Empreendedorismo Notícia da edição impressa de 30/04/2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Empreendedorismo Notícia da edição impressa de 30/04/2012"

Transcrição

1 Empreendedorismo Notícia da edição impressa de 30/04/2012 O caminho até o negócio próprio Trocar a estabilidade de um emprego fixo pelo sonho de ser patrão é uma decisão que exige uma maturação minuciosa. Cada detalhe é decisivo para a prosperidade da nova empreitada, da preparação psicológica à realização de um bom plano de negócios. Em um país com 6,1 milhões de empresas, segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), não faltam histórias de quem largou a estabilidade de um trabalho fixo para empreender. Uma mudança aparentemente fácil de ser conduzida, mas que exige uma minuciosa preparação. A trajetória até a criação do próprio negócio requer cuidado e planejamento em diversos aspectos. Da preparação emocional ao plano de negócios, da análise de mercado à busca por capacitação. Todos os detalhes são importantes para quem deixa de ser empregado e escolhe ser patrão. A pessoa precisa refletir se está preparada para fazer essa mudança. Ela deve analisar se sabe gerenciar indivíduos que pensam diferente, se está disposta a abrir mão do horário certo para entrar e sair e dos benefícios recebidos e se está ciente que, nos primeiros meses, vai ser difícil captar receita, alerta Patricia de Rezende, psicóloga e orientadora em comportamento financeiro. A especialista enfatiza que realizar uma espécie de exercício mental é um passo relevante antes de encarar a empreitada. Vencida a fase de assimilação psicológica à nova realidade, a execução já pode ser pavimentada. O presidente do conselho deliberativo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado (Sebrae-RS), Vitor Koch, recomenda a divisão do percurso por etapas. O passo inicial consiste na realização de uma pesquisa do mercado em que o futuro empresário pretende investir, no intuito de verificar brechas, potencialidades e riscos. A partir daí, ganham-se elementos para a montagem do plano de negócios. O documento dita uma série de diretrizes, esmiuçando, entre outras coisas, o público consumidor alvo, os meios para a captação de clientes e a forma de financiamento. Na sequência, o ideal é estabelecer quais as ferramentas de gestão serão utilizadas, dando enfoque especial ao controle das finanças. Recorrer a consultorias é uma alternativa para descobrir quais são os métodos mais adequados. Por fim, um plano de marketing se torna indispensável para escolher como e quais canais serão utilizados para atrair a atenção. Mesmo após encontrar um modelo ideal, a estruturação da companhia deve ser atualizada de forma permanente. A vida do empreendedor é uma construção que não tem fim, resume Koch. De acordo com o dirigente, a criação de uma rede de contatos dentro do setor de atuação se constitui em outro elemento valioso para detectar as carências existentes na área. Apesar de não existir um tempo preestabelecido de maturação de todo o processo envolvendo a abertura de uma empresa, agir lentamente diminui as chances de prosperidade do negócio. O empreendedor precisa detectar a necessidade

2 de consumo antes do mercado. Para isso, deve-se unir planejamento, ação e velocidade. E a velocidade mínima é a do mercado, aponta. Nesse sentido, a inovação entra com um papel primordial para a sobrevivência no mercado. Abrir um negócio sem pensar adequadamente qual é o elemento inovador dele é um erro-chave. No caso da pequena empresa, a saída é sempre buscar nichos de mercado e atuar neles. Se vai abrir uma pastelaria, por exemplo, que se tenha um diferencial, seja no produto, na distribuição ou na forma de posicionar o artigo no mercado, acredita Fernando Lopes, professor da Faculdade de Administração de Empresas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). O especialista, que leciona disciplinas voltadas ao empreendedorismo, classifica a falta de investimento na capacitação dos profissionais contratados, principalmente quando o foco são serviços, como outro equívoco a ser evitado. Em relação a décadas anteriores, Lopes crê que os empreendedores brasileiros estão se preparando melhor na hora de enveredar para o lado empresarial. Hoje, existe uma rede mais estruturada de apoio ao empreendedor, um acesso maior ao Ensino Superior e o crédito está mais acessível. O crescimento da economia brasileira nos últimos anos tem favorecido a sobrevivência das pequenas empresas, define. Com a disponibilização de outras opções de formalização no Brasil, como o Micro Empreendedor Individual (MEI) e a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli), a criação de negócios deu um salto. Hoje você tem de estar formalizado para se relacionar com o mercado. Isso leva as pessoas a criar e a registrar suas empresas, analisa o presidente da Junta Comercial no Estado (Jucergs), João Alberto Vieira. O Rio Grande do Sul tem acompanhado a movimentação nacional. Na Jucergs, até março de 2012, abriram-se 23,4 mil empresas. No mesmo período do ano passado foram 18,7 mil. Se mantido o ritmo desta temporada, a marca de 80,8 mil registros obtidos ao longo de 2011 será superada com sobras. Opção por empreender Não siga a carreira de empresário, seja funcionário público e tenha uma vida estabilizada. Esse era o conselho que o analista de sistemas Fábio Krohn Junior costumava ouvir do pai, que falava com a propriedade de quem foi dono de um atacado por alguns anos e, desiludido com o andamento da firma, partiu para um cargo em um banco estatal. O filho, porém, optou por seguir a trajetória do empreendedorismo. Ao lado de ex-companheiros de trabalho fundou uma empresa de desenvolvimento de softwares cuja previsão de faturamento para 2012 é de aproximadamente R$ 2 milhões. Eu nunca gostei das relações patronais, sempre achei que poderia fazer uma coisa diferente do modelo das empresas que eu tinha trabalhado até o momento, diz Krohn Junior, hoje gestor de negócios da Pandorga Tecnologia. Ele é um dos cinco sócios que abriram a companhia em 2006 com um capital inicial de R$ 5 mil. Antes, todos atuavam como consultores. Ao abandonar seu posto, o empreendedor neófito contou com as dicas paternas para assimilar o status de patrão. O fato de os integrantes da sociedade terem distintas formações acadêmicas também auxiliou no estreitamento dos laços administrativos. Me falavam que ter sócio era ruim e só daria problemas, mas hoje eu vejo nos meus sócios um espelho. A gente consegue ter um bom alinhamento e todos têm os mesmos objetivos, garante. Nos últimos seis anos, o quadro societário passou por alterações. Dois integrantes saíram e um novo foi admitido.

3 Enquanto a estrutura interna sofria modificações, o foco de atuação mudou. Os programas passaram a ser desenvolvidos de forma customizada, ao contrário do que ocorria previamente. Com isso, a empresa ascendeu de patamar. Alocada nos três primeiros anos de vida na Raiar, incubadora da Pucrs, ela garantiu um espaço no parque tecnológico da universidade. Para acompanhar a crescente quantidade de serviço, funcionários foram contratados, sendo o corpo atual composto por 21 profissionais. Aprender com os percalços iniciais e ficar atento às oportunidades foram algumas das lições que Krohn Junior digeriu. De olho nas brechas do mercado, em 2011 a Pandorga estabeleceu uma sede em Londres, na Inglaterra. Agora, a intenção é aprofundar as relações com o mercado internacional, participando de feiras e rodadas de negócios. A ascensão da empresa vem chamando a atenção de investidores, mas os administradores adotaram uma máxima: a prudência. Ainda não estamos prontos para receber investimentos. A gente bateu cabeça no início e, por isso, somos muito cautelosos. Procuramos manter os pés no chão, destaca. Da publicidade para a moda Se virar empreendedor é algo corriqueiro no Brasil de hoje, quando Junior Ruviaro largou o emprego em uma agência de publicidade para montar a própria confecção de roupas a situação era outra. Formado no Ensino Superior em 1986, ele demorou um ano para amadurecer a decisão de deixar seu posto e abrir a Limite Urbano. Durante o caminho, Ruviaro se deparava com um País em um momento econômico pouco favorável a quem quisesse migrar de funcionário para patrão. Apesar do cenário, a ideia foi levada adiante e o negócio se tornou realidade. Enfrentamos coisas terríveis no início, como uma inflação muito elevada na década de Já nos anos 1990, o mercado passou por uma troca de relação comercial na qual muitas empresas não conseguiram sobreviver, constata Ruviaro, que montou a empresa em Santa Maria em sociedade com a esposa. A decisão de ingressar no ramo de vestuário já era um desejo antigo, pois o ex-publicitário idealizava a criação de alguns produtos desde a juventude. Filho de comerciantes, o empresário contou com o auxílio da família para dar os primeiros passos. O empreendedor jovem, na época, não passava uma imagem de seriedade. Então, no primeiro ano, utilizei o cadastro do meu pai para tomar crédito e ele também me ajudou a comprar máquinas e matéria-prima, diz. Antes de deslanchar, o negócio ainda recebeu a ajuda dos antigos colegas de profissão. Eles sugeriram o nome da empresa e a criação da identidade visual. No processo de assimilação da nova realidade, a de patrão, a troca de experiências com outros empresários foi decisiva. Somos uma empresa pequena, mas desde o início nos associamos a entidades de classe e participamos de grupos setoriais de moda. O pequeno tem que se unir e sempre buscar qualificação, recomenda. As estratégias adotadas ao longo dos 25 anos de atuação deram certo. Atualmente, a Limite Urbano tem um faturamento anual de R$ 1,6 milhão, agregou filiais em São Sepé e Porto Alegre, conta com 37 funcionários e vende para lojistas de outros estados. Como se fosse a primeira vez MARCELO G. RIBEIRO/JC

4 Pedroso teve uma experiência frustrada, mas se preparou e agora mantém o salão ao lado da esposa, Andrea Após trabalhar por mais de uma década em diversos salões de Porto Alegre, o cabeleireiro Eduardo Pedroso acreditava que estava na hora de abrir o próprio empreendimento. O ano era 1998 e um negócio lhe surgiu por ocasião. O dono de um ponto no DC Navegantes pedia R$ 4 mil pela estrutura. Na época, o shopping começava a mudar de perfil comercial, dando maior enfoque às lojas do setor moveleiro. Mesmo assim, Pedroso não titubeou e, apesar de não ter um plano estratégico em mãos, desembolsou a quantia. O sonho de ser patrão durou pouco. Em 2000, ele teve de fechar as portas por falta de clientela. A saída encontrada pelo profissional foi voltar ao mercado na condição de colaborador. Mas a caminhada como empresário seria retomada em 2009, com a abertura do salão Cabello.com, no bairro Rubem Berta. Desta vez, com uma preparação prévia. Pedroso estudou possíveis locais para a instalação, verificou o potencial de clientes na região, fez um planejamento e partiu novamente para a vida de chefe. Três anos depois, o ponto vai muito bem, obrigado. São cerca de 300 clientes por mês, garantindo uma situação financeira estável para a sobrevivência do espaço. Hoje continuamos nos preparando e seguindo todo um cronograma para solidificar a empresa. É como se fosse nosso primeiro negócio, diz ele, que administra junto com a esposa Andrea Motta. Durante os nove anos que se passaram entre o fechamento da primeira empresa e a abertura da segunda, Pedroso teve receio em tomar o rumo empreendedor novamente. No entanto, a experiência anterior o auxiliou a evitar a repetição de erros. No salão antigo, eu achava que era abrir o negócio e sair trabalhando. Se eu tivesse planejado, talvez não comprasse o ponto, mas sim me instalasse em outro local, pondera. Construído com R$ 15 mil contraídos através de empréstimo bancário, o Cabello.com se inscreveu no Sebrae-RS para receber consultorias visando ao aprimoramento da gestão. Assim, novas possibilidades foram descobertas. Pensávamos que nosso público era classe C, mas é mais classe B. Então, renovamos nossa postura e a imagem do salão, analisa Pedroso. De quebra, Andrea passou a cuidar das contas e dividiu os serviços com o marido. Ela fica com a parte de coloração e mexas. Ele, com os cortes e apliques. Além do casal, há uma funcionária fixa e parceiros que atuam esporadicamente com outros tipos de serviços. A casa tem horário definido para abrir, mas só fecha quando o último cliente é atendido. Com isso, o casal teve de readaptar sua rotina. As escolhas não geram arrependimentos. A gente está indo no caminho certo, menciona Andrea. Incubadoras amparam passos iniciais de projetos tecnológicos Empreendedores com projetos focados na área de tecnologia e inovação podem contar com o apoio de uma estrutura especializada ao fomento de suas empresas. São as chamadas incubadoras, ambientes que abrigam startups e acompanham os passos até a instalação definitiva no segmento. Ao disponibilizar o suporte administrativo, elas ajudam muitos ex-empregados a assimilarem o caráter patronal. Geralmente, o empreendedor que procura a incubadora domina a tecnologia, mas tem dificuldade na gestão da empresa. Nós damos ferramentas básicas para que se possa fazer a administração, pensando o negócio no horizonte de dois ou três anos, explica Edemar Wolf de Paula, gerente da Raiar, incubadora da Pontifícia Universidade

5 Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs) que conta, neste momento, com 28 empresas nos campi de Porto Alegre e Viamão. Chamadas através de editais, as empresas candidatas a incubação precisam ter uma primeira versão do plano de negócios para serem selecionadas. O tempo de permanência no local geralmente é de, no máximo, três anos. Uma vez arraigadas ao espaço, elas recebem acompanhamento de metas e objetivos para desenvolver a administração. Nesse sentido, são ofertados serviços de assessoria em diferentes áreas, como design, comunicação, contabilidade e na própria gestão. Em algumas localidades é cobrado um valor de aluguel mensal pela acomodação, em outras apenas os serviços utilizados são cobrados. Procuramos fazer com que os choques iniciais de mercado sejam absorvidos, explica De Paula. Além do suporte oferecido, o período de incubação representa uma oportunidade de interação com outros empreendedores novatos e até com grandes empresas instaladas nos parques tecnológicos. Temos vários exemplos de duas ou três empresas que estavam incubadas aqui e se fundiram, criando um negócio mais consistente tanto tecnologicamente quanto empresarialmente, lembra Susana Kakuta, gerente do Unitec da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), que hoje abrange 29 empresas em São Leopoldo. Atualmente, Pucrs e Unisinos trabalham na construção de novos condomínios empresariais, o que ampliará a quantidade de atendidos nos próximos anos. A efetividade do trabalho desenvolvido junto às startups pode ser comprovada pela baixa taxa de mortalidade após o tempo de alojamento. Somadas as empresas graduadas por Raiar e Unitec até agora, esse índice não chega a 15%. O desempenho é superior à taxa média nacional. Conforme dados do Sebrae de 2011, 27% das empresas não se mantêm nos dois primeiros anos de atuação. Adaptação a um novo planeta Ter a própria empresa era um desejo antigo do engenheiro de controle e automação Ricardo Coelho. Objetivo alcançado em outubro de 2010, quando ele utilizou R$ 15 mil da poupança que tinha construído para desistir do emprego em uma companhia de desenvolvimento de software e investir na criação da Proelo Engenharia. Começava assim a carreira de empreendedor de Coelho. Ao mesmo tempo, se iniciava a adaptação a um cenário bastante distinto do enfrentado anteriormente. Foi como mudar de planeta. Tu te deparas com dificuldades técnicas, administrativas e financeiras e precisas balancear todos os problemas para manter o equilíbrio. Uma hora tu vestes a roupa do comercial e depois a do desenvolvedor, resume Coelho, que criou a companhia em parceria com outro engenheiro. Depois um novo integrante ingressou na sociedade. Após os primeiros meses sem uma sede fixa, a Proelo passou a ser incubada na Raiar, da Pucrs, em janeiro de Por terem uma formação mais voltada à parte técnica, os fundadores fizeram MBA em gestão empresarial para se familiarizar aos conceitos administrativos. Com foco na criação de soluções tecnológicas voltadas à indústria, o negócio está à procura de consolidação no mercado. Por enquanto, as contas estão sendo pagas com os clientes atuais, mas não há lucratividade. Está sendo mais difícil do que a gente esperava, mas a satisfação de transformar uma ideia em oportunidade de desenvolvimento econômico não tem preço, considera Coelho. Ano novo, empresa nova

6 Final de ano é uma época de reflexão para muitas pessoas. Há quem analise as conquistas alcançadas nos 12 meses anteriores e projete a temporada vindoura por meio de listas. Emagrecer, parar de fumar ou começar a fazer exercícios físicos são algumas das metas tradicionalmente estabelecidas, porém nem sempre cumpridas. Às vésperas da virada de 2009 para 2010, o então gerente de Segurança da Informação da Souza Cruz e professor da Unisinos Fernando Karl definiu um objetivo: ter a própria empresa. E a intenção saiu do papel. Bastou um telefonema entre Karl e um docente colega na universidade para que a Defenda começasse a ser construída. A dupla vinha conversando há algum tempo sobre a falta de empresas voltadas à segurança digital na região e então começaram a ajeitar o terreno para seguir a empreitada. A preparação ocorreu em todos os níveis e foi extensa. No local onde eu trabalhava havia perspectivas e certo conforto. Eu tinha que sair de uma situação estável para uma possibilidade onde eu poderia não contar todo o mês com aquele salário, lembra. No início de 2010, a dupla encomendou um estudo para a criação da identidade visual e passou a aprofundar o plano de negócios. O trâmite completo ficou pronto em julho. A empresa começou a operar em agosto, mas, nos primeiros seis meses, Karl conciliou a vida de empreendedor com o cargo anterior. Nessa época, seu sócio liderou as principais atividades do negócio. Depois desse período, ele pediu demissão e a Defenda se tornou o foco prioritário. Como ambos lecionavam no curso de Segurança da Informação da Unisinos e pretendiam montar o empreendimento na região, a escolha por se abrigar no Unitec, a incubadora vinculada à instituição de ensino, surgiu naturalmente. Na incubadora, a gente aprende detalhes administrativos a cada dia e ainda há a possibilidade de trocar experiências com outras empresas do parque. São vários negócios nascendo e todo mundo aprendendo, sintetiza Karl, que é graduado em Ciências da Computação, tem MBA em Gestão de Tecnologia da Informação e realiza mestrado em Administração de Empresas. Ainda que seja um empreendimento jovem, a Defenda já dá seus passos no mercado sem depender da incubação. A companhia se instalou em duas salas em outro prédio do Unitec. Mudança motivada pelos números. Atualmente, a equipe de trabalho é composta por 18 profissionais. O faturamento de 2011 finalizou em R$ 600 mil e a projeção é de crescer esse montante em 330% até o final de Neste ano, os planos envolvem a disponibilização, além dos serviços de consultoria, de uma solução de segurança própria. Mesmo com as experiências anteriores no ambiente corporativo e a realização de capacitações, Karl reconhece a parcela da estrutura da incubadora nos bons resultados obtidos até agora. Sem a incubação, certamente teríamos mais dificuldades, pois nossa rede de contatos seria diferente e ficaria complicado conseguir informações. Se eu tenho dificuldade para entender algo, eu peço uma indicação do gerente ou bato na porta do meu vizinho do Unitec para conversar, exemplifica.

Resumo Executivo. Modelo de Planejamento. Resumo Executivo. Resumo Executivo. O Produto ou Serviço. O Produto ou Serviço 28/04/2011

Resumo Executivo. Modelo de Planejamento. Resumo Executivo. Resumo Executivo. O Produto ou Serviço. O Produto ou Serviço 28/04/2011 Resumo Executivo Modelo de Planejamento O Resumo Executivo é comumente apontada como a principal seção do planejamento, pois através dele é que se perceberá o conteúdo a seguir o que interessa ou não e,

Leia mais

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Novo Negócio 12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Vinícius Gonçalves Equipe Novo Negócio Espero sinceramente que você leia este PDF até o final, pois aqui tem informações muito importantes e que

Leia mais

Segunda-feira, 22 de abril de 2013

Segunda-feira, 22 de abril de 2013 Segunda-feira, 22 de abril de 2013 22/04/2013 07h00 - Atualizado em 22/04/2013 07h00 Empresários dão dicas de como empreender após a aposentadoria Professora aposentada montou empresa de reforma de calçadas.

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

Título do Case: O papel do Movimento Empresa Júnior na formação de empreendedores que transformam a vida das pessoas Categoria: EJ Empreendedora

Título do Case: O papel do Movimento Empresa Júnior na formação de empreendedores que transformam a vida das pessoas Categoria: EJ Empreendedora Título do Case: O papel do Movimento Empresa Júnior na formação de empreendedores que transformam a vida das pessoas Categoria: EJ Empreendedora Resumo: O Movimento Empresa Júnior (MEJ) brasileiro há mais

Leia mais

Guia CARREIRAS E SALÁRIOS

Guia CARREIRAS E SALÁRIOS Guia CARREIRAS E SALÁRIOS em contabilidade Guia Carreiras e Salários Se você é gestor de alguma empresa contábil, está procurando melhorar sua posição profissional ou é dono de um escritório de contabilidade:

Leia mais

Introdução a Gestão de Projetos e Pequenos Negócios: introdução a pequena empresa Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Introdução a Gestão de Projetos e Pequenos Negócios: introdução a pequena empresa Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Introdução a Gestão de Projetos e Pequenos Negócios: introdução a pequena empresa Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

RELATÓRIO DE ATENDIMENTO LINHA DA PEQUENA EMPRESA DE CAXIAS DO SUL

RELATÓRIO DE ATENDIMENTO LINHA DA PEQUENA EMPRESA DE CAXIAS DO SUL RELATÓRIO DE ATENDIMENTO LINHA DA PEQUENA EMPRESA DE CAXIAS DO SUL PRIMEIRO MÊS 25/02 Á 22/03 DE 2013, SEGUNDO MÊS 25/03 Á 19/04/2013 CAXIAS DO SUL, 23/04/2013. INTRODUÇÃO A Linha da Pequena Empresa de

Leia mais

Exemplos de inovação

Exemplos de inovação s u c e s s o DIVULGAÇÃO 32 Premiação ocorreu na cidade de Campo Grande (MS) Ad r i a n e Al i c e Pe r e i r a Exemplos de inovação Vencedores do 14ª Prêmio Nacional do Empreendedorismo Inovador revelam

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

UNIDADE 2 Empreendedorismo

UNIDADE 2 Empreendedorismo UNIDADE 2 Empreendedorismo O mundo tem sofrido inúmeras transformações em períodos de tempo cada vez mais curtos. Alguns conceitos relativos à administração predominaram em determinados momentos do século

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você.

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. A HR Academy e a NextView realizaram uma pesquisa focada em geração y, com executivos de RH das principais

Leia mais

INFORMAÇÕES ÚTEIS. 1 - Definição

INFORMAÇÕES ÚTEIS. 1 - Definição INFORMAÇÕES ÚTEIS Em pesquisa realizada pelo Banco Mundial o Brasil é um país que pode levar cerca de 5 meses para se legalizar uma empresa, mas o desemprego, a vontade de ter um negócio próprio, está

Leia mais

Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014

Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014 Sua empresa mais competitiva! Projeto de Patrocínio EXPEN 2014 1ª FEIRA DO SUL DO BRASIL COM SOLUÇÕES COMPLETAS DE GESTÃO, SERVIÇOS E TECNOLOGIA PARA A SUA EMPRESA Na EXPEN 2014, você encontrará tecnologia,

Leia mais

De mãos dadas: RH e marketing

De mãos dadas: RH e marketing De mãos dadas: RH e marketing A união de RH e marketing é um dos melhores caminhos para a sobrevivência de uma empresa - e das próprias áreas Não é incomum, em tempos de turbulência e incertezas econômicas,

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita Federal. O incentivo

Leia mais

Verificando a viabilidade do negócio

Verificando a viabilidade do negócio NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Verificando a viabilidade do negócio Manual Etapa 2/Parte 2 Bem-vindo! Olá, caro empreendedor! É um prazer ter você na Etapa 2 do Programa de Auto-Atendimento

Leia mais

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca Orientação ao mercado de trabalho para Jovens 1ª parte APRESENTAÇÃO Muitos dos jovens que estão perto de terminar o segundo grau estão lidando neste momento com duas questões muito importantes: a formação

Leia mais

vencido Desafio Tradição, superação e vontade Atuação concisa e certeira, capacitação e união foram aspectos importantes de uma história

vencido Desafio Tradição, superação e vontade Atuação concisa e certeira, capacitação e união foram aspectos importantes de uma história Desafio Atuação concisa e certeira, capacitação e união foram aspectos importantes de uma história de recuperação, tradição e sucesso no varejo de material de construção mineiro. O único caminho a seguir,

Leia mais

Liderança com foco em resultados

Liderança com foco em resultados Liderança com foco em resultados Como produzir mais, em menos tempo e com maior qualidade de vida. Introdução O subtítulo deste texto parece mais uma daquelas promessas de milagres. Independentemente de

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração Faculdade Pitágoras de Uberlândia Apostila de Administração Prof. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2014 SUMÁRIO 1 O PLANO DE NEGÓCIOS...2 1.1 SUMÁRIO EXECUTIVO...5

Leia mais

Recursos Próprios. Amigos e Familiares

Recursos Próprios. Amigos e Familiares Recursos Próprios Chamado de booststrapping, geralmente é a primeira fonte de capital utilizada pelos empreendedores. São recursos sem custos financeiros. O empreendedor tem total autonomia na tomada de

Leia mais

um anjo que é Entenda como pensam esses investidores e atraia-os para sua startup especial investidores

um anjo que é Entenda como pensam esses investidores e atraia-os para sua startup especial investidores O Investidor que é um anjo Entenda como pensam esses e atraia-os para sua startup Texto Maria Beatriz Vaccari arte ivan volpe No mundo digital, há diversas formas de dar vida a uma ideia e ganhar dinheiro

Leia mais

PARTE VI O Plano de Negócios

PARTE VI O Plano de Negócios FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Empreendedorismo: Uma Introdução Prof. Fabio Costa Ferrer,

Leia mais

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O cirurgião dentista Robinson Shiba, proprietário da rede China In Box, em 1992 deixava de exercer sua profissão como dentista para inaugurar a primeira

Leia mais

Introdução. Um caso real que acontece todos os dias no Brasil...

Introdução. Um caso real que acontece todos os dias no Brasil... I a n C u n h a Introdução Um caso real que acontece todos os dias no Brasil... I a n C u n h a Os Conceitos Básicos do Projeto Missão: Fomento a atividade empreendedora tornando

Leia mais

SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo

SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo SOU UMA STARTUP, E AGORA? Descubra algumas respostas para o futuro da sua Startup baseado nas lições do Empreendedorismo Empreendedor Empresas Micro e Pequenas Empreender Empreendedorismo Cultural Ação

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Belo Horizonte 2011 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

Preparação para seleção do Projeto de Empreendimento. Da ideia à prática

Preparação para seleção do Projeto de Empreendimento. Da ideia à prática Preparação para seleção do Projeto de Empreendimento Da ideia à prática Informações Gerais Grandes ideias surgem há todo momento. Mas como colocá-las em prática? Será tão simples? Muitos ignoram o processo

Leia mais

Tema Nº 3 Primeiros Passos

Tema Nº 3 Primeiros Passos Tema Nº 3 Primeiros Passos Habilidades a Desenvolver: Reconhecer as etapas iniciais do empreendedorismo. Analisar o tipo de negócio, bem como sua viabilidade e demandas de recursos de novos empreendimentos.

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO Odilio Sepulcri odilio@emater.pr.gov.br www.odiliosepulcri.com.br www.emater.pr.gov.br Telefone: (41) 3250-2252 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Perfil para empreender

Leia mais

1 Informações diversas Contribuintes devem ficar atentos para novidades em 2015 O Sescon-SP listou algumas das principais mudanças fiscais e tributárias para o próximo ano, que requerem atenção e capacitação

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Incubadora

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Incubadora Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Incubadora 7. INCUBADORA 7.1 INCUBEM: desenvolvendo empresas de sucesso A Incubadora de Empresas do Sudoeste Baiano INCUBEM é uma instituição que tem por

Leia mais

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA:

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Fundo Perpétuo de Educação PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Os depoimentos, ensinamentos e metas dos participantes mais bem sucedidos. A escolha da escola fez a diferença na sua colocação

Leia mais

A ZONA DE CONFORTO DOS ADVOGADOS: PORQUE OS ESCRITÓRIOS ABANDONAM O SUCESSO.

A ZONA DE CONFORTO DOS ADVOGADOS: PORQUE OS ESCRITÓRIOS ABANDONAM O SUCESSO. A ZONA DE CONFORTO DOS ADVOGADOS: PORQUE OS ESCRITÓRIOS ABANDONAM O SUCESSO. Caro Advogado, Gostaria de começar este artigo com a pergunta mais misteriosa do mundo jurídico: por que alguns escritórios

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO Modalidade Associada Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS RAIAR

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br Empreendedorismo Pequeno empreendedor: Saiba como começar sua empresa 1. Como financiar um negócio 2. O MEI Microempreendedor Individual 3. Benefícios em formalizar sua empresa 4. Local para se formalizar

Leia mais

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 AULA 9 Assunto: Plano Financeiro (V parte) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Parceria de sucesso para sua empresa

Parceria de sucesso para sua empresa Parceria de sucesso para sua empresa A Empresa O Grupo Espaço Solução atua no mercado de assessoria e consultoria empresarial há 14 anos, sempre realizando trabalhos extremamente profissionais, pautados

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É?

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É? NE- CACT O Núcleo de Empreendedorismo da UNISC existe para estimular atitudes empreendedoras e promover ações de incentivo ao empreendedorismo e ao surgimento de empreendimentos de sucesso, principalmente,

Leia mais

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ O presente edital regulamenta o processo de recrutamento, seleção e ingresso de projetos empresariais na Incubadora

Leia mais

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. PLANO DE NEGÓCIOS:... 2 2.1 RESUMO EXECUTIVO... 3 2.2 O PRODUTO/SERVIÇO... 3 2.3 O MERCADO... 3 2.4 CAPACIDADE EMPRESARIAL... 4 2.5

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Wôlmer Ezequiel Jéferson Bachour falou sobre as demandas do mercado de construção naval Atualmente,

Leia mais

Como o CERNE foi construído?

Como o CERNE foi construído? Por que CERNE? O movimento brasileiro de incubadoras vem crescendo a uma taxa expressiva nos últimos dez anos, alcançando uma média superior a 25% ao ano. Atualmente, as incubadoras brasileiras apóiam

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

CMV Custo de Mercadoria Vendida

CMV Custo de Mercadoria Vendida CMV Custo de Mercadoria Vendida Guia para Food Service Restaurante & Pizzarias Apresentação Para manter sempre os parceiros alinhados com as informações do mercado, a PMG criou este guia falando um pouco

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Os 10 HÁBITOS DE SUCESSO D O S I N V E S T I D O R E S E M VA L O R W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos,

Leia mais

Apresentação. - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes?

Apresentação. - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes? Apresentação - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes? 2 Importância dos Pequenos Negócios 52% dos empregos formais 40% da massa salarial 62%

Leia mais

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas:

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas: 4 Pesquisa de campo Neste capitulo será apresentado o resultado dos questionários da pesquisa de campo que serviu para o estudo de caso. A coleta de dados será dividida em: Núcleo administrativo Núcleo

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

Vai criar um novo negócio? Algumas sugestões.

Vai criar um novo negócio? Algumas sugestões. Vai criar um novo negócio? Algumas sugestões. Cândido Borges Doutorando em Empreendedorismo, HEC Montreal - Canadá Blumenau, 12 de maio de 2005 Por que é importante conhecer mais sobre a criação de novas

Leia mais

DICIONÁRIO DO EMPREENDEDOR. Tenha na ponta da língua os termos que não podem faltar no vocabulário de quem almeja alcançar o sucesso ESPECIAL

DICIONÁRIO DO EMPREENDEDOR. Tenha na ponta da língua os termos que não podem faltar no vocabulário de quem almeja alcançar o sucesso ESPECIAL DICIONÁRIO DO EMPREENDEDOR DICIONÁRIO DO EMPREENDEDOR Tenha na ponta da língua os termos que não podem faltar no vocabulário de quem almeja alcançar o sucesso 54 TEXTO MARIA BEATRIZ VACCARI ARTE IVAN VOLPE

Leia mais

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN 50 A ALMA DO NEGÓCIO Serviço de SAC eficiente é o que todos os clientes esperam e é no que todas as empresas deveriam investir. Especialistas afirmam: essa deve ser

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

Fim do 'home office' no Yahoo! causa polêmica; no Brasil, cada vez mais empresas adotam a prática

Fim do 'home office' no Yahoo! causa polêmica; no Brasil, cada vez mais empresas adotam a prática Feito em casa Fim do 'home office' no Yahoo! causa polêmica; no Brasil, cada vez mais empresas adotam a prática TRABALHADOR PRECISA DE DISCIPLINA E ORGANIZAÇÃO PARA EXERCER CORRETAMENTE O 'HOME OFFICE'

Leia mais

O caminho do pote de ouro

O caminho do pote de ouro _EMPREENDEDOR Dos financiamentos bancários aos editais de fomento, passando por venture capital, descubra qual a melhor forma de conseguir dinheiro para o INVESTIMENTO que seu negócio precisa. Fernando

Leia mais

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS 1 ÍNDICE 1. Introdução... 2. Por que preciso investir em tecnologia?... 3. Cinco passos para usar a tecnologia a meu favor... 4.

Leia mais

08 Capital de giro e fluxo de caixa

08 Capital de giro e fluxo de caixa 08 Capital de giro e fluxo de caixa Qual o capital que sua empresa precisa para funcionar antes de receber o pagamento dos clientes? Como calcular os gastos, as entradas de dinheiro, e as variações de

Leia mais

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso.

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. Cliocar Acessórios: A construção de um negócio A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. 2 Conteúdo Resumo executivo... 2 Conhecendo o mercado... 2 Loja

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

Modalidade de trabalho: Presentación de experiencias profesionales y metodologías de intervención.

Modalidade de trabalho: Presentación de experiencias profesionales y metodologías de intervención. A incubadora de empresas como experiência de empreendedorismo social no Brasil Cirlene Aparecida Hilário da Silva Oliveira cirleneoliveira@terra.com.br Rodrigo Matos do Carmo rodrigoc@sebraesp.com.br Modalidade

Leia mais

Ecológico. Arranha-céu. O retrofit de um dos principais ícones norte-americanos. bate-papo Com Vitorio Panicucci, da Clavi Incorporações

Ecológico. Arranha-céu. O retrofit de um dos principais ícones norte-americanos. bate-papo Com Vitorio Panicucci, da Clavi Incorporações Mar/Abr 2015 ANO III Nº 16 R E V I S TA A REVISTA DA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL Arranha-céu Ecológico O retrofit de um dos principais ícones norte-americanos bate-papo Com Vitorio Panicucci, da Clavi Incorporações

Leia mais

CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA

CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA Central de Cases CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA www.espm.br/centraldecases Central de Cases CDA COMUNICAÇÃO INTEGRADA Preparado pelo Prof. Marcus S. Piaskowy, da ESPM SP. Recomendado para a área de Administração

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS. Como Atrair e Reter Talentos Humanos nas Empresas

GESTÃO DE PESSOAS. Como Atrair e Reter Talentos Humanos nas Empresas FACULDADE MACHADO DE ASSIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS GESTÃO DE PESSOAS Como Atrair e Reter Talentos Humanos nas Empresas Rio de Janeiro 2003 1 COMO ATRAIR E RETER TALENTOS HUMANOS NAS EMPRESAS

Leia mais

Introdução 02. A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03. A Definição do Negócio 03. Imagem 03. Objetivos Financeiros 04

Introdução 02. A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03. A Definição do Negócio 03. Imagem 03. Objetivos Financeiros 04 ESTUDO DE CASO A construção do BSC na ESPM do Rio de Janeiro Alexandre Mathias Diretor da ESPM do Rio de Janeiro INDICE Introdução 02 A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03 A Definição do Negócio 03 Imagem

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE II: E-business Global e Colaboração Prof. Adolfo Colares Uma empresa é uma organização formal cujo o objetivo é produzir s ou prestar serviços

Leia mais

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/134/imprime89320.asp

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/134/imprime89320.asp Página 1 de 7 Mercado de oportunidades Aquecimento do setor gera oportunidades para engenheiros civis especializados. Confira as principais necessidades das empresas Por Renato Faria Foi-se o tempo das

Leia mais

Graduação. Avaliação de Egressos. Alunos formados entre jan/2010 e dez/2011

Graduação. Avaliação de Egressos. Alunos formados entre jan/2010 e dez/2011 Graduação Avaliação de Egressos Alunos formados entre jan/2010 e dez/2011 Abril/2013 FICHA TÉCNICA Período de aplicação De 14 de janeiro a 28 de fevereiro de 2013. Formato Avaliação realizada, via e-mail,

Leia mais

Escritório Modelo da Faculdade de Diadema

Escritório Modelo da Faculdade de Diadema Escritório Modelo da Faculdade de Diadema Profª. Vânia Amaro Gomes Coordenação de Curso DIADEMA, 2015 Introdução Atualmente há uma grande dificuldade dos alunos egressos das Faculdades em obter emprego

Leia mais

APRESENTAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO. OFICINA DA INOVAÇÃO

APRESENTAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO. OFICINA DA INOVAÇÃO APRESENTAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO. OFICINA DA INOVAÇÃO Página 1 de 18 ÍNDICE DA PROPOSTA Apresentação da Empresa... 3 Apresentação dos serviços da Oficina da Inovação... 6 Consultoria... 6 Capacitação...

Leia mais

Guia básico para implementação da PRODUÇÃO ENXUTA. Reduza suas perdas e melhore seus resultados.

Guia básico para implementação da PRODUÇÃO ENXUTA. Reduza suas perdas e melhore seus resultados. Guia básico para implementação da PRODUÇÃO ENXUTA Reduza suas perdas e melhore seus resultados. INSTITUCIONAL A Consustec é uma empresa com menos de um ano de mercado, com espírito jovem e um time extremamente

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Formulário de Apresentação da Proposta Simplificada

Formulário de Apresentação da Proposta Simplificada Formulário de Apresentação da Proposta Simplificada A. Dados Cadastrais A.1. Informações para contato Endereço Completo: Bairro: Cidade: UF: CEP: Telefone: e-mail: Página na Internet: A.2. Caracterização

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Guia completo de como criar uma Página no Facebook Como começar Criando uma Página Conhecendo a Página Configurações iniciais Estabelecendo conversas Autor Felipe Orsoli

Leia mais

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual Por: Rosana Rodrigues Quando comecei a escrever esse artigo, inevitavelmente fiz uma viagem ao meu passado. Lembrei-me do meu processo de escolha de carreira e me dei conta de que minha trajetória foi

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S como organizar as finanças da sua empresa 4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S AUTHOR NAME ROBSON DIAS Sobre o Autor Robson Dias é Bacharel em Administração de Empresas e Possui MBA em Gestão Estratégica

Leia mais

Opção. sites. A tua melhor opção!

Opção. sites. A tua melhor opção! Opção A tua melhor opção! Queremos te apresentar um negócio que vai te conduzir ao sucesso!!! O MUNDO... MUDOU! Todos sabemos que a internet tem ocupado um lugar relevante na vida das pessoas, e conseqüentemente,

Leia mais

Lanches ser hoje uma referência gastronômica em Londrina.

Lanches ser hoje uma referência gastronômica em Londrina. EntreVISTA Fotos: Divulgação/Shutterstock O grande empreendedor encara os desafios Entre esperar o livro pronto e escrevê-lo, o comerciante Arnaldo Tsuruda preferiu seguir pela segunda opção. A história

Leia mais

EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA.

EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA. EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA. Alessandro A. da Silveira fluxo@bol.com.br Universidade Federal do Rio de Janeiro, Departamento de Engenharia

Leia mais

I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário

I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário O BOVESPA MAIS é o segmento de listagem do mercado de balcão organizado administrado pela BOVESPA idealizado para tornar

Leia mais