PROPOSTA DE COOPERAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTA DE COOPERAÇÃO"

Transcrição

1 PROPOSTA DE COOPERAÇÃO CIDADE DE CAMPINAS E MONTE MOR

2 AÇÃO EMERGENCIAL PARA RECONHECIMENTO DE ÁREAS DE ALTO E MUITO ALTO RISCO A MOVIMENTOS DE MASSAS E ENCHENTES Monte Mor -São Paulo -Maio 2013 SP_MOM_SR_01_CPRM Chácaras Planalto UTM 23 K E S (WGS 84) EQUIPE TÉCNICA Gilberto Lima (Geógrafo SUREG - SP) Maria Cecília Silveira (Geóloga SUREG - SP) Descrição: Residências de médio e alto padrão em alvenaria em área sujeita a inundações recorrentes do Rio Capivari (figuras 3, 4 e 5). A pior inundação ocorreu em 2002, quando a altura da lâmina d água chegou a 1,5 m em alguns pontos. Há muita sujeira nas calhas do rio (figuras 1 e 2), causando seu assoreamento. Tipologia do Processo: Inundações. Grau de Risco: Alto Quantidade de imóveis em risco: 130 e 1 fábrica Quantidade de pessoas em risco: 520 e 100 funcionários da fábrica (estimado)

3 AÇÃO EMERGENCIAL PARA RECONHECIMENTO DE ÁREAS DE ALTO E MUITO ALTO RISCO A MOVIMENTOS DE MASSAS E ENCHENTES Monte Mor -São Paulo -Maio SP_MOM_SR_02_CPRM Localização: Bairro Chácara Pindorama UTM 23 K E S EQUIPE TÉCNICA Geóloga- Maria Cecília de Medeiros Silveira (SUREG-SP) Geógrafo- Gilberto Lima (SUREG-SP) Descrição: Área peri-urbana na planície aluvionar do Rio Capivari, ocupada por chácaras com moradias de bom padrão construídas em alvenaria(foto 1). Deacordocomoregimehídricodorioeoaumentoda vazão em função das precipitações sazonais ocorre a subidadoníveldorioatingindoasmoradias.ascotas atingidas variam podendo alcançar até dois metros nas áreasmaispróximasaorio(fotos2e3).oarruamento contémviasdispostasaumadistânciamínimadorioe, cuja implantação resultou em remobilização de solo para amargemdoriocriandoumacontençãoemcertos trechos com potenciais efeitos locais a jusante durante as cheias (foto 4). A mata ciliar foi suprimida em alguns pontos e o solo remobilizado para realizar aterros, criando um micro-relevo artificial, cujo objetivo é preparar o terreno para novas construções(foto 5). Omaioreventoapontadofoiode2002. A margem direita do rio, neste trecho, ainda conserva a vegetação. Na margem esquerda a ocupação continua com novas construções em progresso. Tipologia do Processo: inundação Grau de Risco: Alto Quantidade de imóveis em risco: 55 Quantidade de pessoas em risco: 220

4 AÇÃO EMERGENCIAL PARA RECONHECIMENTO DE ÁREAS DE ALTO E MUITO ALTO RISCO A MOVIMENTOS DE MASSAS E ENCHENTES Monte Mor -São Paulo -Maio SP_MOM_SR_03_CPRM Jardim Progresso / Jardim Capoavinha UTM 23 K E S (WGS 84) EQUIPE TÉCNICA Gilberto Lima (Geógrafo SUREG - SP) Maria Cecília Silveira (Geóloga SUREG - SP) Descrição: Residências de médio e alto padrão em alvenaria em área sujeita a inundações recorrentes do Rio Capivari (figuras 1 a 5). A pior inundação ocorreu em 2002, quando a altura da lâmina d água chegou a 0,7 m em alguns pontos. Na rua LatifS. Miguel Filho, segundo moradores, a inundação começou a atingir as residências há alguns anos, pois o rio está erodindo as margens e está mais próximo da rua. Tipologia do Processo: Inundações. Grau de Risco: Alto Quantidade de imóveis em risco: 70 Quantidade de pessoas em risco:

5 AÇÃO EMERGENCIAL PARA RECONHECIMENTO DE ÁREAS DE ALTO E MUITO ALTO RISCO A MOVIMENTOS DE MASSAS E ENCHENTES Monte Mor - São Paulo - Maio SP_MOM_SR_04_CPRM Localização: Bairro Centro/Praça Alaíde Quércia/Conjunto Habitacional Francisco Pontim UTM 23 K E S EQUIPE TÉCNICA Geóloga- Maria Cecília de Medeiros Silveira (SUREG-SP) Geógrafo- Gilberto Lima (SUREG-SP) Descrição: Área de ocupação na planície aluvionar do Rio Capivari e entorno do córrego Água Choca, circundada por colinas muito amplas e suaves (foto 1). As moradias são de bom padrão e construídas em alvenaria. Ao ocorrerem maiores precipitações e conseqüente subida do nível das águas, tanto as moradias localizadas próximas às margens do rio ou na planície de inundação (foto 2), como outras localizadas no entorno do córrego (foto 3) são inundadas. As primeiras sofrem a ação direta da enchente do rio Capivari quando este extravasa seu leito maior ou quando as águas se distribuem pela várzea. As demais áreas são inundadas em função da ação do rio sobre as águas do córrego Água Choca atuando como um calço hidráulico e impedindo o escoamento normal das águas deste. Historicamente as cotas do nível d água variam, podendo atingir até um metro em áreas sujeitas a ação direta do rio (Praça Alaíde Quércia, evento em 2002, foto 4). O conjunto habitacional Francisco Pontim é atingido parcialmente (foto 5), bem como área nos fundos do Posto de Saúde. Tipologia do Processo: inundação Grau de Risco: Alto Quantidade de imóveis em risco: 120 casas, 2 blocos de apartamentos, 01 posto de saúde Quantidade de pessoas em risco:

6 MONITORAMENTO SIADEC / TERRAMA2 Campinas AÇÕES DE SOCORRO ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA Monte Mor INFORMAR SIDEC-Cedec SP S2ID -Sedec

7 AÇÕES DA CIDADE DE CAMPINAS Capacitação de servidores da Prefeitura de Monte Mor nas seguintes áreas 1) Elaboração do Relatório de Progresso Local sobre a Implementação do Quadro de Ação de Yogo da Campanha Mundial para Redução de Desastres Cidades Resilientes-2 Ciclo. 2) Apoio na elaboração do Plano Preventivo de Defesa Civil -PPDC 3) Procedimentos para monitoramento do Centro de Gerenciamento de Desastres de Campinas. 4) Procedimentos Operacionais de Defesa Civil em vistorias preventivas 5) Gerenciamento de Abrigos Temporários 6) Ação Integrada da Operação Verão FERRAMENTAS UTILIZADAS PELA DEFESA CIVIL DE CAMPINAS O TerraMA2provê serviços para busca de dados atuais através da internet e sua incorporação à base de dados do sistema de alerta; serviços para tratar/analisar em tempo real dados novos e verificar se uma situação de risco existe, através de uma comparação com mapas de risco ou de um modelo definido; serviços para executar/editar/criar novos modelos de risco e alerta; serviços para criação e notificação de alerta para os usuários do sistema em operação SIADEC Sistema de Alerta de Defesa Civil Realiza a adaptação e transmissão dos dados para o Terra MA ²

8 Cidades Resilientes 2 Ciclo Ação Integrada da Operação Verão Auxilio na Elaboração Do Plano Preventivo De Defesa Civil CAPACITAÇÃO DE SERVIDORES DA PREFEITURA DEMONTE MOR Gerenciamento de Abrigos Temporários Monitoramento do Centro de Gerenciamento de Desastres Procedimentos Operacionais de Defesa Civil

9 Ficha de Levantamento de Abrigo de Emergência FICHA DE LEVANTAMENTO DE EABRIGO DE EMERGÊNCIA MUNCIPIO DE NOME DA EDIFICAÇÃO-Centro Comunitário,escola, etc LOCALIZAÇÃO Endereço completo Responsável/Fone: ÁREA PARA TRIAGEM Especificar se existe local apropriado para recepcionar e realizar a triagem dos desabrigados. CLASSIFICAÇÃO DO ABRIGO: PERMANENTE - Já existente com finalidade específica ( ) ADAPTADO - Adaptado para a situação ( ) FIXO -EDIFICAÇÃO( ) MÓVEL barraca de campanha, Container,outros ( ) ESPECIFICAR: CONDIÇÕES DE HIGIENE E LIMPEZA LOCAL PARA LAVAR ROUPA: SIM( ) NÃO ( ) LOCAL PARA SECAGEM DE ROUPAS: SIM( ) NÃO ( ) Nº CHUVEIROS masculino ( ) feminino ( ) Nº DE TANQUES ( ) N DE LAVATÓRIOS ( ) Nº BACIAS SANITÁRIAS -masculino ( ) feminino ( ) CONDIÇÕES DE INFRAESTRUTURA CAPACIDADE DO RESERVATÓRIO DE ÁGUA -... LUZ SIM( ) NÃO ( ) REFEITÓRIO SIM ( ) NÃO ( )...M² COZINHA SIM ( ) NÃO ( )...M² ÁREA DE RECREAÇÃO SIM ( ) NÂO ( )...M² VENTILAÇÃO SIM ( ) NÃO ( ) OUTROS: EQUIPAMENTOS DE PREVENÇÃO CONTRA INCENDIO? Extintores, rede de hidrante e outros. LOCAL PARA A GUARDA DOS BENS DOS DESABRIGADOS? POSSUI LOCAL PARA ANIMAIS? QUAL A CAPACIDADE DO ABRIGO? Obs: utilizar os indicadores mínimos da Carta Humanitária para definição da capacidade do Abrigo INDICADORES MÍNIMOS A SEREM SEGUIDOS CONFORME A CARTA HUMANITÁRIA: ALOJAMENTOS: 2,00 m² por pessoa COZINHA: 15,00 m²para cada fogão industrial de 6 bocas, que atendem até 250pessoas BANHEIROS: 1 lavatório para cada 10 pessoas, 1bacia sanitária para cada 20 pessoas e 1 chuveiro para cada 25 pessoas SETOR DE TRIAGEM: 20,00 m² ÁREA DE SERVIÇO: 1 tanque de lavar roupas para cada 40 pessoas REFEITÓRIO: 1,50 m² por pessoa ESPAÇO RECREATIVO: 1,50 m² por criança

10 INSTALAÇÃO DE SENSOR DE ENCHENTE COMUNITÁRIO

11 Casa da Sopa em Campinas Córrego Areia Branca-afluente do Rio Capivari Região Sudoeste: Casa da Sopa Assoc. Beneficente do Núcleo Resid. Jd. Paraíso de Viracopos Endereço- R. Iraí, 91 - Jardim Paraíso de Viracopos CASA DA SOPA

12 Casa da Sopa em Campinas Sensor instalado na Casa da Sopa em Campinas -afluente do Rio Capivari 27/12/2013

13 Sensor instalado no posto de saúde localizado á rua Siqueira Campos c/ Nicola Forchettiem uma passarela de pedestre sobre o Rio Capivari MONTE MOR 27/12/2013

14

15

16

Projeto de Escopo de Trabalho de Estudo Preparatório para o Projeto de Prevenção de Desastres e medidas mitigadoras para Bacia do Rio Itajaí

Projeto de Escopo de Trabalho de Estudo Preparatório para o Projeto de Prevenção de Desastres e medidas mitigadoras para Bacia do Rio Itajaí Anexo 1 Projeto de Escopo de Trabalho de Estudo Preparatório para o Projeto de Prevenção de Desastres e medidas mitigadoras para Bacia do Rio Itajaí 1. Contexto As pessoas que vivem na Bacia do Rio Itajaí

Leia mais

ESTUDOS DE CASO AVALIAÇÃO DOS USOS FINAIS DE ÁGUA EM RESIDÊNCIAS UNIFAMILIARES LOCALIZADAS EM BLUMENAU - SC

ESTUDOS DE CASO AVALIAÇÃO DOS USOS FINAIS DE ÁGUA EM RESIDÊNCIAS UNIFAMILIARES LOCALIZADAS EM BLUMENAU - SC ESTUDOS DE CASO AVALIAÇÃO DOS USOS FINAIS DE ÁGUA EM RESIDÊNCIAS UNIFAMILIARES LOCALIZADAS EM BLUMENAU - SC Prof. Enedir Ghisi, Ph.D. Gabriel Marcon Coelho, acadêmico. 1 Objetivo ESTIMAR: Em 2 dias: Consumo

Leia mais

Relatório Técnico N o /46 APÊNDICE 2 FICHAS DAS ÁREAS DE RISCO MAPEADAS E VISTORIADAS

Relatório Técnico N o /46 APÊNDICE 2 FICHAS DAS ÁREAS DE RISCO MAPEADAS E VISTORIADAS Relatório Técnico N o 131.179-205 - 32/46 APÊNDICE 2 FICHAS DAS ÁREAS DE RISCO MAPEADAS E VISTORIADAS Relatório Técnico N o 131.179-205 - 33/46 ÁREA HOL-01 Chácaras de Recreio Danúbio Azul Risco Alto (R3)

Leia mais

Telefone: (27) ESPAÇO ESPORTIVO DO PARQUE PEDRA DA CEBOLA

Telefone: (27) ESPAÇO ESPORTIVO DO PARQUE PEDRA DA CEBOLA PARQUE PEDRA DA CEBOLA Coordenadora: Luciana Pinaffo Email: pedradacebola@vitoria.es.gov.br Endereço: Rua João Batista Celestino, 11 Fundação: 05/11/1997 Bairro: Mata da Praia CEP: 29066-140 Telefone:

Leia mais

DATA DA VISITA: 10/12/2013 DATA DA VISITA: 09/12/2014. Página 1. Quantidade de crianças/adolescentes cadastradas

DATA DA VISITA: 10/12/2013 DATA DA VISITA: 09/12/2014. Página 1. Quantidade de crianças/adolescentes cadastradas DATA DA VISITA: 10/12/2013 DATA DA VISITA: 09/12/2014 CAJUN NOVA PALESTINA Diretor(a): Sonia Maria Neves E-mail: cajunnovap@gmail.com Fundação: 14/05/2001 Criação: Endereço: Rua do Pedestre, s/n Bairro:

Leia mais

Página 1 GALPÃO DAS PANELEIRAS. Coordenadora: Berenice Correa Nascimento. Fundação: 21/11/2011

Página 1 GALPÃO DAS PANELEIRAS. Coordenadora: Berenice Correa Nascimento.   Fundação: 21/11/2011 GALPÃO DAS PANELEIRAS Coordenadora: Berenice Correa Nascimento Email: berenicepaneleira@hotmail.com Fundação: 21/11/2011 Endereço: Rua das Paneleiras, 55 Bairro Goiabeiras CEP: 29075-105 Telefone: (27)

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vila Velha Estado do Espírito Santo Secretaria de Meio Ambiente RAP - RELATÓRIO AMBIENTAL PRELIMINAR

Prefeitura Municipal de Vila Velha Estado do Espírito Santo Secretaria de Meio Ambiente RAP - RELATÓRIO AMBIENTAL PRELIMINAR RAP - RELATÓRIO AMBIENTAL PRELIMINAR (OBS.: ESTE FORMATO NÃO PODERÁ SER ALTERADO, DEVENDO SER PREENCHIDO À MÃO, COM LETRA LEGÍVEL) 1.1. Representante legal 1. INFORMAÇÕES GERAIS Nome:... Telefone para

Leia mais

CODC - 2012. Administração de Abrigos Temporários. Cap BM PABLO

CODC - 2012. Administração de Abrigos Temporários. Cap BM PABLO CODC - 2012 Administração de Abrigos Temporários Cap BM PABLO O Administrador do Abrigo O seu papel é fundamental em situações de emergência, pois, cabe a ele onde investir e mobilizar recursos humanos,

Leia mais

LAVAGEM AUTOMOTIVA. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax:

LAVAGEM AUTOMOTIVA. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: LAVAGEM AUTOMOTIVA 1. Identificação Empresa/Interessado: Endereço: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: E-mail: Atividade: Localização do empreendimento (Endereço): Bairro: CEP: Contato: Cargo/Função:

Leia mais

Cidade Compacta. Diagonal Norte. Carandiru-Vila Maria. Água Branca. Lapa-Brás. Lapa-Brás Celso Garcia Centro. Vila Leopoldina. Rio Verde.

Cidade Compacta. Diagonal Norte. Carandiru-Vila Maria. Água Branca. Lapa-Brás. Lapa-Brás Celso Garcia Centro. Vila Leopoldina. Rio Verde. Repensar a cidade Diagonal Norte Cidade Compacta Vila Leopoldina Lapa-Brás Água Branca Carandiru-Vila Maria Lapa-Brás Celso Garcia Centro Rio Verde Vila Sonia Faria Lima Mooca-Vila Carioca Made by: SMDU/ATOU

Leia mais

CAJUN SOLON BORGES. Coordenadora: Maria Carolina de Lima Monte Verde. Endereço: Praça Odilon Grijó, s/n. Bairro: Solon Borges CEP:

CAJUN SOLON BORGES. Coordenadora: Maria Carolina de Lima Monte Verde. Endereço: Praça Odilon Grijó, s/n. Bairro: Solon Borges CEP: CAJUN SOLON BORGES Coordenadora: Maria Carolina de Lima Monte Verde Endereço: Praça Odilon Grijó, s/n Bairro: Solon Borges CEP: 29072-005 Telefone: (27) 3317-1566 Horário de Funcionamento: 8h às 17h 1.

Leia mais

Relatório 01 - Avaliação das áreas visitadas em Tomazina e Pinhalão - PR

Relatório 01 - Avaliação das áreas visitadas em Tomazina e Pinhalão - PR Relatório 01 - Avaliação das áreas visitadas em Tomazina e Pinhalão - PR Início da missão: 10/02/2010 Data deste relatório: 10/02/2010 Integrantes da missão: Rosângela Tapia Carla Camargo Corrêa Obs. A

Leia mais

Escritório - Escola Itinerante do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFJF:

Escritório - Escola Itinerante do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFJF: Prefeitura de Juiz de Fora Subsecretaria de Planejamento do Território - SSPLAT Sra. Cristiane Nasser Juiz de Fora, 19 de setembro de 2014 Prezada Sra. Cristiane Nasser, Tendo em vista o acordo de cooperação

Leia mais

5º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte

5º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte (VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS) Foto 01: DWE Área de vivência sendo construída, destaque para a motosserra deixada sem proteção. Foto 02: DWE Área provisória de apoio para

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: PROJETO-PILOTO JD. WALQUÍRIA PINTO, A. L. A. 1 AMARAL, R. 2 HONÓRIO, R.F.

RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: PROJETO-PILOTO JD. WALQUÍRIA PINTO, A. L. A. 1 AMARAL, R. 2 HONÓRIO, R.F. RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: PROJETO-PILOTO JD. WALQUÍRIA PINTO, A. L. A. 1 1 Prefeitura da Cidade de São Paulo - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente - Departamento de

Leia mais

DATA DA VISITA: 07/11/2013 DATA DA VISITA: 10/11/2014. Página 1. Quantidade de crianças/adolescentes cadastradas

DATA DA VISITA: 07/11/2013 DATA DA VISITA: 10/11/2014. Página 1. Quantidade de crianças/adolescentes cadastradas DATA DA VISITA: 07/11/2013 DATA DA VISITA: 10/11/2014 CAJUN DA PENHA Coordenador (a): Alessandra Coutinho Fernandes Fundação: 07/06/2001 Endereço: Rua Pedro Ferreira, s/n Bairro: da Penha CEP: 29.047-062

Leia mais

Página 1. Quantidade de vagas disponíveis para atendimento 20 vagas 150 à 200. Existe lista de espera Sim Sim

Página 1. Quantidade de vagas disponíveis para atendimento 20 vagas 150 à 200. Existe lista de espera Sim Sim DATA DA VISITA: 12/03/2014 DATA DA VISITA: 14/10/2014 CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA TERCEIRA IDADE - MARIA ORTIZ Coord.: Maria da Penha Nobim de Oliveira E-mail: centrodeconvienciajc@hotmail.com Fundação: 2001

Leia mais

Trabalho de Campo. Disciplina: Quantificação em Geografia Docente: Profa. Dra. Iara Regina Nocentini André

Trabalho de Campo. Disciplina: Quantificação em Geografia Docente: Profa. Dra. Iara Regina Nocentini André Trabalho de Campo Disciplina: Quantificação em Geografia Docente: Profa. Dra. Iara Regina Nocentini André O IPT Instituto de Pesquisas Tecnológicas é um órgão do governo do Estado de São Paulo que desenvolve

Leia mais

TERRENO URBANO PARA IMPLANTAÇÃO DE EMPREENDIMENTO HABITACIONAL 1. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ANÁLISE PRELIMINAR DE ENGENHARIA

TERRENO URBANO PARA IMPLANTAÇÃO DE EMPREENDIMENTO HABITACIONAL 1. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ANÁLISE PRELIMINAR DE ENGENHARIA TERRENO URBANO PARA IMPLANTAÇÃO DE EMPREENDIMENTO HABITACIONAL 1. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ANÁLISE PRELIMINAR DE ENGENHARIA DIVISÃO DE ANÁLISE PRELIMINAR DE ENGENHARIA - DVAP 1 - DA PREFEITURA MUNICIPAL:

Leia mais

Macrozona 7 Caracterização Rodovias e Leitos Férreos

Macrozona 7 Caracterização Rodovias e Leitos Férreos Macrozona 7 Caracterização Rodovias e Leitos Férreos MONTE MOR MACROZONA 6 INDAIATUBA Barreiras físicas Rodovia Santos Dumont principal ligação com Viracopos; utilizada para tráfego urbano, opera já no

Leia mais

Página 1 CAJUN GURIGICA. Diretora: Alessandra Moreira. Endereço: Escadaria Joao Rosa Neto, s/n.

Página 1 CAJUN GURIGICA. Diretora: Alessandra Moreira.   Endereço: Escadaria Joao Rosa Neto, s/n. CAJUN GURIGICA Diretora: Alessandra Moreira E-mail: cajun.jab@gmail.com Endereço: Escadaria Joao Rosa Neto, s/n Bairro: Gurigica CEP: 29.050.945 Telefone: (27) 3227-5720 Horário de Funcionamento: 8h às

Leia mais

GERENCIAMENTO DE ABRIGOS TEMPORÁRIOS

GERENCIAMENTO DE ABRIGOS TEMPORÁRIOS GERENCIAMENTO DE ABRIGOS TEMPORÁRIOS CONCEITOS Abrigo; Afetado; Desabrigado; Desalojado; Gerenciamento de Abrigo Temporário; Período de aprovisionamento para o Abrigo Temporário; Planejamento. FASES E

Leia mais

Ações técnicas e governamentais no contexto de enchentes em Campos dos Goytacazes/RJ

Ações técnicas e governamentais no contexto de enchentes em Campos dos Goytacazes/RJ Ações técnicas e governamentais no contexto de enchentes em Campos dos Goytacazes/RJ Edison Pessanha Campos dos Goytacazes, que já enfrentou grandes enchentes, como as de 2007, com o rio Paraíba atingindo

Leia mais

Nailsondas Perfurações de Solo Ltda

Nailsondas Perfurações de Solo Ltda APRESENTAÇÃO A Nailsondas Perfurações de Solo Ltda. é uma empresa que vem atuando no mercado desde 2002, prestando serviços em todo território nacional. Executando com excelência vários projetos por ano,

Leia mais

Página 1 CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA TERCEIRA IDADE MARIA ORTIZ. Coordenadora: Maria da Penha Nobim de Oliveira

Página 1 CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA TERCEIRA IDADE MARIA ORTIZ. Coordenadora: Maria da Penha Nobim de Oliveira CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA TERCEIRA IDADE MARIA ORTIZ Coordenadora: Maria da Penha Nobim de Oliveira Email: centrodeconvivenciajc@hotmail.com Fundação: 2001 Endereço: Rua Professor Expedito Ramos Borge,

Leia mais

COMUNIDADE SÃO JOSÉ. Abril/ /08/2016 NITERÓI - RJ

COMUNIDADE SÃO JOSÉ. Abril/ /08/2016 NITERÓI - RJ COMUNIDADE SÃO JOSÉ NITERÓI - RJ Abril/2010 Chuvas intensas no Rio de Janeiro 280 milímetros em 24 horas Dobro da média histórica para o mês de abril inteiro Mais de 250 pessoas morreram Centenas de desabrigados

Leia mais

Secretaria Municipal de meio Ambiente

Secretaria Municipal de meio Ambiente SISTEMA DE INFORMAÇÃO E DIAGNÓSTICO É expressamente proibido qualquer tipo de intervenção em Área de Preservação Permanente. Deverá ser observada rigorosamente a formatação deste formulário, não sendo

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA PESQUISA MINERAL

LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA PESQUISA MINERAL LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA PESQUISA MINERAL 1 PESQUISA MINERAL PRELIMINARES 2 Alvará de Pesquisa Mineral O título para a pesquisa mineral é a autorização, denominada no Brasil de Alvará de Pesquisa, concedida

Leia mais

PARQUE NATURAL MUNICIPAL VON SCHILGEN. Administradora: Inaya Castigliani Paradizio. Telefone: (27)

PARQUE NATURAL MUNICIPAL VON SCHILGEN. Administradora: Inaya Castigliani Paradizio.   Telefone: (27) PARQUE NATURAL MUNICIPAL VON SCHILGEN Administradora: Inaya Castigliani Paradizio Email: igsmoreira@vitoria.es.gov.br Telefone: (27) 3382-6555 Fundação: 2004 Endereço: Av. Saturnino de Brito, 595 DADOS

Leia mais

FLASH "Sistema de Previsão e Prevenção aos Riscos de Inundação e Escorregamentos"

FLASH Sistema de Previsão e Prevenção aos Riscos de Inundação e Escorregamentos Inundação e Escorregamentos" O Rio de Janeiro é um dos estados com maior número de desastres naturais no Brasil, principalmente inundação e escorregamento. Nos anos de 2007 a 2011 ocorreram grandes desastres:

Leia mais

ANÁLISE DE RISCO AMBIENTAL NA SERRA DO MAR

ANÁLISE DE RISCO AMBIENTAL NA SERRA DO MAR ANÁLISE DE RISCO AMBIENTAL NA SERRA DO MAR O caso do Parque Estadual do Cunhambebe(PEC) e seu entorno - RJ Kátia Regina Góes Souza DSc / MSc em Geografia Especialista em Análise Ambiental. OBJETIVO PRINCIPAL

Leia mais

Página De quanto em quanto tempo é feita a manutenção da praça Sempre que necessário Sempre que necessário

Página De quanto em quanto tempo é feita a manutenção da praça Sempre que necessário Sempre que necessário DATA DA VISITA: PRAÇA DR. QUINTINO BARBOSA Endereço: Rua Rômulo Leão Castelo Referência: Praia da Esquerda Bairro: Ilha do Boi DATA DA VISITA: Legislação: Lei Nº 3.626/1989 DADOS ANTERIORES DADOS ATUAIS

Leia mais

ONU reconhece a liderança de Campinas na redução do risco de desastres

ONU reconhece a liderança de Campinas na redução do risco de desastres Portal UNISDR - ONU ONU reconhece a liderança de Campinas na redução do risco de desastres 19 de julho de 2013, Campinas, BRASIL O escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR)

Leia mais

Faculdades Metropolitanas Unidas FMU Gestão Ambiental. São Paulo, 24 de novembro de 2009

Faculdades Metropolitanas Unidas FMU Gestão Ambiental. São Paulo, 24 de novembro de 2009 Faculdades Metropolitanas Unidas FMU Gestão Ambiental Recuperação de Áreas Degradadas Paulo Guilherme Rigonatti Saneamento Ambiental Marco Aurélio Gattamorta Sistemas de Informações Espaciais Jorge Luiz

Leia mais

BLOCO 05 SISTEMA DE COLETA DE ESGOTO SANITÁRIO DO DISTRITO NA ÁREA DE ATUAÇÃO DA ENTIDADE

BLOCO 05 SISTEMA DE COLETA DE ESGOTO SANITÁRIO DO DISTRITO NA ÁREA DE ATUAÇÃO DA ENTIDADE Diretoria de Pesquisas - DPE Coordenação de População e Indicadores Sociais - COPIS PESQUISA NACIONAL DE SANEAMENTO BÁSICO - 0 ESGOTAMENTO SANITÁRIO - plificado IDENTIFICAÇÃO: NÚMERO DO CADASTRO DA ENTIDADE

Leia mais

Acompanhamento realizado no primeiro dia de atividades e semestralmente 13.1 Se detectada necessidade, há encaminhamento para atendimento médico

Acompanhamento realizado no primeiro dia de atividades e semestralmente 13.1 Se detectada necessidade, há encaminhamento para atendimento médico MÓDULO SOE (SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO AO EXERCÍCIO) - JARDIM CAMBURI Coordenador: Robson Ribeiro Email: soe@correio1.vitoria.es.gov.br Telefone: (27) 3132-5070 Logradouro: Av Dante Michelini Bairro: Jardim

Leia mais

SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS

SITUAÇÃO FÍSICA PARA CONCESSÃO DE ESPAÇOS COMERCIAIS 1 ANEXO I ITUAÇÃO FÍICA PARA CONCEÃO DE EPAÇO COMERCIAI Instruções de preenchimento: Para preenchimento desta ficha sugere-se a participação das equipes Comercial, Manutenção, TI, Meio ambiente, Operações

Leia mais

Funcionários Terceirizados

Funcionários Terceirizados 1. Faixa etária de pessoas atendidas: Todas as idades 2. Bairros Atendidos TODOS 3. Existem critérios para que o espaço seja usado: Sim 3.1 No caso de sim, quais esses critérios: PRÁTICA ESPORTIVA 4. São

Leia mais

Ginástica, Alongamento, Yoga, Hidromar e Voleibol adaptado para 3ª idade QUADRO DE FUNCIONÁRIOS. 4 professores efetivos 1 estagiário Vigilantes 0 0

Ginástica, Alongamento, Yoga, Hidromar e Voleibol adaptado para 3ª idade QUADRO DE FUNCIONÁRIOS. 4 professores efetivos 1 estagiário Vigilantes 0 0 DATA DA VISITA: 07/04/2014 DATA DA VISITA: 21/11/2014 MÓDULO SOE (SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO AO EXERCÍCIO) - PRAIA DE CAMBURI Coordenador (a): Regina Célia Gasparini Firme E-mail: rcgfirma@hotmail.com Endereço:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE FUNDO COMUNITÁRIO DE VOLTA REDONDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE FUNDO COMUNITÁRIO DE VOLTA REDONDA Casas Populares SUB-FUNÇÃO: PROGRAMA Nº - 244 482 HABITAÇÃO URBANA Reduzir do déficit habitacional e a melhoria dos padrões locais de moradia, contemplar a transferencia de moradias e de população localizadas

Leia mais

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO INDÚSTRIA DE BENEFICIAMENTO DE PESCADO (Produção acima de 1.500kg dia)

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO INDÚSTRIA DE BENEFICIAMENTO DE PESCADO (Produção acima de 1.500kg dia) Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas PROJETO DE IMPLANTAÇÃO INDÚSTRIA DE BENEFICIAMENTO DE PESCADO (Produção acima de 1.500kg dia) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1. Indique o consumo médio mensal

Leia mais

ANÁLISE DAS ÁREAS DE RISCO A ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ALFENAS-MG.

ANÁLISE DAS ÁREAS DE RISCO A ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ALFENAS-MG. ANÁLISE DAS ÁREAS DE RISCO A ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ALFENAS-MG. FONSECA, Homero Ferreira da¹ homeros77@hotmail.com BONASSI, Igor Rafael Pernambuco¹ igor1505@hotmail.com SANTOS, Clibson Alves dos² clibsonsantos@gmail.com

Leia mais

Anexo 2.8 Especificações do Sistema de Monitoramentoda Frota

Anexo 2.8 Especificações do Sistema de Monitoramentoda Frota Anexo 2.8 Especificações do Sistema de Monitoramentoda Frota ÍNDICE 1 OBJETIVOS... 3 2 ESPECIFICAÇÃO BÁSICA... 3 2.1 AQUISIÇÃO DE DADOS MONITORADOS DO VEÍCULO... 3 2.2 AQUISIÇÃO DE DADOS DE LOCALIZAÇÃO...

Leia mais

DATA DA VISITA: 12/02/2014 DATA DA VISITA: 29/04/2015. Página 1

DATA DA VISITA: 12/02/2014 DATA DA VISITA: 29/04/2015. Página 1 DATA DA VISITA: 12/02/2014 DATA DA VISITA: 29/04/2015 CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA TERCEIRA IDADE - CCTI - CENTRO Coordenador(a): Tarcila Rodrigues Endereço: Rua Coronel Monjardim, 147 Bairro: Centro CEP:

Leia mais

13º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte

13º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte Foto 01: BF-MD-02. Bota-fora da margem direita do rio Xingu. A inclinação da plataforma permanece voltada para a saia do aterro, o que pode resultar na formação de feições de erosão. No entanto, os dispositivos

Leia mais

ESTUDO DE CASO CONJUNTO HABITACIONAL. HIS Conjunto Heliópolis/Gleba G

ESTUDO DE CASO CONJUNTO HABITACIONAL. HIS Conjunto Heliópolis/Gleba G ESTUDO DE CASO CONJUNTO HABITACIONAL HIS Conjunto Heliópolis/Gleba G Ficha Técnica Arquitetos:Biselli + Katchborian Arquitetos Ano: 2011 Área construída: 31.329 m² Tipo de projeto: Habitação de interesse

Leia mais

Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte. Prefeitura de Belo Horizonte

Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte. Prefeitura de Belo Horizonte Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte Prefeitura de Belo Horizonte Belo Horizonte, fevereiro/2011 ASPECTOS GERAIS DA CIDADE DE BELO HORIZONTE Área superficial : 330 km 2 População : 2,5 milhões

Leia mais

CMEI DARCY CASTELLO DE MENDONÇA. Diretor: Rafael Angelo Brizotto. Fundação: 01/12/1993. Criação: Lei nº 3.095

CMEI DARCY CASTELLO DE MENDONÇA. Diretor: Rafael Angelo Brizotto. Fundação: 01/12/1993. Criação: Lei nº 3.095 CMEI DARCY CASTELLO DE MENDONÇA Diretor: Rafael Angelo Brizotto Fundação: 01/12/1993 Criação: Lei nº 3.095 Endereço: Rua Francisco Araújo Machado, 11 Bairro: Antônio Honório CEP.: 29072-440 Telefone: (27)

Leia mais

Local: (Cidade, Estado) Data: (Dia, Mês e Ano)

Local: (Cidade, Estado) Data: (Dia, Mês e Ano) Logo do Empreendedor e/ou Proprietário e/ou Logo do Autor do PAE Nome do Empreendedor e/ou Proprietário BARRAGEM PLANO DE AÇÃO DE EMERGÊNCIA - PAE Coordenador do PAE: (Nome) Fotografia Ilustrativa do Aproveitamento

Leia mais

O USO E OCUPAÇÃO DA BACIA DO ALTO CURSO DO RIO UBERABINHA, MG E OS REFLEXOS NA PERMEABILIDADE DO SOLO E NA RECARGA DA ZONA SATURADA FREÁTICA

O USO E OCUPAÇÃO DA BACIA DO ALTO CURSO DO RIO UBERABINHA, MG E OS REFLEXOS NA PERMEABILIDADE DO SOLO E NA RECARGA DA ZONA SATURADA FREÁTICA O USO E OCUPAÇÃO DA BACIA DO ALTO CURSO DO RIO UBERABINHA, MG E OS REFLEXOS NA PERMEABILIDADE DO SOLO E NA RECARGA DA ZONA SATURADA FREÁTICA Autora: Ângela Maria Soares UFTM Universidade Federal do Triângulo

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CÍVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CÍVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP fls. 50 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CÍVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP PROCESSO Nº 1006192-93.2015.8.26.0037 AUTOS DE PROCEDIMENTO ORDINÁRIO REQUERENTE: REQUERIDO: MARINES

Leia mais

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Atuação do Ibama no desastre de Mariana/MG

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Atuação do Ibama no desastre de Mariana/MG Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis Atuação do Ibama no desastre de Mariana/MG III Congresso da Sociedade de Análise de Risco Latino Americana SRA-LA São Paulo, maio

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2013:

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2013: RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2013: 1. ATIVIDADES DE JANEIRO 2012 à DEZEMBRO 2013 1.1 Cerimônia de deflagração do Plano Preventivo de Defesa Civil, específico para escorregamentos na Serra do Mar, 2012/2013

Leia mais

Página 1 ABRIGO PARA PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA. Coordenadora: Priscila Laurindo de Carvalho. Email: abrigopmvadfa@hotmail.com

Página 1 ABRIGO PARA PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA. Coordenadora: Priscila Laurindo de Carvalho. Email: abrigopmvadfa@hotmail.com ABRIGO PARA PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA Coordenadora: Priscila Laurindo de Carvalho Email: abrigopmvadfa@hotmail.com Endereço: Rua Manoel Vivácqua, 295 Bairro: Jabour Telefone: (27) 3317-2171 Horário de

Leia mais

MÓDULO SOE (SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO AO EXERCÍCIO) - JARDIM CAMBURI

MÓDULO SOE (SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO AO EXERCÍCIO) - JARDIM CAMBURI DATA DA VISITA: 14/05/2014 DATA DA VISITA: 26/11/2015 Coordenador: Robson Ribeiro Email: soe@correio1.vitoria.es.gov.br Telefone: (27) 3132-5070 Logradouro: Av Dante Michelini Bairro: Jardim Camburi Horário

Leia mais

Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional...e sua oportunidade na região do Nordeste Setentrional

Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional...e sua oportunidade na região do Nordeste Setentrional Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional - PISF Ministério da Integração Nacional Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas

Leia mais

LEI N. 7.981. Fixa novo perímetro urbano para o Município de Poços de Caldas, com base no levantamento aerofotogramétrico de 1997.

LEI N. 7.981. Fixa novo perímetro urbano para o Município de Poços de Caldas, com base no levantamento aerofotogramétrico de 1997. LEI N. 7.981 Fixa novo perímetro urbano para o Município de Poços de Caldas, com base no levantamento aerofotogramétrico de 1997. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte

Leia mais

IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG

IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS EM CONJUNTO HABITACIONAL, HORIZONTAL, DESCARACTERIZADO DEVIDO AS INTERVENÇÕES SOFRIDAS

Leia mais

*Nome/Denominação social *Identificação fiscal nº, *residência/sede em, *Província ; *Município, *Comuna ; *Telefone ; *Telemóvel ; *Fax ; * ;

*Nome/Denominação social *Identificação fiscal nº, *residência/sede em, *Província ; *Município, *Comuna ; *Telefone ; *Telemóvel ; *Fax ; * ; Constituição de Direitos fundiários (artigo 71.º do RUGRH) Os dados assinalados com * devem ser obrigatoriamente apresentados com o pedido de título de utilização dos recursos hídricos. Os restantes dados

Leia mais

Total 600 pessoas. 1) Mutirão de Aniversário

Total 600 pessoas. 1) Mutirão de Aniversário 1) Mutirão de Aniversário A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, com o objetivo de comemorar seu aniversário de 101 anos, realizou um Mutirão de Saúde e Cidadania no Parque do Carmo,

Leia mais

13º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte

13º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte Foto 01: Dique 19B. Vista do topo do dique em direção ao reservatório intermediário. Notar que o trecho de embate das ondas foi protegido com rip-rap (blocos de rocha). Foto 02: Dique 19B. Vista do topo

Leia mais

Se esse material chegou até você, é porque poderemos fazer bons negócios.

Se esse material chegou até você, é porque poderemos fazer bons negócios. INTRODUÇÃO Caro leitor, Se esse material chegou até você, é porque poderemos fazer bons negócios. A NOVA.EG é uma empresa que poderá fornecer Projetos, Gerenciamento, Construção e Soluções em pré moldados

Leia mais

Avaliação das áreas atingidas pelas inundações e alagamentos em União da Vitória / PR, em junho de 2014.

Avaliação das áreas atingidas pelas inundações e alagamentos em União da Vitória / PR, em junho de 2014. CENACID Centro de Apoio Científico em Desastres Avaliação das áreas atingidas pelas inundações e alagamentos em União da Vitória / PR, em junho de 2014. Toda divulgação de material bibliográfico e as fotos

Leia mais

Lagoa Urussanga Velha Lagoa Mãe Luzia

Lagoa Urussanga Velha Lagoa Mãe Luzia Lagoas Costeiras Objetivando constatar a situação atual das lagoas costeiras dos municípios do setor Sul do litoral catarinense, nos dias 17 de abril e 12 de junho de 2008 foram realizadas vistorias terrestres

Leia mais

1. Quantidade de vagas disponíveis para atendimento Existe lista de espera Não. 2.1 No caso de sim, existe prazo para inserção dos idosos

1. Quantidade de vagas disponíveis para atendimento Existe lista de espera Não. 2.1 No caso de sim, existe prazo para inserção dos idosos Data da Visita: Data da Visita: CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA A TERCEIRA IDADE Coordenador(a): Barbara Barros Bastos E-mail: centrodeconvivenciajc@hotmail.com Endereço: Rua Doutor João Batista Miranda Amaral,

Leia mais

PRAÇA MÁRIO ELIAS DA SILVA

PRAÇA MÁRIO ELIAS DA SILVA PRAÇA MÁRIO ELIAS DA SILVA Endereço: No entroncamento da Rua Silvino Grecco, Belmiro Teixeiro e Alcino Pereira Neto. DATA DA VISITA: 01/08/2014 DATA DA VISITA: Referência: Igreja Católica. Bairro: Jardim

Leia mais

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Aproveitamento de Águas Pluviais & Reúso Profª Heloise G. Knapik APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS Instalações

Leia mais

Por que falar em Segurança de Barragens?

Por que falar em Segurança de Barragens? Por que falar em Segurança de Barragens? Por que falar em Segurança de Barragens? SEGURANÇA TOTAL Riscos inerentes à construção de uma barragem: NÃO HÁ POSSIBILIDADE DE RISCOS NULOS INEXISTÊNCIA DE RISCO

Leia mais

MANGUINHOS Abril de 2010 Enchentes: o que muda com o PAC?

MANGUINHOS Abril de 2010 Enchentes: o que muda com o PAC? MANGUINHOS Abril de 2010 Enchentes: o que muda com o PAC? Conjunto Habitacional PAC - Av. Dom Hélder Câmara Edifício Dona Zica Praça principal inundada - 06 de abril de 2010 Nova casa, velhos riscos. Conjunto

Leia mais

ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE - APP -

ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE - APP - ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE - APP - Área de Preservação Permanente - APP (definição do Código Florestal-Lei 4771/65) Área protegida nos termos dos arts. 2º e 3º desta Lei, COBERTA OU NÃO POR VEGETAÇÃO

Leia mais

DATA DA VISITA:05/02/2014. OBS.: No local da praça foi construída uma quadra de esportes.

DATA DA VISITA:05/02/2014. OBS.: No local da praça foi construída uma quadra de esportes. DATA DA VISITA:07/07/2014 DATA DA VISITA:05/02/2014 PRAÇA "CAPITÃO MANOEL ROBERTO VASCONCELOS" Responsável: Leonardo Amorim Gonçalves Endereço: Rua Filomeno Ribeiro e Rua Frei Antônio dos Mártires Bairro:

Leia mais

Prefeitura Municipal de Campinas Gabinete do Prefeito Departamento de Defesa Civil INTEGRAÇÃO DA DEFESA CIVIL COM A CIMCAMP

Prefeitura Municipal de Campinas Gabinete do Prefeito Departamento de Defesa Civil INTEGRAÇÃO DA DEFESA CIVIL COM A CIMCAMP Prefeitura Municipal de Campinas Gabinete do Prefeito Departamento de Defesa Civil INTEGRAÇÃO DA DEFESA CIVIL COM A CIMCAMP Estação de Trabalho 1 Atendimento 199 1) Atender o telefone de emergência 199.

Leia mais

16º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte

16º Relatório de Monitoramento Socioambiental UHE Belo Monte XXXXXXXXXXX Foto 49: CCBM. Travessão 27. O Travessão 27, que serve de acesso para o Canal de Derivação, a Casa de Força Auxiliar (Pimental) e várias propriedades rurais, está sendo recuperada pelo CCBM.

Leia mais

Uso da modelagem matemática para a previsão de enchentes no Vale do Taquari RS

Uso da modelagem matemática para a previsão de enchentes no Vale do Taquari RS Uso da modelagem matemática para a previsão de enchentes no Vale do Taquari RS Grasiela Cristina Both Centro de Informações Hidrometeorológicas CIH; Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento

Leia mais

HIDROLOGIA AULA semestre - Engenharia Civil. MEDIÇÃO DE VAZÃO Profª. Priscila Pini

HIDROLOGIA AULA semestre - Engenharia Civil. MEDIÇÃO DE VAZÃO Profª. Priscila Pini HIDROLOGIA AULA 13 5 semestre - Engenharia Civil MEDIÇÃO DE VAZÃO Profª. Priscila Pini prof.priscila@feitep.edu.br INTRODUÇÃO Vazão: volume de água que passa por uma determinada seção de um rio ao longo

Leia mais

1.1 Monitoramento do nível dos principais cursos de água (Arroio Caraá e Rio dos Sinos)

1.1 Monitoramento do nível dos principais cursos de água (Arroio Caraá e Rio dos Sinos) 1 PREPARAÇÃO ESTADO ATENÇÃO 1.1 Monitoramento do nível dos principais cursos de água (Arroio Caraá e Rio dos Sinos) Implantar Centro de Comando de Operações Coordenador Equipe operacional Índice pluviométrico

Leia mais

SIG para levantamento de riscos e atendimento a desastres naturais no Vale do Ribeira e Litoral Sul de SP, Brasil

SIG para levantamento de riscos e atendimento a desastres naturais no Vale do Ribeira e Litoral Sul de SP, Brasil SIG para levantamento de riscos e atendimento a desastres naturais no Vale do Ribeira e Litoral Sul de SP, Brasil Arlei Benedito Macedo Fábio Rodrigo de Oliveira Alex Joci dos Santos Isis Sacramento da

Leia mais

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS PERÍODO MARÇO A MAIO DE 2017

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS PERÍODO MARÇO A MAIO DE 2017 PERÍODO MARÇO A MAIO DE 2017 Andamento das Obras Serviços concluídos até 31/05/2017 Fachadas Instalações hidráulicas, elétricas, interfones, alarme de incêndio, sistema de monitoramento e controle de acesso;

Leia mais

SIG para levantamento de riscos e atendimento a desastres naturais no Vale do Ribeira e Litoral Sul de SP, Brasil

SIG para levantamento de riscos e atendimento a desastres naturais no Vale do Ribeira e Litoral Sul de SP, Brasil SIG para levantamento de riscos e atendimento a desastres naturais no Vale do Ribeira e Litoral Sul de SP, Brasil Arlei Benedito Macedo Instituto de Geociências Fábio Rodrigo de Oliveira USP Alex Joci

Leia mais

SOJA PLUS. Relatório Contrapartida dos Produtores Rurais da Bahia R$ ,00. Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira

SOJA PLUS. Relatório Contrapartida dos Produtores Rurais da Bahia R$ ,00. Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SOJA PLUS Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Relatório Contrapartida dos Produtores Rurais da Bahia 1.500.000,00 PERÍODO: jul.2014 a dez.2016 CONTRAPARTIDA PRODUTORES RURAIS

Leia mais

Praias Antropizadas Conforme citado anteriormente, os perfis 1, 5, 7, 9 (Passo de Torres), 13, 14, (Balneário Gaivota), 19, 21, 24, 25, 27 (Balneário

Praias Antropizadas Conforme citado anteriormente, os perfis 1, 5, 7, 9 (Passo de Torres), 13, 14, (Balneário Gaivota), 19, 21, 24, 25, 27 (Balneário Praias Antropizadas Conforme citado anteriormente, os perfis 1, 5, 7, 9 (Passo de Torres), 13, 14, (Balneário Gaivota), 19, 21, 24, 25, 27 (Balneário Arroio do Silva), 37, 38 e 39 (Rincão, Içara) apresentam

Leia mais

SERVIÇO. Artesanato Massagem Informática Natação 4. Temas de cursos profissionalizantes

SERVIÇO. Artesanato Massagem Informática Natação 4. Temas de cursos profissionalizantes CENTRO DE REFERÊNCIA PARA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Coordenadora: Marcela Brasileira Falcão Endereço: Avenida Professor Fernando Duarte Rabelo, 70 Bairro: Segurança do Lar CEP: 29070-440 Horário de funcionamento:

Leia mais

DIRETRIZES URBANAS PARA O DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL

DIRETRIZES URBANAS PARA O DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL DIRETRIZES URBANAS PARA O DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL SUMAC/PECOC CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Governo 21/12/2009 Superintendência de Assistência Técnica e Desenvolvimento Sustentável Introdução

Leia mais

Não se trabalha com visitação, o local é somente para produção de mudas, onde estas mudas são colocadas em praça, canteiros, e parques da cidade

Não se trabalha com visitação, o local é somente para produção de mudas, onde estas mudas são colocadas em praça, canteiros, e parques da cidade Data da Visita: 16/07/2014 VIVEIRO MUNICIPAL REVERENDO JAIME WRIGHT Endereço: Esquina da Av. José Maria Vivácqua Santos (Av. Norte e Sul) com a Av. Armando Duarte Rabelo Referência: Próximo ao Shopping

Leia mais

ESPAÇO DA PRAÇA. Página 1 PRAÇA DOS DESEJOS. Endereço: Av Américo Buaiz, s/n. Bairro: Enseada do Suá CEP:

ESPAÇO DA PRAÇA. Página 1 PRAÇA DOS DESEJOS. Endereço: Av Américo Buaiz, s/n. Bairro: Enseada do Suá CEP: PRAÇA DOS DESEJOS Endereço: Av Américo Buaiz, s/n Bairro: Enseada do Suá CEP: 29050-9002 1. De quanto em quanto tempo é feita a manutenção da praça Sempre que necessário 2. De quanto em quanto tempo é

Leia mais

DEFESA LITORÂNEA DA PRAIA 13 DE JULHO

DEFESA LITORÂNEA DA PRAIA 13 DE JULHO DEFESA LITORÂNEA DA PRAIA 13 DE JULHO ARACAJU/SE Demóstenes de A. Cavalcanti Jr Eng. Civil, MSc Diretor Técnico GEOTEC Prof. Adjunto - UFS CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE SERGIPE ARACAJU,

Leia mais

Página 1 EMEF PROF. EUNICE PEREIRA SILVEIRA. Diretora: Sônia Maria Machado Fraga. .: Fundação: 24/02/2010

Página 1 EMEF PROF. EUNICE PEREIRA SILVEIRA. Diretora: Sônia Maria Machado Fraga.  .: Fundação: 24/02/2010 EMEF PROF. EUNICE PEREIRA SILVEIRA Diretora: Sônia Maria Machado Fraga E-mail.: emefgm@correio1.vitoria.es.gov.br Fundação: 24/02/2010 Criação: Lei nº 7.883 Endereço: Av Cel José Martins de Figueiredo,

Leia mais

VENDA DA EMPRESA NUTRAGE INDUSTRIAL LTDA.

VENDA DA EMPRESA NUTRAGE INDUSTRIAL LTDA. VENDA DA EMPRESA NUTRAGE INDUSTRIAL LTDA. A Nutrage Industrial Ltda. foi fundada em Julho de 1995 com o objetivo de produzir biscoitos doces e salgados. Em razão do alongamento dos eixos de produção e

Leia mais

Associação de Desenvolvimento da Microbacia do Ribeirão das Pedras Taió (SC)

Associação de Desenvolvimento da Microbacia do Ribeirão das Pedras Taió (SC) Associação de Preservação do Meio Ambiente do Alto Vale do Itajaí Rua XV de Novembro, 218 sala 27 Rio do Sul (SC) Fone/fax: (47) 3521-0326 Email: info@apremavi.org.br Associação de Desenvolvimento da Microbacia

Leia mais

MÉTODOS DE DETERMINAÇÃO DA VAZÃO MÁXIMA COM BASE NA PRECIPITAÇÃO Material elaborado por Gracely, monitora da disciplina.

MÉTODOS DE DETERMINAÇÃO DA VAZÃO MÁXIMA COM BASE NA PRECIPITAÇÃO Material elaborado por Gracely, monitora da disciplina. MÉTODOS DE DETERMINAÇÃO DA VAZÃO MÁXIMA COM BASE NA PRECIPITAÇÃO Material elaborado por Gracely, monitora da disciplina. 1. Método Racional A vazão máxima pode ser estimada com base na precipitação, por

Leia mais

RECOMENDAÇÕES DA OUVIDORIA DA AGERSA

RECOMENDAÇÕES DA OUVIDORIA DA AGERSA RECOMENDAÇÕES DA OUVIDORIA DA AGERSA MENSAGEM AO CONSUMIDOR ADMINISTRE A SUA CONTA DE ÁGUA PORQUE ADMINISTRAR Na maioria das vezes o morador de um imóvel ou o síndico de um condomínio somente se apercebe

Leia mais

1. Canteiro de Obra Campo Grande 03

1. Canteiro de Obra Campo Grande 03 1. Canteiro de Obra Campo Grande 03 A cidade de Campo Grande, localizada no estado do Rio Grande do Norte (RN), é um dos municípios no qual dispõe de boa estrutura para implantação de um dos três canteiros

Leia mais

RESUMO. Palavras-chaves: Córrego, degradação, nascente.

RESUMO. Palavras-chaves: Córrego, degradação, nascente. CAMINHADA ECOLÓGICA COM PARTICIPAÇÃO DO PIBID/ BIOLOGIA: RELATO SOBRE CONSEQUÊNCIAS GERADAS AO MEIO AMBIENTE DEVIDO A INSTALAÇÃO DE RESIDÊNCIAS CADA VEZ MAIS PRÓXIMAS A NASCENTE E AO PERCURSO DO CÓRREGO

Leia mais

Página 1 NÚCLEO DE ESPORTES - JABOUR FUTEBOL CLUBE. Coordenador: Cosme Eduardo. Logradouro: Rua Ciro Vieira da Cunha, s/n.

Página 1 NÚCLEO DE ESPORTES - JABOUR FUTEBOL CLUBE. Coordenador: Cosme Eduardo. Logradouro: Rua Ciro Vieira da Cunha, s/n. NÚCLEO DE ESPORTES - JABOUR FUTEBOL CLUBE Coordenador: Cosme Eduardo Logradouro: Rua Ciro Vieira da Cunha, s/n Bairro: Jabour CEP: 29072-280 Funcionamento: 14h às 17h 1. Local de funcionamento do Núcleo

Leia mais

Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária RESOLUÇÃO N.º 06, DE 09 DE MAIO DE 2006.

Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária RESOLUÇÃO N.º 06, DE 09 DE MAIO DE 2006. Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária RESOLUÇÃO N.º 06, DE 09 DE MAIO DE 2006. Dá nova redação ao Anexo I, da Resolução n.º 07, de 14 de abril de 2003. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

RELATÓRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DA DOAÇÃO DA FUNDAÇÃO MÁRIO DEDINI À MUCAPP

RELATÓRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DA DOAÇÃO DA FUNDAÇÃO MÁRIO DEDINI À MUCAPP RELATÓRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DA DOAÇÃO DA FUNDAÇÃO MÁRIO DEDINI À MUCAPP PIRACICABA MARÇO - 2009 RELATÓRIO REFERENTE À PRESTAÇÃO DE CONTAS DA DOAÇÃO FEITA PELA FUNDAÇÃO MÁRIO DEDINI À MUCAPP Em 28

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO GABINETE DO PREFEITO Anexo A Minuta de acompanhamento Parcial do Protocolo de Intenções PROGRAMA PBA JIRAU LOCALIDADE VALOR (R$) Status I PROGRAMA DE COMPENSAÇÃO SOCIAL 16.300.000,00 1) Subprograma de Apoio ao Município 10.300.000,00

Leia mais

ANÁLISE DAS PRECIPITAÇÕES MÁXIMAS E DOS EVENTOS EXTREMOS OCORRIDOS EM SÃO LUÍZ DO PARAITINGA (SP) E MUNICÍPIOS VIZINHOS

ANÁLISE DAS PRECIPITAÇÕES MÁXIMAS E DOS EVENTOS EXTREMOS OCORRIDOS EM SÃO LUÍZ DO PARAITINGA (SP) E MUNICÍPIOS VIZINHOS ANÁLISE DAS PRECIPITAÇÕES MÁXIMAS E DOS EVENTOS EXTREMOS OCORRIDOS EM SÃO LUÍZ DO PARAITINGA (SP) E MUNICÍPIOS VIZINHOS Maria Crystianne Fonseca Rosal & Vanesca Sartorelli Medeiros SUREG-SP Sumário Introdução

Leia mais

Instalação de Água fria - GABARITO

Instalação de Água fria - GABARITO Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Hidráulica e Saneamento Curso: Engenharia Civil Disciplina: TH030 - Sistemas Prediais Hidráulicos Sanitários TURMA D Instalação de Água

Leia mais

HIDROSFERA E AS ÁGUAS CONTINETAIS E BACIAS HIDROGRÁFICAS MÓDULOS 14 E 15

HIDROSFERA E AS ÁGUAS CONTINETAIS E BACIAS HIDROGRÁFICAS MÓDULOS 14 E 15 HIDROSFERA E AS ÁGUAS CONTINETAIS E BACIAS HIDROGRÁFICAS MÓDULOS 14 E 15 IMPORTÂNCIA DA ÁGUA A água é um recurso natural fundamental ao ser humano, uma das principais fontes de vida. Necessárias são posturas

Leia mais