Inovação Tecnológica nas Empresas Randon

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inovação Tecnológica nas Empresas Randon"

Transcrição

1

2 Inovação Tecnológica nas Empresas Marcos R. F. Soares

3 TÓPICOS ABORDADOS As Empresas em números Visão geral das divisões A Organização da Inovação Tecnológica Comitê de Tecnologia: foco no produto Exemplos Fras-le Inovação de Processo Inovação de Produto Mobilização para a Inovação

4 EMPRESAS RANDON SEGMENTOS DE ATUAÇÃO As Empresas são provedoras de soluções para o transporte e logística em três segmentos de negócios: Implementos Rodoviários, Ferroviários e Veículos Especiais Autopeçase Sistemas Automotivos Serviços

5 EMPRESAS RANDON NO MUNDO Parques Industriais Escritórios Internacionais Unidades de Montagem e CKD Centros de Distribuição USA (Miami/Flórida) e Fras-le (Farmington Hills Michigan e Prattville Alabama) México Cidade do México/DF Chile Santiago Argentina (Rosário) e Fras-le (San Martin Província de Buenos Aires) Alemanha Gelsenkirchen Argélia Argel Quênia Nairobi África do Sul Johannesburg China Fras-le (Shangai e Pinghu/Província de Zhejiang) Dubai Jebel Ali Free Zone Egito Cairo

6 EMPRESAS RANDON - FÁBRICAS As principais fábricas das Empresas estão localizadas em Caxias do Sul, RS Além disso, as Empresas operam 4 outras plantas: - SP (Guarulhos, SP) - Argentina (Santa Fé, Argentina) - Fras-le North America (Alabama, EUA) - Fras-le China (Pinghu, China) Complexo Industrial do Bairro Interlagos - Caxias do Sul/RS m² de área construída Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

7 EMPRESAS RANDON EM NÚMEROS PRINCIPAIS INDICADORES Receita Bruta Total Receita Líquida Consolidada Exportações Importações Investimentos R$ 3,1 bi R$ 2,1 bi US$ 130,2 mi US$ 55,8 mi R$ 98,1 mi Realizado 1S/2011

8 EMPRESAS RANDON EM NÚMEROS PARTICIPAÇÃO NO MERCADO BRASILEIRO Reboques e semi-reboques 32,20% Caminhões fora-de-estrada (até 35 t) 87,00% Freios a ar 53,40% Lonas para veículos pesados 51,00% 5ª Roda 84,00% Eixos e suspensões 54,00% Realizado 2010

9 EMPRESAS RANDON EM NÚMEROS FUNCIONÁRIOS S.A São Paulo 852 Argentina 138 Veículos 115 Consórcios 120 Master Jost Brasil 471 Fras-le Suspensys Castertech 216 Banco 26 Total Geral (1º Semestre/11)

10 EMPRESAS RANDON RESPONSABILIDADE SOCIAL Instituto Elisabetha Criado com o objetivo de desenvolver ações de responsabilidade social das Empresas voltadas para a comunidade, apoiando ou desenvolvendo programas voltados à educação de crianças e adolescentes no contraturno escolar, a cultura e o voluntariado, promovendo a integração das empresas com a comunidade.

11 EMPRESAS RANDON RESPONSABILIDADE SOCIAL Sustentabilidade Programas Sociais IDADE

12 EMPRESAS RANDON EM NÚMEROS Certificações ISO 9001:2008 ISO 14001:2004 ISO/TS 16949:2009 OHSAS 18001:2007

13 EMPRESAS RANDON CRONOLOGIA Início das Atividades Fundação da Mecânica Ltda; - Freios a ar; - 3º Eixo para Caminhões; Anos 60 - Fabricação dos primeiros semirreboques; - 3º Eixo para implementos; Anos 70 - Expansão do parque fabril; - Fundação da Veículos; - Abertura de Capital; Anos 80 - Diversificação do Negócio; - Fundação da Freios Master (joint-venture com Arvin Meritor) e da Consórcios; Anos 90 - Incorporação da Fras-le; - Fundação da JOST Brasil (joint-venture com a Jost- Werk) e da Argentina; Anos Fundação da Suspensys (joint-venture com Arvin Meritor) e Castertech; 2009 Comemoração dos 60 anos da, uma empresa com vocação para o crescimento;

14 EMPRESAS RANDON ESTRUTURA SOCIETÁRIA 40,4%

15 DIVISÃO IMPLEMENTOS E VEÍCULOS Reboques e Semirreboques Vagões Ferroviários Caminhão fora-de-estrada RK 430M Harvester RK 434.F Retroescavadeira RK 406B Forwarder RK 614H Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

16 DIVISÃO AUTOPEÇAS Suspensys Suspensões mecânicas e pneumáticas para semireboques Peças de Reposição Suspensões mecânica 6x2 (3º eixo) e 6x4 para caminhões Vigas e Eixos Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

17 DIVISÃO AUTOPEÇAS Master Freios hidráulicos Freios pneumáticos Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

18 DIVISÃO AUTOPEÇAS Fras-le Lonas e pastilhas para veículos pesados Revestimento de embreagem Pastilhas, lonas e sapatas para veículos leves Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

19 DIVISÃO AUTOPEÇAS Jost Pino-rei Quinta-roda Aparelho de Levantamento Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

20 DIVISÃO AUTOPEÇAS Castertech Vagões Ferroviários Cubos Calipers Spiders Torque Plates Sapatas Suportes Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

21 DIVISÃO DE SERVIÇOS Consórcios e Banco Consórcios São sete segmentos de atuação, dentre eles marcas próprias e de parceiros de renome mundial, que garantem seu posicionamento no mercado, gerenciados pela Consórcios. Banco Parte do braço financeiro que também atua como suporte às vendas, com financiamento direcionado a clientes e fornecedores das Empresas. Inaugurado oficialmente em 01/09/2010, com foco inicial de ampliar a base comercial em conjunto com os distribuidores. Implementos São Paulo Argentina Veículos Suspensys Fras-le Master Jost Castertech

22 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA ORGANIZAÇÃO Comitês A S.A Divisão Holding, para representar, orientar e expandir as Empresas, criou comitês para facilitar o exercício de suas atividades. Estes comitês auxiliam a Holding na definição de estratégias e diretrizes a serem adotadas pelas unidades operacionais, prestando-lhes também apoio técnico. Tecnologia Tecnologia da Informação Manufatura PE e Finanças Marketing Suprimentos Qualidade Tributário Recursos Humanos Sustentabilidade Logística

23 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMITÊ DE TECNOLOGIA Investimento em P&D / Receita Líquida Investimento em P&D / Receita Líquida 1,81% 1,35% 1,33% 1,57% 1,52% 1,42% * *1º semestre

24 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMITÊ DE TECNOLOGIA RL com o Faturamento de novos produtos / RL Total RL Faturamento com Novos Produtos / RL Total 70,0% 60,0% 50,0% 40,0% ,0% 2011* 20,0% 10,0% 0,0% *1º semestre

25 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA ORGANIZAÇÃO COMITÊ DE TECNOLOGIA Fórum de Tecnologia e Inovação 10ª Edição em 2011 Palestras e seminários técnicos Apresentação das Inovações de Produto de todas as empresas Prêmio Hercílio de Inovação Tecnológica Campo de Provas Projeto Critérios de Validação Capacitação e Desenvolvimento Engenharia Automotiva Capacitação em Inovação Tecnológica

26 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMITÊ DE TECNOLOGIA PRÊMIO HERCÍLIO RANDON DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Inovação Tecnológica é considerada a transformação do conhecimento em produtos, novos ou melhorados, que estejam implementados no mercado por no máximo 03 anos, contados a partir do final do ano fiscal vigente Comissão julgadora independente Avalia critérios de Relevância da inovação ou desenvolvimento tecnológico Impactos sociais e ambientais Impacto na competitividade da empresa

27 PRÊMIO HERCÍLIO RANDON DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Desenvolvimento de Material de Fricção Utilizando Materiais Recicláveis BITREM Basculante em Aço de Alta Resistência Pastilhas de Freio com Material NON STEEL Fras-le Implementos Fras-le 2009 Vagão Ferroviário Hopper HFT Implementos 2010 Novo Engate Automático Jost 2011 Semirreboque Basculante com Caixa de Descarga Deslizante Implementos

28 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMITÊ DE TECNOLOGIA CAMPO DE PROVAS DAS EMPRESAS RANDON Área: 87 hectares Pistas: 15 km de pistas (alta velocidade, off-road, braking, slalon e pistas especiais como chuckholes, body twist e rampas) Investimento: R$ 25 milhões

29 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMITÊ DE TECNOLOGIA CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Engenharia Automotiva Capacitação em Inovação de Engenharia de Produto e Processo alunos 39 alunos 37 alunos 39 alunos Turma III Em andamento Previsão Entidades parceiras Universidade de Caxias do Sul Produttare

30 FRAS-LE - INOVAÇÃO INDUSTRIAL Sistema de Produção Fras-le É um Modelo de Gestão de Produção tendo como principal objetivo alavancar a competitividade da empresa, através da melhoria contínua do seu atendimento, da sua lucratividade e da sua eficiência operacional, utilizando a produção como uma vantagem competitiva.

31 FRAS-LE - INOVAÇÃO INDUSTRIAL Inovação Industrial Seu objetivo é prospectar e desenvolver oportunidades em tecnologia e processos industriais com foco em tecnologia, ferramental e equipamentos.

32 FRAS-LE - INOVAÇÃO INDUSTRIAL Positivo B Positivo C Compensador hidráulico Processo garrinhas (FIMA)

33 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO Desenvolvimento de Produto Os projetos são gerenciados com base na ferramenta de APQP, atendendo às normas ISO/TS e ISO 14001, legislações pertinentes e requisitos de clientes. Base de Conhecimento A transferência de lições aprendidas ocorre por similaridade com produtos já desenvolvidos, documentado em banco de dados dos laboratórios da engenharia de produto, onde estão armazenadas as informações e os resultados de testes dos projetos anteriores e de concorrentes.

34 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO MATÉRIAS-PRIMAS Cargas Fibras Resina fenólica + P R O C E S S O = Lubrificantes Atritantes PRODUTO Material de Fricção Componente do sistema de freio projetado para sofrer o desgaste e que, junto com a contraparte metálica (disco ou tambor), transforma a energia cinética em calor ao parar o veículo.

35 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO CENTRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DA FRAS-LE S/A Equipamentos de última geração, avaliados em US$ 15 milhões LABORATÓRIO FÍSICO Ensaios mecânicos em produtos acabados LABORATÓRIO PILOTO Fabricação de amostras e protótipos - material de atrito LABORATÓRIO QUÍMICO Ensaios físico-químicos de matérias-primas e produtos intermediários

36 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO TESTES DE PRODUTOS Aplicação Ensaios para aprovação de produto (normas internacionais e/ou de clientes) Análises comparativas do desempenho de produtos concorrentes

37 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO SELEÇÃO DE MATERIAL Aplicação Banco de dados de materiais da Fras-le e de concorrentes Comparação de materiais na mesma condição de ensaio (máquina e método) Matéria-prima A Matéria-prima B Matéria-prima C Etapa 4.5 Etapa 4.4 Etapa 4.3 Etapa 4.2 Etapa 4.1 Dinamômetro em escala

38 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO MODELAGEM DO COMPÓSITO Aplicação Modelagem do comportamento de desgaste das famílias de material Parametrização de parâmetros de projeto dos produtos rugosidade massa Desgaste

39 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO GESTÃO DO CONHECIMENTO E INOVAÇÃO (em desenvolvimento) Visão Integrar resultados de ensaios de produto (físicos), de materiais (químicos) e de processo dos produtos existentes e em fase de desenvolvimento na Fras-le S/A em uma base única, para busca e análise estatística.? SAP R Sharepoint

40 FRAS-LE - INOVAÇÃO DE PRODUTO GESTÃO DO CONHECIMENTO E INOVAÇÃO (em desenvolvimento) Inovação: Simulador de Engenharia Identificar clusters pelas características de seus atributos (aplicações de produtos, clientes, mercados, etc) no espaço de chegada. O mais provável são clusters com nós em comum e a formação de superclusters. - Análise de tendência de mercados/produtos - Identificação de associações/correlações entre materiais e resultados Montadora X Análise de Mercado Montadora V Montadora X

41 EMPRESAS RANDON MOBILIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO COLABORAÇÃO COM O IEL Núcleo de Inovação RS Projetos: MOBILIZAÇÃO PELA INOVAÇÃO EM MPES DO RS Prevê a capacitação e a elaboração dos planos de inovação de MPES gaúchas, com suporte para a implantação dos planos de inovação e assessoria à elaboração de projetos de inovação para apresentação à agencias de fomento. ESTRUTURAÇÃO E OPERAÇÃO DO NÚCLEO DE APOIO À GESTÃO DA INOVAÇÃO NO RS Prevê a realização do diagnóstico do potencial Inovador da empresa, a capacitação em gestão da inovação e elaboração do manual de gestão da inovação da empresa. Também prevê o suporte para a implantação de planos de gestão da inovação

42

SEMINÁRIO FERROVIÁRIO E DE MOBILIDADE URBANA

SEMINÁRIO FERROVIÁRIO E DE MOBILIDADE URBANA SEMINÁRIO FERROVIÁRIO E DE MOBILIDADE URBANA Claude Domingues Padilha Gerente Divisão Ferroviária Brasília DF 31/07/2013 EMPRESAS RANDON SEGMENTOS DE ATUAÇÃO As Empresas Randon são provedoras de soluções

Leia mais

R E U N I Ã O A P I M E C 0 3 T 1 0 9 M 1 0 R J / M G

R E U N I Ã O A P I M E C 0 3 T 1 0 9 M 1 0 R J / M G Observações: Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia

Leia mais

A Geração de Valor, através da Gestão

A Geração de Valor, através da Gestão A Geração de Valor, através da Gestão Gilberto Crosa Diretor Industrial e Tecnologia INSTITUCIONAL Caxias do Sul Número de funcionários: 2.500 Área Total = 310.000 m² Área Construída = 58.100 m² NEGÓCIO

Leia mais

A Randon e a sua trajetória de expansão e internacionalização

A Randon e a sua trajetória de expansão e internacionalização A Randon e a sua trajetória de expansão e internacionalização Armando Dalla Costa * Elson Rodrigo de Souza-Santos ** RESUMO - Esse trabalho tem como objetivo apresentar a história do conglomerado de firmas

Leia mais

S E M I N Á R I O OS CLIENTES E AS FERROVIAS. Oportunidades e Desafios na Formação de Frotas Particulares de Vagões e Locomotivas

S E M I N Á R I O OS CLIENTES E AS FERROVIAS. Oportunidades e Desafios na Formação de Frotas Particulares de Vagões e Locomotivas S E M I N Á R I O OS CLIENTES E AS FERROVIAS Oportunidades e Desafios na Formação de Frotas Particulares de Vagões e Locomotivas Claude Domingues Padilha Negócio Ferroviário rio Randon S.A. Implementos

Leia mais

Disclaimer. www.fras-le.com

Disclaimer. www.fras-le.com 1 Disclaimer Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas e expectativas da direção da Companhia. As palavras antecipa, deseja, espera,

Leia mais

Informações importantes

Informações importantes Informações importantes POR ESTE INSTRUMENTO fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração

Leia mais

R E U N I Ã O A P I M E C 0 1 T 1 0 P O R T O A L E G R E

R E U N I Ã O A P I M E C 0 1 T 1 0 P O R T O A L E G R E Observações: Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia

Leia mais

REUNIÃO COM ANALISTAS E PROFISSIONAIS DE INVESTIMENTO SETEMBRO/2005

REUNIÃO COM ANALISTAS E PROFISSIONAIS DE INVESTIMENTO SETEMBRO/2005 REUNIÃO COM ANALISTAS E PROFISSIONAIS DE INVESTIMENTO SETEMBRO/2005 AGENDA: SUMÁRIO EXECUTIVO DESEMPENHO JUNHO 2005 MEIO AMBIENTE RESPONSABILIDADE SOCIAL DESTAQUES 2005 PERFIL CORPORATIVO SUMÁRIO EXECUTIVO

Leia mais

Randon. Troféu Diamante PQRS 2009

Randon. Troféu Diamante PQRS 2009 Randon Consórcios Troféu Diamante PQRS 2009 Empresas Randon Empresas Randon participação no mercado brasileiro Reboques e semirreboques 35,21% Caminhões fora-de-estrada (até 35 t) 87,00% Freios a ar 53,40%

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade

Relatório de Sustentabilidade 2009 Relatório de Sustentabilidade RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE - 2009 RELATÓRIO ANUAL DOS ADMINISTRADORES - 2009 Demonstrações Financeiras em 31 de Dezembro de 2009 Randon Implementos Caxias do Sul RS

Leia mais

REUNIÕES APIMEC 2010 SÃO PAULO RIO DE JANEIRO PORTO ALEGRE 24 /08 25/08 31/08

REUNIÕES APIMEC 2010 SÃO PAULO RIO DE JANEIRO PORTO ALEGRE 24 /08 25/08 31/08 REUNIÕES APIMEC 2010 SÃO PAULO RIO DE JANEIRO PORTO ALEGRE 24 /08 25/08 31/08 OBSERVAÇÕES Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Quinta-roda JSK 38C JSK 38G

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Quinta-roda JSK 38C JSK 38G Manual de Montagem, Operação e Manutenção Quinta-roda JSK 38C JSK 38G Índice Página 1 Aplicação e modelos 4 1.1 Aplicação 4 1.2 Dimensionamento 4 1.3 Segurança 4 Português 2 Montagem 5 2.1 Especificações

Leia mais

CATÁLOGO DE AJUSTADORES AUTOMÁTICOS E REPAROS PARA CAMINHÕES E ÔNIBUS CATÁLOGO DE APLICAÇÃO - 2013

CATÁLOGO DE AJUSTADORES AUTOMÁTICOS E REPAROS PARA CAMINHÕES E ÔNIBUS CATÁLOGO DE APLICAÇÃO - 2013 CATÁLOGO DE AJUSTADORES AUTOMÁTICOS E REPAROS PARA CAMINHÕES E ÔNIBUS CATÁLOGO DE APLICAÇÃO - 2013 AF_M5-0101-12F_CATALOGO_ajustador_meritor.indd 1 12/4/12 3:36 PM Eixos Cardans Freios Suspensão DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Volvo do Brasil. Volvo do Brasil

Volvo do Brasil. Volvo do Brasil Responsável pelos negócios da marcanaaméricado Sul No Brasil desde 1934 Fábrica de Curitiba: 1977 Fábrica de Pederneiras: 1975 3000 empregados Mais de 160 mil veículos vendidos Faturamento: R$ 4,7 bi (2008)

Leia mais

Case Compras Corporativas Evento 20 anos Produttare

Case Compras Corporativas Evento 20 anos Produttare Empresas Case Compras Corporativas Evento 20 anos Produttare Porto Alegre 28 de outubro de 2015 Agenda Contexto Nosso esforço O que atingimos Nossos desafios Highlights 1 O mundo está em constante mudança...

Leia mais

FRAS-LE S.A. REUNIÕES APIMEC 2007

FRAS-LE S.A. REUNIÕES APIMEC 2007 FRAS-LE S.A. RESULTADOS 2006 REUNIÕES APIMEC 2007 São Paulo, 27 de março Rio de Janeiro, 28 de março Porto Alegre, 03 de abril. AGENDA Desempenho Setorial Visão Geral Produção Qualidade Tecnologia Meio

Leia mais

INOVAÇÃO PARA ASSEGURAR A PRESENÇA NO MERCADO DIANTE DA NOVA REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA

INOVAÇÃO PARA ASSEGURAR A PRESENÇA NO MERCADO DIANTE DA NOVA REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA Fras-le 6 INOVAR É FAZER. 22 CASOS EMPRESARIAIS DE INOVAÇÃO DE PEQUENAS, MÉDIAS E GRANDES EMPRESAS 98 INOVAÇÃO PARA ASSEGURAR A PRESENÇA NO MERCADO DIANTE DA NOVA REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA Uma alteração na

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO

RELATÓRIO DE DESEMPENHO Caxias do Sul, RS, 28 de fevereiro de 2012. A Randon S.A Implementos e Participações (BM&FBovespa RAPT3 e RAPT4), controladora de dez empresas que atuam nos segmentos de veículos e implementos, autopeças

Leia mais

1S08. 9º CONFERÊNCIA SANTANDER Guarujá, SP 20, 21 e 22 de Agosto de 2008

1S08. 9º CONFERÊNCIA SANTANDER Guarujá, SP 20, 21 e 22 de Agosto de 2008 1S08 9º CONFERÊNCIA SANTANDER Guarujá, SP 20, 21 e 22 de Agosto de 2008 1 2 Observações: Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas e

Leia mais

APRESENTAÇÃO INVESTIDORES. www.fras-le.com

APRESENTAÇÃO INVESTIDORES. www.fras-le.com APRESENTAÇÃO INVESTIDORES www.fras-le.com 1 Considerações iniciais Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas e expectativas da direção

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 7.ª

2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 7.ª REVISÕES Edição Data Alteração da Revisão 1.ª 19/12/2003 Emissão Inicial 2.ª 19/08/2004 Adequação 3.ª 23/12/2004 Adequação 4.ª 01/05/2006 Reedição do Manual 5.ª 02/01/2008 Reedição do Manual 6.ª 01/03/2011

Leia mais

QUATRO DÉCADAS ACOMPANHANDO O DESENVOLVIMENTO NACIONAL

QUATRO DÉCADAS ACOMPANHANDO O DESENVOLVIMENTO NACIONAL Ano 2 - Nº 4 - Maio 2013 Uma publicação da Randon Veículos QUATRO DÉCADAS ACOMPANHANDO O DESENVOLVIMENTO NACIONAL Reunião de Vendas 2013 Pág. 03 Gerenciamento de materiais com parceria mundial Pág. 05

Leia mais

APLICAÇÕES DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA SUPERVISIONAR DIFERENTES AUTOMAÇÕES DO PARQUE FABRIL DA RANDON

APLICAÇÕES DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA SUPERVISIONAR DIFERENTES AUTOMAÇÕES DO PARQUE FABRIL DA RANDON APLICAÇÕES DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA SUPERVISIONAR DIFERENTES AUTOMAÇÕES DO PARQUE FABRIL DA RANDON Este case apresenta a utilização do E3 para monitorar os processos de abastecimento de água, tratamento

Leia mais

O que acontecerá se as montadoras começarem a comprar mais moldes e estampos das ferramentarias brasileiras?

O que acontecerá se as montadoras começarem a comprar mais moldes e estampos das ferramentarias brasileiras? O que acontecerá se as montadoras começarem a comprar mais moldes e estampos das ferramentarias brasileiras? Christian Dihlmann presidente@abinfer.org.br Agenda Características do setor automotivo Linha

Leia mais

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 1 1 Ressalvas As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração

Leia mais

PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP. Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011

PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP. Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011 PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011 AGENDA 1 O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS 2 O CONVÊNIO PETROBRAS-SEBRAE 3 GESTÃO E RESULTADOS DOS PROJETOS CENÁRIO

Leia mais

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon Palavra do Presidente É com satisfação que editamos o Guia de Conduta Ética das Empresas Randon, um instrumento de comunicação que traduz os nossos valores e dá as diretrizes para as nossas ações profissionais,

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA Inovação é o que distingue um líder de um seguidor. Steven Paul Jobs Grandes ideias mudam o mundo. Missão

Leia mais

816.5001-0 816.5002-0 816.5003-0 816.5004-0 816.5005-0

816.5001-0 816.5002-0 816.5003-0 816.5004-0 816.5005-0 Catálogo de Componentes de Freio 2013 816.5001-0 Peça: Câmara pneumática 12 Número Original: A 007 420 25 18 Referência Similar: Wabco 423 103 100 0 Veículos: Mercedes-Benz 1113 / 1114 / 1214 / 1218 /

Leia mais

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Leia mais

QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011

QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011 QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011 AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL QUÍMICA SUSTENTÁVEL PILARES BRASKEM FUTURO VISÃO E ESTRATÉGIA AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL QUÍMICA

Leia mais

Ricardo Setubal Diretor de Relações com Investidores

Ricardo Setubal Diretor de Relações com Investidores Ricardo Setubal Diretor de Relações com Investidores Agenda Perfil da Empresa Investimentos Estratégicos Ações Desenvolvidas no Período Desempenho das Áreas Informações Financeiras Consolidadas Governança

Leia mais

O GRUPO RANDON: ESTRATÉGIA E TRAJETÓRIA DE EXPANSÃO A PARTIR DO ENFOQUE DA TEORIA EVOLUCIONÁRIA DA FIRMA

O GRUPO RANDON: ESTRATÉGIA E TRAJETÓRIA DE EXPANSÃO A PARTIR DO ENFOQUE DA TEORIA EVOLUCIONÁRIA DA FIRMA 1 RESUMO O GRUPO RANDON: ESTRATÉGIA E TRAJETÓRIA DE EXPANSÃO A PARTIR DO ENFOQUE DA TEORIA EVOLUCIONÁRIA DA FIRMA Armando Dalla Costa 1 Elson Rodrigo de Souza-Santos 2 O objetivo desse trabalho é explorar

Leia mais

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Profª Caroline Pauletto Spanhol Cadeia de Abastecimento Conceitos e Definições Elementos Principais Entendendo a Cadeia de Abastecimento Integrada Importância

Leia mais

REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL

REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL Agenda ANRAP Remanufaturados no Mundo Remanufaturados no Brasil Conceito: O que é um Produto Remanufaturado? Vantagens do Produto Remanufaturado Ajudando a Preservar o

Leia mais

Antenas em fibra de carbono para DSNGs

Antenas em fibra de carbono para DSNGs Antenas em fibra de carbono para DSNGs Broadcast Day 2011 www.ibrasat.ind.br AP 02/11 046 WS Visão estratégica Pesquisa & Desenvolvimento de quipamentos e SNGs com foco na nacionalização e independência

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa O Seu Provedor de Soluções Personalizadas Apresentação Corporativa A visão corporativa Sacchelli, busca oferecer soluções completas em atendimento as mais rigorosas especificações internacionais e aos

Leia mais

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho Grupos de Trabalho Grupo da Qualidade A finalidade do Grupo da Qualidade é promover ações para discussão e melhoria do sistema de gestão da qualidade das empresas associadas ao Sindipeças. Coordenador:

Leia mais

MERITOR INVESTE EM AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

MERITOR INVESTE EM AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NOTÍCIAS Contato Paula Balduino SD&PRESS Consultoria Tel. 11 3759-1333 MERITOR INVESTE EM AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL Formare ganha reconhecimento internacional por conta de suas iniciativas voltadas

Leia mais

IQA - INSTITUTO DA QUALIDADE AUTOMOTIVA

IQA - INSTITUTO DA QUALIDADE AUTOMOTIVA Ingo Pelikan VISÃO Ser referência como órgão sustentável da Qualidade da Cadeia Automotiva. MISSÃO Prestar serviços, que contribuam para a melhoria da Qualidade, agregando valor para toda Cadeia Automotiva

Leia mais

Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo

Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo Outubro, 2013 UTi Provedor de Soluções Logísticas Financeiro

Leia mais

crescimento nos últimos cinco anos. Desde 1995, as vendas cresceram num total de 85%. A maior parte das vendas da GE no ano 2000 ocorreram em seu

crescimento nos últimos cinco anos. Desde 1995, as vendas cresceram num total de 85%. A maior parte das vendas da GE no ano 2000 ocorreram em seu GENERAL ELECTRIC A General Electric Company é uma empresa diversificada, atuando em vários segmentos, sempre com o compromisso declarado de alcançar liderança mundial em cada um de seus negócios. Atualmente,

Leia mais

webaula S/A 1 de 15 Grupo webaula Educação sem fronteiras

webaula S/A 1 de 15 Grupo webaula Educação sem fronteiras webaula S/A 1 de 15 Grupo webaula 1. LMS webaula O LMS WEBAULA (Learning Management System) foi desenvolvido especialmente para promover a capacitação e reciclagem teórica e prática dos colaboradores de

Leia mais

Serviços e Soluções para Estamparias

Serviços e Soluções para Estamparias Serviços e Soluções para Estamparias 1 BEM VINDO À PRENSAS SCHULER - BRASIL Inovação e Tecnologia Área total: 103,220 m² Área construída: 32,727 m² A Prensas Schuler instalou-se no Brasil em 1965, época

Leia mais

1 Área técnica administrativa. 2 Área de Soldagem

1 Área técnica administrativa. 2 Área de Soldagem Voith Hydro Manaus 1 2 3 4 5 1 Área técnica administrativa 2 Área de Soldagem 3 Oportunidades para mulheres. Jovem, que iniciou como soldadora, hoje é auxiliar administrativa da produção 4 Área de Jateamento

Leia mais

Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais

Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais Nicola Minervini Santa Catarina, 02-05/12/2014 Sumario Desafios da empresa Ferramentas para a competitividade O porque das alianças Formas de alianças

Leia mais

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro.

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. www.accenture.com.br/carreiras www.facebook.com/accenturecarreiras www.twitter.com/accenture_vagas Quem somos A Accenture é uma

Leia mais

INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS

INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS Fundada em 1970, a 3RHO Interruptores Automotivos tem como principal objetivo, atender o mercado de reposição (Aftermarket), oferecendo aos seus clientes produtos com

Leia mais

1.a. Atividades principais a companhia manufatura e comercializa aparelhos domésticos e produtos relacionados.

1.a. Atividades principais a companhia manufatura e comercializa aparelhos domésticos e produtos relacionados. Whirlpool Corporation 1. Principais Características Matriz: Whirlpool Corporation Localização: Benton Harbor, Michigan, Estados Unidos Ano de fundação: 1911 Internet: www.whirlpoolcorp.com Faturamento

Leia mais

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870 Toshiba Corporation 1. Principais Características Matriz: Toshiba Corporation Localização: Minato-Ku, Tóquio, Japão Ano de fundação: 1875 Internet: www.toshiba.co.jp Faturamento (2000): US$ 47.950 mi Empregados

Leia mais

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO. Agenda A BRASKEM PORQUE INOVAR? A INOVAÇÃO NA BRASKEM A GESTÃO DA INOVAÇÃO E O PLANEJAMENTO TECNOLÓGICO Indústria Petroquímica Brasileira INTEGRAÇÃO COMPETITIVA NAFTA CONDENSADO GÁS VALOR ADICIONADO COMPETITIVIDADE

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200 Manual de Montagem, Operação e Manutenção Aparelho de Levantamento Série B200 Português Índice Página 1 Aplicação e características gerais 1 Aplicação e características gerais 3 1.1 Aplicação 3 1.2 Características

Leia mais

Atuação das Instituições GTP- APL. Sebrae. Brasília, 04 de dezembro de 2013

Atuação das Instituições GTP- APL. Sebrae. Brasília, 04 de dezembro de 2013 Atuação das Instituições GTP- APL Sebrae Brasília, 04 de dezembro de 2013 Unidade Central 27 Unidades Estaduais 613 Pontos de Atendimento 6.554 Empregados 9.864 Consultores credenciados 2.000 Parcerias

Leia mais

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012 Programa 2047 - Micro e Pequenas Empresas Número de Ações 10 Tipo: Operações Especiais 0473 - Honra de Aval decorrente de Garantia do Risco das Operações de Financiamento a Micro, Pequenas e Médias Empresas

Leia mais

NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO

NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO OBJETIVOS Atração de Investimentos Inovação Tecnológica Incorporação Tecnológica Competitividade da Cadeia Automotiva Adensamento da Cadeia Automotiva Abrangência Automóveis,

Leia mais

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento.

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. SCANIA Caminhões Semipesados É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. Rentabilidade é o que nos move. Caminhões Semipesados Scania. Com um autêntico Scania, você sempre conta com resistência,

Leia mais

ABIPTI / MBC Pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica gerando vantagem competitiva Case EMBRACO - Empresa Brasileira de Compressores S.A.

ABIPTI / MBC Pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica gerando vantagem competitiva Case EMBRACO - Empresa Brasileira de Compressores S.A. ABIPTI / MBC Pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica gerando vantagem competitiva Case EMBRACO - Empresa Brasileira de Compressores S.A. São Leopoldo, julho de 2004 Embraco? 2 A Embraco no mundo

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade IV GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE Prof. Altair da Silva Transporte em area urbana Perceba o volume de caminhões que circulam nas áreas urbanas em nosso país. Quais são os resultados para as empresas

Leia mais

A Integração da Manufatura na General Motors

A Integração da Manufatura na General Motors A Integração da Manufatura na General Motors Simpósio SAE Brasil Manufatura Automotiva José Eugenio Pinheiro Vice Presidente de Manufatura General Motors - América Latina, África & Oriente Médio 22 de

Leia mais

Gestão de Processos de Negócio. Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM

Gestão de Processos de Negócio. Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM Gestão de Processos de Negócio Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM Dezembro de 2012 A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia Apresentação

Leia mais

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO A SERVIÇO DO TRANSPORTE

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO A SERVIÇO DO TRANSPORTE Jornal da Suspensys Sistemas Automotivos Ltda. Ano 4 Número 17 Outubro de 2011 ESPECIAL TECNOLOGIA E INOVAÇÃO A SERVIÇO DO TRANSPORTE Edição 2011 01 O futuro é a família de suspensões mo Suspensão Modular

Leia mais

Argentina. Rosário Randon Implementos San Martin/Província de Buenos Aires Fras-le. Pinghu/Província de Zhejiang Fras-le. Cairo Randon Implementos

Argentina. Rosário Randon Implementos San Martin/Província de Buenos Aires Fras-le. Pinghu/Província de Zhejiang Fras-le. Cairo Randon Implementos Relatório de Sustentabilidade 2012 ESTRUTURA OPERACIONAL Brasil Caxias do Sul - RS Randon Implementos, Randon Veículos, Suspensys, Fras-le, Master, JOST Brasil, Castertech, Randon Consórcio, Banco Randon

Leia mais

Valter Venturelli Controller Zen. www.otm.com.br

Valter Venturelli Controller Zen. www.otm.com.br Valter Venturelli Controller Zen Local: Brusque Santa Catarina Brasil Infraestrutura: 32.000 m² 1.100 empregados (jan.2012) Produção: 20,1 milhões de produtos e componentes (2011) Transformar metais em

Leia mais

ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS

ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS Julho-2013 Montadora Apresentar tópicos de Competitividade para o Setor de Autopeças Sistemista Tier 1 Tier 2 Tier 3 2 AGENDA Indicadores Macroeconômicos Evolução do Setor Perspectivas

Leia mais

A importância estratégica da Logística na Siderurgia Brasileira

A importância estratégica da Logística na Siderurgia Brasileira A importância estratégica da Logística na Siderurgia Brasileira CARLOS JR. GERENTE DE PLANEJAMENTO INTEGRADO Jun/2013 Jorge Carlos Dória Jr. Votorantim Siderurgia Votorantim Siderurgia O Grupo Votorantim

Leia mais

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Procurando reduzir gastos com energia? Por que não aumentar a produtividade ao mesmo tempo? Reduzir os custos operacionais usando a energia com eficiência

Leia mais

Perspectivas, Desafios e Qualidade

Perspectivas, Desafios e Qualidade Perspectivas, Desafios e Qualidade 11. Encontro das Montadoras para a Qualidade Paulo Butori Presidente do Sindipeças e da Abipeças Sistemistas Tier 2 Tier 3 São Paulo, fevereiro novembro de de 2014 Agenda

Leia mais

Empresa #1. O que a empresa busca no Brasil. Parceiros

Empresa #1. O que a empresa busca no Brasil. Parceiros Empresa #1 A empresa oferece a gama completa de serviços de engenharia, do design ao fornecimento de peças de protótipos. Entre os serviços prestados, estão o desenvolvimento e a construção, simulação,

Leia mais

E.I. DU PONT DE NEMOURS & CO

E.I. DU PONT DE NEMOURS & CO E.I. DU PONT DE NEMOURS & CO A DuPont é uma companhia voltada para a ciência, que concentra seus esforços e atua nas áreas de alimentação e nutrição; higiene pessoal; moda; casa e construção; eletrônicos;

Leia mais

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015 Investe São Paulo Campinas, 17 de março de 2015 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos e a expansão dos negócios existentes, gerando inovação tecnológica, emprego e renda. Promover a competitividade

Leia mais

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Cartão BNDES ABCEM 02/08/2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente de Negócios 300 mil

Leia mais

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC O Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC, compõe-se por um conjunto de institutos de inovação e institutos de tecnologia capazes

Leia mais

APIMEC. 23 de outubro de 2008

APIMEC. 23 de outubro de 2008 APIMEC 23 de outubro de 2008 1 Importante As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração e informações

Leia mais

ANEXO C.1. Formulário de Apresentação de Projetos das Empresas

ANEXO C.1. Formulário de Apresentação de Projetos das Empresas Proposta de Projeto ANEXO C.1 Formulário de Apresentação de Projetos das Empresas Carta de Encaminhamento Ao (Nome do Agente Financeiro) Encaminhamos, em anexo, a proposta do projeto ao programa INOVACRED.

Leia mais

3.2 Madeira e Móveis. Diagnóstico

3.2 Madeira e Móveis. Diagnóstico 3.2 Madeira e Móveis Diagnóstico Durante a década de 90, a cadeia produtiva de madeira e móveis sofreu grandes transformações em todo o mundo com conseqüentes ganhos de produtividade, a partir da introdução

Leia mais

e Gestão de Riscos Alicerces firmes para o crescimento sustentável Compromissos internacionais assumidos Sustentabilidade Ambiental

e Gestão de Riscos Alicerces firmes para o crescimento sustentável Compromissos internacionais assumidos Sustentabilidade Ambiental 8 Sustentabilidade resultado 31 e Gestão de Riscos A Companhia reconhece que suas atividades influenciam as comunidades nas quais opera e se compromete a atuar de forma proativa para monitorar e mitigar

Leia mais

ATA DE REUNIÃO ABRADIR E RANDON

ATA DE REUNIÃO ABRADIR E RANDON ATA DE REUNIÃO ABRADIR E RANDON Data 11/042013 Nº 006/13 Local: Participantes Abradir: Participantes Randon: Participante da Coligada: Participantes da Randon: Randon Caxias do Sul RS. Daltro Dal Acua

Leia mais

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Apresentação Paulo Butori Presidente do Sindipeças Elaboração: Assessoria Econômica do Sindipeças São Paulo, novembro de 2013 Números do

Leia mais

Portaria n.º 17, de 10 de janeiro de 2014.

Portaria n.º 17, de 10 de janeiro de 2014. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 17, de 10 de janeiro de 2014. O PRESIDENTE

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA POR ORDEM E CONTA DA

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA POR ORDEM E CONTA DA OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA FRAS-LE S.A. Companhia Aberta CNPJ 88.610.126/0001-29 Rua Sarmento leite, 488, Caxias do Sul, RS POR ORDEM E CONTA DA RANDON PARTICIPAÇÕES

Leia mais

AGENDA. A Vale. O Maior Projeto de Logística da America Latina. - Exportação de Minério. - Logística da Vale de Carga Geral

AGENDA. A Vale. O Maior Projeto de Logística da America Latina. - Exportação de Minério. - Logística da Vale de Carga Geral Vale no Maranhão AGENDA A Vale O Maior Projeto de Logística da America Latina - Exportação de Minério - Logística da Vale de Carga Geral A Vale no Mundo A Vale tem operações mineradoras, laboratórios de

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T07

Apresentação de Resultados 3T07 Apresentação de Resultados 3T07 Dezembro de 2007 2 Disclaimer Esse material foi preparado pela Tegma Gestão Logística S.A. ( Tegma" ou "Companhia") exclusivamente para as apresentações relacionadas à Oferta

Leia mais

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Classificação de Porte utilizada Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual M P M

Leia mais

Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida.

Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida. Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida. HYDAC Matriz na Alemanha Seu parceiro competente para acumuladores hidráulicos inovadores e sistemas híbridos. Todos os requerimentos para eficientes soluções

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

Como colaborar para obter sucesso em um mercado cada vez mais competitivo

Como colaborar para obter sucesso em um mercado cada vez mais competitivo Como colaborar para obter sucesso em um mercado cada vez mais competitivo Patrick Teyssonneyre Novembro 2015 AGENDA Inovação na Braskem Inovação colaborativa Braskem Exemplos AGENDA Inovação na Braskem

Leia mais

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo Engate de Container Março / 2005 O Engate de Container tem como função principal, promover o acoplamento de implementos rodoviários com containers para

Leia mais

PROGRAMA INOVACRED /FINEP. Empresas com receita bruta anual ou anualizada de até R$ 90 milhões, divididas nos seguintes portes:

PROGRAMA INOVACRED /FINEP. Empresas com receita bruta anual ou anualizada de até R$ 90 milhões, divididas nos seguintes portes: PROGRAMA INOVACRED /FINEP Classificação do porte das empresas Empresas com receita bruta anual ou anualizada de até R$ 90 milhões, divididas nos seguintes portes: Porte I empresas com receita operacional

Leia mais

Projeto GLP Qualidade Compartilhada

Projeto GLP Qualidade Compartilhada Projeto GLP Qualidade Compartilhada Projeto RI Botijões Resistentes à Impacto - AUTORES - EDUARDO ROGERIO DOS SANTOS - DOUGLAS ROBERTO PEREIRA - EDUARDO MORAES DE CAMPOS Categoria: Produção PRÊMIO GLP

Leia mais

SOBRE A BRASILSULLOG AUTOMAÇÃO & LOGÍSTICA

SOBRE A BRASILSULLOG AUTOMAÇÃO & LOGÍSTICA SOBRE A BRASILSULLOG AUTOMAÇÃO & LOGÍSTICA A BRASILSULLOG desenvolve Soluções em Tecnologia como automação, identificação e rastreabilidade de ativos patrimoniais e estoques de produtos, através de parcerias

Leia mais

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS SETEMBRO DE 2015 1 2 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NO PIB 2013 Outros Serviços 33,7% Administração, saúde e educação públicas

Leia mais

climatização refrigeração índice mercado Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012

climatização refrigeração índice mercado Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012 índice climatização refrigeração mercado 08 Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012 Orgulho de ser brasileira Crédito NT Editorial Com produção fortemente

Leia mais

Experiência da Anglo American no adensamento da cadeia produtiva mineral Capacitação e desenvolvimento da cadeia de fornecedores de bens e serviços

Experiência da Anglo American no adensamento da cadeia produtiva mineral Capacitação e desenvolvimento da cadeia de fornecedores de bens e serviços MINÉRIO DE FERRO BRASIL Experiência da Anglo American no adensamento da cadeia produtiva mineral Capacitação e desenvolvimento da cadeia de fornecedores de bens e serviços II INOVAMIN Brasília, 11 de junho

Leia mais

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital.

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital. MOTOROLA A empresa alcançou um faturamento global da ordem de US$ $37.6 bilhões em 2000. É líder mundial em sistemas e serviços eletrônicos avançados. Atuando de maneira globalizada em 45 países, mais

Leia mais

SETOR TÊXTIL E DE CONFECÇÃO BALANÇO 2012 E PERSPECTIVAS 2013

SETOR TÊXTIL E DE CONFECÇÃO BALANÇO 2012 E PERSPECTIVAS 2013 SETOR TÊXTIL E DE CONFECÇÃO BALANÇO 2012 E PERSPECTIVAS 2013 AGUINALDO DINIZ FILHO PRESIDENTE DO CONSELHO DA ABIT JANEIRO DE 2013 ESTRUTURA DA CADEIA PRODUTIVA E DE DISTRIBUIÇÃO TÊXTIL E DE CONFECÇÃO INFOGRÁFICO

Leia mais

LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA. Segue

LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA. Segue LOGÍSTICA CONFIÁVEL PARA A INDÚSTRIA EÓLICA Segue Conteúdo Nós compreendemos NÓS COMPREENDEMOS SUAS EXIGÊNCIAS Nós compreendemos Você está em uma posição invejável. Crescendo em média 25% ao ano ao longo

Leia mais

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados Sistema Indústria CNI 27 Federações de Indústrias 1.136 Sindicatos Associados 622.874 Indústrias SENAI SESI IEL 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57

Leia mais