TECNOPARQUE UECE INCUBADORA DE EMPRESAS HELIANE CÁPUA DALLAPÍCULA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TECNOPARQUE UECE INCUBADORA DE EMPRESAS HELIANE CÁPUA DALLAPÍCULA"

Transcrição

1 TECNOPARQUE UECE INCUBADORA DE EMPRESAS HELIANE CÁPUA DALLAPÍCULA NOVEMBRO 2009

2 INCUBADORA DE EMPRESAS É um ambiente que possui condições efetivas para possibilitar o desenvolvimento de negócios promissores por meio de apoio científico-tecnológico, administrativo, assessorias e consultorias especializadas, entre outros. Sua proposta central configura-se na intenção de ser um agente facilitador e colaborador na formação de empreendimentos sólidos e capazes de promover a geração de emprego e renda. Fonte: ANPROTEC

3 OBJETIVOS DA INCUBADORA Incentivo ao Empreendedorismo Desenv. Econômico Regional Geração de Empregos 93% 7% 82% 17% 71% 20% Desenvolvimento Tecnológico Diversificação Econ. Regional Lucro para a Incubadora 3% 50% 45% 39% 80% 20% 0% 20% 40% 60% 80% 100% Muito Importante Importante Fonte: ANPROTEC

4 TIPOS DE INCUBADORA DE EMPRESAS De Base Tecnológica: Organização que abriga exclusivamente empresas cujos produtos, processos ou serviços resultam a partir de pesquisas científicas, para os quais a tecnologia representa alto valor agregado. Áreas de informática, biotecnologia, química fina, mecânica de precisão e novos materiais. Dos Setores Tradicionais: É a que abriga empresas ligadas aos setores tradicionais da economia, as quais detém tecnologia largamente difundida e queiram agregar valor aos seus produtos, processos ou serviços por meio de um incremento em seu nível tecnológico. Devem estar comprometidas com a absorção ou o desenvolvimento de novas tecnologias.

5 TIPOS DE INCUBADORA DE EMPRESAS De empresas mistas: Organização que abriga ao mesmo tempo empreendimentos de base tecnológica e de setores tradicionais. De Cooperativas: Incubadora que apóia cooperativas em processo de formação e/ou consolidação instaladas dentro ou fora do município. Estrutura que apresenta características tanto de incubadora tradicionais como do processo de incubação à distância com o objetivo de geração de trabalho e renda. Cultural: Abriga empreendimentos na área da cultura, com vistas a promover o processo de empresariamento de produtos e serviços culturais.

6 TIPOS DE INCUBADORA DE EMPRESAS Social: Abriga empreendimentos oriundos de projetos sociais ligados aos setores tradicionais, cujo conhecimento é de domínio público e que atendam à demanda de geração de emprego e renda e melhoria das condições de vida da comunidade. Agroindustrial: Organização que abriga empreendimentos de produtos e serviços agropecuários voltados para a indústria, com vistas a facilitar o processo de gestão empresarial e inovação tecnológica.

7 MODALIDADES DE INCUBAÇÃO - Empresa Pré-incubada: período de tempo determinado no qual o empreendedor poderá finalizar sua idéia, utilizando todos os serviços da Incubadora/Hotel de Projetos para definição do empreendimento, estudo da viabilidade técnica, econômica e financeira ou elaboração do protótipo/processo necessários para o início do negócio. - Empresa Incubada: empreendimento que participa do processo de incubação (empresas residentes e associadas). - Empresa Graduada: empreendimento que desenvolveu-se e habilitou-se a sair da incubadora, entrando no mercado. - Empresa Associada: empreendimento incubado à distância, ou com algum vínculo com a incubadora.

8 BENEFÍCIOS OFERECIDOS PELAS INCUBADORAS Oferece em geral os seguintes serviços: - Espaço físico individualizado para a instalação de escritórios e laboratórios; - Espaço físico para uso compartilhado: sala de reunião, auditórios, área para demonstração dos produtos das empresas incubadas, secretaria e instalações laboratoriais, bibliotecas; -Consultorias e assessorias em gestão empresarial, gestão tecnológica, comercialização de produtos e serviços, contabilidade, marketing, assistência jurídica, captação de recursos, contratos com financiadores, engenharia de produção e propriedade intelectual, entre outros; - Cursos de capacitação e treinamento dos empreendedores nos principais aspectos da gestão empresarial e tecnológica: negociação, vendas, contratos, marcas e patentes, legislação tributária e fiscal, comercialização, exportação, marketing, normalização e metrologia, capital de risco etc. - Acesso a laboratórios especializados nas universidades e instituições que desenvolvam atividades tecnológicas.

9 QUEM PODE PARTICIPAR DE UMA INCUBADORA. Qualquer pessoa que tenha um projeto inovador e que deseje abrir sua própria empresa pode apresentar propostas para análise.. Empresas já existentes podem candidatar-se a receber o apoio da incubadora.. É preciso ter um projeto para melhoria ou desenvolvimento de novos produtos, processos ou serviços.. Geralmente, os critérios básicos de seleção são os seguintes: - grau de inovação do produto ou serviço; - viabilidade econômico-financeira e mercadológica; - perfil empreendedor e qualificação técnica do proponente e da equipe envolvida no projeto; - interação do empreendimento com os objetivos e missão da incubadora; - produtos/processos que gerem empregos especializados; - contribuição com o avanço tecnológico; - condições de sobrevivência da empresa (recursos financeiros para iniciar o projeto).

10 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS Viabilidade econômica Perfil dos empreendedores Possibilidade de contribuição com o desenvolvimento local e setorial Aplicação de novas tecnologias Possibilidade de interação com universidades /centros de pesquisa Potencial para rápido crescimento Número de empregos criados Outros Pesquisa: 297 incubadoras Universo: 339 incubadoras Fonte: ANPROTEC

11 Hoje, no Brasil, após, aproximadamente, 20 anos de experiência em incubação de negócios, tem-se uma média de crescimento anual de cerca de 30% do número de incubadoras de empresas. Esse percentual significa, atualmente, 383 incubadoras existentes no Brasil. Em 2006, com oito anos de atividades, o Cietec se firmou como o maior centro incubador da América Latina. Eram apenas 15 empresas incubadas quando iniciou suas atividades. No final de 2007, esse número já estava em 127 companhias que, juntas, registraram receita de R$ 33,41 milhões e empregaram 780 profissionais especializados.

12 MACROPROCESSO DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS Incubação de empresas Préincubação Seleção Incubação Graduação Relação com Empresas Associadas

13 PROCESSO DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS

14 PARCEIROS IMPORTANTES DAS INCUBADORAS

15 PARCEIROS IMPORTANTES DAS INCUBADORAS - CEARÁ

16 Agitação é aquele estado maravilhoso que acontece à mente exatamente antes da lucidez. Mandy Evans TECNOPARQUE Fone/fax: (85) GRATA HELIANE CÁPUA DALLAPÍCULA

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 1 Mesa 4! New Business Environments! Ambientes para Novos Negócios!

Leia mais

EDITAL E REGULAMENTO DESAFIO ITFETEP DE EMPREENDEDORISMO 2017

EDITAL E REGULAMENTO DESAFIO ITFETEP DE EMPREENDEDORISMO 2017 EDITAL E REGULAMENTO DESAFIO ITFETEP DE EMPREENDEDORISMO 2017 O Desafio ITfetep de Empreendedorismo é um programa de incentivo financeiro, tecnológico, administrativo e de infraestrutura da Incubadora

Leia mais

RITU- Empreender com a gente é

RITU- Empreender com a gente é RITU- Empreender com a gente é fácil Verônica de Menezes Nascimento Nagata,Mestre em Engenharia de Produção, Professora da UEPA, Coordenadora da Incubadora de empresas da UEPA- RITU Estrutura da palestra

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre Pró-Reitoria de Extensão - PROEX

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre Pró-Reitoria de Extensão - PROEX ANEXO 1 FORMULÁRIO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DE PROJETO DE EXTENSÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA DO PROJETO 1.1 Área temática (ver Anexo 1.1) 1.2 Linha de extensão (informar em qual (is) linha(s) se enquadra

Leia mais

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Christiano G. Becker - Diretor 1 ANPROTEC Nossa Missão Agregar, representar e defender os interesses das entidades gestoras de

Leia mais

EDITAL Nº 001/2013 INCUBADORA DE EMPRESAS

EDITAL Nº 001/2013 INCUBADORA DE EMPRESAS AYTY-INCUBADORA DE EMPRESAS DO IFAM EDITAL Nº 001/2013 INCUBADORA DE EMPRESAS Parceria Instituição Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas IFAM, Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa, Extensão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ AGÊNCIA DE INOVAÇÃO UFPR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ AGÊNCIA DE INOVAÇÃO UFPR EDITAL PERMANENTE DE SELEÇÃO DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DA MODALIDADE RESIDENTE Edital nº AGI-01/2017 Processo n.º 23075.153629/2016-59 Este Edital se regerá

Leia mais

Seleção de projetos inovadores de base tecnológica para ingressarem no PROGRAMA INCET DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS,

Seleção de projetos inovadores de base tecnológica para ingressarem no PROGRAMA INCET DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS, EDITAL INCET 001/2016 PROGRAMA INCET DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS A Fundação Educacional Montes Claros através da Incubadora de Base Tecnológica INCET, convida pessoas físicas ou jurídicas a apresentarem propostas

Leia mais

ATA DA CXXX REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR DA TEC CAMPOS Realizada em 10 de agosto de 2016, às 09h Local: Sala de Reuniões da TEC CAMPOS

ATA DA CXXX REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR DA TEC CAMPOS Realizada em 10 de agosto de 2016, às 09h Local: Sala de Reuniões da TEC CAMPOS ATA DA CXXX REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR DA TEC CAMPOS Realizada em 10 de agosto de 2016, às 09h Local: Sala de Reuniões da TEC CAMPOS ATIVIDADE Pauta item nº 01 Aprovação de ata anterior: Foi apresentada

Leia mais

REGULAMENTO DA APRESENTAÇÃO

REGULAMENTO DA APRESENTAÇÃO REGULAMENTO DA APRESENTAÇÃO Art. 1º - Idealizado e instituído pela ANPROTEC 1, em parceria com o SEBRAE, o Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador, cuja periodicidade é anual, reconhece e prestigia

Leia mais

SOLUÇÕES AO ALCANCE DAS ORGANIZAÇÕES

SOLUÇÕES AO ALCANCE DAS ORGANIZAÇÕES SOLUÇÕES AO ALCANCE DAS ORGANIZAÇÕES Quem é a AGÊNCIA FAGES? A AGÊNCI A FAGES é um núcleo formado por Professores Mestres e Doutores da Faculdade de Gestão e Serviços da Metodista e conta com a participação

Leia mais

Chamada SEBRAE/FUNDECT nº 01/04 Incubadoras Seleção pública de propostas visando a obtenção de apoio financeiro a Incubadoras de Empresas

Chamada SEBRAE/FUNDECT nº 01/04 Incubadoras Seleção pública de propostas visando a obtenção de apoio financeiro a Incubadoras de Empresas Chamada SEBRAE/FUNDECT nº 01/04 Incubadoras Seleção pública de propostas visando a obtenção de apoio financeiro a Incubadoras de Empresas O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato

Leia mais

2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016

2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016 2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016 Parque Tecnológico Botucatu Botucatu Origem e Histórico Instituições Acadêmicas Setor Produtivo de Botucatu e Região PROSPECTA

Leia mais

Lei de Inovação Tecnológica

Lei de Inovação Tecnológica Inovações de Tecnologias nas Organizações Lei de Inovação Tecnológica Prof. Fabio Uchôas de Lima MBA Gestão Empresarial P&D Invenção Saber C&T Descoberta Conhecimento Um dos maiores problemas para se tratar

Leia mais

Universidade de Brasília. Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico

Universidade de Brasília. Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico Universidade de Brasília Conceito (Anprotec) O que é uma Incubadora de Empresas? É um local especialmente criado para abrigar empresas oferecendo uma estrutura configurada para estimular, agilizar, ou

Leia mais

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores.

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores. Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores www.anprotec.org.br ANPROTEC Fundada em 1987 Organização sem fins lucrativos + 260 membros, que representam mais de 500 instituições

Leia mais

EDITAL Nº 001/2017-CITECS

EDITAL Nº 001/2017-CITECS GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO CITECS CENTRO DE INCUBAÇÃO TECNOLÓGICA DO SEMIÁRIDO EDITAL Nº 001/2017-CITECS O

Leia mais

UFPE/PROPESQ Diretoria de Inovação e Empreendedorismo

UFPE/PROPESQ Diretoria de Inovação e Empreendedorismo UFPE/PROPESQ Diretoria de Inovação e Empreendedorismo FORTEC-NE Salvador Junho/2006 A UFPE Alunos Matriculados 34.586 Graduação 26.705 Especialização 4.197 Mestrado 2.693 Doutorado 991 Cursos Oferecidos

Leia mais

CATÓLICA DO TOCANTINS NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

CATÓLICA DO TOCANTINS NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA CATÓLICA DO TOCANTINS NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL Nº. 01/2017 CHAMADA PÚBLICA PARA A SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA O PROCESSO DE INCUBAÇÃO A Católica do Tocantins, por meio do Núcleo

Leia mais

Redes de Incubadoras e Parques Tecnológicos: a experiência brasileira. Gostamos de redes clássicas...

Redes de Incubadoras e Parques Tecnológicos: a experiência brasileira. Gostamos de redes clássicas... Redes de Incubadoras e Parques Tecnológicos: a experiência brasileira IASP LA 2007 Gostamos de redes clássicas... GA Plonski 2 1 ... e valorizamos as redes como forma moderna de organização da sociedade

Leia mais

Escritório Modelo de Administração da Faculdade de Araçatuba - EMAFAAR

Escritório Modelo de Administração da Faculdade de Araçatuba - EMAFAAR Escritório Modelo de Administração da Faculdade de Araçatuba - EMAFAAR Profª. Carla Noli Bisco Flozi Coordenação de Curso Profª. Andresa Canola Coordenação do EMAFAAR ARAÇATUBA, 2016 Introdução Atualmente

Leia mais

Informações sobre os Roteiros

Informações sobre os Roteiros Informações sobre os Roteiros O MakeMoney traz roteiros especialmente desenvolvidos para elaboração de Planos de Negócios, Estudos de Viabilidade e Planos de Inovação e Competitividade. Este documento

Leia mais

Modalidade de incubação A ITfetep irá selecionar empreendimentos nos regimes de incubação residente e incubação não residente na estrutura da Incubado

Modalidade de incubação A ITfetep irá selecionar empreendimentos nos regimes de incubação residente e incubação não residente na estrutura da Incubado PN - ITfetep Canvas Visualização PN ItFetep - Incubadora Tecnológica de São Bento do Sul R. Luiz Fernando Hastreiter, 320 Centenário 89283-081 - São Bento do Sul - SC Fone: (47) 3631-4350 www.itfetep.org.br

Leia mais

ANEXO III - EDITAL Nº. 01/2016 DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO

ANEXO III - EDITAL Nº. 01/2016 DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO ANEXO III - EDITAL Nº. 01/2016 DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO APRESENTAÇÃO GERAL DA EMPRESA: Histórico da empresa; Missão, Visão, Valores; Fonte da ideia (máximo10 linhas) 1. EMPREENDEDORES(Critério e Perguntas

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA FINOVA

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA FINOVA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA FINOVA EDITAL 001/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS Parceiros: Nova Andradina, agosto de 2015 1) OBJETO A FINOVA Fundação Instituto de Inovação e Tecnologia

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 01/ CONSU

RESOLUÇÃO N o 01/ CONSU RESOLUÇÃO N o 01/2008 - CONSU Cria e Regulamenta a Incubadora de Projetos, Empresas e Negócios da Universidade Positivo. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, órgão normativo, consultivo e deliberativo da administração

Leia mais

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS. Apoio:

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS. Apoio: EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS Apoio: Recife, 2012 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 3 3. PUBLICO ALVO... 3 4. ATORES... 4 5. ESPAÇO FÍSICO... 4 6. SERVIÇOS

Leia mais

Programa de Incubadora de Empresas. INATEC Atibaia. Edital

Programa de Incubadora de Empresas. INATEC Atibaia. Edital Programa de Incubadora de Empresas INATEC Atibaia Edital 2015-2 Atibaia, Outubro de 2015 INTRODUÇÃO... 3 EDITAL... 4 1. OBJETIVO... 4 2. PROCESSO DE SELEÇÃO... 6 3. APOIO OFERECIDO... 6 4. VAGAS DISPONÍVEIS...

Leia mais

Política de Negócios e Empreendedorismo Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Política de Negócios e Empreendedorismo Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Política de Negócios e Empreendedorismo Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios O empreendedor não é uma ilha isolada no oceano. Por meio

Leia mais

Prêmios Santander Universidades Edição 2010. Maio de 2010.

Prêmios Santander Universidades Edição 2010. Maio de 2010. Prêmios Santander Universidades Maio de 2010. O Santander acredita que o investimento no ensino superior é a forma mais direta e eficaz de apostar no desenvolvimento dos países em que está presente E,

Leia mais

PDE - Fundição. Programa de Desenvolvimento Empresarial

PDE - Fundição. Programa de Desenvolvimento Empresarial PDE - Fundição Programa de Desenvolvimento Empresarial PDE - Fundição Bem-vindos ao Programa de Desenvolvimento Empresarial 1) Apresentação da Equipe 2) Dinâmica de Trabalho 3) Conteúdos 4) Metodologia

Leia mais

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS As primeiras incubadoras de empresas surgiram no Brasil na década de 80 e desde então, o número de incubadoras vem crescendo sensivelmente. Em 1982, foi fundado sob a

Leia mais

Aciência e a tecnologia são pré-requisitos necessários ao processo de

Aciência e a tecnologia são pré-requisitos necessários ao processo de INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL/MG MENSAGEM INSTITUCIONAL Maria Celeste Reis Lobo de Vasconcelos* Aciência e a tecnologia são pré-requisitos necessários ao processo de desenvolvimento econômico e social de

Leia mais

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA Dado que as atividades de inovação podem estar tanto reunidas como espalhadas pelas mais diversas áreas da empresa, concentramos nossa atenção em quatro áreas: (1) Desenvolvimento, (2) Operações, (3) Administração,

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E GESTÃO DA INOVAÇÃO EMPREENDEDORISMO. Prof. Dr. Daniel Caetano

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E GESTÃO DA INOVAÇÃO EMPREENDEDORISMO. Prof. Dr. Daniel Caetano INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E EMPREENDEDORISMO GESTÃO DA INOVAÇÃO Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-2 Objetivos Compreender os modelos para gerenciar o processo de inovação Conhecer as fontes de inovação Conhecer

Leia mais

Prédio da Reitoria UFMG, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

Prédio da Reitoria UFMG, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Prédio da Reitoria UFMG, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG Foto: Foca Lisboa UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG Foto: Foca Lisboa INSTITUIÇÃO PÚBLICA FEDERAL FUNDADA EM 1927 ENSINO GRATUITO LOCALIZADA

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO.

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO. CHAMAMENTO PÚBLICO EDITAL Nº 001-2016 EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO. 1. DO OBJETIVO A SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Gabinete de Empreendedorismo do Município de Albufeira

Gabinete de Empreendedorismo do Município de Albufeira Gabinete de Empreendedorismo do Município de Albufeira O Apoio às Empresas: Criação do CAE Centro de Acolhimento Empresarial Paulo Dias AGE Município de Albufeira AGE Gabinete de Empreendedorismo Nasceu

Leia mais

Plano de franquia WebMais. Mais rapido, Mais seguro, Mais completo.

Plano de franquia WebMais. Mais rapido, Mais seguro, Mais completo. Plano de franquia WebMais Mais rapido, Mais seguro, Mais completo. Quem somos? A Webmais Sistemas é uma empresa de base nacional, no mercado desde de Novembro de 2005, especializada no desenvolvimento

Leia mais

Os recursos para o Prime são provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT).

Os recursos para o Prime são provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). Perguntas Frequentes O que é o Programa Primeira Empresa Inovadora (Prime)? Trata-se de um programa inovador criado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e sua Agência Financiadora de Estudos e

Leia mais

EDITAL nº 01/2017 CHAMADA DE IDEIAS E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS PARA PRÉ-INCUBAÇÃO E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS NA MODALIDADE RESIDENTE E NÃO-RESIDENTES

EDITAL nº 01/2017 CHAMADA DE IDEIAS E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS PARA PRÉ-INCUBAÇÃO E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS NA MODALIDADE RESIDENTE E NÃO-RESIDENTES EDITAL nº 01/2017 CHAMADA DE IDEIAS E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS PARA PRÉ-INCUBAÇÃO E INCUBAÇÃO DE EMPRESAS NA MODALIDADE RESIDENTE E NÃO-RESIDENTES O Centro Universitário de Anápolis UniEVANGÉLICA, por

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DA INCUBADORA TECCAMINHA. Preambulo

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DA INCUBADORA TECCAMINHA. Preambulo REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DA INCUBADORA TECCAMINHA Preambulo O empreendedorismo é considerado um importante pilar da economia e uma forma de promover o auto-emprego e o desenvolvimento económico.

Leia mais

1 DO OBJETO 2 DO PÚBLICO-ALVO

1 DO OBJETO 2 DO PÚBLICO-ALVO EDITAL DE SELEÇÃO DE INCUBADOS PARA A INCUBADORA TECNOLÓGICA DE COOPERATIVAS POPULARES E EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS PROSOL DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS A Universidade Estadual de Goiás - UEG, por

Leia mais

EDITAL PERMANENTE PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS DE GARÇA

EDITAL PERMANENTE PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS DE GARÇA Núcleo de Desenvolvimento Empresarial Incubadora de Empresas de Garça EDITAL PERMANENTE PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS DE GARÇA AVENIDA DR. EUSTÁCHIO SCALZO, 200 - RESIDENCIAL ESTAÇÃO

Leia mais

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se!

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se! TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE Ative-se! Desenvolvimento Humano e Consultoria Empresarial Personalizada Atendimento com Técnicas de Coaching e Neurolinguística # COACHING PERSONAL & EXECUTIVE

Leia mais

CISE Centro Incubador de Empresas do Estado de Sergipe EDITAL DE SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS

CISE Centro Incubador de Empresas do Estado de Sergipe EDITAL DE SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS EDITAL DE SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS O Centro Incubador de Empresas do Estado de Sergipe CISE, vinculado à Universidade Federal de Sergipe UFS, torna público que se encontra aberto o Edital

Leia mais

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão

VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão Integração Indústria Universidade para a Sustentabilidade: Ações do IEL/Sistema FIRJAN 8 de junho de 2012 Alberto Besser Superintendente IEL-RJ Quem Somos

Leia mais

01/09/2010. Incubadoras. Benchmarking

01/09/2010. Incubadoras. Benchmarking Incubadoras Benchmarking 1 Você sabe o que é uma incubadora?! Incubadora: Possui um ambiente especialmente planejado; Tem como base o empreendedorismo e seu incentivo Visa difundir o conhecimento. Qual

Leia mais

REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS 2016

REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS 2016 REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS 2016 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Biotecnologia PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2016 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO: 2016 COORDENADOR: Odir Antônio Dellagostin COORDENADORA

Leia mais

FUNDAÇÃO BIO-RIO Gestora do Pólo de Biotecnologia do Rio de Janeiro ROTEIRO PARA INGRESSO NO PÓLO BIO-RIO

FUNDAÇÃO BIO-RIO Gestora do Pólo de Biotecnologia do Rio de Janeiro ROTEIRO PARA INGRESSO NO PÓLO BIO-RIO ROTEIRO PARA INGRESSO NO PÓLO BIO-RIO Última versão: 2015 1 ÍNDICE Mensagem da Diretoria... 3 Quem somos... 4 Incubadora de empresas... 5 Galpão Condominial... 6 Lotes Industriais... 7 Passo a passo para

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2011

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2011 DA APRESENTAÇÃO Art. 1 - Idealizado e instituído pela ANPROTEC 1, em parceria com o SEBRAE, o Prêmio de Empreendedorismo Inovador, cuja periodicidade é anual, reconhece e prestigia incubadoras de empresas,

Leia mais

Perfil do Jovem Empreendedor Garibaldense

Perfil do Jovem Empreendedor Garibaldense Perfil do Jovem Empreendedor Garibaldense ANÁLISE DE DADOS: PROF DR FABIANO LARENTIS / PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ( PPGA) Método -Pesquisa Quantitativa; -Envio de questionário a... (complementar)

Leia mais

Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra. Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho 2011 Universidade de Aveiro

Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra. Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho 2011 Universidade de Aveiro Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho Universidade de Aveiro Introdução sobre incubadoras sociais 1. Apresentação: Do ponto

Leia mais

SUMÁRIO AULA. Empreendedorismo. Curso de Empreendedorismo USP Escola de Engenharia de Lorena. Aula 04 Planejamento Mercadológico

SUMÁRIO AULA. Empreendedorismo. Curso de Empreendedorismo USP Escola de Engenharia de Lorena. Aula 04 Planejamento Mercadológico Empreendedorismo Aula 04 Planejamento Mercadológico SUMÁRIO AULA Pesquisa e análise de mercado Estratégias e ações para atingir o mercado Análise Concorrência Como criar negócios de alto crescimento Habitats

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO DO SEBRAE EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA Sebraetec Inovação ALI Centro Sebrae de Sustentabilidade INOVAÇÃO PARA O SEBRAE A concepção de novo produto ou processo produtivo, bem como a agregação

Leia mais

INCUBADORAS DE EMPRESAS EDITAL 01/ SEBRAE

INCUBADORAS DE EMPRESAS EDITAL 01/ SEBRAE INCUBADORAS DE EMPRESAS EDITAL 01/ 2014 - SEBRAE Anexo II ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DO PROJETO Modalidade 2 Implantação do CERNE 2 Brasília, 2014 Código da Proposta: (Uso do Sebrae): 1. DADOS DA ENTIDADE

Leia mais

Parque Tecnológico Itaipu

Parque Tecnológico Itaipu Parque Tecnológico Itaipu Parque Tecnológico Itaipu Missão do PTI Compreender e transformar a realidade da Região Trinacional do Iguassu, articulando e fomentando ações voltadas ao desenvolvimento econômico,

Leia mais

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV)

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Brasileira, solteira, 39 anos E-mail: lizaneferreira@hotmail.com LIZANE SOARES FERREIRA Formação: MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Especialista em Comércio Exterior com Ênfase

Leia mais

SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil

SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil Buenos Aires Argentina 13 de Agosto de 2004 Leis de Incentivo no Brasil 1. Leis Nacionais 1. Lei Rouanet (8313/91)

Leia mais

Edital permanente de seleção de empresas de base tecnológica para ingresso na Incubadora de Inovações da Universidade Tecnológica Câmpus Curitiba

Edital permanente de seleção de empresas de base tecnológica para ingresso na Incubadora de Inovações da Universidade Tecnológica Câmpus Curitiba Edital permanente de seleção de empresas de base tecnológica para ingresso na de Inovações da Universidade Tecnológica Câmpus Curitiba N 01/2015 Edital de Convocação e Seleção O Programa de Empreendedorismo

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014 Incubadora de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCPR Parque Tecnológico da PUCPR TECNOPARQUE

Leia mais

Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de

Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de Março / 2015 Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de longo prazo para as pequenas e médias empresas

Leia mais

Desenvolvimento tecnológico e economia criativa.

Desenvolvimento tecnológico e economia criativa. Desenvolvimento tecnológico e economia criativa. A vocação do Rio para a inovação e processos que envolvem criação, produção e distribuição de produtos e serviços 29 / 05 / 2014 Ruth Espínola Soriano de

Leia mais

Aqui você escolhe o curso que deseja fazer de acordo com o seu momento empreendedor e as necessidades de sua empresa.

Aqui você escolhe o curso que deseja fazer de acordo com o seu momento empreendedor e as necessidades de sua empresa. Aqui você escolhe o curso que deseja fazer de acordo com o seu momento empreendedor e as necessidades de sua empresa. Aprender a Empreender Objetivo: Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes sobre

Leia mais

Pró-reitoria de Extensão. Edital IDEIAIS 001/2016

Pró-reitoria de Extensão. Edital IDEIAIS 001/2016 Edital IDEIAIS 001/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA INTEGRAR O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE NEGÓCIOS DA INCUBADORA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COM INOVAÇÃO AMBIENTAL E SOCIAL DA PUC MINAS - IDEIAS

Leia mais

O que é economia criativa?

O que é economia criativa? O que é economia criativa? 15 A 20 SETORES DA ECONOMIA QUE MAIS CRESCEM, MAIS GERAM EMPREGOS E MELHOR PAGAM NO MUNDO ATUAL. JOHN HOWKINS NÚCLEO DAS ARTES MÚSICA, ARTES CÊNICAS, LITERATURA, ARTES VISUAIS,

Leia mais

GRADE HORÁRIA 1º SEMESTRE DE 2016

GRADE HORÁRIA 1º SEMESTRE DE 2016 1º PERÍODO # TURNO Noite # SALA # Nº DE ALUNOS Optativa PIN i: Matemática Empreendedorismo, Matemática I I criatividade e inovação I Matemática Optativa PIN i: Empreendedorismo, criatividade e inovação

Leia mais

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Esplanada dos Ministérios, Bloco L 70047-902 Brasília DF ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

EDITAL Nº 15/UNOESC/2016

EDITAL Nº 15/UNOESC/2016 EDITAL Nº 15/UNOESC/2016 Dispõe sobre abertura de seleção de Projetos de Empreendimentos Inovadores para a pré-incubação na Pré-Incubadora Tecnológica da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc.

Leia mais

REGULAMENTO DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FACULDADE TRÊS DE MAIO SETREM

REGULAMENTO DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FACULDADE TRÊS DE MAIO SETREM REGULAMENTO DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FACULDADE TRÊS DE MAIO SETREM DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E FINALIDADE Art. 1º - Este Regulamento define a estrutura e o funcionamento da Incubadora Tecnológica da

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA SERVIÇOS DE CONSULTORIA CONTÁBIL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA SERVIÇOS DE CONSULTORIA CONTÁBIL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA SERVIÇOS DE CONSULTORIA CONTÁBIL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais) Fone: 55

Leia mais

Empreendedorismo. Prof. Antonio Celso Duarte FATEC-SP 2011 FATEC SP 2011

Empreendedorismo. Prof. Antonio Celso Duarte FATEC-SP 2011 FATEC SP 2011 Empreendedorismo FATEC-SP 2011 TI da FATEC-SP Justificativa para atualização curricular do curso de TI Empreendedorismo é a capacidade de possuir a iniciativa para montar e realizar empreendimentos Empreendimento

Leia mais

Mercado. Franchising. Principais clientes e serviços. Franqueado. - Perfil. - Vantagens. - Treinamento. Parcerias. Taxa de Franquia e Royalties

Mercado. Franchising. Principais clientes e serviços. Franqueado. - Perfil. - Vantagens. - Treinamento. Parcerias. Taxa de Franquia e Royalties 1 AGENDA História Mercado Franchising Principais clientes e serviços Franqueado - Perfil - Vantagens - Treinamento Parcerias Taxa de Franquia e Royalties Plano de negócios 2 História Jhonathan Ferreira

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO G5. 1º A 2016 (2 sem) Noturno. Central. Teorias da Administração. Teorias da Administração

ADMINISTRAÇÃO G5. 1º A 2016 (2 sem) Noturno. Central. Teorias da Administração. Teorias da Administração ADMINISTRAÇÃO G5 1º A 2016 (2 sem) Noturno Língua Portuguesa Matemática Teorias da Sociologia e Política Psicologia Aplicada Língua Portuguesa Matemática Teorias da Sociologia e Política Psicologia Aplicada

Leia mais

REGULAMENTO DA INCUBADORA TECNOLÓGICA NÃO RESIDENTE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGULAMENTO DA INCUBADORA TECNOLÓGICA NÃO RESIDENTE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGULAMENTO DA INCUBADORA TECNOLÓGICA NÃO RESIDENTE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. O presente Regulamento visa a dispor sobre os procedimentos da Incubadora Tecnológica

Leia mais

SEBRAE REGIONAL NOROESTE MARÇO E ABRIL - 2016. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebraego.com.br

SEBRAE REGIONAL NOROESTE MARÇO E ABRIL - 2016. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebraego.com.br AGENDA SEBRAE REGIONAL NOROESTE MARÇO E ABRIL - 2016 Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebraego.com.br VEJA QUAL SUA CATEGORIA EMPRESARIAL Microempreendedor Individual (MEI) O MEI é

Leia mais

REDE PAULISTA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS. O Programa Estadual de APLs. 4ª. Conferência Nacional de APLs

REDE PAULISTA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS. O Programa Estadual de APLs. 4ª. Conferência Nacional de APLs REDE PAULISTA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS O Programa Estadual de APLs 4ª. Conferência Nacional de APLs Brasília, 28 de outubro de 2009 A Secretaria de Desenvolvimento Missão Promover o crescimento econômico

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2010

PRÊMIO NACIONAL DE EMPREENDEDORISMO INOVADOR 2010 DA APRESENTAÇÃO Art. 1 Idealizado e instituído pela ANPROTEC 1, em parceria com o SEBRAE, o Prêmio de Empreendedorismo Inovador, cuja periodicidade é anual, reconhece e prestigia incubadoras de empresas,

Leia mais

4 O Projeto Rio Criativo

4 O Projeto Rio Criativo 49 4 O Projeto Rio Criativo Neste capítulo será apresentado o projeto Rio Criativo que implantará as Incubadoras de Empreendimentos da Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro. Se trata de um projeto

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICAS GERÊNCIAS.

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICAS GERÊNCIAS. REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICAS GERÊNCIAS. IFNMG - Câmpus Pirapora 1 1- O QUE É O NPG O Núcleo de Práticas Gerenciais - NPG é um laboratório de práticas administrativas, com layout devidamente planejado

Leia mais

SENAI O Parceiro da Indústria na Inovação

SENAI O Parceiro da Indústria na Inovação SENAI O Parceiro da Indústria na Inovação Casos de Sucesso em Inovação de Produtos e Processos VIII Conferência ANPEI Maio/2008 Sumário O papel do SENAI na inovação tecnológica para o setor industrial

Leia mais

PROPOSTA DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL E CONTROLES INTERNOS GERENCIAIS PARA MELHORIA DE DESEMPENHO

PROPOSTA DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL E CONTROLES INTERNOS GERENCIAIS PARA MELHORIA DE DESEMPENHO FERNANDO SANTOS FILHO GESTÃO EMPRESARIAL GESTÃO E CONTROLES INTERNOS GERENCIAIS PROPOSTA DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL E CONTROLES INTERNOS GERENCIAIS PARA MELHORIA DE DESEMPENHO 1

Leia mais

VII PROGRAMA DE PROSPECÇÃO DE NOVOS NEGÓCIOS EDITAL PARA A SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS E DE EMPREENDIMENTOS DE BASE TECNOLÓGICA DO CIAEM Nº01/2016

VII PROGRAMA DE PROSPECÇÃO DE NOVOS NEGÓCIOS EDITAL PARA A SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS E DE EMPREENDIMENTOS DE BASE TECNOLÓGICA DO CIAEM Nº01/2016 VII PROGRAMA DE PROSPECÇÃO DE NOVOS NEGÓCIOS EDITAL PARA A SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS E DE EMPREENDIMENTOS DE BASE TECNOLÓGICA DO CIAEM Nº01/2016 EDITAL Nº01/2016 PARA A SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS E

Leia mais

Brasil Music Exchange é um programa realizado através de uma parceria entre BM&A e Apex-Brasil

Brasil Music Exchange é um programa realizado através de uma parceria entre BM&A e Apex-Brasil Quem somos? Brasil Music Exchange é um programa realizado através de uma parceria entre BM&A e Apex-Brasil Nossa missão é dar suporte para as empresas brasileiras do mercado da música no sentido de aumentar

Leia mais

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Francisco Beltrão Inovações e Desafios Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Agosto de 2015 Política de Desenvolvimento Local Sistema Regional de Inovação Serviços Urbanos CITFBE

Leia mais

Chamada Pública de Convocação e Seleção Nº 01/2015

Chamada Pública de Convocação e Seleção Nº 01/2015 de Inovações da Universidade Tecnológica - IUT Chamada Pública de Convocação e Seleção Nº 01/2015 Para seleção de empresas de base tecnológica para ingresso na de Inovações da Universidade Tecnológica

Leia mais

AS AÇÕES DO SEBRAE PARA A CADEIA DA CONSTRUÇÃO EM GOIÁS. COMAT- Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade

AS AÇÕES DO SEBRAE PARA A CADEIA DA CONSTRUÇÃO EM GOIÁS. COMAT- Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade AS AÇÕES DO SEBRAE PARA A CADEIA DA CONSTRUÇÃO EM GOIÁS COMAT- Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade Goiânia 23/maio/2014 PROJETO DESENVOLVIMENTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL PÚBLICO ALVO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA ITSM/UFSM - INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UFSM

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA ITSM/UFSM - INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UFSM UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA ITSM/UFSM - INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UFSM EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA INGRESSO NA ITSM/UFSM INCUBADORA DE EMPRESAS,

Leia mais

bancodopovo.sp.gov.br

bancodopovo.sp.gov.br Dinheiro fácil e barato para quem quer produzir O que é o Banco do Povo Paulista? O Banco do Povo Paulista é o programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo e executado

Leia mais

A IDEIA TERRITÓRIO 05/05/2016. Evolução de empresas e instituições 192. II Colóquio sobre Gestão Pública / UFRN

A IDEIA TERRITÓRIO 05/05/2016. Evolução de empresas e instituições 192. II Colóquio sobre Gestão Pública / UFRN II Colóquio sobre Gestão Pública / UFRN Iniciativa Privada, Governo e Universidades: o caso do Porto Digital RECIFE LATITUDE O8o03 14 S LONGITUDE 34º52 52 W PERNAMBUCO - BRASIL A IDEIA TERRITÓRIO Localização

Leia mais

Ambiente Sustentável de Inovação: Estudo de Caso do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília)

Ambiente Sustentável de Inovação: Estudo de Caso do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) Ambiente Sustentável de Inovação: Estudo de Caso do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) Elvis Fusco 1, Fábio Dacêncio Pereira 2, Marcos Luiz Mucheroni 3, Edward David Moreno Ordonez

Leia mais

PROCEDIMENTO SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO, ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO. REGISTRO DE ALTERAÇÕES REV. DATA ALTERAÇÃO EFETUADA 00 24/08/2010 Emissão do Documento

PROCEDIMENTO SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO, ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO. REGISTRO DE ALTERAÇÕES REV. DATA ALTERAÇÃO EFETUADA 00 24/08/2010 Emissão do Documento Página 1 de 6 REGISTRO DE ALTERAÇÕES REV. DATA ALTERAÇÃO EFETUADA 00 24/08/2010 Emissão do Documento Cópia Controlada CÓPIA CONTROLADA 15/09/2010 Claudiane Freire de Oliveira Coordenador da Qualidade ELABORAÇÃO

Leia mais

Painel: Redes de inovação e inovação colaborativa no cenário brasileiro

Painel: Redes de inovação e inovação colaborativa no cenário brasileiro Painel: Redes de inovação e inovação colaborativa no cenário brasileiro São Paulo 23_11_2011 INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NA ESTRATÉGIA COMPETITIVA missão A missão da Anpei é: Estimular a Inovação Tecnológica

Leia mais

EDITAL N 01/2016 HESTIA/UFRGS

EDITAL N 01/2016 HESTIA/UFRGS EDITAL N 01/2016 HESTIA/UFRGS A Incubadora Tecnológica Hestia torna público que abrirá processo seletivo para apoio a novos empreendimentos nas áreas de Engenharia e Física, na modalidade pré-incubação,

Leia mais

Projeto de Capacitação da Comunidade USP Campus Ribeirão Preto

Projeto de Capacitação da Comunidade USP Campus Ribeirão Preto Projeto de Capacitação da Comunidade USP Campus Ribeirão Preto Agosto de 2017 Objetivo Apresentar à comunidade acadêmica, por meio de uma série de atividades de capacitação (gratuitas), a importância da

Leia mais

Coffee Valley. Centro de Incubação de Startups e Coworking. Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu. Manhuaçu / MG

Coffee Valley. Centro de Incubação de Startups e Coworking. Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu. Manhuaçu / MG Coffee Valley Centro de Incubação de Startups e Coworking Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu Manhuaçu / MG 1. Apresentação do Coffee Valley O Coffee Valley, centro de incubação de Startups e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Programa de Inovação Tecnológica e Empreendedorismo

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Programa de Inovação Tecnológica e Empreendedorismo MANUAL DO INCUBADO Apresentação O presente manual destina-se a ser um guia para os empreendedores que ingressam neste mecanismo de apoio à inovação e empreendedorismo, auxiliando-os a adaptar-se a esse

Leia mais

ANEXO PROPOSTA DE LINHAS DE PESQUISA DAS FACULDADES CATHEDRAL DE ENSINO SUPERIOR

ANEXO PROPOSTA DE LINHAS DE PESQUISA DAS FACULDADES CATHEDRAL DE ENSINO SUPERIOR ANEXO PROPOSTA DE LINHAS DE PESQUISA DAS FACULDADES CATHEDRAL DE ENSINO SUPERIOR Define-se como linha de pesquisa um conjunto de temas, que delimita diversos campos de interesse. Para que estas venham

Leia mais

Forma de Atuação SEBRAE/RS. Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados /

Forma de Atuação SEBRAE/RS. Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados / Forma de Atuação SEBRAE/RS Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados 0800 570 0800 / www.sebrae-rs.com.br Importância dos Pequenos Negócios no RS Microempresas e Empresas de Pequeno

Leia mais