VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MARKETING

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MARKETING"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 2011 VERSÃO 1 PROVA DE MARKETING Instruções para realização da prova 1. Este caderno contém 20 questões objetivas. 2. Para cada questão só há UMA ALTERNATIVA CORRETA. 3. A folha de resposta definitiva (gabarito) encontra-se na última página deste caderno de questões e não poderá ser rasurada, apagada por borracha ou corretivo, ou conter qualquer marcação fora dos campos destinados às respostas, pois existindo qualquer das situações especificadas acima tornará nula a questão. 4. Utilize apenas caneta esferográfica azul ou preta para preenchimento da folha de respostas (gabarito), a utilização de lápis implicará na anulação da prova e eliminação do candidato. 5. A duração da prova é de 1 (uma) hora. 6. Escreva somente o número de seu CPF em cada uma das páginas. Não escreva seu nome, nem faça qualquer identificação. 7. O candidato somente poderá retirar-se do local de aplicação da prova após 30 (trinta) minutos de seu início, levando consigo apenas esta página na qual se encontra a tira de gabarito ao lado para futura conferência. Instruções de conduta durante a prova 1. Não faça perguntas durante a prova, caso necessite de esclarecimento, levante o braço e aguarde ser atendido. 2. Não será permitido o uso de qualquer material de consulta. 3. O candidato NÃO poderá levar este caderno que será usado para correção da prova. 4. O candidato deverá entregar o caderno de prova até o término do horário permitido. Após este limite, todas as questões do candidato serão anuladas. Aguarde a ordem do fiscal para abrir este caderno. Boa prova! RESPOSTAS

2 PROVA DE MARKETING 01. Analise as afirmativas abaixo: I. O modelo teórico de rede de empresa (network de empresa) pode ser definido como um conjunto de empresas fornecedoras e distribuidoras da empresa para qual o processo está sendo feito II. O modelo teórico de rede de empresa vê as empresas como pertencentes a uma rede composta por empresas homogêneas III. A perspectiva de networks coloca que pelo menos uma das empresas participantes possui todos os recursos, habilidades ou tecnologias necessários b) I e II estão corretas e III está incorreta 02. Com relação à força de vendas de uma empresa, é correto afirmar que: a) Quanto maior a complexidade da oferta, maior é a importância da força de vendas b) Quando se usa uma estratégia de distribuição empurrada, maior é a importância da força de vendas c) Quanto maior for o número de consumidores, menor é a importância da força de vendas d) Quanto mais informações forem necessárias ao processo de compra, mais necessários serão os vendedores e) Todas as alternativas estão corretas 03. Analise as afirmativas abaixo sobre métodos usados para definir o número de vendedores de uma organização: I. O método da divisão de metas divide o objetivo da organização pelo potencial do melhor vendedor II. O método incremental tem como princípio o fato de os vendedores serem adicionados desde que a receita marginal gerada seja igual ao custo marginal III. O modelo de Programação não Linear maximiza a lucratividade para tamanhos alternativos da força de vendas 04. A seguir estão listados exemplos dos oito estados da demanda, exceto: a) Demanda negativa b) Demanda inexistente c) Demanda latente d) Demanda social e) Demanda irregular

3 05. Analise as afirmativas abaixo sobre as orientações da empresa para o mercado: I. A orientação para produção sustenta que os consumidores dão preferência a produtos de qualidade e desempenho superiores, com características inovadoras II. A orientação de vendas sustenta que é preciso satisfazer as necessidades dos clientes III. A orientação de marketing holístico sustenta que é preciso reconhecer e harmonizar o escopo e as complexidades das atividades de marketing 06. A cadeia de valor é uma ferramenta para identificar as maneiras pelas quais se pode criar mais valor para o cliente, e consiste em: a) Cinco atividades principais (logística, operações, finanças, marketing/vendas, recursos humanos) e quatro atividades de apoio (infraestrutura da empresa, sistemas de informação, desenvolvimento de tecnologia, normas organizacionais) b) Cinco atividades principais (logística interna, logística externa, finanças, marketing/vendas, recursos humanos) e quatro atividades de apoio (estrutura organizacional, sistemas de informação, desenvolvimento de tecnologia, normas organizacionais) c) Cinco atividades principais (logística interna, operações, logística externa, marketing/vendas, serviço) e quatro atividades de apoio (infraestrutura da empresa, gerência de recursos humanos, desenvolvimento de tecnologia, aquisição) d) Quatro atividades principais (logística interna, logística externa, marketing/vendas, serviço) e cinco atividades de apoio (infraestrutura da empresa, gerência de recursos humanos, desenvolvimento de tecnologia, aquisição, normas organizacionais) e) Quatro atividades principais (logística interna, operações, marketing/vendas, recursos humanos) e cinco atividades de apoio (infraestrutura da empresa, desenvolvimento de tecnologia, sistemas de informação, normas organizacionais, aquisição) 07. A seguinte definição de mercado conjunto de consumidores que possuem renda, interesse e acesso a determinada oferta é uma das definições de mercado que podem ser usadas na previsão da demanda, e é chamada de: a) Mercado potencial b) Mercado disponível c) Mercado-alvo d) Mercado segmentado e) Mercado atendido 08. Analise as afirmativas abaixo: I. A previsão de vendas da empresa é a participação estimada da empresa na demanda de mercado segundo níveis alternativos de esforços de marketing, ao longo de um determinado período II. Uma quota de vendas é o limite de vendas a que a demanda da empresa pode chegar, à medida que seu esforço de marketing aumenta em relação aos concorrentes III. Um orçamento de vendas é a meta de vendas estabelecida para uma linha de produtos, uma divisão da empresa ou um representante de vendas

4 09. A satisfação do cliente após a realização da compra depende da comparação entre: a) Desempenho da oferta e expectativas do cliente b) Desempenho da oferta e desempenho dos concorrentes c) Expectativas do cliente e expectativas dos concorrentes d) Expectativas do cliente e brand equity e) Desempenho da oferta e brand equity 10. Os cinco níveis diferentes de investimento que uma empresa pode realizar na construção de relacionamento com seus clientes são: a) Marketing básico, marketing eventual, marketing responsável, marketing preferencial, marketing de parceria b) Marketing básico, marketing reativo, marketing eventual, marketing proativo, marketing societal c) Marketing elementar, marketing básico, marketing responsável, marketing preferencial, marketing societal d) Marketing básico, marketing reativo, marketing responsável, marketing proativo, marketing de parceria e) Marketing elementar, marketing reativo, marketing preferencial, marketing societal, marketing holístico 11. As empresas podem usar seus bancos de dados nas seguintes situações, exceto: a) Para reduzir seus custos de atendimento aos clientes b) Para identificar clientes potenciais c) Para decidir quais clientes devem receber uma oferta em particular d) Para intensificar a fidelidade dos clientes e) Para reativar as compras dos clientes 12. O principal determinante do comportamento e dos desejos de uma pessoa é: a) Grupos de referência b) Estilo de vida c) Cultura d) Personalidade e) Atitudes 13. Analise as afirmativas abaixo sobre avaliação de alternativas de compra: I. Os modelos de decisão cognitivamente orientados consideram que o consumidor forma julgamentos principalmente em uma base racional e consciente II. As atitudes predispõem as pessoas a gostarem ou não de um objeto, o que as aproxima ou as afasta dele III. O modelo de expectativa em relação ao valor postula que os consumidores avaliam produtos e serviços combinando suas crenças de merca de acordo com sua importância

5 14. Algumas das características dos mercados organizacionais que os diferenciam dos mercados consumidores são apresentadas a seguir, exceto: a) Menos compradores, porém de maior porte b) Compra profissional c) Demanda derivada d) Demanda elástica e) Demanda oscilante 15. Os três modelos de preferências que podem ser identificados nos mercados e servir de base para segmentação são: a) Preferências homogêneas, preferências holísticas, preferências conglomeradas b) Preferências homogêneas, preferências holísticas, preferências equitativas c) Preferências homogêneas, preferências difusas, preferências conglomeradas d) Preferências heterogêneas, preferências difusas, preferências equitativas e) Preferências heterogêneas, preferências holísticas, preferências conglomeradas 16. Analise as afirmativas abaixo sobre padrões de seleção de mercado-alvo: I. Na especialização seletiva, a empresa seleciona certo número de segmentos atraentes e apropriados e apresenta razões objetivas para sua seleção II. Na especialização por produto, a empresa concentra-se em atender a várias necessidades de um grupo particular de clientes III. Na cobertura total de mercado, a empresa se especializa em um produto que possa ser vendido em vários segmentos 17. A definição efeito diferencial que o conhecimento de uma marca exerce na resposta do consumidor ao marketing dessa marca refere-se a: a) Identidade de marca b) Brand equity c) Elemento de marca d) Inventário da marca e) Posicionamento da marca 18. A definição marca-mãe usada para estabelecer a marca de um novo produto cujo alvo é um novo segmento de mercado dentro de uma categoria de produto atualmente atendida pela marca-mãe refere-se a: a) Extensão de categoria b) Linha de marca c) Nome de marca d) Variante de marca e) Extensão de linha

6 19. Analise as afirmativas abaixo sobre estratégias competitivas: I. Para líderes de mercado, as estratégias competitivas possíveis são expansão do mercado total, defesa da participação de mercado e expansão da participação de mercado II. A estratégia de bypass implica o lançamento de uma forte ofensiva em diversas frentes e faz sentido quando a desafiante de mercado controla recursos superiores III. A estratégia de guerrilha consiste em travar pequenos e intermitentes ataques para constranger e desmoralizar o oponente 20. Os bens de consumo podem ser classificados em termos de hábitos de compra nas seguintes categorias: a) Bens de capital, bens de compra comparada, bens não-duráveis, bens de facilidade b) Bens de capital, bens de facilidade, bens de especialidade, bens não procurados c) Bens de confiabilidade, bens de compra comparada, bens de facilidade, bens não procurados d) Bens de conveniência, bens de compra comparada, bens de especialidade, bens não procurados e) Bens de conveniência, bens de compra comparada, bens não-duráveis, bens de confiabilidade

7 FOLHA DE RESPOSTAS DEFINITIVA PROVA DE MARKETING Instruções de preenchimento: assinale com caneta esferográfica azul ou preta um X na alternativa que considere correta para cada questão conforme exemplo abaixo. Exemplo: A B C D E 01 X 02 X 03 X 04 X 05 X VERSÃO 1 RESPOSTAS A B C D E VERSÃO 1 RESPOSTAS A B C D E

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MARKETING

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MARKETING UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO - TURMA 202 Instruções

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO-EDITAL FEA-RP-PPGAO

Leia mais

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 20 VERSÃO

Leia mais

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO - TURMA 2012 PROVA

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO-EDITAL FEA-RP-PPGAO

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE METODOLOGIA DA PESQUISA VERSÃO 1

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE METODOLOGIA DA PESQUISA VERSÃO 1 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 2011 PROVA

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO TURMA 2012 PROVA

Leia mais

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO EDITAL 01/2011 PROVA

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE MARKETING

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE MARKETING UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO-EDITAL FEA-RP-PPGAO

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO-EDITAL FEA-RP-PPGAO

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO-EDITAL FEA-RP-PPGAO

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE FINANÇAS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 2011 PROVA

Leia mais

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO - TURMA 2012 PROVA

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE METODOLOGIA DA PESQUISA

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE METODOLOGIA DA PESQUISA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 2012 PROVA

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE PAULO FRONTIN/PR CADERNO DE PROVA CONTADOR

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE PAULO FRONTIN/PR CADERNO DE PROVA CONTADOR CADERNO DE PROVA CONTADOR Nº. DE INSCRIÇÃO DO(A) CANDIDATO(A) Domingo, 03 de junho de 2012. N.º DE INSCRIÇÃO DO(A) CANDIDATO(A) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 2011 PROVA

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS NÍVEL DE SERVIÇO E ESTRATÉGIA LOGÍSTICA. Prof. Dr. Daniel Caetano

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS NÍVEL DE SERVIÇO E ESTRATÉGIA LOGÍSTICA. Prof. Dr. Daniel Caetano GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS NÍVEL DE SERVIÇO E ESTRATÉGIA LOGÍSTICA Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Avaliar diferentes perspectivas de medição de nível de serviço Entender a importância do

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S18 - Médico Clínico Geral AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 20 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

Teste de Proficiência

Teste de Proficiência Teste de Proficiência Curso: Tecnólogo em Comércio Exterior Turma: Comércio Exterior Nome: Data: 21/09/2017 RECOMENDAÇÕES 1. A resolução do teste deve ser a CANETA AZUL ou PRETA; 2. O teste é INDIVIDUAL

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 3.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 3.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 3.1 3 OBJETIVOS OBJETIVOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA O que os administradores precisam saber sobre organizações

Leia mais

Profa. Cleide de Freitas. Unidade II PLANO DE NEGÓCIOS

Profa. Cleide de Freitas. Unidade II PLANO DE NEGÓCIOS Profa. Cleide de Freitas Unidade II PLANO DE NEGÓCIOS O que vimos na aula anterior Ideias e Oportunidades Oportunidades x Experiência de mercado O que é um plano de negócios? Identificação e análise de

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DO IFRN INCUBADORA TECNOLÓGICA NATAL CENTRAL

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DO IFRN INCUBADORA TECNOLÓGICA NATAL CENTRAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DO IFRN INCUBADORA TECNOLÓGICA NATAL CENTRAL EDITAL Nº 01/2016 - SELEÇÃO DE IDEIAS EMPREENDEDORAS PARA PRÉ-INCUBAÇÃO EM HOTEL DE PROJETOS A direção-geral do Campus Natal

Leia mais

Unidade I. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade I. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade I Marketing Profª. Daniela Menezes O que é Marketing? Marketing é:...um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo que necessitam e o que desejam com a criação, oferta

Leia mais

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ADMINISTRAÇÃO Prova Discursiva

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ADMINISTRAÇÃO Prova Discursiva Tribunal de Contas do Município de São Paulo 11 Concurso Público 2015 TARDE Nível Superior AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ADMINISTRAÇÃO Prova Discursiva Além deste caderno de prova, contendo

Leia mais

Branding Estratégias de Posicionamento e Valor da Marca no mercado imobiliário

Branding Estratégias de Posicionamento e Valor da Marca no mercado imobiliário Branding Estratégias de Posicionamento e Valor da Marca no mercado imobiliário Sérgio Santos Setembro de 2012 1 Objetivos APRESENTAR ESTRATÉGIAS DE POSICIONAMENTO ESUAIMPORTÂNCIA APRESENTAR CONCEITOS DE

Leia mais

PREZADO CANDIDATO. Maria Eliza de Aguiar e Silva Diretoria Geral

PREZADO CANDIDATO. Maria Eliza de Aguiar e Silva Diretoria Geral PREZADO CANDIDATO Este talvez seja o momento mais importante na definição dos caminhos e rumos da sua vida. Lembre-se que esta escolha é só sua e pelo resto da vida. A construção de um bom profissional

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTARÉM / PA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTARÉM / PA GRUPO MAGISTÉRIO CONCURSO PÚBLICO Cargo 122 - PROFESSOR DE CIÊNCIAS (5a a 8a Série) INSTRUÇÕES ESPECIAIS 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. Você está recebendo o seu Caderno de Questões, contendo 40 questões objetivas

Leia mais

GESTÃO DE MARKETING AULAS IV e V

GESTÃO DE MARKETING AULAS IV e V GESTÃO DE MARKETING AULAS IV e V Prof.: Renato Vieira DEFINIÇÕES CLIENTES Mercado é um conjunto de compradores reais e potenciais (clientes) de um produto. Esses compradores compartilham um desejo ou uma

Leia mais

SOLDADO DE 3ª CLASSE

SOLDADO DE 3ª CLASSE CONCURSO PÚBLICO 006-2016 CBM/GO - SEGPLAN CARGO SOLDADO DE 3ª CLASSE PROVA B Prezado(a) Candidato(a), 1. Ao receber este caderno, confira se ele contém as questões objetivas com 50 (cinquenta) itens,

Leia mais

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO - TURMA 2012 PROVA

Leia mais

Teste de Proficiência

Teste de Proficiência Teste de Proficiência Curso: Tecnólogo em Marketing Turma: Marketing Nome: Data: 23/11/2017 RECOMENDAÇÕES 1. A resolução do teste deve ser a CANETA AZUL ou PRETA; 2. O teste é INDIVIDUAL e SEM CONSULTA;

Leia mais

GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA

GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA INÍCIO ESCRITÓRIO DEFINIÇÃO DOS SÓCIOS OBJETIVOS DA SOCIEDADE CRESCIMENTO E CONTRATAÇÃO ELABORAÇÃO DAS POLÍTICAS GESTÃO DEFINIÇÃO DE CARGOS E FUNÇÕES DIFERENCIAL

Leia mais

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS UNIDADE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS GERÊNCIA DE GESTÃO DE PROCESSOS

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS UNIDADE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS GERÊNCIA DE GESTÃO DE PROCESSOS POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS COB UNIDADE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS GERÊNCIA DE GESTÃO DE PROCESSOS POLRH-001 GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS Revisão: 03 ÁREA RESPONSÁVEL: Recursos Humanos SUMÁRIO CAPÍTULO

Leia mais

Teste de Proficiência

Teste de Proficiência Teste de Proficiência Curso: Bacharelado em Administração Turma: Administração A Nome: Data: 21/09/2017 RECOMENDAÇÕES 1. A resolução do teste deve ser a CANETA AZUL ou PRETA; 2. O teste é INDIVIDUAL e

Leia mais

Criando um Plano de Negócios Eficiente e Colocando em Prática

Criando um Plano de Negócios Eficiente e Colocando em Prática Criando um Plano de Negócios Eficiente e Colocando em Prática 1 OBJETIVO Transformar idéias em negócios com impacto social e ambiental Escrever um plano de negócio força você a pensar disciplinadamente

Leia mais

029. Prova dissertativa. Professor de Educação Básica II

029. Prova dissertativa. Professor de Educação Básica II GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Processo de Promoção / 2014 Quadro do Magistério QM 029. Prova dissertativa Professor de Educação

Leia mais

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA.

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. Somos múltiplos, formados por diferentes núcleos de atuação, unimos pessoas inteligentes com a ambição por realizar projetos memoráveis. A Propale é a soma de suas estratégias,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2013 EDITAL N. 023/2012 CURSO DE NÍVEL SUPERIOR RETIFICAÇÃO Nº 01

PROCESSO SELETIVO 2013 EDITAL N. 023/2012 CURSO DE NÍVEL SUPERIOR RETIFICAÇÃO Nº 01 PROCESSO SELETIVO 2013 EDITAL N. 023/2012 CURSO DE NÍVEL SUPERIOR RETIFICAÇÃO Nº 01 O DIRETOR GERAL SUBSTITUTO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS (IFTO) - Campus Gurupi,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Data da Prova: 05/12/2010 Início: 14h00 Duração: 5 horas Caderno de Questões Nome do candidato: Nº de inscrição: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as seguintes instruções:

Leia mais

UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná

UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná Processo Seletivo para Ocupação de Vagas Remanescentes nos Cursos de Graduação PROVOU 2015 Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome

Leia mais

Política de Sustentabilidade do Grupo Neoenergia

Política de Sustentabilidade do Grupo Neoenergia Política de Sustentabilidade do Grupo Neoenergia 1 Índice: 1. Introdução 2. Objetivo 3. Abrangência e público-alvo 4. Referências 5. Valores 6. Princípios de Sustentabilidade 7. Responsabilidades 8. Atualização

Leia mais

Estratégias - Ofensiva e defensiva Marcos Henrique Fortes

Estratégias - Ofensiva e defensiva Marcos Henrique Fortes Estratégias - Ofensiva e defensiva Marcos Henrique Fortes Gatinho Cheshire, Alice perguntou... Por favor, diga-me que caminho devo seguir? Depende de onde você deseja chegar, respondeu o gato. Do Filme

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA EDITAL Nº 01/2016 DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA - MESTRADO ACADÊMICO

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. Aluno: Matrícula: Curso: Unidade de Estudo: Data Prova: / /

GESTÃO DE PROJETOS. Aluno: Matrícula: Curso: Unidade de Estudo: Data Prova: / / GESTÃO DE PROJETOS Aluno: Matrícula: Curso: Unidade de Estudo: Data Prova: / / GESTÃO DE PROJETOS AVP 1 A B C D 2 A B C D 3 A B C D 4 A B C D 5 A B C D 6 A B C D 7 A B C D 8 A B C D 9 A B C D 10 A B C

Leia mais

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: CADISTA DATA: 20/03/2016 HORÁRIO: 9h às 11h

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: CADISTA DATA: 20/03/2016 HORÁRIO: 9h às 11h PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SEDUC FOLHA DE ANOTAÇÃO DO GABARITO - ATENÇÃO: Esta parte somente deverá ser destacada pelo fiscal da sala, após o término da prova. RASCUNHO PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO:

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S25 - Médico Veterinário AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 40 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO PROVA DISCURSIVA PROFISSIONAL BÁSICO - COMUNICAÇÃO SOCIAL LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO PROVA DISCURSIVA PROFISSIONAL BÁSICO - COMUNICAÇÃO SOCIAL LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 05 NOVEMBRO / 2009 O BANCO DO DESENVOLVIMENTO PROVA DISCURSIVA PROFISSIONAL BÁSICO - COMUNICAÇÃO SOCIAL (2 a FASE) LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material:

Leia mais

Precificação - Estratégias de Determinação de Preços

Precificação - Estratégias de Determinação de Preços Precificação - Estratégias de Determinação de Preços Unidade 11 - Capítulo 14 Desenvolvimento de programas e estratégias de determinação de preços Objetivos como consumidores assimilam e avaliam preços?

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA EDITAL Nº 009/2016 DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR CONTINUADO A Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social torna público o Edital Nº 009/2016 do Processo Seletivo de Vestibular

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

Faculdade de Paraíso do Norte - FAPAN

Faculdade de Paraíso do Norte - FAPAN EDITAL N 004/2015 DAC O Diretor Acadêmico da Faculdade de Agronegócio Paraíso do Norte - FAPAN, no uso de suas atribuições regimentais, considerando o disposto no Inciso II do Artigo 44 da Lei n 9.394,

Leia mais

Fundamentos de Bancos de Dados 3 a Prova Caderno de Questões

Fundamentos de Bancos de Dados 3 a Prova Caderno de Questões Fundamentos de Bancos de Dados 3 a Prova Caderno de Questões Prof. Carlos A. Heuser Dezembro de 2009 Duração: 2 horas Prova com consulta Questão 1 (Construção de modelo ER) Deseja-se projetar a base de

Leia mais

BUSINESS MODEL CANVAS

BUSINESS MODEL CANVAS BUSINESS MODEL CANVAS P L A N O D E N E G Ó C I O S Antes de criar um produto, serviço ou negócio, você deve planejar cada passo desta atividade utilizando como ferramenta um Plano de Negócios, que são

Leia mais

José Geraldo Loureiro Rodrigues

José Geraldo Loureiro Rodrigues Governança Aplicada Autodiagnóstico de Maturidade em Governança de TI José Geraldo Loureiro Rodrigues Diretor de Sistemas e Informação Controladoria-Geral da União Analisar-se se-á os três níveis: n Governança

Leia mais

www.faculdadeisaebrasil.com.br

www.faculdadeisaebrasil.com.br PALAVRA DO PRESIDENTE Desde 1996, o Instituto Superior de Administração e Economia transborda barreiras geográficas e atua de forma global, dialogando com as mais modernas tendências e modelos educacionais

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Prof. Marcelo Mello Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Gerenciamento de serviços Nas aulas anteriores estudamos: 1) Importância dos serviços; 2) Diferença entre produtos x serviços; 3) Composto de Marketing

Leia mais

A orientação de Marketing e a

A orientação de Marketing e a A orientação de Marketing e a Orientação de Marketing Holístico UNIBAN Instituto de Comunicação Curso de Tecnologia em Marketing Unidade Tatuapé SP Disciplina Estratégias de Marketing Prof. Me. Francisco

Leia mais

Conheça a. rede de franquia em faturamento

Conheça a. rede de franquia em faturamento Conheça a 1 rede de franquia em faturamento 2 Sumário O setor supermercadista e o mercado de franquia 5 A Rede DIA no mundo 7 DIA no Brasil 9 Marca própria fidelizando clientes 10 Líder em marca própria

Leia mais

Prova: Disciplina: Gabarito Provisório: CONHECIMENTOS ESPECIFICOS CONTABILIDADE CONTABILIDADE G1=2 D PARECER

Prova: Disciplina: Gabarito Provisório: CONHECIMENTOS ESPECIFICOS CONTABILIDADE CONTABILIDADE G1=2 D PARECER CONHECIMENTOS ESPECIFICOS G1=2 D Os candidatos recorerram da questão alegando que o item E também estaria incorreto, tornando a questão nula, pois as despesas com terceirização de mão de obra para substituir

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2010

PROCESSO SELETIVO 2010 PROCESSO SELETIVO 2010 Prova: 06/12/2009 Início: 14h00 Duração: 4 horas Caderno de Questões Nome do(a) candidato(a): Nº de inscrição: ATENÇÃO: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as instruções a

Leia mais

Aula 3 Administração Integrada

Aula 3 Administração Integrada Aula 3 Administração Integrada MEG O MEG está descrito em três versões: Critérios de Excelência, para organização em estágios avançados; Rumo à Excelência, para organizações em estágios intermediários;

Leia mais

2 Aspectos inerentes às empresas para obtenção de vantagens competitiva

2 Aspectos inerentes às empresas para obtenção de vantagens competitiva 2 Aspectos inerentes às empresas para obtenção de vantagens competitiva O presente capítulo aborda os aspectos inerentes às empresas para a geração de vantagens competitiva, tendo com isso, o intuito de

Leia mais

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Página 1

Leia mais

ULTRASSONOGRAFIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Código 316

ULTRASSONOGRAFIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Código 316 CONCURSO PÚBLICO Edital n. 01/2009 MÉDICO NÍVEL III GRAU A (RESIDÊNCIA MÉDICA / ÁREA DE ATUAÇÃO) ULTRASSONOGRAFIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Código 316 CADERNO 1 PROVA DISSERTATIVA ATENÇÃO Leia as instruções

Leia mais

EDITAL Nº 03/10. Art. 1º O processo seletivo objetiva a expansão do quadro de docentes da Faculdade de Tecnologia CDL de Fortaleza.

EDITAL Nº 03/10. Art. 1º O processo seletivo objetiva a expansão do quadro de docentes da Faculdade de Tecnologia CDL de Fortaleza. 1 EDITAL Nº 03/10 O Diretor Geral da Faculdade de Tecnologia CDL, no uso de suas atribuições e regimentais, torna público este edital para seleção de professores de acordo com a Resolução no 07/2008 COSUPA.

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Setembro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Conclusão do Domínio de Processos PO (PO7 e PO8)

Leia mais

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo de Andrade Frederico Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Sobral/2015 Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo

Leia mais

Olimpíada Pernambucana de Matemática 2016, Nível - 3, Caderno de Questões

Olimpíada Pernambucana de Matemática 2016, Nível - 3, Caderno de Questões Olimpíada Pernambucana de Matemática 2016 Nível - 3 Caderno de Questões LEIA COM ATENÇÃO 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02. Preencha

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Nos termos do subitem do Edital, as instruções constantes nos Cadernos de Questões das Provas Objetiva e Dissertativa, na

ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Nos termos do subitem do Edital, as instruções constantes nos Cadernos de Questões das Provas Objetiva e Dissertativa, na CONCURSO PÚBLICO Edital n. 01/2009 ANALISTA DE GESTÃO E ASSISTÊNCIA À SAÚDE-AGAS NÍVEL III GRAU A ARQUITETURA / ARQUITETURA HOSPITALAR Código 501 CADERNO 1 PROVA DISSERTATIVA ATENÇÃO Leia as instruções

Leia mais

023. Prova dissertativa

023. Prova dissertativa MPSP1503 03023001 Concurso Público 023. Prova dissertativa analista técnico científico (Engenheiro de Tráfego) Você recebeu este caderno contendo um. Confira seus dados impressos na capa deste caderno.

Leia mais

Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais

Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais Capacitação e Especialização de Consultores Empresariais Internos e Externos Mudança de Status de Analista para Consultor de Empresas Justificativa - 1: A Evolução dos Sistemas de Gestão da Espécie A medida

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM COMISSÃO ORGANIZADORA Solange Fonseca Marquione Gomes Raquel Munis Suelen Gomes 2 SUMÁRIO 1 - CURSOS OFERECIDOS 04 2 - AGENDA

Leia mais

Processo Seletivo 1.º semestre de 2015

Processo Seletivo 1.º semestre de 2015 F U N D A Ç Ã O GETULIO VARGAS EESP Escola de Economia de São Paulo Assinatura do Candidato 003. caderno 1 provas da 2.ª fase matemática processo seletivo 1.º semestre de 2015 Você recebeu este caderno

Leia mais

CADERNO 1 REDAÇÃO. ATENÇÃO Leia as instruções deste Caderno. Elas fazem parte da sua prova

CADERNO 1 REDAÇÃO. ATENÇÃO Leia as instruções deste Caderno. Elas fazem parte da sua prova CONCURSO PÚBLICO Edital 02/2012 CADERNO 1 REDAÇÃO ATENÇÃO Leia as instruções deste Caderno. Elas fazem parte da sua prova 1. Este caderno contém as instruções para a Prova de Redação em Língua Portuguesa

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE MTC 43/2015 PROJETO DE EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DA UNIDADE MII

EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE MTC 43/2015 PROJETO DE EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DA UNIDADE MII EDITAL DE LICITAÇÃO CARTA CONVITE MTC 43/2015 PROJETO DE EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DA UNIDADE MII Outubro/ 2015 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVO DESTA LICITAÇÃO... 3 3. OBJETO... 3 4. FONECIMENTOS...

Leia mais

105 Ciências Contábeis

105 Ciências Contábeis UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional Coordenação de Políticas de Acesso e Permanência Unidade de Ocupação de Vagas Remanescentes PROCESSO DE OCUPAÇÃO DE VAGAS

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Resposta aos questionamentos efetuados pela empresa TOTVS, temos a informar conforme segue:

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Resposta aos questionamentos efetuados pela empresa TOTVS, temos a informar conforme segue: Resposta aos questionamentos efetuados pela empresa TOTVS, temos a informar conforme segue: Questionamento 1: Tomando como base a definição de que os Conselhos o Federal e os Regionais foram criados por

Leia mais

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL BPM Congress Brasília, 27 de novembro de 2012. Carlos Padilla, CBPP, Assessor da Gerência de Negócios. PANORAMA DA APEX-BRASIL

Leia mais

ATIVIDADE INOVAÇÕES EM MARKETING APRESENTAÇÃO DAS NOVIDADES EM MARKETING

ATIVIDADE INOVAÇÕES EM MARKETING APRESENTAÇÃO DAS NOVIDADES EM MARKETING ATIVIDADE INOVAÇÕES EM MARKETING APRESENTAÇÃO DAS NOVIDADES EM MARKETING A HISTÓRIA DO MARKETING MARKETING? Conceitos de marketing Definição Social Marketing é um processo social pelo qual indivíduos e

Leia mais

POR DENTRO DO PROGRAMA RAMA

POR DENTRO DO PROGRAMA RAMA 2016 POR DENTRO DO PROG O QUE É O PROG? O Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos, o, é um programa de rastreamento e monitoramento de frutas, legumes e verduras idealizado pela ABRAS

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com INTRODUÇÃO Durante muito tempo a Tecnologia da Informação foi tratada apenas como um pequeno

Leia mais

CURSO de BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO - Gabarito

CURSO de BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2006 e 1 o semestre letivo de 2007 CURSO de BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO - Gabarito Verifique se este caderno contém: INSTRUÇÕES AO

Leia mais

Avaliação Escrita 1ª Etapa

Avaliação Escrita 1ª Etapa Caderno de Questões PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM LINGUAGENS ARTÍSTICAS, CULTURA E EDUCAÇÃO Edital Nº 50/2014 Avaliação Escrita 1ª Etapa Atenção! Não abra

Leia mais

Estratégia de Branding. Copyright 2010, Top Brands.

Estratégia de Branding. Copyright 2010, Top Brands. Estratégia de Branding 5. Estratégia de Branding AÇÕES ENTREVISTAS COM GESTORES ABIMAQ REPRESENTANTES DAS CÂMARAS/ EMPRESAS TIMING 20.01.2010 05.02.2010 WORKSHOP DE BRANDING GRUPO DE TRABALHO 10.02.2010

Leia mais

MERCADO, CLIENTES E CONCORRENTES

MERCADO, CLIENTES E CONCORRENTES MERCADO, CLIENTES E CONCORRENTES CLIENTE A definição do negócio deve partir de fora para dentro e do ponto de vista do cliente e não do produto/serviço que você pretende oferecer. mercado consumidor

Leia mais

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação CEA439 - Gestão da Janniele Aparecida Posicionamento Estratégico Segundo Michael Porter Uma empresa precisa seguir seis princípios fundamentais para estabelecer e manter um posicionamento estratégico diferenciado.

Leia mais

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: ELETROTÉCNICO DATA: 20/03/2016 HORÁRIO: 9h às 11h

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: ELETROTÉCNICO DATA: 20/03/2016 HORÁRIO: 9h às 11h PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SEDUC FOLHA DE ANOTAÇÃO DO GABARITO - ATENÇÃO: Esta parte somente deverá ser destacada pelo fiscal da sala, após o término da prova. RASCUNHO PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO:

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA INGRESSO NOS CURSOS TÉCNICOS DO SENAI-SP

EDITAL DO PROCESSO DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA INGRESSO NOS CURSOS TÉCNICOS DO SENAI-SP EDITAL DO PROCESSO DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA INGRESSO NOS CURSOS TÉCNICOS DO SENAI-SP 1. Das inscrições 1.1 As inscrições para ingresso nos Cursos Técnicos do SENAI-SP estarão abertas no período de 08

Leia mais

INDICADORES DE DESEMPENHO

INDICADORES DE DESEMPENHO DE DESEMPENHO Indicadores relacionados com o faturamento Faturamento (valor) Faturamento no Exterior (valor) Faturamento Estimado (valor) Evolução do Faturamento (valor ou %) Evolução do Faturamento estimado

Leia mais

Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato:

Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato: Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato: 1 - APRESENTAÇÃO O Hospital SOCOR é uma instituição privada de saúde fundada em 1968.

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação

Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação Bruno da Costa Feitosa bcfeitosa@gmail.com Resumo Este documento apresenta o planejamento estratégico de uma pequena empresa do ramo

Leia mais

Gestão da Inovação. Os processos de Gestão da Inovação praticados pelas organizações não evoluíram com os ambientes dinâmicos de negócios.

Gestão da Inovação. Os processos de Gestão da Inovação praticados pelas organizações não evoluíram com os ambientes dinâmicos de negócios. Gestão da Inovação Gestão da Inovação Os processos de Gestão da Inovação praticados pelas organizações não evoluíram com os ambientes dinâmicos de negócios. Não existem evidências confirmando a melhor

Leia mais

S T E M A I N T E G R A D O A SOLUÇÃO COMPLETA PARA ADMINISTRAÇÃO DE SUA EMPRESA Indústria Comércio Serviço

S T E M A I N T E G R A D O A SOLUÇÃO COMPLETA PARA ADMINISTRAÇÃO DE SUA EMPRESA Indústria Comércio Serviço S A SOLUÇÃO COMPLETA PARA ADMNSTRAÇÃO DE SUA EMPRESA ndústria Comércio Serviço S O GestãoPro foi desenvolvido para atender as empresas que atuam nos setores da indústria, comércio e serviço. O grande diferencial

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 06. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 06. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 01 O que é governança Corporativa? Questão 01 - Resposta O que é governança Corporativa? É o conjunto de processos, costumes, políticas, leis,

Leia mais

Gestão da Inovação. Recursos produtivos, inovação e ciclo de vida do produto

Gestão da Inovação. Recursos produtivos, inovação e ciclo de vida do produto Gestão da Inovação Recursos produtivos, inovação e ciclo de vida do produto 1 Fonte Leitura para a aula REIS, Fernanda Oliveira Alves de. O ciclo de vida do produto e as estratégias de mercado na gestão

Leia mais

E D I T A L PROCESSO DE SELEÇÃO DE ALUNOS - VESTIBULAR FACTUM 1.º SEMESTRE DE 2017

E D I T A L PROCESSO DE SELEÇÃO DE ALUNOS - VESTIBULAR FACTUM 1.º SEMESTRE DE 2017 E D I T A L PROCESSO DE SELEÇÃO DE ALUNOS - VESTIBULAR FACTUM 1.º SEMESTRE DE 2017 1. ABERTURA A Diretora de Ensino da Faculdade FACTUM, na forma do que dispõe o art. 44, Inciso II, da Lei de Diretrizes

Leia mais

Teste de Proficiência

Teste de Proficiência Teste de Proficiência Curso: Tecnólogo em Gestão Financeira Turma: Gestão Financeira Nome: Data: 21/09/2017 RECOMENDAÇÕES 1. A resolução do teste deve ser a CANETA AZUL ou PRETA; 2. O teste é INDIVIDUAL

Leia mais

A importância da Marca no posicionamento estratégico dos destinos turísticos

A importância da Marca no posicionamento estratégico dos destinos turísticos A importância da Marca no posicionamento estratégico dos destinos turísticos 29 de Março de 2006 Joana Neves INSTITUTO DUPERIOR DE TECNOLOGIAS E GESTÃO DE PORTALEGRE Agenda Os Novos Motores do Turismo

Leia mais

Política de investimentos sociais 3M

Política de investimentos sociais 3M Política de investimentos sociais 3M 1. Objetivos A presente política tem por finalidade estabelecer os critérios para investimento em projetos sociais com recursos próprios visando: Estabelecer os princípios

Leia mais