso em formulário próprio, disponibilizado pela Secretaria Acadêmica, quando for o caso; II. consultar, no módulo web acadêmico, os horários de turmas de disciplinas; III. requerer, no módulo web acadêmico, matrícula em turmas de disciplinas em 2 fases sendo: a) 1ª fase nos 2 primeiros dias, somente em turmas do seu curso origem; b) 2ª fase nos 2 últimos dias, além das possibilidades prevista na 1ª fase, acadêmicos de todos os cursos poderão requerer matrícula em turmas de outros cursos que tenham vagas e que sejam equivalentes. IV. verificar no módulo web acadêmico, o Resultado do Requerimento de Matrícula; V. comparecer na Secretaria Acadêmica do campus de seu curso no período de Ajuste de Matrícula, que ocorre em 2 fases, para readequar a matrícula nas disciplinas que iniciam no 1º semestre e/ou 2º semestre do ano letivo, considerando disponibilidade de horário e: a) indeferimento de solicitações realizadas no procedimento de Requerimento de Matrícula; b) turmas de disciplinas abertas após o período de Requerimento de Matrícula; c) reprovação de disciplina ofertada no 1º semestre que seja pré-requisito de disciplina requerida para o 2º semestre Art. 8º Compete à Direção de Centro a execução dos seguintes procedimentos referentes à matrícula on-line no Academus: I. analisar, juntamente com o coordenador de curso, a necessidade de desdobramento de turmas;

4 Página 4 de 10 II. alocar docente à turma, no sistema, a fim de completar os casos em que o coordenador de curso não pôde fazer a definição; III. acompanhar e colaborar para o cumprimento da presente Ordem de Serviço e tomar as medidas administrativas cabíveis para a plena realização da matrícula on-line. Art. 9º Compete ao Docente registrar, no sistema, plano de ensino, nota, frequência e conteúdo programático ministrado nas turmas, encerrar a turma no módulo web docente e entregar na Secretaria Acadêmica o relatório com os resultados. Art. 10. Os casos omissos são resolvidos pela Pró-Reitoria de Graduação e, em grau de recurso, pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. Art. 11. Esta Ordem de Serviço entra em vigor na data de sua publicação. Publique-se. Cumpra-se. LILIAM FARIA PORTO BORGES Pró-Reitora de Graduação

5 Página 5 de 10 Anexo da Ordem de Serviço nº 01/2016-PROGRAD, de 4 de janeiro de Proposta de novos PPP s e alterações 2 Informar à PROGRAD e SA: - a forma de oferta de disciplinas quando diferentes do previsto no PPP; - as disciplinas Optativas/eletivas que serão ofertadas e sua forma de oferta 3 Realizar a opção pela Ênfase SA e Acadêmico /12/ Cadastrar optativas PROGRAD 9 22/12/ Cadastrar calendário acadêmico geral 6 Cadastrar: - nova grade curricular e equivalências; - Grades Vigentes 7 Informar à SA a quantidade de grupos e vagas nas turmas 2016 PROGRAD 9 22/12/ /12/2015 Nota para a SA: a PROGRAD só atualizará a forma de oferta ao término do ano letivo vigente, devido às turmas em andamento. Assim, a SA deverá observar as mudanças de forma de oferta no momento da criação das turmas 2016, pois a forma de oferta na Grade ainda não estará atualizada no sistema, ou seja, estará de acordo com Além disto, a PROGRAD também atualiza a forma de oferta conforme o PPP, pois as mudanças de oferta solicitadas pela coordenação são vigentes por um prazo. Resumo: SA registrará as turmas 2016 de acordo com o PPP e os memorandos da coordenação, desconsiderando a forma de oferta das Grades do sistema. 18/12/ Este item aplica-se aos cursos que tem definição de ênfase no decorrer do curso; - SA enviará documento (GR- 142) para que o acadêmico faça a opção pela Ênfase, a fim de gerar dados para o Requerimento de matrícula. PROGRAD 9 20/11/ /12/2015 CEPE ordinário 19/11/2015 CEPE extraordinário Previsão 10/12/ /01/ A SA cadastrará a quantidade de grupos prevista no PPP; - Se a quantidade de grupos for menor que o previsto no PPP, o coordenador deverá informar à SA;

6 Página 6 de 10 - Se a quantidade de grupos for maior que o previsto no PPP, o coordenador deverá encaminhar solicitação à Diretoria de Ensino da PROGRAD para análise; - Vagas sem divisão de grupos: nº vagas do curso; - Vagas com divisão em grupos: cálculo padrão: nº vagas do curso/nº de grupos previstos no PPP. Se for maior que o cálculo padrão, estes dados deverão ser informados à SA; - se a turma não admitir acadêmicos de outros cursos, o coordenador deverá informar à SA - Após o Processamento de Requerimentos pode-se modificar o nº de vagas e criar mais turmas (desdobramento). 8 Informar à PROGRAD ementas de optativas 9 20/01/2016 As ementas de optativas que não constam no PPP 9 Cadastrar as Turmas Fechar Digitação sem exame 11 Fechar Digitação com exame SA 13 21/01/ /01/ Vagas: ver item 7 - Cuidado com a forma de oferta - Padronização dos nomes das turmas - Grupos das práticas, conforme PPP ou documento enviado pela Coordenação do Curso (ver item 7) - Forma de oferta: ver item 2 - Turmas com disciplinas comuns nas Habilitações, criar apenas uma turma de oferta quando os acadêmicos cursarem no mesmo horário. Docente 02/03/ O resultado da disciplina é utilizado na verificação de requisito no Requerimento de Docente 15/03/2016 Matrícula 12 Fechar Turma SA 18/03/ Cadastrar os horários nas turmas 14 01/02/ /03/ Os horários serão mostrados aos acadêmicos no Requerimento de Matrícula - Alocar docente à turma, quando já está definido; - Cuidado com o uso de

7 Página 7 de Consulta às turmas/horários publicados 15 Atualizar forma de oferta de disciplinas 16 Troca de Grade SA após o 8 e Atualizar situação de acadêmicos que não estejam cursando em Atualizar situação de acadêmicos que voltarão a ser cursando 19 Gerar dados para Requerimento de matrícula 20 Requerimento de Matrícula Frequência Especial, pois nestes casos o sistema não tem como verificar conflito de horários no momento do Requerimento; - deve orientar os acadêmicos do curso quando os separa em grupos por algum critério, a fim de que no Requerimento de Matrícula os acadêmicos selecionem o grupo correto na Turma, visto que o sistema não fará este tipo de restrição; - poderá cadastrar observações para cada turma, a fim de orientar os acadêmicos na escolha dos grupos das turmas, quando houver. Acadêmico após o 13 14/03/2016 Divulgação das turmas aos acadêmicos no módulo web acadêmico. PROGRAD após o 12 21/03/ /03/2016 Após o encerramento das turmas do ano letivo de 2015 SA após o 12 e 19 SA 19 NTI após o 12 e 20 Acadêmico 21/03/ /03/2016 Havendo casos de alterações de PPPs que a implantação seja aplicada às turmas em andamento 21/03/ /03/2016 Os acadêmicos que estão com situação cursando e a situação for diferente para 2016, deverão ser atualizados a fim de serem impedidos de fazer o Requerimento de Matrícula: abandono por falta de frequência, jubilados, cancelado por abandono; GR-70: Acadêmicos com Abandono por Falta de Frequência por Campus, Curso e Série pode auxiliar o registro. 21/03/ /03/2016 Acadêmicos com situação = trancado ou abandono 28/03/ /03/ O NTI gerará as disciplinas sem aprovação por acadêmico; após o 19 29/03/ /04/ Curso PARFOR e Pedagogia para Educadores do Campo tem calendário diferenciado e não

8 Página 8 de Processamento de Requerimentos 22 Análise de Turmas e SA será feito on-line - Exclusivo para acadêmicos veteranos e com situação cursando - Os requerimentos de matrícula ocorrerão para turmas dos 2 semestres do período letivo; Considerando que a matrícula na UNIOESTE ocorre apenas no início do ano letivo, será realizada uma consistência de pré-requisito diferenciada no seguinte caso: - Validação de requisito de disciplinas semestralizadas e que ocorrem no mesmo ano letivo (caso de disciplina onde um prérequisito seja cursado no 1º semestre disciplina A e a outra no 2º semestre Disciplina B ): O Requerimento de Matrícula permitirá o requerer a disciplina B, desde que a disciplina A já esteja aprovada OU tenha matrícula no 1º semestre do mesmo ano da Disciplina A e que a forma de oferta da Disciplina A e B sejam semestral. O deferimento ou indeferimento do requerimento da disciplina B só acontecerá na metade do ano, quando a SA deverá executar a atividade Processamento de Requerimentos para os casos que ficaram pendentes no início do ano letivo; SA após o 20 04/04/ /04/ o NTI executará o processamento dos requerimentos de matrículas no sistema, a fim de deferir ou não o requerimento; junto com o 21 04/04/ /04/2016 Analisar o resultado do processo Processamento de Requerimentos, a fim de verificar a possibilidade de: - Criar turmas de desdobramento e/ou ajustar vagas de turmas para tentar aceitar os requerimentos que não foram aceitos por falta de vaga; - Alterar a turma solicitada pelo acadêmico; - cancelar turmas que não serão mais necessárias (ex.: foram criados 5 grupos de prática, mas 3 serão suficientes, considerando o total de

9 Página 9 de Solicitar criação de turmas para desdobramento e/ou aumentar vagas 24 Criar turmas de readequação e/ou aumentar vagas 25 Cadastrar os horários nas turmas de readequação 26 Consulta ao Resultado do Requerimento de matrícula 27 Efetivação de Requerimento de Matrícula deferidos 28 Alocar docentes à turma 29 Ajuste de Matrículas na SA junto com o 22 04/04/ /04/2016 SA após o 23 04/04/ /04/2016 após o 24 04/04/ /04/2016 requerimentos; - Após os ajustes, rodar o Processamento de Requerimentos novamente; A análise e o Preenchimento poderão ser feitos várias vezes Os itens 23, 24 e 25 fazem parte deste item. Acadêmico após 22 07/04/2016 Acadêmicos visualizam o resultado das solicitações feitas no Requerimento de Matrícula no módulo web acadêmico. NTI após 22 07/04/ /04/2016 Processo que gerará as matrículas e ensalamentos, a partir dos requerimentos de matrícula deferidos. Direção de Centro SA e Acadêmico 04/04/ A Coordenação no momento de cadastrar os horários já fez grande parte desta atividade, mas as Direções de Centro deverão fazer das turmas que ainda não tem os docentes alocados; - Também tem os casos de docentes que ministram aulas em cursos de outros Centros, os quais devem ser definidos por seus centros de lotação; - Se o docente não for definido na turma Requerimento de Matrícula, o acadêmico não saberá qual o docente da turma; após o 27 12/04/ /04/2016 O acadêmico deve comparecer na Secretaria Acadêmica para realizar matrículas previstas no período de Ajuste de Matrícula, considerando disponibilidade de horário e: 1. indeferimento de solicitações realizadas no procedimento de

10 Página 10 de Liberação das turmas para docentes para registro de informações Requerimento de Matrícula; 2. turmas de disciplinas abertas após o período de Requerimento de Matrícula; SA deve fazer as matrículas da forma tradicional, diretamente nos cadastros de matrícula e ensalamento já existentes no desktop SA após 29 18/04/ SA executará o processo que alterará a visibilidade das turmas de forma a disponibilizálas no módulo web docente para atualizações, como ajustar horário, lançar frequência, conteúdo, notas; - Docentes deverão ser comunicados que ainda poderão ocorrer ajustes que não foram sanados durante o processo de Ajuste de Matrículas na 2ª semana de aulas, o que pode afetar a relação de acadêmicos nas turmas - Relatórios poderão ser emitidos a qualquer momento 31 Ajustar desistentes SA após o 29 18/04/ /04/2016 Emitir relatórios para alterar a situação cursando dos acadêmicos que não fizeram matrícula

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ORDEM DE SERVIÇO nº 01/2014-PROGRAD DATA: 23 de outubro de 2014. SÚMULA: Determina a normatização do processo de matrícula on-line no ano letivo de 2015, para acadêmicos veteranos,

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 001/2015-PROGRAD/UNIOESTE

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 001/2015-PROGRAD/UNIOESTE INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 001/2015-PROGRAD/UNIOESTE A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, Considerando os

Leia mais

Objetivo do Portal da Gestão Escolar

Objetivo do Portal da Gestão Escolar Antes de Iniciar Ambiente de Produção: É o sistema que contem os dados reais e atuais, é nele que se trabalha no dia a dia. Neste ambiente deve-se evitar fazer testes e alterações de dados sem a certeza

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 2º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 2º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 2º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição e matrícula

Leia mais

RESOLUÇÃO/CONSUNI Nº05/2012. Regulamenta os Cursos de Pós- Graduação Lato Sensu. RESOLVE

RESOLUÇÃO/CONSUNI Nº05/2012. Regulamenta os Cursos de Pós- Graduação Lato Sensu. RESOLVE RESOLUÇÃO/CONSUNI Nº05/2012 Regulamenta os Cursos de Pós- Graduação Lato Sensu. O Presidente do Conselho Universitário do Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI, no

Leia mais

EDITAL N.º 09/2014 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE MATRÍCULA PARA OS CURSOS TÉCNICOS, CONCOMITANTES E SUBSEQUENTES AO ENSINO MÉDIO

EDITAL N.º 09/2014 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE MATRÍCULA PARA OS CURSOS TÉCNICOS, CONCOMITANTES E SUBSEQUENTES AO ENSINO MÉDIO EDITAL N.º 09/2014 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE MATRÍCULA PARA OS CURSOS TÉCNICOS, CONCOMITANTES E SUBSEQUENTES AO ENSINO MÉDIO O, mantido pela Associação Paranaense de Cultura, torna pública a abertura

Leia mais

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 05/2012

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 05/2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br RESOLUÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 24 de abril de 2014.

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 24 de abril de 2014. RESOLUÇÃO CAS Nº 04/2014 DISPÕE A CRIAÇÃO E REGULAMENTAÇÃO DO NÚCLEO DE PRÁTICAS CONTÁBEIS VINCULADO AO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DAS FACULDADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS FEMA. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 006//2015-CEPE/UNESPAR

RESOLUÇÃO Nº 006//2015-CEPE/UNESPAR RESOLUÇÃO Nº 006//2015-CEPE/UNESPAR Considerando o art. 208, inciso V, da Constituição Federal; Aprova o Regulamento do Processo Seletivo de Ingresso, Próprio e Unificado Concurso Vestibular 2015/2016,

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 37130-00 Alfenas - MG RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA

Leia mais

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS - IIP PROGEPE Nº 001/2016 PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS - IIP PROGEPE Nº 001/2016 PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS - IIP PROGEPE Nº 001/2016 PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Dispõe sobre os procedimentos para afastamento parcial, no país, ou integral, no país ou no

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO Institui o Regulamento dos cursos de Pós-graduação lato sensu Especialização em da Escola de Direito de Brasília EDB, mantida pelo Instituto

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS CEPh/FACTO

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS CEPh/FACTO REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS CEPh/FACTO A FACTO, em cumprimento a Resolução nº. 196, do Conselho Nacional de Saúde (CNS/MS), expedida

Leia mais

RESOLVE: Art. 1º Entende-se por trancamento de curso a interrupção temporária de todas as atividades acadêmicas.

RESOLVE: Art. 1º Entende-se por trancamento de curso a interrupção temporária de todas as atividades acadêmicas. INSTRUÇÃO NORMATIVA N 01/16 PROGRAD Regulamenta os procedimentos administrativos de trancamento de curso de que trata a Resolução 97-A/15- CEPE no âmbito dos cursos de graduação e educação profissional

Leia mais

EDITAL Nº 16/2015 INGRESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR (MATRÍCULA ESPECIAL)

EDITAL Nº 16/2015 INGRESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR (MATRÍCULA ESPECIAL) EDITAL Nº 16/2015 INGRESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR (MATRÍCULA ESPECIAL) A Direção Acadêmica e Administrativada Faculdade Guanambi, no uso de suas atribuições legais, em atendimento ao

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH

Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO Art. 1º O Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH (NAPMED-BH) foi criado

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO -

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - CAPÍTULO I Da Natureza, das Finalidades e dos Objetivos Art.

Leia mais

PORTARIA Nº079/2010. A PRÓ-REITORA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS, usando de suas atribuições estatutárias, e

PORTARIA Nº079/2010. A PRÓ-REITORA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS, usando de suas atribuições estatutárias, e PORTARIA Nº079/2010 Regulamenta a operacionalização da matrícula em disciplina a cada semestre. A PRÓ-REITORA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS, usando de suas atribuições estatutárias,

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES MONITORES PARA O CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES MONITORES PARA O CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES MONITORES PARA O CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO A Diretoria da FCHPE e a Coordenação do Curso de Direito da Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco, com base no ANEXO

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este regulamento disciplina o Trabalho de Conclusão de Curso - TCC dos Cursos das Faculdades Integradas Hélio Alonso,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 025/2003-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 025/2003-CEPE RESOLUÇÃO Nº 025/2003-CEPE Aprova Regulamento de Atividades Acadêmicas Complementares. Considerando o contido na Resolução nº 003/2003-CEPE, de 30 de janeiro de 2003, que Aprova as Diretrizes do Ensino

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 48/2015, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2015. TÍTULO I Projeto de Pesquisa - Caracterização

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 48/2015, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2015. TÍTULO I Projeto de Pesquisa - Caracterização MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA outubro/2010

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 010/2015 CURSOS

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 010/2015 CURSOS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 010/2015 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

MANUAL DO COORDENADOR DE CURSO. CENTRO DE PESQUISA E SUPORTE EM TECNOLOGIA CETEC UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS FEV/2017 (att.

MANUAL DO COORDENADOR DE CURSO. CENTRO DE PESQUISA E SUPORTE EM TECNOLOGIA CETEC UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS FEV/2017 (att. MANUAL DO COORDENADOR DE CURSO CENTRO DE PESQUISA E SUPORTE EM TECNOLOGIA CETEC UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS FEV/2017 (att. 17/05/2017) ACESSO AO SISTEMA ACADÊMICO O sistema acadêmico utilizado pela

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS EDITAL DE INCENTIVO À CAPACITAÇÃO EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DESTINADO AOS SERVIDORES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO

Leia mais

A Reserva de Vaga só poderá ser feita para o SEU CURSO e para o SEU TURNO, respeitando sempre os PRÉ-REQUISITOS.

A Reserva de Vaga só poderá ser feita para o SEU CURSO e para o SEU TURNO, respeitando sempre os PRÉ-REQUISITOS. INFORMATIVO DE MATRÍCULA Prezado Acadêmico, Você está recebendo o informativo do processo de matrícula dos cursos de graduação, para o primeiro semestre de 2009, que será feito via internet. Para realizar

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Barbara-BA. A Prefeitura Municipal de Santa Barbara, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR.

Prefeitura Municipal de Santa Barbara-BA. A Prefeitura Municipal de Santa Barbara, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. ANO. 2015 DIÁRIO DO MUNICÍPIO DE SANTA BARBARA - BAHIA PODER EXECUTIVO A Prefeitura Municipal de Santa Barbara, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. 1 RESOLUÇÃO SEDUC Nº

Leia mais

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico Credenciada pela portaria: MEC 292, de 15.02.2001 DOU Nº 35-E, de 19.02.2001, Seção 1 RESOLUÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005.

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE UBERABA-MG CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. Aprova o Regulamento de Estágio dos Cursos do Centro Federal de

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPE N o 014, DE 25 DE ABRIL DE Aprova Regulamento de Monitoria para os Cursos de Graduação a Distância, da UEPG.

RESOLUÇÃO CEPE N o 014, DE 25 DE ABRIL DE Aprova Regulamento de Monitoria para os Cursos de Graduação a Distância, da UEPG. RESOLUÇÃO CEPE N o 014, DE 25 DE ABRIL DE 2017. Aprova Regulamento de Monitoria para os Cursos de Graduação a Distância, da UEPG. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA. RESOLUÇÃO 01/ FEE - de 06 de maio de 2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA. RESOLUÇÃO 01/ FEE - de 06 de maio de 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA RESOLUÇÃO 01/ 2011 - FEE - de 06 de maio de 2011 Estabelece as diretrizes para a elaboração de Trabalho de Conclusão

Leia mais

EDITAL Nº 13/2016-PROGRAD. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no uso de suas atribuições, considerando:

EDITAL Nº 13/2016-PROGRAD. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no uso de suas atribuições, considerando: EDITAL Nº 13/2016-PROGRAD ABERTURA DAS INSCRIÇÕES PARA A PRIMEIRA ETAPA DO PROGRAMA DE OCUPAÇÃO DE VAGAS OCIOSAS DA UNIOESTE PROVOU PARA O ANO LETIVO DE 2016 A Pró-Reitora de Graduação da Universidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CONSELHO COORDENADOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO 14/2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CONSELHO COORDENADOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO 14/2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CONSELHO COORDENADOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO 14/2010 EMENTA: Fixa o Calendário Acadêmico-Administrativo do Ensino de Graduação,

Leia mais

1.3 - A taxa de inscrição, que não será devolvida em hipótese nenhuma, terá o valor de R$ 25,00.

1.3 - A taxa de inscrição, que não será devolvida em hipótese nenhuma, terá o valor de R$ 25,00. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE OUTRAS CAPTAÇÕES UNA 2016/2º - PARA OS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA, FACULDADE UNA DE BETIM E A FACULDADE UNA DE CONTAGEM A Vice-Reitoria do Centro Universitário

Leia mais

FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE

FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE CURSO DE ADMINISTRAÇAO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇAO (ESA) CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - O Estágio Supervisionado do Curso

Leia mais

FACULDADE PITAGORAS EDITAL 01/16 PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE PITAGORAS - SÃO LUIS

FACULDADE PITAGORAS EDITAL 01/16 PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE PITAGORAS - SÃO LUIS EDITAL 01/16 PROGRAMA DE MONITORIA DA - SÃO LUIS O Diretor Geral da Faculdade Pitágoras, através da Núcleo de Atendimento Institucional - NAI, no uso de suas atribuições regimentais e de acordo com o que

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13/2016 Aprova a Sistemática para Registro e Acompanhamento das Atividades de Ensino do IFPE. A Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS DIRETORIA DE CONTROLE ACADÊMICO COORDENAÇÃO DE APOIO ACADÊMICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS DIRETORIA DE CONTROLE ACADÊMICO COORDENAÇÃO DE APOIO ACADÊMICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS DIRETORIA DE CONTROLE ACADÊMICO COORDENAÇÃO DE APOIO ACADÊMICO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA Cronograma de Monitoria para

Leia mais

EDITAL PROPES Nº 02/2015

EDITAL PROPES Nº 02/2015 EDITAL PROPES Nº 02/2015 Dispõe sobre o Processo Seletivo do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Inovação Social com ênfase em Economia Solidária e Agroecologia O Reitor do Instituto Federal de Educaç

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU IFCE

REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU IFCE REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU IFCE TÍTULO I - DA NATUREZA E DAS FINALIDADES CAPÍTULO I - DA CONSTITUIÇÃO E DOS OBJETIVOS CAPÍTULO II - DA IMPLANTAÇÃO E DO OFERECIMENTO TITULO II - DA

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE PEDAGOGIA 2016.1 MANTENEDORA Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão LTDA MANTIDA Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão Facema DIRETORIA Maria

Leia mais

EDITAL Nº 002/2016- PARFOR/PREG, DE 01 DE ABRIL DE 2016.

EDITAL Nº 002/2016- PARFOR/PREG, DE 01 DE ABRIL DE 2016. EDITAL Nº 002/2016- PARFOR/PREG, DE 01 DE ABRIL DE 2016. RELATIVO AO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSOR FORMADOR, PROFESSOR ORIENTADOR E SUPERVISOR DE ESTÁGIO PARA O PARFOR/UESPI 2016.1. A Pró-Reitoria

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO A Lei Federal Nº 11.788/2008 em seu Art. 2 1º, determina que Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Para

Leia mais

Índice O que é quadro de horários O que é o ajuste de quadro de horário Quem pode realizar o ajuste de quadro de horário

Índice O que é quadro de horários O que é o ajuste de quadro de horário Quem pode realizar o ajuste de quadro de horário Índice O que é quadro de horários 2 O que é o ajuste de quadro de horário 2 Quem pode realizar o ajuste de quadro de horário 2 Como o ajuste de quadro de horário influencia o valor de sua mensalidade 3

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Faculdade de Direito de Alta Floresta - FADAF

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Faculdade de Direito de Alta Floresta - FADAF REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Faculdade de Direito de Alta Floresta - FADAF 2010 SUMÁRIO TITULO I... 3 DA CONCEITUAÇÃO DO PROGRAMA... 3 CAPÍTULO I... 3 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 3

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB PARTE I - DOS ASPECTOS GERAIS DO ESTÁGIO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB PARTE I - DOS ASPECTOS GERAIS DO ESTÁGIO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB PARTE I - DOS ASPECTOS GERAIS DO ESTÁGIO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO Art. 1º - Este regulamento tem por finalidade, fixar

Leia mais

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu será

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu será EDITAL DC/BP-NPL 3/2014 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU DO CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF NO 2º SEMESTRE DE 2014. A Diretora

Leia mais

Edital. Processo Seletivo (Notas do Enem) 2016 2º Semestre. 79 3214-6300 www.faculdadesaoluisdefranca.com.br

Edital. Processo Seletivo (Notas do Enem) 2016 2º Semestre. 79 3214-6300 www.faculdadesaoluisdefranca.com.br Edital Processo Seletivo (Notas do Enem) 2016 2º Semestre 79 32146300 www.faculdadesaoluisdefranca.com.br FACULDADE SÃO LUÍS DE FRANÇA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO (NOTAS DO ENEM) 2016 2º Semestre A Sociedade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CALENDÁRIO ACADÊMICO-ADMINISTRATIVO CAMPUS JOAQUIM AMAZONAS - RECIFE PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CALENDÁRIO ACADÊMICO-ADMINISTRATIVO CAMPUS JOAQUIM AMAZONAS - RECIFE PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO 2011. PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO 2011.1 22/11/2010 a 22/01/2011 Período para recebimento, pela UFPE, de solicitações de estudantes de outras IFES interessados em participar do Programa de Mobilidade Acadêmica

Leia mais

REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA Faculdade Metropolitana São Carlos - FAMESC

REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA Faculdade Metropolitana São Carlos - FAMESC REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA Faculdade Metropolitana São Carlos - FAMESC Bom Jesus do Itabapoana RJ Atualizado em 2017 REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA Art. 1º - O presente Regimento tem por finalidade estabelecer

Leia mais

MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU APRESENTAÇÃO A disputa por uma vaga no mercado de trabalho está cada vez mais intensa, tornando os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu indispensáveis. Fazê-los em uma

Leia mais

EDITAL N. 03, DE 08 DE JULHO DE 2015

EDITAL N. 03, DE 08 DE JULHO DE 2015 1 EDITAL N. 03, DE 08 DE JULHO DE 2015 Regulamenta o Processo Seletivo para ingresso no curso de Graduação em Medicina da Faculdade Alfredo Nasser, no 2º semestre letivo de 2015, na condição de Transferido

Leia mais

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO O PRÓ-REITOR DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ (IFPR), no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO ADMINISTRATIVO 2010 CAMPUS DO RECIFE PRIMEIRO SEMESTRE

CALENDÁRIO ACADÊMICO ADMINISTRATIVO 2010 CAMPUS DO RECIFE PRIMEIRO SEMESTRE 07/12/2009 a 12/02/2010 CALENDÁRIO ACADÊMICO ADMINISTRATIVO 2010 PRIMEIRO SEMESTRE participar da MOBILIDADE ESTUDANTIL ANDIFES para 2010.1. 01/01/2010 Feriado - Confraternização Universal 17/01/2010 Edital

Leia mais

Como realizar matrícula online no SIGAA

Como realizar matrícula online no SIGAA Como realizar matrícula online no SIGAA Esta funcionalidade permite que o usuário realize sua matrícula on-line em componentes curriculares ofertados. Vale ressaltar que o ato de realizar a matrícula não

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 139/2009/CONEPE Aprova alteração nas Normas Específicas do Estágio

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º. Este Regulamento estabelece as políticas básicas das

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2018

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2018 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2018 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO:

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: Art.1º Estágio Supervisionado é disciplina oferecida aos alunos regularmente matriculados no oitavo e nono período

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

JULHO CATEGORIA DIA HORÁRIO

JULHO CATEGORIA DIA HORÁRIO JULHO CALOUR@S 1ª chamada VETERAN@S* INGRESSOS ESPECIAIS (Aprovados na seleção de maio de 2012 para Transferências, Retornos e Reingressos para 2012/2) 12 e 13 (quinta e sexta) 14 a 18 (sábado à quarta)

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para

Leia mais

MANUAL DO COORDENADOR DE CURSO CENTRO DE PESQUISA E SUPORTE EM TECNOLOGIA CETEC UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS FEV/2017

MANUAL DO COORDENADOR DE CURSO CENTRO DE PESQUISA E SUPORTE EM TECNOLOGIA CETEC UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS FEV/2017 MANUAL DO COORDENADOR DE CURSO CENTRO DE PESQUISA E SUPORTE EM TECNOLOGIA CETEC UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS FEV/2017 ACESSO AO SISTEMA ACADÊMICO O sistema acadêmico utilizado pela Uneal é o SolisGE

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO EMPRESARIAL 1º Semestre de 2018

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO EMPRESARIAL 1º Semestre de 2018 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO EMPRESARIAL 1º Semestre de 2018 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Psicologia é uma atividade obrigatória, em consonância

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO GERAL PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO GERAL PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Os cursos de pós-graduação lato sensu do Centro Universitário Ritter dos Reis/UniRitter orientam-se

Leia mais

FACULDADE IBGEN INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO DE NEGÓCIOS. Processo Seletivo 2016/2

FACULDADE IBGEN INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO DE NEGÓCIOS. Processo Seletivo 2016/2 FACULDADE IBGEN INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO DE NEGÓCIOS Processo Seletivo 2016/2 O Diretor Geral da Faculdade IBGEN Instituto Brasileiro de Gestão de Negócios, e da Faculdade FACCENTRO torna público

Leia mais

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO OBJETO E SUAS FINALIDADES CAPÍTULO II DA COMPOSIÇÃO

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO OBJETO E SUAS FINALIDADES CAPÍTULO II DA COMPOSIÇÃO M A T E R N I D A D E - E S C O L A COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO OBJETO E SUAS FINALIDADES ARTIGO 1 0 O COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DA MATERNIDADE ESCOLA DA UNIVERSIDADE

Leia mais

Índice O que é quadro de horários O que é o ajuste de quadro de horário Quem pode realizar o ajuste de quadro de horário

Índice O que é quadro de horários O que é o ajuste de quadro de horário Quem pode realizar o ajuste de quadro de horário Índice O que é quadro de horários 2 O que é o ajuste de quadro de horário 2 Quem pode realizar o ajuste de quadro de horário 2 Como o ajuste de quadro de horário influencia o valor de sua mensalidade 2

Leia mais

REGULAMENTO DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU A melhor Escola de Negócios do Centro-Oeste Informações: 0800 62 1080 www.alfa.br/posgraduacao 2016 REGULAMENTO DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR

Leia mais

RESOLUÇÃO CGRAD 55/15, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO CGRAD 55/15, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO CGRAD 55/15, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015 Aprova o calendário letivo detalhado do primeiro semestre do ano de 2016 do Curso de Engenharia de Computação ministrado em Timóteo. O PRESIDENTE DO DO

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE BATISTA DE MINAS GERAIS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE BATISTA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES FACULDADE BATISTA DE MINAS GERAIS Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades do Trabalho

Leia mais

Guia de Solicitação de Matrícula Discente Ano-período:

Guia de Solicitação de Matrícula Discente Ano-período: Universidade Federal do Oeste do Pará Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação Contato: sistemas.ctic@ufopa.edu.br Guia de Solicitação de Matrícula Discente Ano-período: 2013.2 Índice 1. Apresentação

Leia mais

FACULDADE DE TEOLOGIA - FAT

FACULDADE DE TEOLOGIA - FAT VOTO CONSU 2012-16 DE 26/04/2012 CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO - UNASP FACULDADE DE TEOLOGIA - FAT REGIMENTO 2012 2 SUMÁRIO TÍTULO I DA FACULDADE, SEUS FINS E OBJETIVOS... 3 TÍTULO II DA

Leia mais

EDITAL Nº 26/2015 CEAD/UFPI

EDITAL Nº 26/2015 CEAD/UFPI 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA CEAD Universidade Aberta do Brasil UAB/UFPI Rua Olavo Bilac, 1148 Centro Sul CEP 64001 280 Teresina PI Site:

Leia mais

EDITAL N.º 001/ProEn-SecEx/2012

EDITAL N.º 001/ProEn-SecEx/2012 EDITAL N.º 001/ProEn-SecEx/2012 DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA - COLÉGIO DE APLICAÇÃO DA UNIVALI. A Pró-Reitora de Ensino da Universidade do Vale

Leia mais

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES NORMATIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE MONITORIA 1.1 - O presente documento reúne as normas estabelecidas para o Programa de Monitoria desenvolvido no Instituto

Leia mais

EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014

EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014 Serviço Público Federal EDITAL Nº 26/2014 DE 11 DE ABRIL DE 2014 CERTIFICAÇÃO DE CONHECIMENTOS - INFORMÁTICA 1 SEMESTRE LETIVO DE 2014 O Diretor do do, no uso de suas atribuições estatutárias, torna público,

Leia mais

REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA E/OU ADAPTAÇÃO Faculdade Metropolitana São Carlos - FAMESC

REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA E/OU ADAPTAÇÃO Faculdade Metropolitana São Carlos - FAMESC REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA E/OU ADAPTAÇÃO Faculdade Metropolitana São Carlos - FAMESC Bom Jesus do Itabapoana Atualizado em 2017 REGIMENTO DE DEPENDÊNCIA E/OU ADAPTAÇÃO Art. 1º - O presente Regimento tem

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 1º Semestre de 2018

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 1º Semestre de 2018 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 1º Semestre de 2018 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição e matrícula

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DAS ATRIBUIÇÕES DO COLEGIADO

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DAS ATRIBUIÇÕES DO COLEGIADO REGULAMENTO DO COLEGIADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO DO IF BAIANO CAMPUS SENHOR DO BONFIM (Aprovado pela reunião de Colegiado do curso de Licenciatura em Ciências da Computação em

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA GESTÃO ESTRATÉGICA EM SEGUROS 1º Semestre de 2017

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA GESTÃO ESTRATÉGICA EM SEGUROS 1º Semestre de 2017 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA GESTÃO ESTRATÉGICA EM SEGUROS 1º Semestre de 2017 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas

Leia mais

REGULAMENTO ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS UTFPR

REGULAMENTO ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional REGULAMENTO DA ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA DOS CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Aprovado pelo CONSUNI Nº15 em 24/05/2016 ÍNDICE CAPITULO I Da Constituição,

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO PALMAS/2011 SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA NATUREZA...03 CAPÍTULO II - DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO...03 Seção I - Da

Leia mais

Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação

Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação Normas de Estágio Supervisionado do Aprova as Normas de Estágio Supervisionado do Bacharelado em Ciência da Computação, em conformidade com a Lei de Estágio - Lei Federal Nº 11.788 de 25 de setembro de

Leia mais

CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) REUNIÃO DE 08 DE SETEMBRO DE 2009

CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) REUNIÃO DE 08 DE SETEMBRO DE 2009 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) REUNIÃO DE 08 DE SETEMBRO DE 2009 INTERESSADO: Diretoria de Ensino ASSUNTO: REGULAMENTAÇÃO Alteração de Regulamentação de procedimentos operativos do processo

Leia mais

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac 2 TÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS Artigo 1º - Os Cursos da FELM mantém estágios curriculares supervisionados que se constituem

Leia mais

A Reitora da Universidade Federal de São Carlos, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

A Reitora da Universidade Federal de São Carlos, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS Gabinete do Reitor Via Washington Luís, km 235 Caixa Postal 676 13565-905 São Carlos SP - Brasil Fones: (16) 3351-8101/3351-8102 Fax: (16) 3361-4846/3361-2081 E-mail:

Leia mais

Regulamento Institucional da Biblioteca Central UNISEPE

Regulamento Institucional da Biblioteca Central UNISEPE Regulamento Institucional da Biblioteca Central UNISEPE Capítulo I Da Natureza e Finalidade A Biblioteca Central UNISEPE - União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa - tem natureza administrativa

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM COMISSÃO ORGANIZADORA Solange Fonseca Marquione Gomes Raquel Munis Suelen Gomes 2 SUMÁRIO 1 - CURSOS OFERECIDOS 04 2 - AGENDA

Leia mais

Processo Seletivo 2º semestre/2016 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas

Processo Seletivo 2º semestre/2016 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas Processo Seletivo 2º semestre/2016 Graduação Presencial Regulamento de Bolsas de Estudos e Campanhas A Cruzeiro do Sul Educacional S.A., entidade mantenedora da Universidade Cruzeiro do Sul (www.cruzeirodosul.edu.br),

Leia mais

EDITAL POSGRAP/UFS N 07/2015 RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EXPEDIDOS POR INSTITUIÇÕES ESTRANGEIRAS

EDITAL POSGRAP/UFS N 07/2015 RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EXPEDIDOS POR INSTITUIÇÕES ESTRANGEIRAS EDITAL POSGRAP/UFS N 07/2015 RECONHECIMENTO DE DIPLOMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EXPEDIDOS POR INSTITUIÇÕES ESTRANGEIRAS A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, no uso de suas atribuições e considerando a

Leia mais

UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais REGULAMENTO DE MONITORIA Dispõe sobre a regulamentação da Monitoria Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1 O presente regulamento estabelece normas para o processo seletivo de monitoria da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ENFERMAGEM

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ENFERMAGEM REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ENFERMAGEM CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do Trabalho

Leia mais

EDITAL Nº012/2016. EXAME DE SUFICIÊNCIA - 2 semestre 2016

EDITAL Nº012/2016. EXAME DE SUFICIÊNCIA - 2 semestre 2016 EDITAL Nº012/2016 EXAME DE SUFICIÊNCIA - 2 semestre 2016 A Reitora do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, no uso de suas atribuições e da competência que lhe foi delegada pelo Regimento do CES/JF,

Leia mais