MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MOD02_PR02_V01

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MOD02_PR02_V01"

Transcrição

1 MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS 1 MOD02_PR02_V01

2 DATA: Novembro 2015 ELABORADO: Laura Santos APROVADO: Manuel Serejo ASSUNTO: Normas para apresentação de documentos Normas e apresentação dos documentos (word, excel e powerpoint) Normas básicas para a formatação e apresentação dos documentos: 1. Configuração da página, tamanho das margens da folha (foto1) 2. Tamanhos e fonte a usar Dinregular esta fonte tem variações: o DINBOLD, DINBOLDITÁLICO e DINREGULARITÁLICO (v. pág. 8). Incluímos como fonte secundária, exclusivamente para s, fonte Bookman Old Style, variantes: Bookman Old Style Negrito, Bookman Old negrito itálico e Bookman Old Style Itálico 3. Parágrafos, entrelinhas e espaçamento entre linhas (foto2) 4. Cabeçalho - Logotipo do lado esquerdo, texto (nome documento e numeração) do lado direito, nunca ao centro e com tamanhos grandes, para evitar que fique muito próximo do logotipo colocado do lado direito. (foto1) 5. O logotipo colocado sempre do lado direito, com a altura 2,7cm, (atenção as normas gráfica do nosso logotipo). (foto1). Evitar colocar lo em rodapé, quando for estritamente necessário, então coloque o logótipo secundário horizontal, (p. 5.) 6. Rodapé - logo dos 30 anos do lado direito e do lado esquerdo o modelo se for o caso 7. A identificação de secções do manuscrito (e.g. CAPITULO, INTRODUÇÃO) deve ser feita em negrito e exclusivamente em maiúsculas 8. O uso de maiúsculas deve restringir-se às seguintes situações: títulos, subtítulos; na primeira palavra de cada frase e legendas; em nomes próprios; em nomes comerciais; em nomes seguidos de números, em nomes de países; em nomes de instituições (e.g. Hospital Egas Moniz ou Direcção Geral de Saúde) 9. Títulos não devem ser maiores que (14pt) 10. Subtítulos num tamanho abaixo do título (12pt) 11. Corpo de texto utilizar a fonte instituída. O itálico para as palavras estrangeiras e título de livros (só). O uso de itálico também pode ocorrer para dar ênfase a uma determinada palavra ou expressão, recomenda-se o alguma moderação no seu uso 12. Não deve carregar o texto com bolds e itálicos MOD02_PR02_V01 2

3 Configuração da página Tamanhos da fonte Tipo de letra (fonte) a usar, Principal : DIN Parágrafos Secundária: Bookman Old Style Cabeçalho 1.5 cm 8pt Dinregular Espaçamento: 6pt Espaçamento entre linhas: múltiplo (1.15) Rodapé 1.5 cm 7pt Dinregular Espaçamento: 6pt Espaçamento entre linhas: múltiplo (1.15) Título Justificado à direita 14pt Maiúsculas Dinbold Subtítulos Justificado à direita 12pt Dinregular Corpo de texto Esquerda:2,2cm Direita:2,5 cm 11pt Dinregular Dinregularitálico Espaçamento: 6pt Espaçamento entre linhas: múltiplo (1.15) MOD02_PR02_V01 3

4 Foto 1 Foto 2 MOD02_PR02_V01 4

5 Utilização do logo e suas normas (word, excel e powerpoint) Logótipo principal Logótipo sem descritivo Logótipos O logótipo principal deve ser a opção a utilizar sempre. A versão do logótipo sem descritivo serve para uso exclusivo da UAL - Universidade Autónoma de Lisboa. A sua utilização deverá sempre ser submetida a aprovação da UAL- Universidade Autónoma de Lisboa. De forma a responder aos vários formatos de comunicação, existem 3 logótipos secundários opcionais. Logótipo secundário Logótipo secundário vertical Logótipo secundário horizontal A e B (principalmente para notas de rodapé) Logótipo secundário horizontal A MOD02_PR02_V01 5

6 Logótipo principal Logótipo sem descritivo Dimensões mínimas De forma a proteger a integridade da marca UAL, existem dimensões minimas que não devem ser ultrapassadas. 20 mm 6 mm Logótipo secundário vertical Logótipo secundário horizontal 12 mm 40 mm MOD02_PR02_V01 6

7 Identidade positivo Aplicações positivo e negativo Sempre que não for possível a utilização da marca a cores, deverá ser aplicada numa das suas versões monocromáticas. Identidade negativo MOD02_PR02_V01 7

8 DIN Light DIN Regular DIN Medium DIN Bold DIN Black DIN Light Italic DIN Regular Italic DIN Medium Italic DIN Bold Italic DIN Black Italic Fonte De forma a cobrir todas as necessidades da comunicação, a tipografia base da marca é a família DIN em toda a sua extenção. MOD02_PR02_V01 8

9 Incorreções Elementos decorativos Tipografia incorreta Deformações A marca não deve ser alterada. Todas as variações que não as previstas neste manual entram no campo das incorreções. Composições sem leitura Cores incorretas Tramas ou tonalidades Reduções incorretas Outlines Alteração de proporções ou posicionamento MOD02_PR02_V01 9

10 Exemplos: DEPARTAMENTO DE DIREITO Departamentos Na aplicação da marca às designações dos vários departamentos da UAL aplicam-se os mesmos princípios de construção (ver 1.1.) da marca original. A designação do departamento passa a ocupar a área da designação principal. Para manter a coerência gráfica, devem ser sempre ocupadas as 3 linhas de texto. DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS MOD02_PR02_V01 1 0

11 MOD02_PR02_V01 1 1

INSTITUTO SUPERIOR DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS. Manual de Normas Gráficas

INSTITUTO SUPERIOR DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS. Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas 1. A marca 2. Identidade 2.1. Logotipo 2.2. Margem de Segurança 2.3. Dimensão mínima 2.4. Cor 2.5. Versões 2.6. Fundos de Cor 2.7. Fundos Fotográficos 2.8. Tipografia 2.9. Utilizações

Leia mais

Este manual foi elaborado no sentido de definir e normalizar a utilização da logomarca e esclarecer as eventuais dúvidas que possam surgir.

Este manual foi elaborado no sentido de definir e normalizar a utilização da logomarca e esclarecer as eventuais dúvidas que possam surgir. Brand Book 1. INTRODUÇÃO Este manual foi elaborado no sentido de definir e normalizar a utilização da logomarca e esclarecer as eventuais dúvidas que possam surgir. Assim, é fundamentalmente necessário

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS DISTINTIVO DGERT - ENTIDADE FORMADORA CERTIFICADA Janeiro de 2015 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 VERSÃO PRINCIPAL 4 VERSÃO A CORES 5 VERSÃO MONOCROMÁTICA 6 TIPOGRAFIA 7 DIMENSÃO MÍNIMA 8

Leia mais

Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL

Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL Índice Proporções do logotipo Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL A Black & Decker desenvolveu este guia para manter o padrão visual na comunicação da LINHA PROFISSIONAL. Nela você encontrará os elementos

Leia mais

Identidade Visual da Unitel T+

Identidade Visual da Unitel T+ Manual da Marca O manual de Normas Básicas estabelece um conjunto de regras e recomendações que garantem uma aplicação correcta e coerente da marca UNITEL T+. A aplicação consistente deste conjunto de

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA ADESGBA FACULDADE BATISTA BRASILEIRA FBB

ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA ADESGBA FACULDADE BATISTA BRASILEIRA FBB FONTE TIMES 14, NEGRITO CAIXA ALTA ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA ADESGBA FACULDADE BATISTA BRASILEIRA FBB sem espaço CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA CERIMONIAL, PROTOCOLO, ETIQUETA

Leia mais

porto. logótipos white studio porto. Guia de utilização dos logótipos institucionais

porto. logótipos white studio porto. Guia de utilização dos logótipos institucionais logótipos white studio porto. Guia de utilização dos logótipos institucionais logótipos Que logo utilizar? Quando utilizados num cartaz, flyer ou outros elementos de divulgação de eventos, os logótipos

Leia mais

Manual de Normas Gráficas

Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas Este manual estabelece as normas básicas da Identidade Visual PROMAIS, bem como, as respectivas normas para a sua correcta utilização e reprodução. Perante

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS VERSÃO DEZEMBRO 2015

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS VERSÃO DEZEMBRO 2015 MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS VERSÃO DEZEMBRO 2015 MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS índice 1. introdução 2. logotipo 3. margens de segurança 4. dimensões mínimas 5. tipografia 6. cores 7. positivo e negativo 8. comportamento

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE

Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE Normas para Redação de Dissertações/Teses 1. Estrutura A estrutura de uma dissertação, tese ou

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS A criação da identidade visual da ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários, tem por base um sistema de aplicações coerente, organizado e bem definido. O manual de identidade

Leia mais

ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO

ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO MARINGÁ 2016 ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS: NORMAS PARA APRESENTAÇÃO Elaborado por: Carmen Torresan * MARINGÁ 2016 Bibliotecária / CRB9

Leia mais

2. MARCA COM ASSINATURA. 2.4 Tamanho mínimo para logotipo com assinatura. Tamanho mínimo: y = 5 cm

2. MARCA COM ASSINATURA. 2.4 Tamanho mínimo para logotipo com assinatura. Tamanho mínimo: y = 5 cm 2.4 Tamanho mínimo para logotipo com assinatura Tamanho mínimo: y = 5 cm largura (y) > 5 cm O tamanho mínimo para o logotipo com assinatura é de 5 cm de largura. Essa regra é a mesma tanto para o logotipo

Leia mais

resumo de normas gráficas do Símbolo e Logotipo POE

resumo de normas gráficas do Símbolo e Logotipo POE resumo de normas gráficas do Símbolo e Logotipo POE Construção zona mínima de protecção A reprodução do Símbolo e Logotipo POE deve ser sempre fiel ao desenho ao lado e em caso algum poderão ser alterados

Leia mais

ASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS DO ARTIGO CIENTÍFICO baseados na NBR 6022, 2003

ASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS DO ARTIGO CIENTÍFICO baseados na NBR 6022, 2003 FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DOM BOSCO CORNÉLIO PROCÓPIO - PR ASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS DO ARTIGO CIENTÍFICO baseados na NBR 6022, 2003 1 INTRODUÇÃO As orientações aqui apresentadas são baseadas

Leia mais

Orientações aos concluintes. referencia@ufersa.edu.br

Orientações aos concluintes. referencia@ufersa.edu.br Orientações aos concluintes referencia@ufersa.edu.br TRABALHO ACADÊMICO (NBR 14724/2011) Especificar os princípios gerais para a elaboração e apresentação de trabalhos acadêmicos. (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA

Leia mais

SICEEL. Simpósio de Iniciação Científica da Engenharia Elétrica. Edital de Abertura

SICEEL. Simpósio de Iniciação Científica da Engenharia Elétrica. Edital de Abertura EESC - Escola de Engenharia de São Carlos UFSCar - Universidade Federal de São Carlos SICEEL Simpósio de Iniciação Científica da Engenharia Elétrica Edital de Abertura São Carlos, 17 de Agosto de 2015

Leia mais

O cumprimentos destas normas evita a ocorrência de erros técnicos que prejudiquem a marca e fortalece a identidade da empresa.

O cumprimentos destas normas evita a ocorrência de erros técnicos que prejudiquem a marca e fortalece a identidade da empresa. ÍNDICE 03 INTRODUÇÃO 04 LOGOTIPO Versão Principal 05 CONSTRUÇÃO & ZONA DE EXCLUSÃO 06 DIMENSÕES MÍNIMAS 07 REFERÊNCIAS CROMÁTICAS 08 LOGOTIPO Variações Cromáticas 09 LOGOTIPO Variações Monocromáticas 10

Leia mais

Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Cores Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Abril de

Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Cores Manual de Imagem Normas Gráficas da AAFDL Abril de Cores Manual de Imagem Normas Gráficas Abril de 2008 1 Logótipo Logótipo São componentes do logótipo o símbolo e o lettering referente ao nome da entidade. Estes componentes estão agregados de uma forma

Leia mais

Documento padrão para submissão de trabalhos ao XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação

Documento padrão para submissão de trabalhos ao XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação Documento padrão para submissão de trabalhos ao XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação Turismo social e o imaginário da pobreza no Brasil 1 Margarethe Born Steinberger 2 e Thiery Okuyama

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS VERSÃO JANEIRO 2016

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS VERSÃO JANEIRO 2016 MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS VERSÃO JANEIRO 2016 MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS índice 1. introdução 2. logotipo 3. margens de segurança 4. dimensões mínimas 5. tipografia 6. cores 7. positivo e negativo 8. comportamento

Leia mais

PTI Parque Tecnológico Itaipu

PTI Parque Tecnológico Itaipu Introdução Para manter e fortalecer a percepção desejada da marca, foram estabelecidas diretrizes, a identidade visual foi otimizada e as melhores práticas definidas e documentadas com o objetivo de enfatizar

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Índice 1 2 3 4 5 6 7 8 9 9.1 9.2 9.3 10 Introdução Apresentação Grid Arejamento Paleta de cores Tipografia Usos incorretos Redução Aplicações Monocromática Uma cor Negativa

Leia mais

Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul todos pelo rio grande É com muita satisfação que apresentamos a nova forma de expressão do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Daqui

Leia mais

3.manual de normas. Logotipo ofícial

3.manual de normas. Logotipo ofícial manual de normas Este documento dá a conhecer o novo logotipo da Empresa Diário do Porto, mostrando desta forma a evolução que tem acompanhado a mesma ao longo dos anos, não querendo alterar a sua identidade,

Leia mais

Manual de Normas Gráficas

Manual de Normas Gráficas Manual de Normas Gráficas Este manual estabelece as normas básicas de utilização da marca Observatório do QREN nas situações mais comuns. O cumprimento destas normas fortalece a marca e evita a incorrência

Leia mais

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná Manual de Identidade Visual da SUMÁRIO O LOGOTIPO VERSÃO PRINCIPAL O logotipo da (Unespar) foi escolhido por meio da realização de um concurso com a participação da comunidade acadêmica: agentes universitários,

Leia mais

manual de normas gráficas

manual de normas gráficas 6 MARCA GRÁFICA 6 7 Marca principal Variações formais da marca 13 DIMENSÕES MÍNIMAS 13 14 Marca principal Marcas complementares 21 COR 1 2 3 4 5 6 7 8 9 21 22 Versões cromáticas Cores oficiais 26 26 27

Leia mais

manual de normas gráficas

manual de normas gráficas manual de normas gráficas 01 introdução Este manual de normas gráficas constitui um guia dos elementos da identidade visual da Viamodul, bem como, as respectivas normas para a sua correcta utilização e

Leia mais

Criada pelos empregados da CAIXA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

Criada pelos empregados da CAIXA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL INDÍCE 1. Assinatura Visual 3. Papelaria Apresentação... 04 Cores Institucionais... 05 Família Tipográfica... 06 Malha Construtiva... 07 Usos Incorretos... 09 Redução da Marca...

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual APRESENTAÇÃO Este Manual tem como objetivo estabelecer e consolidar a identidade visual da Secretaria do Tesouro Nacional, garantindo a unicidade no processo comunicativo em

Leia mais

GUIA DE LINGUAGEM VISUAL

GUIA DE LINGUAGEM VISUAL ÍNDICE INTRODUÇÃO 05 EMBALAGENS POSICIONAMENTO 07 Objetivos 30 Abordagem 31 LOGOMARCA Versões preferenciais 08 ELEMENTOS COMPONENTES Versões secundárias 10 Posicionamento da marca 32 Versões de uso restrito

Leia mais

Guia para apresentação do trabalho acadêmico:

Guia para apresentação do trabalho acadêmico: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para apresentação do trabalho acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos 2011 Guia para apresentação do trabalho acadêmico As orientações abaixo são de acordo com NBR

Leia mais

Manual de Normas C ONSELHO D E

Manual de Normas C ONSELHO D E Manual de Normas Manual de Normas Julho 2010 O manual da marca Conselho de Prevenção da Corrupção define um conjunto de regras e recomendações que garantem a sua correcta utilização. É indispensável o

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP índice APRESENTAÇÃO o processo de simplificação A NOVA MARCA padrão cromático padrão tipográfico redução e área de reserva usos incorretos

Leia mais

Manual Aplicação Marca. Edição 2015

Manual Aplicação Marca. Edição 2015 Manual Aplicação Marca Edição 2015 Por que devo usar? Este manual foi baseado no Manual de Aplicação da Marca IF, Instituido pela Portaria Setec/MEC nº 31, de 15 de setembro de 2015, tem por objetivo orientar

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Brasil 4º Congresso Nacional Unimed de Atenção Integral à Saúde Regulamento para a Submissão de Trabalhos Científicos 1. DO ENVIO: 1.1. Para submeter

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O manual da marca do Consultório na Rua tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia o serviço, compreendendo os padrões e regras de aplicação

Leia mais

01. Apresentação. in Carta de Armas

01. Apresentação. in Carta de Armas A simbologia da Emblemática é a seguinte: dos metais, o ouro simboliza a justiça, a prata a fidelidade; dos esmaltes, o vermelho simboliza o ânimo, o azul a lealdade, o negro a ciência; das peças, os dois

Leia mais

IIIº ENCONTRO CIENTÍFICO DE ESTÉTICA E NUTRIÇÃO HOTEC 30 de maio de 2016

IIIº ENCONTRO CIENTÍFICO DE ESTÉTICA E NUTRIÇÃO HOTEC 30 de maio de 2016 Apresentação O IIIº Encontro Científico de Estética e Nutrição da Faculdade Hotec visa apresentar as pesquisas realizadas na área da Saúde contribuindo para a atualização de informações e possibilitando

Leia mais

Manual de Normas de Identidade

Manual de Normas de Identidade Manual de Normas de Identidade ÍNDICE 2 1. A Essência da Identidade 2. Identidade 2.1 Versões oficiais da Marca A Cores (CMYK e RGB) Escala de Cinzas 1 Cor Pantone 2.2 Marca Oficial com Assinatura A Cores

Leia mais

Manual de Identidade Visual. agrega

Manual de Identidade Visual. agrega Manual de Identidade Visual 1.Versão Preferencial 1.1 Versão Padrão Versão de uso preferencial. Deve-se usar a logomarca na cor apresentada sobre fundo branco. No caso do fundo totalmente preto ou na cor

Leia mais

MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC

MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC Etec de Esportes Curt Walter Otto Baumgart Biblioteca da Etec de Esportes Curt Walter Otto Baumgart MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC São Paulo, 2014 ii FORMATO DO TCC Tamanho do papel: A4 (21 cm 29,7 cm);

Leia mais

BRAND BOOK designed by Celeuma 2016

BRAND BOOK designed by Celeuma 2016 BRAND BOOK designed by Celeuma 2016 BRAND BOOK designed by Celeuma 2016 BrandBook / Municípicio São Pedro do Sul / 2016 P.2 BrandBook / Municípicio São Pedro do Sul / 2016 P.3 CONCEITO ELEMENTO INSPIRADOR

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO VISUAL DIMENSÕES MÍNIMAS ÁREAS DE SEGURANÇA TIPOGRAFIA UNIVERSO CROMÁTICO COMPORTAMENTOS SOBRE FUNDOS CROMÁTICOS

IDENTIFICAÇÃO VISUAL DIMENSÕES MÍNIMAS ÁREAS DE SEGURANÇA TIPOGRAFIA UNIVERSO CROMÁTICO COMPORTAMENTOS SOBRE FUNDOS CROMÁTICOS MANUAL DE NORMAS IDENTIFICAÇÃO VISUAL DIMENSÕES MÍNIMAS ÁREAS DE SEGURANÇA TIPOGRAFIA UNIVERSO CROMÁTICO Este manual fornece os elementos standard da Identidade Visual Norte 2020, bem como as respetivas

Leia mais

Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual

Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual Comitê Brasileiro de Clubes Manual de Identidade Visual Índice Logotipo Conceito Assinaturas Área e proteção Redução mínima Positivo e negativo Escala de cinza Diversas cores O que fazer e o que não fazer

Leia mais

Guia para apresentação do trabalho acadêmico:

Guia para apresentação do trabalho acadêmico: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para apresentação do trabalho acadêmico: de acordo com NBR 14724/2005 São Carlos 2010 Guia para apresentação do trabalho acadêmico As orientações abaixo são de acordo com a

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS 01 01. IDENTIDADE VISUAL O objetivo deste manual é orientar a aplicação da identidade visual da marca CERIS através da apresentação detalhada das normas gráficas que foram definidas.

Leia mais

Manual de Marca Fundação Espaço ECO. Versão 03. Janeiro, 2015.

Manual de Marca Fundação Espaço ECO. Versão 03. Janeiro, 2015. Ω Manual de Marca Fundação Espaço ECO Versão 03. Janeiro, 2015. Ω CADERNO AZUL 02 01. Introdução 03 01.1 Apresentação 04 01.2 A marca Fundação Espaço ECO 06 02. Diretrizes da marca 07 02.1 Formatos da

Leia mais

TÍTULO DO ARTIGO E SUBTÍTULO EM ARIAL 12 NEGRITO Este artigo deve apresentar limite mínimo 10 e máximo de 25 páginas. RESUMO

TÍTULO DO ARTIGO E SUBTÍTULO EM ARIAL 12 NEGRITO Este artigo deve apresentar limite mínimo 10 e máximo de 25 páginas. RESUMO Revisado em 13/07/2012 TÍTULO DO ARTIGO E SUBTÍTULO EM ARIAL 12 NEGRITO Este artigo deve apresentar limite mínimo 10 e máximo de 25 páginas. Nome completo do autor 1 em arial 10 caixa baixa 1 Nome completo

Leia mais

Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA

Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA Apresentação Logotipo Nomenclatura Símbolo Exemplo das marcas das outras Superintendências: A marca é o elemento central de uma identidade visual. Quando

Leia mais

Instruções Para Autores (Artigos Científicos e Relatórios de Pesquisa) São apresentadas a seguir instruções para a preparação dos trabalhos.

Instruções Para Autores (Artigos Científicos e Relatórios de Pesquisa) São apresentadas a seguir instruções para a preparação dos trabalhos. Instruções Para Autores (Artigos Científicos e Relatórios de Pesquisa) São apresentadas a seguir instruções para a preparação dos trabalhos. 1. FORMATO GERAL As contribuições para o I Encontro para o Desenvolvimento

Leia mais

MUSEU DE CIÊNCIAS DA UFG

MUSEU DE CIÊNCIAS DA UFG MUSEU DE CIÊNCIAS DA UFG Construção A malha é construída partindo de um triângulo equilátero cuja mediana é posicionada horizontalmente; O triângulo é então rebatido e posicionado de forma que suas bases

Leia mais

NORMAS DE ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ESTÁGIO

NORMAS DE ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ESTÁGIO NORMAS DE ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ESTÁGIO O relatório de actividades será essencialmente um relatório de actividades desenvolvidas no local de estágio. Este relatório deverá conter os

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE CONSTRUÇÃO Versão preferencial... 03 Malha construtiva... 04 Cores institucionais... 05 USABILIDADE Área de não interferência... 06 Redução máxima... 07 Aplicações sobre

Leia mais

Manual de uso das marcas do Ministério do Esporte ASCOM/ ME- 2013

Manual de uso das marcas do Ministério do Esporte ASCOM/ ME- 2013 Manual de uso das marcas do Ministério do Esporte ASCOM/ ME- 2013 Assinatura do Ministério do Esporte A marca deve ser preservada e apresentada sempre em conformidade com o padrão e normas deste manual.

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Versão 2.0 Atualizado em Setembro / 2015

Manual de Identidade Visual. Versão 2.0 Atualizado em Setembro / 2015 Manual de Identidade Visual Versão 2.0 Atualizado em Setembro / 2015 Diretrizes para gestão da marca A marca, é a representação simbólica de determinada entidade, produto ou serviço. Sendo assim, regras

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 2 MOVIMENTO PAULISTA DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é um programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como objetivo reduzir as

Leia mais

IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE NORMAS BÁSICO

IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE NORMAS BÁSICO 01 IDENTIDADE E COERÊNCIA Para que todo o projecto visual da Molaflex seja coerente e eficaz, é fundamental que a identidade seja utilizada de acordo com as normas definidas. Para que fique sempre assegurada

Leia mais

Apresentação. FHE e POUPEX são as nossas marcas. Elas são o nosso principal ativo. É com elas que nosso público nos reconhece.

Apresentação. FHE e POUPEX são as nossas marcas. Elas são o nosso principal ativo. É com elas que nosso público nos reconhece. Apresentação A marca é o somatório de representações que caracterizam, identificam e diferenciam uma empresa. É a expressão visual e verbal que a distingue de todas as outras empresas. FHE e POUPE são

Leia mais

MANUAL DE LOGOMARCA UNIVERSIDADE FUMEC

MANUAL DE LOGOMARCA UNIVERSIDADE FUMEC 1 MANUAL DE LOGOMARCA UNIVERSIDADE FUMEC sumário INTRODuÇãO 3 VERsõEs DA AssINATuRA VERTICAL p&b 15 ELEmENTOs E proporções DA AssINATuRA HORIZONTAL 4 VERsõEs DA AssINATuRA HORIZONTAL monocromática 16 VERsõEs

Leia mais

Manual de Identidade Visual. An ASSA ABLOY Group brand

Manual de Identidade Visual. An ASSA ABLOY Group brand Manual de Identidade Visual An ASSA ABLOY Group brand Apresentação Manual de Marca - Yale O objetivo deste Manual de Marca é uniformizar as aplicações do logo da Yale, na criação de documentos, papelaria,

Leia mais

Normas ABNT para Trabalhos

Normas ABNT para Trabalhos Normas ABNT para Trabalhos CAPA: Nome da Instituição: fonte tamanho 12 e centralizado. Nome dos autores: fonte tamanho 12, centralizado em ordem alfabética. Título: fonte tamanho 14 em negrito e centralizado.

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS . MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS 1 Este manual contém as regras básicas de utilização dos elementos fundamentais de design da marca GAME. Aqui estão apresentados os elementos primários

Leia mais

Manual de Normas da Identidade Visual. Manual de Normas da Identidade Visual

Manual de Normas da Identidade Visual. Manual de Normas da Identidade Visual Manual de Normas da Identidade Visual 1 Índice / Apresentação 3 Composição 4 Área de reserva 5 Versão alternativa 6 Logotipo principal e versão alternativa 7 Cores oficiais 8 Cores para versão principal

Leia mais

Sumário. Apresentação. 1. Assinaturas. 1.1. Completa. 1.2. Completa em português. 1.3. Completa sem endosso. 1.4. Simples. 1.5. Simples com descritivo

Sumário. Apresentação. 1. Assinaturas. 1.1. Completa. 1.2. Completa em português. 1.3. Completa sem endosso. 1.4. Simples. 1.5. Simples com descritivo Manual de aplicação Sumário Apresentação 1. Assinaturas 1.1. Completa 1.2. Completa em português 1.3. Completa sem endosso 1.4. Simples 1.5. Simples com descritivo 1.6. Produto 1.7. Produto mínima 1.8.

Leia mais

MODELO PARA A ELABORAÇÃO DE RESUMOS

MODELO PARA A ELABORAÇÃO DE RESUMOS MODELO PARA A ELABORAÇÃO DE RESUMOS INSERIR O TÍTULO (Times New Roman, 12, centralizado, em maiúsculas, negrito). Inserir autores abaixo do título e ao lado direito; iniciar pelo sobrenome em letra maiúscula

Leia mais

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NA QUINTA EDIÇÃO DA REVISTA CIENTÍFICA CET-FAESA

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NA QUINTA EDIÇÃO DA REVISTA CIENTÍFICA CET-FAESA NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NA QUINTA EDIÇÃO DA REVISTA CIENTÍFICA CET-FAESA 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A Revista Científica CET-FAESA é um periódico qualificado pela Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC)

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC) DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC) RIO DE JANEIRO 2009 2 APRESENTAÇÃO Estas diretrizes têm por objetivo padronizar a apresentação dos Trabalhos

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Família Missionária Verbum Dei

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Família Missionária Verbum Dei MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Família Missionária Verbum Dei Este manual estabelece as regras gráicas da marca Família Missionária Verbum Dei com vista a uma uniformização das peças gráicas e coerência visual

Leia mais

INTRODUÇÃO. Conheça essas regras nas próximas páginas deste manual.

INTRODUÇÃO. Conheça essas regras nas próximas páginas deste manual. MANUAL DA MARCA INTRODUÇÃO Este manual tem o objetivo de orientar as aplicações da marca ACIAP São José dos Pinhais. Os elementos gráficos que compõem a identidade visual são o logotipo, as cores institucionais

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 6. IDENTIDADE VISUAL...2 6.1. MARCA... 2 6.1.1 Apresentação... 2 6.1.2 Cores Institucionais... 3 6.1.3 Família Tipográfica... 4 6.1.4 Reprodução da Marca... 5 6.1.5 Usos Incorretos... 6 6.1.6 Redução

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO APRESENTAÇÃO 1 Este manual tem como objetivo estabelecer e consolidar a nova identidade visual do PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO. Para este objetivo

Leia mais

IDENTIDADE POSEUR Versão Principal

IDENTIDADE POSEUR Versão Principal KIT NORMAS GRÁFICAS Versão Principal Versão HORIZONTAL PALETA CRÓMATICA CMYK C77 M54 Y53 K55 RGB R48 G64 B67 433 C CMYK C12 M10 Y100 K0 RGB R235 G212 B0 116 C CMYK C62 M0 Y13 K0 RGB R88 G194 B221 311 C

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA DA UNIVERSIDADE DE ÉVORA

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA DA UNIVERSIDADE DE ÉVORA MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS. 2013 IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA DA UNIVERSIDADE DE ÉVORA 2 // Manual de Normas. Universidade de Évora // ASCENÇÃO E DINAMISMO Ascensão e Dinamismo são os principais objetivos

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Considera-se projeto de pesquisa um plano ou uma orientação metódica acerca dos passos que devem ser executados na pesquisa de forma concreta, atendendo a

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA OS AUTORES DOS ARTIGOS: ATENDE AS NORMAS DA ABNT

INSTRUÇÕES PARA OS AUTORES DOS ARTIGOS: ATENDE AS NORMAS DA ABNT INSTRUÇÕES PARA OS AUTORES DOS ARTIGOS: ATENDE AS NORMAS DA ABNT Janete Ribeiro Loureiro * Mestre em Educação RESUMO Estas instruções descrevem o estilo a ser usado na elaboração de artigos para publicação

Leia mais

Manual de identidade visual

Manual de identidade visual Manual de identidade visual apresentação....................................3 Versões horizontal e vertical........................4 grid de construção................................5 Cores institucionais...............................6

Leia mais

Manual de uso da marca do Governo Federal. SECOM / PR Janeiro de 2015

Manual de uso da marca do Governo Federal. SECOM / PR Janeiro de 2015 Manual de uso da marca do Governo Federal SECOM / PR Manual de uso da marca do Governo Federal 1.1 Introdução 3 1.2 Logomarca do Governo Federal 4 1.3 Proporções e medições 5 1.4 Zona de eclusão 6 1.5

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE MARCA--------------------------------------------- Apresentação--------------------------------------------- Assinaturas----------------------------------------- Cores

Leia mais

Apresentação. Seguir as linhas de orientação definidas neste documento é contribuir para projetar o Sistema AABB de forma clara e consistente.

Apresentação. Seguir as linhas de orientação definidas neste documento é contribuir para projetar o Sistema AABB de forma clara e consistente. Apresentação Por meio deste Manual de Identidade Visual, com suas normas e recomendações, pretendemos orientar a implantação dos elementos básicos que compõem a Programação Visual das AABB - Associações

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Marca Institucional Versão Horizontal A versão horizontal se refere a versão onde o símbolo fica no lado direito do logotipo. Nas áreas onde o espaço para aplicação da marca

Leia mais

EDITAL Nº 009, de 11 de março de 2016.

EDITAL Nº 009, de 11 de março de 2016. EDITAL Nº 009, de 11 de março de 2016. REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS NA 13ª SEMANA ACADÊMICA FADISMA ENTREMENTES EDIÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS E DIREITO A Faculdade de Direito de Santa Maria (FADISMA),

Leia mais

Manual de Identidade Visual Certificação Profissional

Manual de Identidade Visual Certificação Profissional Manual de Identidade Visual Certificação Profissional 1.1 Apresentação Este é o selo de Certificação Profissional FEBRABAN. Um símbolo que possui alta credibilidade e tem por finalidade certificar conhecimentos

Leia mais

Manual de identidade. Centro de Informação Europeia Jacques Delors

Manual de identidade. Centro de Informação Europeia Jacques Delors Manual de identidade (CIEJD) Direcção-Geral dos Assuntos Europeus (DGAE) Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) Autor: Carla Lopes design.avulso@gmail.com www.designavulso.blogspot.com Acesso em linha:

Leia mais

Olá, Este manual tem como objetivo apresentar a correta aplicação de nossa marca em toda a sua comunicação.

Olá, Este manual tem como objetivo apresentar a correta aplicação de nossa marca em toda a sua comunicação. Olá, Este manual tem como objetivo apresentar a correta aplicação de nossa marca em toda a sua comunicação. Qualquer dúvida entre em contato com ascom@fuvs.br 1 2 3 4 5 6 7 Sumário ASSINATURA PRINCIPAL

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS INTRODUÇÃO A fim de proteger e promover a marca adaptada, foi desenvolvido um kit de normas que permitirá, no futuro, reforçar e valorizar a imagem de qualidade e de sucesso

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS ALMA SHOPPING GRAPHIC GUIDELINES MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS INDÍCE TOM DE COMUNICAÇÃO 1. LOGÓTIPO 2. TIPOGRAFIA 4. COMUNICAÇÃO 1.A VERSÃO HORIZONTAL 1.B VERSÃO VERTICAL 2.A TIPOGRAFIA MARCA 2.B TIPOGRAFIA

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA. Padronização de novembro/2009. Centro de Comunicação Cedecom

MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA. Padronização de novembro/2009. Centro de Comunicação Cedecom MANUAL DE APLICAÇÃO DE MARCA Padronização de novembro/2009 Centro de Comunicação Cedecom 2 O BRASÃO O brasão da UFMG foi concebido em 1927, pelo Conselho Universitário. Sua forma original é mantida até

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS Este manual contém as regras básicas de utilização dos elementos fundamentais de design da marca Viseu Empreendedor e o modo como eles se aplicam de

Leia mais

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS. LOGÓTIPOS DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DE LISBOA (ESTeSL)

MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS. LOGÓTIPOS DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DE LISBOA (ESTeSL) MANUAL DE NORMAS GRÁFICAS LOGÓTIPOS DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DE LISBOA (ESTeSL) MAIO DE 2016 REGRAS GERAIS UTILIZAÇÃO DA IDENTIDADE VISUAL DOS CURSOS DE LICENCIATURA

Leia mais

MANUAL NORMAS GRÁFICAS. Não há outro assim

MANUAL NORMAS GRÁFICAS. Não há outro assim MARCA COMERCIAL UM COPO O conjunto de elementos remete para a figura de um copo, pelo simbolismo que acarreta este elemento. Um ícone que deixa claro o sector onde a marca se vai destacar. UM CENÁRIO VINHO+MAR+TERRA+MONTES+GÁS

Leia mais

ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) Um resumo das normas Este resumo é indicado, principalmente, para quem for escrever um trabalho científico. Como a própria ABNT diz, ao introduzir o texto

Leia mais

0.3 A MARCA. A MARCA GENERALI tem vários logótipos dependendo da designação do produto particular ou genérica.

0.3 A MARCA. A MARCA GENERALI tem vários logótipos dependendo da designação do produto particular ou genérica. MANUAL DE NORMAS 1. CORPORATIVO A MARCA A MARCA GENERALI tem vários logótipos dependendo da designação do produto particular ou genérica. Logo global do GRUPO GENERALI LOGO GENERALI VIDA_utilizado em materiais

Leia mais

Diretrizes de Utilização da Marca Corporativa. Manual de Identidade Visual da CTIS

Diretrizes de Utilização da Marca Corporativa. Manual de Identidade Visual da CTIS Diretrizes de Utilização da Marca Corporativa Assinatura Visual O símbolo e o logotipo devem ser sempre usados com tamanho e relação de proporção fixos. Versão vertical Símbolo acima do logotipo. Esta

Leia mais

APRESENTAÇÃO. A identidade visual da Virada da Saúde foi desenvolvida para expressar o conceito do evento.

APRESENTAÇÃO. A identidade visual da Virada da Saúde foi desenvolvida para expressar o conceito do evento. APRESENTAÇÃO A identidade visual da Virada da foi desenvolvida para expressar o conceito do evento. urbanidade e saúde qualidade de vida do homem sustentabilidade como promoção de saúde protagonismo pertencimento

Leia mais

As partes que compõem o trabalho acadêmico são:

As partes que compõem o trabalho acadêmico são: APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Picos, 2009 Apresentação O conhecimento científico tem como princípio fundamental a objetividade, tendo como premissa a sua legitimidade junto à comunidade científica.

Leia mais

Madeira Manual de Marca. Elementos Básicos

Madeira Manual de Marca. Elementos Básicos Madeira Manual de Marca Elementos Básicos Madeira Manual de Marca Elementos Básicos ESTE MANUAL TEM COMO OBJETIVO DEFINIR UM CONJUNTO DE REGRAS E RECOMENDAÇÕES QUE GARANTAM UMA APLICAÇÃO CORRETA DA MARCA

Leia mais

II SIMPÓSIO DE ENFERMAGEM DO HOSPITAL FELÍCIO ROCHO

II SIMPÓSIO DE ENFERMAGEM DO HOSPITAL FELÍCIO ROCHO II SIMPÓSIO DE ENFERMAGEM DO HOSPITAL FELÍCIO ROCHO TEMA: SEGURANÇA DO PACIENTE: O ENFERMEIRO COMO RECURSO CHAVE PARA UMA ASSISTÊNCIA DE QUALIDADE DATA: 02/12/2017 Belo Horizonte, 16 de Outubro de 2017.

Leia mais

ASSINATURA. Assinaturas principais

ASSINATURA. Assinaturas principais 4. SSINTUR ssinaturas principais Galp Energia utiliza 3 assinaturas institucionais. s relações entre os elementos da assinatura não devem ser, em circunstância alguma, alteradas. assinatura assinatura

Leia mais