DATACOM AUTOMAÇÃO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DATACOM AUTOMAÇÃO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA"

Transcrição

1 DATACOM AUTOMAÇÃO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CASCAVEL 2012

2 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Substituição Tributária (ST) é uma forma de tributação onde um contribuinte substitui o outro, no recolhimento do imposto devido. O Governo aplica esta forma de tributação nas mercadorias com grande volume de vendas, para facilitar a fiscalização e diminuir a evasão fiscal, uma vez que só a necessidade de fiscalizar uma parte na cadeia de transferência do produto até o consumidor final. Com o passar dos anos, como vem sendo atingidos os resultados esperados, cada vez mais produtos vem sendo incluídos no regime de substituição tributária. E a tendência é que esta gama de produtos continue aumentando. Histórico A substituição tributária teve origem na Europa, mais precisamente na Espanha, no Brasil, surgiu com o Código Tributário Nacional, onde em seu art. 58 2, II, atribuía à condição de responsável ao: Comerciante ou industrial, quanto ao imposto devido por produtor pela saída de mercadorias a eles destinadas (= Diferimento = Subst. Tributária Regressiva); Industrial ou ao comerciante atacadista pelo imposto devido pelo varejista, mediante o acréscimo ao preço da mercadoria, de MVA não excedente de 30% (trinta por cento), que a Lei Estadual fixar (= ST Progressiva, para frente). Artigo revogado em 1983 quando a Lei Complementar 44/83 foi incluída no Decreto Lei nº 406 de O convênio ICMS 66/88, Com força de LC, incluiu no seu texto as normas da LC 44/83 relativas à substituição tributária. CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988: Através da Emenda Constitucional 03/93 foi acrescentado ao art. 150 o 7º. A lei poderá atribuir a sujeito passivo de obrigação tributária a condição de responsável pelo pagamento do imposto ou contribuição, cujo fato gerador deva ocorrer posteriormente, assegurado

3 à imediata e preferencial restituição da quantia paga, caso não se realize o fato gerador presumido.. O convênio ICMS 66/88: vigorou até 1996, quando surgiu a LC 87/96, dando nova conformação ao ICMS. Contribuintes Contribuinte Substituto É o responsável pela retenção e recolhimento do imposto incidente em operações ou prestações antecedentes, concomitantes ou subsequentes, inclusive do valor decorrente da diferença entre as alíquotas interna e interestadual. Em regra geral será o fabricante ou importador no que se refere às operações subsequentes. Contribuinte Substituído É aquele que tem o imposto devido relativo às operações e prestações de serviços pago pelo contribuinte substituto. Responsável O contribuinte que receber, de dentro ou de fora do Estado, mercadoria sujeita à substituição tributária, sem que tenha sido feita a retenção total na operação anterior, fica solidariamente responsável pelo recolhimento do imposto que deveria ter sido retido.

4 Não se aplica o regime da substituição tributária nas: Transferências entre estabelecimentos industriais da mesma empresa, e nas remessas efetuadas pela indústria para sua filial atacadista; Entre sujeitos passivos por substituição da mesma mercadoria; Saídas para outras Unidades da Federação não signatárias de convênios ou protocolos; Para utilização em processo de industrialização; Base de Cálculo ST A Lei Complementar nº 87/96 em seu artigo 8º, estabelece que a base de cálculo por substituição tributária é obtida através do somatório das parcelas seguintes: a) o valor da operação ou prestação própria realizada pelo substituto tributário ou pelo substituído intermediário; b) o montante dos valores de seguro, de frete e de outros encargos cobrados ou transferíveis aos adquirentes ou tomadores de serviço; c) a margem de valor agregado, inclusive lucro, relativa às operações ou prestações subseqüentes. Margem de Valor Agregado (MVA) A margem de valor agregado ira variar de acordo com cada produto, sendo que sua porcentagem está definida no regulamento de ICMS do estado. Mercadoria submetida ao regime de substituição tributária em operação interestadual terá a margem de valor agregado estabelecida em Convênio ou Protocolo.

5 Forma de Cálculo da substituição tributaria Operação Interna: Primeiramente a empresa substituta calcula o ICMS próprio: Ex.: Indústria/Importador vende uma mercadoria de R$ 1000,00 para o Distribuidor dentro do mesmo estado. Supondo que esse produto seja Gasolina Automotiva, alíquota de 28% de ICMS. 1000,00 x 28% = 280,00 Após esse cálculo, a empresa deve montar a base de cálculo de Substituição tributária. Para isso deve ser acrescentado seguro, frete, IPI e despesas acessórias. Ex.: Mercadorias 1000,00 Frete 100,00 Seguros 50,00 Despesas acessórias 5,00 IPI 0,00 Total: 1155,00 Após encontrar esse valor você deve calcular a margem de valor agregado (MVA). Para gasolina automotiva, conforme o Regulamento de ICMS do Paraná em seu Art. 490, inciso II, alínea b, o MVA é 63,31%. Então, 1155,00 x 63,31% = 731,23 (MVA)

6 1155, ,23 = 1886,23 (Base de Calculo de Substituição Tributária) Tendo encontrado a Base de Cálculo de ST, você deve ira encontrar o ICMS total da operação: 1886,23 x 28% = 528,14 (ICMS total da operação) O próximo passo é encontrar o ICMS de Substituição Tributária, para isso você deve subtrair o imposto devido pela indústria do imposto total da operação: 528,14 280,00 = 248,14 (ICMS ST) Sendo assim o valor total da nota será composto pelos seguintes itens: Mercadoria 1000,00 Frete 100,00 Seguro 50,00 Despesas Acessórias 5,00 IPI 0,00 ICMS ST 248,14 Valor Total da Nota 1403,14

7 EMITENTE NOTA FISCAL Nº NOME / RAZÃO SOCIAL X SAÍDA ENTRADA LOGOTIPO ENDEREÇO BAIRRO/DISTRITO 1ª VIA DESTINATÁRIO / MUNICÍPIO FONE / FAX UF CEP CGC REMETENTE NATUREZA DA OPERAÇÃO VENDA DE COMBUSTÍVEL DESTINATÁRIO REMETENTE CFOP 5652 INSCRIÇÃO ESTADUAL DO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO INSCRIÇÃO ESTADUAL DATA LIMITE PARA EMISSÃO NOME / RAZÃO SOCIAL CGC / CPF DATA DA EMISSÃO ENDEREÇO BAIRRO / DISTRITO CEP DATA DA SAÍDA / ENTRADA MUNICÍPIO FONE / FAX UF INSCRIÇÃO ESTADUAL HORA DA SAÍDA FATURA DADOS DO PRODUTO CÓDIGO DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS CFOP CST UNIDADE QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTAS VALOR DO IPI PRODUTO ICMS IPI Gasolina Comum Lt 730 1, ,00 28% 0% 0,00 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CÁLCULO DO ICMS 1000,00 VALOR DO ICMS 280,00 BASE DE CÁLCULO ICMS SUBSTITUIÇÃO 1886,23 VALOR DO ICMS SUBSTITUIÇÃO 248,14 VALOR TOTAL DOS PRODUTOS 1000,00 VALOR DO FRETE 100,00 VALOR DO SEGURO 50,00 OUTRAS DESPESAS ASSESSÓRIAS 5,00 VALOR TOTAL DO IPI 0,00 VALOR TOTAL DA NOTA 1403,14 TRANSPORTADOR / VOLUMES TRANSPORTADOS NOME / RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 1 EMITENTE 2 DESTINATÁRIO PLACA DO VEÍCULO UF CGC / CPF ENDEREÇO MUNICÍPIO UF INSCRIÇÃO ESTADUAL QUANTIDADE ESPÉCIE MARCA NÚMERO PESO BRUTO PESO LÍQUIDO DADOS ADICIONAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES RESERVADO AO FISCO Nº DE CONTROLE DO FORMULÁRIO DADOS DA AIDF E DO IMPRESSOR AUTENTICAÇÃO MECÂNICA RECEBEMOS DE (RAZÃO SOCIAL DO EMITENTE) OS PRODUTOS CONSTANTES DA NOTA FISCAL AO LADO NOTA FISCAL DATA DO RECEBIMENTO IDENTIFICAÇÃO E ASSINATURA DO RECEBEDOR Nº

8 Na seqüência desta operação, quando esta distribuidora for revender este combustível para empresas de comércio varejista, não deve destacar nada de imposto nas bases, pois este já foi recolhido anteriormente. Ex: A distribuidora revende estes mesmos 730 litros a R$ 2,25 o litro. 730 x 2,20 = 1606,00 Supondo que teve as seguintes despesas informadas na nota: Produtos 1606,00 Frete 36,50 Seguro 15,00 Despesas acessórias 2,50 Valor Total da Nota 1660,00 A Nota Fiscal ficaria assim:

9 EMITENTE NOTA FISCAL Nº NOME / RAZÃO SOCIAL X SAÍDA ENTRADA LOGOTIPO ENDEREÇO BAIRRO/DISTRITO 1ª VIA DESTINATÁRIO / MUNICÍPIO FONE / FAX UF CEP CGC REMETENTE NATUREZA DA OPERAÇÃO REVENDA DE COMBUSTÍVEL PARA COMERCIALIZAÇÃO DESTINATÁRIO REMETENTE CFOP 5655 INSCRIÇÃO ESTADUAL DO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO INSCRIÇÃO ESTADUAL DATA LIMITE PARA EMISSÃO NOME / RAZÃO SOCIAL CGC / CPF DATA DA EMISSÃO ENDEREÇO BAIRRO / DISTRITO CEP DATA DA SAÍDA / ENTRADA MUNICÍPIO FONE / FAX UF INSCRIÇÃO ESTADUAL HORA DA SAÍDA FATURA DADOS DO PRODUTO CÓDIGO DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS CFOP CST UNIDADE QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTAS VALOR DO IPI PRODUTO ICMS IPI Gasolina Comum Lt 730 2, ,00 28% 0% 0,00 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CÁLCULO DO ICMS VALOR DO ICMS BASE DE CÁLCULO ICMS SUBSTITUIÇÃO VALOR DO ICMS SUBSTITUIÇÃO VALOR TOTAL DOS PRODUTOS 1606,00 VALOR DO FRETE 36,50 VALOR DO SEGURO 15,00 OUTRAS DESPESAS ASSESSÓRIAS 2,50 VALOR TOTAL DO IPI 0,00 VALOR TOTAL DA NOTA 1660,00 TRANSPORTADOR / VOLUMES TRANSPORTADOS NOME / RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 1 EMITENTE 2 DESTINATÁRIO PLACA DO VEÍCULO UF CGC / CPF ENDEREÇO MUNICÍPIO UF INSCRIÇÃO ESTADUAL QUANTIDADE ESPÉCIE MARCA NÚMERO PESO BRUTO PESO LÍQUIDO DADOS ADICIONAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES ICMS recolhido por Substituição Tributária Base de Calculo ST: 1886,23 ICMS ST: 248,14 RESERVADO AO FISCO Nº DE CONTROLE DO FORMULÁRIO DADOS DA AIDF E DO IMPRESSOR AUTENTICAÇÃO MECÂNICA RECEBEMOS DE (RAZÃO SOCIAL DO EMITENTE) OS PRODUTOS CONSTANTES DA NOTA FISCAL AO LADO NOTA FISCAL

10 Na revenda do comércio varejista para o consumidor final, também não deve ser destacado nada de imposto nas bases. Ex: O Posto de Combustível revende estes mesmos 730 litros a R$ 2,58 o litro. 730 x 2,58 = 1883,40. A nota ficaria assim:

11 EMITENTE NOTA FISCAL Nº NOME / RAZÃO SOCIAL X SAÍDA ENTRADA LOGOTIPO ENDEREÇO BAIRRO/DISTRITO 1ª VIA DESTINATÁRIO / MUNICÍPIO FONE / FAX UF CEP CGC REMETENTE NATUREZA DA OPERAÇÃO VENDA DE COMBUSTÍVEL PARA CONSUMIDOR FINAL DESTINATÁRIO REMETENTE CFOP 5656 INSCRIÇÃO ESTADUAL DO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO INSCRIÇÃO ESTADUAL DATA LIMITE PARA EMISSÃO NOME / RAZÃO SOCIAL CGC / CPF DATA DA EMISSÃO ENDEREÇO BAIRRO / DISTRITO CEP DATA DA SAÍDA / ENTRADA MUNICÍPIO FONE / FAX UF INSCRIÇÃO ESTADUAL HORA DA SAÍDA FATURA DADOS DO PRODUTO CÓDIGO DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS CFOP CST UNIDADE QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTAS VALOR DO IPI PRODUTO ICMS IPI Gasolina Comum Lt 730 2, ,40 28% 0% 0,00 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CÁLCULO DO ICMS VALOR DO ICMS BASE DE CÁLCULO ICMS SUBSTITUIÇÃO VALOR DO ICMS SUBSTITUIÇÃO VALOR TOTAL DOS PRODUTOS 1883,40 VALOR DO FRETE VALOR DO SEGURO OUTRAS DESPESAS ASSESSÓRIAS VALOR TOTAL DO IPI 0,00 VALOR TOTAL DA NOTA 1883,40 TRANSPORTADOR / VOLUMES TRANSPORTADOS NOME / RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 1 EMITENTE 2 DESTINATÁRIO PLACA DO VEÍCULO UF CGC / CPF ENDEREÇO MUNICÍPIO UF INSCRIÇÃO ESTADUAL QUANTIDADE ESPÉCIE MARCA NÚMERO PESO BRUTO PESO LÍQUIDO DADOS ADICIONAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES ICMS recolhido por Substituição Tributária Base de Calculo ST: 1886,23 ICMS ST: 248,14 RESERVADO AO FISCO Nº DE CONTROLE DO FORMULÁRIO DADOS DA AIDF E DO IMPRESSOR AUTENTICAÇÃO MECÂNICA

12 Operação Interestadual: Primeiramente a empresa substituta calcula o ICMS próprio: Ex.: Indústria/Importador de São Paulo vende uma mercadoria de R$ 1000,00 para um Distribuidor do Paraná. Supondo que esse produto seja Gasolina Automotiva, alíquota interestadual entre São Paulo e Paraná é de 12% de ICMS. 1000,00 x 12% = 120,00 Após esse cálculo, a empresa deve montar a base de cálculo de Substituição tributária. Para isso deve ser acrescentado seguro, frete, IPI e despesas acessórias. Ex.: Mercadorias 1000,00 Frete 100,00 Seguros 50,00 Despesas acessórias 5,00 IPI 0,00 Total: 1155,00 Após encontrar esse valor você deve calcular a margem de valor agregado (MVA). Para gasolina automotiva, conforme o Regulamento de ICMS do Paraná em seu Art. 490, inciso II, alínea b, o MVA é 126,82%. Então, 1155,00 x 126,82% = 1464,77 (MVA) 1155, ,77 = 2619,77 (Base de Calculo de Substituição Tributária)

13 Tendo encontrado a Base de Cálculo de ST, você deve ira encontrar o ICMS total da operação: 2619,77 x 28% = 733,54 (ICMS total da operação) O próximo passo é encontrar o ICMS de Substituição Tributária, para isso você deve subtrair o imposto devido pela indústria do imposto total da operação: 733,54 120,00 = 613,54 (ICMS ST) Sendo assim o valor total da nota será composto pelos seguintes itens: Mercadoria 1000,00 Frete 100,00 Seguro 50,00 Despesas Acessórias 5,00 IPI 0,00 ICMS ST 613,54 Valor Total da Nota 1768,54 O restante da cadeia desta operação segue da mesma forma.

14 EMITENTE NOTA FISCAL Nº NOME / RAZÃO SOCIAL X SAÍDA ENTRADA LOGOTIPO ENDEREÇO BAIRRO/DISTRITO 1ª VIA DESTINATÁRIO / MUNICÍPIO FONE / FAX UF CEP CGC REMETENTE NATUREZA DA OPERAÇÃO VENDA DE COMBUSTÍVEL DESTINATÁRIO REMETENTE CFOP 6652 INSCRIÇÃO ESTADUAL DO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO INSCRIÇÃO ESTADUAL DATA LIMITE PARA EMISSÃO NOME / RAZÃO SOCIAL CGC / CPF DATA DA EMISSÃO ENDEREÇO BAIRRO / DISTRITO CEP DATA DA SAÍDA / ENTRADA MUNICÍPIO FONE / FAX UF INSCRIÇÃO ESTADUAL HORA DA SAÍDA FATURA DADOS DO PRODUTO CÓDIGO DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS CFOP CST UNIDADE QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ALÍQUOTAS VALOR DO IPI PRODUTO ICMS IPI Gasolina Comum Lt 730 1, ,00 28% 0% 0,00 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CÁLCULO DO ICMS 1000,00 VALOR DO ICMS 120,00 BASE DE CÁLCULO ICMS SUBSTITUIÇÃO 2619,77 VALOR DO ICMS SUBSTITUIÇÃO 613,54 VALOR TOTAL DOS PRODUTOS 1000,00 VALOR DO FRETE 100,00 VALOR DO SEGURO 50,00 OUTRAS DESPESAS ASSESSÓRIAS 5,00 VALOR TOTAL DO IPI 0,00 VALOR TOTAL DA NOTA 1768,54 TRANSPORTADOR / VOLUMES TRANSPORTADOS NOME / RAZÃO SOCIAL FRETE POR CONTA 1 EMITENTE 2 DESTINATÁRIO PLACA DO VEÍCULO UF CGC / CPF ENDEREÇO MUNICÍPIO UF INSCRIÇÃO ESTADUAL QUANTIDADE ESPÉCIE MARCA NÚMERO PESO BRUTO PESO LÍQUIDO DADOS ADICIONAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES RESERVADO AO FISCO Nº DE CONTROLE DO FORMULÁRIO DADOS DA AIDF E DO IMPRESSOR AUTENTICAÇÃO MECÂNICA RECEBEMOS DE (RAZÃO SOCIAL DO EMITENTE) OS PRODUTOS CONSTANTES DA NOTA FISCAL AO LADO NOTA FISCAL DATA DO RECEBIMENTO IDENTIFICAÇÃO E ASSINATURA DO RECEBEDOR Nº

15 Produtos Tributados por ST no Paraná Atualmente no Paraná os seguintes produtos são tributados através da Substituição Tributária: Descrição dos Produtos Artigo do RICMS Água Mineral, Gelo, Cerveja e Refrigerante. 480 e 481 Cigarro e Outros Produtos Derivados do Fumo 482 e 483 Cimento 484 e 485 Operações com Veículos 486 a Combustíveis, Lubrificantes, Aditivos e Outros. 489 a 502 Biodiesel 503 a 506 Demais Disposições nas Operações com Combustíveis, 507 a 514 Lubrificantes, Aditivos e Outros. Sorvetes 515 e 516 Pneumáticos, Câmaras e Protetores. 517 e 518 Tintas, Vernizes e Outras Mercadorias da Indústria 519 e Química. Venda Porta a Porta 521 a 523 Energia Elétrica 524 e 525 Filmes Fotográfico e Cinematográfico e Slide 526 a 527 Disco Fonográfico, Fita Virgem ou Gravada. 528 e 529 Veículos Novos - Faturamento Direto ao Consumidor 530 a 534 Aparelhos Celulares e Cartões inteligentes (Smart 535 e 536 Cards e Sim Card) Rações para Animais Domésticos 536-a e 536-b Suporte Elástico para Camas, Colchões, Box, 536-c e 536-d Travesseiros e Pillow. Cosméticos, Perfumaria, Artigos de Higiene Pessoal e 536-e e 536-h de Toucador. Peças, Componentes e Acessórios, para Veículos e 536-J Automotores e Outros Fins. Produtos Farmacêuticos 536-M e 536-O Lâmina de Barbear, Aparelho de Barbear Descartável e 536-P e 536-Q Isqueiro. Lâmpada Elétrica 536-R e 536-S Pilhas e Baterias Elétricas 536-T e 536-U Prestação de Serviço de Transporte 537 a 539 Tabela por mercadorias de acordo com a Nomenclatura Brasileira de Mercadorias CÓDIGO DA TIPI NBM/SH Artigo do RICMS/PR DESCRIÇÃO 521 Produtos alimentícios, concentrados, proteínas e substâncias protéicas texturizadas, exceto os produtos classificados na posição 2936 da NCM; Artigo que dispõe da Margem % 521 Demais produtos - Venda porta á porta Bebidas lácteas Bebidas lácteas Bebidas lácteas Bebidas lácteas Henna Preparados para fabricação de sorvetes em máquina Sorvete, inclusive sanduíche de sorvete Preparados para fabricação de sorvetes em máquina

16 Bebidas hidroeletrolíticas (isotônicas) e energéticas Xarope ou extrato concentrado, destinados ao preparo de refrigerante pré-mix ou post-mix Água mineral, gasosa ou não, ou potável, natural, gelo Refrigerantes Demais casos, inclusive quando se tratar de água gaseificada ou aromatizada artificialmente Bebidas hidroeletrolíticas (isotônicas) e energéticas Chope Cerveja A Rações Pet para animais domésticos 536-B Charutos, cigarrilhas e cigarros, de fumo (tabaco) ou dos seus sucedâneos Fumo (tabaco) para fumar, mesmo contendo sucedâneos de fumo (tabaco) em qualquer proporção Cimento Gasolina Automotiva Óleo Diesel Gás Liquefeito de Petróleo Álcool Etílico Hidratado Combustível Gás Natural Veicular Óleo Combustível Álcool Hidratado Gasolina de Aviação Querosene de Aviação Álcool Etílico Anidro Combustível AEAC ou Biodiesel B Piche (pez) Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros (exceto posição ) Vaselina Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Piche (pez) Piche (pez) Amoníaco em solução aquosa (amônia) Xadrez e pós assemelhados Peróxido de hidrogênio (água oxigenada) mesmo solidificado com uréia

17 Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros Acetona M Provitaminas e vitaminas 536-N Provitaminas, vitaminas e seus derivados M Soros e vacinas 536-N M Medicamentos 536-N M Medicamentos 536-N Gaze, ataduras, adesivos e artigos análogos, exceto algodão M Haste, flexível ou não, com uma ou ambas as extremidades envolvidas em algodão, algodão impregnado ou recoberto de substâncias farmacêuticas ou acondicionado para venda a retalho, para usos medicinais, cirúrgicos e dentários M Preparações químicas contraceptivas à base de hormônios ou de espermicidas 536-N 536-N Lubrificação íntima Corantes para aplicação em bases, tintas e vernizes Xadrez e pós assemelhados Corantes para aplicação em bases, tintas e vernizes Tintas, vernizes e outros Tintas, vernizes e outros Tintas, vernizes e outros Secantes preparados Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Indutos, mástiques, massas para acabamento, pintura ou vedação Óleos essenciais (desterpenados ou não), incluídos os chamados "concretos" ou "absolutos"; resinóides; oleorresinas de extração; soluções concentradas de óleos essenciais em gorduras, em óleos fixos, em ceras ou em matérias análogas, obtidas por tratamento de flores através de substâncias gordas ou por maceração; subprodutos terpênicos residuais da desterpenação dos óleos essenciais; águas destiladas aromáticas e soluções aquosas de óleos essenciais Perfumes, cosméticos e produtos de toucador Perfumes e águas-de-colônia Perfumes, cosméticos e produtos de toucador Produtos de beleza ou de maquilagem preparados e preparações para conservação ou cuidados da pele (exceto medicamentos), incluídas as preparações anti-solares e os bronzeadores; preparações para manicuros e pedicuros Perfumes, cosméticos e produtos de toucador Preparações capilares Perfumes, cosméticos e produtos de toucador Preparações para higiene bucal ou dentária, incluídos os pós e cremes para facilitar a aderência

18 de dentaduras; fios utilizados para limpar os espaços interdentais (fios dentais), em embalagens individuais para venda a retalho Perfumes, cosméticos e produtos de toucador Preparações para barbear (antes, durante ou após) Desodorantes corporais e antiperspirantes Sais perfumados e outras preparações para banho Soluções para higiene ocular Depilatórios, inclusive ceras Produtos de limpeza Sabões de toucador; sabões sob outras formas; produtos e preparações orgânicos tensoativos destinados à lavagem da pele, na forma de líquido ou de creme, acondicionados para venda a retalho, mesmo contendo sabão Lenços (incluídos os de maquiagem e umedecidos) Sabões de toucador; sabões sob outras formas; produtos e preparações orgânicos tensoativos destinados à lavagem da pele, na forma de líquido ou de creme, acondicionados para venda a retalho, mesmo contendo sabão Sabões de toucador; sabões sob outras formas; produtos e preparações orgânicos tensoativos destinados à lavagem da pele, na forma de líquido ou de creme, acondicionados para venda a retalho, mesmo contendo sabão Produtos de limpeza Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Depilatórios, inclusive ceras Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Indutos, mástiques, massas para acabamento, pintura ou vedação Filmes fotográficos, exceto para raios X Filmes cinematográficos Slides Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros Produtos impermeabilizantes, imunizantes para

19 madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros Preparações iniciadoras ou aceleradoras de reação, preparações catalísticas, aglutinantes, aditivos, agentes de cura para aplicação em tintas, vernizes, bases, cimentos, concretos, rebocos e argamassas Catalisadores em colméia cerâmica ou metálica para conversão catalítica de gases de escape de veículo Catalisadores em colméia cerâmica ou metálica para conversão catalítica de gases de escape de veículo Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Indutos, mástiques, massas para acabamento, pintura ou vedação Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparação e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Indutos, mástiques, massas para acabamento, pintura ou vedação Tubos e seus acessórios (por exemplo, juntas, cotovelos, flanges, uniões) de plásticos Protetores de caçamba Fitas, tiras, adesivos, autocolantes, de plástico, refletores, mesmo em rolos; placas metálicas com película de plástico refletora, próprias para colocação em carrocerias, pára-choques de veículos de carga, motocicletas, ciclo motores, capacetes, bonés de agentes de trânsito e de condutores de veículos, atuando como dispositivos refletivos de segurança rodoviários Fitas, tiras, adesivos, autocolantes, de plástico, refletores, mesmo em rolos; placas metálicas com película de plástico refletora, próprias para colocação em carrocerias, pára-choques de veículos de carga, motocicletas, ciclo motores, capacetes, bonés de agentes de trânsito e de condutores de veículos, atuando como dispositivos refletivos de segurança rodoviários.

20 Artigos de plástico e embalagens Artigos de plástico e embalagens Reservatórios de óleo Artigos de plástico e embalagens M Mamadeiras de plástico ou vidro 536-N Artigos de plástico e embalagens Frisos, decalques, molduras e acabamentos M Contraceptivos (dispositivos intra-uterinos - DIU) 536-N Tubos de borracha vulcanizada não endurecida, mesmo providas de seus acessórios Correias de transmissão de borracha vulcanizada, de matérias têxteis, mesmo impregnadas, revestidas ou recobertas, de plástico, ou estratificadas com plástico ou reforçadas com metal ou com outras matérias Pneumáticos novos de borracha, dos tipos utilizados em automóveis de passageiros (incluídos os veículos de uso misto, camionetas e os automóveis de corrida) Pneumáticos novos de borracha, dos tipos utilizados em caminhões (inclusive para os fora-de-entrada), ônibus, aviões, máquinas de terraplenagem, de construção e conservação de estradas, máquinas e tratores agrícolas, pá carregadeira Pneumáticos novos de borracha, dos tipos utilizados em motocicletas Outros tipos de pneus novos, exceto para bicicletas Protetores de borracha novos Câmaras de ar, exceto para bicicletas Artigos de higiene ou de farmácia (incluídas as chupetas), de borracha vulcanizada não endurecida, mesmo com partes de borracha endurecida (exceto ) M Preservativos 536-N Bolsas para gelo ou água quente de borracha vulcanizada não endurecida, mesmo com partes de borracha endurecida Partes de veículos automóveis, tratores e máquinas autopropulsadas Juntas, gaxetas e outros elementos com função semelhante de vedação Tapetes e revestimentos, mesmo confeccionados Malas e maletas de toucador Juntas de vedação de cortiça natural e de amianto Papel higiênico Toalhas de mão Guardanapo de papel Absorventes e tampões higiênicos, fraldas e artigos higiênicos semelhantes Papel-diagrama para tacógrafo, em disco Juntas, gaxetas e outros elementos com função semelhante de vedação Algodão em embalagens de até 100 g Absorventes e tampões higiênicos, fraldas e artigos

21 higiênicos semelhantes Hastes flexíveis Sutiãs descartáveis e assemelhados Tapetes e revestimentos, mesmo confeccionados Tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados, com plástico Mangueiras e tubos semelhantes, de matérias têxteis, mesmo com reforço ou acessórios de outras matérias Correias de transmissão de borracha vulcanizada, de matérias têxteis, mesmo impregnadas, revestidas ou recobertas, de plástico, ou estratificadas com plástico ou reforçadas com metal ou com outras matérias Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário M Fraldas 536-N Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário M Fraldas 536-N Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário Artigos do vestuário Encerados e toldos Capacetes e artefatos de uso semelhante, de proteção, para uso em motocicletas, incluídos ciclo motores Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos Juntas de vedação de cortiça natural e de amianto Guarnições de fricção (por exemplo, placas, rolos, tiras, segmentos, discos, anéis, pastilhas), não montadas, para freios, embreagens ou qualquer outro mecanismo de fricção, à base de amianto, de outras substâncias minerais ou de celulose, mesmo combinadas com têxteis ou outras matérias Vidros de dimensões e formatos que permitam aplicação automotiva Vidros de dimensões e formatos que permitam aplicação automotiva Espelhos retrovisores M Mamadeiras de plástico ou vidro 536-N Lentes de faróis, lanternas e outros utensílios Artefatos de joalharia e de ourivesaria Artefatos de joalharia e de ourivesaria 522

22 Artefatos de joalharia e de ourivesaria Artefatos de joalharia e de ourivesaria Cilindro de aço para GNV (gás natural veicular) Molas e folhas de molas, de ferro ou aço Obras moldadas, de ferro fundido, ferro ou aço (exceto ) Peso de chumbo para balanceamento de roda Peso para balanceamento de roda e outros utensílios de estanho Pinças para sobrancelhas P Aparelhos de barbear 536-Q P Lâminas de barbear 536-Q Espátulas Utensílios e sortidos de utensílios de manicuros ou de pedicuros (incluídas as limas para unhas) Fechaduras e partes de fechaduras Fechaduras e partes de fechaduras Chaves apresentadas isoladamente Dobradiças, guarnições, ferragens e artigos semelhantes de metais comuns Dobradiças, guarnições, ferragens e artigos semelhantes de metais comuns Triângulo de segurança Motores de pistão alternativo dos tipos utilizados para propulsão de veículos do Capítulo Motores dos tipos utilizados para propulsão de veículos automotores Partes reconhecíveis como exclusiva ou principalmente destinadas aos motores das posições 8407 ou Cilindros hidráulicos Cilindros pneumáticos Bomba elétrica de lavador de pára-brisa Bombas para combustíveis, lubrificantes ou líquidos de arrefecimento, próprias para motores de ignição por centelha ou por compressão Bomba elétrica de lavador de pára-brisa Bomba de assistência de direção hidráulica Bomba de assistência de direção hidráulica Bomba elétrica de lavador de pára-brisa Partes das bombas, compressores e turbo compressores dos incisos XXXI, XXXII e XXXIII Bombas de vácuo Motoventiladores Motoventiladores Compressores Turbocompressores de ar Partes das bombas, compressores e turbocompressores dos incisos XXXI, XXXII e XXXIII Partes das bombas, compressores e

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1 ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ENTRE SÃO PAULO E PERNAMBUCO Abrangência: operações interestaduais realizadas entre contribuintes situados em São Paulo e Pernambuco. Produto: autopeças.

Leia mais

DECRETO N. 12.702 DECRETA:

DECRETO N. 12.702 DECRETA: O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, e considerando o Protocolo ICMS 41, de 15 de agosto de 2014, e tendo em vista o contido

Leia mais

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 D.O.U.: 04.06.2009 Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008

PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008 1 de 12 10/01/2011 09:08 PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008 Publicado no DOU de 14.04.08, pelo Despacho 24/08. Retificação no DOU de 02.05.08. Ver Despacho nº 30/08, quanto à aplicação no AP e DF.

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS ICMS

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS ICMS CONCEITO A substituição tributária é o instituto pelo qual o Estado transfere a responsabilidade de recolhimento do imposto para terceiro, que não deu causa ao

Leia mais

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS.

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS. ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS. Acrescentado pelo Decreto nº 21.191 de 28.04.2005 Protocolo ICMS 36/04

Leia mais

Substituição Tributária. São Paulo

Substituição Tributária. São Paulo Substituição Tributária São Paulo São Paulo Visão Geral O Estado de São Paulo vem costurando com diversos Estados celebração de protocolos de ST, onde: MVA s: os mesmos que SP MVA ajustado Conceito de

Leia mais

Esta Portaria estabelece o período de vigência de 01/07/2015 à 31/03/2017, das margens ali destacadas. Cordialmente, Júlio Parente

Esta Portaria estabelece o período de vigência de 01/07/2015 à 31/03/2017, das margens ali destacadas. Cordialmente, Júlio Parente Informe:01/0008/15 Rio de Janeiro, 01 de julho de 2015. Prezados, Foi publicado em 30/06/2015 a Portaria CAT Nº 70/2015 do Estado de São Paulo, que estabelece as novas margens de MVA aplicáveis na composição

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 45.684 DE 29 DE MAIO DE 2008. (publicado no DOE nº 102, de 28 de maio de 2008) Modifica o Regulamento do

Leia mais

DECRETO N 4.282. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA:

DECRETO N 4.282. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: DECRETO N 4.282 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: Art. 1º Ficam introduzidas no Regulamento do ICMS, aprovado

Leia mais

DECRETO Nº 2.559. Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008

DECRETO Nº 2.559. Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008 DECRETO Nº 2.559 Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, e considerando o Protocolo

Leia mais

Maranhão > Novembro/2015

Maranhão > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Maranhão >

Leia mais

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012.

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012. Rio de Janeiro, 22 de outubro de 2012 Of. Circ. Nº 418/12 Ref.: Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012 Senhor Presidente, Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012,

Leia mais

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MERCADORIA Venda porta-a-porta de quaisquer mercadorias destinadas a revendedores não inscritos Cigarros e outros produtos derivados do fumo Cimento Refrigerante,

Leia mais

O cálculo do IVA-ST Ajustado poderá variar em 0,01% ou 0,02% por motivo de arredondamento automático da calculadora.

O cálculo do IVA-ST Ajustado poderá variar em 0,01% ou 0,02% por motivo de arredondamento automático da calculadora. 4. Quadro Sinótico - Art. 313-A a 313-Z20 A seguir, demonstraremos quadro sinótico com a relação de mercadorias constantes nos arts 313-A a 313-Z20 do RICMS/00, sujeitas ao regime do pagamento do ICMS

Leia mais

Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica. 05 de maio de 2009

Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica. 05 de maio de 2009 Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica 05 de maio de 2009 Substituição Tributária São Paulo São Paulo Visão Geral O Estado de São Paulo vem costurando com diversos Estados celebração de protocolos de

Leia mais

72 01.074.00 8707 80 01.082.00 9031.80.40 83 01.085.00 86 01.088.00 88 01.090.00. 90 01.092.00 8413.50.90 Bomba elétrica de lavador de para-brisa

72 01.074.00 8707 80 01.082.00 9031.80.40 83 01.085.00 86 01.088.00 88 01.090.00. 90 01.092.00 8413.50.90 Bomba elétrica de lavador de para-brisa ANEXO 1 ANEXO 3 DO DECRETO Nº 35.679/2010 - MERCADORIA PROCEDENTE DE UNIDADE DA FEDERAÇÃO SIGNATÁRIA DO PROTOCOLO ICMS 97/2010 (art. 2º) 1 01.001.00 3815.12.10 Catalisadores em colmeia cerâmica ou metálica

Leia mais

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES 1. Produtos Farmacêuticos todos da NBM/SH (LISTA NEGATIVA). Art. 49 do RICMS e

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.514, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010. (publicado no DOE nº 206 de 01 de novembro de 2010) Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA DECRETO N. 20878, DE 17 DE MAIO DE 2016. PUBLICADO NO DOE Nº 89, DE 17.05.16 Altera, acrescenta e revoga dispositivos do Decreto n. 20.709, de 30 de março de 2016, e altera dispositivo do Decreto n. 13.041,

Leia mais

Página 1 de 12 Agenda Tributária Emissão: às 14:02h Agenda Tributária (Janeiro de 2014) Obrigações Filtros Aplicados: Agenda: Janeiro/2014 - Estado: São - Cidade: São - Dia Inicial: 1 - Dia Final: 31 Dia

Leia mais

Boletim. Federal. Manual de Procedimentos. IOF - Incidência nas operações de câmbio. ICMS - IPI e Outros. 3.1 Responsáveis 1.

Boletim. Federal. Manual de Procedimentos. IOF - Incidência nas operações de câmbio. ICMS - IPI e Outros. 3.1 Responsáveis 1. Boletim Manual de Procedimentos Federal IOF - Incidência nas operações de câmbio 1. INTRODUÇÃO O IOF é um imposto que incide sobre diversas operações financeiras, como operações de crédito, câmbio, seguro

Leia mais

ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico

ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico 22 de Fevereiro de 2013 Em face da publicação do Despacho SE/Confaz nº 27/2013 - DOU 1 de 21.02.2013,

Leia mais

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA 1. OPERAÇÕES INTERNAS 1.1-BASE DE CÁLCULO - OPERAÇÃO INTERNA No RICMS/SP temos as hipóteses de definição da base de cálculo do ICMS-ST

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos Nova Redação Resolução Administrativa nº 10/2012 DOE 02.03.2012 Convênio ICMS 76/1994 Alterações:

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.19 Substituição Tributária das Operações com Tintas e Vernizes

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.19 Substituição Tributária das Operações com Tintas e Vernizes Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4.19 Substituição Tributária das Operações com Tintas e Vernizes Convênio ICMS 74/1994 Alterações: Convênio ICMS 99/94, 153/94, 28/95, 44/95, 86/95, 127/95, 109/96,

Leia mais

Paraná > Dezembro/2015

Paraná > Dezembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Paraná > Dezembro/20

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 19 de outubro de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 008/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 17.454, DE 16 DE ABRIL DE 2004.

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 17.454, DE 16 DE ABRIL DE 2004. RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 17.454, DE 16 DE ABRIL DE 2004. Altera o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual,

Leia mais

LISTAGEM DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (ATUALIZADA EM 20.04.2009)

LISTAGEM DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (ATUALIZADA EM 20.04.2009) LISTAGEM DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (ATUALIZADA EM 20.04.2009) A listagem abaixo traz, por ordem segundo a classificação fiscal das mercadorias na Tabela de Incidência do IPI - TIPI,

Leia mais

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014 Até: Sexta-feira, dia 2 - Scanc Transportador Revendedor Retalhista (TRR) Entrega das informações relativas às operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo ou com álcool etílico carburante

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL- ANTECIPAÇÃO SEM ENCERRAMENTO DE FASE 71. Qual a definição para o cálculo da antecipação parcial? Nas aquisições

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado até 16/10/2013)

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado até 16/10/2013) SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS (atualizado até 16/10/2013) 2 1. INTRODUÇÃO... 5 2. DO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 7 3. INAPLICABILIDADE DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 12 4. CÁLCULO DO IMPOSTO

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. atualizado em 03/02/2016

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. atualizado em 03/02/2016 atualizado em 03/02/2016 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS alterado os itens 2; 4.3; 5.1; 5.2; 5.3; 5.7; 6.2; 6.3; 7; 7.1; 7.5; 11; 11.1.1; 11.1.3; 11.2.1; 11.2.2; 11.3; 11.3.1; 11.3.3 em 26/01/2016

Leia mais

Distrito Federal > Novembro/2015

Distrito Federal > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

ICMS PRAZOS DE ENTREGA E RECOLHIMENTO ESTADO DE SÃO PAULO

ICMS PRAZOS DE ENTREGA E RECOLHIMENTO ESTADO DE SÃO PAULO ICMS PRAZOS DE ENTREGA E RECOLHIMENTO ESTADO DE SÃO PAULO 02/Jun. 2ª Feira. Operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo e com álcool etílico anidro carburante A entrega das informações

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado em 04/03/2015)

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado em 04/03/2015) SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS (atualizado em 04/03/2015) 2 1. INTRODUÇÃO... 5 2. DO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 7 3. INAPLICABILIDADE DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 12 4. CÁLCULO DO IMPOSTO

Leia mais

DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016

DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016 Publicado no DODF de 29/02/2016 DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016 Altera o Decreto nº 18.955, de 22 de dezembro de 1997, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de

Leia mais

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE Anexos 4.0 Substituição Tributária Anexos 4.2 Substituição Tributária das Operações com Água Mineral, Água Potável, Cerveja, Chope, Gelo e Refrigerante. Protocolo ICMS 11/1991 Alterações: Protocolo ICMS

Leia mais

ICMS Substituição Tributária. Outubro 2004

ICMS Substituição Tributária. Outubro 2004 ICMS Substituição Tributária Conceituação Consiste na alteração do momento do fato gerador, gerando uma antecipação do pagamento do imposto incidente nas operações seguintes. Responsabilidade Tributária

Leia mais

PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM ICMS/RS

PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM ICMS/RS PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM ICMS/RS O curso abrangerá todo o Regulamento do ICMS/RS, desde o básico até a legislação avançada. Para fazer jus ao certificado o contratante deverá comprovar presença mínima

Leia mais

2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de exigências

2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de exigências Edição nº 129 09 de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL Últimas alterações na Legislação Estadual ICMS 1- RS Nota Fiscal Eletrônica DANFE alterações 1 2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 A venda fora do estabelecimento deve ser realizada

Leia mais

ANEXO II AO COMUNICADO: ALTERAÇÃO DAS ALÍQUOTAS DE PIS E COFINS NA IMPORTAÇÃO

ANEXO II AO COMUNICADO: ALTERAÇÃO DAS ALÍQUOTAS DE PIS E COFINS NA IMPORTAÇÃO 40.16 Outras obras de borracha vulcanizada não endurecida. 4016.10 -De borracha alveolar Partes de veículos automóveis ou tratores e de máquinas ou aparelhos, não domésticos, dos 4016.10.10 Capítulos 84,

Leia mais

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada.

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. ANEXO 4.7 Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. Protocolo ICMS 19/1985 Alterações: Protocolo ICMS 09/1986, 10/1987, 53/91, 05/98, 07/2000, 12/06, 72/07,

Leia mais

www.icmspratico.com.br Facilitadores: Paulo Almada & Ivanildo França Fortaleza, 06/06/14

www.icmspratico.com.br Facilitadores: Paulo Almada & Ivanildo França Fortaleza, 06/06/14 Fortaleza, 06/06/14 Facilitadores: Paulo Almada & Ivanildo França Em análise: I C M S Questões Atuais Arquivos Eletrônicos ICMS-ST com Material de Construção ICMS-ST com Supermercado/minimercado/atacadistas

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 Para toda remessa de demonstração haverá retorno. Quando a remessa

Leia mais

No exemplo 10 desta cartilha, note-se que foi utilizado o MVA já constante do artigo 481-C, não sendo necessário o cálculo do mesmo.

No exemplo 10 desta cartilha, note-se que foi utilizado o MVA já constante do artigo 481-C, não sendo necessário o cálculo do mesmo. ESCLARECIMENTOS O ESTADO DO PARANÁ JÁ COLOCOU NOS ARTIGOS DO REGULAMENTO O MVA JÁ AJUSTADO,NÃO SENDO NECESSÁRIO O CÁLCULO DO MVA AJUSTADO. PORTANTO, BASTA SEGUIR O ALÍ DISPOSTO. No exemplo 10 desta cartilha,

Leia mais

Operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo e com álcool etílico anidro carburante

Operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo e com álcool etílico anidro carburante ICMS PRAZOS DE ENTREGA E RECOLHIMENTO ESTADO DE SÃO PAULO 02/Jan. 6ª Feira. Operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo e com álcool etílico anidro carburante A entrega das informações

Leia mais

Substituição Tributária do ICMS Novas mercadorias são inseridas no grupo das AUTOPEÇAS

Substituição Tributária do ICMS Novas mercadorias são inseridas no grupo das AUTOPEÇAS CIRCULAR Nº 23/2011 São Paulo, 29 de Junho de 2011. Substituição Tributária do ICMS Novas mercadorias são inseridas no grupo das AUTOPEÇAS Prezado Cliente, Por meio do Decreto nº 57.086, publicado no DOE

Leia mais

Substituição Tributária e Antecipação

Substituição Tributária e Antecipação Substituição Tributária e Antecipação Regra Geral Novembro/2013 1 1.Introdução... 5 2. Substituição Tributária conceito... 5 3. Base Legal Operações Internas e Interestaduais... 6 3.1. Operações Internas...

Leia mais

ICMS Perícia em processo envolvendo substituição tributária. Recife, agosto de 2008 Eduardo Amoim.

ICMS Perícia em processo envolvendo substituição tributária. Recife, agosto de 2008 Eduardo Amoim. ICMS Perícia em processo envolvendo substituição tributária Recife, agosto de 2008 Eduardo Amoim. OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA OBRIGATORIEDADE DE CUMPRIR A EXIGÊNCIA DE NATUREZA TRIBUTÁRIA PRINCIPAL - Obrigação

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado até 30.06.2008)

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado até 30.06.2008) SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS (atualizado até 30.06.2008) ÍNDICE ÍNDICE... 4 INTRODUÇÃO... 5 1. DO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 6 2. INAPLICABILIDADE DA SUBSTITUIÇÃO... 9 3. CÁLCULO DO

Leia mais

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor Diretoria de Pesquisas COIND Índice de Preços ao Produtor Índice de Preços ao Produtor Indústrias de Transformação Resultados Agosto 2012 Principais Indicadores Indústrias de Transformação JUN JUL AGO

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAL - SÃO PAULO JANEIRO DE 2014

AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAL - SÃO PAULO JANEIRO DE 2014 AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAL - SÃO PAULO JANEIRO DE 2014 Dia: 02 SP - Transmissão Eletrônica de Dados - Operações Interestaduais com Combustíveis - Transportador Revendedor Retalhista - TRR O Transportador

Leia mais

Portaria CAT-95, de 17-11-2003

Portaria CAT-95, de 17-11-2003 Republicação COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT-95, de 17-11-2003 Dispõe sobre a prestação de informações fiscais pelos contribuintes do setor de combustíveis O Coordenador da Administração

Leia mais

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES 548 ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES 1. Produtos Farmacêuticos todos da NBM/SH (LISTA NEGATIVA). Art. 49 do RICMS

Leia mais

O REGIME PAULISTA DE ANTECIPAÇÃO DO ICMS E A INDEVIDA EXIGÊNCIA, DOS ADQUIRENTES VAREJISTAS, DO IMPOSTO DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

O REGIME PAULISTA DE ANTECIPAÇÃO DO ICMS E A INDEVIDA EXIGÊNCIA, DOS ADQUIRENTES VAREJISTAS, DO IMPOSTO DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. O REGIME PAULISTA DE ANTECIPAÇÃO DO ICMS E A INDEVIDA EXIGÊNCIA, DOS ADQUIRENTES VAREJISTAS, DO IMPOSTO DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. 2009-07-31 Adma Felícia B. M. Nogueira Tatiane Aparecida Mora

Leia mais

Acrescenta as mercadorias - códigos 344 a 436 à tabela do Anexo II da Portaria CAT 44/08.

Acrescenta as mercadorias - códigos 344 a 436 à tabela do Anexo II da Portaria CAT 44/08. Portaria CAT 92/09 A Coordenadoria de Administração Tributária da Secretaria da Fazenda editou a Portaria CAT 92/09, cuja íntegra segue abaixo, que altera a Portaria CAT 44/08, que disciplina o cumprimento

Leia mais

ABIMAQ- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS

ABIMAQ- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS ABREME-ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS REVENDEDORES E DISTIBUIDOREES DE MATERIAIS ELÉTRICOS SINDICEL-SINDICATO DA INDÚSTRIA DE CONDUTORES ELÉTRICOS, TREFILAÇÃO E LAMINAÇÃO DE METAIS NÃO FERROSOS DO ESTADO DE

Leia mais

Fundamento Legal: Convênio ICMS nº 110/2007, cláusula vigésima sexta, 1º, I e Ato Cotepe/ICMS nº 33/2014

Fundamento Legal: Convênio ICMS nº 110/2007, cláusula vigésima sexta, 1º, I e Ato Cotepe/ICMS nº 33/2014 Agenda de Obrigações Estadual - São Paulo - Maio/2015 Até: Segunda-feira, dia 4 - Scanc Transportador Revendedor Retalhista (TRR) Entrega das informações relativas às operações interestaduais com combustíveis

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.985, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2012. (publicado no DOE n.º 247, de 27 de dezembro de 2012) Modifica o Regulamento

Leia mais

IPI ICMS - DF/GO/TO LEGISLAÇÃO - DF LEGISLAÇÃO - TO ANO XX - 2009-3ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 08/2009

IPI ICMS - DF/GO/TO LEGISLAÇÃO - DF LEGISLAÇÃO - TO ANO XX - 2009-3ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 08/2009 ANO XX - 2009-3ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 08/2009 IPI SUSPENSÃO - LEI Nº 10.637/2002 - PROCEDIMENTOS Introdução - Estabelecimentos Com Direito à Suspensão - Preponderância de Faturamento

Leia mais

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor Diretoria de Pesquisas COIND Índice de Preços ao Produtor Índice de Preços ao Produtor Indústrias de Transformação Resultados Outubro 2012 Principais Indicadores Indústrias de Transformação AGO SET OUT

Leia mais

SUBSTITUI O TRIBUT RIA

SUBSTITUI O TRIBUT RIA SUBSTITUI O TRIBUT RIA ENTENDENDO O REGIME Regras gerais do Regime de Substituição Tributária Conheça as regras gerais concernentes ao regime de substituição tributária do ICMS de forma a permitir a correta

Leia mais

DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000

DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000 DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000 Publicado no DOE(PA) 28.03.00. Alterado pelo Decreto 4.313/00. Revogado pelo Dec. 4.676/01, efeitos a partir de 19.06.01. Institui regime de tributação do Imposto

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. Paulo Melchor Consultor Jurídico SEBRAE-SP 0800 570 0800 www.sebraesp.com.br

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. Paulo Melchor Consultor Jurídico SEBRAE-SP 0800 570 0800 www.sebraesp.com.br SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Paulo Melchor Consultor Jurídico SEBRAE-SP 0800 570 0800 www.sebraesp.com.br O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 Consignação Mercantil é a operação entre duas empresas

Leia mais

ANEXO 4 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO

ANEXO 4 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO ANEXO 4 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO Abrangência: operações interestaduais originadas do estado do Rio de Janeiro e destinadas ao estado de São Paulo. Produto:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 15590, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 PUBLICADO NO DOE Nº 1638, DE 20.12.10

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 15590, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 PUBLICADO NO DOE Nº 1638, DE 20.12.10 GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 15590, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 PUBLICADO NO DOE Nº 1638, DE 20.12.10 Dá nova redação ao Anexo V do RICMS/RO, que passou a classificar os itens por

Leia mais

2. Que produtos estão sujeitos à substituição tributária a partir de 1º de novembro de 2010? DECRETO/PROTOCOLO

2. Que produtos estão sujeitos à substituição tributária a partir de 1º de novembro de 2010? DECRETO/PROTOCOLO 1. O que é substituição tributária? O regime de substituição tributária é caracterizado pelo deslocamento da responsabilidade pelo pagamento do ICMS relativo a determinadas operações ou prestações para

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS NO ESTADO DE SÃO PAULO

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS NO ESTADO DE SÃO PAULO Luís Fernando da Silva SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS NO ESTADO DE SÃO PAULO Incluindo as alterações das Leis ns. 12.681/07 e 13.291/08 venda porta-a-porta cigarros bebidas sorvetes cimento frutas veículos

Leia mais

Relação de (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) cujos contribuintes estão obrigados à Escrituração A partir desta competência, os contribuintes que iniciarem atividades ou que mudarem a atividade

Leia mais

MARGENS DE VALOR AGREGADO (MVA s) - Mercadorias Sujeitas à Substituição Tributária em Santa Catarina

MARGENS DE VALOR AGREGADO (MVA s) - Mercadorias Sujeitas à Substituição Tributária em Santa Catarina MARGENS DE VALOR AGREGADO ( s) - Mercadorias Sujeitas à Substituição Tributária em Santa Catarina Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 31.01.2011. SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO 2 MARGENS DE VALOR

Leia mais

... CIRCULAR 171... Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 06/2009.

... CIRCULAR 171... Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 06/2009. ... CIRCULAR 171......... Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 06/2009. Prezados Clientes, Foi publicado no DOE de 18/05/2009 através do Decreto Nº. 54.338 a relação com novos

Leia mais

ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP

ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI CADASTRO DE IMÓVEIS RURAIS (CAFIR) - NOVA REGULAMENTAÇÃO Introdução - Obrigatoriedade da Inscrição Cadastral - Procedimento Para

Leia mais

ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Câmara de Desenvolvimento Profissional Home Page : www.crc.org.br E-mail : cursos@crcrj.org.br ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Expositor: LEANDRO

Leia mais

As atividades econômicas cujas operações estão sujeitas a obrigações específi cas não estão relacionadas nesta agenda. Histórico (descrição)

As atividades econômicas cujas operações estão sujeitas a obrigações específi cas não estão relacionadas nesta agenda. Histórico (descrição) Agenda de Obrigações Fiscais Obrigações Estadual e Municipal OBRIGAÇÕES ESTADUAL E MUNICIPAL de AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAIS No quadro a seguir, relacionamos os prazos de e as obrigações acessórias do,

Leia mais

Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015

Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015 Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015 Resenha de Matérias Técnicas Nº. 824, de 30 04 2015 Matéria Especial: ICMS/SP:

Leia mais

ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO

ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO ICMS: ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO IMPOSTO NA ENTRADA DE MERCADORIA PROVENIENTE DE OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO - PROCEDIMENTO Sumário 1. Introdução 2. Antecipação tributária 3. Produtos sujeitos - Relação

Leia mais

Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas - Tributário

Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas - Tributário Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas - Tributário EXTRA BAHIA Mantenha esta folha encartada no Calendário Tributário Estadual para Agosto/2010. Calendário Mensal de Obrigações e Tabelas Práticas

Leia mais

20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO

20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO Treinamento atualizado com base na legislação vigente em: 20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO JP CONTÁBIL S/S LTDA AGOSTO/2012 Conceituação Consiste na alteração do momento do fato gerador,

Leia mais

ANEXO I LISTA DAS MERCADORIAS SUJEITAS AO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E SEUS RESPECTIVOS PERCENTUAIS DE MARGEM DE VALOR AGREGADO (MVA)

ANEXO I LISTA DAS MERCADORIAS SUJEITAS AO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E SEUS RESPECTIVOS PERCENTUAIS DE MARGEM DE VALOR AGREGADO (MVA) ANEXO I LISTA DAS MERCADORIAS SUJEITAS AO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E SEUS RESPECTIVOS PERCENTUAIS DE MARGEM DE VALOR AGREGADO (MVA) OPERAÇÕES INTERNAS E INTERESTADUAIS DESTINADAS AO ESTADO DO

Leia mais

ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (previsto nos arts. 61 e 65) ITEM MERCADORIA MVA (%) AQUISIÇÕES NA INDÚSTRIA AQUISIÇÕES NO ATACADO 1 Cigarros, cigarrilhas,

Leia mais

Atualizada até 01/07/2009

Atualizada até 01/07/2009 Atualizada até 01/07/2009 ATENÇÃO: A presente Cartilha possui caráter meramente informativo, refletindo o entendimento do Departamento Jurídico da FIESP/CIESP na data indicada como a de sua última alteração

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br ICMS substituição tributária. IVA ajustado. Um desajuste tributário para os estabelecimentos varejistas Paulo Henrique Gonçalves Sales Nogueira * Pretende se com o presente texto

Leia mais

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atualização. Julho 2013. Elaborado por: Katia de Angelo Terriaga

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atualização. Julho 2013. Elaborado por: Katia de Angelo Terriaga Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

ANEXO IV REGIME DE ORIGEM. Apêndice 2 Artigo 5º REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM PARA PRODUTOS DO SETOR AUTOMOTIVO

ANEXO IV REGIME DE ORIGEM. Apêndice 2 Artigo 5º REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM PARA PRODUTOS DO SETOR AUTOMOTIVO ANEXO IV REGIME DE ORIGEM Apêndice 2 Artigo 5º REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM PARA PRODUTOS DO SETOR AUTOMOTIVO REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM SETOR AUTOMOTIVO Artigo 1. Os requisitos que se estabelecem

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 03/12/2009

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 03/12/2009 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS Dia 07/12/2009 SALÁRIOS - Pagamento de salários - mês de NOVEMBRO/2009 - Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT. FGTS - Recolhimento do mês de NOVEMBRO/2009 - Base

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 18 de novembro de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 009/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG 12/06/2014 Pergunte à CPA Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG Apresentação: Helen Mattenhauer Convênio e Protocolos CONVÊNIO: Constitui um acordo entre os Estados, cujo elaboração tem por

Leia mais

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 CIRCULAR Nº 01/2013 São Paulo, 02 de Janeiro de 2013. DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 Prezado Cliente, No dia 28/12/2012, foi publicada a Medida Provisória

Leia mais

file://c:\internet\orientação_substituição_20_10_08.htm

file://c:\internet\orientação_substituição_20_10_08.htm Page 1 of 20 Esclarecimentos relevantes: 1. o presente informativo: INFORMATIVO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (atualizado em 20.10.08) a) foi elaborado com base no Regulamento do ICMS de Santa Catarina, em vigor

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

COMUNICADO CAT Nº 22 DE 27/05/2009 DOE-SP de 28/05/2009

COMUNICADO CAT Nº 22 DE 27/05/2009 DOE-SP de 28/05/2009 COORDENADOR DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA COMUNICADO CAT Nº 22 DE 27/05/2009 DOE-SP de 28/05/2009 O Coordenador da Administração Tributária declara que as datas fixadas para cumprimento das Obrigações Principais

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PRODUTOS FARMACÊUTICOS. (atualizado até 16.02.2009)

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PRODUTOS FARMACÊUTICOS. (atualizado até 16.02.2009) SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PRODUTOS FARMACÊUTICOS (atualizado até 16.02.2009) ÍNDICE INTRODUÇÃO... 6 1. PRODUTOS SUJEITOS AO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 7 2. CONTRIBUINTE-SUBSTITUTO... 7 3. INAPLICABILIDADE

Leia mais

Estado do Acre DECRETO Nº. 4.006 DE 31 DE MARÇO DE 2009.

Estado do Acre DECRETO Nº. 4.006 DE 31 DE MARÇO DE 2009. DECRETO Nº. 4.006 DE 31 DE MARÇO DE 2009.. Publicado no D.O.E n 10.020 de 1 de abril de 2009. Altera e acrescenta dispositivos ao Decreto nº 2.914, de 11 de abril de 2008. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE,

Leia mais