Política de Inclusão e Acessibilidade da UNIPAMPA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Política de Inclusão e Acessibilidade da UNIPAMPA"

Transcrição

1 Política de Inclusão e Acessibilidade da UNIPAMPA

2 Equipes envolvidas com o Atendimento Educacional Especializado - AEE Núcleo de Inclusão e Acessibilidade (NInA) Núcleos de Desenvolvimento Educacional (NuDE) Comissões de Acessibilidade

3 Núcleos de Inclusão e Acessibilidade Os núcleos de acessibilidade nas instituições federais de educação superior visam eliminar barreiras físicas, de comunicação e de informação que restringem a participação e o desenvolvimento acadêmico e social de estudantes com deficiência. (Decreto nº 7.611/2011)

4 NInA Responsável pelo atendimento educacional especializado; Coordena a política de inclusão e acessibilidade na UNIPAMPA; Estruturado junto à PRAEC.

5 Núcleos de Desenvolvimento Educacional Responsáveis pelo encaminhamento das ações de AEE em cada campus, com orientação do NInA.

6 Comissões de Acessibilidade Comissões formadas por representantes dos segmentos de servidores de cada campus, envolvendo os NuDE: técnicos e docentes; Criadas com a finalidade de conduzir as ações de inclusão e acessibilidade em cada unidade.

7 Público alvo do AEE Estudantes com: Deficiência (física, visual, intelectual, pessoas com surdez); Transtornos Globais do Desenvolvimento; Altas Habilidades/Superdotação.

8 Programa de Inclusão e Acessibilidade Projeto de Acompanhamento ao Desempenho do Estudante - PADE Projeto NInA em Rede Projeto UNIPAMPA Acessível

9 PROJETO DE ACOMPANHAMENTO AO DESEMPENHO DO ESTUDANTE

10 Objetivos Detectar dificuldades ou barreiras no processo ensino-aprendizagem; Propor formas de superação das dificuldades tão logo sejam detectadas; Envolver docentes, técnicos do apoio pedagógico e estudantes numa reflexão-ação sobre seus papeis no processo ensino-aprendizagem.

11 Estudantes com deficiência Mapeamento dos ingressantes; Levantamento das necessidades dos estudantes com deficiência; Elaboração de um plano de atendimento educacional especializado plano de AEE; Acompanhamento do plano; Avaliação constante e replanejamento.

12 Estudantes com dificuldades de aprendizagem Acompanhamento do rendimento de todos os estudantes matriculados na instituição; Identificação dos estudantes com rendimento insatisfatório; Investigação dos fatores que estão se constituindo como barreiras para o seu desenvolvimento acadêmico; Elaboração de um plano de superação; Acompanhamento do plano, avaliação constante e replanejamento.

13 PROJETO NINA EM REDE

14 Objetivos Visa manter um fluxo constante de informações sobre acessibilidade, legislação pertinente à Educação Especial aplicável ao Ensino Superior e formas de AEE entre o NInA e as equipes responsáveis por esse trabalho em cada campus; Promover o planejamento conjunto e a construção de práticas compartilhadas.

15 Saberes enredados potencializam o caráter multidimensional dos problemas e encaminham soluções que são criadas pela diversificação dos posicionamentos de cada um que compõe essas redes. (BARANAUSKAS, MANTOAN e MELO-SOLARTE, 2010)

16 Execução Visitas técnicas periódicas aos campi; Capacitações e reuniões presenciais; Capacitações via web; Espaço constante de interação por grupo de ; Reuniões por videoconferência.

17 PROJETO UNIPAMPA ACESSÍVEL

18 Objetivos Promover o acesso à informação e aos espaços por parte de todos os estudantes, servidores e comunidade em geral; Atender aos requisitos da acessibilidade: na arquitetura; nos projetos pedagógicos dos cursos; no atendimento ao público; no sítio eletrônico; no acervo cultural e pedagógico.

19 Execução Adotar os princípios do desenho universal: na página web da UNIPAMPA e em todas as mídias utilizadas para divulgação de conteúdos e informações; nos espaços de convivência; nas bibliotecas; nos transportes e serviços. Instituir um sistema de ouvidoria. Adquirir recursos de acessibilidade.

20 Financiamento das ações Programa INCLUIR/MEC de 2008 a 2011; Recursos próprios da Universidade.

21 Ações já desenvolvidas Formação Continuada: Seminários INCLUIR (2010); Oficinas sobre tecnologia Assistiva (2011); Capacitação via Moodle para os NuDE e Comissões de Acessibilidade (2011); Acompanhamento e orientação permanente às equipes dos campi.

22 Oficinas INCLUIR Campus Jaguarão Campus Uruguaiana

23 Campus Itaqui

24 Oficinas INCLUIR Campus São Gabriel Campus São Borja

25 Estudantes com deficiência na UNIPAMPA Ingressantes em 2010: 51 Ingressantes em 2011: 49 Recebem atendimento: 22

26 Recursos de acessibilidade Impressora Braille (2) nos campi Alegrete e São Borja (deslocamento para outras unidades, por demanda); Not book (2 em cada Campus para uso dos estudantes); Software leitor de tela Jaws (2 licenças em cada campus); Scanner para digitalização de acervo (1 para cada Biblioteca em fase de distribuição);

27 Máquina de escrever Braille Perkins (1 no Campus Alegrete - pode se deslocar por demanda); Lupa eletrônica (1 em cada Campus); Mesas adaptadas para pessoas que utilizam cadeira de rodas (2 em cada campus); Esteiras elevatórias para cadeiras de rodas (2 Campus S. Livramento e Uruguaiana).

28 Em fase de aquisição Fone de ouvido com microfone e USB digital (2 para cada Campus) Sólidos Geométricos (4 por demanda) Teclados Numéricos (1 para cada Campus) 2 impressoras Braille (Campus Bagé e Jaguarão); Gravador digital (2 para cada Campus) Lupas eletrônicas (2 por demanda) Software leitor de tela (1 licença para cada Campus)

29 Referências ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS NBR 9050/2004. Acessibilidade a Edificações, Mobiliário, Espaços e Equipamentos Urbanos. Rio de Janeiro: ABNT, BARANAUSKAS, Maria C. MANTOAN, Maria T.E. MELO-SOLARTE, Diego S. Oficinas Participativas Inclusivas mediadas pelo modelo ACBP. In Atores da Inclusão na Universidade: Formação e Compromisso. Campinas, SP: UNICAMP/ Biblioteca Central Cesar Lattes. BRASIL. Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de Atendimento Educacional Especializado. Brasília, 2011.

30 . Decreto nº de 25 de agosto de Convenção Internacional sobre os direitos das Pessoas com deficiência e seu Protocolo Facultativo assinados em Nova York em 30 de março de Brasília, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. MEC/SEESP, Mantoan, M. Teresa E. BARANAUSKAS, M. Cecília C. Atores da Inclusão na Universidade: Formação e Compromisso. Campinas, SP: UNICAMP/Biblioteca Central Cesar Lattes.

31 PUPO, Deise Talarico. Biblioteca Acessível. UNIPAMPA. Projeto Institucional

32 Organização Gilvane Belem Correia Pedagoga Especialista em AEE NInA / PRAEC

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais Programa 1374 Desenvolvimento da Educação Especial Ações Orçamentárias Número de Ações 15 05110000 Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Projeto apoiado Unidade de Medida: unidade UO: 26298 FNDE

Leia mais

SEMINÁRIO LOCAL DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO PARA A UNIFESP UNIFESP PARA Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PRAE Junho/2015

SEMINÁRIO LOCAL DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO PARA A UNIFESP UNIFESP PARA Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PRAE Junho/2015 SEMINÁRIO LOCAL DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO PARA A UNIFESP UNIFESP PARA TOD@S Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PRAE Junho/2015 AÇÕES PRAE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO - A Prae acolhe questões de acessibilidade

Leia mais

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot. Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.com/ 2 Agenda Conceitos Acessibilidade Web Cenários Estudos de

Leia mais

Profa. Dra. VANESSA H. SANTANA DALLA DÉA

Profa. Dra. VANESSA H. SANTANA DALLA DÉA Profa. Dra. VANESSA H. SANTANA DALLA DÉA UFG - Números 2015 GRADUAÇÃO Deficiência No. Especificidade No. Auditiva 57 Surdos 27 Física 52 Cadeirante 4 Intelectual 19 Sínd. de Down 2 Visual 36 Cego 2 Asperger

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA SOLICITAÇÃO DE SERVIÇOS E RECURSOS DE ACESSIBILIDADE POR CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA E OUTRAS CONDIÇÕES ESPECIAIS COMPERVE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA SOLICITAÇÃO DE SERVIÇOS E RECURSOS DE ACESSIBILIDADE POR CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA E OUTRAS CONDIÇÕES ESPECIAIS COMPERVE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN NÚCLEO PERMANENTE DE CONCURSOS COMPERVE COMISSÃO PERMANENTE DE APOIO A ESTUDANTES COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS CAENE MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA

Leia mais

EDITAL Nº 137/2016 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 133/2016

EDITAL Nº 137/2016 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 133/2016 EDITAL Nº 37/06 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 33/06 O VICE-REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, retifica o Edital nº 33/06 de 7 de maio de 06, referente

Leia mais

Pró-Reitoria de Graduação. Realidades e Perspectivas

Pró-Reitoria de Graduação. Realidades e Perspectivas Pró-Reitoria de Graduação Realidades e Perspectivas Estrutura Organizacional da PROGRAD GABINETE DA PRÓ-REITORA DE GRADUAÇÃO SECRETARIA DA PRÓ-RETORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORA REGISTRO SIE COORDENADORIA

Leia mais

Atores da Inclusão na Universidade Formação e Compromisso.

Atores da Inclusão na Universidade Formação e Compromisso. Atores da Inclusão na Universidade Formação e Compromisso. M. Cecilia C. Baranauskas M. Teresa E. Mantoan Atores da Inclusão na Universidade Formação e Compromisso. M. Cecilia C. Baranauskas M. Teresa

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO -

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Curitiba COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO - CAPÍTULO I Da Natureza, das Finalidades e dos Objetivos Art.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão - SECADI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão - SECADI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão - SECADI Política de Educação Especial na Perspectiva Inclusiva Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 002/2013 - OFICINAS E PALESTRAS PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E SERVIÇOS DE ACESSIBILIDADE O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO COOPERATIVISMO NO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

COLEGIADO DE CURSOS FACULDADE UNA DE BETIM RESOLUÇÃO 01/2016. Institui a Política de Acessibilidade e Atendimento para Estudantes com Deficiências.

COLEGIADO DE CURSOS FACULDADE UNA DE BETIM RESOLUÇÃO 01/2016. Institui a Política de Acessibilidade e Atendimento para Estudantes com Deficiências. COLEGIADO DE CURSOS RESOLUÇÃO 01/2016 Institui a Política de Acessibilidade e Atendimento para Estudantes com Deficiências. O Colegiado de Cursos da Faculdade Una de Betim, no uso de suas atribuições regimentais

Leia mais

Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul. Programa de Promoção de Acessibilidade

Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul. Programa de Promoção de Acessibilidade Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul Programa de Promoção de Acessibilidade O que é o Programa de Promoção de Acessibilidade da Unisul O Programa de Promoção de Acessibilidade (PPA) busca promover

Leia mais

NOME DO CURSO: O uso pedagógico dos recursos de Tecnologia Assistiva Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: Presencial

NOME DO CURSO: O uso pedagógico dos recursos de Tecnologia Assistiva Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: Presencial NOME DO CURSO: O uso pedagógico dos recursos de Tecnologia Assistiva Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: Presencial Parte 1 Código / Área Temática Código / Nome do Curso Etapa de ensino a que se destina

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2016 NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE DA UFES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2016 NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE DA UFES PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2016 Proposta aprovada em Reunião Ordinária de fechamento de exercício do NAUFES realizada no dia 15 de janeiro de 2015. Vitória (ES), 15 de dezembro de 2015. Introdução UNIVERSIDADE

Leia mais

Inclusão e Acessibilidade na UNIPAMPA

Inclusão e Acessibilidade na UNIPAMPA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COMISSÃO ESPECIAL DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE Portaria n. 0.597, de 31 de julho de 2012 Inclusão e Acessibilidade na UNIPAMPA Relatório Técnico Profa.

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e Decreto 6949/09 Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007 PROF.VALDIRENE FIPED O PRESIDENTE

Leia mais

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: O PROGRAMA ESCOLA ACESSÍVEL

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: O PROGRAMA ESCOLA ACESSÍVEL FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL: O PROGRAMA ESCOLA ACESSÍVEL Ingrid da Silva Ricomini Universidade de São Paulo Eixo Temático: Política educacional inclusiva Palavras chave: Financiamento da educação;

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE CURSOS DE ATUALIZAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, COM FORMAÇÃO CONTINUADA

PROJETO BÁSICO DE CURSOS DE ATUALIZAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, COM FORMAÇÃO CONTINUADA 1 PROJETO BÁSICO DE CURSOS DE ATUALIZAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO, COM FORMAÇÃO CONTINUADA 1. JUSTIFICATIVA DA PROPOSIÇÃO: 1.1.1. O Programa de Formação Continuada, para a Coordenação e Implementação das Diretrizes

Leia mais

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA

PROJETO DO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADO EM INFORMÁTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO. CAMPUS CERES DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL PROJETO DO

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012 Pós-Graduação Lato Sensu a Distância 1º semestre 2012 FEVEREIRO/2012 Índice dos Cursos de Pós-Graduação a distância Oferta: primeiro semestre 2012 Curso Mensalidade Total Pagina ÁREA: ADMINISTRAÇÃO MBA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA ORGANOGRAMA INSTITUCIONAL 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA ORGANOGRAMA INSTITUCIONAL 2016 ORGANOGRAMA INSTITUCIONAL 2016 ORGANOGRAMA INSTITUCIONAL 2016 CONSUNI CONCUR ÓRGÃOS DA SUPERIOR COMISSÕES SUPERIORES ENSINO PESQUISA EXTENSÃO REITORIA AUDIN CONJUR GABINETE ÓRGÃOS COMPLEMENTARES COMISSÕES

Leia mais

Atendimento Educacional Especializado. Estudo de caso

Atendimento Educacional Especializado. Estudo de caso Atendimento Educacional Especializado Estudo de caso O AEE é um serviço da Educação Especial que identifica, elabora e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, que eliminem as barreiras para

Leia mais

EDITAL Nº 79/2017 PROJETO DE APOIO SOCIAL E PEDAGÓGICO DA UNIPAMPA PASP

EDITAL Nº 79/2017 PROJETO DE APOIO SOCIAL E PEDAGÓGICO DA UNIPAMPA PASP EDITAL Nº 79/2017 PROJETO DE APOIO SOCIAL E PEDAGÓGICO DA UNIPAMPA PASP O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que estão abertas as inscrições

Leia mais

Ministério da Educação. Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão

Ministério da Educação. Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Ministério da Educação Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Julho de 2016 1 Constituição Federal de 1988 - Direito de Todos à Educação sem preconceitos

Leia mais

Acessibilidade e Inclusão Digital em Contexto Educacional

Acessibilidade e Inclusão Digital em Contexto Educacional Capítulo 1 Acessibilidade e Inclusão Digital em Contexto Educacional Amanda Meincke Melo Abstract The Brazilian Computer Society, in 2006, put on its agenda the challenge "Participatory and Universal Access

Leia mais

PORTARIA Nº 1487, DE 05 DE NOVEMBRO DE A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

PORTARIA Nº 1487, DE 05 DE NOVEMBRO DE A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, GABINETE DA REITORIA Caixa Postal 07 CEP 96.400-970 BAGÉ/RS Telefone: 53 3240 5400 Endereço eletrônico: reitoria@unipampa.edu.br PORTARIA Nº 1487, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE PARTICIPANTES PARA O CURSO DE EXTENSÃO

EDITAL SELEÇÃO DE PARTICIPANTES PARA O CURSO DE EXTENSÃO Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Instituto Multidisciplinar EDITAL 01.2017 SELEÇÃO DE PARTICIPANTES PARA O CURSO DE EXTENSÃO Seleção de alunos para o Curso de Extensão Ensino e aprendizagem

Leia mais

NOME DO CURSO. . tipo de curso... (bacharelado, licenciatura ou CST)

NOME DO CURSO. . tipo de curso... (bacharelado, licenciatura ou CST) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PPC CAMPUS XXXXXXXXXXXXXXXXXXX.

Leia mais

O Ambiente de Acessibilidade Informacional (AAI): atuação e fluxos de trabalho

O Ambiente de Acessibilidade Informacional (AAI): atuação e fluxos de trabalho UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA III Seminário de Acessibilidade na Universidade UFSC O Ambiente de Acessibilidade Informacional (AAI): atuação e fluxos de trabalho Karyn

Leia mais

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA: ESPAÇO DE INCLUSÃO

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA: ESPAÇO DE INCLUSÃO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA: ESPAÇO DE INCLUSÃO Autores Terezinha Mônica Sinício Beltrão. Professora da Rede Pública Municipal de Ensino da Prefeitura do Recife e Professora Técnica da Gerência de Educação

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Relatório- Pesquisa de satisfação com estudantes autodeclarados com deficiência matriculados no semestre

Relatório- Pesquisa de satisfação com estudantes autodeclarados com deficiência matriculados no semestre Relatório- Pesquisa de satisfação com estudantes autodeclarados com deficiência matriculados no semestre 2015.2 APRESENTAÇÃO O presente relatório apresenta o resultado de pesquisa de satisfação realizada

Leia mais

Edital 01/2017 PRE/ AEE-DI

Edital 01/2017 PRE/ AEE-DI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS SECADI /MEC PROJETO DE ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO - DI Edital 01/2017 PRE/ AEE-DI 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: A Pró-Reitoria de Ensino,

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR

ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR ESCOLA ESTADUAL NATHÉRCIA POMPEO DOS SANTOS RELATÓRIO DE AÇÕES - 2016 ACERVO TECNOLÓGICO DA STE E RECURSOS MIDIÁTICOS DA UNIDADE ESCOLAR Corumbá MS/2016 IDENTIFICAÇÃO Diretor(a) Benedito Aparecido de Souza

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1225 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1225 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Impresso por: RODRIGO DIAS Data da impressão: 24/02/2012-16:58:00 SIGOEI - Sistema de Informações Gerenciais da OEI TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1225 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1.

Leia mais

B o l e t i m d e S e r v i ç o U N I P A M P A A n o IX N E d i ç ã o E x t r a o r d i n á r i a d e 1 6 de m a i o /

B o l e t i m d e S e r v i ç o U N I P A M P A A n o IX N E d i ç ã o E x t r a o r d i n á r i a d e 1 6 de m a i o / B o l e t i m d e S e r v i ç o U N I P A M P A A n o IX N 2 4 4 - E d i ç ã o E x t r a o r d i n á r i a d e 1 6 de m a i o / 2 0 1 6 P á g i n a 1 BOLETIM DE SERVIÇO PRESIDENTE DA REPÚBLICA INTERINO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ESPIRITO SANTO DO PINHAL-SP CONCURSO PÚBLICO EDITAL 001/2016

PREFEITURA MUNICIPAL DE ESPIRITO SANTO DO PINHAL-SP CONCURSO PÚBLICO EDITAL 001/2016 EDITAL DE PRIMEIRA RETIFICAÇÃO A Prefeitura Municipal de Espírito Santo do Pinhal, Estado de São Paulo, por meio de seu Prefeito Municipal, no uso de suas atribuições legais nos termos do artigo 37, inciso

Leia mais

O Direito da Acessibilidade e comunicação dos surdos. Neivaldo Zovico Diretor Regional da Feneis/SP

O Direito da Acessibilidade e comunicação dos surdos. Neivaldo Zovico Diretor Regional da Feneis/SP O Direito da Acessibilidade e comunicação dos surdos Neivaldo Zovico Diretor Regional da Feneis/SP Filosofo Sócrates diz : Se não tivéssemos voz nem língua, mas apesar disso desejássemos manifestar coisas

Leia mais

Recomendações sobre Acessibilidade em Instalações Portuárias

Recomendações sobre Acessibilidade em Instalações Portuárias Recomendações sobre Acessibilidade em Instalações Portuárias Agência Nacional de Transportes Aquaviários ANTAQ GTT Náutico, 12 de novembro de 2014 Marco Legal de Acessibilidade Lei 10.048 Lei 10.098 Decreto

Leia mais

SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR Elza Cristina Giostri elza@sociesc.org.br PROGRAMA Apresentação Diagnóstico de conhecimento e necessidades Conceito Geral Elaboração do relatório

Leia mais

B o l e t i m d e S e r v i ç o U N I P A M P A A n o I X N 356- E d i ç ã o E x t r a o r d i n á r i a d e 22 d e d e z e m b r o /

B o l e t i m d e S e r v i ç o U N I P A M P A A n o I X N 356- E d i ç ã o E x t r a o r d i n á r i a d e 22 d e d e z e m b r o / B o l e t i m d e S e r v i ç o U N I P A M P A A n o I X N 356- E d i ç ã o E x t r a o r d i n á r i a d e 22 d e d e z e m b r o / 2 0 1 6 P á g i n a 1 BOLETIM DE SERVIÇO PRESIDENTE DA REPÚBLICA Michel

Leia mais

NOME DO CURSO:O uso do sistema de FM no ambiente escolar Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: Presencial

NOME DO CURSO:O uso do sistema de FM no ambiente escolar Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: Presencial NOME DO CURSO:O uso do sistema de FM no ambiente escolar Nível: Aperfeiçoamento Modalidade: Presencial Parte 1 Código / Área Temática Código / Nome do Curso Etapa de ensino a que se destina Educação Especial

Leia mais

Anexo B DEMONSTRATIVO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA (IMÓVEL) IMÓVEL LOCALIZADO À xxxxxxxxxxxxx

Anexo B DEMONSTRATIVO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA (IMÓVEL) IMÓVEL LOCALIZADO À xxxxxxxxxxxxx Anexo B DEMONSTRATIVO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA (IMÓVEL) IMÓVEL LOCALIZADO À xxxxxxxxxxxxx SALAS E LABORATÓRIOS ESPAÇO QUANTIDADE ÁREA POR ESPAÇO - M² ÁREA SALAS DE AULA SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS

Leia mais

Débora Pereira Laurino Ivete Martins Pinto Universidade Federal do Rio Grande FURG

Débora Pereira Laurino Ivete Martins Pinto Universidade Federal do Rio Grande FURG Universidade Federal de Santa Catarina III Seminário de Pesquisa EAD: Experiências e reflexões sobre a Universidade Aberta do Brasil (UAB) e seus efeitos no ensino superior brasileiro Débora Pereira Laurino

Leia mais

FORMAÇÃO EM PERSPECTIVA INCLUSIVA: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE CURSOS DE PEDAGOGIA

FORMAÇÃO EM PERSPECTIVA INCLUSIVA: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE CURSOS DE PEDAGOGIA FORMAÇÃO EM PERSPECTIVA INCLUSIVA: CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DE CURSOS DE PEDAGOGIA Érica Aparecida Garrutti-Lourenço Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Eixo Temático: Formação de professores

Leia mais

A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL CONGÊNITA E ADQUIRIDA ATRAVÉS DE JOGOS PEDAGÓGICOS.

A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL CONGÊNITA E ADQUIRIDA ATRAVÉS DE JOGOS PEDAGÓGICOS. A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL CONGÊNITA E ADQUIRIDA ATRAVÉS DE JOGOS PEDAGÓGICOS. Luciana Barros Farias Lima Instituto Benjamin Constant Práticas Pedagógicas Inclusivas

Leia mais

Horário Atividade Local

Horário Atividade Local 1 ANEXO I A Secretária de Educação de Mariana, no uso de suas atribuições, tendo em vista o disposto nesta portaria, torna público que estarão abertas as inscrições para candidatos à designação para exercício

Leia mais

Apoio ao Transporte Escolar para a Educação Básica - Caminho da Escola. Concessão de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID

Apoio ao Transporte Escolar para a Educação Básica - Caminho da Escola. Concessão de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID Programa 1448 Qualidade na Escola Ações Orçamentárias Número de Ações 16 0E530000 Apoio ao Transporte Escolar para a Educação Básica - Caminho da Escola Veículo adquirido Unidade de Medida: unidade UO:

Leia mais

EDITAL Nº 174/2016 PROGRAMA DE APOIO À PARTICIPAÇÃO DE ESTUDANTES EM EVENTOS

EDITAL Nº 174/2016 PROGRAMA DE APOIO À PARTICIPAÇÃO DE ESTUDANTES EM EVENTOS EDITAL Nº 174/2016 PROGRAMA DE APOIO À PARTICIPAÇÃO DE ESTUDANTES EM EVENTOS O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA no uso de suas atribuições legais e estatutárias, considerando os termos do processo

Leia mais

RECURSOS PREFERENCIALMENTE ESCOLHIDOS PELOS ESTUDANTES CEGOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO - UFTM

RECURSOS PREFERENCIALMENTE ESCOLHIDOS PELOS ESTUDANTES CEGOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO - UFTM RECURSOS PREFERENCIALMENTE ESCOLHIDOS PELOS ESTUDANTES CEGOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO - UFTM Marieles da Silveira Edilene Alexandra Leal Soares Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Leia mais

3.2. Bibliotecas. Biblioteca Professor Antônio Rodolpho Assenço, campus Asa Sul: Os espaços estão distribuídos da seguinte forma:

3.2. Bibliotecas. Biblioteca Professor Antônio Rodolpho Assenço, campus Asa Sul: Os espaços estão distribuídos da seguinte forma: 1 3.2. Bibliotecas Contam as Faculdades UPIS com a Biblioteca Professor Antônio Rodolpho Assenço e a Biblioteca do Campus II, que atuam como centros dinâmicos de informação, atendendo o corpo docente e

Leia mais

POLÍTICA DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO DO UNIBAVE

POLÍTICA DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO DO UNIBAVE CENTRO UNIVERSITÁRIO BARRIGA VERDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO - PROADM PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - PROPPEX POLÍTICA DE ACESSIBILIDADE

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG

FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG Maria Wellitania de Oliveira Adriana de Miranda Santiago Terra Eduardo Fernandes de Miranda Sandra de Cássia Amorim Abrão

Leia mais

AMBIENTE AUTOCONFIGURÁVEL COM IMPLEMENTAÇÃO DE ACESSIBILIDADE

AMBIENTE AUTOCONFIGURÁVEL COM IMPLEMENTAÇÃO DE ACESSIBILIDADE AMBIENTE AUTOCONFIGURÁVEL COM IMPLEMENTAÇÃO DE ACESSIBILIDADE Prof Erik Ferreira Tecnologia da Informação NeaD/Unesp erik@nead.unesp.br Prof. Dr. Klaus Schlünzen Junior Coordenador do NEaD/Unesp klaus@reitoria.unesp.br

Leia mais

NÚCLEOS DE ENSINO Edital 2016

NÚCLEOS DE ENSINO Edital 2016 NÚCLEOS DE ENSINO Edital 2016 A Reitoria, por intermédio da Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD, torna público e CONVIDA os professores da UNESP, interessados em Educação, a apresentarem propostas para obtenção

Leia mais

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS Clarice Karen de Jesus Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Palavras chave:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR A DISTÂNCIA EDITAL N. 04/2016

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR A DISTÂNCIA EDITAL N. 04/2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR A DISTÂNCIA EDITAL N. 04/2016 Seleção para tutoria a distância do Curso de Especializacão em Tecnologias da Informação e da Comunicação

Leia mais

Publicado no DOE de 04/10/2006 pela Portaria SECTMA nº 190, de 03/10/2006 PARECER CEE/PE Nº 113/2006-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 12/09/2006

Publicado no DOE de 04/10/2006 pela Portaria SECTMA nº 190, de 03/10/2006 PARECER CEE/PE Nº 113/2006-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 12/09/2006 INTERESSADA: ESCOLA E CURSOS PROFISSIONALIZANTES DE INFORMÁTICA E ELETRÔNICA ECPIE ASSUNTO: RENOVAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM PROGRAMAÇÃO E REDE E EM

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CONSELHO SUPERIOR - CONSUP RESOLUÇÃO Nº 09, DE 28 DE MARÇO DE 2016

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CONSELHO SUPERIOR - CONSUP RESOLUÇÃO Nº 09, DE 28 DE MARÇO DE 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CONSELHO SUPERIOR - CONSUP RESOLUÇÃO Nº 09, DE 28 DE MARÇO DE 2016 O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 03 DE 25 DE FEVEREIRO DE

RESOLUÇÃO Nº 03 DE 25 DE FEVEREIRO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO- CONSEPE Secretaria dos Órgãos Colegiados Superiores (Socs) Bloco IV, Segundo Andar, Câmpus de Palmas (63) 3232-8067 (63) 3232-8238

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE SALA DE RECURSOS MUTIFUNCIONAIS

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE SALA DE RECURSOS MUTIFUNCIONAIS FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE SALA DE RECURSOS MUTIFUNCIONAIS Thatyana Machado Silva Claudia Miharu Togashi Gabriela Ferreira Ramiro de Souza Leila Regina de Oliveira de Paula Nunes Universidade

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA ALCIDES MAYA

FACULDADE DE TECNOLOGIA ALCIDES MAYA PROGRAMA DE PROMOÇÃO DE ACESSIBILIDADE - 2016 - FACULDADE DE TECNOLOGIA ALCIDES MAYA CORPO DIRIGENTE DA MANTENEDORA SOCIEDADE EDUCACIONAL ID Isio Eizerik Presidente da Mantenedora Devanir de Lourdes Oss-Emer

Leia mais

SESSÃO SOBRE TECNOLOGIAS DE APOIO PARA A BAIXA VISÃO

SESSÃO SOBRE TECNOLOGIAS DE APOIO PARA A BAIXA VISÃO CENTRO DE RECURSOS T I C PARA A EDUCAÇÃO ESPECIAL DE POMBAL SESSÃO SOBRE TECNOLOGIAS DE APOIO PARA A BAIXA VISÃO 1 9 D E N O V E M B R O A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D R. B I S S A Y A B A R

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE EDUCAÇÃO CEDUC CURSO DE PEDAGOGIA UNIVERSIDADE VIRTUAL DE RORAIMA (RELATÓRIO DE PESQUISA)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE EDUCAÇÃO CEDUC CURSO DE PEDAGOGIA UNIVERSIDADE VIRTUAL DE RORAIMA (RELATÓRIO DE PESQUISA) UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE EDUCAÇÃO CEDUC CURSO DE PEDAGOGIA UNIVERSIDADE VIRTUAL DE RORAIMA (RELATÓRIO DE PESQUISA) Boa Vista RR 2010 DÉBORA FERREIRA PINTO EDEANE CÉSAR DA SILVA ELISANGELA

Leia mais

Conceitos Básicos INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO E SUAS APLICAÇÕES

Conceitos Básicos INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO E SUAS APLICAÇÕES FACULDADE DOS GUARARAPES INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO E SUAS APLICAÇÕES Conceitos Básicos Prof. Rômulo César romulodandrade@gmail.com romulocesar@faculdadeguararapes.edu.br www.romulocesar.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Uso estratégico da. como ferramenta de gestão social

Uso estratégico da. como ferramenta de gestão social Uso estratégico da tecnologia digital como ferramenta de gestão social Olá! Eu sou a Micheli Jacobs Graduada em Engenharia Industrial com ênfase em desenvolvimento de Processos e Produtos. - Pós-graduada

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO DE ATENDIMENTO EDUCACIONAL AO DISCENTE FACULDADE CNEC ILHA DO GOVERNADOR

REGULAMENTO NÚCLEO DE ATENDIMENTO EDUCACIONAL AO DISCENTE FACULDADE CNEC ILHA DO GOVERNADOR REGULAMENTO NÚCLEO DE ATENDIMENTO EDUCACIONAL AO DISCENTE FACULDADE CNEC ILHA DO GOVERNADOR Núcleo de Atendimento Educacional ao Discente NAED Regulamento CAPÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS DO NAED Art.

Leia mais

Edital para a Seleção de Tutores

Edital para a Seleção de Tutores Edital para a Seleção de Tutores 1. DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1 O curso de capacitação EDUCAÇÃO INCLUSIVA E TECNOLOGIA ASSISTIVA: TRANSPONDO BARREIRAS E DESAFIOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA, aprovado por meio do Edital

Leia mais

PROJETO DE CURSO Oferta 2016

PROJETO DE CURSO Oferta 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO - SECADI UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO - UFERSA 1. IDENTIFICAÇÃO PROJETO DE CURSO Oferta

Leia mais

Equipamentos adquiridos com recursos do Núcleo de Acessibilidade Item Unidade Tomb destino FILMADORA DIGITAL VISOR LCD 3,5 POLEGDAS PANASONIC

Equipamentos adquiridos com recursos do Núcleo de Acessibilidade Item Unidade Tomb destino FILMADORA DIGITAL VISOR LCD 3,5 POLEGDAS PANASONIC Equipamentos adquiridos com recursos do Núcleo de Acessibilidade Item Unidade Tomb destino FILMADORA DIGITAL VISOR LCD 3,5 POLEGDAS PANASONIC 504799 FE FILMADORA PORTÁTIL / HD HXR-NX5N, SONY 642840 FE

Leia mais

Rede Empresarial de Inclusão Social

Rede Empresarial de Inclusão Social Rede Empresarial de Inclusão Social Rede Empresarial de Inclusão Social O que fizemos 2 de Maio 4 de Maio 11 de Maio 18 de Maio 25 de Maio 1º de Junho 26º Fórum de Empregabilidade Avaliação do 26º Fórum

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 - Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - O Centro Universitário Franciscano, por

Leia mais

A partir da década de 1990, no Brasil e no mundo, o paradigma tende a ser deslocado da integração para a inclusão. A Educação Inclusiva surgiu, e vem

A partir da década de 1990, no Brasil e no mundo, o paradigma tende a ser deslocado da integração para a inclusão. A Educação Inclusiva surgiu, e vem A partir da década de 1990, no Brasil e no mundo, o paradigma tende a ser deslocado da integração para a inclusão. A Educação Inclusiva surgiu, e vem crescendo no mundo inteiro, com base no pressuposto

Leia mais

Tecnologia Assistiva: promoção da funcionalidade e independência da pessoa com deficiência intelectual

Tecnologia Assistiva: promoção da funcionalidade e independência da pessoa com deficiência intelectual Tecnologia Assistiva: promoção da funcionalidade e independência da pessoa com deficiência intelectual Daianne Serafim Martins Terapeuta Ocupacional - CREFITO 9510 Especialista em Educação Inclusiva Mestre

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELA EQUIPE DE EAD

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELA EQUIPE DE EAD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELA EQUIPE DE EAD Elaboração

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO PÓS-GRADUAÇÃO EM ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO Instituição Certificadora: FALC Faculdade da Aldeia de Carapicuíba Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001/ 2007 Decreto 6571 (2008) Carga Horária:

Leia mais

MAPEAMENTO DA SITUAÇÃO EDUCACIONAL DOS SURDOS NA REGIÃO DE ABRANGÊNCIA DO NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE IRATI/PR

MAPEAMENTO DA SITUAÇÃO EDUCACIONAL DOS SURDOS NA REGIÃO DE ABRANGÊNCIA DO NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE IRATI/PR MAPEAMENTO DA SITUAÇÃO EDUCACIONAL DOS SURDOS NA REGIÃO DE ABRANGÊNCIA DO NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE IRATI/PR Patrícia Paula Schelp (PQE/UNICENTRO), e-mail: patricia@schelp.com.br Universidade

Leia mais

PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO

PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO PLANO DE TRABALHO PEDAGÓGICO 2014 DADOS DA INSTITUIÇÃO INSTITUIÇÃO CONVENIADA DIRETOR (A) ENDEREÇO MUNICÍPIO UF CEP TELEFONE FAX DESCRIÇÃO DO PLANO JUSTIFICATIVA Neste campo, retratar a situação do atendimento

Leia mais

Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual

Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual Especialização em Educação Especial: Deficiência Intelectual 600 horas Curso Aprovado pela Secretaria do Estado de São Paulo Portaria CEE 356 de 18/09/2013. Escola Superior de Tecnologia e Educação de

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 OBJETIVOS Discutir e fomentar conhecimentos sobre a compreensão das potencialidades,

Leia mais

SEMINÁRIO DE FORMAÇÃO PARA COORDENADORES DE CURSO. Bagé, 1º e 2/fev/2011

SEMINÁRIO DE FORMAÇÃO PARA COORDENADORES DE CURSO. Bagé, 1º e 2/fev/2011 SEMINÁRIO DE FORMAÇÃO PARA COORDENADORES DE CURSO Bagé, 1º e 2/fev/2011 O financiamento da Educação Superior Federal: desafios à gestão dos cursos de graduação Bagé, 1º e 2/fev/2011 Objetivo: evidenciar

Leia mais

O IFPB Campus Monteiro disponibilizará para o Curso Técnico em Edificações, as instalações elencadas a seguir:

O IFPB Campus Monteiro disponibilizará para o Curso Técnico em Edificações, as instalações elencadas a seguir: INFRAESTRUTURA 1 INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS O Curso Técnico Integrado em Edificações do IFPB Campus Monteiro conta com uma infraestrutura que inclui equipamentos audiovisuais e multimídias existentes e

Leia mais

Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva (2008)

Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva (2008) Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva (2008) Público-alvo da Educação Especial Alunos com: surdez deficiência física, intelectual cegueira, baixa visão, surdocegueira

Leia mais

Dados Pessoais. Objetivo

Dados Pessoais. Objetivo CURRICULUM VITAE Dados Pessoais Nome: Miguel Carlos Damasco dos Santos Telefone: (24) 3381-4399 e (24) 9998-8391 E-mail: profdamasco@resenet.com.br Site: http://www.profdamasco.site.br.com Currículo Lattes:

Leia mais

Rede Empresarial de Inclusão Social

Rede Empresarial de Inclusão Social Rede Empresarial de Inclusão Social Maio Junho Julho Agosto Realização e avaliação do 26º Fórum de Empregabilidade Decisão por ser uma Rede de Empresas Privadas Elaboração, revisão e aprovação do Regimento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor EDITAL Nº 007/UFFS/2014 - APOIO A PROJETOS DE FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA REFERENTE À AÇÃO

Leia mais

Centro de Atenção Psicossocial CONTEXTO UNIVERSITÁRIO DA PUCRS

Centro de Atenção Psicossocial CONTEXTO UNIVERSITÁRIO DA PUCRS Centro de Atenção Psicossocial ATENÇÃO PSICOSSOCIAL E INTERVENÇÃO INTERDISCIPLINAR NO CONTEXTO UNIVERSITÁRIO DA PUCRS EQUIPE CAP Coordenação Psicóloga e Pró-Reitora de Assuntos Comunitários Jacqueline

Leia mais

CAMPUS REALENGO II PLANO DE AÇÃO 2016

CAMPUS REALENGO II PLANO DE AÇÃO 2016 CAMPUS REALENGO II PLANO DE AÇÃO 2016 Meta Prioritária 1: Integração do Trabalho Pedagógico Objetivo geral: Integrar os diferentes setores do campus visando à adequação do atendimento às necessidades pedagógicas

Leia mais

Jornada UNIPAMPA em Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação

Jornada UNIPAMPA em Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação Jornada UNIPAMPA em Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação 1 - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Maio/2011 Título: Jornada UNIPAMPA em Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação. Corresponsáveis:

Leia mais

Assunto: Orientações para a Organização de Centros de Atendimento Educacional Especializado

Assunto: Orientações para a Organização de Centros de Atendimento Educacional Especializado Ministério da Educação Secretaria de Educação Especial Esplanada dos Ministérios, Bloco L 6º andar - Gabinete -CEP: 70047-900 Fone: (61) 2022 7635 FAX: (61) 2022 7667 NOTA TÉCNICA SEESP/GAB/Nº 9/2010 Data:

Leia mais

Cursos e Campus. 10 campi. 69 cursos de graduação (4 em extinção) 04 doutorados 10 mestrados acadêmicos 08 mestrados profissionais 35 especializações

Cursos e Campus. 10 campi. 69 cursos de graduação (4 em extinção) 04 doutorados 10 mestrados acadêmicos 08 mestrados profissionais 35 especializações 1 Dados Gerais 2 Localização 10 campi Cursos e Campus 69 cursos de graduação (4 em extinção) 04 doutorados 10 mestrados acadêmicos 08 mestrados profissionais 35 especializações Mais sobre a graduação:

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012.

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. Estabelece preceitos para o aperfeiçoamento da política educacional estadual dos sistemas públicos de ensino, para a permanência e o sucesso escolar de alunos com distúrbios,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2013

PLANO DE TRABALHO 2013 Objetivo 1: Estruturar as rotinas e procedimentos do SINAC (anexo, Projeto de Estágio) Recursos Necessários R$1.000,00 1 bolsista Preparação da estagiária Entrevistas com alunos, professores e funcionários

Leia mais

INCLUSÃO EDUCACIONAL DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: DESAFIOS E PERSPECTIVAS.

INCLUSÃO EDUCACIONAL DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: DESAFIOS E PERSPECTIVAS. INCLUSÃO EDUCACIONAL DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: DESAFIOS E PERSPECTIVAS. INTRODUÇÃO Nayara Viturino dos Santos Faculdades Integradas de Patos Nayara.edu@hotmail.com A ausência de conhecimento sobre

Leia mais

EDITAL N.º 224/2015 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA VAGAS DE ESTÁGIO NA UNIPAMPA

EDITAL N.º 224/2015 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA VAGAS DE ESTÁGIO NA UNIPAMPA EDITAL N.º 224/2015 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA VAGAS DE ESTÁGIO NA UNIPAMPA A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público este Edital com fins

Leia mais

A biblioteca (in)visível. III Jornadas da Informação Estarreja, 12 de outubro de 2013

A biblioteca (in)visível. III Jornadas da Informação Estarreja, 12 de outubro de 2013 A biblioteca (in)visível III Jornadas da Informação Estarreja, 12 de outubro de 2013 sumário 1. Serviço de Apoio ao Utilizador com Necessidades Especiais 2. Práticas para implementar serviços 3. Preocupações

Leia mais

PROJETO: ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO DE ESTUDANTES PORTADORES DE DEFICIÊNCIA NO AMBIENTE UNIVERSITÁRIO

PROJETO: ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO DE ESTUDANTES PORTADORES DE DEFICIÊNCIA NO AMBIENTE UNIVERSITÁRIO NAE Campus São Paulo PROJETO: ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO DE ESTUDANTES PORTADORES DE DEFICIÊNCIA NO AMBIENTE UNIVERSITÁRIO Novembro de 2017 1 NOME DOS PROPONENTES: - Profa. Dra. Sue Yazaki Sun (Coordenadora

Leia mais

Tecnologia Assistiva Evento: I Encontro Multidisciplinar da Saúde DeVry - Metrocamp 14/06/ Ronaldo Barbosa

Tecnologia Assistiva Evento: I Encontro Multidisciplinar da Saúde DeVry - Metrocamp 14/06/ Ronaldo Barbosa Tecnologia Assistiva Evento: I Encontro Multidisciplinar da Saúde DeVry - Metrocamp 14/06/2017 - Ronaldo Barbosa Tecnologia Assistiva Tecnologia Assistiva é um termo ainda novo, utilizado para identificar

Leia mais