Empresas brasileiras, sem restrição de tamanho, que possuam potencial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Empresas brasileiras, sem restrição de tamanho, que possuam potencial"

Transcrição

1 Proporcionar às empresas que desejam exportar ou expandir as suas exportações para o Japão - contato com pequenos e médios compradores daquele país (importadores, atacadistas, varejistas e agentes distribuidores), bem como com as grandes tradings que dominam a distribuição de determinados setores. Da mesma forma que a missão pretende alavancar as exportações brasileiras, também divulgará o Brasil no exterior, melhorando a imagem do país, com evidentes benefícios para a atração de investimentos. O objetivo é apresentar o Brasil como um produtor altamente especializado, criativo e competitivo no mercado internacional, em termos de custos e qualidade. Empresas brasileiras, sem restrição de tamanho, que possuam potencial

2 exportador para o Japão, com destaque para as empresas dos setores de alimentos, jóias, moda e acessórios, agrobusiness, móveis e artigos de decoração, calçados, software e produtos orgânicos, entre outros. Dado o difícil acesso ao mercado japonês, a missão deve contemplar preferencialmente as empresas que já possuam know-how exportador, e que portanto possam representar uma real possibilidade de exportação ao mercado japonês. Missão Multissetorial Todos os setores da indústria estão contemplados nesta missão. Os seguintes setores são prioritários na missão: Alimentos Software Autopeças Têxtil Moda (acessórios, bijouterias, jóias etc.) Turismo Móveis e artigos de decoração Bijuterias Os setores listados foram escolhidos em função do potencial de exportação e venda de produtos e serviços para o mercado japonês. ANA - All Nippon Airways Associação para Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa Câmara de Comércio Brasil-Japão Consulado Geral do Japão em São Paulo Embaixada do Brasil em Tóquio Embaixada do Japão no Brasil Governo do Estado de São Paulo Investur Viagens e Turismo Ltda. JETRO (Japan External Trade Organization)

3 MRE (Ministério das Relações Exteriores) Prefeitura Municipal de São Paulo Sebrae/SP Banco do Brasil TAM LInhas Aéreas 17 a 27 de Abril de /04/2008 (Quinta-Feira) Embarque para Tóquio Local: Aeroporto Internacional de Guarulhos 19/04/2008 (Sábado) Chegada em Tóquio 20/04/2008 (Domingo) Dia livre 21/04/2008 (Segunda-Feira) Conferência de Abertura Coquetel de Boas Vindas 22/04/2008 (Terça-Feira) Rodada de Negócios 23/04/2008 (Quarta-Feira) Rodada de Negócios 24/04/2008 (Quinta-Feira) Visita Técnica 25/04/2008 (Sexta-Feira) Visita Técnica 26/04/2008 (Sábado) Dia livre 27/04/2008 (Domingo) Retorno ao Brasil Valor Pacote: a partir de US$ 3.699,00* + taxa de embarque (aproximadamente US$ 190,00) Inclui: Aéreo em Classe Econômica: São Paulo-Londres-Tóquio-Londres-São Paulo (TAM ANA) Hospedagem - 8 noites em apto. single (Hotel New Otani ou similar) Traslados - Aeroporto Narita-Hotel-Aeroporto Narita Visto consular para o Japão

4 Seguro Viagem básico * Valor sujeito a alterações sem aviso prévio; * Pacote sujeito a disponibilidade; * Inscrição efetivada mediante pagamento antecipado de US$ 200,00, referente ao pacote. Não reembolsáveis em caso de cancelamento. Valor dos pacotes em aptos. duplos, sob consulta na agência; Vagas limitadas; Consulte sobre financiamento. AGÊNCIA Tunibra Travel Pacotes: Dellius Rebotini - - (11) Paula Tsutsumi - - (11) Visto: Artur Kubo - - (11) LINHAS DE CRÉDITO - BANCO DO BRASIL PROGER EXPORTAÇÃO Financiamento à exportação com recursos em moeda nacional na modalidade pré-embarque. Apoio para micro e pequenas empresas, visando o incremento das exportações brasileiras, através de financiamento. Público alvo: Micro e Pequenas Empresas exportadoras, com faturamento bruto anual de até R$ 5 milhões, excluídas as empresas comerciais exportadoras. Itens financiáveis: - exportação de bens (na fase pré-embarque) - despesas com promoção comercial da exportação (participação em feiras,

5 remessa de mostruários ou material promocional). Vantagens para o cliente - custo financeiro reduzido (linha de crédito em reais) - custear despesas com promoção comercial de exportação - prazo de até 12 meses antes do embarque - carência de até 6 meses - financiamento de operações de câmbio simplificado - Assessoria de um Gerente de Negócios Internacionais GENIN BB GIRO EMPRESA FLEX Produto que disponibiliza soluções de crédito para capital de giro e financiamento para aquisição de bens e serviços (pagamento a fornecedor) adaptadas ao fluxo de caixa das empresas. Público: Empresas risco A, B e C, com faturamento anual acima de R$ mil com mais de um ano de atividade. Prazo: Até 24 meses. Forma de pagamento: Em parcelas mensais, bimestrais, trimestrais, quadrimestrais, semestrais ou cronograma livre. Encargos Financeiros: Prefixados e definidos em função do relacionamento com a empresa (a partir de 1,53% ao mês). Vantagens para o Cliente: - Escolha da periodicidade de pagamento de capital - Amortizações em parcelas iguais ou variáveis - Renovação automática do contrato - Reutilização dos valores amortizados - Encargos diferenciados em função do relacionamento com o BB - Flexibilidade em adequar as condições dos empréstimos às sazonalidades

6 do fluxo de caixa do cliente BB CREDIÁRIO Financiamento de bens novos e serviços cobrados por estabelecimentos comerciais, profissionais liberais, cartórios, prefeituras e instituições de ensino, afiliados à Visanet. Público Alvo: Pessoas físicas com limite de crédito pré-aprovado e que possuam cartão OUROCARD com bandeira VISA ou Cartão Visa Electron. Itens Financiáveis: Bens novos (exceto veículos), serviços (inclusive cursos de pós-graduação), impostos, taxas e despesas cartorárias, viagens turísticas, etc. Limites: Mínimo de R$ 70,00 e máximo de R$ ,00; Encargos: 2,32% ao mês* TAC 3,5%* mínimo de R$ 5,00 e o máximo de R$ 200,00 Prazo 02 a 48 meses Garantias dispensadas * Taxa sujeita a alteração sem aviso prévio DÚVIDAS OU MAIS INFORMAÇÕES GENTILEZA ENTRAR EM CONTATO: ou Agência Banco do Brasil LIBERDADE Telefone: O mercado japonês, por sua evidente dimensão, representa uma enorme oportunidade para as exportações brasileiras. Embora o Japão tenha passado por um período de recessão durante quase uma década, o PIB do país apresentou

7 crescimento de 2,2% em 2006, não se podendo desconsiderar a robustez da economia japonesa. No conceito de paridade de poder de compra, o PIB japones alcançou em 2006 US$ 4,3 trilhões, fruto de um acelerado processo de desenvolvimento, onde se verificaram acentuadas taxas de crescimento, da ordem de 10% na década de 60, 5% nos anos 70 e 4% em 80. O PIB per capita japonês é da ordem de US$ 37,640 (2006) e sua população é de 127 milhões de habitantes. Sua economia é predominantemente industrial, com uma participação irrisória da agricultura, da ordem de 2% do PIB. A indústria japonesa é altamente dependende da importação de matérias primas e combustível. No setor agrícola, o país é autosuficiente apenas na produção de arroz, de modo que o mercado japones é importador de praticamente todas as commodities agrícolas. A despeito da magnitude do mercado, o volume exportado pelo Brasil para esse país ainda se encontra muito aquém das possibilidades. No ano de 2006, o Brasil exportou 3,894 bilhões de dólares para o Japão. Dada a complementarieade das duas economias na divisão internacional do trabalho, alguns produtos brasileiros podem obter avanços significativos em termos de acesso a mercados. O setor sulcro-alcooleiro, por exemplo, é um dos expoentes nesse quesito. As novas demandas por combustíveis ecológicamente sustentáveis, principalmente após as iniciativas do protocolo de Kyoto, vieram contribuir para o aumento da demanda por esses produtos. Da mesma forma, por motivos evidentes, o setor de alimentos apresenta grande potencial exportador. A indústria de software no Brasil também empreendeu avanços significativos na década de 90, e, por isso, pode almejar espaço internacional. Outros setores, tais como o joalheiro e a indústria de moda e acessórios, também podem contribuir para aumentar o saldo comercial brasileiro para o Japão. Uma importante oportunidade para os exportadores brasileiros é o fato da indústria japonesa deixar de produzir produtos que não sejam state of art, pois os custos trabalhistas são muito altos e é inviável a manufatura de produtos sem um nível muito elevado de conteúdo tecnológico. Desta forma, componentes mecânicos, materiais de construção, certos equipamentos médicos hospitalares, artigos de vestuário, móveis etc, têm um grande potencial no mercado japonês.

8 Um ponto muito importante é o interesse dos japoneses pelos alimentos orgânicos e eles estão dispostos a pagar mais caro por produtos mais saudáveis, devido ao envelhecimento da população e a consequente preocupação com a saúde. O projeto pretende beneficiar diretamente cerca de 80 (oitenta) empresas e indiretamente toda a cadeia de suprimento de bens e serviços das respectivas indústrias, pois cada empresa terá oportunidade de conhecer um mercado desenvolvido, com vistas à formulação de estratégias de ingresso ou de expansão, no caso daquelas que já exportam. A busca de tal conhecimento abarcará produtos, consumidores, canais de distribuição, principais compradores e concorrentes bem como informações sobre barreiras a entrada. Os resultados e benefícios a serem alcançados serão passíveis de quantificação, pela FIESP, através do acompanhamento posterior dos fluxos comerciais entre as empresas e o japão e enquete junto às empresas participantes.

9 Copyright Portal Fiesp. Missão Empresarial ao Japão.

Missão Empresarial BATIMAT 2013

Missão Empresarial BATIMAT 2013 Missão Empresarial BATIMAT 2013 Paris/França De 01 a 10 de novembro de 2013 A Missão Empresarial destinada ao Salão Internacional da Construção BATIMAT 2013, esta sendo realizada pela FIESP, por meio do

Leia mais

Produtos e Serviços Revendedores e Transportadores LIQUIGÁS. Convênio. Banco do Brasil e Liquigás

Produtos e Serviços Revendedores e Transportadores LIQUIGÁS. Convênio. Banco do Brasil e Liquigás Produtos e Serviços Revendedores e Transportadores LIQUIGÁS Convênio Banco do Brasil e Liquigás 2 Senhores Revendedores e Transportadores, O convênio firmado com o Banco do Brasil propiciar aos Revendedores

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 2013

MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 2013 15ª HI-TECH FAIR 2013 13 a 21 de Novembro A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina FIESC promove missões empresariais a grandes feiras internacionais e em 2013 organiza a 2ª missão à China

Leia mais

Recebíveis. Antecipação de Crédito Lojista ACL. BB Giro Cartões. BB Giro Recebíveis. Desconto de Cheques. Desconto de Títulos

Recebíveis. Antecipação de Crédito Lojista ACL. BB Giro Cartões. BB Giro Recebíveis. Desconto de Cheques. Desconto de Títulos Atualizada em 29/04/2015 Capital de Giro BB Capital de Giro Mix Pasep Recebíveis Antecipação de Crédito Lojista ACL Financiamento de Investimentos BB Crédito Empresa BB Giro Empresa Flex BB Giro Cartões

Leia mais

Diretoria de Comércio Exterior

Diretoria de Comércio Exterior Diretoria de Comércio Exterior Rede de atendimento no País 15.212 pontos Banco do Brasil rede de atendimento Rede de TAA 39.417 terminais Agências no exterior 42 dependências em 23 países 1.471 Bancos

Leia mais

O BNDES mais perto de você. abril de 2009

O BNDES mais perto de você. abril de 2009 O BNDES mais perto de você abril de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Apoio ao mercado

Leia mais

Soluções de Crédito. Cadeia Produtiva do Café CADA VEZ BOMPRATODOS

Soluções de Crédito. Cadeia Produtiva do Café CADA VEZ BOMPRATODOS Cadeia Produtiva do Café CADA + VEZ BOMPRATODOS Capital de Giro Recebíveis BB Giro Empresa Flex Agro Crédito Agroindustrial Desconto de Cheques/Títulos BB Giro Recebíveis Duplicatas/Cheques/Cartões BB

Leia mais

Financiamentos à exportação de bens e serviços através de instituições financeiras credenciadas, nas modalidades:

Financiamentos à exportação de bens e serviços através de instituições financeiras credenciadas, nas modalidades: Linhas de Apoio à Exportação do BNDES Financiamentos à exportação de bens e serviços através de instituições financeiras credenciadas, nas modalidades: Pré-embarque: financia a produção de bens a serem

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009 O BNDES Mais Perto de Você julho de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Subsidiárias BNDESPar

Leia mais

Regulamento da Promoção "Punta Cana All Inclusive" - Consórcio Iveco

Regulamento da Promoção Punta Cana All Inclusive - Consórcio Iveco Regulamento da Promoção "Punta Cana All Inclusive" - Consórcio Iveco A Promoção Punta Cana All Inclusive é uma ação realizada pelo Consórcio Iveco para os clientes que adquirirem, em todo território nacional,

Leia mais

XIII Seminário Internacional de Países Latinos Europa-América. Políticas de Facilitação de Créditos para o Desenvolvimento das PME

XIII Seminário Internacional de Países Latinos Europa-América. Políticas de Facilitação de Créditos para o Desenvolvimento das PME XIII Seminário Internacional de Países Latinos Europa-América Políticas de Facilitação de Créditos para o Desenvolvimento das PME Fortaleza, 30 de outubro de 2006 1 Sumário 1 - Mercado MPE 2 - Acesso ao

Leia mais

Missão empresarial e institucional ao Japão : 09 a 20 de abril de 2015

Missão empresarial e institucional ao Japão : 09 a 20 de abril de 2015 Missão empresarial e institucional ao Japão : 09 a 20 de abril de 2015 Linha do tempo: Sebrae/PR e Iwata bank 2011 2012 2013 2014 2015 NOV : missão empresarial do Japão ao Paraná. JUN : realização do seminário

Leia mais

Como a JETRO poderá apoiar os exportadores brasileiros

Como a JETRO poderá apoiar os exportadores brasileiros Como a JETRO poderá apoiar os exportadores brasileiros Teiji Sakurai Realização :, SÃO PAULO O que é a JETRO? Órgão oficial de comércio exterior do Japão 1951 Osaka Oficialmente JETRO em 1958 76 escritórios

Leia mais

Produtos e Serviços. Convênio. Banco do Brasil e AmBev

Produtos e Serviços. Convênio. Banco do Brasil e AmBev Produtos e Serviços Convênio Banco do Brasil e AmBev Setembro/20 Senhores Franqueados, O convênio firmado com o Banco do Brasil visa propiciar às Franquias Brahma AmBev, acesso à linhas de crédito (capital

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

ORLANDO Club Vip & FLOT 2010/2011

ORLANDO Club Vip & FLOT 2010/2011 ORLANDO Club Vip & FLOT 2010/2011 Índice Orlando & Disney Orlando Fly & Drive Ingressos aos Parques Condições Aéreas Whitejets Condições Específicas ORLANDO & DISNEY Inclui: Passagem aérea em classe turística

Leia mais

LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA COM BASE NAS RN's 374/2009, 379/2009, 386/2010, 396/2010 404/2011, 412/2011, 414/2011 DO CFA

LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA COM BASE NAS RN's 374/2009, 379/2009, 386/2010, 396/2010 404/2011, 412/2011, 414/2011 DO CFA LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA COM BASE NAS RN's 374/2009, 379/2009, 386/2010, 396/2010 404/2011, 412/2011, 414/2011 DO CFA Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior Exportação e Importação Gerência

Leia mais

India Lac Investment Conclave

India Lac Investment Conclave Edição nº 1 India Lac Investment Conclave 06 Dias / 03 Noites Saída: 13 de Outubro de 2014. Visitando: Delhi Roteiro Aéreo e Terrestre Extensão Pré Lac Conclave: Agra, Jaipur DIFERENTES VISÕES, DIFERENTES

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS 9 - Regulamentos Política de Empréstimos 9.1 Condições para associação O Funcionário, na sua admissão na empresa, assina a Proposta de Admissão e Depósito na Cooperativa, se for de seu interesse, sendo

Leia mais

NASCER BEM 2/59. Foto: Stock.Schng

NASCER BEM 2/59. Foto: Stock.Schng 2/59 Foto: Stock.Schng NASCER BEM OBJETIVOS: Fase 1: Fornecer informações e orientações para empreendedores que pretendem iniciar um negócio, sobretudo na elaboração do Plano de Negócio. 3/59 Foto: Stock.Schng

Leia mais

Soluçõ. ções BB. para a Economia dos Municípios

Soluçõ. ções BB. para a Economia dos Municípios Soluçõ ções BB para a Economia dos Municípios Presença Nacional Presença Nacional Presença Exclusiva 4.388 Municípios * 874 Municípios * *Municípios com agências BB - dados de janeiro/2009 - Fonte: Bacen

Leia mais

FUNDO DE AVAL FDA E ME COMPETITIVA

FUNDO DE AVAL FDA E ME COMPETITIVA FUNDO DE AVAL FDA E ME COMPETITIVA OBJETIVOS FDA Prover recursos para garantir riscos de crédito e viabilizar o acesso de micro e pequenas empresas a linhas de financiamento. ME COMPETITIVA Apoiar financeiramente

Leia mais

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO LINHAS DE CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESAS Novembro 2008 FUNGETUR Fundo Geral de Turismo Fomentar e prover recursos para o financiamento de atividades

Leia mais

Paulo Sérgio Sodré. Departamento de Credenciamento e Financiamento

Paulo Sérgio Sodré. Departamento de Credenciamento e Financiamento 1 Paulo Sérgio Sodré Departamento de Credenciamento e Financiamento Máquinas áqu as e equipamentos equ pa e tos 2 BNDES Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira,

Leia mais

Financiamentos ao Comércio Exterior e Apoio aos Negócios Internacionais

Financiamentos ao Comércio Exterior e Apoio aos Negócios Internacionais Financiamentos ao Comércio Exterior e Apoio aos Negócios Internacionais Diretoria de Negócios Internacionais Setembro/2013 Banco do Brasil. Do Brasil para o mundo. Do mundo para o Brasil O Banco do Comércio

Leia mais

Exportação de Serviços

Exportação de Serviços Exportação de Serviços 1. Ementa O objetivo deste trabalho é dar uma maior visibilidade do setor a partir da apresentação de algumas informações sobre o comércio exterior de serviços brasileiro. 2. Introdução

Leia mais

Linhas de financiamento BB para o Turismo. Superintendência Estadual do Banco do Brasil MT Agosto/2009

Linhas de financiamento BB para o Turismo. Superintendência Estadual do Banco do Brasil MT Agosto/2009 Linhas de financiamento BB para o Turismo Superintendência Estadual do Banco do Brasil MT Agosto/2009 Atualizada em 03/08/2009 Crédito / Financiamentos de Investimentos / Proger Turismo Investimento Características

Leia mais

BB Crediário. Cartilha para sua Empresa

BB Crediário. Cartilha para sua Empresa BB Crediário Cartilha para sua Empresa Novembro 2006 Índice 1. Para sua Empresa 1.1 O que é?...01 1.2 O que se pode comprar?...01 1.3 Quais são as características do BB Crediário...01 1.4 Quais são as

Leia mais

BB Crediário Internet. Cartilha para sua Loja Virtual

BB Crediário Internet. Cartilha para sua Loja Virtual BB Crediário Internet Cartilha para sua Loja Virtual Junho 2007 Índice 1. Para sua Loja Virtual 1.1 O que é o BB Crediário Internet na Loja Virtual?...01 1.2 O que se pode comprar com o BB Crediário Internet?...01

Leia mais

MEDIDAS DE ESTÍMULO A ATIVIDADE ECONÔMICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

MEDIDAS DE ESTÍMULO A ATIVIDADE ECONÔMICA NO ESTADO DE SÃO PAULO MEDIDAS DE ESTÍMULO A ATIVIDADE ECONÔMICA NO ESTADO DE Fevereiro/2009 SUMÁRIO 1. Medidas já Adotadas 2. Novas Medidas 2 Medidas já adotadas Prorrogação para 31/12/09 do prazo de 60 dias fora o mês para

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você

O BNDES Mais Perto de Você O BNDES Mais Perto de Você Rio de Janeiro - RJ 11 de março de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Federal Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

O Apoio do BB à Copa do Mundo de 2014. Diretoria de Micro e Pequenas Empresas

O Apoio do BB à Copa do Mundo de 2014. Diretoria de Micro e Pequenas Empresas O Apoio do BB à Copa do Mundo de 2014 Diretoria de Micro e Pequenas Empresas Novembro de 2011 O Apoio do BB à Copa do Mundo de 2014 Posicionamento junto ao Mercado MPE MPE O Apoio do BB à Copa do Mundo

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia ligados à área de Administração podem obter seu registro profissional no CRA/RJ

Profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia ligados à área de Administração podem obter seu registro profissional no CRA/RJ 19/11/2009 Profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia ligados à área de Administração podem obter seu registro profissional no CRA/RJ (fonte: CFA) Nos últimos anos cresceu significativamente

Leia mais

Seleção de Empresas para participação em Missões Empresariais em Mercado Internacional:

Seleção de Empresas para participação em Missões Empresariais em Mercado Internacional: CHAMADA EMPRESARIAL N o 01/2014 Seleção de Empresas para participação em Missões Empresariais em Mercado Internacional: Canton Fair China e Feira SIAL Paris Dando continuidade às ações do Programa de Competitividade

Leia mais

Objetivo da Missão. A missão contará com: - Workshops informativos e visitas. - Palestras com especialistas e entidades de classe.

Objetivo da Missão. A missão contará com: - Workshops informativos e visitas. - Palestras com especialistas e entidades de classe. Objetivo da Missão O objetivo desta missão será contribuir para o desenvolvimento de novos negócios e fornecer acesso a informações privilegiadas nos mais importantes pólos do setor Médico-Hospitalar nos

Leia mais

BLOGREEN Blog exclusivo com fotos durante a viagem

BLOGREEN Blog exclusivo com fotos durante a viagem SUPER HOTÉIS Os melhores hotéis: Disney Port Orleans (Dentro do complexo Disney) ASSISTÊNCIA MÉDICA Ronda médica exclusiva e diária em Orlando BLOGREEN Blog exclusivo com fotos durante a viagem EXPERIÊNCIA

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Campinas - SP 17.mar.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014*

Leia mais

2015 31 maio à 4 de junho Tel Aviv e Jerusalém

2015 31 maio à 4 de junho Tel Aviv e Jerusalém 2015 31 maio à 4 de junho Tel Aviv e Jerusalém UM PROGRAMA DE IMERSÃO E VIVÊNCIA NA STARTUP NATION Conheça um dos ecossistemas mais dinâmicos para o empreendedorismo de inovação e capital empreendedor

Leia mais

6 - Balanço de Pagamentos

6 - Balanço de Pagamentos Universidade Federal do Rio Grande do Sul Faculdade de Ciências Econômicas Departamento de Ciências Econômicas ECO-2215 - Contabilidade Social Balanço de Pagamentos Estrutura da apresentação 1) Definição

Leia mais

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX PROEX FINANCIAMENTO FINALIDADE: Proporcionar e apoiar o exportador brasileiro na comercialização com o exterior de bens e serviços em condições de financiamento

Leia mais

B NCO O B R B ADES E C S O

B NCO O B R B ADES E C S O BANCO BRADESCO 1 Rede de Distribuição 4.691 Agências + PABs 57,9 Milhões de Clientes 6.177 Agências Agências Bradesco Expresso Banco Postal Base: Novembro / 2010 2 Segmentação dos Clientes Atendimento

Leia mais

O que pode ser financiado?

O que pode ser financiado? BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Automático Obras civis, montagem e instalações Móveis e Utensílios Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 374, de 12 de novembro de 2009 (Alterada pela Resolução Normativa CFA nº 379 de 11/12/09)

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 374, de 12 de novembro de 2009 (Alterada pela Resolução Normativa CFA nº 379 de 11/12/09) Publicada no D.O.U. nº 217, de 13/11/09 Seção 1 Página 183 e 184 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 374, de 12 de novembro de 2009 (Alterada pela Resolução Normativa CFA nº 379 de 11/12/09) Aprova o registro profissional

Leia mais

I SEMINÁRIO ESTADUAL DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS - AM

I SEMINÁRIO ESTADUAL DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS - AM I SEMINÁRIO ESTADUAL DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS - AM Grupo de Trabalho Permanente / GTP-APL Rede de Distribuição 3.407 Agências 6.015 Agências 36 Milhões de Clientes Agências Bradesco Expresso Banco

Leia mais

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Leia mais

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Cartão BNDES ABCEM 02/08/2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente de Negócios 300 mil

Leia mais

PROGRAMA CAIXA APL. SERGIO NETTO AMANDIO GERENCIA NACIONAL DE APLICAÇÃO MPE Out/2009

PROGRAMA CAIXA APL. SERGIO NETTO AMANDIO GERENCIA NACIONAL DE APLICAÇÃO MPE Out/2009 PROGRAMA CAIXA APL SERGIO NETTO AMANDIO GERENCIA NACIONAL DE APLICAÇÃO MPE Out/2009 ATENDIMENTOS 436 milhões em Agências 921 milhões em terminais de Auto-Atendimento QUANTIDADE DE CLIENTES - EM MILHÕES

Leia mais

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009 CAFÉ COM CRÉDITO Santo André - SP 06 de outubro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Bens de

Leia mais

BNDES Prosoft. Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação

BNDES Prosoft. Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação Objetivo - Contribuir para o desenvolvimento da indústria nacional de software

Leia mais

REGISTRO PROFISSIONAL

REGISTRO PROFISSIONAL REGISTRO PROFISSIONAL 19/11/2009 Profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia ligados à área de Administração podem obter seu registro profissional no CRA/RJ (fonte: CFA) Nos últimos anos

Leia mais

O papel do Banco do Brasil na exportação de produtos agropecuários. Maicon Bertuol

O papel do Banco do Brasil na exportação de produtos agropecuários. Maicon Bertuol O papel do Banco do Brasil na exportação de produtos agropecuários Maicon Bertuol Passo Fundo, 26/05/2011 Vantagens da Exportação diversificação de mercados e de riscos; melhoria da qualidade e produtividade;

Leia mais

Prazo: 6 meses (a partir publicação da medida provisória em

Prazo: 6 meses (a partir publicação da medida provisória em LINHAS DE CAPITAL INFORME DE GIRO DEMPI e SIMPLES 1/2009 NACIONAL São Paulo, 04 de fevereiro de 2009. Prezado O Departamento Presidente encontro ampliar com as suas da Micro, propostas Pequena e objetivos,

Leia mais

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios Correios Quem somos? Empresa de administração pública. Missão: Fornecer soluções acessíveis e confiáveis para conectar pessoas,

Leia mais

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011 Apoio às MPMEs Sorocaba/SP 30 de novembro de 2011 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

Aryelle de Brito Sousa Diana Romanha Roberto César Nascimento Avelino Pereira Victor Bragatto Luchi Waleska Fromholz Madi

Aryelle de Brito Sousa Diana Romanha Roberto César Nascimento Avelino Pereira Victor Bragatto Luchi Waleska Fromholz Madi Aryelle de Brito Sousa Diana Romanha Roberto César Nascimento Avelino Pereira Victor Bragatto Luchi Waleska Fromholz Madi Prof. :Dalton Dutra Objetivo Estimular a participação de graduados em cursos de

Leia mais

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento sto de 2007 Apresentado por Fernando Chacon Diretor de keting de Cartões do Banco Itaú 1 O Cartão de Crédito na Economia 2 Cartões de Crédito x

Leia mais

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS

NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS 1 NORMAS PARA SOLICITAÇÃO, USO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DO FUNDECITRUS Todas as normas devem ser lidas atentamente antes da submissão da proposta de pesquisa, bem como antes da realização

Leia mais

Orientação ao Lojista

Orientação ao Lojista BB CRÉDITO MATERIAL CONSTRUÇÃO Orientação ao Lojista Junho/2007 1 Índice 1. Para sua Empresa 1.1 O que é?...03 1.2 Quais são as características do BB Crédito Material Construção...03 1.3 Quais são as vantagens

Leia mais

BB Crédito Material Construção. Solução em Financiamento para sua Empresa

BB Crédito Material Construção. Solução em Financiamento para sua Empresa BB Crédito Material Construção Solução em Financiamento para sua Empresa Maio 2009 Índice 1. Para sua Empresa 1.1 O que é? 02 1.2 Qual a vantagem de ser conveniado ao BB? 02 1.3 Quais os procedimentos

Leia mais

CONDIÇÕES PARA OS MEMBROS - PROFISSIONAIS LIBERAIS E ENIs

CONDIÇÕES PARA OS MEMBROS - PROFISSIONAIS LIBERAIS E ENIs PROTOCOLO ORDENS PROFISSIONAIS CONDIÇÕES PARA OS MEMBROS - PROFISSIONAIS LIBERAIS E ENIs Para aderir a este Protocolo e beneficiar das respectivas condições, abra a sua Conta Gestão Tesouraria ou Conta

Leia mais

Pesquisa de Tendências em Moda 05 a 13 de Outubro2015

Pesquisa de Tendências em Moda 05 a 13 de Outubro2015 Missão de Capacitação e Missão de Capacitação e Pesquisa de Tendências em Moda 05 a 13 de Outubro2015 REALIZAÇÃO - Federação das Indústrias do Estado do Ceará - FIEC - Centro Internacional de Negócios

Leia mais

Produtos e Serviços. Convênio. Banco do Brasil S.A. e FENACAT

Produtos e Serviços. Convênio. Banco do Brasil S.A. e FENACAT Produtos e Serviços Convênio Banco do Brasil S.A. e FENACAT 2 Prezadas Associadas, As informações aqui tratadas orientam sobre como obter os benefícios e utilizar os produtos e serviços descritos nesta

Leia mais

3ROtWLFDGH9LDJHQV±06;,%5

3ROtWLFDGH9LDJHQV±06;,%5 3ROtWLFDGH9LDJHQV±06;,%5 Revisão: 04 Data: 05/12/05 Página 1 de 5 ÒOWLPD $OWHUDomR Alterado os itens: transporte aéreo, telefonemas e comprovantes. )LQDOLGDGH Estabelecer e manter procedimentos para orientar

Leia mais

Favela como Oportunidade: Plano de Desenvolvimento das Favelas para sua Inclusão Social e Econômica

Favela como Oportunidade: Plano de Desenvolvimento das Favelas para sua Inclusão Social e Econômica ESTUDOS E PESQUISAS Nº 457 Favela como Oportunidade: Plano de Desenvolvimento das Favelas para sua Inclusão Social e Econômica Walsey de Assis Magalhães * Fórum Nacional (Sessão Especial) Novos Caminhos

Leia mais

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015 Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços São Paulo - SP 24.jun.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010 Divulgação de Resultados do 4 de agosto de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Volta Redonda RJ 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente

Leia mais

Travelport adquire Hotelzon para liderar crescimento no segmento hoteleiro

Travelport adquire Hotelzon para liderar crescimento no segmento hoteleiro NEWS RELEASE Travelport adquire Hotelzon para liderar crescimento no segmento hoteleiro Langley, Reino Unido, 12 de junho de 2014: A Travelport, empresa líder no segmento de comércio de viagens, que oferece

Leia mais

ª Técnica SEMESP RESERVAS MUNIQUE BERLIM. WT TOURS - São Paulo Fone/Fax: (11) 3257-4501 Cel +55 (11) 98773-0999 E-mail: saopaulo@wttours.com.

ª Técnica SEMESP RESERVAS MUNIQUE BERLIM. WT TOURS - São Paulo Fone/Fax: (11) 3257-4501 Cel +55 (11) 98773-0999 E-mail: saopaulo@wttours.com. 7 ª Técnica 1º a 10 MUNIQUE maio BERLIM 2015 Renove a administração e o ensino de sua IES. Conheça as práticas e modelos educacionais mais modernos e inovadores do mundo. RESERVAS Patrocínio WT TOURS -

Leia mais

RESOLUCAO N. 003568. Dispõe sobre o mercado de câmbio e dá outras providências.

RESOLUCAO N. 003568. Dispõe sobre o mercado de câmbio e dá outras providências. RESOLUCAO N. 003568 RESOLUCAO 3.568 --------------- Dispõe sobre o mercado de câmbio e dá outras providências. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964,

Leia mais

Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte

Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte Comitê Temático Investimento e Financiamento Diretoria de Micro e Pequenas Empresas setembro/2008 Agenda Atuação do BB no Segmento MPE Evolução

Leia mais

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE)

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Países em recessão oficial (dois trimestres consecutivos) Países em recessão não-oficial (um trimestre) Países com desaceleração econômica de mais

Leia mais

INVESTIMENTOS JAPONESES NO BRASIL

INVESTIMENTOS JAPONESES NO BRASIL INVESTIMENTOS JAPONESES NO BRASIL 23 de março de 2012 Yoshihiro Sawada Diretor-Presidente JETRO, São Paulo O que é a JETRO? Orgão governamental, vinculado ao METI: Ministry of Economy Trade and Industry

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO Cidade do México - 27 a 31de Outubro de 2014 COM GARANTIA DE SUCESSO Saiba mais na pág. 5 MÉXICO O México, oficialmente Estados Unidos Mexicanos, é uma república constitucional

Leia mais

De 29 de junho a 2 de julho de 2016 Ourém Fátima Portugal

De 29 de junho a 2 de julho de 2016 Ourém Fátima Portugal De 29 de junho a 2 de julho de 2016 Ourém Fátima Portugal III ENCONTRO EMPRESARIAL MINAS-PORTUGAL-OURÉM-FÁTIMA 29/30 de junho e 1º/2 de julho de 2016 Programação preliminar 28/06 - Terça-feira Saída do

Leia mais

Palestra MPME. 30 de junho de 2011

Palestra MPME. 30 de junho de 2011 Palestra MPME 30 de junho de 2011 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES Empresário Informação e Relacionamento

Leia mais

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015 Missão Empresarial EUA Flórida 21 a 26 de Março 2015 Apoiamos empresas a ter sucesso nos mercados internacionais Sobre nós Na Market Access prestamos serviços de apoio à exportação e internacionalização.

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Curitiba / PR 17 de março de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas

Leia mais

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM O BNDES Mais Perto de Você Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM 25 de novembro de 2009 Como apoiamos Operações Diretas Contratadas t diretamente t com o BNDES Operações Indiretas Instituições i

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES Apoio do BNDES ao Projeto de Circuitos Integrados Departamento de Indústria Eletrônica Área Industrial março/2007 BNDES: Dados Gerais Fundado

Leia mais

Novos rumos para os produtos ibéricos.

Novos rumos para os produtos ibéricos. Novos rumos para os produtos ibéricos. 28 a 30 de Novembro Centro de Convenções -Ceará-Brasil A sua grande oportunidade de exportar para a região que mais cresce no Brasil. A IBERIA EXPO 2012 é uma iniciativa

Leia mais

Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br

Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br C1 Introdução Este guia traz noções essenciais sobre inovação e foi baseado no Manual de Oslo, editado pela Organização para a Cooperação

Leia mais

CANADÁ TORONTO - MONTREAL

CANADÁ TORONTO - MONTREAL 5 ª Missão Técnica SEMESP CANADÁ TORONTO - MONTREAL DE 17 A 26 DE MAIO 2013 Renove a administração e o ensino de sua IES. Conheça as práticas e modelos educacionais mais modernos e inovadores do mundo.

Leia mais

BRASILCHINA Imp. E Exp.

BRASILCHINA Imp. E Exp. BRASILCHINA Imp. E Exp. www.brasilchina.ind.br Telefone: (34) 3215-6477 112ª CANTON FAIR GUANGZHOU Maior feira multissetorial do mundo, a Canton Fair é aberta anualmente ao público em dois períodos, em

Leia mais

Linha BNDES Exim Automático

Linha BNDES Exim Automático Linha BNDES Exim Automático Ajudando sua empresa a exportar mais através da rede de bancos credenciados do BNDES no exterior Como incrementar as exportações da minha empresa oferecendo mais prazo de pagamento

Leia mais

CAIXA e o NORDESTE. NELSON ANTÔNIO DE SOUZA SUPERINTENDENTE NACIONAL DA ÁREA B - NORDESTE Novembro de 2009

CAIXA e o NORDESTE. NELSON ANTÔNIO DE SOUZA SUPERINTENDENTE NACIONAL DA ÁREA B - NORDESTE Novembro de 2009 CAIXA e o NORDESTE NELSON ANTÔNIO DE SOUZA SUPERINTENDENTE NACIONAL DA ÁREA B - NORDESTE Novembro de 2009 ATENDIMENTOS CAIXA Total de Transações 921 milhões em terminais de Auto- Atendimento 131 milhões

Leia mais

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010 APIMEC 1T10 27 de maio 2010 Aviso Importante O material que segue é uma apresentação de informações gerais de Multiplus S.A. ( Multiplus" ou "Companhia") na data desta apresentação. Este material foi preparado

Leia mais

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios A importância da economia paulista transcende as fronteiras brasileiras. O Estado é uma das regiões mais desenvolvidas de toda a América

Leia mais

Ponto pra Você. Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF

Ponto pra Você. Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF Ponto pra Você Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF JULHO/2013 Sumário - O que é o Programa Ponto pra Você?... 3 - Quem participa do Programa?... 3 - Pontos: quais os tipos?...

Leia mais

PORTUGAL A CRESCER TURISMO

PORTUGAL A CRESCER TURISMO PORTUGAL A CRESCER TURISMO Turismo Um setor estratégico Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas exportações Turismo 13% Serviços (excluindo Turismo) 18% Bens 69% Unid. Milhões Euros Turismo Um setor estratégico

Leia mais

Administrando o Fluxo de Caixa

Administrando o Fluxo de Caixa Administrando o Fluxo de Caixa O contexto econômico do momento interfere no cotidiano das empresas, independente do seu tamanho mercadológico e, principalmente nas questões que afetam diretamente o Fluxo

Leia mais

Microcrédito Produtivo Orientado Grandes números no mundo

Microcrédito Produtivo Orientado Grandes números no mundo Microcrédito Produtivo Orientado Grandes números no mundo Leste Europeu e Ásia Central Carteira Bruta (US$) 3,6 bilhões Ticket Médio (US$) 1.570,4 Quant. de Tomadores 2,3 milhões Leste Asiático e Pacífico

Leia mais

Linhas de Financiamento para a Construção Civil

Linhas de Financiamento para a Construção Civil Linhas de Financiamento para a Construção Civil Câmara Brasileira da Indústria de Construção 16 de dezembro de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

7.000 6.500 6.000 5.500 5.000 4.500 4.000 3.500 3.000 2.500 2.000 1.500 1.000 500 - -500-1.000 fev./2010. ago./2011. fev./2012. nov.

7.000 6.500 6.000 5.500 5.000 4.500 4.000 3.500 3.000 2.500 2.000 1.500 1.000 500 - -500-1.000 fev./2010. ago./2011. fev./2012. nov. 4 SETOR EXTERNO As contas externas tiveram mais um ano de relativa tranquilidade em 2012. O déficit em conta corrente ficou em 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), mostrando pequeno aumento em relação

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

Bradesco BANCO BRADESCO

Bradesco BANCO BRADESCO BANCO BRADESCO 1 Rede de Distribuição 4.691 Agências + PABs 57,9 Milhões de Clientes 6.177 Agências Agências Bradesco Expresso Banco Postal Base: Setembro / 2010 2 Segmentação dos Clientes Atendimento

Leia mais

23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ. Restinga Seca - RS. Diretoria de Agronegócios (DF)

23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ. Restinga Seca - RS. Diretoria de Agronegócios (DF) 23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ Restinga Seca - RS 21-02-2013 Protagonista do Agronegócio Mundial Brasil Protagonista do Agronegócio Mundial População crescerá 2,15 bilhões de habitantes até 2050, elevando

Leia mais