IBGE / FGV Gramática

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IBGE / FGV Gramática"

Transcrição

1 GRAN ONLINE

2 IBGE / FGV Gramática

3 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Analista e Tecnologista LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. Morfologia: reconhecimento, emprego e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras; mecanismos de flexão dos nomes e verbos. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; processos de coordenação e subordinação; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; padrões gerais de colocação pronominal no português; mecanismos de coesão textual. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação. Estilística: figuras de linguagem. Reescrita de frases: substituição, deslocamento, paralelismo; variação linguística: norma culta. Observação: os itens deste programa serão considerados sob o ponto de vista textual, ou seja, deverão ser estudados sob o ponto de vista de sua participação na estruturação significativa dos textos.

4 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Analista e Tecnologista LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. Morfologia: reconhecimento, emprego e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras; mecanismos de flexão dos nomes e verbos. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; processos de coordenação e subordinação; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; padrões gerais de colocação pronominal no português; mecanismos de coesão textual. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação. Estilística: figuras de linguagem. Reescrita de frases: substituição, deslocamento, paralelismo; variação linguística: norma culta. Observação: os itens deste programa serão considerados sob o ponto de vista textual, ou seja, deverão ser estudados sob o ponto de vista de sua participação na estruturação significativa dos textos.

5 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Analista e Tecnologista LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. Morfologia: reconhecimento, emprego e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras; mecanismos de flexão dos nomes e verbos. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; processos de coordenação e subordinação; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; padrões gerais de colocação pronominal no português; mecanismos de coesão textual. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação. Estilística: figuras de linguagem. Reescrita de frases: substituição, deslocamento, paralelismo; variação linguística: norma culta. Observação: os itens deste programa serão considerados sob o ponto de vista textual, ou seja, deverão ser estudados sob o ponto de vista de sua participação na estruturação significativa dos textos.

6 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Analista e Tecnologista LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. Morfologia: reconhecimento, emprego e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras; mecanismos de flexão dos nomes e verbos. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; processos de coordenação e subordinação; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; padrões gerais de colocação pronominal no português; mecanismos de coesão textual. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação. Estilística: figuras de linguagem. Reescrita de frases: substituição, deslocamento, paralelismo; variação linguística: norma culta. Observação: os itens deste programa serão considerados sob o ponto de vista textual, ou seja, deverão ser estudados sob o ponto de vista de sua participação na estruturação significativa dos textos.

7 Variação linguística Normas para padronização de documentos da Universidade de Brasília 2011

8 Variação linguística ~> NORMA GRAMATICAL ~> NORMA COLOQUIAL

9 Variação linguística LINGUAGEM GRAMATICAL (NORMA CULTA) (NORMA PADRÃO) (NORMA FORMAL) LINGUAGEM COLOQUIAL (NORMA INFORMAL) (NORMA REGIONAL) (ORALIZAÇÃO) (GÍRIA, PALAVRÃO)

10 Variação linguística Normas para padronização de documentos da Universidade de Brasília 2011

11 Variação linguística Normas para padronização de documentos da Universidade de Brasília 2011

12 Variação linguística Normas para padronização de documentos da Universidade de Brasília 2011

13 Variação linguística Normas para padronização de documentos da Universidade de Brasília 2011

14 Variação linguística O sertanejo é, antes de tudo, um forte. Não tem o raquitismo exaustivo dos mestiços neurastênicos do litoral. A sua aparência, entretanto, ao primeiro lance de vista revela o contrário. Falta-lhe a plástica impecável, o desempeno, a estrutura corretíssima das organizações atléticas. É desgracioso, desengonçado, torto. Hércules- Quasímodo, reflete no aspecto a fealdade típica dos fracos. O andar sem firmeza, sem aprumo, quase gingante e sinuoso, aparenta a translação de membros desarticulados. Agrava-o a postura normalmente abatida, num manifestar de displicência que lhe dá um caráter de humildade deprimente. CUNHA, Euclides da. Os Sertões.

15 Variação linguística A edição deste ano do Fórum Econômico Mundial, em curso em Davos, na Suíça, tem como tema central a chamada "Quarta Revolução Industrial". Essa realidade, que já começamos a experimentar no dia a dia, significa uma economia com forte presença de tecnologias digitais, mobilidade e conectividade de pessoas, na qual as diferenças entre homens e máquinas se dissolvem e cujo valor central é a informação. Mas, será que o Brasil está preparado para essa nova revolução? Segundo especialistas ouvidos pela BBC Brasil, o País se saiu bem na redução de desigualdade social na última década, mas precisa investir mais em educação e inovação para obter ganhos em produtividade e geração de empregos nesta nova economia. (acesso em )

16 Variação linguística Normas para padronização de documentos da Universidade de Brasília 2011

17 (QUESTÃO 1)

18 (QUESTÃO 1) Entre as mensagens abaixo, a única que está de acordo com a norma escrita culta é: (A) Verifique os dados da conta a pagar. Clica neste botão! (B) Demonstra que você é esperto. Pague suas contas em dia. (C) Controla teu dinheiro e viaje tranquilo. (D) Não despreze as feias. Confira suas qualidades. (E) Em caso de fogo, procure os extintores. Pede o apoio da brigada.

19 (QUESTÃO 1) Entre as mensagens abaixo, a única que está de acordo com a norma escrita culta é: (A) Verifique os dados da conta a pagar. Clica neste botão! (B) Demonstra que você é esperto. Pague suas contas em dia. (C) Controla teu dinheiro e viaje tranquilo. (D) Não despreze as feias. Confira suas qualidades. (E) Em caso de fogo, procure os extintores. Pede o apoio da brigada.

20 (QUESTÃO 1) Entre as mensagens abaixo, a única que está de acordo com a norma escrita culta é: (A) Verifique os dados da conta a pagar. Clica neste botão! (B) Demonstra que você é esperto. Pague suas contas em dia. (C) Controla teu dinheiro e viaje tranquilo. (D) Não despreze as feias. Confira suas qualidades. (E) Em caso de fogo, procure os extintores. Pede o apoio da brigada.

21 (QUESTÃO 1) Entre as mensagens abaixo, a única que está de acordo com a norma escrita culta é: (A) Verifique os dados da conta a pagar. Clica neste botão! (B) Demonstra que você é esperto. Pague suas contas em dia. (C) Controla teu dinheiro e viaje tranquilo. (D) Não despreze as feias. Confira suas qualidades. (E) Em caso de fogo, procure os extintores. Pede o apoio da brigada.

22 (QUESTÃO 1) Entre as mensagens abaixo, a única que está de acordo com a norma escrita culta é: (A) Verifique os dados da conta a pagar. Clica neste botão! (B) Demonstra que você é esperto. Pague suas contas em dia. (C) Controla teu dinheiro e viaje tranquilo. (D) Não despreze as feias. Confira suas qualidades. (E) Em caso de fogo, procure os extintores. Pede o apoio da brigada.

23 (QUESTÃO 1) Entre as mensagens abaixo, a única que está de acordo com a norma escrita culta é: (A) Verifique os dados da conta a pagar. Clica neste botão! (B) Demonstra que você é esperto. Pague suas contas em dia. (C) Controla teu dinheiro e viaje tranquilo. (D) Não despreze as feias. Confira suas qualidades. (E) Em caso de fogo, procure os extintores. Pede o apoio da brigada.

24 (QUESTÃO 2)

25 (QUESTÃO 2) Assinale a opção que indica a frase em que o emprego da forma mim contraria a norma culta da língua. (A) Para mim, assistir às aulas é questão de princípio. (B) Tudo foi feito em segredo, entre mim e a empresa. (C) A mim, ninguém me engana. (D) Tinham receio de mim, após a festa, nunca mais voltar. (E) Desmaiei e demorei a voltar a mim.

26 (QUESTÃO 2) Assinale a opção que indica a frase em que o emprego da forma mim contraria a norma culta da língua. (A) Para mim, assistir às aulas é questão de princípio. (B) Tudo foi feito em segredo, entre mim e a empresa. (C) A mim, ninguém me engana. (D) Tinham receio de mim, após a festa, nunca mais voltar. (E) Desmaiei e demorei a voltar a mim.

27 (QUESTÃO 2) Assinale a opção que indica a frase em que o emprego da forma mim contraria a norma culta da língua. (A) Para mim, assistir às aulas é questão de princípio. (B) Tudo foi feito em segredo, entre mim e a empresa. (C) A mim, ninguém me engana. (D) Tinham receio de mim, após a festa, nunca mais voltar. (E) Desmaiei e demorei a voltar a mim.

28 (QUESTÃO 2) Assinale a opção que indica a frase em que o emprego da forma mim contraria a norma culta da língua. (A) Para mim, assistir às aulas é questão de princípio. (B) Tudo foi feito em segredo, entre mim e a empresa. (C) A mim, ninguém me engana. (D) Tinham receio de mim, após a festa, nunca mais voltar. (E) Desmaiei e demorei a voltar a mim.

29 (QUESTÃO 2) Assinale a opção que indica a frase em que o emprego da forma mim contraria a norma culta da língua. (A) Para mim, assistir às aulas é questão de princípio. (B) Tudo foi feito em segredo, entre mim e a empresa. (C) A mim, ninguém me engana. (D) Tinham receio de mim, após a festa, nunca mais voltar. (E) Desmaiei e demorei a voltar a mim.

30 (QUESTÃO 2) Assinale a opção que indica a frase em que o emprego da forma mim contraria a norma culta da língua. (A) Para mim, assistir às aulas é questão de princípio. (B) Tudo foi feito em segredo, entre mim e a empresa. (C) A mim, ninguém me engana. (D) Tinham receio de mim, após a festa, nunca mais voltar. (E) Desmaiei e demorei a voltar a mim.

31 (QUESTÃO 3)

32 Diminuir a higiene pessoal Deixar de escovar os dentes, de lavar a louça ou de dar descarga, acumulando sujeira no corpo e em casa, não são as melhores formas de economizar água, porque não adianta optar por isso em troco da saúde. O ideal é economizar usando um copo com água na escovação, diminuindo a louça usada para cozinhar (levar à panela à mesa em vez de usar um refratário) e usar água de reuso no vaso sanitário.

33 (QUESTÃO 3) levar à panela à mesa em vez de usar um refratário Nesse segmento do texto, sobre o emprego da crase, assinale a afirmativa correta.

34 Diminuir a higiene pessoal Deixar de escovar os dentes, de lavar a louça ou de dar descarga, acumulando sujeira no corpo e em casa, não são as melhores formas de economizar água, porque não adianta optar por isso em troco da saúde. O ideal é economizar usando um copo com água na escovação, diminuindo a louça usada para cozinhar (levar à panela à mesa em vez de usar um refratário) e usar água de reuso no vaso sanitário.

35 Diminuir a higiene pessoal Deixar de escovar os dentes, de lavar a louça ou de dar descarga, acumulando sujeira no corpo e em casa, não são as melhores formas de economizar água, porque não adianta optar por isso em troco da saúde. O ideal é economizar usando um copo com água na escovação, diminuindo a louça usada para cozinhar (levar à panela à mesa em vez de usar um refratário) e usar água de reuso no vaso sanitário.

36 (QUESTÃO 3) levar à panela à mesa em vez de usar um refratário Nesse segmento do texto, sobre o emprego da crase, assinale a afirmativa correta. (A) O emprego dos acentos graves estão corretos, embora por razões distintas. (B) Só o primeiro caso de emprego da crase está correto. (C) Nenhum dos acentos graves deveria ser empregado. (D) Os empregos dos acentos estão corretos devido a motivos idênticos. (E) Só o segundo caso do emprego da crase está correto.

37 (QUESTÃO 3) levar à panela à mesa em vez de usar um refratário Nesse segmento do texto, sobre o emprego da crase, assinale a afirmativa correta. (A) O emprego dos acentos graves estão corretos, embora por razões distintas. (B) Só o primeiro caso de emprego da crase está correto. (C) Nenhum dos acentos graves deveria ser empregado. (D) Os empregos dos acentos estão corretos devido a motivos idênticos. (E) Só o segundo caso do emprego da crase está correto.

38 (QUESTÃO 3) levar à panela à mesa em vez de usar um refratário Nesse segmento do texto, sobre o emprego da crase, assinale a afirmativa correta. (A) O emprego dos acentos graves estão corretos, embora por razões distintas. (B) Só o primeiro caso de emprego da crase está correto. (C) Nenhum dos acentos graves deveria ser empregado. (D) Os empregos dos acentos estão corretos devido a motivos idênticos. (E) Só o segundo caso do emprego da crase está correto.

39 (QUESTÃO 3) levar à panela à mesa em vez de usar um refratário Nesse segmento do texto, sobre o emprego da crase, assinale a afirmativa correta. (A) O emprego dos acentos graves estão corretos, embora por razões distintas. (B) Só o primeiro caso de emprego da crase está correto. (C) Nenhum dos acentos graves deveria ser empregado. (D) Os empregos dos acentos estão corretos devido a motivos idênticos. (E) Só o segundo caso do emprego da crase está correto.

40 (QUESTÃO 3) levar à panela à mesa em vez de usar um refratário Nesse segmento do texto, sobre o emprego da crase, assinale a afirmativa correta. (A) O emprego dos acentos graves estão corretos, embora por razões distintas. (B) Só o primeiro caso de emprego da crase está correto. (C) Nenhum dos acentos graves deveria ser empregado. (D) Os empregos dos acentos estão corretos devido a motivos idênticos. (E) Só o segundo caso do emprego da crase está correto.

41 (QUESTÃO 3) levar à panela à mesa em vez de usar um refratário Nesse segmento do texto, sobre o emprego da crase, assinale a afirmativa correta. (A) O emprego dos acentos graves estão corretos, embora por razões distintas. (B) Só o primeiro caso de emprego da crase está correto. (C) Nenhum dos acentos graves deveria ser empregado. (D) Os empregos dos acentos estão corretos devido a motivos idênticos. (E) Só o segundo caso do emprego da crase está correto.

42 Texto verbal x Texto não-verbal

43 Texto verbal x Texto não-verbal

44 Texto verbal x Texto não-verbal

45 (TEXTO)

46 (QUESTÃO 4) Sobre a charge, assinale a opção que indica a leitura inadequada. (A) A imagem do chão seco intensifica a seca. (B) O único pingo d água indica falta de água. (C) A gota de água também pode indicar uma lágrima. (D) A ausência de água na torneira é uma crítica às autoridades. (E) A cor clara do céu mostra a presença do sol intenso.

47 (TEXTO)

48 (QUESTÃO 4) Sobre a charge, assinale a opção que indica a leitura inadequada. (A) A imagem do chão seco intensifica a seca. (B) O único pingo d água indica falta de água. (C) A gota de água também pode indicar uma lágrima. (D) A ausência de água na torneira é uma crítica às autoridades. (E) A cor clara do céu mostra a presença do sol intenso.

49 (QUESTÃO 4) Sobre a charge, assinale a opção que indica a leitura inadequada. (A) A imagem do chão seco intensifica a seca. (B) O único pingo d água indica falta de água. (C) A gota de água também pode indicar uma lágrima. (D) A ausência de água na torneira é uma crítica às autoridades. (E) A cor clara do céu mostra a presença do sol intenso.

50 (TEXTO)

51 (QUESTÃO 5) Sobre a charge acima, é correto afirmar que: (A) a imagem da charge nos faz ler que Brasília é um local prestes a explodir; (B) a imagem da charge nos indica uma crítica à vida política de Brasília; (C) as palavras que estão acima da charge mostram uma crítica implícita ao conhecimento científico; (D) a imagem da charge nos faz ver uma antítese entre a vida política e a vida tranquila do lago; (E) a imagem da charge e as palavras acima indicam uma comparação entre o poder destrutivo de Brasília e

52 (TEXTO)

53 (QUESTÃO 5) Sobre a charge acima, é correto afirmar que: (A) a imagem da charge nos faz ler que Brasília é um local prestes a explodir; (B) a imagem da charge nos indica uma crítica à vida política de Brasília; (C) as palavras que estão acima da charge mostram uma crítica implícita ao conhecimento científico; (D) a imagem da charge nos faz ver uma antítese entre a vida política e a vida tranquila do lago; (E) a imagem da charge e as palavras acima indicam uma comparação entre o poder destrutivo de Brasília e

54 (QUESTÃO 5) Sobre a charge acima, é correto afirmar que: (A) a imagem da charge nos faz ler que Brasília é um local prestes a explodir; (B) a imagem da charge nos indica uma crítica à vida política de Brasília; (C) as palavras que estão acima da charge mostram uma crítica implícita ao conhecimento científico; (D) a imagem da charge nos faz ver uma antítese entre a vida política e a vida tranquila do lago; (E) a imagem da charge e as palavras acima indicam uma comparação entre o poder destrutivo de Brasília e

55 (TEXTO)

56 (QUESTÃO 6) A linguagem da charge deve ser classificada como: (A) formal, pois não apresenta desvios gramaticais; (B) informal, pois emprega termos de gíria; (C) regional, já que mostra marcas de certa região do país; (D) jargão profissional, visto que contém expressões típicas de políticos; (E) erudita, já que inclui termos e construções rebuscadas.

57 (TEXTO)

58 (QUESTÃO 6) A linguagem da charge deve ser classificada como: (A) formal, pois não apresenta desvios gramaticais; (B) informal, pois emprega termos de gíria; (C) regional, já que mostra marcas de certa região do país; (D) jargão profissional, visto que contém expressões típicas de políticos; (E) erudita, já que inclui termos e construções rebuscadas.

59 (QUESTÃO 6) A linguagem da charge deve ser classificada como: (A) formal, pois não apresenta desvios gramaticais; (B) informal, pois emprega termos de gíria; (C) regional, já que mostra marcas de certa região do país; (D) jargão profissional, visto que contém expressões típicas de políticos; (E) erudita, já que inclui termos e construções rebuscadas.

60 (TEXTO)

61 (QUESTÃO 7) Hoje iremos mandar um monte de gente apodrecer e morrer no inferno dos presídios ; essa fala do personagem da charge acrescenta um argumento contrário à redução da maioridade penal, que é: (A) as penas demasiadamente extensas; (B) a falta de treinamento dos agentes penitenciários; (C) a ausência de religiosidade nas prisões; (D) o péssimo estado das cadeias; (E) a inexistência de penas alternativas.

62 (QUESTÃO 7) Hoje iremos mandar um monte de gente apodrecer e morrer no inferno dos presídios ; essa fala do personagem da charge acrescenta um argumento contrário à redução da maioridade penal, que é: (A) as penas demasiadamente extensas; (B) a falta de treinamento dos agentes penitenciários; (C) a ausência de religiosidade nas prisões; (D) o péssimo estado das cadeias; (E) a inexistência de penas alternativas.

63 (QUESTÃO 7) Hoje iremos mandar um monte de gente apodrecer e morrer no inferno dos presídios ; essa fala do personagem da charge acrescenta um argumento contrário à redução da maioridade penal, que é: (A) as penas demasiadamente extensas; (B) a falta de treinamento dos agentes penitenciários; (C) a ausência de religiosidade nas prisões; (D) o péssimo estado das cadeias; (E) a inexistência de penas alternativas.

64 (TEXTO)

65 (QUESTÃO 8) A charge acima tem por objetivo criticar: (A) a falta de bom-senso; (B) o distanciamento entre políticos e a população; (C) a corrupção da classe política; (D) a distância entre o falar e o fazer; (E) a hipocrisia de algumas autoridades.

66 (TEXTO)

67 (QUESTÃO 8) A charge acima tem por objetivo criticar: (A) a falta de bom-senso; (B) o distanciamento entre políticos e a população; (C) a corrupção da classe política; (D) a distância entre o falar e o fazer; (E) a hipocrisia de algumas autoridades.

68 (QUESTÃO 8) A charge acima tem por objetivo criticar: (A) a falta de bom-senso; (B) o distanciamento entre políticos e a população; (C) a corrupção da classe política; (D) a distância entre o falar e o fazer; (E) a hipocrisia de algumas autoridades.

69 (QUESTÃO 8) A charge acima tem por objetivo criticar: (A) a falta de bom-senso; (B) o distanciamento entre políticos e a população; (C) a corrupção da classe política; (D) a distância entre o falar e o fazer; (E) a hipocrisia de algumas autoridades.

70 (TEXTO)

71 (QUESTÃO 9) A imagem da charge é composta por uma série de elementos com diferentes significados. A relação equivocada entre elementos visuais e sua significação é: (A) o símbolo de radioatividade está no lugar do sol, como para indicar um novo guia em nossos dias; (B) a presença de uma única figura humana indica a mortandade geral de nossa espécie em uma catástrofe nuclear; (C) a destruição geral dos objetos mostra a desvalorização dos bens num momento de catástrofe nuclear; (D) a situação da imagem sobre o mar mostra o protesto contra a falta de cuidado com o meio ambiente; (E) os pássaros à esquerda podem indicar um sinal de esperança a respeito da continuidade da vida na Terra.

72 (TEXTO)

73 (QUESTÃO 9) A imagem da charge é composta por uma série de elementos com diferentes significados. A relação equivocada entre elementos visuais e sua significação é: (A) o símbolo de radioatividade está no lugar do sol, como para indicar um novo guia em nossos dias; (B) a presença de uma única figura humana indica a mortandade geral de nossa espécie em uma catástrofe nuclear; (C) a destruição geral dos objetos mostra a desvalorização dos bens num momento de catástrofe nuclear; (D) a situação da imagem sobre o mar mostra o protesto contra a falta de cuidado com o meio ambiente; (E) os pássaros à esquerda podem indicar um sinal de esperança a respeito da continuidade da vida na Terra.

74 (QUESTÃO 9) A imagem da charge é composta por uma série de elementos com diferentes significados. A relação equivocada entre elementos visuais e sua significação é: (A) o símbolo de radioatividade está no lugar do sol, como para indicar um novo guia em nossos dias; (B) a presença de uma única figura humana indica a mortandade geral de nossa espécie em uma catástrofe nuclear; (C) a destruição geral dos objetos mostra a desvalorização dos bens num momento de catástrofe nuclear; (D) a situação da imagem sobre o mar mostra o protesto contra a falta de cuidado com o meio ambiente; (E) os pássaros à esquerda podem indicar um sinal de esperança a respeito da continuidade da vida na Terra.

75 Normas para padronização de documentos da Universidade de Brasília 2011

76

1. TCM/SP FGV 2015 Nos pares abaixo, o adjetivo que NÃO pode ser classificado entre os adjetivos de relação é: (A) maioridade penal; (B) violência sexual; (C) reforma geral; (D) más condições; (E) sistema

Leia mais

ÍNDICE VOLUME 1. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português...

ÍNDICE VOLUME 1. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português... Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia TJ/RO Técnico Judiciário ÍNDICE VOLUME 1 CONHECIMENTOS BÁSICOS LÍNGUA PORTUGUESA Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA MPE-BA 2017 CONTEÚDOS VIP

LÍNGUA PORTUGUESA MPE-BA 2017 CONTEÚDOS VIP LÍNGUA PORTUGUESA Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (narrativo, descritivo e argumentativo Aulas Cursos VIP 100% em Vídeo Aulas (Teoria & Questões) #02 - Língua Portuguesa

Leia mais

PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA ANATEL / julho 2014

PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA ANATEL / julho 2014 1 Edital SISTEMATIZADO ANATEL - Língua Portuguesa Edital: http://www.cespe.unb.br/concursos/anatel_14/arquivos/ed_1_abertura.pdf Olá, guerreiros! Em primeiro lugar, vamos aos tópicos exigidos nas últimas

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino

Leia mais

Gêneros e Tipologia textuais e seus elementos constituintes (1).

Gêneros e Tipologia textuais e seus elementos constituintes (1). Aula Demonstrativa Compreensão e interpretação de textos verbais e não verbais. Análise de discursos no plano das relações entre Linguagem, Comunicação e Sociedade. Produção e recepção textuais nas práticas

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 1. Compreensão de textos diversos: Textos verbais e não verbais;

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO Planificação Anual 2011/2012 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PORTUGUÊS 10º ANO Manual adotado: Página Seguinte - Texto Editora

Leia mais

COMPENSAÇÃO DE AUSÊNCIA 1º SEMESTRE

COMPENSAÇÃO DE AUSÊNCIA 1º SEMESTRE Colégio Amorim Santa Teresa Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Lagoa Panema, 466 Vila Guilherme Fone: 2909-1422 Diretoria de Ensino Região Centro Língua Portuguesa 8º ano

Leia mais

DISCIPLINA 01 EXPRESSÃO ESCRITA TOTAL 20

DISCIPLINA 01 EXPRESSÃO ESCRITA TOTAL 20 DISCIPLINA 01 EXPRESSÃO ESCRITA - 2014 UNIDADES DIDÁTICAS HORAS PÁGINA I. A SELEÇÃO VOCABULAR: CRITÉRIOS E APLICAÇÕES II. GRAMÁTICA DE TEXTO AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM 10 10-03 05 06 TOTAL 20 Plano de Disciplinas

Leia mais

GUIA DE AULAS - PORTUGUÊS - SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR

GUIA DE AULAS - PORTUGUÊS - SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR GUIA DE AULAS - PORTUGUÊS - SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também quer ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Por isso, oferecemos

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2016 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA CONTEÚDOS Efetuar cálculos com números reais envolvendo as operações

Leia mais

4ª MARATONA PARA O CONCURSO DO INSS 2016

4ª MARATONA PARA O CONCURSO DO INSS 2016 4ª MARATONA PARA O CONCURSO DO INSS 2016 - Exercícios e dicas de estudos 23 de janeiro de 2016 Professora Vânia Aráujo INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS I N S S OPORTUNIDADE! 20% de desconto nos cursos online do

Leia mais

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul UEMS. Assistente Administrativo. Edital 003/2017

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul UEMS. Assistente Administrativo. Edital 003/2017 Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul UEMS Assistente Administrativo Edital 003/2017 MR057-2017 DADOS DA OBRA Título da obra: Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS Cargo: Assistente

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2017 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA HABILIDADES CONTEÚDOS Identificar padrões numéricos ou princípios

Leia mais

Assuntos Muito Importantes Para as Provas IBFC

Assuntos Muito Importantes Para as Provas IBFC Assuntos Muito Importantes Para as Provas IBFC O texto apresenta uma estrutura cujo o processo de composição predominante é o narrativo. Todos os elementos abaixo são característicos desse tipo de texto,

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Português Ensino Básico Ano letivo: 16/17 5º ANO Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz: Domínios Interpretar discursos orais breves (Referir

Leia mais

DICAS DO MESTRE / FGV PROFESSOR SANDRO LUCENA

DICAS DO MESTRE / FGV PROFESSOR SANDRO LUCENA DICAS DO MESTRE / FGV PROFESSOR SANDRO LUCENA 01. 2015 Órgão: Prefeitura de Paulínia SP Prova: Guarda Municipal Sobre a charge, é correto afirmar que se trata de um texto: a narrativo, pois apresenta fatos

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS COMPONENTES ESCRITA E ORAL PROVA

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS COMPONENTES ESCRITA E ORAL PROVA INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS COMPONENTES ESCRITA E ORAL PROVA 06 2017 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento divulga

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2) Inferir o sentido

Leia mais

Dicas de Português. Atrás, trás e traz Erros comuns de ortografia. Bianca Amorim

Dicas de Português. Atrás, trás e traz Erros comuns de ortografia. Bianca Amorim Dicas de Português Atrás, trás e traz Erros comuns de ortografia Bianca Amorim Atrás, trás e traz Atrás: Advérbio de lugar; Não necessita de preposição antecedente, pois já possui uma -- atrás; Indica

Leia mais

PROF. RENATO PORPINO 1. 2016 FGV MRE Oficial de Chancelaria Um dos processos conhecidos de formação de palavras em Português é a chamada derivação imprópria, marcada pela criação de uma nova palavra pela

Leia mais

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha PRODUÇÃO TEXTUAL Nº3 ENTREGA: 17/ 03/ 2016 2º Ano do Ensino Médio Nome do aluno: Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ortografia e Produção de Texto Nome:

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ortografia e Produção de Texto Nome: 5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Ortografia e Produção de Texto Nome: Leia este texto e resolva as questões 1 e 2. PÉS NO CHÃO Dos problemas que afligem o Brasil, a educação é o primeiro

Leia mais

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos. 3/6/5AD836_1.jpg

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos.  3/6/5AD836_1.jpg Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos http://images.quebarato.com.br/photos/thumbs/ 3/6/5AD836_1.jpg Olá, Pessoal, Vamos acompanhar mais uma aula da prof. Alessandra. Hoje falaremos sobre alguns gêneros

Leia mais

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios.

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios. 2ª Língua Portuguesa 5º Ano E.F. Objeto de Estudo Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: norma-padrão e variedades linguísticas. Usos

Leia mais

redação e pleno desenvolvimento do tema, atendendo aos limites Atendimento à proposta de propostos. redação e desenvolvimento do

redação e pleno desenvolvimento do tema, atendendo aos limites Atendimento à proposta de propostos. redação e desenvolvimento do Critérios de Correção de Redação Ensino Médio ENSINO MéDIO TExTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO NÍVEL DE DESPENHO E NOTA CORRESPONDENTE Situações que dificultam a correção da produção textual: letra ilegível

Leia mais

DATA: 05 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 2.º ANO/EM

DATA: 05 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 2.º ANO/EM SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 05 / 05 / 206 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 2.º ANO/EM ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Ensino Fundamental SÉRIE PORTUGUÊS MATEMÁTICA PRODUÇÃO DE TEXTO

Ensino Fundamental SÉRIE PORTUGUÊS MATEMÁTICA PRODUÇÃO DE TEXTO Processo de Admissão de Novos Estudantes 2018 Conteúdo programático Ensino Fundamental SÉRIE PORTUGUÊS MATEMÁTICA PRODUÇÃO DE TEXTO 1º LETRAMENTO - Reconhecimento de diferentes portadores textuais - Identificação

Leia mais

Edital Verticalizado Polícia Civil de Pernambuco

Edital Verticalizado Polícia Civil de Pernambuco Edital Verticalizado Polícia Civil de Pernambuco 2016 Edital Verticalizado Polícia Civil de Pernambuco O Focus Concursos Online oferece aos que desejam se preparar, um curso teórico, atualizado, com todas

Leia mais

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação Mapeamento dos e correspondência com Para cada aspecto avaliado há uma ou mais habilidades correspondentes das Matrizes que o aluno precisa desenvolver Para desenvolver a competência escritora: o Crie

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS 1º PERÍODO 17 de setembro a 17 de dezembro 1ª INTERRUPÇÃO 18 de dezembro a 3 de janeiro 2º PERÍODO 04 de janeiro a 18 de março 2ª INTERRUPÇÃO

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 6º ano Usar a Língua Portuguesa como língua materna, para integrar e organizar o mundo e a própria identidade com visão empreendedora e como pensador capaz de

Leia mais

ENSINO MÉDIO. Sondagem 2014 1ª SÉRIE. Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO. Sondagem 2014 1ª SÉRIE. Língua Portuguesa ENSINO MÉDIO O processo de sondagem do Colégio Sion busca detectar, no aluno, prérequisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente na série pretendida. As disciplinas de e são os recursos utilizados

Leia mais

Sumário SUMÁRIO LÍNGUA PORTUGUESA. Paula Barbosa. 1. Noções gerais Grupo nominal... 20

Sumário SUMÁRIO LÍNGUA PORTUGUESA. Paula Barbosa. 1. Noções gerais Grupo nominal... 20 SUMÁRIO 11 LÍNGUA PORTUGUESA Paula Barbosa CLASSES GRAMATICAIS: O NOME E SEUS MODIFICADORES... 19 1. Noções gerais... 19 2. Grupo nominal... 20 CLASSES GRAMATICAIS: O VERBO E SEUS MODIFICADORES... 27 1.

Leia mais

Disciplina: Português Professor: Polly Freitas ASPECTOS RELACIONADOS AO TEXTO. Gêneros Textuais e Tipos Textuais Aula 01/07

Disciplina: Português Professor: Polly Freitas ASPECTOS RELACIONADOS AO TEXTO. Gêneros Textuais e Tipos Textuais Aula 01/07 Disciplina: Português Professor: Polly Freitas ASPECTOS RELACIONADOS AO TEXTO Gêneros Textuais e Tipos Textuais Aula 01/07 Gêneros Textuais Definição: Gênero textual é a forma como a língua é empregada

Leia mais

Português Gradual. Profissionais e estudantes que necessitam fortalecer os conhecimentos básicos da língua portuguesa

Português Gradual. Profissionais e estudantes que necessitam fortalecer os conhecimentos básicos da língua portuguesa Português Gradual Público-alvo: Profissionais e estudantes que necessitam fortalecer os conhecimentos básicos da língua portuguesa Conteúdo: Classes gramaticais - artigos, substantivos, adjetivos, advérbios,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA TJ-PE 2017 CONTEÚDOS VIP

LÍNGUA PORTUGUESA TJ-PE 2017 CONTEÚDOS VIP LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados Aulas Cursos VIP 100% em Vídeo Aulas (Teoria & Questões) #02 - Língua Portuguesa #8 - Compreensão e Interpretação de Textos,

Leia mais

Aula 00. Matemática Financeira para ISS-Cuiabá. Matemática Financeira Professor: Guilherme Neves. Prof.

Aula 00. Matemática Financeira para ISS-Cuiabá. Matemática Financeira Professor: Guilherme Neves.  Prof. Aula 00 Matemática Financeira Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Aula 00 Aula Demonstrativa Matemática Financeira Apresentação... 3 Modelos de questões resolvidas FGV... 4 Relação

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Ciência- O homem na construção do conhecimento 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos 2018 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. A vida nos ambientes Diversidade e evolução

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA com DUDA NOGUEIRA Comentários da prova BANCO do BRASIL Aplicada 15/03/2015

LÍNGUA PORTUGUESA com DUDA NOGUEIRA Comentários da prova BANCO do BRASIL Aplicada 15/03/2015 1 PROVA Escriturário BANCO DO BRASIL - aplicada 15/03/2015 LÍNGUA PORTUGUESA Alunos nossos, como foi comentado no curso SÓ BB (http://www.sobb.com.br/), a prova foi muito tranquila e não há possibilidade

Leia mais

GUIA DO CRÉDITO CONSCIENTE

GUIA DO CRÉDITO CONSCIENTE GUIA DO 1 FAMILIAR GUIA DO 2 Existem várias maneiras de usar o dinheiro de forma consciente. Uma delas é definir suas necessidades e planejar todos os seus gastos levando em conta a renda disponível. Para

Leia mais

ENSINO MÉDIO CONTEÚDO 1 ª SÉRIE

ENSINO MÉDIO CONTEÚDO 1 ª SÉRIE ENSINO MÉDIO CONTEÚDO 1 ª SÉRIE Língua Portuguesa Interpretação e compreensão de textos. Figuras de linguagem. Discurso direto e discurso indireto. Frase, período e oração. Período composto por coordenação.

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1. Leitura e compreensão de diferentes gêneros textuais

Leia mais

Descrição da Escala Língua Portuguesa - 5 o ano EF

Descrição da Escala Língua Portuguesa - 5 o ano EF Os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental < 125 identificam o sentido de expressão típica da fala coloquial utilizada em segmento de história em quadrinhos; e o local em que se desenrola o enredo, em anedota.

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 5.º ANO DE PORTUGUÊS - 5.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No final do 5.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar discursos orais com diferentes finalidades e coerência; produzir

Leia mais

Apresentação 7 Apresentação

Apresentação 7 Apresentação Apresentação 7 Apresentação Uma pequena síntese para que você, leitor(a), comece a se sentir em casa. A obra abrange todo o conteúdo exigido pela banca CESPE. Uma questão importante, que não deve ser desprezada,

Leia mais

AULÃO - INSS. Prof. Fernando Pestana. (Autor do livro A Gramática para Concursos Públicos )

AULÃO - INSS. Prof. Fernando Pestana. (Autor do livro A Gramática para Concursos Públicos ) AULÃO - INSS Prof. Fernando Pestana (Autor do livro A Gramática para Concursos Públicos ) A incompetência Nunca vi o Brasil tão esculhambado como hoje. Perdoem a palavra grosseira, mas não há outra para

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA 1. Confrontar opiniões e pontos de vista sobre as diferentes manifestações da linguagem verbal e não verbal. 1.2. Depreender, através de leitura do texto,

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 5º Ano. Disciplina de Português Ano Letivo /2017. Domínios/Conteúdos/Descritores. Unidade 0 Apresentações

PLANIFICAÇÃO ANUAL 5º Ano. Disciplina de Português Ano Letivo /2017. Domínios/Conteúdos/Descritores. Unidade 0 Apresentações AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 5º Ano Disciplina de Português Ano Letivo - 2016/2017 Metas de aprendizagem/objetivos Domínios/Conteúdos/Descritores

Leia mais

DISCIPLINA INGLÊS 2016

DISCIPLINA INGLÊS 2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AURÉLIA DE SOUSA INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA INGLÊS 206 Prova 06 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Língua Portuguesa UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO

Língua Portuguesa UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO Língua Portuguesa UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO Organizamos esta unidade para orientá-lo na revisão dos conteúdos trabalhados ao longo da disciplina. Siga as orientações desta apresentação, reveja os

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 Aulas Aula Conteúdo Página 1 Emprego das classes e palavras

Leia mais

Aula 00. Raciocínio Lógico Quantitativo para IBGE. Raciocínio Lógico Quantitativo Professor: Guilherme Neves

Aula 00. Raciocínio Lógico Quantitativo para IBGE. Raciocínio Lógico Quantitativo Professor: Guilherme Neves Aula 00 Raciocínio Lógico Quantitativo Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Aula 00 Aula Demonstrativa Raciocínio Lógico Quantitativo Apresentação... 3 Modelos de questões resolvidas

Leia mais

Prova Final de Português

Prova Final de Português Prova Final de Português.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 9/0, de 5 de julho Prova /.ª Fase Critérios de Classificação Páginas 0 Prova /.ª F. CC Página / CRITÉRIOS GERAIS DE CLASSIFICAÇÃO A classificação

Leia mais

ESTÁGIO EM ENSINO DE ANÁLISE LINGUÍSTICA

ESTÁGIO EM ENSINO DE ANÁLISE LINGUÍSTICA ESTÁGIO EM ENSINO DE ANÁLISE LINGUÍSTICA AULA 04: PROPOSTAS DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE ANÁLISE LINGUÍSTICA LIÇÃO 1 REGÊNCIA (Adaptada de uma atividade elaborada para alunos do 9º

Leia mais

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Índice CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS LIÇÃO 1 FONÉTICA...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 4 1.4. Encontro vocálico... 5 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

2.8. Alusão histórica 3. A afirmação da tese e a impessoalização do discurso 4. Exercícios 5. Atividade de produção textual

2.8. Alusão histórica 3. A afirmação da tese e a impessoalização do discurso 4. Exercícios 5. Atividade de produção textual SUMÁRIO CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL 1. A definição de tipo textual 1.1. Texto narrativo 1.2. Texto descritivo 1.3. Texto injuntivo 1.4. Texto dialogal 1.5. Texto dissertativo 2. Elaborando

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto

Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto Escola Básica e Secundária de Cabeceiras de Basto Telefone 253 662 338 * Fax 253 662 826 Informação de Exame de Recuperação de Módulo em Atraso Curso Profissional

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível C1 (14C1AA) CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE CLASSIFICAÇÃO

Ensino Português no Estrangeiro Nível C1 (14C1AA) CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE CLASSIFICAÇÃO Ensino Português no Estrangeiro Nível C1 (14C1AA) CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE CLASSIFICAÇÃO PARTE I COMPREENSÃO ORAL Grupo Itens Nº Critérios Específicos de Classificação Grupo I 6. : V ou F, de acordo com

Leia mais

CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL

CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE TIPOLOGIA TEXTUAL... 23 1. A definição de tipo textual... 23 1.1. Texto narrativo... 23 1.2. Texto descritivo... 24 1.3. Texto injuntivo... 25 1.4. Texto dialogal... 26 1.5.

Leia mais

Como elaborar um recurso prova discursiva/susep

Como elaborar um recurso prova discursiva/susep Como elaborar um recurso prova discursiva/susep Profa. Júnia Andrade Elaborar recursos é tarefa bastante simples. E você pode cumprir com perfeição esta tarefa sozinho (a). Primeiramente, ao receber o

Leia mais

Exercícios complementares para R.O de Gramática

Exercícios complementares para R.O de Gramática Exercícios complementares para R.O de Gramática 1.Complete com eu ou mim : - eles chegaram antes de. - há algum trabalho para fazer? - há algum trabalho para? - ele pediu para elaborar alguns exercícios;

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO: 6.º DISCIPLINA: Língua Portuguesa UNIDADE/TEMA CONTEÚDOS Texto narrativo; Banda Desenhada; Compreensão de enunciados orais; Expressão Oral Categorias da narrativa: o Tipo de

Leia mais

Em caso de egresso de curso lato sensu, este deve ser, obrigatoriamente, em estudos da língua portuguesa.

Em caso de egresso de curso lato sensu, este deve ser, obrigatoriamente, em estudos da língua portuguesa. LÍNGUA PORTUGUESA CEL0014 (14/07/2015) Perfil Docente Docente com formação em Letras na graduação e pós-graduação, ainda que lato sensu, mas preferencialmente stricto sensu, com o título de Doutor em Letras

Leia mais

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf Sobre Variação Linguística Você já conversou com uma pessoa simples, que vive na roça? Teve oportunidade de observar como essa pessoa fala? Leia o texto a seguir: Texto I Seu dotô me conhece? Patativa

Leia mais

Consumo mundial da água

Consumo mundial da água UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO GEOGRAFIA/CERES Consumo mundial da água Caicó-RN, 2013 ÁGUA Estão preparados para conhecer

Leia mais

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME Programação Anual 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) 1 ọ 2 ọ 1. Amarrando as idéias COESÃO Introdução ao conceito de coesão Introdução aos mecanismos básicos de coesão Ordem das palavras

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 4 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 4 I Verbos regulares no futuro do presente simples indicativo Estar Ser Ir Eu estarei

Leia mais

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e Letra... 3 1.2. Divisão dos Fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro Vocálico... 7 1.5. Encontro Consonantal...

Leia mais

A produção de texto será feita, sob orientação, na aula de regulação, conforme calendário divulgado.

A produção de texto será feita, sob orientação, na aula de regulação, conforme calendário divulgado. TRABALHO 3 bim. 2017 Disciplina: P - TEXTO Ano: 6 ano Ensino: F. II Professor: Valdeci Lopes O trabalho será composto por duas partes: A primeira parte do trabalho será composta por análise sintática e

Leia mais

Conteúdos do Vestibulinho 2016

Conteúdos do Vestibulinho 2016 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL Vogais e Consoantes; O Alfabeto incluindo as letras (K,W,Y); Sons nasais (o uso do til); Separação de Sílabas; Alfabeto maiúsculo e minúsculo; Substantivo próprio e comum; Interpretação

Leia mais

O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Direito e a Coordenação de Direito da Faculdade Católica de Rondônia - FCR RESOLVEM:

O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Direito e a Coordenação de Direito da Faculdade Católica de Rondônia - FCR RESOLVEM: O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Direito e a Coordenação de Direito da Faculdade Católica de Rondônia - FCR RESOLVEM: Estabelecer as normas inerentes à realização de atividade simulada, doravante

Leia mais

Processo Seletivo Estudantes/2018 Conteúdo Programático

Processo Seletivo Estudantes/2018 Conteúdo Programático Processo Seletivo Estudantes/2018 Conteúdo Programático 2º ano do Ensino Fundamental Componente Curricular Conteúdo Leitura e interpretação textual; Ordem alfabética; Bilhete; Carta; Convenções gráficas.

Leia mais

CURSO DE DIREITO. Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: Professor: Tatiana Fantinatti Titulação: Graduada, Mestre e Doutora em Letras

CURSO DE DIREITO. Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: Professor: Tatiana Fantinatti Titulação: Graduada, Mestre e Doutora em Letras CURSO DE DIREITO Componente Curricular: Português Jurídico Código: DIR -192 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo: 2012.1 Professor: Tatiana Fantinatti Titulação: Graduada, Mestre e Doutora em Letras CH

Leia mais

O ESTUDO DAS PALAVRAS

O ESTUDO DAS PALAVRAS Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro vocálico... 6 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA FUVEST

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA FUVEST MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA FUVEST C1- Desenvolvimento do tema e organização do texto dissertativo-argumentativo (Peso 4) Aqui são avaliados se o aluno cumpriu todos

Leia mais

PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA

PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA ASSOCIAÇÃO ESCOLA 31 DE JANEIRO 2012/13 PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA TRANSVERSALIDADE NA CORREÇÃO DA ESCRITA E DA EXPRESSÃO ORAL DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS E CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INTRODUÇÃO A língua

Leia mais

CONCORDÂNCIA VERBAL GRAMÁTICA

CONCORDÂNCIA VERBAL GRAMÁTICA CONCORDÂNCIA VERBAL GRAMÁTICA CONCORDÂNCIA VERBAL Como regra geral, o verbo concorda com o núcleo do sujeito em número e pessoa. O candidato estuda para o ENEM. Os candidatos estudam para o ENEM. Se o

Leia mais

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação Mapeamento dos e correspondência com Para cada aspecto avaliado há uma ou mais habilidades correspondentes das Matrizes que o aluno precisa desenvolver Para desenvolver a competência escritora: o Crie

Leia mais

PROPOSTA DE REDAÇÃO. A importância da solidariedade. Vamos experimentar?

PROPOSTA DE REDAÇÃO. A importância da solidariedade. Vamos experimentar? SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 8 / 0 / 06 III ETAPA PRODUÇÃO DE TEXTO 7.º ANO/EF UNIDADE: ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:,0 MÉDIA:, RESULTADO:

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO Departamento de 1º Ciclo Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 4º ANO DISCIPLINA: Português PERÍODO 1º *Oralidade Interação discursiva >Princípio de cortesia;

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO / BOLSÃO CMS 2017 ENSINO FUNDAMENTAL 3º ANO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO / BOLSÃO CMS 2017 ENSINO FUNDAMENTAL 3º ANO 3º ANO Leitura e interpretação de Texto Escrita de frase de acordo com a figura Escrita dos nomes das figuras Separação de sílabas Sinais de pontuação Ortografia c / ç / l / u / s / ss / s com som de z

Leia mais

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º 1.º CEB Agrupamento de Escolas Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º Saber escutar para reproduzir pequenas mensagens e Compreensão do oral Leitura Escrita para cumprir ordens e pedidos Prestar

Leia mais

Decreto-Lei nº3 / 2008, de 7 de janeiro, Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24-

Decreto-Lei nº3 / 2008, de 7 de janeiro, Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24- INFORMAÇÃO DE PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA Português ANO LETIVO 2012/2013 TIPO DE PROVA: Escrita CÓDIGO DA PROVA: 81 ANO: 9º Decreto-Lei nº3 / 2008, de 7 de janeiro, Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de

Leia mais

Normas Gramaticais da Língua Portuguesa AULA 1. Temas: Tipos de Textos Níveis de Linguagens

Normas Gramaticais da Língua Portuguesa AULA 1. Temas: Tipos de Textos Níveis de Linguagens Normas Gramaticais da Língua Portuguesa AULA 1 Temas: Tipos de Textos Níveis de Linguagens Como você deve recordar, iniciamos o módulo de Redação Oficial comentando sobre o que é o texto, isto é, uma unidade,

Leia mais

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL)

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) Professor (a): NOME DO LIVRO: O MUNDINHO DE BOAS ATITUDES AUTOR:INGRID BIESEMEYER BELLINGHAUSEN Competências Perceber a importância do auto respeito. Desenvolver o senso critico.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS REDAÇÃO

LISTA DE EXERCÍCIOS REDAÇÃO LISTA DE EXERCÍCIOS REDAÇÃO P1-1º BIMESTRE 8 º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Comparar textos, buscando semelhança e diferenças quanto às ideias

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2017 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA HABILIDADES CONTEÚDOS Reconhecer, no contexto social, diferentes

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Ementário

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Ementário CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Ementário 1o SEMESTRE TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO TGA (80 horas) Introdução à administração e às organizações. Classificação das organizações. Estrutura organizacional. A atividade

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo Período

Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo Período Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo-2016-2017 Período Dias de aulas previstos 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 12 12 12 14 2.º período 12 13 12 13 13 3.º período 7 7

Leia mais

A escrita que faz a diferença

A escrita que faz a diferença A escrita que faz a diferença Inclua a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro em seu planejamento de ensino A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é uma iniciativa do Ministério

Leia mais

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA AULA 7 PG 1 Este material é parte integrante da disciplina Linguagem e Argumentação Jurídica oferecido pela UNINOVE. O acesso às atividades, as leituras interativas, os exercícios, chats, fóruns de discussão

Leia mais

SELEÇÃO PARA NOVOS ALUNOS TURMAS SÃO PAULO

SELEÇÃO PARA NOVOS ALUNOS TURMAS SÃO PAULO SELEÇÃO PARA NOVOS ALUNOS TURMAS SÃO PAULO 2 0 15 CONTEÚDOS DOS TESTES DE SELEÇÃO Para o 1º Ano do Ensino Médio LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LÍNGUA PORTUGUESA Norma ortográfica Grafia de vocábulos

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 Português (2.º Ciclo) Perfil de Aprendizagens Específicas

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 Português (2.º Ciclo) Perfil de Aprendizagens Específicas ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 Português (2.º Ciclo) Perfil de Aprendizagens Específicas (ponto 2 do artigo 7º do Despacho Normativo nº1-f/2016, de 5 de abril) 5.º Ano Interpretar textos orais breves.

Leia mais