Incluir TODAS as despesas previstas, inclusive aquelas destinadas a eventos de lançamento e divulgação (banners, coquetel, cartazes etc.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Incluir TODAS as despesas previstas, inclusive aquelas destinadas a eventos de lançamento e divulgação (banners, coquetel, cartazes etc."

Transcrição

1 10. Orçamento 10. ORÇAMENTO CAMPO DESCRIÇÃO DESCRIÇÃO Descreva, de forma clara, quais os itens de despesa previstos no projeto, inclusive impostos previstos em lei. Incluir TODAS as despesas previstas, inclusive aquelas destinadas a eventos de lançamento e divulgação (banners, coquetel, cartazes etc.) VALOR Informar o valor da despesa, para cada item do orçamento.

2 10. Orçamento 10. ORÇAMENTO IMPOSTO DE RENDA Campo de preenchimento obrigatório para Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas COM fins lucrativos O imposto de renda, que será descontado no momento da liberação dos recursos, deve ser somado com às demais rubricas do projeto, formando, assim, o valor total solicitado ao PROGRAMA. TOTAL Para conhecimento do quadro de descontos do IRRF, vide o Edital do PROGRAMA BANCO DO NORDESTE DE CULTURA/PARCERIA BNDES EDIÇÃO 2012, no item 7. Informe o valor total do projeto

3 Como calcular os impostos Proponente PESSOA FÍSICA Valor do Projeto: R$ ,00 Aliquota IRPF (27,5%) R$ 2.750,00 Dedução (vide tabela do Edital) - R$ 756,53 Valor do Imposto : R$ 1.993,47 Valor do projeto : R$ ,00 Valor do Imposto - R$ 1.993,47 Valor Liquido a receber R$ 8.006,53

4 Como calcular os impostos Proponente PESSOA JURÍDICA COM FINS LUCRATIVOS Valor do Projeto: R$ ,00 Aliquota IRPJ (4,8%) R$ 4.800,00 ISS (5%) + R$ 5.000,00 Valor do imposto R$ 9.800,00 Valor do projeto : R$ ,00 Valor do imposto: - R$ 9.800,00 Valor líquido a receber: R$ ,00

5 Como calcular os impostos Proponente PESSOA JURÍDICA SEM FINS LUCRATIVOS E EMPREENDEDOR INDIVIDUAL Valor do Projeto: R$ ,00 IRPJ (0%)* ISS (0%)* Valor líquido a receber: R$ ,00 Na contratação será exigida a apresentação de DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE IMPOSTOS

6 Como calcular os impostos Proponente PESSOA JURÍDICA OPTANTE DO SIMPLES Valor do Projeto: R$ ,00 IRPJ (0%)* ISSQN (5%)* - R$ 2.500,00 Valor líquido a receber: R$ ,00 * É necessária a apresentação de DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE IMPOSTOS

7 10. Orçamento 10. ORÇAMENTO DESCRIÇÃO VALOR Arranjador Estúdio de gravação e mixagem (100 horas) Músicos Masterização Criação de material gráfico Impressão de Material Gráfico Fabricação do CD Direitos Autorais Som para espetáculo Luz para espetáculo Aluguel de Teatro Transporte Correios Assessor de Imprensa Material para oficina Impostos (15%) Outras Despesas Captação de recursos 3.000, , ,00 100, , , , , , , , , ,00 TOTAL ,00

8 10. Orçamento Continua...

9 10. Orçamento Proponente é uma empresa Ltda. e não calculou os impostos INABILITADO PROJETO PROJETO PROJETO PROJETO

10 10. Orçamento Proponente é uma pessoa física.

11 Proponente é uma entidade sem fins lucrativos 10. Orçamento

12 10. Orçamento Proponente é uma pessoa jurídica. Vai fazer pagamento a um editor de imagens

13 10.1. Fontes de financiamento 10.1 FONTES DE FINANCIAMENTO PROGRAMA BANCO DO NORDESTE DE CULTURA/PARCERIA BNDES - EDIÇÃO 2012 Indique o valor exato solicitado ao PROGRAMA BANCO DO NORDESTE DE CULTURA/PARCERIA BNDES EDIÇÃO Em casos de patrocínio integral, este valor coincidirá com o valor total do projeto. OUTRAS FONTES O preenchimento deste campo é obrigatório. Descreva as fontes de financiamento previstas no projeto, no caso de pleito de patrocínio parcial.

14 10.1. Fontes de financiamento 10.1 FONTES DE FINANCIAMENTO VALOR 1. Programa Banco do Nordeste de Cultura 2. Patrocinadores Privados 3. Lei Rouanet 4. Recursos Próprios TOTAL , , ,00 850, ,00

15 10.1. Fontes de financiamento

16 11. Cronograma 11. CRONOGRAMA CAMPO ATIVIDADE PERÍODO DE REALIZAÇÃO DESCRIÇÃO Descreva cada uma das atividades previstas no seu projeto. O cronograma deve estar em sintonia com a descrição feita no campo Estratégia de Ação. Data prevista para realização de cada uma das atividades descritas. Exemplos: Pesquisa: 01/06/2012 a 31/12/2013

17 11. Cronograma 11. CRONOGRAMA ATIVIDADE Pesquisa de repertório Elaboração de arranjos Gravação Mixagem e Masterização Criação de capa e material de divulgação Impressão da capa e material de divulgação Divulgação Lançamento do disco Distribuição Prestação de Contas TOTAL PERÍODO DE REALIZAÇÃO 2 semanas 4 semanas 4 semanas 1 semana 3 semanas 2 semanas 2 semanas 1 semana 4 semanas 2 semanas 15 semanas

18 11. Cronograma

19 11.1. Período de execução 11.1 PERÍODO DE EXECUÇÃO DO PROJETO DATA INICIAL DATA FINAL Indique a Data Inicial do projeto, levando em consideração a primeira atividade a ser realizada (Reunião, Organização das Atividades, entre outras). Esta data não pode ser anterior ao dia 01/06/2012. Indique a Data Final do projeto, levando em consideração a última atividade a ser realizada. Esta data não pode ser posterior ao dia 31/12/2013.

20 11.1. Período de execução PROJETO PROJETO PROJETO PROJETO INABILITADO

21 12. Contrapartidas 12. CONTRAPARTIDAS OFERECIDAS Descreva de forma clara as contrapartidas oferecidas ao PROGRAMA BANCO DO NORDESTE DE CULTURA/PARCERIA BNDES EDIÇÃO 2012, como retorno ao investimento feito pelo Banco. Atente para a exigência das contrapartidas mínimas previstas no edital. Outras contrapartidas podem ser oferecidas, além daquelas previstas.

22 12. Contrapartidas obrigatórias Inclusão das logomarcas BANCO DO NORDESTE e do BNDES em todos os produtos gerados, peças de divulgação e de distribuição e nos espaços onde serão realizados os eventos Citação verbal do patrocínio em todas as entrevistas concedidas à imprensa sobre o projeto Doação de 20% de qualquer produto gerado pelo projeto No caso de patrocínio parcial, esse percentual será proporcional ao valor investido pelo Programa Disponibilidade para participar de eventos nos Centros Culturais do BANCO DO NORDESTE e/ou ESPAÇOS NORDESTE, quando convidado. o BANCO DO NORDESTE será responsável pelas despesas para realização do evento, exceto pagamento de cachês.

23 12. Contrapartidas Cópia do Edital

24 12. Contrapartidas

25 12. Contrapartidas

26 13. Anexos 13. ANEXOS CAMPO MATERIAL DE AUDIÇÃO PRESS-CLIPPING MATERIAL PARA DIVULGAÇÃO OUTROS DESCRIÇÃO Material que auxilie a análise da qualidade técnica e artística do Projeto. (CDs, DVDs etc.). Anexe material suficiente para não prejudicar a análise do projeto. Coleção de matérias publicadas em periódicos (jornais e revistas) sobre o proponente ou sobre o projeto. Material a ser utilizado na divulgação do projeto, ou proposta de leiaute dos mesmos. (folders, cartazes etc.) Anexe outros documentos que julgar importante e que auxilie na análise de seu projeto por parte da comissão. IMPORTANTE: O PROGRAMA NÃO DEVOLVERÁ O MATERIAL ENCAMINHADO PARA ANÁLISE. OS PROJETOS NÃO CLASSIFICADOS TERÃO SUAS PROPOSTAS DESCARACTERIZADAS APÓS A DIVULGAÇÃO DO RESULTADO.

27 13. Anexos

28 13. ANEXOS X Material de audição (cd s, dvd s, etc) Press-Clipping Material para divulgação (folders, cartazes, etc) Outros X APROVAÇÃO NO MINISTÉRIO DA CULTURA X CARTA DE APOIO (PATROCINADOR LOCAL) X RELATÓRIO DO EVENTO REALIZADO EM 2010 Local de entrega 13. Anexos IMPORTANTE: Não serádevolvido o material encaminhado para análise. Os projetos não classificados terão suas propostas descaracterizadas após a divulgação do resultado.

29 Processo de habilitação

30 Habilitação de projetos Serão considerados inabilitados projetos que apresentarem: Valor do patrocínio solicitado ao Programa: acima do limite determinado em Edital; abaixo de 30% (trinta por cento) do valor total do projeto, na área de Audiovisual; Duplicidade ou ausência de preenchimento de: área artística identificação do proponente;

Participação no Projeto

Participação no Projeto Participação no Projeto Para participar deste projeto na qualidade de patrocinador, sua empresa poderá adquirir uma das cotas de apoio abaixo descritas: COTAS PATROCÍNIO COTA OURO COTA PRATA COTA BRONZE

Leia mais

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO Seguem abaixo orientações acerca do preenchimento do Formulário Eletrônico para inscrição no Edital de Seleção de Projetos Culturais Lei Rouanet 2015 para patrocínio

Leia mais

ANEXO 3 Edital Microprojetos Culturais

ANEXO 3 Edital Microprojetos Culturais ANEXO 3 Edital Microprojetos Culturais PROGRAMA MICROPROJETOS MAIS CULTURA EDIÇÃO 2009 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PESSOA JURÍDICA 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA TÍTULO: AREA: Música Na área de Música, o EDITAL

Leia mais

EDITAL. PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS)

EDITAL. PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS) EDITAL PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS) A Câmara de Ação Social da 3ª Região Eclesiástica, visando a aplicação de recursos destinados

Leia mais

Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos do Setor Elétrico 2012

Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos do Setor Elétrico 2012 Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos do Setor Elétrico 2012 Edital de Seleção Pública de Patrocínio a Eventos do Setor Elétrico 1 Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PAUTA PARA USO DE EQUIPAMENTO EM REGIME DE CO-PRODUÇÃO

EDITAL DE SELEÇÃO DE PAUTA PARA USO DE EQUIPAMENTO EM REGIME DE CO-PRODUÇÃO SECRETARIA MUNIC CULTURA DE FORTALEZA EDITAL DE SELEÇÃO DE PAUTA PARA USO DE EQUIPAMENTO EM REGIME DE CO-PRODUÇÃO A SECRETARIA MUNIC CULTURA DE FORTALEZA SECULTFOR, por intermédio do NÚCLEO DE PRODUÇÃO

Leia mais

SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil

SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil Buenos Aires Argentina 13 de Agosto de 2004 Leis de Incentivo no Brasil 1. Leis Nacionais 1. Lei Rouanet (8313/91)

Leia mais

FUNDAÇÃO CULTURAL DE JACAREHY JOSÉ MARIA DE ABREU

FUNDAÇÃO CULTURAL DE JACAREHY JOSÉ MARIA DE ABREU ANEXO I INCENTIVO MUNICIPAL À CULTURA - ANO 2015 À LIC - Lei de Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Jacarehy. Rua José Cristóvão Arouca, 40 Centro Jacareí/SP Número da inscrição: /2016 (para uso

Leia mais

Por quê uma oficina de Projetos Culturais?

Por quê uma oficina de Projetos Culturais? Por quê uma oficina de Projetos Culturais? Introdução O Tipos de Financiamento: Leis de Incentivo (Rounet e Goiazes); Servem para captação de recursos junto à empresas para financiamento de projetos culturais

Leia mais

ANEXO I Plano de Trabalho Modelo. Nome da Instituição Proponente. Nome do Projeto

ANEXO I Plano de Trabalho Modelo. Nome da Instituição Proponente. Nome do Projeto ANXO I Plano de Trabalho Modelo Nome da Instituição Proponente Nome do Projeto 1. IDNTIFICAÇÃO DO PROJTO Título do Projeto: Local onde será realizado o projeto: 2. IDNTIFICAÇÃO DO PROPONNT De Direito Público

Leia mais

Proposta de Oferecimento de Atividades Acadêmicas (até 44 h/a) Exercício 2007

Proposta de Oferecimento de Atividades Acadêmicas (até 44 h/a) Exercício 2007 Proposta de Oferecimento de Atividades Acadêmicas (até 44 h/a) Exercício 2007 1. PROPONENTE: 1.1 Nome:Procuradoria Regional do Trabalho da 12ª Região 1.2 Regional/ Ramo ou Instituição: Ministério Público

Leia mais

Proposta Comercial II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM ESTILOS DE VIDA & SAÚDE de Dezembro.

Proposta Comercial II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM ESTILOS DE VIDA & SAÚDE de Dezembro. Proposta Comercial Hotel Armação Porto de Galinhas - PE II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM ESTILOS DE VIDA & SAÚDE ESTILOS DE VIDA E EVENTOS SANITÁRIOS CONTEMPORÂNEOS EM SAÚDE PÚBLICA (81) 4141-4233

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

Anexo 4. Termo de Referência do Plano de Negócios

Anexo 4. Termo de Referência do Plano de Negócios Anexo 4 Termo de Referência do Plano de Negócios I. Introdução 1.1. Este Termo de Referência tem por objetivo orientar as Proponentes na elaboração de seu Plano de Negócios, conforme definido no Edital,

Leia mais

3.1 O período de duração de cada exposição será de 15 dias, podendo ser excepcionalmente prorrogado.

3.1 O período de duração de cada exposição será de 15 dias, podendo ser excepcionalmente prorrogado. ESPAÇO CULTURAL BRDE SANTA CATARINA Espaço Cultural Governador Celso Ramos REGULAMENTO PARA UTILIZAÇÃO DAS DEPENDÊNCIAS E EXECUÇÃO DO CALENDÁRIO DE EVENTOS 2016 1. OBJETO O presente Regulamento estabelece

Leia mais

APRESENTA PROGRAMA CULTURAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS 2011. ajaj. Edital

APRESENTA PROGRAMA CULTURAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS 2011. ajaj. Edital APRESENTA PROGRAMA CULTURAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS 2011 ajaj Edital Parte 1 5 PROGRAMA CULTURAL DAS EMPRESAS ELETROBRAS 2011 5 QUEM pode INSCREVER projeto 5 COMO INSCREVER seu projeto 6 Como será a SELEÇÃO

Leia mais

LOGOMARCA DA ENTIDADE DE CLASSE ANEXO VII FORMULÁRIO DE PROJETO

LOGOMARCA DA ENTIDADE DE CLASSE ANEXO VII FORMULÁRIO DE PROJETO ANEXO VII FORMULÁRIO DE PROJETO TÍTULO DO PROJETO PERÍODO DO PROJETO PROGRAMAS E VALOR A LIBERAR I) Valorização Profissional % II) Aperfeiçoamento Profissional % III) Valorização Profissional % Aperfeiçoamento

Leia mais

Lei 8.313/ Lei Rouanet. Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda

Lei 8.313/ Lei Rouanet. Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda Lei 8.313/1991 - Lei Rouanet Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda Lei 8.313/1991 - Lei Rouanet Objetivos: I. facilitar, a todos, os meios para

Leia mais

Abertura de PROCESSO SELETIVO para aceitação de estagiários

Abertura de PROCESSO SELETIVO para aceitação de estagiários Abertura de PROCESSO SELETIVO para aceitação de estagiários O, Agente de Integração de estágio sem fins lucrativos, no uso de suas atribuições e considerando a da Lei de Estágio nº 11.788, que permite

Leia mais

REGULAMENTO INSCRIÇÕES TREZE: O PALCO DA CULTURA 9ª EDIÇÃO

REGULAMENTO INSCRIÇÕES TREZE: O PALCO DA CULTURA 9ª EDIÇÃO REGULAMENTO INSCRIÇÕES TREZE: O PALCO DA CULTURA 9ª EDIÇÃO I. DO OBJETO 1.1. Através de processo de seleção, irá proporcionar a apresentação de 24 trabalhos produzidos por artistas, grupos ou companhias

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. "Plano de Negócios" Empreendedor(a): WALKYRIA NOBREGA DE OLIVIRA

PLANO DE NEGÓCIOS. Plano de Negócios Empreendedor(a): WALKYRIA NOBREGA DE OLIVIRA PLANO DE NEGÓCIOS "Plano de Negócios" Empreendedor(a): WALKYRIA NOBREGA DE OLIVIRA Março/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio 1.2 Empreendedores 1.3 Empreendimento

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Benefícios do plano Como participante do Plano D, você conta com esses benefícios: Benefícios Aposentadoria Normal Condições necessárias para receber o benefício Desligar-se

Leia mais

Perguntas freqüentes FAQ

Perguntas freqüentes FAQ Perguntas freqüentes FAQ CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/FSA PRODECINE 01/2008 PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA 1) Como faço para enviar meu projeto? O primeiro passo para inscrever um projeto em qualquer uma das seleções

Leia mais

3º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Direitos Fundamentais e Políticas Públicas PRÓ-REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

3º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Direitos Fundamentais e Políticas Públicas PRÓ-REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 3º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Direitos Fundamentais e Políticas Públicas PRÓ-REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 1. OBJETIVO 1.1. O objetivo do presente edital é apoiar financeiramente projetos

Leia mais

SINOPSE. Até hoje Caxias caracteriza-se por manter um destacado perfil europeu, cujas características se materializam em alta qualidade de vida.

SINOPSE. Até hoje Caxias caracteriza-se por manter um destacado perfil europeu, cujas características se materializam em alta qualidade de vida. SINOPSE O surgimento de um clube de futebol com vocação vencedora como o Esporte Clube Juventude, tem uma ligação íntima em sua história com a região geográfica onde sua gestão aconteceu. O espírito empreendedor

Leia mais

scritos na areia Luise Weiss direitos da criança com deficiência

scritos na areia Luise Weiss direitos da criança com deficiência scritos na areia Luise Weiss direitos da criança com deficiência Através de um conteúdo de base específico (Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, Estatuto da Criança e do Adolescente,

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação Manual do Aposentado e Pensionista Prev Plano de Benefícios da Empresa Brasil de Comunicação SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento das parcelas do

Leia mais

FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS 2012

FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS 2012 GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE CULTURA CENTRO DE CULTURAS POPULARES E IDENTITÁRIAS FUNDO DE CULTURA Nº. PROTOCOLO (Uso exclusivo da SECULT) FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS 2012

Leia mais

NOVO EDITAL NATURA MUSICAL 2017

NOVO EDITAL NATURA MUSICAL 2017 REGULAMENTO NOVO EDITAL NATURA MUSICAL 2017 1 REGULAMENTO NOVO EDITAL NATURA MUSICAL 2017 Índice 3 Sobre o Natura Musical 4 Categoria: Lançamento de Novos Trabalhos 5 Critérios de seleção 6 Informações

Leia mais

EMPRESAS 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.6

EMPRESAS 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.6 II EMPRESAS 2.1 Termo de Adesão 2.2 Formulário de Identificação 2.3 Autorização de uso de imagem organizacional 2.4 Autorização de uso de imagem pessoal 2.5 Questionário 2.6 Diretrizes para o envio de

Leia mais

APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017

APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 Pelo presente faz-se saber que estarão abertas, no período de 10 a 30 de junho de 2016, as inscrições para seleção de bolsistas do Programa Institucional

Leia mais

JÁ PENSOU SE VOCÊ PUDESSE DAR UM LIVRO PARA MILHARES DE CRIANÇAS BRASILEIRAS?

JÁ PENSOU SE VOCÊ PUDESSE DAR UM LIVRO PARA MILHARES DE CRIANÇAS BRASILEIRAS? JÁ PENSOU SE VOCÊ PUDESSE DAR UM LIVRO PARA MILHARES DE CRIANÇAS BRASILEIRAS? E SE ESSE LIVRO CONSCIENTIZASSE AS CRIANÇAS SOBRE A PREVENÇÃO E RISCOS DO AEDES AEGYPTI? A TIMOKIDS ABRE SUAS PÁGINAS PARA

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/Ação Transversal - NOVOS CAMPI - 05/2006

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/Ação Transversal - NOVOS CAMPI - 05/2006 CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/Ação Transversal - NOVOS CAMPI - 05/2006 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE IMPLANTAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA DE PESQUISA NOS NOVOS CAMPI DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

Leia mais

EDITAL DE INCENTIVO À CULTURA

EDITAL DE INCENTIVO À CULTURA EDITAL DE INCENTIVO À CULTURA O presente edital dispõe acerca do regulamento para a seleção de projetos culturais, aprovados pela Fundação Franklin Cascaes, para realização de contribuições financeiras

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS

Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS V EDITAL DE APOIO A PROJETOS CULTURAIS ESTUDANTIS PROCULTURA ESTUDANTIL 2016 A Pró-Reitora de Assuntos Estudantis, no uso de suas atribuições e em cumprimento ao Decreto 7.234 de 19 de julho de 2010, que

Leia mais

NEWCINE BAMAQ NEW HOLLAND 3ª EDIÇÃO

NEWCINE BAMAQ NEW HOLLAND 3ª EDIÇÃO NEWCINE BAMAQ NEW HOLLAND 3ª EDIÇÃO APRESENTAÇÃO Trata-se da realização da 3ª Edição do Projeto NEWCINE BAMAQ NEW HOLLAND CONSTRUCTION que prevê a exibição de sessões de cinema ao ar livre em praças públicas

Leia mais

As Seletivas Estaduais, Municipais e o 15 FIH2 Festival Internacional de Hip Hop de Curitiba, tem a Dance & Concept Brasil na organização geral.

As Seletivas Estaduais, Municipais e o 15 FIH2 Festival Internacional de Hip Hop de Curitiba, tem a Dance & Concept Brasil na organização geral. Objetivos da Seletiva Municipal Curitiba Valorizar a cultura local e difusão da modalidade. Criar um ambiente agradável e de qualidade para os grupos e expectadores. Fortalecer a formação de plateia e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES EDITAL n o 023/2006-CGCI/CAPES Chamada Pública de Projetos para a Escola de Altos Estudos Cooperação

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROGRAMA CAIXA DE APOIO A FESTIVAIS DE TEATRO E DANÇA PATROCÍNIO 2012 REGULAMENTO

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROGRAMA CAIXA DE APOIO A FESTIVAIS DE TEATRO E DANÇA PATROCÍNIO 2012 REGULAMENTO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROGRAMA CAIXA DE APOIO A FESTIVAIS DE TEATRO E DANÇA PATROCÍNIO 2012 REGULAMENTO 1. OBJETO 1.1 O presente Regulamento tem por objeto a seleção para patrocínio de projetos de festivais

Leia mais

PROGRAMA DE CULTURA BANCO DO NORDESTE/BNDES MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

PROGRAMA DE CULTURA BANCO DO NORDESTE/BNDES MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS PROGRAMA DE CULTURA BANCO DO NORDESTE/BNDES MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA... 3 2. DELIMITAÇÃO DA NECESSIDADE DE PRESTAÇÃO DE CONTAS... 3 3. SOBRE O FORMULÁRIO

Leia mais

CONTRAPARTIDAS PATROCINADORES 32º CARIJO DA CANÇÃO GAÚCHA

CONTRAPARTIDAS PATROCINADORES 32º CARIJO DA CANÇÃO GAÚCHA CONTRAPARTIDAS PATROCINADORES 32º CARIJO DA CANÇÃO GAÚCHA Modalidade Patrocínio via Lei Rouanet (incentivo fiscal) COTA OURO Investimento: R$ 150 mil 01) Inserção do logotipo do patrocinador em todos os

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Este documento contém um pequeno descritivo do conteúdo que deve ser inserido em cada um dos campos do Formulário de Inscrição do Programa

Leia mais

Lei Nacional de Incentivo à Cultura

Lei Nacional de Incentivo à Cultura Lei Nacional de Incentivo à Cultura Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991 Sancionada pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello é a lei que institui políticas públicas para a cultura nacional, como o

Leia mais

PROJETO FLÁVIA ELLEN

PROJETO FLÁVIA ELLEN PROJETO FLÁVIA ELLEN Apresentação O presente projeto consiste em realizar a gravação de um CD da cantora e compositora Flávia Ellen. Ela será acompanhada por cinco músicos multi-instrumentistas com formação

Leia mais

São Paulo, de. Pessoa Jurídica: CNPJ n.º Sede: (endereço completo, cep, telefone) Representante Legal: RG nº CPF n.º

São Paulo, de. Pessoa Jurídica: CNPJ n.º Sede: (endereço completo, cep, telefone) Representante Legal: RG nº CPF n.º ANEXO I (obs: todos devem rubricar todas as folhas e assinar no final) MODELO DE DECLARAÇÃO DO PROPONENTE (PESSOA JURÍDICA) E DOS INTEGRANTES DO NÚCLEO ARTÍSTICO Nós abaixo assinados DECLARAMOS que conhecemos

Leia mais

FUNDAÇÃO DAS ARTES DE SÃO CAETANO DO SUL

FUNDAÇÃO DAS ARTES DE SÃO CAETANO DO SUL FUNDAÇÃO DAS ARTES DE SÃO CAETANO DO SUL EDITAL SEMESTRAL DE BOLSA DE ESTUDOS - MONITORIA 2º SEMESTRE DE 2017 A Fundação das Artes de São Caetano do Sul torna público pelo presente Edital que estará aberto

Leia mais

ASPECTOS POLEMICOS DO BDI

ASPECTOS POLEMICOS DO BDI Eng. MAÇAHICO TISAKA AGOSTO 2017 ASPECTOS POLEMICOS DO BDI PROJETO DE NORMA TÉCNICA ABNT - NBR 16633/04 ELABORAÇÃO DE ORÇAMENTO E FORMAÇÃO DE PREÇOS DE EMPREENDIMENTOS DE INFRAESTRUTURA Entra em vigor

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CHAMAMENTO PÚBLICO DE RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS OCUPAÇÃO DE SALA JUNHO A DEZEMBRO DE 2017 1 INTRODUÇÃO 1.1. A SECRETARIA MUNICIPAL

Leia mais

Documentos necessários Se sua empresa é cliente do BB: Entre em contato com sua agência de relacionamento.

Documentos necessários Se sua empresa é cliente do BB: Entre em contato com sua agência de relacionamento. BANCO DO BRASIL Corporate Produtos e Serviços Crédito FCO Empresarial Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Para você que deseja investir na região Centro-Oeste, o Banco do Brasil disponibiliza

Leia mais

03 a 06 de julho de 2013

03 a 06 de julho de 2013 Proposta Comercial w w w. f i s l. o r g. b r Evento: Data: Local: 14º Fórum Internacional Software Livre fisl14 Centro de Eventos da PUCRS, Porto Alegre, RS, Brasil Equipe Captação: e-mail: Telefone:

Leia mais

1. DO OBJETO Serão desclassificadas as propostas que não atendam ao disposto no item 1.1 deste edital;

1. DO OBJETO Serão desclassificadas as propostas que não atendam ao disposto no item 1.1 deste edital; Av. Mal. Mascarenhas de Morais, 533 Imbiribeira, CEP: 51150-904, Recife PE Tel. (81) 3184.2000 Fax (81)3463.2020 copergas@copergas.com.br www.copergas.com.br EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS ESPORTIVOS Nº

Leia mais

ANO XXVI ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015

ANO XXVI ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 ANO XXVI - 2015-4ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE - TRATAMENTO CONTÁBIL... Pág. 705 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA GANHOS

Leia mais

1. EDITAL 2. OBJETIVO

1. EDITAL 2. OBJETIVO 1. EDITAL O Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável da Bahia Fundesis, através da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia Aiba e o Banco do Nordeste do Brasil BNB, abre novo edital

Leia mais

EDITAL DA SEGUNDA CHAMADA MULTISSETORIAL PARA A SELEÇÃO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO

EDITAL DA SEGUNDA CHAMADA MULTISSETORIAL PARA A SELEÇÃO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EDITAL DA SEGUNDA CHAMADA MULTISSETORIAL PARA A SELEÇÃO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO 1. OBJETIVO A BNDES PARTICIPAÇÕES S.A. BNDESPAR, sociedade por ações constituída como subsidiária integral do BANCO NACIONAL

Leia mais

3. CNAE E FATURAMENTO: 3.1. CNAE Principal (Código e Descrição da Atividade Econômica Principal, conforme CNPJ):

3. CNAE E FATURAMENTO: 3.1. CNAE Principal (Código e Descrição da Atividade Econômica Principal, conforme CNPJ): BNDES/GOIÁSFOMENTO CARTA-CONSULTA 1. RESUMO DA OPERAÇÃO PROPOSTA: 1.1. Sobre a Empresa 1.1.1. Empresa/Proponente: 1.1.2. Objetivo Social: 1.1.3. Localização do Empreendimento Proposto (município): 1.2.

Leia mais

Edital CNPq nº 061/ 2005. Seleção pública de projetos de pesquisa nas áreas de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas

Edital CNPq nº 061/ 2005. Seleção pública de projetos de pesquisa nas áreas de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas Edital CNPq nº 061/ 2005 Seleção pública de projetos de pesquisa nas áreas de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas O Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio do Conselho Nacional de

Leia mais

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS LEI ROUANET LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA LEI Nº 8131/91; LEI 9.874/99 E A MEDIDA PROVISÓRIA Nº 2228-1/2001 Soluções Culturais O que é? Neste

Leia mais

FORMAS DE PARTICIPAÇÃO

FORMAS DE PARTICIPAÇÃO FORMAS DE PARTICIPAÇÃO Numa privilegiada ambiência para a realização de negócios no segmento da Logística e a realização de debates sobre temas de grande relevância para a melhoria dos modais logísticos,

Leia mais

Orientações para a Elaboração da Proposta Orçamentária

Orientações para a Elaboração da Proposta Orçamentária Orientações para a Elaboração da Proposta Orçamentária Orientações para a Elaboração da Proposta Orçamentária do PROEXT 2016/MEC/SESu Orçamento: A elaboração do orçamento é um processo que deve ser iniciado

Leia mais

FORMAS DE PARTICIPAÇÃO

FORMAS DE PARTICIPAÇÃO FORMAS DE PARTICIPAÇÃO Numa privilegiada ambiência para a realização de negócios no segmento da Logística e a realização de debates sobre temas de grande relevância para a melhoria dos modais logísticos,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1. INFORMAÇÕES SOBRE A VAGA. 1.1. O SESC/PR está recrutando candidatos para provimento da vaga a seguir discriminada:

PROCESSO SELETIVO 1. INFORMAÇÕES SOBRE A VAGA. 1.1. O SESC/PR está recrutando candidatos para provimento da vaga a seguir discriminada: PROCESSO SELETIVO O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC, ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ, pessoa jurídica de direito privado, Entidade de Educação e Assistência Social sem fins lucrativos, serviço

Leia mais

EDITAL Nº 249, DE 27 DE ABRIL DE 2016 CHAMADA PÚBLICA PARA APOIO A 2ª SEMANA DE ENGENHARIA CIVIL

EDITAL Nº 249, DE 27 DE ABRIL DE 2016 CHAMADA PÚBLICA PARA APOIO A 2ª SEMANA DE ENGENHARIA CIVIL CHAMADA PÚBLICA PARA APOIO A 2ª SEMANA DE ENGENHARIA CIVIL Este documento visa estabelecer regras de acordo de apoio para a 2ª Semana da Engenharia Civil do Câmpus Votuporanga do IFSP, tal evento acontecerá

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

Evolução Entradas 2011 a 2012

Evolução Entradas 2011 a 2012 ENTRADAS jan-dez jan - dez 2011 2012 Anuidades do Departamento 87.707,16 92.470,10 180.177,26 Juros sobre Anuidades do Departamento 560,88 770,98 1.331,86 Área de Eventos 33.370,74 32.204,14 65.574,88

Leia mais

INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2)

INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2) INSTITUTO ELO AMIGO PROGRAMA UMA TERRA E DUAS ÁGUAS (P1+2) EDITAL PARA SELEÇÃO DE ANIMADORES DE CAMPO, COMUNICADOR POPULAR E AUXILIAR ADMINISTRATIVO O Instituto Elo Amigo lança processo seletivo para contratação

Leia mais

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD EDITAL Nº023/2013 /CIPEAD EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM MÍDIAS INTEGRADAS NA EDUCAÇÃO 2013 A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por

Leia mais

PMCMV_Oferta Pública de 2013

PMCMV_Oferta Pública de 2013 PMCMV_Oferta Pública de 2013 O Programa O Programa Minha Casa, Minha Vida em municípios com população de até 50.000 (cinquenta mil) habitantes, operado com recursos disponibilizados por meio da terceira

Leia mais

Como organizar a folha de pagamento

Como organizar a folha de pagamento Este conteúdo faz parte da série: Folha de Pagamento Ver 10 posts dessa série O que é: A folha de pagamento é uma lista mensal, semanal ou diária referente à remuneração dos trabalhadores de uma instituição.

Leia mais

Edital 001/2017/UFSJ/PROPE Apoio à Organização de Eventos

Edital 001/2017/UFSJ/PROPE Apoio à Organização de Eventos 1. Objetivo Conceder apoio financeiro para organização de s acadêmicos, nas diferentes áreas de conhecimento, contribuindo para a difusão de conhecimento, nas suas dimensões de ensino, pesquisa e extensão.

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A EVENTOS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA PROEX - UNESP EDITAL N 001/ 2014 PROEX

PROGRAMA DE APOIO A EVENTOS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA PROEX - UNESP EDITAL N 001/ 2014 PROEX PROGRAMA DE APOIO A EVENTOS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA PROEX - UNESP EDITAL N 001/ 2014 PROEX Seleção de propostas de projetos de eventos de extensão universitária no âmbito da PROEX UNESP. 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Recicla aí, bicho! Apoio : Lei de incentivo federal Rouanet. Patrocínio: Lei de incentivo Rouanet. Realização : Grupo Gaia Produções.

Recicla aí, bicho! Apoio : Lei de incentivo federal Rouanet. Patrocínio: Lei de incentivo Rouanet. Realização : Grupo Gaia Produções. Recicla aí, bicho! De: Anney Padore Realização : Grupo Gaia Produções Apoio : Lei de incentivo federal Rouanet Patrocínio: Lei de incentivo Rouanet Projeto Este projeto tem como objeto a execução de um

Leia mais

- visitante internacional no país - EDITAL Nº 03/2014

- visitante internacional no país - EDITAL Nº 03/2014 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ - UEM ESCRITÓRIO DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL - ECI COMISSÃO PERMANENTE DE INTERNACIONALIZAÇÃO - CPInter PROGRAMA DE FLUXO CONTÍNUO DE MOBILIDADE INTERNACIONAL - visitante

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS MASTER DI FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA REFERENCIADO

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS MASTER DI FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA REFERENCIADO DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS MASTER DI FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA REFERENCIADO 2.

Leia mais

Apoie a Orquestra Criança Cidadã por meio da Lei Rouanet.

Apoie a Orquestra Criança Cidadã por meio da Lei Rouanet. Conheça as vantagens de patrocinar a Orquestra Criança Cidadã por meio da Lei Rouanet Você sabia que é possível incentivar a cultura e a cidadania em Pernambuco com uma parte do imposto de renda da sua

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS SMALL CAPS GOLD FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS SMALL CAPS GOLD FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016 DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS SMALL CAPS GOLD FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES 2. Rentabilidade

Leia mais

RECRIA Na etapa seguinte, os grupos contarão com recursos de até 6 mil reais para execução de suas propostas.

RECRIA Na etapa seguinte, os grupos contarão com recursos de até 6 mil reais para execução de suas propostas. RECRIA 2012 O Instituto Fábrica do Futuro e o Instituto Cidade de Cataguases convidam jovens, estudantes, artistas, educadores e midiativistas para inscrever suas propostas na Chamada Criativa RECRIA 2012.

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO A EDUCAÇÃO PESQUISA DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO FLUMINENSE-PRO-IFF CNPJ SOB O Nº /

FUNDAÇÃO DE APOIO A EDUCAÇÃO PESQUISA DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO FLUMINENSE-PRO-IFF CNPJ SOB O Nº / FUNDAÇÃO DE APOIO A EDUCAÇÃO PESQUISA DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO FLUMINENSE-PRO-IFF 1 Contexto operacional CNPJ SOB O Nº 04.016.579/0001-31 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS MAPFRE RENDA FIXA ATIVO FIC DE FI PREVIDENCIÁRIO. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS MAPFRE RENDA FIXA ATIVO FIC DE FI PREVIDENCIÁRIO. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016 DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS MAPFRE RENDA FIXA ATIVO FIC DE FI PREVIDENCIÁRIO 2. Rentabilidade

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Plano D Previ Novartis Veja algumas vantagens do plano: 1 2 Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa

Leia mais

REGULAMENTO FIT 2016 FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

REGULAMENTO FIT 2016 FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO REGULAMENTO FIT 2016 FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 1. Apresentação 1.1 A Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto realiza no período de 07 a 16 de julho de 2016, a 16ª

Leia mais

Folheto explicativo PLANO A

Folheto explicativo PLANO A Folheto explicativo PLANO A Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando rápido demais? A gente sabe que ao longo dos anos muitas prioridades surgem

Leia mais

Reabertura do Edital 001/ 2016/UFSJ/REITORIA Apoio à Organização de Eventos

Reabertura do Edital 001/ 2016/UFSJ/REITORIA Apoio à Organização de Eventos A Reitoria da Universidade Federal de São João del Rei UFSJ torna pública a reabertura da submissão de propostas para s acadêmicos no segundo semestre de 2016. 1. Objetivo Conceder apoio financeiro para

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016. A CONEVA JR torna pública a abertura de inscrições e estabelece normas relativas à realização da seleção para o cargo de trainee.

EDITAL Nº 001/2016. A CONEVA JR torna pública a abertura de inscrições e estabelece normas relativas à realização da seleção para o cargo de trainee. CNPJ:21.544.212/0001-00 conevajr@gmail.com (48)3721-7190 Rodovia Ulysses Gaboardi, Km 3 Curitibanos SC- CEP:89520000 EDITAL Nº 001/2016 DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE TRAINEES. A CONEVA JR torna pública a abertura

Leia mais

apresenta TOTENS Curta-metragem ficção 15 min

apresenta TOTENS Curta-metragem ficção 15 min apresenta Curta-metragem ficção 15 min APRESENTAÇÃO é um filme de curta-metragem de ficção-científica, com aproximadamente 15 minutos de duração, captado e finalizado em 2K, distribuído em três etapas

Leia mais

Tributos Indiretos ISS / IPI / ICMS

Tributos Indiretos ISS / IPI / ICMS Fazer teste: AS_I Pergunta 1 Tributos Indiretos ISS / IPI / ICMS 1. Sabe-se que o ISS é um imposto de responsabilidade dos Municípios, porém, a LC 116/2003 determina a alíquota máxima de 5% (cinco por

Leia mais

1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS MILO - FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - INVESTIDOR QUALIFICADO

1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS MILO - FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - INVESTIDOR QUALIFICADO DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS MILO - FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF: Informações referentes a 2017 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro

Leia mais

Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota

Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota 1. Como emitir Notas Fiscais no Fly e-nota Para emissão de NFS-e, é necessário que o prestador esteja devidamente autorizado a realizar este processo. Após acessar o módulo

Leia mais

SGOB. Secretaria de Eventos SGOB. Responsáveis pela comercialização: Aparecida Helena Araujo (61) /

SGOB. Secretaria de Eventos SGOB. Responsáveis pela comercialização: Aparecida Helena Araujo (61) / Realização SGOB SGOB Secretaria de Eventos SGOB Responsáveis pela comercialização: Aparecida Helena Araujo (61) 3245-4530 / 9622-2865 sgob@sgob.org.br Informações importantes Poderão participar do evento,

Leia mais

Balancete Analítico (Valores em Reais)

Balancete Analítico (Valores em Reais) 00002 10000 1000000000 ATIVO 62.206,96 122.472,48 122.203,57 62.475,87 11000 1100000000 ATIVO CIRCULANTE 52.406,70 122.472,48 122.039,16 52.840,02 11100 1101000000 DISPONIBILIDADES IMEDIATAS 51.588,78

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT-INFRA 03/2003

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT-INFRA 03/2003 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETOS INSTITUCIONAIS DE IMPLANTAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA FÍSICA DE PESQUISA O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA MCT, por intermédio da Financiadora

Leia mais

instituições públicas ou privadas, mobilizando recursos financeiros e integrando instrumentos para o desenvolvimento econômico e social do País.

instituições públicas ou privadas, mobilizando recursos financeiros e integrando instrumentos para o desenvolvimento econômico e social do País. < > Apresentação A Financiadora de Estudos e Projetos FINEP, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, tem como objetivo promover e financiar a inovação e a pesquisa científica e

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DO FUNDO NACIONAL DA CULTURA INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO

PROCESSO SELETIVO DO FUNDO NACIONAL DA CULTURA INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO PROCESSO SELETIVO DO FUNDO NACIONAL DA CULTURA INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO O que é Edital do FNC? É um processo seletivo com objetivo de fomentar e incentivar ações da cultura brasileira

Leia mais

CONVOCATÓRIA 2017 PARA EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS NA CASA DA CULTURA DE PARATY

CONVOCATÓRIA 2017 PARA EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS NA CASA DA CULTURA DE PARATY CONVOCATÓRIA 2017 PARA EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS NA CASA DA CULTURA DE PARATY A Associação Paraty Cultural, sociedade civil sem fins lucrativos, organização gestora da Casa da Cultura em Paraty (RJ), no exercício

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO CD PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO CD PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA MATERIAL EXPLICATIVO PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA MATERIAL EXPLICATIVO PREZADO COLABORADOR! Você, que está sendo admitido agora ou que ainda não aderiu ao Plano CD, conheça, nas próximas

Leia mais

PROJETO TOCAR E ENCANTAR CORPORAÇÃO MUSICAL DE QUATIS

PROJETO TOCAR E ENCANTAR CORPORAÇÃO MUSICAL DE QUATIS PROJETO TOCAR E ENCANTAR CORPORAÇÃO MUSICAL DE QUATIS Ministério da Cultura PRONAC: 161956 - Projeto Tocar e Encantar Proponente: Corporação Musical Nossa Senhora do Rosário 0 A Corporação Musical de Quatis

Leia mais

Regulamento do Fundo Social da Sicredi Noroeste RS

Regulamento do Fundo Social da Sicredi Noroeste RS A Assembleia Geral Ordinária, de 12 de abril de 2017, amparada pelas assembleias de núcleos, aprovou a criação do Fundo Social, que observará as definições contidas neste regulamento. a) Objetivo do Fundo

Leia mais

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Esplanada dos Ministérios, Bloco L 70047-902 Brasília DF ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

1 - DA REALIZAÇÃO 2 - DA INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO

1 - DA REALIZAÇÃO 2 - DA INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO A Cooperativa de Teatro para a Infância e Juventude da Bahia - Cia Cuca de Teatro torna público a abertura de inscrições para a Mostra Nacional da 10ª edição do FENATIFS - Festival Nacional de Teatro Infantil

Leia mais