MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID"

Transcrição

1 PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Fabielli Vieira de July 1.2 Público alvo: alunos do 8º e 9º anos 1.3 Duração: 2 h 1.4 Conteúdos desenvolvido: As Pirâmides do Egito e a Razão Áurea 2. Objetivos da proposta didática - Associar o conteúdo com a história, pois trazendo conhecimento diferenciado, pode possibilitar que os alunos fiquem curiosos e que assim se interessem pela aula desenvolvida; - Mostrar que a matemática também está representada em diversas coisas em nosso cotidiano. 3. Desenvolvimento da proposta didática (20 min) Acomodação dos alunos e a apresentação. (40min) No primeiro momento falaremos sobre a história do Egito em relação à matemática, após iremos comentar o que séria a razão áurea para os Egípcios. Um pouco da história A história da Matemática se confunde com a história da humanidade, ninguém sabe quando começou a matemática, o que sabemos é que toda civilização que desenvolveu a escrita também mostra evidências de algum nível de conhecimento matemático.

2 O Egito é uma das mais antigas civilizações, que se desenvolveu nas margens do Rio Nilo, onde tinha várias terras férteis, e com o período das cheias os problemas com as demarcações foram surgindo, foi dai que a matemática no Egito começou a se desenvolver. Sistema de numeração do Egito As pirâmides Também foram construídas as pirâmides, que eram templos que os faraós mandavam construir para que fosse seu túmulo quando eles morressem. Foram construídas mais de 170 no Egito e a na Núbia. A beleza e engenhosidade da forma que construíram demonstram um alto nível de sofisticação artística e cientifica dos egípcios. As maiores e mais conhecidas pirâmides do Egito, são Quéops, Quéfren e Miquerinos, são também conhecidas como as pirâmides de Gizé, pois ficam nas proximidades da cidade de Gizé.

3 Razão Áurea Os Egípcios consideravam o número de ouro sagrado, tendo uma importância extrema na sua religião, e chamavam-no não de número de ouro, mas sim de "número sagrado". Utilizavam-no para a construção de templos e sepulcros para os mortos, pois consideravam que caso isto não acontecesse, o templo poderia não agradar os Deuses ou a alma do falecido não conseguiria chegar ao seu destino. (20mim) - Após essa breve viagem pelo tempo. Iremos mostrar o que é um retângulo áureo, através de construção geométrica. Se minha linha A virar um quadrado e minha linha B um retângulo, logo terei um retângulo C. Que é meu retângulo áureo. Logo retângulo C é áureo; E o retângulo B também é áureo.

4 (7min) - Vídeo Pato Donald - Proporção Áurea Link: Vídeo onde fala sobre a Proporção Áurea, dando exemplos nas arquiteturas. (5mim) Iremos dizer que característica uma pirâmide tem que ter para ser áurea, mostrando a formula para chegar no resultado. Base tem que ser quadrada. = 1,272 (30mim) Atividade Dividir a turma em grupos, e cada grupo receberá as replicas das três pirâmides, onde terão que montar e personalizar suas pirâmides, também será entregue as dimensões de cada uma delas, e logo após a confecção de suas pirâmides o aluno devera calcular a partir das dimensões dadas a razão áurea das três pirâmides para saber quais delas é uma pirâmide áurea. As dimensões (em metros) para as pirâmides de Quéops (base quadrada), Quéfren (base quadrada) e Miquerinos (base retangular) são: Quéops Quéfren Miquerinos Altura da pirâmide 146,59 143,50 65,00 Dimensões da base 230,33 x 230,33 215,20 x 215,20 102,20 x 104,60

5 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Para Quéops temos: 2h a = 2 146,59 = 1, ,33 Isso resulta que Quéops, é de fato uma pirâmide áurea. Para Quéfren temos: 2h a = 2 143,50 = 1, ,20 Isso resulta que Quéfren não é considerada uma pirâmide áurea. Para Miquerinos: Ela não é áurea, pois sua base nem se quer é quadrada. Replicas: 4. Referências Bibliográficas BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, CONTADOR, Paulo Roberto Martins. A matemática na arte e na vida. São Paulo: Livraria da Física, D'AMBRÓSIO, Ubiratan. Educação Matemática: da teoria à prática. 8ª ed. Campinas - SP: Papirus, Disponível em: < Acesso em: 18 jan

6

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Fabielli Vieira de July 1.2 Público alvo: alunos do 6º e 7º anos 1.3 Duração: 2 h 1.4 Conteúdo desenvolvido: Frações 2. Objetivos da proposta

Leia mais

HORÁRIOS PROVISÓRIOS 2016 ENSINO FUNDAMENTAL 2 6º ANO MANHÃ HORÁRIO AULA SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 7:20 ÀS 8:10

HORÁRIOS PROVISÓRIOS 2016 ENSINO FUNDAMENTAL 2 6º ANO MANHÃ HORÁRIO AULA SEGUNDA-FEIRA TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA 7:20 ÀS 8:10 6º ANO MANHÃ ÀS ÀS 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª GEOMÉTRICO/ / Ruth 7º ANO MANHÃ TURMA 01 1ª 2ª ÀS ÀS 3ª 4ª 5ª GEOMÉTRICO/ / Ruth 7º ANO MANHÃ TURMA 02 1ª ÀS ÀS 2ª 3ª 4ª 5ª / Ruth 8º ANO MANHÃ 1ª 2ª ÀS ÀS ÀS 12:50 3ª

Leia mais

Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO

Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO Ministério da Educação Secretária de Educação Profissional e Tecnologia Instituto Federal Catarinense - Campus Avançado Sombrio Curso de Licenciatura em Matemática Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO Instituto

Leia mais

Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO

Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO Ministério da Educação Secretária de Educação Profissional e Tecnologia Instituto Federal Catarinense - Câmpus Avançado Sombrio Curso de Licenciatura em Matemática Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO Instituto

Leia mais

NÚMERO DE OURO. Vanessa Alves dos Santos Universidade do Estado da Bahia nessafnv@hotmail.com

NÚMERO DE OURO. Vanessa Alves dos Santos Universidade do Estado da Bahia nessafnv@hotmail.com NÚMERO DE OURO Vanessa Alves dos Santos Universidade do Estado da Bahia nessafnv@hotmail.com Naiara Alves Andrade Universidade do Estado da Bahia luuk_pop@hotmail.com Tiago Santos de Oliveira Universidade

Leia mais

CURSO: Agente Comunitário de Saúde Santa Cruz de Minas. Turma: 2º semestre/2015

CURSO: Agente Comunitário de Saúde Santa Cruz de Minas. Turma: 2º semestre/2015 CURSO: Agente Comunitário de Saúde Santa Cruz de Minas Turma: 2º semestre/2015 Início do curso: 19/10/2015 Término do curso: 30/05/2016 Período: 19/10/2015 a 23/10/2015 (1ª semana) 19:00 às 20:00 20:00

Leia mais

Bilhete 084/14. Bilhete 084/14 Santo André, 25 de novembro de 2014. Senhores Pais dos alunos da Educação Infantil.

Bilhete 084/14. Bilhete 084/14 Santo André, 25 de novembro de 2014. Senhores Pais dos alunos da Educação Infantil. Senhores Pais dos alunos da Educação Infantil. Senhores Pais dos alunos da Educação Infantil. Senhores Pais dos alunos do 1º ano. Senhores Pais dos alunos do 1º ano. Senhores Pais dos alunos da turma 1F8.

Leia mais

Medidas de Dispersão para uma Amostra. Conteúdo: AMPLITUDE VARIÂNCIA DESVIO PADRÃO COEFICIENTE DE VARIAÇÃO

Medidas de Dispersão para uma Amostra. Conteúdo: AMPLITUDE VARIÂNCIA DESVIO PADRÃO COEFICIENTE DE VARIAÇÃO Medidas de Dispersão para uma Amostra Conteúdo: AMPLITUDE VARIÂNCIA DESVIO PADRÃO COEFICIENTE DE VARIAÇÃO Medidas de Dispersão para uma Amostra Para entender o que é dispersão, imagine que quatro alunos

Leia mais

Assunto: Escalas Prof. Ederaldo Azevedo Aula 4 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br 3. Escalas: É comum em levantamentos topográficos a necessidade de representar no papel uma certa porção da superfície

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID 1. Dados de identificação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DIDÁTICA 1.1 Nome do bolsista. Bruno Santana do Prado. 1.2 Público alvo: 8 e 9 ano. 1.3 Duração: 2,5 horas. 1.4 Conteúdo desenvolvido: Teorema

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE UMA SITUAÇÃO EXÓTICA USANDO O ESTUDO DE PIRÂMIDES

DEMONSTRAÇÃO DE UMA SITUAÇÃO EXÓTICA USANDO O ESTUDO DE PIRÂMIDES DEMONSTRAÇÃO DE UMA SITUAÇÃO EXÓTICA USANDO O ESTUDO DE PIRÂMIDES INTRODUÇÃO Joselito Elias de Araújo 1 José Vinícius do Nascimento Silva 2 O Egito está situado no nordeste da África, entre os desertos

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) Acomodação dos alunos em semicírculo e realização da chamada.

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) Acomodação dos alunos em semicírculo e realização da chamada. PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Bianca Bitencourt da Silva 1.2 Público alvo: Alunos do 8º e 9º ano 1.3 Duração: 2 horas 1.4 Conteúdo desenvolvido: Área de triângulos equiláteros,

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Sequências e sucessões (7 o ano)

MATEMÁTICA - 3o ciclo Sequências e sucessões (7 o ano) MATEMÁTICA - 3o ciclo Sequências e sucessões (7 o ano) Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Na figura seguinte, estão representados os quatro primeiros termos de uma sucessão de sólidos

Leia mais

Caderno Didático para Revisar Conteúdos do Ensino Básico

Caderno Didático para Revisar Conteúdos do Ensino Básico CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIDADE ACADÊMICA DE MATEMÁTICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INIACIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO Caderno Didático para Revisar Conteúdos do Ensino Básico Campina Grande

Leia mais

Horário de Aulas Fundamental II

Horário de Aulas Fundamental II Infantil - Fundamental - Médio Horário de Aulas Fundamental II 1ª AULA 7H10 ÀS 8H 2ª AULA 8H ÀS 8H50 3ª AULA 8H50 ÀS 9H40 INTERVALO 9H40 ÀS 10H 4ª AULA 10H ÀS 10H50 5ª AULA 10H50 ÀS 11H40 6ª AULA 11H40

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) Acomodação dos alunos em quartetos e realização da chamada.

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) Acomodação dos alunos em quartetos e realização da chamada. PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Tanara da Silva Dicetti 1.2 Público alvo: 8º e 9º ano 1.3 Duração: Aproximadamente 2 horas 1.4 Conteúdo desenvolvido: Figuras planas: Áreas

Leia mais

PROFESSOR: Guilherme Franklin Lauxen Neto

PROFESSOR: Guilherme Franklin Lauxen Neto ALUNO TURMA: 2 Ano DATA / /2015 PROFESSOR: Guilherme Franklin Lauxen Neto DEVOLUTIVA: / /2015 1) Dado um cilindro de revolução de altura 12 cm e raio da base 4 cm, determine: a) a área da base do cilindro.

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. A atividade será divididas em etapas. Cada etapa e o tempo previsto estão descritos a seguir.

PROPOSTA DIDÁTICA. A atividade será divididas em etapas. Cada etapa e o tempo previsto estão descritos a seguir. PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Tanara da Silva Dicetti 1.2 Público alvo: 6 e 7 anos 1.3 Duração: 2 Horas 1.4 Conteúdo desenvolvido: Áreas de figuras planas 2. Objetivo(s)

Leia mais

Técnico Design Interior

Técnico Design Interior Técnico Design Interior A ARTE NO EGITO Professora Alba Baroni Arquiteta A ARTE NO EGITO O Egito foi uma das principais civilizações da antiguidade. Com uma civilização bastante desenvolvida em sua organização

Leia mais

TRABALHANDO MEDIDAS E GRANDEZAS POR MEIO DE MATERIAIS CONCRETOS

TRABALHANDO MEDIDAS E GRANDEZAS POR MEIO DE MATERIAIS CONCRETOS TRABALHANDO MEDIDAS E GRANDEZAS POR MEIO DE MATERIAIS CONCRETOS Nelson Leal dos Santos Júnior 1 Fabíola da Cruz Martins 2 Jaqueline Lixandrão Santos 3 RESUMO No Brasil, os professores tinham certa dificuldade

Leia mais

Descrição das Aulas. (Segunda Parte)

Descrição das Aulas. (Segunda Parte) Descrição das Aulas Disciplina: Matemática. Professores: Bruna, Bruno, Humberto, Michele e Valdeline. Instituição: E. E. Professor Levindo Lambert. Público alvo: Estudantes 9º ano do Ensino Fundamental.

Leia mais

TEOREMA DE PITÁGORAS AULA ESCRITA

TEOREMA DE PITÁGORAS AULA ESCRITA TEOREMA DE PITÁGORAS AULA ESCRITA 1. Introdução O Teorema de Pitágoras é uma ferramenta importante na matemática. Ele permite calcular a medida de alguma coisa que não conseguimos com o uso de trenas ou

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2016

Canguru Matemático sem Fronteiras 2016 estinatários: alunos do 12. o ano de escolaridade uração: 1h 0min Nome: Turma: Não podes usar calculadora. Em cada questão deves assinalar a resposta correta. s questões estão agrupadas em três níveis:

Leia mais

MICROSCÓPIO CASEIRO COM LASER

MICROSCÓPIO CASEIRO COM LASER MICROSCÓPIO CASEIRO COM LASER Autor (1); Luiz Henrique Cabral Calado; Co-autor (1) Adenirto Jefferson Gomes Alves; Co-autor (2) Ailson André Ramos Freitas; Co-autor(3) Saulo Oliveira Feitosa Instituto

Leia mais

FICHAS DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA PARA AS AULAS DE MATEMÁTICA

FICHAS DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA PARA AS AULAS DE MATEMÁTICA ISSN 2316-7785 FICHAS DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA PARA AS AULAS DE MATEMÁTICA Resumo expandido Isabel Cristina Thiel 1 UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina isabelthiel@gmail.com Regina

Leia mais

Progressões aritméticas

Progressões aritméticas A UUL AL A Progressões aritméticas Quando escrevemos qualquer quantidade de números, um após o outro, temos o que chamamos de seqüência. As seqüências são, freqüentemente, resultado da observação de um

Leia mais

UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DO TRIÂNGULO RETÂNGULO E TEOREMA DE PITÁGORAS UTILIZANDO O FUTEBOL 1

UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DO TRIÂNGULO RETÂNGULO E TEOREMA DE PITÁGORAS UTILIZANDO O FUTEBOL 1 UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DO TRIÂNGULO RETÂNGULO E TEOREMA DE PITÁGORAS UTILIZANDO O FUTEBOL 1 Julia Dammann 2, Felipe Copceski Rossatto 3, Eliane Miotto Kamphorst 4, Carmo Henrique Kamphorst

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS 3º TRIMESTRE 5ª ano A

CALENDÁRIO DE PROVAS 3º TRIMESTRE 5ª ano A CALENDÁRIO PROVAS 3º TRIMESTRE 5ª ano A Trabalho infantil: um problema antigo no Brasil p. 154 a 157 - apostila 3. CALENDÁRIO PROVAS 3º TRIMESTRE 5ª ano B Trabalho infantil: um problema antigo no Brasil

Leia mais

Tomar nota das medidas abaixo utilizando régua ou a fita métrica:

Tomar nota das medidas abaixo utilizando régua ou a fita métrica: O NÚMERO DE OURO Introdução Certas formas capturam nosso olhar e mexem com nossos sentidos bem mais do que outras e, mesmo que não saibamos a princípio o que as diferenciam, temos uma sensação de harmonia,

Leia mais

Anais da Semana de Integração Acadêmica 02 a 06 de setembro de 2013

Anais da Semana de Integração Acadêmica 02 a 06 de setembro de 2013 A UTILIZAÇÃO DO JOGO DE DOMINÓ NA FACILITAÇÃO DA APROPRIAÇÃO DAS TÉCNICAS E CONCEITOS UTILIZADOS NAS OPERAÇÕES DE ADIÇÃO E INTRODUÇÃO SUBTRAÇÃO BELONSI, Marcelo Henrique UEG/UnU Goiás - marcelobelonsi@bol.com.br

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL MAYRINK VIEIRA

INSTITUTO EDUCACIONAL MAYRINK VIEIRA INSTITUTO EDUCACIONAL MAYRINK VIEIRA Ensino Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio CRONOGRAMA 2016 1º ao 5º ANO Ensino Fundamental I :::: Cronograma da 1ª Unidade Letiva 1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental

Leia mais

CEUNSP - FEA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DESENHO ARQUITETÔNICO _ AULA 3 TURMAS 82111_82113 _ 82123

CEUNSP - FEA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DESENHO ARQUITETÔNICO _ AULA 3 TURMAS 82111_82113 _ 82123 CEUNSP - FEA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DESENHO ARQUITETÔNICO _ AULA 3 TURMAS 82111_82113 _ 82123 Professores Sumara Querino Elizabeth Correia Roberto D ALessandro Eduardo Balceiro ESCALA ESCALA

Leia mais

Área: conceito e áreas do quadrado e do retângulo

Área: conceito e áreas do quadrado e do retângulo Área: conceito e áreas do quadrado e do retângulo Dada uma figura no plano, vamos definir a área desta figuracomo o resultado da comparação da figura dada como uma certa unidade de medida. No caso do conceito

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. (30 MIN) Primeira parte da oficina, relacionando atividades que levem os alunos a refletir sobre o valor do dinheiro.

PROPOSTA DIDÁTICA. (30 MIN) Primeira parte da oficina, relacionando atividades que levem os alunos a refletir sobre o valor do dinheiro. 1. Dados de Identificação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DIDÁTICA 1.1 Nome do bolsista: Gabriel Prates Brener 1.2 Público alvo: 6º e 7º Ano do Ensino Fundamental 1.3 Duração: 120 Minutos 1.4 Conteúdo

Leia mais

A equação da circunferência

A equação da circunferência A UA UL LA A equação da circunferência Introdução Nas duas últimas aulas você estudou a equação da reta. Nesta aula, veremos que uma circunferência desenhada no plano cartesiano também pode ser representada

Leia mais

Para contas resolver Enigmas temos que perceber Puxa pela imaginação Que hoje vais fazer uma multiplicação

Para contas resolver Enigmas temos que perceber Puxa pela imaginação Que hoje vais fazer uma multiplicação Para contas resolver Enigmas temos que perceber Puxa pela imaginação Que hoje vais fazer uma multiplicação A matemática é uma maravilha E é por isso que brilha Com ela tudo gira Até a minha cabeça vira

Leia mais

EXERCÍCIOS ARTE EGÍPCIA

EXERCÍCIOS ARTE EGÍPCIA HISTÓRIA DA ARTE Aluno (a): Professor: Lucas Salomão Data: / /2016 9º ano: A [ ] B [ ] C [ ] ARTE EGÍPCIA EXERCÍCIOS ARTE EGÍPCIA 01. Sobre a arte egípcia, marque ( V ) para as alternativas verdadeiras

Leia mais

Plano de Trabalho com Projetos

Plano de Trabalho com Projetos PREFEITURA DE JARAGUÁ DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL 1. Identificação: Plano de Trabalho com Projetos Escola Municipal de Ensino Fundamental Renato Pradi Professora:

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1B

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1B CADERNO DE EXERCÍCIOS B Ensino Fundamental Ciências da Natureza I Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB Fração Soma de frações Multiplicação de frações Subtração de frações Divisão de frações

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº Ano Data: Professor: Gabriela/ Fernanda Nota: (valor 1,0) 3 o.bimestre Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos mínimos

Leia mais

A velha história das multidões. Série Matemática na Escola

A velha história das multidões. Série Matemática na Escola A velha história das multidões Série Matemática na Escola Objetivos 1. Revelar como é feita a estimativa do número de pessoas em um evento 2. Mostrar como cálculos matemáticos simples nos auxiliam a confrontar

Leia mais

Começando a falar sobre frações

Começando a falar sobre frações ``cap1_aluno'' --- 2016/10/2 --- 1:12 --- page 1 --- #1 Lição 1 Começando a falar sobre frações EXPLORANDO O ASSUNTO Atividade 1 Três irmãos vão repartir uma barra de chocolate Um deles sugere a seguinte

Leia mais

JOGO MANCALA E AS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO

JOGO MANCALA E AS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO JOGO MANCALA E AS POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO INTEGRAÇÃO 2015 Professor(a): Nome do Professor Disciplina: Nome Matemática da Disciplina Título Binômios da Aula Objetivo Possibilitar por meio do jogo a

Leia mais

A escultura é uma das mais importantes manifestações da arte egípcia no Antigo Império, pois possuía uma função de representação política e

A escultura é uma das mais importantes manifestações da arte egípcia no Antigo Império, pois possuía uma função de representação política e COLÉGIO PEDRO II Campus São Cristóvão II Departamento de Desenho e Artes Visuais Equipe de Artes Visuais Coordenação: Prof. Shannon Botelho - 6º ano Aluno / a: Turma: Arte no Egito Os egípcios constituíram

Leia mais

6º. Prêmio CET de Educação de Trânsito. Projeto Educação de Trânsito. Público alvo do trabalho: Crianças de 3 e 4 anos e a Comunidade da escola.

6º. Prêmio CET de Educação de Trânsito. Projeto Educação de Trânsito. Público alvo do trabalho: Crianças de 3 e 4 anos e a Comunidade da escola. 6º. Prêmio CET de Educação de Trânsito Projeto Educação de Trânsito Justificativa Público alvo do trabalho: Crianças de 3 e 4 anos e a Comunidade da escola. Considerando que as praticas pedagógicas que

Leia mais

ÍNDICE Para ToDos EDUCaÇÃo INFaNTIL 1º ao 5º ano Do ENsINo FUNDaMENTaL 5 6º E 7º ano Do ENsINo FUNDaMENTaL 8 8ª série ao ENsINo MÉDIo

ÍNDICE Para ToDos EDUCaÇÃo INFaNTIL 1º ao 5º ano Do ENsINo FUNDaMENTaL 5 6º E 7º ano Do ENsINo FUNDaMENTaL 8 8ª série ao ENsINo MÉDIo ÍNDICE Para Todos 2 EDUCAÇÃO INFANTIL 4 1º AO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 5 6º E 7º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 8 8ª SÉRIE AO ENSINO MÉDIO 10 Agosto D S T Q Q S S 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

Leia mais

DESENHO GEOMÉTRICO 9º ANO Prof. Danilo A. L. Pereira. Atividades básicas no GEOGEBRA. Polígonos Regulares

DESENHO GEOMÉTRICO 9º ANO Prof. Danilo A. L. Pereira. Atividades básicas no GEOGEBRA. Polígonos Regulares Exercícios Polígonos Regulares 1 - Calcular a área de um triângulo. Para construção da figura você irá clicar no ícone que tem um triângulo, para fazer um polígono clique no ícone indicado por polígono,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Eledinéia Diandra Vieira Klein 1.2 Público alvo:6 ao 9 ano do Ensino Fundamental e Curso Magistério 1.3 Duração: 5 horas 1.4 Conteúdo desenvolvido:

Leia mais

...l.. = 1 x 50 = 50 = 50DA 2 2 x

...l.. = 1 x 50 = 50 = 50DA 2 2 x Numa banca de jornal, observa-se que 30 pessoas compram o jornal A, 48 compram o jornal B, e 72 compram outros jornais. Você sabe dizer: a porcentagem de pessoas que compram o jornal A? a porcentagem de

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO -MÓDULO V - TURMA 10108

ADMINISTRAÇÃO -MÓDULO V - TURMA 10108 ADMINISTRAÇÃO -MÓDULO V - TURMA 10108 Semana de 18 à 22 maio/09 Segunda - 18/05/2009 Terça - 19/05/2009 Quarta - 20/05/2009 Quinta - 21/05/2009 Sexta - 22/05/2009 Semana de 25 à 29 maio/09 Segunda - 25/05/2009

Leia mais

PRAÇA AMERICANA SHOPPING CENTER, ESTÁ CHEGANDO UM NOVO CENTRO DE CONSUMO.

PRAÇA AMERICANA SHOPPING CENTER, ESTÁ CHEGANDO UM NOVO CENTRO DE CONSUMO. PRAÇA AMERICANA SHOPPING CENTER, ESTÁ CHEGANDO UM NOVO CENTRO DE CONSUMO. AMERICANA: A CAPITAL DOS TECIDOS VAI VIRAR A CAPITAL DAS COMPRAS. Localizada no interior de São Paulo, Americana fica na microrregião

Leia mais

CONSTRUINDO O CONCEITO DE ÁREA POR MEIO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

CONSTRUINDO O CONCEITO DE ÁREA POR MEIO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA 1 CONSTRUINDO O CONCEITO DE ÁREA POR MEIO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA Edilene Simões Costa dos Santos FAO edilenesc@gmail.com Resumo Cristiano Alberto Muniz, UnB - cristianoamuniz@gmail.com, Maria Terezinha

Leia mais

QUESTÕES PARA A 3ª SÉRIE ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES

QUESTÕES PARA A 3ª SÉRIE ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES QUESTÕES PARA A 3ª SÉRIE ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2º BIMESTE QUESTÃO 01 SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES Descritor 11 Resolver problema envolvendo o cálculo de perímetro de figuras planas. Os itens referentes a

Leia mais

2 -Observe as imagens de atividades e de objetos produzidos pelos antigos egípcios, entre 2000 e 1000 a.c.

2 -Observe as imagens de atividades e de objetos produzidos pelos antigos egípcios, entre 2000 e 1000 a.c. História 6 ano O Egito e o rio Nilo 1-Identifique os principais aspectos geográficos relacionados ao território do Egito Antigo. 2 -Observe as imagens de atividades e de objetos produzidos pelos antigos

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2010/2011 PROVA DE MATEMÁTICA 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONFERÊNCIA:

CONCURSO DE ADMISSÃO 2010/2011 PROVA DE MATEMÁTICA 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONFERÊNCIA: CONCURSO DE ADMISSÃO 2010/2011 PROVA DE MATEMÁTICA 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONFERÊNCIA: Chefe da Subcomissão de Matemática Dir Ens CPOR / CMBH PÁGINA 1 RESPONDA AS QUESTÕES DE 01 A 20 E TRANSCREVA

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática. 1ª Série do Ensino Médio Turma 2º bimestre de 2015 Data / / Escola Aluno

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática. 1ª Série do Ensino Médio Turma 2º bimestre de 2015 Data / / Escola Aluno AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 1ª Série do Ensino Médio Turma º bimestre de 015 Data / / Escola Aluno Questão 1 Na embalagem de uma marca de café, consta a informação de que, para 8 cafezinhos

Leia mais

FIGURAS Aula 2. André Luís Corte Brochi Professor das Faculdades COC

FIGURAS Aula 2. André Luís Corte Brochi Professor das Faculdades COC FIGURAS Aula 2 André Luís Corte Brochi Professor das Faculdades COC Objetivos Apresentar elementos teóricos sobre figuras. Sugerir atividades práticas. 2 Atividade 4: Razão áurea Objetivo: observar a proporção

Leia mais

Numa banca de jornal, observa-se que 30 pessoas compra o jornal A, 48 compram o jornal B, e 72 compram outros jornais.

Numa banca de jornal, observa-se que 30 pessoas compra o jornal A, 48 compram o jornal B, e 72 compram outros jornais. MATEMÁTICA BÁSICA 6 PORCENTAGEM Numa banca de jornal, observa-se que 30 pessoas compra o jornal A, 48 compram o jornal B, e 72 compram outros jornais. Você sabe dizer: # a porcentagem de pessoas que compram

Leia mais

Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005

Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005 Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005 Prof. Ulysses Sodré - Londrina-PR, 17 de Abril de 008 - provas005.te TOME CUIDADO COM OS GRÁFICOS E DETALHES DA SUBSTITUIÇÃO UTILIZADA.....................................................................................................

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Bianca Bitencourt da Silva 1.2 Público alvo: Alunos de 7º a 9º ano e Magistério 1.3 Duração: 2 aulas de 2 h e 30 min cada 1.4 Conteúdo

Leia mais

5. A turma do Carlos organizou uma rifa. O gráfico mostra quantos alunos compraram um mesmo

5. A turma do Carlos organizou uma rifa. O gráfico mostra quantos alunos compraram um mesmo 1. Guilherme está medindo o comprimento de um selo com um pedaço de uma régua, graduada em centímetros, como mostra a figura. Qual é o comprimento do selo? (A) 3 cm (B) 3,4 cm (C) 3,6 cm (D) 4 cm (E) 4,4

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA EIXO TECNOLÓGICO: Licenciatura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E SUAS CONTRIBUIÇÕES NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E SUAS CONTRIBUIÇÕES NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA A formação docente em Ciência, Tecnologia, Sociedade e Educação Ambiental A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E SUAS CONTRIBUIÇÕES NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA Rosimeyre Gomes da Silva Merib

Leia mais

HORÁRIOS DE AULA CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A

HORÁRIOS DE AULA CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 1º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2 PERIODO: 2º TURMA: TURNO: NOITE BLOCO: A I I I I CURSO: DE INFORMAÇÃO SEMESTRE: 2015.2

Leia mais

PRINCIPAIS CONSTRUÇÕES E MONUMENTOS DO ANTIGO EGITO Durante cerca de anos a civilização Egípcia construiu alguns dos maiores monumentos já

PRINCIPAIS CONSTRUÇÕES E MONUMENTOS DO ANTIGO EGITO Durante cerca de anos a civilização Egípcia construiu alguns dos maiores monumentos já PRINCIPAIS CONSTRUÇÕES E MONUMENTOS DO ANTIGO EGITO Durante cerca de 3.000 anos a civilização Egípcia construiu alguns dos maiores monumentos já visto por toda a humanidade. Misteriosa, intrigantes e cheia

Leia mais

Egito Uma das civilizações mais importantes do Crescente Fértil Atraiu muitos grupos humanos no passado estabelecidos nas proximidades do Rio Nilo

Egito Uma das civilizações mais importantes do Crescente Fértil Atraiu muitos grupos humanos no passado estabelecidos nas proximidades do Rio Nilo 05. ÁFRICA ANTIGA Egito Uma das civilizações mais importantes do Crescente Fértil Atraiu muitos grupos humanos no passado estabelecidos nas proximidades do Rio Nilo cheias anuais e margens muito férteis

Leia mais

MÉDIA ARITMÉTICA SIMPLES E PODERADA EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

MÉDIA ARITMÉTICA SIMPLES E PODERADA EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO MÉDIA ARITMÉTICA SIMPLES E PODERADA EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 1) E0628 Em uma fábrica, a média salarial das mulheres é R$ 880,00; para os homens, a média salarial é R$ 1.020,00. Sabe-se, também, que a média

Leia mais

Quatro alunos do 6º ano de uma escola, em uma aula de matemática, fizeram as seguintes afirmativas:

Quatro alunos do 6º ano de uma escola, em uma aula de matemática, fizeram as seguintes afirmativas: ATIVIDADE PROVÃO 2º BIMESTRE 6º ANO MAT PROVA DIA 09/07 QUESTÃO 01 (Descritor: estabelecer uma conclusão baseando-se nas definições de divisores e múltiplos de um número natural e números primos) Quatro

Leia mais

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do. Rio Grande do Sul Câmpus Caxias do Sul

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do. Rio Grande do Sul Câmpus Caxias do Sul Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Caxias do Sul ProfessorRodrigo Sychocki da Silva Kadma Pacheco Sara Jane Oliveira Brum Cleber Roberto Coutinho Apresentação

Leia mais

Arquitetura Egípcia. Discentes: Bárbara Pellegrini Bruno Marques Bruno Luiz Mayla Miranda João Arthur

Arquitetura Egípcia. Discentes: Bárbara Pellegrini Bruno Marques Bruno Luiz Mayla Miranda João Arthur Arquitetura Egípcia Discentes: Bárbara Pellegrini Bruno Marques Bruno Luiz Mayla Miranda João Arthur Docente: Veronica Curso: Técnico em Edificações Turno: Vespertino INTRODUÇÃO Os egípcios desenvolveram

Leia mais

Plano de Recuperação 1º Semestre EF2-2011

Plano de Recuperação 1º Semestre EF2-2011 Professor: Marcelo, Cebola e Natália Ano: 9º Objetivos: Proporcionar ao aluno a oportunidade de resgatar os conteúdos trabalhados em Matemática nos quais apresentou defasagens e os quais lhe servirão como

Leia mais

UERJ 2014 (ex. 1 a 10)

UERJ 2014 (ex. 1 a 10) (ex. 1 a 10) 1. Campanha do governo de Dubai contra a obesidade oferece prêmio em ouro por quilogramas perdidos. A campanha funciona premiando os participantes de acordo com a seguinte tabela: Assim, se

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO DOS PROGRAMAS INSTITUCIONAIS NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO CURRICULAR

SUPERINTENDÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO DOS PROGRAMAS INSTITUCIONAIS NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO CURRICULAR SUPERINTENDÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO DOS PROGRAMAS INSTITUCIONAIS NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO CURRICULAR 2ª AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 2012 MATEMÁTICA

Leia mais

DIVISÃO DE NOTAS 1º TRIMESTRE / 2015

DIVISÃO DE NOTAS 1º TRIMESTRE / 2015 Professor(a): Adriana Vieira Cardoso e Gerusa Jaske Maruyama Componente Curricular: Língua Portuguesa Série: 8º ano -Frase, oração e período; - Tipos de sujeito; - Tipos de predicado (verbal e nominal)

Leia mais

ActivALEA. ative e atualize a sua literacia

ActivALEA. ative e atualize a sua literacia ActivALEA ative e atualize a sua literacia N.º 26 A FREQUÊNCIIA RELATIIVA PARA ESTIIMAR A PROBABIILIIDADE Por: Maria Eugénia Graça Martins Departamento de Estatística e Investigação Operacional da FCUL

Leia mais

Acadêmica : Sabrina Vicente de Oliveira Disciplina: Laboratório de Prática de Ensino II Professora: Margarete Farias Medeiros

Acadêmica : Sabrina Vicente de Oliveira Disciplina: Laboratório de Prática de Ensino II Professora: Margarete Farias Medeiros Acadêmica : Sabrina Vicente de Oliveira Disciplina: Laboratório de Prática de Ensino II Professora: Margarete Farias Medeiros Na década de 1980 foi feito uma reformulação no curso de licenciatura, na qual

Leia mais

O ORIGINAL ENCONTRA-SE ASSINADO E ARQUIVADO NA STE/CMBH

O ORIGINAL ENCONTRA-SE ASSINADO E ARQUIVADO NA STE/CMBH CONCURSO DE ADMISSÃO 201/2016 PROVA DE MATEMÁTICA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO CONFERÊNCIA: Membro da CEOCP (Mat / 1º EM) Presidente da CEI Dir Ens CPOR / CM-BH PÁGINA 1 RESPONDA ÀS QUESTÕES DE 1 A 20 E TRANSCREVA

Leia mais

Prova Escrita de Matemática

Prova Escrita de Matemática ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CICLO DO ENSINO BÁSICO DE LOUSADA Prova Escrita de Matemática 3.º Ciclo do ensino Básico ; 9ºAno de escolaridade Duração da Prova: 90 minutos Versão 1 009 A PREENCHER PELO ALUNO

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E

Leia mais

1. A figura mostra o diagrama de movimento de um carro de corrida. A câmera tirou numa fotografia a cada 2 s.

1. A figura mostra o diagrama de movimento de um carro de corrida. A câmera tirou numa fotografia a cada 2 s. Lista 1: Conceitos do Movimento NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. As cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Leia os enunciados com atenção. iii. Responder

Leia mais

CÁLCULO DAS CARACTERÍSTICAS DE CABOS

CÁLCULO DAS CARACTERÍSTICAS DE CABOS CÁLCULO DAS CARACTERÍSTICAS DE CABOS Relatório Intercalar PARA CONSTRUÇÃO DE MODELOS DE LINHA 1 2010 BOLSA DE INTEGRAÇÃO À INVESTIGAÇÃO MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOSÉ I - VRSA MATEMÁTICA 6.º ANO 2014/15 Ficha A5 Global NOME N.º Turma NOME

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOSÉ I - VRSA MATEMÁTICA 6.º ANO 2014/15 Ficha A5 Global NOME N.º Turma NOME AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOSÉ I - VRSA MATEMÁTICA 6.º ANO 2014/15 Ficha A5 Global NOME N.º Turma NOME NOTAS: APRESENTE A RESOLUÇÃO EM TODAS AS RESPOSTAS EXCEPTO EM 3a) E 7a) - CONSIDERE 3,14 1. A figura

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2C

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2C CADERNO DE EXERCÍCIOS 2C Ensino Médio Matemática Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Progressão Geométrica H16 2 Lei dos cossenos H14 Razões trigonométricas H14 (trigonometria no triângulo

Leia mais

Começando a falar sobre frações

Começando a falar sobre frações cap1_aluno 2016/8/29 22:29 page 1 #1 Lição 1 Começando a falar sobre frações EXPLORANDO O ASSUNTO Atividade 1 Três irmãos vão repartir uma barra de chocolate. Um deles sugere a seguinte divisão: - FIGURA

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática. 6ª Série / 7º ano do Ensino Fundamental Turma 2º bimestre de 2015 Data / / Escola Aluno

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática. 6ª Série / 7º ano do Ensino Fundamental Turma 2º bimestre de 2015 Data / / Escola Aluno AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 6ª Série / 7º ano do Ensino Fundamental Turma 2º bimestre de 2015 Data / / Escola Aluno Questão 1 Das figuras geométricas abaixo, qual delas não apresenta

Leia mais

EXEMPLOS Resolva as equações em : 1) Temos uma equação completa onde a =3, b = -4 e c = 1. Se utilizarmos a fórmula famosa, teremos:

EXEMPLOS Resolva as equações em : 1) Temos uma equação completa onde a =3, b = -4 e c = 1. Se utilizarmos a fórmula famosa, teremos: EQUAÇÃO DE SEGUNDO GRAU INTRODUÇÃO Equação é uma igualdade onde há algum elemento desconhecido Como exemplo, podemos escrever Esta igualdade é uma equação já conhecida por você, pois é de primeiro grau

Leia mais

Educação Matemática MATEMÁTICA LICENCIATURA. Professora Andréa Cardoso

Educação Matemática MATEMÁTICA LICENCIATURA. Professora Andréa Cardoso Educação Matemática MATEMÁTICA LICENCIATURA Professora Andréa Cardoso UNIDADE I: EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO Trigonometria na Antiguidade: Babilônia e China 2 OBJETIVO DA AULA: Aplicar os conceitos trigonométricos

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 05 Prismas Prismas são sólidos geométricos que possuem as seguintes características: bases paralelas são iguais; arestas laterais iguais

Leia mais

+ Do que xxx e escadas

+ Do que xxx e escadas Reforço escolar M ate mática + Do que xxx e escadas Dinâmica 6 1º Série 2º Bimestre DISCIPLINA Série CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Médio 1ª Campo Geométrico Razões trigonométricas no triângulo retângulo

Leia mais

Apostila Matemática dos Balões

Apostila Matemática dos Balões SEMINARIO DE ARTE COM BALÕES CURITIBA MAIO 2011 INSTRUTOR Luciano Mancuso Apostila Matemática dos Balões Essa apostila foi desenvolvida a partir de um material do instrutor Ricardo Rodrigues e informações

Leia mais

HORÁRIO DE AULAS E AVALIAÇÕES DE RECUPERAÇÃO FINAL 2015 DIA 14/12/2015-2ª FEIRA

HORÁRIO DE AULAS E AVALIAÇÕES DE RECUPERAÇÃO FINAL 2015 DIA 14/12/2015-2ª FEIRA DIA //0 - ª FEIRA HOR. º ANO 7º ANO 8º ANO 9º ANO º ANO º ANO º ANO - Thuha Thuha - Thuha Thuha Thuha Data: //0 ª feira - Horário: h Prova de História - Thuha Turmas: º / º / º Ensino Médio Thuha DIA //0

Leia mais

PLANTÃO PROFESSORES ENSINO FUNDAMENTAL II / MÉDIO

PLANTÃO PROFESSORES ENSINO FUNDAMENTAL II / MÉDIO Belo Horizonte novembro de 2015. Prezados Pais e/ ou Responsáveis, Abaixo estão algumas informações referentes aos últimos eventos pedagógicos de seu filho no IEMP. Leia com atenção, e havendo dúvidas,

Leia mais

Assunto: Função do 2º grau

Assunto: Função do 2º grau Assunto: Função do 2º grau 1) Dada a função f(x) = x 2-4x+3.Determine: a) A suas raízes; resp: 1 e 3 b) As coordenadas do vértice da parábola; resp: V(2;-1) c) O gráfico d) Se a função admite valor máximo

Leia mais

A ATIVIDADE LÚDICA NOS PROJETOS SOCIAIS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PROJETO BOLA E CIDADANIA

A ATIVIDADE LÚDICA NOS PROJETOS SOCIAIS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PROJETO BOLA E CIDADANIA A ATIVIDADE LÚDICA NOS PROJETOS SOCIAIS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PROJETO BOLA E CIDADANIA Prof. Bruno Martins Andrade Prof. Esp. Tiago Aquino da Costa e Silva FMU Faculdades Metropolitanas Unidas/SP

Leia mais

Exercícios de Revisão Aulas 16 a 19

Exercícios de Revisão Aulas 16 a 19 Exercícios de Revisão Aulas 1 a 19 1. Uma professora realizou uma atividade com seus alunos utilizando canudos de refrigerante para montar figuras, onde cada lado foi representado por um canudo. A quantidade

Leia mais

Projeção ortográfica e perspectiva isométrica

Projeção ortográfica e perspectiva isométrica Projeção ortográfica e perspectiva isométrica Introdução Para quem vai ler e interpretar desenhos técnicos, é muito importante saber fazer a correspondência entre as vistas ortográficas e o modelo representado

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE EAD Inicio 02/03/2015 1 MÓDULO - TURMA DE 2015 DISCIPLINA PROFESSOR CARGA HORÁRIA

COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE EAD Inicio 02/03/2015 1 MÓDULO - TURMA DE 2015 DISCIPLINA PROFESSOR CARGA HORÁRIA COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE EAD Inicio 02/03/2015 1 MÓDULO - TURMA DE 2015 DISCIPLINA PROFESSOR CARGA HORÁRIA Acolhimento Informática Ética Ambiental Percepção Ambiental Economia Ambiental

Leia mais

Indíce. Indice... 1. 1) Identificar a sua persona (Cliente ideal)...erro! Indicador não definido. Exemplo... 4

Indíce. Indice... 1. 1) Identificar a sua persona (Cliente ideal)...erro! Indicador não definido. Exemplo... 4 Indíce Sumário Indice... 1 1) Identificar a sua persona (Cliente ideal)...erro! Indicador não definido. Exemplo... 4 2) Gerar relacionamento / lista de emails... 5 Exemplo... 6 3)Faça a oferta... 7 Exemplo...

Leia mais

ENQ Gabarito MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL. Questão 01 [ 1,25 ]

ENQ Gabarito MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL. Questão 01 [ 1,25 ] MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL ENQ 017 Gabarito Questão 01 [ 1,5 ] Encontre as medidas dos lados e ângulos de dois triângulos ABC diferentes tais que AC = 1, BC = e A BC = 0 Considere

Leia mais