Aula 35 O Segundo Reinado brasileiro ( ): a política externa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 35 O Segundo Reinado brasileiro (1840-1889): a política externa"

Transcrição

1 Aula 35 O Segund Reinad brasileir ( ): a plítica externa 1 - CONFLITOS PLATINOS: Causa básica: Cntrle da navegaçã na Bacia d Prata. Causas secundárias: Disputas territriais e enfraqueciment de rivais. Acess a prvíncias d interir, especialmente Mat Grss (Brasil) 2 - CONTETO: A) URUGUAI: 2 partids rivais Blancs Estancieirs d interir Pró-Argentina Líder - ORIBE B) ARGENTINA: Buens Aires Interir. Clrads Cmerciantes de Mntevidéu Pró-Brasil Líder - RIVERA Buens Aires Líder Rsas Interir (Crrientes e Entre-Rís) Líder - Urquiza 3 AS GUERRAS: Apiad pels Blancs d Uruguai A) Guerra cntra Oribe (1850) - Uruguai Apiad pels Clrads d Uruguai e pel Brasil Brasil e General Argentin Urquiza (prvíncia de Entre-Ris) Oribe se rende em utubr de 1851 Oribe (Partid Blanc)

2 B) Guerra cntra Rsas (1852) - Argentina Prvíncias de Crrientes e Entre Ris chefiadas pel gen. Urquiza sublevam-se cntra Rsas General Urquiza firma aliança cm Brasil e Uruguai (Mntevidéu) Derrubada de Rsas (1852) e Tratad de Neutralidade (cmérci e navegaçã) C) Guerra cntra Aguirre ( ) - Uruguai Blancs n Uruguai elegem Aguirre Venânci Flres (Clrad) tenta tmar pder (via armada) Estancieirs uruguais saqueiam prpriedades gaúchas Brasil Pede indenizações que sã negadas Brasil envia esquadra (almirante Tamandaré) e exércit Renúncia de Aguirre (1864) Invasã d Uruguai prvca revlta n Paraguai Guerra d Paraguai D) A Guerra d Paraguai ( ): Mair cnflit armad da América Latina. Paraguai antes da Guerra: Causas: Sem dívida externa, sem analfabetism, miséria u escravidã, cm indústrias, estradas de ferr, universidades, telégraf, exércit desenvlvid, gvernad ditatrialmente pr Slan López. Paraguai sem saída para mar Mau exempl psiçã inglesa a prjet paraguai. Rmpiment de relações diplmáticas cm Brasil (represália a invasã d Uruguai e depsiçã de Aguirre). Estpim: Captura d navi Marquês de Olinda Invasã paraguaia a Mat Grss e Argentina (1865). Declaraçã de Guerra (Tríplice Aliança) Brasil em 13 de dezembr de 1864 Argentina em 18 de març de 1865 Uruguai em mai de 1865

3 Fases da Guerra Fase I - Ofensiva Paraguaia n Brasil e Argentina ( ) Fase II - Frças Argentinas (General Mitre) n Paraguai ( ) Fase III - Frças Brasileiras (Caxias) n Paraguai ( ) Fase IV - Campanha da Crdilheira - Cnde D Eu ( ) Batalhas Imprtantes Batalha d Riachuel ( ) Vitória brasileira Cmand de Duque de Caxias Pass da Pátria, Batalha de Tuiuti (vencid pels Aliads) Curupaiti (vencid pels Paraguais) Frte Humaitá Caxias cnsegue abertura de brecha para invasã d Paraguai Ocupaçã de Assuncin (jan/1869) Campanha da Crdilheira Perseguiçã à Slan Lpez (que se refugia nas matas cm exércit de crianças) Campanha de Cerr-Crá (1870) Cnde d Eu (Luís Filipe Gastã de Orléans) Batalha de Peribebui e Acsta-Nhu Mrte de Slan Lpez Razões para a derrta Superiridade de ppulaçã (n de pessas na guerra) e equipaments Blquei Inglês a Paraguai Tríplice Aliança Cnseqüências para Paraguai Paraguai perde territóri para Argentina e Brasil Destruiçã d parque industrial paraguai Venda de terras públicas à estrangeirs paraguais precisavam pagar aluguel para cultiv Venda das estradas de ferrs para ingleses e reservas de mate e madeiras para estrangeirs Mrte de 75% da ppulaçã (90% ds hmens) Cnseqüências para Inglaterra Afirmaçã de interesses ecnômics na regiã.

4 Cnseqüências para Brasil Enfraqueciment da mnarquia Surgem idéias republicanas, campanha ablicinista e questã religisa

5 Fntes de pesquisa ANGLO: Ensin médi: livr text. Sã Paul: Angl, 2002 COTRIM, Gilbert. História Glbal: Brasil e Geral vlume únic. 8 ed. Sã Paul: Saraiva, GRINSCHPUN. Iair: Brasil Impéri - II Reinad ( ).pdf PETTA, Niclina Luiza de. et al. História: uma abrdagem integrada: vlume únic. Sã Paul: Mderna,

Aula 19 Brasil Império: o Primeiro Reinado (1822 1831) A monarquia autoritária

Aula 19 Brasil Império: o Primeiro Reinado (1822 1831) A monarquia autoritária Aula 19 Brasil Impéri: Primeir Reinad (1822 1831) A mnarquia autritária 1. Assembléia Cnstituinte de 1823 Já havia sid cnvcada na regência de D. Pedr (03/06/1822) Abertura da Assembléia Cnstituinte (03/05/1823)

Leia mais

Aulas 4 a 6 Revolução Francesa

Aulas 4 a 6 Revolução Francesa Aulas 4 a 6 Revluçã Francesa 1. Cnceit Mviment scial e plític crrid na França n final d sécul XVIII que teve pr bjetiv principal derrubar Antig Regime e instaurar um Estad demcrátic que representasse e

Leia mais

A) POLÍTICA INTERNA L be b rais: Conservadores:

A) POLÍTICA INTERNA L be b rais: Conservadores: Segundo Reinado A) POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados

Leia mais

GUERRA DO PARAGUAI. Maior conflito armado da América do Sul

GUERRA DO PARAGUAI. Maior conflito armado da América do Sul GUERRA DO PARAGUAI Maior conflito armado da América do Sul Informações Gerais FICHA TÉCNICA Período: 1864-1870 Duração: quase 6 anos Local: América do Sul Países Envolvidos: Argentina, Brasil, Uruguai

Leia mais

Aulas 26 a 29 A Europa no século XIX

Aulas 26 a 29 A Europa no século XIX Aulas 26 a 29 A Eurpa n sécul XIX CONTEXTO Derrta de Napleã Bnaparte (Napleã I) Restauraçã d Abslutism (Cngress de Viena) Cnsequência Cnjunt de revltas crridas na Eurpa até an de 1848 Causas básicas: Crises

Leia mais

Aula 31 - Movimentos sociais e políticos no século XIX - as ondas revolucionárias

Aula 31 - Movimentos sociais e políticos no século XIX - as ondas revolucionárias Aula 31 - Mviments sciais e plítics n sécul XIX - as ndas revlucinárias CONTEXTO Derrta de Napleã Bnaparte (Napleã I) Restauraçã d Abslutism (Cngress de Viena) Cnsequência Cnjunt de revltas crridas na

Leia mais

2º Reinado POLÍTICA INTERNA

2º Reinado POLÍTICA INTERNA 2º Reinado 1840-1889 POLÍTICA INTERNA 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados a produção para o mercado interno (áreas mais novas). Descentralização Política

Leia mais

Aulas 68 e 69 O Nazi fascismo

Aulas 68 e 69 O Nazi fascismo Aulas 68 e 69 O Nazi fascism 1. Cnceit: Tip de gvern ttalitári característic n períd entre guerras (1918 1939). 2. Onde? Itália, Prtugal e Espanha (Fascism) Alemanha (Nazism) 3. Características básicas:

Leia mais

Professor Ulisses Mauro Lima A Guerra do Paraguai: historiaula.wordpress.com

Professor Ulisses Mauro Lima A Guerra do Paraguai: historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima A Guerra do Paraguai: 1864-1870 historiaula.wordpress.com A Guerra do Paraguai: 1864-1870 No dia 11 de junho de 1865, a esquadra brasileira sob o comando de Francisco Barroso

Leia mais

A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO=

A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= 1864-1870 É também chamada Guerra da Tríplice Aliança (Guerra de la Triple Alianza), na Argentina e

Leia mais

Aulas 16 e 17 A independência da América Espanhola

Aulas 16 e 17 A independência da América Espanhola Aulas 16 e 17 A independência da América Espanhla 1 - A independência da América Espanhla Cnceit: Quand: A) Fatres externs: Prcess de libertaçã das clônias espanhlas. Aprximadamente entre 1810 e 1830.

Leia mais

Aulas 1 a 2 Iluminismo

Aulas 1 a 2 Iluminismo Aulas 1 a 2 Iluminism 1.Cnceit: 2. Quand: 3. Onde? Mviment filsófic, intelectual e científic que cntrariu as bases d Antig Regime. Se caracterizu pel empenh em estender a razã cm crítica e guia de tds

Leia mais

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C Segundo Reinado 2ª Fase e Crise Prof. Thiago Aula 07 Frente C O Ouro Verde Inicialmente produzido no Vale do Paraíba (RJ/SP) depois se expande ao Oeste de São Paulo; Estrutura semelhante à da cana de Açúcar:

Leia mais

Aulas 3 e 4 - Antiguidade Ocidental - Roma

Aulas 3 e 4 - Antiguidade Ocidental - Roma Aulas 3 e 4 - Antiguidade Ocidental - Rma 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Península itálica (Láci); Ri Tibre; Sl fértil desenvlviment da agricultura; Litral puc recrtad ausência de prts naturais em abundância;

Leia mais

A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= 1864-1870

A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= 1864-1870 Não é possível exibir esta imagem no momento. A GUERRA DO PARAGUAI FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO OCORRIDO NA AMÉRICA DO SUL PERÍODO= 1864-1870 É também chamada Guerra da Tríplice Aliança

Leia mais

Segundo Reinado Guerra do Paraguai

Segundo Reinado Guerra do Paraguai Segundo Reinado Segundo Reinado Guerra do Paraguai A Guerra do Paraguai foi o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul no século 19. Rivalidades platinas e a formação de Estados nacionais

Leia mais

Resumos Soltos Geografia 9º ano. Unidade 1: Contrastes de Desenvolvimento. 1.2 Interdependência entre espaços com diferentes níveis de desenvolvimento

Resumos Soltos Geografia 9º ano. Unidade 1: Contrastes de Desenvolvimento. 1.2 Interdependência entre espaços com diferentes níveis de desenvolvimento Unidade 1: Cntrastes de Desenvlviment 1.2 Interdependência entre espaçs cm diferentes níveis de desenvlviment Os principais países em desenvlviment surgem de antigas clónias eurpeias. Principais bstáculs

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO ( ) II REINADO ( ) A) POLÍTICA INTERNA

BRASIL IMPÉRIO ( ) II REINADO ( ) A) POLÍTICA INTERNA A) POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados a produção para

Leia mais

Aulas 45 e 46 O Imperialismo no século XIX

Aulas 45 e 46 O Imperialismo no século XIX Aulas 45 e 46 O Imperialism n sécul XIX 1. Cnceit: 2. Onde? Dmíni de vastas áreas d planeta pr parte de nações industrializadas (ING, FRA, HOL, BEL, ALE, ITA, JAP, EUA, RUS). África e Ásia (Neclnialism)

Leia mais

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável História do Brasil Professora Agnes (Cursinho Etec Popular de São Roque) Política Interna O SEGUNDO REINADO (1840-1889) * Apogeu da monarquia brasileira. * Centralização política e administrativa. * Pacificação

Leia mais

Brasil: do Império à República

Brasil: do Império à República E.E.B. Profª Gracinda A. Machado Brasil: do Império à República BRASIL IMPÉRIO (1822 1889) RELEMBRANDO... Cronologicamente, o regime imperial Brasileiro é convencionalmente dividido em três períodos distintos:

Leia mais

LEVANTAMENTO DE FONTES PARA O DICIONÁRIO BRASILEIRO DA GUERRA DO PARAGUAI (1864-1870)

LEVANTAMENTO DE FONTES PARA O DICIONÁRIO BRASILEIRO DA GUERRA DO PARAGUAI (1864-1870) LEVANTAMENTO DE FONTES PARA O DICIONÁRIO BRASILEIRO DA GUERRA DO PARAGUAI (1864-1870) Thasley Westanyslau Alves Pereira * Marcelo Santos Rodrigues (Orientador) ** O projeto Levantamento de Fontes para

Leia mais

D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do Segundo Reinado 23/07/1840

D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do Segundo Reinado 23/07/1840 Segundo Reinado - Golpe da Maioridade (1840) Liberais no Poder Antecipada a Maioridade do Imperador As rebeliões são contidas Política estabilizada. D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do

Leia mais

SEGUNDO REINADO ( )

SEGUNDO REINADO ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos RUBENS dos temas RAMIRO expostos. JUNIOR Todo exemplo (TODOS DIREITOS

Leia mais

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah 3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah POLÍTICA INTERNA GOLPE DA MAIORIDADE (1840) Conter rebeliões Estabilizar a crise política PARTIDOS PREVALENTES (1840/73) Liberais Conservadores Obs.: ambos pertencentes às

Leia mais

Associação Nacional de História ANPUH XXIV SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - 2007

Associação Nacional de História ANPUH XXIV SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - 2007 Associação Nacional de História ANPUH XXIV SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - 2007 A Marinha de Guerra e o Império: a marinha brasileira como braço da política externa imperial. Ney Paes Loureiro Malvasio

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

REVOLUÇÃO FARROUPILHA OU GUERRAS DOS FARRAPOS. 20 de setembro de de setembro de 1845 LOCAL RIO GRANDE DO SUL

REVOLUÇÃO FARROUPILHA OU GUERRAS DOS FARRAPOS. 20 de setembro de de setembro de 1845 LOCAL RIO GRANDE DO SUL REVOLUÇÃO FARROUPILHA OU GUERRAS DOS FARRAPOS 20 de setembro de 1835-11 de setembro de 1845 LOCAL RIO GRANDE DO SUL FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO DA HISTÓRIA DO BRASIL GOVERNO PADRE FEIJÓ

Leia mais

GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO

GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ENSINO MÉDIO SÉRIE: 3ª TURMAS:ABC ETAPA:2ª ANO: 2017 PROFESSOR(A): CÁSSIO LIMA ALUNO(A): Nº: I INTRODUÇÃO Este rteir tem cm bjetiv rientá-l ns estuds de recuperaçã. Ele

Leia mais

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C Segundo Reinado 2ª Fase e Crise Prof. Thiago Aula 07 Frente C O Ouro Verde Inicialmente produzido no Vale do Paraíba (RJ/SP) depois se expande ao Oeste de São Paulo; Estrutura semelhante à da cana de Açúcar:

Leia mais

Qualidade de Software 5ºSemestre

Qualidade de Software 5ºSemestre Qualidade de Sftware 5ºSemestre Aula 14 Prf. Gladimir Cerni Catarin gladimir@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Metdlgias Ágeis Metdlgias Servem para

Leia mais

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa Manual Cm intrduzir emplyeeship na empresa Índice Intrduçã Pass 1 - Cnheça as vantagens d emplyeeship para a empresa Pass 2 - Saiba que é a cultura emplyeeship Pass 3 - Aprenda a ter "bns" empregads Pass

Leia mais

A terra antes habitada por indígenas, Paraguai, foi descoberto em 1524, por Aleixo Garcia e Sebastião Caboto, e permaneceu como colônia espanhola de

A terra antes habitada por indígenas, Paraguai, foi descoberto em 1524, por Aleixo Garcia e Sebastião Caboto, e permaneceu como colônia espanhola de A terra antes habitada por indígenas, Paraguai, foi descoberto em 1524, por Aleixo Garcia e Sebastião Caboto, e permaneceu como colônia espanhola de 1530 até 1811, quando conquistou sua independência.

Leia mais

O TUIUTI. 150 anos da 1ª Batalha de Tuiuti 400 anos da fundação de Belém do Pará. ANO 2016 Novembro N 200

O TUIUTI. 150 anos da 1ª Batalha de Tuiuti 400 anos da fundação de Belém do Pará. ANO 2016 Novembro N 200 1 O TUIUTI ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DAS ATIVIDADES DA ACADEMIA DE HISTÓRIA MILITAR TERRESTRE DO BRASIL/RIO GRANDE DO SUL (AHIMTB/RS) - ACADEMIA GENERAL RINALDO PEREIRA DA CÂMARA - E DO INSTITUTO DE HISTÓRIA

Leia mais

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços:

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços: Term de Referência para cntrataçã de Auditres Externs A Rede Nrte-Sul http://www.nrd-sued-netz.de é um departament da DGB Bildungswerk BUND, instituiçã educacinal pertencente à Cnfederaçã ds Sindicats

Leia mais

Segundo Reinado ( )

Segundo Reinado ( ) Segundo Reinado (1840 1889) Política Interna Política Interna Golpe da Maioridade (1840) Liberais no Poder Antecipar a Maioridade do Imperador Conter rebeliões Estabilizar a crise política D. Pedro II:

Leia mais

A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO

A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO O PROCESSO DE COLONIZAÇÃO PORTUGUESES E ESPANHÓIS, LANÇARAM-SE AO MAR E OCUPARAM O CONTINENTE AMERICANO PARA ATENDER OS INTERESSES DA METRÓPOLE; OUTROS POVOS

Leia mais

3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO

3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 47 48 3.1. VISÃO DE FUTURO DO MAIS RN PARA 2035 A classe empresarial ptiguar apresenta para a sciedade uma Visã de Futur usada e desafiadra.

Leia mais

20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI

20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI 20 CURIOSIDADES SOBRE A GUERRA DO PARAGUAI No dia 18 de setembro de 1865, ocorre a rendição do Paraguai, depois do cerco de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. É um bom momento para lembrarmos daquele que

Leia mais

LEVANTAMENTO DE FONTES PARA O DICIONÁRIO BRASILEIRO DA GUERRA DO PARAGUAI

LEVANTAMENTO DE FONTES PARA O DICIONÁRIO BRASILEIRO DA GUERRA DO PARAGUAI LEVANTAMENTO DE FONTES PARA O DICIONÁRIO BRASILEIRO DA GUERRA DO PARAGUAI Thasley Westanyslau Alves Pereira 1 ; Marcelo Santos Rodrigues 2. 1 Aluno do Curso de História; Campus de Porto Nacional; e-mail:thasley_uft@hotmail.com

Leia mais

FROTA, Falcão da * militar; min. Guerra

FROTA, Falcão da * militar; min. Guerra FROTA, Falcão da * militar; min. Guerra. 1891. Antônio Nicolau Falcão da Frota nasceu em Desterro, atual Florianópolis, capital da então província de Santa Catarina, em 10 de setembro de 1834, filho Antônio

Leia mais

Abrange os estados: AM, PA, AP, AC, RR, RO, MT, TO, MA. Planícies e baixos planaltos. Bacia hidrográfica do Rio Amazonas

Abrange os estados: AM, PA, AP, AC, RR, RO, MT, TO, MA. Planícies e baixos planaltos. Bacia hidrográfica do Rio Amazonas MÓDULO 04 PARTE II LOCALIZAÇÃO RELEVO PREDOMINANTE Abrange os estados: AM, PA, AP, AC, RR, RO, MT, TO, MA Planícies e baixos planaltos HIDROGRAFIA SOLO CLIMA VEGETAÇÃO Bacia hidrográfica do Rio Amazonas

Leia mais

NOTA TÉCNICA nº 14 Complementar do Regulamento Geral de SCIE Ref.ª VII.V.02/2007-05-31

NOTA TÉCNICA nº 14 Complementar do Regulamento Geral de SCIE Ref.ª VII.V.02/2007-05-31 FONTES ABASTECEDORAS DE ÁGUA RESUMO NOTA TÉCNICA nº 14 Cmplementar d Regulament Geral de SCIE Ref.ª VII.V.02/2007-05-31 FONTES ABASTECEDORAS DE ÁGUA Enunciar s tips de fntes de alimentaçã de água permitids

Leia mais

Marcadores Sociais Douglas Blanco

Marcadores Sociais Douglas Blanco Marcadres Sciais Duglas Blanc Os Marcadres Desigualdade de Classe; Desigualdade de Gêner; Desigualdade de Geraçã; Desigualdade Racial; Desigualdade de Orientaçã Sexual; Desigualdade de Classe Distribuiçã

Leia mais

- SEGUNDO REINADO GUERRA DO PARAGUAI. Batalha Naval do Riachuelo A Batalha Naval do Riachuelo é considerada um dos maiores triunfos da História das

- SEGUNDO REINADO GUERRA DO PARAGUAI. Batalha Naval do Riachuelo A Batalha Naval do Riachuelo é considerada um dos maiores triunfos da História das 2 Reinado - SEGUNDO REINADO GUERRA DO PARAGUAI. Batalha Naval do Riachuelo A Batalha Naval do Riachuelo é considerada um dos maiores triunfos da História das Forças Armadas do Brasil. A sua deflagração

Leia mais

Pobreza, Exclusão e Políticas Públicas inclusivas para a Infância

Pobreza, Exclusão e Políticas Públicas inclusivas para a Infância Clóqui Dinâmicas Actuais da Pbreza e da Exclusã Scial Cnceptualizações, Plíticas e Intervenções Assciaçã Prtuguesa de Scilgia 25 de Nvembr de 2010 Lisba Pbreza, Exclusã e Plíticas Públicas inclusivas para

Leia mais

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis.

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis. 1 Transfrmand Snhs em Metas Objetiv: Desenvlver as cndições ideais para a ba frmulaçã de bjetivs, transfrmand-s em metas realizáveis. Públic-Alv: Pessas interessadas em atingir sucess prfissinal e realizaçã

Leia mais

Primeira Guerra Mundial

Primeira Guerra Mundial Aula 22 Primeira Guerra Mundial 1 Causas Setor 1606 2 Desenvolvimento 3 Conferência de Paris (1919) ealvespr@gmail.com 1.1 Antecedentes Disputas imperialistas Alsácia-Lorena França X Alemanha Inglaterra

Leia mais

REVOLUÇÃO FARROUPILHA OU GUERRAS DOS FARRAPOS. 20 de setembro de 1835-11 de setembro de 1845 LOCAL RIO GRANDE DO SUL

REVOLUÇÃO FARROUPILHA OU GUERRAS DOS FARRAPOS. 20 de setembro de 1835-11 de setembro de 1845 LOCAL RIO GRANDE DO SUL REVOLUÇÃO FARROUPILHA OU GUERRAS DOS FARRAPOS 20 de setembro de 1835-11 de setembro de 1845 LOCAL RIO GRANDE DO SUL FOI O MAIOR E MAIS SANGRENTO CONFLITO ARMADO DA HISTÓRIA DO BRASIL GOVERNO PADRE FEIJÓ

Leia mais

11 de Junho: Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo Data Magna da Marinha

11 de Junho: Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo Data Magna da Marinha 11 de Junho: Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo Data Magna da Marinha No dia 11 de junho comemora-se o Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo Data Magna da Marinha. A Batalha Naval do Riachuelo

Leia mais

Granalha De Aço Sablacier

Granalha De Aço Sablacier INFORMES TECNICOS Granalha De Aç Sablacier IKK d Brasil, a mair fabricante de Granalha de aç da América Latina, realizu extensivs testes, para avaliar a perfrmance de diferentes abrasivs (metálics e nã

Leia mais

Primeira Intervenção (Oradores)

Primeira Intervenção (Oradores) Oeiras, Ambiente e Mei Urban - Relatóri da Sessã Cm bjectiv de trnar prcess de revisã d PDM Oeiras numa prtunidade de definir um cnjunt de estratégias e linhas de acçã sólidas e eficazes na cncretizaçã,

Leia mais

1 - Introdução. 2 - Desenvolvimento

1 - Introdução. 2 - Desenvolvimento Desenvlviment e Otimizaçã de Hidrciclnes Frente a Mdificações de Variáveis Gemétricas e de Prcess Hérmane Mntini da Silva 1 Gilssaha Franklin Maciel 2 Orientadra: Ph.D. Andréia Bicalh Henriques RESUMO

Leia mais

CRIMES. DICiITAL. n,. Editor~ NO MEIO AMBIENTE .., 1'1. Celso Antonio Pacheco Fiorillo Christiany Pegorari Conte. ~ Saraiva B22. !

CRIMES. DICiITAL. n,. Editor~ NO MEIO AMBIENTE .., 1'1. Celso Antonio Pacheco Fiorillo Christiany Pegorari Conte. ~ Saraiva B22. ! .., 1'1 I'IJ!li 111 ll I- IA ~ - CRIMES NO MEIO AMBIENTE DICiITAL Cels Antni Pachec Firill Christiany Pegrari Cnte B22 @ n,. Editr~ ~ Saraiva SUMARIO,. - ', CAP(TULO 1 - DO MEIO AMBIENTE DIGITAL... 11

Leia mais

Guerra por domínio territorial e econômico.

Guerra por domínio territorial e econômico. Guerra da Crimeia Quando: De 1853 até 1856 Guerra por domínio territorial e econômico. Cerca de 595 mil mortos Por que começou: A Rússia invocou o direito de proteger os lugares santos dos cristãos em

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO Agrupament de Esclas General Humbert Delgad Sede na Escla Secundária/3 Jsé Cards Pires Sant Antóni ds Cavaleirs PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO 2016-2017 DISCIPLINA: Equipaments Infrmátics e Redes ENSINO: Secundári

Leia mais

VOLUMES: - Folha Informativa -

VOLUMES: - Folha Informativa - VOLUMES: - Flha Infrmativa - Para medir vlume de qualquer figura tridimensinal é necessári medir espaç que ela cupa. Assim, ter-se-á que esclher uma unidade de vlume que, pr cnveniência, pderá ser um cub

Leia mais

SEGUNDO REINADO

SEGUNDO REINADO SEGUNDO REINADO 1841-1889 O Golpe da Maioridade; Pressão dos Liberais exigindo que o Senado aprovasse a antecipação da maioridade de D. Pedro II, a fim de restabelecer a ordem e a tranquilidade política

Leia mais

Brasil Império Reinado ( )

Brasil Império Reinado ( ) Brasil Império Reinado (1840 1889) A) POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários

Leia mais

O SEGUNDO REINADO ( )

O SEGUNDO REINADO ( ) O SEGUNDO REINADO (1840 1889) Os anos iniciais do governo de D. Pedro II seriam marcados pela repressão às ultimas rebeliões provinciais e pela alternância dos partidos Liberal e Conservador no poder.

Leia mais

Resultados 4º Trimestre de de Fevereiro de 2017

Resultados 4º Trimestre de de Fevereiro de 2017 Resultads 4º Trimestre de 2016 24 de Fevereir de 2017 Resultads 4º Trimestre de 2016 24 de Fevereir de 2017 Faturament d segment Alimentar atinge R$ 45 bilhões em 2016, cresciment de 11,7%, acelerand para

Leia mais

Analisar as conseqüências políticas e militares da Independência do Brasil, concluindo sobre seus reflexos na Guerra da Cisplatina ( ).

Analisar as conseqüências políticas e militares da Independência do Brasil, concluindo sobre seus reflexos na Guerra da Cisplatina ( ). CP/CAEM/06 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª (Valor 6,0) Analisar as conseqüências políticas e militares da Independência do Brasil, concluindo sobre seus reflexos na Guerra

Leia mais

A vida política Golpe da maioridade Liberais;

A vida política Golpe da maioridade Liberais; A vida política Golpe da maioridade Liberais; Ministério dos Irmãos D. Pedro II dissolveu a câmara e convocou novas eleições(1840) Eleições do Cacete Dificuldade de governar do liberais: Ø Instabilidade

Leia mais

RESENHA O EXPANSIONISMO BRASILEIRO E A FORMAÇÃO DOS ESTADOS NA BACIA DO PRATA

RESENHA O EXPANSIONISMO BRASILEIRO E A FORMAÇÃO DOS ESTADOS NA BACIA DO PRATA DOI: 10.11606/issn1676-6288.prolam.2015.105630 RESENHA O EXPANSIONISMO BRASILEIRO E A FORMAÇÃO DOS ESTADOS NA BACIA DO PRATA Marcos Antônio Fávaro Martins (*) Universidade de São Paulo, São Paulo (SP),

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica XVIII Seminári Nacinal de Distribuiçã de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de utubr 7.2 Olinda - Pernambuc - Brasil Autmaçã na Distribuiçã: O Prcess de autmaçã ds equipaments de linha na rede CELPE.

Leia mais

BRASIL E URUGUAI: a fronteira viva como estopim para a eclosão da guerra do Paraguai

BRASIL E URUGUAI: a fronteira viva como estopim para a eclosão da guerra do Paraguai BRASIL E URUGUAI: a fronteira viva como estopim para a eclosão da guerra do Paraguai FRANCISCA CARLA SANTOS FERRER * RESUMO Os conflitos na região platina durante o século XIX ocorreram devido à luta pelo

Leia mais

CONEXÃO HIDROVIÁRIA BRASIL COM AMÉRICA DO SUL

CONEXÃO HIDROVIÁRIA BRASIL COM AMÉRICA DO SUL CONEXÃO HIDROVIÁRIA BRASIL COM AMÉRICA DO SUL JOSÉ ALEX BOTÊLHO DE OLIVA,M.Sc. Superintendente de Navegação Interior Objetivo da Agência Exercer a ação de Estado na Regulação do Setor Aquaviário O Desenvolvimento

Leia mais

HISTÓRIA - 3 o ANO MÓDULO 15 A POLÍTICA EXTERNA DO SEGUNDO REINADO E A GUERRA DO PARAGUAI

HISTÓRIA - 3 o ANO MÓDULO 15 A POLÍTICA EXTERNA DO SEGUNDO REINADO E A GUERRA DO PARAGUAI HISTÓRIA - 3 o ANO MÓDULO 15 A POLÍTICA EXTERNA DO SEGUNDO REINADO E A GUERRA DO PARAGUAI Como pode cair no enem Para o Paraguai, portanto, essa foi uma guerra pela sobrevivência. De todo modo, uma guerra

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 71 maio de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 71 maio de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Bletim Ecnômic Ediçã nº 71 mai de 2014 Organizaçã: Mauríci Jsé Nunes Oliveira Assessr ecnômic A Bancarizaçã d país e a disparada das reclamações cntra s bancs 1 Queixas cntra bancs disparam Quand a relaçã

Leia mais

Blocos econômicos. Bloco Econômico é uma integração de países nos. desenvolvimento e maior poder de competição.

Blocos econômicos. Bloco Econômico é uma integração de países nos. desenvolvimento e maior poder de competição. Blocos econômicos Bloco Econômico é uma integração de países nos aspectos, visando seu desenvolvimento e maior poder de competição. Eles constituem expressivos espaços integrados de livre comércio. Esses

Leia mais

A Internet como possibilidade para articulações micropolíticas.

A Internet como possibilidade para articulações micropolíticas. XXVII Cngres de la Asciación Latinamericana de Scilgía. VIII Jrnadas de Scilgía de la Universidad de Buens Aires. Asciación Latinamericana de Scilgía, Buens Aires, 2009. A Internet cm pssibilidade para

Leia mais

Conheça o Programa de Afiliados Ganhos Automáticos passo a passo.

Conheça o Programa de Afiliados Ganhos Automáticos passo a passo. Cnheça Prgrama de Afiliads Ganhs Autmátics pass a pass. O Ganhs Autmátics é um negóci que qualquer pessa pde desenvlver, pis vams dispnibilizar um Kit de Prduts e Serviçs cm fc em Ajudar e Dispnibilizar

Leia mais

FLEXOL Ref.ª 501 Massa Flexível para Pavimentos, Insonorizante e Ignífuga DESCRIÇÃO DO PRODUTO

FLEXOL Ref.ª 501 Massa Flexível para Pavimentos, Insonorizante e Ignífuga DESCRIÇÃO DO PRODUTO Revestiments para Paviments FLEXOL Ref.ª 501 Massa Flexível para Paviments, Insnrizante e Ignífuga Prdut bicmpnente, à base de resinas sintéticas e apresentand-se cm uma massa pastsa. Caracterizad pr:

Leia mais

DÚVIDAS SOBRE OS BENEFÍCIOS ATRIBUÍDOS AOS ANTIGOS COMBATENTES?

DÚVIDAS SOBRE OS BENEFÍCIOS ATRIBUÍDOS AOS ANTIGOS COMBATENTES? DÚVIDAS SOBRE OS BENEFÍCIOS ATRIBUÍDOS AOS ANTIGOS COMBATENTES? ÂMBITO PESSOAL O regime jurídic d serviç militar prestad em cndições especiais de dificuldade u perig, aprvad pela Lei n.º 9/2002, de 11

Leia mais

Sistema Alveolar Leve. Ecotelhado com. membrana dupla com. vegetação rústica

Sistema Alveolar Leve. Ecotelhado com. membrana dupla com. vegetação rústica Sistema Alvelar Leve Ectelhad cm membrana dupla cm vegetaçã rústica ECOTELHADO Sluções em Infraestrutura Ltda Rua Erechim 330 Bairr Nnai - Prt Alegre RS site: www.ectelhad.cm.br email: ectelhad@ectelhad.cm.br

Leia mais

Primeira República: 1 A Crise da República. 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca. 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto. Aula 15 Primeira República

Primeira República: 1 A Crise da República. 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca. 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto. Aula 15 Primeira República Aula 15 Primeira República: A República da Espada 1 A Crise da República Setor 1605 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto Aula 15 Primeira República A República da Espada

Leia mais

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN SEGUNDO REINADO 1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS SEGUNDO REINADO Golpe da maioridade 1840 Novo gabinete do governo Liberal de curta existência. Conservadores retornam ainda no mesmo ano ao governo.

Leia mais

Análise da Paisagem Pedreira "Mané"

Análise da Paisagem Pedreira Mané Legenda Curvas de nível EN 246 Caminh de Ferr Estradas Nacinais Hipsmetria 240-250 250,0000001-260 260,0000001-270 270,0000001-280 280,0000001-290 290,0000001-300 300,0000001-310 EN 243 Fntes: Cartas Militares

Leia mais

SEFE - SISTEMA EDUCACIONAL FAMILIA E ESCOLA

SEFE - SISTEMA EDUCACIONAL FAMILIA E ESCOLA SEFE - SISTEMA EDUCACIONAL FAMILIA E ESCOLA EDUCAÇÃO INFANTIL COLEÇÃO PRIMEIRA INFÂNCIA Série Eu na Escla +0 Diári da Criança Embalagem Especial - cr Laranja Embalagem Especial - cr Verde Quadr de Rtina

Leia mais

Programa Estágios Profissionais

Programa Estágios Profissionais Prgrama Estágis Prfissinais Cnsiste num estági cm a duraçã de 9 meses, pdend prlngar-se, cm autrizaçã d IEFP, excepcinalmente, até 12 meses, quand fr cmplementad pr um estági a realizar em territóri nacinal

Leia mais

Açovisa Referência em distribuição de AÇOS. Comunicação de Progresso 2015-16

Açovisa Referência em distribuição de AÇOS. Comunicação de Progresso 2015-16 Açvisa Referência em distribuiçã de AÇOS. Cmunicaçã de Prgress 2015-16 Onde tem Açvisa, Tem a realizaçã de um prjet. O aç se trnu imprescindível as mais diverss segments da indústria, transfrmand criatividade

Leia mais

ARBITRAGEM nos CONTRATOS DE ENGENHARIA com a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Dr. Pablo Raúl Masud Blanco & Masud Advogados Buenos Aires República Argentina

ARBITRAGEM nos CONTRATOS DE ENGENHARIA com a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Dr. Pablo Raúl Masud Blanco & Masud Advogados Buenos Aires República Argentina ARBITRAGEM nos CONTRATOS DE ENGENHARIA com a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Dr. Pablo Raúl Masud Blanco & Masud Advogados Buenos Aires República Argentina ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA ARGENTINA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

Conhecimento sobre prevenção das infeções por Toxoplasma gondii (toxoplasmose), Listeria monocytogenes (listeriose) e Citomegalovírus, pelas gestantes

Conhecimento sobre prevenção das infeções por Toxoplasma gondii (toxoplasmose), Listeria monocytogenes (listeriose) e Citomegalovírus, pelas gestantes Cnheciment sbre prevençã das infeções pr Txplasma gndii (txplasmse), Listeria mncytgenes (listerise) e Citmegalvírus, pelas gestantes Investigaçã Aplicada LICENCIATURA EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA

Leia mais

(ligações trifásicas)

(ligações trifásicas) UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DISCIPLINA: Máquinas Elétricas I SEMESTRE: 2016.1 PROFESSOR: Sérgio Daher Tarefa 02 (ligações trifásicas) Assunto:

Leia mais

1 INTRODUÇÃO Poluição Atmosférica

1 INTRODUÇÃO Poluição Atmosférica 1 INTRODUÇÃO 1.1. Pluiçã Atmsférica Pluiçã atmsférica usualmente significa a presença de cmpsts atmsférics que prejudicam ambiente u s seres viventes. O grau de prejuíz casinad pr um cmpst geralmente depende

Leia mais

Programa provisório -

Programa provisório - Prgrama prvisóri - 1 INTRODUÇÃO O trnei Águeda Basket - Pásca decrrerá ns dias 3 (sexta-feira santa) e 4 (sábad) de abril de 2015 n Pavilhã Multiuss d Ginási Clube de Águeda. É direcinad as escalões Sub-14

Leia mais

A GUERRA DA TRÍPLICE ALIANÇA (1864 1870): A CONSOLIDAÇÃO DAS FRONTEIRAS PLATINAS

A GUERRA DA TRÍPLICE ALIANÇA (1864 1870): A CONSOLIDAÇÃO DAS FRONTEIRAS PLATINAS A GUERRA DA TRÍPLICE ALIANÇA (1864 1870): A CONSOLIDAÇÃO DAS FRONTEIRAS PLATINAS Luiz Henrique Ferreira Fernandes (Graduando, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul) E-mail: luizhfernandes@ig.com.br

Leia mais

Módulo 19 frente 03 Livro 3 página 132. Continente Americano. Aspectos Gerais

Módulo 19 frente 03 Livro 3 página 132. Continente Americano. Aspectos Gerais Continente Americano Aspectos Gerais Módulo 19 frente 03 Livro 3 páginas 131 a 132 As diferenças culturais e linguísticas dos povos que colonizaram a América deram origem à divisão do continente americano

Leia mais

A Geopolítica dos recursos naturais: A Bacia Platina e o Aquífero Guarani

A Geopolítica dos recursos naturais: A Bacia Platina e o Aquífero Guarani A Geopolítica dos recursos naturais: A Bacia Platina e o Aquífero Guarani Prof. Dr. Sylvio Luiz Andreozzi Instituto de Geografia UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA ..., por causa da utilização e do consumo

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS AGENDA DO DIA NOTÍCIAS RELEVANTES PARA O SETOR DE ENERGIA. 10/Novembro/2015. Brasil: Mundo:

INDICADORES ECONÔMICOS AGENDA DO DIA NOTÍCIAS RELEVANTES PARA O SETOR DE ENERGIA. 10/Novembro/2015. Brasil: Mundo: 10/Nvembr/2015 INDICADORES ECONÔMICOS AGENDA DO DIA Brasil: A Fundaçã Getuli Vargas divulga IGP- M (Vide ntícia abaix); A Fipe (Fundaçã Institut de Pesquisas Ecnômicas) divulga IPC-S (Vide ntícia abaix)

Leia mais

Compactação. Material de apoio COMPACTAÇÃO DOS SOLOS. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006); Sumário

Compactação. Material de apoio COMPACTAÇÃO DOS SOLOS. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006); Sumário Universidade Paulista Institut de Ciências Exatas e Tecnlgia Departament de Engenharia Civil Prfessra Mema Castr, MSc. 1 Material de api 2 Curs básic de mecânica ds sls (Carls Suza Pint, Oficina de Texts,

Leia mais

Baixa idade média Crise do Feudalismo, Renascimento Comercial e Urbano, Centralização política e Crise na Igreja

Baixa idade média Crise do Feudalismo, Renascimento Comercial e Urbano, Centralização política e Crise na Igreja Baixa idade média Crise d Feudalism, Renasciment Cmercial e Urban, Centralizaçã plítica e Crise na Igreja Cntradiçã Feudal Nvas técnicas agríclas Aument da prduçã e da ppulaçã Cresciment ppulacinal nã

Leia mais

SISTEMAS DE PRODUÇÃO DO ALGODÃO NO MT Tecnologias para melhoria e sustentabilidade do algodão brasileiro.

SISTEMAS DE PRODUÇÃO DO ALGODÃO NO MT Tecnologias para melhoria e sustentabilidade do algodão brasileiro. SISTEMAS DE PRODUÇÃO DO ALGODÃO NO MT Tecnlgias para melhria e sustentabilidade d algdã brasileir. Evald Kazushi Takizawa Engenheir Agrônm Cnsultr Ceres CONSIDERAÇÕES INICIAIS O amadureciment da ctnicultura

Leia mais

DPS CP/ECEME 2015 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO FAC 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

DPS CP/ECEME 2015 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO FAC 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) DPS CP/ECEME 1 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO FAC 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA HISTÓRIA Aluno nº 1 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar as ações de Portugal na defesa do Brasil Colônia, frente às ameaças colonizadoras

Leia mais

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito APRESENTAÇÃO Este manual tem bjetiv de servir cm base de infrmaçã e rientaçã as órgãs setriais de pessal da Administraçã Direta, assim cm as servidres, nde irã encntrar n Manual d Servidr(a) Apsentável

Leia mais

PEGADA DE CARBONO COMPARATIVA DE CONCRETO ECOEFICIENTE

PEGADA DE CARBONO COMPARATIVA DE CONCRETO ECOEFICIENTE - Sã Paul/SP PEGADA DE CARBONO COMPARATIVA DE CONCRETO ECOEFICIENTE InterCement Brasil S.A. Centr de Estuds em Sustentabilidade da Fundaçã Getuli Vargas Realizaçã 08 PAÍSES 40 UNIDADES DE PRODUÇÃO DE CIMENTO

Leia mais

Em que continente fica o Brasil?

Em que continente fica o Brasil? Em que continente fica o Brasil? (América do Sul) Qual a capital política do Brasil? (Brasília) Qual a maior cidade do Brasil? (São Paulo 19 milhões habitantes) Quantos habitantes tem o Brasil? (193 milhões)

Leia mais

MENSAGEM Nº 458, DE 30 DE JUNHO DE 2008.

MENSAGEM Nº 458, DE 30 DE JUNHO DE 2008. MENSAGEM Nº 458, DE 30 DE JUNHO DE 2008. Senhr Presidente d Senad Federal, Cmunic a Vssa Excelência que, ns terms d 1 d art. 66 da Cnstituiçã, decidi vetar parcialmente, pr incnstitucinalidade e cntrariedade

Leia mais

Segundo Reinado (1840/1889)

Segundo Reinado (1840/1889) Segundo Reinado (1840/1889) POLÍTICA INTERNA O Segundo Reinado foi marcado pela atuação de dois partidos políticos: o Partido Conservador e o Partido Liberal. Ambos representavam a classe dominante; defendiam

Leia mais

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA ATUAL

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA ATUAL INFORME EPIDEMIOLÓGICO Nº 05/2015 SEMANA EPIDEMIOLÓGICA 50 (13 A 19/12/2015) MONITORAMENTO DOS CASOS DE MICROCEFALIAS NO BRASIL Este infrme d COES Micrcefalias visa dcumentar e divulgar infrmações atualizadas

Leia mais