REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL VOLEIBOL XXI TNG

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL VOLEIBOL XXI TNG"

Transcrição

1 REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Voleibol Misto I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º Âmbito O estipulado neste Regulamento define como se rege a modalidade de Voleibol Misto no XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande. II. CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO Artigo 2º Inscrição de Atletas 1. Pode inscrever-se na no XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande qualquer aluno inscrito nas instituições convidadas. 2. Cada participante pode inscrever-se apenas numa equipa, excetuando casos à consideração da Comissão Organizadora. Artigo 3º Inscrição de equipas 1. Podem inscrever-se quaisquer equipas compostas por 6 jogadores que cumpram o estipulado no artigo 2º. Página 1 de 6

2 2. A inscrição decorrerão desde o dia 13 de novembro de 2014 (00h01) até dia 20 de novembro de 2014 (23h59). 3. Cada equipa deve nomear um capitão de equipa. a) Ao capitão de equipa serão transmitidas todas as informações, sendo da sua responsabilidade comunica-las aos restantes elementos da equipa. III. COMPETIÇÃO Artigo 4º Sistema Competitivo 1. O sistema competitivo poderá depender do número de equipas inscritas, no entanto deverá ser preferencialmente adotado o sistema tipo liga, onde todas as equipas se defrontarão. 2. A elaboração e divulgação do sistema competitivo é da responsabilidade da entidade organizadora. Artigo 5º Ordem dos Jogos 1.Tendo em conta o número de equipas, haverá ou não fase final com meias-finais e finais. a) No caso de estarem inscritas até quatro (4) equipas, só existe um grupo e decorrerá como liga sem meias-finais e a classificação é determinada por pontos; b) No caso de estarem inscritas mais de quatro (4) equipas, a primeiras quatro classificadas na fase de liga disputarão meias-finais e final. c) Em caso de empate na classificação, será tido em conta o confronto direto, seguido Página 2 de 6

3 da diferença de setes. IV. JOGOS Artigo 6º Arbitragem 1.A arbitragem dos jogos é da responsabilidade da comissão organizadora do XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande. Artigo 7º Regras 1.As regras do jogo seguem as Regras Oficiais de Voleibol da Federação Portuguesa de Voleibol. Artigo 8º Período de Aquecimento 1. As equipas têm direito a um período comum de aquecimento à rede de 5 (cinco) minutos decretado pelo árbitro. 2. As equipas devem trazer as suas bolas para o aquecimento. Artigo 9º Constituição das Equipas 1. Os responsáveis de cada equipa devem preencher e entregar ao árbitro do encontro uma ficha de jogo com a constituição da sua equipa bem como a identificação de todos os atletas até 10 minutos antes da hora do encontro. a) A identificação dos atletas é feita mediante apresentação de cartão de identificação Página 3 de 6

4 (cartão de estudante ou Bilhete de Identidade/CC) 2. Depois de iniciado, um jogo não pode prosseguir se uma das equipas, por motivo de expulsão (ões) ou lesão (ões) ficar com menos de 4 jogadores. Neste caso, é atribuída uma vitória à equipa adversária por 2-0 ou pelo resultado que se verifique aquando da interrupção do jogo caso seja mais dilatado. Artigo 10º Faltas de comparência 1. Considera-se que uma equipa tem falta de comparência sempre que à hora do jogo não se encontrem pelo menos 4 jogadores dessa mesma equipa em condições de iniciar o mesmo. 2. Em caso de falta de comparência, estão previstas as seguintes sanções para a equipa: a) Derrota por 0-3 no jogo em que se verifique essa falta de comparência. b) Perda do valor de 10 da caução individual (correspondente a 30 ). c) Em caso de reincidência, a equipa pode ser penalizada com a perda de pontos ou eliminação da equipa do torneio. Artigo 11º Pontuação de Jogo 1. A pontuação atribuída a cada equipa por jogo, segundo o resultado obtido, é a seguinte: Vitória 3 (três) Pontos Derrota 1 (um) Ponto Página 4 de 6

5 Falta de comparência derrota por 0-3 Artigo 12º Boletim de Jogo 1.Todos os jogos serão registados em boletins de jogo segundo modelo adoptado pela organização do XIX Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande, e preenchidos em quadruplicado, sendo o original para a XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande, uma cópia para a arbitragem e uma para cada equipa interveniente nesse jogo. Artigo 16º Recinto de Jogo 1.Os jogos serão realizados nos espaços disponibilizados pela Câmara Municipal de Viseu. V. PRÉMIOS Artigo 17º Troféus e medalhas 1. Ao primeiro classificados será atribuído um troféu. VI. DIVERSOS Artigo 18º Aspectos Técnicos 1.Os aspectos técnicos não previstos neste regulamento regem-se pelos Regulamentos e Normas da Federação Portuguesa de Voleibol. Página 5 de 6

6 VII. DISPOSIÇÕES FINAIS Artigo 19º Casos Omissos 1.Todos os casos omissos neste Regulamento serão discutidos e resolvidos pela DAEICBAS. Artigo 21º Disposições finais 1. A AEICBAS declina toda e qualquer responsabilidade sobre os danos morais, físicos e materiais que eventualmente possam resultar da participação no XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande. 2. A inscrição no XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande implica a aceitação deste regulamento. 3. Os atletas que se inscrevam XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande responsabilizam-se pela veracidade das informações prestadas. 4. A aplicação e interpretação deste regulamento estão reservadas à Comissão Organizadora do XXI Torneio Internacional Prof. Doutor Nuno Grande. 5. Este regulamento entra em vigor a partir da aprovação pela Direção da AEICBAS. Página 6 de 6

Regulamento de Prova Oficial Futebol

Regulamento de Prova Oficial Futebol Regulamento de Prova Oficial Futebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 de 11 Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Voleibol Feminino e Masculino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Basquetebol Masculino e Feminino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Masculino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futsal

Regulamento de Prova Oficial Futsal ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Masculino e Feminino Página 1 de 9 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Voleibol

Regulamento de Prova Oficial Voleibol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal FCUP Liga 2013/2014 Regulamento de Prova Oficial ÍNDICE Artigo 1º - Âmbito Artigo 2º - Estrutura Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Duração de Jogos Artigo 5º - Período de Aquecimento Artigo 6º

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

Regulamento do Torneio de Futebol de Praia. Dia da Juventude 12 De Agosto

Regulamento do Torneio de Futebol de Praia. Dia da Juventude 12 De Agosto Regulamento do Torneio de Futebol de Praia Dia da Juventude 12 De Agosto 2 Artigo 1º (Organização) 1.1. O Torneio de Futebol de Praia Dia da Juventude, é organizado pela Câmara Municipal da Figueira da

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. (Revisto em Setembro de 2014)

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. (Revisto em Setembro de 2014) REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013 2017 (Revisto em Setembro de 2014) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 3 3. Constituição das Equipas 4 4. Regulamento Técnico Pedagógico 5 5. Classificação,

Leia mais

IV Torneio de Voleibol de Praia SJ (13 juho, 10h00, Parque Desportivo do Bairro dos Pescadores da Costa Nova) Normas de participação

IV Torneio de Voleibol de Praia SJ (13 juho, 10h00, Parque Desportivo do Bairro dos Pescadores da Costa Nova) Normas de participação Normas de participação 1. Estas normas são válidas para o IV Torneio de Voleibol inserido na Semana Jovem Ílhavo 2013, cessando após a conclusão do mesmo. 2. O Torneio de Voleibol de Praia, realizar-se-á

Leia mais

Regulamento Prova TÉNIS DE MESA

Regulamento Prova TÉNIS DE MESA Regulamento Prova TÉNIS DE MESA Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto GADUP Rua da Boa Hora n.º 18-A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Fax: 222 003 067 E-mail: gadup@sas.up.pt

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL 2009-2013 DESPORTO ESCOLAR

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL 2009-2013 DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL 2009-2013 DESPORTO ESCOLAR ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. ESCALÕES ETÁRIOS/ BOLA DE JOGO/DURAÇÃO DE JOGO...4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA...5 4. ARBITRAGEM...6 5. CLASSIFICAÇÃO/

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL Índice 1. Introdução 3 2. Escalões Etários/Bola de Jogo/Duração de Jogo 3 3. Constituição da Equipa 4 4. Classificação/Pontuação 4 5. Arbitragem 5 6. Mesa de Secretariado 6 7. Regulamento Técnico-Pedagógico

Leia mais

REGULAMENTO 1 ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 1 ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO 1 ORGANIZAÇÃO A organização é da Responsabilidade da Escolinha de Futebol Os Pirralhos da Casa do Benfica de Vendas Novas, em colaboração com o Serviço de Desporto da Câmara Municipal de Vendas

Leia mais

Masculino (+18) e Feminino (+14)

Masculino (+18) e Feminino (+14) I Torneio de Futebol 7 Município de Salvaterra de Magos Masculino (+8) e Feminino (+4) Introdução Com a organização do I Torneio de Futebol 7, o Município de Salvaterra de Magos pretende proporcionarr

Leia mais

Regulamento Taça dos Campeonatos Académicos do Porto

Regulamento Taça dos Campeonatos Académicos do Porto Regulamento Taça dos Campeonatos Académicos do Porto I. Disposições Iniciais Artigo 1º (Âmbito) O presente regulamento estabelece o funcionamento da Taça dos Campeonatos Académicos do Porto, organizados

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis-Benjamins (Futsal) Época 2017-2018 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO (A e B) ILHA DO FAIAL ASSOCIAÇÃO DE

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU. R egula mento Específico Futebol de Sete

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU. R egula mento Específico Futebol de Sete ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU R egula mento Específico Futebol de Sete 2016 2 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTEBOL DE SETE REGULAMENTO DA PROVA NORMAS ORIENTADORAS DOS JOGOS DESPORTIVOS DE TONDELA CAPÍTULO

Leia mais

SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira

SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira REGULAMENTO ÍNDICE Pontos: I Introdução.. II Organização. III Regulamento Geral IV Regulamento do Torneio....... V Disciplina..... VI Prémios...

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. QUADRO COMPETITIVO E CRITÉRIOS

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE (Futsal) Época 2016-2017 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO ILHA DAS FLORES GRUPO DESPORTIVO FAZENDENSE (A e B) GRUPO

Leia mais

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto GADUP Rua da Boa Hora n.º 18-A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Fax: 222 003 067 E-mail: gadup@sas.up.pt Web:

Leia mais

Torneio Académico de Matraquilhos *Os bilhetes ganhos só poderão ser usados pela equipa vencedora

Torneio Académico de Matraquilhos *Os bilhetes ganhos só poderão ser usados pela equipa vencedora Torneio Académico de Matraquilhos 2010 REGULAMENTO I Disposições Iniciais Artigo 1º - (Âmbito) O previsto neste Regulamento aplica-se no Torneio Académico de Matraquilhos 2010, organizado pela AAUALG.

Leia mais

Campus Santo Ângelo. REGULAMENTO - JOGOS ESTUDANTIS 25 de Junho e 02 de julho de 2016 CAPÍTULO I

Campus Santo Ângelo. REGULAMENTO - JOGOS ESTUDANTIS 25 de Junho e 02 de julho de 2016 CAPÍTULO I II JOGOS ESTUDANTIS CAMPUS SANTO ÂNGELO 2016 Campus Santo Ângelo REGULAMENTO - JOGOS ESTUDANTIS 25 de Junho e 02 de julho de 2016 DAS FINALIDADES CAPÍTULO I Art. 1º - Os JOGOS ESTUDANTIS DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

REGULAMENTO DO XVI CAMPEONATO DE FUTEBOL - CETEC

REGULAMENTO DO XVI CAMPEONATO DE FUTEBOL - CETEC REGULAMENTO DO XVI CAMPEONATO DE FUTEBOL - CETEC 1. Jogos 1.1. O XVI Campeonato de Futebol será realizado no dia 01 de outubro de 2016, no turno da manhã, na modalidade esportiva e naipe: Futsal Masculino.

Leia mais

1. Índice Apresentação Regulamentação Nascidos em 2003/ Data e Horário Local da realização dos jogos...

1. Índice Apresentação Regulamentação Nascidos em 2003/ Data e Horário Local da realização dos jogos... Regulamento 1 2 1. Índice 1. Índice... 3 2. Apresentação... 6 3. Regulamentação... 7 4. Nascidos em 2003/2004... 7 Data e Horário... 7 Local da realização dos jogos... 7 Quadro Competitivo... 7 Duração

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA. Regulamento da Componente Desportiva ENEE 2017

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA. Regulamento da Componente Desportiva ENEE 2017 ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA Regulamento da Componente Desportiva Guarda 2017 ÍNDICE 1.INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES... 2 1.1.INSCRIÇÕES DE EQUIPAS... 2 1.2.INSCRIÇÃO DE

Leia mais

Regulamentos das Modalidades do INTERISCAS Coimbra 2015

Regulamentos das Modalidades do INTERISCAS Coimbra 2015 Regulamentos das Modalidades do INTERISCAS Coimbra 2015 Índice Matraquilhos... 6 1) Organização do Torneio:... 6 2) Fases dos jogos:... 6 3) Regras específicas:... 6 4) Faltas e penaltis:... 6 5) Duração

Leia mais

Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter-Freguesias, concelho de Caminha

Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter-Freguesias, concelho de Caminha Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter- ÍNDICE I. INTRODUÇÃO -------------------------------------------------------------- 3 II. ORGANIZAÇÃO ------------------------------------------------------------

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

BASQUETEBOL. www.inatel.pt

BASQUETEBOL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS www.inatel.pt NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas pela Fundação

Leia mais

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA.

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. Ponto I Organização 1. O presente Regulamento define as regras da I Maratona de Futebol de Praia do Centro de Apoio ao Sem-Abrigo; 2. A

Leia mais

Tabela de Jogos da Ginchamp 2017

Tabela de Jogos da Ginchamp 2017 Tabela de Jogos da Ginchamp 2017 Equipes: Equipe 1 (E1); Equipe 2 (E2); Equipe 3 (E3); Equipe 4 (E4) e Equipe 5 (E5). Tabela de Jogos de Mini Voleibol Quadra sintética 13h30 13h42 1 E1 x E2 Quadra sintética

Leia mais

X SEMANA ESPORTIVA DA UTFPR-CP (SEUT 2016) De 03 a 09 de novembro

X SEMANA ESPORTIVA DA UTFPR-CP (SEUT 2016) De 03 a 09 de novembro X SEMANA ESPORTIVA DA UTFPR-CP (SEUT 2016) De 03 a 09 de novembro REGULAMENTO GERAL 1. FINALIDADE Resgatar momentos lúdicos e de companheirismo por meio de atividades esportivas entres alunos dos cursos

Leia mais

I Torneio de Voleibol do Cadaval

I Torneio de Voleibol do Cadaval I Torneio de Voleibol do Cadaval MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto INDICE 1- PARTICIPAÇÃO 03 2- INSCRIÇÕES 03 3- CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS 04 4 REALIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASQUETEBOL 2009-2013 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS/ BOLA DE JOGO/DURAÇÃO DE JOGO... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 5 4.ARBITRAGEM... 6 5. CLASSIFICAÇÃO/ PONTUAÇÃO/DESEMPATE...

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Docentes do curso de Educação Física TORNEIO INTEGRAÇÃO DOS CURSOS DA FASETE Paulo Afonso 2015 Torneio Integração dos Cursos da FASETE Regulamento

Leia mais

Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO

Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO O Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 é organizado e regulamentado pelo Grupo Desportivo e Cultural da Pelouro Desportivo e destina-se exclusivamente

Leia mais

JOGOS DE INTEGRAÇÃO Campus Santo Ângelo

JOGOS DE INTEGRAÇÃO Campus Santo Ângelo JOGOS DE INTEGRAÇÃO 2015 Campus Santo Ângelo REGULAMENTO - JOGOS DE INTEGRAÇÃO 22 de Agosto de 2015 DAS FINALIDADES CAPÍTULO I Art. 1º - Os JOGOS DE INTEGRAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA/ CÂMPUS

Leia mais

50 Anos Jogos Juvenis do Barreiro TORNEIO BASQUETEBOL 3 X 3

50 Anos Jogos Juvenis do Barreiro TORNEIO BASQUETEBOL 3 X 3 REGULAMENTO 1 Introdução 50 Anos Jogos Juvenis do Barreiro TORNEIO BASQUETEBOL 3 X 3 2014 O 3x3 (pronunciado 3 por 3), e anteriormente conhecido como FIBA 33, é uma versão formalizada do basquetebol de

Leia mais

I Torneio de Polybat da Zona Sul Jogos Santa Casa

I Torneio de Polybat da Zona Sul Jogos Santa Casa I Torneio de Polybat da Zona Sul Jogos Santa Casa 7 de novembro de 2017 São Brás de Alportel Regulamento 1 I ÂMBITO, LOCAL E PARCEIROS Art.º 1.º A Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

2º Torneio Universitário Projeção de Futsal

2º Torneio Universitário Projeção de Futsal PROJEÇÃO E ESPORTES 2º Torneio Universitário Projeção de Futsal REGULAMENTO I DOS VALORES Artigo 1º - Valores e princípios que norteiam a 2º Torneio Universitário Projeção de Futsal. a) Estimular a prática

Leia mais

Índice Apresentação Regulamentação Sub

Índice Apresentação Regulamentação Sub 2 Indice Índice... 3 1. Apresentação... 6 2. Regulamentação... 6 3. Sub 13... 7 Data... 7 Horário... 7 Local da realização dos jogos... 7 Pontuação... 7 Quadro Competitivo... 7 Duração dos jogos e intervalos...

Leia mais

TORNEIO 24H. Regulamento. 1.O torneio terá início ás 17h00 do dia 01/08/15 (sábado) e terminará ás 15h00 do dia 02/08/15 (domingo).

TORNEIO 24H. Regulamento. 1.O torneio terá início ás 17h00 do dia 01/08/15 (sábado) e terminará ás 15h00 do dia 02/08/15 (domingo). TORNEIO 24H Regulamento 1.O torneio terá início ás 17h00 do dia 01/08/15 (sábado) e terminará ás 15h00 do dia 02/08/15 (domingo). 2.O torneio disputa-se respeitando as regras oficiais do Futsal. 3.A inscrição

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA

REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA Das Modalidades Esportivas Art. 1º - A Parte esportiva da gincana conterá as seguintes modalidades: I Futsal II Voleibol Misto III Basquetebol IV Handebol V Tênis

Leia mais

1.FORMA DE DISPUTA Devido ao diferente número de equipas participantes por escalão, a forma de disputa é adequada a este factor. Inicados Femininos Ne

1.FORMA DE DISPUTA Devido ao diferente número de equipas participantes por escalão, a forma de disputa é adequada a este factor. Inicados Femininos Ne REGULAMENTO ANDEBOL DE PAVILHÃO 1.FORMA DE DISPUTA Devido ao diferente número de equipas participantes por escalão, a forma de disputa é adequada a este factor. Inicados Femininos Neste escalão, por ter

Leia mais

I COPA CAPITAL MORENA DE FUTEBOL DE SETE PARALÍMPICO

I COPA CAPITAL MORENA DE FUTEBOL DE SETE PARALÍMPICO I COPA CAPITAL MORENA DE FUTEBOL DE SETE PARALÍMPICO DE 16/07(Abertura -Torneio Início) á 26/08/2016 EVENTO OFICIAL HOMENAGEM A 117 ANOS DE CAMPO GRANDE LOCAL: PRAÇA ESPORTIVA ELIAS GADIA APOIO: 1 DIVISÃO

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL 2001-2002 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1. ESCALÕES ETÁRIOS... 4 2. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS... 5 2.1. INFANTIS VER REGULAMENTO TÉCNICO-PEDAGÓGICO...

Leia mais

Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as Regras. 2Tm 2,5 REGULAMENTO

Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as Regras. 2Tm 2,5 REGULAMENTO REGULAMENTO Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as Regras. 2Tm 2,5 Art. 1º A Copa Shalom Ronaldo Pereira é uma competição realizada pela Comunidade Católica Shalom, que visa o entretenimento

Leia mais

IV Torneio Internacional St. M. Claret 26,27 e 28 de Março IV Torneio Internacional St. M. Claret

IV Torneio Internacional St. M. Claret 26,27 e 28 de Março IV Torneio Internacional St. M. Claret IV Torneio Internacional St. M. Claret 26,27 e 28 Março 2013 Regulamento da Prova Equipas Participantes RK FALK HANDBALL FUTEBOL CLUBE DO PORTO AD ISMAI COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS ACADÉMICO BASKET

Leia mais

Regulamento do Torneio A Copa do Guadiana

Regulamento do Torneio A Copa do Guadiana Regulamento do Torneio A Copa do Guadiana 1. - APRESENTAÇÃO A IIIª Edição de A Copa do Guadiana realiza-se nas instalações do Complexo Desportivo de Vila Real Santo António (Algarve), nas instalações do

Leia mais

REGULAMENTO GERAL anos ou mais: Nascidas em anos ou mais: Nascidos em anos ou mais: Nascidas em 1976

REGULAMENTO GERAL anos ou mais: Nascidas em anos ou mais: Nascidos em anos ou mais: Nascidas em 1976 VOLEIBOL SC MASTER 2017 REGULAMENTO GERAL I DOS OBJETIVOS: Art. 1º - O VOLEIBOL SC MASTER 2017 FEMININO e MASCULINO, tem como objetivo proporcionar a integração social entre os participantes e seus convidados,

Leia mais

Regulamento Geral Vila Real, 8, 9 e 10 julho 2016

Regulamento Geral Vila Real, 8, 9 e 10 julho 2016 Regulamento Geral Vila Real, 8, 9 e 10 julho 2016 1 Quadro Competitivo Torneio a desenrolar-se, em cada uma das modalidades, num sistema de dupla eliminatória, exceto a final, que independentemente do

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

V CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE VOLEIBOL - 2015 REGULAMENTO GERAL

V CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE VOLEIBOL - 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - O V Campeonato Brasileiro Escolar de Voleibol é uma competição inter-colegial que tem por objetivo incentivar, no meio estudantil, a prática desportiva, enaltecendo

Leia mais

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru

Regulamento Geral. - 1º Torneio de Basquetebol Interclasses ITE Bauru 1. DA ORGANIZAÇÃO E DIREÇÃO Art. 1. O campeonato interclasses de basquete obedecerá às disposições deste regulamento, da Declaração do Termo de Responsabilidade constante na Ficha de Inscrição e das demais

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO JERNS JEES 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO JERNS JEES 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL JERNS JEES 2015 1 REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL JERNS JEES 2015 CATEGORIA MIRIM 1. A Competição de Basquetebol será realizada de acordo com as regras oficiais da

Leia mais

REGULAMENTO COMPETITIVO

REGULAMENTO COMPETITIVO REGULAMENTO COMPETITIVO 1. PROGRAMA/ CALENDÁRIO/ HORÁRIOS O Vianense Cup/25ª Edição Torneio Rodrigo Badana (Futebol de 7) realizar-se-á nos dias 17 e 18 de junho de 2017 (sábado e domingo), conforme calendário

Leia mais

TORNEIO DE FUTSAL PRÉ-70. Regulamentos: Geral e Específico

TORNEIO DE FUTSAL PRÉ-70. Regulamentos: Geral e Específico TORNEIO DE FUTSAL PRÉ-70 Regulamentos: Geral e Específico I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regerão os jogos do TORNEIO DE FUTSAL PRÉ-70 Artigo

Leia mais

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL REGULAMENTO DESPORTIVO CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA 2012 Art.º 1 OBJETO 1. O presente regulamento estabelece as regras e normas aplicáveis ao Andebol de Praia

Leia mais

Regulamento I Torneio Carnaval de Faro Andebol 5

Regulamento I Torneio Carnaval de Faro Andebol 5 Regulamento I Torneio Carnaval de Faro Andebol 5 I Enquadramento 1. O Torneio Carnaval de Faro enquadra-se na estratégia da Associação de Andebol do Algarve e do Município de Faro que pretende dinamizar

Leia mais

REGULAMENTO DA COPA ZICO 2013

REGULAMENTO DA COPA ZICO 2013 REGULAMENTO DA COPA ZICO 2013 I - DAS FINALIDADES, ORGANIZAÇÃO E OUTROS. Art.1º - A COPA ZICO - 2013, competição de futebol de campo, de forma amadora, com regras aqui estabelecidas e, nos casos omissos,

Leia mais

INDICE. 1 - Organização. Pág Competências. 2 - Locais e horários Alteração dos jogos Pág. 5

INDICE. 1 - Organização. Pág Competências. 2 - Locais e horários Alteração dos jogos Pág. 5 Organização: INDICE 1 - Organização. Pág. 4 1.1 - Competências 2 - Locais e horários 2.1 - Alteração dos jogos Pág. 5 3 - Competição 3.1 - Sistema de atribuição de pontos 3.2 - Critérios de desempate (I

Leia mais

Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã

Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã 2012 Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã Associação Desportiva da Estação 17-06-2012 Artº 1º - A ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DA ESTAÇÃO, organiza no Complexo

Leia mais

Junta de Freguesia de Ançã

Junta de Freguesia de Ançã III TORNEIO FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO CONCELHO DE CANTANHEDE REGULAMENTO 1. INTRODUÇÃO 1.1 O presente regulamento aplica-se ao III Torneio de Futsal Inter-Freguesias do concelho de Cantanhede. 1.2. A

Leia mais

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES SUB

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES SUB ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE ANGRA DO HEROÍSMO TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES SUB 14 FUTEBOL Angra do Heroísmo 10, 11 e 12 de Junho de 2016 ESTRUTURA ORGÂNICA DIREÇÃO - CARLOS FONTES 969 148 800 GABINETE

Leia mais

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA Art.º 1 Objeto 1. O presente regulamento estabelece as regras

Leia mais

CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETBOL 3X3 COMPAL AIR

CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETBOL 3X3 COMPAL AIR CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETBOL 3X3 COMPAL AIR REGULAMENTO DOS TORNEIOS INTRODUÇÃO No Campeonato Escolar Compal Air estão incluídos um conjunto de Torneios 3x3, correspondentes às fases Local, Regional,

Leia mais

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO)

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA COMUNICADO OFICIAL Nº 155 DATA: 27.02.2017 SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ÉPOCA 2016/2017 Para conhecimento de todos os

Leia mais

Interséries FEMA 2016

Interséries FEMA 2016 Interséries FEMA 2016 CAPITULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 01 - Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as disputas das interséries 2016, nas modalidades de voleibol e caçador misto, basquete,

Leia mais

REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia

REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia 0 ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS.. 2 1º - Norma habilitante 2º - Objeto 3º - Disposições prévias 4º - Princípios gerais 5º - Regras e integração

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA 2016 Futebol de 7 PC

CAMPEONATO PAULISTA 2016 Futebol de 7 PC CAMPEONATO PAULISTA 2016 Futebol de 7 PC REGULAMENTO GERAL I Objetivo Art.1º O Campeonato Paulista 2016 tem como objetivo fomentar o desporto em São Paulo e desenvolver o intercâmbio desportivo e social,

Leia mais

Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria Torneio de Ténis de Mesa

Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria Torneio de Ténis de Mesa Jogos Desportivos da União das Freguesias de Caparica e Trafaria 2014 Torneio de Ténis de Mesa Regulamento 1. Disposições iniciais Este Regulamento define as normas de organização do Torneio de Ténis de

Leia mais

Regulamento- Poços de Caldas Regulamento BRAZIL CUP Poços de Caldas Janeiro de 2015

Regulamento- Poços de Caldas Regulamento BRAZIL CUP Poços de Caldas Janeiro de 2015 Regulamento- Poços de Caldas Regulamento BRAZIL CUP Poços de Caldas Janeiro de 2015 01- DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 02- CERIMONIAL DE ABERTURA 03- PARTICIPAÇÃO E INSCRIÇÃO DAS EQUIPES 04- INSCRIÇÃO DE ATLETAS

Leia mais

I TORNEIO DE VOLEIBOL DE PRAIA SJ

I TORNEIO DE VOLEIBOL DE PRAIA SJ REGULAMENTO DA PROVA 1. Estas normas são válidas para o I Torneio de Voleibol inserido na Semana Jovem Ílhavo 2010, cessando após a conclusão do mesmo. 2. O Torneio de Voleibol de Praia, realizar-se-á

Leia mais

PROJEÇÃO ESPORTES 1º TORNEIO UNIVERSITÁRIO DE FUTSAL LENÍSIO TEIXEIRA / PROJEÇÃO REGULAMENTO I DOS VALORES

PROJEÇÃO ESPORTES 1º TORNEIO UNIVERSITÁRIO DE FUTSAL LENÍSIO TEIXEIRA / PROJEÇÃO REGULAMENTO I DOS VALORES PROJEÇÃO ESPORTES 1º TORNEIO UNIVERSITÁRIO DE FUTSAL LENÍSIO TEIXEIRA / PROJEÇÃO REGULAMENTO I DOS VALORES Artigo 1º - Valores e princípios que norteiam a 1º TORNEIO UNIVERSITÁRIO DE FUTSAL LENÍSIO TEIXEIRA

Leia mais

Regulamento Interno da Primeira Taça Laranja de Futsal Horas 2010

Regulamento Interno da Primeira Taça Laranja de Futsal Horas 2010 Regulamento Interno da Primeira Taça Laranja de Futsal 24 Horas 2010 Indice: 1º - Artigo Quem Pode participar?... Página - 2 2º - Artigo Inscrições.. Página - 2 3º - Artigo Modelo Competitivo. Página -

Leia mais

I TORNEIO LIGA DO FUTURO SINEPE/PI 2012.

I TORNEIO LIGA DO FUTURO SINEPE/PI 2012. I TORNEIO LIGA DO FUTURO SINEPE/PI 2012. REGULAMENTO GERAL TÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º. O I Torneio Liga do Futuro SINEPE/PI, tem como finalidade promover a integração social e desportiva entre educandos,

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA

REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA Índice Introdução 3 Capítulo I Regulamentação Geral 4 1. Condições Gerais de Participação 4 2. Escalões Etários 4 Capítulo II Participação / Organização 4 3. Formas de Competição

Leia mais

REGULAMENTO

REGULAMENTO REGULAMENTO www.severfintas.com ÍNDICE 1. EQUIPAS INSCRITAS... 3 2. REGRAS... 3 3. FORMATO DO TORNEIO... 4 4. CATEGORIAS DE IDADE... 6 5. PROGRAMA DE JOGOS... 6 6. DURAÇÃO DOS JOGOS... 7 7. SANÇÕES DISCIPLINARES...

Leia mais

XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR

XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR Montemor-o-Velho, Abril de 2016 Índice 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS... 3 3. INSCRIÇÕES... 3 4. LOCAL DO TORNEIO... 3 5.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis-Benjamins (Futsal) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO ILHA DO FAIAL CLUBE FLAMENGOS ILHA DAS

Leia mais

CAPÍTULO I SISTEMA DE DISPUTA

CAPÍTULO I SISTEMA DE DISPUTA REGULAMENTO DA TAÇA DE PORTUGAL DE SEVENS FEMININO 2013-2014 CAPÍTULO I SISTEMA DE DISPUTA Artigo 1.º 1. A Taça de Portugal de Sevens Feminino é aberta a todas as equipas femininas devidamente inscritas

Leia mais

LISBOA 2017 MODALIDADES INDIVIDUAIS. Página 1 de 9

LISBOA 2017 MODALIDADES INDIVIDUAIS. Página 1 de 9 MODALIDADES INDIVIDUAIS Página 1 de 9 BILHAR BOLA 8 Artigo 1º Organização do Torneio As equipas jogarão entre si, em 3 (três) jornadas, todas realizadas no mesmo dia. Artigo 2º Composição das Equipas As

Leia mais

LIGA WILLIAN MORGAN DE VOLEIBOL MASCULINO

LIGA WILLIAN MORGAN DE VOLEIBOL MASCULINO 1 DA DESCRIÇÃO, OBJETIVO E FORMAÇÃO 1.1 A Liga Willian Morgan de Voleibol Masculino é uma agremiação esportiva independente, formada por times masculinos, sem fins lucrativos. 1.2 A Liga tem como Objetivo

Leia mais

Regulamento Geral Vila Real, 3, 4 e 5 julho 2015

Regulamento Geral Vila Real, 3, 4 e 5 julho 2015 Regulamento Geral Vila Real, 3, 4 e 5 julho 2015 1 Quadro Competitivo Torneio disputado, por cada modalidade num sistema de quatro grupos (A, B, C e D) de 4 equipas, jogando todas contra todas. As equipas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE RUGBY

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE RUGBY REGULAMENTO ESPECÍFICO DE RUGBY 2009-2013 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. PARTICIPAÇÃO...4 3. COMPETIÇÃO...4 4. APOIO MATERIAL, TÉCNICO, DESLOCAÇÕES....4 5. ESCALÕES ETÁRIOS......4 6. REGULAMENTO TÉCNICO ESPECÍFICO

Leia mais

I Olimpíadas da Economia

I Olimpíadas da Economia I Olimpíadas da Economia Regulamento Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito 1. O presente regulamento estabelece um conjunto de normas e orientações gerais sobre as I Olimpíadas da Economia (doravante

Leia mais

REGULAMENTO 2016 CAPÍTULO I DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO

REGULAMENTO 2016 CAPÍTULO I DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO REGULAMENTO 2016 CAPÍTULO I DA OBSERVÂNCIA DESTE REGULAMENTO Art. 1º- Este Regulamento é um conjunto das disposições que regem as disputas da 12ª COPA MINAS TÊNIS CLUBE DE VOLEIBOL FEMININO e obriga aos

Leia mais

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária:

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária: 1. Disposições Iniciais Os jogos do Almada Futsal Cup 2014 serão regulamentados pelas regras oficiais da Federação Portuguesa de Futebol, para os campeonatos de Futsal em vigor na presente Época de 2013/2014

Leia mais

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003;

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003; REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO A organização do Santarém Cup é da responsabilidade da Associação Académica de Santarém e conta com o apoio da Câmara Municipal de Santarém. 2. DATA E LOCAL DA REALIZAÇÃO DOS

Leia mais