A GINÁSTICA RÍTMICA ENQUANTO PRÁTICA ESPORTIVA EDUCACIONAL INCLUSIVA NA VILA OLÍMPICA DA MANGUEIRA (2002/2013)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A GINÁSTICA RÍTMICA ENQUANTO PRÁTICA ESPORTIVA EDUCACIONAL INCLUSIVA NA VILA OLÍMPICA DA MANGUEIRA (2002/2013)"

Transcrição

1 980 A GINÁSTICA RÍTMICA ENQUANTO PRÁTICA ESPORTIVA EDUCACIONAL INCLUSIVA NA VILA OLÍMPICA DA MANGUEIRA (2002/2013) Maria Augusta A. G. Buarque Maciel - Lapeade / FE- UFRJ José Jairo Vieira Lapeade- PPGE- UFRJ Eixo Temático: Práticas de inclusão/exclusão em educação Categoria: Pôster INTRODUÇÃO O tema do presente trabalho foi escolhido em função de minha experiência com a Ginástica Rítmica no Programa Social da Mangueira desde o ano 2000 até o corrente ano. No primeiro ano de trabalho, ainda cursando o Bacharelado em Educação Física da UFRJ e como ex-ginasta, tive a oportunidade de elaborar e implantar o Projeto GRD no Ritmo da Mangueira, no Programa Social da Mangueira, dentro do Projeto Olímpico. Passados 12 anos muitas mudanças ocorreram em nível de nomenclaturas, tanto da modalidade esportiva (antiga GRD e atualmente GR) quanto do projeto esportivo a que me refiro (antes Vila Olímpica da Mangueira, hoje Centro de Referência Esportiva Vila Olímpica da Mangueira). No cotidiano do trabalho a com Ginástica Rítmica (GR) diversos foram os questionamentos a respeito das relações que se estabelecem entre esporte/educação/inclusão. Assim, este trabalho surge da observação e acompanhamento das práticas pedagógicas que permeiam o universo da GR ofertada a crianças e adolescentes no projeto social e esportivo acima citado. O objetivo deste estudo é discutir a inserção desta modalidade esportiva enquanto ferramenta educacional inclusiva, norteada pelos princípios do Esporte Educacional, no trabalho com crianças e adolescentes oriundas da Comunidade da Mangueira e adjacências. Acreditamos na hipótese de que através das experiências obtidas nas aulas de GR, modalidade ainda considerada de elite em nosso país, as alunas encontram espaço para se expressarem social e artisticamente, produzindo conhecimentos que favorecem a integração social e o desenvolvimento global destas.

2 981 Esta pesquisa, ainda em andamento, encontra sua justificativa ao ampliar as possibilidades de desenvolvimento do campo esportivo (especialmente o da Ginástica); promover espaço para debate a respeito do diálogo entre esporte e educação, valorizando e reconhecendo a necessidade de um desenvolvimento integral dos educandos, com ênfase na formação humana e construção de valores positivos. Referencial Teórico e aspectos metodológicos Para fundamentar a discussão proposta, é necessário operamos alguns conceitos chave que constituem o referencial teórico deste trabalho. São eles: Ginástica Rítmica; Esporte Educacional. A Ginástica Rítmica é uma modalidade esportiva feminina de expressão gímnica e artística que alia os elementos corporais à música, utilizando aparelhos de pequeno porte. Tradicionalmente, é um esporte elitista, principalmente devido ao alto custo do material (oficial) individual utilizado pelas ginastas e às taxas exigidas para participação em competições e festivais (eventos de cunho demonstrativo, nos quais os grupo apresentam suas coreografias). Barros e Nedialcova (1998) descrevem a GR como uma relação harmoniosa entre o corpo em movimento, os objetos manipulados, o espaço envolvente inter-relacionados à música, possibilitando assim toda a sua expressão. (p.01) Existem propostas de massificação da prática da GR impulsionadas inicialmente pela exposição na mídia de ginastas brasileiras e suas conquistas nos Jogos Pan-americanos de 2007, na cidade do Rio de Janeiro. Há oferta da GR em algumas vilas olímpicas e clubes escolares (parceria com Escolas da Rede Municipal de Ensino). Ainda assim não podemos considerar que um número expressivo de crianças e adolescentes tenha acesso à prática da GR, que caminha à popularização, mas ainda está longe de ser democratizada. As ações e atividades do Centro de Referencia Esportiva Vila Olímpica da Mangueira contam com o patrocínio da Petrobrás (Programa Esporte e Cidadania) através da lei de

3 982 incentivo ao esporte. Nessa perspectiva, a Ginástica Rítmica é uma modalidade esportiva oferecida dentro das premissas do Esporte Educacional. Os Centros Petrobrás de Referência Esportiva são resultados de parcerias com instituições da sociedade civil com o propósito de contribuir para o fortalecimento e qualificação das práticas de esporte para crianças e adolescentes. Representam espaços de construção, implementação e disseminação de metodologias e práticas esportivas educacionais, que reconhecem o esporte como um fator de desenvolvimento humano e transformação social (Petrobrás, 2013). Ou seja, a Ginástica Rítmica baseia-se nos princípios pedagógicos do esporte educacional. São eles: inclusão de todos, construção coletiva, respeito à diversidade, educação integral, rumo a autonomia. Tem seu foco na formação humana, inclusão social e construção da cidadania de crianças e jovens. Uma das principais características do Esporte Educacional é a participação de todos. Ele é pensado não selecionando por grau de habilidades motoras e levando em consideração outros aspectos do desenvolvimento que não somente do ponto de vista motor. Mobiliza, através da educação física e esportes, aprendizagens de conteúdo em diversas áreas. O aluno é estimulado quanto à sua participação nas atividades, tomada de decisões que afetam a sua vida e da comunidade. Espera-se que o aluno seja levado a agir de forma crítica e participativa não somente nas atividades relacionadas ao esporte, mas em toda sua vida. Segundo o Instituto Esporte Educação, instituição referência em Esporte Educacional, o objetivo central dessa manifestação esportiva é: Alcançar o desenvolvimento integral do indivíduo, com o desenvolvimento dos 4 pilares da educação: Saber, Fazer, Ser e Conviver, para a formação de competências à cidadania plena, na busca da inclusão e transformação social (IEE, 2013). Desde sua implementação no ano 2000 a Ginástica Rítmica através do Projeto G.R.D. no Ritmo da Mangueira visa: Promover, através da prática da Ginástica Rítmica, oportunidades para que crianças e adolescentes percebam seu corpo como meio e modo de integração no mundo, desenvolvendo habilidades esportivas, sociais e culturais, valores éticos,

4 983 num trabalho com base das raízes da comunidade da Mangueira, buscando a formação de cidadãos críticos, conscientes e participativos. (BUARQUE, 2000, p.02) Dessa forma iniciou-se a jornada da G.R enquanto prática esportiva educacional inclusiva para as meninas da comunidade da Mangueira e adjacências. Já balizada pelos princípios do Esporte Educacional, vem construindo através do tempo ( ), sua identidade tanto para as alunas quanto para a comunidade que a recebe e legitma. A GR, de prática elitizada (argumento reforçado pelo desconhecimento geral de alunos, responsáveis, comunidade e pela dificuldade de acesso em função da manutenção de aparelhos e treinamento) passa a prática popularizada na Mangueira que busca cada vez mais democratizar seu acesso com qualidade. - O cotidiano da GR no Centro de Referência Esportivo da Vila Olímpica da Mangueira O espaço físico para as aulas de GR é uma quadra poliesportiva, com altura (pé direito) adequada à realização dos lançamentos dos aparelhos. As meninas que freqüentam as aulas de GR têm acesso a materiais e aos aparelhos oficiais da GR (corda, bola, arco, fita e maças), que apesar de possuírem um custo considerável, são disponibilizados. Mesmo tendo acesso aos aparelhos oficiais, as alunas são estimuladas a exercitarem sua criatividade, liberdade e autonomia ao construírem e sugerirem aparelhos alternativos (podem variar no peso, tamanho, textura, etc) para utilização nas aulas e coreografias. Apesar da GR de competição não ser o objetivo da GR oferecida pelo Centro de Referência Esportiva Vila Olímpica da Mangueira, algumas meninas se desenvolvem tecnicamente bem e manifestam o desejo que aprofundar seu treinamento na GR. Existe uma turma para esse desenvolvimento técnico específico, que inclui meninas com maior grau de experiência. Negar a possibilidade de avanço técnico com trabalho para rendimento configuraria-se como uma forma de exclusão. Pensamos que deve existir espaço para todos respeitando as individualidades e levando em consideração os interesses e possibilidades de cada indivíduo. Exatamente por oferecer uma prática esportiva e educacional de qualidade é que podemos contar com turmas de iniciação a prática da GR e

5 984 uma turma de alunas que ao longo do tempo de treinamento obtiveram expressiva incorporação técnica. As ginastas têm acesso a experiências como o intercambio cultural, social e técnico. Receberam a visita por 2 anos consecutivos de um grupo de ginastas Dinamarqueses se apresentando e participando do workshop de ginástica proposto pelo grupo. A equipe de ginastas da Mangueira é convidada a se apresentar em inúmeros eventos esportivos, culturais e sociais, em âmbito estadual e nacional. É considerada um cartão de visitas. Teve a oportunidade de receber o ex-presidente Lula em visita à Mangueira. Foi habilitada por 3 vezes para o maior evento de ginástica do mundo: a Gymnaestrada Mundial, que ocorre de 4 em quatro anos, sempre em um país da Europa. As alunas são valorizadas pelo que já sabem, pelo que constroem, pela maneira única de se relacionar com as pessoas e com a GR. Encontram na prática da GR espaço para se expressarem artística e socialmente, atuando como co-autoras no processo de ensinoaprendizagem, construindo valores positivos e se desenvolvendo de uma forma integral. Considerações Como primeiros resultados podemos apontar o aumento expressivo na procura pela GR; a ampliação técnica e cultural adquiridas; o ingresso de ginastas no ensino superior. Os resultados aqui apontados nos levam a crer que a GR do Centro de Referência Esportiva Vila Olímpica da Mangueira atua como ferramenta educacional inclusiva para as ginastas da Comunidade da Mangueira e adjacências. Referências: BARROS, D.& NEDIALCOVA,T.G. Os Primeiros Passos da Ginástica Rítmica. Rio de Janeiro: Grupo Palestra Sport, BUARQUE, Maria Augusta. Projeto GRD no Ritmo da Mangueira, GRESEP Mangueira, Projeto Olímpico. Mimeo. Rio de Janeiro, CENTRO de referência Esportiva Petrobrás. Petrobrás, Disponível em <http://www.petrobras.com.br/ppec> Acesso em 07 de março de 2013.

6 OBJETIVO. Instituto Esporte e Educação - IEE Disponível em <http://www.esporteeducacao.org.br/?q=metodologia/objetivos> Acesso em 07 de março de

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome: Educação Física Curso: Técnico em Meio Ambiente Integrado ao Ensino Médio Série: 1º, 2º, 3º Ano Carga Horária: 80h/a (67/H) Docente Responsável: EMENTA

Leia mais

Projeto Manbol na Escola

Projeto Manbol na Escola Projeto Manbol na Escola O Manbol na escola como uma nova alternativa para os profissionais de educação física, alternativa esta que se mostrou extremamente positiva em diversos aspectos no que tange a

Leia mais

Passe Rápido. Projeto Multiesportivo Educacional. Proposta de Patrocínio Esportivo via Lei de Incentivo ao Esporte (IR)

Passe Rápido. Projeto Multiesportivo Educacional. Proposta de Patrocínio Esportivo via Lei de Incentivo ao Esporte (IR) Proposta de Patrocínio Esportivo via Lei de Incentivo ao Esporte (IR) Passe Rápido Projeto Multiesportivo Educacional Nº SLIE 1408014-13 - Aprovado com nº do processo 58701.001725/2014-10 Campinas, 18

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO Introdução à Educação Física Apresentação e contextualização da Educação Física e da cultura universitária em geral; Discussão

Leia mais

Eletiva: Somando Medalhas

Eletiva: Somando Medalhas Eletiva: Somando Medalhas E.E.E.I. Olímpio Catão Professor(es) Apresentador(es): Cristina Lucas Costa Silvia Helena Zonzini Realização: Foco do Projeto Experimentação de práticas esportivas. Conhecimento

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Tópicos Contemporâneos Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceitos teóricos: Moral

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Capoeira - menino Pé no Chão Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Associação Casa

Leia mais

PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO

PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO A Gestão Participativa, com a construção de múltiplos canais de consulta, com a participação em decisões, com o controle Social,

Leia mais

Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um.

Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. A Educação Básica, B Avanços e Desafios Maria do Pilar Lacerda Almeida e Silva Secretária de Educação Básica Ministério da Educação Foto: João Bittar Garantir o direito de aprender, para todos e para cada

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Metodologia da Pesquisa Aplicada a Educação I Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º 1 - Ementa (sumário, resumo) A natureza

Leia mais

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Educação Física - Área de Aprofundamento em Escola Licenciatura Nome da Mantida: Centro Universitário de Rio Preto Endereço de

Leia mais

Sementes do Amanhã. Proposta de Projeto Esportivo. Proposta de Patrocínio via Lei de Incentivo ao Esporte (100% dedutível de 1% do IR)

Sementes do Amanhã. Proposta de Projeto Esportivo. Proposta de Patrocínio via Lei de Incentivo ao Esporte (100% dedutível de 1% do IR) Proposta de Projeto Esportivo Sementes do Amanhã Proposta de Patrocínio via Lei de Incentivo ao Esporte (100% dedutível de 1% do IR) PROPONENTE: GESTÃO: APOIO: COLABORADOR: PANORAMA Futebol Clube Proposta

Leia mais

Eletiva A volta ao mundo através dos jogos

Eletiva A volta ao mundo através dos jogos Eletiva A volta ao mundo através dos jogos E.E. Princesa Isabel Sala 14 / 2ª. Sessão Professor(es) Apresentador(es): Cristina Viecelli Costa do Nascimento Jairo Augusto Fernandes Realização: Foco Por meio

Leia mais

Ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda 2015

Ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda 2015 Ginástica Geral Prof. Dra. Bruna Oneda 2015 professora@brunaoneda.com.br Ementa Estudo das movimentações das diversas modalidades de ginástica: artística, rítmica, aeróbica, acrobática e das expressões

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS E RECURSOS DIDÁTICOS

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS E RECURSOS DIDÁTICOS , PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2014 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 2ºB ano BIMESTRE: 1º PROFESSORA: SELMA MARIA DE MELLO DE SOUZA FREIRE CONTEÚDO ESTRUTURAN TE CONTEÚDOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA/ OBJETIVOS

Leia mais

Turma Dia Horário Valor Vagas Público. Futebol 7. Turma Dia Horário Valor Vagas Público. Turma Dia Horário Valor Vagas Público

Turma Dia Horário Valor Vagas Público. Futebol 7. Turma Dia Horário Valor Vagas Público. Turma Dia Horário Valor Vagas Público Esportes Futsal, Futebol 7, Handebol, Vôlei e Basquete O que desenvolvem? Habilidades físicas e motoras, sociabilidade, trabalho em equipe, respeito às regras do jogo, compreensão de como trabalhar em

Leia mais

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais Mantenedora da Escola Especial Renascer de Lucas do Rio Verde MT CNPJ: 00.066.

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais Mantenedora da Escola Especial Renascer de Lucas do Rio Verde MT CNPJ: 00.066. Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais Mantenedora da Escola Especial Renascer de Lucas do Rio Verde MT CNPJ: 00.066.207/0001-69 CNAS : 440006.000.846/98 51 CEBAS : 44006.000794/2003-88 D. O. 25.06.04

Leia mais

História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história

História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história Introdução Maria Luziane de Sousa Lima (UFCG) Luziane.picui@hotmail.com Djanira Rafaella Silva Pereira

Leia mais

A PRÁTICA DO ATLETISMO ESCOLAR COMO PROPOSTA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA RESUMO

A PRÁTICA DO ATLETISMO ESCOLAR COMO PROPOSTA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA RESUMO A PRÁTICA DO ATLETISMO ESCOLAR COMO PROPOSTA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA BARETTA, Elisabeth; GRIGOLLO, Leoberto Ricardo. RESUMO O desenvolvimento de atividades de extensão por meio do I Festival Unoesc de

Leia mais

UMA PROPOSTA DE FORMAÇÃO INTEGRAL ATRAVÉS DO ESPORTE

UMA PROPOSTA DE FORMAÇÃO INTEGRAL ATRAVÉS DO ESPORTE UMA PROPOSTA DE FORMAÇÃO INTEGRAL ATRAVÉS DO ESPORTE UMA DAS PRIMEIRAS ESCOLAS DE ESPORTES DE SÃO PAULO A MedSport oferece, desde 1981, Iniciação Poliesportiva para crianças e jovens de 4 a 15 anos. Por

Leia mais

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS. Educação infantil Creche e pré escolas

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS. Educação infantil Creche e pré escolas PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS Educação infantil Creche e pré escolas O QUE É? Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN - são referências de qualidade para os Ensinos Fundamental e Médio do país,

Leia mais

ESCOLA SONHO DE CRIANÇA PROPOSTA PEDAGÓGICA DA ESCOLA SONHO DE CRIANÇA

ESCOLA SONHO DE CRIANÇA PROPOSTA PEDAGÓGICA DA ESCOLA SONHO DE CRIANÇA PROPOSTA PEDAGÓGICA DA ESCOLA SONHO DE CRIANÇA A visão de educação da Escola Sonho de Criança é de concepção humanista, já que valoriza o ser humano no desenvolvimento das suas potencialidades. Acreditamos

Leia mais

Ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda 2016

Ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda 2016 Ginástica Geral Prof. Dra. Bruna Oneda 2016 professora@brunaoneda.com.br Ementa Estudo das movimentações das diversas modalidades de ginástica: artística, rítmica, aeróbica, acrobática e das expressões

Leia mais

OLIMPÍADAS DISNEY E.E. PROFª IRENE RIBEIRO. Professor(es) Apresentador(es): Luís Fernando Alves da Silva Marisa Cunsolo.

OLIMPÍADAS DISNEY E.E. PROFª IRENE RIBEIRO. Professor(es) Apresentador(es): Luís Fernando Alves da Silva Marisa Cunsolo. OLIMPÍADAS DISNEY E.E. PROFª IRENE RIBEIRO Professor(es) Apresentador(es): Luís Fernando Alves da Silva Marisa Cunsolo Realização: Foco do Projeto Os professores de Educação Física da E.E. Profª Irene

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 04, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015.

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 04, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 04, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015. Estabelece Diretrizes para a oferta da Modalidade de Educação de Jovens

Leia mais

AULA 08 Profª Matilde Flório Concurso PMSP- 2011 Reflexões Gerais para as dissertativas (recorte...) PARTE 02

AULA 08 Profª Matilde Flório Concurso PMSP- 2011 Reflexões Gerais para as dissertativas (recorte...) PARTE 02 AULA 08 Profª Matilde Flório Concurso PMSP- 2011 Reflexões Gerais para as dissertativas (recorte...) PARTE 02 DISSERTATIVA - 07 Na reunião pedagógica, os professores do Ensino Fundamental II foram desafiados

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: EDUCAÇÃO FISICA Disciplina: CRESCIMENTO

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula. As turmas das Atividades Extraclasse, para cada modalidade, são divididas de acordo

Leia mais

Colégio São Francisco de Assis Educar para a Paz e o Bem Província do SS. Nome de Jesus do Brasil.

Colégio São Francisco de Assis Educar para a Paz e o Bem Província do SS. Nome de Jesus do Brasil. Colégio São Francisco de Assis Educar para a Paz e o Bem Província do SS. Nome de Jesus do Brasil. Senhores pais ou responsável: Iremos iniciar as matrículas das atividades extracurriculares. INÍCIO DAS

Leia mais

ESPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO

ESPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO ESPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO O esporte é uma via privilegiada para o desenvolvimento humano. Por meio do esporte, as crianças e jovens têm oportunidade de desenvolver valores, atitudes e competências

Leia mais

CENÁRIO DA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO ESTADO DA PARAÍBA

CENÁRIO DA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO ESTADO DA PARAÍBA CENÁRIO DA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO ESTADO DA PARAÍBA Prof.ª Dr.ª Lívia Tenorio Brasileiro Depto. de Educação Física UEPB PROPESQ/UEPB 2010/2012 Aline Debora Silva Oliveira PIBIC/CNPq 2012/2013 DEF/UEPB

Leia mais

SOBRE A EVOLUIR. Visite: /

SOBRE A EVOLUIR. Visite:  / CONSTRUINDO MÚSICA SOBRE A EVOLUIR A Evoluir é uma editora e uma empresa de educação para sustentabilidade. O nosso trabalho é, por meio de projetos e materiais educativos, levar as pessoas a refletir

Leia mais

PROJETO DE VIDA FORMAÇÃO INTEGRAL 1

PROJETO DE VIDA FORMAÇÃO INTEGRAL 1 PROJETO DE VIDA FORMAÇÃO INTEGRAL 1 A formação de pessoas autônomas, engajadas, produtivas e atuantes representa um desafio para as instituições educacionais em todo o mundo. No Brasil, particularmente,

Leia mais

Rede Mobilizadores. Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais

Rede Mobilizadores. Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais Atividade Final: Elaboração de Pré-Projeto Aluno: Maurício Francheschis Negri 1 Identificação do Projeto Rede Mobilizadores Elaboração de Projetos Sociais: aspectos gerais Um dia na escola do meu filho:

Leia mais

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788 Relatório de Atividades Mensal Esse relatório tem como objetivo apresentar as principais atividades desenvolvidas pela Instituição Recanto Infantil Tia, de acordo com o Projeto Biblioteca e Cidadania Ativa.

Leia mais

PERCEPÇÃO DAS CRIANÇAS DA ESCOLA MUNICIPAL CENTRO DE PROMOÇÃO EDUCACIONAL ACERCA DO ESTATUTO CRIANÇA E ADOLESCENTE

PERCEPÇÃO DAS CRIANÇAS DA ESCOLA MUNICIPAL CENTRO DE PROMOÇÃO EDUCACIONAL ACERCA DO ESTATUTO CRIANÇA E ADOLESCENTE 28 PERCEPÇÃO DAS CRIANÇAS DA ESCOLA MUNICIPAL CENTRO DE PROMOÇÃO EDUCACIONAL ACERCA DO ESTATUTO CRIANÇA E ADOLESCENTE FEITOZA, Rosangela 1 BARROS, Ady 2 IGNÁCIO, Alba Valéria Alves 3 CRUZ, Marcelo Sérgio

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: EDUCAÇÃO FISICA Núcleo Temático: Disciplina:

Leia mais

Associação Barreiros pelo futuro de nossas crianças

Associação Barreiros pelo futuro de nossas crianças Boa ação Associação Barreiros pelo futuro de nossas crianças Em um espaço extraordinário, mais de 400 crianças da rede pública de Ilhabela são recebidas para vivenciar no contraturno do período escolar

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Assunção, o estudante também descobre novos conhecimentos além da sala de aula. Crianças e jovens desenvolvem talentos por meio de atividades esportivas, artísticas e

Leia mais

UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA

UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA Guarantã do Norte 2013 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO IES: Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte PARCERIA: Prefeitura Municipal de

Leia mais

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO DE LETRAS/PORTUGUÊS Gêneros textuais como ferramenta para o ensino de Língua Portuguesa INTRODUÇÃO De acordo com os objetivos do programa, conforme portaria 096/2013 Capes, essa proposta de

Leia mais

PROJETO BRINCANDO SE APRENDE

PROJETO BRINCANDO SE APRENDE PROJETO BRINCANDO SE APRENDE COLÉGIO ESTADUAL PROFESSOR EDGARD SANTOS APRESENTAÇÃO A Matemática e a Língua Portuguesa são vistas como disciplinas de difícil aprendizagem, muitas vezes até rejeitada pelos

Leia mais

MODELO PEDAGÓGICO. (Niza, 1989).

MODELO PEDAGÓGICO. (Niza, 1989). MODELO PEDAGÓGICO O modelo pedagógico do MEM afirma que o desenvolvimento da criança vai para além das atividades individuais de compreensão do mundo. A criança também se desenvolve a partir de contatos

Leia mais

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL CONEXÃO VERDE REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL IASEA INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL 1. APRESENTAÇÃO Conexão Verde é uma rede de aprendizagem e colaboração que envolve jovens

Leia mais

PROGRAMA FUTEBOL E COMPORTAMENTO

PROGRAMA FUTEBOL E COMPORTAMENTO PROGRAMA FUTEBOL E COMPORTAMENTO O Futebol não é um evento ingênuo ou distraído. A cada dia uma localidade qualquer deste país vive e convive com o futebol, seja num jogo de várzea, seja em campeonatos

Leia mais

Fundada em 04 de setembro de 2000, tem desempenhado suas propostas desportivas e sociais de forma cada vez mais organizada e profissional.

Fundada em 04 de setembro de 2000, tem desempenhado suas propostas desportivas e sociais de forma cada vez mais organizada e profissional. INSTITUCIONAL A ASSOCIAÇÃO PARADESPORTIVA JR nasceu com a finalidade de contribuir com a integração da Pessoa com Deficiência na sociedade através do esporte. É pioneira neste tipo de projeto social, ou

Leia mais

PARECER DOS RECURSOS

PARECER DOS RECURSOS 11) Considerando a conceituação teórica sobre o jogo apresentada na Proposta Curricular de SC, analise as afirmações a seguir. l A criança, por exemplo, joga/brinca de uma forma individual, centrada em

Leia mais

Ginástica Artística. Prof. Dra. Bruna Oneda. Aula 1

Ginástica Artística. Prof. Dra. Bruna Oneda. Aula 1 Ginástica Artística Prof. Dra. Bruna Oneda Aula 1 2017 Denominação Ginástica Artística A Ginástica Artística também é conhecida no Brasil por: Ginástica Olímpica, Ginástica de Aparelhos, Ginástica de Solo

Leia mais

Missão: Visão: Valores:

Missão: Visão: Valores: A Saúde Esporte Sociedade Esportiva é uma organização não governamental sem fins lucrativos dedicada a integração e socialização através do esporte, proporcionando o bem estar e melhor qualidade de vida

Leia mais

Processo de criação em composições coreográficas

Processo de criação em composições coreográficas Processo de criação em composições coreográficas A criatividade nas variedades das escolhas dos elementos corporais e sua integração com os aparelhos, a expressão facial e corporal, de acordo com o acompanhamento

Leia mais

FUTSAL (Certificado ISO 9001/2008)

FUTSAL (Certificado ISO 9001/2008) FUTSAL (Certificado ISO 9001/2008) Objetivos: Promover o aprendizado e o aperfeiçoamento do aluno nos fundamentos básicos e conhecimento das regras, oferecendo-lhe a oportunidade de praticar a modalidade

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO DA APAE DE UBERLÂNDIA APAE 2008

PLANO ESTRATÉGICO DA APAE DE UBERLÂNDIA APAE 2008 PLANO ESTRATÉGICO DA APAE DE UBERLÂNDIA APAE 2008 1. NEGÓCIO Inclusão Social 2. MISSÃO Promover a inclusão social, desenvolvendo os potenciais de pessoas com deficiência mental ou múltipla. Através de

Leia mais

PROJETO DE GESTÃO. O saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes. Cora Coralina.

PROJETO DE GESTÃO. O saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes. Cora Coralina. PROJETO DE GESTÃO O saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes. Cora Coralina. Especificação 1- Dados de Identificação... 01 2- Justificativa...

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR EIXO TECNOLÓGICO: AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA CURSO/MODALIDADE: Curso Técnico em Meio Ambiente Subsequente COMPONENTE CURRICULAR: METODOLOGIA DE PESQUISA E CÓDIGO: APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICOS Currículo:

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar IV Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º 1 - Ementa (sumário, resumo) Dimensões da participação: política,

Leia mais

Projeto de Financiamento para Aquisição de Transporte

Projeto de Financiamento para Aquisição de Transporte Projeto de Financiamento para Aquisição de Transporte Objetivo Geral:Agilizar e dinamizar ações no atendimento às crianças/adolescentes e familiares, assistidos pela OSCIP/FEAS Fundação Educativa Albert

Leia mais

MATERIAL DE APOIO PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CELEBRAÇÃO DE CARTA ACORDO

MATERIAL DE APOIO PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CELEBRAÇÃO DE CARTA ACORDO MATERIAL DE APOIO PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CELEBRAÇÃO DE CARTA ACORDO A nossa ideia de projeto é que ele sirva para embasar e orientar um roteiro de trabalho compartilhado de um grupo, sendo muito

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E

Leia mais

Atletismo na escola, uma possibilidade de ensino. E.E. Alfredo Paulino. Professor(es) Apresentador(es): Prof. Eduardo Maia Simões.

Atletismo na escola, uma possibilidade de ensino. E.E. Alfredo Paulino. Professor(es) Apresentador(es): Prof. Eduardo Maia Simões. Atletismo na escola, uma possibilidade de ensino E.E. Alfredo Paulino Professor(es) Apresentador(es): Prof. Eduardo Maia Simões Realização: Foco do Projeto O foco era oferecer aos alunos dos 4ºs. Anos

Leia mais

CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS

CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS GET GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHADOR SESI/DRMG MINAS GERAIS 2015 www.fiemg.com.br SUMÁRIO 1. PALESTRAS 1.1 MAIS INFORMAÇÕES... 4 2. OFICINAS 2.1 ÉTICA

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: EDUCAÇÃO FISICA Núcleo Temático: Disciplina:

Leia mais

Projeto Político Pedagógico

Projeto Político Pedagógico Projeto Político Pedagógico UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Disciplina: (EDC284) Didática Professora: Amaleide Lima Ivanilda Gonçalves da Silva Joice Assis de Souza Mércia Samyra Nascimento Ramon Castro

Leia mais

Escola de Turismo e Hotelaria Canto da Ilha PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO. Educação Integral dos Trabalhadores

Escola de Turismo e Hotelaria Canto da Ilha PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO. Educação Integral dos Trabalhadores Escola de Turismo e Hotelaria Canto da Ilha PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO Educação Integral dos Trabalhadores ESCOLA DE TURISMO E HOTELARIA CANTO DA ILHA - CUT Projeto Político Pedagógico da Escola de Turismo

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE VOTORANTIM EE. PROF. BENEDICTO LEME VIEIRA NETO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE VOTORANTIM EE. PROF. BENEDICTO LEME VIEIRA NETO HISTÓRICO A E.E.PROFº BENEDICTO LEME VIEIRA NETO foi criada em 26 de Dezembro de 1985, sob o Decreto nº 24.538. A instalação deu-se em 03 de Janeiro de 1986. Localização: Rua Francisco Roberto Daniel nº

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE VICENTINA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Estabelece normas para o funcionamento das Atividades Complementares do curso de filosofia da Faculdade Vicentina. SEÇÃO I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais

Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais Internos e Externos Mudança de Status de Analista para Consultor de Empresas Justificativa - 1: A Evolução dos Sistemas de Gestão da Espécie A medida

Leia mais

DEBATE SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR. Anos Iniciais. Profa. Clarice Salete Traversini Pedagogia 04/12/2015

DEBATE SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR. Anos Iniciais. Profa. Clarice Salete Traversini Pedagogia 04/12/2015 DEBATE SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR Anos Iniciais Profa. Clarice Salete Traversini Pedagogia 04/12/2015 Construção de currículo, assim como a construção da democracia é um processo sem fim (Boaventura

Leia mais

Projeto Inclusão Digital. Unid. Cotia - Rua Topázio, 240 - Jd. Nomura - Cotia - F: (11) 4614-2000. Apoio:

Projeto Inclusão Digital. Unid. Cotia - Rua Topázio, 240 - Jd. Nomura - Cotia - F: (11) 4614-2000. Apoio: Projeto Inclusão Digital Empresa: Soluções Cursos e Sistemas Ltda BIT Company Unidade Cotia Responsável: Jocilene de Oliveira Silva Cuter Telefone: 4614-2000/7133-8547 1) Nome do Projeto: Projeto Inclusão

Leia mais

PROMOÇÃO DE SAÚDE NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA RESUMO

PROMOÇÃO DE SAÚDE NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA RESUMO PROMOÇÃO DE SAÚDE NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Acadêmicas: Amanda Luiza Rauber Godinho Lucilla Joceli Waschburger Professoras Orientadoras: Sandra Fachineto e Elis Regina Frigeri RESUMO O estágio Curricular

Leia mais

2 - DEZESSEIS PASSOS PARA A CONSTRUÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO

2 - DEZESSEIS PASSOS PARA A CONSTRUÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO 9 2 - DEZESSEIS PASSOS PARA A CONSTRUÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO Luiz Gonzaga de Oliveira Pinto 1 - Para construir o é preciso que direção, professores, funcionários, alunos e pais saibam o que ele significa.

Leia mais

PROJETO CONSTRUINDO SABERES

PROJETO CONSTRUINDO SABERES PROJETO CONSTRUINDO SABERES Justificativa: O Projeto Construindo Saberes em Língua Portuguesa e Matemática, justifica-se pela importância de ser um instrumento de apoio pedagógico e didático para sanar

Leia mais

ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO

ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO ELEIÇÕES 2012 DIRETRIZES DO PROGRAMA DE GOVERNO DO CANDIDATO JOSÉ SIMÃO DE SOUSA PARA A PREFEITURA DE MANAÍRA/PB ZÉ SIMÃO 45 - PREFEITO OBJETIVOS DO GOVERNO: Consolidar e aprofundar os projetos e ações

Leia mais

Projeto Olímpio no Olimpo

Projeto Olímpio no Olimpo Projeto Olímpio no Olimpo E.E.E.I. Olímpio Catão Professor(es) Apresentador(es): Simone da Silva de Paula Marisa Maria Nascimento Nóbrega Realização: Foco do Projeto Estamos às vésperas do evento das Olimpíadas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal do Amapá UNIFAP Coordenação do Curso de Educação Física CCEF

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal do Amapá UNIFAP Coordenação do Curso de Educação Física CCEF DISCIPLINA DO 8º SEMESTRE I IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA Código Denominação Créditos CH Total CH Semanal EF Estágio Supervisionado III 10 150 10 II INDICAÇÃO DE PRÉ-REQUISITO(S) Estágio Supervisionado II III

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Planejamento e Avaliação Educacional. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Planejamento e Avaliação Educacional. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: Pedagogia Disciplina: Planejamento e Avaliação Educacional Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário resumo) Aspectos históricos e socioeconômicos

Leia mais

PROJETO PROFESSOR DIRETOR DE TURMA (SEDUC/CE) DEFINIÇÃO: Tecnologia educacional de execução simples, em que um professor, ministrante de qualquer disciplina e com perfil adequado para exercer a função,

Leia mais

As Novas Tecnologias no Processo Ensino-Aprendizagem da Matemática

As Novas Tecnologias no Processo Ensino-Aprendizagem da Matemática A UTILIZAÇÃO DE BLOGs COMO RECURSO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Maria Angela Oliveira Oliveira Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho matematicangela2007@yahoo.com.br Resumo: O Mini-Curso

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE ALAGOAS ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR ARTHUR RAMOS PARLAMENTO JUVENIL DO MERCOSUL. João Victor Santos

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE ALAGOAS ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR ARTHUR RAMOS PARLAMENTO JUVENIL DO MERCOSUL. João Victor Santos SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE ALAGOAS ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR ARTHUR RAMOS PARLAMENTO JUVENIL DO MERCOSUL João Victor Santos Inclusão Educativa Trajetos para uma educação inclusiva Pilar 2016 RESUMO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO DOMÍNIO DA TECNOLOGIA NA TUTORIA EAD.

A IMPORTÂNCIA DO DOMÍNIO DA TECNOLOGIA NA TUTORIA EAD. A IMPORTÂNCIA DO DOMÍNIO DA TECNOLOGIA NA TUTORIA EAD. O tutor é preciso ter domínio da tecnologia, do conteúdo, trabalhar sob planejamento, organização, disciplina, respeito, confiança, empatia, afetividade,

Leia mais

REPENSANDO A EDUCAÇÃO FÍSICA PARA UNA NOVA PRÁTICA ESCOLAR

REPENSANDO A EDUCAÇÃO FÍSICA PARA UNA NOVA PRÁTICA ESCOLAR NÚCLEO DE ESTUDOS EM METODOLOGIA E PLANEJAMENTO DO ENSINO DA CULTURA CORPORAL NEPECC - UFU REPENSANDO A EDUCAÇÃO FÍSICA PARA UNA NOVA PRÁTICA ESCOLAR Prof. Dr. Gabriel H. Muñoz Palafox. Copyright, 1998

Leia mais

Aula 1.2 Conteúdo: Ginástica rítmica. Habilidades: Sintetizar os fundamentos e regras da ginástica rítmica EDUCAÇÃO FÍSICA INTERATIVIDADE FINAL

Aula 1.2 Conteúdo: Ginástica rítmica. Habilidades: Sintetizar os fundamentos e regras da ginástica rítmica EDUCAÇÃO FÍSICA INTERATIVIDADE FINAL Aula 1.2 Conteúdo: Ginástica rítmica Habilidades: Sintetizar os fundamentos e regras da ginástica rítmica Ginástica rítmica GR Rudolf Bode (1930) Isadora Duncan (1940) Aparelho de Ginástica Rítmica Materiais

Leia mais

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO. CAMPUS CERES DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL PROJETO DO

Leia mais

Projeto Jogos. A importância de conhecer a história dos Jogos

Projeto Jogos. A importância de conhecer a história dos Jogos Projeto Jogos A importância de conhecer a história dos Jogos Introdução Este projeto consiste em um desenvolvimento de comunicação entre jogos e computadores voltado para entretenimento e aprendizagem.

Leia mais

Metas / 2016 PESQUISA. Criados mais quatro projetos de pesquisa em desenvolvimento

Metas / 2016 PESQUISA. Criados mais quatro projetos de pesquisa em desenvolvimento PESQUISA Foram desenvolvidos 5 projetos de pesquisa; 1. Família e seus reflexos jurídicos na sociedade contemporânea; 2. Educação a distância: reflexões sobre o processo de ensinoaprendizagem; 3. Formação

Leia mais

OPapeldoesportenaescola; Porque somente os Esportes Coletivos são trabalhados na escola; Como trabalhar os esportes individuais na escola;

OPapeldoesportenaescola; Porque somente os Esportes Coletivos são trabalhados na escola; Como trabalhar os esportes individuais na escola; OPapeldoesportenaescola; Porque somente os Esportes Coletivos são trabalhados na escola; Como trabalhar os esportes individuais na escola; Introdução ao Atletismo; 1 PCN Parâmetro Curricular Nacional A

Leia mais

Uma formação dos professores que vai além dos saberes a serem ensinados

Uma formação dos professores que vai além dos saberes a serem ensinados Uma formação dos professores que vai além dos saberes a serem ensinados Philippe Perrenoud Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Universidade de Genebra 2012 Endereços Internet http://www.unige.ch/fapse/sse/teachers/perrenoud/

Leia mais

O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Introdução

O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Introdução 421 O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Amanda Ferreira dos Santos², Felipe Vidigal Sette da Fonseca²,

Leia mais

Organizar o projeto editorial do livro comemorativo dos 60 anos da declaração universal dos direitos humanos.

Organizar o projeto editorial do livro comemorativo dos 60 anos da declaração universal dos direitos humanos. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA ESPECIAL DOS DIREITOS HUMANOS TERMO DE REFERÊNCIA OEI/BR08-001/SEDH/PR - FORTALECIMENTO DA ORGANIZAÇÃO DO MOVIMENTO SOCIAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO BRASIL E DIVULGAÇÃO

Leia mais

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Esplanada dos Ministérios, Bloco L 70047-902 Brasília DF ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

S enado Federal S ubsecretaria de I nfor mações DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

S enado Federal S ubsecretaria de I nfor mações DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL S enado Federal S ubsecretaria de I nfor mações LEI Nº 9.795, DE 27 DE ABRIL DE 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS

PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS PROJETO ESCOLA DE PAIS E FILHOS EMEF-I Prof. Manoel Ignácio de Moraes Professor(es) Apresentador(es): Sônia Maria Romano Rosemary de Almeida Teixeira Oliveira Realização: Foco do Projeto A programação

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 4.005-A, DE 2012 (Da Sra. Erika Kokay)

PROJETO DE LEI N.º 4.005-A, DE 2012 (Da Sra. Erika Kokay) *C0059996A* C0059996A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 4.005-A, DE 2012 (Da Sra. Erika Kokay) Institui a Semana Nacional dos Contadores de História; tendo parecer da Comissão de Educação, pela aprovação

Leia mais

METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS

METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professor (a):selma Maria de Mello - Disciplina: Educação Física - Ano: 2014 - Período: 1º Bimestre Curso: Ensino Médio e Profissionalizante Turma: 1º ano A matutino ESTRUTURANTES

Leia mais

1 Sobre os aspectos legais da abrangência da Lei 20.817 de 29/07/2013

1 Sobre os aspectos legais da abrangência da Lei 20.817 de 29/07/2013 Ofício Circular nº 252/2013 Assunto: Abrangência da Lei 20.817/2013 matrícula de aluno no 1º ano do Ensino Fundamental Setor: Subsecretaria de Desenvolvimento da Educação Básica Belo Horizonte, 21 de Outubro

Leia mais

PROJETO FESTIVAL DE CICLISMO DE PISTA - 2ª Etapa Americana TERMO DE ABERTURA Preparado por Estevam Mancini Gerente do Projeto Versão: 01

PROJETO FESTIVAL DE CICLISMO DE PISTA - 2ª Etapa Americana TERMO DE ABERTURA Preparado por Estevam Mancini Gerente do Projeto Versão: 01 PROJETO FESTIVAL DE CICLISMO DE PISTA - 2ª Etapa Americana TERMO DE ABERTURA Preparado por Estevam Mancini Gerente do Projeto Versão: 01 1.1 Resumo das condições do projeto Se analisarmos o contexto olímpico

Leia mais

BALÉ DA VILA Dança para Crianças

BALÉ DA VILA Dança para Crianças BALÉ DA VILA Dança para Crianças MODALIDADES Balé a partir de 2 anos Jazz & Dança Contemporânea a partir de 5 anos Danças do Brasil & do Mundo a partir de 2 anos Encontro Dançante Super Baby 1e 2 anos

Leia mais