REQUERIMENTO. (Do Sr. ADALBERTO CAVALCANTI)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REQUERIMENTO. (Do Sr. ADALBERTO CAVALCANTI)"

Transcrição

1 REQUERIMENTO (Do Sr. ADALBERTO CAVALCANTI) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo relativa ao aumento de vagas e à criação do curso de graduação em Direito na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina/PE. Senhor Presidente: Nos termos do art. 113, inciso I e 1 o, do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, requeiro a V. Exª. seja encaminhada ao Poder Executivo a Indicação em anexo, sugerindo o aumento de vagas e a criação do curso de graduação em Direito na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina/PE. Sala das Sessões, em de de Deputado ADALBERTO CAVALCANTI

2 INDICAÇÃO N o, DE 2015 (Do Sr. ADALBERTO CAVALCANTE) Sugere o aumento de vagas e a criação do curso de graduação em Direito na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina/PE. Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado da Educação: Requeiro a Vossa Excelência especial atenção à Região do Vale do Rio São Francisco, em Pernambuco, para ampliarmos as oportunidades de educação e desenvolvimento, por meio da oferta de acesso ao ensino superior público de qualidade, mediante ampliação das vagas ofertadas pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). A Univasf é a primeira Universidade Brasileira voltada para o desenvolvimento regional, no caso, o semiárido nordestino. Sua missão é fomentar o desenvolvimento da região onde está localizada, compreendendo parte de oito estados do Nordeste e o norte de Minas Gerais. Atualmente, há seis campi instalados: Petrolina Centro e Ciências Agrárias, na Cidade de Petrolina, em Pernambuco; Juazeiro, na Cidade de mesmo nome, na Bahia; São Raimundo Nonato, na Cidade de mesmo nome, no Piauí; Senhor do Bonfim, na Cidade de mesmo nome, na Bahia, e Paulo Afonso, na Cidade de mesmo nome, na Bahia. Os campi citados integram a Região do Semiárido Brasileiro, considerada importante unidade geoeconômica e natural, para efeito de planejamento de políticas públicas, possuidora de uma riqueza multicultural incontestável.

3 2 A Univasf possui importância singular em sua região, Senhor Ministro. Os jovens do semiárido nordestino muitas vezes são forçados a buscar seu diploma nas instituições federais situadas nas capitais litorâneas do Nordeste. Nesse sentido, a localização geográfica da Instituição possui significado estratégico para ser um agente inconteste de fomento científico e de modificação da realidade socioeconômica e cultural de toda uma população. O mapa abaixo mostra quão significativa é a localização dessa Universidade e como ainda se evidencia seu isolamento geográfico das demais instituições públicas de ensino superior: Fonte: Plano de Desenvolvimento Institucional ( ) da Univasf O Vale do São Francisco estende-se pelos estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Goiás e Distrito Federal, inseridos nas regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste. A área total é de ,94 km², onde se distribuem 505 municípios, com população de habitantes (IBGE, 2011). Apesar dos avanços empreendidos, a região ainda apresenta baixos índices de educação, saúde e saneamento básico. Entretanto, a economia que se baseava na pecuária extensiva e na agricultura de subsistência passou por um significativo processo de transformação. O polo Petrolina-Juazeiro alcançou a condição de expressivo produtor e exportador de frutas tropicais, mediante desenvolvimento da fruticultura irrigada. Há também

4 3 um sensível progresso no setor industrial nessa região, com destaque para a agroindústria de alimentos. Esse desenvolvimento também se deu com o trabalho de entidades públicas, como a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (CODEVASF), Empresa Brasileira da Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária (IPA) e certamente será favorecido com o aprimoramento de formação profissional decorrente do ensino superior. Acreditamos que podemos fazer muito mais por essa região e, nesse sentido, destacamos a benesses trazidas por uma instituição de ensino superior, como é o caso da Univasf, porquanto é preciso aprimorar a competência científica e tecnológica potencialmente capaz de atuar na melhoria da qualidade do ensino/aprendizagem e da vida econômica e social dessa população. A relação positiva entre bons empregos e grau de escolaridade da população é bastante conhecida. Pesquisa divulgada pela Fundação Getúlio Vargas 1 mostra que os concluintes do ensino fundamental têm 35% a mais de chances de ocupação do que um analfabeto. O número sobe para 122% na comparação com alguém que tenha o ensino médio, 387%, com ensino superior e 522%, para quem tem pós-graduação. Nosso pleito está respaldado pelo atual Plano Nacional de Educação (Lei nº , de 25 de junho de 2014). A Meta 12, que pretende elevar as taxas brutas e líquidas de matrícula na educação superior, em sua estratégia 12.2, propugna: 12.2) ampliar a oferta de vagas, por meio da expansão e interiorização da rede federal de educação superior, da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e do sistema Universidade Aberta do Brasil, considerando a densidade populacional, a oferta de vagas públicas em relação à população na idade de referência e observadas as características regionais das micro e mesorregiões definidas pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, uniformizando a expansão no território nacional; (grifo nosso) Como o próprio Plano Nacional defende, é preciso interiorizar a oferta de ensino superior. De acordo com dados do Censo da Educação Superior 2012, no Nordeste, 50,2% das instituições estão localizadas nas capitais. Apenas a Região Norte possui concentração maior. 1 Pesquisa Você no Mercado de Trabalho/ Segunda Etapa da Pesquisa Educação e Trabalho do Jovem no Brasil/ Coordenação Marcelo Cortes Neri Rio de Janeiro: FGV/IBRE, 2008.

5 4 Em todas as demais regiões administrativas, há predominância de instituições localizadas no interior. Desse modo, Senhor Ministro, requeremos atenção especial para essa população e pleiteamos o aumento das vagas da Univasf em todos os cursos, pelos motivos aventados nesta Indicação. Ante a dinamicidade e o desenvolvimento da região e considerando que os conhecimentos jurídicos compreendidos no curso de Direito são essenciais à administração da justiça e à construção da cidadania, reputamos de absoluta importância a oferta de graduação e pós-graduação nas ciências jurídicas. Destaque-se que conforme consta do Plano de Desenvolvimento Institucional ( ) da Univasf, estava prevista para o ano de 2012 a criação do curso de Direito nos campi de Petrolina (Sede) e Senhor do Bonfim. Todavia, tal feito não aconteceu, razão pela qual indagamos a esse Ministério e àquela Universidade os motivos pelos quais não foi instituída a referida graduação. Ante o exposto, solicito a Vossa Excelência que examine nosso pleito e, considerando a autonomia universitária, realize gestão junto à Univasf e, sobretudo, apoie a ampliação de todas as vagas dessa importante Universidade, bem como da criação do curso de Direito nos campi mencionados, a fim de proporcionar mais oportunidades de formação a uma região que necessita de ações concretas do poder público. Ao passo que o saudamos, solicitamos a esse Ministério que nos encaminhe expedientes referentes às ações provenientes desta Indicação. Sala das Sessões, em de de Deputado Adalberto Cavalcanti

REQUERIMENTO. (Da Sra. Fátima Bezerra)

REQUERIMENTO. (Da Sra. Fátima Bezerra) REQUERIMENTO (Da Sra. Fátima Bezerra) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativa à criação do Campus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), com sede no município de Assú/RN.

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. CARLOS SOUZA)

REQUERIMENTO. (Do Sr. CARLOS SOUZA) REQUERIMENTO (Do Sr. CARLOS SOUZA) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, por meio do Ministério da Integração Nacional e do Ministério da Fazenda, sugerindo a criação de incentivos para exportação

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Sr. Dr. UBIALI)

REQUERIMENTO (Do Sr. Dr. UBIALI) REQUERIMENTO (Do Sr. Dr. UBIALI) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativa à inserção do Cooperativismo como Tema Transversal nos currículos escolares do ensino Senhor Presidente: Nos termos

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Praciano)

REQUERIMENTO. (Do Sr. Praciano) REQUERIMENTO (Do Sr. Praciano) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério do Planejamento providências para a realização de um novo Censo populacional em todos os municípios

Leia mais

SENADO FEDERAL PARECER N 1177, DE 2015. RELATORA: Senadora SIMONE TEBET RELATORA AD HOC : Senadora FÁTIMA BEZERRA I RELATÓRIO

SENADO FEDERAL PARECER N 1177, DE 2015. RELATORA: Senadora SIMONE TEBET RELATORA AD HOC : Senadora FÁTIMA BEZERRA I RELATÓRIO SENADO FEDERAL PARECER N 1177, DE 2015 Da COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA, sobre o Ofício S nº 16, de 2015, encaminhado ao Senado Federal pelo Presidente da Câmara dos Deputados,

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2015 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRPPGI Calendário Acadêmico da Pós-Graduação 2015 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 JANEIRO/2015 1º

Leia mais

REQUERIMENTO (Dos Srs. Geraldo Resende, Antonio Carlos Biffi e outros)

REQUERIMENTO (Dos Srs. Geraldo Resende, Antonio Carlos Biffi e outros) 1 REQUERIMENTO (Dos Srs. Geraldo Resende, Antonio Carlos Biffi e outros) Requer o envio de Indicação ao Excelentíssimo Sr. Ministro da Educação, Sr. Fernando Haddad, sugerindo a criação da Escola Técnica

Leia mais

Geografia. As Regiões Geoeconômicas do Brasil. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. As Regiões Geoeconômicas do Brasil. Professor Luciano Teixeira. Geografia As Regiões Geoeconômicas do Brasil Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia Aula XX AS REGIÕES GEOECONÔMICAS DO BRASIL A divisão regional oficial do Brasil é aquela

Leia mais

Debates sobre produção irrigada reuniram 400 especialistas no Submédio São Francisco Irrigação subterrânea, direitos e deveres do engenheiro agrícola

Debates sobre produção irrigada reuniram 400 especialistas no Submédio São Francisco Irrigação subterrânea, direitos e deveres do engenheiro agrícola Debates sobre produção irrigada reuniram 400 especialistas no Submédio São Francisco Irrigação subterrânea, direitos e deveres do engenheiro agrícola e experiências em agroecologia ambiental foram alguns

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC A EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA O movimento Constitucional; O processo de discussão que antecedeu a LDB nº9394/96; A concepção de Educação Básica e a universalização do

Leia mais

Exercícios Complementares de Ciências Humanas Geografia Ensino Fundamental. Regiões Brasileiras

Exercícios Complementares de Ciências Humanas Geografia Ensino Fundamental. Regiões Brasileiras de Geografia Exercícios Complementares Regiões Brasileiras 1. O mapa mostra a divisão do Brasil entre as cinco regiões do IBGE. Identifique-as e, na sequência, relacione as características listadas a seguir

Leia mais

F.17 Cobertura de redes de abastecimento de água

F.17 Cobertura de redes de abastecimento de água Comentários sobre os Indicadores de Cobertura até 6 F.17 Cobertura de redes de abastecimento de água Limitações: Requer informações adicionais sobre a quantidade per capita, a qualidade da água de abastecimento

Leia mais

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 REGIÃO NORTE 5.951.408 87,35 861.892 12,65 6.813.300 RONDÔNIA 760.521 88,11 102.631 11,89 863.152 ACRE 298.081 85,86 49.094

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. CARLOS SOUZA)

REQUERIMENTO. (Do Sr. CARLOS SOUZA) REQUERIMENTO (Do Sr. CARLOS SOUZA) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo a agilização do processo de ampliação e modernização do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, bem assim a definição

Leia mais

FLUXO CONSTRUÇÃO - OBRAS DE INFRA- ESTRUTURA POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO CONSTRUÇÃO - OBRAS DE INFRA- ESTRUTURA POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO - OBRAS DE INFRA- ESTRUTURA POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 29 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 29 FLUXO - OBRAS DE INFRA-ESTRUTURA, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2012. (Do Sr. Stepan Nercessian)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2012. (Do Sr. Stepan Nercessian) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2012. (Do Sr. Stepan Nercessian) Requer informações ao Ministro da Educação sobre que medidas estão sendo desenvolvidas para cooperar tecnicamente com os estados que não

Leia mais

Parceria entre Codevasf e Mapa beneficiará irrigantes com apoio

Parceria entre Codevasf e Mapa beneficiará irrigantes com apoio Cerca de 11 mil produtores agrícolas dos projetos públicos de irrigação mantidos pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) serão beneficiados com acordo de cooperação

Leia mais

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF. Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF. Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba O que é Codevasf? Criada em 1974, a Codevasf é uma empresa pública responsável

Leia mais

Organização do Território

Organização do Território Organização do Território 1. No século XXI, a participação do Produto Interno Bruto (PIB) do Nordeste no PIB brasileiro vem aumentando paulatinamente, o que indica que a região passa por um ciclo de crescimento

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO

CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO ISSN: 2237-8022 (on-line) ISSN: 2318-4469 (CD-ROM) CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO RESUMO Terezinha Severino da SILVA terezinhasilvafeitas@yahoo.com.br

Leia mais

Raimundo Deusdará Filho Diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação CODEVASF/AI Fortaleza/CE Junho de 2008

Raimundo Deusdará Filho Diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação CODEVASF/AI Fortaleza/CE Junho de 2008 II WORKSHOP INTERNACIONAL DE INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS NA IRRIGAÇÃO e I SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE O USO MÚLTIPLO DA ÁGUA Raimundo Deusdará Filho Diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação

Leia mais

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação ET CAV/SP/SEPLAN nº 03/2013 A década virtuosa: pobreza e desigualdade

Leia mais

INDICAÇÃO N o, DE 2013 (Da Comissão de Educação)

INDICAÇÃO N o, DE 2013 (Da Comissão de Educação) INDICAÇÃO N o, DE 2013 (Da Comissão de Educação) Sugere ao Ministro de Estado da Educação a criação de um campus da Universidade Federal do Mato Grosso no Município de Lucas do Rio Verde. Excelentíssimo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO - PRPPGI

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO - PRPPGI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO - PRPPGI Calendário Acadêmico 2017 da Pós-Graduação 2017 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31

Leia mais

GEOGRAFIA MÓDULO 11. As Questões Regionais. As divisões regionais, região e políticas públicas, os desequilíbrios regionais. Professor Vinícius Moraes

GEOGRAFIA MÓDULO 11. As Questões Regionais. As divisões regionais, região e políticas públicas, os desequilíbrios regionais. Professor Vinícius Moraes GEOGRAFIA Professor Vinícius Moraes MÓDULO 11 As Questões Regionais As divisões regionais, região e políticas públicas, os desequilíbrios regionais Existem três divisões regionais amplamente divulgadas

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Deputado Federal Zé Silva - Solidariedade/MG REQUERIMENTO. (Do Sr. Zé Silva) Senhor Presidente:

CÂMARA DOS DEPUTADOS Deputado Federal Zé Silva - Solidariedade/MG REQUERIMENTO. (Do Sr. Zé Silva) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Zé Silva) Requer o envio de Indicação à Secretaria de Governo, relativa à liberação de recursos destinados aos serviços de assistência técnica e extensão rural. Senhor Presidente:

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 78 Saneamento Brasil 10 de abril de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte,

Leia mais

Câmara dos Deputados Comissão de Desenvolvimento Urbano

Câmara dos Deputados Comissão de Desenvolvimento Urbano REQUERIMENTO N O., DE 2015 (Dos Srs. João Paulo Papa e Julio Lopes) Requer o envio de Indicação ao Ministério da Saúde sugerindo que seja dada prioridade ao Programa Nacional de Saneamento Rural, da Fundação

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Deputado Wellington Fagundes) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Deputado Wellington Fagundes) Senhor Presidente: 1 REQUERIMENTO (Do Sr. Deputado Wellington Fagundes) Requer o envio de Indicação ao Excelentíssimo Ministro de Estado da Educação, ao Secretario da Secretaria de Educação Superior e à Secretaria Executiva

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Sr. Francisco Praciano)

REQUERIMENTO (Do Sr. Francisco Praciano) REQUERIMENTO (Do Sr. Francisco Praciano) Requer o envio de Indicação ao Ministério do Trabalho e Emprego, sugerindo a adoção das medidas necessárias para garantir a efetiva presença de servidores da Superintendência

Leia mais

Núcleo Temático-Uma. Novo Desenho Curricular

Núcleo Temático-Uma. Novo Desenho Curricular Núcleo Temático-Uma Experiência Novo Desenho Curricular Marcelo Ribeiro João Sedraz Jorge Cavalcanti {marcelo.ribeiro, joao.sedraz, jorge.cavalcanti@univasf.edu.br} PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN DEPARTAMENTO

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONHECIMENTO DOS AGRICULTORES DO ASSENTAMENTO SANTA CRUZ, NO MUNICIPIO DE CAMPINA GRANDE - PB

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONHECIMENTO DOS AGRICULTORES DO ASSENTAMENTO SANTA CRUZ, NO MUNICIPIO DE CAMPINA GRANDE - PB DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONHECIMENTO DOS AGRICULTORES DO ASSENTAMENTO SANTA CRUZ, NO MUNICIPIO DE CAMPINA GRANDE - PB Autor: Josué Souza Martins Universidade Federal da Paraíba josué.mart@hotmail.com;

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Sr. Pedro Eugênio)

REQUERIMENTO (Do Sr. Pedro Eugênio) REQUERIMENTO (Do Sr. Pedro Eugênio) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, para sugerir a instalação de Centro de Educação Superior, no município de Ipojuca, para cursos de graduação, extensão

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 5.969, DE 2005 I - RELATÓRIO II - VOTO DO RELATOR

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 5.969, DE 2005 I - RELATÓRIO II - VOTO DO RELATOR COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 5.969, DE 2005 Autoriza o Poder Executivo a transformar o Campus Universitário de Rondonópolis da Universidade Federal de Mato Grosso (CUR-UFMT) em Universidade

Leia mais

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação ET CA/SP/SEPLAN nº 02/2013 Evolução da extrema pobreza em Mato

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Beto Albuquerque) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Beto Albuquerque) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Beto Albuquerque) Requer o envio de Indicação ao Ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República, ao Ministro de Coordenação Política e Assuntos Institucionais e ao Ministro

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2005 (Do Sr. Fernando de Fabinho)

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2005 (Do Sr. Fernando de Fabinho) PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2005 (Do Sr. Fernando de Fabinho) Autoriza o Poder Executivo a criar o Pólo de Desenvolvimento e Turismo da região geográfica Nordeste, com sede na cidade de Paulo Afonso

Leia mais

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE O INSTITUTO NACIONAL DO SEMI-ÁRIDO. Manoel Abilio de Queiróz Universidade do Estado da Bahia - UNEB

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE O INSTITUTO NACIONAL DO SEMI-ÁRIDO. Manoel Abilio de Queiróz Universidade do Estado da Bahia - UNEB ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE O INSTITUTO NACIONAL DO SEMI-ÁRIDO Manoel Abilio de Queiróz Universidade do Estado da Bahia - UNEB O Semi-Árido Eixos de desenvolvimento do Semi-Árido Pontos de estrangulamento

Leia mais

CITRICULTURA DO NORDESTE BRASILEIRO COM ÊNFASE NO SEMIÁRIDO

CITRICULTURA DO NORDESTE BRASILEIRO COM ÊNFASE NO SEMIÁRIDO CITRICULTURA DO NORDESTE BRASILEIRO COM ÊNFASE NO SEMIÁRIDO ORLANDO SAMPAIO PASSOS, DÉBORA COSTA BASTOS, MAURÍCIO ANTONIO COELHO FILHO, JOSÉ DA SILVA SOUZA, WALTER DOS SANTOS SORES FILHO EDUARDO AUGUSTO

Leia mais

DECRETO DE 21 DE JULHO DE 2008 (DOU 22/07/2008)

DECRETO DE 21 DE JULHO DE 2008 (DOU 22/07/2008) 1 DECRETO DE 21 DE JULHO DE 2008 (DOU 22/07/2008) Cria a Comissão Nacional de Combate à Desertificação - CNCD e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o

Leia mais

Resultado do Estoque de Empregos Formais RAIS 2002 a 2013

Resultado do Estoque de Empregos Formais RAIS 2002 a 2013 Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

EDITAL Nº 02/2016 - PROEX

EDITAL Nº 02/2016 - PROEX EDITAL Nº 02/2016 - PROEX 1. DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS DIVULGA O PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE FORMAÇÃO EM IDIOMA ESTRANGEIRO NA MODALIDADE DE CURSOS DE INGLÊS, FRANCÊS, ALEMÃO E ESPANHOL. 1.1 A

Leia mais

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE TOMATE NO NORDESTE.

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE TOMATE NO NORDESTE. O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE TOMATE NO NORDESTE Ano 4 2010 Nº 21 O nosso negócio é o desenvolvimento

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador CÉSAR BORGES

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador CÉSAR BORGES PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 174, de 2009, do Senador LEOMAR QUINTANILHA, que dispõe sobre a criação do Serviço Social do Turismo SESTUR e

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Moreira Mendes)

REQUERIMENTO. (Do Sr. Moreira Mendes) REQUERIMENTO (Do Sr. Moreira Mendes) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, propondo alteração no limite da área de imóveis rurais na Amazônia Legal para efeito de georreferenciamento e atualização

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Nº 582 - Quarta feira, 12 de maio de 2004 O BDE on-line é um suplemento da Enciclopédia de Legislação e Jurisprudência da Educação Brasileira Ministério da Educação Gabinete do Ministro - Portaria nº 1.195

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN Calendário Acadêmico 2017 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 2016.2 PNZ CCA JUA SBF SRN PAV Dias Letivos - 05-17 17 - Acumulado 100 96 102 85 85

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 6.521, DE 2009 Institui nas escolas públicas programa de educação para prevenção dos cânceres de mama e de colo do útero. Autor: Deputado JOÃO DADO : I

Leia mais

/ ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS - RECUPERAÇÃO

/ ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS - RECUPERAÇÃO Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Geografia / ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS - RECUPERAÇÃO Ano: 5º - Ensino Fundamental - Data: 25 / 8 / 2017 Assunto: Regiões Brasileiras.

Leia mais

REQUERIMENTO (DO Sr. Inocêncio Oliveira)

REQUERIMENTO (DO Sr. Inocêncio Oliveira) REQUERIMENTO (DO Sr. Inocêncio Oliveira) Requer o envio de Indicação ao Exmo. Sr. Presidente da República Senhor Presidente: Nos termos do art. 113, inciso I e 1º, do Regimento interno da Câmara dos Deputados,

Leia mais

INFORME ETENE. INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NO NORDESTE 2ª Edição 1. INTRODUÇÃO

INFORME ETENE. INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NO NORDESTE 2ª Edição 1. INTRODUÇÃO Ano V Maio de 2011 Nº 8 INFORME ETENE Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste - ETENE Ambiente de Estudos, Pesquisas e Avaliação-AEPA Célula de Estudos e Pesquisas Macroeconômicas, Industriais

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Objetivo 1: Aprimorar a adoção de soluções de TI nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão, auxiliando na consecução

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado Victor Mendes

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado Victor Mendes REQUERIMENTO (Do Sr. Victor Mendes) Requer o envio de Indicação ao Ministro Chefe da Secretaria da Aviação Civil da Presidência da República SAC-PR, solicitando que determine à Agência Nacional de Aviação

Leia mais

Indicadores IBGE. Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil SINAPI. Abril de 2014

Indicadores IBGE. Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil SINAPI. Abril de 2014 Indicadores IBGE Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil SINAPI Abril de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidenta da República Dilma Rousseff

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2003 (Do Sr. RODOLFO PEREIRA)

PROJETO DE LEI Nº DE 2003 (Do Sr. RODOLFO PEREIRA) PROJETO DE LEI Nº DE 2003 (Do Sr. RODOLFO PEREIRA) Institui o Sistema de Quota para População Indígena nas Instituições de Ensino Superior.. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º As instituições de ensino

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Sr. VALTENIR PEREIRA) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO (Do Sr. VALTENIR PEREIRA) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. VALTENIR PEREIRA) Requer o envio de Indicação à Presidência da República, relativa à criação da CODEPAN Companhia de Desenvolvimento do Pantanal. Senhor Presidente: Nos termos do artigo

Leia mais

Perfil da Oferta de Educação Profissional nas Redes Estaduais. Lavínia Moura Economista e Técnica do DIEESE Brasília 06 e 07 de Junho de 2013

Perfil da Oferta de Educação Profissional nas Redes Estaduais. Lavínia Moura Economista e Técnica do DIEESE Brasília 06 e 07 de Junho de 2013 Perfil da Oferta de Educação Profissional nas Redes Estaduais Lavínia Moura Economista e Técnica do DIEESE Brasília 06 e 07 de Junho de 2013 2 Objetivos Apresentar o perfil e evolução da oferta de educação

Leia mais

Calendário Reitoria 2016

Calendário Reitoria 2016 Calendário Reitoria 2016 fevereiro 2016 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Carnaval 10 Quarta Feira de Cinzas 11 12 13 RECESSO ACADÊMICO RECESSO ACADÊMICO RECESSO ACADÊMICO 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 CONUNI

Leia mais

A CITRICULTURA NO NORDESTE BRASILEIRO: SITUAÇÃO ATUAL E POTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO. Orlando Sampaio Passos. Salvador (BA), 27 de setembro de 2011

A CITRICULTURA NO NORDESTE BRASILEIRO: SITUAÇÃO ATUAL E POTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO. Orlando Sampaio Passos. Salvador (BA), 27 de setembro de 2011 A CITRICULTURA NO NORDESTE BRASILEIRO: SITUAÇÃO ATUAL E POTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO Orlando Sampaio Passos Salvador (BA), 27 de setembro de 2011 INTRODUÇÃO Região Nordeste área cultivada, produção e rendimento

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Geraldo Resende e outros) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Geraldo Resende e outros) Senhor Presidente: 1 REQUERIMENTO (Do Sr. Geraldo Resende e outros) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativa a agilização no repasse financeiro do Fundo Constitucional do Centro- Oeste FCO quanto aos projetos

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista  A Serviço da Vida por Amor Curso: Ensino Fundamental I Nome do (a) Aluno (a): Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Ano: 5º Componente Curricular:

Leia mais

CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016

CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 V2 1 1. SETOR 2 UNIVERSO DISTRIBUIÇÃO MACRO REGIÕES SHOPPINGS EM OPERAÇÃO - UNIDADES 26 NORTE 80 NORDESTE 50 CENTRO OESTE 292 SUDESTE 520 +3,5% 538 SHOPPINGS

Leia mais

2.2 Ambiente Macroeconômico

2.2 Ambiente Macroeconômico Por que Ambiente Macroeconômico? Fundamentos macroeconômicos sólidos reduzem incertezas sobre o futuro e geram confiança para o investidor. A estabilidade de preços é uma condição importante para processos

Leia mais

REQUERIMENTO N.º DE 2012.

REQUERIMENTO N.º DE 2012. REQUERIMENTO N.º DE 2012. (Do Sr. Francisco Araújo) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação avaliação das experiências de flexibilização curricular no ensino

Leia mais

O MAPA DA EXTREMA INDIGÊNCIA NO CEARÁ E O CUSTO FINANCEIRO DE SUA EXTINÇÃO

O MAPA DA EXTREMA INDIGÊNCIA NO CEARÁ E O CUSTO FINANCEIRO DE SUA EXTINÇÃO CAEN-UFC RELATÓRIO DE PESQUISA Nº5 O MAPA DA EXTREMA INDIGÊNCIA NO CEARÁ E O CUSTO FINANCEIRO DE SUA EXTINÇÃO (Apresenta um Comparativo com os Estados Brasileiros) Autores da Pesquisa Flávio Ataliba Barreto

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Sociedade Nacional de Agricultura SNA UF: RJ ASSUNTO: Recurso contra a decisão da Secretaria de Regulação e Supervisão

Leia mais

Centro-Sul Brasileiro

Centro-Sul Brasileiro Centro-Sul Brasileiro 1. Analise o mapa, que representa as concentrações industriais no Brasil. Concentrações Industriais no Brasil A partir da análise do mapa e de seus conhecimentos, assinale a alternativa

Leia mais

Calendário Acadêmico 2015 Reposição da Greve

Calendário Acadêmico 2015 Reposição da Greve Calendário Acadêmico 2015 Reposição da Greve CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 / 2015 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Dias Letivos 07 07 07 07 07 Acumulado 94 94 94 93

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º, DE 2004 (Do Sr. Lobbe Neto)

PROJETO DE LEI N.º, DE 2004 (Do Sr. Lobbe Neto) PROJETO DE LEI N.º, DE 2004 (Do Sr. Lobbe Neto) Dispõe sobre a criação da Faculdade de Medicina de São Carlos, na Região Central de São Paulo. O Congresso Nacional decreta: Art. 1.º Fica o Poder Executivo

Leia mais

C.10 Taxa de mortalidade específica por neoplasias malignas

C.10 Taxa de mortalidade específica por neoplasias malignas C.1 Taxa de mortalidade específica por neoplasias malignas O indicador estima o risco de morte por neoplasias malignas e dimensiona a sua magnitude como problema de saúde pública. Corresponde ao número

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO SRCA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO SRCA UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO SRCA Prédio Administrativo da Reitoria, 1º Andar, Campus Petrolina Sede, Av. José de Sá Maniçoba, s/n, Centro -

Leia mais

Atendimento à Lei de Acesso à Informação por municípios selecionados dos estados da Bahia e Pernambuco

Atendimento à Lei de Acesso à Informação por municípios selecionados dos estados da Bahia e Pernambuco Atendimento à Lei de Acesso à Informação por municípios selecionados dos estados da Bahia e Pernambuco Daniel Pinheiro Santos 1, Jéssica Tenório da Silva 2 Colegiado de Engenharia Elétrica 1 Colegiado

Leia mais

Projeto de Lei Complementar nº de 2008

Projeto de Lei Complementar nº de 2008 Projeto de Lei Complementar nº de 2008 (Do Sr. José Fernando Aparecido de Oliveira) Cria reservas do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal FPE destinadas às Unidades da Federação na Amazônia

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 4.005, DE 2012 I - RELATÓRIO II - VOTO DO RELATOR CÂMARA DOS DEPUTADOS

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 4.005, DE 2012 I - RELATÓRIO II - VOTO DO RELATOR CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 4.005, DE 2012 Institui a Semana Nacional dos Contadores de História. Autora: Deputada ERIKA KOKAY : I - RELATÓRIO O Projeto de Lei nº 4.005, de 2012,

Leia mais

Estatísticas e Indicadores do Ensino Fundamental e Médio. Tiragem Limitada

Estatísticas e Indicadores do Ensino Fundamental e Médio. Tiragem Limitada Estatísticas e Indicadores do Ensino Fundamental e Médio Tiragem Limitada República Federativa do Brasil Fernando Henrique Cardoso Ministério da Educação e do Desporto - MEC Paulo Renato Souza Secretaria

Leia mais

Dimensão, evolução e projeção da pobreza por região e por estado no Brasil

Dimensão, evolução e projeção da pobreza por região e por estado no Brasil Nº 58 Dimensão, evolução e projeção da pobreza por região e por estado no Brasil 13 de julho de 2010 Governo Federal Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República Ministro Samuel Pinheiro

Leia mais

NOVO MAPA NO BRASIL?

NOVO MAPA NO BRASIL? NOVO MAPA NO BRASIL? Como pode acontecer A reconfiguração do mapa do Brasil com os novos Estados e Territórios só será possível após a aprovação em plebiscitos, pelos poderes constituídos dos respectivos

Leia mais

MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERESTADUAIS NA BAHIA, ENTRE OS PERÍODOS, 2000 e 2010

MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERESTADUAIS NA BAHIA, ENTRE OS PERÍODOS, 2000 e 2010 MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERESTADUAIS NA BAHIA, ENTRE OS PERÍODOS, 2000 e 2010 Isaac A. Coimbra Lou SEI/BA Lis Helena Borges Bolsista/IPEA Roberta Pimenta Bolsista/IPEA Brasília, Março de 2013 3 a Conferência

Leia mais

Seminário Espaços Urbanos Seguros

Seminário Espaços Urbanos Seguros Seminário Espaços Urbanos Seguros A atuação da CAIXA e seu impacto no desenvolvimento de cidades sustentáveis Vice-Presidência de Governo Superintendência Nac de Ass Técnica e Desenv Sustentável Jean R.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS em Números

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS em Números UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO INFORMATIVO DE PESSOAL DA SGP, Ano II, Edição Nº 01 SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS em Números SERVIDORES DA UNIVASF Perfil 2014 Os dados apresentados neste

Leia mais

Ações do SEBRAE Agreste de Pernambuco

Ações do SEBRAE Agreste de Pernambuco Ações do SEBRAE Agreste de Pernambuco Comissão de Desenvolvimento Regional - Turismo do Senado Federal - CDR Caruaru PE/ACIC Aloísio Ferraz Diretor técnico SEBRAE/PE aloisioferraz@pe.sebrae.com.br Aumento

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS. (Da Sra. IRACEMA PORTELLA)

CÂMARA DOS DEPUTADOS. (Da Sra. IRACEMA PORTELLA) INDICAÇÃO N o, DE 2013 (Da Sra. IRACEMA PORTELLA) Sugere ao Poder Executivo a adoção de medidas de incentivo ao pequeno empreendedor turístico Gastão Dias Vieira: Excelentíssimo Senhor Ministro do Turismo,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 5.797, DE 2009

PROJETO DE LEI Nº 5.797, DE 2009 COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 5.797, DE 2009 (Apensado o projeto de lei nº 325, de 2011) Altera o art. 1º da Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, e o art. 1º da Lei nº 11.096, de 13 de janeiro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS em Números

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS em Números UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO INFORMATIVO DE PESSOAL DA SGP, Ano II, Edição Nº 0 SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS em Números SERVIDORES DA UNIVASF Perfil 204 Os dados apresentados neste

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. JÚLIO CAMPOS)

REQUERIMENTO. (Do Sr. JÚLIO CAMPOS) REQUERIMENTO (Do Sr. JÚLIO CAMPOS) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, no sentido de que sejam aplicados recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações FUST, na instalação

Leia mais

SISTEMA DE INOVAÇÃO LOCAL PARA VITIVINICULTURA IRRIGADA NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO 1

SISTEMA DE INOVAÇÃO LOCAL PARA VITIVINICULTURA IRRIGADA NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO 1 Lúcia Ferreira Lirbório Universidade de São Paulo lucialirborio@usp.br SISTEMA DE INOVAÇÃO LOCAL PARA VITIVINICULTURA IRRIGADA NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO 1 INTRODUÇÃO O sertão nordestino é quase sempre apresentado

Leia mais

REFLEXOS E PARADIGMAS DA GUERRA FISCAL DO ICMS

REFLEXOS E PARADIGMAS DA GUERRA FISCAL DO ICMS REFLEXOS E PARADIGMAS DA GUERRA FISCAL DO ICMS Muito se tem falado sobre os reflexos econômicos da Guerra Fiscal do ICMS para os Estados brasileiros. Criaram-se alguns paradigmas, os quais sustentam que

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Ratinho Junior) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Ratinho Junior) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Ratinho Junior) Requer o envio de Indicação ao Ministério das Relações Exteriores sugerindo a celebração de acordo com o governo italiano para que os brasileiros descendentes de italianos

Leia mais

Região Nordestina. Cap. 9

Região Nordestina. Cap. 9 Região Nordestina Cap. 9 Divisão Regional -IBGE Eles têm características semelhantes. As primeiras divisões regionais propostas para o país, eram baseadas apenas nos aspectos físicos, ou seja, ligados

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro JANEIRO DE 214 BRASIL O saldo líquido de empregos formais no primeiro mês de 214 foi de 29.595 empregos em todo o país, segundo o Cadastro Geral

Leia mais

PAULO FERRAZ GUIMARÃES ATUAÇÃO REGIONAL DO BNDES. Cadernos do Desenvolvimento vol. 5 (7), outubro 2010

PAULO FERRAZ GUIMARÃES ATUAÇÃO REGIONAL DO BNDES. Cadernos do Desenvolvimento vol. 5 (7), outubro 2010 240 PAULO FERRAZ GUIMARÃES ATUAÇÃO REGIONAL DO BNDES O presente texto tem por objetivo fazer um breve relato da atuação regional recente do BNDES baseado na apresentação realizada no Seminário de Comemoração

Leia mais

INDICAÇÃO N o, DE 2015

INDICAÇÃO N o, DE 2015 55ª Legislatura 1ª Sessão Legislativa Ordinária INDICAÇÃO N o, DE 2015 Sugere a criação de um programa de irrigação nas regiões afetadas por estiagens, em estados brasileiros. Agricultura, Pecuária e Abastecimento:

Leia mais

Questão 31. Questão 33. Questão 32. alternativa D. alternativa C

Questão 31. Questão 33. Questão 32. alternativa D. alternativa C Questão 31 Megacidades são aglomerações urbanas que a) alojam centros do poder mundial e sedes de empresas transnacionais. b) concentram mais de 50% da população total, em países pobres. c) têm mais de

Leia mais

O DIRIGENTE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA CONAE 2014 E DO PNE. Célia Maria Vilela Tavares

O DIRIGENTE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA CONAE 2014 E DO PNE. Célia Maria Vilela Tavares O DIRIGENTE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA CONAE 2014 E DO PNE Célia Maria Vilela Tavares Pré PNE: conferências municipais de educação, participação nas conferências estaduais e na

Leia mais

COMPLEMENTAÇÃO DE VOTO

COMPLEMENTAÇÃO DE VOTO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N O 4.952, DE 2009. Autor: Deputado NELSON BORNIER : COMPLEMENTAÇÃO DE VOTO Em reunião do dia 28 de abril do corrente ano, apresentamos, formalmente, no âmbito

Leia mais

A CONCENTRAÇÃO DO PIB MEDIDA PELO ÍNDICE HERFINDAHL- HIRSCHMAN: O CASO DAS MESORREGIÕES GEOGRÁFICAS BRASILEIRAS NO PERÍODO DE 1985 A 2010

A CONCENTRAÇÃO DO PIB MEDIDA PELO ÍNDICE HERFINDAHL- HIRSCHMAN: O CASO DAS MESORREGIÕES GEOGRÁFICAS BRASILEIRAS NO PERÍODO DE 1985 A 2010 A CONCENTRAÇÃO DO PIB MEDIDA PELO ÍNDICE HERFINDAHL- HIRSCHMAN: O CASO DAS MESORREGIÕES GEOGRÁFICAS BRASILEIRAS NO PERÍODO DE 1985 A 2010 Iniciação Científica Karoline Almeida Cavalcanti Universidade Estadual

Leia mais

PROCESSO Nº 31/2013 PARECER CEE/PE Nº 49/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 13/05/2013 I - RELATÓRIO:

PROCESSO Nº 31/2013 PARECER CEE/PE Nº 49/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 13/05/2013 I - RELATÓRIO: INTERESSADA: AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF /FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS E SOCIAIS DE PETROLINA FACAPE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DO CURSO SUPERIOR TECNOLÓGICO EM SISTEMAS

Leia mais

DOM PUBLICAÇÕES LEGAIS

DOM PUBLICAÇÕES LEGAIS DOM PUBLICAÇÕES LEGAIS AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DA ALTERAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE REPARTIÇÃO DO ICMS NAS FINANÇAS DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Consultor da DOM

Leia mais

a) No Projeto d) Em sua residência b) No Escritório da UNESCO e) Outros c) No Escritório Antena

a) No Projeto d) Em sua residência b) No Escritório da UNESCO e) Outros c) No Escritório Antena REQUERIMENTO PARA PUBLICAÇÃO DE EDITAL DE PESSOA FÍSICA Parte A INSTRUÇÃO PARA PUBLICAÇÃO Preenchimento do Formulário 1. Parte B2 A vaga cuja lotação seja no Escritório UNESCO ou Antena deve ser conduzida

Leia mais

Calendário Acadêmico 2014 Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação

Calendário Acadêmico 2014 Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO - PRPPGI Calendário Acadêmico 2014 Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

Leia mais