Editores: Hypolito Jose Kalinowski Walter Godoy Jr. UB/TIB Hannover X. Produgao Grdrfica DMsao cte Recursos Didaticos CEFET-PR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Editores: Hypolito Jose Kalinowski Walter Godoy Jr. UB/TIB Hannover 89 117 018 97X. Produgao Grdrfica DMsao cte Recursos Didaticos CEFET-PR"

Transcrição

1 Editores: Hypolito Jose Kalinowski Walter Godoy Jr. UB/TIB Hannover X Produgao Grdrfica DMsao cte Recursos Didaticos CEFET-PR

2 PROGRAMAQAO E SUMARIO Sessao: Codigos I Coordenador da Sessao: Walter Godoy Junior, CEFET-PR Data: Horario: das 08h30min as 10h10min. 08:30 Concatenation of Block and Convolutional Codes with Interleaves: Performance Analysis and Design S. Benedetto, G. Montorsi 03 09:30 Uma Proposta de Algoritmo de Criptografia com Tecnicas de Correcao de Erro D. Pereira Junior, W. Godoy Junior, Z. J. Buzzi Junior, 23 09:50 Uma Aplicacao de Codigos Corretores de Erros em Criptografia V. C. da Rocha Junior, D. L de Macedo 29 SessSo: Fotonica Coordenador da Sessao: Miriam R. X. Bams, Lucent Technologies Data: Horario: das 08h30min as 10h10min 08:30 Advances in 1.3um Optical Amplifiers A. S. L. Gomes 37 09:30 Mistura de Quatro Ondas em Fibra Optica com Comprimerrto de Onda de Zero de Dispersao Varlavel ao Longo do Comprimerrto da Fibra P. B. Harboe, J. R. Souza 47 09:50 Geracao de Solitons aaros e Escuros em 1,3um por Laser MODE-LOCKED a Fibra Todo-Optico D. M. Pataca, M. de L. Rocha, R. Kashyap, K Smith, H. L. Fragnito, R. F. Souza 53 Sessao: Processamento de Imagens Coordenador da Sessao: JoHo Marcos Romano, UNICAMP Data: Horario: das 08h30min as 10h 10min 08:30 Quantizacao Eficiente das Sub-bandas Superiores em Esquemas de Codificacao de Imagens por Sub-bandas M. M. Jourdan, A. Alcaim 61 08:50 Um Codec para Imagens Paradas Baseado em Transformada Discreta de Wavelets e Quantizacao Linear Adaptativa A. C. F. Pessoa 67 09:10 Algoritmo Universal para Compressao sem Perdas, de Dados Bidimensionais W. A. Finamore, M. S. Pinho 73 09:30 Um Sistema de Vermcacao de Assinaturas Estaticas que Utiliza Morfotogia Matematica na Extracao das Caracteristicas das Imagens M. G. L Espinosa, L L Ling 79 09:50 Um Algoritmo Sequential Utilizando Redes Neurais para Reconhecimento de Numerals Manuscritos N. R. Gomes, L L. Ling 85 Sessao: Antenas e Propagacao Coordenador da Sessao: LuizA. Silva Melto, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 08h30min as 10h10min 08:30 Antenas Adaptativas: de Frost ao Algoritmo CFLS L S. Resende, J. M. T. Romano, M. G. Bellanger, 93 08:50 Corneta Duplo-Corrugada Formatada para Antena Offset Simples de Alto ROfluflTIGi klo M. G. C. Branco, E. A Filho, L.C. da Silva 99 09:10 Modelamento de Superficies Refletoras por Pseudospfines J. R. Bergmarm, F. J. V. Hasselmarm :30 Sintese de Antenas Gregorianas Duplas do Tipo OFFSET M.AB. Terada 111 IX

3 09:50 Atenuacao por Chuvas nos Tropicos: Analise Comparativa entre Modelos de Previsao e Dados Experimentais G. A. de Alencar, M. S. Assis 117 Sessao: Componentes para Sistemas de Microondas Coordenador da Sessao: Jos6 Kleberda C. Pinto, USP Data: Horario: das 10h30min as 12h1 Omin 10:30 POASAV: Uma Nova Onda Acustica Superficial M. P. dacunha :30 Filtro Rejeita Transmissao com Pinos em Guia Retangular para a Banda KU M. G. Castello Branco, L. C.da Silva :50 CircuKo Altemativo de Rastreamento de Codigos Pseudoaleatorios em Receptores CDMA L H. P. M. Alves, F. Walter 137 Sessao: AmplificadoresOticos Coordenador da Sessao: Anderson S. L Gomes, UFPE Data: Horario: das 10h30min as 12h10min 10:30 High Concentration Er 3 * doped Rber and Planar Wavaguide Amplifiers M. R. X de Barros, G. Nykolak, R. Ghosh, C. F. Kane, J. Shmulovich, D. J. DiGiovanni, A. Bruce, W. H. Grodkiewicz, P. C. Becker :30 Efeito do Sentido de Propagacao do Bombeio sobre o Ganho e Figura de Ruido em Amplificadores Opticos a Fibra Dopada C. A. Caballero P, R. F. Souza :50 Otimtzacao da Distribuicao da Potencia de Bombeamento em um Amplificador a Fibra Dopada com Erbio em dois Estagios M. J. Pontes, R. F. Souza, H. L Fragnito 165 Sessao: Comunicaeoes Oticas I Coordenador da Sessao: H&io Waldman, UNICAMP Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 250km de Transmissao Optica WDM sem Repetidores a 5Gbit/s (2x2.5Gbit/s) utilizando Modulacao Direta em Fibra com Dispersao Deslocada. J. S. Pereira, R. Y. Nakamura, S. Celaschi, A. C. Pereira Netto :00 Soliton Quasi-Soliton Interaction At Normal Dispersion Regime In Special Optical Fibers J. I. da Silva, B. M. de G. Lima, C. A. C. Feitosa, A. S. B. Sombra :20 Transmissdo de Solitons em 1,3um por 50km D. M. Pataca, M.de L Rocha, K. Smith, H. L. Fragnito, R.F. Souza 181 Sessao: Aplicacoes Industrials Coordenador da Sessao: Raul A. Nunes, DCMM/PUC-RIO Data: Horario: das 14hO0min as 16h00min 14:00 Simultaneously measuring the Cloudiness Height and the Aerosol Density by a compacted GaAs UDAR with 40nJ Pulses S. Pershin, K Voliak, R. A. Nunes, L C. S. do Carmo :00 Aplicacao de Microondas no Processo de Extracao de 6leo de Dende (Elaeis guineensis Jacq.) J. T. Pinho, F. J. Kaltner, K. Hyodo, M. F. Duarte :20 Analise de Fratura de Fibras Oticas B. J. G. Aragao :40 Recuperacao da Resistencia Mecanica de Fibras Oticas G. M. Camik), M. J. Mattewson, M E. Menkes 211

4 Sessao: Processamento Digital de Sinais Coordenador da Sessao: F$bk) Violaro, CPqD-TELEBRAS Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Interpolacao pela Transformada Discreta em Seno com Pre e P6s-Rotacao A. M. de L Araiijo, A. de M. Faria Junior :20 Analise de Imperfeicdes em Bancos QMF e CQF com Aplicacao a Conversao A/D M. A. de A Pinheiro, A Petraglia :40 Implementacao de Banco de Filtros do Tipo QMF no Dominio da Frequencia R. G. Alves, M. R. Petraglia :00 A Unimodal Adaptation Criterion for a Non-Linear IIR Self-Learning Equalizer C. A F. da Rocha, J. M. T. Romano, O. Macchi :20 Aspectos de Chaveamento Algoritmico em Equalizacao Autodidata para SistemasQAM F. R. P. Cavalcanti, J. C. M. Mota 243 Sessao: Redes I Coordenador da Sessao: Manoel Camilo Penna, CEFET-PR Data: Horario: das 14h00min as 16h00min 14:00 Interconexao de Redes Locais Usando Fibras 6pticas Z. N. Brandao, B. G. Aguiar Neto :20 Ptanejamento de Redes de Transmissao SDH Considerando os Aspectos de Modularidade dos Equipamentos A. S. Garcia, G. B. Zanandrea :40 Configuracao de Rede de Distribuicao em Telecomunicacoes A..B. Sirihal, G. R. Mateus, H. P.L Luna :00 Modelagem para o Planejamento da Rede de Acesso J. R. Formigoni Filho, H. M. F. Tavares, R. V. Ribeiro :20 Indisponibilidade em Redes de Telecomunicacoes O. D. de Mello, M. C. da Silva, H. Tavares :40 Mecanismos de Protecao de Servico A. de O. Moreno, C. A dos Santos 281 Sessao: Comunicacoes Oticas n Coordenador da Sessao: Sergio Celaschi, CPqD-TELEBRAS Data: Horario: das 08h30min as 10h1 Omin 08:30 Efeito da Largura Espectral da Fonte na Transmissao de Pulsos Solitons J. E. P. de Farias, E. Moschim :50 Estudo de Desempenho de Enlaces Opticos STM-16 Atraves de Padroes de Taxade Erros M. R. N. Ribeiro, H. Waldman :10 Simulacao e Analise Experimental de Receptores Opticos em 2.5 Gb/s com AFDEs A. A Machado, M. Giansante, A A Surerus, A C. B. Rego, E. J. T. Manganote, M. R. N. Ribeiro, H. Waldman :30 Receptor Optico para STM-4 Empregando Tecnologia de Circuitos Integrados V. P. Neto, R. A. Fischer, C. M. Cabreira, V. Corso, C. A Finardi :50 Analise da Demodulacao Optica Utilizando a Supressao de Banda Lateral Via Efeito Eletro-Optico em Interfer6metro Homodino C. Kitano, E. C. Monteiro, J. E. B. Oliveira 313 Sessao: Redes II Coordenador da Sessao: MaxH. Costa, UNICAMP Data: Horario: das 08h30min as 10h1 Omin 08:30 Transporte de Video a Taxa Variavel em Redes Digitais de Services Integrados - Faixa Larga: Codificacao, Previsao do Trafego e MuWplexacao Estatistica R. Coelho 321 XI

5 Yll 09:30 Um Novo Protocolo Ponto-a-Multiponto de Retransrrrissao Seletiva com Previsao de Transbordo de Memdria H. M. de Lima, O. C. M. B. Duarte :50 Um Protocolo de Acesso Deterministico com Eqiiidade: F-RAMA (Fair Resource Auction Multiple Access) A. L de A. Pinheiro, J. R. B. de Marca 329 Sessao: Compressao e Sintese de Voz Coordenador da Sessao: Weiler Finamore, CETUC/PUC-RIO Data: Horario. das 08h30min as 10h1 Omin 08:30 Quantizacao Vetorial Hibrida dos Parametros LSF da Voz L. M. da Silva, A Alcaim :50 Um Estudo Comparativo de Taxas de Transmissao de Prototipos para a Codlficacao TFI de Sinais de Voz E. da S. Morais, L M. da Silva :10 Determinacao de Fronteiras entre Constituintes Prosodicos do Portugues Falado no Brasil C. H. da Silva, F. Violaro :30 Interface entre Processamento de Texto e de Sinai para a Sintese de Fala por L de C. T. Gomes, E. J. Nagle, J. G.Chiqurto :50 Um Conversor Texto-Fala para o Portugues Brasileiro com Processamento Linguistico de Alta Qualidade F. Violaro, P. A. Barbosa, E. C. Albano, E. Francozo 361 Sessao: Eletromagnetismo I Coordenador da Sessao: Attflk) J. Giarola, UNICAMP Data: Horario: das 08h30min as 10h10min 08:30 Difracao Optica em Fibras Musculares Atraves da Teoria de Espalhamento M. Freitas, M. R. N. Ribeiro, J. Simao, D. V. Vassalo :50 Espalhamento Eietromagnetico por Corpos Dieletricos Usando Funcoes de Base Sotenoidais Tridimensionais S. A. de Carvalho, L. de S. Mendes :10 Determinacao Numerica das Raizes da Equa^ao Caracteristica de Guias Circulares com Carregamento de Dteletrico L C. da Silva :30 Desempenhos Computacionais de Tres Metodos de Eliminacao de Modos Espurios em Solucdes de Elementos Rnitos para Guias Dieletricos C. G. Migliora, M. B. F. Chaves :50 Efficient Finite Element Modelling of Optical Waveguides with Arbitrary Curved Interfaces HE. H. Figueroa, M. Silveira 393 Sessao: Redes m Coordenador da Sessao: RosSngeta Coelho, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 10h30min as 12h1 Omin 10:30 Auto Similaridade do Trafego Agregado em Redes de Dados D. S. Arantes :30 Uma Nova Arquitetura Tridimensional em Malha Altemada Regular com Isotropia Global A. J. Certteno Filho, L L. Ling :50 Otimizacao do Desempenho da MSN: A QMSN A. A. T. P. de Moraes, L. L Ling 427

6 Sessao: Sistemas CDMA Coordenador da Sessao: Omar Branquinho, CPqD-TELEBRAS Data: Horario: das 10h30min as 12h1 Omin 10:30 Efeito da Setorizacao no Desempenho de Sistemas de Telefonia Celular CDMA R. Altieri, A N. Barreto, J. C. Brandao :50 Analise dos Parametros Utilizados no Sistema CDMA Comercial em Relacao a Capacidade do Canal M. S. de Alencar, R. G. Monte :10 Efeito da Forma dos Pulsos na Interferencta MuMplo-Acesso de um Sistema CDMA A. S. de Almeida, J. C. Brandao :30 Capacidade de Trafego em um Sistema de Telefonia Celular CDMA com Limitacao de Canais e Fila de Espera A. N. Barreto, J. C. Brandao :50 Probabilidade de Erro de BIT em Sistemas Spread Spectrum Quase Sincronos P. J. E. Jeszensky, J. R. Fitzgerald Jr. 461 Sessao: Comunicacoes Oticas in Coordenador da Sessao: Edson Moschim, UNICAMP Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Recent Advances in Optical Communications M. Artiglia :00 WDM de Ana Densidade com 4 Canais Opticos Modulado em Intensidade Com Deteccao Dtreta J. S.. Pereira, I. F. de Faria Jr, J. T. de Jesus, W. J. C. de Oliveira, E. Missio, C. Coral :20 Descricao de um Sistema Optico Multicanal Multiplexado em Frequencia A. Podcameni, M. M. Mosso 475 Sessao: Aplicacdes Medicas e Biologicas Coordenador da Sessao: Michel Yacoub, UNICAMP Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Uma Proposta de Sistema de Inducao de Hipertermia por Microondas J. N. de Carvalho, F. de A F. Tejo, M. A B. de Melo :20 BioteJemetria por Acoplamento Indunvo - Parte I: Mutua Indutancia entre Bobinas Circulares S. F. Pichorim, P. J. Abatti :40 Btotelemetria por Acoplamento btdutivo-parte II: Mutua Indutancia entre Bobina Circular esotenoide S. F. Pichorim, P. J. Abatti :00 Efeitos Bioldgicos da Telefonia Celular AAAdeSalles :20 Sobre Normas de Seguranca para a Exposicao a Campos Eletromagneticos de Radio-Frequencias e Microondas J. T. Senise 507 Sessao: Processamento de Voz Coordenador da Sessao: Abraham Alcaim, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Criptoanalise de Sinais de Voz Cifrados por TSP Usando Redes Neurais e Mean- Fiekl Anneling J. A. Apolinario Junior, P. R. S. Mendonca, L P. Caloba :20 Comparison of Different Neural Paradigms in a Speaker Recognition Task Using Mel-Frequency Cepstral Coefficients Correlations R. A B. Soria, E. F. Cabral Junior 521 XIII

7 XIV 14:40 Aplicacao da Relacao Sinal-Ruido Intra-Palavra no Reconhecimento Automatico de Fala em Ruido I. Sanches :00 Isolated Word Recognition Using Hidden Markov Models F. Violaro, B. Kaspar, J. A. Martins :20 Reconhecimento de Fala com Vocabulario Flexivel para o Portugues Brasileiro UtUizandoHMM H. F. Nunes, F. Violaro 539 Sessao: Eletromagnetismo II Coordenador da Sessao: Jos6 Rodolfo Souza, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Caracteristicas de Transmissao e Reflexao de Guias de Onda Multicamadas com Grade Dieletrica Operando com Polarizacao TM L P. de Oliveira, A. J. Giarola, J. C. W. A Costa :20 Analise de Guias NRD Acoplados por Intermedio de Substrato Anisotropico A. C. Cesar :40 Anafise da Propagacao de Solitons em Fibras Oticas Atraves do Metodo da Serie de Fourier T. Gomsztejn, J. R. Souza :00 Compute da Componente Longitudinal de Campos Excitados por Densidades Supernciais de Corrente em Regioes biteriores L Q. da Silva, 0. P. Perez :20 Propagacao Complexa em Estruturas Arbitrarias de Ondas Milimetricas H. C. C. Femandes, 0. S. D. da Costa 571 Sessao: Comunicacoes Oticas IV Coordenador da Sessao: Evandro Contort, UNICAMP Data: Horario: das 08h30min as 10h 10min 08:30 Comunicacoes em Pico-Celulas: Sistemas Fibra - Radio C. R. Lima :30 Determinacao de Desempenho de Sistemas de Transmissao Optica pela Atmosfera G. J. V. Segatto, J. Klein, L S. Mendes :50 Levantamento Hidrografico para Definicao de Rota de Cabo Submarino no Sistema Optico Submarino Domestico Brasileiro M. A. G. Canongia 599 Sessao: Educacao Coordenador da Sessao: Luis Afonso Bermudez, UNB Data: Horario: das 08h30min as 10h1 Omin 08:30 Ambiente Computacional para o Estudo de Guias de Ondas e Cavidades Ressonantes K. Hyodo, M. F. Duarte, J. T. Pinho :50 Aprendendo Eletromagnetismo com o Software Mathematica (TM) W. B. de Lima, P. de T. Neves Junior, R. T. de Almeida, M. E. V. Segatto, E. P.Cardoso, L de C. Calmon :10 Implementacao Educational de um Sistema de Comunicacoes Via Radio A.S. Silva, A C. Vandertei,., E. M. Medeiros, R. C. Raposo, R. D. Caminha Filho, F. C. Silva, L. A. Bermudez, A. J. M. Soares, S. J. C. Costa, P. H. Carvalho, H. Abdalla Jr :30 Software Educational para o Estudo de Antenas J. A. Lisboa :50 Cad Educativo para Projeto de Amprrficadores de Baixo Ruido A. C. G. C. Reis, V. S. Silva, P. M. G. I. Reis, J. C. A. dos Santos 629

8 Sessao: Codigos II Coordenador da Sessao: ValdemarC. Rocha Jr., UFPE Data: Horario: das 08h30min as 10h10min 08:30 Frequency Hopping Sequences Generated by Hermrtean Codes FM.de Assis :50 Codigos de Grupo Cornutativo M. E. Pellenz, J. Portugheis :10 Sobre a Implementacao de Reticulos: Um Algoritmo de Decodifica^ao/Demapeamento Combinados A 1.1. Shari'a, H. M. de Oiiveira :30 Procedimentos Simples para a Procure de Codigos Otimos, atraves de Matrizes Geradoras representadas por Cosets. E. de M. Rosa, W. da C. Borelli :50 Codigo de Bloco de Modulacao M-PSK Multidimensional com Protecao Desigual deerros C. S.C.M. de Jesus, J. Portugheis 661 Sessao: Antenas de Microflta Coordenador da Sessao: Luck) Cividanes, INPE Data: Horario: das 08h30min as 09h50min 08:30 Efeito da Anisotropia Dieletrica na impedancia de Entrada de Antenas Tipo Patch Retangular de Microfita J. de R. S. Oiiveira, A G. tfassuncao, C. S. da Rocha :50 Ferramenta Computational para Analise e Projeto de Antenas de Microfita Circularmente Polarizadas F. Lumini, J. C. Lavaca, L Cividanes :10 Comparacoes entre Tipos de Antenas Circularmente Polarizadas e seus Resultados Praticos e Teoricos G. Splitt, J. Heinstadt, C. CM. Junqueira :30 Projeto e Desenvorvimento de Antenas "Wraparound" para Telemetria de Misseis J. M. Bezerra 687 Sessao: Cobertura Celular Coordenador da Sessao: Glaudo Siqueira Lima, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 10h30min as 12h1 Omin 10:30 Modelo de Trajetorias de Raios para Sistemas Moveis em Ambientes Rorestais com Descontinuidade Abrupta de Relevo. D. C. de Souza, G. P. dos S. Cavalcante :50 Aplicacao do Tracado de Raios no Planejamento de Sistemas Radio Microcelulares P. Frederick, N. C. Sanches, E. Costa :10 Predicao de Cobertura em Ambientes Indoor Utilizando Ray-Tracing Forca Bruta Modificado A A Afaria, C. K. ctavila, R. de Magalhaes, M. D. Yacoub :30 Predicao de Cobertura Celular com Metodos Empiricos e Estatisticos Combinados C. K cfavila, M. D.Yacoub :50 Medidas de Cobertura de Sistemas Moveis Celulares em Areas Urbanas: Comparacao com Modelos de Predicao G. L. Siqueira, E. A Vasquez, R. A Gomes, C. B. Sampaio, H. D.ABorghi 717 XV

9 XVI SessSo: Dispositivos Oticos Coordenador da Sessao: Antonio C. G. Bordeaux Rego, CPqD-TELEBRAS Data: Horario: das 10h30min as 12h10min 10:30 Analise do Efeito Termico sobre o LJmiar de Oscilacao em Lasers de Emissao Superficial com Cavidade Vertical (VCSELs) A. A Leal, E. Confbrti :50 A Sofiton Source Using a 1X2 Electro-Optic Modulator C. Mazzali, H. L Fragnito :10 Caracteristicas Dinamicas de Fotodetetores Baseados em Dopagem Modulada (MODFETs) M. A Romero :30 Firtro Optico por Rechazo, Sintonizable Mediante Curvature L Gutierrez, C. Ramirez, A M. Guzman, H. J. Kalinowski :50 Fixed Dispersion, Wavelength Tracking Chirped Fiber Grating S. Barcelos, R. I. Laming, W. H. Loh, M. N. Zervas 747 Sessao: Comunicacoes Moveis Coordenador da Sessao: Joao CeVto BrandSo, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Sobreposicao entre Celulas com Restricao de Cobertura L. G. de R. Guedes, M. D. Yacoub :20 Simuiacao do Canal Radio Mdvel de Faixa Larga com Desvanecimento NaKagami Sombreado J. E. Vargas B., M. D. Yacoub :40 Combined Channel Allocation Techniques In Mobile Radio Systems A. A. Shinoda, M. D. Yacoub :00 Arquitetura e Sinalizacao em Redes Celulares H. V. Cameiro, J. Santivanez G., J. R. B. de Marca :20 Interferencias Relationadas a Sistemas de Comunicacoes Moveis Via Satelites Nao Geoestationarios A. Bagdadi, R. A. F. de Souza, E. Costa 779 Sessao: Sensores a Fibra Otica Coordenador da Sessao: Hypdftto Jos$ Kalinowski, CEFET-PR Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Recent Developments in Static and Dynamic Light Scattering Sensors for Characterizing Fluid-Suspended Particles M. Brenci, A. Mencaglia, A. G. Mignani :00 Transmissor de Sinais a Rbra Otica com Aplicacao em Medidas de Tensao e Corrente em Linhas de Alta Tensao M. M. Wemeck, P. Porciuncula, J. M. de Oiiveira, A. C. S. de Abrantes :20 Sensor de Absorcao por Campo Evanescente com Rbra Otica D. Sugawara, A. C. Cesar 801 Sessao: Dispositivos para Enlaces Oticos Coordenador da Sessao: Sergio Barcelos, CEFET-PR Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Demux Todo-Optico em OTDM de Dois Canais Operando nas 2 s e 3* Janelas de Comunicacao D. M. Pataca, M. de L. Rocha, P. Gunning, KSmith, H. L. Fragnito, R. F. Souza :20 Misturador Optico Harmonico Usando Laser Mode-Locking Miniaturizado para Distribuicao de Sinais de CATV atraves de Radio de Ondas Milimetricas C. R. Lima, P. A Davies :40 Modulador FM para Sistemas de CATV Utilizando Mura'plexacao por Subportadora (SCM) M. Turchette, J. C. Sartori, M. A. Romero 821

10 15:00 Amplificador Integrado de Transimpedantia em GaAs para Enlaces Urbanos e biterurbanos em Sistemas SDH/STM-O V. Corso, V. P. Neto, R. A Fischer, C. A Finardi :20 DesenvoWimentos na Tecnologia de Arseneto Galio (GaAs MMIC) na TELEBRAS C. A Finardi, R. A. Fischer, V. Corso, V. P. Neto 833 Sessao: Eletromagnetismo in ' Coordenador da Sessao: Jos6 Carlos Araujo dos Santos, IME Data: Horario: das 14h00min as 15h40min 14:00 Analise do Efeito do Desalinhamento dos Bxos Opticos na Caracteristica de Propagacao em Guias Dieletricos Anisotropicos Usando FD-FD C. L. da S.S. Sobrinho, A J. Giarola :20 Transmission Line Discontinuities in a Multilayer Dielectric Media in a Rectangular Waveguide O. M. C. Pereira Filho, T. K. Sarkar :40 Condicao de Absorcao Simplificada para o Metodo FDTD W. A Artuzi Junior :00 Modelamento do Guia SLAB atraves do Metodo FDTD F. P. Venturini, L. S. Mendes :20 Aplicacao da MTRT na Analise de Estruturas com o Substrato Horizontaimente Estratificado A. Gomes Neto 865 Sessao: Transmissao Digital Coordenador da Sessao: Jose Mauro Fortes, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 16h00min as 17h40min 16:00 Dimensionamento de Enlaces Digitals com Base na Recomendacao UIT-T G.826 G. P. G. Bedoya, J. C. Brandao :20 Analise do Cancelamento Adaptivo de Interferencias em Sistemas Radio Digitals de Alto Capacidade com Re-Uso de FreqQencia R. R. de Lyra, J. C. Brandao :40 Analise de Desempenho de Sistemas de Modulacao {m-qam} 2 E. C. Giraudo, R. Baldini Filho, R. R. Scarabucci :00 A Lower Bound on the Information Rate of a Binary Channel With tntersymbol Interference M. S. de Alencar, F. M. Assis, :20 Melhoramento da Sensibilidade dos Receptores Opticos pelo Esquema Heterodino/Coerente M. B. de Maizman, E. Moschim 897 Sessao: Circuitos e Dispositivos de Microondas Coordenador da Sessao: Abelardo Podcameni, CETUC/PUC-RIO Data: Horario: das 16h00min as 18h00min 16:00 Influentia de bnperfeicdes em um Reflectometro de Seis Portas A J. B. de Oiiveira, A C. de S. Assis, :20 Amplificador de Potencia 4W-Banda L A S. Verri, L. C. Barbosa, H. K Lee :40 Um Calorimetro para Microondas de Alta Potencia A. A Pimenta, P. J. Castro, J. J. Barroso, T. Idehara, I. Ogawa, :00 Um Ressoador Coaxial para Discriminacao de Modos em Girotrons J. J. Barroso, P. J. de Castro :20 Amplificador Distribuido em GaAs -1 a 17 GHz CF.de Araujo, F. S. Correra :40 Baluns Ativos em Tecnologia de Circuitos Integrados de Microondas D. Viveiros Junior, M. A Luqueze, D. Consormi 935 XVII

11 XVIII Sessao: Tratamento de Sinais Coordenador da Sessao: Da/ton S. Arantes, UNICAMP Data: Horario: das16h00min as 17h40min 16:00 Uma Analise das Solucoes de Norma Minima e de Minimos Quadrados Totais para Predicao Linear R. P. Lemos, A Lopes :20 Transformada Wavelet e Funcao de Arnbiguidade em Deteccao de Sinais de Radar e Sonar F. C. Martins, F. T. Sakane, D. Femandes :40 Estimacao de um Sinai Modulado em Frequencia E. T. de Souza, T.Yoneyam :00 Analise dos Efeitos da Palavra de Tamanho Finita na hnplementacao do Algoritmo do Gradiente Estocastico com Erro Complexo em Canceladores de Ecos para Transmissao de Dados pela Rede Telefonica Publica Comutada R. P. F. Hoefel :20 Consideracoes sobre a Aplicabilidade de Equalizadores Autodidatas em Comunicacoes Moveis 0. A Sousa Filho, R. da R. Lopes, J. E. Vargas B., J. M.T. Romano, M. D. Yacoub 967 Sessao: Optoeletronica Coordenador da Sessao: Hugo Fragnito, UNICAMP Data: 25-Q7-96 Horario: das 16h00min as 17h40min 16:00 Geracao de Pulsos Curtos em 1,3 um por Chaveamento de Ganho de Laser Semicondutor D. M. Pataca, M. de L. Rocha, K. Smith, H. L. Fragnito, R. F. Souza :20 Analise da Estabilidade Estruturai em Laser de Cavidade Extema L M. R. Coda, S. Celaschi, E. Confbrti :40 Two-Section All-Active Tunable DBR Lasers-A Source For WDM Systems 1. F. de Faria Junior, A. Paradisi,, W. J. C. de Oiiveira, E. Missio, J. S. Pereira :00 Laser Semicondutor de MuHiplas Secoes para Operacao a Altas Velocidades (Ate 375 Ghz) J. F. Martins Filho, C. N. Ironside :20 Determinacao dos Parametros mtrinsecos de Lasers Semicondutores Atraves da Resposta em Frequencia A. C. G. Bourdeaux-Rego, E. J. T. Manganote, A.A Bernussi, M. Giansante, M. T. Furtado, A. Amorim 999

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR 1 Validade: A partir de 01/91 Departamento Acadêmico de: Engenharia Elétrica Curso: Engenharia Industrial Elétrica Carga Horária: 60H ( Teórica: 30H Lab.: 30H Exerc.: 00H ) Créditos: 03 Pré-requisitos:

Leia mais

2- Conceitos Básicos de Telecomunicações

2- Conceitos Básicos de Telecomunicações Introdução às Telecomunicações 2- Conceitos Básicos de Telecomunicações Elementos de um Sistemas de Telecomunicações Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Telecomunicações 2 1 A Fonte Equipamento que origina

Leia mais

UFSM-CTISM. Comunicação de Dados Meios de Transmissão Aula-03

UFSM-CTISM. Comunicação de Dados Meios de Transmissão Aula-03 UFSM-CTISM Comunicação de Dados Meios de Transmissão Aula-03 Professor: Andrei Piccinini Legg Santa Maria, 2012 Par trançado Cabo coaxial Fibra óptica Meios Não-guiados Transmissão por rádio Microondas

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE INFORMAÇÃO A LONGAS DISTÂNCIAS ONDAS ELETROMAGNÉTICAS E COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO DE INFORMAÇÃO A LONGAS DISTÂNCIAS ONDAS ELETROMAGNÉTICAS E COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO DE INFORMAÇÃO A LONGAS DISTÂNCIAS À medida que uma onda se propaga, por mais intensa que seja a perturbação que lhe dá origem, uma parte da sua energia será absorvida pelo meio de propagação,

Leia mais

SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO ÓPTICA : INICIAR A PROPOSTA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM DISCIPLINA OPTATIVA, DURANTE PERÍODO DE AQUISIÇÃO DE CRÉDITOS.

SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO ÓPTICA : INICIAR A PROPOSTA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM DISCIPLINA OPTATIVA, DURANTE PERÍODO DE AQUISIÇÃO DE CRÉDITOS. SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO ÓPTICA : INICIAR A PROPOSTA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM DISCIPLINA OPTATIVA, DURANTE PERÍODO DE AQUISIÇÃO DE CRÉDITOS. Sandra Maria Dotto Stump sstump@mackenzie.com.br Maria Aparecida

Leia mais

Minicursos MOMAG 2012. 15º SBMO Simpósio Brasileiro de Micro ondas e Optoeletrônica 10º CBMag Congresso Brasileiro de Eletromagnetismo

Minicursos MOMAG 2012. 15º SBMO Simpósio Brasileiro de Micro ondas e Optoeletrônica 10º CBMag Congresso Brasileiro de Eletromagnetismo www.momag2012.com.br Minicursos MOMAG 2012 15º SBMO Simpósio Brasileiro de Micro ondas e Optoeletrônica 10º CBMag Congresso Brasileiro de Eletromagnetismo João Pessoa PB, Brasil 05 08 de agosto de 2012

Leia mais

Sistema de comunicação óptica. Keylly Eyglys Orientador: Adrião Duarte

Sistema de comunicação óptica. Keylly Eyglys Orientador: Adrião Duarte Sistema de comunicação óptica Keylly Eyglys Orientador: Adrião Duarte História A utilização de transmissão de informação através de sinais luminosos datam de épocas muito remotas. Acredita-se que os gregos

Leia mais

1 Problemas de transmissão

1 Problemas de transmissão 1 Problemas de transmissão O sinal recebido pelo receptor pode diferir do sinal transmitido. No caso analógico há degradação da qualidade do sinal. No caso digital ocorrem erros de bit. Essas diferenças

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL PERFIL 3001 - Válido para os alunos ingressos a partir de 2002.1 Disciplinas Obrigatórias Ciclo Geral Prát IF668 Introdução à Computação 1 2 2 45 MA530 Cálculo para Computação 5 0 5 75 MA531 Álgebra Vetorial

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Parte II: Camada Física Dezembro, 2012 Professor: Reinaldo Gomes reinaldo@computacao.ufcg.edu.br Meios de Transmissão 1 Meios de Transmissão Terminologia A transmissão de dados d

Leia mais

Sistemas Wireless: Comunicação via satélite. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

Sistemas Wireless: Comunicação via satélite. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Sistemas Wireless: satélite. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Satélite Aspectos Gerais Os satélites de comunicação: Surgiram na década de 60. Contendo características

Leia mais

1 Introdução. 1.1. Motivação

1 Introdução. 1.1. Motivação 15 1 Introdução Esta dissertação dedica-se ao desenvolvimento de um analisador de erro para Redes Ópticas através da utilização de circuitos integrados programáveis de última geração utilizando taxas que

Leia mais

Sinal analógico x sinal digital. Sinal analógico. Exemplos de variações nas grandezas básicas. Grandezas básicas em sinais periódicos

Sinal analógico x sinal digital. Sinal analógico. Exemplos de variações nas grandezas básicas. Grandezas básicas em sinais periódicos Plano Redes de Computadores Transmissão de Informações nálise de Sinais ula 04 Introdução Dados, sinais e transmissão Sinal analógico x sinal digital Sinais analógicos Grandezas básicas Domínio tempo x

Leia mais

Camada Física. Bruno Silvério Costa

Camada Física. Bruno Silvério Costa Camada Física Bruno Silvério Costa Sinais Limitados por Largura de Banda (a) Um sinal digital e suas principais frequências de harmônicas. (b) (c) Sucessivas aproximações do sinal original. Sinais Limitados

Leia mais

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona SDH A SDH, Hierarquia Digital Síncrona, é um novo sistema de transmissão digital de alta velocidade, cujo objetivo básico é construir um padrão internacional unificado, diferentemente do contexto PDH,

Leia mais

Introdução aos Sistemas de Comunicação

Introdução aos Sistemas de Comunicação Introdução aos Sistemas de Comunicação Edmar José do Nascimento (Princípios de Comunicação) http://www.univasf.edu.br/ edmar.nascimento Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Engenharia

Leia mais

Transmissão e Multiplexação. Rodolfo I. Meneguette

Transmissão e Multiplexação. Rodolfo I. Meneguette Transmissão e Multiplexação Rodolfo I. Meneguette Redes de Acesso e Meios Físicos P: Como conectar os sistemas finais aos roteadores de borda? Redes de acesso residencial redes de acesso institucional

Leia mais

Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis

Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis 2.1. Histórico e Evolução dos Sistemas Sem Fio A comunicação rádio móvel teve início no final do século XIX [2], quando o cientista alemão H. G. Hertz demonstrou que as

Leia mais

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Fundamentos em Sistemas de Computação Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Camada Física Primeira cada do modelo OSI (Camada 1) Função? Processar fluxo de dados da camada 2 (frames) em sinais

Leia mais

WDM e suas Tecnologias

WDM e suas Tecnologias Universidade Federal do Rio de Janeiro Escola Politécnica Departamento de Eletrônica e Computação EEL 878 Redes de Computadores I Turma EL1-2004/1 Professor: Otto Carlos Muniz Bandeira Duarte Aluna: Mariangela

Leia mais

www.omnisys.com.br Importância da FAPESP na história da Omnisys

www.omnisys.com.br Importância da FAPESP na história da Omnisys www.omnisys.com.br Importância da FAPESP na história da Omnisys 1 / Sumário 1. Quem somos nós? 2. Nossas instalações 3. Distribuição de receita 4. Áreas de atuação 5. A importância da FAPESP 6. Conclusão

Leia mais

Prof. Dr. Arismar Cerqueira Sodré Junior Prof. Dr. Arismar Cerqueira S. Jr. arismar@inatel.br

Prof. Dr. Arismar Cerqueira Sodré Junior Prof. Dr. Arismar Cerqueira S. Jr. arismar@inatel.br Rádio sobre Fibra: Tecnologia Chave para Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016 Prof. Dr. Arismar Cerqueira Sodré Junior 1 Contexto Tecnológico 2 Sumário da apresentação I. Contexto Tecnológico II.

Leia mais

2 Meios de transmissão utilizados em redes de telecomunicações 2.1. Introdução

2 Meios de transmissão utilizados em redes de telecomunicações 2.1. Introdução 2 Meios de transmissão utilizados em redes de telecomunicações 2.1. Introdução Atualmente, as estruturas das redes de comunicação são classificadas conforme a escala: rede de acesso, rede metropolitana

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS ENG JR ELETRON 2005 29 O gráfico mostrado na figura acima ilustra o diagrama do Lugar das Raízes de um sistema de 3ª ordem, com três pólos, nenhum zero finito e com realimentação de saída. Com base nas

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Diretoria do Campus Curitiba Gerência de Ensino e Pesquisa Departamento Acadêmico de Eletrônica CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS

Leia mais

Sistemas de Comunicação Óptica

Sistemas de Comunicação Óptica Sistemas de Comunicação Óptica Mestrado em Engenharia Electrotécnica e e de Computadores Docente : Prof. João Pires Objectivos Estudar as tecnologias que servem de base à transmisssão óptica, e analisar

Leia mais

UMTS. www.teleco.com.br 1

UMTS. www.teleco.com.br 1 UMTS Este tutorial apresenta os conceitos básicos do Universal Mobile Telecommunications System (UMTS) padrão de 3ª Geração de sistemas celulares para evolução de redes GSM. Autor: Eduardo Tude Engenheiro

Leia mais

Tratamento do sinal Prof. Ricardo J. Pinheiro

Tratamento do sinal Prof. Ricardo J. Pinheiro Fundamentos de Redes de Computadores Tratamento do sinal Prof. Ricardo J. Pinheiro Resumo Modulação e demodulação Técnicas de modulação Analógica AM, FM e PM. Digital ASK, FSK e PSK. Multiplexação e demultiplexação

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22 DEPARTAMENTO: Sistemas de Informação PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Redes de Computadores I PROFESSOR: SERGIO ROBERTO VILLARREAL SIGLA: RED I E-MAIL: sergio.villarreal@udesc.br CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA:

Leia mais

INF-111 Redes Sem Fio Aula 02 Modelagem de Canais de Rádio Prof. João Henrique Kleinschmidt

INF-111 Redes Sem Fio Aula 02 Modelagem de Canais de Rádio Prof. João Henrique Kleinschmidt INF-111 Redes Sem Fio Aula 02 Modelagem de Canais de Rádio Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, outubro de 2014 Roteiro Introdução Fundamentos de Transmissão Digital Unidades de Medida em Telecomunicações

Leia mais

NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE TRANSMISSORES E TRANSCEPTORES DE ESTAÇÕES RÁDIO BASE E DE ESTAÇÕES REPETIDORAS

NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE TRANSMISSORES E TRANSCEPTORES DE ESTAÇÕES RÁDIO BASE E DE ESTAÇÕES REPETIDORAS ANEXO À RESOLUÇÃO N o 554, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE TRANSMISSORES E TRANSCEPTORES DE ESTAÇÕES RÁDIO BASE E DE ESTAÇÕES REPETIDORAS 1. Objetivo Esta Norma estabelece,

Leia mais

DWDM A Subcamada Física da Rede Kyatera

DWDM A Subcamada Física da Rede Kyatera DWDM A Subcamada Física da Rede Kyatera José Roberto B. Gimenez Roteiro da Apresentação Tecnologia DWDM A rede Kyatera SC09 Bandwidth Challenge Conclusão Formas de Multiplexação em FO TDM Time Division

Leia mais

Redes de Computadores sem Fio

Redes de Computadores sem Fio Redes de Computadores sem Fio Prof. Marcelo Gonçalves Rubinstein Programa de Pós-Graduação em Engenharia Eletrônica Faculdade de Engenharia Universidade do Estado do Rio de Janeiro Programa Introdução

Leia mais

Redes de Computadores I - Meios de Transmissão. por Helcio Wagner da Silva

Redes de Computadores I - Meios de Transmissão. por Helcio Wagner da Silva Redes de Computadores I - Meios de Transmissão por Helcio Wagner da Silva Classificação Meios guiados: Par trançado. Cabo coaxial. Fibra óptica. Meios Não-guiados: Transmissão por rádio. Microondas. Infravermelho.

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 81/2011-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 20/06/2011 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 81/2011-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 20/06/2011 I RELATÓRIO: INTERESSADA: ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO - POLI ASSUNTO: RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES RELATOR: CONSELHEIRO ARNALDO CARLOS DE MENDONÇA PROCESSO

Leia mais

Local Multipoint Distribuition Service (LMDS)

Local Multipoint Distribuition Service (LMDS) Local Multipoint Distribuition Service (LMDS) Este tutorial apresenta a tecnologia LMDS (Local Multipoint Distribuition Service), acesso em banda larga para última milha por meio de rádios microondas.

Leia mais

Camada Física: Meios de transmissão não guiados

Camada Física: Meios de transmissão não guiados Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Camada Física: Meios de transmissão não guiados Transmissão sem Fio Pessoas cada vez mais dependente das redes; Alguns especialistas afirmam

Leia mais

ANÁLISE DA PLANICIDADE DO GANHO DE AMPLIFICADORES HÍBRIDOS COM BOMBEAMENTO RESIDUAL RESUMO

ANÁLISE DA PLANICIDADE DO GANHO DE AMPLIFICADORES HÍBRIDOS COM BOMBEAMENTO RESIDUAL RESUMO 13 ANÁLISE DA PLANICIDADE DO GANHO DE AMPLIFICADORES HÍBRIDOS COM BOMBEAMENTO RESIDUAL Márcia da Mota Jardim Martini 1 Fernando Almeida Diniz 2 Leonardo Paganotto 3 RESUMO Neste trabalho são estudadas

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos

1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos 1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos 1.1 Introdução Consiste em um guia de onda cilíndrico, conforme ilustra a Figura 1, formado por núcleo de material dielétrico (em geral vidro de alta pureza),

Leia mais

Engenheiro Eletrônico pela Unicamp e Mestre em Engenharia Eletrônica pelo INPE.

Engenheiro Eletrônico pela Unicamp e Mestre em Engenharia Eletrônica pelo INPE. Antena Coletiva: Projeto e Cuidados para Receber a TV Digital Este tutorial apresenta considerações para projeto de sistemas de antena coletiva para distribuir sinais de TV digital de alta definição, HD,

Leia mais

TRANSMISSÃO DE DADOS

TRANSMISSÃO DE DADOS TRANSMISSÃO DE DADOS Aula 4: Multiplexação Notas de aula do livro: FOROUZAN, B. A., Comunicação de Dados e Redes de Computadores, MCGraw Hill, 4ª edição Prof. Ulisses Cotta Cavalca

Leia mais

Departamento. Matéria. Disciplina. Código. Carga Horária (horas-aula) Objetivos. Ementa OP3.2014. Telecomunicações

Departamento. Matéria. Disciplina. Código. Carga Horária (horas-aula) Objetivos. Ementa OP3.2014. Telecomunicações Departamento Curso Formação Profissional Elétrica Engenharia Elétrica Disciplina Código Rádio e Telefonia OP3 Docentes João Bustamante (Professor Responsável). Matéria Telecomunicações Carga Horária (horas-aula)

Leia mais

Segunda Lista de Exercícios

Segunda Lista de Exercícios INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Segunda Lista de Exercícios 1. Qual é a posição dos meios de transmissão no modelo OSI ou Internet? Os meios de transmissão estão localizados abaixo

Leia mais

O capítulo 1 faz um overview sobre o mercado de telecomunicações, suas limitações e desenvolvimentos tecnológicos.

O capítulo 1 faz um overview sobre o mercado de telecomunicações, suas limitações e desenvolvimentos tecnológicos. 1. INTRODUÇÃO A indústria das comunicações tem passado, nos últimos anos, mundialmente, por profundas transformações. A liberação, desregulamentação, expansão global tornaram-se características de todos

Leia mais

Antena Dipolo Planar. Christian Pinheiro Garcias. É Engenheiro de Telecomunicações pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (IESAM, 2007).

Antena Dipolo Planar. Christian Pinheiro Garcias. É Engenheiro de Telecomunicações pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (IESAM, 2007). Antena Dipolo Planar O conteúdo deste tutorial foi obtido do artigo de autoria do Christian Pinheiro Garcias, do Edson dos Santos Souza e do Jean Almeida Cordeiro para a etapa de classificação do III Concurso

Leia mais

INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL 1. INTRODUÇÃO / DEFINIÇÕES

INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL 1. INTRODUÇÃO / DEFINIÇÕES 1 INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL 1. INTRODUÇÃO / DEFINIÇÕES 1.1 - Instrumentação Importância Medições experimentais ou de laboratório. Medições em produtos comerciais com outra finalidade principal. 1.2 - Transdutores

Leia mais

Circuitos de Comunicação Introdução

Circuitos de Comunicação Introdução Circuitos de Comunicação Introdução Gil Pinheiro UERJ-FEN-DETEL Circuitos de Comunicação Objetivo: Estudar os blocos funcionais eletrônicos e de processamento digital de sinais que são utilizados nas comunicações

Leia mais

Video Lecture RF. Laps

Video Lecture RF. Laps Video Lecture RF Laps Agenda 1. Considerações no projeto de circuitos RF 2. Casamento de impedância 3. Parâmetros S e Carta de Smith 4. Dispositivos/blocos comumente usados 5. Arquiteturas de transceptores

Leia mais

Luiz Bertini. Antenas Parabólicas

Luiz Bertini. Antenas Parabólicas Antenas Parabólicas Possuem uma alta diretividade o que nos leva a perceber que possui um alto ganho. Uma antena receptora de satélites de 3 metros de diâmetro, por exemplo, tem um ganho de 33dB, ou seja,

Leia mais

Análise do Enlace de Comunicação

Análise do Enlace de Comunicação Análise do Enlace de Comunicação Edmar José do Nascimento (Tópicos Avançados em Engenharia Elétrica I) http://www.univasf.edu.br/ edmar.nascimento Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado

Leia mais

Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h)

Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de O curso tem como objectivos específicos, dotar os participantes de conhecimentos que lhes permitam: Obter a RENOVAÇÃO da CERTIFICAÇÃO reconhecida pela ANACOM como técnico de projecto

Leia mais

Antenas Parabólicas. - Tela de alumínio; - Fibra de vidro; - Alumínio.

Antenas Parabólicas. - Tela de alumínio; - Fibra de vidro; - Alumínio. Antenas Parabólicas Possuem uma alta diretividade o que nos leva a perceber que possui um alto ganho. Uma antena receptora de satélites de 3 metros de diâmetro, por exemplo, tem um ganho de 33dB, ou seja,

Leia mais

Multiplexação. Multiplexação. Multiplexação - FDM. Multiplexação - FDM. Multiplexação - FDM. Sistema FDM

Multiplexação. Multiplexação. Multiplexação - FDM. Multiplexação - FDM. Multiplexação - FDM. Sistema FDM Multiplexação É a técnica que permite a transmissão de mais de um sinal em um mesmo meio físico. A capacidade de transmissão do meio físico é dividida em fatias (canais), com a finalidade de transportar

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES II. Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br

REDES DE COMPUTADORES II. Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br REDES DE COMPUTADORES II Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br REDE PÚBLICA x REDE PRIVADA Rede Pública Circuitos compartilhados Rede Privada Circuitos dedicados Interligação entre Dispositivos

Leia mais

Diodo túnel Diodo Esaki

Diodo túnel Diodo Esaki Diodo túnel Diodo Esaki Diodos convencionais são dopados com um átomo de impureza para cada dez milhões de átomo de semicondutor intrínseco. Aumentando-se a dopagem para mil átomos de impureza para cada

Leia mais

Transmissão de Dados

Transmissão de Dados T 1 Transmissão de Dados FEUP/DEEC/RCD 2002/03 MPR/JAR T 2 Terminologia e Conceitos Meios de transmissão A transmissão de sinais, sob a forma de ondas electromagnéticas, é suportada em meios de transmissão

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS bits CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS I bloco codificador 1 codificador mapeador oscilador de canal de símbolo B/2 Q bloco 2 bloco 3 3 CDA antena amplificador bloco 4 CDA: conversor digital para analógico A figura

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Macêdo Firmino Meios de Transmissão Macêdo Firmino (IFRN) Redes de Computadores Abril de 2012 1 / 34 Pilha TCP/IP A B M 1 Aplicação Aplicação M 1 Cab M T 1 Transporte Transporte

Leia mais

CENTRO FED. DE EDUC. TECNOLOGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA RJ. 11.02.04.99.18 Solicitação de Matrícula( por curso )

CENTRO FED. DE EDUC. TECNOLOGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA RJ. 11.02.04.99.18 Solicitação de Matrícula( por curso ) .0.0.99.8 Solicitação de Matrícula( por curso ) Curso: GFISPET - PET - CURSO SUPERIOR DE LICENCIATURA EM FÍSICA Período: º Semestre de 0 Data: 8/0/0 Hora: :08 Dt. Dt. Solicit. Disciplina Período Ideal

Leia mais

Comunicação sem fio - antenas

Comunicação sem fio - antenas Comunicação sem fio - antenas Antena é um condutor elétrico ou um sistema de condutores Necessário para a transmissão e a recepção de sinais através do ar Na transmissão Antena converte energia elétrica

Leia mais

Cancerologia Cirúrgica - 3 anos

Cancerologia Cirúrgica - 3 anos Cancerologia Cirúrgica - 3 anos IGOR FERREIRA PACHECO 801465 3º 60,079 SERGIO DA SILVA PEREIRA 803209 4º 58,241 UPE - UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO KERGINALDO JÁCOME DA COSTA FILHO 801616 5º 52,368 JERÔNIMO

Leia mais

RECEPTOR AM DSB. Transmissor. Circuito Receptor AM DSB - Profº Vitorino 1

RECEPTOR AM DSB. Transmissor. Circuito Receptor AM DSB - Profº Vitorino 1 RECEPTOR AM DSB Transmissor Circuito Receptor AM DSB - Profº Vitorino 1 O receptor super-heteródino O circuito demodulador que vimos anteriormente é apenas parte de um circuito mais sofisticado capaz de

Leia mais

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA PCS 2476 Introdução - 1 Meios Físicos e Suas Características PCS 2476 Introdução - 2 Linhas Físicas Linhas Bifilares Par de fios Cabo de Pares Linha Aberta Linha de Alta Tensão

Leia mais

Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour

Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour WLAN: Parte I Técnicas de Modulação, Taxas de Transmissão e Alcance Faixa de Freqüências faixa desde até comprimento da onda ELF 30 Hz 300 Hz 10 7 metros

Leia mais

Grade Curricular - Engenharia de Computação

Grade Curricular - Engenharia de Computação Grade Curricular - Engenharia de Computação SEMESTRE 1 - Obrigatórias FCM0101 Física I 6 0 6 FFI0180 Laboratório de Física Geral I 2 0 2 SAP0678 Desenho 2 0 2 SAP0679 Humanidades e Ciências Sociais 2 0

Leia mais

DISCIPLINA: Eletrônica II

DISCIPLINA: Eletrônica II DISCIPLINA: Eletrônica II Vigência: a partir de 2007/1 Período Letivo: 7º semestre Carga Horária Total: 60h Código: EE.761 Ementa: Amplificadores diferenciais e de múltiplos estágios, circuitos eletrônicos

Leia mais

IEEE 802.11 a, b, g, n

IEEE 802.11 a, b, g, n IEEE 802.11 a, b, g, n Redes de Computadores I Professor Otto Carlos Muniz Bandeira Barreto Bruno Dias Martins Rodolfo Machado Brandão Costa Rodrigo Leite de Queiroz Sumário 1. Introdução 4. Perguntas

Leia mais

1 Modulação digital para comunicações móveis

1 Modulação digital para comunicações móveis 1 Modulação digital para comunicações móveis Tabela 1: Algumas modulações empregadas em telefonia celular Sistema Forma de Largura da Critério de Razão celular modulação portadora qualidade sinal-ruído

Leia mais

LISTA DE ESCOPO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÕES POR FAMÍLIA

LISTA DE ESCOPO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÕES POR FAMÍLIA LISTA DE ESCOPO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÕES POR FAMÍLIA ANTENAS FAMÍLIAS DE PRODUTOS ACUMULADORES DE ENERGIA (BATERIA) CABOS COAXIAIS CABOS ÓPTICOS E FIBRAS ÓPTICAS CABOS PARA TRANSMISSÃO DE DADOS

Leia mais

Simulações Utilizando o OptiSystem. Belém - Mar 2006

Simulações Utilizando o OptiSystem. Belém - Mar 2006 Simulações Utilizando o OptiSystem Belém - Mar 2006 1 Conteúdo 1. Visão Geral 2. O Ambiente de Simulação 2.1 Conceito de SubSistema 3. Biblioteca de Componentes 4. Modelos Implementados 5. Variando Parâmetros

Leia mais

3B SCIENTIFIC PHYSICS

3B SCIENTIFIC PHYSICS 3B SCIENTIFIC PHYSICS Conjunto para microondas 9,4 GHz (230 V, 50/60 Hz) Conjunto para microondas 10,5 GHz (115 V, 50/60 Hz) 1009950 (115 V, 50/60 Hz) 1009951 (230 V, 50/60 Hz) Instruções de operação 10/15

Leia mais

Lista de Exercícios A1

Lista de Exercícios A1 1 a QUESTÃO: A figura abaixo mostra simplificadamente um sistema de televisão inter-oceânico utilizando um satélite banda C como repetidor. O satélite tem órbita geoestacionária e está aproximadamente

Leia mais

Antena Escrito por André

Antena Escrito por André Antena Escrito por André Antenas A antena é um dispositivo passivo que emite ou recebe energia eletromagnéticas irradiada. Em comunicações radioelétricas é um dispositivo fundamental. Alcance de uma Antena

Leia mais

1 OSCILADOR SEM AMORTECIMENTO. 1.1 A equação do oscilador harmónico e o movimento harmónico simples. 1.2 O plano complexo

1 OSCILADOR SEM AMORTECIMENTO. 1.1 A equação do oscilador harmónico e o movimento harmónico simples. 1.2 O plano complexo 1 OSCILADOR SEM AMORTECIMENTO 1.1 A equação do oscilador harmónico e o movimento harmónico simples 1.2 O plano complexo 1.3 Movimento harmónico simples, fasores e movimento circular uniforme 1.4 O circuito

Leia mais

Infraestrutura para Redes de 100 Gb/s. André Amaral Marketing andre.amaral@padtec.com Tel.: + 55 19 2104-0408

Infraestrutura para Redes de 100 Gb/s. André Amaral Marketing andre.amaral@padtec.com Tel.: + 55 19 2104-0408 Infraestrutura para Redes de 100 Gb/s 1 André Amaral Marketing andre.amaral@padtec.com Tel.: + 55 19 2104-0408 Demanda por Banda de Transmissão: 100 Gb/s é Suficiente? Demanda por Banda de Transmissão:

Leia mais

Aula III Redes Industriais

Aula III Redes Industriais Aula III Redes Industriais Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Disciplina: Instrumentação e Automação Industrial I(ENGF99) Professor: Eduardo Simas(eduardo.simas@ufba.br) 1 Introdução Muitas

Leia mais

Capítulo 2. Elementos de um Sistema de Telecomunicações Digital

Capítulo 2. Elementos de um Sistema de Telecomunicações Digital Capítulo 2 Elementos de um Sistema de Telecomunicações Digital Conceito de Comunicação Digital: Transmissão de informação em forma digital a partir de uma fonte geradora da informação até um ou mais destinatários.

Leia mais

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA PESQUISA CABO COAXIAIS ASPECTOS TECNICOS FIBRA OPTICA SISTEMA TIPICO DE COMUNICAÇÃO PTICA ESTRUTURA DE UMA FIBRA OPTICA TIPOS DE FIBRA OPTICA Por Ítalo da Silva Rodrigues

Leia mais

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 3 Henrique Silva Pereira 05 Clube Naval de Rabo de Peixe 57.46 4 Dinis da Silva Marques 04 Clube Naval de Ponta Delgada NT Prova 2 Femin., 50m Mariposa Absolutos Série

Leia mais

Capítulo 2: Camada Física. Capítulo 2. A camada física

Capítulo 2: Camada Física. Capítulo 2. A camada física Capítulo 2: Camada Física Capítulo 2 A camada física slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. Computer Networks, Fifth Edition by Andrew Tanenbaum and David Wetherall, Pearson

Leia mais

26. O sistema brasileiro de televisão digital adota os seguintes parâmetros para HDTV:

26. O sistema brasileiro de televisão digital adota os seguintes parâmetros para HDTV: IFPB Concurso Público/Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (Edital 24/2009) CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CÓDIGO 06 UCs de Comunicações Móveis e/ou de Processamento de Sinais de Áudio e Vídeo

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Multiplexação e Frame Relay

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Multiplexação e Frame Relay e Frame Relay o Consiste na operação de transmitir varias comunicações diferentes ao mesmo tempo através de um único canal físico. Tem como objectivo garantir suporte para múltiplos canais. o A multiplexação

Leia mais

Infra-Estrutura de Redes

Infra-Estrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Infra-Estrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Objetivos: Camada física

Leia mais

Transmissão das Ondas Eletromagnéticas. Prof. Luiz Claudio

Transmissão das Ondas Eletromagnéticas. Prof. Luiz Claudio Transmissão das Ondas Eletromagnéticas Prof. Luiz Claudio Transmissão/Recebimento das ondas As antenas são dispositivos destinados a transmitir ou receber ondas de rádio. Quando ligadas a um transmissor

Leia mais

DH 406A SISTEMA DE TREINAMENTO EM MICROONDAS. Descrição de componentes

DH 406A SISTEMA DE TREINAMENTO EM MICROONDAS. Descrição de componentes DH 406A SISTEMA DE TREINAMENTO EM MICROONDAS Descrição de componentes 2 1 INTRODUÇÃO O sistema de treinamento em microondas DH-0406A foi desenvolvido para permitir explorar experimentalmente alguns conceitos

Leia mais

Figura 2.1: Coordenadas esféricas

Figura 2.1: Coordenadas esféricas 2 Conceitos Radar Neste capítulo serão tratados os conceitos necessários para se entender um sistema radar. É preciso entender quais são as principais medidas que um radar detecta, quais são os componentes

Leia mais

2 Arquitetura do sistema de comunicação móvel celular

2 Arquitetura do sistema de comunicação móvel celular 18 2 Arquitetura do sistema de comunicação móvel celular Neste capítulo será mostrada uma configuração básica para qualquer sistema de comunicação móvel celular, relacionando as principais funções de cada

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com COMUTAÇÃO CIRCUITOS PACOTES É necessário estabelecer um caminho dedicado entre a origem e o

Leia mais

Sistemas de Distribuição de CATV e Antenas Coletivas

Sistemas de Distribuição de CATV e Antenas Coletivas Sistemas de Distribuição de CATV e Antenas Coletivas O objetivo deste tutorial é conhecer os componentes utilizados em sistemas de distribuição de CATV (TV à cabo) e antenas coletivas, usadas para a recepção

Leia mais

Codificação e modulação

Codificação e modulação TRABALHO DE REDES UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR CURSO: BACHARELADO EM INFORMÁTICA PROF.:MARCO ANTÔNIO C. CÂMARA COMPONENTES: ALUNO: Orlando dos Reis Júnior Hugo Vinagre João Ricardo Codificação e modulação

Leia mais

Figura 1 - Comparação entre as camadas do Modelo OSI e doieee. A figura seguinte mostra o formato do frame 802.3:

Figura 1 - Comparação entre as camadas do Modelo OSI e doieee. A figura seguinte mostra o formato do frame 802.3: Introdução Os padrões para rede local foram desenvolvidos pelo comitê IEEE 802 e foram adotados por todas as organizações que trabalham com especificações para redes locais. Os padrões para os níveis físico

Leia mais

Prof.: GIANOTO EE012 - FEI

Prof.: GIANOTO EE012 - FEI TELEFONIA CELULAR Tecnologia celular digital - sistema TDMA TDMA= Time Division Multiple Acess Multiplexação digital As informações de vários usuários são transmitidas em um canal comum em um determinado

Leia mais

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO 1 COMUNICAÇÃO A COMUNICAÇÃO pode ser definida como a transmissão de um sinal através de um meio, de um emissor para um receptor. O sinal contém uma mensagem composta

Leia mais

Horário: 2015.1 (1º Semestre)

Horário: 2015.1 (1º Semestre) Horário: 2015.1 (1º Semestre) 07:10/08:00 08:00/08:50 08:50/09:40 Física I (ta) (Calouros) AVGA (ta) Cálculo dif. E int. I Cálculo dif. E int. I Ciência do ambiente AVGA (ta) Cálculo dif. E int. I Cálculo

Leia mais

III.2. CABLE MODEMS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS UNIDADE III SISTEMAS HÍBRIDOS

III.2. CABLE MODEMS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS UNIDADE III SISTEMAS HÍBRIDOS 1 III.2. CABLE MODEMS III.2.1. DEFINIÇÃO Cable modems são dispositivos que permitem o acesso em alta velocidade à Internet, através de um cabo de distribuição de sinais de TV, num sistema de TV a cabo.

Leia mais

(Versão revista e atualizada do tutorial original publicado em 15/03/2004)

(Versão revista e atualizada do tutorial original publicado em 15/03/2004) Sistemas de Distribuição de CATV e Antenas Coletivas O objetivo deste tutorial é conhecer os componentes utilizados em sistemas de distribuição de CATV (TV à cabo) e antenas coletivas, usadas para a recepção

Leia mais