APOSTILA DE PHP. Assuntos a serem abordados:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APOSTILA DE PHP. Assuntos a serem abordados:"

Transcrição

1 APOSTILA DE PHP

2 1ª AULA Assuntos a serem abordados: Conceito de PHP Conceito de Server Side Conceitos de Client Side Conceitos Servidor Web Conceito básico de Banco de Dados Funcionamento Ferramentas Utilizadas Conceito APACHE / Vertrigo Criação de Pastas Virtuais Primeira página PHP Comando de impressão; Verificação de Aprendizagem (Ver caderno de exercícios) 01. PHP (um acrónimo recursivo para "PHP: Hypertext Preprocessor") É uma linguagem de programação de computadores interpretada, livre e muito utilizada para gerar conteúdo dinâmico na World Wide Web, como por exemplo a Wikipédia Server Side scripts São códigos de programa que são processados no servidor. Devido a este fato, não é necessário preocupar-se com a linguagem que o código foi criado: o servidor é quem se encarrega de interpretá-lo e de devolver uma resposta para o cliente. Em páginas PHP, são esses códigos os maiores responsáveis pelos resultados apresentados, Sintaxe similar a C/C++ e o Perl. 03. Client Side scripts São códigos de programa que são processados pela estação cliente. Geralmente em aplicações voltadas à Internet, o código que é executado no cliente cuida apenas de pequenas consistências de telas e validações de entrada de dados. Em se tratando de páginas web, os client-side scripts terão de ser processados por um browser. O maior problema de se utilizar este tipo de artifício em uma aplicação é a incompatibilidade de interpretação da linguagem entre os browsers. Em grande parte das situações, não é possível exigir que o usuário final disponha de determinado produto para acessar a aplicação. Portanto é importante pesar todos estes fatores ao planejar alguma aplicação com client-side scripts. A linguagem script mais indicada para se construir client-side scripts é o JavaScript, devido a sua compatibilidade com os browsers. 04. Servidor web Um servidor web é um software que responde a solicitações do protocolo http. O protocolo http é um conjunto de regras que padroniza a comunicação interativa de páginas web. 2

3 05. Banco de Dados Um banco de dados é uma coleção de dados estruturados. Ele pode ser qualquer coisa desde uma simples lista de compras a uma galeria de imagens ou a grande quantidade de informação da sua rede coorporativa. Para adicionar, acessar, e processar dados armazenados em um banco de dados de um computador, você necessita de um sistema de gerenciamento de bancos de dados como o Servidor MySQL. Como os computadores são muito bons em lidar com grandes quantidades de dados, o gerenciamento de bancos de dados funciona como a engrenagem central na computação, seja como utilitários independentes ou como partes de outras aplicações. 06. Funcionamentos de Páginas PHP Quando é digitado ou clicado em um link para uma determinada página, há um processo até que a página chegue no computador e exibido pelo navegador (browser). Ao digitar o endereço da página no navegador o mesmo envia um pedido da página para o respectivo servidor, o servidor recebe essa solicitação e envia a página e logo em seguida os respectivos arquivos que a compõe, como figuras. Chegando os arquivos no computador do cliente o navegador os exibe. Que Browsers Suportam PHP? Se a aplicação não possuir Client-Side script, todos os browsers suportam PHP. Isto acontece pelo fato das páginas PHP serem processadas pelo servidor. O que o cliente recebe é somente códigos HTML padrão. Terei meu código fonte protegido? Sim, como o servidor retorna somente o resultado HTML, o código fonte (Lógica) fica preservado. se no browser visualizarmos o código fonte da página, veremos somente o código HTML. Onde construiremos as páginas php? Como os arquivos PHP são do tipo texto (ASC II), eles podem ser escritos em qualquer editor de texto, bloco de notas, Word pad, mas também existem programas que fornecem maior suporte para desenvolvimento. PHP é a única opção para construção de sites dinâmicos? Não! Além do PHP existem outras tecnologias que você podera utilizar para se criar sites dinâmicos, por exemplo: ASP, code fusion, CGI e outros. 3

4 01. Ferramentas Utilizadas Serão utilizadas principalmente as seguintes ferramentas: Dreamweaver MX, vertrigo 01. Servidor Apache O Apache (ou Servidor HTTP Apache, em inglês: Apache HTTP Server, ou simplesmente: Apache) é o mais bem sucedido servidor web livre. Foi criado em 1995 por Rob McCool, então funcionário do NCSA (National Center for Supercomputing Applications). Numa pesquisa realizada em dezembro de 2007[1], foi constatado que a utilização do Apache representa 47.20% dos servidores ativos no mundo. Em maio de 2010 [2], o Apache serviu mais de 54,68% de todos os sites e mais de 66% dos milhões de sites mais movimentados. É a principal tecnologia da Apache Software Foundation, responsável por mais de uma dezena de projetos envolvendo tecnologias de transmissão via web, processamento de dados e execução de aplicativos distribuídos. O servidor é compatível com o protocolo HTTP versão 1.1[3]. Suas funcionalidades são mantidas através de uma estrutura de módulos, permitindo inclusive que o usuário escreva seus próprios módulos utilizando a API do software. É disponibilizado em versões para os sistemas Windows, Novell Netware, OS/2 e diversos outros do padrão POSIX (Unix, Linux, FreeBSD, etc). 02.VertrigoServ É uma suíte de software como o WAMP inclui um servidor Apache, banco de dados MySQL, um intérprete de PHP e ferramentas de administração do phpmyadmin, SQLite, Zend Optimizer e SQLiteManager. Ligar o servidor Iniciar / todos os programas / vertrigoserv (Colocar Foto) 1.Criando diretorios virtuais Criação de Pastas Virtuais Diretorios virtuais são subsites web dentro do site padrão, que na prática funcionam como diretórios na URL (endereço web). Se existe uma pasta virtual de nome lojavirtual, a URL no computador será: 4

5 Para criar uma pasta virtual siga os seguintes passos: 1º Passo: Criar uma pasta virtual curso_php Acessar no navegador Primeira página PHP Colocar no bloco de nota e salvar com o nome 1ex.php <?php echo ("Olá mundo!")?> Delimitador iniciando o código PHP <?php Comando de impressão echo ou print Delimitador finalizando o código PHP?> Os comentários de mais de uma linha no PHP são obtidos através de /* e */. Os comentários de apenas uma linha são obtidos através de //. <?php //Programa para mostra mensagem na página PHP. echo ("Olá mundo!")?> 5

6 <?php /* Programa para mostra mensagem na página PHP. */ echo ("Olá mundo!")?> 2 Aula Assuntos a serem abordados: Página PHP com HTML Variáveis Operadores Verificação de Aprendizagem (Ver caderno de exercícios) <html> <head><title>2 página PHP</title></head> <body> <?php echo("nome: João<br>"); echo("idade: 23");?> </body> </html> - Variáveis Uma variável é um nome conveniente que se refere a uma localização de memória do computador, onde você pode armazenar informações de um programa sendo possível alterar seu valor durante o processamento Exemplo: <html> <head><title>3 página PHP</title></head> <body> <?php $nome="joão"; $idade=23; echo("nome:$nome<br>"); echo("idade:$idade");?> </body> </html> 6

7 03. Operadores O PHP possui vários operadores de programação que ajudam a manipular as variáveis em suas páginas. - Operadores Aritméticos Os operadores aritméticos nos permitem fazer uma série de cálculos matemáticos. Geralmente, possuem a seguinte sintaxe: Resultado = valor1 operador valor2 Onde Resultado é a variável que receberá o valor do cálculo, valor1 e valor2 são expressões numéricas e o operador representa a operação matemática a ser realizada. A tabela a seguir lista todos os operadores reconhecidos pelo PHP: Operador Símbolo Descrição Adição + Efetua a soma entre os valores. Subtração - Efetua a subtração entre dois números ou atribui um valor negativo a número. Multiplicação * Efetua a multiplicação entre os valores. Divisão / Efetua a divisão entre dois números. Exponenciação ^ Efetua a operação de potenciação. Módulo % Mostra o resto da divisão Acrescenta ++ Acrescenta 1 a uma variável Subtrai -- Subtrai 1 de uma variável - Adição O operador de adição (+) é utilizado para efetuar somas entre valores numéricos. <?php?> Vamos considerar uma situação onde a adição entre dois números é pedida. Siga o exemplo: $valor1 = 1 $valor2 = 3 Resultado = $valor1 + $valor2 Retorna o resultado igual a 4 7

8 - Subtração O operador de subtração (-) é utilizado para efetuar a diferença entre valores numéricos ou para converter um valor numérico positivo em um valor numérico negativo. - Multiplicação O operador de multiplicação (*) é utilizado para retornar o resultado da multiplicação entre valores numéricos. - Divisão O operador de divisão (/) é utilizado para dividir uma expressão numérica em outra expressão numérica. - Divisão Inteira O operador da divisão inteira (\) é similar ao da divisão. - Exponenciação O operador de exponenciação (^) é utilizado para "elevar" um número a outro. Operadores de Comparação Os operadores de Comparação analisam o relacionamento entre expressões. Lembre-se que uma expressão pode ser uma combinação de palavras-chaves, operadores, variáveis ou constantes que formam uma string, número ou objeto. A tabela abaixo nos mostra os Operadores de comparação utilizados no VBScript: Operador Símbolo Igualdade == Desigualdade!= Maior que > Menor que < Maior que ou Igual a >= Menor que ou Igual a <= Operadores de Comparação dá a você a habilidade para determinar a relação entre expressões. Tradicionalmente, os desenvolvedores esperam que as comparações sejam avaliadas como True (verdadeiro) ou False (falso). Porém, é importante considerar uma terceira possibilidade: NULL. Se a expressão na comparação for NULL, a comparação retornará NULL. È importante manter isto em mente, quando desenvolvemos aplicações lógicas. Os desenvolvedores devem desenvolver uma aplicação que possa responder as três possibilidades de comparação: true, false, NULL. 8

9 - Operadores Lógicos Os operadores lógicos ajudam a expandir as funcionalidades dos operadores de comparação. O operador lógico foca o método booleano para determinar se um processo retorna True ou False. Os operadores lógicos mais utilizados estão listados na tabela abaixo: - Operador and, && (e) Operador Símbolo Conjunção and, && ( e ) Negação Not,! ( não ) Desconjunção or, II ( ou ) É utilizado para avaliar um conjunto de expressões como se fosse apenas uma comparação. O operador AND apenas retornará True, se e somente se todas as comparações forem verdadeiras.ou seja com o operador AND as dua condições tem que ser verdadeiras para que a resposta da função seja verdadeira. A tabela abaixo nos lista o comportamento do operador AND: Expressão1 Expressão2 Resultado Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro Falso Falso Verdadeiro Nulo Nulo Falso Verdadeiro Falso Falso Falso Falso Falso Nulo Falso Nulo Verdadeiro Nulo Nulo Falso Falso Nulo Nulo Nulo - Operador not,! (não) Este operador é utilizado para realizar negação lógica em uma expressão, ou seja, para negar ou inverter um resultado. Ou seja, inverte os valores o que e verdadeiro eletorna falso e virse e versa. - Operador or, ( ou ) Avalia se alguma expressão de uma série de expressões é verdadeira. A tabela abaixo descreve o comportamento do operador OR: Expressão1 Expressão2 Resultados Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro False Verdadeiro Verdadeiro Nulo Verdadeiro False True Verdadeiro False Verdadeiro False False Nulo Nulo Nulo Verdadeiro Verdadeiro Nulo False Nulo Nulo Nulo Nulo 9

10 - Operadores de Concatenação Existem dois operadores no VBScript utilizados para somar (concatenar) strings. Veja a tabela abaixo: Operador Símbolo Descrição Concatenação de String. Usado para concatenar Strings (somar duas cadeias de caracteres). Ex: echo("nome:joão"."<br>"); - Ordem de Avaliação das Expressões A avaliação das expressões é baseada nas categorias dos operadores. Operadores aritméticos são os primeiros a serem processados, seguidos pelos operadores de comparação e por fim, pelos operadores lógicos. 3ª AULA Assuntos a serem abordados: Estruturas de Decisão; Verificação de Aprendizagem; 01. Estruturas de Decisão if (se) Utilizadas para tomar decisões em sua aplicação. Estruturas como esta são utilizadas para determinar o fluxo da sua aplicação, com elas você pode definir qual página deve ser aberta, determinar o texto a ser escrito para o cliente, estados dos objetos na tela: selecionados, preenchidos, etc. O primeiro comando que veremos será o if. Este comando é utilizado para testar uma condição como verdadeira ou falsa. E dependendo dos resultados, determinado bloco de instruções será executado. Sintaxe: if condição { Bloco de Instrução (que pode ser apenas uma ou várias); }else{ Bloco de Instrução; } Onde condição é a expressão a ser testada. Se for verdadeira, o bloco de instrução que estiver definido depois do { será executado. O Else representa o se não, ou seja, se a condição não for satisfeita (não for verdadeira), o bloco de instruções definido depois do Else será executado. } termina o bloco IF. Observe que a condição deve ser uma expressão que pode ser avaliada como true/false (verdadeiro/falso). Por exemplo: 10

11 <?php $x = 5; if ($x > 10) { echo("o valor da variável é maior que 10."); }else{ echo("o valor da variável é menor que 10."); }?> Até este ponto, vimos como testar apenas uma condição. Porém, podemos utilizar o comando IF quando existem várias condições a ser testadas. Veja a sintaxe: If condição { Bloco de Instrução (que pode ser apenas uma ou várias); }else if condição { Bloco de Instrução; }else{ Bloco de Instrução; } Se você observar, a estrutura é basicamente a mesma utilizada para um if simples. A diferença está no else if. Quando você utiliza este tipo de sintaxe é preciso especificar uma outra condição a ser testada. Por exemplo: <?php $cor = "branco"; if ($cor == "vermelho") { echo("a variável contém o valor 'vermelho'."); }else if ($cor == "azul"){ echo("a variável contém o valor 'azul'."); }else if ($cor == "amarelo"){ echo("a variável contém o valor 'amarelo'."); }else{ echo("o valor da variável não foi identificado."); }?> switch / case forma de testar uma dentre várias possibilidades. A declaração default executa caso nenhuma das opções for verdadeira. A declaração break faz com que o restante do código não seja executado caso o teste seja verdadeiro. Sintaxe: switch nome da variável { case valor1: Bloco de instruções; break; case valor2: Bloco de instruções; 11

12 } default: break; Bloco de instruções; Exemplo: <?php $d = 5; switch ($d){ case 5: echo("finalmente Sexta"); break; case 6: echo("super Sábado"); break; case 0: echo("domingo Sonolento"); break; default: echo("estou esperando pelo fim da semana"); }?> 4ª AULA Assuntos a serem abordados: 1. Estrutura de repetição 2. Verificação de aprendizagem 01. Estrutura de Repetição é um processo cíclico, ou seja, repete um determinado conjunto de instruções até que uma condição seja satisfeita. No PHP existem 3 tipos de estrutura de repetição. 12

13 while estrutura de looping que não necessita de um número determinado de iterações. Ele é executado enquanto uma condição for verdadeira. <?php $i = 1; while ($i < 10000){ echo($i); $i *= 2; echo(" vezes 2 é igual a $i <br>"); }?> do-while outra forma de looping que executa um bloco de código, testa uma condição e repete novamente o bloco de código (ou não). <?php $i = 1; do{ } while ($i < 10)?> echo ("Linha $i <br>"); $i++; for estrutura de looping que executa um bloco de código quantas vezes for indicado em uma variável. Deve-se definir a variável que será testada no looping, uma condição de teste e o incremento (ou decremento) da variável de controle. <?php for ($i = 1; $i < 10; $i++){ echo("linha $i <br>"); }?> 13

14 5ª AULA Assuntos a serem abordados: Função 01. Função Uma função é um bloco de código reutilizável que é executado devido a um evento ou pela chamada de outra função. Deve-se usar a declaração function para criar uma função. Os parâmetros usados pela função são declarados entre parênteses. Os comandos a serem executados pela função devem estar entre chaves. A declaração return retorna um valor quando a função é chamada. Esta declaração não é necessária se a função não retorna nenhum valor. Para se chamar uma função, deve-se escrever seu nome e indicar os parâmetros entre parênteses. Ex1: <?php function escrevetexto(){ echo("já sei criar funções!"); } escrevetexto();?> Ex2: <?php function soma($valor1, $valor2){ $resultado = $valor1 + $valor2; return ($resultado); } $x = soma(7, 8); echo($x);?> 6ª AULA Assuntos a serem abordados: Formulários Verificação de aprendizagem (Ver caderno de exercícios) POST Os valores enviados através de um formulário podem ser recuperados pela variável predefinida $_POST. Através dela é possível obter os dados que foram enviados através do método POST do 14

15 HTML, bastando indicar o nome do campo do formulário. No comando action do formulário, devese indicar a página PHP que irá receber os valores. O mesmo documento pode conter o código e o formulário. form_post.php <html> <head> <title>página PHP</title> </head> <body> <?php if (isset($_post["pnome"]) && isset($_post["snome"])){ $pnome = $_POST["pnome"]; $snome = $_POST["snome"]; echo "Olá $pnome $snome.<p>"; }else{ echo "Digite o seu nome.<p>"; }?> <form method="post" action="form_post.php"> Primeiro Nome: <input type="text" name="pnome"> <br> Sobrenome: <input type="text" name="snome"> <br><br> <input type="submit" value="enviar"> </form> </body> </html> GET Se for usado o método GET, os dados podem ser visualizados na URL do browser. Para recuperar estes dados, deve-se usar a variável pré-definida $_GET. Executar os códigos e analisar o comportamento do browser. <html> <head> <title>página PHP</title> </head> <body> <?php if (isset($_get["pnome"]) && isset($_get["snome"])){ $pnome = $_GET["pnome"]; $snome = $_GET["snome"]; echo "Olá $pnome $snome.<p>"; }else{ echo "Digite o seu nome.<p>"; 15

16 }?> <form method="get" action=""> Primeiro Nome: <input type="text" name="pnome"> <br> Sobrenome: <input type="text" name="snome"> <br><br> <input type="submit" value="enviar"> </form> </body> </html> 7ª AULA Assuntos a serem abordados: Exercicio da Aula 6 Verificação de aprendizagem (Ver caderno de exercícios) 8ª AULA Assuntos a serem abordados: Enviando arquivos O PHP permite que sejam enviados arquivos para o servidor(foto, documentos e outros). Todas as informações sobre o arquivo enviado ficam armazenadas na variável $_FILES. O comando que trata o envio do arquivo é move_uploaded_file. No exemplo a seguir, o usuário envia um arquivo de no máximo 30 Kb. Código com upload de arquivo e armazenamento na pasta C:\temp uploads.php <html> <head> <title>página PHP</title> </head> <body> <?php if (isset($_files['arquivo']['name'])){ $uploaddir = 'c:\\temp\\'; $arquivo = $uploaddir. $_FILES['arquivo']['name']; if (move_uploaded_file($_files['arquivo']['tmp_name'], $arquivo)) { print "O arquivo foi gravado com sucesso."; 16

17 } }else{ print "Erro. O arquivo não foi enviado."; }?> <form enctype="multipart/form-data" action="uploads.php" method="post"> <input type="hidden" name="max_file_size" value="30000"> Enviar este arquivo: <input name="arquivo" type="file"> <input type="submit" value="envia Arquivo"> </form> </body> </html> 9ª AULA Assuntos a serem abordados: Banco de Dados Conceitos Vantagens Estrutura Criando banco de Dados 4 Exercícios complementares; 01. Banco de Dados O que é Banco de Dados? É uma coleção de dados estruturados. Ele pode ser qualquer coisa desde uma simples lista de compras a uma galeria de fotos. Para adicionar, acessar, e processar dados armazenados em um banco de dados de um computador você necessita de um sistema de gerenciamento de banco de dados como o Mysql. O que é Gerenciador de Banco de Dados? S.G.D.B. (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) - É o software responsável pelo gerenciamento (armazenamento e recuperação) dos dados no Banco de Dados, neste curso o nosso S.G.B.D será o PhpmyAdmin. 17

18 O que é o MySQL? Um gerenciador de banco de dados poderoso, estável, extremamente eficiente, com milhares de instalações no mundo inteiro. Conceitos: 1. Dado - É o valor do campo quando é armazenado no Banco de Dados. Ex. O valor do campo "nome do cliente" para quem está fazendo a entrada de dados. 2. Conteúdo do campo - É o valor do campo armazenado no Banco de Dados. Ex. O valor do campo "nome do cliente" sem estar, momentaneamente, sendo utilizado. 3. Informação - É o valor que este campo representa para as atividades da empresa. Ex. Resposta a uma consulta. Qual os nomes dos clientes localizados em Manaus? Estrutura de um Banco de Dados: Banco Tabela1 Tabela2 Campo1 Campo2 Registros Banco é onde será armazenado todas as informações. Tabelas É uma coleção de informações sobre um determinado tópico, tal como uma lista de correspondência ou de produto. Podemos ter mais uma tabela no BD. A tabela é formada por campos. Campos Identifica a informação que será guardada na tabela. Registros É uma coleção de informações pertinentes a tabela. Chaves? O que são? Pra que servem? São criadas para que possamos ter informações únicas dentro da tabela, identificando cada registro. Exemplo: Campo: código ou id. Chave Primária - é um campo que será único na tabela. Chave Estrangeira é um campo que será uma chave primária de outra tabela, com a finalidade de relacionamento entre as mesmas. Exemplo de um banco de Dados (tabela, campos, dados) 18

19 Criando banco de Dados phpmyadmin phpmyadmin é uma aplicação de fácil utilização que serve para controlar seu banco de dados MySql. Você pode utilizá-lo para criar, copiar, deletar, renomear e alterar tabelas, fazer a manutenção de tabelas, deletar, editar e adicionar campos, exportar ou importar um banco de dados, e muito mais. Opção localhost page Clicar no link PhpMyAdmin 19

20 Nome do Usuário: root Senha: vertrigo Digite o nome do seu BD e clique em CRIA ( fpfescola ) 20

21 Criar nova tabela no Banco de Dados fpfescola Nome: alunos Número de arquivo: 4 21

22 Definir os campos: Cod nome telefone nota 22

23 Opção para adicionar novo campo Altere para depois de nota Preencha os campos 23

24 Inserir um regitros 24

25 Insira 5 registros 25

26 10º Aula 01. Comando SQL Assuntos a serem abordados: Comandos SQL Select Insert into Update Delete Verificação da Aprendizagem (Ver caderno de exercícios) A linguagem SQL é a linguagem usada para manipulação de banco de dados relacionais. Neste Banco de Dados, os dados estão organizados em formas de tabelas onde as colunas desta tabela representam os campos e cada linha um registro. EX: Campo 1 Campo 2 Campo 3 Registro 1 Valor do campo1 Valor do campo 2 Valor do campo 3 Registro 2 Valor do campo 1 Valor do campo 2 Valor do campo 3 Para que você crie aplicações com acesso a banco de dados é necessário que você saiba os comandos básicos de SQL, são eles: select, insert into, update e delete. 1- Comando select (Selecione) O comando select é utilizado para fazer uma pesquisa. Sintaxe: select lista de campos from nome da tabela Ex: Selecionando nome e que estão na tabela usuários select nome, from usuarios Usando na nossa tabela: Ir para a Guia Query 1)Selecione o campo nome da tabela funcionários select nome from funcionário (F9) 2)Selecione os campos cd, nome, salário_liquido da tabela funcionários select cd,nome,salario_liquido from funcionários (F9) 3)Selecione todos os campos da tabela funcionários select * from funcionários (F9) Obs: No where você poderá utilizar os seguintes operadores: = igual, < menor que, > maior que, <= menor ou igual, >= maior ou igual, <> diferente, like, esta contido, not negação. 2- Comando insert into (Inserir) 26

27 É o comando que insere dados na tabela. Sintaxe: insert into nome da tabela (campos) values (valores) Ex: Inserir na tabela funcionário no campo (cargo) o valor (Instrutor) Insert into funcionario (cargo) values ( Instrutor ) Usando na nossa tabela: Vá para a Guia Query 1)Insira no campo (nome) o valor ( Rodolfo ) insert into funcionario (nome) values ( Rodolfo ) (F9) 2)Insira no campo (cd, nome, salario liquido) os respectivos valores (110, Carla, 500) insert into funcionario (cd, nome, salario_liquido) values (110, Carla, 500) (F9) 3-Comando update (Atualizar) O comando update é o comando responsável por fazer atualização nas tabelas. OBS: Quando você utilizar o comando insert into você criará um novo registro. Quando você utiliza o comando Update você só fará modificações dentro de um registro. Sintaxe: update nome da tabela set campo= novo valor where condição Ex: Atualizar na tabela funcionario o salario liquido de 955 pelo valor 1200 update funcionarios set salario_liquido=1200 where salario_liquido=955 Usando na nossa tabela: Vá para a Guia Query 1)Atualizar a tabela funcionarios onde você substituirá o campo nome= Carla pelo nome= Ana update funcionarios set nome="ana" where nome="carla" (F9) 2)Atualizar a tabela funcionarios onde você substituirá o campo cd=15 pelo cd=20 update funcionarios set cd=20 where cd=15 (F9) 3 - Comando delete Serve para excluir um registro do Banco de Dados Sintaxe: Delete from nome da tabela where condição Ex: Deletar na tabela funcionario onde o campo nome= Ana Delete from funcionarios where nome= Ana 27

28 Usando na nossa tabela: Vá para a Guia Query 1)Deletar na tabela funcionarios todos os campos que tenham cargo= Instrutor Delete from funcionarios where cargo= Instrutor 2)Deletar na tabela funcionarios todos os campos que tenham o nome que comecem com a letra A delete from funcionarios where nome like A% 11ª 12ª 13ª 14ª 15ª 16ª 17ª AULA Assuntos a serem abordados: Projeto 01 Escola 01. Projeto Escola Neste momento vamos montar um projeto chamado de Escola. O objetivo é guardar suas informações como nome, telefone e duas notas escolares. Utilizaremos o banco de dados criado na aula 9. Arquitetura do banco de dados 28

29 1º Exemplo cadastro.php 29

30 Inserir.php 2º Exemplo mostrar.php 30

31 3º Exemplo pesquisar.php 31

32 4º Exemplo deletar.php 32

33 5º Exemplo alterar_form_cod.php 33

34 alterar_form.php 34

35 alterar.php 35

36 6º Exemplo Final mostrar.php 36

37 inserir.php pesquisar_form.php 37

38 Deletar.php alterar_form.php (não tem alteração) 38

39 alterar.php 39

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF Sempre que for necessária a tomada de decisão dentro de um programa, você terá que utilizar um comando condicional, pois é por meio dele que o PHP decidirá que lógica deverá

Leia mais

Internet e Programação Web

Internet e Programação Web COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 3 Técnico Prof. Cesar 2014 1 SUMÁRIO Criar sites dinâmicos em PHP --------------------------------------------------------

Leia mais

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA COMBA DÃO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 2012-2015 PROGRAMAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MÓDULO 2 Mecanismos de Controlo de

Leia mais

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo:

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo: Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

6. Introdução à Linguagem PHP

6. Introdução à Linguagem PHP 6. Introdução à Linguagem PHP A comunicação na Web exige dois agentes: o cliente web e o servidor web. O cliente requer informação (a partir de uma página HTML acessada pelo navegador) e o servidor fornece

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir Linguagem de Script e PHP @wre2008 1 Sumário Introdução; PHP: Introdução. Enviando dados para o servidor HTTP; PHP: Instalação; Formato básico de um programa PHP; Manipulação

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir Linguagem PHP @wre2008 1 Sumário PHP: Tipos de dados; Manipulação de dados; Utilizando formulário. @wre2008 2 Tipos de dados As variáveis são declaradas no momento de sua

Leia mais

O código JavaScript deve ser colocado entre tags de comentário para ficar escondido no caso de navegadores antigos que não reconhecem a linguagem.

O código JavaScript deve ser colocado entre tags de comentário para ficar escondido no caso de navegadores antigos que não reconhecem a linguagem. 1 - O que é JAVASCRIPT? É uma linguagem de script orientada a objetos, usada para aumentar a interatividade de páginas Web. O JavaScript foi introduzido pela Netscape em seu navegador 2.0 e posteriormente

Leia mais

Algoritmos em Javascript

Algoritmos em Javascript Algoritmos em Javascript Sumário Algoritmos 1 O que é um programa? 1 Entrada e Saída de Dados 3 Programando 4 O que é necessário para programar 4 em JavaScript? Variáveis 5 Tipos de Variáveis 6 Arrays

Leia mais

PHP() é uma linguagem de integração de servidor que permite a criação de paginas dinâmicas. Como todas

PHP() é uma linguagem de integração de servidor que permite a criação de paginas dinâmicas. Como todas O que é PHP? Acrônimo de PHP: Hipertext Language PostProcessor Inicialmente escrita para o desenvolvimento de aplicações Web Facilidade para iniciantes e recursos poderosos para programadores profissionais

Leia mais

Características do PHP. Começando a programar

Características do PHP. Começando a programar PHP Introdução Olá pessoal. Desculpe o atraso na publicação da aula. Pude perceber pelas respostas (poucas) ao fórum que a realização da atividade do módulo I foi relativamente tranquila. Assistam ao vídeo

Leia mais

APOSTILA PHP PARTE 1

APOSTILA PHP PARTE 1 APOSTILA PHP PARTE 1 1. Introdução O que é PHP? PHP significa: PHP Hypertext Preprocessor. Realmente, o produto foi originalmente chamado de Personal Home Page Tools ; mas como se expandiu em escopo, um

Leia mais

PHP. Hypertext Pre-Processor

PHP. Hypertext Pre-Processor PHP Hypertext Pre-Processor O que é o PHP? Uma linguagem de scripting é uma linguagem cujo código não tem de ser compilado para ser executado! O código escrito é interpretado em tempo de execução para

Leia mais

PHP AULA1. Prof. Msc. Hélio Esperidião

PHP AULA1. Prof. Msc. Hélio Esperidião PHP AULA1 Prof. Msc. Hélio Esperidião NAVEGADOR O navegador também conhecido como web browseré um programa que habilita seus usuários a interagirem com documentos hospedados em um servidor Web. SERVIDOR

Leia mais

Internet e Programação Web 2 Técnico Prof. Cesar

Internet e Programação Web 2 Técnico Prof. Cesar COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 2 Técnico Prof. Cesar 2015 1 INTRODUÇÃO A apostila tem como objetivo auxiliar os alunos no entendimento de desenvolvimento

Leia mais

O que é o Javascript?

O que é o Javascript? O que é o Javascript? JavaScript é uma linguagem para criação de Home-Pages. Funções escritas em JavaScript podem ser embutidas dentro de seu documento HTML. Com JavaScript você tem muitas possibilidades

Leia mais

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL.

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Procuraremos mostrar os principais procedimentos para fazer um cadastro de registros numa base de dados MySQL utilizando a linguagem

Leia mais

ASP Active Server Pages. ASP (Active Server Pages)

ASP Active Server Pages. ASP (Active Server Pages) ASP Active Server Pages Prof. Sérgio Rodrigues ASP (Active Server Pages) É um ambiente de programação por scripts que rodam no servidor: IIS Internet Information Services PWS Personal Web Server Utiliza

Leia mais

TEORIA BÁSICA SOBRE LINGUAGEM PHP

TEORIA BÁSICA SOBRE LINGUAGEM PHP PHP - Introdução Vantagens do Uso do PHP O php é uma linguagem de programação para ambiente web ou seja com ela, você pode desenvolver aplicações que possam ser acessadas via browser (netscape,internet

Leia mais

FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA. Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel

FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA. Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel Competências a serem trabalhadas nessa aula Criação da Base de Dados (MySQL) Criação de Tabelas Tipo de Dados Chave Primária

Leia mais

APOSTILA DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO IV

APOSTILA DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO IV APOSTILA DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO IV CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROF. ERWIN ALEXANDER UHLMANN Universidade Guarulhos Página 1 Agradecimentos Agradeço a todos os alunos que com suas dúvidas me ajudaram a

Leia mais

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP Programação WEB Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Aula III Introdução PHP Introdução PHP PHP=Hypertext Pre-Processor Linguagem de script open

Leia mais

Programação Web com PHP. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web

Programação Web com PHP. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web Programação Web com PHP Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web Agenda O que é PHP? O que da pra fazer com PHP? Como a web funciona? Onde, quando e por que

Leia mais

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Editora Carlos A. J. Oliviero Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Orientado por Projeto 1a Edição 2 Reimpressão São Paulo 2011 Érica Ltda. Noções Livrarse Preparação muitas muita Sumário

Leia mais

Programando em PHP. Conceitos Básicos

Programando em PHP. Conceitos Básicos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Conceitos Básicos Todo o escopo deste estudo estará voltado para a criação de sites com o uso dos diversos recursos de programação web

Leia mais

Internet e Programação Web

Internet e Programação Web COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 3 Técnico Prof. Cesar 2014 1. PHP e MySQL O MySQL é o gerenciador de banco de dados mais usado com o PHP. Existem muitas

Leia mais

Programação WEB II. Introdução. Variáveis, Constantes, Operadores, Estruturas de Seleção e Repetição Arrays e Vetores. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Introdução. Variáveis, Constantes, Operadores, Estruturas de Seleção e Repetição Arrays e Vetores. Thiago Miranda dos Santos Souza Introdução Variáveis, Constantes, Operadores, Estruturas de Seleção e Repetição Arrays e Vetores Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net Ementa da Disciplina

Leia mais

Conteúdo. Linguagem Estática x Dinâmica O que é PHP? Configurando o Ambiente do PHP Sintaxe

Conteúdo. Linguagem Estática x Dinâmica O que é PHP? Configurando o Ambiente do PHP Sintaxe Unidade IV Introdução à Linguagem PHP Parte 1 Professor Fabiano de Paula Soldati fpsoldati@yahoo.com.br http://br.groups.yahoo.com/group/professorsoldati/ Conteúdo Linguagem Estática x Dinâmica O que é

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS 1 de 6 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS BURITREINAMENTOS MANAUS-AM NOVEMBRO / 2014 2 de 6 PACOTES DE TREINAMENTOS BURITECH A Buritech desenvolveu um grupo de pacotes de treinamentos, aqui chamados de BuriPacks,

Leia mais

Introdução ao Javascript

Introdução ao Javascript Programação WEB I Introdução ao Javascript Apresentação da Disciplina,Introdução a linguagem Javascript Objetivos da Disciplina Apresentar os principais conceitos da linguagem Javascript referente à programação

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

Javascript 101. Parte 2

Javascript 101. Parte 2 Javascript 101 Parte 2 Recapitulando O Javascript é uma linguagem de programação funcional Os nossos scripts são executados linha a linha à medida que são carregados. O código que está dentro de uma função

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM PHP CESAR BEZERRA TEIXEIRA,MSC

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM PHP CESAR BEZERRA TEIXEIRA,MSC INTRODUÇÃO À LINGUAGEM PHP CESAR BEZERRA TEIXEIRA,MSC O presente texto não tem a pretensão de ser uma referência na linguagem PHP, a intenção é apresentar uma breve introdução a esta tecnologia e despertar

Leia mais

O que é o JavaScript?

O que é o JavaScript? JavaScript Introdução O JavaScript é utilizado por milhões de páginas na web para melhorar o design, validar forms, e muito mais O JavaScript foi inicialmente desenvolvido pela Netscape e é a linguagem

Leia mais

7. Recursos PHP para a Internet

7. Recursos PHP para a Internet 7. Recursos PHP para a Internet Protocolo HTTP. Na aula passada vimos um script simples de autenticação de usuários. Neste script foi usado o tag META para passar uma URL ao servidor web. A linguagem PHP

Leia mais

GUIA PHP com MYSQL Autor: Everton Mendes Messias

GUIA PHP com MYSQL Autor: Everton Mendes Messias PHP (Hypertext Preprocessor) : Linguagem de programação interpretada. Tags PHP: phpinfo(); Comentários: //, # - comentário de uma linha /* comentário de várias linhas */ GUIA PHP com MYSQL Autor: Everton

Leia mais

Passos Preliminares: Acessando a máquina virtual via ssh.

Passos Preliminares: Acessando a máquina virtual via ssh. CIn/UFPE Sistemas de Informação Redes de Computadores Professor: Kelvin Lopes Dias Monitor: Edson Adriano Maravalho Avelar {kld,eama@cin.ufpe.br Instalando o APACHE, PHP (PHPADMIN), MySQL. Este tutorial

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB GABRIELA TREVISAN Ambiente de Desenvolvimento Após instalar o Wamp Server, inicie o servidor. Um ícone aparecerá na SystemTray. A cor do ícone indica seu estado: Verde: servidor

Leia mais

PHP. O navegador é responsável pelo tratamento do script. Utilizado para diminuir o processamento do servidor

PHP. O navegador é responsável pelo tratamento do script. Utilizado para diminuir o processamento do servidor PHP Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Scripts Client-Side O navegador é responsável pelo tratamento do script JavaScript e VBScript Utilizado para diminuir o

Leia mais

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas.

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas. Publicação web Pré requisitos: Lista de questões Formulário multimídia Este tutorial tem como objetivo, demonstrar de maneira ilustrativa, todos os passos e opções que devem ser seguidos para publicar

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VII Acesso a Bases de Dados via Web Duração: 50 tempos Conteúdos (1) Conceitos

Leia mais

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA 4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Introdução à criação de macros...3 Gravação

Leia mais

SERVIDOR WEB - APACHE SERVIDOR WEB - APACHE SERVIDOR WEB - APACHE 27/02/2012

SERVIDOR WEB - APACHE SERVIDOR WEB - APACHE SERVIDOR WEB - APACHE 27/02/2012 O servidor Apache é o mais bem sucedido servidor web livre. Foi criado em 1995 por Rob McCool, então funcionário do NCSA (National Center for Supercomputing Applications). Em maio de 2010, o Apache serviu

Leia mais

Instituto Federal do Sertão-PE. Curso de PHP. Professor: Felipe Correia

Instituto Federal do Sertão-PE. Curso de PHP. Professor: Felipe Correia Instituto Federal do Sertão-PE Curso de PHP Professor: Felipe Correia Conteúdo Parte I Parte II Introdução Funções de strings Instalação Constantes Sintaxe Operadores Variáveis if else elseif Echo/Print

Leia mais

Programação WEB I Estruturas de controle e repetição

Programação WEB I Estruturas de controle e repetição Programação WEB I Estruturas de controle e repetição Operadores de Incremento Operadores de incremento servem como expressões de atalho para realizar incrementos em variáveis Operadores de Incremento Vamos

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 O que é o PHP?... 19. Capítulo 2 Instalação do PHP... 23. Capítulo 3 Noções básicas de programação... 25

Sumário. Capítulo 1 O que é o PHP?... 19. Capítulo 2 Instalação do PHP... 23. Capítulo 3 Noções básicas de programação... 25 9 Sobre o autor... 8 Introdução... 15 Capítulo 1 O que é o PHP?... 19 Características do PHP...20 Gratuito e com código aberto...20 Embutido no HTML...20 Baseado no servidor...21 Bancos de dados...22 Portabilidade...22

Leia mais

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] )

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] ) Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

Treinamento em PHP. Aula 1. Ari Stopassola Junior stopassola@acimainteractive.com

Treinamento em PHP. Aula 1. Ari Stopassola Junior stopassola@acimainteractive.com Treinamento em PHP Aula 1 Ari Stopassola Junior stopassola@acimainteractive.com Introdução PHP Hypertext Preprocessor Nome original era Personal Home Page Tools Criada por Rasmus Lerdorf e atualmente mantida

Leia mais

Estruturas de Controlo... 25. While... 26. For... 26. Include... 26. Array... 27. Listas... 27. Popularização das Bases de Dados...

Estruturas de Controlo... 25. While... 26. For... 26. Include... 26. Array... 27. Listas... 27. Popularização das Bases de Dados... Manual de PHP Índice O que é PHP?... 4 Objectivo... 6 Justificativa... 7 Lógica de Programação... 8 Sequência Lógica... 9 PHP História... 10 PHP & MySql... 11 Comunicação Cliente x Servidor... 12 Delimitando

Leia mais

13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução

13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução 13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução Agora que você já tem uma idéia básica de comandos MySQL, poderemos ver como a linguagem PHP pode interagir com este banco de dados através de inúmeras funções.

Leia mais

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE 3.1 Operadores Os operadores indicam o tipo de operação matemática que será executada gerando novos valores a partir de um ou mais operadores. São muito utilizados em

Leia mais

2 echo "PHP e outros.";

2 echo PHP e outros.; PHP (Hypertext Preprocessor) Antes de qualquer coisa, precisamos entender o que é o PHP: O PHP(Hypertext Preprocessor) é uma linguagem interpretada gratuita, usada originalmente apenas para o desenvolvimento

Leia mais

Lista de Revisão. 3. Analise a afirmativa a seguir como verdadeira ou falsa e justifique.

Lista de Revisão. 3. Analise a afirmativa a seguir como verdadeira ou falsa e justifique. Lista de Revisão 1. Nos sistemas web, geralmente os usuários apresentam dois problemas típicos, a desorientação e a sobrecarga cognitiva. Discorra sobre esses problemas. 2. Apresente as principais diferenças

Leia mais

Scriptlets e Formulários

Scriptlets e Formulários 2 Scriptlets e Formulários Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Permitir ao aluno aprender a criar um novo projeto Java para web no Netbeans IDE,

Leia mais

Curso de PHP. FATEC - Jundiaí. Conteúdo do Curso. 40% de aula teórica 60% de aula prática. O que veremos neste semestre?

Curso de PHP. FATEC - Jundiaí. Conteúdo do Curso. 40% de aula teórica 60% de aula prática. O que veremos neste semestre? Curso de PHP FATEC - Jundiaí Conteúdo do Curso 40% de aula teórica 60% de aula prática O que veremos neste semestre? Linguagem PHP Banco de Dados - PostgreSQL PHP - Introdução ao PHP - Estrutura de um

Leia mais

Internet. Protocolos. Principais Serviços. E-MAIL Chat TELNET FTP. Definições Básicas

Internet. Protocolos. Principais Serviços. E-MAIL Chat TELNET FTP. Definições Básicas Internet A Internet surgiu a partir de um projeto da agência norte-americana ARPA com o objetivo de conectar os computadores dos seus departamentos de pesquisa. Essa conexão iniciou-se em 1969, entre 4

Leia mais

Criando, inserindo e exibindo PHP+MySql

Criando, inserindo e exibindo PHP+MySql Criando, inserindo e exibindo PHP+MySql De uma forma extremamente fácil e básica você verá como criar banco de dados, tabelas, inserir e exibir usando o phpmyadmin, PHP e MySql. O que é um banco de dados?

Leia mais

Os componentes de um formulário são: Form, Input, Select e AreaText

Os componentes de um formulário são: Form, Input, Select e AreaText HTML Formulário O elemento FORM, da HTML, é o responsável por prover documentos interativos no ambiente WWW de forma que uma pagina web exibida a um usuário possa submeter um conjunto de dados, informados

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA RESUMO DE AULA CRIAÇÃO E MANIPULAÇÃO DO BANCO DE DADOS

Leia mais

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi Introdução ao PHP Prof. Késsia Marchi PHP Originalmente PHP era um assíncrono para Personal Home Page. De acordo com convenções para atribuições de nomes recursivas do GNU foi alterado para PHP Hypertext

Leia mais

Publicação de uma pesquisa na web

Publicação de uma pesquisa na web Publicação de uma pesquisa na web Pré-requisitos: Lista das questões Formulário multimídia A publicação de pesquisas na web possibilita que pesquisas sejam respondidas de qualquer computador com acesso

Leia mais

Programação web Prof. Wladimir

Programação web Prof. Wladimir Programação web Prof. Wladimir Linguagem PHP Cookie e Sessão @wre2008 1 Sumário Header; Cookie; Sessão; Exemplos. @wre2008 2 Header Esta função permite que um script php redirecione para outra página.

Leia mais

www.coldfusionbrasil.com.br

www.coldfusionbrasil.com.br www.coldfusionbrasil.com.br 2000 PASSANDO VARIÁVEIS ATRAVÉS DE FORM E URL 3 ALTERA.CFM 3 FORMALTERA.CFM 4 ALTERA.CFM 4 FORMALTERA.CFM 4 CRIANDO E MANIPULANDO VARIÁVEIS COM CFSET 4 VALORES ESTÁTICOS 5 PARÂMETROS

Leia mais

Descrição Tinyint[(M)] Inteiro pequeno. Varia de 128 até +127

Descrição Tinyint[(M)] Inteiro pequeno. Varia de 128 até +127 Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

Linguagens de programação

Linguagens de programação Prof. André Backes Linguagens de programação Linguagem de Máquina Computador entende apenas pulsos elétricos Presença ou não de pulso 1 ou 0 Tudo no computador deve ser descrito em termos de 1 s ou 0 s

Leia mais

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza Sessions e Cookies progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Cookies e Sessions Geralmente, um bom projeto

Leia mais

Integrantes: Catarino Rodrigues Data: 26/10/2012. Leandro de Matos Pereira. Leandro dos Santos Marciano. Ramon Alves de Souza

Integrantes: Catarino Rodrigues Data: 26/10/2012. Leandro de Matos Pereira. Leandro dos Santos Marciano. Ramon Alves de Souza Integrantes: Catarino Rodrigues Data: 26/10/2012 Leandro de Matos Pereira Leandro dos Santos Marciano Ramon Alves de Souza Disciplina: Banco de Dados para Internet Tema do Trabalho: Tecnologias para acesso

Leia mais

AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP

AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP Antes de mais nada, vamos conhecer alguns conceitos, que serão importantes para o entendimento mais efetivos dos assuntos que trataremos durante a leitura desta apostila.

Leia mais

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Criando uma Calculadora Primeiramente deve se criar uma estrutura para armazenar os arquivos necessários para o funcionamento da calculadora.

Leia mais

CRIANDO, ALTERADO E EXCLUINDO TABELAS, INSERINDO, SELECIONANDO, ALTERANDO E EXCLUINDO DADOS

CRIANDO, ALTERADO E EXCLUINDO TABELAS, INSERINDO, SELECIONANDO, ALTERANDO E EXCLUINDO DADOS CRIANDO, ALTERADO E EXCLUINDO TABELAS, INSERINDO, SELECIONANDO, ALTERANDO E EXCLUINDO DADOS Prof. Me. Hélio Esperidião SQL - STRUCTURED QUERY LANGUAGE SQL é uma linguagem padronizada para a definição e

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Sistema Gerenciador de Banco de Dados: Introdução e configuração de bases de dados com Postgre e MySQL

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Sistema Gerenciador de Banco de Dados: Introdução e configuração de bases de dados com Postgre e MySQL Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Sistema Gerenciador de Banco de Dados: Introdução e configuração de bases de dados com Postgre e MySQL Prof. MSc. Hugo Souza Iniciando nossas aulas sobre

Leia mais

Desenvolvida exclusivamente para o Apostilando.com por Marcos Paulo Furlan

Desenvolvida exclusivamente para o Apostilando.com por Marcos Paulo Furlan PHP Desenvolvida exclusivamente para o Apostilando.com por Marcos Paulo Furlan ÍNDICE ÍNDICE... 2 INSTALANDO O WAMPSERVER.... 3 PHP... 4 Sintaxe Básica... 6 Variáveis... 7 Tipos de dados... 8 Constantes...

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Manual Ilha Web Imóveis. Sistema para Imobiliárias e Corretores. Ilha Web Internet Ltda.

Manual Ilha Web Imóveis. Sistema para Imobiliárias e Corretores. Ilha Web Internet Ltda. Manual Ilha Web Imóveis Sistema para Imobiliárias e Corretores Ilha Web Internet Ltda. Sumário 1 REQUISITOS DO SERVIDOR...3 2 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO...4 2.1 CRIE UMA BASE DE DADOS...4 2.2 MODIFIQUE O

Leia mais

PHP com Banco de Dados SQL

PHP com Banco de Dados SQL com Banco de Dados SQL 1 com Banco de Dados SQL IX Seminário de Tecnologia Funcesi 2009 2 PROGRAMAÇÃO O que é HTML? Sites dinâmicos Prática 1: Uso básico do Sothink (Editor HTML) Prática 2: Conexão com

Leia mais

Curso de PHP. FATEC - Jundiaí

Curso de PHP. FATEC - Jundiaí Curso de PHP FATEC - Jundiaí Cookies Cookies são arquivos texto que podem ser armazenados no computador or do usuário, para serem recuperados posteriormente pelo servidor no qual seu site está hospedado.

Leia mais

AULA APLICAÇÕES PARA WEB SESSÕES E LOGIN E SENHA

AULA APLICAÇÕES PARA WEB SESSÕES E LOGIN E SENHA Sumário Construção de sistema Administrativo... 1 Sistema de Login... 2 SQL INJECTION... 2 Técnicas para Evitar Ataques... 2 Formulário de Login e Senha fará parte do DEFAULT... 5 LOGAR... 5 boas... 6

Leia mais

Tutorial: Gravação de imagens em banco de dados MySQL utilizando PHP

Tutorial: Gravação de imagens em banco de dados MySQL utilizando PHP Tutorial: Gravação de imagens em banco de dados MySQL utilizando PHP Versão 1.0 Agosto de 2005 Pág. 1/12 Desenvolvido por Rafael Lossurdo Agosto de 2005 INTRODUÇÃO...3 REQUESITOS

Leia mais

Guia de Consulta Rápida. PHP com XML. Juliano Niederauer. Terceira Edição. Novatec

Guia de Consulta Rápida. PHP com XML. Juliano Niederauer. Terceira Edição. Novatec Guia de Consulta Rápida PHP com XML Juliano Niederauer Terceira Edição Novatec Copyright 2002 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto. Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete)

Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto. Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete) Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete) JavaScript Eventos Alguns eventos de uma página HTML podem ser interceptados e programados

Leia mais

Prof Evandro Manara Miletto. parte 2

Prof Evandro Manara Miletto. parte 2 Prof Evandro Manara Miletto parte 2 Sumário Estruturas de Controle Eventos Estruturas de controle características Estruturas de controle (ou condicionais) são executadas caso um teste seja atendido Permite

Leia mais

Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1

Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1 Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1 Sumário 1. Introdução a Lógica... 03 2. Verdadeiro e Falso... 03 3. Conectivo E e OU... 03 4. Negação... 04 5. Introdução a Programação...

Leia mais

PHP é um acrónimo para Hypertext Preprocessor.

PHP é um acrónimo para Hypertext Preprocessor. PHP 101 O que é o PHP? PHP é um acrónimo para Hypertext Preprocessor. É uma linguagem de scripting open-source que funciona do lado do servidor e é usada para gerar páginas web dinâmicas. Os scripts de

Leia mais

Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 5 SELECT * FROM Minha_memoria Revisando Sintaxes SQL e Criando programa de Pesquisa Ano:

Leia mais

Faculdade União. Professor Luciano Roberto Rocha

Faculdade União. Professor Luciano Roberto Rocha Faculdade União PHPPRÁTICO Professor Luciano Roberto Rocha Arquitetura de Softwares Principais modelos de aplicações: Standalone Cliente-servidor Arquitetura baseada na Web Modelo standalone Todos os recursos

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br Desenvolvimento de Aplicações Web Programação Contextualização de aplicações Web: navegadores e servidores como interpretadores, tecnologias do lado do cliente (XHTML, CSS, Javascript) e do lado do servidor

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir HTML - Formulários @wre2008 1 Sumário Formulários HTML @wre2008 2 Formulários: Muitos elementos de um formulário html são definidos pela tag . Cada tipo de elemento

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Prof. Cristiano Cachapuz e Lima

Prof. Cristiano Cachapuz e Lima Universidade da Região da Campanha Centro de Ciências da Economia e Informática Curso de Informática Disciplina: Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Prof. Cristiano Cachapuz e Lima Sumário 1 Introdução...

Leia mais

www.coldfusionbrasil.com.br

www.coldfusionbrasil.com.br www.coldfusionbrasil.com.br 2000 1 O que é Cold Fusion? 3 Arquitetura Cold Fusion 3 Cold Fusion Markup Language (CFML) 4 O que devo saber para programar em CFML? 4 HTML 4 Desenho de Banco de Dados Relacionais

Leia mais

Conteúdo Programático de PHP

Conteúdo Programático de PHP Conteúdo Programático de PHP 1 Por que PHP? No mercado atual existem diversas tecnologias especializadas na integração de banco de dados com a WEB, sendo o PHP a linguagem que mais se desenvolve, tendo

Leia mais

Tahuti 2.1 A ferramenta de gerenciamento de TI. Manual de Instalação. Belo Horizonte, 06 de novembro de 2015.

Tahuti 2.1 A ferramenta de gerenciamento de TI. Manual de Instalação. Belo Horizonte, 06 de novembro de 2015. Tahuti 2.1 A ferramenta de gerenciamento de TI Manual de Instalação Belo Horizonte, 06 de novembro de 2015. Índice 1. Pré-requisitos 01 2. Instalando e Configurando o Sistema 02 3. Particularidades no

Leia mais

Lista de operadores de comparação - > Maior que - < Menor que - <= Menor ou igual a - >= Maior ou igual a - === Igual a -!

Lista de operadores de comparação - > Maior que - < Menor que - <= Menor ou igual a - >= Maior ou igual a - === Igual a -! Página1 Javascript JavaScript (JS) é uma linguagem de programação client side Funciona no navegador do usuário. É uma linguagem baseada em objetos. "Walmir".length; 6 Para que serve - fazer websites responder

Leia mais

UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Programação para Internet I

UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Programação para Internet I UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Programação para Internet I Aula 10 PHP: Trabalhando com Banco de Dados leticia@cafw.ufsm.br Acessando

Leia mais

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Disciplina: Programação Orientada a Objetos II Professor: Cheli dos S. Mendes da Costa Modelo Cliente- Servidor Modelo de Aplicação Cliente-servidor Os

Leia mais

Programação de Página WEB - PHP ROSEMARY FRANCISCO

Programação de Página WEB - PHP ROSEMARY FRANCISCO Edição nº1-2007 ROSEMARY FRANCISCO Programação de Página WEB.indd 1 27/8/2007 13:22:09 2 Programação para Internet Apresentação Este livro-texto contém a disciplina de Programação para Internet, cujo conteúdo

Leia mais