Exemplos de Telas de Supervisórios

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exemplos de Telas de Supervisórios"

Transcrição

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20 Exemplos de Sistemas Especiais

21 Exemplos de Sistemas Especiais

22 Exemplos de Sistemas Especiais

23 Exemplos de Sistemas Especiais

24 Exemplos de Sistemas Especiais

25 Exemplos de Sistemas Especiais

26 Exemplos de Sistemas Especiais

27 Exemplos de Sistemas Especiais

28 Exemplos de Sistemas Especiais

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado Pág 12 de 60 Pág 13 de 60 Pág 14 de 60 Pág 15 de 60 Pág 16 de 60 Pág 17 de 60 Pág 18 de 60 Pág 19 de 60 Pág 20 de 60 Pág 21 de 60 Pág 22 de 60 Pág 23 de 60 Pág 24 de 60 Pág 25 de 60 Pág 26 de 60 Pág 27

Leia mais

OS SEMELHANTES SE ATRAEM?

OS SEMELHANTES SE ATRAEM? OS SEMELHANTES SE ATRAEM? Objetivo Analisar a solubilidade de substâncias de uso doméstico. Descrição A solubilidade de substâncias se dá em função de uma afinidade eletrônica existente entre as espécies

Leia mais

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO DE ÁCIDO-BASE Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Introdução a Analise Química - II sem/2012 Profa Ma Auxiliadora - 1 Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS PROFESSORA LUCÉLIA. Normalização

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS PROFESSORA LUCÉLIA. Normalização LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS PROFESSORA LUCÉLIA Normalização 1 NORMALIZAÇÃO DESCRIÇÃO DE DOCUMENTO, ARQUIVO OU DE SGBD NÃO RELACIONAL ESQUEMA DE TABELA RELACIONAL NÃO NORMALIZADA 1ª FORMA NORMAL 2ª FORMA

Leia mais

Linguagem C: for. Introdução à linguagem C(++) Profs. Anilton, Lasaro e Paulo Coelho. Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia

Linguagem C: for. Introdução à linguagem C(++) Profs. Anilton, Lasaro e Paulo Coelho. Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia Introdução à linguagem C(++) Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia Organização Introdução Esqueleto de Repetições I Passos do do-while e while declarar uma variável que sirva de controle

Leia mais

Teoria Ácido-Base e Reações Químicas

Teoria Ácido-Base e Reações Químicas Aula ao Vivo Teoria Ácido-Base e Reações Químicas Química Allan Rodrigues 27.04.2015 Existem várias teorias sobre ácidos e bases. Dentre elas, temos a teoria do químico sueco Svante August Arrhenius, que

Leia mais

PROTOCOLO DE 1967 RELATIVO AO ESTATUTO DOS REFUGIADOS 1

PROTOCOLO DE 1967 RELATIVO AO ESTATUTO DOS REFUGIADOS 1 PROTOCOLO DE 1967 RELATIVO AO ESTATUTO DOS REFUGIADOS 1 Os Estados Partes no presente Protocolo, Considerando que a Convenção relativa ao Estatuto dos Refugiados assinada em Genebra, em 28 de julho de

Leia mais

Recorrer contra a investigação da polícia relativamente à sua reclamação

Recorrer contra a investigação da polícia relativamente à sua reclamação Estas informações estão relacionadas com reclamações recebidas pelas forças policiais em ou após 22 de novembro de 2012. Se a sua reclamação foi recebida antes de 22 de novembro de 2012, o seu recurso

Leia mais

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card ITEM 1 - Município - Rio de Janeiro - RJ ANEXO II DO TERMO DE REFERÊNCIA QT Valor Unitário R$ Valor Total R$ 1 - Projeto (verba para infraestrutura e ativação local) VB 1 Software de Acesso - Licença Web

Leia mais

Distribui cões Personalizadas Debian

Distribui cões Personalizadas Debian Otavio Salvador Enrico Zini otavio@debian.org, enrico@debian.org Congreso Internacional de Software Livre - 2 Edição 1 2 Idéias O que é customizar? Como eu customizo uma Distribuição Genérica tornando-a

Leia mais

COMO FUNCIONAM DOIS PROCEDIMENTOS DO ICMS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

COMO FUNCIONAM DOIS PROCEDIMENTOS DO ICMS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA COMO FUNCIONAM DOIS PROCEDIMENTOS DO IPI dentro e fora da base de cálculo do ICMS Substituição Tributária do ICMS Francisco Cavalcante (francisco@fcavalcante.com.br) Sócio-Diretor da Cavalcante Associados,

Leia mais

Diesel PreCare HDP até 1800 l/h

Diesel PreCare HDP até 1800 l/h Diesel PreCare HDP até 800 l/h manual totalmente automático. DESCRIÇÃO TÉCNICA. FILTRO O Diesel PreCare é um sistema inovador para a pré-fi ltração de óleo Diesel, que protege fabricantes e usuários de

Leia mais

Os ícones que são usados nos desenhos de moldes estão dispostos na paleta na seguinte ordem:

Os ícones que são usados nos desenhos de moldes estão dispostos na paleta na seguinte ordem: Paleta de moldes Os ícones que são usados nos desenhos de moldes estão dispostos na paleta na seguinte ordem: A seguir, apresentam-se os comandos mais usados, indicando seu ícone correspondente, informação

Leia mais

A biodiversidade nos processos de fitorremediação

A biodiversidade nos processos de fitorremediação INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA Biodiversidade e Conservação A biodiversidade nos processos de fitorremediação Lopo Carvalho 29 Maio 2007 FITORREMEDIAÇÃO é a utilização de plantas e dos micróbios a elas

Leia mais

Guia de Instalação e Configuração do Ubuntu 12.04

Guia de Instalação e Configuração do Ubuntu 12.04 Guia de Instalação e Configuração do Ubuntu 12.04 Autor: Aécio Pires João Pessoa-PB FLISOL Patos - UFCG 2012 1 Guia de instalação e configuração do Ubuntu 12.04 LTS Sumário SUMÁRIO...

Leia mais

UTILIZANDO O SISTEMA CAS

UTILIZANDO O SISTEMA CAS Índice INTRODUÇÃO----------------------------------------------------------------- 1 OBJETIVO ---------------------------------------------------------------------- 1 ACESSANDO O SISTEMA CAS -------------------------------------------

Leia mais

MÓDULO: Easy Import Control ROTEIRO DE INSTALAÇÃO SISCCAD

MÓDULO: Easy Import Control ROTEIRO DE INSTALAÇÃO SISCCAD MÓDULO: Easy Import Control ROTEIRO DE INSTALAÇÃO SISCCAD SISC01 - Responsável pela troca de informações da Licença de Importação (LI) entre o Easy Import Control e o Siscomex. SISCCAD - Responsável pela

Leia mais

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Políticas de Inovação para o Crescimento Inclusivo: Tendências, Políticas e Avaliação PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Rafael Lucchesi Confederação Nacional da Indústria Rio

Leia mais

Apresentação. Apresentamos a seguir, o sistema de controle de estacionamentos

Apresentação. Apresentamos a seguir, o sistema de controle de estacionamentos Apresentação Apresentamos a seguir, o sistema de controle de estacionamentos Objetivos O Parking System tem por objetivo automatizar a entrada e saída de veículos de um estacionamento com segurança e agilidade.

Leia mais

Manual de Configuração XD Linux

Manual de Configuração XD Linux Manual de Configuração XD Linux Sumário Pré-requisito:... 3 Instalação do XD no Linux... 4 Download... 4 Preparação... 4 Instalação... 5 Arranque em automático... 7 Configuração de portar... 9 Permissões

Leia mais

Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong. Serviços Online. Kong. https://www.cgportugal.org/ www.facebook.com/cgmohk

Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong. Serviços Online. Kong. https://www.cgportugal.org/ www.facebook.com/cgmohk Serviços Online Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong 2015 https://www.cgportugal.org/ www.facebook.com/cgmohk ÍNDICE I. Fazer o registo no sistema... 2 II. Enviar dados para receber notificações

Leia mais

Sinais Desbalanceados/Balanceados e Sinais Mono/Estéreo

Sinais Desbalanceados/Balanceados e Sinais Mono/Estéreo Sinais Desbalanceados/Balanceados e Sinais Mono/Estéreo - Introdução Compilado por: Eng. Adriano uiz Spada Attack do Brasil Os sinais s s possuem características bem diferenciadas, o que nos permite identificá-los

Leia mais

Um manifesto do Movimento Rethinking Resource Sharing Initiative

Um manifesto do Movimento Rethinking Resource Sharing Initiative Um manifesto do Movimento Rethinking Resource Sharing Initiative Subscrito pelo Comité Permanente do Movimento Repensar a Partilha de Recursos Fevereiro 2007 Subscrito pelo Comité Executivo da ALA/RUSA/STARS

Leia mais

do estágio para a formação de futuros professores

do estágio para a formação de futuros professores Caderno de Investigação Aplicada, 2010, 4, 153-160 do estágio para a formação de futuros professores Fabiana Maria Roque Chaves Escola Superior de Educação Almeida Garrett E-mail: fabianamrchaves@gmail.com

Leia mais

DES Instalação versão 3.0

DES Instalação versão 3.0 DES Instalação versão 3.0 A Secretaria de Finanças, através da Gerência de Tributos Mobiliários (GETM) e da Gerência de Informática, esclarecem que para instalar o executável da versão 3.0 da DES o procedimento

Leia mais

A T I V I D A D E / H O R A (Timesheet)

A T I V I D A D E / H O R A (Timesheet) A T I V I D A D E / H O R A (Timesheet) 1. Configurando a Unidade de Tempo para cadastro de Ativ./Hora a) Em Utilitários, clicar na opção Tabelas de unidades de tempo. b) Clicar no botão incluir. c) Estabelecer

Leia mais

27. Convenção da Haia sobre a Lei Aplicável aos Contratos de Mediação e à Representação

27. Convenção da Haia sobre a Lei Aplicável aos Contratos de Mediação e à Representação 27. Convenção da Haia sobre a Lei Aplicável aos Contratos de Mediação e à Representação Os Estados signatários da presente Convenção: Desejosos de estabelecer disposições comuns sobre a lei aplicável aos

Leia mais

Algoritmos e Programação Estruturada

Algoritmos e Programação Estruturada Algoritmos e Programação Estruturada Virgínia M. Cardoso Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson.

Leia mais

Para gerar os dados de uma nota fiscal eletrônica.

Para gerar os dados de uma nota fiscal eletrônica. Para gerar os dados de uma nota fiscal eletrônica. Entre em: Cadastro Nota Fiscal Abrirá a tela a seguir. Na parte em branco clique com o botão direito do mouse, e depois em Importar Nota ou Chamada de

Leia mais

A ADEQUAÇÃO DO INSTRUMENTO FINANCEIRO AO PERFIL DO INVESTIDOR

A ADEQUAÇÃO DO INSTRUMENTO FINANCEIRO AO PERFIL DO INVESTIDOR A ADEQUAÇÃO DO INSTRUMENTO FINANCEIRO AO PERFIL DO INVESTIDOR CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 1 A adequação do Instrumento Financeiro ao Perfil do Investidor nota Os intermediários

Leia mais