CURSO DE CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO DE CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES"

Transcrição

1 CURSO DE CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES Descrição Curso de formação de Conciliadores e Mediadores Judiciais conforme Resolução 125/2010 e Emenda 1/2013 do CNJ Conselho Nacional de Justiça, Lei de Mediação n /2015 e regulamentação do Novo CPC Código de Processo Civil pela Lei n /2015. COORDENAÇÃO: Nauraína da Rocha Martins, Roseli de Castro Marcelino OBJETIVO Informar a importância da mediação e conciliação de acordo com a Resolução 125/10 e Emenda 1/13 do CNJ e as alterações do Novo CPC, que fomenta a transformação do litígio na cultura da paz. Possibilitar aos participantes a aquisição de conhecimentos teóricos e práticos para habilitá-los a intervir em situações de impasse, utilizando como instrumento a conciliação e a mediação em sua área de atuação profissional. Proporcionar possibilidades de conhecimento e desenvolvimento profissional, aos profissionais para que estes desenvolvam e apliquem os meios extrajudiciais de resolução de conflitos, bem como a reciclagem de profissionais atuantes. Capacitar profissionais de diversas áreas do conhecimento a serem conciliadores e mediadores judiciais, atendendo os objetivos estabelecidos pelas Políticas Públicas implementadas pela atual legislação. Os participantes certificados estarão habilitados a participarem do Processo de Seleção publicado do Diário da Justiça, para assim pleitear sua nomeação nos quadros do Tribunal de Justiça de São Paulo como Auxiliar da Justiça, para atuarem como conciliadores e mediadores judiciais nos CEJUSC s Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania ou extrajudiciais em Câmaras privadas de Conciliação e Mediação. PÚBLICO-ALVO O curso destina-se a profissionais com curso de graduação em qualquer área, ou estejam cursando o ultimo ano da graduação, que se interessam em participar dos quadros do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo como auxiliar da justiça, bem como na atuação nas Câmaras privadas de conciliação, mediação e arbitragem credenciadas por esse Tribunal. Também se destina a profissionais graduados que lidam, direta ou indiretamente, com relações humanas, que pretendam ampliar suas ferramentas para lidar com situações de impasse, compreender sua dinâmica e conduzir os envolvidos a uma solução que atenda aos interesses de todos. CORPO DOCENTE As aulas serão ministradas por instrutores e supervisores do CNJ e integrantes do NUPEMEC Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e por autoridade competente em políticas públicas (Provimento CSM 2288/15).

2 CARGA HORÁRIA Módulo I Teoria e Prática 48 horas Módulo II Estágio supervisionado 80 horas FREQUÊNCIA: 100% (exigência do CNJ) CERTIFICAÇÃO Este curso será certificado pela AURUM MEDIARE CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM LTDA., entidade credenciada e habilitada pelo NUPEMEC do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Processo nº 2015/ Ofício nº 75/2015 NPMCSC) a capacitar e formar conciliadores e mediadores judiciais. Após o termino do Módulo I teórico, ocorrerá a entrega Declaração de seu cumprimento. A certificação será realizada posteriormente a entrega e supervisão dos relatórios do Módulo II prático. METODOLOGIA Aulas presenciais, interativas e expositivas, cujo material pedagógico disponível para download consiste em apresentações de slides (em arquivo Power pointi e keynote), Manual de Mediação Judicial (pdf). Apresentação de bibliografia básica. Vídeos exemplificativos de conciliações e mediações e exercícios simulados de casos práticos para fixação dos conceitos. AVALIAÇÃO: (INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO) Módulo I: A avaliação dos alunos tomará por base a regulamentação do Comitê Gestor Nacional da Conciliação do CNJ, sendo considerados: assiduidade com 100% de presença; participação nas aulas; avaliações objetivas e discursivas; desempenho nas atividades práticas, leitura e entrega de resumos de textos. Módulo II: Todos os alunos devem realizar estágio supervisionado em locais definidos pela Coordenação do Curso e efetuar a entrega/envio dos relatórios no prazo improrrogável de 6 (seis) meses a contar do término do módulo I. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Telefones: ou através do site Faça sua inscrição CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo I ]Aula 01 Política Pública de Tratamento Adequado de Conflitos e Introdução aos Masc s Métodos Adequados de Solução de Conflitos Fundamentos das Políticas Públicas em Resolução de Conflitos implantada pelo CNJ. A Resolução 125 e seus objetivos e o acesso à justiça.

3 A remuneração dos mediadores. A Importância da implantação do NUPEMEC Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e dos Cejusc s Centros Judiciários de Solução de Conflitos e suas funções e objetivos. Princípios Constitucionais: Acesso à Justiça; Pacificação Social e Dignidade da Pessoa Humana. Importância da Capacitação: critérios essenciais da formação, desenvolvimento, ética e motivação. Mudança de Mentalidade: Papel do CNJ, Tribunais e Instituições Públicas e Privadas. Aula 02 Teoria da Comunicação Axiomas da comunicação. Escuta ativa. Comunicação nas pautas de interação e no estudo do interrelacionamento humano: aspectos sociológicos e aspectos psicológicos. Apresentação de Vídeos, aplicação de dinâmicas e exercícios simulados. Aula 03 Moderna Teoria do Conflito Conceito e estrutura. Aspectos objetivos e subjetivos. Relação entre conflito e direito: processos construtivos e destrutivos. Espiral do conflito. Modos de terminação ou resolução do conflito. Apresentação de vídeos, aplicação de dinâmicas e exercícios simulados. Aula 04 Panorama dos Métodos Consensuais de Solução de Conflitos Legislação Brasileira sobre conciliação, mediação, Juizados Especiais, : Resolução 125/2010 e Emenda 1/2013 do CNJ. Provimentos dos Tribunais. Enunciados. Código de Ética dos conciliadores e mediadores. O Terceiro Facilitador: funções, postura, atribuições, limites de atuação, imparcialidade x neutralidade, ética, Código de Ética, remuneração e supervisão. CPC Artigos: 165, 166, 167, 168, 169, 175 e 334. Lei de Mediação Nº de 26 de Junho de Lei de Remuneração dos Conciliadores/Mediadores nº de 22 de Abril de Aula 05 Apresentações dos Métodos de Resolução de Conflitos Histórico. Panorama Nacional e Internacional. Cultura da Paz. Noções gerais e diferenciação entre os principais métodos de resolução de conflitos: judicial, negociação, conciliação, mediação e arbitragem. Métodos Autocompositivo e Heterocompositivo. Mediação facilitadora e mediação avaliadora (Leonard Riskin). Diferenças e Semelhanças entre Mediação e Conciliação Aula 06 Conciliação Conceito e Filosofia. Princípios da conciliação. Procedimento da conciliação: Conciliação Judicial e Extrajudicial. A conciliação no novo CPC Código de Processo Civil. Conciliação e suas etapas: Planejamento da sessão. Rapport. Declaração de abertura. Escuta ativa. Reunião de informações. Identificação de questões, interesses e sentimentos. Agente de realidade.

4 Recontextualização escuta ativa, espelhamento, resumo e intervenção do conciliador. Estabelecimentos ou investigação das propostas das partes. Escolha das opções e lavratura do termo de acordo. Finalização da Conciliação: Formalização do acordo. Dados essenciais do termo de conciliação (qualificação das partes, número de identificação, natureza do conflito...). Redação do acordo: requisitos mínimos e exeqüibilidade. Encaminhamento e estatística. Técnicas de Conciliação: Recontextualização, identificação das propostas implícitas, afago, escuta ativa, espelhamento, produção de opção, acondicionamento das questões e interesses das partes, teste de realidade. O papel do Conciliador e sua relação com os envolvidos no processo da conciliação: Os operadores do Direito (o Magistrado, o Promotor, o Advogado, o Defensor Público...) e a conciliação. Papel e Resistência. Técnicas para estimular advogados a atuarem de forma eficiente na conciliação. Contornando as dificuldades: descontrole emocional, embriaguez, desrespeito. Aula 07 Teoria da Negociação Negociação: Conceito. Interação e distribuição do valor das negociações. Técnicas básicas de negociação (a barganha de posições; a separação de pessoas de problemas; concentração de interesses; desenvolvimento de opções de ganho mútuo; critérios objetivos; melhor alternativa para acordos negociados). Vídeos, dinâmicas e exercícios simulados. Vídeo 1: Uma Mente Brilhante. Dinâmica: Maximize seu ganho. * Informações sobre as regras, preparo dos grupos, aplicação da dinâmica e análise dos resultados. Aula 08 Áreas de utilização da mediação Justiça Restaurativa: Mediação de Família; Mediação Penal; Mediação Empresarial; Mediação Condominial; Mediação Escolar; Mediação Comunitária. Aula 09 Panorama do Processo de Mediação Princípios da mediação. Escolas de mediação. Processo de mediação: judicial e extrajudicial. Agentes e fatores da Mediação. Escopo da mediação. Âmbito da mediação. A formação do Mediador. Aula 10 Procedimento da Mediação

5 Procedimento da Mediação. Declaração de abertura. Reunião de informações. Identificação de questões, interesses e sentimentos. Ferramentas da mediação: espelhamento, resumo, verificação (check-in). Resolução de questões. Aproximação das partes para o acordo. Elaboração do acordo pelos advogados. Encerramento da sessão com acordo. Encerramento sem acordo. Papel do mediador. Aplicação de dinâmicas e exercícios simulados e apresentação de vídeos. Aula 11 Arbitragem Conceito. Características. Princípios. Histórico. Categorias. Modalidades. Convenção Arbitral. Árbitros. Sentença Arbitral. Legislação: Lei 9.307/1996 alterada pela Lei /2015. Conclusões e Diretrizes Positivas Aula 12 Conclusões, Avaliações: escrita e prática (exercício simulado) e encerramento do curso. Entrega das Declarações de Conclusão do Módulo I aos participantes pelos representantes das entidades parceiras. Informações sobre o Módulo II - Estágio Supervisionado no Poder Judiciário Estágio em conformidade com os novos parâmetros do CNJ. Etapas do estágio. Função do estágio. Relatórios de estágio. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo II O aluno deverá realizar o estágio supervisionado em locais definidos pela Coordenação do Curso e efetuar a entrega/envio dos relatórios no prazo de 12 (doze) meses a contar do término do módulo I, seguindo todasas diretrizes do CNJ, atuando como observador, coconciliador/comediador. *Os relatórios serão avaliados por Supervisores do CNJ. A emissão do certificado dependerá do cumprimento por parte do aluno de todos os requisitos exigidos pelo curso e de não ter pendência financeira com o curso. OBS: O PROGRAMA E/OU O CORPO DOCENTE PODERÁ SOFRER ALTERAÇÃO PARA MELHOR ATENDER AOS PROPÓSITOS DO CURSO

CURSO BÁSICO DE MEDIAÇÃO PARA MAGISTRADOS APOSENTADOS 15 a 19 de agosto de 2016

CURSO BÁSICO DE MEDIAÇÃO PARA MAGISTRADOS APOSENTADOS 15 a 19 de agosto de 2016 CURSO BÁSICO DE MEDIAÇÃO PARA MAGISTRADOS APOSENTADOS 15 a 19 de agosto de 2016 Local: Auditório da AMB (SCN Qd. 02 Bl. D Torre B Sala 1302, Centro Empresarial Liberty Mall, Brasília/DF) Instrutores: Eutália

Leia mais

e) Moderna Teoria do Conflito. Conceito e estrutura. Aspectos objetivos e subjetivos.

e) Moderna Teoria do Conflito. Conceito e estrutura. Aspectos objetivos e subjetivos. Centro Mediar e Conciliar Treinamento e Gestão Ltda CNPJ: 22.860.538/0001-09 PROGRAMA Fundamentação 40 horas Ref.: Resolução 6/2016 ENFAM a) Panorama histórico dos métodos consensuais de solução de conflitos.

Leia mais

Curso de Capacitação em Conciliação e Mediação (Resolução 125/2010) CNJ

Curso de Capacitação em Conciliação e Mediação (Resolução 125/2010) CNJ Curso de Capacitação em Conciliação e Mediação (Resolução 125/2010) CNJ 40 horas I A QUEM SE DESTINA 1 Profissionais formados, em quaisquer segmentos do mercado, a exemplo de advogados, médicos, empresários,

Leia mais

CAPACITAÇÃO TEÓRICA E PRÁTICA EM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS OAB/RJ 2017

CAPACITAÇÃO TEÓRICA E PRÁTICA EM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS OAB/RJ 2017 CAPACITAÇÃO TEÓRICA E PRÁTICA EM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS OAB/RJ 2017 Objetivos: (i) ampliar habilidades para escolha do método mais adequado a cada situação de conflito; (ii) capacitar mediadores de conflitos

Leia mais

CAPACITAÇÃO MEDIAÇÃO JUDICIAL PRESENCIAL

CAPACITAÇÃO MEDIAÇÃO JUDICIAL PRESENCIAL CAPACITAÇÃO MEDIAÇÃO JUDICIAL PRESENCIAL Identificação do curso Empresa: Centro de Mediadores Instituto de Ensino. Titulo do curso: Capacitação em Mediação Judicial. Modalidade: Presencial. Pré-requisito:

Leia mais

CAPACITAÇÃO CONCILIAÇÃO JUDICIAL PRESENCIAL

CAPACITAÇÃO CONCILIAÇÃO JUDICIAL PRESENCIAL CAPACITAÇÃO CONCILIAÇÃO JUDICIAL PRESENCIAL Identificação do curso Empresa: Centro de Mediadores Instituto de Ensino. Titulo do curso: Capacitação em Conciliação Judicial Modalidade: Presencial. Pré-requisito:

Leia mais

PARÂMETROS PARA A CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES JUDICIAIS

PARÂMETROS PARA A CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES JUDICIAIS PARÂMETROS PARA A CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES JUDICIAIS O curso de capacitação básica dos terceiros facilitadores (conciliadores e mediadores) tem por objetivo transmitir informações teóricas

Leia mais

Nauraima da Rocha Martins

Nauraima da Rocha Martins ADVOGADA, MEMBRO DA CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM - OAB/SP. TUTORA EM MEDIAÇÃO JUDICIAL PELO MJ/ UNB/ ENAM, INSTRUTORA EM MEDIAÇÃO JUDICIAL CNJ, SUPERVISORA EM MEDIAÇÃO JUDICIAL CNJ, SUPERVISORA

Leia mais

Esclarece o funcionamento do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania - CEJUSC

Esclarece o funcionamento do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania - CEJUSC NOTA DE ESCLARECIMENTO Esclarece o funcionamento do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania - CEJUSC I DO CEJUSC 1) O CEJUSC, obrigatoriamente, deverá funcionar com o setor Pré- Processual,

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES CURSO DE CAPACITAÇÃO DE MEDIADOR E CONCILIADOR JUDICIAIS (ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO) Edital nº 001/2016 A SENSATUS Câmara Internacional de Conciliação Mediação e Arbitragem,

Leia mais

JULIANA MARIA POLLONI BARROS DOS SANTOS

JULIANA MARIA POLLONI BARROS DOS SANTOS JULIANA MARIA POLLONI BARROS DOS SANTOS Doutora em Serviço Social pela Universidade Estadual Paulista UNESP (2013). Tese de Doutorado Mediação familiar: diálogo interdisciplinar. Mestre em Direito pela

Leia mais

CURSO BÁSICO DE MEDIAÇÃO PARA MAGISTRADOS 14 a 18 de agosto de 2017

CURSO BÁSICO DE MEDIAÇÃO PARA MAGISTRADOS 14 a 18 de agosto de 2017 CURSO BÁSICO DE MEDIAÇÃO PARA MAGISTRADOS 14 a 18 de agst de 2017 Lcal: Auditóri da AMB (SCN Qd. 02 Bl. D Trre B Sala 1302, Centr Empresarial Liberty Mall, Brasília/DF). Realizaçã: ENM/AMB. Data:14 a 18

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012 Pós-Graduação Lato Sensu a Distância 1º semestre 2012 FEVEREIRO/2012 Índice dos Cursos de Pós-Graduação a distância Oferta: primeiro semestre 2012 Curso Mensalidade Total Pagina ÁREA: ADMINISTRAÇÃO MBA

Leia mais

LUCIANA DE FIGUEIREDO SILVA MEIRELLES

LUCIANA DE FIGUEIREDO SILVA MEIRELLES LUCIANA DE FIGUEIREDO SILVA MEIRELLES Formação Psicóloga formada pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências São Marcos SP - CRP 10845. Especialização em Psicoterapia Clínica pelo Instituto Sedes Sapientiae

Leia mais

O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições constitucionais e regimentais,

O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições constitucionais e regimentais, RESOLUÇÃO Nº 125, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições constitucionais e regimentais, CONSIDERANDO que compete ao Conselho Nacional de Justiça

Leia mais

CAPÍTULO II DA ESTRUTURA DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

CAPÍTULO II DA ESTRUTURA DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES, que dispõe sobre a estruturação e operacionalização do Núcleo de Prática Jurídica - NUPRAJUR

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento para fins de Promoção por Merecimento - Administração Judiciária (Semipresencial) Público-alvo: magistrados catarinenses

Curso de Aperfeiçoamento para fins de Promoção por Merecimento - Administração Judiciária (Semipresencial) Público-alvo: magistrados catarinenses Capacitação em Competências de Mediação Judicial Joinville Público-alvo: servidores e voluntários/conveniados que atuam nas varas cíveis, juizados especiais e nos serviços não adversariais implantados

Leia mais

Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação

Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação Janda Thibes Mediação, Técnicas e Ambiente da Mediação Advogada, Membro da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem

Leia mais

CURSO II CONCILIADOR E MEDIADOR JUDICIAL

CURSO II CONCILIADOR E MEDIADOR JUDICIAL CURSO II CONCILIADOR E MEDIADOR JUDICIAL CURSO DE FORMAÇÃO EM CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM NOS MOLDES DA RESOLUÇÃO 125 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA E LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR ÊNFASE NOS SISTEMAS

Leia mais

Pós-graduação em Mediação Presencial (Brasília/DF)

Pós-graduação em Mediação Presencial (Brasília/DF) Pós-graduação em Mediação Presencial (Brasília/DF) Certificação da pós-graduação em parceria com a OBJETIVO GERAL Formar um pleno mediador, com capacidade de atuar, supervisionar e lecionar nas mais diversas

Leia mais

SOLUÇÃO DE CONFLITOS: CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM7

SOLUÇÃO DE CONFLITOS: CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM7 SOLUÇÃO DE CONFLITOS: CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM7 MÉTODOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS LEI DE ARBITRAGEM LEI DE MEDIAÇÃO O NOVO CPC A RESOLUÇÃO 125/2010-CNJ MICROSSISTEMA A RESOLUÇÃO 125/10-CNJ, O NOVO CÓDIGO

Leia mais

O curso será ministrado em português por dois professores certificados pelo CMAP.

O curso será ministrado em português por dois professores certificados pelo CMAP. PROGRAMA Trata-se de programa intensivo, com sólida formação técnica e treinamento com trabalhos práticos. O curso será agendado de forma a ministrar um conteúdo máximo num prazo mínimo, respeitando o

Leia mais

E D I T A L N. 29/2011

E D I T A L N. 29/2011 E D I T A L N. 29/2011 CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE SERVIDORES E FUNCIONÁRIOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas, Desembargador SEBASTIÃO COSTA

Leia mais

Nauraima da Rocha Martins

Nauraima da Rocha Martins ADVOGADA, MEMBRO DA CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM - OAB/SP. TUTORA EM MEDIAÇÃO JUDICIAL PELO MJ/ UNB/ ENAM, INSTRUTORA EM MEDIAÇÃO JUDICIAL CNJ, SUPERVISORA EM MEDIAÇÃO JUDICIAL CNJ, SUPERVISORA

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça

Conselho Nacional de Justiça RESOLUÇÃO Nº 125, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesses no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

XI CONGRESSO ESTADUAL DE MAGISTRADOS Montevideo Uruguai Setembro/2015

XI CONGRESSO ESTADUAL DE MAGISTRADOS Montevideo Uruguai Setembro/2015 XI CONGRESSO ESTADUAL DE MAGISTRADOS Montevideo Uruguai Setembro/2015 PROPONENTES: Genacéia da Silva Alberton, Desembargadora Coordenadora do Núcleo de Estudos de Mediação da Escola Superior da Magistratura

Leia mais

108 milhões SOLUÇÃO DE CONFLITOS: MEDIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM. de ações no Judiciário. Marco Buzzi

108 milhões SOLUÇÃO DE CONFLITOS: MEDIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM. de ações no Judiciário. Marco Buzzi SOLUÇÃO DE CONFLITOS: MEDIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM Marco Buzzi 108 milhões de ações no Judiciário Placar da Justiça - Associação de Magistrados Brasileiros AMB 1 (09/2016) 2 1 TAXA ANUAL DE CONGESTIONAMENTO

Leia mais

MANUAL DO ALUNO CURSO DE EXTENSÃO - NOVO CPC, PRÁTICA CIVIL E RECURSAL

MANUAL DO ALUNO CURSO DE EXTENSÃO - NOVO CPC, PRÁTICA CIVIL E RECURSAL , Mantenedora: Escola Tecnológica de Curitiba Ltda. Credenciada pela Portaria do Mec nº 1.207/2016 de 26/10/2016, publicada no DOU em 28/10/2016 MANUAL DO ALUNO CURSO DE EXTENSÃO - NOVO CPC, PRÁTICA CIVIL

Leia mais

Mediação Novo Conceito de Acesso a Justiça. Lei /2015 Dra. Carleane L. Souza

Mediação Novo Conceito de Acesso a Justiça. Lei /2015 Dra. Carleane L. Souza Mediação Novo Conceito de Acesso a Justiça Lei 13.140/2015 Dra. Carleane L. Souza CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 13.105/15 Em 2010, o projeto de Lei 166/10, deu entrada no Senado tratando das alterações no Código

Leia mais

E D I T A L N. 86/2015

E D I T A L N. 86/2015 E D I T A L N. 86/2015 CURSO DE CAPACITAÇÃO EM CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO PARA OS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS, NOS MOLDES DA RESOLUÇÃO Nº 125, COM AS ALTERAÇÕES DA EMENDA Nº 1/2013, DO CONSELHO

Leia mais

Visa resolver o conflito de maneira amigável, em uma conversa feita pelas partes com o objetivo de avaliar a possibilidade de um acordo.

Visa resolver o conflito de maneira amigável, em uma conversa feita pelas partes com o objetivo de avaliar a possibilidade de um acordo. CONCEITO A conciliação é um processo, na medida em que possui procedimentos estabelecidos, de forma lógica e cronológica, para se alcançar um determinado fim. Visa resolver o conflito de maneira amigável,

Leia mais

Curso de Capacitação de Mediadores e Conciliadores. Resolução 125/2010 do CNJ

Curso de Capacitação de Mediadores e Conciliadores. Resolução 125/2010 do CNJ Curso de Capacitação de Mediadores e Conciliadores Resolução 125/2010 do CNJ Objetivos do Curso Transmitir informações teóricas gerais sobre a conciliação e a mediação, bem como vivência prática para aquisição

Leia mais

LDB Lei de Diretrizes e Bases

LDB Lei de Diretrizes e Bases PEDAGOGIA LDB Lei de Diretrizes e Bases Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional O pedagogo estuda as teorias da ciência da educação e do ensino É

Leia mais

CURSO I CONCILIADOR E MEDIADOR EXTRAJUDICIAL MÓDULO II

CURSO I CONCILIADOR E MEDIADOR EXTRAJUDICIAL MÓDULO II CURSO I CONCILIADOR E MEDIADOR EXTRAJUDICIAL MÓDULO II CURSO DE FORMAÇÃO EM ARBITRAGEM, CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO EXTRAJUDICIAL NOS MOLDES DA LEGISLAÇÃO (RESOLUÇÃO 125 CNJ, LEIS 13.140/2015, LEI 13.129/2015

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu Mediação e os Métodos Adequados de Solução de Conflitos- 2016

Pós-Graduação Lato Sensu Mediação e os Métodos Adequados de Solução de Conflitos- 2016 Pós-Graduação Lato Sensu Mediação e os Métodos Adequados de Solução de Conflitos- 2016 Credenciado pelo NUPEMEC Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 380 horas-aula Objetivo Promover o estudo

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE AIMORÉS SUMÁRIO

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE AIMORÉS SUMÁRIO REGULAMENTO DO PROJETO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO AIMORÉS/MG SUMÁRIO REGULAMENTO DO PROJETO EMPRESARIAL... 1 Objetivos... 4 Objetivos Específicos... 4 Duração do Projeto Empresarial... 5 Disciplina

Leia mais

EMENTÁRIO. Análise da prática jurídica real; estudo e desenvolvimento das práticas extrajudiciais de solução de conflitos.

EMENTÁRIO. Análise da prática jurídica real; estudo e desenvolvimento das práticas extrajudiciais de solução de conflitos. EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: ESTAGIO SUPERVISIONADO I Período: 6 Período Carga Horária: 72H/a: EMENTA Análise da prática jurídica real; estudo e desenvolvimento das práticas extrajudiciais de solução

Leia mais

CURSO I CONCILIADOR E MEDIADOR EXTRAJUDICIAL

CURSO I CONCILIADOR E MEDIADOR EXTRAJUDICIAL CURSO I CONCILIADOR E MEDIADOR EXTRAJUDICIAL CURSO DE FORMAÇÃO EM ARBITRAGEM, CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO EXTRAJUDICIAL NOS MOLDES DA LEGISLAÇÃO (RESOLUÇÃO 125 CNJ, LEIS 13.140/2015, LEI 13.129/2015 E 13.105/2015)

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES MONITORES PARA O CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES MONITORES PARA O CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES MONITORES PARA O CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO A Diretoria da FCHPE e a Coordenação do Curso de Direito da Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco, com base no ANEXO

Leia mais

O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Direito e a Coordenação de Direito da Faculdade Católica de Rondônia - FCR RESOLVEM:

O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Direito e a Coordenação de Direito da Faculdade Católica de Rondônia - FCR RESOLVEM: O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Direito e a Coordenação de Direito da Faculdade Católica de Rondônia - FCR RESOLVEM: Estabelecer as normas inerentes à realização de atividade simulada, doravante

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E

Leia mais

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS GERAIS:

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS GERAIS: PLANO DE ENSINO FACULDADE: Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais CURSO: Direito Período: 3 DEPARTAMENTO: Ano: 2016 DISCIPLINA: Teoria Geral do Processo CARGA HORÁRIA: 80 horas PRÉ-REQUISITO: não há.

Leia mais

Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação

Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação Regina Lima e Souza CEO- Centro Mediar e Conciliar CEO do Centro Mediar & Conciliar- Cursos de Mediação. Mediadora

Leia mais

Curso de Arbitragem 1 FRANCISCO JOSÉ CAHALI

Curso de Arbitragem 1 FRANCISCO JOSÉ CAHALI Curso de Arbitragem 1 Curso de Arbitragem 10 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 1. INTRODUÇÃO... 23 1.1 Introdução às alternativas adequadas de resolução de disputas... 25 1.2 Breve histórico... 30 1.3 Bibliografia

Leia mais

Edital I Torneio Internacional de Mediação

Edital I Torneio Internacional de Mediação Edital I Torneio Internacional de Mediação Artigo 1º - O I Torneio Internacional de Mediação é uma competição entre equipes de mediação de faculdades de Direito, organizado pela Escola Superior da Magistratura

Leia mais

ESCOLA DO DIREITO. X Concurso de Sustentação Oral. Edição Especial: Simulação de Julgamento Constitucional. Edital nº 010/2016

ESCOLA DO DIREITO. X Concurso de Sustentação Oral. Edição Especial: Simulação de Julgamento Constitucional. Edital nº 010/2016 ESCOLA DO DIREITO X Concurso de Sustentação Oral Edição Especial: Simulação de Julgamento Constitucional Edital nº 010/2016 A Escola do Direito da Universidade Potiguar torna público que estarão abertas,

Leia mais

O primeiro curso já tendo diversas pessoas inscritas tem início no próximo dia 16 de dezembro.

O primeiro curso já tendo diversas pessoas inscritas tem início no próximo dia 16 de dezembro. A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) é detentora de uma sólida trajetória na área do ensino, possuindo uma experiência e tecnologia reconhecida pelos milhares de alunos que já passaram pelos seus mais

Leia mais

EDITAL Nº.146/VRG/2015 Programa Docência na Educação Básica/ UNIVALI

EDITAL Nº.146/VRG/2015 Programa Docência na Educação Básica/ UNIVALI EDITAL Nº.146/VRG/2015 Programa Docência na Educação Básica/ UNIVALI PIBID/CAPES A Vice-Reitora de Graduação da Universidade do Vale do Itajaí, no uso de suas atribuições regimentais, torna públicos os

Leia mais

GT-PEDE PLANTA. Momento Pedagógico. Grupo de Trabalho para definições estratégicas, táticas e operacionais para o projeto PEDE PLANTA

GT-PEDE PLANTA. Momento Pedagógico. Grupo de Trabalho para definições estratégicas, táticas e operacionais para o projeto PEDE PLANTA Momento Pedagógico GT-PEDE PLANTA Grupo de Trabalho para definições estratégicas, táticas e operacionais para o projeto PEDE PLANTA - Lei n 9.795/1999 - Brasília/DF, 21 de julho de 2016 Filipy Andrade

Leia mais

MEDIAÇÃO - LEGISLAÇÃO (TABELA ELABORADA POR CARLA SABOIA)

MEDIAÇÃO - LEGISLAÇÃO (TABELA ELABORADA POR CARLA SABOIA) MEDIAÇÃO - LEGISLAÇÃO (TABELA ELABORADA POR CARLA SABOIA) Tópico Extrajudicial Judicial (Lei) Lei CPC Normas e princípios gerais Prestígio à solução consensual dos conflitos, que deve ser estimulada (art.

Leia mais

CURSO DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS A HABILITAR À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDIAÇÃO NOS JULGADOS DE PAZ

CURSO DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS A HABILITAR À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDIAÇÃO NOS JULGADOS DE PAZ CURSO DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS A HABILITAR À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDIAÇÃO NOS JULGADOS DE PAZ 1. OBJECTIVOS Esta formação de Mediação no âmbito da MEDIAÇÃO NO ÂMBITO DOS JULGADOS DE PAZ visa dotar

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES ÁREAS DE UTILIZAÇÃO DA MEDIAÇÃO. Dra. Ana Luiza Pretel 23 /03 / 2016

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES ÁREAS DE UTILIZAÇÃO DA MEDIAÇÃO. Dra. Ana Luiza Pretel 23 /03 / 2016 CURSO DE CAPACITAÇÃO DE CONCILIADORES E MEDIADORES ÁREAS DE UTILIZAÇÃO DA MEDIAÇÃO Dra. Ana Luiza Pretel 23 /03 / 2016 ÁREAS DE UTILIZAÇÃO DA MEDIAÇÃO 1.Esperamos alcançar o que? resolvermos a questão

Leia mais

Apresentar ao acadêmico do curso uma visão completa sobre o Direito Empresarial, capacitandoo para a construção de seus postulados ou axiomas.

Apresentar ao acadêmico do curso uma visão completa sobre o Direito Empresarial, capacitandoo para a construção de seus postulados ou axiomas. Detalhes da Disciplina Código JUR1021 Nome da Disciplina DIREITO EMPRESARIAL I Carga Horária 60 Créditos 4 Direito Empresarial: histórico, fontes, relações, objeto e princípios. Empresa: atividade empresarial,

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016 Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE

Leia mais

Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação

Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação Corpo Docente Juízes, Mediadores, Negociadores, Psicólogos e Profissionais de Comunicação Regina Lima de Souza CEO- Centro Mediar e Conciliar CEO do Centro Mediar & Conciliar- Cursos de Mediação. Mediadora

Leia mais

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 1/2008

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 1/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br RESOLUÇÃO

Leia mais

Inovações legislativas e aspectos práticos no uso da Mediação em Propriedade Intelectual. Daniela Monteiro Gabbay

Inovações legislativas e aspectos práticos no uso da Mediação em Propriedade Intelectual. Daniela Monteiro Gabbay Inovações legislativas e aspectos práticos no uso da Mediação em Propriedade Intelectual Daniela Monteiro Gabbay 30.08.2016 Escolha da mediação: arte ou ciência? Como escolher a porta mais adequada de

Leia mais

Ordenações Filipinas Livro 3 T.20, 1 : E no começo da demanda dirá o Juiz a ambas as partes que, antes que façam as despesas e se sigam entre eles o

Ordenações Filipinas Livro 3 T.20, 1 : E no começo da demanda dirá o Juiz a ambas as partes que, antes que façam as despesas e se sigam entre eles o Ordenações Filipinas Livro 3 T.20, 1 : E no começo da demanda dirá o Juiz a ambas as partes que, antes que façam as despesas e se sigam entre eles o ódio e as dissensões, se devem concordar e não gastar

Leia mais

Curso de formação de mediadores de conflitos a habilitar para a prestação de serviços de mediação pública no âmbito dos julgados de paz.

Curso de formação de mediadores de conflitos a habilitar para a prestação de serviços de mediação pública no âmbito dos julgados de paz. Curso de formação de mediadores de conflitos a habilitar para a prestação de serviços de mediação pública no âmbito dos julgados de paz. 1. Objectivo: Esta formação de Mediação no âmbito dos julgados de

Leia mais

Programa de Pacificação Restaurativa em Londrina

Programa de Pacificação Restaurativa em Londrina Programa de Pacificação Restaurativa em Londrina Apresentação O presente documento apresenta um resumo da proposta de implantação de um Programa de Pacificação Restaurativa em Londrina e expõe para apreciação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral.

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral. Publicada no DJE/TSE nº 142, de 27/7/2012, p. 9/11 RESOLUÇÃO Nº 23.380 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 19.823 (29839-23.2007.6.00.0000) CLASSE 19 BRASÍLIA DF Relatora: Ministra Cármen Lúcia Interessado: Tribunal

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) LLM em Direito Empresarial Coordenação Acadêmica: Escola de Direito/FGV Direito Rio

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) LLM em Direito Empresarial Coordenação Acadêmica: Escola de Direito/FGV Direito Rio CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) LLM em Direito Empresarial Coordenação Acadêmica: Escola de Direito/FGV Direito Rio APRESENTAÇÃO DA FGV A FGV é uma instituição privada sem fins lucrativos,

Leia mais

CEJUSC 125/ , - FAMAZ,

CEJUSC 125/ , - FAMAZ, EDITAL DE ABERTURA Nº 02/2015 CEJUSC-FAMAZ/TJPA - PROCESSO SELETIVO PARA COMPOSIÇÃO DO BANCO DE MEDIADORES/CONCILIADORES JUDICIAIS VOLUNTÁRIOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ A Excelentíssima

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

CADASTRO, TREINAMENTO E QUALIFICAÇÃO DE INSPETORES BPL

CADASTRO, TREINAMENTO E QUALIFICAÇÃO DE INSPETORES BPL CADASTRO, TREINAMENTO E QUALIFICAÇÃO DE INSPETORES NORMA Nº NIE-CGCRE-039 APROVADA EM ABR/2013 Nº 01/ SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Documentos Complementares 5 Histórico

Leia mais

DELIBERAÇÃ0 CONSEP Nº 116/2007

DELIBERAÇÃ0 CONSEP Nº 116/2007 DELIBERAÇÃ0 CONSEP Nº 116/2007 (Republicação aprovada pela Del. CONSEP Nº 098/2008, de 14/8/2008) Regulamenta os Cursos de Pósgraduação lato sensu na Universidade de Taubaté. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

O curso será ministrado em português por dois professores certificados pelo CMAP. O horário será das 09h00 às 18h00, incluindo coffee break no local.

O curso será ministrado em português por dois professores certificados pelo CMAP. O horário será das 09h00 às 18h00, incluindo coffee break no local. PROGRAMA Trata-se de programa intensivo, com sólida formação técnica e treinamento com trabalhos práticos. O curso será agendado de forma a ministrar um conteúdo máximo num prazo mínimo, respeitando o

Leia mais

PAINEL 2 PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NO CNPC, CMCA E NO CONGRESSO NACIONAL

PAINEL 2 PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NO CNPC, CMCA E NO CONGRESSO NACIONAL PAINEL 2 PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NO CNPC, CMCA E NO CONGRESSO NACIONAL DANILO RIBEIRO MIRANDA MARTINS Procurador Federal da AGU em exercício na PREVIC, Especialista em Direito Previdenciário, Gestão Previdenciária

Leia mais

Conciliação e mediação no novo CPC. De forma sintética enumeramos as novidades trazidas pelo novo CPC a respeito das regras de conciliação e mediação.

Conciliação e mediação no novo CPC. De forma sintética enumeramos as novidades trazidas pelo novo CPC a respeito das regras de conciliação e mediação. Conciliação e mediação no novo CPC Por Fernanda Muraro Bonatto De forma sintética enumeramos as novidades trazidas pelo novo CPC a respeito das regras de conciliação e mediação. Novidade n. 1: O estímulo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO LEI COMPLEMENTAR Nº 49, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2007. DISPÕE SOBRE A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA PARA ATENDER A EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O povo do Município de São Gotardo, por seus

Leia mais

O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS

O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS FERNANDA TARTUCE Advogada orientadora do Departamento Jurídico XI de Agosto (USP); Mediadora; Mestre e Doutora em Direito Processual Civil pela USP; Professora

Leia mais

EDITAL Nº 030/2013 PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA

EDITAL Nº 030/2013 PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA EDITAL Nº 030/2013 PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, instituída como fundação pública pela Lei nº 8.405,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REAL REGULAMENTO OFERTAS EDUCATIVAS ALTERNATIVAS AO ENSINO REGULAR ANEXO II

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REAL REGULAMENTO OFERTAS EDUCATIVAS ALTERNATIVAS AO ENSINO REGULAR ANEXO II Ofertas Educativas Artigo 1.º Âmbito O presente regulamento estabelece as diretrizes essenciais ao funcionamento do curso vocacional, adequando, esclarecendo e integrando as normas legais presentes na

Leia mais

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Educação Física - Área de Aprofundamento em Escola Licenciatura Nome da Mantida: Centro Universitário de Rio Preto Endereço de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO PÚBLICA RESOLUÇÃO CSTGP Nº 02/2015 Regulamenta o Estágio Supervisionado obrigatório do Curso

Leia mais

ESCOLA DO DIREITO. CARGA HORÁRIA: - 40(quarenta) horas. - Reconhecidas integralmente, como atividade complementar, para aluno UnP.

ESCOLA DO DIREITO. CARGA HORÁRIA: - 40(quarenta) horas. - Reconhecidas integralmente, como atividade complementar, para aluno UnP. CURSO PRÁTICO DE LICITAÇÕES - FILIPE GUSTAVO BARBOSA MAUX Advogado militante e Consultor Jurídico na área de Licitações e Contratos. Professor de Direito Administrativo da graduação e da pós-graduação

Leia mais

RESOLUÇÃO 01 /2015 RESOLVE. Art. 1 - Aprovar o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, em nível de Especialização, denominado Autismo.

RESOLUÇÃO 01 /2015 RESOLVE. Art. 1 - Aprovar o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, em nível de Especialização, denominado Autismo. RESOLUÇÃO 01 /2015 Aprova o Curso de Pós-Graduacão Lato Sensu, na modalidade de Especialização, com a denominação de Curso de Especialização em Autismo. O COLEGIADO ACADÊMICO DA FACULDADE CAMPOS ELÍSEOS

Leia mais

REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA

REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA REFLEXOS DO NOVO CPC NO DIREITO DE FAMÍLIA FERNANDA TARTUCE Advogada orientadora do Departamento Jurídico XI de Agosto (USP); Mediadora; Mestre e Doutora em Direito Processual Civil pela USP; Professora

Leia mais

Regulamento Maratona de Empreendedorismo da UFRGS 2017

Regulamento Maratona de Empreendedorismo da UFRGS 2017 Regulamento Maratona de Empreendedorismo da UFRGS 2017 Realizada desde 2000, a Maratona de Empreendedorismo é um curso e competição de propostas de startup de impacto, idealizada pela Secretaria de Desenvolvimento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA

Leia mais

CATÁLOGO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Modalidade a Distância

CATÁLOGO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Modalidade a Distância CATÁLOGO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Modalidade a Distância ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos Modalidade

Leia mais

1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO

1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Caixa Postal 3037 - Lavras - MG - 37200-000 Telefone: (35) 3829-1858 - E-mail: dri@dri.ufla.br EDITAL N 002/2015/DRI/UFLA INGLÊS SEM

Leia mais

FACULDADE PITAGORAS EDITAL 01/16 PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE PITAGORAS - SÃO LUIS

FACULDADE PITAGORAS EDITAL 01/16 PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE PITAGORAS - SÃO LUIS EDITAL 01/16 PROGRAMA DE MONITORIA DA - SÃO LUIS O Diretor Geral da Faculdade Pitágoras, através da Núcleo de Atendimento Institucional - NAI, no uso de suas atribuições regimentais e de acordo com o que

Leia mais

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO NORMAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO Os trabalhos deverão ser submetidos em formato de Resumo simples, conforme modelo em anexo. Somente serão aceitos trabalhos que obedeçam às normas de formatação

Leia mais

JUR326 Direito Civil I JUR311

JUR326 Direito Civil I JUR311 FACULDADE DE DIREITO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE DIREITO (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 9, de 29 de setembro de 2004). (Matriz curricular aprovada pela Resolução Consuni n.

Leia mais

MANUAL DO ALUNO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DIREITO EMPRESARIAL E TRABALHISTA

MANUAL DO ALUNO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DIREITO EMPRESARIAL E TRABALHISTA , Mantenedora: Escola Tecnológica de Curitiba ETC Rua Itacolomi, 450 Portão CEP: 81070-150 - Curitiba-PR Telefone: 3246-7722 - Fax: 3248-0246 MANUAL DO ALUNO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DIREITO EMPRESARIAL

Leia mais

INTRODUÇÃO TIRAGEM: EXEMPLARES DIAGRAMAÇÃO: OLÉ PROPAGANDA

INTRODUÇÃO TIRAGEM: EXEMPLARES DIAGRAMAÇÃO: OLÉ PROPAGANDA 1 INTRODUÇÃO A presente cartilha visa apresentar as práticas restaurativas como uma ferramenta eficaz para a construção de espaços seguros de diálogo, de resolução positiva de conflitos e de convivência

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Extensão

MANUAL DO CANDIDATO. Extensão MANUAL DO CANDIDATO Extensão Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das disciplinas,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 125, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010.

RESOLUÇÃO Nº 125, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010. Texto compilado a partir da redação dada pela Emenda nº 01/2013. RESOLUÇÃO Nº 125, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesses

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DE PARAÍSO DO TOCANTINS (FCJP)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DE PARAÍSO DO TOCANTINS (FCJP) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DE PARAÍSO DO TOCANTINS (FCJP) Considerando a Resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE)/ Câmara de Educação Superior

Leia mais

ASPECTOS LEGAIS DA MEDIAÇÃO FAMILIAR

ASPECTOS LEGAIS DA MEDIAÇÃO FAMILIAR ASPECTOS LEGAIS DA MEDIAÇÃO FAMILIAR 1. Disciplina legal. Novo CPC (Lei 13.105/15): Art. 3º, 3 º - A conciliação, a mediação e outros métodos de solução consensual de conflitos deverão ser estimulados

Leia mais

Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul Câmara de Mediação e Arbitragem

Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul Câmara de Mediação e Arbitragem XII CURSO DE CAPACITAÇÃO EM MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM PROMOÇÃO: CRA/RS Conselho Regional de Administração/RS; CMA-CRA/RS do Conselho Regional de Administração do RS; CBMAE Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE DIREITO º Semestre

FLUXOGRAMA DO CURSO DE DIREITO º Semestre 6 FLUXOGRAMA DO CURSO DE DIREITO 2007.1 1º Semestre Ciência Política e Teoria do Estado Filosofia - Geral e do Direito Ciências Sociais Introdução ao Estudo do Direito Português Instrumental e Produção

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Relatório da III Ciranda pela Educação Bacabeira-MA

ESTADO DO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Relatório da III Ciranda pela Educação Bacabeira-MA Relatório da III Ciranda pela Educação Bacabeira-MA TEMA: Direito à Educação, Qualidade dos serviços Educacionais e Valorização da Educação Infantil no município de Bacabeira: GARANTIA DE UM FUTURO MELHOR.

Leia mais

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas do Setor Palotina da UFPR prevê a realização de estágios nas modalidades de estágio obrigatório e

Leia mais

PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. 2º Semestre de 2012

PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. 2º Semestre de 2012 PEDAGOGIA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2º Semestre de 2012 COORDENAÇÃO GERAL Diretor Geral Prof. Adalberto Miranda Distassi Coordenadoria Geral de Estágios Prof. Ricardo Constante Martins Coordenador

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 64/2010

RESOLUÇÃO N.º 64/2010 CONSELHO SUPERIOR DA RESOLUÇÃO N.º 64/2010 Dispõe sobre o uso da Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS e a capacitação de servidores no âmbito da Justiça do Trabalho de primeiro e segundo graus para atendimento

Leia mais

CURSO DE DIREITO. Formação e construção da estrutura curricular do Curso de Direito da Universidade Iguaçu

CURSO DE DIREITO. Formação e construção da estrutura curricular do Curso de Direito da Universidade Iguaçu Formação e construção da estrutura curricular do Curso de Direito da Universidade Iguaçu Para a construção da estrutura curricular do Curso de Direito da Universidade Iguaçu, levou-se em consideração a

Leia mais

Instituto de Administração de Conflitos, Mediação e Arbitragem

Instituto de Administração de Conflitos, Mediação e Arbitragem CURSO DE CAPACITAÇÃO EM MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM A - APRESENTAÇÃO Mediação é um método de resolução de conflitos que utiliza um conjunto coerente de técnicas baseadas em conhecimentos interdisciplinares,

Leia mais