Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 4ª 03/07/2009 Alteração do critério de aplicação e nos desenhos do ANEXO I.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 4ª 03/07/2009 Alteração do critério de aplicação e nos desenhos do ANEXO I."

Transcrição

1 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede ódigo Edição Data VR ª Folha 1 DE 9 03/08/09 HISTÓRIO DE MODIFIAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior 1ª 16/11/06 Edição inicial. 2ª 06/09/07 Adequação ao novo formato do modelo no SGN. 3ª 29/0/09 Revisão do Modelo; Alteração do título; Incluído critério para aplicação a unidades consumidoras com demanda até 42kVA. 4ª 03/07/09 Alteração do critério de aplicação e nos desenhos do ANEXO I. ª 03/08/09 Acrescentado detalhe de instalação e construção do M-6 do lado direito e do lado esquerdo do D Tipo. GRUPOS DE AESSO Nome dos grupos Diretor-Presidente, Superintendentes, Gerentes, Gestores, Funcionários e Prestadores de Serviços. NORMATIVOS ASSOIADOS Nome dos normativos SM Fornecimento de Energia Elétrica a Edificações de Uso oletivo. VR ondições Técnicas Gerais.

2 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) ÍNDIE Página 1. OBJETIVO RESPONSABILIDADES DEFINIÇÕES RITÉRIOS...3. REFERÊNIAS APROVAÇÃO...4 ANEXO I. ENTRO DE MEDIÇÃO PARA 6 MEDIDORES M-6 (TIPO )... VR ª Edição 03/08/09 2 de 9

3 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) 1.OBJETIVO Estabelecer a especificação sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ). 2.RESPONSABILIDADES ompete aos órgãos responsáveis pelo patrimônio, suprimento, planejamento, engenharia, projeto, construção, ligação, serviços comerciais, manutenção, telecomunicação, automação e operação, cumprir e fazer cumprir este instrumento normativo. 3.DEFINIÇÕES Os termos utilizados estão definidos nas NBR citadas nesta especificação. 4.RITÉRIOS 4.1MATERIAIS a) hapas externas hapa ABNT-06 Nº 18, galvanizada eletrolíticamente; b) hapas internas hapa ABNT-06 Nº, galvanizada eletrolíticamente; c) Visor do módulo individual de medição material polimérico transparente polido com grau de transparência de 7% na faixa do comprimento da onda da luz visível, medido em amostra com 3,2 mm de espessura resistentes aos raios UV e com espessura mínima de 2 mm. 4.2AABAMENTO As chapas de aço utilizadas devem ser livres de defeitos internos e externos, apresentando superfícies lisas, sem mossas, rachaduras e outras imperfeições, as bordas devem ser boleadas e sem quinas. A caixa depois de montada deve receber uma pintura eletrostática em epóxi na cor cinza claro notação munsell N 6.. As camadas de tinta e galvanização da caixa devem ter espessura média de película seca de 1µm e nenhum ponto abaixo de 80µm. 4.3IDENTIFIAÇÃO ada caixa deve ser adequadamente identificada de forma legível, visível e indelével e conter no mínimo as informações abaixo: a) Nome e marca comercial do fabricante; b) Data de fabricação (mês/ano). 4.4EMBALAGEM Devem ser observadas as exigências básicas da ELPE relativas à embalagem, conforme disposto na Norma VR ondições Técnicas Gerais. 4.APLIAÇÃO Medição e faturamento em edificações de uso coletivo atendidas em BT, em unidades consumidoras com ramal de distribuição até 16mm², conforme disposto na Norma SM Fornecimento de Energia Elétrica a Edificações de uso coletivo. 4.6INFORMAÇÕES ADIIONAIS O centro de medição deve ser fornecido com fecho triangular na porta de disjuntores, duas chaves para fecho triangular e dispositivo com tubulete, de 11mm de diâmetro interno, na tampa dos Módulos de Medição Individual, ver folha 03, para instalação de parafuso lobular (fusível), M6x1mm com rosca tipo 6G. A tampa da caixa deve ser dotada de borracha para vedação do visor de policarbonato. Todos os M-6 devem vir com cópia do certificado de qualidade do visor de policarbonato. VR ª Edição 03/08/09 3 de 9

4 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ).REFERÊNIAS Os materiais devem atender às exigências da última revisão das normas da ABNT, resoluções dos órgãos regulamentadores oficiais, relacionadas em sua especificação sucinta, em especial as listadas a seguir: NBR 426 Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos; NBR 7008 hapas e bobinas de aço revestidas com zinco ou com liga zinco-ferro pelo processo contínuo de imersão a quente - Especificação; NBR Bobinas finas e chapas finas de aço-carbono e de aço baixa liga e alta resistência - Requisitos gerais. Na ausência de normas específicas da ABNT ou em casos de omissão das mesmas, devem ser observados os requisitos das últimas edições das normas e recomendações das seguintes instituições: ANSI American National Standard Institute, inclusive o National electric Safety ode (NES); NEMA National Electrical Manufacturers Association NE National Electrical ode IEEE Institute of Electrical and Electronics Engineers IE International Electrotechnical ommission. 6.APROVAÇÃO BRUNO DA SILVEIRA LOBO Departamento de Planejamento de Investimentos EPI VR ª Edição 03/08/09 4 de 9

5 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) ANEXO I. ENTRO DE MEDIÇÃO PARA 6 MEDIDORES M-6 (TIPO )) M-6-E (Ver Folha 02) M-6-D (Ver Folha 03) D TIPO - VR (Portas Abertas) OTAS EM MILÍMETROS VERSÃO: S/ESALA FOLHA: /0 DATA: 03/08/09 DESENHO: 30-3 APROVADO: EIEB ENTRO DE MEDIÇÃO PARA 6 MEDIDORES - M-6 DETALHE DE MONTAGEM OM D TIPO VR ª Edição 03/08/09 de 9

6 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) Ø MÓDULO DE MEDIÇÃO INDIVIDUAL (VER FOLHA 04) , 6 FUROS Ø 32 B 7 80 A VISTA DE LADO 32, DPS 10 Ø8mm (PARA ATERRAMENTO) 130 DISJUNTOR B (Porta de Disjuntores Aberta) NOTA 04 A ORTE "A-A" DET. ORTE "B-B" 1 23 DETALHE ORTE "-" F F SOLDA ELETROALHA PORTA Ø DETALHE 02 (PORTA) Ø NOTAS: 1 - OS PARAFUSOS PARA FIXAÇÃO DAS HAPAS DEVEM SER SOLDADOS; 2 - A FIXAÇÃO DAS DOBRADIÇAS NAS PORTAS DEVEM SER INTERNAS; 3 - A LINGUETA PARA DEVE SER SOLDADA INTERNAMENTE; 4 - DEVE SER PINTADO NA ELETROALHA A LETRA "F" INFORMANDO O LADO DA FONTE DO QUADRO. ÓDIGO: 301 OTAS EM MILÍMETROS VERSÃO: S/ESALA FOLHA: 02/0 DATA: 03/08/09 DESENHO: 30-3 APROVADO: EIEB ENTRO DE MEDIÇÃO PARA 6 MEDIDORES - M-6-E (TIPO ) (MONTAGEM DO LADO ESQUERDO) VR ª Edição 03/08/09 6 de 9

7 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) Ø A 20 MÓDULO DE MEDIÇÃO INDIVIDUAL (VER FOLHA 04) B FUROS Ø 32 2 VISTA DE LADO 84, 32, DPS A (Porta de Disjuntores Aberta) NOTA B 130 Ø8mm (PARA ATERRAMENTO) DISJUNTOR ORTE "A-A" DET. ORTE "B-B" 1 23 DETALHE F F ORTE "-" ELETROALHA SOLDA PORTA Ø2 DETALHE 02 (PORTA) Ø2 NOTAS: 1 - OS PARAFUSOS PARA FIXAÇÃO DAS HAPAS DEVEM SER SOLDADOS; 2 - A FIXAÇÃO DAS DOBRADIÇAS NAS PORTAS DEVEM SER INTERNAS; 3 - A LINGUETA PARA DEVE SER SOLDADA INTERNAMENTE; 4 - DEVE SER PINTADO NA ELETROALHA A LETRA "F" INFORMANDO O LADO DA FONTE DO QUADRO. ÓDIGO: 301 OTAS EM MILÍMETROS VERSÃO: S/ESALA FOLHA: 03/0 DATA: 03/08/09 DESENHO: 30-3 APROVADO: EIEB ENTRO DE MEDIÇÃO PARA 6 MEDIDORES - M-6-D (TIPO ) (MONTAGEM DO LADO DIREITO) VR ª Edição 03/08/09 7 de 9

8 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) TUBULETE Ø 11 (INTERNO) PONTO DE INSTALAÇÃO DO PARAF. LOBULAR OU SEGURANÇA 7 11 TAMPA 2 TAMPA 02 TAMPA 2 (VER FOLHA 03) TAMPA 02 (VER FOLHA 03) PORA P/ INST. DO PARAF. LOBULAR NOTAS: 1 - A TAMPA DA AIXA DEVE SER DOTADA DE BORRAHA PARA VEDAÇÃO DO VISOR DE POLIARBONATO. ÓDIGO: 301 OTAS EM MILÍMETROS VERSÃO: DATA: 03/08/09 S/ESALA DESENHO: 30-3 FOLHA: 04/0 APROVADO: EIEB ENTRO DE MEDIÇÃO PARA 6 MEDIDORES - M-6 TIPO (DETALHES) VR ª Edição 03/08/09 8 de 9

9 Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 (Tipo ) TUBULETE DE Ø HAPA DE POLIARBONATO ORTE "E-E" 04 D E SOLDA SOLDA HAPA DE POLIARBONATO DE 2mm DE ESPESSURA E VISTA DE FRENTE D VISTA DE TRÁS ORTE "D-D" Ø Ø NOTAS: 1 - A TAMPA DA AIXA DEVE SER DOTADA DE BORRAHA PARA VEDAÇÃO DO VISOR DE POLIARBONATO. ÓDIGO: 301 OTAS EM MILÍMETROS VERSÃO: DATA: 03/08/09 S/ESALA DESENHO: 30-3 FOLHA: 0/0 APROVADO: EIEB ENTRO DE MEDIÇÃO PARA 6 MEDIDORES - M-6 TIPO (DETALHES) VR ª Edição 03/08/09 9 de 9

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de entro de Medição para 6 Medidores M-6 Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede ódigo Edição Data VR.-00.223 2ª Folha

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 4ª 06/07/2009 Alteração do critério de aplicação e nos desenhos do ANEXO I.

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 4ª 06/07/2009 Alteração do critério de aplicação e nos desenhos do ANEXO I. Especificação Sucinta de entro de Medição para 9 Medidores M-9 (Tipo ) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede ódigo Edição Data VR.-00.080

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Centro de Distribuição CD (Tipo 04) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR.-00.252 1ª Folha

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Caixa Modelo F5 Uso Interno Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR.-00.197 2ª Folha 1 DE

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Quadro de Distribuição Geral - QDG -(Tipo 02) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.226

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Centro de Distribuição CD (Tipo ) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR.-00.078 3ª Folha

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Centro de Distribuição CD (Tipo 02) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.5 1ª

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Caixa Modelo F5 Uso Externo Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR.-00.198 2ª Folha 1 DE

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Quadro de Distribuição Geral - QDG (Tipo 01) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.220

Leia mais

HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior

HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior Especificação Sucinta de Centro de Distribuição - CD (Tipo 03) Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.227

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR.-00.199 Folha 2ª 1 DE 6 08/07/09 HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações

Leia mais

CÓPIA NÃO CONTROLADA - 29/08/2017

CÓPIA NÃO CONTROLADA - 29/08/2017 TÍTULO: ESP.DISTRIBU-ENGE-17 1/7 1 OBJETIVO Estabelecer a especificação de caixa para medição indireta de uso externo modelo F4. 2 RESPONSABILIDADES Compete aos órgãos responsáveis pelo patrimônio, suprimento,

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 15/02/2007 Retirado o tubulete da caixa de muflas do medidor.

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 15/02/2007 Retirado o tubulete da caixa de muflas do medidor. Especificação Sucinta de Caixa Modelo F3 Uso Externo Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.4 4ª Folha 1

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 15/02/2007 Retirado o tubulete da caixa de muflas do medidor.

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 15/02/2007 Retirado o tubulete da caixa de muflas do medidor. Especificação Sucinta de Caixa Modelo F4 Uso Externo Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.5 5ª Folha 1

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 15/02/2007 Retirado o tubulete da caixa de muflas do medidor.

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 15/02/2007 Retirado o tubulete da caixa de muflas do medidor. Especificação Sucinta de Caixa Modelo F4 Uso Externo Processo Planejamento, Ampliação e Melhoria da Rede Elétrica Atividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.5 6ª Folha 1

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos Especificação Sucinta de Centro de Medição para 9 Medidores CM-9 (Tipo Processo Planejamento, mpliação e Melhoria da Rede Elétrica tividade Planeja o Desenvolvimento da Rede Código Edição Data VR01.01-00.251

Leia mais

Caixa de passagem Ex e / Ex tb

Caixa de passagem Ex e / Ex tb Tomadas/Plugs Painéis Caixa de passagem Ex e / Ex tb Segurança aumentada, tempo e jatos potentes d água. Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper

Leia mais

Caixa para Medidor Monofásico

Caixa para Medidor Monofásico N O Data Revisões Visto Vanderlei Robadey Aprov. Antônio C.Alves Página 1 de 6 75± 75±5 N O Data Revisões Visto Vanderlei Robadey Aprov. Antônio C.Alves Página 2 de 6 N O Data Revisões Visto Vanderlei

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 12 / 04 / 2013 1 de 1 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis do poste de aço, com seção transversal quadrada, para utilização em padrões de entrada

Leia mais

Caixa concentradora de disjuntores

Caixa concentradora de disjuntores FIGURA 1 - CAIXA COM TAMPA 532 15 4 2,5 162 120 42 DETALHE 1 VISTA SUPERIOR DETALHE 2 49 ALINHAMENTO ENTRE A JANELA PARA DISJUNTOR E O TRILHO PARA DISJUNTOR TAMPA DA JANELA PARA DISJUNTOR JANELA VENEZIANA

Leia mais

agrupados Nº DET 1

agrupados Nº DET 1 CAIXA COM TAMPA VISTA SUPERIOR 22 100 27 53 FURO PARA LACRE Ø2 20 VISTA LATERAL DIREITA ROSCA W 1/4" PARA PARAFUSO DE SEGURANÇA 11 DET 1 VISTA INFERIOR DET 1 Código 6790320 Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de unidades consumidoras do Grupo

Leia mais

uso externo Nº 2117 1

uso externo Nº 2117 1 Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei Robadey Página 1 de 12 DESENHO 2 - CORPO DA CAIXA DISPOSITIVO PARA LACRE DE SEGURANÇA A B ROSCA M6 x 1 TORRE DE FIXAÇÃO ROSCA M10 x 1,5 C TORRE DE FIXAÇÃO ROSCA M10 x

Leia mais

Postes e Caixas para Medição de Energia Elétrica de Unidades Consumidoras. Norma. Revisão 02 08/2014 NORMA ND.16

Postes e Caixas para Medição de Energia Elétrica de Unidades Consumidoras. Norma. Revisão 02 08/2014 NORMA ND.16 Postes e Caixas para Medição de Energia Elétrica de Unidades Consumidoras Norma 08/14 NORM ELEKTRO Eletricidade e Serviços S.. Diretoria de Operações Gerência Executiva de Engenharia, Planejamento e Operação

Leia mais

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo IV

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo IV 1- ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Esta padronização se aplica a entradas de consumidores polifásicos onde o padrão de entrada tem medição voltada para a calçada, atendidos em tensão secundária de distribuição das

Leia mais

CAIXA PADRÃO DAE PARA HIDRÔMETROS

CAIXA PADRÃO DAE PARA HIDRÔMETROS CAIXA PADRÃO DAE PARA HIDRÔMETROS ETM 007 VERSÃO 2 Jundiaí 2014 ETM-007 Sumário 1 Objetivo...2 2 Referências normativas...2 3 Definições...2 4 Requisitos gerais...2 Requisitos da caixa padrão DAE S/A para

Leia mais

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO CAIXAS EM CHAPA DE AÇO OU ALUMÍNIO PARA UTILIZAÇÃO EM ENTRADAS DE UNIDADES CONSUMIDORAS

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO CAIXAS EM CHAPA DE AÇO OU ALUMÍNIO PARA UTILIZAÇÃO EM ENTRADAS DE UNIDADES CONSUMIDORAS SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO ESPECIFICAÇÃO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO ES.DT.PDN.01.01.161 UTILIZAÇÃO EM ENTRADAS DE UNIDADES 01 APROVADO POR JOSELINO SANTANA FILHO ENGENHARIA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO SUMÁRIO

Leia mais

N.Documento: Categoria: Versão: Aprovado por: Data Publicação: Página: Instrução 1.1 Ronaldo Antônio Roncolatto 03/02/ de 8

N.Documento: Categoria: Versão: Aprovado por: Data Publicação: Página: Instrução 1.1 Ronaldo Antônio Roncolatto 03/02/ de 8 INDICE 1- ÂMBITO DE APLICAÇÃO 2 - DESENHO DO MATERIAL 3 - CARACTERÍSTICAS GERAIS 4 - CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS 5 - MATERIAL 6 - ENSAIOS 7 - IDENTIFICAÇÃO 8 - HISTÓRICO DE REVISÃO 12905 Instrução 1.1

Leia mais

Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Itapira (ISO 9001 Em Processo de Implantação) ANEXO II TERMO DE REFERÊCIA E LAUDO DE INSPEÇÃO

Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Itapira (ISO 9001 Em Processo de Implantação) ANEXO II TERMO DE REFERÊCIA E LAUDO DE INSPEÇÃO (ISO Em Processo de Implantação) ANEXO II TERMO DE REFERÊCIA E LAUDO DE INSPEÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO DE CAIXAS DE ABRIGO PARA HIDRÔMETRO E KIT CAVALETE REFERÊNCIA NORMATIVA: NBR5688/

Leia mais

[1] NBR 5426:1989 Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos;

[1] NBR 5426:1989 Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos; 17 / 05 / 2012 1 de 8 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para o parafuso de cabeça abaulada utilizado nas Redes de Distribuição da CEMAR.

Leia mais

Caixa para medidor polifásico

Caixa para medidor polifásico FIRUGA 1: CAIXA COM TAMPA 252 VISTA SUPERIOR 132 74 A 385 PRÉ-FURO Ø5 48 A Ø2 FURO PARA LACRE MÍN. 10,5 15 LUVA W1/4 VISTA LATERAL ESQUERDA VISTA FRONTAL VISTA LATERAL DIREITA 35 39 51 VISTA INFERIOR Código

Leia mais

Caixa para medidores com ou sem leitura por vídeo câmeras

Caixa para medidores com ou sem leitura por vídeo câmeras Dobradiça Furação para passagem de cabo de Ø21 mm ( 12x ) Vista Inferior Item 1 e 2 Adaptador para parafuso A.A. Fixação dos trilhos através de parafuso e porca ( possibilitando regulagem ) Trilho de fixação

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO SINALIZAÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO SINALIZAÇÃO PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTALINA OBRA: SINALIZAÇÃO HORIZONTAL E VERTICAL MEMORIAL DESCRITIVO SINALIZAÇÃO INTRODUÇÃO Devido ao pequeno tráfego de pessoas nos locais a serem pavimentados foi

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Nome dos grupos HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Norma Processo Operar, Gerenciar Incidências e Manter a Rede elétrica Atividade Estuda, Planeja e Controla a Manutenção em Rede de Distribuição e Inspeção de Rede Código Edição

Leia mais

Quadro para Instrumentos para Medição Agrupada de Consumidor

Quadro para Instrumentos para Medição Agrupada de Consumidor CARACATERÍSTICAS DOS QUADROS ITEM FUNÇÃO CÓDIGO 01 PROTEÇÃO GERAL 300A E MEDIÇÃO DIRETA DO SERVIÇO 6797335 02 PROTEÇÃO GERAL 800A E MEDIÇÃO DIRETA DO SERVIÇO 6797338 03 PROTEÇÃO GERAL 800A E MEDIÇÃO INDIRETA

Leia mais

ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA

ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA 1. OBJETIVO 1 2. CAMPO DE APLICAÇÃO 1. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 1 4. CONDIÇÕES GERAIS 1 5. CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 2 5.1 Caixas em Policarbonato 2 5.2 Barra Chata para

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 16 / 04 / 2013 1 de 18 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza os requisitos mínimos exigíveis para o fornecimento de Caixas Poliméricas de Medição e Proteção, destinadas ao abrigo de medidores

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD - 3.06 PADRÃO DE CAIXAS DE MEDIÇÃO, PROTEÇÃO E DERIVAÇÃO PARA MEDIÇÃO INDIVIDUAL E AGRUPADA 2ª EDIÇÃO JULHO - 2012 DIRETORIA DE ENGENHARIA SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO

Leia mais

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo V

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo V 1- ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Esta padronização se aplica a entradas de consumidores polifásicos onde o padrão de entrada tem medição voltada para a calçada atendidos em tensão secundária de distribuição das

Leia mais

Caixas para Medição. Destaques da Linha SISTEMA DE INSTALAÇÃO ELÉTRICA E DE COMUNICAÇÃO

Caixas para Medição. Destaques da Linha SISTEMA DE INSTALAÇÃO ELÉTRICA E DE COMUNICAÇÃO SISTEM DE INSTLÇÃO ELÉTRI E DE OMUNIÇÃO P. 130 aixas para Medidores Padrão EEE RGE ES (Sul) Individual P. 132 aixas para Medidores Padrão EEE RGE ES (Sul) grupamento P. 132 aixas de Proteção para Medidores

Leia mais

Caixa para Medidor Monofásico Eletrônico

Caixa para Medidor Monofásico Eletrônico Código 6783261 N O Data Revisões Aprov. Vanderlei Robadey Página 1 de 7 N O Data Revisões Aprov. Vanderlei Robadey Página 2 de 7 N O Data Revisões Aprov. Vanderlei Robadey Página 3 de 7 1 Material 1.1

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência mecânica

Leia mais

CAIXAS PARA EQUIPAMENTOS DE MEDIÇÃO E PROTEÇÃO

CAIXAS PARA EQUIPAMENTOS DE MEDIÇÃO E PROTEÇÃO NORM 1. TÉNI IXS PR EQUIPMENTOS DE MEDIÇÃO E PROTEÇÃO DEPRTMENTO DE PLNEJMENTO E ENGENHRI DPE OJETIVO SISTEM DE DOUMENTOS NORMTIVOS SUSISTEM DE NORMS TÉNIS NORM DE I XS PR EQUIPMENTOS DE MEDIÇÃO E PROTEÇÃO

Leia mais

Padrão Técnico Distribuição

Padrão Técnico Distribuição 1- ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Esta padronização se aplica a entradas de consumidores polifásicos onde o padrão de entrada tem medição voltada para o terreno, atendidos em tensão secundária de distribuição das

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIO ALTO SIMPLES GUARDA VOLUMES ALS-07 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-465 CÓDIGOS ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DEGSS

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIO ALTO SIMPLES GUARDA VOLUMES ALS-07 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-465 CÓDIGOS ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DEGSS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ARMÁRIO ALTO SIMPLES GUARDA VOLUMES NÚMERO: 132026 DESENHO: DT-465/1 EMISSÃO: ABRIL/2013 VALIDADE: ABRIL/2018 REVOGA: 072055 REVOGA DESENHO: DT-465 CÓDIGOS ERP: 10201603-8 ORGÃO DEMANDANTE:

Leia mais

Gerência de Suprimentos e Logística: Solicitar em sua rotina de aquisição material conforme especificado nesta Norma;

Gerência de Suprimentos e Logística: Solicitar em sua rotina de aquisição material conforme especificado nesta Norma; 17 / 05 / 2012 1 de 10 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para parafuso olhal utilizado nas Redes e Linhas de Distribuição da CEMAR. 2 CAMPO

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação AR14 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

Fabricante/Fornecedor: Fabricar/Fornecer materiais conforme exigências desta Especificação Técnica.

Fabricante/Fornecedor: Fabricar/Fornecer materiais conforme exigências desta Especificação Técnica. 29/01/2018 1 de 5 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para Arruela Presilha, utilizados nas Redes de Distribuição da Companhia Energética

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação AR14 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. CERON PREGÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA ANEXO XIII DO EDITAL

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. CERON PREGÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA ANEXO XIII DO EDITAL Eletrobrás MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA ANEXO XIII DO EDITAL Anexo XIII do Pregão Eletrônico n 029/2009 Página 1 de 11 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TRANSFORMADORES DE CORRENTE AUXILIARES 0,6 KV USO INTERIOR

Leia mais

CONHEÇA AQUI O PADRÃO PARA NOVA LIGAÇÃO

CONHEÇA AQUI O PADRÃO PARA NOVA LIGAÇÃO CONHEÇA AQUI O PADRÃO PARA NOVA LIGAÇÃO Para que a Celpa ligue a sua luz pela primeira vez, você precisa estar com o padrão de entrada de energia instalado corretamente. Chamamos de Padrão de Entrada Celpa

Leia mais

Caixa de ligação Ex d / Ex tb

Caixa de ligação Ex d / Ex tb Caixa de ligação Ex d / Ex tb A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 26 / 07 / 2013 1 de 5 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis de suporte L para fixação de Chave Fusível e para-raios em cruzeta para utilização

Leia mais

NORMA TÉCNICA NTE PADRÃO PRÉ-FABRICADO. Cuiabá Mato Grosso - Brasil

NORMA TÉCNICA NTE PADRÃO PRÉ-FABRICADO. Cuiabá Mato Grosso - Brasil NORMA TÉCNICA NTE - 011 PADRÃO PRÉ-FABRICADO Cuiabá Mato Grosso - Brasil 1. OBJETIVO Esta norma tem por objetivo padronizar, especificar e fixar os critérios e as exigências técnicas mínimas relativas

Leia mais

HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Alterações e Inclusão de ensaios.

HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Alterações e Inclusão de ensaios. Processo Planejar, Ampliar e Melhorar o Sistema Elétrico Atividade Obras de Distribuição Código Edição Data VR01.02-00.003 Folha 9ª 1 DE 43 04/07/2013 HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em

Leia mais

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo III

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo III 1- ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Esta padronização se aplica a entradas de consumidores polifásicos onde o padrão de entrada tem medição voltada para o terreno, atendidos em tensão secundária de distribuição das

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 11 / 04 / 2013 1 de 1 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para Arruela Presilha, utilizados nas Redes de Distribuição da Companhia Energética

Leia mais

HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Alterações e Inclusão de ensaios.

HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Alterações e Inclusão de ensaios. Processo Planejar, Ampliar e Melhorar a Rede Elétrica Atividade Obras de Distribuição Código Edição Data VR01.02-00.003 Folha 5ª 1 DE 33 28/09/2007 HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Edição Data Alterações em relação

Leia mais

EWR 63. Painel com Disjuntor Ex d

EWR 63. Painel com Disjuntor Ex d Painel com Disjuntor Ex d Naville Iluminação LTDA. Divisão Automação 05 EWR6 PAINEL À PROVA DE EXPLOSÃO Ex d IIB MONTADO COM DISJUNTOR TERMOMAGNÉTICO APLICAÇÃO Material indicado para utilização em instalações

Leia mais

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo II

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo II 1- ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Esta padronização se aplica a entradas de consumidores monofásicos e bifásicos onde o padrão de entrada tem medição voltada para o terreno, atendidos em tensão secundária de distribuição

Leia mais

3 REFERÊNCIAS 4 DISPOSIÇÕES GERAIS

3 REFERÊNCIAS 4 DISPOSIÇÕES GERAIS Elaborador: Mário Sérgio de Medeiros Damascena ET - 05.117.01 1 de 6 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis de pino de isolador para utilização

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG. Especificação Técnica revisada conforme FSET nº 175/2011 acordado com o DERAT.

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG. Especificação Técnica revisada conforme FSET nº 175/2011 acordado com o DERAT. EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE ACESSIBILIDADE- MAC- 01 ERG NÚMERO: 132008 DESENHO: DT- 494/7 EMISSÃO: MARÇO/2013 VALIDADE: MARÇO/2015 REVOGA: 082104 REVOGA

Leia mais

Painel com disjuntores

Painel com disjuntores Painel com disjuntores AR Tomadas/Plugs Painéis A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Painel de distribuição, alimentação, proteção, etc. montados em invólucros fabricados

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES ANEXO - I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1 - OBJETIVO: Tem este o objetivo de esclarecer e orientar os diversos serviços para a construção de um abrigo para o grupo gerador de 380/220 V, 55 KVA e interligações

Leia mais

Catalogo de Produtos. Novembro/2017. Confidencial

Catalogo de Produtos. Novembro/2017. Confidencial Catalogo de Produtos Novembro/2017 Confidencial Caixa Monofásica Código Modelo 900000 CELESC 900002 AN COPEL Suporte para Medidor Visor de Vidro Local para Disjuntor (DIN e NEMA) Sistema Modular de agrupamento

Leia mais

Caixas de Policarbonato para Padrão de Entrada de Baixa Tensão com Leitura Voltada para a Via Pública

Caixas de Policarbonato para Padrão de Entrada de Baixa Tensão com Leitura Voltada para a Via Pública CT - 67 Caixas de Policarbonato para Padrão de Entrada de Baixa Tensão com Leitura Voltada para a Via Pública Comunicado Técnico Diretoria de Engenharia Gerência de Padrões, P&D e Eficiência Energética

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 26 / 04 / 2013 1 de 6 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para grampo de linha viva utilizado nas Redes de Distribuição Aéreas da Companhia

Leia mais

CC-MD 24 RESERVATORIO ELEVADO 16agosto17

CC-MD 24 RESERVATORIO ELEVADO 16agosto17 CC-MD 24 RESERVATORIO ELEVADO 16agosto17 INTRODUÇÃO: O presente Memorial descreve e especifica os requisitos mínimos para fornecimento e instalação de reservatório de agua potável e incêndio, para a Escola

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 01 / 04 / 2013 1 de 8 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para parafuso de cabeça quadrada utilizado nas Redes e Linhas de Distribuição da

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA BALCÃO POLIVALENTE BP ERG-03. Especificação Técnica revisada, conforme FSET nº. 43/2016 acordado com o DEOPE e DESAU.

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA BALCÃO POLIVALENTE BP ERG-03. Especificação Técnica revisada, conforme FSET nº. 43/2016 acordado com o DEOPE e DESAU. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA BALCÃO POLIVALENTE NÚMERO: 162005 DESENHO: EMISSÃO: NOVEMBRO/2016 VALIDADE: NOVEMBRO/2021 REVOGA: 112050 REVOGA DESENHO: CÓDIGO ERP: 10050465-5 ORGÃO DEMANDANTE: DEOPE/DESAU APLICAÇÃO:

Leia mais

EE CAIXA EM AÇO CARBONO

EE CAIXA EM AÇO CARBONO CTÁOGO GER EE CIX EM ÇO CRBONO CERTIFICÇÕES IP 6 (NBR IEC 6029, DIN 00, IEC 29) PICÇÃO inha EE apresenta abertura e flange na parte inferior, o que possibilita a amarração de cabos. s caixas possuem construção

Leia mais

Caixa de ligação Ex d / Ex tb

Caixa de ligação Ex d / Ex tb Iluminação Índice/Info Caixa de ligação Ex d / Ex tb AWR14 A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido

Leia mais

Painel com disjuntores Ex d / Ex tb

Painel com disjuntores Ex d / Ex tb Tomadas/Plugs Painéis Painel com disjuntores Ex d / Ex tb A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Painel de distribuição, alimentação, proteção, etc. montados em

Leia mais

DIRETORIA FINANCEIRA CONTROLE DE DISTRIBUIÇÃO

DIRETORIA FINANCEIRA CONTROLE DE DISTRIBUIÇÃO GERÊNCIA DE SUPRIMENTOS 01 CARRETEL DE MADEIRA PARA EXPORTAÇÃO FICAP OPTEL CONTROLE DE DISTRIBUIÇÃO ÁREA SIGLA DATA DISTRIBUIÇÃO Suprimentos Tecnologia Cabos Ópticos Fs Tto GERÊNCIA DE SUPRIMENTOS 1/18

Leia mais

Especi cação Técnica Cabo OPGW

Especi cação Técnica Cabo OPGW Especi cação Técnica Cabo OPGW No Especificação.: ZTT 15-48656 Revisão: DS_V.00-15/02/2016 Escrito por: Fabricante: ZTT Cable - Jiangsu Zhongtian Technology Co.,td. Gerencia Técnica Escritório Comercial

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO PARA FRANQUEADORA GRANDE MA-04

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO PARA FRANQUEADORA GRANDE MA-04 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA NÚMERO: 132011 DESENHO: DT-573/2 EMISSÃO: MARÇO/20 VALIDADE: MARÇO/2020 REVOGA: 102028 REVOGA DESENHO: DT-573/1 CÓDIGO ERP: 10201149-4 ÓRGÃO DEMANDANTE: DERAT/DESAP Aplicação: Grupo:

Leia mais

18/51 ANEXO 1 DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS EMPRESAS E PREÇOS REGISTRADOS DELTA CABLE TELE INFORMATJCA COM E REP COMERCIAIS LTOA ENDEREÇO CNPJ

18/51 ANEXO 1 DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS EMPRESAS E PREÇOS REGISTRADOS DELTA CABLE TELE INFORMATJCA COM E REP COMERCIAIS LTOA ENDEREÇO CNPJ MI NISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ANEXO 1 DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS EMPRESAS E PREÇOS REGISTRADOS EMPRESA (9) DELTA CABLE TELE INFORMATJCA COM E REP COMERCIAIS LTOA ENDEREÇO CNPJ TELEFONE/FAX REPRESENTANTE LEGAL

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 03 / 04 / 2013 1 de 1 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para parafuso tipo J utilizado na fixação de células capacitivas na montagem de

Leia mais

IP66. PAINEL À PROVA DE EXPLOSÃO Ex d IIB MONTADO COM DISJUNTOR TERMOMAGNÉTICO EWR63. Caracterís cas Gerais MATERIAL EXPLOSÃO

IP66. PAINEL À PROVA DE EXPLOSÃO Ex d IIB MONTADO COM DISJUNTOR TERMOMAGNÉTICO EWR63. Caracterís cas Gerais MATERIAL EXPLOSÃO PAINEL À PROVA DE EXPLOSÃO Ex d IIB MONTADO COM DISJUNTOR TERMOMAGNÉTICO EWR6 MATERIAL EXPLOSÃO IP66 Material indicado para u lização em instalações de áreas potencialmente explosivas: Indústrias químicas,

Leia mais

Ferragem de rede aérea que se fixa numa superfície, em geral a face superior de uma cruzeta, na qual, por sua vez, é fixado um isolador de pino.

Ferragem de rede aérea que se fixa numa superfície, em geral a face superior de uma cruzeta, na qual, por sua vez, é fixado um isolador de pino. 26 / 07 / 2011 1 de 10 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis do pino de isolador para utilização nas Redes de Distribuição da CEMAR. 2 CAMPO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA PAINEL DE MEDIÇÃO PARA FATURAMENTO Código: 31820

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA PAINEL DE MEDIÇÃO PARA FATURAMENTO Código: 31820 Especificação Técnica para Painel de Medição de Faturamento - SME.TR.083/00 Pág. 1/7 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA PAINEL DE MEDIÇÃO PARA FATURAMENTO CELG D CELG Distribuição S.A. Setor de Medição DC - SME

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2013 GERÊNCIA ADMINISTRATIVA TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2013 GERÊNCIA ADMINISTRATIVA TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LOTE 2 EDITAL DE LICITAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO MOBILIÁRIO DIRETORIA 1 MESAS COM TAMPO DE MADEIRA 1.1 MESA PRINCIPAL COM TAMPO DE MADEIRA C/ DETALHE EM COURO - O Tampo da mesa deverá ser confeccionado em

Leia mais

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo H. Sumário

Padrão Técnico Distribuição Caixa de Medição Tipo H. Sumário Sumário 1 Âmbito de Aplicação...2 2 Objetivo...2 3 Características da caixa tipo H...2 3.1 Material...2 3.2 Identificação...2 3.3 Alojamento do medidor...2 3.4 Sistema de ventilação...2 3.5 Espessura da

Leia mais

QUADRO DE MEDIDORES PARA PRÉDIO DE MÚLTIPLAS UNIDADES CONSUMIDORAS NTD-23

QUADRO DE MEDIDORES PARA PRÉDIO DE MÚLTIPLAS UNIDADES CONSUMIDORAS NTD-23 QUADRO DE MEDIDORES PARA PRÉDIO DE MÚLTIPLAS UNIDADES CONSUMIDORAS NTD-23 INDICE 1- OBJETIVO... 03 2- CONDIÇÕES GERAIS... 03 2.1- GENERALIDADES... 03 2.2- IDENTIFICAÇÃO... 03 3- CONDIÇÕES ESPECÍFICAS...

Leia mais

a) ABNT NBR 15820:2010 caixa para medidor de energia elétrica requisitos; b) ABNT NBR 11003:2009 tintas determinação da aderência;

a) ABNT NBR 15820:2010 caixa para medidor de energia elétrica requisitos; b) ABNT NBR 11003:2009 tintas determinação da aderência; MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0004 CAIXAS PARA APLICAÇÃO EM MEDIÇÃO DESCENTRALIZADA E COM UTILIZAÇÃO DE BARRAMENTO BLINDADO 1/18 1. FINALIDADE

Leia mais

PROELEVA. proeleva.com. Soluções em peças de reposição que produzem RESULTADOS positivos CONJUNTO DE CAMINHO DE ROLAMENTO PARA BASE METÁLICA

PROELEVA. proeleva.com. Soluções em peças de reposição que produzem RESULTADOS positivos CONJUNTO DE CAMINHO DE ROLAMENTO PARA BASE METÁLICA CONJUNTO DE CAMINHO DE ROLAMENTO PARA BASE METÁLICA Trilho laminado tipo TR ou barra laminada quadrada/retangular Conjunto de caminho de rolamento conforme norma ABNT-NBR 16197, sem regulagem de altura,

Leia mais

TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE DISTRIBUIÇÃO AMBIENTE CONVENCIONAL

TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE DISTRIBUIÇÃO AMBIENTE CONVENCIONAL FIGURA 1 - TRANSFORMADOR PARA INSTALAÇÃO EM POSTE MONOFÁSICO, FASE-FASE, TENSÕES NOMINAIS 13200-254/127V FIGURA 2 - TRANSFORMADOR PARA INSTALAÇÃO EM POSTE MONOFÁSICO, FASE-NEUTRO, TENSÕES NOMINAIS 19053-254/127V

Leia mais

Partida de Motor Ex d / Ex tb

Partida de Motor Ex d / Ex tb Partida de Motor Ex d / Ex tb A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Partida de motor e/ou alimentadores elétricos trifásicos de baixa tensão, montada em invólucro

Leia mais

Caixa de Derivação e Caixa de proteção e Derivação

Caixa de Derivação e Caixa de proteção e Derivação ETA 006 Rev. 0 Setembro / 2001 Caixa de Derivação e Caixa de proteção e Derivação Praça Leoni Ramos n 1 São Domingos Niterói RJ Cep 24210-205 http:\\ www.ampla.com Diretoria Técnica Gerência de Planejamento

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01. Especificação Técnica revalidada, conforme FSET nº. 77/2017 acordado com o DEOPE/VIREV e DESAU/VIGEP.

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01. Especificação Técnica revalidada, conforme FSET nº. 77/2017 acordado com o DEOPE/VIREV e DESAU/VIGEP. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 NÚMERO: 172001 DESENHO: DT-492/3 EMISSÃO: FEV/2017 VALIDADE: FEV/2022 REVOGA: 122003 REVOGA DESENHO: DT-492/2 CÓDIGO ERP: 10201609-7 ORGÃO DEMANDANTE: DEOPE/VIREV

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 30/01/2018 1 de 15 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis para haste de aterramento e acessórios, para utilização nas Redes de Distribuição das

Leia mais

a) NBR 5426 - Planos de Amostragem e Procedimentos na Inspeção por Atributos;

a) NBR 5426 - Planos de Amostragem e Procedimentos na Inspeção por Atributos; MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0070 QUADROS DE DISTRIBUIÇÃO E PROTEÇÃO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE PASSAGEM DE DUTOS MPD 01

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE PASSAGEM DE DUTOS MPD 01 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE PASSAGEM DE DUTOS MPD 01 NÚMERO: 132019 DESENHO: DT-576 EMISSÃO: MARÇO /2013 VALIDADE: MARÇO /2018 REVOGA: 112006 CÓDIGO ERP: Modelo A: 11990197-8 (CON) 10900153-2 (PER)

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-492/2 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-492/2 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 NÚMERO: 122003 DESENHO: DT-492/3 EMISSÃO: JAN/2012 VALIDADE: JAN/2017 REVOGA: 082116 REVOGA DESENHO: DT-492/2

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS UNIFORMES E EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA NO TRABALHO

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS UNIFORMES E EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA NO TRABALHO 1. OBJETIVO Esta especificação tem por objetivo fixar as características técnicas mínimas exigíveis na fabricação e no recebimento de conjunto composto de LANCE EM FIBRA DE VIDRO PARA ESCADA GIRATÓRIA

Leia mais

COMUNICADO N.º 01 PREGÃO PRESENCIAL SESC/MS Nº 062/2018

COMUNICADO N.º 01 PREGÃO PRESENCIAL SESC/MS Nº 062/2018 COMUNICADO N.º 01 PREGÃO PRESENCIAL SESC/MS Nº 062/2018 Serviço Social do Comércio - SESC - Administração Regional no Estado do Mato Grosso do Sul, por meio da Comissão Permanente de Licitação, torna público

Leia mais

ERRATA N. 01 JULHO/2007

ERRATA N. 01 JULHO/2007 1/5 JULHO/2007 Esta errata tem por objetivo corrigir os seguintes itens na REGD 035.01.06 Regulamento de Instalações Consumidoras Fornecimento em Tensão Secundária, de Maio de 2007: - Ajustar na página

Leia mais

Relatório Setorial nº012a

Relatório Setorial nº012a Entidade Setorial Nacional Mantenedora Associação Brasileira do Drywall Rua Julio Diniz, 56 cj. 41 V. Olímpia CEP 04547-090 São Paulo SP Tel./Fax: (11) 3842-2433 http://www.drywall.org.br Entidade Gestora

Leia mais

Painel de medição e monitoramento Ex d / Ex tb

Painel de medição e monitoramento Ex d / Ex tb Painel de medição e monitoramento Ex d / Ex tb A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Painel de medição e monitoramento, montada em invólucro fabricado em liga

Leia mais

Especificação Técnica de Projeto N.º 009 ETP009 Lacres para unidade de medição.

Especificação Técnica de Projeto N.º 009 ETP009 Lacres para unidade de medição. SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA ETP 009 Especificação Técnica de Projeto N.º 009 ETP009 Lacres para unidade de medição. 1. Objetivo. Esta ETP 009, especificação Técnica de Projeto nº 009

Leia mais