MARGENS DE VALOR AGREGADO (MVA s) - Mercadorias Sujeitas à Substituição Tributária em Santa Catarina

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MARGENS DE VALOR AGREGADO (MVA s) - Mercadorias Sujeitas à Substituição Tributária em Santa Catarina"

Transcrição

1 MARGENS DE VALOR AGREGADO ( s) - Mercadorias Sujeitas à Substituição Tributária em Santa Catarina Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO 2 MARGENS DE VALOR AGREGADO DAS MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM SC 2.1 Cerveja, Chope, Refrigerante, Bebida Hidroeletrolítica ou Energética, Concentrado para Preparo de Refrigerante, Água Mineral ou Potável, e Gelo 2.2 Sorvetes, e Preparados para Fabricação de Sorvetes em Máquina 2.3 Cimento 2.4 Veículos Novos 2.5 Motocicletas e Ciclomotores 2.6 Pneumáticos, Câmaras de Ar e Protetores de Borracha 2.7 Cigarros e Outros Produtos Derivados do Fumo 2.8 Tintas, Vernizes e Outras Mercadorias da Indústria Química 2.9 Mercadorias Destinadas a Revendedores Não-Inscritos Para Revenda Porta-aporta 2.10 Produtos Farmacêuticos 2.11 Peças, Componentes e Acessórios Para Autopropulsados 2.12 Rações Pet Para Animais Domésticos 2.13 Artigos de Colchoaria 2.14 Cosméticos, Perfumaria, Artigos de Higiene Pessoal e de Toucador s a Serem Utilizadas a Partir de 1º Filme Fotográfico e Cinematográfico, e Slide 2.16 Navalhas, Lâminas e Aparelhos de Barbear, e Isqueiro 2.17 Lâmpada Elétrica e Eletrônica, Reator e Starter 2.18 Pilhas, Baterias de Pilha, e Acumuladores Elétricos 2.19 Disco Fonográfico, Fita Virgem ou Gravada e Outros Suportes Para Reprodução ou Gravação de Som ou Imagem 2.20 Telefones Celulares e Cartões Inteligentes ( Smart Cards ) 2.21 Produtos Alimentícios 2.22 Artefatos de Uso Doméstico 2.23 Produtos Eletrônicos, Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos 2.24 Ferramentas `s a Serem Utilizadas a Partir de 1º Instrumentos Musicais 2.26 Máquinas e Aparelhos Mecânicos, Elétricos, Eletromecânicos e Automáticos 2.27 Materiais de Construção, Acabamento, Bricolagem ou Adorno s a Serem Utilizadas a Partir de 1º Materiais de Limpeza s a Serem Utilizadas a Partir de 1º Materiais Elétricos 2.30 Artigos de Papelaria 2.31 Bicicletas, e Peças de Bicicletas 2.32 Brinquedos

2 1 INTRODUÇÃO A base de cálculo do ICMS a recolher por substituição tributária, via de regra é (Decreto estadual nº 2.870/01 Regulamento do ICMS de Santa Catarina RICMS-SC/01, Anexo 3, art. 13): a) o preço máximo de venda a varejo fixado pela autoridade competente; b) o preço máximo de venda ao consumidor, sugerido pelo fabricante ou importador; ou c) o valor total pelo qual o produto será vendido, acrescido do percentual de Margem de Valor Agregado. O tipo de base de cálculo da substituição tributária mais utilizado em Santa Catarina é o que consta na alínea c acima. O objetivo dessa matéria é trazer uma relação das Margens de Valor Agregado s, das mercadorias sujeitas à substituição tributária em SC (exceto em relação aos combustíveis e demais derivados de petróleo, os quais deverão ser tema de outra matéria). 2 MARGENS DE VALOR AGREGADO DAS MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM SC As margens de valor agregado s, para as mercadorias sujeitas à substituição tributária em SC, nas operações internas ocorridas em território catarinense, bem como nas operações interestaduais, destinadas ao Estado catarinense, são as que constam abaixo, exceto caso haja hipóteses específicas na legislação, prevendo utilização de diferenciada. Vale ressaltar que essas s somente serão utilizadas caso inexista, ou não deva ser utilizada, outra forma de base de cálculo do ICMS a recolher por substituição tributária. 2.1 Cerveja, Chope, Refrigerante, Bebida Hidroeletrolítica ou Energética, Concentrado para Preparo de Refrigerante, Água Mineral ou Potável, e Gelo As s a serem utilizadas, nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, destinadas ao Estado catarinense, com cerveja, inclusive chope, refrigerante, água mineral ou potável e gelo, classificados nas posições 2201 a 2203 da NCM (TIPI), inclusive o xarope ou extrato concentrado, classificado no código da NCM, destinado ao preparo de refrigerante em máquina pré-mix ou postmix e bebidas hidroeletrolíticas e energéticas, classificadas nas posições e da NCM, são as que constam abaixo (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 41 e 42):

3 NCM Produto Apresentação s para Operações Efetuadas por Fabricante, Importador, Engarrafador ou Arrematante s para os Demais Estabelecimentos Cerveja - 140% 70% Ex. 01 Chope - 140% 115% Refrigerante , , Gelo , Refrigerante Pré-Mix ou Post-Mix Água mineral natural Água mineral aromatizada ou gaseificada artificialmente Bebidas hidroeletrolíticas e energéticas Garrafa com 600 ml ou mais Demais tipos de embalagens Copo ou embalagem plástica de até 500 ml Demais tipos de embalagens Copo ou embalagem plástica de até 500 ml (A) Garrafa plástica de ml Embalagem de 5 litros ou mais Embalagem de vidro, nãoretornável, de até 300 ml Garrafa de vidro de até 500 ml Demais tipos de embalagens 140% 40% 140% 70% 140% 100% 140% 70% 140% 100% (Desde *) 120% 70% 100% 70% 140% 100% 250% 170% 140% 70% - 140% 70% Em barra ou cubo 100% 100% Demais formas 140% 70% - 140% 70%

4 Nota: (A) Até , a era de 70% - RICMS-SC/01, Anexo 3, art. 42, 2º, inciso II, alínea c, na redação dada pelo Decreto nº 3.769/10, alteração 2.540ª ao RICMS-SC/01, com efeitos a partir de ) 2.2 Sorvetes, e Preparados para Fabricação de Sorvetes em Máquina As s a serem utilizadas, nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, destinadas ao Estado catarinense, com sorvete de qualquer espécie, inclusive sanduíches de sorvetes, classificados na posição da NCM e os preparados para fabricação de sorvete em máquina, classificados nas posições 1806, 1901 e 2106 da NCM, são as que constam abaixo (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 43 a 44): NCM PRODUTO Sorvete de qualquer espécie, inclusive sanduíches de sorvetes 70% 1806, 1901, 2106 Preparados para fabricação de sorvete em máquina 328% 2.3 Cimento A a ser utilizada, nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, destinadas ao Estado catarinense, com cimento, de qualquer espécie, é de 20% (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 45 e 46, 1º). 2.4 Veículos Novos As s a serem utilizadas, nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, destinadas ao Estado catarinense, com os veículos novos, relacionados na Seção XIV Lista de Veículos Automotores Sujeitos à Substituição Tributária do Anexo 1 do RICMS-SC/01, são as que constam abaixo (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 47 e 49): Item NCM Descrição Veículos automóveis para transporte de 10 pessoas ou mais, incluindo o motorista, com motor de pistão, de ignição por compressão (diesel ou semidiesel), com volume interno de habitáculo, destinado a passageiros e (Faturamento Direto ao Consumidor) 25,17% 30% (Demais Operações)

5 motorista, superior a 6m³, mas inferior a 9m³ Outros veículos automóveis para transporte de 10 (dez) pessoas ou mais, incluindo o motorista, com volume interno de habitáculo, destinado a passageiros e motorista, superior a 6m³, mas inferior a 9m³ Automóveis com motor explosão, de cilindrada não superior a 1000cm³ Automóveis com motor explosão, de cilindrada superior a 1000cm³, mas não superior a 1500cm³, com capacidade de transporte de pessoas sentadas inferior ou igual a 6 (seis), incluído o condutor, exceto carro celular Outros automóveis com motor explosão, de cilindrada superior a 1000cm³, mas não superior a 1500cm³, exceto carro celular Automóveis com motor explosão, de cilindrada superior a 1500cm³, mas não superior a 3000 cm³, com capacidade de transporte de pessoas sentadas inferior ou igual a 6 (seis), incluído o condutor, exceto carro celular, carro funerário e automóveis de corrida 25,17% 30% 22,81%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI) 28,96%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI), ou 27,53% (se classificado na NC 87-2 da TIPI) 28,96%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI), ou 27,53% (se classificado na NC 87-2 da TIPI), ou 23,61% (se classificado na NC 87-3 da TIPI) 36,51% (código ), ou 28,96% (código Ex. 01), ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI); ou 32,61% ou 27,53%, 30% 30% 30% 30%

6 Outros automóveis com motor explosão, de cilindrada superior a 1500 cm³, mas não superior a 3000cm³, exceto carro celular, carro funerário e automóveis de corrida Automóveis com motor explosão, de cilindrada superior a 3000cm³, com capacidade de transporte de pessoas sentadas inferior ou igual a 6 (seis), incluído o condutor, exceto carro celular, carro funerário e automóveis de corrida Outros automóveis com motor explosão, de cilindrada superior a 3000 cm³, exceto carro celular, carro funerário e automóveis de corrida Automóveis com motor diesel ou semidiesel, de cilindrada superior a 1500 cm³, mas não superior a 2500cm³, com capacidade de transporte de pessoas sentadas inferior ou conforme o caso (se classificado na NC 87-2 da TIPI) 36,51% (código ), ou 28,96% (código Ex. 01), ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI), ou 23,61% (se classificado na NC 87-3 da TIPI); ou 32,61% ou 27,53%, conforme o caso (se classificado na NC 87-2 da TIPI) 36,51%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI), ou 32,31% (se classificado na NC 87-2 da TIPI) 36,51%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI), ou 32,31% (se classificado na NC 87-2 da TIPI) 36,51%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI), ou 30,34% (se 30% 30% 30% 30%

7 igual a 6 (seis), incluído o condutor, exceto carro celular, carro funerário e automóveis de corrida Outros automóveis com motor diesel ou semidiesel, de cilindrada superior a 1500 cm³, mas não superior a 2500cm³, exceto carro celular, carro funerário e automóveis de corrida Automóveis com motor diesel ou semidiesel, de cilindrada superior a 2500 cm³, com capacidade de transporte de pessoas sentadas inferior ou igual a 6 (seis), incluído o condutor, exceto carro celular e carro funerário Outros automóveis com motor diesel ou semidiesel, de cilindrada superior a 2500cm³, exceto carro celular e carro funerário Veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas, chassis com motor diesel ou semidiesel e cabina, exceto caminhão de peso em carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas Veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas, com motor diesel ou semidiesel com caixa basculante, exceto caminhão de peso em carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas Veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas, frigoríficos ou isotérmicos com motor diesel ou semidiesel, exceto caminhão de peso em classificado na NC 87-4 da TIPI) 36,51%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI) 36,51%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI), ou 30,34% (se classificado na NC 87-4 da TIPI) 36,51%, ou 22,75% (se classificado na NC 87-1 da TIPI) 18,33% (código ), ou 21,90% (código Ex. 01) 18,33% (código ), ou 21,90% (código Ex. 01) 18,33% (código ), ou 21,90% (código Ex. 01) 30% 30% 30% 30% 30% 30%

8 carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas Outros veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas com motor diesel ou semidiesel, exceto carro-forte para transporte de valores e caminhão de peso em carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas Veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas, com motor a explosão, chassis e cabina, exceto caminhão de peso em carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas Veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas, com motor explosão e caixa basculante, exceto caminhão de peso em carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas Veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas, frigoríficos ou isotérmicos com motor explosão, exceto caminhão de peso em carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas Outros veículos automóveis para transporte de mercadorias, de peso em carga máxima não superior a 5 (cinco) toneladas, com motor a explosão, exceto carro-forte para transporte de valores e caminhão de peso em carga máxima superior a 3,9 (três virgula nove) toneladas 18,33% (código ), ou 21,90% (código Ex. 01) 21,90% (código ), ou 18,33% (código Ex. 01) 21,90% (código ), ou 18,33% (código Ex. 01) 21,90% (código ), ou 18,33% (código Ex. 01) 21,90% (código ), ou 18,33% (código Ex. 01) 30% 30% 30% 30% 30%

9 2.5 Motocicletas e Ciclomotores Nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, destinadas ao território catarinense, com motocicletas e ciclomotores novos, classificados na posição 8711 da NCM, a a ser utilizada é de 34% (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 50 e 52, 1º). 2.6 Pneumáticos, Câmaras de Ar e Protetores de Borracha A s a serem utilizadas, nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, com destino ao Estado catarinense, com pneumáticos, câmaras de ar e protetores de borracha, classificados nas posições 4011 e 4013 da NCM, e nos códigos e da NCM (exceto pneus e câmaras de bicicletas), são as que constam abaixo (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 53 e 55, 1º): NCM DESCRIÇÃO 4011 Pneus utilizados em automóveis de passageiros, veículos de uso misto, camionetas e automóveis de corrida 42% 4011 Pneus utilizados em caminhões, inclusive os fora-deestrada, ônibus, aviões, máquinas de terraplanagem, de construção e conservação de estradas, máquinas e tratores 32% agrícolas e pás-carregadeiras 4011 Pneus utilizados em motocicletas 60% 4011, , , 4013 Protetores, câmaras de ar e outros tipos de pneus 45% 2.7 Cigarros e Outros Produtos Derivados do Fumo Nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, destinadas a SC, com cigarro e outros produtos derivados do fumo, classificados na posição 2402 e no código da NCM, a a ser utilizada é de 50% (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 56 e 57). 2.8 Tintas, Vernizes e Outras Mercadorias da Indústria Química As s a serem utilizadas nas operações interestaduais, destinadas a SC, bem como nas operações internas, ocorridas em território catarinense, para as tintas, vernizes e outras mercadorias da indústria química, sujeitas ao regime de substituição tributária, relacionadas na Seção XV Lista de Tintas, Vernizes e Outras Mercadorias da Indústria Química Sujeitas à Substituição Tributária do Anexo 1 do RICMS-SC/01, são as abaixo relacionadas (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 58 e 60, 1º): Item NCM Descrição (Operações Internas) (Operações Interestaduais

10 , 3209, , 2710 (exceto código ), 2901, 2902, 3805, 3807, 3810, , , , , 3905, 3907, , , , , , , 2713, 2714, , 3214, 3506, 3808, 3824, 3907, 3910, 6807 Destinadas a SC) Tintas, vernizes e outros 35% 43,14% Preparações concebidas para solver, diluir ou remover tintas, vernizes e outros Massas, pastas, ceras, encáusticas, líquidos, preparações e outros para dar brilho, limpeza, polimento ou conservação Xadrez e pós assemelhados, exceto pigmentos à base de dióxido de titânio classificados no código NCM/SH (Convênio ICMS 40/09) 35% 43,14% 35% 43,14% 35% 43,14% Xadrez e pós assemelhados 35% 43,14% Piche (pez) 35% 43,14% Produtos impermeabilizantes, imunizantes para madeira, alvenaria e cerâmica, colas e adesivos 35% 43,14% Secantes preparados 35% 43,14% Preparações iniciadoras ou 8 aceleradoras de reação, 3815, preparações catalísticas, 3824 aglutinantes, aditivos, agentes de cura para aplicação em tintas, 35% 43,14%

11 , 3506, 3909, , , 3206, 3212 vernizes, bases, cimentos, concretos, rebocos e argamassas Indutos, mástiques, massas para acabamento, pintura ou vedação Corantes para aplicação em bases, tintas e vernizes 35% 43,14% 50% 59,04% 2.9 Mercadorias Destinadas a Revendedores Não-Inscritos Para Revenda Portaa-porta Nas operações internas em SC, bem como nas operações interestaduais, destinadas ao território catarinense, com mercadorias destinadas a revendedores não-inscritos como contribuintes do ICMS, para revenda porta-a-porta, no sistema de marketing direto, a a ser utilizada é de 35% (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 66 e 68, 3º) Produtos Farmacêuticos Para os produtos farmacêuticos, sujeitos à substituição tributária em SC, relacionados na Seção XVI Lista de Produtos Farmacêuticos, Soros e Vacinas de Uso Humano do Anexo 1 do RICMS-SC/01, as s a ser utilizadas, nas operações internas, em SC, são as s Originais abaixo relacionadas (RICMS-SC/01, Anexo 3, art. 147, na redação dada pelo Decreto nº 3.582/10, alteração 2.482ª, com efeitos a partir de 1º , e Anexo 5, art. 36, 26): Item NCM DESCRIÇÃO , 3004 Soros e vacinas, exceto para uso veterinário Medicamentos, exceto para uso veterinário ORIGINAL LISTA (RICMS-SC/01, Anexo 5, art. 36, 26) NEGATIVA POSITIVA NEUTRA 33,05 38, , 5601 Algodão, atadura, esparadrapo, haste flexível ou não, com uma ou ambas extremidades de algodão, gazes, pensos, sinapismos, e outros, impregnados ou

12 recobertos de substâncias farmacêuticas ou acondicionados para venda a retalho para usos medicinais, cirúrgicos ou dentários, bem como para higiene ou limpeza Preparações químicas contraceptivas à base de hormônios ou de espermicidas Preservativos Seringas Agulhas para seringas Provitaminas e vitaminas Contraceptivos (dispositivos intrauterinos - DIU) ,34 Por outro lado, nas operações interestaduais, destinadas ao Estado de Santa Catarina, com os produtor farmacêuticos sujeitos à substituição tributária em SC, relacionados na Seção XVI do Anexo 1 do RICMS-SC/01, deve-se utilizar as s Ajustadas abaixo relacionadas (RICMS-SC/01, Anexo 3, art. 147, na redação dada pelo Decreto nº 3.582/10, alteração 2.482ª, com efeitos a partir de 1º , e Anexo 5, art. 36, 26): Item NCM DESCRIÇÃO , 3004 Soros e vacinas, exceto para uso veterinário Medicamentos, exceto para uso veterinário ORIGINAL LISTA (RICMS-SC/01, Anexo 5, art. 36, 26) NEGATIVA POSITIVA NEUTRA 41,06 46, , 5601 Algodão, atadura, esparadrapo, haste flexível ou não, com uma ou ambas extremidades de algodão, gazes,

13 pensos, sinapismos, e outros, impregnados ou recobertos de substâncias farmacêuticas ou acondicionados para venda a retalho para usos medicinais, cirúrgicos ou dentários, bem como para higiene ou limpeza Preparações químicas contraceptivas à base de hormônios ou de espermicidas Preservativos Seringas Agulhas para seringas Provitaminas e vitaminas Contraceptivos (dispositivos intrauterinos - DIU) , Peças, Componentes e Acessórios Para Autopropulsados Para as peças, componentes e acessórios para autopropulsados, relacionados na Seção XXXV Lista de Peças, Componentes e Acessórios para Autopropulsados e Para Outros Fins do Anexo 1 do RICMS-SC/01, as s a serem utilizadas, nas operações internas em SC, e nas operações interestaduais, destinadas a SC, são as relacionadas abaixo (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 113 e 115). I Nas operações internas, em SC: a) 26,50%, tratando-se de saída de estabelecimento de fabricante de veículos automotores, para atender o índice de fidelidade de compra de que trata o art. 8º da Lei federal nº 6.729, de 28 de novembro de 1979, bem como na saída de estabelecimento de fabricante de veículos, máquinas e equipamentos agrícolas e rodoviários, cuja distribuição seja efetuada de forma exclusiva, mediante contrato de fidelidade; b) 40%, nos demais casos; II Nas operações interestaduais, destinadas ao Estado de SC:

14 a) 34,1%, tratando-se de saída de estabelecimento de fabricante de veículos automotores, para atender o índice de fidelidade de compra de que trata o art. 8º da Lei federal nº 6.729, de 28 de novembro de 1979, bem como na saída de estabelecimento de fabricante de veículos, máquinas e equipamentos agrícolas e rodoviários, cuja distribuição seja efetuada de forma exclusiva, mediante contrato de fidelidade; b) 48,4%, nos demais casos. É oportuno mencionar que as peças, componentes e acessórios para autopropulsados, relacionados na Seção XXXV Lista de Peças, Componentes e Acessórios para Autopropulsados e Para Outros Fins do Anexo 1 do RICMS-SC/01, sujeitos à substituição tributária em SC, são os abaixo relacionados: ITEM NCM/SH DESCRIÇÃO , Catalizadores em colméia cerâmica ou metálica para conversão catalítica de gases de escape de veículos Tubos e seus acessórios (por exemplo, juntas, cotovelos, flanges, uniões), de plástico Protetores de caçamba Reservatórios de óleo Frisos, decalques, molduras e acabamentos , , , Correias de transmissão, de matérias têxteis, mesmo impregnadas, revestidas ou recobertas, de plástico, ou estratificadas com plástico ou reforçadas com metal ou com outras matérias. Juntas, gaxetas e outros elementos com função semelhante de vedação. Partes de veículos automóveis, tratores e máquinas autopropulsadas Tapetes e revestimentos, mesmo confeccionados Tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados, com plástico Mangueiras e tubos semelhantes, de matérias têxteis, mesmo com reforço ou acessórios de outras matérias Encerados e toldos Capacetes e artefatos de uso semelhante, de proteção, para uso em motocicletas, incluídos ciclomotores Guarnições de fricção (por exemplo, placas, rolos, tiras, segmentos, discos, anéis, pastilhas), não montadas, para freios, embreagens ou qualquer outro mecanismo de fricção, à base de amianto, de outras substâncias minerais ou de celulose, mesmo combinadas com têxteis ou outras matérias , Vidros de dimensões e formatos que permitam aplicação automotiva Espelhos retrovisores Lentes de faróis, lanternas e outros utensílios Cilindros de aço para GNV (gás natural veicular) Molas e folhas de molas, de ferro ou aço

15 (exceto Obras moldadas, de ferro fundido, ferro ou aço ) Pesos de chumbo para balanceamento de roda Pesos para balanceamento de roda e outros utensílios de estanho , Fechaduras e partes de fechaduras Chaves apresentadas isoladamente , Dobradiças, guarnições, ferragens e artigos semelhantes de metais comuns Triângulos de segurança Motores de pistão alternativo dos tipos utilizados para propulsão de veículos do Capítulo Motores dos tipos utilizados para propulsão de veículos automotores Partes reconhecíveis como exclusiva ou principalmente destinadas aos motores das posições ou Cilindros hidráulicos Bombas para combustíveis, lubrificantes ou líquidos de arrefecimento, próprias para motores de ignição por centelha ou por compressão Bombas de vácuo , Compressores e turbocompressores de ar , , Partes das bombas, compressores e turbocompressores dos itens , 31, 32 e 33 (Protocolo ICMS 72/08) Máquinas e aparelhos de ar condicionado Aparelhos para filtrar óleos minerais nos motores de ignição por centelha ou por compressão Filtros a vácuo Partes dos aparelhos para filtrar ou depurar líquidos ou gases Extintores, mesmo carregados Filtros de entrada de ar para motores de ignição por centelha ou por compressão Depuradores por conversão catalítica de gases de escape Macacos Partes para macacos do item , Partes reconhecíveis como exclusiva ou principalmente destinadas às máquinas agrícolas ou rodoviárias Válvulas redutoras de pressão Válvulas para transmissão óleo-hidráulicas ou pneumáticas Válvulas solenóides Rolamentos Árvores de transmissão (incluídas as árvores de "cames" e virabrequins) e manivelas; mancais e "bronzes"; engrenagens e rodas de fricção; eixos de esferas ou de roletes; redutores, multiplicadores, caixas de transmissão e variadores de velocidade, incluídos os conversores de torque; volantes e

16 polias, incluídas as polias para cadernais; embreagens e dispositivos de acoplamento, incluídas as juntas de articulação Juntas metaloplásticas; jogos ou sortidos de juntas de composições diferentes, apresentados em bolsas, envelopes ou embalagens semelhantes; juntas de vedação mecânicas (selos mecânicos) Acoplamentos, embreagens, variadores de velocidade e freios, eletromagnéticos Acumuladores elétricos de chumbo, do tipo utilizado para o arranque dos motores de pistão Aparelhos e dispositivos elétricos de ignição ou de arranque para motores de ignição por centelha ou por compressão (por exemplo, magnetos, dínamos-magnetos, bobinas de ignição, velas de ignição ou de aquecimento, motores de arranque); geradores (dínamos e alternadores, por exemplo) e conjuntoresdisjuntores utilizados com estes motores , , Aparelhos elétricos de iluminação ou de sinalização (exceto os da posição da NCM), limpadores de pára-brisas, degeladores e desembaçadores (desembaciadores) elétricos Telefones móveis Alto-falantes, amplificadores elétricos de audiofreqüência e partes Aparelhos de reprodução de som Aparelhos transmissores (emissores) de radiotelefonia ou radiotelegrafia (rádio receptor/transmissor) Aparelhos receptores de radiodifusão que só funcionam com fonte externa de energia Antenas Circuitos impressos Selecionadores e interruptores não automáticos Fusíveis e corta-circuitos de fusíveis Disjuntores Relés Partes reconhecíveis como exclusivas ou principalmente destinados aos aparelhos dos itens 62, 63, 64 e Interruptores, seccionadores e comutadores Faróis e projetores, em unidades seladas Lâmpadas e tubos de incandescência, exceto de raios ultravioleta ou infravermelhos Cabos coaxiais e outros condutores elétricos coaxiais Jogos de fios para velas de ignição e outros jogos de fios Carroçarias para os veículos automóveis das posições a da NCM, incluídas as cabinas Partes e acessórios dos veículos automóveis das posições a da NCM Parte e acessórios de motocicletas (incluídos os ciclomotores) Engates para reboques e semi-reboques Medidores de nível

17 Manômetros Contadores, indicadores de velocidade e tacômetros, suas partes e acessórios Amperímetros Aparelhos digitais, de uso em veículos automóveis, para medida e indicação de múltiplas grandezas tais como: velocidade média, consumos instantâneo e médio e autonomia (computador de bordo) Controladores eletrônicos Relógios para painéis de instrumentos e relógios semelhantes Assentos e partes de assentos Acendedores Tubos de borracha vulcanizada não endurecida, mesmo providos de seus acessórios (Protocolo ICMS 127/08) , Juntas de vedação de cortiça natural e de amianto (Protocolo ICMS 127/08) Papel-diagrama para tacógrafo, em disco (Protocolo ICMS 127/08) , , Fitas, tiras, adesivos, auto-colantes, de plástico, refletores, mesmo em rolos; placas metálicas com película de plástico refletora, próprias para colocação em carrocerias, pára-choques de veículos de carga, motocicletas, ciclomotores, capacetes, bonés de agentes de trânsito e de condutores de veículos, atuando como dispositivos refletivos de segurança rodoviários (Protocolo ICMS 127/08) Cilindros pneumáticos (Protocolo ICMS 127/08) , Bomba elétrica de lavador de pára-brisa (Protocolo ICMS , 127/08) , Bomba de assistência de direção hidráulica (Protocolo ICMS /08) , Motoventiladores (Protocolo ICMS 127/08) Filtros de pólen do ar-condicionado (Protocolo ICMS 127/08) Máquina de vidro elétrico de porta (Protocolo ICMS 127/08) Motor de limpador de para-brisa (Protocolo ICMS 127/08) Bobinas de reatância e de auto-indução (Protocolo ICMS 127/08) , Baterias de chumbo e de níquel-cádmio (Protocolo ICMS /08) Aparelhos de sinalização acústica (buzina) (Protocolo ICMS 127/08) Sensor de temperatura (Protocolo ICMS 127/08) (A) - Analisadores de gases ou de fumaça (sonda lambda) (Protocolo ICMS 127/08) Outras peças, partes e acessórios para veículos automotores não relacionados nos itens anteriores (Protocolos ICMS 97/10 e 205/10)

18 Nota: (A) Este item passará a estar sujeito à substituição tributária em SC a partir de 1º (Decreto nº 3.769/10, alteração 2.520ª ao RICMS-SC/01, com efeitos a partir de 1º ) 2.12 Rações Pet Para Animais Domésticos Para as rações do tipo pet para animais domésticos, classificadas na posição 2309 da NCM, a s a serem utilizadas são de (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 117 e 119): I - 46%, nas operações internas; II - 54,80%, nas operações interestaduais, com destino ao território catarinense Artigos de Colchoaria Os artigos de colchoaria, relacionados na Seção XLIII Lista de Produtos de Colchoaria do Anexo 1 do RICMS-SC/01, possuem as seguintes s (RICMS- SC/01, Anexo 3, arts. 120 e 123): Item NCM Descrição Original Ajustada Suportes elásticos para cama 143,06 157, Colchões, inclusive box 76,87 87, Travesseiros e pillow 83,54 94,60 A Original é utilizada nas operações internas em SC, ao passo que a Ajustada, que consta acima, é utilizada nas operações interestaduais, com destino ao Estado de SC Cosméticos, Perfumaria, Artigos de Higiene Pessoal e de Toucador Até o dia , as s a serem utilizadas para os cosméticos, perfumarias, artigos de higiene pessoal e de toucador, sujeitos à substituição tributária em SC, relacionados na Seção XLIV Lista de Cosméticos, Perfumaria, Artigos de Higiene Pessoal e de Toucador do Anexo 1 do RICMS-SC/01, são as que constam abaixo (RICMS-SC/01, Anexo 3, arts. 124 e 127): Item Código NCM/SH DESCRIÇÃO Original Ajustada Henna (envelope em pó até 50g) 50,90 59, Vaselina 50,90 59, Amoníaco em solução aquosa 50,90 59,99

19 (amônia) Peróxido de Hidrogênio (água oxigenada - frasco de até 100 ml) 50,90 59, Acetona (frasco em até 30 ml) 50,90 59, Lubrificação íntima 50,90 59, Óleos essenciais (frasco em até 10 ml) 50,90 59, Perfumes (extratos) 54,07 80, Águas-de-colônia 62,99 91, Produtos de Maquilagem para os Lábios 45,75 71, Sombra, Delineador, Lápis para sobrancelhas e rímel 50,90 77, Outros produtos de maquilagem para os olhos 50,90 77, Pós, incluídos os compactos, para maquilagem 49,69 75, Cremes de beleza, cremes nutritivos e loções tônicas 41,28 65, Outros produtos de beleza ou de maquilagem preparados e preparações 47,63 73,22 para conservação ou cuidados da pele Xampus para o cabelo 45,72 70, Preparações para ondulação ou alisamento, permanentes, dos cabelos 50,90 77, Laquês para o cabelo 50,90 77, Outras preparações capilares 59,31 86, Tintura para o cabelo 38,27 62, Dentifrícios 33,92 41, Outras preparações para higiene bucal ou dentária 35,52 43, Preparações para barbear (antes, durante ou após) 54,41 81, Desodorantes corporais e antiperspirantes, líquidos 51,73 78, Outros desodorantes corporais e antiperspirantes 51,73 78, Sais perfumados e outras preparações para banhos 50,90 77, Outros produtos de perfumaria ou de toucador preparados 30,90 53, Sabões de toucador em barras, pedaços ou figuras moldados 43,56 52, Outros sabões, produtos e preparações, em barras, pedaços ou figuras moldados, inclusive lenços 50,90 59,99 umedecidos Sabões de toucador sob outras formas 50,90 59, Produtos e preparações orgânicos tensoativos para lavagem da pele, na 51,63 60,76

20 forma de líquido ou de creme, acondicionados para venda a retalho, mesmo contendo sabão Bolsa para gelo ou para água quente 50,90 59, Chupetas e bicos para mamadeiras 50,90 59, Malas e maletas de toucador 50,90 59, Papel higiênico - folha simples 48,12 57, Papel higiênico - folha dupla 45,76 54, Fraldas 30,68 38, Hastes flexíveis (uso não medicinal) 50,90 59, Sutiã descartável, assemelhados e papel para depilação 50,90 59, Pinças para sobrancelhas 50,90 59, Espátulas (artigos de cutelaria) 50,90 59, Utensílios e sortidos de utensílios de manicuros ou de pedicuros (incluídas as limas para unhas) 50,90 59, Termômetros, inclusive o digital 50,90 59,99 Escovas e pincéis de barba, escovas para cabelos, para cílios ou para unhas e outras escovas de toucador de pessoas, incluídas as que sejam partes de aparelhos, exceto escovas de dentes Pincéis para aplicação de produtos cosméticos Sortidos de viagem, para toucador de pessoas para costura ou para limpeza de calçado ou de roupas Pentes, travessas para cabelo e artigos semelhantes; grampos (alfinetes) para cabelo; pinças (pinceguiches), onduladores, bobes (rolos) e artefatos semelhantes para penteados, e suas partes, exceto os da posição 8516 e suas partes Borlas ou esponjas para pós ou para aplicação de outros cosméticos ou de produtos de toucador 50,90 59,99 50,90 59,99 50,90 59,99 50,90 59,99 50,90 59,99 Mamadeiras 50,90 59,99 Preparações para manicuros e pedicuros Fios utilizados para limpar os espaços interdentais (fios e fitas dentais) Lenços (incluídos os de maquilagem) e toalhas de mão Papel toalha de uso institucional do tipo comercializado em rolos acima de 57,87 85,23 70,36 80,62 81,02 91,92 48,62 57,57

Gomas de mascar com ou sem açúcar. Bebidas prontas à base de mate ou chá. Preparações em pó para a elaboração de bebidas

Gomas de mascar com ou sem açúcar. Bebidas prontas à base de mate ou chá. Preparações em pó para a elaboração de bebidas Abrangência: operações interestaduais entre contribuintes situados em São Paulo e contribuintes situados em Sergipe. Produto: alimentícios. Conteúdo: relação de Margem de Valor Agregado. Base Legal: Protocolo

Leia mais

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.1. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010.

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.1. * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 4.42.1 * REVOGADO PELO DECRETO Nº 26.695 de 6 de julho de 2010. NAS OPERAÇÕES COM PRODUTOS ALIMENTÍCIOS Acrescentado pelo DECRETO nº 26.258 de 30.12.2009 DOE: 30.12.2009

Leia mais

Protoc. ICMS CONFAZ 110/10 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 110 de 09.07.2010

Protoc. ICMS CONFAZ 110/10 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 110 de 09.07.2010 Protoc. ICMS CONFAZ 110/10 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 110 de 09.07.010 D.O.U.: 10.08.010 Altera o Protocolo ICMS 8/09, que dispõe sobre a substituição

Leia mais

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1 ANEXO AO COMUNICADO: ACORDO DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ENTRE SÃO PAULO E PERNAMBUCO Abrangência: operações interestaduais realizadas entre contribuintes situados em São Paulo e Pernambuco. Produto: autopeças.

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 4, DE 30 DE MARÇO DE 2012

PROTOCOLO ICMS 4, DE 30 DE MARÇO DE 2012 PROTOCOLO ICMS 4, DE 30 DE MARÇO DE 2012 Publicado no DOU de 09.04.12 Altera o Protocolo ICMS 28/09, que dispõe sobre a substituição tributária nas operações com produtos alimentícios. Os Estados de Minas

Leia mais

Substituição Tributária. São Paulo

Substituição Tributária. São Paulo Substituição Tributária São Paulo São Paulo Visão Geral O Estado de São Paulo vem costurando com diversos Estados celebração de protocolos de ST, onde: MVA s: os mesmos que SP MVA ajustado Conceito de

Leia mais

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1.1. Chocolate branco, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg

ITEM DESCRIÇÃO NCM/SH 1.1. Chocolate branco, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg I - CHOCOLATES 1.1 Chocolate branco, em embalagens de conteúdo inferior ou igual a 1 kg 1704.90.10 1.2 Chocolates contendo cacau, em embalagens de conteúdo inferior 1806.31.10 ou igual a 1kg 1806.31.20

Leia mais

DECRETO N. 12.702 DECRETA:

DECRETO N. 12.702 DECRETA: O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, e considerando o Protocolo ICMS 41, de 15 de agosto de 2014, e tendo em vista o contido

Leia mais

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009

Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 Protoc. ICMS CONFAZ 24/09 - Protoc. ICMS - Protocolo ICMS CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 24 de 03.06.2009 D.O.U.: 04.06.2009 Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais

Leia mais

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012.

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012. Rio de Janeiro, 22 de outubro de 2012 Of. Circ. Nº 418/12 Ref.: Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012 Senhor Presidente, Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012,

Leia mais

Esta Portaria estabelece o período de vigência de 01/07/2015 à 31/03/2017, das margens ali destacadas. Cordialmente, Júlio Parente

Esta Portaria estabelece o período de vigência de 01/07/2015 à 31/03/2017, das margens ali destacadas. Cordialmente, Júlio Parente Informe:01/0008/15 Rio de Janeiro, 01 de julho de 2015. Prezados, Foi publicado em 30/06/2015 a Portaria CAT Nº 70/2015 do Estado de São Paulo, que estabelece as novas margens de MVA aplicáveis na composição

Leia mais

PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008

PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008 1 de 12 10/01/2011 09:08 PROTOCOLO ICMS 41, DE 4 DE ABRIL DE 2008 Publicado no DOU de 14.04.08, pelo Despacho 24/08. Retificação no DOU de 02.05.08. Ver Despacho nº 30/08, quanto à aplicação no AP e DF.

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - RS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - RS ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - RS 04/12/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Produtos Alimentícios sujeitos

Leia mais

ICMS INCIDENTE SOBRE ALIMENTOS

ICMS INCIDENTE SOBRE ALIMENTOS ICMS INCIDENTE SOBRE ALIMENTOS Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2009 MERCADORIAS SUJEITAS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (Art. 313-W do RICMS)

Leia mais

Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica. 05 de maio de 2009

Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica. 05 de maio de 2009 Seminário SPED & Nota Fiscal Eletrônica 05 de maio de 2009 Substituição Tributária São Paulo São Paulo Visão Geral O Estado de São Paulo vem costurando com diversos Estados celebração de protocolos de

Leia mais

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MERCADORIA Venda porta-a-porta de quaisquer mercadorias destinadas a revendedores não inscritos Cigarros e outros produtos derivados do fumo Cimento Refrigerante,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.514, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010. (publicado no DOE nº 206 de 01 de novembro de 2010) Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações

Leia mais

ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico

ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico ICMS - Substituição tributária - Produtos submetidos ao regime por meio de Protocolos - Quadro sinótico 22 de Fevereiro de 2013 Em face da publicação do Despacho SE/Confaz nº 27/2013 - DOU 1 de 21.02.2013,

Leia mais

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS.

ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS. ANEXO 4.0 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXOS 4.29 NAS OPERAÇÕES COM PEÇAS, COMPONENTES E ACESSÓRIOS PARA AUTOPROPULSADOS E OUTROS AFINS. Acrescentado pelo Decreto nº 21.191 de 28.04.2005 Protocolo ICMS 36/04

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 45.684 DE 29 DE MAIO DE 2008. (publicado no DOE nº 102, de 28 de maio de 2008) Modifica o Regulamento do

Leia mais

O cálculo do IVA-ST Ajustado poderá variar em 0,01% ou 0,02% por motivo de arredondamento automático da calculadora.

O cálculo do IVA-ST Ajustado poderá variar em 0,01% ou 0,02% por motivo de arredondamento automático da calculadora. 4. Quadro Sinótico - Art. 313-A a 313-Z20 A seguir, demonstraremos quadro sinótico com a relação de mercadorias constantes nos arts 313-A a 313-Z20 do RICMS/00, sujeitas ao regime do pagamento do ICMS

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 19 de outubro de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 008/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ DECRETO N. 9777

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ DECRETO N. 9777 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, e considerando o disposto nos Protocolos ICMS 189/2009, 109/2013 e 122/2013, e tendo

Leia mais

DECRETO Nº 2.559. Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008

DECRETO Nº 2.559. Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008 DECRETO Nº 2.559 Publicado no Diário Oficial Nº, de / / 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, e considerando o Protocolo

Leia mais

72 01.074.00 8707 80 01.082.00 9031.80.40 83 01.085.00 86 01.088.00 88 01.090.00. 90 01.092.00 8413.50.90 Bomba elétrica de lavador de para-brisa

72 01.074.00 8707 80 01.082.00 9031.80.40 83 01.085.00 86 01.088.00 88 01.090.00. 90 01.092.00 8413.50.90 Bomba elétrica de lavador de para-brisa ANEXO 1 ANEXO 3 DO DECRETO Nº 35.679/2010 - MERCADORIA PROCEDENTE DE UNIDADE DA FEDERAÇÃO SIGNATÁRIA DO PROTOCOLO ICMS 97/2010 (art. 2º) 1 01.001.00 3815.12.10 Catalisadores em colmeia cerâmica ou metálica

Leia mais

DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016

DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016 Publicado no DODF de 29/02/2016 DECRETO Nº 37.139, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2016 Altera o Decreto nº 18.955, de 22 de dezembro de 1997, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de

Leia mais

43. PRODUTOS ALIMENTÍCIOS

43. PRODUTOS ALIMENTÍCIOS INFORMAÇÕES AOS CLIENTES Belo Horizonte 30/10/2015 Alterações nas regras do ICMS Substituição Tributária em Minas Gerais Servimos do presente para informar que foram publicados no Diário Oficial do Estado

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA DECRETO N. 20878, DE 17 DE MAIO DE 2016. PUBLICADO NO DOE Nº 89, DE 17.05.16 Altera, acrescenta e revoga dispositivos do Decreto n. 20.709, de 30 de março de 2016, e altera dispositivo do Decreto n. 13.041,

Leia mais

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES 1. Produtos Farmacêuticos todos da NBM/SH (LISTA NEGATIVA). Art. 49 do RICMS e

Leia mais

DATACOM AUTOMAÇÃO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

DATACOM AUTOMAÇÃO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DATACOM AUTOMAÇÃO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CASCAVEL 2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Substituição Tributária (ST) é uma forma de tributação onde um contribuinte substitui o outro, no recolhimento do imposto

Leia mais

ANEXO 4 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO

ANEXO 4 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO ANEXO 4 AO COMUNICADO: ACORDOS DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO Abrangência: operações interestaduais originadas do estado do Rio de Janeiro e destinadas ao estado de São Paulo. Produto:

Leia mais

DECRETO N 4.282. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA:

DECRETO N 4.282. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: DECRETO N 4.282 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: Art. 1º Ficam introduzidas no Regulamento do ICMS, aprovado

Leia mais

ANEXO 3 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST.

ANEXO 3 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST. ANEXO 3 AO COMUNICADO: SÃO PAULO E SANTA CATARINA ALTERAÇÃO DE ACORDO DE ST. Abrangência: operações interestaduais originadas do Estado de São Paulo e destinadas ao Estado de Santa Catarina. Produto: eletrônicos,

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS ICMS

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS ICMS CONCEITO A substituição tributária é o instituto pelo qual o Estado transfere a responsabilidade de recolhimento do imposto para terceiro, que não deu causa ao

Leia mais

LISTAGEM DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (ATUALIZADA EM 20.04.2009)

LISTAGEM DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (ATUALIZADA EM 20.04.2009) LISTAGEM DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (ATUALIZADA EM 20.04.2009) A listagem abaixo traz, por ordem segundo a classificação fiscal das mercadorias na Tabela de Incidência do IPI - TIPI,

Leia mais

DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000

DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000 DECRETO Nº 3.940, DE 20 DE MARÇO DE 2000 Publicado no DOE(PA) 28.03.00. Alterado pelo Decreto 4.313/00. Revogado pelo Dec. 4.676/01, efeitos a partir de 19.06.01. Institui regime de tributação do Imposto

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANEXO 88 MARGENS DE VALOR ADICIONADO (MVA) PARA ANTECIPAÇÃO OU SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (previsto nos arts. 61 e 65) ITEM MERCADORIA MVA (%) AQUISIÇÕES NA INDÚSTRIA AQUISIÇÕES NO ATACADO 1 Cigarros, cigarrilhas,

Leia mais

http://www.idealsoftwares.com.br/tabelas/aliquotas_mg.html

http://www.idealsoftwares.com.br/tabelas/aliquotas_mg.html Página 1 de 33 Alíquotas do ICMS MG TABELA DE MERCADORIAS SUJEITAS À SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - CAPÍTULOS 01 A 96 DA TIPI SUBITEM CÓDIGO DA DESCRIÇÃO MVA MVA DA PARTE 2 TIPI AJUSTADA ORIGINAL DO ANEXO XV

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - MG ICMS-ST Redução de Base de Cálculo - MG 22/08/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1. Produtos Alimentícios sujeitos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 15590, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 PUBLICADO NO DOE Nº 1638, DE 20.12.10

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 15590, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 PUBLICADO NO DOE Nº 1638, DE 20.12.10 GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 15590, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2010 PUBLICADO NO DOE Nº 1638, DE 20.12.10 Dá nova redação ao Anexo V do RICMS/RO, que passou a classificar os itens por

Leia mais

Boletim. Federal. Manual de Procedimentos. IOF - Incidência nas operações de câmbio. ICMS - IPI e Outros. 3.1 Responsáveis 1.

Boletim. Federal. Manual de Procedimentos. IOF - Incidência nas operações de câmbio. ICMS - IPI e Outros. 3.1 Responsáveis 1. Boletim Manual de Procedimentos Federal IOF - Incidência nas operações de câmbio 1. INTRODUÇÃO O IOF é um imposto que incide sobre diversas operações financeiras, como operações de crédito, câmbio, seguro

Leia mais

Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não

Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não especificados anteriormente 0116-4/99 Cultivo de outras

Leia mais

CIRCULAR 150 NOVOS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - NECESSÁRIO LEVANTAMENTO DE ESTOQUE

CIRCULAR 150 NOVOS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - NECESSÁRIO LEVANTAMENTO DE ESTOQUE CIRCULAR 150 ATENÇÃO: NOVOS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - NECESSÁRIO LEVANTAMENTO DE ESTOQUE Prezados clientes, O Estado de São Paulo inseriu no regime de substituição tributária os seguintes

Leia mais

Limite máximo (g/100g ou g/100ml) Legislação. Mistela composta R 04/88

Limite máximo (g/100g ou g/100ml) Legislação. Mistela composta R 04/88 INS 100i CÚRCUMA, CURCUMINA Função: Corante Amargos e aperitivos Cereja em calda (para reconstituição da cor perdida durante processamento) Queijos (exclusivamente na crosta) Iogurtes aromatizados Leites

Leia mais

PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM ICMS/RS

PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM ICMS/RS PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM ICMS/RS O curso abrangerá todo o Regulamento do ICMS/RS, desde o básico até a legislação avançada. Para fazer jus ao certificado o contratante deverá comprovar presença mínima

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 18 de novembro de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 009/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

... CIRCULAR 171... Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 06/2009.

... CIRCULAR 171... Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 06/2009. ... CIRCULAR 171......... Novos produtos sujeitos a Substituição Tributária a partir de 06/2009. Prezados Clientes, Foi publicado no DOE de 18/05/2009 através do Decreto Nº. 54.338 a relação com novos

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 20 de julho de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 005/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 17 de agosto de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 006/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 CIRCULAR Nº 01/2013 São Paulo, 02 de Janeiro de 2013. DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO ALTERAÇÕES FEITAS PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 601/2012 Prezado Cliente, No dia 28/12/2012, foi publicada a Medida Provisória

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 17 Substituição Tributária das Operações com Produtos Farmacêuticos Nova Redação Resolução Administrativa nº 10/2012 DOE 02.03.2012 Convênio ICMS 76/1994 Alterações:

Leia mais

2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de exigências

2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de exigências Edição nº 129 09 de maio de 2011 ALERTA GERENCIAL Últimas alterações na Legislação Estadual ICMS 1- RS Nota Fiscal Eletrônica DANFE alterações 1 2- RS ICMS Transferência de saldo credor - revogação de

Leia mais

MODELO DE CARTA PROPOSTA

MODELO DE CARTA PROPOSTA 1 ACHOCOLATADO EM PÓ INST. POTE 400G UND 36 2 ÁGUA MINERAL 20 LITROS RECARGA 40 3 AÇUCAR PCT DE 2KG CADA C/ 15UND FARDO 35 4 ALHO BOA QUALIDADE KG 20 5 AMENDOIN IN NATURA, SEM CASCA, MEDIO 1 KG KG 4 6

Leia mais

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL, DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA E SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ANTECIPAÇÃO PARCIAL- ANTECIPAÇÃO SEM ENCERRAMENTO DE FASE 71. Qual a definição para o cálculo da antecipação parcial? Nas aquisições

Leia mais

ANEXO ÚNICO NOMENCLATURA SIMPLIFICADA PARA A CLASSIFICAÇÃO DE MERCADORIAS. Brinquedos, vídeo game, suas partes e acessórios

ANEXO ÚNICO NOMENCLATURA SIMPLIFICADA PARA A CLASSIFICAÇÃO DE MERCADORIAS. Brinquedos, vídeo game, suas partes e acessórios ANEXO ÚNICO NOMENCLATURA SIMPLIFICADA PARA A CLASSIFICAÇÃO DE MERCADORIAS Grupo Brinquedos 9503.9000 9501.0000 a 9504.1099 Brinquedos, vídeo game, suas partes e acessórios Grupo Artigos de Toucador e de

Leia mais

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES

ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES 548 ANEXO XXI do Regulamento do ICMS ART. 42 do RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PELAS OPERAÇÕES SUBSEQÜENTES 1. Produtos Farmacêuticos todos da NBM/SH (LISTA NEGATIVA). Art. 49 do RICMS

Leia mais

ANEXO II AO COMUNICADO: ALTERAÇÃO DAS ALÍQUOTAS DE PIS E COFINS NA IMPORTAÇÃO

ANEXO II AO COMUNICADO: ALTERAÇÃO DAS ALÍQUOTAS DE PIS E COFINS NA IMPORTAÇÃO 40.16 Outras obras de borracha vulcanizada não endurecida. 4016.10 -De borracha alveolar Partes de veículos automóveis ou tratores e de máquinas ou aparelhos, não domésticos, dos 4016.10.10 Capítulos 84,

Leia mais

Página 1 de 12 Agenda Tributária Emissão: às 14:02h Agenda Tributária (Janeiro de 2014) Obrigações Filtros Aplicados: Agenda: Janeiro/2014 - Estado: São - Cidade: São - Dia Inicial: 1 - Dia Final: 31 Dia

Leia mais

PORTUGAL GREECE Trade Balance

PORTUGAL GREECE Trade Balance PORTUGAL GREECE Trade Balance March 2013 TRADE BALANCE PORTUGAL GREECE IMPORTS (CIF) Annual Variation % EXPORTS (FOB) Annual Variation % 10³ Euros BALANCE 2003 81.998 121.881 39.883 2004 76.487-6,72 126.685

Leia mais

ICMS - Parcelamento de débitos - São Paulo e Distrito Federal. ICMS - Prazo de pagamento - Prorrogação - Distrito Federal. Suplemento Especial

ICMS - Parcelamento de débitos - São Paulo e Distrito Federal. ICMS - Prazo de pagamento - Prorrogação - Distrito Federal. Suplemento Especial ICMS - Parcelamento de débitos - São Paulo e Distrito Federal Este ato autoriza o Estado de São Paulo e o Distrito Federal a conceder parcelamento e reparcelamento de débitos fiscais relacionados com o

Leia mais

Paraná > Dezembro/2015

Paraná > Dezembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Paraná > Dezembro/20

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998

RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998 RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998 Dispõe sobre as empresas industriais enquadráveis nos Artigos 59 e 60 da Lei n.º 5.194/66. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA, no uso das

Leia mais

ABIMAQ- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS

ABIMAQ- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS ABREME-ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS REVENDEDORES E DISTIBUIDOREES DE MATERIAIS ELÉTRICOS SINDICEL-SINDICATO DA INDÚSTRIA DE CONDUTORES ELÉTRICOS, TREFILAÇÃO E LAMINAÇÃO DE METAIS NÃO FERROSOS DO ESTADO DE

Leia mais

Acrescenta as mercadorias - códigos 344 a 436 à tabela do Anexo II da Portaria CAT 44/08.

Acrescenta as mercadorias - códigos 344 a 436 à tabela do Anexo II da Portaria CAT 44/08. Portaria CAT 92/09 A Coordenadoria de Administração Tributária da Secretaria da Fazenda editou a Portaria CAT 92/09, cuja íntegra segue abaixo, que altera a Portaria CAT 44/08, que disciplina o cumprimento

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

LISTA DOS PRODUTOS POR ORDEM DE CLASSES INDICAÇÃO DOS PRODUTOS

LISTA DOS PRODUTOS POR ORDEM DE CLASSES INDICAÇÃO DOS PRODUTOS LISTA DOS PRODUTOS POR ORDEM DE CLASSES Classe 30 Café, chá, cacau, açúcar, arroz, tapioca, sagu, sucedâneos do café; farinhas e preparações feitas de cereais, pão, pastelaria e confeitaria, gelados; mel,

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO CONSULTA PÚBLICA Nº 06, DE 28 DE MARÇO DE 2014.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO CONSULTA PÚBLICA Nº 06, DE 28 DE MARÇO DE 2014. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO CONSULTA PÚBLICA Nº 06, DE 28 DE MARÇO DE 2014. A Secretária do Desenvolvimento da Produção do Ministério

Leia mais

Leitores: supermercadistas de todos os portes, fornecedores, órgãos governamentais, universidades

Leitores: supermercadistas de todos os portes, fornecedores, órgãos governamentais, universidades SuperHiper é a publicação oficial do setor, pertence à Abras e este ano completa 35 anos Leitores: supermercadistas de todos os portes, fornecedores, órgãos governamentais, universidades Representa o setor

Leia mais

ANEXO I LISTA DAS MERCADORIAS SUJEITAS AO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E SEUS RESPECTIVOS PERCENTUAIS DE MARGEM DE VALOR AGREGADO (MVA)

ANEXO I LISTA DAS MERCADORIAS SUJEITAS AO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E SEUS RESPECTIVOS PERCENTUAIS DE MARGEM DE VALOR AGREGADO (MVA) ANEXO I LISTA DAS MERCADORIAS SUJEITAS AO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E SEUS RESPECTIVOS PERCENTUAIS DE MARGEM DE VALOR AGREGADO (MVA) OPERAÇÕES INTERNAS E INTERESTADUAIS DESTINADAS AO ESTADO DO

Leia mais

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor Diretoria de Pesquisas COIND Índice de Preços ao Produtor Índice de Preços ao Produtor Indústrias de Transformação Resultados Agosto 2012 Principais Indicadores Indústrias de Transformação JUN JUL AGO

Leia mais

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura,

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, exceto morango 0122-9/00 Cultivo de flores e plantas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.985, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2012. (publicado no DOE n.º 247, de 27 de dezembro de 2012) Modifica o Regulamento

Leia mais

Gênero do NCM. 03 - Peixes, Crustaceos, Moluscos e outros invertebrados Aquaticos

Gênero do NCM. 03 - Peixes, Crustaceos, Moluscos e outros invertebrados Aquaticos 01 - Animais Vivos Gênero do NCM 02 - Carnes e miudezas 03 - Peixes, Crustaceos, Moluscos e outros invertebrados Aquaticos 04 - Produtos Comestiveis de origem animal 05 - Outros Produtos de Origem Animal

Leia mais

GUIA DE PREENCHIMENTO

GUIA DE PREENCHIMENTO GUIA DE PREENCHIMENTO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS (RAPP) EMISSÕES ATMOSFÉRICAS PLANTAÇÃO/VEGETAÇÃO NATIVA IBAMA, 2014 Guia de Preenchimento

Leia mais

LOTE 1 - MATERIAL DE LIMPEZA ITEM QUANT. UN. ESPECIFICAÇÃO MARCA

LOTE 1 - MATERIAL DE LIMPEZA ITEM QUANT. UN. ESPECIFICAÇÃO MARCA LOTE 1 - MATERIAL DE LIMPEZA 1 300 UN 2 200 L 3 100 UN 4 20 UN 5 2 UN 6 200 UN 7 200 UN 8 300 UN 9 250 UN 10 500 UN Água sanitária 1Lt, desinfetante e alvejante. Álcool Etílico Hidratado, 1Lt, mínimo de

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14 ANEXO II ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº001 VINCULADA A LICITAÇÃO NA MODALIDADE CONCORRÊCIA Nº 001/2010 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 001/2010 PROCESSO Nº 006/2010 CONCORRÊNCIA Nº 001/2010 CONTRATANTE: SENAR/RO

Leia mais

Maranhão > Novembro/2015

Maranhão > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Maranhão >

Leia mais

Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015

Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015 Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Claudio Avelino Mac-Knight Filippi Gestão: 2014-2015 Resenha de Matérias Técnicas Nº. 824, de 30 04 2015 Matéria Especial: ICMS/SP:

Leia mais

Descrição CNAE FABRICACAO DE OLEOS VEGETAIS REFINADOS, EXCETO OLEO DE MILHO 1/4/2010

Descrição CNAE FABRICACAO DE OLEOS VEGETAIS REFINADOS, EXCETO OLEO DE MILHO 1/4/2010 Descrição CNAE Início da obrigatoriedade 0722701 EXTRACAO DE MINERIO DE ESTANHO 1/4/2010 0722702 BENEFICIAMENTO DE MINÉRIO DE ESTANHO 1/4/2010 1011201 FRIGORIFICO - ABATE DE BOVINOS 1/4/2010 1011202 FRIGORÍFICO

Leia mais

ANEXO IV REGIME DE ORIGEM. Apêndice 2 Artigo 5º REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM PARA PRODUTOS DO SETOR AUTOMOTIVO

ANEXO IV REGIME DE ORIGEM. Apêndice 2 Artigo 5º REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM PARA PRODUTOS DO SETOR AUTOMOTIVO ANEXO IV REGIME DE ORIGEM Apêndice 2 Artigo 5º REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM PARA PRODUTOS DO SETOR AUTOMOTIVO REQUISITOS ESPECÍFICOS DE ORIGEM SETOR AUTOMOTIVO Artigo 1. Os requisitos que se estabelecem

Leia mais

Estado do Acre DECRETO Nº. 4.006 DE 31 DE MARÇO DE 2009.

Estado do Acre DECRETO Nº. 4.006 DE 31 DE MARÇO DE 2009. DECRETO Nº. 4.006 DE 31 DE MARÇO DE 2009.. Publicado no D.O.E n 10.020 de 1 de abril de 2009. Altera e acrescenta dispositivos ao Decreto nº 2.914, de 11 de abril de 2008. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE,

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 17.454, DE 16 DE ABRIL DE 2004.

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 17.454, DE 16 DE ABRIL DE 2004. RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 17.454, DE 16 DE ABRIL DE 2004. Altera o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO PRÊMIO MÉRITO ACATS EXPOSUPER 2015

REGULAMENTO GERAL DO PRÊMIO MÉRITO ACATS EXPOSUPER 2015 1. NATUREZA DO PRÊMIO REGULAMENTO GERAL DO PRÊMIO MÉRITO ACATS EXPOSUPER 2015 1.1. O Prêmio Mérito ACATS Exposuper é uma iniciativa da ACATS - Associação Catarinense de Supermercados, que tem como objetivo

Leia mais

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor

Diretoria de Pesquisas COIND. Índice de Preços ao Produtor Diretoria de Pesquisas COIND Índice de Preços ao Produtor Índice de Preços ao Produtor Indústrias de Transformação Resultados Outubro 2012 Principais Indicadores Indústrias de Transformação AGO SET OUT

Leia mais

PESQUISA: ALÍQUOTAS VIGENTES DE ICMS POR UNIDADE FEDERADA OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

PESQUISA: ALÍQUOTAS VIGENTES DE ICMS POR UNIDADE FEDERADA OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: PESQUISA: ALÍQUOTAS VIGENTES DE ICMS POR UNIDADE FEDERADA OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: O RICMS de cada UF foi a fonte utilizada para esta pesquisa de alíquotas de ICMS até 31/07/2014. A primeira planilha para

Leia mais

REDUÇÃO DA MVA DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM 70%, NAS SAÍDAS DESTINADAS A EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL DE SANTA CATARINA

REDUÇÃO DA MVA DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM 70%, NAS SAÍDAS DESTINADAS A EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL DE SANTA CATARINA REDUÇÃO DA MVA DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM 70%, NAS SAÍDAS DESTINADAS A EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL DE SANTA CATARINA Matéria elaborada com base na Legislação vigente em 15.07.2011. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.346, DE 01 DE JULHO DE 2010. (publicado no DOE nº 124, de 02 de julho de 2010) Modifica o Regulamento

Leia mais

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014

Até: Sexta-feira, dia 2 ICMS - Scanc Fato Gerador: Dezembro/2014 Até: Sexta-feira, dia 2 - Scanc Transportador Revendedor Retalhista (TRR) Entrega das informações relativas às operações interestaduais com combustíveis derivados de petróleo ou com álcool etílico carburante

Leia mais

RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014*

RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014* RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014* Estabelece parâmetros para o Licenciamento Ambiental das atividades de comércio atacadista e de confecção e fabricação de produtos têxteis. O SECRETÁRIO

Leia mais

Atualizada até 01/07/2009

Atualizada até 01/07/2009 Atualizada até 01/07/2009 ATENÇÃO: A presente Cartilha possui caráter meramente informativo, refletindo o entendimento do Departamento Jurídico da FIESP/CIESP na data indicada como a de sua última alteração

Leia mais

ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP

ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XIX - 2008-2ª SEMANA DE ABRIL DE 2008 BOLETIM INFORMARE Nº 15/2008 IPI CADASTRO DE IMÓVEIS RURAIS (CAFIR) - NOVA REGULAMENTAÇÃO Introdução - Obrigatoriedade da Inscrição Cadastral - Procedimento Para

Leia mais

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE BINETE DO SECRETÁRIO PUBLICADA NO DOE DE 31-12-2010 SEÇÃO I PÁG 36 RESOLUÇÃO SMA Nº 131 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Altera os artigos 2º, 3,4º e 5º e acrescenta o artigo 5ºA a Resolução SMA nº 24, de 30

Leia mais

Tabela de tributação do ICMS na entrada Nacional no Amazonas MVA

Tabela de tributação do ICMS na entrada Nacional no Amazonas MVA Tabela de tributação do ICMS na entrada Nacional no Amazonas Código Código GDD Tipo SG Tipo Forma Descrição Resumida 12% 7% 4% 12% 7% 4% A001 01 1316 00 1305 Antecipado comércio/serviço Declarado Comercialização

Leia mais

ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Câmara de Desenvolvimento Profissional Home Page : www.crc.org.br E-mail : cursos@crcrj.org.br ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Expositor: LEANDRO

Leia mais

Objetivo: Produtos que tiveram maior crescimento no mercado francês entre 2013/2014

Objetivo: Produtos que tiveram maior crescimento no mercado francês entre 2013/2014 Objetivo: Produtos que tiveram maior crescimento no mercado francês entre 2013/2014 PRODUTOS Jan-Jun 2013 Jan-Jun 2014 Crescimento 2013/2014 Outras frutas de casca rija e outras sementes, preparadas ou

Leia mais

Por favor, separe os seus resídous/lixo!

Por favor, separe os seus resídous/lixo! Por favor, separe os seus resídous/lixo! Preste atenção às seguintes regras de separação dos resíduos de Salzburgo e apoe-nos na redução e reciclagem de resíduos/lixo! A sua contribuição para a protecção

Leia mais

Capítulo 85. Notas. 1. Este Capítulo não compreende:

Capítulo 85. Notas. 1. Este Capítulo não compreende: Capítulo 85 Máquinas, aparelhos e materiais elétricos, e suas partes; aparelhos de gravação ou de reprodução de som, aparelhos de gravação ou de reprodução de imagens e de som em televisão, e suas partes

Leia mais