. A ciência em portugal na 2ª geração da web. . Prémio Crioestaminal 2008: candidaturas abertas. . Cem mil portugueses sofrem de glaucoma

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ". A ciência em portugal na 2ª geração da web. . Prémio Crioestaminal 2008: candidaturas abertas. . Cem mil portugueses sofrem de glaucoma"

Transcrição

1

2

3

4

5 n.º 29 Março_2008 ÍNDICE EDITORIAL. A ciência em portugal na 2ª geração da web 7 COLUNA ROBÓTICA. Pedro U. Lima ISR, Instituto Superior Técnico, UTL 44 Ficha Técnica DIRECTOR Joana Vidigal Leal MARKETING E COMUNICAÇÃO Paulo Carrasqueira DESIGN GRÁFICO Paulo Simão TIRAGEM Versão online - PDF R. C. Social nº PERIODICIDADE Mensal EDITOR CienciaMetrics Ciência, Tecnologia e Rua Nova do Soares Edifício Quinta das Pratas r/c Loja Cartaxo EM MARÇO. Prémio Crioestaminal 2008: candidaturas abertas. Cem mil portugueses sofrem de glaucoma. Especialistas definem estratégias para prática clínica. Portugal entre os países que melhor paga a bolseiros COLUNA - LUGAR DE SABER. Maria Clara Macedo CIÊNCIA TECNOLOGIA INOVAÇÃO PUBLICAÇÕES COLUNA - ECONOMIA. Orlando Petiz Pereira DOSSIER. Transgénicos: Prós e contras COLUNA - QUERCUS. Margarida Silva ENSINO SUPERIOR EM REDE. As instituições de Ensino Superior INTERNACIONAL EM REVISTA. Insectos fazem dois dinossauros mudar de nome. Sonda da NASA detecta avalanches no pólo norte de Marte. Cassini detecta possível anel em lua de Saturno CURIOSIDADES DO MÊS A NÃO PERDER HOMEPAGE TELEFONE (+351) OPORTUNIDADES CIENTIFICAS 38. Emprego Científico, Bolsas de Investigação e Apoio e Financiamento FAX (+351) Março 2008 Mundus 5.

6

7 EDITORIAL A CIÊNCIA EM PORTUGAL NA SEGUNDA GERAÇÃO DA WEB <<Ao contrário de outros, não nos limitamos a publicar conteúdos de agências notíciosas (...) somos o principal orgão de comunicação social de ciência, temos o maior número de entrevistas, artigos de opinião dossiês, reportagens, publicados nas áreas da C&T>> Tudo começou em Março de 2003 (o lançamento oficial ocorreu em Setembro). Volvidos cinco anos, o CienciaPT está completamente preparado para enfrentar os desafios da segunda geração da World Wide Web (Web 2.0.), onde a troca de informações e a participação dos nossos utilizadores (mais de 15 mil) e parceiros (perto de 50 instituições que incluem praticamente todas as universidades e politécnicos de Portugal) são os pontos fortes. Ao contrários de outros, não nos limitamos a publicar conteúdos de agências noticiosas; estamos no terreno, somos o principal orgão de comunicação social de ciência, temos o maior número de entrevistas, artigos de opinião, colunas, especiais, dossiês, reportagens, etc... publicados nas áreas da C&T e disponíveis aos nossos mais 200 mil visitantes únicos. Editamos a única revista nacional de comunicação de ciência em Portugal (MUNDUS) que, mensalmente, chega a mais de 35 mil leitores (sem contar com a distribuição que se faz entre os professores e alunos das instituições). Somos a referência para mais de 400 escolas que todos os dias utilizam os nossos conteúdos em sala de aula, para fomentar o uso das novas tecnologias. Cada vez mais, o importante para nós são os nossos utilizadores, quem todos os dias nos escolhe como a principal fonte de informação. Novos serviços irão surgir nos próximos tempos (em especial com projectos relacionados com os países de língua portuguesa e a Europa.), que irão tornar os temas da Ciência e Tecnologia cada vez mais acessíveis a todos e na ordem do dia da nossa sociedade. Aproveitem mais uma edição da MUNDUS (no 28) onde destacamos os prós e contras dos transgénicos e contamos ainda com quatro colunas: Robótica (por Pedro U. Lima - IST UTL), Lugar do Saber (Clara Macedo - U. do Porto), Economia (Orlando Petiz - U. do Minho) e Quercus - por Margarida Silva (QUER- CUS). REVISTA MUNDUS DESTAQUE A revista Mundus é uma publicação digital mensal de divulgação e comunicação de informação de referência em Português nos domínios da Ciência, Tecnologia e Inovação. E dirigida quer à comunidade científica e académica, investigadores, docentes, alunos, gestores de Ciência e Tecnologia, quer ao público em geral. A Revista Mundus é a primeira revista digital portuguesa de divulgação alargada da Ciência, Tecnologia e Inovação. Tem como complemento permanente a revista e.ciência semanal, editada e disponibilizada no portal. Março 2008 Mundus 7.

8 Ciência EM MARÇO no Mundo DIA 3 AMBIENTE SPEA LANÇA ANUÁRIO ORNITO- LÓGICO 5 COM LISTA DAS AVES DE PORTUGAL CONTINENTAL Já saiu o Anuário Ornitológico no 5 que, para além do Relatório Anual do Comité Português de Raridades, de uma selecção de observações do Noticiário Ornitológico e de diversos artigos, contém ainda a Lista Sistemática das Aves de Portugal Continental. De acordo com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), nesta lista faz-se uma compilação, resultante de uma revisão exaustiva, dos registos publicados até ao final de 2005 sobre a avifauna de Portugal. Para adquirir um exemplar, ao preço de apenas seis euros (para sócios) ou oito euros (para não sócios), poderá comprá-lo directamente na loja SPEA, ou encomende através do site da SPEA (http://www. spea.pt/index.php?op=publicacoes), por telefone ( ) ou via para DIA 3 INVESTIGAÇÃO PRÉMIO CRIOESTAMINAL 2008 COM CANDIDATURAS ABERTAS Pelo quarto ano consecutivo, a Crioestaminal e a Associação Viver a Ciência vão galardoar o melhor projecto nacional de investigação na área da biomedicina, através do Prémio Crioestaminal em Investigação Biomédica Entre a próxima quarta-feira (5 de Março) e 16 de Maio estará aberto o período de candidaturas para aquele que tem sido um dos grandes incentivos nacionais à investigação médica e científica portuguesa. De acordo com o regulamento, os investigadores com exercício da sua função em Portugal poderão submeter os seus trabalhos que serão avaliados por um júri internacional, composto por cientistas conceituados concorrendo, assim, a um prémio no valor de 20 mil euros que permitirá financiar a continuidade da investigação. Na edição de 2007, a investigadora premiada foi Mónica Bettencourt Dias, líder de um grupo de investigação no Instituto Gulbenkian da Ciência de Oeiras. O financiamento do Prémio Crioestaminal em Investigação Biomédica está a contribuir para o estudo das estruturas envolvidas na divisão das células e identificação de moléculas que poderão vir a ser utilizadas no diagnóstico e, a longo prazo, como alvos de ataque no tratamento do cancro. Para o director-geral da Crioestaminal, Raul Santos, o apoio dado à investigação científica no nosso país assume uma importância primordial. Nós temos consciência das dificuldades inerentes ao desenvolvimento de projectos de investigação sem o apoio de entidades privadas. É por este motivo que nos orgulhamos de, pela quarta vez consecutiva, levarmos a cabo o Prémio Crioestaminal. Maria Mota, presidente da Associação Viver a Ciência, refere que o prémio contribui para a concretização dos objectivos a que a associação se propôs entre os quais o apoio ao desenvolvimento de carreiras em investigação, através de financiamentos privados. Assim, esta parceria resulta numa aliança perfeita que, ao longo das últimas edições, tem contribuído para distinguir os investigadores portugueses de elevado potencial e com projectos surpreendentes. Sandra Ribeiro, investigadora no Instituto de Biologia Molecular e Celular do Porto (IBMC) e vencedora da primeira edição do prémio, em 2005, refere que é fundamental que este tipo de prémios continue a existir porque permite financiar novas ideias, projectos ambiciosos e arrojados, mas também porque permite aos investigadores financiados a flexibilidade financeira necessária para progredir rapidamente nos seus projectos científicos. E também porque durante o processo de atribuição do Prémio se fala de Ciência. Já o vencedor da edição de 2006, Hélder Maiato, também investigador do IBMC refere, em relação a este prémio, que no nosso caso foi uma contribuição preciosa. A sua continuidade irá permitir a outros investigadores darem resposta a problemas relacionados com a biologia humana, deixando ainda como mensagem aos colegas cientistas que trabalham em Portugal duas palavras: é possível!. O formulário de inscrição e o regulamento do concurso podem ser consultados no portal 8. Março 2008 Mundus

9 EM MARÇO DIA 6 SAÚDE CEM MIL PORTUGUESES SOFREM DE GLAUCOMA Assinala-se hoje, pela primeira vez, o Dia Mundial do Glaucoma. De acordo com Falcão dos Reis, professor de Oftalmologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e membro da Associação Mundial de Glaucoma, esta doença crónica ocular afecta cerca de 100 mil portugueses. O número tende a aumentar, dado o crescente envelhecimento da população. O glaucoma afecta o nervo óptico, gerando uma perda progressiva de visão que, quando não tratada, pode conduzir à cegueira. Geralmente associada a um aumento da pressão intra-ocular, esta patologia pode, numa grande parte dos casos, ser despistada com a realização anual de um exame ocular a partir dos quarenta anos de idade. Sabe-se que os mais velhos, os indivíduos de raça negra, as pessoas cujos familiares sofrem desta doença ou a quem já foi diagnosticada hipertensão ocular estão em maior risco de desenvolver glaucoma. Alguns estudos indicam que a diabetes e a miopia podem também estar associadas a um aumento do risco de desenvolver esta doença. O glaucoma é a terceira causa de cegueira a nível mundial, logo a seguir à catarata e tracoma. Indolor, o glaucoma avança sem qualquer tipo de sintomas até uma fase adiantada de evolução. Quando diagnosticada precocemente, esta patologia pode ser tratada com recurso a fármacos. O tratamento, que deve ser seguido pelo resto da vida, tem por objectivo impedir a lesão do nervo óptico e, consequentemente, a perda visual. Caso o tratamento farmacológico não apresente os resultados desejados, o médico pode recorrer ao tratamento a laser ou à cirurgia (nos casos mais avançados). De acordo com o professor da FMUP, a não realização de exames oftalmológicos com regularidade e o hábito de adquirir óculos sem a realização de um exame médico completo contribuem decisivamente para a falta de diagnóstico e, consequentemente, para a gravidade deste problema. O Dia Mundial do Glaucoma é uma iniciativa de dimensão mundial fomentada pela Associação Mundial de Glaucoma e pela Associação Mundial de Doentes com Glaucoma, tendo como objectivo chamar a atenção para este importante problema de saúde pública. DIA 7 AMBIENTE MINUTO VERDE ENTRA NO TERCEI- RO ANO DE EMISSÃO A Quercus inicia o terceiro ano de programas da rubrica Minuto Verde no Bom Dia Portugal, no dia em que a RTP comemora o seu 51º aniversário. A Rádio e Televisão de Portugal em parceria com a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza iniciaram a 6 de Março de 2006 no programa Bom Dia Portugal, emitido todos os dias úteis entre as 6.30 e as 10 horas da manhã, uma rubrica denominada Minuto Verde. A rubrica tem sempre a duração exacta de um minuto e é repetida três vezes durante o programa, uma em cada período de uma hora ligeiramente antes de cada hora certa (antes das 8h, 9h e 10h). O Minuto Verde apresenta um conselho muito prático e simples sobre as inúmeras contribuições que cada cidadão pode dar para melhorar o ambiente em áreas tão diversificadas como a energia, a água, o ar, os resíduos, o ruído ou a conservação da natureza. A emissão do Bom Dia Portugal é transmitida pela RTP1, RTP Internacional e RTP África. A apresentação de cada um dos conselhos é efectuada alternadamente por Susana Fonseca e Francisco Ferreira, da Quercus. A rubrica é previamente gravada num ambiente ilustrativo do conselho em causa e fica disponível para visualização online ou em videocast em diversos formatos no site multimedia. rtp.pt. Um endereço de correio electrónico ( endereço de está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de ) pode ser utilizado para perguntas relacionadas com as sugestões apresentadas. Hoje, dia 7, será emitido o programa número 515. A Quercus tem vindo a receber centenas de contactos pessoais, telefonemas e mensagens de correio electrónico relacionadas com as sugestões dadas no Minuto Verde, que se tem revelado um conteúdo muito útil em termos de sensibilização da população em geral e como ferramenta de ensino nas escolas. Simultaneamente na RTP e numa versão propositadamente desenvolvida para rádio, a rubrica Um Minuto Pela Terra pode ser ouvida todos os dias úteis na Antena 1 às 5.58h, 9.58 e 14.58h, com apresentação alternada de Inês Pereira e Francisco Ferreira, com textos desenvolvidos também com o apoio de Sara Campos. Março 2008 Mundus 9.

10 Ciência EM MARÇO no Mundo DIA 7 CIRURGIA HOSPITAL DE SÃO JOSÉ TESTA PACEMAKER PARA A BEXIGA Vai ser testada amanhã (sábado, 8) uma técnica inovadora para o tratamento da incontinência urinária, no Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) Hospital de São José (HSJ), em Lisboa. A intervenção cirúrgica, que pode ser vista em directo a partir do Salão Nobre do Hospital, consiste na colocação de um pacemaker na bexiga do doente. Esta técnica, ainda não usada em Portugal, é um importante avanço médico no tratamento dos doentes com incontinência urinária em Portugal, afirma o coordenador do Serviço de Urologia do CHLC HSJ e presidente do Curso, Vaz Santos. Esta iniciativa encontra-se inserida no Curso do Pavimento Pélvico 2008, um projecto da responsabilidade do Instituto de Educação Médica, e que será complementada com um conjunto de outras cirurgias em directo, a partir das 14h00 de sábado no CHLC Hospital de São José. As operações estarão a cargo de uma equipa de especialistas internacionais que se deslocam a Portugal propositadamente para ensinar aos internos do CHLC HSJ a melhor forma de colocação de um pacemaker na bexiga e de outras importantes técnicas para o tratamento da incontinência urinária nos doentes portugueses. A incontinência urinária afecta em Portugal cerca de 600 mil pessoas, na sua maior parte mulheres com mais de 65 anos. DIA 7 HISTÓRIA MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NA- TURAL COMEMORA HOJE 150 ANOS Instituição criada em 1768 por decreto de D. Pedro V, o Museu Nacional de História Natural, da Universidade de Lisboa, comemora 150 anos de existência. Este domingo, dia 9 de Março, há 150 anos, o Rei D. Pedro V assinou o decreto que determinava a instalação do Museu Nacional de História Natural no edifício da Escola Politécnica. O Museu, inicialmente designado por Museu Real da Ajuda, havia sido criado junto ao Palácio Real em Entre 1836 e 1858 esteve entregue à Academia das Ciências. Nesse ano, com o acordo das duas instituições implicadas, foi transferido, por aquele decreto régio, para o edifício onde hoje se encontra e cuja data se comemora. Em 1911, extinta a Escola Politécnica, aí fica instalada a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa integrando o Museu Nacional de História Natural. Esta efeméride convida a revisitar a história do Museu, a reflectir sobre a sua identidade e sobre os desafios que lhe são colocados hoje e no futuro. É que a 18 de Março passam também 30 anos do incêndio que destruiu grande parte das colecções do MNHN. E a memória deste incêndio também nos incita à reflexão sobre avaliação e prevenção de riscos nos Museus nacionais. DIA 10 ASTRONOMIA OBSERVATÓRIO ASTRONÓMICO DE LISBOA LANÇA CURSOS DE ASTRONOMIA O Observatório Astronómico de Lisboa acaba de anunciar o lançamento dos seus próximos cursos de Astronomia. Inseridos na sua bem conhecida actividade de divulgação, assinala-se o início de uma nova edição do Curso de Introdução à Astronomia e Astrofísica, já em Abril, dedicado a todos aqueles que possuem interesse pelos fenómenos celestes, e o lançamento em Maio de um curso inovador dedicado aos media: Tópicos de Astronomia para Jornalistas. Por fim, é também anunciada a 3ª Escola de Verão de Astronomia para Professores do EB-S. Para mais informações consulte o site do Observatório Astronómico de Lisboa 10. Março 2008 Mundus

11 EM MARÇO DIA 12 CIÊNCIA EUROPEAN SCIENCE AWARDS: NUNO CRATO DISTINGUIDO HOJE EM BRUXELAS O presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM), Nuno Crato, foi distinguido em Bruxelas com o 2º lugar do prémio European Science Awards na categoria Science Communicator of the Year. É a primeira vez que um cientista português recebe o galardão, que foi atribuído em primeiro lugar ao astrofísico francês Jean-Pierre Luminet. De acordo com a SPM, o prémio distingue o trabalho de Crato enquanto divulgador de ciência, e menciona os seus esforços à frente da SPM para divulgar a matemática. É este o caso das Tardes de Matemática, que levam a ciência do dia-a-dia ao público leigo por todo o país, e das Olimpíadas Portuguesas de Matemática, que reúnem neste fim-de-semana 60 jovens na final da sua 26ª edição da qual participaram ao todo 25 mil alunos. Os livros, mencionados com grande destaque na atribuição do galardão, são também uma parte importante dos esforços da SPM para divulgar a matemática. E é justamente na colecção Temas de Matemática, desenvolvida em parceria com a editora Gradiva, que sairá o próximo livro de Nuno Crato, A Matemática das Coisas. Com textos simples e a excelência científica que lhe é peculiar, o matemático e divulgador demonstra como podem as contas ajudar a compreender a arte de Escher, a cortar o Bolo-Rei ou a encontrar o caminho de casa. DIA 12 TECNOLOGIA FCTUC DÁ A CONHECER O PORTAL LABORATÓRIOS VIRTUAIS DE PRO- CESSOS QUÍMICOS Perto de cem professores, de 29 Escolas Secundárias do país, participam na Apresentação Pública do Primeiro Portal de Ensino em Portugal dedicado à Engenharia Química: Laboratórios Virtuais de Processos Químicos (labvirtual.eq.uc.pt). Uma equipa de 15 investigadores dos departamentos de Engenharia Química da FCTUC e da FEUP, apoiada por cinco bolseiros, tem vindo a desenvolver, desde há cerca de dois anos, este portal inovador destinado ao ensino dos Processos Químicos. Com um custo global de 450 mil euros, os Laboratórios Virtuais de Processos Químicos têm o apoio financeiro do Programa Operacional da Sociedade e Conhecimento (POSC), e apostam no desenvolvimento de ferramentas Web inovadoras, disponibilizando na Internet conteúdos interactivos de natureza educativa e científica, nomeadamente laboratórios virtuais, com o objectivo claro de melhorar o ensino e a aprendizagem da Engenharia dos Processos Químicos. Desde o início, foi objectivo da equipa de desenvolvimento que o portal, para além de servir o ensino de alunos de Engenharia, em particular de Engenharia Química, constituísse, também, uma plataforma para divulgação do que é a Engenharia Química: a sua história, a sua evolução, novas áreas de actuação, o que faz o Engenheiro Químico, etc. Nasceu, assim, no portal dos Laboratórios Virtuais de Processos Químicos uma secção dedicada exclusivamente ao público dos jovens de Ensino Secundário e aos seus Professores. Nesta secção existem conteúdos e até algumas aplicações computacionais preparadas tendo em atenção o programa de Física e Química do Ensino Secundário, com relação directa com os Processos Químicos e a Engenharia Química. DIA 13 AMBIENTE OLIVAIS INTENSIVOS AMEAÇAM RE- CURSOS NATURAIS NO SUL DO PAÍS Na zona envolvente à barragem do Alqueva têm sido adquiridas extensas propriedades agrícolas por grandes grupos económicos, a preços inflaccionados, que, segundo os ambientalistas, tornam impossível a sua rentabilização com base na agricultura convencional. De acordo com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), que divulga a notícia, o objectivo destas operações financeiras é o desenvolvimento de mega-projectos turísticos (típica especulação imobiliária) e/ ou de agricultura intensiva, baseada essencialmente no regadio. Esta é uma estratégia de desenvolvimento rural insustentável, a médio e longo prazo e, por essa razão, inaceitável, grave e ilegal, especialmente quando estão em causa valores naturais protegidos, designadamente aqueles incluídos dentro da Rede Natura 2000, denuncia a SPEA. Março 2008 Mundus 11.

12 Ciência EM MARÇO no Mundo DIA 13 PRÉMIO ANTÓNIO COUTINHO AGRACIADO COM PRÉMIO UNIVERSIDADE DE LISBOA O Prémio Universidade de Lisboa 2007 foi atribuído a António Coutinho, director do Instituto Gulbenkian de Ciência e professor convidado da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. De acordo com o júri do do Prémio Universidade de Lisboa 2007, ao qual preside o reitor da Universidade de Lisboa, esta distinção a António Coutinho aconteceu pelo conjunto da sua carreira científica e universitária; pelo mérito e projecção internacional da sua obra científica na área da Imunologia,; pela sua contribuição para a divulgação do trabalho científico e do valor social da Ciência; e pela sua contribuição para a criação e desenvolvimento de uma escola de investigadores na área das Ciências Biomédicas que tem prestigiado internacionalmente a actividade científica desenvolvida em Portugal. O Prémio Universidade de Lisboa, no valor de 25 mil euros, instituído ao abrigo do Protocolo de Cooperação entre a Universidade de Lisboa e o Grupo Santander- Totta, distingue anualmente uma individualidade portuguesa cujos trabalhos, de reconhecido mérito cientifico e/ou cultural, tenham notavelmente contribuído para o progresso e engrandecimento da Ciência e/ou da Cultura, e para a projecção internacional do país. Segundo o Reitor da Universidade de Lisboa, em Portugal é preciso estimular o mérito. Ainda segundo António Sampaio da Nóvoa, a diferença do Prémio Universidade de Lisboa para outros é o distinguir-se alguém, não apenas pela excelência, mas por também deter uma carreira universitária de vulto, reconhecimentos que só costuma ser dado quando essa carreira é feita no estrangeiro. O júri sublinha a importância da instituição do Prémio Universidade de Lisboa estabelecido com o apoio do Banco Santander Totta no desempenho da sua responsabilidade social, tornando mais uma vez possível o estreitamento e o reforço do relacionamento com o mundo académico. O Júri do Prémio UL 2007 foi constituído por personalidades de relevo no meio científico e cultural nacional: António Sampaio da Nóvoa, Reitor da Universidade de Lisboa, (Presidente); António Vieira Monteiro, Administrador do Santander- Totta, (Vice-presidente); Ana Eiró; David Ferreira; Fernando Catarino; Jorge Miranda; José Barata-Moura; José Carlos Vasconcelos; José Manuel Fernandes; Lídia Jorge; Manuel Villaverde Cabral; Teresa Patrício Gouveia. DIA 14 SAÚDE ESPECIALISTAS DEFINEM ESTRATÉ- GIAS PARA PRÁTICA CLÍNICA As doenças cardiovasculares representam a principal causa de morte no nosso país, sendo responsáveis por 40 por cento das mortes ocorridas em Portugal, resultando,na sua maioria, de um estilo de vida pouco saudável e de factores de risco modificáveis. Na primeira Reunião Conjunta entre o Grupo de Estudo de Risco Cardiovascular e o Núcleo de Nutrição em Cardiologia da Sociedade Portuguesa de Cadiologia, especialistas mostraram a sua preocupação sobre a alimentação e a doença coronária, doença renal crónica, prevenção cardiovascular, diabetes e actividade física. Durante a reunião, foram debatidos os problemas da inflamação e doença coronária, o papel dos ácidos gordos n-3 nas doenças cardiovasculares, a importância da carga glicémica e das dietas hiperproteícas em Cardiologia, assim como factores de risco cardiovascular na doença renal crónica, a importância da alimentação na prevenção da doença renal e na hipertensão arterial, os alimentos funcionais e a sua utilização na diabetes, entre outros. A terminar, foi dada importância ao papel da actividade física, do ambiente que favorece a ingestão excessiva calórica e dos esteróis vegetais no metabolismo lipídico. O encontro, que reuniu mais 50 especialistas nas áreas da Cardiologia, Nutrição, Endocrinologia, Nefrologia e Exercício Físico, teve como principal objectivo encontrar directrizes que alertem a população para a importância da alimentação e do exercício físico e na prevenção das patologias cardiovasculares. Estas recomendações serão conhecidas brevemente e serão uma ferramenta fundamental para a prática clínica no que diz respeito ao tratamento das doenças cardiovasculares e alimentares. A primeira Reunião Conjunta entre o Grupo de Estudo de Risco Cardiovascular e o Núcleo de Nutrição em Cardiologia contou com o apoio da Danone, empresa que rege a sua política com base no princípio de que a saúde e o bem-estar dependem, primeiro que tudo, da alimentação. 12. Março 2008 Mundus

13

14

15 EM MARÇO DIA 14 SAÚDE UM EM CADA TRÊS PORTUGUESES SOFRE DE SÍNDROME METABÓLICA A organização da pneumologia, a apneia do sono e o síndrome metabólico foram alguns dos temas que estiveram recentemente em debate no 15º Congresso de Pneumologia do Norte, na cidade do Porto. Não há números certos no que respeita aos doentes afectados pela apneia do sono. Esta doença, que é desconhecida pela maior parte da população, está subdiagnosticada e é subavaliada pela classe médica. Estima-se, no entanto, que entre dois e quatro da população adulta portuguesa sofra de apneia do sono, sendo os obesos com mais de 40 anos os principais afectados. O crescimento do número de doentes obrigou já a que os serviços de saúde tomassem algumas medidas e reorganizassem a área da pneumologia, como explica Agostinho Marques, presidente deste congresso e director da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e do serviço de Pneumologia do Hospital de S. João: Há alguns anos a apneia do sono não fazia parte das nossas preocupações. Em poucos anos, o crescimento da procura foi tão grande que obrigou a afectar médicos para trabalho exclusivo neste sector, tornando-se o maior grupo de doentes a procurar o serviço de Pneumologia. Segundo Cristina Gravina, assistente hospitalar de Cardiologia do Hospital de São João, há a possibilidade de existir uma relação entre a apneia do sono e a síndrome metabólica. No entanto, algumas investigações comprovam que a apneia do sono em si é um factor independente de risco para síndrome metabólica, como tal os doentes que sofrem de apneia do sono têm riscos acrescidos relativamente ao aparecimento de doenças cardiovasculares. Para a especialista alguns estudos científicos indicam que a situação em Portugal está a crescer, calculando-se que um em cada três portugueses sofre de síndrome metabólica. A síndrome metabólica foi referida pela primeira vez na década de 40 e está a receber cada vez mais atenção da classe médica. Obesidade, hipertensão, colesterol elevado e o aumento do perímetro abdominal são alguns dos os factores que conduzem ao diagnóstico da doença e, consequentemente, aumentam a probabilidade da ocorrência de doenças cardiovasculares. O dia de amanhã será marcado pelas XXVI Jornadas Galaico-Durienses de Pneumologia, que estão integradas no programa do congresso. As jornadas com especialistas portugueses e espanhóis procuram promover a discussão em conjunto com especialistas de Espanha, onde a Lei do tabaco entrou em vigor mais cedo e também com grande eficácia. Esta discussão é vital para o acerto de estratégias entre especialistas uma vez que os pneumologistas estão na frente de combate pela saúde, responsáveis pelas primeiras consultas de cessação tabágica no país, refere Agostinho Marques. DIA 17 MATEMÁTICA ALUNO DE CASTRO VERDE CON- QUISTA RECORDE DE MEDALHAS NAS OPM É um evento raro: em 25 anos, tinha ocorrido somente duas vezes. Mas Filipe Valeriano, aluno do 12º da Escola Secundária de Castro Verde, conseguiu atingir a marca de cinco medalhas nas Olimpíadas Portuguesas de Matemática (OPM), tornando-se assim o terceiro concorrente a conquistar uma por cada ano possível de participação. O feito aconteceu na final das XXVI OPM, que decorreu de 13 a 16 de Março em Coimbra a cidade onde a competição foi criada, na Escola Secundária José Falcão. É esta a escola que um maior número de medalhas tem na categoria B (10º a 12º ano) a única em que participa, por ter somente alunos do secundário. Mas Valeriano não foi o único vencedor. Outros 23 alunos vindos de todo o país receberam medalhas. Entre estes está Eloísa Grifo, uma das representantes de Portugal nas Olimpíadas Ibero-Americanas de A aluna junta um ouro na final nacional ao primeiro lugar na categoria 15 a 18 anos do Campeonato Nacional da Língua Portuguesa edição 2007, e comprova que é possível ser simultaneamente muito bom a Matemática e a Português. Os 24 vencedores 12 na categoria A e 12 na categoria B foram apurados a partir de um grupo de 60 jovens, seleccionados entre os cerca de 30 mil que participaram da competição. Os da categoria B frequentarão ainda um estágio para a selecção dos representantes de Portugal nas Olimpíadas Internacionais e Ibero-Americanas. Do estágio participam também os medalhados da categoria B de anos anteriores e os ouro da categoria A que sejam alunos do Ensino Secundário. O estágio decorrerá nos fins-de-semana e durante as férias, em Coimbra. Em 2007, o país ganhou uma medalha de bronze e uma menção honrosa nas Internacionais, e três medalhas nas Ibero-americanas: uma de ouro (a primeira portuguesa), uma de prata e uma de bronze. Em 2008, estas competições decorrerão em Espanha e no Brasil, respectivamente. Março 2008 Mundus 15.

16 Ciência EM MARÇO no Mundo DIA 18 INVESTIGAÇÃO ESTUDO REVELA QUE PORTUGAL ESTÁ ENTRE OS PAÍSES QUE ME- LHOR PAGA A BOLSEIROS As bolsas de doutoramento e pós-doutoramento atribuídas pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) apresentam um valor superior à média dos montantes concedidos pelas instituições congéneres na Europa e no Canadá, revela um estudo comparativo realizado pela empresa Deloitte. De acordo com João Sentieiro, presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o estudo compara os montantes atribuídos pela FCT com os valores concedidos por entidades congéneres na Alemanha, Canadá, Espanha, Finlândia e Reino Unido em Bolsas de Doutoramento e de Pós-doutoramento, quer no próprio país, quer no estrangeiro, e constata que os montantes das bolsas atribuídas pela FCT são superiores à média dos montantes atribuídos pelas bolsas consideradas como pertencentes aos mesmo tipo. Saliente-se que os valores considerados neste relatório compreendem a soma entre o subsídio anual pago aos bolseiros e os subsídios complementares (cobertura de custos específicos, como viagens, propinas, alojamento, participação em conferências, entre outros). O Estudo Comparativo de Bolsas de Doutoramento e Pós-Doutoramento, elaborado a pedido da FCT, incidiu essencialmente sobre as características e montantes concedidos por parte das instituições congéneres na Europa e na América. No total foram consideradas 17 instituições, distribuídas por 14 países. No relatório são identificados os organismos financiadores de Bolsas que apresentam um perfil mais próximo das atribuídas pela FCT, e que foram objecto de estudo comparativo. Este grupo é constituído pelo Ministério de Educación y Ciência (Espanha), Max Planck Society e German Research Foundation (Alemanha), Academy of Finland, Research Council of Canada e United Kingdom Research Council. O conjunto de dados analisado, que permitiu elaborar o perfil de cada uma das entidades referenciadas, foi validado pelos respectivos países. Este relatório vai ser disponibilizado hoje à tarde ao Painel Consultivo previsto no Estatuto do Bolseiro de Investigação (Lei 40/2004) e à Associação dos Bolseiros de Investigação Científica (ABIC), no âmbito de reuniões de trabalho que decorrerão na sede da FCT, em Lisboa. Posteriormente será tornado público no endereço mctes.pt. DIA 19 ROBÓTICA ROBÔ PORTUGUÊS MOSTRA PRIMEI- RAS OBRAS DE ARTE REALIZADAS EM NOVA IORQUE Desde Fevereiro de 2007, que o robô RAP (Robotic Action Painter) gera composições originais, decide por si próprio quando o desenho está pronto e assina no canto inferior direito como qualquer artista humano. A performance deste robô artista tem tido lugar no Museu de História Natural de Nova Iorque, exposto na sala dedicada à evolução da humanidade, dentro de uma vitrina, em permanente actividade criativa. Os primeiros 12 desenhos deste artista robótico poderão ser vistos em Portugal, na Galeria LEONEL MOURA ARTe, em Abril. De acordo com o seu criador, o artista plástico Leonel Moura, os desenhos são abstractos e muito elementares. No essencial revelam uma ou mais concentrações de riscos e cores em determinadas áreas, enquanto o resto é deixado com pouca expressão pictórica, revela o artista, acrescentando que os desenhos fazem lembrar simples garatujas de crianças, mas também aglomerados urbanos ou galáxias. De qualquer modo, por muito primitiva que seja, esta criatividade é profundamente original, adianta Leonel Moura, em comunicado. Tal como sugeria Norbert Wiener, o pai da cibernética, se queremos permitir a emergência de uma criatividade das máquinas é preciso retirar o factor humano do processo. E RAP que se encontra a milhares de quilómetros de distância do seu criador, o qual não tem qualquer meio de o influenciar ou manipular, gera desenhos baseados na sua própria percepção do mundo. Ainda segundo Leonel Moura, o processo criativo de RAP não é exclusivamente aleatório, ainda que este, à semelhança dos mecanismos biológicos, tenha um papel fundamental na produção de decisões. Há de facto, para além disso, a expressão de uma criatividade própria, através de processos descritos pelas teorias da complexidade, da auto-organização e da emergência, continua o artista. Estamos assim perante uma das primeiras manifestações assente numa base científica sólida de uma criatividade produzida por uma entidade não-humana e não-natural. Estes desenhos são a expressão de uma nova revolução na arte, que abre o caminho a uma criatividade artificial, na sequência do que já hoje é plenamente aceite sob a designação de inteligência artificial. 16. Março 2008 Mundus

17

18

19 EM MARÇO DIA 24 SAÚDE DIA MUNDIAL DA TUBERCULOSE: DGS APRESENTA PONTO DA SITU- AÇÃO DA DOENÇA A Direcção-Geral da Saúde (DGS) apresenta à ministra da Saúde, um ponto da situação da tuberculose em Portugal, assinalando o Dia Mundial da Tuberculose. Segundo dados já avançados pela DGS, em Portugal a tuberculose (TB) banal, como fenómeno de cariz social, está a diminuir a bom ritmo, apresentando níveis de baixa incidência na maior parte do território nacional. De qualquer forma, uma das grandes preocupações das entidades de saúde é a TB Multirresistente e a sua forma mais temível, a TB Extensivamente Resistente (também conhecida por XDR), resultantes do mau uso dos antibióticos específicos, que, de acordo com a DGS, têm ainda uma forte expressão, particularmente na área metropolitana de Lisboa. Como tal, o Programa Nacional de Luta Contra a Tuberculose elegeu a TB Multiresistente como área prioritária no seu plano de acção a curto e médio prazos ( ). Dados provisórios da DGS revelam que a taxa de incidência da tuberculose desceu 14 por cento entre 2006 e 2007, registandose no ano passado 25,7 doentes em cada cem mil habitantes. DIA 25 INVESTIGAÇÃO CONFERÊNCIA MIT EUROPA REÚNE INVESTIGADORES EM LISBOA Empresas e líderes de todo o mundo reúnem-se em Lisboa entre hoje e quinta-feira (25 a 27 de Março) com alguns dos principais investigadores e professores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e das instituições Portuguesas envolvidas no Programa MIT-Portugal para debater os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos e modelos de gestão e organização em áreas criticas da indústria e negócios, incluindo a energia, os transportes, as nanotecnologias e a bioengenharia (mais informação). Sob o tema Direcções Estratégicas: Investigação, Operações e Organizações, a Conferência MIT-Europa realiza-se este ano pela primeira vez em Portugal, reunindo representantes das principais empresas do mundo, como Siemens, Shell, Eastman Kodak, BAE, BBVA and Corning. O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Mariano Gago, participa na conferência na manhã de dia 26, aonde apresentará uma visão para o futuro da ciência e tecnologia na Europa. Nessa mesma sessão, Subra Suresh, Director da Escola de Engenharia do MIT, discutirá as principais tendências na investigação em engenharia na próxima década. Participam ainda na conferência como principais oradores, Charles Cooney (Biengenharia), Ernest Moniz (energia), Lionel Kimerling (Materiais), Nancy Leveson (Gestão do risco), Deborah Nightingale (gestão flexível) e Nelson Repenning (gestão e organização de empresas). Na tarde do dia 25 será discutida a estratégia de desenvolvimento do Programa MIT- Portugal e os seus resultados durante os seus primeiros 18 meses, com ênfase para o desenvolvimento de programas inovadores de formação avançada e da ligação ao tecido empresarial, e particularmente o sector energético. Um grupo de empresas portuguesas associadas ao Programa MIT-Portugal apresentam alguns dos seus desenvolvimentos mais recentes, estando previstas intervenções de Jorge Cruz de Morais, Administrador da EDP, Jorge Borrego, Administrador da Galp Power, Manuel Abecassis, Director do IPO (Instituto Português de Oncologia) e de João Bento, Administrador da Brisa. O Secretário de Estado da Ciência e do Ensino Superior, Manuel Heitor, participará nesta sessão, juntamente com os Directores do Programa MIT Portugal, Daniel Roos e Paulo Ferrão, e o líder da área de Sistemas Sustentáveis de Energia no Programa MIT-Portugal, David Marks. O Programa MIT-Portugal foi lançado em Outubro e Insere-se num conjunto de acções que o Governo tem desenvolvido no âmbito do seu Plano Tecnológico para o fortalecimento da cooperação científica e tecnológica com instituições de reconhecido mérito internacional, de uma forma que vem potenciar projectos inovadores que contribuam efectivamente para reforçar a capacidade científica e de formação avançada em Portugal. O Programa envolve um consórcio nacional de instituições de investigação, de ensino superior e empresas portuguesas, facilitando a oferta de programas a nível internacional, assim como o recrutamento de docentes e investigadores. Tem ainda como objectivo estimular o crescimento económico através da inovação de base científica, atraindo novos talentos e actividades de maior valor acrescentado, assim como o acesso a novos mercados por empresas portuguesas de base tecnológica. Março 2008 Mundus 19.

20 Coluna LUGAR DE SABER Maria Clara Macedo Directora da Biblioteca Virtual da Universidade do Porto BIBLIOMETRIA E AVALIAÇÃO DA CIÊNCIA A Universidade do Porto, através da Biblioteca Virtual, promoveu em parceria com a Elsevier um seminário sobre bibliometria e avaliação da ciência. O Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto pareceu pequeno para receber tantos interessados em bibliometria e a pergunta que logo se colocou foi sobre o porquê de tal súbito interesse pela ciência que permite a análise quantitativa e qualitativa da produção cientifica através da avaliação da literatura produzida No passado dia 11 de Março a Universidade do Porto através da Biblioteca Virtual promoveu em parceria com a Elsevier um seminário sobre bibliometria e avaliação da ciência. Tendo contado com a presença do Professor Félix de Moya Anegón da Universidade de Granada, investigador principal do SCImago Research Group, responsável pelo projecto Atlas of Science produzido com informação do ISI Web of Science da Thomson Scientific e que mais recentemente desenvolveu o portal SCImago Journal & Country Rank que apresenta indicadores científicos de publicações e países usando a base de dados Scopus da Elsevier, suscitou grande interesse entre a comunidade académica nacional que se reflectiu em 165 inscrições de investigadores e bibliotecários provenientes dos mais variados locais do país. Na verdade, no dia 11, o Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto pareceu pequeno para receber tantos interessados em bibliometria e a pergunta que logo se colocou foi sobre o porquê de tal súbito interesse pela ciência que permite a análise quantitativa e qualitativa da produção cientifica através da avaliação da literatura produzida. Ora não é fácil ignorar os Rankings e não podemos fechar os olhos à análise e divulgação de dados sobre publicações científicas das instituições de investigação dos outros países. As instituições querem ter visibilidade e afirmação internacional e assim têm de ter em conta este tipo de dados. É cada vez mais importante registar a produção científica, saber como está a evoluir essa produção, saber índice de produtividade das instituições, factores de impacto, número de citações, de auto-citações, índices de co-autorias, de colaborações internacionais estabelecendo comparações entre instituições, áreas cientificas, países e regiões. Apesar de em Portugal existirem poucos estudos bibliométricos, o facto é que desde que foi colocado em acesso o Web of Knowledge em Janeiro de 2002 que o Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais GPEARI (ex-oces) tem desenvolvido alguns trabalhos sobre a produção científica portuguesa e apresentado estudos bibliométricos com base na ISI Web of Science e daí a sua apresentação no seminário se intitular Produção Científica em Portugal: os números através do ISI. Sendo este tipo de estudos uma das no- Março 2008 Mundus 20.

Sílvia Castro. Um laboratório do Instituto Gulbenkian de Ciência.

Sílvia Castro. Um laboratório do Instituto Gulbenkian de Ciência. Sílvia Castro Um laboratório do Instituto Gulbenkian de Ciência. Instituto Gulbenkian de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal 1 520 055 Despesas de funcionamento 1 986 170 Subsídios e bolsas 2

Leia mais

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012 APCP Newsletter Editorial A APCP lança agora, pela primeira vez, a sua Newsletter. Será distribuída em formato digital e também em papel, uma vez por ano. É mais uma forma de tornar públicas as actividades

Leia mais

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O relatório de avaliação do sistema de ensino superior em Portugal preparado pela equipa internacional

Leia mais

Prémio Santander Totta / Universidade Nova de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento

Prémio Santander Totta / Universidade Nova de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento Prémio Santander Totta / Universidade Nova de Lisboa, de Jornalismo Económico Regulamento Considerando que se mostra da maior relevância: a) Reconhecer e premiar a excelência de trabalhos jornalísticos

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

Relatório de Actividades de 2004

Relatório de Actividades de 2004 Relatório de Actividades de 2004 1. Direcção A direcção da ABIC, como é da sua competência, durante o ano de 2004 coordenou e desenvolveu as seguintes actividades no sentido de cumprir o plano de actividades

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO NACIONAL DE IDEIAS CIDADES CRIATIVAS, REFLEXÃO SOBRE O FUTURO DAS CIDADES PORTUGUESAS

REGULAMENTO DO CONCURSO NACIONAL DE IDEIAS CIDADES CRIATIVAS, REFLEXÃO SOBRE O FUTURO DAS CIDADES PORTUGUESAS REGULAMENTO DO CONCURSO NACIONAL DE IDEIAS CIDADES CRIATIVAS, REFLEXÃO SOBRE O FUTURO DAS CIDADES PORTUGUESAS Dirigido aos alunos do 12.º ano da área curricular não disciplinar de Área de Projecto - 1.ª

Leia mais

Projectos Transversais e Inovadores

Projectos Transversais e Inovadores Ic Projectos Transversais e Inovadores Projecto Arquivo Digital de Arte Portuguesa Valores em euros Iniciativas directas 315 701 Total 315 701 Receitas 126 241 A Fundação Calouste Gulbenkian, através da

Leia mais

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal FO L H E TO F EC H A D O : FO R M ATO D L ( 2 2 0 x 1 1 0 m m ) FO L H E TO : C A PA Departamento de Epidemiologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Leia mais

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade Regulamento 2015 1. Objectivo Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2015 é um concurso que resulta da conjugação de esforços e vontades do Crédito Agrícola, aqui representado pela Caixa Central

Leia mais

EDITORIAL OUTUBRO 2015. Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2. ULS Nordeste é das melhores do país 3

EDITORIAL OUTUBRO 2015. Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2. ULS Nordeste é das melhores do país 3 Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2 ULS Nordeste é das melhores do país 3 1,2 milhões de euros para investimentos 3 Sessões musicais na Unidade de Cuidados Paliativos 4 UCC de Mirandela

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS ASSOCIAÇÃO DOS BOLSEIROS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS 2003 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2003 A Associação dos Bolseiros de Investigação Científica, doravante denominada

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

Conclusões da Conferência Anual do INFARMED, I.P. 2009

Conclusões da Conferência Anual do INFARMED, I.P. 2009 Conclusões da Conferência Anual do INFARMED, I.P. 2009 Conferência de abertura Medicina Genómica: Impacto na Eficácia e Segurança dos Medicamentos O cada vez mais reduzido número de novos medicamentos

Leia mais

Breve Historial do Portal CienciaPT

Breve Historial do Portal CienciaPT Breve Historial do Portal CienciaPT O Portal CienciaPT, lançado oficialmente em Novembro de 2003, durante a semana da Ciência & Tecnologia da U. de Aveiro, está presente em mais de 50 Universidades e Institutos

Leia mais

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE A LINK THINK AVANÇA COM PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROFISSONAL PARA 2012 A LINK THINK,

Leia mais

Regulamento do EDP University Challenge 2011. EDP como empresa global de energia, líder em criação de valor, inovação e sustentabilidade.

Regulamento do EDP University Challenge 2011. EDP como empresa global de energia, líder em criação de valor, inovação e sustentabilidade. Regulamento do EDP University Challenge 2011 EDP como empresa global de energia, líder em criação de valor, inovação e sustentabilidade 2ª Edição Artigo 1º Objectivo do prémio 1. O EDP University Challenge

Leia mais

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA. Melhores Planos de Negócio

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA. Melhores Planos de Negócio PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA Melhores Planos de Negócio 2014 REGULAMENTO Preâmbulo Consciente dos novos cenários económicos, que se observam à escala global, e atenta ao papel que

Leia mais

«CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO. 9ª Edição 2010/11

«CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO. 9ª Edição 2010/11 «CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO 9ª Edição 2010/11 REGULAMENTO PRÉMIO FUNDAÇÃO ILÍDIO PINHO "CIÊNCIA NA ESCOLA CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1. A e o Ministério da Educação celebraram

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

APRESENTAÇÃO AEFCUP. Informações. AEFCUP Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

APRESENTAÇÃO AEFCUP. Informações. AEFCUP Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto APRESENTAÇÃO AEFCUP Informações AEFCUP Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Rua do Campo Alegre, 1021 4150 180 Porto GPS: 41º 11'10.25'' N 8º41'25.32''W Tlf. AEFCUP

Leia mais

Comunicado de Imprensa PRÉMIOS RH 2009

Comunicado de Imprensa PRÉMIOS RH 2009 Comunicado de Imprensa PRÉMIOS RH 2009 Os Prémios RH são o reconhecimento público do mérito dos profissionais da Gestão de Recursos Humanos que se distinguem nas suas várias dimensões. É crescente o prestígio

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

MEDIAKIT 2015. Perfil do Leitor UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Distribuição Regional. Nível Hierárquico

MEDIAKIT 2015. Perfil do Leitor UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Distribuição Regional. Nível Hierárquico MEDIAKIT 2015 Perfil do Leitor UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Dirigida aos profissionais de Medicina Veterinária Independência, isenção e rigor no tratamento da informação sobre os acontecimentos

Leia mais

Programa de Acção da Candidatura a Presidente

Programa de Acção da Candidatura a Presidente Programa de Acção da Candidatura a Presidente do Instituto Politécnico de Beja de Manuel Alberto Ramos Maçães 1 Índice I. O Porquê da Candidatura II. III. IV. Intenção Estratégica: Visão, Envolvimento

Leia mais

Introdução. O Júri seleccionará cinco organizações para cada uma das seguintes categorias:

Introdução. O Júri seleccionará cinco organizações para cada uma das seguintes categorias: REGULAMENTO Introdução O Prémio Healthy Workplaces - Locais de Trabalho Saudáveis pretende reconhecer e distinguir as organizações portuguesas com contributos notáveis e inovadores para a segurança, o

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA PLANO DE COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO Deliverable 4 Fase 2 Novembro 2008 1 P á g i n a Índice 1. Objectivos... 3 2. Públicos-alvo... 4 3. Estratégia de Comunicação... 5 3.1

Leia mais

Competitividade e Inovação

Competitividade e Inovação Competitividade e Inovação Evento SIAP 8 de Outubro de 2010 Um mundo em profunda mudança Vivemos um momento de transformação global que não podemos ignorar. Nos últimos anos crise nos mercados financeiros,

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

I - EXERCISE IS MEDICINETM

I - EXERCISE IS MEDICINETM I EXERCISE IS MEDICINETM Objectivo Generalização da inclusão do aconselhamento para a actividade física no âmbito do plano terapêutico para a prevenção e o tratamento de doenças, e referenciação quando

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis,

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis, VIII Legislatura II Sessão Plenária Horta, 26 de Janeiro de 2005 Grupo Parlamentar do Partido Socialista Deputada Ana Isabel Moniz Assunto: Bolsa de Turismo de Lisboa Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO EM ARTE, DESIGN E SOCIEDADE i2ads.

REGULAMENTO INTERNO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO EM ARTE, DESIGN E SOCIEDADE i2ads. FBAUP Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade Av. Rodrigues de Freitas 265 4049-021 Porto T - 225 192 400 F - 225 367 036 office@i2ads.org REGULAMENTO INTERNO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO

Leia mais

CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO

CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO Enquadramento geral Um dos principais desafios que se colocam à sociedade portuguesa é o do desenvolvimento de uma Sociedade de Informação, voltada para o uso

Leia mais

Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013

Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013 Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013 1 - Introdução A Sociedade Portuguesa de Fisiologia Vegetal irá organizar o Congresso Ibérico de Fisiologia Vegetal em Julho

Leia mais

ÍNDICE: Novembro de 2009

ÍNDICE: Novembro de 2009 ÍNDICE: 1. Início Ano Lectivo 2. Portugal Tecnológico 3. Gripe A Plano Contingência 4. Espaço de Leitura 5. Sonangol 6. Novos Órgãos Sociais da ETLA 7. Medalha de Mérito Concelho de Santiago do Cacém 8.

Leia mais

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015)

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Guia Informativo 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Objectivo do Prémio: O Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa tem como objectivo central o

Leia mais

REGULAMENTO. Prémio EDP University Challenge 2014. 8.ª Edição 2014. Com o apoio de:

REGULAMENTO. Prémio EDP University Challenge 2014. 8.ª Edição 2014. Com o apoio de: REGULAMENTO Prémio EDP University Challenge 2014 8.ª Edição 2014 Com o apoio de: 1 Artigo 1º Objectivo do Concurso 1. O Prémio EDP University Challenge 2014 (Prémio) é uma iniciativa da EDP Energias de

Leia mais

Regulamento. ARTIGO 1 (Objecto) O NUTRITION AWARDS, tem os seguintes objectivos:

Regulamento. ARTIGO 1 (Objecto) O NUTRITION AWARDS, tem os seguintes objectivos: Regulamento A Associação Portuguesa dos Nutricionistas e o Grupo GCI Gestores de Comunicação Integrada, com o apoio institucional do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação, em parceria com a Direcção-Geral

Leia mais

Plano de Atividades 2014

Plano de Atividades 2014 Plano de Atividades 2014 Escola de Ciências Universidade do Minho 1. Missão A Escola de Ciências tem como missão gerar, difundir e aplicar conhecimento no âmbito das Ciências Exatas e da Natureza e domínios

Leia mais

ESTATUTOS DA FUNDAÇÃO VODAFONE PORTUGAL. CAPÍTULO I Disposições Gerais

ESTATUTOS DA FUNDAÇÃO VODAFONE PORTUGAL. CAPÍTULO I Disposições Gerais ESTATUTOS DA FUNDAÇÃO VODAFONE PORTUGAL CAPÍTULO I Disposições Gerais ARTIGO PRIMEIRO (Natureza) A Fundação Vodafone Portugal, adiante designada abreviadamente por Fundação, é uma instituição de direito

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO ULISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA

REGULAMENTO DO PRÉMIO ULISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA REGULAMENTO DO PRÉMIO ULISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA (Instituído com o apoio da Caixa Geral de Depósitos) 1. FINALIDADE O Prémio Universidade de Lisboa, adiante também designado por Prémio, tem por objectivo

Leia mais

3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências

3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências 3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências Dar a cana para ensinar a pescar (adágio popular) 3.1 O Centro de Competência O Centro de Competência Softciências, instituição activa desde

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Prémio EDP Novos Artistas. Regulamento

Prémio EDP Novos Artistas. Regulamento Prémio EDP Novos Artistas Regulamento DO PRÉMIO 1. O Prémio EDP Novos Artistas, criado em 2000, é uma iniciativa da Fundação EDP. Com a atribuição deste prémio, a Fundação EDP confirma a sua responsabilidade

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

Prémio Inovação em Intervenção Psicológica

Prémio Inovação em Intervenção Psicológica Prémio Inovação em Intervenção Psicológica ABRIL 2015 Índice 03 05 11 1. Programa OPP Inovação em Intervenção Psicológica 1.1. Prémio Inovação em Intervenção Psicológica 1.2. Summer Camp - Inovação em

Leia mais

Evaluación del Plan de Comunicación del Programa Operativo de Cooperación Territorial del Sudoeste Europeo (SUDOE) 2007 2013

Evaluación del Plan de Comunicación del Programa Operativo de Cooperación Territorial del Sudoeste Europeo (SUDOE) 2007 2013 Evaluación del Plan de Comunicación del Programa Operativo de Cooperación Territorial del Sudoeste Europeo (SUDOE) 2007 2013 UNIÓN EUROPEA 1 de junio de 2011 3. SUMÁRIO EXECUTIVO A avaliação do Plano de

Leia mais

Regulamento EDP University Challenge 2010. Plano de Marketing e Comunicação da marca EDP enquanto player global. 4.ª Edição

Regulamento EDP University Challenge 2010. Plano de Marketing e Comunicação da marca EDP enquanto player global. 4.ª Edição 1/12 Regulamento EDP University Challenge 2010 Plano de Marketing e Comunicação da marca EDP enquanto player global 4.ª Edição Outubro 2009 2/12 Regulamento EDP University Challenge 2010 Artigo 1º Objectivo

Leia mais

Princípios de Bom Governo

Princípios de Bom Governo Princípios de Bom Governo Regulamentos internos e externos a que a empresa está sujeita Foi aprovado pela tutela no ano de 2008 o Regulamento Interno do Centro Hospitalar do Porto que passou a reger a

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre Primeira Contraente: Fundação de Serralves, pessoa colectiva de direito privado nº 502266643, instituída pelo Decreto-Lei nº 240-A/89, de 27 de Julho, com sede na

Leia mais

ajudam a lançar negócios

ajudam a lançar negócios Capa Estudantes portugueses ajudam a lançar negócios em Moçambique Rafael Simão, Rosália Rodrigues e Tiago Freire não hesitaram em fazer as malas e rumar a África. Usaram a sua experiência para construírem

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

MEDIAKIT 2014. Perfil do Leitor UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Distribuição Regional. Nível Hierárquico

MEDIAKIT 2014. Perfil do Leitor UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Distribuição Regional. Nível Hierárquico MEDIAKIT 2014 Perfil do Leitor UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Dirigida aos profissionais de Medicina Veterinária Independência, isenção e rigor no tratamento da informação sobre os acontecimentos

Leia mais

Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2006. Entrega das distinções, Fundação Calouste Gulbenkian, 19.03.2007.

Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2006. Entrega das distinções, Fundação Calouste Gulbenkian, 19.03.2007. Ciência Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2006. Entrega das distinções, Fundação Calouste Gulbenkian, 19.03.2007. Serviço de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal 403 352 Despesas

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

Prémio EDP Novos Artistas. Regulamento DO PRÉMIO

Prémio EDP Novos Artistas. Regulamento DO PRÉMIO Prémio EDP Novos Artistas Regulamento DO PRÉMIO 1. O Prémio EDP Novos Artistas, criado em 2000, é uma iniciativa da Fundação EDP. Com a atribuição deste prémio, a Fundação EDP confirma a sua responsabilidade

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) /curriculum Julho de 2008 Versão 1.1 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador da Plataforma

Leia mais

II EDIÇÃO DO CONCURSO GESTÃO DE IDEIAS PARA ECONOMIZAR

II EDIÇÃO DO CONCURSO GESTÃO DE IDEIAS PARA ECONOMIZAR II EDIÇÃO DO CONCURSO GESTÃO DE IDEIAS PARA ECONOMIZAR APRESENTAÇÃO DO CONCURSO: O concurso Gestão de Ideias para Economizar representa uma oportunidade para os estudantes se prepararem, em pequenos grupos,

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA. Concurso. Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto

CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA. Concurso. Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto Concurso 2015 CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA PROJECTO APRESENTADO PARA EFEITO DE APRECIAÇÃO E RESPECTIVO

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DE ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING DE MATOSINHOS Diário da República, 2.ª série N.º 186 26 de Setembro de 2006

INSTITUTO PORTUGUÊS DE ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING DE MATOSINHOS Diário da República, 2.ª série N.º 186 26 de Setembro de 2006 INSTITUTO PORTUGUÊS DE ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING DE MATOSINHOS Diário da República, 2.ª série N.º 186 26 de Setembro de 2006 Regulamento n.º 185/2006 Regulamento de provas de avaliação da capacidade para

Leia mais

DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015

DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015 DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015 Senhor Presidente da Assembleia Legislativa Regional, Excelência Senhor Presidente do Governo Regional da Madeira, Excelência Senhoras e Senhores Secretários Regionais Senhoras

Leia mais

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva centro tecnológico da cerâmica e do vidro coimbra portugal Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva Victor Francisco CTCV Responsável Unidade Gestão

Leia mais

CONCURSO. O Astro Cosmos na Escola. Regulamento

CONCURSO. O Astro Cosmos na Escola. Regulamento CONCURSO O Astro Cosmos na Escola Regulamento I. Objectivos O Observatório Astronómico de Lisboa (/FCUL), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), vai organizar uma vez mais o concurso

Leia mais

Folha Informativa nº 121

Folha Informativa nº 121 Folha Informativa nº 121 VISITA À FUNDAÇÃO CHAMPALIMAUD A AACDN organizou, no passado dia 14 de Junho, mais uma visita Cultural à Fundação Champalimaud. Chegámos à hora marcada: 15H00. Fomos recebidos

Leia mais

Regulamento Angelini University Award 2009/2010. Novos Produtos/Serviços para doentes com Demências / Alzheimer / Envelhecimento Cerebral. 1.

Regulamento Angelini University Award 2009/2010. Novos Produtos/Serviços para doentes com Demências / Alzheimer / Envelhecimento Cerebral. 1. 1/12 Regulamento Angelini University Award 2009/2010 Novos Produtos/Serviços para doentes com Demências / Alzheimer / Envelhecimento Cerebral 1.ª Edição 2009/2010 2/12 Regulamento Angelini University Award

Leia mais

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/ Construir.pt ID: 58821467 15-04-2015 Visitas diárias: 532 Âmbito: Outros Assuntos OCS: Construir.pt Arquitecto Nuno Teotónio Pereira recebe Prémio Universidade de Lisboa http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

Leia mais

CONCURSO CONCEPÇÃO DA IMAGEM CORPORATIVA DO CACCAU COM O APOIO:

CONCURSO CONCEPÇÃO DA IMAGEM CORPORATIVA DO CACCAU COM O APOIO: CONCURSO CONCEPÇÃO DA IMAGEM CORPORATIVA DO CACCAU COM O APOIO: 1. PREÂMBULO Com base nas diversas necessidades identificadas pela Agência INOVA ao nível do empreendedorismo cultural e criativo, foi concebido

Leia mais

Secretaria de Estado do Sector Empresarial Público. Decreto-Lei nº 7/07 de 2 de Maio

Secretaria de Estado do Sector Empresarial Público. Decreto-Lei nº 7/07 de 2 de Maio Secretaria de Estado do Sector Empresarial Público Decreto-Lei nº 7/07 de 2 de Maio Tendo em conta a história económica do nosso País após a independência, a propriedade pública ainda ocupa um lugar muito

Leia mais

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Cidade de Guimarães Faixas Etárias do Concelho 65 ou mais 24-64 anos 15-24 anos 0-14 anos 0 20000 40000 60000 80000 100000 População do Concelho 159.576

Leia mais

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004)

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004) FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004) por António Jorge Costa, Presidente do Instituto de Planeamento

Leia mais

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico Regulamento Considerando que se mostra da maior relevância: a) Reconhecer e premiar a excelência de trabalhos jornalísticos

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO

PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO REGRESSO À CASA Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO I. RESPOSTAS Formatos: os formatos previstos são a edição online, o fórum na internet,

Leia mais

Resultados Mediáticos

Resultados Mediáticos Mediáticos 2014 > Globais Mais de 90 minutos de presença em Televisão Mais de 28 minutos de presença em Rádio Chamadas de capa em 9 jornais Audiência total superior a 20 milhões Globais 135 Total de notícias

Leia mais

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M." João Vieira Pinto

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M. João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Pdg. 76 Por M." João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Afirma-se como lhe Marketing School e ambiciona ser a referência do ensino nesta área. Por isso, ejá a partir do próximo ano,

Leia mais

Apresentação. Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares. Oliveira de Azeméis Novembro 2007

Apresentação. Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares. Oliveira de Azeméis Novembro 2007 Apresentação Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares Oliveira de Azeméis Novembro 2007 Apresentação SABE 12-11-2007 2 Apresentação O conceito de Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE) que se

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses. Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003

Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses. Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003 Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003 Na prossecução das suas atribuições cabe ao Instituto Português

Leia mais

Artigo 2º Tipos de bolsas. a) Bolsas de pós-doutoramento (BPD); b) Bolsas de doutoramento (BD); c) Bolsas de mestrado (BM);

Artigo 2º Tipos de bolsas. a) Bolsas de pós-doutoramento (BPD); b) Bolsas de doutoramento (BD); c) Bolsas de mestrado (BM); Despacho Conjunto MCT/MQE DR nº 162, II Série, de 15 de Julho de 1996 A decisão da Comissão Europeia C (94) 376 aprovou o quadro comunitário de apoio para as intervenções estruturais comunitárias relativas

Leia mais

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante ERASMUS Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Guia do Estudante Normas Gerais A mobilidade de estudantes, uma das acções mais frequentes do Programa, inclui duas vertentes de actividade: realização

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO DO CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO DO CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO DO CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1 ÂMBITO 1. O presente Regulamento, submetido à aprovação da Fundação

Leia mais

Regulamento de Bolsas do CCMar

Regulamento de Bolsas do CCMar Regulamento de Bolsas do CCMar CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento, aprovado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia ao abrigo do Decreto-Lei nº 123/99, de 20 de Abril,

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 1 3 O ano de 2013 ficará assinalado pela comemoração dos 30 anos da TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, ao serviço dos seus Associados e do Turismo.

Leia mais

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade De Lisboa A.1.a. Outras Instituições

Leia mais

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Gostaria de doar sangue para apoiar a investigação médica. Como poderei fazer? Para doar uma amostra pode nos contactar (217999437 ou 965152588) ou visitar nos no

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

1. DISPOSIÇÕES GERAIS. 1.1 A Entidade Organizadora

1. DISPOSIÇÕES GERAIS. 1.1 A Entidade Organizadora 1. DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1 A Entidade Organizadora A entidade organizadora do presente concurso é a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), que sita na Rua da Restauração, 318 4050-501,

Leia mais

Resultados do Questionário Dezembro/2014

Resultados do Questionário Dezembro/2014 Resultados do Questionário Dezembro/2014 Questionário Instrumento de recolha, anónimo, online, constituído por três partes (situação actual, sugestões dos sócios e perfil dos respondentes). Mensagem encaminhada

Leia mais

Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012

Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012 Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012 ORPHANET-Portugal: Jorge Sequeiros (coordenador nacional) Jorge Pinto Basto (project manager) Sandra Peixoto (information scientist) 26 abril 2012

Leia mais

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil APCOI lança 4ª edição do projeto que incentiva os alunos a comer mais fruta no lanche escolar Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil Depois do sucesso das edições anteriores

Leia mais

DESPACHO ISEP/P/12/2010

DESPACHO ISEP/P/12/2010 DESPACHO ISEP/P/12/2010 Considerando: 1. A necessidade de regulamentar a tramitação do processo de financiamento, pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto, de bolsas para a prossecução nas Unidades

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Conferência "Compromisso Cívico para a Inclusão" Santarém, 14 de Abril

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 0 9 A TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, em 2009, desenvolverá as suas acções em três vertentes fundamentais: a Internacionalização através do

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

Programa de Patrocínio à Investigação Científica e Formação do Interno/Especialista de Pediatria Em parceria com a SPP

Programa de Patrocínio à Investigação Científica e Formação do Interno/Especialista de Pediatria Em parceria com a SPP Programa de Patrocínio à Investigação Científica e Formação do Interno/Especialista de Pediatria Em parceria com a SPP A Pfizer é uma companhia multinacional dedicada à Investigação e Desenvolvimento de

Leia mais