TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL"

Transcrição

1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE EM AGRAVO DE EXECUCÇÃO N.º EMBARGANTE: TIAGO PEREIRA VIEIRA AGRAVADO: MINISTÉRIO PÚBLICO RELATOR: Desembargador JOSÉ MUIÑOS PIÑEIRO FILHO PRESIDENTE: Desembargador ANTONIO JOSÉ CARVALHO EMENTA EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE. DECISÃO DO JUÍZO DA VEP QUE DEFERIU, EM SEDE DE MUTIRÃO CARCERÁRIO, A PROGRESSÃO DO REGIME PARA O ABERTO E, CONSEQUENTEMENTE, CONCEDEU A PRISÃO ALBERGUE DOMICILIAR COM FISCALIZAÇÃO POR MONITORAMENTO ELETRÔNICO. AGRAVO INTERPOSTO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO COM O FIM DE CASSAR A DECISÃO AO FUNDAMENTO DE QUE A HIPÓTESE NÃO É ABRANGIDA NO ARTIGO 117 DA LEP, PORQUANTO A FALTA DE VAGAS EM ESTABELECIMENTO CORRELATO E AUSÊNCIA DE CASA DE ALBERGADO NA REGIÃO ONDE O APENADO RESIDE, NÃO ENSEJA, AUTOMATICAMENTE, A CONCESSÃO DO BENEFÍCIO. POR MAIORIA FOI DADO PROVIMENTO AO RECURSO MINISTERIAL PARA CASSAR A DECISÃO. EMBARGOS INFRINGENTES OPOSTOS PELA DEFESA, OBJETIVANDO A PREVALÊNCIA DO VOTO VENCIDO. A CORTE SUPERIOR POSSIBILITA O ABRANDAMENTO DO RIGOR LEGISLATIVO PARA INCLUIR O APENADO EM PRISÃO ALBERGUE DOMICILIAR SOMENTE NA HIPÓTESE DE AUSÊNCIA DE VAGA NO Página 1 de 9

2 ESTABELECIMENTO PENAL COMPATÍVEL, O QUE NÃO É O CASO. SOMA-SE AO FATO DO APENADO NÃO TER JUNTADO COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA E DE ATIVIDADE LABORATIVA LÍCITA. PRECEDENTES. EMBARGOS QUE SE REJEITAM. 1. Acolho, na íntegra, a orientação do parecer Ministerial para prover o presente recurso. Desde logo convém ressaltar que a Lei de Execução Penal determina, em seu artigo 95, que haja, pelo menos, uma casa do albergado em cada região, não em cada município ou comarca. Tal política legislativa destina-se a não inviabilizar a gestão financeira do Estado, que teria de arcar, no específico caso do Estado do Rio de Janeiro, com as despesas da implementação dessa instituição em cada um dos seus noventa e dois municípios. Que dizer, então, dos Estados que contam com mais de quinhentos municípios, a exemplo de São Paulo e Minas Gerais? Nesse contexto, cumpre salientar que o fracionamento territorial do Estado em regiões judiciárias e comarcas, previsto no artigo 5º do Código de Organização e Divisão Judiciária do Estado do Rio de Janeiro CODJERJ destina-se, exclusivamente, à regulamentação da administração da atividade jurisdicional, sendo as regiões judiciárias estabelecidas para efeito de movimentação de magistrados, enquanto as comarcas configuram áreas territoriais definidas para o exercício da jurisdição de primeiro grau, devendo prevalecer, no ponto, a divisão disposta na Lei Complementar nº 87/1997, com a redação dada pela Lei Complementar nº 133/2009. Outrossim, é certo que, em razão da insuficiente política criminal do Estado no trato da questão em tela, diversas regiões não contam com o aludido estabelecimento prisional, motivo pelo qual o Juízo da Execução Penal passou a deferir o cumprimento de pena em prisão albergue domiciliar a muitos condenados que cumprem sua pena em regime aberto e residem em região desprovida de casa do Página 2 de 9

3 albergado, o que, certamente, contraria o objetivo da execução penal, tendo em vista a impossibilidade de fiscalização do exato cumprimento da reprimenda estatal, que possui caráter eminentemente punitivo! 2 - O argumento trazido pela defesa de que não havia vagas nos estabelecimentos próprios do regime aberto também caiu por terra quando o Ministério Público, nas razões recursais do agravo, juntou ofícios dos diretores da Casa do Albergado do Rio de Janeiro e de Niterói (outubro de 2011 e janeiro de 2012) esclarecendo a existência de diversas vagas nas referidas unidades. 3 - O E. Supremo Tribunal Federal também já se manifestou a respeito da matéria, entendendo que a inexistência de estabelecimento adequado ao regime aberto não autoriza a aplicação da prisão domiciliar, haja vista a prevalência do interesse público na efetivação da sanção penal, em detrimento do interesse individual do condenado. 4 - No caso dos autos, embora o embargante seja morador do município de Porto Real, não trouxe aos autos qualquer documento que comprovasse atividade laborativa lícita a comprovar os requisitos subjetivos para a concessão do referido benefício, bem como uma simples declaração de comprovante de residência de que mora naquele município. A carta de sentença acostada aos autos atesta que o apenado residia na comarca de Barra Mansa onde foi condenado. Como se não bastasse, em busca do histórico penal junto a VEP verificou-se que o apenado foi intimado pela segunda vez para justificar o descumprimento da PAD, sob pena de revogação da medida. Destarte, o cumprimento de pena em regime aberto, forma mais branda e progressiva da execução da pena, está longe de configurar uma benesse ao apenado, pelo que, o fato de o mesmo estar cumprindo pena em município diverso de onde reside sua família não autoriza o deferimento do benefício da prisão domiciliar. Página 3 de 9

4 5 - Recurso a que se nega provimento para manter o acórdão vencedor. ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE N.º , em que figura como embargante TIAGO PEREIRA VIEIRA e como embargado MINISTÉRIO PÚBLICO, ACORDAM os Desembargadores que compõem a Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, por unanimidade, em NEGAR PROVIMENTO ao recurso. RELATÓRIO O MINISTÉRIO PÚBLICO, inconformado com a decisão prolatada pelo MM. Juiz de Direito da Vara de Execuções Penais de fls. 52/53 que deferiu a progressão do regime para o aberto e, consequentemente, concedeu o seu cumprimento em prisão albergue domiciliar. O acórdão proferido pela 3ª Câmara Criminal, da lavra do Des. Antonio Carlos Nascimento Amado, acolheu as razões ministeriais e julgou procedente o recurso para cassar a decisão que concedeu a prisão domiciliar. O voto vencido, da lavra do Des. Valmir de Oliveira Silva, às fls. 121/122 entendeu por negar provimento ao recurso ao fundamento de que somente no município do Rio de Janeiro e Niterói existem casas de albergado para aqueles que cumprem pena em regime aberto, porquanto o agravado tem família e residência no município de Porto Real. Com base nos fundamentos do voto vencido a Defensoria Pública interpôs o presente recurso de embargos infringentes e de Página 4 de 9

5 nulidade às fls. 130/136 buscando a prevalência do voto vencido deduzindo que o agravado, ingressou no regime aberto e, no Município onde reside Porto Real não existe casa do albergado, mas somente no longínquo Município do Rio de Janeiro, correta afigura-se a decisão do Juiz da VEP que lhe deferiu a prisão albergue domiciliar, mediante as condições que estipulou, incluindo a fiscalização por monitoramento eletrônico, eis que não se lhe pode impor o cumprimento da pena de forma mais gravosa para contornar a desídia do Estado. O presente recurso foi admitido às fls Em parecer da douta Procuradoria de Justiça da lavra Dra. Maria Christina Pasquinelli Bacha de Almeida às fls. 145/147 opinando pelo desprovimento do recurso para manter integralmente o acórdão recorrido. É o relatório. VOTO Acolho, na íntegra, a orientação do parecer Ministerial para desprover o presente recurso. Desde logo convém ressaltar que a Lei de Execução Penal determina, em seu artigo 95, que haja, pelo menos, uma casa do albergado em cada região, não em cada município ou comarca. Tal política legislativa destina-se a não inviabilizar a gestão financeira do Estado, que teria de arcar, no específico caso do Estado do Rio de Janeiro, com as despesas da implementação dessa instituição em cada um dos seus noventa e dois municípios. Que dizer, então, dos Estados que contam com mais de quinhentos municípios, a exemplo de São Paulo e Minas Gerais? Nesse contexto, cumpre salientar que o fracionamento territorial do Estado em regiões judiciárias e comarcas, previsto no artigo 5º do Código de Organização e Divisão Judiciária do Estado do Rio Página 5 de 9

6 de Janeiro CODJERJ destina-se, exclusivamente, à regulamentação da administração da atividade jurisdicional, sendo as regiões judiciárias estabelecidas para efeito de movimentação de magistrados, enquanto as comarcas configuram áreas territoriais definidas para o exercício da jurisdição de primeiro grau, devendo prevalecer, no ponto, a divisão disposta na Lei Complementar nº 87/1997, com a redação dada pela Lei Complementar nº 133/2009. Outrossim, é certo que, em razão da insuficiente política criminal do Estado no trato da questão em tela, diversas regiões não contam com o aludido estabelecimento prisional, motivo pelo qual o Juízo da Execução Penal passou a deferir o cumprimento de pena em prisão albergue domiciliar a muitos condenados que cumprem sua pena em regime aberto e residem em região desprovida de casa do albergado, o que, certamente, contraria o objetivo da execução penal, tendo em vista a impossibilidade de fiscalização do exato cumprimento da reprimenda estatal, que possui caráter eminentemente punitivo! O argumento trazido pela defesa de que não havia vagas nos estabelecimentos próprios do regime aberto também caiu por terra quando o Ministério Público, nas razões recursais do agravo, juntou ofícios dos diretores da Casa do Albergado do Rio de Janeiro e de Niterói (outubro de 2011 e janeiro de 2012) esclarecendo a existência de diversas vagas nas referidas unidades. A propósito: AGRAVO DE EXECUCAO PENAL - 1ª Ementa - DES. SUIMEI MEIRA CAVALIERI - Julgamento: 14/08/ TERCEIRA CAMARA CRIMINAL - AGRAVO EM EXECUÇÃO. DEFERIMENTO DE PRISÃO DOMICILIAR PARA CUMPRIMENTO DA PENA EM REGIME ABERTO. EXISTÊNCIA DE CASA DE ALBERGADO NA COMARCA DE RESIDÊNCIA DO APENADO. Réu condenado a sanção de 05 anos e 04 meses de reclusão pela prática do crime de roubo Página 6 de 9

7 majorado pelo concurso de pessoas. Recurso Ministerial contra decisão que deferiu prisão domiciliar para cumprimento da pena em regime aberto, sob o sistema de fiscalização por monitoramento eletrônico. Acolhimento. Falta de previsão legal. Hipótese que não se enquadra nos incisos previstos no art. 117 da LEP. Decisão que padece de fundamentação. In casu, não se admite a concessão do benefício sequer em caráter excepcional. A Corte Superior possibilita o abrandamento do rigor legislativo para incluir o apenado em prisão albergue domiciliar somente na hipótese de ausência de vaga no estabelecimento penal compatível, o que não é o caso. Precedentes jurisprudenciais deste TJRJ. Provimento do recurso AGRAVO DE EXECUCAO PENAL - 1ª Ementa - DES. M.SANDRA KAYAT DIREITO - Julgamento: 19/06/ QUARTA CAMARA CRIMINAL - EMENTA: AGRAVO DE EXECUÇÃO PENAL - PROGRESSÃO PARA O REGIME ABERTO, A SER CUMPRIDO EM PRISÃO ALBERGUE DOMICILIAR, NA COMARCA DE IGUABA GRANDE RECURSO DO MINISTÉRIO PÚBLICO - ART. 117 DA LEP ROL TAXATIVO DAS HIPÓTESES DE PRISÃO DOMICILIAR APENADO QUE NÃO SE ENQUADRA EM NENHUMA DAS SITUAÇÕES PREVISTAS PELA LEGISLAÇÃO - O agravado foi beneficiado com a progressão para o regime aberto, a ser cumprido em prisão albergue domiciliar, na Comarca de Iguaba Grande. A prisão domiciliar somente deve ser deferida nas hipóteses previstas em lei, sendo o rol descrito no art. 117 da LEP taxativo, não podendo o juízo executório dar interpretação extensiva à norma. Assim, é ilegal a prisão domiciliar deferida com base, unicamente, na ausência de casa de albergado na comarca do Página 7 de 9

8 domicílio do apenado. O Supremo Tribunal Federal entende que a inexistência de estabelecimento compatível com o regime aberto não autoriza a cumprimento da prisão domiciliar, tendo em vista a prevalência do interesse público na efetivação da sanção penal, em detrimento do interesse individual do apenado. PROVIMENTO DO RECURSO. O E. Supremo Tribunal Federal também já se manifestou a respeito da matéria, entendendo que a inexistência de estabelecimento adequado ao regime aberto não autoriza a aplicação da prisão domiciliar, haja vista a prevalência do interesse público na efetivação da sanção penal, em detrimento do interesse individual do condenado. No caso dos autos, embora o embargante seja morador do município de Porto Real, não trouxe aos autos qualquer documento que comprovasse atividade laborativa lícita a comprovar os requisitos subjetivos para a concessão do referido benefício, bem como uma simples declaração de comprovante de residência de que mora naquele município. A carta de sentença acostada aos autos atesta que o apenado residia na comarca de Barra Mansa onde foi condenado. Como se não bastasse, em busca do histórico penal junto a VEP verificou-se que o apenado foi intimado pela segunda vez para justificar o descumprimento da PAD, sob pena de revogação da medida. Destarte, o cumprimento de pena em regime aberto, forma mais branda e progressiva da execução da pena, está longe de configurar uma benesse ao apenado, pelo que, o fato de o mesmo estar cumprindo pena em município diverso de onde reside sua família não autoriza o deferimento do benefício da prisão domiciliar. Pelas razões expostas, VOTO no sentido de negar provimento aos embargos infringentes e de nulidade, mantendo a decisão da douta maioria. Rio de Janeiro, 16 de julho de Página 8 de 9

9 Desembargador JOSÉ MUIÑOS PIÑEIRO FILHO RELATOR Página 9 de 9

DO RIO DE JANEIRO 2ª CÂMARA CRIMINAL

DO RIO DE JANEIRO 2ª CÂMARA CRIMINAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO 2ª CÂMARA CRIMINAL AGRAVO Nº 0040224-87.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO AGRAVADO: MAURO MONTELLO VIANA OUTRO NOME: MAURO MONTELLO VIANNA RELATORA: DES.

Leia mais

166 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PRIMEIRA CÂMARA CRIMINAL

166 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PRIMEIRA CÂMARA CRIMINAL PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PRIMEIRA CÂMARA CRIMINAL Embargos Infringentes e de Nulidade em Agravo de Execução penal nº 0062003-35.2013.8.19.0000 Juízo de origem: Vara de Execuções Penais

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000121642 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Execução Penal nº 7011793-70.2015.8.26.0071, da Comarca de Bauru, em que é agravante MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO

Leia mais

<CABBCBBCCADACABACBBCAADDADACBAABCCBAA DDADAAAD>

<CABBCBBCCADACABACBBCAADDADACBAABCCBAA DDADAAAD> EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL. REMIÇÃO DA PENA PELO TRABALHO. CONTAGEM DO TEMPO PARA FINS DE CONCESSÃO DO BENEFÍCIO. CÁLCULO FEITO PELOS DIAS EFETIVAMENTE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO : MINISTRO RIBEIRO DANTAS : EMERSON SILVA RODRIGUES (PRESO) : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSUAL

Leia mais

Agravo de Execução Penal n , de Curitibanos Relator: Desembargador Ernani Guetten de Almeida

Agravo de Execução Penal n , de Curitibanos Relator: Desembargador Ernani Guetten de Almeida Agravo de Execução Penal n. 0002861-88.2016.8.24.0022, de Curitibanos Relator: Desembargador Ernani Guetten de Almeida AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL. DECISÃO QUE HOMOLOGOU SOMA DE PENAS E FIXOU A DATA-BASE

Leia mais

EMENTA EXECUÇÃO PENAL

EMENTA EXECUÇÃO PENAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL AGRAVO DE EXECUÇÃO PENAL nº. 0006220-24.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: MINISTÉIRO PÚBLICO AGRAVADO: PETERSON VIEIRA GURGEL RELATOR: DESEMBARGADOR MARCUS

Leia mais

VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL n.º 0029389-71.2013.8.19.0001-E Obrigação de Fazer 14ª Vara de Fazenda Pública da Comarca da Capital APELANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES AUTÔNOMOS,

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível EMBARGOS DE DECLARAÇÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO 0046297-12.2013.8.19.0000 PARTE EMBARGANTE: CONMEDH CONVÊNIOS MÉDICOS HOSPITALARES LTDA. PARTE EMBARGADA: CLÁUDIA COUTINHO GUIMARÃES MANES RELATOR: DES. MARCO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000163433 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0010036-39.2011.8.26.0189, da Comarca de Fernandópolis, em que é apelante CIRCULO DOS TRABALHADORES CRISTAOS

Leia mais

A C Ó R D Ã O Nº (N CNJ: ) COMARCA DE IJUÍ JULIANA ROSA DE OLIVEIRA IBL 2014/CRIME

A C Ó R D Ã O Nº (N CNJ: ) COMARCA DE IJUÍ JULIANA ROSA DE OLIVEIRA IBL 2014/CRIME AGRAVO EM EXECUÇÃO. PRISÃO DOMICILIAR, APENADA NO SÉTIMO MÊS DE GESTAÇÃO. CASA PRISIONAL SEM CONDIÇÕES DE PROVER O ACOMPANHAMENTO MÉDICO NECESSÁRIO E VIABILIZAR OS CUIDADOS AO BEBÊ, EM SEUS PRIMEIROS MESES

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 668.162 - RS (2004/0082719-7) RELATOR : MINISTRO FELIX FISCHER RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL RECORRIDO : FERNANDO DA SILVA MATOS ADVOGADO : NESY MARINA

Leia mais

<CABBCBBCCADACABCABBCAADDABCACBACDBAAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O

<CABBCBBCCADACABCABBCAADDABCACBACDBAAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL. RECURSO DO MINISTÉRIO PÚBLICO. CÁLCULO DA REMIÇÃO DE PENA PELO TRABALHO. ART. 126, 1º, LEP. REEDUCANDO QUE TRABALHA OITO

Leia mais

4ª CÂMARA CRIMINAL RECURSO DE AGRAVO EM EXECUÇÃO Nº DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DE FOZ DO IGUAÇU RECORRENTE: RECORRIDA:

4ª CÂMARA CRIMINAL RECURSO DE AGRAVO EM EXECUÇÃO Nº DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DE FOZ DO IGUAÇU RECORRENTE: RECORRIDA: 4ª CÂMARA CRIMINAL RECURSO DE AGRAVO EM EXECUÇÃO Nº 1.312.465-9 DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DE FOZ DO IGUAÇU RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ RECORRIDA: CRISTIANE SOUZA DIAS RELATOR:

Leia mais

DO RIO DE JANEIRO 2ª CÂMARA CRIMINAL

DO RIO DE JANEIRO 2ª CÂMARA CRIMINAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO 2ª CÂMARA CRIMINAL AGRAVO Nº 0047897-68.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO AGRAVADO: MICHEL RAMOS DA SILVA CARVALHO RELATORA: DES. KATIA MARIA AMARAL JANGUTTA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 08/08/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 19/06/2012 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 436.024 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO Identificação PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO PROCESSO nº 0001876-26.2014.5.11.0015 (AIRO) AGRAVANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS

Leia mais

A C Ó R D Ã O Nº XXXXXXXXX (N CNJ: XXXXXXXXXXX) COMARCA DE PORTO ALEGRE V.J.S... M.P... AGRAVANTE AGRAVADO

A C Ó R D Ã O Nº XXXXXXXXX (N CNJ: XXXXXXXXXXX) COMARCA DE PORTO ALEGRE V.J.S... M.P... AGRAVANTE AGRAVADO AGRAVO EM EXECUÇÃO. REMIÇÃO PELA LEITURA. CRITÉRIO OBJETIVO FIXADO PELO JUÍZO DA VARA DE EXECUÇÕES CRIMINAIS DE PORTO ALEGRE. POSSIBILIDADE. AUSÊNCIA DE REGULAMENTAÇÃO ESTATAL. Embora a Lei de Execução

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000279160 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2012499-94.2014.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante DALLAS RENT A CAR (EM RECUPERAÇÃO JUDICIA),

Leia mais

Agravante: MINISTÉRIO PÚBLICO Agravado: FLÁVIO RODRIGUES SILVA Relator: DES. ANTONIO JOSÉ FERREIRA CARVALHO

Agravante: MINISTÉRIO PÚBLICO Agravado: FLÁVIO RODRIGUES SILVA Relator: DES. ANTONIO JOSÉ FERREIRA CARVALHO TRIBUNAL DE JUSTIÇA 2ª CÂMARA CRIMINAL Agravante: MINISTÉRIO PÚBLICO Agravado: FLÁVIO RODRIGUES SILVA Relator: DES. ANTONIO JOSÉ FERREIRA CARVALHO EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL IRRESIGNAÇÃO DO PARQUET

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO QUINTA CÂMARA CRIMINAL CORREIÇÃO PARCIAL PROCESSO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO QUINTA CÂMARA CRIMINAL CORREIÇÃO PARCIAL PROCESSO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO QUINTA CÂMARA CRIMINAL CORREIÇÃO PARCIAL PROCESSO 0065537-84.2013.8.19.0000 RECLAMANTE: CARLOS ALBERTO SIMÕES RECLAMADO: JUÍZO DE DIREITO DA SEGUNDA VARA

Leia mais

local onde se encontra a sede do provedor do site é que definiria a competência. Cuida a hipótese de Queixa-Crime

local onde se encontra a sede do provedor do site é que definiria a competência. Cuida a hipótese de Queixa-Crime TRIBUNAL DE JUSTIÇA TERCEIRA CÂMARA CRIMINAL RECURSO EM SENTIDO ESTRITO Nº 0215143-86.2013.8.19.0001 RECORRENTE: PETER EDUARDO SIEMSEN RECORRENTE: FLUMINENSE FOOTBALL CLUB RECORRIDO: RENAN RODRIGUES RELATORA:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEXTA CÂMARA CRIMINAL APELAÇÃO CRIMINAL: 0134960-65.2012.8.19.0001 APELANTE 1: MINISTÉRIO PÚBLICO APELANTE 2: CARLOS HENRIQUE GONÇALVES DOS SANTOS APELADOS:

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal Agravo em Execução nº 0060927-73.2013.8.19.0000 Relator: Desembargador Paulo de Oliveira Lanzellotti Baldez Agravante:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 173.928 - MG (2010/0094429-2) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO EMENTA HABEAS CORPUS. EXECUÇÃO PENAL. LATROCÍNIO. 20 ANOS DE RECLUSÃO, EM REGIME INICIAL FECHADO. PRISÃO DOMICILIAR.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 299.315 - RS (2014/0175002-0) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO GURGEL DE FARIA : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno no Agravo de Instrumento nº 0007110-60.2014.8.19.0000 Agravante: Tim Celular S/A Agravado: Miguel da Silva Virgem

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0694.10.004212-6/001 Númeração 1034476- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Júlio César Lorens Des.(a) Júlio César Lorens 24/05/2016 02/06/2016 EMENTA:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.198.479 - PR (2010/0114090-4) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI EMENTA DIREITO CIVIL. RECURSO ESPECIAL. DÉBITOS CONDOMINIAIS. CONDENAÇÃO JUDICIAL. CORREÇÃO MONETÁRIA. ÍNDICE APLICÁVEL.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.424.247 - DF (2013/0405660-9) RELATOR AGRAVANTE AGRAVADO : MINISTRO NEFI CORDEIRO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS EMENTA AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000121654 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Execução Penal nº 9000062-43.2015.8.26.0071, da Comarca de Bauru, em que é agravante NILVAIR APARECIDO FRUTUOSO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DO PARANÁ AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.158.383-4, ORIGINÁRIO DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - 1ª VARA CÍVEL. Agravante Agravados

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL Coordenadoria de Taquigrafia e Acórdãos

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL Coordenadoria de Taquigrafia e Acórdãos PROCESSO N o 15008300 PROCEDÊNCIA: CAMAQUÃ RECORRENTE: JOSÉ NAPOLEÃO KASPRZAK CANDIDATO A VEREADOR PELO PPB RECORRIDO: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL DA 12ª ZONA --------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO. TRAVA BANCÁRIA. CÉDULAS DE CRÉDITO BANCÁRIO AMPARADAS PELA GARANTIA DA CESSÃO FIDUCIÁRIA NÃO PODEM SER CLASSIFICADAS COMO CRÉDITO EXTRACONCUAL, MAS, SIM, QUIROGRAFÁRIOS, UMA VEZ

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 4ª CÂMARA CRIMINAL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 4ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS nº 0066303-40.2013.8.19.0000 IMPETRANTE: JULIA VIEIRA MAINIER DE OLIVEIRA - DEFENSORA PÚBLICA PACIENTE: RALFE DA SILVA MARQUES AUTORIDADE DITA COATORA: JUÍZO DA 2ª VARA CRIMINAL DA COMARCA

Leia mais

CAPUT, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. AGRAVO DESPROVIDO. DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO

CAPUT, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. AGRAVO DESPROVIDO. DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0063122-31.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIA - INSS AGRAVADO: MARLENE AFONSO

Leia mais

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL CONVOCADO RUBENS DE MENDONÇA CANUTO - 1º TURMA RELATÓRIO

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL CONVOCADO RUBENS DE MENDONÇA CANUTO - 1º TURMA RELATÓRIO RELATÓRIO Cuida-se de remessa oficial e de apelação interposta em face de sentença da lavra do MM. Juízo Federal da 2ª Vara de Pernambuco, que concedeu a segurança postulada, determinando a atualização

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL NONA CÂMARA CÍVEL Apelação nº 0015111-07.2009.8.19.0001 Apelante: JOÃO CAMPOS DA SILVA Apelado: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Relator: Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA AÇÃO ORDINÁRIA. LEGITIMIDADE DO

Leia mais

3ª Câmara Criminal AG EXEC nº LF 1

3ª Câmara Criminal AG EXEC nº LF 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERCEIRA CÂMARA CRIMINAL AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL: 0049704-94.2011.8.19.0000 AGRAVANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO AGRAVADO: RENAN FIGUEIRA DA SILVA RELATOR: DESEMBARGADOR

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000243412 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso Em Sentido Estrito nº 0952363-56.2012.8.26.0506, da Comarca de Ribeirão Preto, em que é recorrente/querelante JOSE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal INDULTO OU COMUTAÇÃO NA EXECUÇÃO PENAL 3 DISTRITO FEDERAL RELATOR POLO PAS ADV.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :DELÚBIO SOARES DE CASTRO : CELSO SANCHEZ VILARDI E OUTRO(A/S) DECISÃO: EMENTA: EXECUÇÃO PENAL.

Leia mais

Gabinete do Desembargador Gerson Santana Cintra.

Gabinete do Desembargador Gerson Santana Cintra. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 87664-03.2014.8.09.0083 (201490876642) 3ª CÂMARA CÍVEL COMARCA DE ITAPACI EMBARGANTE : MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CASTRO ALVES LTDA. EMBAGADO : ALMY DIAS DE SOUZA

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RE 96-70.2012.6.21.0076 PROCEDÊNCIA: NOVO HAMBURGO RECORRENTE(S): ENIO ANTONIO BRIZOLA RECORRIDO(S): JUSTIÇA ELEITORAL -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

A Ré, às fls. 70/78, argui preliminar de nulidade por julgamento extra petita e, no mérito, insurge se em relação a declaração de sucessão e quanto a

A Ré, às fls. 70/78, argui preliminar de nulidade por julgamento extra petita e, no mérito, insurge se em relação a declaração de sucessão e quanto a ACÓRDÃO 6a Turma SUCESSÃO. DROGARIA DESCONTÃO E DROGARIA PACHECO. Os elementos que definem a sucessão, no processo do trabalho, são a continuidade da atividade empresarial e a passagem de uma unidade produtiva

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL. MANDADO DE

APELAÇÃO CÍVEL. MANDADO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.101.675-4, FORO REGIONAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA VARA DA FAZENDA PÚBLICA. Apelante: JOSUÉ RIBEIRO DOS SANTOS. Apelado: MUNICÍPIO DE SÃO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 177 Registro: 2016.0000500364 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 2075184-69.2016.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante TWITTER BRASIL REDE DE INFORMAÇÕES

Leia mais

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO.

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO. Processo d. 001.2010.020128-2/001,.4k 4k ausnne - - -, Acórdão ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque Agravo de Instrumento -

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0480.10.016672-1/001 Númeração 0166721- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha 01/12/2011 20/01/2012

Leia mais

ACÓRDÃO. São Paulo, 30 de março de Marcelo Berthe Relator Assinatura Eletrônica

ACÓRDÃO. São Paulo, 30 de março de Marcelo Berthe Relator Assinatura Eletrônica fls. 120 Registro: 2016.0000204302 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2235136-21.2015.8.26.0000, da Comarca de Taboão da Serra, em que é agravante BAG BRAS INDÚSTRIA

Leia mais

AGRAVANTE: JILSAINE APARECIDA SOARES RELATOR: Juiz Gil Francisco de Paula Xavier Fernandes Guerra (Substituindo o Des.

AGRAVANTE: JILSAINE APARECIDA SOARES RELATOR: Juiz Gil Francisco de Paula Xavier Fernandes Guerra (Substituindo o Des. Certificado digitalmente por: GIL FRANCISCO DE PAULA XAVIER FERNANDES GUERRA Agravo de Instrumento n.º 1.405.708-0 (rvp) 1 11ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.405.708-0 (N.U. 0028435-41.2015.8.16.0000)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000219294 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 2013798-38.2016.8.26.0000, da Comarca de Penápolis, em que é paciente JOÃO PAULO ICHIKAWA DE SOUZA e Impetrante

Leia mais

ACÓRDÃO 00190-2008-732-04-00-0 RO Fl.1

ACÓRDÃO 00190-2008-732-04-00-0 RO Fl.1 00190-2008-732-04-00-0 RO Fl.1 EMENTA: ABERTURA DO COMÉRCIO EM FERIADO. SUPERMERCADO. Considerando que as atividades desenvolvidas pelo reclamado estão elencadas na relação anexa ao Decreto nº 27.048/49,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000699565 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0008772-23.2006.8.26.0072, da Comarca de Bebedouro, em que é apelante/apelado PAULO HENRIQUE FRANÇA DE BRITO,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000747157 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 2185327-28.2016.8.26.0000, da Comarca de São Bernardo do Campo, em que é paciente CHARLE DE JESUS COSTA

Leia mais

Agravo em execução. A) Problema modelo nº 01 (Agravo em execução)

Agravo em execução. A) Problema modelo nº 01 (Agravo em execução) Aula 09 Agravo em execução A) Problema modelo nº 01 (Agravo em execução) Alberto Ramos foi processado e finalmente condenado por violação do artigo 33, caput, da Lei 11.343/06, tendo o magistrado competente

Leia mais

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE A C Ó R D Ã O

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE A C Ó R D Ã O Embargos infringentes. Falência. Habilitação de crédito. Honorários advocatícios. Crédito com privilégio geral. Crédito proveniente de honorários advocatícios devidos ao profissional que prestou serviços

Leia mais

DECISÃO (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0016014-69.2014.8.19.0000 Agravantes: MARIO JUSTO LOPES e JANETE MUNIZ LOPES (herdeiros) Relatora: Desembargadora PATRICIA RIBEIRO SERRA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N. 008.2009.001090-4/001. ORIGEM : Vara Única da Comarca de Bananeiras-PB.

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO ORIGEM : 6ª VARA FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (COMPETENTE P/ EXECUçõES FISCAIS) - RN RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. FRANCISCO WILDO (Relator): Trata-se de agravo de instrumento interposto contra decisão proferida

Leia mais

SlPt. - mm um um,,, n... um um mu.,... ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

SlPt. - mm um um,,, n... um um mu.,... ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO SlPt má PODER JUDICIÁRIO DE SÃO ACÓRDÃO PAULO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N - mm um um,,, n... um um mu.,... *01917152* Vistes, relatados e discutidos estes autos de Habeas

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº ( ) COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA

APELAÇÃO CÍVEL Nº ( ) COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA APELAÇÃO CÍVEL Nº 176810-82.2011.8.09.0011(201191768104) COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA APELANTE: APELADO: SEGURO DPVAT S/A ANASTACIO GERMANO DE OLIVEIRA E OUTROS SEGURADORA LÍDER DOS CONSÓRCIOS DO RELATOR:

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0014628-88.2009.8.19.0061 Ação Declaratória 2.ª Vara Cível da Comarca de Teresópolis APELANTE: VANIA DOS SANTOS APELADO: DETRAN- DEPARTAMENTO

Leia mais

ACÓRDÃO , da Comarca de Santana de Parnaíba, em que é agravante EMK

ACÓRDÃO , da Comarca de Santana de Parnaíba, em que é agravante EMK fls. 45 PODER JUDICIÁRIO Registro: 2016.0000434735 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2105998-64.2016.8.26.0000, da Comarca de Santana de Parnaíba, em que é

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 1 Registro: 2014.0000493993 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Recurso Em Sentido Estrito nº 0063354-92.2013.8.26.0050, da Comarca de São Paulo, em que é recorrente/querelante LUIZ

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL Agravante: Banco Itaucard S. A. Agravada: Cristiane Simões Borges Agravo de Instrumento. Direito do Consumidor. Fraude. Prova pericial. Apresentação

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUÍS DE CARVALHO (Presidente), PEREIRA CALÇAS E FRANCISCO THOMAZ.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUÍS DE CARVALHO (Presidente), PEREIRA CALÇAS E FRANCISCO THOMAZ. DE SÃO PAULO ACÓRDÃO DE SÃO PAULO ACORDAO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N I MUI lllll lllll mil um um mu um mi In! Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento n 990.09.318362-5,

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI :PAULO RODRIGUES LOPES :DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR

: MIN. DIAS TOFFOLI :PAULO RODRIGUES LOPES :DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR MEDIDA CAUTELAR NO HABEAS CORPUS 125.768 SÃO PAULO RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) PROC.(A/S)(ES) COATOR(A/S)(ES) : MIN. DIAS TOFFOLI :PAULO RODRIGUES LOPES :DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2011.0000326038 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0013592-76.2008.8.26.0408, da Comarca de Ourinhos, em que é apelante CARLOS ROBERTO DOS SANTOS sendo apelado

Leia mais

I - Trata-se de apelação cível interposta contra sentença (ref. mov. 28.1) prolatada em ação de transcrição de assento de casamento, autos nº

I - Trata-se de apelação cível interposta contra sentença (ref. mov. 28.1) prolatada em ação de transcrição de assento de casamento, autos nº Certificado digitalmente por: RUY MUGGIATI APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.390.276-8, DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - VARA DE REGISTROS PÚBLICOS E CORREGEDORIA DO FORO EXTRAJUDICIAL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000121651 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Execução Penal nº 9000264-40.2015.8.26.0032, da Comarca de Araçatuba, em que é agravante RONALDO FELICIANO DO NASCIMENTO,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000638904 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 4010718-83.2013.8.26.0114, da Comarca de Campinas, em que é apelante ALVARO JACO KICE (JUSTIÇA GRATUITA), é apelado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA São Paulo fls. 1 Registro: 2013.0000071982 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 0243217-95.2012.8.26.0000, da Comarca de São José dos Campos, em que

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2017.0000323429 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2059775-19.2017.8.26.0000, da Comarca de Mogi das Cruzes, em que são agravantes LOURDES MARIA DO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0043788-11.2013.8.19.0000 Agravante: MUNICÍPIO DE MACAÉ Agravada: REALIZA TRANSPORTE E LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LTDA - ME Relatora: Des. ELISABETE FILIZZOLA ACÓRDÃO

Leia mais

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO Acórdão 5ª Turma REPRESENTATIVIDADE SINDICAL. O enquadramento sindical do empregador se dá pela sua atividade preponderante da empresa. Sendo esta a Construção e Reparo Naval, seus empregados são representados

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO DE SÃO PAULO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 154 7 REGISTRADO(A) SOB N {r\ ACÓRDÃO!! 1 *03498880* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação n 0110976-27.2007.8.26.0003,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2016.0000683259 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2164180-43.2016.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante BANCO VOTORANTIM S/A, são

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2015.0000578466 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0133073-16.2010.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA, é apelado THAMIRES FURLAN.

Leia mais

PRIMEIRA TURMA DE CÂMARAS CÍVEIS REUNIDAS MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL Nº 63096/ CLASSE II COMARCA DE POXORÉO

PRIMEIRA TURMA DE CÂMARAS CÍVEIS REUNIDAS MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL Nº 63096/ CLASSE II COMARCA DE POXORÉO IMPETRANTE(S): IMPETRADO(S): MARIA APARECIDA BIANCHIN PACHECO MM. JUIZ SUBSTITUTO DA 2ª VARA DA Número do Protocolo: 63096/2006 Data de Julgamento: 05-6-2007 EMENTA MANDADO DE SEGURANÇA ATO JUDICIAL AMEAÇA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO SE EMENTA AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da ARAUCÁRIA - PR, sendo Agravante LTDA. e Agravados CARVALHO DE OLIVEIRA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA - BENEFÍCIO DE ORDEM EM RELAÇÃO AOS SÓCIOS DO DEVEDOR PRINCIPAL

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR CONFLITO DE COMPETÊNCIA N 0001707-13.2014.8.19.0000 SUSCITANTE: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA CÍVEL DA REGIONAL DA BARRA DA TIJUCA SUSCITADO: JUÍZO DE DIREITO DA 7ª

Leia mais

Nº COMARCA DE RIO GRANDE

Nº COMARCA DE RIO GRANDE EMBARGOS INFRINGENTES. FALTA GRAVE. PAD. AUSÊNCIA DE DEFENSOR. NULIDADE. REMIÇÃO. 1. PAD. NULIDADE. Apenado que, regularmente notificado da instauração do PAD, porque deixou de nomear defensor, não foi

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251 A C Ó R D Ã O 8ª T U R M A TESTEMUNHA CLIENTE DO ADVOGADO DO AUTOR NÃO ACOLHIMENTO DA CONTRADITA, PORÉM APRECIADA COM RESERVAS POR PRESUMIR-SE QUE FOI ORIENTADA POR DEVER DE OFÍCIO. Entendo que o fato

Leia mais

Nº 70009037631 COMARCA DE PORTO ALEGRE A C Ó R D Ã O

Nº 70009037631 COMARCA DE PORTO ALEGRE A C Ó R D Ã O APELAÇÃO. ALIMENTOS. EXONERAÇÃO. DECISÃO JUDICIAL. SITUAÇÃO FÁTICA. CONFRONTO. REPETIÇÃO SISTEMÁTICA E CONTINUADA DE UM COMPORTAMENTO. SURRECTIO. Preliminar. Embora o processo tenha sido extinto sem julgamento

Leia mais

: Triângulo Alimentos Ltda. ADVOGADO

: Triângulo Alimentos Ltda. ADVOGADO Toder Judiciário Tribunal" cle Justiça á Estado da Paraíba gabinete da Oesentdargadora gilaria de Tátinut nloraes Bezerra Cavalcanti APELAÇÃO CÍVEL N 200.2009.043295-2/001 - Capital RELATORA : Des.a Maria

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Primeira Câmara Criminal

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Primeira Câmara Criminal Juízo de origem: 37ª Vara Criminal da Comarca da Capital Embargante: Pither Honorio Gomes Advogado: Defensoria Pública Embargado: Ministério Público Presidente: Marcus Henrique Pinto Basílio Relatora:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 556.570 - SP (2003/0102798-3) RELATOR : MINISTRO PAULO MEDINA RECORRENTE : PASCHOAL SORRENTINO FILHO ADVOGADO : PASCHOAL SORRENTINO FILHO (EM CAUSA PRÓPRIA) RECORRIDO : MÁRCIO TIDEMANN

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES EMENTA ADMINISTRATIVO. PODER DE POLÍCIA. LOJA DE DEPARTAMENTO. VIGILÂNCIA NÃO OSTENSIVA. ART. 10, 4º, DA LEI N. 7.102/83. INAPLICABILIDADE. 1. Pacífico o entendimento

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Câmara Especial ACÓRDÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Câmara Especial ACÓRDÃO Registro: 2013.0000030144 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Conflito de Competência nº 0123755-47.2012.8.26.0000, da Comarca de Cotia, em que é suscitante FEVA MÁQUINAS FERDINAND VADERS

Leia mais

Agravo em Execução Penal nº /0 São Vicente Agravante : A Justiça Pública Agravado : Aílton Mendes Lopes

Agravo em Execução Penal nº /0 São Vicente Agravante : A Justiça Pública Agravado : Aílton Mendes Lopes REMIÇÃO POR ESTUDO PEDIDO CONCEDIDO PELO JUÍZO DAS EXECUÇÕES RECURSO MINISTERIAL PLEITEANDO A REFORMA DA R. DECISÃO HIPÓTESE NÃO CONTEMPLADA PELA LEI DE EXECUÇÕES, QUE DETERMINA A POSSIBILIDADE DE REMIÇÃO

Leia mais

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CONCÓRDIA DO PARÁ EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA DE DIREITO DA COMARCA DE CONCÓRDIA DO PARÁ

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CONCÓRDIA DO PARÁ EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA DE DIREITO DA COMARCA DE CONCÓRDIA DO PARÁ PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CONCÓRDIA DO PARÁ EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA DE DIREITO DA COMARCA DE CONCÓRDIA DO PARÁ Autos de Pedido de Progressão Penal Nº. 105.2006.2.000126-0 (apenso à Execução Criminal

Leia mais

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - FÁBIO CLEM DE OLIVEIRA 12 de junho de 2012

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - FÁBIO CLEM DE OLIVEIRA 12 de junho de 2012 ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - FÁBIO CLEM DE OLIVEIRA 12 de junho de 2012 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0901387-12.2012.8.08.0000 (030129000284) - LINHARES - 2ª

Leia mais

T., acima identificados. ACÓRDÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO N 018.2012.001.881-9/001 Comarca de Guarabira

T., acima identificados. ACÓRDÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO N 018.2012.001.881-9/001 Comarca de Guarabira ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 018.2012.001.881-9/001 Comarca de Guarabira RELATOR: Des. Genésio Gomes P. Filho

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2013.0000328315 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0000008-75.2010.8.26.0050, da Comarca de São Paulo, em que é apelante MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DECIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DECIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DECIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0176131-07.2009.8.19.0001 APELANTE: ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO - ECAD APELADO: TERRA NETWORKS

Leia mais

V - EMBARGOS DE DECLARAÇÃO (ACR) :

V - EMBARGOS DE DECLARAÇÃO (ACR) : Nº CNJ : 0007251-75.2001.4.02.5001 RELATOR : ANDRÉ FONTES EMBARGANTE : CELSO LUIZ COVRE ADVOGADO : HEGNER CASTELO BRANCO DE SANTANA EMBARGADO : JULGADO DE FL. 677 ORIGEM : 1ª VARA FEDERAL CRIMINAL DE VITÓRIA/ES

Leia mais

1.0035.08.127333-2/001 <CABBCBBCCACADBADAACBACABDDDAAACDAABAADDADAAAD>

1.0035.08.127333-2/001 <CABBCBBCCACADBADAACBACABDDDAAACDAABAADDADAAAD> Acórdãos na Íntegra 146000101958 Tribunal: Tribunal De Justiça Do Estado De Minas Gerais Órgão Julgador: 7ª C.Crim. Tipo do Recurso: RSE Nº Processo: 1.0035.08.127333-2/001 Relator(a): Rel. Duarte de Paula

Leia mais

<CABBCBBCCADACABAADBCAADCBAACDBBAACDAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O

<CABBCBBCCADACABAADBCAADCBAACDBBAACDAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL CONDENAÇÃO SUPERVENIENTE HOMOLOGAÇÃO DO ATESTADO DE PENA REGIME ABERTO INCONFORMISMO MINISTERIAL IMPOSIÇÃO DO REGIME SEMIABERTO

Leia mais

A assinatura do autor por ANTONIO CARLOS CHOMA:8838 é inválida

A assinatura do autor por ANTONIO CARLOS CHOMA:8838 é inválida A assinatura do autor por ANTONIO CARLOS CHOMA:8838 é inválida APELAÇÃO CÍVEL Nº 1333416-6, DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - VARA DE REGISTROS PÚBLICOS

Leia mais