Investimentos na Duprev

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Investimentos na Duprev"

Transcrição

1 Investimentos na Duprev

2 Plano de Aposentadoria Duprev CD Contribuições Participantes + = aposentadoria Contribuições da empresa Saldo para Patrimônio Investido

3 Perfis de Investimento Alternativas de aplicação financeira para o saldo de conta que será utilizado na sua aposentadoria. Mais flexibilidade Alinhado aos seus objetivos para o futuro Atende diferentes características de Participantes

4 Perfis de Investimento Duprev Entidade oferece 4 opções para os participantes: 100% Renda Fixa 85% Renda Fixa 15% 70% Renda Fixa 30% 50% Renda Fixa 50% Composto* Composto* Composto* Perfil 0 Perfil 15 Perfil 30 Perfil 50 *O segmento composto inclui renda variável e pode incluir também investimentos estruturados e no exterior, permitidos pela legislação.

5 Perfis de Investimento Duprev Atualmente, os investimentos da Duprev estão divididos em apenas duas classes ativos: Renda fixa Títulos Públicos Federais Renda variável Cotas de fundo de investimento que replica a composição do Ibovespa* Importante A gestão dos investimentos é feita de forma passiva, ou seja, o gestor busca retornos iguais aos dos índices de referência estabelecidos na Política de Investimentos e a compra de ativos deve seguir a composição destes índices. É uma opção que envolve menores riscos. *O Índice Bovespa é o mais importante indicador do desempenho médio das cotações das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo.

6 Renda Fixa Títulos Públicos Federais ~5%: Tesouro Selic (LFT) Curto prazo Valor Investido + Rentabilidade Valor Investido Data da Compra Data de vencimento

7 Renda Fixa Títulos Públicos Federais ~95%: Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTNB) Título com longo prazo (vencimentos de 2030 em diante) Pagamento de juros semestrais Valor Investido + Rentabilidade Juros Semestrais Valor Investido Data da Compra Data de vencimento

8 Conceitos Importantes Volatilidade Movimentação de um título em um certo período de tempo, como 1 dia ou 1 mês. Por exemplo, se uma ação custa R$ 10 e se move, em média, R$ 0,10 para cima ou para baixo por dia, ela tem baixa volatilidade. Mas se costuma variar, em média, R$ 2 por dia, seja para cima ou para baixo, ela é considerada de grande volatilidade. Volatilidade alta é bom ou ruim? Nem uma coisa nem outra. É importante que o investidor esteja ciente das oscilações de cada título e saiba lidar com isso. Marcação a mercado Procedimento que estabelece o valor atualizado para cada título ao longo do tempo, para compensar mudanças nas taxas de juros. Como efeito disso, há variações que podem ser positivas ou negativas na rentabilidade do título, mesmo na renda fixa.

9 R$ Renda Fixa Títulos Públicos Federais Historicamente, o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTNB) tem bom rendimento. 5,00 4,50 4,00 3,50 3,00 2,50 2,00 1,50 Pré-Fixado (IMA B 5+) x Pós-Fixado (CDI) CDI IMA-B a % > Selic (ou CDI) 1,00 0,50 0,00 Em 31/12 de

10 Qual título de Renda Fixa não tem rentabilidade negativa? CDB Pós-Fixado de banco com prazo de 1 ano R$ R$ R$??? (31/12/2016) R$??? (31/12/2016) Juros Rentabilidade Juros de 12% ao ano Juros de 13% ao ano R$ (02/01/2016) R$ (03/01/2016)

11 Qual título de Renda Fixa não tem rentabilidade negativa? CDB Pré-Fixado de banco com prazo de 1 ano R$ R$ (31/12/2016) (31/12/2016) Juros de 14% ao ano Juros de 15% ao ano R$ (02/01/2016) R$??? (03/01/2016) R$9.913 Rentabilidade: -0,9%

12 Renda Fixa Títulos Públicos Federais Por que investir 95% do patrimônio em títulos com muita oscilação? Opção 1 NTNB 2020: 7% ao ano + Inflação Opção 2 LTN % ao ano Opção 3 Taxa Selic 14,25% ao ano

13 Renda Variável Ibovespa Fundo de investimento que replica a composição do Ibovespa*. Atenção: Duprev não seleciona empresas ou o montante destinado a cada uma. É tudo igual ao do índice Ibovespa. *O Índice Bovespa é o mais importante indicador do desempenho médio das cotações das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo.

14 Renda Variável Ibovespa Gráfico comparativo do fundo de renda variável em que a Duprev investe (em azul) e do Ibovespa (em vermelho) 20,00% 15,00% Retorno Acumulado IBOV FECH. ITAU VERTICE IBOVESPA INDEX FIC FIA 10,00% 5,00% 0,00% -5,00% -10,00% -15,00% -20,00% 02/01/15 02/07/15 31/12/15

15 Renda Variável Ibovespa Por que a Duprev opta pela gestão passiva? A literatura acadêmica indica a gestão passiva com uma tendência de melhor rentabilidade e menos oscilação, em longo prazo.

16 Renda Variável Ibovespa Antes de optar pelos Perfis 15, 30 ou 50, considere: Sua tolerância a rentabilidades negativas e ao sobe e desce da bolsa A expectativa de rentabilidade da renda variável é maior que a da renda fixa, porém espera-se maior oscilação. Tempo até a aposentadoria Grau de risco do seu patrimônio fora da Duprev.

17 R$ Renda Variável Ibovespa Expectativa de maior rentabilidade da renda variável não foi cumprida nos últimos 11 anos... Quando ela vai se recuperar? 5,0 4,5 4,0 3,5 3,0 2,5 2,0 1,5 1,0 CDI IMA-B5+ Ibovespa Poupança 0,5 Em 31/12 de 0,

18 R$ Perfis de Investimento Duprev Evolução comparada da rentabilidade dos perfis de investimento* da Duprev com os principais indicadores: 5,00 4,50 4,00 CDI Ibovespa Poupança ,50 3,00 2,50 2,00 1,50 1,00 0,50 Em 31/12 de 0, *Como os perfis da Duprev foram criados em junho/14, a rentabilidade apresentada anterior a esta data é uma simulação, considerando a composição atual de cada perfil.

19

Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015

Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015 Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015 Gestão Visão Prev Bradesco Custódia e Administração VP Finanças Telefonica-Vivo Conselho Deliberativo Comitê Investimentos Conselho Fiscal Diretoria Executiva

Leia mais

Perfis de Investimento

Perfis de Investimento Perfis de Investimento OBJETIVO O presente documento apresenta como principal objetivo a defi nição de uma estrutura de Perfis de Investimento para os Participantes do Plano de Aposentadoria PREVIPLAN.

Leia mais

Entretanto, este benefício se restringe a um teto de 12% da renda total tributável. O plano VGBL é vantajoso em relação ao PGBL para quem:

Entretanto, este benefício se restringe a um teto de 12% da renda total tributável. O plano VGBL é vantajoso em relação ao PGBL para quem: 2 1 3 4 2 PGBL ou VGBL? O plano PGBL, dentre outras, tem a vantagem do benefício fiscal, que é dado a quem tem renda tributável, contribui para INSS (ou regime próprio ou já aposentado) e declara no modelo

Leia mais

TESOURO DIRETO TÍTULOS PÚBLICOS

TESOURO DIRETO TÍTULOS PÚBLICOS TÍTULOS PÚBLICOS TESOURO DIRETO ESTA INSTITUIÇÃO É ADERENTE AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE INVESTIMENTO NO VAREJO. O Tesouro Nacional utiliza

Leia mais

PREVI futuro - Out / = Resultado

PREVI futuro - Out / = Resultado PREVI futuro - Out / 2017 - = Resultado Balanço Patrimonial Ativo Passivo Onde estão aplicados todos os recursos do Plano PREVI Futuro Estes são distribuídos em uma Carteira de Investimentos Distribuição

Leia mais

Educação Financeira e Previdenciária 03 INVESTIMENTOS

Educação Financeira e Previdenciária 03 INVESTIMENTOS Educação Financeira e Previdenciária 03 INVESTIMENTOS Novembro de 2015 Educação Financeira e Previdenciária Saiba o que considerar HORA DE INVESTIR? Além de poupar para a realização dos seus sonhos, sejam

Leia mais

PREVI Futuro. Conheça o desempenho de Janeiro a Julho/2017. Resultado - =

PREVI Futuro. Conheça o desempenho de Janeiro a Julho/2017. Resultado - = Resultado PREVI Futuro Conheça o desempenho de Janeiro a Julho/ - = Balanço Patrimonial Ativo Onde estão aplicados todos os recursos do PREVI Futuro Passivo Renda Variável Investimentos em ações 29,39%

Leia mais

INVISTA NO. Tesouro Direto

INVISTA NO. Tesouro Direto INVISTA NO Tesouro Direto Introdução CAPÍTULO 1 OS TÍTULOS E SUAS CARACTERÍSTICAS O Tesouro Nacional criou o Tesouro Direto, programa oferecido em parceria com a B3, que permite ao investidor pessoa física

Leia mais

Investimentos RPPS Outubro 2017

Investimentos RPPS Outubro 2017 Investimentos RPPS Outubro 2017 PREMISSAS - EQUILÍBRIO ATUARIAL METAS DE CURTO PRAZO Superação da meta atuarial (anual) Liquidez necessária Auditoria TCE / Expectativas dos servidores Equilíbrio Financeiro

Leia mais

Opção de contribuição e perfil de investimento. Maio/2016

Opção de contribuição e perfil de investimento. Maio/2016 Opção de contribuição e perfil de investimento Maio/2016 Introdução As contribuições mensais feitas para os Planos HP e Agilent administrados pela HP Prev são investidas de acordo com o perfil de investimento

Leia mais

PRINCIPAIS PRODUTOS E PERFIL DO INVESTIDOR

PRINCIPAIS PRODUTOS E PERFIL DO INVESTIDOR PRINCIPAIS PRODUTOS E PERFIL DO INVESTIDOR CARACTERÍSTICAS DOS PRODUTOS DE RENDA FIXA OS PRINCIPAIS PRODUTOS DE RENDA FIXA PERFIL DE RISCO DO INVESTIDOR Quais são as diferenças básicas entre Renda Fixa

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Fundo de Investimento em Ações - FIA

Fundo de Investimento em Ações - FIA Renda Variável Fundo de Investimento em Ações - FIA Fundo de Investimento em Ações O produto O Fundo de Investimento em Ações (FIA) é um investimento em renda variável que tem como principal fator de risco

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Outubro de 2015

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Outubro de 2015 RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Outubro de 2015 1 RESULTADOS DOS INVESTIMENTOS 1.1. Saldos Financeiros Saldos Segregados por Planos (em R$ mil) DATA CC FI DI/RF PGA FI IRFM1 FI IMAB5 SUBTOTAL CC FI DI/RF FI

Leia mais

Palestras semestrais. Dez/2016. João Carlos Ferreira

Palestras semestrais. Dez/2016. João Carlos Ferreira Palestras semestrais Dez/2016 João Carlos Ferreira O que vamos abordar Elegibilidade aos benefícios e institutos. Quando terei acesso ao meu plano de previdência? Contribuição voluntária. Como obter o

Leia mais

RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016

RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016 RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016 Os recursos do CaraguaPrev são aplicados respeitando os princípios de segurança, legalidade, liquidez e eficiência. Neste mês a carteira de investimentos

Leia mais

Informativo Mensal Investimentos

Informativo Mensal Investimentos Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Março de 2016

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Março de 2016 RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Março de 2016 1 RESULTADOS DOS INVESTIMENTOS 1.1. Saldos Financeiros Saldos Segregados por Planos (em R$ mil) PGA CC DI/RF IRFM1 IMAB5 SUBTOTAL 31/dez/2013 26.103,99 26.103,99

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O AGORA BOLSA FIC DE FIA 08.909.429/0001-08. Informações referentes a Abril de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O AGORA BOLSA FIC DE FIA 08.909.429/0001-08. Informações referentes a Abril de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O AGORA BOLSA FIC DE FIA 08.909.429/0001-08 Informações referentes a Abril de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o ÁGORA BOLSA FUNDO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FIC REF DI LP EMPRESA 04.044.634/0001-05 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FIC REF DI LP EMPRESA 04.044.634/0001-05 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LONGO PRAZO. As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

Renda Fixa. Escrito por Sandra Blanco, CFP, Consultora de Investimentos da Órama, mais de 20 anos de mercado e autora de diversos livros.

Renda Fixa. Escrito por Sandra Blanco, CFP, Consultora de Investimentos da Órama, mais de 20 anos de mercado e autora de diversos livros. Renda Fixa Escrito por Sandra Blanco, CFP, Consultora de Investimentos da Órama, mais de 20 anos de mercado e autora de diversos livros. ÍNDICE investimentos em renda fixa... 4 CARACTERÍSTICAS da Renda

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS NOVA YORK FI MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS NOVA YORK FI MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016 DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS NOVA YORK FI MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO 2. Rentabilidade 2.1

Leia mais

No Brasil. No Mundo. BB DTVM: Líder do Mercado. O Brasil subiu para 6º lugar no ranking mundial. Fonte: ANBIMA- Agosto/10 e ICI - Mar/10 EUA 48,69%

No Brasil. No Mundo. BB DTVM: Líder do Mercado. O Brasil subiu para 6º lugar no ranking mundial. Fonte: ANBIMA- Agosto/10 e ICI - Mar/10 EUA 48,69% Ranking Mundial de Fundos No Mundo O Brasil subiu para 6º lugar no ranking mundial. No Brasil BB DTVM: Líder do Mercado EUA 48,69% BB DTVM 21,43% Luxemburgo 10,09% ITAÚ-UNIBANCO 17,11% França 7,51% BRADESCO

Leia mais

LCI E LCA. ebook Renda Fixa

LCI E LCA. ebook Renda Fixa ebook Renda Fixa 1 LCI E LCA A LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são dois tipos de investimento em renda fixa, que costumam ter retornos bem superiores ao da

Leia mais

Rio de Janeiro, novembro de 2010. Renato Andrade

Rio de Janeiro, novembro de 2010. Renato Andrade Tesouro Direto Rio de Janeiro, novembro de 2010 Renato Andrade Visão Geral Vantagens Comprando Tributação e Vendendo Títulos Comprando e Vendendo Títulos Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro

Leia mais

ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015

ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015 ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015 PORQUE TER UM PLANO DE APOSENTADORIA PRIVADA? TETO ATUAL DO INSS ATUALIZADO SOMENTE PELO INPC: R$ 4.663,00 INDEPENDENTE DO SEU SALÁRIO NA ATIVA, O

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDENCIA SOCIAL DE ALVINÓPOLIS

INSTITUTO DE PREVIDENCIA SOCIAL DE ALVINÓPOLIS INSTITUTO DE PREVIDENCIA SOCIAL DE ALVINÓPOLIS MÊS REFERENCIA: OUTUBRO 2014 VISAO GERAL GRAFICO RENTABILIDADE CAPITAL PROTEGIDO ENQUADRAMENTO COMENTÁRIO RATING BALANCEAMENTO POLITICA INVESTIMENTO DAIR

Leia mais

GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA RPPS PONTÃO MARÇO

GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA RPPS PONTÃO MARÇO 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Focus Relatório de Mercado de 6 de março de 2015. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/pec/gci/port/readout/r20150306.pdf.

Leia mais

Sumário. Prefácio, XV Introdução, 1

Sumário. Prefácio, XV Introdução, 1 Sumário Prefácio, XV Introdução, 1 Capítulo 1 Sistema Financeiro Nacional, 3 1.1 Funções básicas do Sistema Financeiro Nacional, 4 1.2 Principais participantes do mercado, 4 1.2.1 Introdução, 4 1.2.2 Órgãos

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J U L H O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 4,9 bilhões Saldo: R$ 525,4 bilhões Financiamentos

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO - 2014 Í NDICE RELATÓRIOO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS Carteira consolidada... 1 Carteira detalhada... 2 Política de Investimento 2014... 3 Análise de rentabilidadee...

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS SOBERANO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - SIMPLES CNPJ/MF: Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA. Em Parceria com:

NOSSA HISTÓRIA. Em Parceria com: Em Parceria com: NOSSA HISTÓRIA A UM INVESTIMENTOS S/A Corretora de Títulos e Valores Mobiliários é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 40 anos. Em 2008 iniciou um processo

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T16

Divulgação de Resultados 1T16 São Paulo - SP, 29 de Abril de 2016. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Taxa de Juros no Período (SELIC)

Taxa de Juros no Período (SELIC) Os títulos públicos federais são emitidos pelo Tesouro Nacional e compõem a dívida pública interna. Servem como instrumento de captação de recursos para que o governo execute suas atividades. Todos os

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Adesão ao Plano de Benefícios HP

Adesão ao Plano de Benefícios HP Adesão ao Plano de Benefícios HP OBJETIVO DA HP PREV Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda

Leia mais

CENÁRIO ECONÔMICO PLANO UNIFICADO 2º TRI/2015

CENÁRIO ECONÔMICO PLANO UNIFICADO 2º TRI/2015 CENÁRIO ECONÔMICO PLANO UNIFICADO 2º TRIMESTRE DE 2015 1 CENÁRIO ECONÔMICO O segundo trimestre do ano de 2015 demonstrou uma aceleração da deterioração dos fatores macroeconômicos no Brasil, com aumento

Leia mais

PERFIL DO INVESTIDOR. Uma das principais vantagens do Tesouro Direto é a possibilidade do investidor

PERFIL DO INVESTIDOR. Uma das principais vantagens do Tesouro Direto é a possibilidade do investidor PERFIL DO INVESTIDOR Uma das principais vantagens do Tesouro Direto é a possibilidade do investidor montar sua carteira de acordo com os seus objetivos, adequando prazos de vencimento e indexadores às

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA DE SÃO FRANCISCO DE PAULA Fundo Municipal de Previdência Social

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA DE SÃO FRANCISCO DE PAULA Fundo Municipal de Previdência Social POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA O ANO DE 2013 1. INTRODUÇÃO Atendendo à legislação pertinente aos investimentos dos Regimes Próprios de Previdência Social - RPPS, em especial a Resolução CMN nº 3922, de

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40 BENCHMARK RF:60.00% ( 100.00%CDI ) + RV:40.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 03/11/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/11/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO MULTIPREV CARTEIRA 14 FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO MULTIPREV CARTEIRA 14 FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: MULTIPREV CARTEIRA 14 FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P A B R I L, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 27 de maio de 2016 Crédito imobiliário alcança R$ 3,5 bilhões em abril

Leia mais

TEMA 1. MERCADO FINANCEIRO E TRIBUTAÇÃO. Introdução Sistema Financeiro Nacional. Mercado de Crédito

TEMA 1. MERCADO FINANCEIRO E TRIBUTAÇÃO. Introdução Sistema Financeiro Nacional. Mercado de Crédito FEA-USP-EAC Curso de Graduação em Contabilidade Disciplina: EAC0562: Estudos Complementares V Tributação sobre Operações Financeiras TEMA 1. MERCADO FINANCEIRO E TRIBUTAÇÃO TEMA 1 Mercado Financeiro e

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P D E Z E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 9,0 bilhões Saldo: R$ 516,0 bilhões Financiamentos

Leia mais

Tesouro Direto. Disclaimer. CCI Tesouro Direto

Tesouro Direto. Disclaimer. CCI Tesouro Direto Tesouro Direto CCI CONFIDENCIAL E EXCLUSIVO É proibido usar este material sem autorização expressa da BTC Tesouro Direto Disclaimer Este material foi utilizado como apoio gráfico a uma apresentação oral

Leia mais

RENDA FIXA TESOURO DIRETO

RENDA FIXA TESOURO DIRETO DESTAQUES DO RELATÓRIO Carteira Recomendada Nossa Carteira Recomendada do Tesouro Direto para os próximos 30 dias considera os dois principais fatores impactando a curva de juros, a melhora recente do

Leia mais

Síntese dos Resultados dos Investimentos do Plano ALEPEPREV

Síntese dos Resultados dos Investimentos do Plano ALEPEPREV Síntese dos Resultados dos Investimentos do Plano ALEPEPREV O ALEPEPREV obteve em 2016 resultados bastante positivos, e acima do benchmark definido pela Política de Investimentos. Vale destacar que o desempenho

Leia mais

Lamina de Informações Essenciais

Lamina de Informações Essenciais Lamina de Informações Essenciais SulAmérica Inflatie FI RF Longo Prazo CNPJ nº 09.326.708/0001-01 Informações referentes a Março de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P A G O S T O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 31 de agosto de 2017 Crédito imobiliário atinge R$ 4,24 bilhões em

Leia mais

Luiz Augusto de Oliveira Candiota

Luiz Augusto de Oliveira Candiota Luiz Augusto de Oliveira Candiota Por que investir em ações agora?" Lacan Investimentos Índice Contexto Macroeconômico Por quê? Riscos Oportunidades Como? Gestão Ativa x Gestão Passiva [3] Contexto Macroeconômico

Leia mais

1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS MILO - FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - INVESTIDOR QUALIFICADO

1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS MILO - FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - INVESTIDOR QUALIFICADO DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS MILO - FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF: Informações referentes a 2017 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro

Leia mais

Maio/2016 RADAR F8A 8ª MAIOR QUEDA DO ÍNDICE BOVESPA NOS ÚLTIMOS 12,5 ANOS RISCOS E OPORTUNIDADES

Maio/2016 RADAR F8A 8ª MAIOR QUEDA DO ÍNDICE BOVESPA NOS ÚLTIMOS 12,5 ANOS RISCOS E OPORTUNIDADES Maio/2016 RADAR F8A 8ª MAIOR QUEDA DO ÍNDICE BOVESPA NOS ÚLTIMOS 12,5 ANOS RISCOS E OPORTUNIDADES 2 Introdução Comentamos no Radar de março que os indicadores de referência para os mercados de renda fixa

Leia mais

ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos.

ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos. NOSSA HISTÓRIA A UM INVESTIMENTOS S/A Corretora de Títulos e Valores Mobiliários é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 40 anos. Em 2008 iniciou um processo de reestruturação,

Leia mais

Regulamento. Perfis de Investimento

Regulamento. Perfis de Investimento Regulamento Perfis de Investimento 2017 ÍNDICE CAPÍTULO I - DA FINALIDADE....3 CAPÍTULO II - DOS PARTICIPANTES ELEGÍVEIS...3 CAPÍTULO III - DOS PERFIS...3 CAPÍTULO IV - DO PRAZO DE ESCOLHA DO PERFIL DE

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX BENCHMARK 100.00%CDI Relatório Gerencial Consolidado - Período de 02/12/2013 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 31/12/2013 pg. 1 Posição Sintética dos Ativos em 31/12/2013 Financeiro % PL FUNDOS

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P A B R I L, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 25 de abril de 2017 Crédito imobiliário totaliza R$ 4,01 bilhões em março

Leia mais

Investtop www.investtop.com.br

Investtop www.investtop.com.br 1 Conteúdo Introdução... 4 CDB... 6 O que é CDB?...6 Liquidez...6 Tributação...6 Riscos...7 Dicas...7 Vantagens...7 Letra de Crédito do Imobiliário (LCI)... 9 O que é LCI?...9 Liquidez...9 Tributação...9

Leia mais

Balanço do Tesouro Direto - Agosto 2017

Balanço do Tesouro Direto - Agosto 2017 Balanço do Tesouro Direto - Agosto 2017 1. Vendas e Resgates Em agosto, as vendas do Tesouro Direto atingiram R$ 1.349,3 milhões. Já os resgates totalizaram R$ 1.408,2 milhões, sendo R$ 1.275,2 milhões

Leia mais

ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos.

ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos. ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos. RENDA FIXA? Fuja do seu banco! Novembro 2013 COMO FUNCIONA A RENDA

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NANUQUE Fevereiro/2014 RELATÓRIO DE DESEMPENHO MENSAL Em atendimento a Resolução CMN 3.922/10 de acordo com os artigos: Art. 4º. Os responsáveis

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD VIP REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 01.615.744/0001-83 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD VIP REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 01.615.744/0001-83 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD VIP REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 01.615.744/0001-83 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

A tabela a seguir ilustra o comparativo da rentabilidade nominal acumulada nos respectivos períodos:

A tabela a seguir ilustra o comparativo da rentabilidade nominal acumulada nos respectivos períodos: Veículo: Dino Data: 02.04.14 APLICAÇÕES FINANCEIRAS ANTES E DEPOIS DA CRISE DE 2008 O Instituto Assaf levantou as principais aplicações financeiras antes e depois da crise de 2008. Dois períodos foram

Leia mais

CARTA MENSAL: Março/2013

CARTA MENSAL: Março/2013 Prezados Investidores, Em março os Fundos Brasil Capital FIA e Brasil Capital FIM tiveram retornos negativos de -3,60% e -1,18%, versus desempenho do Ibovespa de -1,91%. Em 12 meses, as variações acumuladas

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO Expectativas de Mercado BACEN (17/04/2015) Pág. 2 abril de 2015 CARTEIRA DE INVESTIMENTO ATIVOS % FEVEREIRO MARÇO DISTRIBUIÇÃO POR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

Leia mais

relatório mensal Rio Bravo Crédito Imobiliário I Fundo de Investimento Imobiliário - FII

relatório mensal Rio Bravo Crédito Imobiliário I Fundo de Investimento Imobiliário - FII relatório mensal Imobiliário I Fundo de Investimento Imobiliário - FII AGOSTO 2013 Imobiliário I Fundo de Investimento Imobiliário - FII O fundo Imobiliário I FII iniciou suas atividades em 4 de agosto

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

Dinheiro Multiplique-se

Dinheiro Multiplique-se Dinheiro Multiplique-se Por que se preocupar? Por que se preocupar? Basta trabalhar!!! Então, como faço para ganhar ser milionário? Preciso inventar uma nova empresa? 1º passo Você precisa estar alinhado

Leia mais

Produtos e Serviços Financeiros

Produtos e Serviços Financeiros 1 APRESENTAÇÃO DE APOIO Produtos e Serviços Financeiros 3º Encontro Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking 2 por Leandro Rassier Complementação + Aplicações práticas METODOLOGIA PARA COMPREENSÃO

Leia mais

CENÁRIO ECONOMICO COMPARATIVO FACEPI AGENDA MELHORIAS FACEPI

CENÁRIO ECONOMICO COMPARATIVO FACEPI AGENDA MELHORIAS FACEPI CENÁRIO ECONOMICO COMPARATIVO FACEPI AGENDA MELHORIAS FACEPI ECONOMIA INTERNACIONAL TAXAS DE JUROS 3 ECONOMIA INTERNACIONAL TAXAS DE JUROS 4 ECONOMIA INTERNACIONAL TAXAS DE JUROS 5 ECONOMIA INTERNACIONAL

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO SPITFIRE II FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO CNPJ/MF:

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO SPITFIRE II FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO CNPJ/MF: DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO SPITFIRE II FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO CNPJ/MF: Informações referentes a 2017 1. Denominação completa do fundo conforme

Leia mais

Visão Mais Perto Visão Prev

Visão Mais Perto Visão Prev Visão Mais Perto 2015 Visão Prev 2016 Perfil de Investimentos Estrutura Gestão Visão Prev Entendendo Conceitos Renda Fixa Os investimentos em renda fixa podem ser feitos em títulos públicos ou títulos

Leia mais

TÍTULO PÚBLICO FEDERAL. Manoela Barreto

TÍTULO PÚBLICO FEDERAL. Manoela Barreto TÍTULO PÚBLICO FEDERAL Manoela Barreto EXPERIÊNCIA Economista Diretora de ONG que divulga a ENEF Sócia da Ourum Investimentos e Câmbio Demais detalhes TÍTULOS PÚBLICOS FEDERAIS - CONCEITO Um título público

Leia mais

Renda fixa e Tesouro Direto

Renda fixa e Tesouro Direto Renda fixa e Tesouro Direto Classificação de investimentos Collor CDB Renda fixa Caderneta de poupança Fundos DI Imóveis Renda variável Ações Liquidez Liquidez Liquidez Segurança Segurança Segurança Rentabilidade

Leia mais

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos 1 CENÁRIO ECONÔMICO Economia Internacional RECUPERAÇÃO Produção Industrial (total) 115.00 Revisões

Leia mais

Tesouro Direto. Brasília, Setembro de 2011

Tesouro Direto. Brasília, Setembro de 2011 Tesouro Direto Brasília, Setembro de 2011 Princípios da Gestão da Dívida Visão Geral do Programa Vantagens do Tesouro Direto Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro Direto Perfil do Investidor

Leia mais

PREVIDÊNCIA. previd. Guia para Escolha do Perfil de Investimento. do Plano de Contribuição Definida

PREVIDÊNCIA. previd. Guia para Escolha do Perfil de Investimento. do Plano de Contribuição Definida futuro PREVIDÊNCIA Guia para Escolha do Perfil de Investimento do Plano de Contribuição Definida previd uia Caro participante Preparamos para você um guia contendo conceitos básicos sobre investimentos,

Leia mais

RENDA FIXA TESOURO DIRETO

RENDA FIXA TESOURO DIRETO DESTAQUES DO RELATÓRIO Carteira Recomendada Nossa Carteira Recomendada do Tesouro Direto para os próximos 30 dias continua considerando principalmente o desafio fiscal nos próximos anos como principal

Leia mais

Informativo Mensal Investimentos

Informativo Mensal Investimentos Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P N O V E M B R O, 2 0 1 5 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 962 milhões Saldo: R$ 501,2 bilhões Financiamentos

Leia mais

METODOLOGIA DE CÁLCULO DOS TÍTULOS PÚBLICOS OFERTADOS NO TESOURO DIRETO

METODOLOGIA DE CÁLCULO DOS TÍTULOS PÚBLICOS OFERTADOS NO TESOURO DIRETO METODOLOGIA DE CÁLCULO DOS TÍTULOS PÚBLICOS OFERTADOS NO TESOURO DIRETO Letras do Tesouro Nacional LTN Características Gerais: Juros: Não há, estão implícitos no deságio do título. Modalidade: Escritural,

Leia mais

Lamina de Informações Essenciais

Lamina de Informações Essenciais Lamina de Informações Essenciais SUL AMÉRICA EXCELLENCE FI RENDA FIXA CP CNPJ nº 04.899.128/0001-90 Informações referentes a Julho de 2014 Rating : bra+f * Standard&Poor's Esta lâmina contém um resumo

Leia mais

perfis de investimento MATERIAL EXPLICATIVO

perfis de investimento MATERIAL EXPLICATIVO perfis de investimento MATERIAL EXPLICATIVO INTRODUÇÃO Este material explicativo vai apresentar a você uma grande novidade que a Fundação Itaúsa Industrial criou para os participantes do Plano PAI: os

Leia mais

Perfis de Investimento

Perfis de Investimento 1 Perfis de Investimento Material Explicativo www.previsiemens.com.br 2 3 ESCOLHA O SEU LUGAR AO SOL Tem gente que gosta muito de sol. Afinal, ele trás certos benefícios à nossa saúde, nos deixa mais animados,

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL DE INVESTIMENTOS

RELATÓRIO TRIMESTRAL DE INVESTIMENTOS RELATÓRIO TRIMESTRAL DE INVESTIMENTOS APLICAÇÕES FINANCEIRAS SOB GESTÃO DO IPMC 01/01/2016 A 31/03/2016 1 - O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba IPMC, apresenta o Relatório

Leia mais

Rentabilidade da Renda Fixa e os Fundos de Previdência

Rentabilidade da Renda Fixa e os Fundos de Previdência Rentabilidade da Renda Fixa e os Fundos de Previdência Ricardo Aguida Geraldes, CFP junho 2013 INTERNA Este documento foi classificado pelo Departamento de Análise Competitiva e o acesso está autorizado,

Leia mais

Tesouro Direto. Vitória, outubro de 2009. Renato Andrade

Tesouro Direto. Vitória, outubro de 2009. Renato Andrade Tesouro Direto Vitória, outubro de 2009. Renato Andrade Visão Geral Vantagens Tributação Entendendo o que altera o preço Comprando e Vendendo Títulos Simuladores do Tesouro Direto 2 O que é Tesouro Direto?

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P F E V E R E I R O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 24 de março de 2017 Crédito imobiliário totaliza R$ 2,95 bilhões

Leia mais

DESTAQUES DO RELATÓRIO. Carteira Recomendada. Cenário Macroeconômico

DESTAQUES DO RELATÓRIO. Carteira Recomendada. Cenário Macroeconômico DESTAQUES DO RELATÓRIO Carteira Recomendada Nossa Carteira Recomendada do Tesouro Direto para os próximos 30 dias assume um cenário de inflação ainda pressionada, com o indicador de maio superando expectativas,

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS SOBERANO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - SIMPLES CNPJ/MF:

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS SOBERANO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - SIMPLES CNPJ/MF: DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS SOBERANO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - SIMPLES CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo

Leia mais

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 4 de maio de 2015

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 4 de maio de 2015 1. Alocação recomendada para Maio de 2015 Classe de Ativo Carteira Conservadora* Carteira Moderada* Carteira Agressiva* Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Pós-Fixado

Leia mais

Treinamento Investimentos Básico

Treinamento Investimentos Básico Treinamento Investimentos Básico Objetivos Conhecer os produtos comercializados; Saber como funciona os novos RDCs; Conceito de Volume Global; Calcular o CDI relativo na HP12c; Aprimorar a argumentação

Leia mais

1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS INFLAÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA

1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS INFLAÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS INFLAÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o

Leia mais

DESTAQUES DO RELATÓRIO. Carteira Recomendada. Cenário Macroeconômico

DESTAQUES DO RELATÓRIO. Carteira Recomendada. Cenário Macroeconômico 08/12/2015 DESTAQUES DO RELATÓRIO Carteira Recomendada Nossa Carteira Recomendada do Tesouro Direto para os próximos 30 dias assume que o cenário fiscal e a inflação continuarão sendo as principais variáveis

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Setembro de 2015

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Setembro de 2015 RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Setembro de 2015 1 RESULTADOS DOS INVESTIMENTOS 1.1. Saldos Financeiros Saldos Segregados por Planos (em R$ mil) DATA CC FI DI/RF PGA FI IRFM1 FI IMAB5 SUBTOTAL CC FI DI/RF FI

Leia mais

Perfis de Investimento Ciclo de Vida baseado em Target Date Funds

Perfis de Investimento Ciclo de Vida baseado em Target Date Funds Perfis de Investimento Ciclo de Vida baseado em Target Date Funds Seminário Funpresp Fabio Alvarez Brasília, 10 de novembro de 2016 2 PLANO ODEPREV Perfis de Investimento baseados em Datas-Alvo Desde Abr/14

Leia mais

Restrições de Investimento: -.

Restrições de Investimento: -. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O TOKYO-MITSUBISHI UFJ LEADER FI REF DI 00.875.318/0001-16 Informações referentes a 05/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o TOKYO-MITSUBISHI

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE EIRO

RELATÓRIO DE GESTÃO DE EIRO RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JAN EIRO - 2013 ÍNDICE RELATÓRIO GERENCIAL Carteira Consolidada... 1 Carteira Detalhada... 2 Política de Investimentos... 3 Análise de Rentabilidade... 4 Retorno da

Leia mais

Variação percentual do CDI

Variação percentual do CDI DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO ZURICH BNPP FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme

Leia mais